TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Março/2012

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Março/2012"

Transcrição

1 TERMO DE REFERÊNCIA Contratação de empresa especializada para suporte, manutenção e atualização, desenvolvimento e customização de sistemas para Google Earth Enterprise ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA Março/2012 1

2 1. JUSTIFICATIVA DA NECESSIDADE DA CONTRATAÇÃO A Companhia Imobiliária de Brasília (TERRACAP) em função de suas competências institucionais e responsabilidades sociais, deve organizar e manter atualizado um vasto acervo de informações sobre o patrimônio imobiliário de Brasília. O conteúdo dessas bases de dados é utilizado constantemente tanto nos serviços internos, subsidiando a elaboração das políticas públicas e tomada de decisões, quanto no atendimento às solicitações externas. Para responder a essas demandas é necessário cruzar informações, que quase sempre estão espalhadas em diversas fontes de informações e arquivos, e recorrer a análises espaciais extremamente trabalhosas, dado que de 70 a 80% da informação utilizada na administração possui uma referência espacial. O procedimento de localizar dados espaciais associados à cartografia de um determinado território é denominado geoprocessamento. Geoprocessamento pode ser compreendido como o conjunto de procedimentos utilizados para armazenar e manipular dados geograficamente referenciados. Sem instrumentos mais modernos, as tarefas de estudos e pesquisas destinadas ao planejamento são, em geral, morosas, dispendiosas e marcadas pelo improviso. Daí, o interesse das autoridades públicas por sistemas que permitam relacionar as diversas informações a referências geográficas, de forma ágil e facilmente atualizável. Nesse sentido a TERRACAP adquiriu um sistema poderoso e mundialmente conhecido como uma plataforma ágil, segura e eficiente no trato das informações georreferenciadas: o Google Earth Enterprise. A implementação e a integração com os sistemas de informações legadas a uma plataforma geograficamente referenciada permite uma visão única, das diferentes informações de gestão, provenientes de sistemas governamentais, visando agilizar a tomada de decisão, dar transparência e aumentar a qualidade da gestão. Em conformidade com as transformações advindas da evolução da tecnologia, faz-se necessária a contratação de uma empresa especializada em serviços de suporte técnico, desenvolvimento e customização de sistemas para a plataforma Google Earth Enterprise, sob demanda, aferidos por resultados atingidos, visando pôr em prática a utilização coesa dos recursos de Tecnologia da Informação. 2. BENEFÍCIOS DIRETOS E INDIRETOS QUE RESULTARÃO DA CONTRATAÇÃO Capacidade de integração global das soluções sistêmicas hoje instaladas na TERRACAP; Realizar buscas de pontos geográficos e análises de seus resultados, aferindo medições e cálculos diversos; Integrar as diversas fontes de informação em uma única plataforma, criando o conceito de "cockpit" para agilizar o processo de tomada de decisão; Um significativo incremento da capacidade de geração e qualificação das informações, através da utilização de uma ferramenta intuitiva que possibilita o controle da navegação na ponta dos dedos ; Integrar e apresentar o conjunto de imagens da região de interesse da TERRACAP em única interface, contendo localidades agrupadas em camadas de classificação, baseadas no foco e relevância, independentemente dos repositórios de origem; Visão abrangente e estratégica de informações. 3. OBJETIVO O objetivo da presente especificação técnica é a contratação de serviços de suporte, manutenção desenvolvimento, e customização de sistemas utilizando a tecnologia Google Earth Enterprise além de atualização da sua licença. 2

3 4. DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS A contratação em questão é composta pelos itens, conforme ilustrado abaixo: Tabela 1: Quadro de Componentes da Solução Item Descrição Unidade Medida de Quant. Valor Unitário R$ Valor Total R$ Serviços Especializados (Contratados sob demanda) Suporte técnico para a plataforma Google Earth Enterprise Manutenção e Atualização da Plataforma Google Earth Enterprise Desenvolvimento de interface de Administração de Conteúdo para Google Earth Enterprise Desenvolvimentos de Controle de Acesso para Google Earth Enterprise Mês , ,00 Licença Anual , ,00 Unidade , ,00 Unidade , , Desenvolvimento de sistema de Impressão com layout personalizado via acesso web para Google Earth Enterprise Unidade , ,00 Customização de Sistema de Busca para , ,00 Unidade 1 Google Earth Enterprise Integração da API do Google MAPS premier com o Google Earth Enterprise para acesso a Unidade , ,00 base de mapas. Serviços de Desenvolvimento, Manutenção e Customização de Sistemas de Informação, envolvendo elicitação de requisitos, Ponto de Função 520 codificação, teste e documentação para 850, ,00 Google Earth Enterprise Manutenção e Atualização da Licença de uso de Interface de programação de aplicativos para desenvolvimento de aplicações , ,00 Licença Anual 3 geográficas com acesso à base de imagens de alta resolução e arruamento com cobertura global para 250 mil carregamentos de maps O valor total estimado para contratação dos produtos é de R$ ,00 (Hum milhão quinhentos e oitenta e nove mil e duzentos reais) nos termos da planilha acima. 3

4 4.1. Requisitos dos serviços de suporte técnico para a plataforma Google Earth Enterprise (item 1.1 da tabela 1: Quadro de componentes da solução) Os serviços de suporte técnico deverão atender aos seguintes requisitos: Compreende a execução de atividades inerentes às funções de suporte, prestadas a servidores designados pela CONTRATANTE, por meio de atendimento telefônico, ou on-site no que diz respeito à operação, configuração, administração e acesso aos recursos disponíveis na solução de software específico adquirido, a ocorrer no período de vigência do suporte técnico de 36 (trinta e seis) meses; A prestação do serviço de suporte técnico do software terá seu prazo iniciado em 5 (cinco) dias úteis, a partir do recebimento da Ordem de Serviço, a ser emitida pela CONTRATANTE, após o recebimento da Nota de Empenho. Deverá ser fornecida, sempre que necessária, a intervenção técnica pontual e imediata à solução visando corrigir uma falha ou interrupção do mesmo, buscando o restabelecimento da condição normal de operação, a ocorrer durante o período de suporte técnico da solução; Durante o período de suporte técnico, o horário de atendimento para abertura de chamados será no horário de expediente da CONTRATANTE, das 8:00 h às 18:00 h, nos dias úteis, com até 4 (quatro) horas para resposta ao chamado. Caso o atendimento de chamado de suporte técnico não seja solucionado no prazo de 4 (horas), o suporte técnico da CONTRATADA deverá comparecer no prazo de 24 (vinte e quatro) horas a contar do término do prazo inicialmente previsto, no endereço Sede da CONTRATANTE para solucionar o chamado aberto; A CONTRATANTE designará um ou mais membros de sua Equipe técnica que atuarão como responsáveis pelo encaminhamento das solicitações de suporte técnico à CONTRATADA; A CONTRATANTE proverá, sempre que solicitado pela CONTRATADA, acesso remoto seguro à solução, para verificação de seu funcionamento e solução de problemas; A CONTRATADA deverá monitorar e controlar os chamados não solucionados enviados a outros níveis de suporte; posicionar a CONTRATANTE sobre um determinado chamado em andamento, prestar esclarecimentos, orientações e informações não disponibilizadas no primeiro contato para os chamados pendentes; A CONTRATADA deverá disponibilizar um número telefônico e/ou um endereço eletrônico para a recepção das solicitações de suporte técnico; 4.2. Requisitos dos serviços de manutenção e atualização para a plataforma Google Earth Enterprise (item 1.2 da tabela 1: Quadro de componentes da solução) O serviços de manutenção e Atualização de Versão devem seguir os seguintes requisitos: A CONTRATADA deverá comunicar a CONTRATANTE e atualizar no prazo máximo de 15 (quinze) dias corridos, contados a partir da comunicação, pacote e/ou componente de software que venha a substituir a versão instalada da solução por uma nova versão, realizando correções ou adaptações de um problema específico identificado em determinada plataforma de software e/ou hardware, a ocorrer durante o período da contratação; A ocorrência de atualização de versão não comunicada e atualizada pela CONTRATADA, implicará em inexecução, sujeitando-se a CONTRATADA às sanções cabíveis; As novas versões para a solução, contemplando correções, melhorias ou novas funcionalidades, deverão ser disponibilizadas à CONTRATANTE, para que sejam providenciados os procedimentos necessários à sua homologação. 4

5 A atualização de versão da solução deverá ser acompanhada de documentação detalhada das modificações introduzidas e de atualização, por complementação ou substituição, dos manuais operacionais da solução, de modo a favorecer a adaptação dos usuários às novas características implementadas Requisitos dos Serviços Técnicos de Administração de Conteúdo para Google Earth Enterprise (item 1.3 da tabela 1: Quadro de componentes da solução) Após a implantação da plataforma Google Earth Enterprise - GEE, projetos envolvendo a ferramenta estão sendo demandados por setores da CONTRATANTE. Durante a execução destes projetos, serão identificados e produzidos conteúdos que serão afixados no mundo/projeto criado. Todavia, a produção de conteúdos, por ser uma atividade contínua, continuará no pós-projeto e demandará atualizações, remoção e ingestão destes na plataforma. A fim de facilitar esta atividade, é requerido um desenvolvimento de uma interface administrativa amigável, onde usuários identificados poderão administrar (criar, recuperar, atualizar e remover) os conteúdos inerentes aos mundos e/ou projetos que tenham acesso. Entende-se por conteúdo, dentre outros: vídeos e fotos, pontos de interesse, documentos e Modelos tridimensionais. Os Serviços Técnicos de Administração de Conteúdo para a plataforma Google Earth Enterprise serão solicitados formalmente à CONTRATADA, mediante emissão de Ordem de Serviço, com no mínimo 5 (cinco) dias úteis de antecedência em relação ao seu início, e tendo sua realização sido previamente acertada entre o responsável técnico da CONTRATANTE e a CONTRATADA. A Ordem de Serviço deverá registrar e especificar as seguintes condições mínimas: Descrição do serviço; Produto a ser gerado; Metodologia, padrões e ambiente técnico a ser adotado; Cronograma de execução; Recursos necessários; Local de execução; Condições de acompanhamento e aceitação dos serviços. O pagamento do sistema será realizado em 30 (trinta) dias após emissão de Termo de Aceite assinado pelo responsável técnico da CONTRATANTE. 5

6 4.4. Requisitos dos Serviços Técnicos do controle de acesso (AAA)1 para Google Earth Enterprise (item 1.4 da tabela 1: Quadro de componentes da solução) A solução de GEE apresentada precisa contemplar a aplicação de um controle de acesso baseado no modelo RBAC (Role Based Access Control), por camada e dado armazenado/apresentado. Esta solução precisa contemplar a integração de serviços de Controle de Acesso utilizados na CONTRATANTE, como Active Directory. Para a administração destes perfis é requisito essencial uma Interface Administrativa. Esta parte do escopo deve ser fornecida como se segue: Deverá ser fornecida uma interface administrativa de segurança, a partir da qual será possível administrar perfis, a qual utilizará o protocolo LDAP para acessar as informações contidas no servidor de diretório apenas para fins de autenticação. Uma vez autenticado o usuário, o processo de autorização será feito através de arquivos de configuração na plataforma GEE. Um banco de dados intermediário de pequeno porte deve ser utilizado para armazenar a correlação entre os usuários existentes e as camadas que estes têm permissão para acessar. Criação de novas regras, alterações ou exclusões serão feitas através da interface administrativa de forma pontual, sem necessidade de um serviço ou programa que fique residente em memória ou efetue consultas recorrentes ao servidor de diretório, a fim de mitigar overhead de tráfego de rede ou processamento na máquina que hospedará o GEE Server. Os Serviços Técnicos do Controle de Acesso para a plataforma Google Earth Enterprise serão solicitados formalmente à CONTRATADA, mediante emissão de Ordem de Serviço, com no mínimo 5 (cinco) dias úteis de antecedência em relação ao seu início, e tendo sua realização sido previamente acertada entre o responsável técnico da CONTRATANTE e a CONTRATADA. A Ordem de Serviço deverá registrar e especificar as seguintes condições mínimas: Descrição do serviço; Produto a ser gerado; Metodologia, padrões e ambiente técnico a ser adotado; Cronograma de execução; Recursos necessários; Local de execução; Condições de acompanhamento e aceitação dos serviços. 1 AAA Do inglês, Authentication, Authorization e Accountability. 6

7 O pagamento do sistema será realizado em 30 (trinta) dias após emissão de Termo de. Aceite assinado pelo responsável técnico da CONTRATANTE 4.5. Requisitos dos Serviços Técnicos para Impressão com layout personalizado via acesso web para Google Earth Enterprise (item 1.5 da tabela 1: Quadro de componentes da solução) Compreende a execução das tarefas a seguir: I. Definição do layout modelo pela CONTRATANTE; II. Codificação da solução de impressão com o layout supracitado na forma de aplicativo modular a ser inserido nos geoportais de interesse; III. Instrução técnica da equipe da CONTRATANTE para uso da aplicação supracitada na criação de novos geoportais que venham a ser criados pela CONTRATANTE. Os Serviços Técnicos de Impressão com Layout personalizado via acesso Web para a plataforma Google Earth Enterprise serão solicitados formalmente à CONTRATADA, mediante emissão de Ordem de Serviço, com no mínimo 5 (cinco) dias úteis de antecedência em relação ao seu início, e tendo sua realização sido previamente acertada entre o responsável técnico da CONTRATANTE e a CONTRATADA. A Ordem de Serviço deverá registrar e especificar as seguintes condições mínimas: Descrição do serviço; Produto a ser gerado; Metodologia, padrões e ambiente técnico a ser adotado; Cronograma de execução; Recursos necessários; Local de execução; Condições de acompanhamento e aceitação dos serviços. O pagamento do sistema será realizado em 30 (trinta) dias após emissão de Termo de Aceite assinado pelo responsável técnico da CONTRATANTE Requisitos dos Serviços Técnicos para Customização do sistema de Busca para plataforma Google Earth Enterprise (item 1.6 da tabela 1: Quadro de componentes da solução) Compreende a execução das tarefas a seguir: I. Levantamento dos sistemas que irão ser conectados ao sistema de busca do Google Earth Enterprise; II. Codificação do conector apropriado para cada um dos sistemas de interesse da CONTRATANTE obtidos na etapa anterior III. Instrução técnica da equipe da CONTRATANTE para adaptação dos conectores supracitado para novos sistemas que venham a ser utilizados pela CONTRATANTE Os Serviços Técnicos de Customização de Sistema de Busca para a plataforma Google Earth Enterprise serão solicitados formalmente à CONTRATADA, mediante emissão de Ordem de Serviço, com no mínimo 5 (cinco) dias úteis de antecedência em relação ao seu início, e tendo sua realização sido previamente acertada entre o responsável técnico da CONTRATANTE e a CONTRATADA. 7

8 A Ordem de Serviço deverá registrar e especificar as seguintes condições mínimas: Descrição do serviço; Produto a ser gerado; Metodologia, padrões e ambiente técnico a ser adotado; Cronograma de execução; Recursos necessários; Local de execução; Condições de acompanhamento e aceitação dos serviços. O pagamento do sistema será realizado em 30 (trinta) dias após emissão de Termo de Aceite assinado pelo responsável técnico da CONTRATANTE Requisitos dos Serviços Técnicos para integração da API do Google MAPS Premier com a plataforma Google Earth Enterprise (item 1.7 da tabela 1: Quadro de componentes da solução) Compreende a execução das tarefas a seguir: I. Levantamento das bases publicadas pela CONTRATANTE no Google Earth Enterprise Server; II. Modificação do código do geoportal padrão ou personalizado das bases supracitadas para exibição da base de imagens do Google Maps API Premier por padrão III. Instrução técnica da equipe da CONTRATANTE para execução da modificação supracitada na criação de novas bases ou geoportais que venham a ser criados pela CONTRATANTE Os Serviços Técnicos para integração da API do Google MAPS Premier para a plataforma Google Earth Enterprise serão solicitados formalmente à CONTRATADA, mediante emissão de Ordem de Serviço, com no mínimo 5 (cinco) dias úteis de antecedência em relação ao seu início, e tendo sua realização sido previamente acertada entre o responsável técnico da CONTRATANTE e a CONTRATADA. A Ordem de Serviço deverá registrar e especificar as seguintes condições mínimas: Descrição do serviço; Produto a ser gerado; Metodologia, padrões e ambiente técnico a ser adotado; Cronograma de execução; Recursos necessários; Local de execução; Condições de acompanhamento e aceitação dos serviços. O pagamento do sistema será realizado em 30 (trinta) dias após emissão de Termo de Aceite assinado pelo responsável técnico da CONTRATANTE. 8

9 4.8. Requisitos dos Serviços Técnicos de Desenvolvimento, Manutenção e Customização de Sistemas de Informação, envolvendo elicitação de requisitos, codificação, teste e documentação para a plataforma Google Earth Enterprise utilizando a metodologia de Ponto de Função (item 1.8 da tabela 1: Quadro de componentes da solução) Descrição Macro Das Tarefas A Serem Executadas: I. Desenvolvimento de Novos Sistemas de Informação: Levantamento e gerência de requisitos, análise e projeto lógico, construção, testes e implantação de sistemas de informação transacionais e gerenciais, em conformidade com o ambiente de produção da TERRACAP. A critério da TERRACAP poderá ser demandada tanto a execução de todo o ciclo de desenvolvimento de um sistema, quanto somente alguma(s) de sua(s) fase(s). II. III. IV. Manutenção Evolutiva: Abrange a concepção e implantação de novas funcionalidades e de novos componentes em sistemas de informação existentes na TERRACAP. Manutenção Corretiva: Contempla a identificação de pontos falhos e eliminação de defeitos de códigos de funcionalidades de sistemas existentes na TERRACAP, excetuando-se os erros/falhas de execução por parte da contratada. Manutenção Adaptativa: Refere-se à adequação das funcionalidades dos sistemas a novas regras de negócio, a nova legislação, a novas tecnologias ou melhoria da qualidade de sistemas existentes na TERRACAP. V. Manutenção Perfectiva: Refere-se à adequação das funcionalidades dos sistemas, visando à melhoria do desempenho e qualidade de sistemas existentes na TERRACAP. VI. Documentação de Sistema: Execução de atividades de documentação de sistemas, rotinas, práticas e aplicativos existentes e/ou que venham a ser desenvolvidos na TERRACAP. A documentação de novos projetos deve seguir os procedimentos e metodologias previstas na TERRACAP e especificadas na Ordem de Serviços (OS). Caso não haja documentação pré-existente ou a mesma esteja desatualizada ou incompleta, poderão ser contratados serviços para documentação / redocumentação dos sistemas (incluindo os sistemas legados). A documentação vinculada às manutenções deve se restringir unicamente à atualização da documentação pré-existente e limitada ao escopo da manutenção em questão Descrição Detalhada Das Tarefas A Serem Executadas: I. Levantamento e gerência de requisitos, análises, projetos lógicos e físicos, implementação e implantação de sistemas de informação, nos ambientes cliente-servidor simples e n-tier (multicamadas / web); II. III. IV. Gerência de Projetos por meio da elaboração de cronogramas, planos de projeto, controle de iterações, gestão de riscos e de recursos; Gerência, levantamento, especificação e análise de requisitos utilizando Processo Unificado, metodologias e ferramenta CASE; Apoio na preparação do ambiente de desenvolvimento, testes e homologação dos sistemas; 9

10 V. Documentação e Redocumentação de sistemas de informação; VI. VII. VIII. IX. Integração de sistemas informatizados em plataformas heterogêneas utilizando as tecnologias de web services e XML; Manutenção corretiva, evolutiva, adaptativa e perfectiva de sistemas de informação; Migração da plataforma de desenvolvimento de sistemas de informação; Apoio na administração de componentes de software; X. Apoio na definição de padrões de codificação de programas, banco de dados e visuais, aplicando a funcionalidade, confiabilidade, usabilidade, eficiência, manutenibilidade, portabilidade, acessibilidade e disponibilização de conteúdo para páginas Internet e Intranet; XI. XII. XIII. XIV. XV. XVI. XVII. XVIII. XIX. XX. Apoio no refinamento e melhoria das etapas e atividades existentes nos processos de Análise, Codificação e Testes de Sistemas; Apoio no refinamento e melhoria dos indicadores de desempenho e qualidade para as atividades de análise, codificação, testes de sistemas; Apoio na identificação de fontes de retrabalho que ocorrem durante as atividades de análise, codificação, testes e manutenção de sistemas; Apoio na identificação das etapas que concentram maior esforço dos profissionais; Proposição de plano de melhorias de sistemas em produção, contendo propostas para a realização de manutenções preventivas sobre os sistemas existentes, envolvendo aspectos como performance, segurança e aperfeiçoamentos que visem a melhoria de qualidade desses sistemas; Implementação, mediante a aprovação da TERRACAP, de melhorias planejadas visando a maximização dos ganhos da inovação realizada no processo de desenvolvimento e manutenção de sistemas de informação; Elaboração e manutenção do modelo de dados, com suporte de ferramenta automatizada; Desenvolvimento e Manutenção de modelos dimensionais, rotinas de ETL e configuração de ferramentas OLAP para acesso e manipulação das informações em Sistemas Gerencias (Business Intelligence); Definição de arquitetura de software; Mensuração de software, utilizando Análise de Pontos por Função Forma De Execução Dos Serviços: Os serviços de Desenvolvimento e Manutenção de Sistemas serão prestados sob demanda, nas instalações da CONTRATANTE e/ou CONTRATADA, mediante emissão de Ordem de Serviço pelo Gestor do Contrato designado pela TERRACAP. As Ordens de Serviços serão dimensionadas por meio da técnica de contagem de pontos de função, descrita no Manual de Práticas e Contagens 10

11 de Pontos de Função versão 4.2 (Function Point Counting Practices Manual release 4.2), ou versão mais recente, publicado pelo IFPUG (International Function Point Users Group). A CONTRATANTE por intermédio de seus técnicos ou por outra empresa contratada exclusivamente para realizar contagens de Ponto de Função, deverá efetuar o levantamento do quantitativo estimado de Pontos de Função, e com base nesse quantitativo, elaborar e encaminhar à CONTRATADA, Ordens de Serviço (OS), tantas quantas forem necessárias para o atendimento da demanda. O trâmite desses documentos deverá ser viabilizado por meio do sistema de controle de demandas, fornecido pela CONTRATANTE. A ordem de serviço deverá conter obrigatoriamente as seguintes informações: Número da OS. Nome do projeto. Data do registro da demanda. Nome da contratada. Descrição da demanda com o objetivo da OS. Lista de artefatos e documentos esperados. Tamanho estimado em PF. Cronograma estimado de execução com data inicial e final para cada fase e seus artefatos e documentos. Valor total estimado da OS por extenso, em R$. Cronograma de pagamento, baseado em entregáveis. Critérios de qualidade. Local de execução da Ordem de Serviço Local e data de recebimento pela TERRACAP. Assinatura de representante da contratada. Data de aprovação e assinatura do gestor do contrato e do responsável pela área demandante da TERRACAP. A CONTRATADA analisará a OS aceitando-a ou não. A execução do serviço somente poderá ser realizada após a CONTRATADA definir o cronograma de execução dos serviços e o respectivo aceite da OS. Caso a OS não seja aceita, a contratada e a contratante deverão, conjuntamente, efetuarem os ajustes necessários para o aceite da OS. Após o aceite da OS, a contratada iniciará a sua execução em conformidade com todas as condições estabelecidas no contrato e com o cronograma aprovado pela TERRACAP, apresentado pela contratante na fase de aceite da OS. A TERRACAP ficará responsável pelo monitoramento técnico dos serviços, registrando todas as ocorrências durante a execução da OS e solicitando as correções necessárias. Durante a execução da OS, a contratada entregará os artefatos exigidos na OS em conformidade com o tipo de demanda. Para cada OS concluída e seu conjunto de artefatos e documentos, a contratada emitirá o Termo de Entrega, que será submetido ao gestor do contrato para a avaliação técnica desses produtos entregues. A TERRACAP emitirá o Termo de Recebimento Provisório em até 5 (cinco) dias, contados da entrega da OS e seus artefatos e documentos estabelecidos. O Termo de Recebimento Provisório registrará a avaliação e aderência técnica dos artefatos e soluções desenvolvidas pela contratada. Caso seja identificada alguma não conformidade, a TERRACAP registrará a ocorrência e emitirá o Termo de Rejeição. A CONTRATADA deverá aplicar as correções necessárias e efetuar nova entrega dentro do prazo já estabelecido. Se a entrega ocorrer fora do 11

12 prazo estabelecido, a TERRACAP registrará ocorrência e aplicará as penalidades descritas neste projeto básico. avaliação. Após a correção, a contratada emitirá novo Termo de Entrega que será objeto de nova O Termo de Entrega deverá fazer referência à OS a que esteja vinculado, com a descrição dos serviços, artefatos e documentos entregues para homologação, bem como a quantidade de PF executados, o valor a ser pago, data de entrega e a assinatura da contratada. O Termo de Recebimento Definitivo será emitido pela TERRACAP em até 10 (dez dias) após o termo de recebimento provisório. Caso o Termo de Recebimento Definitivo não seja emitido neste prazo e não haja por parte da TERRACAP qualquer registro de inconformidade na demanda entregue pela CONTRATADA, a entrega em questão será considerada homologada por decurso de prazo. O Termo de Recebimento Definitivo tem por finalidade atestar que os serviços foram executados em conformidade com as especificações deste projeto básico. O pagamento à CONTRATADA dar-se-á após o recebimento definitivo da entrega. Após a efetiva entrega do serviço da OS, a TERRACAP tomará as providências para disponibilizar a solução implementada/corrigida em ambiente de produção. A contratada, para cada OS aprovada, deverá executar os artefatos encomendados, de acordo com os respectivos cronogramas, gerando produtos dentro dos padrões de qualidade e de compatibilidade técnica, conforme a metodologia e os padrões definidos no Processo Unificado (UP) adotado pela TERRACAP em sua MDS Metodologia de Desenvolvimento e Manutenção de Sistemas Medição Dos Serviços Em Ponto De Função Todos os serviços contratados serão remunerados utilizando-se a técnica de Análise de Pontos de Função. Os serviços realizados serão medidos utilizando-se a técnica de Análise de Pontos de Função, de acordo com o Function Point Counting Practices Manual (CPM), versão 4.2, ou versão mais recente, publicado pelo IFPUG International Funcional Point Users Group (www.ifpug.org). A TERRACAP adotará as técnicas definidas pela Nesma (Netherlands Software Metrics Users Association) para a realização de contagens do tipo estimada e indicativa. contagens. A TERRACAP adotará o valor 1,00 (um) para o Valor do Fator de Ajuste em todas as A TERRACAP adotará a Tabela de Itens Não Mensuráveis, constante no item deste Anexo, para calcular o esforço de atividades que não são passíveis de serem pontuadas pela técnica de Análise de Ponto de Função ou não são medidas adequadamente pela técnica. No caso da CONTRATADA identificar algum quesito não passível de medição em pontos de função e que não conste da referida Tabela de Itens Não Mensuráveis, constante no item deste documento, deverá ser enviado relatório técnico à TERRACAP que avaliará e, se for o caso, havendo compatibilidade, enquadrará o quesito em algum item da tabela ou incluirá o novo quesito na tabela. Casos contrários a OS não será aprovada. 12

13 O tamanho em Pontos de Função do serviço, acrescido dos Pontos de Função derivados dos itens não mensuráveis, corresponderá à quantidade total de Pontos de Função prevista para o serviço contratado. A TERRACAP deverá ter flexibilidade na contratação de todas ou apenas de alguma(s) da(s) fase(s) do ciclo de desenvolvimento de sistemas preconizadas pelo RUP Rational Unified Process, constantes na seguinte tabela: TABELA DE FASES RUP Fase a ser Contratada Percentual do Total de Pontos de Função Concepção 5 % Elaboração 30 % Construção 55 % Transição 10 % O valor do ponto de função já considera o esforço de gerenciamento relativo às fases a serem executadas pela CONTRATADA. A contagem inicial relativa ao quantitativo de Pontos de Função será realizada pela CONTRATANTE. Após concordância entre as partes e possíveis adequações decorrentes, se dará inicio à OS inicial. Ao final da fase de construção ou da execução da OS será realizada nova contagem dos Pontos de Função, com a qual serão efetuados os ajustes de volume e decorrente valor financeiro para maior ou para menor Condições Específicas Dos Serviços A Serem Executados No Ambiente Da Contratada A critério da TERRACAP poderá ser demandada Ordens de Serviço de desenvolvimento de novos sistemas de informação com local de execução nas instalações da CONTRATADA, a qual deverá manter profissionais, móveis, equipamentos, hardware e software à disposição para atender a demanda. Para efeito de dimensionamento de suas propostas, as empresas licitantes deverão considerar que do total de pontos de função estimados neste projeto básico uma parte, estimada em 25%, poderá ser executada nas instalações da CONTRATADA. De acordo com o volume e características das demandas a CONTRATADA deverá providenciar um link com criptografia, utilizando-se uma VPN no modelo adotado na TERRACAP, dedicado (ponto a ponto) de comunicação, mínimo de 2 Mbps, entre as suas instalações e a da TERRACAP, arcando com todos os custos de aquisição, instalação, manutenção ou quaisquer outros relacionados, durante a execução dos serviços. A conexão entre as instalações da CONTRATADA e TERRACAP será utilizada para troca de arquivos ou, quando autorizado pela TERRACAP, para realização de testes integrados nos ambientes de desenvolvimento/teste/homologação da TERRACAP. A TERRACAP garante a disponibilização, equivalência e aderência entre os ambientes de desenvolvimento, teste, homologação e produção. Cabe a CONTRATADA replicar nas suas dependências todo o ambiente de desenvolvimento de sistemas utilizado na CONTRATANTE, arcando com todos os custos de aquisição, instalação, manutenção ou quaisquer outros relacionados, visando manter o padrão tecnológico. As ferramentas e softwares deverão acompanhar a mesma versão que as instaladas no ambiente da TERRACAP. 13

14 As interações dos profissionais da CONTRATADA com os usuários e profissionais da TERRACAP, para fins de execução dos serviços, ocorrerão nas instalações da TERRACAP, cabendo à CONTRATADA a responsabilidade pelo deslocamento dos profissionais envolvidos até o local de prestação de serviços, sem ônus adicionais à CONTRATANTE. A TERRACAP providenciará acesso controlado para os profissionais da CONTRATADA ao ambiente de desenvolvimento, teste e homologação, incluindo bibliotecas de programas, políticas, normas, procedimentos, metodologias, bases de dados, ferramentas, de acordo com pré-requisitos definidos nas OS Acordo De Nível De Serviço (Sla S) A gestão e fiscalização do contrato se darão mediante o estabelecimento e acompanhamento de indicadores de desempenho, disponibilidade e qualidade, que comporão o acordo de níveis de serviço entre a CONTRATANTE e a CONTRATADA. O ajuste no pagamento decorrente da composição dos diversos indicadores abaixo será limitado à redução máxima de 15% do valor da OS. Indicador de Ordens de Serviço Executadas no Prazo - IOSP ITEM DESCRIÇÃO Finalidade Indicador de desempenho na execução das demandas dentro do prazo previsto Meta a cumprir Indicador deve ser igual a 0 Instrumento de medição Relatório de Ordens de Serviço Executadas Forma de acompanhamento A CONTRATADA deverá gerar o relatório de ordens de serviço concluídas e homologadas, contendo o período previsto para a execução e o efetivamente executado, para avaliação pela CONTRATANTE Periodicidade Mensal Mecanismo de Cálculo Tempo além do estimado para execução da OS em dias úteis / Tempo estimado para a execução da OS em dias úteis Início de Vigência Data da assinatura do contrato Faixas de ajuste no pagamento De 0 até 0,10 100% do valor da OS De 0,11 a 0,30 95% do valor da OS De 0,31 a 0,50 90% do valor da OS Acima de 0,50-85% do valor da OS Sansões Poderão ser aplicadas à contratada, além das glosas indicadas no item Faixas de ajuste no pagamento, as sansões administrativas previstas no Edital. Observações Os prazos originais da OS poderão ser revistos mediante a existência de mudanças devidamente aprovadas pela TERRACAP ou pelo aumento da quantidade de função. Neste último caso, o novo prazo será obtido a partir da proporcionalidade direta entre o prazo e quantidade de pontos de função antiga e o prazo e quantidade de pontos de função novo. Havendo reincidência da menor faixa de ajuste por um período consecutivo de 90 dias a TERRACAP poderá proceder análise das ocorrências visando promover o destrato do contrato em vigor podendo ser convocado o segundo colocado 14

15 INDICADOR DE SOLUÇÃO DE INCIDENTES NO PRAZO - ISIP ITEM DESCRIÇÃO Finalidade Indicador de desempenho e disponibilidade sobre o atendimento à incidentes abertos pela CONTRATANTE no tocante a funcionalidades entrantes em produção no prazo estabelecido Meta a cumprir Tempo de resolução de incidentes classificados como prioridade Crítica em até 24(vinte e quatro) horas úteis; Tempo de resolução de incidentes classificados com prioridade Alta em até 48(quarenta e oito) horas úteis; Tempo de resolução de incidentes classificados com prioridade Média em até 72(setenta e duas) horas úteis; Tempo de resolução de incidentes classificados com prioridade Baixa em até 96 (noventa e seis) horas úteis. O indicador deve ser igual a 1. Instrumento de medição Relação dos incidentes abertos e atendidos, contendo o identificador do incidente, sua classificação, data abertura, data da conclusão, tempo do atendimento e a OS vinculada Forma de acompanhamento O relatório será gerado pela CONTRATADA e entregue à CONTRATANTE para avaliação do indicador e aplicação das faixas de ajuste previstas Periodicidade Mensal Mecanismo de Cálculo Número incidentes atendidos no prazo no período / Número de incidentes abertos no período e data prevista para entrega final vencida. Início de Vigência Data da assinatura do contrato Faixas de ajuste no pagamento De 0,90 até 1 100% do valor da OS referente à incidentes De 0,70 a 0,91 95% do valor da OS referente à incidentes De 0,50 a 0,71 90% do valor da OS referente à incidentes Abaixo de 0,50-85% do valor da OS referente à incidentes Sansões Classificação de prioridade dos incidentes Observações Poderão ser aplicadas à contratada, além das glosas indicadas no item Faixas de ajuste no pagamento, as sansões administrativas previstas no Edital. Crítica Um problema que impede a continuação dos trabalhos baseados no sistema. Alta Um problema sério que produza perda intermitente das funcionalidades ou degrade o desempenho. Média Um problema moderado que restringe, mas não impede, o usuário de realizar a função desejada. Baixa Um problema menor que não impede o usuário de executar as funções desejadas. O tempo para resolução de incidentes poderá ser negociação entre as partes, naqueles casos em que houver uma justificativa. Havendo reincidência da menor faixa de ajuste por um período consecutivo de 90 dias a TERRACAP poderá proceder análise das ocorrências visando promover o destrato do contrato em vigor podendo ser convocado o segundo colocado 15

16 INDICADOR DE ARTEFATOS RECUSADOS - IARC ITEM DESCRIÇÃO Finalidade Indicador de qualidade sobre os artefatos entregues pela CONTRATADA Meta a cumprir Indicador deve ser igual a 0 Instrumento de medição Relação dos artefatos entregues pela contratada, contendo o número da OS, nome do sistema, artefato, se aceito ou não e o responsável da CONTRATANTE pela homologação Forma de acompanhamento A CONTRATADA deverá efetuar a entrega mensal dos artefatos, e submeter a um responsável indicado pela CONTRATANTE pela avaliação e aprovação Periodicidade Mensal Mecanismo de Cálculo Número de artefatos recusados / Número de artefatos entregues Início de Vigência Data da assinatura do contrato Faixas de ajuste no pagamento De 0 até 0,10 100% do valor da OS De 0,11 a 0,30 95% do valor da OS De 0,31 a 0,50 90% do valor da OS Acima de 0,50-85% do valor da OS Sansões Poderã Poderão ser aplicadas à contratada, além das glosas indicadas no item Faixas de ajuste no pagamento, as sansões administrativas previstas no Edital. Observações 1) As faixas de ajuste serão aplicadas quando da homologação da OS e após a aceitação de todos os artefatos, ou seja, a mediação será realizada quando da primeira entrega e o mesmo artefato não poderá ser contado mais de uma vez. 2) As partes, de acordo com as características e contexto dos vícios de qualidade, negociarão quais serão considerados como recusas, com o objetivo de evitar que simples erros de português, por exemplo, sejam tratados como recusa. 3) Havendo reincidência da menor faixa de ajuste por um período consecutivo de 90 dias a TERRACAP poderá proceder análise das ocorrências visando promover o destrato do contrato em vigor podendo ser convocado o segundo colocado Forma De Dimensionamento De Pontos De Função e Tabela De Itens Não Mensuráveis O tamanho dos serviços será calculado tomando-se por base as definições do item Medição Dos Serviços Em Pontos De Função, constante neste documento. Quando da avaliação técnica, a CONTRATANTE indicará na OS o tipo de contagem a ser utilizado pela CONTRATADA. A CONTRATADA deverá utilizar o tipo de contagem detalhado ao final do serviço para comprovar o volume de serviços realizados na OS. Os serviços contratados sofrerão ajustes devido a sua complexidade segundo tabela de fatores redutores de pontos de função por serviço contratado descrito abaixo: 16

17 TIPO DE SERVIÇO Desenvolvimento de sistemas Manutenção de Sistemas FATORES REDUTORES Serão remuneradas em 100% do valor do ponto de função, vezes a quantidade de PF da(s) fase(s) contratada(s); Para todos os serviços de manutenção de sistemas, serão aplicadas as regras abaixo, independente do tamanho: Funcionalidades INCLUÍDAS serão remuneradas em 100% do valor do ponto de função, vezes a quantidade de PF da(s) fase(s) contratada(s); Funcionalidades ALTERADAS serão remuneradas em 60% do valor do ponto de função, vezes a quantidade de PF da(s) fase(s) contratada(s); Funcionalidades EXCLUÍDAS serão remuneradas em 40% do valor do ponto de função vezes a quantidade de PF da(s) fase(s). Em todos os casos, além dos valores em pontos de função, deverá ser somado total de PF derivado dos "itens não mensuráveis". A quantidade de PF da(s) fase(s) contratada(s) deverá ser calculada, considerando-se a distribuição de esforços prevista neste projeto básico. O valor dos serviços realizados e entregues obedecerá à regra de contagem definida abaixo, que relaciona o quantitativo de serviços realizados, reajustados segundo a tabela de fatores redutores apresentada acima. VFE = ((Qt PF Entrega * Vr PF Contratado) * Fator Redutor) + (Qt de PF de Itens Não Mensuráveis * Vr PF Contratado)) Onde: 1. VFE = Valor Financeiro da Entrega; 2. Qt PF Entrega = Quantidade de Pontos de Função relacionados à entrega efetuada pela CONTRATADA, conforme contagem final da OS; 3. Vr PF Contratado = Valor contratado para o Ponto de Função; 4. Fator Redutor = Fator de ajuste sobre a remuneração, para ajuste do valor em relação ao tipo de serviço contratado: 5. Qt de PF de Itens Não Mensuráveis = Quantidade de pontos de função de Itens Não Mensuráveis, conforme tabela abaixo. 17

18 Relação de Itens não Mensuráveis Item Descrição Fator de Equivalência em PF Layout de Telas, Arquivos e Relatórios Campos e Variáveis Mensagens Menus Dados CODED HARD Alteração referentes à DDL em tabelas CODE TABLE e respectivas funcionalidades Camada adicional de apresentação Parâmetros Processamento de Tarefas Temporárias Alterações no layout de telas, relatórios ou arquivos sem impactar as funcionalidades. Inclusões/alterações/exclusões de campos e variáveis em programas e tabelas, sem impactar as funcionalidades. Alterações de mensagens de informação ao usuário, que não fazem parte de ALI ou AIE. Inclusões/alterações de menus de navegação estáticos, telas de ajuda ou páginas estáticas. 0,04 0,08 0,04 0,20 Exclusões de menus, telas de ajuda ou páginas estáticas. 0,10 Inclusões/alterações/exclusões de dados pertencentes a listas (combo box) ou tabelas físicas. 0,04 Inclusões de tabelas CODE TABLE (CODE DATA). 1,00 Alterações de tabelas CODE TABLE (CODE DATA). 0,60 Exclusões de tabelas CODE TABLE (CODE DATA). 0,40 Inclusões de funcionalidades em tabela já em produção. 0,30 Alterações de funcionalidades em tabela já em produção. 0,20 Exclusões de funcionalidades em tabela já em produção. 0,10 Necessidade de criação de mais de uma camada de apresentação para a mesma aplicação, com as mesmas funcionalidades, porém com padrões visuais diferentes. Contempla a necessidade de alteração dos valores dos parâmetros, sem que a lógica de processamento tenha sido alterada. (Exemplo: ajustar filtro para recuperar dados entre 0 e 50 ao invés de valores entre 10 e 50). Execução de tarefas temporárias, não passíveis de serem pontuadas, como por exemplo: treinamentos, análise de demandas, mapeamento de processos, especificação/modelagem de negócio, execução de testes adicionais a pedido do usuário/gestor, rotinas temporárias, administração de dados, business intelligence e geoprocessamento entre outros. Considerar 1 (um) recurso por dia, sendo 8 (oito) horas o esforço diário gasto. O quantitativo de dias é de responsabilidade do líder do projeto da CONTRATANTE. 0,30 0,02 1,5 pontos de função, para cada recurso. A quantidade de Pontos de Função de cada Item não Mensurável é definida pela quantidade de itens identificada na apuração multiplicado pelo respectivo Fator de Equivalência. No caso da CONTRATADA identificar algum quesito não passível de medição e que não conste da referida tabela deverá enviar relatório técnico à CONTRATANTE, que avaliará e, se for o caso, havendo compatibilidade, enquadrará o quesito em algum item da tabela ou incluirá o novo item na tabela. Caso contrários a OS não será aprovada. 18

19 4.9. Requisitos dos Serviços Técnicos da interface de programação de aplicativos (Item 1.9 da tabela 1: Quadro de componentes da solução); A interface de programação de aplicativos deverá permitir o alcance dos seguintes objetivos: I. Integração de sistemas e dados legados utilizando-se os padrões SOA, XML e webservices tendo integração com tecnologias utilizadas pela contratante como, por exemplo, PHP; II. Gerenciamento dos serviços construídos (webservice) das diversas soluções a serem implementadas; III. Conversão e tratamento de dados visando geocodificação em latitude e longitude no sistema WGS84. Requisitos específicos da solução: I. Garantia contratual de disponibilidade de 99,9% do tempo por ano à interface; II. Possuir painel de controle para abertura de chamados ao suporte e acompanhamento destes; III. Possuir suporte a JavaScript; IV. Possuir suporte a Adobe Flex e Adobe Flash; V. Possuir capacidade de geração de mapas estáticos; VI. Possuir os serviços abaixo com limite mínimo de solicitações por dia e velocidade mínima de 10 solicitações por segundo: API Geocodificação API Geocodificação reversa API Elevação do terreno API Roteirização API Matriz de distâncias API Locais de interesse VII. Possuir suporte à exibição de mapas em ambiente 3D; VIII. Permitir que as requisições de mapas e solicitações aos serviços sejam feitas por conexão segura (SSL); Os componentes de software relativos ao item 1.9 da Tabela 1, deverão estar disponíveis comercialmente, com todas as funcionalidades requeridas no objeto deste termo de referência, estando prevista durante a vigência do contrato a política de atualização sem ônus para a CONTRATANTE, compatível ao praticado no atual mercado de software (correção, aperfeiçoamento de funcionalidades já existentes e inclusão de novas funcionalidades). Durante o prazo de garantia a CONTRATADA deverá garantir o perfeito funcionamento do software contra defeitos de fabricação, instalação ou bugs que impossibilitem o seu correto funcionamento, salvo aqueles que comprovadamente, sejam decorrentes de uso indevido. Além disso, os produtos e serviços descritos no item 1.9 da Tabela 1, deverão estar livres de qualquer rotina não autorizada pela CONTRATANTE, tais como: vírus, drivers, ou componentes que venham danificar ou degradar dados, programas e máquinas. 5. PRAZOS O prazo de vigência do contrato para a prestação dos serviços será de 36 (trinta e seis) meses, contados a partir da data da publicação do extrato no Diário Oficial do Distrito Federal, na forma dos artigos 57, II, e 65, da Lei Federal n.º 8.666/ CONDIÇÕES DE ACEITE 19 A aceitação dos serviços previstos no item 1 se dará mediante a avaliação de Comissão de

20 Aceitação composta de servidores da CONTRATANTE em que constatarão se o serviço atende a todas as especificações contidas neste Termo de Referência. A aceitação dos produtos e serviços previstos neste Termo de Referência (TR) se dará mediante a avaliação de Comissão de Aceitação, composta de representantes da CONTRATANTE, que constatarão se a entrega atende a todas as especificações contidas neste Termo. Na recusa de aceitação, por não atenderem às exigências deste Termo de Referência, o fornecedor deverá substituir quaisquer materiais defeituosos ou qualitativamente inferiores, passando a contar o prazo para pagamento e demais compromissos da CONTRATANTE, a partir da data da efetiva aceitação. O Aceite Provisório ficará a cargo da Comissão de Aceitação que emitirá Termo de Aceitação Provisória em até 30 (trinta) dias após a entrega do (a) material ou serviço prestado pelo fornecedor. A Aceitação Definitiva se dará pela Comissão de Aceitação após o integral cumprimento do contrato. 7. CRONOGRAMA FÍSICO-FINANCEIRO O pagamento devido à Contratada deverá ser efetuado conforme descrito nesse cronograma, onde, PARCELA ÚNICA entende-se por entrega integral e recebimento também integral, MENSALMENTE entende-se por pagamento de parcelas mês à mês e MEDIÇÃO entende-se por entregas parciais que deverão ser atestadas pela CONTRATANTE para posterior pagamento. Até o primeiro dia útil do mês, após à execução dos serviços, serão emitidos o documentos de cobrança referente ao item correspondente conforme tabela abaixo, que deverão ser pago 30 dias após a emissão do documento. Item Descrição Unidade Medida de Tipo de pagamento Suporte técnico para a plataforma Google Earth Mês Enterprise Manutenção e Atualização da Plataforma Google Earth Licença Enterprise Projetos de Desenvolvimento de interface de Administração Unidade de Conteúdo Mensalmente Parcela Medição 1.4 Projetos de Desenvolvimentos de Controle de Acesso Unidade Medição 1.5 Projetos de Desenvolvimento de sistema de Impressão com Unidade layout personalizado via acesso web Medição 1.6 Customização de Sistema de Busca Unidade Medição Mashup Google Earth Enterprise com o API do Google MAPS Unidade premier Serviços de Desenvolvimento e Manutenção e Customização Ponto de Sistemas de Informação, envolvendo elicitação de Função requisitos, codificação, teste e documentação. Licença de uso de Interface de programação de aplicativos para desenvolvimento de aplicações geográficas com acesso Licença à base de imagens de alta resolução e arruamento com cobertura global para 250 mil pageview ano Tabela 2: Tipos de Pagamento por Componentes da Solução Medição de Medição Parcela 20

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO 1. Introdução 1.1. Descrição do serviço Este documento disciplina a cessão de uso permanente da solução de software para Gestão

Leia mais

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 001/2007 1 ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA ESTABELECE, RESPONSABILIDADES DIVERSAS, TIPOS E HORÁRIO DE COBERTURA DE SUPORTE, E DEMAIS RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA RELATIVAS

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA - ESCLARECIMENTOS DAS CONTRIBUIÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO REGISTRO DE PREÇOS

CONSULTA PÚBLICA - ESCLARECIMENTOS DAS CONTRIBUIÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO REGISTRO DE PREÇOS CONSULTA PÚBLICA - ESCLARECIMENTOS DAS CONTRIBUIÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO REGISTRO DE PREÇOS Em reposta a Consulta Pública abaixo indicada, prestamos os seguintes esclarecimentos às contribuições apresentadas:

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico em sistema de colaboração ZIMBRA. 2. DESCRIÇÃO GERAL DOS SERVIÇOS

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA. d) Certificação CERTICS informar se o software possui a referida certificação.

CONSULTA PÚBLICA. d) Certificação CERTICS informar se o software possui a referida certificação. CONSULTA PÚBLICA O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES está preparando procedimento licitatório visando a aquisição de software comparador de documentos do tipo texto, compreendendo

Leia mais

ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica

ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica 449 ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica A. Fatores de Pontuação Técnica: Critérios Pontos Peso Pontos Ponderados (A) (B) (C) = (A)x(B) 1. Qualidade 115 1 115 2. Compatibilidade 227 681.

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT Termo de Referência Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Termo de Referência Aquisição de Servidores Tipo 1A-1B para camada de Banco de Dados / Alta Disponibilidade RQ DEPI nº 11/2009

Leia mais

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO DESCRIÇÃO DO SIGAI O SIGAI (Sistema Integrado de Gestão do Acesso à Informação) é uma solução de software que foi desenvolvida para automatizar os processos administrativos e operacionais visando a atender

Leia mais

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica 491 ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica Nº Processo 0801428311 Licitação Nº EDITAL DA CONCORRÊNCIA DEMAP Nº 09/2008 [Razão ou denominação social do licitante] [CNPJ] A. Fatores de Pontuação Técnica:

Leia mais

ANEXO I Termo de Referência. Sumário

ANEXO I Termo de Referência. Sumário Pregão eletrônico BRB 00X/2011 - Anexo I Termo de Referência ANEXO I Termo de Referência Sumário 1. Objeto...13 1.1. LOTE 01 Desenvolvimento de novos sistemas e manutenção de 64 (sessenta e quatro) sistemas,

Leia mais

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (MDS - ANEEL)

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (MDS - ANEEL) Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (MDS - ANEEL) Versão 2.0 Escritório de Gerenciamento de Projetos - EGP Superintendência da Gestão Técnica da Informação SGI Agência Nacional de Energia Elétrica

Leia mais

Documentação significa as especificações, a documentação do usuário, os manuais e os guias técnicos entregues com o software da CA.

Documentação significa as especificações, a documentação do usuário, os manuais e os guias técnicos entregues com o software da CA. Política e Termos de Suporte da CA 1. Visão Geral O Suporte para softwares da CA consiste em assistência operacional e suporte técnico oferecidos pela CA, a seu critério razoável, durante o prazo estabelecido

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS DE MEDIÇÕES EM PONTOS DE FUNÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS DE MEDIÇÕES EM PONTOS DE FUNÇÃO Termo de Referência TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS DE MEDIÇÕES EM PONTOS DE FUNÇÃO Agosto 2014 Página 2 de 14 1. OBJETO...

Leia mais

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2011 1 DO OBJETO 1.1 - Contratação de empresa para o fornecimento de licenças de uso de software SAP, BusinessObjects Enterprise - BOE, com manutenção

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA Registro de Preços para prestação de serviço de atualização de licenças de uso do produto Citrix Xenapp, aquisição de novas licenças, subscrição e suporte ao software Citrix e suporte

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRAS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº 12/2010 ANEXO I PROJETO BÁSICO

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRAS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº 12/2010 ANEXO I PROJETO BÁSICO 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRAS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/2010 MEDIÇÃO DE SISTEMAS DE TI ANEXO I PROJETO BÁSICO 2 ÍNDICE PROJETO BÁSICO...3 1. OBJETO...3

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços de processamento, armazenamento e visualização de dados georreferenciados na web, com acesso à base de imagens

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET)

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) IplanRio Empresa Municipal de Informática Janeiro 2012 1. OBJETO Registro de preço para aquisição de Dispositivos Móveis do tipo,

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos

Sistema de Automação Comercial de Pedidos Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos Cabana - Versão 1.0 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.5 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO SETIC CAPÍTULO I CATEGORIA

REGIMENTO INTERNO DA SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO SETIC CAPÍTULO I CATEGORIA REGIMENTO INTERNO DA SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO SETIC CAPÍTULO I CATEGORIA Art. 1º. A Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação SETIC é um Órgão Suplementar Superior

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR

TERMO DE REFERÊNCIA - TR TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico - RP nº 012/2010 ANEXO 1 1 DO OBJETO 1.1 - Registro de Preços por 12 (doze) meses, para prestação de serviços, sob demanda, de desenvolvimento de sistemas e/ou

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação TERMO DE REFERÊNCIA 1. Objeto 1.1. Contratação de empresa especializada em auditoria de tecnologia da informação e comunicações, com foco em segurança da informação na análise de quatro domínios: Processos

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA Outubro de 2013 1 1 OBJETO Prestação de Serviço de Manutenção da licença

Leia mais

ANEXO 1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO 1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1 OBJETO ANEXO 1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1.1 O objeto da contratação é a prestação de serviços técnicos para desenvolvimento e sustentação de produtos de software com as linguagens Java, JavaScript e.net,

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 033/2015 Termo de Referência 1. OBJETO Renovação de licenças de Solução Corporativa do Antivírus Avast, com serviço de suporte técnico e atualização de versão, manutenção

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux.

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. DIT/GIS TR ARP Licenças de Software Sistema Operacional Linux.doc 1/ 6 TERMO DE

Leia mais

PROJETO BÁSICO ANEXO 1A. Especificações Técnicas

PROJETO BÁSICO ANEXO 1A. Especificações Técnicas 25 PROJETO BÁSICO Especificações Técnicas 1. Objeto 1.1 Disposições gerais 1.1.1 O objeto desta licitação é a prestação de serviços técnicos de informática de desenvolvimento e sustentação de sistemas

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÔES EVOLUTIVAS NO SITE PRO-SST DO SESI

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÔES EVOLUTIVAS NO SITE PRO-SST DO SESI ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÔES EVOLUTIVAS NO SITE PRO-SST DO SESI 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada para executar serviços de manutenção evolutiva, corretiva, adaptativa e normativa

Leia mais

EMPRESA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO ESTADO DO PARÁ DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS CATÁLOGO DE SERVIÇOS

EMPRESA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO ESTADO DO PARÁ DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS CATÁLOGO DE SERVIÇOS EMPRESA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO ESTADO DO PARÁ DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS CATÁLOGO DE SERVIÇOS 1. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Consiste no conjunto de atividades descritas no PPDS Processo

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROCESSO Nº 1931-09.00/14-0

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROCESSO Nº 1931-09.00/14-0 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROCESSO Nº 1931-09.00/14-0 Contrato AJDG Nº 064/2014 Das Partes: CONTRATANTE: O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

ANEXO 2 - DO PROJETO BÁSICO. Detalhamento dos Serviços de Apoio Técnico a Operação de Infraestrutura de TI (LOTE 2)

ANEXO 2 - DO PROJETO BÁSICO. Detalhamento dos Serviços de Apoio Técnico a Operação de Infraestrutura de TI (LOTE 2) ANEXO 2 - DO PROJETO BÁSICO Detalhamento dos Serviços de Apoio Técnico a Operação de Infraestrutura de TI (LOTE 2) Sumário 1. DESCRIÇÃO GERAL DOS SERVIÇOS... 2 2. DESCRIÇÃO DETALHADA DOS SERVIÇOS... 2

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 389, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 (Em vigor a partir de 01/01/2016) Dispõe sobre a transparência das informações no âmbito da saúde suplementar, estabelece a obrigatoriedade da

Leia mais

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300.

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução s de armazenamento (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução de armazenamento do

Leia mais

Padrões de Contagem de Pontos de Função

Padrões de Contagem de Pontos de Função Padrões de Contagem de Pontos de Função Contexto Versão: 1.0.0 Objetivo O propósito deste documento é apresentar os padrões estabelecidos para utilização da técnica de Análise de Pontos de Função no ambiente

Leia mais

Uso de Métricas em Contratos de Fábrica de Software Roteiro de Métricas do SISP 2.0

Uso de Métricas em Contratos de Fábrica de Software Roteiro de Métricas do SISP 2.0 Uso de Métricas em Contratos de Fábrica de Software Roteiro de Métricas do SISP 2.0 Claudia Hazan claudia.hazan@serpro.gov.br claudia.hazan@serpro.gov.br 1 Objetivos Definir a Métrica Pontos de Função

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008 CENTRO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008 Anexo II 1 DO OBJETO 1.1 - Prestação de serviços de suporte técnico assistido

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA até 28/08/2009. até a data acima mencionada

CONSULTA PÚBLICA até 28/08/2009. até a data acima mencionada CONSULTA PÚBLICA O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES está preparando processo licitatório para contratação de serviços de consultoria técnica especializada, conforme detalhado

Leia mais

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC 1. Diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenar

Leia mais

Guia de Contagem. Pontos de Função ANEXO XI. Última atualização em: 11/06/2015

Guia de Contagem. Pontos de Função ANEXO XI. Última atualização em: 11/06/2015 ANEXO XI Pontos de Função Guia de Contagem Última atualização em: 11/06/2015 Praça dos Açorianos, s/n - CEP 90010-340 Porto Alegre, RS 0 -XX - 51-3210-3100 http:\\www.procergs.com.br Sumário 1. Apresentação...

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO IV PROJETO BÁSICO: PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS. Sumário

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO IV PROJETO BÁSICO: PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS. Sumário CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO IV PROJETO BÁSICO: PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS Sumário 1. DIRETRIZES PARA O PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE APLICATIVOS...172 1.1. INTRODUÇÃO...172

Leia mais

15/03/2010. Análise por pontos de função. Análise por Pontos de Função. Componentes dos Pontos de Função. Componentes dos Pontos de Função

15/03/2010. Análise por pontos de função. Análise por Pontos de Função. Componentes dos Pontos de Função. Componentes dos Pontos de Função Análise por pontos de função Análise por Pontos de Função Referência: Manual de práticas de contagem IFPUG Versão 4.2.1 Técnica que permite medir a funcionalidade de um software ou aplicativo, sob a visão

Leia mais

Projeto Básico para Operação de Loteria Instantânea em Meio Físico

Projeto Básico para Operação de Loteria Instantânea em Meio Físico Alterações realizadas no Projeto Básico conforme Audiência Pública 001/2013. Neste documento, encontram-se as alterações realizadas no Projeto Básico para operação de Loteria Instantânea em meio físico,

Leia mais

Roteiro de Métricas de Software da ANEEL - v1.0

Roteiro de Métricas de Software da ANEEL - v1.0 Roteiro de Métricas de Software da ANEEL - v1.0 Brasília DF Controle de Versão Data Versão Descrição Autor Revisor Aprovado por 24/09/2012 1.0 Emissão Inicial João Celestino 2 Sumário 1 Introdução... 4

Leia mais

Serviço de mensageria SMS

Serviço de mensageria SMS Termo de Referência Serviço de mensageria SMS Agosto/2014 1 1 OBJETO 1.1 Prestação de serviços de envio de até 1.680.000 (Um milhão seiscentos e oitenta mil) Mensagens de Texto SMS (Short Message Service)

Leia mais

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte BCON Sistema de Controle de Vendas e Estoque Declaração de escopo Versão 1.0 Histórico de Revisão Elaborado por: Filipe de Almeida do Amaral Versão 1.0 Aprovado por: Marcelo Persegona 22/03/2011 Time da

Leia mais

MDMS-ANAC. Metodologia de Desenvolvimento e Manutenção de Sistemas da ANAC. Superintendência de Tecnologia da Informação - STI

MDMS-ANAC. Metodologia de Desenvolvimento e Manutenção de Sistemas da ANAC. Superintendência de Tecnologia da Informação - STI MDMS-ANAC Metodologia de Desenvolvimento e Manutenção de Sistemas da ANAC Superintendência de Tecnologia da Informação - STI Histórico de Alterações Versão Data Responsável Descrição 1.0 23/08/2010 Rodrigo

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL INSTRUÇÃO NORMATIVA SECOM-PR N o 8 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2014 Disciplina a implantação e a gestão da Identidade Padrão de Comunicação Digital das

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE FITOTECA AUTOMATIZADA Substituição dos Silos Robóticos Storagetek 9310

ESPECIFICAÇÃO DE FITOTECA AUTOMATIZADA Substituição dos Silos Robóticos Storagetek 9310 Especificação Técnica 1. A Solução de Fitoteca ofertada deverá ser composta por produtos de Hardware e Software obrigatoriamente em linha de produção do fabricante, não sendo aceito nenhum item fora de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR

TERMO DE REFERÊNCIA - TR TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 014/2009 ANEXO II 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico assistido ao PRODERJ, sob demanda, para o desenvolvimento e implantação de soluções

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA IMPLANTAÇÃO DE SOFTWARE PÚBLICO COM MEDIÇÃO POR HOMEM / HORA

TERMO DE REFERÊNCIA PARA IMPLANTAÇÃO DE SOFTWARE PÚBLICO COM MEDIÇÃO POR HOMEM / HORA TERMO DE REFERÊNCIA PARA IMPLANTAÇÃO DE SOFTWARE PÚBLICO COM MEDIÇÃO POR HOMEM / HORA 1. DO OBJETO Prestação de serviços técnicos especializados para a implantação, manutenção e suporte assistido dos módulos

Leia mais

Declaração de Escopo

Declaração de Escopo 1/9 Elaborado por: Adriano Marra, Bruno Mota, Bruno Leite, Janaina Versão: 1.4 Lima, Joao Augusto, Paulo Takagi, Ricardo Reis. Aprovado por: Porfírio Carlos Roberto Junior 24/08/2010 Time da Equipe de

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA e-crea

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA e-crea ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA e-crea 1. OBJETO: 1.1. Contratação de empresa para prestação de serviços de projeto, desenvolvimento e implantação do novo sistema de cadastros para o CREA-RS, denominado

Leia mais

Termo de Referência. Diretoria de Infraestrutura de TIC - DIT. Coordenação Geral de Análise e Classificação de Demandas - CGAD

Termo de Referência. Diretoria de Infraestrutura de TIC - DIT. Coordenação Geral de Análise e Classificação de Demandas - CGAD Termo de Referência Serviço de envio e recebimento de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, incluídos os serviços de gerenciamento e licenciamento de uso de plataforma, aplicativos,

Leia mais

A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS. A decisão de automatizar

A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS. A decisão de automatizar A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS A decisão de automatizar 1 A decisão de automatizar Deve identificar os seguintes aspectos: Cultura, missão, objetivos da instituição; Características

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. O presente termo de referência, tem por objeto o registro de preços para futuras aquisições dos seguintes itens:

TERMO DE REFERÊNCIA. O presente termo de referência, tem por objeto o registro de preços para futuras aquisições dos seguintes itens: TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO: O presente termo de referência, tem por objeto o registro de preços para futuras aquisições dos seguintes itens: Módulo de expansão para sistema de armazenamento em disco

Leia mais

O evento não fará uso do vídeo (webcam), somente slides e áudio. Se necessário, ajuste o idioma da sala na barra de ferramentas superior

O evento não fará uso do vídeo (webcam), somente slides e áudio. Se necessário, ajuste o idioma da sala na barra de ferramentas superior Orientações iniciais Dê preferência ao uso de uma conexão de banda larga O evento não fará uso do vídeo (webcam), somente slides e áudio Se necessário, ajuste o idioma da sala na barra de ferramentas superior

Leia mais

EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL Nº. 002/2008

EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL Nº. 002/2008 EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL Nº. 002/2008 ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO: 1.1 - O presente Termo de Referência tem por objeto a contratação de empresa especializada em: a) desenvolvimento de software

Leia mais

Projeto Básico - Prestação de Serviços

Projeto Básico - Prestação de Serviços Diretoria de Tecnologia Gerência de Fornecimento de TI Projeto Básico - Prestação de Serviços 1. Objeto: 1.1 Contratação de empresa para prestação de serviços especializados de escuta de gravações e monitoração

Leia mais

Anexo III: Solução de Rede Local - LAN (Local Area Network)

Anexo III: Solução de Rede Local - LAN (Local Area Network) Anexo III: Solução de Rede Local - LAN (Local Area Network) 1. Objeto: 1.1. Contratação de uma Solução de rede de comunicação local (LAN) para interligar diferentes localidades físicas e os segmentos de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TÍTULO: Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD. GECOQ Gerência de Controle e Qualidade 1/9

TERMO DE REFERÊNCIA TÍTULO: Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD. GECOQ Gerência de Controle e Qualidade 1/9 TÍTULO: ASSUNTO: GESTOR: TERMO DE REFERÊNCIA Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD DITEC/GECOQ Gerência de Controle e Qualidade ELABORAÇÃO: PERÍODO: GECOQ Gerência de Controle e

Leia mais

Termo de Referência. de solução de gerenciamento de ambiente de nuvem e licenças de software virtualizador,

Termo de Referência. de solução de gerenciamento de ambiente de nuvem e licenças de software virtualizador, Termo de Referência Aquisição de solução de gerenciamento de ambiente de nuvem e licenças de software virtualizador, para utilização nos Centros de Processamento do Rio de Janeiro, Distrito Federal e São

Leia mais

PORTARIA Nº 7.596, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2014.

PORTARIA Nº 7.596, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2014. PORTARIA Nº 7.596, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2014. Regulamenta as atribuições e responsabilidades da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região e dá

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA Contratação de empresa para fornecimento de atualização de licenças de uso do produto Citrix Xenapp, aquisição de novas licenças, subscrição e suporte ao software

Leia mais

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX)

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX) ANEXO 2 INFORMAÇÕES GERAIS VISTORIA 1. É obrigatória a visita ao hospital, para que a empresa faça uma vistoria prévia das condições, instalações, capacidade dos equipamentos, migração do software e da

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Pregão Presencial nº 001/2008. 2.1 Reposição de partes e de peças de produtos em uso no PRODERJ:

TERMO DE REFERÊNCIA Pregão Presencial nº 001/2008. 2.1 Reposição de partes e de peças de produtos em uso no PRODERJ: ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA Pregão Presencial nº 001/2008 1 DO OBJETO 1.1 Prestação de serviços de suporte especializado destinado ao gerenciamento da infra-estrutura de TIC da Rede Governo (INFOVIA.RJ),

Leia mais

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses.

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência [OBJETO] 1 Termo de Referência Serviço de envio de mensagens

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix, e, atualização de novas versões e das vulnerabilidades detectáveis.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2013. 1.1.1 - A garantia de renovação das licenças deverá ser de 36 (trinta e seis) meses.

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2013. 1.1.1 - A garantia de renovação das licenças deverá ser de 36 (trinta e seis) meses. Anexo I 1 DO OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2013 1.1 Prestação de serviços de renovação, para atualização de 32 (trinta e duas) licenças, do software de virtualização VMware vsphere

Leia mais

NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI

NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI Dispõe sobre as atribuições dos agentes de compras

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.1 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011 1.0 Versão

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DISTRIBUIÇÃO, LICENCIAMENTO, ATUALIZAÇÃO E TREINAMENTO DE PRODUTOS MICROSOFT. 1 1 - OBJETO Registro de Preços para contratação

Leia mais

MANUAL PRÁTICO DO FORNECEDOR

MANUAL PRÁTICO DO FORNECEDOR MANUAL PRÁTICO DO FORNECEDOR Materiais Indiretos e Prestação de Serviços Março, 2009 2 Índice 1 - Introdução... 3 2 - Objetivos... 3 3 - Interação entre a Sadia e o Fornecedor... 3 4 - Orientações Gerais...

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 1/2015

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 1/2015 TERMO DE REFERÊNCIA Nº 1/2015 TERMO DE REFERÊNCIA PARA REALIZAR A AUTOMATIZAÇÃO DA ANÁLISE DOS PROCESSOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO CEARÁ. SUMÁRIO Objetivo da contratação...2

Leia mais

Guia de Contagem de Pontos de Função para Sistemas de

Guia de Contagem de Pontos de Função para Sistemas de MDIC / CGMI 52004.000655/2015-36 29/04/2015 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TR Pregão Eletrônico nº 001/2015

TERMO DE REFERÊNCIA TR Pregão Eletrônico nº 001/2015 PROCESSO: E-26/0/580/205 DATA: 6/03/205 RUBRICA: ID 28859-9 TERMO DE REFERÊNCIA TR Pregão Eletrônico nº 00/205 Anexo I. DO OBJETO. - Prestação de serviços de assistência técnica e manutenção do ambiente

Leia mais

Como Configurar Tabelas Básicas do OASIS (Informações Básicas)

Como Configurar Tabelas Básicas do OASIS (Informações Básicas) Como Configurar Tabelas Básicas do OASIS (Informações Básicas) O OASIS foi desenvolvido de forma parametrizada para poder atender às diversas particularidades de cada usuário. No OASIS também, foi estabelecido

Leia mais

Contratação de Licenças de Software, Atualização, Suporte Técnico, Treinamento e Serviços de Produtos VMware.

Contratação de Licenças de Software, Atualização, Suporte Técnico, Treinamento e Serviços de Produtos VMware. TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA Contratação de Licenças de Software, Atualização, Suporte Técnico, Treinamento e Serviços de Produtos VMware. Maio/2012 1 - OBJETO O presente termo tem

Leia mais

ITIL na Prática. Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação

ITIL na Prática. Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação ITIL na Prática Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação 2010 Bridge Consulting

Leia mais

Guia de Contagem de Pontos de Função do DATASUS. Versão 2.3

Guia de Contagem de Pontos de Função do DATASUS. Versão 2.3 Guia de Contagem de Pontos de Função do DATASUS Versão 2.3 Guia de Contagem de Pontos de Função do DATASUS Versão 2.3 Data de Impressão 29/04/13 16:04:04 Guia de Contagem de Pontos de Função do DATASUS

Leia mais

Contrato nº xxx/201x ANEXO 1 Acesso ao estudo do BI (Business Intelligence) Municípios - XXXXXX

Contrato nº xxx/201x ANEXO 1 Acesso ao estudo do BI (Business Intelligence) Municípios - XXXXXX Contrato nº xxx/201x ANEXO 1 Acesso ao estudo do BI (Business Intelligence) Municípios - XXXXXX 1. Resumo Executivo Disponibilizar acesso ao estudo do BI (Business Intelligence) da CELEPAR, baseado nas

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA

MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA FAZENDA Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional PGFN Departamento de Gestão Corporativa - DGC Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação - CTI CATÁLOGO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA Infraestrutura

Leia mais

ANEXO TÉCNICO IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE GEMCO ANYWHERE

ANEXO TÉCNICO IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE GEMCO ANYWHERE ANEXO TÉCNICO IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE GEMCO ANYWHERE A BEMATECH realizará as seguintes atividades: Instalação do banco de dados do sistema GEMCO ANYWHERE no servidor do CLIENTE; Treinamento de atualização

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA Prestação de serviços de licenciamento, atualização, suporte técnico, serviço técnico especializado de integração, monitoramento e treinamento do software

Leia mais

Guia de Contagem. Análise de Pontos de Função ANEXO 10. Última atualização em: 18/09/2011

Guia de Contagem. Análise de Pontos de Função ANEXO 10. Última atualização em: 18/09/2011 ANEXO 10 Análise de Pontos de Função Guia de Contagem Última atualização em: 18/09/2011 Praça dos Açorianos, s/n - CEP 90010-340 Porto Alegre, RS 0 -XX - 51-3210-3100 http://www.procergs.com.br Sumário

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa.

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. Termo de Referência Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. CGAD/COAR - Gerenciamento de Impressão Plataforma Baixa / RQ DSAO nº xxx/2009 1/8 Termo de Referência Aquisição

Leia mais

Para/To: N o de páginas/n o of. pages: 06 De/From: Silvana Luz Simões Data/Date: 28 / 08/ 2007 Ref.: Solicitação de proposta ATT.:

Para/To: N o de páginas/n o of. pages: 06 De/From: Silvana Luz Simões Data/Date: 28 / 08/ 2007 Ref.: Solicitação de proposta ATT.: MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq DAD/CGADM/COINF/SERVIÇO DE LICITAÇÃO SELIC SEPN 507, Bloco B, Ed. Sede CNPq, Sala 211, CEP: 70.740-901,

Leia mais

AVALIAÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA DO QUADRO DE SERVIDORES DA COTEC

AVALIAÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA DO QUADRO DE SERVIDORES DA COTEC MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DIRETORIA DE PLANEJAMENTO, ADMINISTRAÇÃO E LOGÍSTICA Coordenação-Geral de Administração e Tecnologia da Informação Coordenação

Leia mais

ANEXO 2 CONDIÇÕES PARA HABILITAÇÃO

ANEXO 2 CONDIÇÕES PARA HABILITAÇÃO 1 1 INSTRUÇÕES GERAIS ANEXO 2 CONDIÇÕES PARA HABILITAÇÃO 1.1 A habilitação do licitante classificado em primeiro lugar será verificada on line, durante a sessão pública, no Sistema de Cadastro Unificado

Leia mais

Pontos de Função como Unidade de Produto

Pontos de Função como Unidade de Produto Pontos de Função como Unidade de Produto ISMA 5 - International Software Measurement & Analsys Conference Setembro 2010 São Paulo - Brasil Relato da iniciativa de implantação em organização de software

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA LOTE ITEM UN DESCRIÇÃO QUANTIDADE ENVIO DE MENSAGENS SHORT MESSAGE. no N

TERMO DE REFERÊNCIA LOTE ITEM UN DESCRIÇÃO QUANTIDADE ENVIO DE MENSAGENS SHORT MESSAGE. no N TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO: PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS SMS SHORT MESSAGE SERVICE PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Responsável: Superintendência Central de Governança Eletrônica Objeto LOTE ITEM

Leia mais

Sistema de Geração de Sítios e Manutenção de Conteúdo: uma solução incorporando regras de acessibilidade

Sistema de Geração de Sítios e Manutenção de Conteúdo: uma solução incorporando regras de acessibilidade Sistema de Geração de Sítios e Manutenção de Conteúdo: uma solução incorporando regras de acessibilidade Ilan Chamovitz Datasus Departamento de Informática e Informação do SUS Ministério da Saúde - Brasil

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO DE SITE

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO DE SITE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO DE SITE A CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE VICTOR GRAEFF, pessoa jurídica de direito público, inscrita no CNPJ/MF 07.329.693/0001-00, com sede na Avenida

Leia mais

Realização de Estimativas utilizando Análise de Pontos de Função

Realização de Estimativas utilizando Análise de Pontos de Função CENTRO TECNOLÓGICO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA DISCIPLINA: ENGENHARIA DE SOFTWARE PROFESSOR(A): MONALESSA PERINI BARCELLOS CÓDIGO: INF281 EMAIL: MONALESSA@INF.UFES.BR Realização de Estimativas utilizando

Leia mais

Guia de Contagem. Análise de Pontos de Função ANEXO 10

Guia de Contagem. Análise de Pontos de Função ANEXO 10 ANEXO 10 Análise de Pontos de Função Praça dos Açorianos, s/n - CEP 90010-340 Porto Alegre, RS 0 -XX - 51-3210-3100 http:\\www.procergs.com.br i Sumário 1. Apresentação...1 Sobre este documento...1 Objetivos...1

Leia mais

ANEXO I - TERMOS DE REFERÊNCIA (Ao Edital de Pregão Amplo nº 9/2008)

ANEXO I - TERMOS DE REFERÊNCIA (Ao Edital de Pregão Amplo nº 9/2008) 1. INTRODUÇÃO 1.1 As crescentes e constantes mudanças do cenário atual das organizações impulsionam a Anatel a buscar, cada vez mais, a excelência em todos os seus processos e resultados, de modo a adequarse

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais

Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais Será utilizado o seguinte critério: Atende / Não atende (Atende em parte será considerado Não atende) Item Itens a serem avaliados conforme

Leia mais

PORTARIA Nº 7.965, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2015.

PORTARIA Nº 7.965, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2015. PORTARIA Nº 7.965, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2015. Atualiza o macroprocesso da fase de Gestão de Contratos de Tecnologia da Informação e Comunicações, instituído no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da

Leia mais

HP Router Advanced Implementation

HP Router Advanced Implementation HP Router Advanced Implementation Dados técnicos O HP Router Advanced Implementation tem como objetivo, baseado na entrevista para coleta de informações junto ao Cliente e na análise dos equipamentos existente,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço Telefônico Móvel de Dados, na modalidade Sms (Short Message Service - Serviço de Mensagens Curtas de Texto)

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço Telefônico Móvel de Dados, na modalidade Sms (Short Message Service - Serviço de Mensagens Curtas de Texto) TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço Telefônico Móvel de Dados, na modalidade Sms (Short Message Service - Serviço de Mensagens Curtas de Texto) 1 1 - OBJETO 1.1 Registro de Preços para prestação de

Leia mais