APRESENTAÇÃO DA EMPRESA COMPANY PRESENTATION

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APRESENTAÇÃO DA EMPRESA COMPANY PRESENTATION"

Transcrição

1 APRESENTAÇÃO DA EMPRESA COMPANY PRESENTATION

2 CENORVIA MZ Consultores de Engenharia, Lda, é uma empresa de direito Moçambicano subsidiária das empresas CENOR Consultores S.A. e NORVIA Consultores de Engenharia S.A.. O projeto CENORVIA tem como objetivo potenciar as sinergias associadas à experiência de trabalho conjunto de duas empresas de referência no mercado de serviços na área da engenharia, assumindo-se como um dos maiores grupos de consultoria portuguesa a atuar no mercado internacional. Com escritórios em Moçambique, Roménia, Cabo Verde e Angola, as empresas CENORVIA apresentam um volume de negócios anual da ordem dos 30 M e contam nos seus quadros técnicos com mais de 300 colaboradores. A CENORVIA MZ insere-se assim num grupo de empresas que desenvolve a sua atividade no projeto, consultoria, gestão e fiscalização de obras públicas e privadas. Dispõe de um corpo técnico multidisciplinar já com longa experiência nas diversas áreas de Engenharia e nas várias fases de projeto, fiscalização e controlo de qualidade, monitorização e conceção de sistemas de gestão para a exploração e manutenção. Especial relevância para os sectores de Engenharia de Transportes, Edifícios, Saneamento Básico e Obras Hidráulicas. CENORVIA MZ Consultores de Engenharia, Lda is a Mozambican company, created from a joint-venture of CENOR Consultores S.A. and NORVIA Consultores de Engenharia S.A.. The CENORVIA project has the purpose of potentiate and take advantage of the synergies and experience of two reference companies in area of engineering consultancy, becoming one of the most important Portuguese groups with activity in the international market. The group companies have offices in Mozambique, Romania, Cape-Verde and Angola, with a annual turnover of 30 M and more than 300 personnel in their staff. CENORVIA MZ is part of a group that develops its activity over engineering project design and consultancy, project management and works supervision of private and public investments. The group is provided with multidisciplinary skilled technical staff, with long experience in all the project design stages, supervision and quality control in the several engineering domains, such as roads & trains; buildings; water supply and sanitation systems. It is also specialized in the Project Management and Operation & Maintenance systems for several types of infra-structures.

3 PORTUGAL SPAIN ROMANIA MADEIRA CAPE VERDE MOROCCO ALGERIA MAURITANIA UNITED ARAB EMIRATES SENEGAL BRAZIL ANGOLA MALAWI EAST TIMOR MOZAMBIQUE Av. 25 de Setembro, 1509, 4º A Distrito Urbano 1 - Baixa MAPUTO, MOÇAMBIQUE Escritórios Offices Projectos Projects Tel PORTUGAL MADEIRA CAPE VERDE ANGOLA MOZAMBIQUE ROMANIA NORVIA Avenida da Europa, Edifício Encosta do Rio, n.º VILA REAL PORTUGAL Tel Fax NORVIA PRIMA Rua Dr. Pita Edifício Stadium, Bloco 1 A1 r/c FUNCHAL MADEIRA, PORTUGAL Tel Fax NORVIA CABO VERDE Avenida de Santiago, Edficio Ordem dos Engenheiros, 1ºDir Palmarejo PRAIA, CABO VERDE Tel Fax PROMODE Rua Damião de Góis, n.º 16 Bairro de Alvalade LUANDA, ANGOLA Tel Fax CENORVIA MZ Av. 25 de Setembro, 1509, 4º A Distrito Urbano 1 - Baixa MAPUTO, MOÇAMBIQUE Tel CENORVIA RO Bd. Decebai, nr.9, Bl. S13 SC.3, et 1, Ap. 45 Sector BUCURESTI, ROMANIA Tel Fax R. Quinta das Romeiras Ed. Eduardo Viana, nº 104, 6º B Miraflores Algés PORTUGAL Tel Fax CENOR Av. Arriaga, n.º77 Edifício Marina Fórum, sala FUNCHAL MADEIRA, PORTUGAL Tel Fax CENOR Consultores Angola, Lda. Rua Comandante Che Guevara, n.º67, 1º A3 CP 2537 Maculusso LUANDA, ANGOLA Tel Fax CENOR Rua das Vigias, n.º2, Piso 1 Parque das Nações Lisboa PORTUGAL Tel Fax

4 CAMPOS DE ATIVIDADE ESPECIALIZAÇÕES MAIN EXPERTISE VIAS DE COMUNICAÇÃO SERVIÇOS OFERECIDOS SERVICES CONSULTORIA Engineering consultancy PROJECTOS DE OBRAS PÚBLICAS E PRIVADAS Project design FISCALIZAÇÃO DE OBRAS SUPERVISION AND QUALIY CONTROL DIRECÇÃO E GESTÃO DE EMPREENDIMENTOS Project MANAGEMENT TRANSPORT ENGINEERING SINALIZAÇÃO E SEGURANÇA Traffic engineering, signing and security Planeamento e infraestruturas urbanas Urban Planning and Infrastructures EDIFÍCIOS Building design ESTRUTURAS ESPECIAIS Structures Abastecimento de Água e Saneamento Water Supply and Sanitation Engineering OBRAS HIDRÁULICAS E BARRAGENS Hydraulic Engineering and Dams ELETRICIDADE, ELETROMECÂNICA E TELECO- MUNICAÇÕES Electrical, Electromechanical and Telecommunications GEOLOGIA E GEOTECNIA Geology and Geotechnology AUSCULTAÇÃO E GESTÃO DE PAVIMENTOS Road inventory and pavement condition survey TOPOGRAFIA E EXPROPRIAÇÕES Topography and Expropriation

5 VIAS DE COMUNICAÇÃO TRANSPORT ENGINEERING Consideram-se na área de Vias de Comunicação os estudos referentes a Infraestruturas Rodoviárias, Ferroviárias e Aeroportuárias. São elaborados estudos de planeamento de transportes e projetos nas suas várias fases, do estudo de viabilidade ao projeto de execução, incluindo todas as valências envolvidas: traçado, geotecnia, drenagem, pavimentação, energia, obras arte, sinalização e segurança. Especialização na monitorização e gestão de pavimentos rodoviários e aeroportuários. In the Transport Engineering area we provide studies for Roads, Railroads and Airports. We develop transport planning and design studies in its several stages, from the feasibility study to the detailed design including all the required services: road design, geotechnics, drainage, pavement, lighting, concrete structures, signing and safety. We are also specialized in pavement monitoring and management for roads and airports.

6 Concessão Norte A7 : Lanços Guimarães / Fafe e Calvos / IP4 AENOR Auto-Estradas do Norte S.A. Guimarães - Portugal Data Valor da Obra Conjunto viário com uma extensão total aproximada de 175 km designado Concessão Norte, englobando as autoestradas A7 e A11 com investimento global de milhões de euros. Autoestradas A7 e A11, com plataforma 2x2 vias, fazendo a ligação entre a A28 (litoral), A4 (Amarante) e Vila Pouca de Aguiar passando por Barcelos, Braga, Guimarães, Famalicão e Fafe. O projecto inclui a construção de 6 estações de serviço. Estudo Prévio de lanços de autoestrada com a extensão total de 49 km, incluindo nove nós desnivelados. Projecto de Execução em 29 km de autoestrada, incluindo seis nós desnivelados. REABILITAÇÃO DA ESTRADA N221 Data 2011 Consórcio Gabriel Couto / Soares da Costa Gaza - Moçambique Valor da Obra Beneficiação do Lote 2 e 3 entre : Combomune e Chicualacuala numa extensão aproximada de 160 Km de estrada envolvendo 3 milhões de m 3 de terraplanagem, 600 mil m 3 de solocimento e 2 milhões de m 2 de revestimento superficial duplo. Elaboração de Projecto de Execução incluindo levantamentos topográficos. REABILITAÇÃO ESTRADA NACIONAL 1 RN1: BIRKELANE - TAMBACOUNDA Consórcio AFA / Tâmega Tambacounda Senegal Data Valor da Obra ,25 Beneficiação da RN1 numa extensão de 110 km, com alargamento da plataforma e reforço do pavimento com recurso à reciclagem do material existente e incluindo rectificações pontuais do traçado, substituição ou reabilitação de passagens hidráulicas, reformulação dos sistemas de drenagem e de sinalização horizontal e vertical. Projecto de Execução e Assistência técnica, incluindo o controlo de qualidade e controlo geométrico da empreitada para o agrupamento construtor. Elaborado em consórcio Norvia / Viaponte.

7 REABILITAÇÃO DA VIA VITORINO NEMÉSIO - AÇORES CONSÓRCIO ZAGOPE/MOTA-ENGIL/MARQUES Ilha Terceira Açores, Portugal Data Janeiro Setembro 2009 Valor da Obra Beneficiação e alargamento da estrada existente entre Angra do Heroísmo e Praia da Vitoria, numa extensão de 17.2 km com a introdução de bermas e separador na plataforma 2 x 2 vias. O projecto inclui a eliminação de todos os entroncamentos com viragens à esquerda e a introdução de três nós desnivelados, três rotundas em secção corrente e oito ligações locais desniveladas, resultando num total de onze passagens superiores. Foi realizada uma rede de caminhos paralelos com 4.50 m de largura numa extensão total aproximada de 30 km. Especialidades envolvidas: Traçado e Terraplenagens, Geologia e Geotecnia, Obras de Arte Correntes, Drenagem transversal e longitudinal com 40 passagens hidráulicas, Pavimentação com reciclagem do pavimento existente, Obras de Contenção (3 muros de suporte), Vedações e Integração Paisagística com medidas de protecção para passagem de gado Geologia-Geotecnia, infraestruturas de Iluminação, Telecomunicações e de Alimentação de Energia Eléctrica, Sinalização e Equipamento de Segurança. Projecto Base para Concurso e Projecto de Execução SCUT DO ALGARVE VIALSCUT IC4 Lagos / Alcantarilha. Lanços Lagos / Lagoa e Lagos / Alcantarilha, Portugal Data Setembro Junho 2002 Valor da Obra Lanço Lagos / Alcantarilha Viaduto V3 (320 m) 4 Passagens Superiores (62 m) 1 Passagem Inferior (23 m) Lanço Lagos / Lagos Ponte sobre o rio Arade (560 m) Viaduto V1 (304 m) Viaduto V4 (328 m) Viaduto V5 (392 m) Viaduto V7 (293 m) Viaduto V7A (435 m) 8 Passagens Superiores (62 m) Projecto Base e Projecto de Execução das Obras de Arte AUTO-ESTRADA A10 E NÓ DE INTERLIGAÇÃO COM A AUTO-ESTRADA DO NORTE (A1) Brisa Auto-Estradas de Portugal, SA IC4 Lagos / Alcantarilha. Lanços Lagos / Lagoa e Lagos / Alcantarilha, Portugal Data Setembro Junho 2002 Valor da Obra Este lanço de auto-estrada situa-se entre Arruda dos Vinhos e o Carregado, desenvolvendo-se essencialmente em formações margosas do Jurássico. Foram projectadas 7 obras de arte especiais, com m de extensão total, 3 obras de arte correntes, 5 aterros especiais tratados com cal e 2 cortinas de estacas em betão armado, ancoradas em dois níveis, com 265 m de extensão cada. No nó de interligação A10/A1, na zona do Carregado, foi atravessada a baixa aluvionar do Rio Tejo, com níveis lodosos compressíveis, com 30 m de espessura, assente sobre formações do Miocénico. Foram construídos cerca de m de viadutos e m de aterros, com alturas máximas de 4 m e que, nas zonas contíguas à A1, foram assentes em plataformas de transferência de cargas fundadas em estacas. Projecto Base e Projecto de Execução das Obras de Arte

8 LIGAÇÃO FERROVIÁRIA DE ALTA VELOCIDADE ENTRE LISBOA E PORTO. LOTE C1 TROÇO ALENQUER (OTA) / POMBAL RAVE Rede Ferroviária de Alta Velocidade, SA Zona Centro, Portugal Data Obra Valor da Obra Linha Ferroviária de Alta Velocidade entre a Ota e Pombal com 115 km de extensão, via dupla, bitola UIC, tráfego de passageiros e uma velocidade base de 300/350 km/h. O Estudo Prévio incluiu uma análise prévia dos corredores constantes do Estudo de Viabilidade Técnica, Notas Técnicas da Via e dos Túneis, Traçado de Via, Terraplenagens, Drenagem, Estudo Geológico-Geotécnico, Obras de Arte Especiais e Correntes, Túneis, Instalações Fixas de Tracção Eléctrica, Estações e Estudo de Impacte Ambiental. Extensão: Cerca de 115 km Velocidade do projecto: 300/350 km/h Tipo de Tráfego: Passageiros Bitola: UIC (1 435 mm) Infra-estruturas de Apoio à Exploração: 3 PUEC s, 1 PIB e 2 Estações Comerciais (Oeste, em Rio Maior e Leiria) Estudo Prévio e Coordenação dos Estudos de Impacte Ambiental CONCESSÃO RAVE POCEIRÃO-CAIA, DA LINHA DE ALTA VELOCIDADE LISBOA-MADRID Data Valor da Obra AGRUPAMENTO ELOS Poceirão-Caia, Portugal em curso 1.7 mil milhões de euros Projecto da Concessão RAVE Poceirão-Caia, da Linha de Alta Velocidade Lisboa-Madrid. O projecto desenvolve-se numa extensão total de cerca de 165 Km em via dupla de Alta Velocidade, em que nos últimos 78 Km se associa a uma via única de linha Convencional. O projecto integra a modernização da Linha de Évora em 10 Km e uma Estação intermodal LAV/LC de passageiros de Évora Norte. Revisão de projecto nas fases de: Estudos Prévios, Anteprojectos e Projecto de Execução. Estudos realizados em consórcio Viaponte/Cenor/Systra. RAVE Rede de Alta Velocidade Valor da Obra FCC - EIFFAGE Lisboa / Madrid: Troço Poceirão Caia Data Projecto mil milhões de euros Primeiro troço do projecto de alta velocidade ferroviária entre Poceirão e Caia, numa extensão de 170 km, inserido no eixo de alta velocidade Lisboa Madrid. A infra-estrutura projectada apresenta uma via dupla electrificada, com bitola europeia associada a linha de alta velocidade, disponibilizando ainda uma linha convencional em via única electrificada em bitola ibérica e travessa polivalente, associada ao transporte de mercadorias. - Velocidade máxima (LAV / Mercadorias): 350 km/h / 250 km/h. - Terraplenagem (Escavação/Aterro): 19,5 / 13,4 Milhões de m3. - Nº Viadutos / Extensão: 41 / m - Nº PS s / PI s: 66 / 43 - Extensão de Restabelecimentos: m - Área a expropriar: m2 Projectos na fase de concurso para a concepção, construção, financiamento, manutenção e disponibilização das infra-estruturas ferroviárias. Projectos realizados em consórcio Norvia / Eurostudios / Egis Rail / Ferconsult

9 AERÓDROMO DO LUÓ ANGOLA. PROJECTO DE EXECUÇÃO Data 2007 Valor da Obra PROGEST Projectos Técnicos, Consultoria e Gestão, Lda Luó, Província da Luanda Norte na Republica de Angola Projecto de Execução da Pista, da Plataforma de Estacionamento de Aeronaves e do Caminho de Circulação do Aeródromo do Luó. Projecto de Execução CONCEPÇÃO / CONSTRUÇÃO OBRAS DE REABILITAÇÃO DAS ÁREAS DE MOVIMENTO DO AERÓDROMO DO UIGE Data 2010 Valor da Obra TECNOVIA ANGOLA ENANA EP Localizado a 3 km a WNW da cidade do Uige em Angola O Projecto apresentado refere-se à reabilitação das áreas de movimento do aeródromo do Uíge tendo em vista a melhoria das condições de segurança das operações de transporte aéreo, nomeadamente para as novas aeronaves a operar em Angola tais como os Boeings e W. A reabilitação inclui a beneficiação do pavimento existente, o aumento do comprimento da pista em 300 m e o aumento da largura da plataforma em 15 m, a introdução de bermas pavimentadas, a desmatação e terraplenagem do STRIP, a construção de áreas de segurança de fim de pista ( RESA ), ficando o aeroporto com a classificação 4C. O projecto inclui a sinalização aeroportuária diurna da pista, caminhos de circulação e placa de estacionamento bem como a sinalização luminosa adequada a aproximações com instrumentos de não precisão. Projecto de Execução Novo Terminal de Passageiros do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos PJJ MALUCELLI S. Paulo, BRASIL Data Obra: Valor da Obra O projecto de execução do novo Terminal de Passageiros TPS 3 do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos - Governador André Franco Montoro, principal aeroporto comercial do Brasil, envolve a realização dos estudos e projectos das especialidades de traçado, terraplenagens, drenagem, pavimentação, sinalização e equipamento de segurança do sistema viário de acesso ao referido terminal de passageiros, ao auto silo e à área comercial associada do lado terra, e ainda dos caminhos de circulação, áreas de estacionamento de aeronaves e vias de serviço localizadas do lado ar. Projecto de Execução

10 EDIFÍCIOS E INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS BUILDINGS AND INDUSTRIAL FACILITIES Na área de Edifícios e Instalações Industriais são elaborados projetos de Edifícios Públicos, Edifícios Industriais e Edifícios de Escritórios, Comércio e Habitação. Assegura-se a coordenação geral e todas as especialidade de Engenharia envolvidas: Fundações e Estruturas, Instalações Hidráulicas, Instalações Elétricas e de Telecomunicações (ITED), Instalações Mecânicas e AVAC, Acústica, Térmica, Segurança Integrada e Segurança contra Incêndios. For Buildings and Industrial facilities we offer the design for Public buildings, Industrial facilities, Offices, Commercial areas and Housing. We assure the coordination and all engineering services involved: Foundations and Structures, Hydraulics, Electricity, IT and Communications, Mechanical and HVAC installations, Acoustic design, Sustainable design, Security and Fire Safety.

11 Edifício Encosta do Rio TOPIMOB Av. da Europa, Vila Real Data Projecto 1998; Obra 2003 Valor da Obra Edifício misto: Habitação 32 apartamentos, escritórios com uma área de 1080 m 2 e sete espaços comerciais. Área bruta: 8700 m 2 Projecto de Arquitectura Belém Lima Arquitectos in Norvia, Projectos de especialidade de engenharia. Assistência Técnica e Fiscalização dos trabalhos de construção. Fábrica de Cimento do Cacuaco Data GRN Gabinete de Reconstrução Nacional MSF Moniz da Maia, Serra e Fortunato Empreiteiros, S.A. Cacuaco, Luanda. Angola em curso Valor da Obra Fábrica de cimento localizada no Cacuaco numa área total aproximada de 35 ha. A fábrica está projectada para uma capacidade de produção de 5500 a 6000 toneladas de cimento por dia. A fábrica é constituída por diversos edifícios de grandes dimensões, nomeadamente hangares de armazenamento de calcário e argila, silos de cru, torre de ciclones, silos de clinquer, silos de cimento, entre outros. Infra-estruturas gerais, Estruturas, Fundações, Rede de Águas, Rede de Esgotos, Rede de Distribuição Eléctrica e Rede de Telecomunicações. Projecto de Execução e Assistência Técnica à Obra Ampliação do Edifício dos Paços de Concelho de Boticas Câmara Municipal de Boticas Boticas, Portugal Data Projecto 2003; Obra 2008 Valor da Obra Ampliação do edifício existente dos Paços do Concelho. O novo edifício liga-se ao antigo por uma ponte envidraçada e concentra a área politica e o atendimento ao publico. Atrio- Expo Atendimento Publico Salão Nobre Espaços Assembleia Municipal Sala Executivo Presidente e Secretariado Vereadores. Área Total: 1.668m2 Projecto de Arquitectura Belém Lima Arquitectos in Norvia, Projectos de especialidade de engenharia. Assistência Técnica e assessoria à Fiscalização

12 Hotel UALA Bryvanya, Lda. Luanda, Angola Data Projecto 2007/2009; Obra 2010 Valor da Obra O edifício é composto por 12 pisos acima do solo (incluindo cobertura) e 3 pisos enterrados articulados numa relação de meio piso. Os pisos enterrados destinam-se ao estacionamento automóvel e a áreas técnicas. Nos dois pisos inferiores situam-se a entrada, lojas, restaurante, bar, cozinha e restantes zonas de serviço. Nos pisos superiores situam-se os quartos, sendo o último piso ocupado pela casa das máquinas. A imagem urbana do Hotel é marcada por um volume vertical que se articula em duas partes: a primeira correspondente a um embasamento composto pelos dois pisos inferiores revestidos a granito preto de Angola no alçado principal, e a segunda constituída pelos restantes pisos que se encontram marcados horizontalmente pelos vãos envidraçados e pelo revestimento em chapa de alumínio. No interior, os espaços comuns caracterizam-se por um sentido de clareza e rigor geométrico, enquanto para o espaço íntimo dos 128 quartos se procurou um ambiente mais acolhedor através dum jogo de alturas dos tectos falsos e do recurso à utilização de materiais como a madeira e a alcatifa. Projecto de Arquitectura Paulo Gomes in Norvia, Projectos de especialidade de engenharia e assistência Técnica Escola Portuguesa de Maputo Valor da Obra Ministério da Educação - DEGREE (PORTUGAL) Maputo, Moçambique Data Em resultado de um Acordo de Cooperação entre os Estados Português e Moçambicano, a construção do Centro de Ensino de Língua Portuguesa de Maputo visou a cooperação no domínio da educação e formação e da difusão da língua e cultura portuguesas. O edifício possui uma área total de construção de cerca de 70 m2. Em altura é formado pelo piso térreo e cobertura de duas águas com laje de esteira (3.68 m x 8.58 m) Fundações e Estruturas, Estudo Geotécnico. Projecto de Execução, Assistência técnica durante a execução da obra Fábrica de Detergentes Data Reviva Kikuxi, Luanda - Angola em curso Valor da Obra $ Esta unidade fabril, destinada à produção de detergentes para desinfecção e limpeza, será implantada num lote com uma área total de aproximadamente m2. É constituída, basicamente, por um corpo principal destinado à fabricação, armazenamento e expedição. A área total de construção coberta deste edifício é de aproximadamente m2. A unidade fabril inclui ainda um edifício de entrada, um edifício destinado a armazém de perfumes e de produtos inflamáveis, um posto de transformação, uma área de Tank Farm, uma Estação de Tratamento de Água (ETA) e uma portaria. Estudo Prévio e Projecto de Execução. Modelação de Plataformas e Pavimentação, Redes de Águas Domésticas e Rede de Incêndios, Rede de Esgotos Domésticos e Industriais, incluindo Drenagem Pluvial e Estabilidade, incluindo Estrutura Metálica

13 Auditório da Régua Data Valor da Obra ,27 Câmara Municipal Peso da Régua Alameda dos Capitães, Peso da Régua Projecto 2008; Obra Em curso Reordenamento paisagístico do terraço Alameda dos Capitães com construção do Edifício AUDIR e parque estacionamento subterrâneo. No edifício AUDIR: Átrio Café esplanada Espaço Internet Grande auditório 300 lugares Pequeno auditório 120 lugares Camarins Galeria Expo-Arte 10 Associações culturais. Estacionamento coberto 130 lugares Paisagismo envolvente: Jardim Alameda Jardim Água Infantil Acústico. Área Bruta: Estacionamento 3.960m2 Auditório 2.780m2 Projecto de Arquitectura Belém Lima Arquitectos in Norvia, Projectos de especialidade de engenharia e assistência Técnica. Ministério da Justiça da República de Timor-Leste Data 2010 República de Timor-Leste Dili, Timor-Leste Valor da Obra $ O conjunto edificado é constituído por três blocos distintos, na forma e na função, que se identificam de acordo com o seguinte: Bloco A - Edifício Principal, Bloco B - Portaria, Bloco C - Edifício Técnico. O edifício é constituído por dois corpos com cave e 4 pisos, interligados entre si por um bloco central e destinados a escritórios. O edifício encontra-se elevado em relação ao terreno de modo a permitir a circulação do ar sob a laje do Piso 0. Sobre os dois corpos existe uma cobertura em betão destinada a proteger o edifício da acção directa do sol. Concurso para Prospecção, Estudo Prévio e Projecto de Execução. Edifício Entroncamento IRB Imobiliária da Região de Basto Vila Real Data Projecto 2000; Obra 2009 Valor da Obra Habitação multifamiliar e comércio, com 5587m2 de área, constituído por 2 pisos de estacionamento, 24 apartamentos de habitação e 4 de comércio. Projecto de Arquitectura Belém Lima Arquitectos in Norvia e Projectos de especialidade de engenharia.

14 Postos Aduaneiros de Santa Clara e de Katwitwi - Angola Data Direcção Nacional das Alfândegas (DNA) Santa Clara (Cunene); Katwitwi (Cuando Cubango) em curso Valor da Obra Santa Clara: / Katwitwi: Posto Aduaneiro de Santa Clara, localizado na província do Cunene. Área bruta de construção: Plataforma: cerca de m² / Edifícios: m³. Posto Aduaneiro de Katwitwi, localizado na província do Cuando Cubango: Área bruta de construção: Plataforma: cerca de m² / Edifícios: m³ Estudo Prévio, Projecto de Execução e Assistência Técnica. Infra-estruturas Exteriores: Redes de Água, de Esgotos, Electricidade, Telecomunicações, Segurança; Edifícios: Arquitectura, Estruturas, Redes de Água e de Drenagem de Águas Residuais Domésticas, Instalações Eléctricas, Mecânicas, Telecomunicações e Segurança. Estudos Geológico-Geotécnicos Biblioteca Municipal Dr. Júlio Teixeira Câmara Municipal de Vila Real Vila Real, Portugal Data Projecto 1998; Obra 2006 Valor da Obra O edifício configura uma intersecção de dois volumes dominantes em T descentrado. No corpo nascente/poente dispõem-se, no piso superior, o átrio e área de conferências da Biblioteca e no piso inferior, o Grémio. No corpo norte/sul dispõem-se, no piso superior, a biblioteca de adultos e no piso inferior, a biblioteca infantil e zonas de serviço-administração. A imagem urbana da Biblioteca é marcada pelo volume vertical sobre o átrio com o túnel de entrada em plano inclinado. Estes elementos são geradores do carácter do edifício, identificáveis desde os lugares de maior visibilidade, a Universidade e a entrada sul da cidade. O interior é de leitura simples. Desde o átrio de um branco intenso, as crianças descem e os adultos sobem. As salas de leitura são rectângulos, como armazéns de livros ordenados. Com um olhar, os leitores percebem que há ali saberes vários arquivados. E já sentados, descobrem que há sítios particulares que a luz natural inventa, que são cuidados, que há janelas que mostram outras salas Projecto de Arquitectura e Projectos de Especialidade. Projecto de Arquitectura Belém Lima Arquitectos in Norvia Conservatório Regional de Música de Vila Real Câmara Municipal de Vila Real Vila Real, Portugal Data Projecto ; Obra 2004 Valor da Obra ,77 Elaboração do projecto de execução da recuperação e adaptação do Convento de S. Domingos para construção do Conservatório Regional de Música de Vila Real, incluindo Projecto de Arquitectura e Projectos de Especialidades. Edifício de três pisos com área total de construção de 1.900m2, incluindo 17 salas de aula, um estúdio e uma mediateca. Projecto de Arquitectura e Projectos de Especialidade. Projecto de Arquitectura Belém Lima Arquitectos in Norvia

15 PLANEAMENTO E INFRAESTRUTURAS URBANAS URBAN PLANNING AND INFRASTRUCTURES Ao nível do Planeamento Urbano são desenvolvidos nesta área estudos nos seus diversos formatos: Planos Diretores, Planos de Desenvolvimento Regional, Planos de Pormenor e de Urbanização. São também elaborados todos os projetos de engenharia referentes às infraestruturas urbanas: rodoviárias, hidráulicas, de eletricidade e iluminação, gás e telecomunicações. In Urban Planning we develop all types of studies, such has: Master Plans, Regional Development Plans, Detailed Plans and Urbanization Plans. We also assure the urban infrastructures design: roads, hydraulics, electricity, lighting, gas and IT and Communications.

16 Revisão PDM Funchal Valor da Obra Câmara Municipal do Funchal Funchal, Ilha da Madeira Data Projecto 2010 Revisão do PDM em vigor, com 12 anos de existências às necessidades actuais de gestão e ordenamento do território. Desse modo os trabalhos visaram a revisão do PDM existentes nos seguintes aspectos: - actualizar os pressupostos base do ponto de vista conceptual, bem como do conteúdo técnico-científico. - obter um PDM flexível, rigoroso, eficiente e que permita uma gestão diária célere e com transparência. - fazer face à maior exigência do Regime Jurídico dos Instrumentos de Gestão Territorial. - explorar a participação da população de modo a elaborar um PDM de acordo com as suas necessidades. Prestação de Serviços de Elaboração e Gestão da Revisão do Plano Diretor do Funchal. Em consórcio Norvia/Quaternaire Zonas Naturais do Parque do Corgo Vila Real Polis, S.A. Vila Real, Portugal Data Projecto 2003; Obra 2005 Valor da Obra Construção de 6 km de caminhos pedonais, diversas zonas de estadia, 7 pontes pedonais, 3 edifícios destinados a restauração, actividades culturais e apoio a outras actividades. Elaboração do Projeto de Execução em consórcio Norvia/ Quaternaire. COLOMBO S RESORT Sociedade Imobiliária e Turística do Campo de Baixo, Lda Porto Santo, Madeira, Portugal Data Setembro 2003 Valor da Obra Complexo turístico com uma área de intervenção de cerca de m² e m² de área de construção. É composto por 1 hotel de luxo de 5 estrelas que inclui uma instalação termal (spa), 1 apart-hotel de 5 estrelas, 5 núcleos de apartamentos (311 fogos); 2 núcleos de 12 moradias; 1 núcleo desportivo; 1 restaurante; 1 centro comercial (lojas) e recepção. A capacidade hoteleira deste complexo turístico é de camas. O enquadramento dos edifícios tem uma área ajardinada de m², lago e espelhos de água. Estudo Prévio, Licenciamento, Projecto de Execução e Assistência Técnica à execução da obra. Estudo Geológico-Geotécnico; Estruturas de Suporte; Infraestruturas: Viárias, de Águas para Consumo, Incêndio e Rega, de Gás, Drenagem de Águas Residuais Domésticas e Pluviais; Electricidade e Telecomunicações; RSU; Edifícios: Fundações e Estruturas, Águas e Esgotos, Gás, Electricidade e Telecomunicações, AVAC, Segurança Integrada, PSS

17 Cotton Bay Marina & Golfe Resort Data Cabo Golfe, S.A. Cabo Verde Ilha do Sal Valor da Obra Projecto 2008; Obra em curso Resort Turístico com área total de 450 ha com acesso directo à praia, lojas, centro desportivo, spa, casino, hotel, jardim botânico, 2 campos de golf de 18 buracos e marina com capacidade para 300 barcos. A primeira fase de construção corresponde à urbanização de 40 ha de terreno e a construção de 53 blocos de apartamentos e 44 Villas com capacidade para 1899 camas. Elaboração dos projetos de infraestruturas: arruamentos, redes de águas (potável, rega, residuais domésticas e pluviais), redes de eletricidade e iluminação. Área de intervenção da primeira fase 40 hectares. Gestão e fiscalização das obras de construção. PLANO URBANÍSTICO DO MUNICÍPIO DO KUVANGO Data Valor da Obra Governo da Provincia de Huíla Kuvango Angola 2010 em curso Plano Urbanístico Municipal para definição dos modelos de estruturação fundiária de parte dos solos municipais classificados e qualificados como solos urbanos e da evolução da ocupação humana e dos sistemas urbanos integrados no perímetro urbano, através da programação das redes viárias, de transportes, de infra-estruturas e equipamentos colectivos urbanos, bem como a fixação, dos parâmetros, índices e critérios de aproveitamento do solo urbano. Elaboração do Diagnóstico de situação existente, Programa Preliminar e Programa Urbanístico Final Serviços prestados em consórcio Norvia / Tilca. Área de Serviço Galp de Alcochete Petróleos de Portugal, S.A. Alcochete, Portugal Data Maio 1998 Valor da Obra Esta infra-estrutura é constituída por duas meias áreas ocupando em cada lado cerca de 6 ha, equipadas com abastecimento de combustíveis, edifício de apoio ao cliente, estação de serviço, restaurante, zonas de lazer e todo o conjunto de órgãos acessórios: ETAR, reservatórios de água para consumo, incêndio e rega e respectivas estações elevatórias, posto de transformação, geradores de emergência, iluminação pública e contagem automática de tráfego. Projecto de Execução

História do Grupo CENOR

História do Grupo CENOR . Dezembro 2013 História do Grupo CENOR CENOR COLÔMBIA ECG ECGPLAN CENOR PROJECTOS DALAN Timor Leste CENORVIA Roménia CENOR AÇORES SCCONSULT BRASIL CENOR IRAQUE 1980 1990 1993 2000 2005 2006 2007 2009

Leia mais

FISCALIZAÇÃO E GESTÃO DE OBRA SUPERVISION - QUALITY CONTROL

FISCALIZAÇÃO E GESTÃO DE OBRA SUPERVISION - QUALITY CONTROL FISCALIZAÇÃO E GESTÃO DE OBRA SUPERVISION - QUALITY CONTROL CENORVIA MZ Consultores de Engenharia, Lda, é uma empresa de direito Moçambicano subsidiária das empresas CENOR Consultores S.A. e NORVIA Consultores

Leia mais

ATOS DE ENGENHARIA CIVIL

ATOS DE ENGENHARIA CIVIL 1. ENGENHARIA CIVIL ATOS DE ENGENHARIA CIVIL 1 Projeto 1.1 Edificações 1.1.1 Estabilidade e contenção periférica Contenção periférica Plano de escavação Fundações superficiais Fundações profundas Muros

Leia mais

As exigências de sustentabilidade ambiental e económica estão sempre presentes nas soluções técnicas apresentadas pela FACTORIAL.

As exigências de sustentabilidade ambiental e económica estão sempre presentes nas soluções técnicas apresentadas pela FACTORIAL. QUEM SOMOS A FACTORIAL Desenvolvimento Integrado de Projectos e Construções, Lda. foi fundada em 2006 com o objectivo de prestar serviços na área da engenharia. Actualmente, a FACTORIAL está predominantemente

Leia mais

Hotéis/ Resorts/ Aldeamentos

Hotéis/ Resorts/ Aldeamentos Hotéis/ Resorts/ Aldeamentos PT a empresa O Grupo Ductos existe desde Julho de 1992, em resultado da já longa colaboração entre os sócios, colaboradores e consultores, na elaboração e execução de estudos

Leia mais

MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ CÂMARA MUNICIPAL

MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ CÂMARA MUNICIPAL MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ CÂMARA MUNICIPAL PROGRAMA PRELIMINAR CENTRO ESCOLAR DE S.JULIÃO/TAVAREDE PROJECTOS DE ESPECIALIDADES 1 1. Introdução Pretende a Câmara Municipal da Figueira da Foz, desenvolver

Leia mais

Jornadas do Socialismo 2010 Braga, 28 e 29 de Agosto Heitor de Sousa, Economista de Transportes

Jornadas do Socialismo 2010 Braga, 28 e 29 de Agosto Heitor de Sousa, Economista de Transportes Jornadas do Socialismo 2010 Braga, 28 e 29 de Agosto Heitor de Sousa, Economista de Transportes 1 Pressupostos e condicionantes Estratégia de Mobilidade nacional para o transporte de passageiros e de mercadorias:

Leia mais

Seminário Integrado sobre Direito do Urbanismo Centro de Estudos Judiciários 26-01-2012

Seminário Integrado sobre Direito do Urbanismo Centro de Estudos Judiciários 26-01-2012 Seminário Integrado sobre Direito do Urbanismo Centro de Estudos Judiciários 26-01-2012 Construção civil Execução de obras, tais como moradias, edifícios, pontes, barragens, estradas, aeroportos e outras

Leia mais

MEMORIA DESCRITIVA E JUSTIFICATIVA!

MEMORIA DESCRITIVA E JUSTIFICATIVA! MEMORIA DESCRITIVA E JUSTIFICATIVA A presente memória descritiva e justificativa refere-se, ao Projecto de um Complexo Habitacional denominado Condomínio Kutolola que contem mais de 210 Residências e áreas

Leia mais

Lisboa. predominante. Constituem áreas de enquadramento e valorização dos núcleos históricos edificados. Tipologia dominante dos edifícios.

Lisboa. predominante. Constituem áreas de enquadramento e valorização dos núcleos históricos edificados. Tipologia dominante dos edifícios. Classes Subclasses Categorias Subcategoria Espaço urbano Históricas Áreas históricas habitacionais Consolidadas De estruturação De reconversão Espaços urbanos cujas características morfológicas, arquitectónicas

Leia mais

A AngoBIM é uma empresa de direito Angolano, sedeada em Talatona, que tem como atividade principal o desenvolvimento de projetos de Arquitectura e de

A AngoBIM é uma empresa de direito Angolano, sedeada em Talatona, que tem como atividade principal o desenvolvimento de projetos de Arquitectura e de A AngoBIM é uma empresa de direito Angolano, sedeada em Talatona, que tem como atividade principal o desenvolvimento de projetos de Arquitectura e de Engenharia, bem como Assistência Técnica e Fiscalização

Leia mais

AGENDA VALORIZAÇÃO DO TERRITÓRIO

AGENDA VALORIZAÇÃO DO TERRITÓRIO Novas Oportunidades para o Financiamento de Investimento Público e Empresarial no âmbito do QREN --- Sines 11 de Março de 2008 A Agenda Operacional para a Valorização do Território é uma estratégia de

Leia mais

Estação central de coimbra

Estação central de coimbra central de coimbra N o v a i n t e r f a c e i n t e r m o d a l e P l a n o d e u r b a n i z a ç ã o ( e n t r a d a p o e n t e ) Na sua história recente tem sido muito influenciada pela localização

Leia mais

Portfolio. Vias de Comunicação, Obras de Urbanização e outras Infraestruturas

Portfolio. Vias de Comunicação, Obras de Urbanização e outras Infraestruturas Portfolio Vias de Comunicação, Obras de Urbanização Reservatório de Baguim do Monte Águas de Gondomar, S.A. 2009 Duas células, 2 x 2.000,00 m³ Capacidade Total do Reservatório, 4.000,00 m³ Conduta Adutora

Leia mais

Figura 3.1 Alcar-do-Algarve em flor... 4

Figura 3.1 Alcar-do-Algarve em flor... 4 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 2 2. O PROJECTO... 3 3. DESCRIÇÃO DO AMBIENTE AFECTADO... 3 4. PRINCIPAIS IMPACTES... 5 5. MEDIDAS MINIMIZADORAS... 6 6. PROGRAMAS DE MONITORIZAÇÃO... 6 ÍNDICE DE FIGURAS Figura

Leia mais

Projecto Hidroagricola da Baixa de Óbidos. Localização. Objectivos

Projecto Hidroagricola da Baixa de Óbidos. Localização. Objectivos Projecto Hidroagricola da Baixa de Óbidos Regadio e Aproveitamentos Hidroagrícolas» Aproveitamentos hidroagrícolas em projecto» Projecto Hidroagricola da Baixa de Óbidos Localização A vila de Óbidos situada

Leia mais

Reforço de Potência Aproveitamento Hidroeléctrico de Vila Nova/Venda Nova. (Venda Nova II) Relatório de Visita de Estudo.

Reforço de Potência Aproveitamento Hidroeléctrico de Vila Nova/Venda Nova. (Venda Nova II) Relatório de Visita de Estudo. ISEL INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E AUTOMAÇÃO Reforço de Potência Aproveitamento Hidroeléctrico de Vila Nova/Venda Nova (Venda Nova II) Relatório

Leia mais

Dossier Promocional. Empreendimento Vila Sol Quarteira Loulé Algarve

Dossier Promocional. Empreendimento Vila Sol Quarteira Loulé Algarve Dossier Promocional Empreendimento Vila Sol Quarteira Loulé Algarve 1 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

DISPONIBILIZAÇÃO DOS PLANOS MUNICIPAIS DE ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO NA INTERNET. Investimento Elegível: 52.031,42 Comparticipação FEDER: 31.

DISPONIBILIZAÇÃO DOS PLANOS MUNICIPAIS DE ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO NA INTERNET. Investimento Elegível: 52.031,42 Comparticipação FEDER: 31. DISPONIBILIZAÇÃO DOS PLANOS MUNICIPAIS DE ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO NA INTERNET Tipologia 01.0526 Sistema de Apoio à Modernização Administrativa Beneficiário: Globalgarve, Cooperação e desenvolvimento,

Leia mais

VOLUME I SUMÁRIO EXECUTIVO

VOLUME I SUMÁRIO EXECUTIVO i DE EXE RELATÓRIO DE CONFORMIDADE AMBIENTAL DO PROJECTO DE EXECUÇÃO DA CONSTRUÇÃO CENTRO COMERCIAL DO JUMBO DE SINTRA VOLUME I SUMÁRIO EXECUTIVO MAIO 2014 RELATÓRIO DE CONFORMIDADE AMBIENTAL DO PROJECTO

Leia mais

Eng.º José Pinto Leite

Eng.º José Pinto Leite Dia 27 de Maio Investimento e sustentabilidade Eng.º José Pinto Leite Programa Polis Congresso LIDER A 09 Sustentabilidade e o POLIS José Manuel Pinto Leite IST 27/05/2009 1 Sustentabilidade e o POLIS

Leia mais

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 30.951,63 10.509,00 960.567,00 960.567,00 42.565,00 1.044.592,63 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 30.951,63 10.509,00 960.567,00 960.567,00 42.565,00 1.044.592,63 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Leia mais

MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA PESQUEIRA DO ANO 2009

MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA PESQUEIRA DO ANO 2009 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 200.000,00 200.000,00 200.000,00 1.1. 180.000,00 180.000,00 180.000,00 1.1.1. ADMINISTRAÇÃO GERAL 180.000,00 180.000,00 180.000,00 1.1.1. 01 2005 ADMINISTRAÇÃO GERAL 55.000,00

Leia mais

Hotel 4 estrelas + Moradias em Malanje -Estudo Prévio

Hotel 4 estrelas + Moradias em Malanje -Estudo Prévio Tendo como base o programa fornecido, o presente estudo tem como objectivo dar a conhecer as intenções da nossa proposta para a elaboração do projecto para um Hotel 4 estrelas, mais moradias em Malanje

Leia mais

Mestrado em Construções Civis

Mestrado em Construções Civis Mestrado em Construções Civis Guarda, 22 de fevereiro de 2015 Índice 1. Enquadramento... 3 2. Objetivos do ciclo de estudos... 4 2.1. Objetivos gerais... 4 2.2. Objetivos específicos... 4 3. Competências

Leia mais

Plano de Pormenor da Margem Direita da Foz do Rio Jamor Cálculo de Mais Valias Janeiro 2014

Plano de Pormenor da Margem Direita da Foz do Rio Jamor Cálculo de Mais Valias Janeiro 2014 CÁLCULO DE MAIS VALIAS DO PLANO PORMENOR DA MARGEM DIREITA DA FOZ DO RIO JAMOR - OEIRAS Câmara Municipal de Oeiras 1 INTRODUÇÃO Considerando que o desenvolvimento das transformações de uso do solo resultantes

Leia mais

Estoril Sol Residence, Cascais

Estoril Sol Residence, Cascais Estoril Sol Residence, Cascais 1 O Conceito O Estoril Sol Residence situa-se na Avenida Marginal em Cascais. Está implantado nos terrenos do antigo Hotel Estoril-Sol. A opção arquitetónica desenvolvida

Leia mais

5.2 Material da tubagem: AA_PVC de 10kg/cm2; ARD_PVC de 6kg/cm2; AP_Manilhas de betão pré-fabricadas

5.2 Material da tubagem: AA_PVC de 10kg/cm2; ARD_PVC de 6kg/cm2; AP_Manilhas de betão pré-fabricadas A) Abastecimento de Água + Drenagem de Águas Residuais Domésticas + Drenagem de Águas Pluviais 1. Requerimento (*) 2. Termo de responsabilidade (*): 2.1 Independente por especialidade apresentada 2.2 Legislação

Leia mais

SOLUÇÕES CRIATIVAS E CONSISTENTES ADAPTADAS ÀS NECESSIDADES ESPECÍFICAS DE ENGENHARIA

SOLUÇÕES CRIATIVAS E CONSISTENTES ADAPTADAS ÀS NECESSIDADES ESPECÍFICAS DE ENGENHARIA SOLUÇÕES CRIATIVAS E CONSISTENTES ADAPTADAS ÀS NECESSIDADES ESPECÍFICAS DE ENGENHARIA A É UMA EMPRESA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS NA ÁREA DA CONSULTORIA DE ENGENHARIA, QUE SE APRESENTA NO MERCADO NACIONAL

Leia mais

Lista Classificativa de Projectos de Construção que Precisam de se Sujeitar à Avaliação de Impacto Ambiental (experimental)

Lista Classificativa de Projectos de Construção que Precisam de se Sujeitar à Avaliação de Impacto Ambiental (experimental) Lista Classificativa de de Construção que Precisam de se Sujeitar à Avaliação de Impacto Ambiental (experimental) 1. Objectivo Para acelerar as acções referente ao estabelecimento do regime da avaliação

Leia mais

A construir o futuro com segurança. Sede: Av. Avelino Ferreira Torres n.81 - Freixo 4630-090 Marco de Canaveses. Tel/Fax: 255 531 961

A construir o futuro com segurança. Sede: Av. Avelino Ferreira Torres n.81 - Freixo 4630-090 Marco de Canaveses. Tel/Fax: 255 531 961 A construir o futuro com segurança 2011 Sede: Av. Avelino Ferreira Torres n.81 - Freixo 4630-090 Marco de Canaveses Tel/Fax: 255 531 961 Carlos Moreira: 917 729 323 Site: www.morsa.eu E-mail: geral@morsa.eu

Leia mais

Regulamento do Plano de Pormenor da Área de Desenvolvimento Turístico das Fontainhas. (alteração) Artigo 1.º

Regulamento do Plano de Pormenor da Área de Desenvolvimento Turístico das Fontainhas. (alteração) Artigo 1.º Regulamento do Plano de Pormenor da Área de Desenvolvimento Turístico das Fontainhas (alteração) Artigo 1.º 1 [...]. 2 [...]. 4 Os limites da ADT da UNOR 4 estão definidos na planta de implantação à escala

Leia mais

Engenharia, Ambiente e Qualidade de Vida

Engenharia, Ambiente e Qualidade de Vida Engenharia, Ambiente e Qualidade de Vida HISTÓRIA, MISSÃO, VISÃO E VALORES HISTÓRIA A Prospectiva nasceu em 1977 para desenvolver Estudos e Projectos de Engenharia. Iniciou a sua actividade na Hidráulica

Leia mais

Fernando Nunes da Silva Professor de Urbanismo e Transportes no IST. Câmara Municipal de Sines Maio 2008. 2008 - Prof. Fernando Nunes da Silva

Fernando Nunes da Silva Professor de Urbanismo e Transportes no IST. Câmara Municipal de Sines Maio 2008. 2008 - Prof. Fernando Nunes da Silva Fernando Nunes da Silva Professor de Urbanismo e Transportes no IST Câmara Municipal de Sines Maio 2008 PDM de Sines Sistema de Transportes e Acessibilidades DESENVOLVIMENTO REGIONAL / NACIONAL População

Leia mais

Engenharia, Ambiente e Qualidade de Vida

Engenharia, Ambiente e Qualidade de Vida Engenharia, Ambiente e Qualidade de Vida www.prospectiva.pt HISTÓRIA, MISSÃO, VISÃO E VALORES HISTÓRIA A PROSPECTIVA nasceu em 1977 para desenvolver Estudos e Projectos de Engenharia. Iniciou a sua actividade

Leia mais

RELATÓRIO DE CONFORMIDADE AMBIENTAL DO PROJETO DE EXECUÇÃO

RELATÓRIO DE CONFORMIDADE AMBIENTAL DO PROJETO DE EXECUÇÃO ÉVORA RESORT RELATÓRIO DE CONFORMIDADE AMBIENTAL DO PROJETO DE EXECUÇÃO VOLUME 1 SUMÁRIO EXECUTIVO JUNHO DE 2012 ÉVORA RESORT RELATÓRIO DE CONFORMIDADE AMBIENTAL DO PROJETO DE EXECUÇÃO Sumário Executivo

Leia mais

Soluções para Execução Pouco Intrusiva de Caves. Alexandre Pinto apinto@jetsj.pt

Soluções para Execução Pouco Intrusiva de Caves. Alexandre Pinto apinto@jetsj.pt Soluções para Execução Pouco Intrusiva de Caves Alexandre Pinto apinto@jetsj.pt Tipos de Fundações Técnicas de Reforço Técnicas de Execução de Caves Casos Práticos Considerações Finais Tipos de Fundações

Leia mais

Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra

Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra O Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra estabelece a concepção do espaço urbano, para a área de intervenção do Plano, dispondo, designadamente,

Leia mais

VALÊNCIAS AMBIENTAIS EM ENGENHARIA (VAE) (2ºano MEAmbi) Mestrado Integrado em Engª do Ambiente (2015/2016) Sala QA1.4

VALÊNCIAS AMBIENTAIS EM ENGENHARIA (VAE) (2ºano MEAmbi) Mestrado Integrado em Engª do Ambiente (2015/2016) Sala QA1.4 DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL, ARQUITETURA E GEORRECURSOS VALÊNCIAS AMBIENTAIS EM ENGENHARIA (VAE) (2ºano MEAmbi) Mestrado Integrado em Engª do Ambiente (2015/2016) Sala QA1.4 SISTEMAS DE ABASTECIMENTO

Leia mais

sara.correia.goncalves@gmail.com

sara.correia.goncalves@gmail.com C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Correio electrónico Nome GONÇALVES, SARA Morada Lote 5, 2º Dir., Urb. Bela Vista, 4900-438 Viana do Castelo, Viana do Castelo, Portugal Telefone 917690996

Leia mais

ENGENHARIA, AMBIENTE E QUALIDADE DE VIDA ENGENHARIA, AMBIENTE E QUALIDADE DE VIDA. www.prospectiva.pt

ENGENHARIA, AMBIENTE E QUALIDADE DE VIDA ENGENHARIA, AMBIENTE E QUALIDADE DE VIDA. www.prospectiva.pt ENGENHARIA, AMBIENTE E QUALIDADE DE VIDA ENGENHARIA, AMBIENTE E QUALIDADE DE VIDA www.prospectiva.pt HISTÓRIA, MISSÃO, VISÃO E VALORES HISTÓRIA A PROSPECTIVA nasceu em 1977 para desenvolver Estudos e Projectos

Leia mais

PATRÍCIA SILVA FERREIRA CURRICULUM VITAE

PATRÍCIA SILVA FERREIRA CURRICULUM VITAE PATRÍCIA SILVA FERREIRA CURRICULUM VITAE Tel: 91 868 82 53 e 916 315 034 Página 1 Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) Ferreira, Patrícia Silva próprio(s) Morada(s) - Telefone(s)

Leia mais

Dossier Promocional. Moradia em Caminha Viana do Castelo

Dossier Promocional. Moradia em Caminha Viana do Castelo Dossier Promocional Moradia em Caminha Viana do Castelo 1 1. Contexto e Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

BOAS PRÁTICAS AMBIENTAIS NA RECUPERAÇÃO DE PEDREIRAS: GESTÃO DA ÁGUA E SISTEMAS DE DRENAGEM. Carla Rolo Antunes

BOAS PRÁTICAS AMBIENTAIS NA RECUPERAÇÃO DE PEDREIRAS: GESTÃO DA ÁGUA E SISTEMAS DE DRENAGEM. Carla Rolo Antunes BOAS PRÁTICAS AMBIENTAIS NA RECUPERAÇÃO DE PEDREIRAS: Carla Rolo Antunes Recuperação DL nº 270/2001, 6 out. 2001 (DL nº 340/2007, 12 out. 2007) normas para projeto, exploração, encerramento e desativação

Leia mais

PLANO DE PORMENOR DO PARQUE EMPRESARIAL DA QUIMIPARQUE ESTARREJA

PLANO DE PORMENOR DO PARQUE EMPRESARIAL DA QUIMIPARQUE ESTARREJA PLANO DE PORMENOR DO PARQUE EMPRESARIAL DA QUIMIPARQUE ESTARREJA Regulamento n.º S / N.ª Data de Publicação em D.R., 1.ª Série-B, n.º 124 de: 29/06/2006 (RCM n.º 81/2006) Aprovado em Assembleia Municipal

Leia mais

REVISÃO DO DL 73/73 DIPLOMA II Anexo II ANEXO II

REVISÃO DO DL 73/73 DIPLOMA II Anexo II ANEXO II ANEXO II CLASSIFICAÇÃO DE EMPREENDIMENTOS SEGUNDO A SUA COMPLEXIDADE I a IV PROPOSTA DE REAJUSTAMENTO DO ANEXO 1 DA PROPOSTA DE DECRETO-LEI APRESENTADO PELO GRUPO DE TRABALHO CONSTITUÍDO PELA APPC, OE,

Leia mais

Plano de Pormenor da Margem Direita da Foz do Rio Jamor Programa de Execução e Plano de Financiamento Janeiro 2014

Plano de Pormenor da Margem Direita da Foz do Rio Jamor Programa de Execução e Plano de Financiamento Janeiro 2014 PROGRAMA DE EXECUÇÃO E PLANO DE FINANCIAMENTO DO PLANO PORMENOR DA MARGEM DIREITA DA FOZ DO RIO JAMOR - OEIRAS Câmara Municipal de Oeiras ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 2 2 OBJECTIVOS DO PP... 2 2.1 Objectivos

Leia mais

Plano Estratégico dos Transportes e Infraestruturas. Horizonte 2014-2020

Plano Estratégico dos Transportes e Infraestruturas. Horizonte 2014-2020 Plano Estratégico dos Transportes e Infraestruturas Horizonte 2014-2020 Consensualização de Prioridades O Grupo de Trabalho para as Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado apresentou o seu relatório

Leia mais

2007-2010. localização Bengo - Angola. Casa Militar do Presidente da República / GRN. 3 mil milhões de EUR. Projeto de Execução. 1.

2007-2010. localização Bengo - Angola. Casa Militar do Presidente da República / GRN. 3 mil milhões de EUR. Projeto de Execução. 1. localização Bengo - Angola Dono da Obra Casa Militar do Presidente da República / GRN Custo Estimado 3 mil milhões de EUR Perspetiva geral do NAIA Fase Projeto de Execução Área 1.980 ha O Novo Aeroporto

Leia mais

Antonio Jose C Carvalho

Antonio Jose C Carvalho Experiência Profissional - colaborador Atelier du Prado (França). Colaborador estagiário i www.atelierduprado.com d Claudio Vilarinho arquitectos e designers (Portugal). Colaborador www.claudiovilarinho.com

Leia mais

Curriculum Vitae. Nome Ricardo Hermano de Sousa Alves Ferreira. Data de Nascimento 05/03/1955, em Moçambique. Morada Urbanização Terraços do Pinhal,

Curriculum Vitae. Nome Ricardo Hermano de Sousa Alves Ferreira. Data de Nascimento 05/03/1955, em Moçambique. Morada Urbanização Terraços do Pinhal, Curriculum Vitae Dados Pessoais Nome Ricardo Hermano de Sousa Alves Ferreira Nacionalidade Portuguesa Data de Nascimento 05/03/1955, em Moçambique Estado Civil Casado Morada Urbanização Terraços do Pinhal,

Leia mais

Disposições de Natureza Administrativa

Disposições de Natureza Administrativa PLANO DE PORMENOR DO POÇO QUENTE EM VIZELA REGULAMENTO (Alteração em Outubro de 2013) Capítulo I Disposições de Natureza Administrativa Artigo 1º Objecto O Plano de Pormenor do Poço Quente, adiante designado

Leia mais

NOVOS INVESTIMENTOS NA FERROVIA ESTRATÉGIAS E ARTICULAÇÃO INTERMODAL 9 DE NOVEMBRO DE 2015

NOVOS INVESTIMENTOS NA FERROVIA ESTRATÉGIAS E ARTICULAÇÃO INTERMODAL 9 DE NOVEMBRO DE 2015 NOVOS INVESTIMENTOS NA FERROVIA ENQUADRAMENTO DA IMPLEMENTAÇÃO DA REDE TRANSEUROPEIA DE TRANSPORTES E DO MECANISMO INTERLIGAR A EUROPA JOSÉ VALLE / CEETVC ORIENTAÇÕES BASE DO PROGRAMA DA CEETVC PARA O

Leia mais

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTOS DE ITAPIRA

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTOS DE ITAPIRA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO PARA LOTEAMENTOS URBANOS 1 DO OBJETIVO A presente Norma estabelece os requisitos mínimos a serem obedecidos

Leia mais

Expansão do Parque Empresarial de Lanheses

Expansão do Parque Empresarial de Lanheses Expansão do Parque Empresarial de Lanheses Estudo de Impacte Ambiental Volume III Relatório elaborado para: GestinViana Edifício de Apoio à Doca de Recreio 4900 Viana do Castelo IMA 12.05-03/26 FEVEREIRO

Leia mais

APROVEITAMENTO HIDROELÉCTRICO DE AGILDE

APROVEITAMENTO HIDROELÉCTRICO DE AGILDE APROVEITAMENTO HIDROELÉCTRICO DE AGILDE Ribeira de Santa Natália Concelho de Celorico de Basto Acesso rodoviário Açude Canal e conduta forçada Câmara de carga Central hidroeléctrica O aproveitamento hidroeléctrico

Leia mais

IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS

IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS IMOBILIÁRIA 2014 IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS O Setor Imobiliário é uma das principais áreas de investimento do Grupo Américo Amorim,

Leia mais

PROJECTOS DE INVESTIMENTO DA ADM, E.P. (AS CIDADES AEROPORTUÁRIAS DE MAPUTO E NACALA)

PROJECTOS DE INVESTIMENTO DA ADM, E.P. (AS CIDADES AEROPORTUÁRIAS DE MAPUTO E NACALA) PROJECTOS DE INVESTIMENTO DA ADM, E.P. (AS CIDADES AEROPORTUÁRIAS DE MAPUTO E NACALA) MODERNIZAÇÃO E EXPANSÃO DO AEROPORTO INTERNACIONAL DE MAPUTO 1ª Fase (edifícios) concluída em 2012. 2ª Fase iniciou

Leia mais

Estrutura da ERI. Administração. Direção Geral. Qualidade, Ambiente e Segurança. Comercial & Marketing. Departamento de Compras

Estrutura da ERI. Administração. Direção Geral. Qualidade, Ambiente e Segurança. Comercial & Marketing. Departamento de Compras At tud p rm t! ERI Engenharia SA A ERI Engenharia S.A. é uma empresa que está no mercado desde 1995. A nossa estratégia de actuação pauta-se pela flexibilidade e ajustamento face às necessidades e exigências

Leia mais

Polis Litoral Norte CONCURSO PARA A ELABORAÇÃO DO PROJECTO DE REQUALIFICAÇÃO DA FRENTE RIBEIRINHA DE VIANA DO CASTELO - NÚCLEO DO CABEDELO

Polis Litoral Norte CONCURSO PARA A ELABORAÇÃO DO PROJECTO DE REQUALIFICAÇÃO DA FRENTE RIBEIRINHA DE VIANA DO CASTELO - NÚCLEO DO CABEDELO Polis Litoral Norte CONCURSO PARA A ELABORAÇÃO DO PROJECTO DE REQUALIFICAÇÃO DA FRENTE RIBEIRINHA DE VIANA DO CASTELO - NÚCLEO DO CABEDELO SÍNTESE METODOLÓGICA Polis Litoral Norte CONCURSO PARA A ELABORAÇÃO

Leia mais

Requalificação da Frente Ribeirinha do Concelho de Vila Franca de Xira Polis & Polis XXI

Requalificação da Frente Ribeirinha do Concelho de Vila Franca de Xira Polis & Polis XXI Requalificação da Frente Ribeirinha do Concelho de Vila Franca de Xira Polis & Polis XXI Luís Matas de Sousa Director do Projecto de Requalificação Urbana da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira Área

Leia mais

EDIFÍCIO LUBANGO CENTER

EDIFÍCIO LUBANGO CENTER : 1 piso : 4 pisos : 5 pisos Descrição do Projeto O Edifício Lubango Center está localizado no centro da cidade do Lubango, perto da Sé, na esquina da Avenida 14 de Agosto com a Rua Patrice Lumunba. Projetado

Leia mais

Hidráulica e Ambiente

Hidráulica e Ambiente Hidráulica e Ambiente Abastecimento de Água 1./ Obras da Rede de Distribuição de Lisboa Coordenação de Segurança, Saúde e Ambiente - 1996 - Cliente: EPAL, SA Ano: 2011 Valor: --- 2./ Estudo de actualização

Leia mais

AHE SIMPLÍCIO QUEDA ÚNICA* Luiz Antônio Buonomo de PINHO Gerente / Engenheiro Civil Furnas Centrais Elétricas S. A.

AHE SIMPLÍCIO QUEDA ÚNICA* Luiz Antônio Buonomo de PINHO Gerente / Engenheiro Civil Furnas Centrais Elétricas S. A. AHE SIMPLÍCIO QUEDA ÚNICA* Luiz Antônio Buonomo de PINHO Gerente / Engenheiro Civil Furnas Centrais Elétricas S. A. Rogério Sales GÓZ Gerente / Engenheiro Civil Furnas Centrais Elétricas S. A. Brasil RESUMO

Leia mais

ÍNDICE PERFIL MERCADOS ONDE A A400 ESTÁ PRESENTE VOLUME DE NEGÓCIOS CERTIFICAÇÕES PROJECTOS DE REFERÊNCIA CONTACTOS

ÍNDICE PERFIL MERCADOS ONDE A A400 ESTÁ PRESENTE VOLUME DE NEGÓCIOS CERTIFICAÇÕES PROJECTOS DE REFERÊNCIA CONTACTOS DOSSIER DE IMPRENSA ÍNDICE 1 PERFIL - A Empresa - Os Colaboradores - Os serviços 2 MERCADOS ONDE A A400 ESTÁ PRESENTE - A Internacionalização VOLUME DE NEGÓCIOS 4 CERTIFICAÇÕES 5 PROJECTOS DE REFERÊNCIA

Leia mais

www.h3p.pt Um parceiro para o Desenvolvimento de Angola

www.h3p.pt Um parceiro para o Desenvolvimento de Angola www.h3p.pt Um parceiro para o Desenvolvimento de Angola A H3P, UM PARCEIRO PARA O DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA APRESENTAÇÃO A h3p, Engenharia e Gestão, S.A., é uma empresa de direito angolana, constituída

Leia mais

NORMAS TÉCNICAS PARA OS SISTEMAS DE DEPOSIÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS EM EDIFICAÇÕES NO CONCELHO DO PORTO

NORMAS TÉCNICAS PARA OS SISTEMAS DE DEPOSIÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS EM EDIFICAÇÕES NO CONCELHO DO PORTO 1. Disposições gerais 1.1. De acordo com o Art.º 12 do Regulamento Municipal de Resíduos Sólidos Urbanos e Limpeza Pública, publicado no Diário da República de 17 de Setembro de 1999 e no Edital Camarário

Leia mais

Centrais Elevatórias de Efluentes

Centrais Elevatórias de Efluentes Centrais Elevatórias de Efluentes Série Ambibox A P L I C A Ç Õ E S Elevação para a rede pública de colectores Indústria Povoações Loteamentos habitacionais Parques de Campismo Garagens Caves, etc... C

Leia mais

BAIRRO DA PALMEIRA. Dossier de imprensa 2.ª FASE DA REABILITAÇÃO. Continuar a investir nas pessoas IHM INVESTIMENTOS HABITACIONAIS DA MADEIRA, EPERAM

BAIRRO DA PALMEIRA. Dossier de imprensa 2.ª FASE DA REABILITAÇÃO. Continuar a investir nas pessoas IHM INVESTIMENTOS HABITACIONAIS DA MADEIRA, EPERAM Dossier de imprensa CARACTERIZAÇÃO O Bairro da Palmeira, construído no início da década de 80 para resolver situações de gravíssima carência habitacional de famílias do centro de Câmara de Lobos, sobretudo

Leia mais

Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas Departamento de Engenharia Civil CIV 640 Saneamento Urbano

Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas Departamento de Engenharia Civil CIV 640 Saneamento Urbano Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas Departamento de Engenharia Civil CIV 640 Saneamento Urbano Reservatórios e Redes de Distribuição de Água Universidade Federal de Ouro Preto Escola de

Leia mais

01 MEMÓRIA DESCRITIVA E JUSTIFICATIVA DUPLICAÇÃO DA CIRCULAR URBANA - 3ª FASE

01 MEMÓRIA DESCRITIVA E JUSTIFICATIVA DUPLICAÇÃO DA CIRCULAR URBANA - 3ª FASE 01 MEMÓRIA DESCRITIVA E JUSTIFICATIVA DUPLICAÇÃO DA CIRCULAR URBANA - 3ª FASE 1. Considerações Gerais O estudo que se apresenta respeita à 3ª fase da duplicação da circular urbana e tem como principal

Leia mais

DIÁLOGO LATINOAMERICANO SOBRE LAS MEJORES PRÁCTICAS EN EL DESARROLLO DE GRANDES CENTRALES HIDROELÉCTRICAS. Carlos Nadalutti Filho

DIÁLOGO LATINOAMERICANO SOBRE LAS MEJORES PRÁCTICAS EN EL DESARROLLO DE GRANDES CENTRALES HIDROELÉCTRICAS. Carlos Nadalutti Filho DIÁLOGO LATINOAMERICANO SOBRE LAS MEJORES PRÁCTICAS EN EL DESARROLLO DE GRANDES CENTRALES HIDROELÉCTRICAS 22.11.2011 - Tucuruí,, Brasil Carlos Nadalutti Filho APROVEITAMENTO HIDROELÉCTRICO DE CAPANDA Início:

Leia mais

PLANEAMENTO URBANO ARQUITECTURA ENGENHARIA AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA FORMAÇÃO GESTÃO E DIRECÇÃO DE OBRA FISCALIZAÇÃO DE OBRA

PLANEAMENTO URBANO ARQUITECTURA ENGENHARIA AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA FORMAÇÃO GESTÃO E DIRECÇÃO DE OBRA FISCALIZAÇÃO DE OBRA PLANEAMENTO URBANO ARQUITECTURA ENGENHARIA AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA FORMAÇÃO GESTÃO E DIRECÇÃO DE OBRA FISCALIZAÇÃO DE OBRA PERFIL A EXECUATUR é uma estrutura técnica de fornecimento de serviços nos domínios

Leia mais

Concurso Público de Concepção para a Elaboração do Projecto do Terminal de Cruzeiros de Lisboa

Concurso Público de Concepção para a Elaboração do Projecto do Terminal de Cruzeiros de Lisboa Concurso Público de Concepção para a Elaboração do Projecto do Terminal de Cruzeiros de Lisboa Breve descrição do projecto Constituem-se como objectivos estratégicos do projecto do Terminal de Cruzeiros

Leia mais

Conceito de intervenção a hierarquização e estruturação do corredor cultural entre Chaves e Vila Real

Conceito de intervenção a hierarquização e estruturação do corredor cultural entre Chaves e Vila Real Conceito de intervenção a hierarquização e estruturação do corredor cultural entre Chaves e Vila Real A referenciação dos percursos como componentes da estrutura edificada (in Magalhães, Manuela; Arquitectura

Leia mais

Custos Totais de Implantação do Empreendimento PLANILHA 01 AEROPORTO

Custos Totais de Implantação do Empreendimento PLANILHA 01 AEROPORTO Custos Totais de Implantação do PLANILHA 01 AEROPORTO 1. Custo de aquisição do terreno, reassentamentos (com toda infraestrutura) e outras ações de caráter indenizatório. 2. Estudos ambientais 3. Projetos

Leia mais

APROVEITAMENTO DA ÁGUA DA CHUVA EM EDIFICAÇÕES

APROVEITAMENTO DA ÁGUA DA CHUVA EM EDIFICAÇÕES APROVEITAMENTO DA ÁGUA DA CHUVA EM EDIFICAÇÕES Elisabete Peres Bertolo Engenheira Civil Mestre em Engenharia do Ambiente Aproveitamento da água das chuvas numa casa australiana (Apostolidis, 2003). Museu

Leia mais

Rio Catucá (Barragem de Botafogo), Cumbe, Pilão, Tabatinga, Conga, Arataca/Jardim e ainda os Rios Pitanga e Utinga.

Rio Catucá (Barragem de Botafogo), Cumbe, Pilão, Tabatinga, Conga, Arataca/Jardim e ainda os Rios Pitanga e Utinga. SISTEMA BOTAFOGO INÍCIO DE OPERAÇÃO DO SISTEMA: 1986 (1ª etapa) UNIVERSO DE ATENDIMENTO: Produz, aproximadamente, 17% do volume distribuído na Região Metropolitana do Recife, abrangendo Igarassu (parcialmente),

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA COMPANY PRESENTATION

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA COMPANY PRESENTATION APRESENTAÇÃO DA EMPRESA COMPANY PRESENTATION CENORVIA Consultores de Engenharia, é uma parceria das empresas CENOR Consultores S.A. e NORVIA Consultores de Engenharia S.A.. O projeto CENORVIA tem como

Leia mais

RENTABILIDADE CONFIANÇA DINÂMICA FLEXIBILIDADE / INTELIGÊNCIA. www.tpfplanege.com. www.tpf.eu

RENTABILIDADE CONFIANÇA DINÂMICA FLEXIBILIDADE / INTELIGÊNCIA. www.tpfplanege.com. www.tpf.eu 2015 RENTABILIDADE CONFIANÇA DINÂMICA FLEXIBILIDADE / INTELIGÊNCIA www.tpfplanege.com www.tpf.eu EXPO 98 - LISBOA AS ORIGENS ORIGENS E EVOLUÇÃO HISTÓRICA A origem das empresas que hoje formam a TPF Planege

Leia mais

ELECTRICIDADE DOS AÇORES, S.A. ANÚNCIO DE CONCURSO

ELECTRICIDADE DOS AÇORES, S.A. ANÚNCIO DE CONCURSO ELECTRICIDADE DOS AÇORES, S.A. ANÚNCIO DE CONCURSO SECÇÃO I: ENTIDADE ADJUDICANTE I.1) DESIGNAÇÃO, ENDEREÇOS E PONTOS DE CONTACTO Designação Oficial: ELECTRICIDADE DOS AÇORES, S.A. Endereço postal: RUA

Leia mais

Que políticas de transportes

Que políticas de transportes Que políticas de transportes 8º ciclo de seminários - Transportes e negócios J. Paulino Pereira (Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa) Professor Universitário e Consultor Aeroportos

Leia mais

RESUMO DAS OBRAS VISITADAS:

RESUMO DAS OBRAS VISITADAS: RESUMO DAS OBRAS VISITADAS: Bairro da Laje, freguesia de Porto Salvo: - Parque Urbano Fase IV Os Arranjos Exteriores do Parque Urbano Fase IV do bairro da Laje, inserem-se num vasto plano de reconversão

Leia mais

Bairro Ourives. Lotes A, B, C e D. Setembro de 2014

Bairro Ourives. Lotes A, B, C e D. Setembro de 2014 Bairro Ourives Lotes A, B, C e D Setembro de 2014 OBJETIVO Com o objetivo de dar continuidade às ações desenvolvidas no âmbito do PIPARU - Programa de Investimento Prioritário em Ações de Reabilitação

Leia mais

ALTA VELOCIDADE FERROVIÁRIA CONSULTA PÚBLICA NO ÂMBITO DO PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DE IMPACTE AMBIENTAL DO TROÇO LISBOA-ALENQUER (OTA)

ALTA VELOCIDADE FERROVIÁRIA CONSULTA PÚBLICA NO ÂMBITO DO PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DE IMPACTE AMBIENTAL DO TROÇO LISBOA-ALENQUER (OTA) ALTA VELOCIDADE FERROVIÁRIA CONSULTA PÚBLICA NO ÂMBITO DO PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DE IMPACTE AMBIENTAL DO TROÇO LISBOA-ALENQUER (OTA) Apreciação do Estudo de Impacto Ambiental e Apresentação de Soluções

Leia mais

O Projecto de Alta Velocidade em Portugal. Lisboa, 17 de Novembro de 2008

O Projecto de Alta Velocidade em Portugal. Lisboa, 17 de Novembro de 2008 O Projecto de Alta Velocidade em Portugal Lisboa, 17 de Novembro de 2008 Sinopse Histórica Sinopse Histórica Dez/2000 Criação da RAVE Jan/2001 Criação do AVEP Jun/2002 Início dos Estudos de Viabilidade

Leia mais

3.5 SANTOS DUMONT. Quanto ao sistema de esgotamento sanitário, sua operação e manutenção cabe a Prefeitura local, através da Secretaria de Obras.

3.5 SANTOS DUMONT. Quanto ao sistema de esgotamento sanitário, sua operação e manutenção cabe a Prefeitura local, através da Secretaria de Obras. Esta unidade compõe-se de três conjuntos moto-bombas idênticos, dos quais dois operam em paralelo, ficando o terceiro como unidade de reserva e/ou rodízio. Estão associados, cada um, a um motor elétrico

Leia mais

IGA Investimentos e Gestão da Água, S.A.

IGA Investimentos e Gestão da Água, S.A. Levantamento e Cadastro de Infra-estruturas associadas aos Sistemas de Abastecimento de Água e de Tratamento e Drenagem de Águas Residuais e Pluviais Ricardo Freitas 3 Objectivos Elaboração do cadastro

Leia mais

FICHA TÉCNICA DA HABITAÇÃO

FICHA TÉCNICA DA HABITAÇÃO FICHA TÉCNICA DA HABITAÇÃO provisória definitiva 1. Prédio urbano / fracção autónoma Morada Código Postal - Inscrito na matriz predial da freguesia de art.º n.º Registado na Conservatória do Registo Predial

Leia mais

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL PROJETO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Autores: Claudio Libeskind, Sandra Llovet, Mario Lotfi, David Ruscalleda Nesta cidade, feita de sucessivas adições, de fragmentos, o projeto sobrepõe outros, criando

Leia mais

TIPOS PRINCIPAIS DE EMPREENDIMENTOS A PROJECTAR Edifícios habitações, escritórios, industriais, hotelaria, escolares, hospitalares, comerciais, etc.

TIPOS PRINCIPAIS DE EMPREENDIMENTOS A PROJECTAR Edifícios habitações, escritórios, industriais, hotelaria, escolares, hospitalares, comerciais, etc. Hipólito de Sousa, 2004 1 TIPOS PRINCIPAIS DE EMPREENDIMENTOS A PROJECTAR Edifícios habitações, escritórios, industriais, hotelaria, escolares, hospitalares, comerciais, etc. Instalações e equipamentos

Leia mais

A Sustentabilidade nos Projectos de Reabilitação de Edifícios

A Sustentabilidade nos Projectos de Reabilitação de Edifícios ENEC 2011 Encontro Nacional de Engenharia Civil A Sustentabilidade nos Projectos de Reabilitação de Edifícios João Appleton 21 de Maio de 2011 A sustentabilidade corresponde a um conceito recente que,

Leia mais

PLANO DE PORMENOR DA HERDADE DO PINHAL

PLANO DE PORMENOR DA HERDADE DO PINHAL CÂMARA MUNICIPAL DE ALCÁCER DO SAL PLANO DE PORMENOR DA HERDADE DO PINHAL REGULAMENTO JULHO 2009 ÍND ICE CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS... 1 Artigo 1º Objecto e âmbito territorial... 1 Artigo 2º Objectivos...

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E ARQUITECTURA. VALÊNCIAS AMBIENTAIS EM ENGENHARIA (VAE) Mestrado Integrado em Engª do Ambiente

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E ARQUITECTURA. VALÊNCIAS AMBIENTAIS EM ENGENHARIA (VAE) Mestrado Integrado em Engª do Ambiente DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E ARQUITECTURA VALÊNCIAS AMBIENTAIS EM ENGENHARIA (VAE) Mestrado Integrado em Engª do Ambiente SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO José Saldanha Matos (DECivil)

Leia mais

INSTALAÇÕES HIDRAULICAS, REDE DE AGUA E ESGOTOS

INSTALAÇÕES HIDRAULICAS, REDE DE AGUA E ESGOTOS INSTALAÇÕES HIDRAULICAS, REDE DE AGUA E ESGOTOS Obras executadas: Conduta de abastecimento de água em aço inox AISI 316 DN114x2 na instalação do sistema de bombagem para a rede de rega do Novo Estádio

Leia mais

REABILITAÇÃO URBANA E AMBIENTAL MAIO 2015

REABILITAÇÃO URBANA E AMBIENTAL MAIO 2015 REABILITAÇÃO URBANA E AMBIENTAL MAIO 2015 BAIADOTEJO,SA Empresa do Sector Empresarial do Estado Português, criada em 2009 Incorporação, por fusão, da SNESGES Administração e Gestão de Imóveis e Prestação

Leia mais

Chama-se a atenção que a contagem do prazo a que se refere o n.º 1 do artigo 23.º do Decreto-Lei n.º 73/2009 de 31 de Março, só se inicia a partir da

Chama-se a atenção que a contagem do prazo a que se refere o n.º 1 do artigo 23.º do Decreto-Lei n.º 73/2009 de 31 de Março, só se inicia a partir da a) OBRAS COM FINALIDADE AGRÍCOLA, QUANDO INTEGRADAS NA GESTÃO DAS EXPLORAÇÕES LIGADAS À ATIVIDADE AGRÍCOLA, NOMEADAMENTE, OBRAS DE EDIFICAÇÃO, OBRAS HIDRÁULICAS, VIAS DE ACESSO, ATERROS E ESCAVAÇÕES, E

Leia mais

Apresentação institucional

Apresentação institucional Apresentação institucional QUEM SOMOS HOJE? A Sotecnisol é uma empresa portuguesa que opera de uma forma consistente nos setores da: construção, ambiente e energia. Com presença física estável no mercado

Leia mais