Relatório Cobertura. Inovação. Grandes riscos. Setor de seguros já sente os impactos do desabastecimento de água

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório Cobertura. Inovação. Grandes riscos. Setor de seguros já sente os impactos do desabastecimento de água"

Transcrição

1 Setor de seguros já sente os impactos do desabastecimento de água Relatório Cobertura Corrupção: como o setor de seguros pode mitigar riscos Inovação Investimentos da Autoglass focam melhorias para atendimento a clientes e parceiros Grandes riscos Starr International Seguros foca em grandes riscos e pretende se tornar uma boutique corporativa, segundo o CEO da companhia, Henry Arima

2 2 revista cobertura marco2015

3 destaques Especial Relatório Cobertura Corrupção: uma prática mundial que extrapola continentes Entrevista Efeito em cadeia 06 Starr International Seguros: seguradora investe para se tornar boutique corporativa Desabastecimento de água reflete no setor e estimula maior gestão de riscos Inovação em tecnologia Autoglass investe em tecnologia para atendimento a clientes e parceiros Iris Vinha Acidentes de transporte terrestre no Brasil: tendências gerais e riscos de morbidade e mortalidade entre os usuários de automóveis e motocicletas Soluções e demandas Liberty Seguros: tecnologia se traduz em eficiência operacional e inovação ainda nesta edição Acervo Cobertura 05 Acacio Queiroz 10 Mudanças climáticas afetam o mercado segurador Hélio Loreno 12 Em tempos de crise, seja criativo 22 Ponto de vista 28 IconeSeg: assessoria virtual para corretores André Santos 29 Cliente na Web: você está preparado para ele? Corretagem em destaque Sergio Barroso de Mello Seguro D&O e custos de defesa 14 ICSS 30 Pessimismo em fevereiro 34 Trevizan e Associados Corretora de Seguros: 53 anos de corretagem e grandes aprendizados Responsabilidade Social 24 AIG: Rúgbi e sua função social e ética com os jovens Executivos & Cia 32 marco2015 revista cobertura 3

4 Reflexos de uma crise Edição 160 Março l 2015 Ano XXIII Fase 1-86 edições formato jornal Fase edições formato revista A consolidada crise de abastecimento de água já causa reflexos em diversos setores da economia, inclusive no de seguros. Ainda que as notícias recentes indiquem perspectivas de retomada de estabilidade em reservatórios como o Cantareira, responsável por abastecer a região metropolitana de São Paulo, é necessário que o mercado segurador adote iniciativas de proteção contra os danos causados pela crise. Nessa edição, trazemos uma reportagem sobre os principais impactos da escassez de água para o setor de seguros. Ramos como agrícola e patrimonial deverão elevar a sinistralidade, mas, em contrapartida, a crise também revela oportunidades de negócios para esses segmentos e para os seguros de crédito, por exemplo. Outro tema em voga no País e abordado pelo Relatório Cobertura, a corrupção representa um risco que exige cada vez mais especialização do mercado para ser gerido. Para lidar com essa inconveniente realidade, seguradoras e corretoras têm investido em qualificação e aprimoramento para seus colaboradores em áreas como compliance. O CEO da Starr International, Henry Arima, compartilha alguns projetos para que a seguradora, que inicialmente foca a atuação nas linhas de negócios acidentes pessoais (vida em grupo e travel) e marine, se consolide no mercado brasileiro como uma boutique corporativa. Na seção Corretagem em Destaque, Miguel Roberto Soares Silva, da Trevizan e Associados Corretora de Seguros, relata aprendizados adquiridos em seus 53 anos de corretagem. Em Soluções & Demandas, nossa seção de tecnologia, trazemos alguns projetos implantados pela Liberty Seguros para facilitar o trabalho do corretor, entre eles, o atendimento via Skype. Na seção Ponto de Vista, o sócio-diretor da IconeSeg, Marcus Vinicius, comenta sobre o aplicativo desenvolvido pela empresa para que o corretor tenha acesso fácil e ágil a diversas informações sobre produtos e serviços de seguros. Boa leitura! Equipe Cobertura Paulo Akio Kato Editor Executivo e Diretor Comercial Conselho Editorial: Carol Rodrigues Editora - Mtb Camila Alcova Redação Karin Fuchs Tany Souza Repórter Thaís Tagliatella Barros Projeto Gráfi co Diagramação Luciano Brandão Atendimento ao leitor Laryssa Carreiro Web online Curta nas redes sociais e receba nosso conteúdo Aline Martins Estagiária Fotografia Antranik e Agência Imagem Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam, portanto, a opinião desta publicação. A marca Cobertura - Mercado de Seguros está registrada no INPI conforme Pedido Número Uma publicação da Cobertura Editora Ltda (24 anos de informações e prestação de serviço) Rua Cons. Crispiniano, a - cj.121 São Paulo - Capital CEP Fone (11) revista cobertura marco2015

5 acervo cobertura Revista Cobertura Maio de 2002 Maior seleção para resseguros Política restritiva do mercado externo para resseguros é destaque na 20ª edição da Revista Cobertura Os leitores podem conferir as notícias da época na íntegra no Acervo Digital da Cobertura disponível em arquivos/hotsite Aedição 20 da Revista Cobertura trouxe uma matéria sobre a Circular 8, que trata do Procedimento Especial de Negociação de Facultativos. Na ocasião, Vandro Ferraz, gerente da área de estratégia do IRB Brasil Re, enfatizou que a partir do atentado de 11 de Setembro de 2001, o mercado externo adotou uma política mais restritiva para a aceitação de riscos. A matéria também destacou que as capacidades foram reduzidas, o que demandou a necessidade de mais parcerias para a colocação de resseguros. Houve também a exigência de maior volume de informações e em níveis mais detalhados sobre os riscos. A realização do 10 Prêmio ANSP 2002, realizado pela Academia Nacional de Seguros e Previdência (ANSP), reuniu cerca de 900 pessoas, em São Paulo, e homenageou cases apresentados por empresas do setor. Outro destaque da edição foi a Jornada de Atualização Técnica, promovida pela APTS, que abordou temas como VGBL, PGBL, previdência, vida individual resgatável, DPVAT, além de seguro de automóvel e multirriscos. A eleição de Paulo Meimberg para a presidência do CVG-SP também foi retratada na edição 20 da Revista Cobertura. Reprodução da capa da 20ª edição da Revista Cobertura (maio de 2002) e 106ª publicação Cobertura marco2015 revista cobertura 5

6 Starr International Seguros Henry Arima Po Karin Fuchs Inicialmente com duas linhas de negócios, acidentes pessoais e marine, a Starr International Seguros se posiciona com diferenciais no mercado e foca em grandes riscos Henry Arima CEO da Starr International No ano de 2013, a Starr International Seguros S.A. teve aprovação da Susep para operar no Brasil. E neste ano, mais precisamente no dia 16 de janeiro, o órgão também autorizou a operação da radora admitida no ressegucompanhia já atuava por meio de seu braço ressegurador, no sindicato do Lloyd s. No Brasil, a seguradora começa com duas linhas de negócios: acidentes pessoais (vida em grupo e travel) e marine, no segmento de transportes. Optamos por iniciar com estas duas linhas, pois a Starr quer se tornar uma boutique corporativa, destaca Henry Arima, CEO da Starr International Seguros S.A. E know how não fal- ta. Há quatro anos, País, a Starr Insurance & Reinsurance Limited. A operação brasileira em seguros é porta de entrada para a América Latina, onde a o grupo mundial adquiriu a Assist Card. Uma empresa pioneira em seguro viagem e assistência. Hoje, a Starr faz toda a parte de seguro para ela e, mesmo com a aquisição, são duas empresas independentes que têm gestões próprias, explica. Inclusive, além de uma experiência de 18 anos no mercado de seguros e resseguros, Arima foi quem fez a startup da Travel no Brasil. Agora, eu estou fazendo o startup da Starr, diz o executivo, responsável pela operação no País. Com foco em grandes riscos, ele conta que o objetivo da seguradora não é atuar apenas no segmento de infraestrutura, mas também junto a empresas multinacionais clientes globais da Starr, além de outras que estão no target da seguradora e que vão continuar a investir no Brasil. Em termos de linha de negócios, devemos atuar em grandes riscos nas áreas de construção, energy, petróleo, com seguros de RC geral, vida em grupo, AP coletivo e travel, acrescenta. Também está previsto no portfólio o garantia estendida. Seguro que tem uma grande participação nos negócios do grupo mundial e que também devemos ter uma parcela significativa no Brasil. Estamos avaliando as oportunidades. 6 revista cobertura marco2015

7 Starr International Seguros Henry Arima Estrutura e parceiros Com sede na capital paulista, durante o período de aprovação da Susep, a seguradora se preparou para estar plenamente operante. A empresa chegou ao Brasil em 2012 e até 2013 focamos em produtos, na montagem do backoffice, operações e sistemas (trazidos da casa matriz) que demandaram e demandam tempo, pois cada linha de negócio tem suas peculiaridades. A equipe da Starr é enxuta, conta com sete profissionais, quadro que deve ser ampliado. Neste momento estamos nos reestruturando e contratando. Mas a ideia é que a equipe seja composta por até 14 pessoas, pois queremos ser uma boutique, diz. E para tanto, o principal canal de distribuição da Starr são os corretores corporates, grandes corretoras nacionais e internacionais. Pois o nosso foco são contas corporativas e o grande diferencial é que o DNA da Starr é em grandes riscos. Nós temos uma expertise de pessoas na casa matriz que buscam nichos dentro de grandes riscos, gostam de fazer essa associação, e prestam esta assessoria para as operações locais. Hoje são poucos especialistas no mercado com esse foco, comenta. Também faz parte dos planos parcerias com as assessorias. Em outros países, a Starr trabalha com o conceito de Manager at Generis, que se traduz em assessoria para a nossa realidade. Estamos estudando fazer parceria com as que tenham no Brasil expertise em grandes riscos, antecipa. Chile. A expansão internacional é recente e futuramente esperamos ter operações em vários países da América Latina. Inicialmente, a brasileira tem como foco atender o mercado local. A minha responsabilidade é Brasil, especifica Arima. E o executivo traça um panorama do mercado atual. Eu vejo 2015 como um ano que terá oportunidades. Mas este momento é de olharmos os ajustes que estão sendo feitos pelo governo. Qualquer grande obra de infraestrutura deve acontecer mais para o segundo semestre e, a partir de 2016, teremos anos melhores. O potencial para o mercado de seguros é grande, em comparação à sua participação atual no PIB, diz. Grupo mundial Quase centenária, a Starr Companies Global Insurance & Investiments foi fundada em 1919, em Xangai, na China, pelo americano Cornelius Vander Starr. No ano de 1943, adquiriu a Starr International no Panamá, atualmente holding de todas as operações internacionais, com mais de 38 escritórios no mundo. É uma empresa em que o nosso líder é Maurice Hank Greenberg, uma lenda do seguro, que por mais de 50 anos esteve à frente da AIG, e desde 2008 está na Starr. Ele tem como meta fazer da Starr uma empresa globalizada e reconhecida em grandes riscos. O core business da Starr é em seguros, mas ela tem um braço de investimentos, especifica Arima. E no contexto de globalização, o executivo fala sobre a troca de know how. Há uma área da Starr sempre atenta, buscando desenvolver novos Em termos de linha de negócios, devemos atuar em grandes riscos nas áreas de construção, energy, petróleo, com seguros de RC geral, vida em grupo, AP coletivo e travel produtos e nós estamos estudando de que maneira eles podem chegar ao Brasil de forma diferenciada em algumas linhas. Têm muitas coisas que podemos compartilhar com a matriz e as nossas diferenças. No Brasil não há produto de prateleira, padronizado como os americanos gostam de trabalhar. Aqui, tem de ser customizado, atendendo as necessidades específicas de cada cliente, o que é um diferencial para trabalharmos com as multinacionais brasileiras, conclui. Metas Sem especificar percentuais, Arima diz que as metas no País são arrojadas e que, por enquanto, a estratégia é de crescimento orgânico. No ano passado, participamos de dois processos de aquisições que não foram adiante, pois não estavam dentro da política estratégica da empresa. Não descartamos aquisições futuras, mas, por enquanto, o objetivo é um crescimento orgânico. Já no mercado latino-americano, o executivo informa que há um pedido de licença para uma operação de resseguro na Argentina e que estão a um passo de fazer uma aquisição no marco2015 revista cobertura 7

8 negócios & empresas Agende-se para a 15 de abril Conferência de Seguro de Vida ( Life Insurance Conference - Innovation to Opportunity) Organização LIMRA Local Crystal Gateway Marriott, Arlington, Virginia USA Informações 14 e 15 de abril 4º Encontro de Resseguro do RJ Organização CNseg Local Hotel Sofitel, Copacabana Rio de Janeiro Informações: 11 a 13 de maio LOMA Financial Inforum 2015 Organização LOMA Local Hyatt Regency Baltimore; Baltimore, MD Informações 27 de maio 7ª Conferência Internacional de Seguros (7th International Insurance Conference) Organização Insurance Europe Local Luxemburgo Informações 14 a 17 de junho Seminário Anual IIS ( IIS 51st Annual Seminar) Organização Internacional Insurance Society Local Waldorf Astoria Hotel, Park Avenue, 301. New York,USA. Informações seminars/iis-seminars 17 a 20 de agosto CONARH ABRH º Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas Organização ABHR Local Transamerica Expo Center São Paulo SP Informações 15 de setembro 7º Conseguro Organização CNseg Local WTC World Trade Center - São Paulo Informações 08 a 10 de outubro 19º Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros Organização Fenacor Local Centro de Convenções do Rafain Palace Hotel Avenida Olímpio Rafagnin, 2357 Foz do Iguaçu - PR Informações 23 de novembro XVIII Prêmio Cobertura Organização Revista Cobertura Local Casa Petra, SP Informações Tokio Marine projeta aumentar produção no Brasil em mais de 50% até 2017 A Tokio Marine Seguradora projeta elevar o seu faturamento para além de R$ 5 bilhões nos próximos três anos, superando em mais de 50% os R$ 3,24 bilhões registrados em A meta ambiciosa faz parte do Plano Avançar. O anúncio acontece no momento em que a empresa comemora a conclusão antecipada do Plano Vencer, lançado em Novo limite para contratação de seguro residencial A SulAmérica ampliou de R$ 2,5 milhões para R$ 10 milhões o limite para contratação das coberturas básicas dos seguros residenciais. O aumento de 300% em relação ao último valor estabelecido pela companhia em março de 2014 oferece mais autonomia para a cotação direta de seguros por meio do cotador on-line disponibilizado pela companhia a todos os corretores parceiros. O mercado tem trabalhado para Allianz Auto oferece 20 dias de carro reserva Os produtos Auto Individual e Auto Frota da Allianz Seguros passaram a contar com a disponibilidade de carro reserva, com ar-condicionado, por até 20 dias. Com essa novidade, esperamos proporcionar todo conforto e comodidade que os nossos segurados precisam, principalmente Errata 2011, que previa dobrar o faturamento de R$ 1,6 bilhão até Conseguimos, já no ano passado, alcançar a produção que estava prevista para Agora, estamos focados no desafio de ultrapassar os R$ 5 bilhões nesse novo planejamento estratégico de 2015 a 2017, afirma o presidente da Tokio Marine, José Adalberto Ferrara (foto). aumentar este limite e atender com mais agilidade os corretores. E essa mudança no processo de contratação de imóveis com valores superiores impactará positivamente os clientes, simplificando o processo operacional da companhia e reduzindo o prazo de retorno das cotações, além de permitir que os corretores acessem com mais facilidade uma nova camada de potenciais clientes, afirma o diretor de Auto e Massificados, Eduardo Dal Ri (foto). em situações imprevisíveis como o sinistro de um veículo. A extensão do período de uso do carro reserva reforça o nosso compromisso em oferecer os melhores serviços do mercado, afirma Pedro Pimenta (foto), Diretor Executivo de Automóveis da Allianz Seguros. Diferentemente do que foi publicado na matéria Tendências 2015 (edição 159/fevereiro), a Chubb Seguros não criou a Escola Nacional de Seguros, mas sim, é responsável pelo projeto Escola de Negócios. 8 revista cobertura marco2015

9 marco2015 revista cobertura 9

10 negócios & empresas OpenTech amplia capilaridade com dois novos canais Dando continuidade ao seu projeto de ampliar a representação nos principais mercados do país por meio de canais especializados, a OpenTech fechou parceria com duas empresas do setor de tecnologia. A Sensus, de Joinville (SC), e a Foco Tecnologia, de São Luiz (MA), somam-se aos atuais representantes Venda de consórcio se torna opção viável para corretores Segundo estimativas do Embracon, empresa especializada em consórcio, o número de corretoras que procuraram a empresa para também oferecer aos seus clientes a opção de vendas de cotas cresceu consideravelmente. Com a conjuntura econômica atual o setor de consórcios tende a manter um crescimento acima do PIB em em Santa Catarina, Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. A gestora de Canais, Andreia Gutknecht (foto), informa que mais quatro canais estão em fase de fechamento ainda no primeiro trimestre de Com isso, teremos praticamente todos os mercados do Brasil atendidos. 2015, o que tem despertado muito o interesse de corretores que podem aumentar seus ganhos, com comissionamento que varia de 3 a 4%, ou seja, se ele vender, por exemplo, R$ 500 mil em crédito de consórcio no mês, terá um ganho mensal médio de R$ 15 mil reais, afirma Gabriel Savian (foto), executivo comercial do Embracon. Seguro para populares custa até 21% do valor do automóvel Além do IPVA e manutenção, o seguro pode custar até 21% do valor do veículo, conforme levantamento da BemMaisSeguro.com, que comparou o preço do serviço com os valores dos cinco carros mais acessíveis do mercado brasileiro, com base no perfil de um condutor de 20 anos. O Fiat Palio conta com a proteção mais cara. De acordo com a análise, o motorista que adquirir o veículo zero deve se preparar para desembolsar uma média de R$ por ano, cerca de 21% do seu valor. Liberty Seguros: facilidades aos corretores A Liberty Seguros tem investido cada vez mais nos seus canais de vendas, o que incluem concessionários e 13 mil corretores parceiros em todo o País. Recentemente, implementou uma nova ferramenta de CRM e, conforme Patricia Chacon (foto), diretora de Marketing da companhia, fomos a primeira seguradora a utilizar o Skype para o atendimento aos corretores. A nossa estratégia é trabalharmos cada vez mais próximos a eles e de forma mais fácil, afirma. Com foco nos clientes, a estratégia da Liberty Seguros é melhorar o mix de produtos e a precificação, bem como adotar programas que promovam melhorias no relacionamento com eles, com ferramentas e capacitação dos corretores. Em 2014, a companhia fechou o ano com um faturamento de R$ 2,6 bilhões e uma carteira de 1,3 milhão de segurados. Mudanças climáticas afetam o mercado segurador O Dia Mundial da Conscientização sobre Mudanças Climáticas, comemorado em 16/3, começa a se destacar diante da iminente crise hídrica e da consequente crise energética que se avizinha no Sudeste do Brasil. Neste momento de mudanças climáticas que afetam o dia a dia das pessoas, o setor de seguros precisa apresentar rápidas soluções para minimizar impactos na sua atividade econômica. Uma das primeiras ações para minimizar efeitos de uma crise ambiental é recorrer à experiência internacional ao enfrentar situações em que a natureza provocou catástrofes para servir de inspiração na orientação aos clientes. As seguradoras também devem ofertar novos produtos ou coberturas que assegurem a proteção dos clientes, dando a tranquilidade necessária para seu negócio ou para a segurança de sua família. Outra ação, por exemplo, é alertar os clientes de que o sistema de prevenção de incêndios baseado em sprinklers pode não ser eficaz se faltar água, entre outras atividades. As seguradoras têm um importante papel social de garantir a proteção, e de evitar danos maiores ao patrimônio ou à integridade das pessoas, ao atuar na prevenção. Acacio Queiroz - Chairman da Chubb do Brasil. Formado em Economia, pósgraduado em Finanças e com especialização em Business nos EUA, possui certificação no Programa de Desenvolvimento de Conselheiros pela Fundação Dom Cabral, é Conselheiro de Administração Certificado pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), autor do livro Minhas Bagagens e palestrante nas áreas de Economia, Liderança e Motivação. 10 revista cobertura marco2015

11 marco2015 revista cobertura 11

12 negócios & empresas NEXT Seisa inaugura primeira Unidade Multimagem da marca em Guarulhos A NEXT Seisa, primeira assistência médica de Guarulhos, inaugurou em fevereiro a primeira Unidade Multimagem NEXT Seisa no centro da cidade. O atendimento é exclusivo aos beneficiários do plano de saúde e será realizado por agendamento. A unidade oferece exames como teste ergométrico, MAPA, holter, eletrocardiograma, ecocardiograma, Fitch Ratings mantém rating da Bradesco Seguros A Bradesco Seguros teve seu rating mantido pela agência de classificação de riscos Fitch Ratings. O rating de Força Financeira Internacional da Bradesco Seguros foi mantido em A- e o rating nacional em AAA (bra), ambos com perspectiva estável. Segundo a Agência, a manutenção dos ratings de FFS do Grupo ergometria, densitometria óssea, mamografia e ultrassom. Projetamos essa unidade para que o beneficiário usufrua da comodidade de poder realizar mais de um procedimento no mesmo local, garantindo agilidade e evitando deslocamentos desnecessários, ressalta Heraldo Jesus (foto), diretor da NEXT Seisa. Segurador reflete a posição de liderança da Bradesco Seguros no mercado brasileiro, o desempenho consistente, a base de receita diversificada, a forte capacidade de distribuição apoiada pela ampla rede de Agências do Banco Bradesco e as proporções confortáveis de liquidez e capitalização. Encontro entre Aconseg-SP e Bradesco Seguros O presidente da Aconseg-SP, Jorge Teixeira Barbosa, e associados da entidade participaram de um encontro com líderes da Bradesco Seguros, em janeiro, na sede da seguradora, no Rio de Janeiro. Na ocasião, os executivos da companhia conduziram os representantes da Aconseg-SP em um tour pela seguradora. Além disso, foi apresentado o atual diretorgeral da Bradesco Auto RE, José Sérgio Bordin. Em tempos de crise, seja criativo! Esta é uma das frases que ouvimos, quando as previsões econômicas ruins passam a ser perceptíveis no dia a dia do nosso negócio. O País vive uma onda de notícias e previsões ruins para a economia e as expectativas são de um ano desafiador para todos, o que inclui a área de seguros. Não podemos sucumbir ao pessimismo e simplesmente entrar na onda da crise. É nesse momento que o empresário de sucesso Corretor de Seguros aparece e mostra todo o seu potencial, acreditando que é possível inovar e correr riscos buscando novos nichos e oportunidades de negócios. Nesse aspecto, o mercado de seguros de vida e previdência é favorável àqueles profissionais mais agressivos que acreditam e investem em estratégias comerciais eficazes. Isto envolve um planejamento e identificação de negócios que podem render frutos não só no curto prazo, mas também em um cenário mais adiante e de forma duradoura. Negócios criados a partir de sólidas bases, sejam com clientes, estipulantes e seguradoras, têm maior chance de atravessar os períodos de turbulência sem afetar os resultados para o corretor de seguros. E são estas oportunidades que o corretor de seguros deve saber identificar e trabalhar. Vamos seguir vendendo tranquilidade, com ou sem crise! Hélio Loreno - fundador e CEO da Classic Assessoria Vida e Previdência 12 revista cobertura marco2015

13 marco2015 revista cobertura 13

14 negócios & empresas Mapa do seguro de automóvel A Minuto Seguros apontou recentemente que a quantidade de veículos com seguro na frota circulante brasileira vem se mantendo estável, apresentando, desde 2006, percentuais que não ultrapassam 30%. Um dado curioso, pois no mesmo período, houve um aumento significativo tanto da renda média do brasileiro como do número total de empregos gerados, ou seja, um cenário positivo para o setor. A análise ainda revelou uma série de fatos interessantes, que merecem ser destacados. De acordo com Marcelo Blay, CEO da Minuto Seguros, há, de fato, uma grande diferença na quantidade de veículos segurados por Estado no Brasil. A Bahia, por exemplo, tem um número três vezes maior de carros com seguro do que Rondônia, afirmou. Por falar nos baianos, esses compram 20% mais seguros que a média nacional. Na contramão, aparecem os mineiros que compram 15% menos. Outro dado curioso do levantamento mostra que Estados mais ricos e/ou populosos, como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul, não encabeçam a lista e estão classificados em posições intrigantes: São Paulo aparece em 4 lugar; Rio de Janeiro em 6 ; Minas Gerais em 18 ; Paraná em 17 e Rio Grande do Sul em 13 lugar. Seguro D&O e custos de defesa Uma das características mais atraentes do Seguro RC na modalidade D&O é a cobertura para custos de defesa, incluindo honorários de advogado (dentro da razoabilidade de mercado), para valores a serem dispendidos pelo segurado em ações judiciais cíveis ou penais (investigações), processos administrativos ou procedimentos arbitrais, incluindo o âmbito tributário, trabalhista, falencial, previdenciário, consumerista, ambiental e concorrencial, nos quais seja incluído no polo passivo, tanto em decorrência de sua responsabilidade pessoal, solidária ou subsidiária, como em virtude de desconsideração da personalidade jurídica. Há regra muito comum, estabelecida na cláusula, através da qual para que os custos de defesa sejam cobertos pela seguradora, somente podem ser cobrados pelo segurado mediante prévio consentimento por escrito da seguradora. Já em relação à contratação dos advogados que atuarão na defesa dos interesses dos segurado, este pode escolhê-los livremente, mas a seguradora deve aprovar a contratação previamente, por escrito. O seguro D&O se caracteriza por representar segurança econômica ao patrimônio do segurado, na medida em que é acionado por atos de gestão, funcionando como útil e poderosa ferramenta nesse sentido, ao promover a antecipação de custos de defesa para processos que, muitas das vezes, redundam em resultado negativo quanto a participação dolosa do segurado no ato danoso reclamado por terceiros. Sergio Barroso de Mello - Pellon e Associados Advocacia 14 revista cobertura marco2015

15 Ameplan investe em campanha de vendas A Ameplan Assistência Médica Planejada lançou, no início deste ano, sua campanha de vendas para 2015 Como uma Onda no Mar. A campanha contemplará mais de 60 pessoas para uma viagem de cruzeiro marítimo em um navio cinco estrelas, all inclusive, que percorrerá a costa litorânea sudeste do Brasil. Em sua segunda versão, porém trazendo novidades e ampliando seu alcance, a campanha tem foco em todo o staff das corretoras de saúde envolvido na venda dos planos da Ameplan: empresários corretores, gerentes, supervisores, administrativos e corretores, inclusive terceirizados. A campanha foi apresentada em evento que reuniu em torno de 500 pessoas no Bovinu`s Paulista, em São Paulo. O objetivo principal da empresa é alavancar suas vendas em PME & Adesões e para isso valeuse da campanha como forma de incentivo para todos os envolvidos no processo da venda. Para alcançar maior visibilidade na campanha, foram utilizadas diversas peças de comunicação, dentre as quais banners, anúncios em revistas segmentadas, flyers e suportes de mesa. No total, mais de 5,5 mil peças foram elaboradas e distribuídas pela empresa. Além disso, durante o evento de lançamento, os presentes foram recebidos como se embarcassem em um navio, para que pudessem experimentar a sensação de um cruzeiro. Duran- te toda a noite, diretores e gerentes da Ameplan, usaram quepes e jargões de marinheiros em suas apresentações. Claro que existiu toda uma brincadeira, mas o objetivo era chamar a atenção de todos os presentes, levá-los a terem a sensação do embarque e a visualizar o prêmio, explica Laureci Zeviani, diretor comercial da Ameplan. O investimento em comunicação mercadológica da Ameplan já fazia parte de seu cronograma de ações para 2015, por acreditar na fórmula do marketing de promoção e vendas. Acredito muito no formato do marketing de promoção de vendas para acelerar as vendas de um produto ou de um serviço. Nossas ações consistem em um conjunto diversificado de incentivos a curto, médio e longo prazo, que visa estimular o aumento das vendas e, claro, alcançarmos nossa meta comercial para 2015, finaliza Laureci. negócios & empresas Nova lei autoriza investimento estrangeiro na oferta de serviços à saúde Os players globais e os operadores de serviços de saúde no Brasil comemoram as alterações na lei brasileira que abriram o mercado para o investimento estrangeiro. A Lei nº /2015 autorizou a participação direta e indireta de capital estrangeiro nesse segmento, vedado desde a promulgação da Constituição de Segundo a nova norma, investidores estrangeiros estão autorizados a investir em empresas que prestam assistência à saúde, como: hospitais gerais ou especializados, clínica geral e especializada, serviços de atendimento de empresas, laboratórios de diagnóstico e atendimento filantrópico. Amil Dental de cara nova A Amil Dental lançou sua nova marca, que já pode ser conferida no site com.br. Entre as principais mudanças está a substituição da cor verde pela azul, que, além de propor uma associação mais direta com a marca Amil, visa transmitir simplicidade, modernidade e leveza. Em abril, a Amil Dental veiculará sua primeira campanha publicitária do ano, voltada para os mercados do Rio de Janeiro e de São Paulo. marco2015 revista cobertura 15

16 catástrofes brasileiras em cadeia Por Camila Alcova e Tany Souza Desabastecimento de água refletirá em diversos setores da economia e em sinistralidade de seguros; atual momento é chamariz para conscientização e gerenciamento de riscos A inédita eclosão de uma crise de abastecimento de água na região sudeste promete causar um efeito em cadeia para setores de energia, indústria e saúde. Os abalos também serão sentidos pela indústria de seguros, que já se prepara para oferecer produtos contra falta d água e conscientizar o segurado sobre o conhecimento e mitigação de riscos. A crise hídrica reflete no Brasil, principalmente, em uma crise energética, comenta o CEO da JLT Resseguros, Rodrigo Protasio. O Brasil tem aproximadamente 75% da matriz energética à base da hidroeletricidade. Por conta disso, há um problema no custo de energia, que impacta a economia como um todo. O executivo explica que isso pode refletir também no industrial, pela dependência de energia, e na pressão inflacionária, fato que pode ser um componente da economia para gerar recessão. Isso reflete o mercado de seguros diretamente, pois quando se fala em recessão, aumento de custos para o empresariado, se fala na redução da economia e de novos segurados, compra de seguros, aperto orçamentário nas empresas, que comprarão menos seguros, pondera. Apesar de acreditar que o período de crise se trata de um fato isolado, é preciso buscar soluções, lembra Protasio. Nós, como corretora, temos tentado trazer alguns produtos que existem no exterior para oferecer aos empresários. Um exemplo mencionado por ele é um seguro chamado derivativo de tempo, que ameniza perdas de empresas como hidrelétricas, por 16 revista cobertura marco2015

17 catástrofes brasileiras exemplo, na ausência de chuvas ou redução do índice pluviométrico entre um ano e outro. A JLT já tem experiência com esse produto em outros lugares e há mercados de seguros e resseguros interessados em desenvolver esse produto no Brasil conosco. O executivo destaca que a crise também gera oportunidades de desenvolvimento na área agrícola, por exemplo, apesar de o ramo provavelmente ser o maior impactado na sinistralidade. Ele comenta que atualmente menos de 30% do PIB agrícola brasileiro está segurado. Os seguros de crédito também podem receber mais oportunidades de negócios, pelo impacto da situação nos balanços das empresas. O sócio-diretor da VIS Corretora, James Kawano, acredita que a falta d água afetará também a questão da saúde. Por conta disso, a corretora tem feito alertas em relação ao armazenamento de água tanto a segurados pessoas jurídicas, por conta da saúde de funcionários das empresas, quanto a pessoas físicas, por meio de informativos. As empresas terão impactos, conforme o racionamento adotado, de paralisação das atividades, por exemplo. Poderá haver ainda problemas de fabricação, afora o risco de comércios sofrerem com tumultos e atos de vandalismo. Kawano O problema de abastecimento hídrico pode ser sentido também por fatores como a falha de fornecedores importantes em decorrência da crise, problemas reputacionais, paralisação de atividade, impactos financeiros, lucros cessantes, entre outros menciona ainda o risco pela questão de energia. Variação de energia, por exemplo, pode causar dano elétrico a máquinas. Nesse sentido, o executivo acredita que o ramo patrimonial é uma das linhas que poderão ser mais afetadas na sinistralidade. Em relação às tendências de coberturas para falta de água, ele comenta que alguns países, como o Uruguai, têm experiências de contratação de seguros por empresas de energia por conta da falta de chuva. Conhecimento de riscos O problema de abastecimento hídrico pode ser sentido também por fatores como a falha de fornecedores importantes em decorrência da crise, problemas reputacionais, paralisação de atividade, impactos financeiros, lucros cessantes, entre outros. Para lidar com os possíveis impactos oriundos da crise, a Marsh colabora para que o cliente se conscientize tanto sobre riscos seguráveis quanto não seguráveis. Nessa consultoria aos clientes, olhamos todos os riscos e orientamos a analisarem como o risco irá afetá-los. Para os que são seguráveis, como lucros cessantes, propriedades, têm as opções de seguros. E para os que não são seguráveis, planos, controles e ajudamos a decidir quais serão as melhores ações antes que aconteça o risco, explica o especialista em gestão da continuidade de negócios da Marsh Brasil, Roberto Zegarra. O planejamento prévio para que seja possível conter custos em situações como a crise hídrica também é mencionado pelo executivo como uma importante estratégia para as empresas. Em relação às tendências de ferramentas de gestão de risco para atender os segurados, inclusive diante do atual momento, Zegarra comenta que a corretora busca trazer soluções aplicadas em outros países para os mercados brasileiro e latino-americano. No ano passado, trouxemos uma metodologia que permite os nossos clientes analisarem melhor suas perdas para tomarem melhores decisões de quanto devem investir marco2015 revista cobertura 17

18 catástrofes brasileiras em determinado risco, seja ele segurável ou não. Alexandre Botelho, diretor da área de consultoria em gestão de riscos da Aon, frisa que a corretora está empenhada em ajudar o cliente a amenizar os efeitos da crise hídrica, identificar como pode ter ganhos de economia e minimizar o consumo. Para minimizar os efeitos, o cliente precisa entender quais são os impactos por produto, cliente, linha de atuação. Ajudamos o segurado a entender quais são os negócios ou produtos que dependem de água e que são mais críticos em termos de impacto. O diretor de resseguros da Aon, Mauricio Masferrer, complementa que a área agrícola conta com produtos que garantem cobertura em caso de queda de safra, seca, alagamento, mas a área industrial, por exemplo, ainda não tem cobertura em caso de falta de água. Nesse sentido, ele comenta que a Adriana Seemann Munich Re Alexandre Botelho Aon corretora está estudando a comercialização no Brasil de um produto que ofereça essa garantia, inicialmente para a indústria elétrica, com base na experiência internacional. A médio e longo prazo, conforme o executivo, os principais impactos da falta d água poderão ser na área agrícola, por queda de safra e problemas com colheita, falta de produção e demissões em empresas. O aculturamento do cliente, inclusive, tende a ser questionado no processo de compra de um seguro. Outro efeito, acrescenta Botelho, será a maior conscientização das empresas para questões de consumo e redução de custos, ainda que o atual problema não perdure. Uma fácil associação com a escassez de água é o aumento de incêndios, fato que poderia atingir o setor de seguros por conta dos danos. Entretanto, como um alento, o diretor geral do Instituto Sprinkler Brasil (ISB), Marcelo Lima, explica que, pelo menos na área urbana, a crise não influenciará para a ocorrência de incêndios. A utilização de sprinklers nas empresas, importante instrumento para minimizar riscos, também não será afetada, por conta do método de reservatório utilizado para esses equipamentos. Quem conta com a proteção do sprinkler está em uma situação muito boa, pois se o sistema estiver bem mantido, a chance de um incêndio ser controlado no início é muito grande, e não é preciso passar para a fase do combate intenso manual. Soluções Assim como outras ocorrências climáticas, a crise hídrica afeta o mercado e a economia como um todo, como pondera a head of client Para minimizar os efeitos, o cliente precisa entender quais são os impactos por produto, cliente, linha de atuação. Ajudamos o segurado a entender quais são os negócios ou produtos que dependem de água e que são mais críticos em termos de impacto Fábio Tulmann Zurich management da Munich Re, Adriana Seemann. Ela lembra que perdas no setor agrícola, por exemplo, têm repercussão direta na cadeia de valor produtivo que envolve outros setores e consumidores e gera problemas ao Estado. Nossa proposta para o mercado é a de criação de valor, sofisticação. Possuímos centros de estudo e acompanhamento de questões climáticas em Munique, bem como uma equipe em Houston especializada em derivativos e produtos paramétricos para governos, indústrias e segurados, relata. Em sua visão, o problema do desabastecimento de água vai além dos efeitos tangíveis, pois colabora para a conscientização da sociedade sobre a questão ambiental, mudanças de atitude e até mesmo entendimento do papel do seguro e, conse- 18 revista cobertura marco2015

19 1 ENCARTE DA EDIÇÃO MARÇO 2015 Por Karin Fuchs Como os mercados de seguros e resseguros podem mitigar riscos; coberturas que se estendem no tempo da Justiça até a comprovação ou não de ato fraudulento REVISTA COBERTURA

20 2 Ernesto Tzirulnik IBDS Dr. Ernesto Tzirulnik IBDS Dr. João Marcelo dos Santos Desde que o Brasil é Brasil há indícios de corrupção, prática que chegou ao País junto às caravelas portuguesas durante o período de colonização. Mas o que se vê hoje são escândalos escancarados na mídia, o que dá a impressão de que o caos está instaurado, quando na verdade tratase de um problema recorrente. Pelo povo ser conjunto numérico, do cidadão ser reduzido a consumidor e força de trabalho, isso prospera a cíclica ideia de que corrupção vem se transformando num problema grave nos últimos anos. Na Petrobras se apresenta com tal colorido que a gente se esquece de inumeráveis outros casos, com menor sensacionalismo, como os desvios da Transamazônica, de Itaipu e tantas outras silenciadas pelo autoritarismo do governo militar, do SIVAM, PROER e privatizações do requintado governo FHC, cita o Dr. Ernesto Tzirulnik, presidente do Instituto Brasileiro de Direito do Seguro (IBDS). Ele também defende que a questão é mundial. Há países muito corruptos e países cujos índices são os mais reduzidos do planeta e, em certos casos, os limpos são os maiores corruptores fora de suas fronteiras, como Canadá e Bélgica, compara. Conforme levantamento da Organização Transparência Internacional, entre 175 países e territórios avaliados, o Brasil ocupou o 69º posto no ano passado. Henrique Marques JLT Em sua análise, no mundo dos negócios públicos e privados a corrupção é praticamente um traço comum. Pedem-se e propõem-se atribuições financeiras, ajuda para a melhoria da carreira, viagens, almoços, status, enfim, tudo que há de bom e de ruim, para obter benefícios indevidos. Às vezes isso é perceptível, às vezes não. Os corrompidos, donos do público e do alheiro, contraprestam, diz o advogado. Em especial no universo dos seguros, Tzirulnik mostra o seu ponto de vista: como em todas as atividades privadas, há também corrupção no mundo dos seguros. O regulador de sinistro muitas vezes corrompe-se para manter seus negócios contratantes habituais e em perspectiva, assim como, eventualmente, para atribuir mais indenização ou dissimular uma prejudicial da cobertura de seguro. O advogado cria teses absurdas, defende simultaneamente duas teses anti-éticas ou ajuda a moldar provas nos seus interesses, analisa. Ainda sob o seu ponto de vista, o corretor corrompe para conseguir extraordinárias remunerações, visíveis e dissimuladas, em razão das menos complexas de suas intermediações, e mesmo que elas não tenham existido. O segurador corrompe para convencer os agentes estatais de suas teses, da justiça técnica de produtos iníquos. O segurado também, eventualmente para driblar critérios de subscrição para evitar recusa de pagamento, devida ou indevida, ou para lucrar com o sinistro. O ressegurador, quanto menos compromisso tem com o país, busca manter resultados à custa de práticas e estímulo a práticas ilícitas que sobrepõem seus lucros à atuação mais abrangente e adimplente. Para acabar com a corrupção, Tzirulnik defende que uma polí- REVISTA COBERTURA

Nos últimos anos, o setor de seguros brasileiro vem sofrendo uma. série de transformações. Algumas delas podem ser visualizadas na

Nos últimos anos, o setor de seguros brasileiro vem sofrendo uma. série de transformações. Algumas delas podem ser visualizadas na Visão das Seguradoras: Uma análise da distribuição de seguros no Brasil Francisco Galiza Mestre em Economia (FGV), membro do Conselho Editorial da FUNENSEG, catedrático pela ANSP e sócio da empresa "Rating

Leia mais

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM CUSTOMER SUCCESS STORY Maio 2014 Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM PERFIL DO CLIENTE Empresa: Renova Energia Indústria: Energia Funcionários: 182 (2012) Faturamento:

Leia mais

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010 Metodologia Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Através de e-survey - via web Público Alvo: Executivos de empresas associadas e não associadas à AMCHAM Amostra: 500 entrevistas realizadas Campo: 16

Leia mais

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS CUSTOMER SUCCESS STORY Junho 2014 Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS PERFIL DO CLIENTE Empresa: Renova Energia Indústria: Energia Funcionários:

Leia mais

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS ATIVOS INTANGÍVEIS Embora a Organização não registre seus ativos intangíveis, há evidências da percepção de sua magnitude pelos investidores e que pode ser encontrada na expressiva diferença entre o Valor

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

SINCOR-SP 2015 OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

CASE PRÊMIO ANSP 2005

CASE PRÊMIO ANSP 2005 CASE PRÊMIO ANSP 2005 1 BVP HAND: Mobilidade para fazer cotações através de dispositivos portáteis. Índice...2 Resumo Executivo...3 Clientes no Brasil...4 1. Sinopse...5 2. Problema...6 3. Solução...7

Leia mais

Seguros, Resseguros e Previdência

Seguros, Resseguros e Previdência Seguros, Resseguros e Previdência Nossos serviços Nosso time é composto por 16 profissionais, sendo quatro deles sócios, exclusivamente dedicados a proporcionar as melhores soluções jurídicas do mercado

Leia mais

Transcrição da Teleconferência de Resultados do 2T14 Q&A SULAMÉRICA

Transcrição da Teleconferência de Resultados do 2T14 Q&A SULAMÉRICA Transcrição da Teleconferência de Resultados do 2T14 Q&A SULAMÉRICA Vamos agora iniciar a sessão de perguntas e repostas. Nossa primeira pergunta vem do Senhor do Bradesco. Por favor, você pode ir em frente.,

Leia mais

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os melhores resultados. 2 ÍNDICE SOBRE O SIENGE INTRODUÇÃO 01

Leia mais

A gestão de risco, no topo da agenda

A gestão de risco, no topo da agenda A gestão de risco, no topo da agenda 4 KPMG Business Magazine Ambiente de incertezas e estagnação econômica traz novos desafios em GRC O gerenciamento de riscos permanece no topo da agenda corporativa

Leia mais

QUEM SOMOS. 1948 Interamericana Seguros chega ao Brasil. 1996 Assume o nome de AIG Brasil. 1997 Joint Venture com Unibanco Seguros criando

QUEM SOMOS. 1948 Interamericana Seguros chega ao Brasil. 1996 Assume o nome de AIG Brasil. 1997 Joint Venture com Unibanco Seguros criando AIG Seguros Brasil QUEM SOMOS 1948 Interamericana Seguros chega ao Brasil. 1996 Assume o nome de AIG Brasil. 1997 Joint Venture com Unibanco Seguros criando 2008 Após 10 anos de Joint Venture, Unibanco

Leia mais

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos.

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos. SEGURADO: Diretor, Conselheiro, CEO, CFO ou cargo Equivalente (pessoa física) Limite: São 6 opções entre R$ 100.000 e R$ 500.000. O limite do seguro poderá ser utilizado para um ou uma série de sinistros

Leia mais

Avenida Presidente Wilson, 231 11 andar 20030-905 Rio de Janeiro- RJ ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL

Avenida Presidente Wilson, 231 11 andar 20030-905 Rio de Janeiro- RJ ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL MARÇO, 2015 ÍNDICE OBJETIVO 3 ESCOPO 3 DEFINIÇÕES Risco Inerente 4 DEFINIÇÕES Risco Operacional 4 DEFINIÇÕES Evento de Risco Operacional 4 FUNÇÕES E RESPONSABILIDADES

Leia mais

Governança, risco e. compliance Chega de redundâncias. 24 KPMG Business Magazine

Governança, risco e. compliance Chega de redundâncias. 24 KPMG Business Magazine Governança, risco e compliance Chega de redundâncias 24 KPMG Business Magazine Programa Risk University transmite aos executivos uma visão abrangente dos negócios A crise financeira de 2008 ensinou algumas

Leia mais

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 POR AÇÃO ATÉ MAIO DE 2008. São Paulo, 02 de julho de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados dos 5M08. As informações

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER?

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? Anderson Katsumi Miyatake Emerson Oliveira de Almeida Rafaela Schauble Escobar Tellis Bruno Tardin Camila Braga INTRODUÇÃO O empreendedorismo é um tema bastante

Leia mais

Apresentação. Queremos lhe dar as boas-vindas à San Martin Corretora de Seguros um negócio seguro até no nome.

Apresentação. Queremos lhe dar as boas-vindas à San Martin Corretora de Seguros um negócio seguro até no nome. Apresentação Queremos lhe dar as boas-vindas à San Martin Corretora de Seguros um negócio seguro até no nome. História A empresa foi fundada no ano de 1995 na cidade paulista de São José do Rio Preto e

Leia mais

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO L2 0 0 6 R E L AT Ó R I O A N U A EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO Prêmio de Seguros Participação no Mercado (em %) Mercado 74,2% Fonte: Susep e ANS Base: Nov/2006 Bradesco 25,8%

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Cadastro das Principais

Cadastro das Principais 46 Cenário Econômico Cadastro das Principais Corretoras de Seguros Primeiras conclusões Francisco Galiza O estudo ESECS (Estudo Socioeconômico das Corretoras de Seguros), divulgado pela Fenacor em 2013,

Leia mais

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização Panorama e Perspectivas / Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização 1. Sumário Executivo... 2 2. Seguradoras do grupo de seguros gerais... 2 2.1 Ramos do grupo de seguros gerais...

Leia mais

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 3 anos.

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 3 anos. SEGURADO: Advogados (pessoa física) e/ou Escritórios de Advocacia (pessoa jurídica) Limite: São 6 opções entre R$ 100.000 e R$ 500.000. O limite do seguro poderá ser utilizado para um ou uma série de sinistros

Leia mais

Maximize o desempenho das suas instalações. Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil

Maximize o desempenho das suas instalações. Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil Maximize o desempenho das suas instalações Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil Sua empresa oferece um ambiente de trabalho com instalações eficientes e de qualidade? Como você consegue otimizar

Leia mais

Esta é a XL Catlin Cinco maneiras pelas quais vamos turbinar seu negócio.

Esta é a XL Catlin Cinco maneiras pelas quais vamos turbinar seu negócio. Esta é a XL Catlin Cinco maneiras pelas quais vamos turbinar seu negócio. Separadas, XL e Catlin eram duas empresas fortes e inovadoras. Juntas, somos ainda mais fortes. Conteúdo Conheça a XL Catlin Pessoas

Leia mais

Máquinas e Equipamentos de Qualidade

Máquinas e Equipamentos de Qualidade Máquinas e Equipamentos de Qualidade 83 A indústria brasileira de máquinas e equipamentos caracteriza-se pelo constante investimento no desenvolvimento tecnológico. A capacidade competitiva e o faturamento

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

RETORNO DO INVESTIMENTO NO PROJECT MANAGEMENT OFFICE RELATÓRIO FINAL

RETORNO DO INVESTIMENTO NO PROJECT MANAGEMENT OFFICE RELATÓRIO FINAL RETORNO DO INVESTIMENTO NO PROJECT MANAGEMENT OFFICE RELATÓRIO FINAL DADOS DA EMPRESA Tipo Capital Sede TIGER SCREWS 1 Funcionários 800 Produção Mix de Produtos Faturamento (último ano) Ranking Principais

Leia mais

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN O que é o GVN Parceiro: O GVN Parceiro é uma modalidade de parceria de negócios criada pelo Grupo Vila Nova para ampliar sua capilaridade de oferta e garantir que

Leia mais

Entrevista CADERNOS DE SEGURO

Entrevista CADERNOS DE SEGURO Entrevista 6 Marco Antonio Rossi Presidente da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) POR Vera de Souza e Lauro Faria

Leia mais

A LOCAMERICA SEMINOVOS

A LOCAMERICA SEMINOVOS A LOCAMERICA A Locamerica é uma companhia especializada em locação de frotas customizadas para empresas. Desde 13 no mercado, a locadora ocupa o segundo lugar no ranking das maiores do setor em número

Leia mais

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos.

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos. SEGURADO: Sócio Administrador (Pessoa Física) Limite: São 6 opções entre R$ 100.000 e R$ 500.000. O limite do seguro poderá ser utilizado para um ou uma série de sinistros indenizados durante a vigência

Leia mais

DA INCUBAÇÃO À ACELERAÇÃO DE NEGÓCIOS: NOVAS ROTAS DE DESENVOLVIMENTO

DA INCUBAÇÃO À ACELERAÇÃO DE NEGÓCIOS: NOVAS ROTAS DE DESENVOLVIMENTO 1 DA INCUBAÇÃO À ACELERAÇÃO DE NEGÓCIOS: NOVAS ROTAS DE DESENVOLVIMENTO Cesar Simões Salim Professor e Autor de livros de empreendedorismo cesar.salim@gmail.com Visite meu blog: http://colecaoempreendedorismo.blogspot.com/

Leia mais

98,3% 90,3% 64,2% 38% 63,3% 3º trimestre/2014. das empresas avaliaram o sistema 80,7% tributário brasileiro qualitativamente como ruim ou muito ruim.

98,3% 90,3% 64,2% 38% 63,3% 3º trimestre/2014. das empresas avaliaram o sistema 80,7% tributário brasileiro qualitativamente como ruim ou muito ruim. 3º trimestre/2014 das empresas avaliaram o sistema 80,7% tributário brasileiro qualitativamente como ruim ou muito ruim. 98,3% 90,3% 64,2% 38% 63,3% das indústrias gaúchas avaliam que o número de tributos

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA SÃO PAULO, 2014

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA SÃO PAULO, 2014 APRESENTAÇÃO CORPORATIVA SÃO PAULO, 2014 BRIGANTI ADVOGADOS é um escritório brasileiro de advogados, de capacidade e experiência reconhecidas, que nasce com um propósito distinto. Nosso modelo de negócio

Leia mais

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis usados, além do crescimento de renda da população e

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008

Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008 Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008 I) Critérios www.ratingdeseguros.com.br 1) Os dados usados serão os números de 2007 e do 1º Semestre de 2008. 2) Os prêmios serão dados nas

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T14 em português TOTVS (TOTS3 BZ) 31 de julho de 2014

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T14 em português TOTVS (TOTS3 BZ) 31 de julho de 2014 Operadora: Bom dia. Sejam bem-vindos à teleconferência da TOTVS referente aos resultados do 2T14. Estão presentes os senhores Alexandre Mafra, Vice-Presidente Executivo e Financeiro e Vice-Presidente de

Leia mais

Na teoria e na vida, FDC

Na teoria e na vida, FDC C T E C E N T R O D E T E C N O L O G I A E M P R E S A R I A L C T E C o o p e r a ç ã o e n t r e e m p r e s a s d e g r a n d e p o r t e Na teoria e na vida, FDC AF - 05-006 - CTE02 R.indd 2 7/10/07

Leia mais

Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011. 01/03/2011 às 09:30h

Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011. 01/03/2011 às 09:30h Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011 01/03/2011 às 09:30h Agenda 4T11e 2011 Principais Realizações e Destaques em 2011 Receitas, Lucro Líquido e Retorno sobre Capital Desempenho dos principais

Leia mais

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Previdência

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Previdência Marco Antonio Rossi Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Previdência 1 Brasil Entre as Maiores Economias do Mundo Mercado Brasileiro de Seguros e Previdência O Mundo do Seguro e Previdência Desafios

Leia mais

Suzano: atualização e mais qualidade de informações com SAP Business Suite powered by HANA

Suzano: atualização e mais qualidade de informações com SAP Business Suite powered by HANA Suzano: atualização e mais qualidade de informações com SAP Business Suite powered by HANA Geral Executiva Nome da Suzano Papel e Celulose Indústria Papel e celulose Produtos e Serviços Celulose de eucalipto,

Leia mais

1. Por que o corretor de seguros deve. 2. Quais são os principais fundamentos. 3. Critérios importantes na escolha da SEGURO GARANTIA AGENDA

1. Por que o corretor de seguros deve. 2. Quais são os principais fundamentos. 3. Critérios importantes na escolha da SEGURO GARANTIA AGENDA SEGURO GARANTIA SINCOR-ES Vitória / 21set2010 AGENDA 1. Por que o corretor de seguros deve operar no segmento do Seguro Garantia? 2. Quais são os principais fundamentos técnicos do Seguro Garantia? 3.

Leia mais

20 de dezembro de 2010. Perguntas e Respostas

20 de dezembro de 2010. Perguntas e Respostas Perguntas e Respostas Índice 1. Qual é a participação de mercado da ALL no mercado de contêineres? Quantos contêineres ela transporta por ano?... 4 2. Transportar por ferrovia não é mais barato do que

Leia mais

Nossa atuação no setor financeiro

Nossa atuação no setor financeiro Nossa atuação no setor financeiro No mundo No Brasil O porte da equipe de Global Financial Services Industry (GFSI) da Deloitte A força da equipe do GFSI da Deloitte no Brasil 9.300 profissionais;.850

Leia mais

Estudo ABERJE 2012 Comunicação Interna. Comunicação Interna

Estudo ABERJE 2012 Comunicação Interna. Comunicação Interna Estudo ABERJE 2012 JULHO DE 2012 20 2012 ABERJE Pesquisa 2012 Associação Brasileira de Comunicação Empresarial Concepção e planejamento: Prof. Dr. Paulo Nassar Coordenação: Carlos A. Ramello Desenvolvimento:

Leia mais

Marco Antonio Rossi Bradesco Seguros

Marco Antonio Rossi Bradesco Seguros Marco Antonio Rossi Bradesco Seguros MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO PANORAMA DO GRUPO SEGURADOR PERSPECTIVAS E EVOLUÇÃO FUTURA ESTRATÉGIA EM AÇÃO MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO

Leia mais

Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento

Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento Sumário XXI EDIÇÃO DO CONGRESSO FENABRAVE TERMINA COM PREVISÃO OTIMISTA PARA

Leia mais

Veículo: Valor Online Data: 29/04/09

Veículo: Valor Online Data: 29/04/09 Veículo: Valor Online Data: 29/04/09 Cresce procura por gestores de risco Em tempos de crise, os gestores de risco estão sendo garimpados pelas empresas como pedras raras. Segundo a consultoria Michael

Leia mais

SEGURANÇA GLOBAL, GERENCIAMENTO E MITIGAÇÃO DE RISCOS

SEGURANÇA GLOBAL, GERENCIAMENTO E MITIGAÇÃO DE RISCOS VISÃO GERAL DE CAPACIDADES SEGURANÇA GLOBAL, GERENCIAMENTO E MITIGAÇÃO DE RISCOS AT-RISK International oferece Análise de Riscos, Proteção, Consultoria, Investigações e Treinamento em Segurança, nas Américas,

Leia mais

GRUPO CGSC INVESTE FORTE NO BRASIL

GRUPO CGSC INVESTE FORTE NO BRASIL Ano XVI Nº 157 2015 R$ 20,00 GRUPO CGSC INVESTE FORTE NO BRASIL Fábio Basilone Presidente da CGSC para o Brasil Especial: saiba tudo sobre o 4º Encontro de Resseguro do Rio de Janeiro reuniu mais de 500

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro Educação a Distância Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. A única diferença é a sala de aula que fica em suas

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda, uma

Leia mais

Release de Resultado Janeiro/08

Release de Resultado Janeiro/08 PORTO SEGURO anuncia lucro líquido de R$10,0 milhões ou R$0,13 por ação em janeiro de 2008 São Paulo, 17 de Março de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados de janeiro de 2008. As

Leia mais

Welcome Call em Financeiras. Categoria Setor de Mercado Seguros

Welcome Call em Financeiras. Categoria Setor de Mercado Seguros Categoria Setor de Mercado Seguros 1 Apresentação da empresa e sua contextualização no cenário competitivo A Icatu Seguros é líder entre as seguradoras independentes (não ligadas a bancos de varejo) no

Leia mais

Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios. Seleção e Recrutamento de Franqueados Filomena Garcia

Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios. Seleção e Recrutamento de Franqueados Filomena Garcia Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios Seleção e Recrutamento de Franqueados Filomena Garcia Filomena Garcia Sócia-Diretora do Grupo Cherto: Comercial, Expansão de Franquias e Rede de Negócios

Leia mais

Compliance Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Compliance Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Abril 2012

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Abril 2012 Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Abril 2012 O RISCO DOS DISTRATOS O impacto dos distratos no atual panorama do mercado imobiliário José Eduardo Rodrigues Varandas Júnior

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

RELATÓRIO DE GERENCIAMENTO DO RISCO OPERACIONAL NO BANCO BMG POSIÇAO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008

RELATÓRIO DE GERENCIAMENTO DO RISCO OPERACIONAL NO BANCO BMG POSIÇAO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008 SUPERINTENDÊNCIA DE CONTROLE GERÊNCIA DE CONTROLE DE TESOURARIA ANÁLISE DE RISCO OPERACIONAL RELATÓRIO DE GERENCIAMENTO DO RISCO OPERACIONAL NO BANCO BMG POSIÇAO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008 Belo Horizonte

Leia mais

Investimento para Mulheres

Investimento para Mulheres Investimento para Mulheres Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado. Cem

Leia mais

Fundo de Catástrofe do Seguro Rural

Fundo de Catástrofe do Seguro Rural Fundo de Catástrofe do Seguro Rural O Presidente da República submete hoje à apreciação do Congresso Nacional Projeto de Lei Complementar autorizando a constituição do Fundo de Catástrofe do Seguro Rural.

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais/CVB s 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda,

Leia mais

Resultados do 2T08 PSSA3

Resultados do 2T08 PSSA3 Resultados do PSSA3 Perspectivas Perspectivas para o para segundo 2008 semestre de 2008 A Aumento criação de de empregos 31,6% no formais número até de empregos junho foi o formais maior desde em relação

Leia mais

2010 Começa a expansão. 11 de Setembro. Aquisição Internacional da. Sinistros pagos em. Alico MetLife (US)

2010 Começa a expansão. 11 de Setembro. Aquisição Internacional da. Sinistros pagos em. Alico MetLife (US) Breve Histórico 1868 Início das atividades 1912 Centro de Apoio aos sobreviventes do Titanic 1931 Financiamento do Empire State e do Rockfeller Center 1945 Financiamento aos Aliados durante a Segunda Guerra

Leia mais

CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 2 SUMÁRIO Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita de

Leia mais

Vendas - Cursos. Curso Completo de Treinamento em Vendas com Eduardo Botelho - 15 DVDs

Vendas - Cursos. Curso Completo de Treinamento em Vendas com Eduardo Botelho - 15 DVDs Vendas - Cursos Curso Completo de Treinamento em Vendas com - 15 DVDs O DA VENDA Esta palestra mostra de maneira simples e direta como planejar o seu trabalho e, também, os seus objetivos pessoais. Através

Leia mais

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO 2014 GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE O modelo de Gestão da Sustentabilidade do GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE é focado no desenvolvimento de

Leia mais

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos.

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos. SEGURADO: Médicos (pessoa física) ou Clinicas e Consultórios (pessoa jurídica) Limite: São 6 opções entre R$ 100.000 e R$ 500.000. O limite do seguro poderá ser utilizado para um ou uma série de sinistros

Leia mais

Alinhamento entre Estratégia e Processos

Alinhamento entre Estratégia e Processos Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13 Alinhamento entre Estratégia e Processos Agenda Seguros Unimed Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Sistema de Gestão

Leia mais

Amil utiliza soluções da CA para aproximar a TI dos negócios

Amil utiliza soluções da CA para aproximar a TI dos negócios Case de sucesso Amil utiliza soluções da CA para aproximar a TI dos negócios Perfil do CLIENTE Indústria: Saúde Companhia: Amil Faturamento: média de R$4,5 bi ao ano Quadro de pessoal: 5000 funcionários

Leia mais

Comunicação diferenciada e relacionamento efetivo. Um novo enfoque de RI para um novo mercado

Comunicação diferenciada e relacionamento efetivo. Um novo enfoque de RI para um novo mercado + Comunicação diferenciada e relacionamento efetivo Um novo enfoque de RI para um novo mercado + Menu Cenário Menu + + Cenário RI hoje: uma operação indiferenciada Comunicação muito limitada com foco quase

Leia mais

Páginas Amarelas como ferramenta para mapeamento do conhecimento tácito

Páginas Amarelas como ferramenta para mapeamento do conhecimento tácito Páginas Amarelas como ferramenta para mapeamento do conhecimento tácito 1. INTRODUÇÃO O setor de energia sofreu, nos últimos anos, importantes modificações que aumentaram sua complexidade. Para trabalhar

Leia mais

mdic.empauta.com Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior Clipping da imprensa Brasília, 25 de abril de 2008 às 08h54

mdic.empauta.com Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior Clipping da imprensa Brasília, 25 de abril de 2008 às 08h54 Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior Clipping da imprensa Brasília, 25 de abril de 2008 às 08h54 DCI OnLine SP Ouvidoria ganha espaço em seguros...................................................

Leia mais

APRESENTAÇÃO - San Martin Franchising

APRESENTAÇÃO - San Martin Franchising APRESENTAÇÃO - San Martin Franchising MISSÃO Atuar no mercado segurador com máxima excelência, superando as expectativas de seus clientes, colaboradores e franqueados, proporcionando satisfação e confiabilidade.

Leia mais

TÍTULO: MARKETING NA ÁREA DE SEGUROS E A PENETRAÇÃO DE SEGUROS MASSIFICADOS NAS CLASSES C E D.

TÍTULO: MARKETING NA ÁREA DE SEGUROS E A PENETRAÇÃO DE SEGUROS MASSIFICADOS NAS CLASSES C E D. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING NA ÁREA DE SEGUROS E A PENETRAÇÃO DE SEGUROS MASSIFICADOS NAS CLASSES C E D. CATEGORIA:

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

MUDANÇA NO PROCESSO DE TRANSMISSÃO DE PROPOSTA - AUTOMÓVEL

MUDANÇA NO PROCESSO DE TRANSMISSÃO DE PROPOSTA - AUTOMÓVEL 1 Kit de Cálculo 0111K1 Prezado Corretor, Você está recebendo a nova versão do Kit de Cálculo 0111K1, com novidades importantes. Leia atentamente este Informe Técnico para entender o que muda nos seguros

Leia mais

PROGRAMA COMPLIANCE VC

PROGRAMA COMPLIANCE VC Seguir as leis e regulamentos é ótimo para você e para todos. Caro Colega, É com satisfação que compartilho esta cartilha do Programa Compliance VC. Elaborado com base no nosso Código de Conduta, Valores

Leia mais

Assistência Jurídica para a Construção de um Mundo dos Negócios Novo e Sustentável

Assistência Jurídica para a Construção de um Mundo dos Negócios Novo e Sustentável Assistência Jurídica para a Construção de um Mundo dos Negócios Novo e Sustentável Quem Somos Somos uma sociedade de advogados dedicada à assistência e orientação jurídica as empresas nacionais e estrangeiras.

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

Soluções em. Cloud Computing. Midia Indoor. para

Soluções em. Cloud Computing. Midia Indoor. para Soluções em Cloud Computing para Midia Indoor Resumo executivo A Midia Indoor chegou até a Under buscando uma hospedagem para seu site e evoluiu posteriormente para uma solução cloud ampliada. A empresa

Leia mais

http://www.microsoft.com/pt-br/case/details.aspx...

http://www.microsoft.com/pt-br/case/details.aspx... Casos de Sucesso A Cyrela está completamente focada no pós-venda e a utilização do Microsoft Dynamics 2011 só reflete mais um passo importante na busca pela qualidade do atendimento ao cliente Roberto

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO. 1.1. Objetivo Geral

1. APRESENTAÇÃO. 1.1. Objetivo Geral PRÁTICA 1) TÍTULO FEEDBACK DE INTERAÇÕES CLIENTES E GESTORES REDES SOCIAIS 2) DESCRIÇÃO DA PRÁTICA - limite de 8 (oito) páginas: 1. APRESENTAÇÃO O Serviço de Monitoramento em Redes Sociais da Infraero,

Leia mais

O que é Finanças? instituições, mercados e instrumentos envolvidos na transferência de fundos entre pessoas, empresas e governos.

O que é Finanças? instituições, mercados e instrumentos envolvidos na transferência de fundos entre pessoas, empresas e governos. Demonstrações Financeiras O Papel de Finanças e do Administrador Financeiro Professor: Roberto César O que é Finanças? Podemos definir Finanças como a arte e a ciência de administrar fundos. Praticamente

Leia mais

Royal & SunAlliance Seguros

Royal & SunAlliance Seguros Royal Acidentes Pessoais O maior patrimônio de uma empresa são as pessoas. Por isso, o Royal Acidentes Pessoais garante a tranqüilidade dos funcionários e de suas famílias diante de imprevistos ocorridos.

Leia mais

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO Introdução Escopo A Carta de Bangkok identifica ações, compromissos e promessas necessários para abordar os determinantes da saúde em

Leia mais

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Já passou a época em que o pedagogo ocupava-se somente da educação infantil. A pedagogia hoje dispõe de uma vasta

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

Açotubo anuncia fusão com Incotep e Artex Aços Inoxidáveis

Açotubo anuncia fusão com Incotep e Artex Aços Inoxidáveis Açotubo anuncia fusão com Incotep e Artex Aços Inoxidáveis Ter, 02 de Agosto de 2011 07:13 Com base nos movimentos de mercado e da companhia alinhados ao aquecimento da indústria e economia brasileiras,

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV MANUAL DA QUALIDADE Manual da Qualidade - MQ Página 1 de 15 ÍNDICE MANUAL DA QUALIDADE 1 INTRODUÇÃO...3 1.1 EMPRESA...3 1.2 HISTÓRICO...3 1.3 MISSÃO...4 1.4 VISÃO...4 1.5 FILOSOFIA...4 1.6 VALORES...5

Leia mais

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS:

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: EDIÇÃO 12 ANO IV (11) 3648-4700 / (21) 3161-8600 www.pacer.com.br Informativo Julho/ Agosto/ Setembro 2015 PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: 10 ANOS PACER:

Leia mais

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos.

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos. SEGURADO: Corretores de seguros (pessoa física) e/ou Corretoras de Seguros (pessoa jurídica) Limite: São 6 opções entre R$ 100.000 e R$ 500.000. O limite do seguro poderá ser utilizado para um ou uma série

Leia mais

4, 5 e 6 de novembro - 2008. O Maior Encontro Sobre Investimentos e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário Latino Americano

4, 5 e 6 de novembro - 2008. O Maior Encontro Sobre Investimentos e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário Latino Americano O Maior Encontro Sobre Investimentos e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário Latino Americano 4, 5 e 6 de novembro - 2008 São Paulo - Transamérica Expo Center www.cityscapelatinamerica.com.br 3,000 participantes

Leia mais

Receita do Network PwC cresce 6% e atinge US$ 34 bilhões no ano fiscal encerrado em junho

Receita do Network PwC cresce 6% e atinge US$ 34 bilhões no ano fiscal encerrado em junho Press release Data Contato EMBARGO 00h01min (horário Brasília) Terça-feira, 7 de outubro de 2014 Márcia Avruch Tel: +55 11 3674 3760 Email: marcia.avruch@br.pwc.com Pages 4 Receita do Network PwC cresce

Leia mais

A representação institucional do mercado segurador

A representação institucional do mercado segurador A representação institucional do mercado segurador A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização CNseg é a entidade de representação

Leia mais

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016.

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016. RELEASE DE RESULTADOS Relações com Investidores Marcelo Moojen Epperlein Diretor-Presidente e de Relações com Investidores (55 11) 3175-2900 ri@brinsurance.com.br Ana Carolina Pires Bastos Relações com

Leia mais