CONCEITO DIREITO CONSTITUCIONAL: é o ramo do Direito Público que estuda, sistematiza e interpreta as normas fundamentais de organização de um Estado.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCEITO DIREITO CONSTITUCIONAL: é o ramo do Direito Público que estuda, sistematiza e interpreta as normas fundamentais de organização de um Estado."

Transcrição

1 CONCEITO DIREITO CONSTITUCIONAL: é o ramo do Direito Público que estuda, sistematiza e interpreta as normas fundamentais de organização de um Estado. CONCEITO CONSTITUIÇÃO: é a lei fundamental e suprema de um Estado, contendo normas e princípios relativos à estruturação do Estado, à forma de Estado, à forma e sistema do Governo, ao modo de aquisição e exercício do poder, aos direitos e garantias fundamentais da pessoa humana e aos direitos econômicos e sociais. - concepção sociológica Ferdinand Lassalle: soma dos fatores reais de poder (portanto não prevalece o que está escrito se não corresponder ao fator real mera folha de papel) - concepção política Carl Schimitt: decisão política fundamental (estrutura do Estado e Direitos Fund, os demais dispositivos seriam leis constitucionais) - concepção jurídica Hans Kelsen: norma hipotética fundamental (lei suprema) - plano lógico-jurídico: norma fundamental hipotética; plano suposto; fundamento lógicotranscendental - plano jurídico-positivo: norma posta; positivada suprema - Constituição plástica Raul Machado Horta: mobilidade; projeta a força normativa na realidade social, pol., econ. E cultural para adequar-se à situação concreta. - Constituição como ordem material e aberta da comunidade Konrad Hesse: serve para criar os fundamentos e normatizar os princípios diretores da unidade política do Est. regulam processos de solução de conflitos e relações sociais historicamente conflitantes; são incompletas, imperfeitas, instituem uma ordem jurídica fundamental material aberta da comunidade disso resulta a força normativa da Const., que ao atuar diretamente na realidade histórica pretende atribuir ao texto supremo efetividade ou eficácia social. - Constituição dirigente Canotilho: busca dirigir a ação governamental do Estado adota um programa de conformação da sociedade estabelece uma direção política permanente preordena programas a serem realizados, objetivos e princípios de transformação econômica e social é o estatuto jurídico do político ex. CF/88 e Port. CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES: Quanto ao CONTEÚDO: Quanto à FORMA: - MATERIAIS - ESCRITAS - FORMAIS - NÃO ESCRITAS (consuetudinária) Quanto ao MODO DE ELABORAÇÃO: Quanto à EXTENSÃO: - DOGMÁTICAS(sistemática) - SINTÉTICAS (concisa, breve) - HISTÓRICAS - ANALÍTICAS (extensa, prolixa) Quanto à ORIGEM: Quanto ao MODELO: - PROMULGADAS, DEMOCRÁTICAS - CONST. GARANTIA OU POPULARES - CONST. BALANÇO - OUTORGADAS - CONST. DIRIGENTE - cesarista - pactuada 1

2 Qto à DOGMÁTICA (ideologia): Quanto à ESTABILIDADE: - ORTODOXA - RÍGIDAS - ECLÉTICA, COMPLEXA - FLEXÍVEIS - SEMI-RÍGIDAS Loewenstein: Qto à ESSÊNCIA: - imutável - NORMATIVA - super-rígida - NOMINAL/NOMINALISTA - SEMÂNTICA ELEMENTOS DAS CONSTITUIÇÕES elementos orgânicos ( Ex.: Títulos III e IV Organização do Estado e dos Poderes) elementos limitativos ( Ex.: regras de proteção do artigo 5º) elementos sócio ideológicos (Ex.: Direitos Sociais, Ordem Econômica e Financeira) elementos de estabilização constitucional (Ex.: Intervenção, Controle da Constitucionalidade, Estado de Defesa e Estado de Sítio elementos formais de aplicabilidade (Preâmbulo, ADCT, 1º do art. 5º ) NORMAS CONSTITUCIONAIS - APLICABILIDADE E EFICÁCIA José Afonso da Silva - Normas de EFICÁCIA PLENA e aplicabilidade imediata ou integral - Normas de EFICÁCIA CONTIDA e aplicabilidade imediata ou integral - Normas de EFICÁCIA LIMITADA e aplicabilidade mediata. Subdividem-se em: - normas de princípio institutivo (esquemas gerais estrutura órgãos/instituições/etc.) - normas de princípio programático Bulos - absoluta (cl. pétrea): paralisante de toda manifestação legislativa norma de bloqueio - plena - contida - limitada (diferida) comando para o legislador, eficácia vinculante e de bloqueio - de eficácia exaurida (ADCT) NOVA CONSTITUIÇÃO E A ORDEM JURÍDICA ANTERIOR - DESCONSTITUCIONALIZAÇÃO - RECEPÇÃO - REPRISTINAÇÃO PODER CONTITUINTE -titular:povo (Emanuel Joseph Sieyes-nação). - Poder Constituinte ORIGINÁRIO - espécies: histórico ou revolucionário - características: inicial, inaugural, autônomo, ilimitado judicialmente e incondicional; pré jurídico - poder de fato (visão positivista). 2

3 * Bulos: soberania, incondicionalidade, latência, instantaneidade, inalienabilidade e especialidade. (questão legitimidade: respeito bem comum moral razão) *Canotilho:padrões e modelos de conduta espirituais, culturais, éticos e sociais consciência jurídica geral da comunidade vontade do povo - observância princípio justiça e princípios direito internacional. - Poder Constituinte DERIVADO (Secundário, Constituído, instituído) - REFORMADOR (EC - artigo 60 CF) - DECORRENTE (artigo 11 do ADCT) - REVISOR ou REVISIONAL (artigo 3º do ADCT) - DIFUSO - Mutação Constitucional poder de fato alterações se manifestam por meio informal e espontâneo muda o sentido mas não o texto informal, contínuo, latente e permanente. Constituição Imperial de 1824 Outorgada D. Pedro I - Constituição Política do Império do Brasil data de 25 de março de território dividido em províncias - unitário - monarquia hereditária - Poder Moderador (Benjamin Constant) - semi-rígida -eleição era indireta e censitária Constituição Republicana de 1891 Constituição da República dos Estados Unidos do Brasil promulgada em 24 de fevereiro de federação república presidencialismo - inspirada EUA. Constituição de 1934 Constituição da República dos Estados Unidos do Brasil - república presidencialista - três poderes federação - voto às mulheres - primeira capítulo ordem econômica e social - normas sobre a família, educação e cultura. Constituição de 1937 Estado Novo até /11/37 foi outorgada a Constituição dos Estados Unidos do Brasilfortalecido o Poder Executivo - direitos individuais condicionados ao bem público. Constituição de 1946 promulgada 18/09/46 Constituição da República dos Estados Unidos do Brasil, inspirada nas anteriores de 1891 e Constituição de 1967 e a EC nº 1 de golpe militar ditadura até outorgada 24/1/967 - Constituição do Brasil - busca pela Segurança Nacional - amplos poderes União e Executivo - direitos individuais gradativamente suprimidos - Atos Institucionais 17/10/ 1969 outorgada a EC nº 1, considerada por muitos uma nova Constituição, tanto que passou a ser denominada Constituição da República Federativa do Brasil. Constituição de diretas já emenda Dante não é aprovada - eleição indireta, pelo Colégio Eleitoral, 15/01/1985, Tancredo não posse (faleceu) - assumiu o Vice-Presidente José Sarney -membros do Congresso Nacional convocados - Assembléia Nacional Constituinte - aprovado em dois turnos de votação, por maioria absoluta dos membros da Assembléia Nacional Constituinte, 05/10/88. PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 artigo 1º a 4º 3

4 INTERPRETAÇÃO CONSTITUCIONAL Interpretar, em sentido amplo, é buscar o sentido, é exteriorizar o significado de algo. Trata-se de atividade prática para a solução de situações concretas. Os métodos de interpretação são instrumentais, partindo sempre da interpretação sistemática, pois o direito é um conjunto coerente e coeso e da supremacia da Constituição. O critério é teleológico pois busca-se atingir uma finalidade. Princípios de interpretação: (Canotilho) - UNIDADE DA CONSTITUIÇÃO: Constituição como um sistema, um conjunto coeso de normas que devem ser interpretadas de modo a evitar contradições, já que todas as normas constitucionais são dotadas da mesma natureza e mesmo grau hierárquico. Deve ser considerada como um todo e não isoladamente. - CONCORDÂNCIA PRÁTICA ou HARMONIZAÇÃO: Deve-se buscar a compatibilização, que é a coordenação e combinação dos bens jurídicos em conflito para evitar o sacrifício de um em relação aos outros; não há hierarquia entre os bens constitucionais e diante do aparente conflito deve-se procurar a prevalência de um sem ser suprimido o outro. - MÁXIMA EFETIVIDADE (da eficiência): sempre atribuir à norma o sentido que lhe garanta a maior eficácia social, para que nenhuma parte fique supérflua, todo seu conjunto tem que ser captado. - DA FORÇA NORMATIVA DA CONSTITUIÇÃO: quando possível mais de uma interpretação deve-se adotar a que assegurar a maior efetividade, a eficácia ótima. - EFEITO INTEGRADOR: sempre privilegiar os critérios que favoreçam a integração políticosocial e o reforço da unidade política. - DA JUSTEZA OU CONFORMIDADE FUNCIONAL: buscar a preservação do esquema organizatório-funcional o qual não pode ser subvertido. DIREITOS FUNDAMENTAIS direito = bens e vantagens garantia = instrumento de proteção de um direito - Classificação (evolução): primeira geração liberdades públicas direitos civis e políticos prestações negativas (EUA 1776, França 1789) segunda geração sociais, econômicos e culturais prestações positivas (México 1917, Weimar 1919) terceira geração solidariedade difusos (quarta geração genética, informática, avanço tecnológico ou direito de ser diferente) - Características: históricos, universais, concorrentes, inalienáveis, imprescritíveis, relativos (princípio da convivência entre as liberdade) e irrenunciáveis. 4

5 - Eficácia - vertical (Estado particular) - horizontal (particular particular) state action não admite indireta ou mediata - dirigida ao legislador direta ou imediata aplica-se às relações privadas sem necessidade de lei (ex: RE ). - irradiante (Daniel Sarmento) dimensão objetiva dirigida a todos os poderes dignidade humana + igualdade substantiva + justiça social 5

CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES.

CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES. CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES. Como é uma questão muito exigida em provas objetivas, resolvi resumir diversos livros sobre o tema e postar no site para vocês. Aí vai: 1. Quanto ao conteúdo: Constituição

Leia mais

SABER DIREITO FORMULÁRIO

SABER DIREITO FORMULÁRIO Programa Saber Direito TV Justiça Outubro de 2010 Curso: Poder Constituinte Professor: André Alencar SABER DIREITO FORMULÁRIO TÍTULO DO CURSO PODER CONSTITUINTE PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR TÍTULO Máximo de

Leia mais

AULA 04 CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES

AULA 04 CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES AULA 04 CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES 1. Introdução. Diversas são as formas e critérios de classificação uma Constituição. O domínio de tais formas e critérios mostra-se como fundamental à compreensão

Leia mais

Teoria da Constituição

Teoria da Constituição Capítulo I Teoria da Constituição Sumário 1. Origem e conceito de Constituição. 2. Concepções sobre a Constituição. 2.1. A concepção sociológica. 2.2. A concepção política. 2.3. A concepção jurídica. 2.4.

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 2 CONSTITUIÇÃO E CONSTITUCIONALISMO

INTRODUÇÃO AO DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 2 CONSTITUIÇÃO E CONSTITUCIONALISMO INTRODUÇÃO AO DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 2 CONSTITUIÇÃO E CONSTITUCIONALISMO QUESTÃO PARA DISCUSSÃO: EXPLIQUE A DEFINIÇÃO DE CONSTITUCIONALISMO POR CANOTILHO, como uma Técnica específica de limitação

Leia mais

FLÁVIO ALENCAR DIREITO CONSTITUCIONAL

FLÁVIO ALENCAR DIREITO CONSTITUCIONAL FLÁVIO ALENCAR DIREITO CONSTITUCIONAL 78 QUESTÕES DE PROVAS DA BANCA ORGANIZADORA DO CONCURSO SEFAZ/MS E DE OUTRAS INSTITUIÇÕES DE MS GABARITADAS. Seleção das Questões: Prof. Flávio Alencar Coordenação

Leia mais

Direito Público por excelência Normas fundamentais estruturantes do Estado

Direito Público por excelência Normas fundamentais estruturantes do Estado CONCEITO E OBJETO DIREITO CONSTITUCIONAL E CONSTITUCIONALISMO DIREITO CONSTITUCIONAL Direito Público por excelência Normas fundamentais estruturantes do Estado DIVISÕES Direito Constitucional Geral (Comum);

Leia mais

http://www.saraivajur.com.br Direito Constitucional Sumário

http://www.saraivajur.com.br Direito Constitucional Sumário Sumário Noções de Teoria do Estado Formas de Controle da Constitucionalidade Organização dos Poderes Defesa do Estado Sistema Constitucional Tributário Roteiro em PDF Download Acrobat Reader Imprimir este

Leia mais

Além desses sentidos tradicionais, existem as acepções contemporâneas:

Além desses sentidos tradicionais, existem as acepções contemporâneas: CONSTITUCIONALISMO Existem os sentidos tradicionais e também acepções contemporâneas de constitucionalismo. Os sentidos tradicionais são dois: I) Constitucionalismo designa uma teoria, que sustentou a

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional Prof. Alexandre Alcorta Daiuto Advogado MBA FGV CONSTITUCIONALISMO ORIGENS Conforme relaciona Pedro Lenza: Antiguidade - Hebreus limites bíblicos - Democracia Direta - Cidades Estados

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL 1. NOÇÕES GERAIS 1.1. Constituição e antecedentes A fim de se limitar o poder, e de se garantir direitos aos indivíduos, separou-se, hierarquicamente, as normas constitucionais das

Leia mais

Direito Constitucional II Organização do Estado Político-Administrativa. Arts. 18 e seguintes da Constituição Federal

Direito Constitucional II Organização do Estado Político-Administrativa. Arts. 18 e seguintes da Constituição Federal Direito Constitucional II Organização do Estado Político-Administrativa Arts. 18 e seguintes da Constituição Federal Conceitos Organização político-administrativa, em sentido próprio, significam por um

Leia mais

2. (CESPE/MMA/2009) O modelo de federalismo brasileiro é do tipo segregador.

2. (CESPE/MMA/2009) O modelo de federalismo brasileiro é do tipo segregador. 1. (CESPE/SEJUS-ES/2009) A CF adota o presidencialismo como forma de Estado, já que reconhece a junção das funções de chefe de Estado e chefe de governo na figura do presidente da República. 2. (CESPE/MMA/2009)

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL ESTÁCIO-CERS DIREITO CONSTITUCIONAL Professora Ana Paula Teixeira Delgado Tema: Poder Constituinte Poder Constituinte Definição: Poder de elaborar (originário)ou de atualizar uma

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO 1 - RESPOSTAS. 1.1. Quais as funções dos Princípios? RESPOSTA: Os princípios apresentam uma tríplice função:

ESTUDO DIRIGIDO 1 - RESPOSTAS. 1.1. Quais as funções dos Princípios? RESPOSTA: Os princípios apresentam uma tríplice função: ESTUDO DIRIGIDO 1 - RESPOSTAS 1. Princípios do Direito do Trabalho 1.1. Quais as funções dos Princípios? RESPOSTA: Os princípios apresentam uma tríplice função: a) Função informativa/inspiradora: informam

Leia mais

EFICÁCIA E APLICAÇÃO DAS NORMAS CONSTITUCIONAIS

EFICÁCIA E APLICAÇÃO DAS NORMAS CONSTITUCIONAIS EFICÁCIA E APLICAÇÃO DAS NORMAS CONSTITUCIONAIS 1 Eficácia é o poder que tem as normas e os atos jurídicos para a conseqüente produção de seus efeitos jurídicos próprios. No sábio entendimento do mestre

Leia mais

Tema DC - 01 INTRODUÇÃO DO ESTUDO DO DIREITO CONSTITUCIONAL RECORDANDO CONCEITOS

Tema DC - 01 INTRODUÇÃO DO ESTUDO DO DIREITO CONSTITUCIONAL RECORDANDO CONCEITOS Tema DC - 01 INTRODUÇÃO DO ESTUDO DO DIREITO CONSTITUCIONAL RECORDANDO CONCEITOS 1 1. CONCEITO BÁSICO DE DIREITO Somente podemos compreender o Direito, em função da sociedade. Se fosse possível ao indivíduo

Leia mais

O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA

O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA SÃO PAULO RIO DE JANEIRO BRASÍLIA CURITIBA PORTO ALEGRE RECIFE BELO HORIZONTE LONDRES LISBOA XANGAI BEIJING MIAMI BUENOS AIRES O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA DURVAL

Leia mais

PONTO 1: Constituição - histórico PONTO 2: Classificação das Constituições

PONTO 1: Constituição - histórico PONTO 2: Classificação das Constituições 1 DIREITO CONSTITUCIONAL PONTO 1: Constituição - histórico PONTO 2: Classificação das Constituições 1) CONSTITUIÇÃO - HISTÓRICO Conceito atual de Constituição é que nela encontramos todos os princípios

Leia mais

Instrutor: Marlon L. Souto Maior Auditor-Fiscal de Contas

Instrutor: Marlon L. Souto Maior Auditor-Fiscal de Contas TREINAMENTO AOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DE RORAIMA Módulo: Processos e Técnicas Legislativas Noções Básicas de Direito Administrativo e Administração Pública Instrutor: Marlon L. Souto Maior Auditor-Fiscal

Leia mais

Faculdade Pitágoras de Ipatinga Campus Bom Retiro Direito Constitucional III

Faculdade Pitágoras de Ipatinga Campus Bom Retiro Direito Constitucional III 1. CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE 1.1. Noções gerais. 1.2. Espécies de inconstitucionalidade. 1.3. Teoria geral do controle de constitucionalidade. 1.4. Modelos de controle de constitucionalidade. 1.5.

Leia mais

Processo Legislativo. Aula 2. Prof. Jorge Bernardi. A federação brasileira. A Federação Brasileira. O positivismo. Conceito de lei.

Processo Legislativo. Aula 2. Prof. Jorge Bernardi. A federação brasileira. A Federação Brasileira. O positivismo. Conceito de lei. Processo Legislativo Aula 2 Contextualização Prof. Jorge Bernardi A federação brasileira Conceito de lei O direito O jus naturalis O positivismo Validade da lei Tipologia das normas Decreto autônomo A

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Meio ambiente equilibrado e sadio - Um Direito Fundamental Uélton Santos* Art. 225, CF. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e

Leia mais

Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4

Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4 Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4 Banca: SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO/RJ Edital SMA Nº 84/2010 (data da publicação: 27/09/2010) Carga horária (aulas presenciais): 126 horas

Leia mais

Unidade II. Unidade II

Unidade II. Unidade II Unidade II 3 DIREITO DO TRABALHO 3.1 Conceito de empregador e empregado De acordo com o que estabelece a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), considera-se empregador a empresa, individual ou coletiva

Leia mais

Maratona Fiscal ISS Direito tributário

Maratona Fiscal ISS Direito tributário Maratona Fiscal ISS Direito tributário 1. São tributos de competência municipal: (A) imposto sobre a transmissão causa mortis de bens imóveis, imposto sobre a prestação de serviço de comunicação e imposto

Leia mais

O GOVERNO. Art.º 182º da Constituição da República Portuguesa

O GOVERNO. Art.º 182º da Constituição da República Portuguesa O GOVERNO Art.º 182º da Constituição da República Portuguesa «O Governo é o órgão de condução da política geral do país e o órgão superior da Administração Pública.» 1 Pela própria ideia que se retira

Leia mais

DIVISÃO ESPACIAL DO PODER

DIVISÃO ESPACIAL DO PODER DIVISÃO ESPACIAL DO PODER FORMA DE ESTADO: UNITÁRIO 1. Puro: Absoluta centralização do exercício do Poder; 2. Descentralização administrativa: Concentra a tomada de decisões, mas avança na execução de

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: Direito Administrativo Aula 01

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: Direito Administrativo Aula 01 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: Direito Administrativo Aula 01 Lei 8.666/93 Licitações Normais Gerais Conceito da Lei Dispensa de Licitação Tipos de Licitação Contrato Administrativo Direito Administrativo Aula

Leia mais

GUIA DE ESTUDOS INSS NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO FÁBIO RAMOS BARBOSA

GUIA DE ESTUDOS INSS NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO FÁBIO RAMOS BARBOSA DIREITO ADMINISTRATIVO Estado, governo e administração pública: conceitos, elementos, poderes e organização; natureza, fins e princípios. Direito Administrativo: conceito, fontes e princípios. Organização

Leia mais

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO HISTÓRIA DO LEGISLATIVO Maurício Barbosa Paranaguá Seção de Projetos Especiais Goiânia - 2015 Origem do Poder Legislativo Assinatura da Magna Carta inglesa em 1215 Considerada a primeira Constituição dos

Leia mais

ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL

ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL Turma e Ano: Direito Público I (2013) Matéria / Aula: Direito Constitucional / Aula 13 Professor: Marcelo L. Tavares Monitora: Carolina Meireles ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL Lei 9.882/99

Leia mais

NOVOS INSTRUMENTOS PERMITEM CONCRETIZAR DIREITOS HUMANOS NO STF E STJ

NOVOS INSTRUMENTOS PERMITEM CONCRETIZAR DIREITOS HUMANOS NO STF E STJ NOVOS INSTRUMENTOS PERMITEM CONCRETIZAR DIREITOS HUMANOS NO STF E STJ (Conjur, 10/12/2014) Alexandre de Moraes Na luta pela concretização da plena eficácia universal dos direitos humanos o Brasil, mais

Leia mais

Sentidos tradicionais de constituição. Preâmbulo. Constituição Sociológica. Constituição Sociológica. Constituição Jurídica. Constituição Jurídica

Sentidos tradicionais de constituição. Preâmbulo. Constituição Sociológica. Constituição Sociológica. Constituição Jurídica. Constituição Jurídica Preâmbulo Sentidos tradicionais de constituição 1) IRRELEVANCIA JURIDICA Natureza Jurídica do Preâmbulo? 2) PLENA EFICÁCIA CONSTITUIÇÃO SOCIOLÓGICA CONSTITUIÇÃO JURÍDICA CONSTITUIÇÃO POLÍTICA 3) TESE DA

Leia mais

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS ÍNDICE Código Disciplina Página DIR 02-07411 Direito Constitucional I 2 DIR 02-07417 Direito Constitucional II 3 DIR 02-00609 Direito Constitucional III 4 DIR 02-00759 Direito

Leia mais

Direito Constitucional 3º semestre Professora Ilza Facundes. Organização do Estado Federação na Constituição de 1988

Direito Constitucional 3º semestre Professora Ilza Facundes. Organização do Estado Federação na Constituição de 1988 Direito Constitucional 3º semestre Professora Ilza Facundes Organização do Estado Federação na Constituição de 1988 a) CARACTERÍSTICAS I. Órgãos representativos: Câmara dos Deputados Representa o Povo

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL EM QUADROS

DIREITO CONSTITUCIONAL EM QUADROS DIREITO CONSTITUCIONAL EM QUADROS Prof. Gabriel Dezen Junior (autor das obras CONSTITUIÇÃO FEDERAL ESQUEMATIZADA EM QUADROS e TEORIA CONSTITUCIONAL ESQUEMATIZADA EM QUADROS, publicadas pela Editora Leya

Leia mais

INTERESSE PÚBLICO: Supremacia e Indisponibilidade.

INTERESSE PÚBLICO: Supremacia e Indisponibilidade. INTERESSE PÚBLICO: Supremacia e Indisponibilidade. Jaileno Miranda Conceição¹ RESUMO O Direito Administrativo é um ramo do Direito Público composto por órgãos, agentes, e pessoas jurídicas administrativas,

Leia mais

CONCEITO E EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO DIREITO ECONÔMICO CONCEITO DE DIREITO ECONÔMICO SUJEITO - OBJETO

CONCEITO E EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO DIREITO ECONÔMICO CONCEITO DE DIREITO ECONÔMICO SUJEITO - OBJETO CONCEITO E EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO DIREITO ECONÔMICO CONCEITO DE DIREITO ECONÔMICO SUJEITO - OBJETO CONCEITO DIREITO ECONÔMICO É O RAMO DO DIREITO QUE TEM POR OBJETO A JURIDICIZAÇÃO, OU SEJA, O TRATAMENTO

Leia mais

TRATADOS INTERNACIONAIS E SUA INCORPORAÇÃO NO ORDENAMENTO JURÍDICO 1. DIREITOS FUNDAMENTAIS E TRATADOS INTERNACIONAIS

TRATADOS INTERNACIONAIS E SUA INCORPORAÇÃO NO ORDENAMENTO JURÍDICO 1. DIREITOS FUNDAMENTAIS E TRATADOS INTERNACIONAIS Autora: Idinéia Perez Bonafina Escrito em maio/2015 TRATADOS INTERNACIONAIS E SUA INCORPORAÇÃO NO ORDENAMENTO JURÍDICO 1. DIREITOS FUNDAMENTAIS E TRATADOS INTERNACIONAIS Nas relações internacionais do

Leia mais

A CRÍTICA AO ATO DE SUPERIOR E A LIBERDADE DE EXPRESSÃO

A CRÍTICA AO ATO DE SUPERIOR E A LIBERDADE DE EXPRESSÃO UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO MILITAR DIREITO PENAL MILITAR PARTE ESPECIAL MARCELO VITUZZO PERCIANI A CRÍTICA AO ATO DE SUPERIOR E A LIBERDADE DE EXPRESSÃO Marcelo Vituzzo Perciani

Leia mais

Renovação de Reconhecimento CEE/GP 266/06 de 13 de julho de 2006 - D.O.E. 14/07/2006 Autarquia Municipal DEPARTAMENTO DE DIREITO DO ESTADO 2015

Renovação de Reconhecimento CEE/GP 266/06 de 13 de julho de 2006 - D.O.E. 14/07/2006 Autarquia Municipal DEPARTAMENTO DE DIREITO DO ESTADO 2015 DE DIREITO DO ESTADO 2015 EMENTA O Direito Constitucional é a referência axiológica para a aplicação de todos os ramos do Direito. Nesse sentido, este curso de Prática Jurídica Constitucional possibilita

Leia mais

www.apostilaeletronica.com.br

www.apostilaeletronica.com.br DIREITO CONSTITUCIONAL I. História Constitucional do Brasil... 003 II. Constituição: conceito e classificação... 006 IIII. Poder Constituinte... 008 IV. Normas Constitucionais... 012 V. Hermenêutica Constitucional...

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Com fundamento na recente Lei n. 1.234, do Estado Y, que exclui as entidades de direito privado da Administração Pública do dever de licitar, o banco X (empresa pública

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO MILTON CAMPOS Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Regime Jurídico dos Recursos Minerais

FACULDADE DE DIREITO MILTON CAMPOS Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Regime Jurídico dos Recursos Minerais FACULDADE DE DIREITO MILTON CAMPOS Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Regime Jurídico dos Recursos Minerais Tópicos em Direito Constitucional Carga Horária: 28 h/a 1 - Ementa Poder Constituinte e a Constituição

Leia mais

Autarquia. Administração Indireta. Figura sujeita a polemicas doutrinárias e de jurisprudência. Ausente na estrutura do Executivo Federal

Autarquia. Administração Indireta. Figura sujeita a polemicas doutrinárias e de jurisprudência. Ausente na estrutura do Executivo Federal Administração Direta Fundação Publica Direito Público Consórcio Público Direito Público Fundação Publica Direito Privado Empresa Pública Consórcio Público Direito Privado Sociedade Economia Mista Subsidiária

Leia mais

Subordinação ao direito público é:

Subordinação ao direito público é: A Administração e o direito público Subordinação ao direito público é: 1. Subordinação ao direito constitucional: não só porque é o vértice da pirâmide da ordem jurídica, mas também porque tem normas materialmente

Leia mais

II A realização dos direitos fundamentais nas cidades

II A realização dos direitos fundamentais nas cidades DIREITO À CIDADE UM EXEMPLO FRANCÊS Por Adriana Vacare Tezine, Promotora de Justiça (MP/SP) e Mestranda em Direito Urbanístico na PUC/SP I Introdução A determinação do governo francês de proibir veículos

Leia mais

TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO SUBSEQUENTE NOÇÕES GERAIS DO DIREITO CONCEITOS BÁSICOS

TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO SUBSEQUENTE NOÇÕES GERAIS DO DIREITO CONCEITOS BÁSICOS NOÇÕES GERAIS DO DIREITO CONCEITOS BÁSICOS 1 I. Introdução: - A vida em Sociedade exige regramento; - As Normas Reguladoras das relações humanas; - A aplicação das sanções (punições): maior ou menor grau

Leia mais

Distinção entre Norma Moral e Jurídica

Distinção entre Norma Moral e Jurídica Distinção entre Norma Moral e Jurídica Filosofia do direito = nascimento na Grécia Não havia distinção entre Direito e Moral Direito absorvia questões que se referiam ao plano da consciência, da Moral,

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988...

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988... CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO VII DA ORDEM SOCIAL CAPÍTULO VIII DOS ÍNDIOS Art. 231. São reconhecidos aos índios sua organização social, costumes, línguas, crenças e tradições,

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL. SIMULADO Prof. Cristiano Lopes

DIREITO CONSTITUCIONAL. SIMULADO Prof. Cristiano Lopes DIREITO CONSTITUCIONAL SIMULADO Prof. Cristiano Lopes SIMULADO DIREITO CONSTITUCIONAL 1. (FCC - 2013 - TRT - 18ª Região (GO) - Técnico Judiciário - Tecnologia da Informação) Analise o Art. 2, da Constituição

Leia mais

---------- 23. - Presente à reunião proposta do Vereador José Maria Magalhães do seguinte teor:

---------- 23. - Presente à reunião proposta do Vereador José Maria Magalhães do seguinte teor: - Conselho Municipal de Educação de Vila Real - Proposta de Regulamento ---------- 23. - Presente à reunião proposta do Vereador José Maria Magalhães do seguinte teor: A Lei de Bases do Sistema Educativo

Leia mais

Publicidade e Propaganda - Radialismo. Apresentação da ementa

Publicidade e Propaganda - Radialismo. Apresentação da ementa Publicidade e Propaganda - Radialismo Apresentação da ementa Professor substituto da Universidade Federal do Mato Grosso (disciplina Estatuto da Criança e do Adolescente; Direito Penal e Direito e Ética

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2014/1 DISCIPLINA: DIREITO CONSTITUCIONAL II PROFESSOR: SERGIO ROBERTO LEAL DOS SANTOS TURMA: 4º

Leia mais

INSTRUMENTOS DE TRATAMENTO DE CONFLITOS DAS RELAÇÕES DE TRABALHO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL

INSTRUMENTOS DE TRATAMENTO DE CONFLITOS DAS RELAÇÕES DE TRABALHO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 4, 5 e 6 de junho de 2012 INSTRUMENTOS DE TRATAMENTO DE CONFLITOS DAS RELAÇÕES DE TRABALHO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL Marcela Tapajós e Silva Painel

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICA E REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR

CÂMARA DOS DEPUTADOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICA E REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR CÂMARA DOS DEPUTADOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICA E REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR A INFLUÊNCIA DAS AUDIÊNCIAS PÚBLICAS NA FORMULÇÃO DA LEI nº 11.096/2005 PROUNI

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE AULA PROFESSOR: Antonio Isidoro Piacentin Disciplina: Direito Constitucional II Etapa: ()1ª ( ) 2ª ( ) 3ª ( x ) 4ª Turmas: ( ) F ( ) G (x ) P 1. OBJETIVOS: 1.1. Oferecer aos alunos os conceitos

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br O que é uma ONG? Rodrigo Mendes Delgado *. Uma ONG é uma Organização Não-Governamental. Mas, para que serve uma ONG? Simples, serve para auxiliar o Estado na consecução de seus objetivos

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Direito agrário: função social da propriedade; sua evolução e história Paula Baptista Oberto A Emenda Constitucional Nº. 10 de 10/11/64 foi o grande marco desta recente ciência jurídica

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO - PR

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO - PR TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO - PR Analista Judiciário Área Judiciária Professor: Cristiano Lopes Aula AULA 01 # RATEIO LEGAL COMPRA COLETIVA DE CURSOS PARA CONCURSOS 2 49 O #RATEIOLEGAL é um

Leia mais

FIXAÇÃO DO NÚMERO DE VEREADORES PELOS MUNICÍPIOS MÁRCIO SILVA FERNANDES

FIXAÇÃO DO NÚMERO DE VEREADORES PELOS MUNICÍPIOS MÁRCIO SILVA FERNANDES FIXAÇÃO DO NÚMERO DE VEREADORES PELOS MUNICÍPIOS MÁRCIO SILVA FERNANDES Consultor Legislativo da Área I Direito Constitucional, Eleitoral, Municipal, Administrativo, Processo Legislativo e Poder Judiciário

Leia mais

SUMÁRIO AGRADECIMENTOS... 17. INTRODUÇÃO... 21 A importância da Lei na sociedade contemporânea... 21

SUMÁRIO AGRADECIMENTOS... 17. INTRODUÇÃO... 21 A importância da Lei na sociedade contemporânea... 21 STF00094362 SUMÁRIO NOTA DO AUTOR... 15 AGRADECIMENTOS... 17 LISTA DE ABREVIATURAS UTILIZADAS... 19 INTRODUÇÃO... 21 A importância da Lei na sociedade contemporânea... 21 CAPÍTULO 1 FUNDAMENTOS TEÓRICOS

Leia mais

OAB 2ª Fase Direito Constitucional Meta 4 Cristiano Lopes

OAB 2ª Fase Direito Constitucional Meta 4 Cristiano Lopes OAB ª Fase Direito Constitucional Meta Cristiano Lopes 0 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. META LEITURA OBRIGATÓRIA Legislação: CF, arts. ; Doutrina: Poder legislativo

Leia mais

Texto Final. Projeto de Lei n.º 68/XII (1.ª) (PSD e CDS-PP) Lei de Bases da Economia Social

Texto Final. Projeto de Lei n.º 68/XII (1.ª) (PSD e CDS-PP) Lei de Bases da Economia Social Texto Final Projeto de Lei n.º 68/XII (1.ª) (PSD e CDS-PP) Lei de Bases da Economia Social Artigo 1.º Objeto A presente lei estabelece, no desenvolvimento do disposto na Constituição da República Portuguesa

Leia mais

Maurício Piragino /Xixo Escola de Governo de São Paulo. mauxixo.piragino@uol.com.br

Maurício Piragino /Xixo Escola de Governo de São Paulo. mauxixo.piragino@uol.com.br Democracia Participativa e Direta: conselhos temáticos e territoriais (Conselhos Participativos nas Subprefeituras); Iniciativa Popular, Plebiscitos e Referendo" Maurício Piragino /Xixo Escola de Governo

Leia mais

www.concursovirual.com.br

www.concursovirual.com.br DIREITO ADMINISTRATIVO TEMA: CONHECIMENTOS GERAIS CORREIOS/2015 CONHECIMENTOS GERAIS ESTADO UNITÁRIO - PODER CENTRAL (França) ESTADO COMPOSTO ESTADO UNITÁRIO (Formação histórica) ESTADO REGIONAL MENOS

Leia mais

Blumenau, 24 de junho de 2015. Ilustríssimo(a) Senhor(a) Vereador(a).

Blumenau, 24 de junho de 2015. Ilustríssimo(a) Senhor(a) Vereador(a). 1 Ofício nº 01/2015 - CDS - OAB/BLUMENAU Aos(as) Excelentíssimos(as) Vereadores(as) de Blumenau. Blumenau, 24 de junho de 2015. Ilustríssimo(a) Senhor(a) Vereador(a). Conforme se denota do sítio eletrônico,

Leia mais

CONSTITUCIONALISMO SOCIAL NO MERCOSUL

CONSTITUCIONALISMO SOCIAL NO MERCOSUL ELIANNE MARIA MEIRA ROSA Professora Titular de Direito Internacional Público da Faculdade de Direito da Universidade Braz Cubas. Mogi das Cruzes-SP. Professora de Ética Geral e Profissional da Faculdade

Leia mais

Terceiro Setor, ONGs e Institutos

Terceiro Setor, ONGs e Institutos Terceiro Setor, ONGs e Institutos Tomáz de Aquino Resende Promotor de Justiça. Coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Tutela de Fundações de Minas Gerais. Usualmente é chamado de

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL 1. Teoria Constitucional... 2 2. Princípios fundamentais... 17 3. Direitos e Deveres Individuais e Coletivos... 20 4. Direitos Sociais... 38 5. Nacionalidade... 41 6. Direitos Políticos

Leia mais

CIDADANIA E MEIO AMBIENTE, À LUZ DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL: UMA REFLEXÃO NECESSÁRIA CLOVIS BRASIL PEREIRA

CIDADANIA E MEIO AMBIENTE, À LUZ DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL: UMA REFLEXÃO NECESSÁRIA CLOVIS BRASIL PEREIRA CIDADANIA E MEIO AMBIENTE, À LUZ DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL: UMA REFLEXÃO NECESSÁRIA CLOVIS BRASIL PEREIRA SUMÁRIO: 1. O conceito de cidadania e sua evolução no Brasil - 2. Os direitos fundamentais e o exercício

Leia mais

Subseção I Disposição Geral

Subseção I Disposição Geral Subseção I Disposição Geral Art. 59. O processo legislativo compreende a elaboração de: I - emendas à Constituição; II - leis complementares; III - leis ordinárias; IV - leis delegadas; V - medidas provisórias;

Leia mais

CONSTITUIÇÃO E DEMOCRACIA

CONSTITUIÇÃO E DEMOCRACIA CONSTITUIÇÃO E DEMOCRACIA Por André Cordelli Alves Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Mestre em Direito Civil pela PUC/SP e Doutorando em Direito Civil pela

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO I. NOÇÕES PRELIMINARES

DIREITO ADMINISTRATIVO I. NOÇÕES PRELIMINARES DIREITO ADMINISTRATIVO I. NOÇÕES PRELIMINARES 1. DIREITO: é o conjunto de normas de conduta coativa impostas pelo Estado, se traduz em princípios de conduta social, tendentes a realizar Justiça, assegurando

Leia mais

CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS

CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS CÂMARA DOS DEPUTADOS CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E INFORMAÇÃO CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS Exposição organizada pelo Museu da Câmara dos Deputados, mostrando as constituições brasileiras, suas principais deliberações

Leia mais

Lei nº11.107 Consórcios públicos e gestão associada de serviços públicos

Lei nº11.107 Consórcios públicos e gestão associada de serviços públicos Lei nº11.107 Consórcios públicos e gestão associada de serviços públicos Seminário de Licenciamento Ambiental de Destinação Final de Resíduos Sólidos Brasília, DF - Novembro de 2005 Coleta de resíduos

Leia mais

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO A prova de História é composta por três questões e vale 10 pontos no total, assim distribuídos: Questão 1 3 pontos (sendo 1 ponto para o subitem A, 1,5

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL João e José são pessoas com deficiência física, tendo concluído curso de nível superior. Diante da abertura de vagas para preenchimento de cargos vinculados ao Ministério

Leia mais

Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa:

Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa: Conceito Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa: a) impedir a subsistência da eficácia de norma contrária à Constituição (incompatibilidade vertical) b) conferir eficácia plena

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 Emendas Constitucionais Emendas Constitucionais de Revisão Ato das Disposições

Leia mais

O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO E A ECONOMIA DE MERCADO. Antônio Fernando Guimarães Pinheiro

O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO E A ECONOMIA DE MERCADO. Antônio Fernando Guimarães Pinheiro O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO E A ECONOMIA DE MERCADO Antônio Fernando Guimarães Pinheiro INTRODUÇÃO O Estado de direito veio consagrar o processo de afirmação dos direitos humanos que constitui um dos

Leia mais

Código Florestal e Pacto Federativo 11/02/2011. Reginaldo Minaré

Código Florestal e Pacto Federativo 11/02/2011. Reginaldo Minaré Código Florestal e Pacto Federativo 11/02/2011 Reginaldo Minaré Diferente do Estado unitário, que se caracteriza pela existência de um poder central que é o núcleo do poder político, o Estado federal é

Leia mais

EVOLUÇÃO DA APLICAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS SOCIAIS NO ORDENAMENTO JURIDICO BRASILEIRO.

EVOLUÇÃO DA APLICAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS SOCIAIS NO ORDENAMENTO JURIDICO BRASILEIRO. 1 EVOLUÇÃO DA APLICAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS SOCIAIS NO ORDENAMENTO JURIDICO BRASILEIRO. Clarissa Felipe Cid 1 Sumário:1. Introdução. 2. A distinção entre direitos humanos e fundamentais. 3. Como são aplicadas

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO ORGANIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

DIREITO ADMINISTRATIVO ORGANIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DIREITO ADMINISTRATIVO ORGANIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Atualizado em 27/10/2015 ORGANIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DESCENTRALIZAÇÃO E DESCONCENTRAÇÃO A administração pública exerce as suas competências

Leia mais

1. RESUMO. na Constituição Federal, portanto, a análise do tema deve ser estudada à luz

1. RESUMO. na Constituição Federal, portanto, a análise do tema deve ser estudada à luz 1. RESUMO Os direitos fundamentais trabalhistas estão inseridos na Constituição Federal, portanto, a análise do tema deve ser estudada à luz do Direito do Trabalho e dos princípios que orientam o Direito

Leia mais

SEPARAÇÃO DE PODERES DO ESTADO

SEPARAÇÃO DE PODERES DO ESTADO SEPARAÇÃO DE PODERES DO ESTADO Plano horizontal diferenciação funcional (Legislativo, Executivo e Judiciário) Plano vertical ordens jurídicas especiais (União, Estados, DF e Municípios) Impõe limites e

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária D12 II 04 Semanal Mensal 04 Nome da Disciplina HISTÓRIA DO DIREITO Curso DIREITO Não há pré-requisito Conceituação e objeto da História do Direito. Direito

Leia mais

DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO

DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO Direito Internacional Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 39 DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO Introdução A dinâmica das relações de caráter econômico ou não no contexto mundial determinou a criação de

Leia mais

1001 Questões Comentadas - Direito Constitucional - FCC Vítor Cruz

1001 Questões Comentadas - Direito Constitucional - FCC Vítor Cruz 2 Esta obra é composta de 1001 enunciados adaptados de questões de concursos públicos realizados pela banca organizadora Fundação Carlos Chagas - FCC. A adaptação do enunciado foi realizada pelo autor

Leia mais

RESOLUÇÃO CNAS Nº 11, DE 23 DE SETEMBRO DE 2015.

RESOLUÇÃO CNAS Nº 11, DE 23 DE SETEMBRO DE 2015. RESOLUÇÃO CNAS Nº 11, DE 23 DE SETEMBRO DE 2015. Caracteriza os usuários, seus direitos e sua participação na Política Pública de Assistência Social e no Sistema Único de Assistência Social, e revoga a

Leia mais

PROTEÇÃO DOS BENS AMBIENTAIS: PELA CRIAÇÃO DE UMA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE (OME). Brasília, 20/04/2012 Sandra Cureau

PROTEÇÃO DOS BENS AMBIENTAIS: PELA CRIAÇÃO DE UMA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE (OME). Brasília, 20/04/2012 Sandra Cureau XII CONGRESSO BRASILEIRO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DE MEIO AMBIENTE PROTEÇÃO DOS BENS AMBIENTAIS: PELA CRIAÇÃO DE UMA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE (OME). Brasília, 20/04/2012 Sandra Cureau FUNDAMENTOS

Leia mais

Francisco José Carvalho

Francisco José Carvalho 1 Olá caro leitor, apresento a seguir algumas considerações sobre a Teoria da Função Social do Direito, ao qual considero uma teoria de direito, não apenas uma teoria nova, mas uma teoria que sempre esteve

Leia mais

A CONSTITUIÇÃO. Auditor

A CONSTITUIÇÃO. Auditor A CONSTITUIÇÃO CESPE/UNB Auditor Questão n. 1 (CESPE/AFCE/TCU - 1995) A hierarquia das normas jurídicas no Brasil faz com que: a) uma lei, em sentido estrito, somente possa ser revogada por uma outra lei,

Leia mais

INTERVENÇÃO FEDERAL ARTIGO 34 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL

INTERVENÇÃO FEDERAL ARTIGO 34 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL INTERVENÇÃO FEDERAL ARTIGO 34 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL É o ato de intervir (tomar parte), toda vez que a ação de um Estado- Membro perturbe o sistema constitucional federativo ou provoque grave anormalidade

Leia mais

DO MINISTÉRIO PÚBLICO art.170 a art175

DO MINISTÉRIO PÚBLICO art.170 a art175 CONSTITUIÇÃO FEDERAL 88 DO MINISTÉRIO PÚBLICO art.127 a art.130- A Art. 127. O Ministério Público é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem

Leia mais

DA INCONSTITUCIONALIDADE DA PRISÃO DO DEPOSITÁRIO INFIEL

DA INCONSTITUCIONALIDADE DA PRISÃO DO DEPOSITÁRIO INFIEL 1 DA INCONSTITUCIONALIDADE DA PRISÃO DO DEPOSITÁRIO INFIEL Edson Ribeiro De acordo com a Convenção de Viena (1969), os tratados internacionais são acordos internacionais firmados entre Estados, na forma

Leia mais