INTRODUÇÃO AO DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 2 CONSTITUIÇÃO E CONSTITUCIONALISMO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INTRODUÇÃO AO DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 2 CONSTITUIÇÃO E CONSTITUCIONALISMO"

Transcrição

1 INTRODUÇÃO AO DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 2 CONSTITUIÇÃO E CONSTITUCIONALISMO

2 QUESTÃO PARA DISCUSSÃO: EXPLIQUE A DEFINIÇÃO DE CONSTITUCIONALISMO POR CANOTILHO, como uma Técnica específica de limitação do poder com fins garantísticos.

3 HÁ ESTADO SEM CONSTITUIÇÃO?

4 DEFINIÇÃO DE CONSTITUIÇÃO C3%A3o/ Ato de constituir, de firmar, de estabelecer. Organização, natureza particular. Compleição física: o pequeno tem constituição robusta. Formação. Lei fundamental, que regula os direitos e deveres dos cidadãos, em relação ao Estado. Conjunto de preceitos, por que se regula uma instituição, corporação, etc. Estatuto, ordenação.

5 DEFINIÇÃO DE CONSTITUCIONALISMO Movimento que ergue um governo limitado; Técnica específica de limitação do poder; Normas que limitam a atuação do Estado para garantir os direitos humanos; Ideal a ser buscado pelo Estado.

6 FASES DO CONSTITUCIONALISMO

7 ANTIGUIDADE Constitucionalismo na Antiguidade (escritos que limitavam o poder do monarca) Constitucionalismo Hebreu (Estado teocrático. Fiscalização pelos profetas as normas bíblicas) Karl Loewenstein. Constitucionalismo na Grécia (democracia com as Cidades-Estados);

8 CIDADES-ESTADOS GREGAS Democracia Direta - Cargos e funções estatais escolhidas por sorteio. Qualquer cidadão.

9 IDADE MÉDIA Constitucionalismo na Idade Média (Hierarquia, documentos escritos, respeito as leis divinas. Constitucionalismo Inglês Magna Carta de 1215 (privilégios aos reis e barões); Marco da Constituição Escrita;

10 IDADE MÉDIA Absolutismo Monárquico

11 IDADE MÉDIA Magna Carta Inglaterra

12 Constitucionalismo Inglês - Petiton of Rights (1689) e Bill of Rigths (1689). O Constitucionalismo é baseado no Parlamentarismo constitucional. Constitucionalismo Moderno: Queda do absolutismo; Séc. XVIII - Iluminismo/ Modelo capitalista/ Liberalismo; Positivismo jurídico; Constituição americana em 1787 (normas escritas) Constituição Francesa (1791); Absenteísmo Estatal; Passagem para Estado Social e Intervencionismo (Constituições Sociais)

13 BURGUESIA

14 Constitucionalismo Norte Americano Independência dos EUA. Criação da Constituição Americana (1787). Federalismo, República e o Presidencialismo. Normas de Organização do Estado e garantias dos Direitos Fundamentais. Contratos de colonização. (A Odisseia) Constitucionalismo Europeu - Final do Séc. XVIII. Revolução Francesa. Constituição Francesa (1791). Parlamentarismo (Burgesia). Visão legicêntrica.

15 REVOLUÇÃO FRANCESA

16 LIBERALISMO

17 INTERVENCIONISMO ESTATAL

18 CONSTITUCIONALISMO CONTEMPORÂNEO Totalitarismo Constitucional (as normas constitucionais devem ser aplicadas através de programas Estatais) Dirigismo estatal/ Constituição Dirigente (Constituição cria regras para dirigir as ações governamentais) Canotilho; Normas programáticas; Defesa dos direitos humanos; Neoconstitucionalismo. Obs.: A norma programática é um conceito do Constitucionalismo Europeu, com visão legicêntrica, pois depende de condições estabelecidas pelo legislador.

19 NEOCONSTITUCIONALISMO Constitucionalismo Pós Moderno; Pós-positivismo. Início do Século XXI

20 NEOCONSTITUCIONALISMO Efetividade do texto Constitucional; Positivação e concretização de direitos fundamentais; Onipresença dos princípios e das regas; Estado Constitucional de Direitos; Carga valorativa da Constituição (Caráter Axiológico); Dignidade da Pessoa Humana e Direitos Fundamentais.

21 MARCOS DO NEOCONSTITUCIONALISMO HISTÓRICO Documentos a partir da II Guerra Mundial; Final do Séc. XX MARCOS FUNDAMENTAIS FILOSÓFICO Pós-Positivismo; Centralidade dos direitos fundamentais; Reaproximação entre Direito e ética. TEÓRICO Força Normativa da Constituição (Konrad Hesse) Supremacia da Constituição; Nova forma de interpretação das normas constitucionais.

22 CONCEITOS VALORADOS PELO NEOCONSTITUCIONALISMO Supremacia da Constituição; Presunção de Constitucionalidade das normas; Interpretação conforme a Constituição; Princípio da Ponderação e da Razoabilidade; Norma valor x Norma regra Reserva do Possível x Mínimo Vital/Existencial (Dignidade da pessoa humana).

23 DIREITO CONSTITUCIONAL Natureza Jurídica: Direito Público ou Direito Privado?

24 Para José Afonso da Silva: Direito Público fundamental por referir-se à organização e funcionamento do Estado, à articulação dos elementos primários do mesmo e ao estabelecimento das bases da estrutura política.

25 Direito civil constitucional Direito do Trabalho Constitucional CF/88 Direito penal constitucional Direito Previdenciário Constitucional Direito Uno e Indivisível; Divisão para conveniência Acadêmica; Constitucionalização do direito privado; Microssistemas; Constituição como Norma de Validade do Ordenamento Jurídico; Eficácia Horizontal dos Direitos Fundamentais.

26 Ordenamento jurídico: Existe um escalonamento de normas em que a Constituição é a norma de validade das demais.

27 OBJETO DO DIREITO CONSTITUCIONAL Normas fundamentais que integram um Estado; Organização do Estado; Limites de atuação dos governantes; Direitos e garantias fundamentais do homem; Regras básicas sobre a ordem econômica, social e cultural.

28 QUAIS OS ELEMENTOS ESSENCIAIS DE UMA CONSTITUIÇÃO? Forma de Estado (Federação) Forma de Governo (República) Modo de aquisição e o exercício do poder; Limites de atuação do poder; Direitos fundamentais;

29 FONTES ESCRITAS Leis Tratados Internacionais; Legislação estrangeira; Jurisprudência; Doutrina (como fonte auxiliar)

30 FONTES NÃO ESCRITAS: Costumes consentimento tácito do uso reiterado. Usos Constitucionais - common law

31 1. Porque Lassalle conceituou a Constituição como a somatória dos fatores reais de poder? 2. Qual o significado da constituição como uma Decisão Política Fundamental? 3. Qual a diferença entre Sentido Formal e Sentido Material de Constituição para Schimitt? 4. Qual o significado da Norma Hipotética Fundamental para Kelsen? 5. Conceitue a Constituição Aberta e sua aplicabilidade na atualidade. 6. O que significa Constituição Simbólica como alopoiese do sistema jurídico?

Direito Público por excelência Normas fundamentais estruturantes do Estado

Direito Público por excelência Normas fundamentais estruturantes do Estado CONCEITO E OBJETO DIREITO CONSTITUCIONAL E CONSTITUCIONALISMO DIREITO CONSTITUCIONAL Direito Público por excelência Normas fundamentais estruturantes do Estado DIVISÕES Direito Constitucional Geral (Comum);

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL 1. NOÇÕES GERAIS 1.1. Constituição e antecedentes A fim de se limitar o poder, e de se garantir direitos aos indivíduos, separou-se, hierarquicamente, as normas constitucionais das

Leia mais

CONCEITO DIREITO CONSTITUCIONAL: é o ramo do Direito Público que estuda, sistematiza e interpreta as normas fundamentais de organização de um Estado.

CONCEITO DIREITO CONSTITUCIONAL: é o ramo do Direito Público que estuda, sistematiza e interpreta as normas fundamentais de organização de um Estado. CONCEITO DIREITO CONSTITUCIONAL: é o ramo do Direito Público que estuda, sistematiza e interpreta as normas fundamentais de organização de um Estado. CONCEITO CONSTITUIÇÃO: é a lei fundamental e suprema

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE AULA PROFESSOR: Antonio Isidoro Piacentin Disciplina: Direito Constitucional II Etapa: ()1ª ( ) 2ª ( ) 3ª ( x ) 4ª Turmas: ( ) F ( ) G (x ) P 1. OBJETIVOS: 1.1. Oferecer aos alunos os conceitos

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional Prof. Alexandre Alcorta Daiuto Advogado MBA FGV CONSTITUCIONALISMO ORIGENS Conforme relaciona Pedro Lenza: Antiguidade - Hebreus limites bíblicos - Democracia Direta - Cidades Estados

Leia mais

Direito Administrativo 4º semestre Professora Ilza Facundes. Introdução ao. Direito Administrativo

Direito Administrativo 4º semestre Professora Ilza Facundes. Introdução ao. Direito Administrativo 4º semestre Professora Ilza Facundes Introdução ao Direito Administrativo NOÇÕES GERAIS O estudo do Direito Administrativo, no Brasil, torna- se um pouco penoso pela falta de um código, uma legislação

Leia mais

Teoria geral dos direitos fundamentais. Professor : Siddharta Legale

Teoria geral dos direitos fundamentais. Professor : Siddharta Legale Teoria geral dos direitos fundamentais Professor : Siddharta Legale Bibliografia sugerida Ingo Sarlet, Eficácia dos direitos fundamentais Daniel Sarmento, Direitos fundamentais e relações privadas Robert

Leia mais

FACULDADE FORTIUM UNIDADE ASA SUL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: DIREITO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO. PROFESSOR: Marcelo Thimoti

FACULDADE FORTIUM UNIDADE ASA SUL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: DIREITO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO. PROFESSOR: Marcelo Thimoti FACULDADE FORTIUM UNIDADE ASA SUL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: DIREITO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO SEMESTRE: 3º TURNO: Noite PROFESSOR: Marcelo Thimoti 1. Enumere a segunda coluna de acordo com a

Leia mais

GUIA DE ESTUDOS INSS NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO FÁBIO RAMOS BARBOSA

GUIA DE ESTUDOS INSS NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO FÁBIO RAMOS BARBOSA DIREITO ADMINISTRATIVO Estado, governo e administração pública: conceitos, elementos, poderes e organização; natureza, fins e princípios. Direito Administrativo: conceito, fontes e princípios. Organização

Leia mais

ASPECTOS DO DIREITO CONSTITUCIONAL SUA EVOLUÇÃO ATRAVÉS DO TEMPO

ASPECTOS DO DIREITO CONSTITUCIONAL SUA EVOLUÇÃO ATRAVÉS DO TEMPO ASPECTOS DO DIREITO CONSTITUCIONAL SUA EVOLUÇÃO ATRAVÉS DO TEMPO Woille Aguiar Barbosa 1 1. RESUMO Neste trabalho, é apresentado um panorama das diversas concepções do constitucionalismo, através de um

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES.

CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES. CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES. Como é uma questão muito exigida em provas objetivas, resolvi resumir diversos livros sobre o tema e postar no site para vocês. Aí vai: 1. Quanto ao conteúdo: Constituição

Leia mais

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS ÍNDICE Código Disciplina Página DIR 02-07411 Direito Constitucional I 2 DIR 02-07417 Direito Constitucional II 3 DIR 02-00609 Direito Constitucional III 4 DIR 02-00759 Direito

Leia mais

Instrutor: Marlon L. Souto Maior Auditor-Fiscal de Contas

Instrutor: Marlon L. Souto Maior Auditor-Fiscal de Contas TREINAMENTO AOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DE RORAIMA Módulo: Processos e Técnicas Legislativas Noções Básicas de Direito Administrativo e Administração Pública Instrutor: Marlon L. Souto Maior Auditor-Fiscal

Leia mais

AULA 04 CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES

AULA 04 CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES AULA 04 CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES 1. Introdução. Diversas são as formas e critérios de classificação uma Constituição. O domínio de tais formas e critérios mostra-se como fundamental à compreensão

Leia mais

Direitos Fundamentais i

Direitos Fundamentais i Direitos Fundamentais i Os direitos do homem são direitos válidos para todos os povos e em todos os tempos. Esses direitos advêm da própria natureza humana, daí seu caráter inviolável, intemporal e universal

Leia mais

Controle de Constitucionalidade (Princípios Norteadores)

Controle de Constitucionalidade (Princípios Norteadores) 53 Controle de Constitucionalidade (Princípios Norteadores) Camila Novaes Lopes Juíza de Direito do II Juizado Especial Cível - Capital Durante o curso de Controle de Constitucionalidade ministrado pela

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO 1 - RESPOSTAS. 1.1. Quais as funções dos Princípios? RESPOSTA: Os princípios apresentam uma tríplice função:

ESTUDO DIRIGIDO 1 - RESPOSTAS. 1.1. Quais as funções dos Princípios? RESPOSTA: Os princípios apresentam uma tríplice função: ESTUDO DIRIGIDO 1 - RESPOSTAS 1. Princípios do Direito do Trabalho 1.1. Quais as funções dos Princípios? RESPOSTA: Os princípios apresentam uma tríplice função: a) Função informativa/inspiradora: informam

Leia mais

Universidade Federal de Santa Catarina UFSC Centro de Ciências Jurídicas CCJ Departamento de Direito DIR PLANO DE ENSINO

Universidade Federal de Santa Catarina UFSC Centro de Ciências Jurídicas CCJ Departamento de Direito DIR PLANO DE ENSINO 1 Universidade Federal de Santa Catarina UFSC Centro de Ciências Jurídicas CCJ Departamento de Direito DIR PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Nome Curso HISTÓRIA DO DIREITO DIREITO Código DIR

Leia mais

II - Fontes do Direito Tributário

II - Fontes do Direito Tributário II - Fontes do Direito Tributário 1 Fontes do Direito Tributário 1 Conceito 2 - Classificação 3 - Fontes formais 3.1 - principais 3.2 complementares 4 Doutrina e jurisprudência 2 1 - Conceito As fontes

Leia mais

Eficácia dos direitos fundamentais nas relações de trabalho

Eficácia dos direitos fundamentais nas relações de trabalho Eficácia dos direitos fundamentais nas relações de trabalho RENATO RUA DE ALMEIDA, advogado trabalhista, professor de Direito do Trabalho da Faculdade de Direito da PUC-SP, doutor em Direito do Trabalho

Leia mais

PLANO DE CURSO 2012/2 TOTAL DE AULAS OU CARGA HORÁRIA. 07 aulas

PLANO DE CURSO 2012/2 TOTAL DE AULAS OU CARGA HORÁRIA. 07 aulas Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2012/2 DISCIPLINA: ECONOMIA PROFESSOR: HORÁCIO AUGUSTO MENDES DE SOUSA TURMA: 5º ANO INTEGRAL UNIDADE

Leia mais

Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4

Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4 Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4 Banca: SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO/RJ Edital SMA Nº 84/2010 (data da publicação: 27/09/2010) Carga horária (aulas presenciais): 126 horas

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Direito agrário: função social da propriedade; sua evolução e história Paula Baptista Oberto A Emenda Constitucional Nº. 10 de 10/11/64 foi o grande marco desta recente ciência jurídica

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA Aulas 19 e 20 Pág. 15 P R O F ª C L E I D I V A I N E D A S. R E Z E N D E D I S C. H I S T Ó R I A / 8 º A N O

REVOLUÇÃO FRANCESA Aulas 19 e 20 Pág. 15 P R O F ª C L E I D I V A I N E D A S. R E Z E N D E D I S C. H I S T Ó R I A / 8 º A N O REVOLUÇÃO FRANCESA Aulas 19 e 20 Pág. 15 P R O F ª C L E I D I V A I N E D A S. R E Z E N D E D I S C. H I S T Ó R I A / 8 º A N O 1 - INTRODÇÃO 1789 a Bastilha (prisão) foi invadida pela população marca

Leia mais

EDITAL N. 02 /2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

EDITAL N. 02 /2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EDITAL N. 02 /2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO ESCRITÓRIO MODELO - DOM PAULO EVARISTO ARNS Área de TUTELA COLETIVA - Projetos Sociais Para futuras contratações

Leia mais

Tema DC - 01 INTRODUÇÃO DO ESTUDO DO DIREITO CONSTITUCIONAL RECORDANDO CONCEITOS

Tema DC - 01 INTRODUÇÃO DO ESTUDO DO DIREITO CONSTITUCIONAL RECORDANDO CONCEITOS Tema DC - 01 INTRODUÇÃO DO ESTUDO DO DIREITO CONSTITUCIONAL RECORDANDO CONCEITOS 1 1. CONCEITO BÁSICO DE DIREITO Somente podemos compreender o Direito, em função da sociedade. Se fosse possível ao indivíduo

Leia mais

Sociologia Organizacional. Aula 1. Contextualização. Organização da Disciplina. Aula 1. Contexto histórico do aparecimento da sociologia

Sociologia Organizacional. Aula 1. Contextualização. Organização da Disciplina. Aula 1. Contexto histórico do aparecimento da sociologia Sociologia Organizacional Aula 1 Organização da Disciplina Aula 1 Contexto histórico do aparecimento da sociologia Aula 2 Profa. Me. Anna Klamas A institucionalização da sociologia: August Comte e Emile

Leia mais

Resumo Aula-tema 01: Noção, fundamento e desenvolvimento histórico do Direito Internacional Público

Resumo Aula-tema 01: Noção, fundamento e desenvolvimento histórico do Direito Internacional Público Resumo Aula-tema 01: Noção, fundamento e desenvolvimento histórico do Direito Internacional Público 1. Evolução histórica A evolução histórica do direito internacional é, geralmente, divida pela doutrina

Leia mais

TÍTULO: O PODER JUDICIÁRIO NA PROTEÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS FUNDAMENTAIS PREVISTOS NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988

TÍTULO: O PODER JUDICIÁRIO NA PROTEÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS FUNDAMENTAIS PREVISTOS NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 TÍTULO: O PODER JUDICIÁRIO NA PROTEÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS FUNDAMENTAIS PREVISTOS NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: DIREITO INSTITUIÇÃO: CENTRO

Leia mais

NOVOS INSTRUMENTOS PERMITEM CONCRETIZAR DIREITOS HUMANOS NO STF E STJ

NOVOS INSTRUMENTOS PERMITEM CONCRETIZAR DIREITOS HUMANOS NO STF E STJ NOVOS INSTRUMENTOS PERMITEM CONCRETIZAR DIREITOS HUMANOS NO STF E STJ (Conjur, 10/12/2014) Alexandre de Moraes Na luta pela concretização da plena eficácia universal dos direitos humanos o Brasil, mais

Leia mais

THOMAS HOBBES LEVIATÃ MATÉRIA, FORMA E PODER DE UM ESTADO ECLESIÁSTICO E CIVIL

THOMAS HOBBES LEVIATÃ MATÉRIA, FORMA E PODER DE UM ESTADO ECLESIÁSTICO E CIVIL THOMAS HOBBES LEVIATÃ ou MATÉRIA, FORMA E PODER DE UM ESTADO ECLESIÁSTICO E CIVIL Thomas Hobbes é um contratualista teoria do contrato social; O homem natural / em estado de natureza para Hobbes não é

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br O direito à saúde na Constituição Federal de 1988: caracterização e efetividade Alexandre Gonçalves Lippel* 1. Caracterização do direito à saúde O direito à saúde emerge no constitucionalismo

Leia mais

II A realização dos direitos fundamentais nas cidades

II A realização dos direitos fundamentais nas cidades DIREITO À CIDADE UM EXEMPLO FRANCÊS Por Adriana Vacare Tezine, Promotora de Justiça (MP/SP) e Mestranda em Direito Urbanístico na PUC/SP I Introdução A determinação do governo francês de proibir veículos

Leia mais

Sumário. Nota à 2ª edição... 13 Agradecimentos... 17 Apresentação da coleção... 19 Prefácio... 21 Lista de siglas... 25

Sumário. Nota à 2ª edição... 13 Agradecimentos... 17 Apresentação da coleção... 19 Prefácio... 21 Lista de siglas... 25 Sumário Nota à 2ª edição... 13 Agradecimentos... 17 Apresentação da coleção... 19 Prefácio... 21 Lista de siglas... 25 Capítulo I TERMINOLOGIA E ASPECTOS CONCEITUAIS... 27 1. Diversidade terminológica...

Leia mais

Manual de Direito Previdenciário

Manual de Direito Previdenciário Manual de Direito Previdenciário Manual de Direito Previdenciário Benefícios Fábio Alexandre Coelho Luciana Maria Assad Vinícius Alexandre Coelho 4ª edição Revista e atualizada até julho/2015 Rua Machado

Leia mais

Renovação de Reconhecimento CEE/GP 266/06 de 13 de julho de 2006 - D.O.E. 14/07/2006 Autarquia Municipal DEPARTAMENTO DE DIREITO DO ESTADO 2015

Renovação de Reconhecimento CEE/GP 266/06 de 13 de julho de 2006 - D.O.E. 14/07/2006 Autarquia Municipal DEPARTAMENTO DE DIREITO DO ESTADO 2015 DE DIREITO DO ESTADO 2015 EMENTA O Direito Constitucional é a referência axiológica para a aplicação de todos os ramos do Direito. Nesse sentido, este curso de Prática Jurídica Constitucional possibilita

Leia mais

HORÁRIO DE AULAS / 1º SEMESTRE 2014 CURSO DE DIREITO 1º PERÍODO. Introdução ao Estudo do Direito

HORÁRIO DE AULAS / 1º SEMESTRE 2014 CURSO DE DIREITO 1º PERÍODO. Introdução ao Estudo do Direito 1º PERÍODO Economia Introdução ao Estudo do Direito Língua Portuguesa Filosofia Geral Introdução ao Estudo do Direito Teoria do Estado Teoria do Estado Língua Portuguesa Ciências Políticas Sociologia Geral

Leia mais

Subordinação ao direito público é:

Subordinação ao direito público é: A Administração e o direito público Subordinação ao direito público é: 1. Subordinação ao direito constitucional: não só porque é o vértice da pirâmide da ordem jurídica, mas também porque tem normas materialmente

Leia mais

PONTO 1: ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA PONTO 4: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA INDIRETA. 1. ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Administração Direta e Indireta

PONTO 1: ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA PONTO 4: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA INDIRETA. 1. ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Administração Direta e Indireta 1 DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO ADMINISTRATIVO PONTO 1: ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA PONTO 4: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA INDIRETA 1. ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Administração Direta e Indireta O Estado, enquanto

Leia mais

DOS DIREITOS SOCIAIS NA CONSTITUIÇÃO DO BRASIL (*)

DOS DIREITOS SOCIAIS NA CONSTITUIÇÃO DO BRASIL (*) DOS DIREITOS SOCIAIS NA CONSTITUIÇÃO DO BRASIL (*) Carlos Mário da Silva Velloso (**) SUMÁRIO: 1. As primeiras Declarações de Direitos: direitos de cunho individual. 2. A constitucionalização dos direitos

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: Direito Administrativo Aula 01

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: Direito Administrativo Aula 01 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: Direito Administrativo Aula 01 Lei 8.666/93 Licitações Normais Gerais Conceito da Lei Dispensa de Licitação Tipos de Licitação Contrato Administrativo Direito Administrativo Aula

Leia mais

XI - REGIMES POLÍTICOS E DEMOCRACIA (DEMOCRÁTICO NÃO DEMOCRÁTICO)

XI - REGIMES POLÍTICOS E DEMOCRACIA (DEMOCRÁTICO NÃO DEMOCRÁTICO) XI - REGIMES POLÍTICOS E DEMOCRACIA (DEMOCRÁTICO NÃO DEMOCRÁTICO) Toda sociedade política pressupõe um ordenamento. Este ordenamento constituiu, por sua vez, fundamental e indispensável condição para a

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2014

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2014 FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2014 Disciplina: Direito Internacional Departamento IV Direito do Estado Docente Responsável: Fernando Fernandes da Silva Carga Horária Anual: 100 h/a Tipo: Anual

Leia mais

Teoria da Constituição

Teoria da Constituição Capítulo I Teoria da Constituição Sumário 1. Origem e conceito de Constituição. 2. Concepções sobre a Constituição. 2.1. A concepção sociológica. 2.2. A concepção política. 2.3. A concepção jurídica. 2.4.

Leia mais

UNICAMP REVOLUÇÃO FRANCESA HISTÓRIA GEAL

UNICAMP REVOLUÇÃO FRANCESA HISTÓRIA GEAL 1. (Unicamp 94) Num panfleto publicado em 1789, um dos líderes da Revolução Francesa afirmava: "Devemos formular três perguntas: - O que é Terceiro Estado? Tudo. - O que tem ele sido em nosso sistema político?

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: DIREITO BACHARELADO SERIADO ANUAL - NOTURNO 5 (CINCO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 05 (CINCO) ANOS LETIVOS - MÁXIMO = 08 (OITO)

Leia mais

A partir desta posição compromissória da Constituição de 1988, a efetividade dos direitos sociais fica submetida a uma miríade de obstáculos, a saber:

A partir desta posição compromissória da Constituição de 1988, a efetividade dos direitos sociais fica submetida a uma miríade de obstáculos, a saber: Posição Compromissória da CRFB e a Doutrina da Efetividade A partir desta posição compromissória da Constituição de 1988, a efetividade dos direitos sociais fica submetida a uma miríade de obstáculos,

Leia mais

2. (CESPE/MMA/2009) O modelo de federalismo brasileiro é do tipo segregador.

2. (CESPE/MMA/2009) O modelo de federalismo brasileiro é do tipo segregador. 1. (CESPE/SEJUS-ES/2009) A CF adota o presidencialismo como forma de Estado, já que reconhece a junção das funções de chefe de Estado e chefe de governo na figura do presidente da República. 2. (CESPE/MMA/2009)

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Vinculação do estudo do impacto ambiental Gabriela Mansur Soares Estudo Do Impacto Ambiental Vinculação Do Estudo Do Impacto Ambiental (Eia) O objetivo desse artigo é demonstrar

Leia mais

TV JUSTIÇA PROGRAMA SABER DIREITO 2008 TEMA: PRINCÍPIOS DO DIREITO ADMINISTRATIVO PROFESSOR: RAFAEL OLIVEIRA

TV JUSTIÇA PROGRAMA SABER DIREITO 2008 TEMA: PRINCÍPIOS DO DIREITO ADMINISTRATIVO PROFESSOR: RAFAEL OLIVEIRA TV JUSTIÇA PROGRAMA SABER DIREITO 2008 TEMA: PRINCÍPIOS DO DIREITO ADMINISTRATIVO PROFESSOR: RAFAEL OLIVEIRA AULA 01: PRINCÍPIO DA LEGALIDADE ADMINISTRATIVA: ONTEM E HOJE Princípio da legalidade (visão

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR DIREITOS FUNDAMENTAIS BRUNO PRISINZANO PEREIRA CREADO: Advogado trabalhista e Membro do Conselho Nacional de Pesquisa e Pós- Graduação em Direito. Mestre em direitos sociais e trabalhistas. Graduado em

Leia mais

FONTES DO DIREITO DO TRABALHO

FONTES DO DIREITO DO TRABALHO FONTES DO DIREITO DO TRABALHO CONCEITO As fontes do direito do trabalho são fundamentais para o conhecimento da própria ciência, vez que nelas são descobertas as reais origens e as bases da matéria do

Leia mais

índice GERAL DO VOLUME I

índice GERAL DO VOLUME I Cód. barras: STJ00095058 (2012) índice GERAL DO VOLUME I INTRODUÇÃO 1 Q A pluralidade e a diversidade dos sistemas jurídicos contemporâneos 2 Q Primeira noção de Direito Comparado 3 Q Modalidades da comparação

Leia mais

Tópicos Especiais em Direito Civil. Apresentação da Ementa

Tópicos Especiais em Direito Civil. Apresentação da Ementa Tópicos Especiais em Direito Civil Apresentação da Ementa Apresentação Advogado (OAB/MT 12.945); Jornalista (SRTE 1645/MT); Especialista em Direito Eletrônico e Tecnologia da Informação; Professor da Universidade

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED AULAS ABRIL E MAIO

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED AULAS ABRIL E MAIO INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED AULAS ABRIL E MAIO Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com 2. Direito como objeto de conhecimento. Conforme pudemos observar nas aulas iniciais

Leia mais

Capítulo 2 Método 81 A variável independente e a sua aplicação 81 O método institucional: o primado da instituição Estado sobre a ordem

Capítulo 2 Método 81 A variável independente e a sua aplicação 81 O método institucional: o primado da instituição Estado sobre a ordem índice Agradecimentos 15 Prefácio 17 Introdução 23 Capítulo 1 Que forma de Estado previne melhor os golpes militares? 27 Golpes de Igreja, golpes de Estado, golpes militares 27 Que é a forma do Estado

Leia mais

O termo cidadania tem origem etimológica no latim civitas, que significa "cidade". Estabelece um estatuto de pertencimento de um indivíduo a uma

O termo cidadania tem origem etimológica no latim civitas, que significa cidade. Estabelece um estatuto de pertencimento de um indivíduo a uma Bruno Oliveira O termo cidadania tem origem etimológica no latim civitas, que significa "cidade". Estabelece um estatuto de pertencimento de um indivíduo a uma comunidade politicamente articulada um país

Leia mais

NEOCONSTITUCIONALISMO E PLURALIDADE DEMOCRÁTICA

NEOCONSTITUCIONALISMO E PLURALIDADE DEMOCRÁTICA NEOCONSTITUCIONALISMO E PLURALIDADE DEMOCRÁTICA Shirlene Marques Velasco * RESUMO: O objetivo do trabalho é abordar alguns questionamentos que se apresentam na relação entre Constituição e democracia.

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO Departamento de Direito do Estado Linhas de Pesquisa e Projetos Acadêmicos - Área de Teoria Geral do Estado - 2012 LINHA DE PESQUISA PROJETOS ACADEMICOS DOCENTES

Leia mais

Direitos laborais inespecíficos dos trabalhadores

Direitos laborais inespecíficos dos trabalhadores 1 Direitos laborais inespecíficos dos trabalhadores Renato Rua de Almeida (*) O Direito do Trabalho distinguiu-se do Direito Civil, porque, enquanto o Direito Civil regulou de forma igual e recíproca os

Leia mais

AS PROVAS SUPLETIVAS SERÃO APLICADAS PARA TODOS OS CURSOS NO DIA 10/12/2012 CALENDÁRIO DE PROVAS FINAIS 2º SEMESTRE/2012 TURMA 1D-1M QUARTA-FEIRA

AS PROVAS SUPLETIVAS SERÃO APLICADAS PARA TODOS OS CURSOS NO DIA 10/12/2012 CALENDÁRIO DE PROVAS FINAIS 2º SEMESTRE/2012 TURMA 1D-1M QUARTA-FEIRA TURMA 1D-1M 7:30/9:10 SOCIOLOGIA GERAL PROVA 9:30/11:10 FILOSOFIA GERAL AULA 7:30/9:10 CIÊNCIA POLÍTICA, ESTADO E SOCIEDADE AULA 9:30/11:10 INTRODUÇÃO À CIÊNCIA DO DIREITO PROVA 7:30/9:10 ECONOMIA E HISTÓRIA

Leia mais

DIREITO DAS ORGANIZAÇÕES

DIREITO DAS ORGANIZAÇÕES GRUPO DE ECONOMIA E CONTABILIDADE Cursos Profissionais Ano Letivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL DIREITO DAS ORGANIZAÇÕES (2º ano de formação) Página 1 de 5 Competências Gerais Utilizar correctamente a terminologia

Leia mais

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo História baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA Middle e High School 2 6 th Grade A vida na Grécia antiga: sociedade, vida cotidiana, mitos,

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 172/CONSUN-CaEn/07

RESOLUÇÃO N.º 172/CONSUN-CaEn/07 RESOLUÇÃO N.º 172/CONSUNCaEn/07 Aprova a alteração da matriz curricular (novo currículo) do Curso de Direito Cejurps, no âmbito da UNIVALI. O Presidente do Conselho Universitário CONSUN, da Universidade

Leia mais

Processo Legislativo. Aula 2. Prof. Jorge Bernardi. A federação brasileira. A Federação Brasileira. O positivismo. Conceito de lei.

Processo Legislativo. Aula 2. Prof. Jorge Bernardi. A federação brasileira. A Federação Brasileira. O positivismo. Conceito de lei. Processo Legislativo Aula 2 Contextualização Prof. Jorge Bernardi A federação brasileira Conceito de lei O direito O jus naturalis O positivismo Validade da lei Tipologia das normas Decreto autônomo A

Leia mais

A cláusula de abertura constitucional: os tratados internacionais como norma constitucional definidora de direitos e os novos direitos fundamentais.

A cláusula de abertura constitucional: os tratados internacionais como norma constitucional definidora de direitos e os novos direitos fundamentais. A cláusula de abertura constitucional: os tratados internacionais como norma constitucional definidora de direitos e os novos direitos fundamentais. The clause of constitutional opening: the international

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: FUNDAMENTOS DE DIREITO PÚBLICO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: FUNDAMENTOS DE DIREITO PÚBLICO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: FUNDAMENTOS DE DIREITO PÚBLICO Código: ADM- 261 Pré-requisito: ----- Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL EM QUADROS

DIREITO CONSTITUCIONAL EM QUADROS DIREITO CONSTITUCIONAL EM QUADROS Prof. Gabriel Dezen Junior (autor das obras CONSTITUIÇÃO FEDERAL ESQUEMATIZADA EM QUADROS e TEORIA CONSTITUCIONAL ESQUEMATIZADA EM QUADROS, publicadas pela Editora Leya

Leia mais

DIVISÃO ESPACIAL DO PODER

DIVISÃO ESPACIAL DO PODER DIVISÃO ESPACIAL DO PODER FORMA DE ESTADO: UNITÁRIO 1. Puro: Absoluta centralização do exercício do Poder; 2. Descentralização administrativa: Concentra a tomada de decisões, mas avança na execução de

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: A Revolução Francesa

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: A Revolução Francesa Conteúdo: A Revolução Francesa Habilidades: Reconhecer nas origens e consequências da Revolução Francesa de 1789, os elementos fundamentais da formação política e social contemporânea para a história contemporânea.

Leia mais

PROVA DO MESTRADO FILOSOFIA, TEORIA E HISTÓRIA DO DIREITO. Metáfora das cores: Negro (clero), Vermelho (militar, napoleônico), Azul (nobreza).

PROVA DO MESTRADO FILOSOFIA, TEORIA E HISTÓRIA DO DIREITO. Metáfora das cores: Negro (clero), Vermelho (militar, napoleônico), Azul (nobreza). PROVA DO MESTRADO FILOSOFIA, TEORIA E HISTÓRIA DO DIREITO QUESTÃO 1: Sob a perspectiva de Julien Sorel, de que maneira se relacionam os sistemas jurídicos que Stendhal, metaforicamente, associou aos negros,

Leia mais

Noções Gerais de Direito Administrativo. Profª Paula d Oran Pinheiro Manaus/AM 23 a 27 de julho 2012 1 / 1

Noções Gerais de Direito Administrativo. Profª Paula d Oran Pinheiro Manaus/AM 23 a 27 de julho 2012 1 / 1 Noções Gerais de Direito Administrativo Profª Paula d Oran Pinheiro Manaus/AM 23 a 27 de julho 2012 1 / 1 Unidade I - Noções Preliminares 1.Conceito de Direito Conjunto de regras impostas pelo Estado,

Leia mais

A ideia de constituição

A ideia de constituição A ideia de constituição A Revolução Federal Filosofia politica e debate constitucional na fundação dos E.U.A Viriato Soromenho-Marques II Capítulo; pág.41 Apresentação de Rojer Rafael Tomás Soares Nº 36267

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA EMBED CorelDRAW.Graphic.12 Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001.

Leia mais

FAMETRO FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA (Credenciada pela Portaria N.º 220/02-MEC- D.O.U. de 29.01.02.)

FAMETRO FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA (Credenciada pela Portaria N.º 220/02-MEC- D.O.U. de 29.01.02.) EDITAL 011/2011 - FAMETRO, de 08 de julho de 2011. SELEÇÃO DE PROFESSORES PARA O CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO. O Diretor Geral da Faculdade Metropolitana da Grande Fortaleza FAMETRO, no uso de suas atribuições

Leia mais

Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento/CEFOR Especialização em Instituições e processos Políticos do Legislativo

Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento/CEFOR Especialização em Instituições e processos Políticos do Legislativo Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento/CEFOR Especialização em Instituições e processos Políticos do Legislativo Maria Amélia da Silva Castro A função controle exercida pelo parlamento: o papel

Leia mais

Distinção entre Norma Moral e Jurídica

Distinção entre Norma Moral e Jurídica Distinção entre Norma Moral e Jurídica Filosofia do direito = nascimento na Grécia Não havia distinção entre Direito e Moral Direito absorvia questões que se referiam ao plano da consciência, da Moral,

Leia mais

Diálogo das fontes e eficácia dos direitos fundamentais: síntese para uma nova hermenêutica das relações de trabalho

Diálogo das fontes e eficácia dos direitos fundamentais: síntese para uma nova hermenêutica das relações de trabalho 1 Diálogo das fontes e eficácia dos direitos fundamentais: síntese para uma nova hermenêutica das relações de trabalho Renato Rua de Almeida, advogado trabalhista, doutor em direito pela Faculdade de Direito

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: BACHARELADO EM DIREITO TURMA: 1º SEMESTRE NOTURNO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO DIREITO CARGA HORÀRIA: 80H/A

1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: BACHARELADO EM DIREITO TURMA: 1º SEMESTRE NOTURNO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO DIREITO CARGA HORÀRIA: 80H/A Faculdades IESGO Direção Acadêmica Instituto de Ensino Superior de Goiás Coordenação do Curso de Direito 1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: BACHARELADO EM DIREITO TURMA: 1º SEMESTRE NOTURNO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO LINHA DE PESQUISA TEORIA E PRÁTICA PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PROJETO IDENTIDADE E A PRÁTICA PEDAGÓGICA

Leia mais

PONTO 1: Constituição - histórico PONTO 2: Classificação das Constituições

PONTO 1: Constituição - histórico PONTO 2: Classificação das Constituições 1 DIREITO CONSTITUCIONAL PONTO 1: Constituição - histórico PONTO 2: Classificação das Constituições 1) CONSTITUIÇÃO - HISTÓRICO Conceito atual de Constituição é que nela encontramos todos os princípios

Leia mais

DIREITOS HUMANOS. Concepções, classificações e características A teoria das gerações de DDHH Fundamento dos DDHH e a dignidade Humana

DIREITOS HUMANOS. Concepções, classificações e características A teoria das gerações de DDHH Fundamento dos DDHH e a dignidade Humana DIREITOS HUMANOS Noções Gerais Evolução Histórica i Concepções, classificações e características A teoria das gerações de DDHH Fundamento dos DDHH e a dignidade Humana Positivismo e Jusnaturalismo Universalismo

Leia mais

Maratona Fiscal ISS Direito tributário

Maratona Fiscal ISS Direito tributário Maratona Fiscal ISS Direito tributário 1. São tributos de competência municipal: (A) imposto sobre a transmissão causa mortis de bens imóveis, imposto sobre a prestação de serviço de comunicação e imposto

Leia mais

1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra o regime absolutista. 2º - Abriu espaço para o avanço do CAPITALISMO.

1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra o regime absolutista. 2º - Abriu espaço para o avanço do CAPITALISMO. APRESENTAÇÃO Aula 08 3B REVOLUÇÃO FRANCESA Prof. Alexandre Cardoso REVOLUÇÃO FRANCESA Marco inicial da Idade Contemporânea ( de 1789 até os dias atuais) 1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra

Leia mais

Além desses sentidos tradicionais, existem as acepções contemporâneas:

Além desses sentidos tradicionais, existem as acepções contemporâneas: CONSTITUCIONALISMO Existem os sentidos tradicionais e também acepções contemporâneas de constitucionalismo. Os sentidos tradicionais são dois: I) Constitucionalismo designa uma teoria, que sustentou a

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA

PLANO DE ENSINO EMENTA Faculdade de Direito Milton Campos Disciplina: Introdução ao Direito I Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Privado Área: Direito Civil PLANO DE ENSINO EMENTA Acepções, enfoques teóricos

Leia mais

2. OBJETIVO GERAL Estudo e compreensão dos Direitos Fundamentais a partir de uma Teoria Geral da efetividade dos Direitos Humanos.

2. OBJETIVO GERAL Estudo e compreensão dos Direitos Fundamentais a partir de uma Teoria Geral da efetividade dos Direitos Humanos. DISCIPLINA: Direitos Fundamentais CH Total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 3º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR117 1. EMENTA: Teoria dos Direitos Fundamentais. Conceito de Direitos Fundamentais.

Leia mais

A RAZOABILIDADE ENQUANTO ELEMENTO CONSTITUTIVO DA HERMENÊUTICA JURÍDICA

A RAZOABILIDADE ENQUANTO ELEMENTO CONSTITUTIVO DA HERMENÊUTICA JURÍDICA A RAZOABILIDADE ENQUANTO ELEMENTO CONSTITUTIVO DA HERMENÊUTICA JURÍDICA D OLIVEIRA, Marcele Camargo 1 ; D OLIVEIRA, Mariane Camargo 2 ; CAMARGO, Maria Aparecida Santana 3 Palavras-Chave: Interpretação.

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE- FANESE

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE- FANESE FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE- FANESE MATHEUS BRITO MEIRA GUIA DE ESTUDOS Aracaju 2013 BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE O DIREITO TRIBUTÁRIO. INTRODUÇÃO À DISCIPLINA 1 Matheus Brito Meira

Leia mais

Artigo: O instituto do habeas corpus e os direitos humanos

Artigo: O instituto do habeas corpus e os direitos humanos Maria Bueno Barbosa Artigo: O instituto do habeas corpus e os direitos humanos Trabalho apresentado à disciplina de Metodologia do Trabalho Científico da Faculdade Mineira de Direito, PUC Minas Coração

Leia mais

História. Antigo regime, Estados nacionais e absolutismo

História. Antigo regime, Estados nacionais e absolutismo Antigo regime, Estados nacionais e absolutismo Índice Clique sobre tema desejado: A origem dos Estados Nacionais Contexto Histórico: crise feudal (séc. XIV-XVI) Idade Média Idade Moderna transição Sociedade

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária D12 II 04 Semanal Mensal 04 Nome da Disciplina HISTÓRIA DO DIREITO Curso DIREITO Não há pré-requisito Conceituação e objeto da História do Direito. Direito

Leia mais

A PROMULGAÇÃO DE LEI DECORRENTE DE SANÇÃO TÁCITA

A PROMULGAÇÃO DE LEI DECORRENTE DE SANÇÃO TÁCITA A PROMULGAÇÃO DE LEI DECORRENTE DE SANÇÃO TÁCITA Antônio José Calhau de Resende Consultor da Assembléia Legislativa Lei decorrente de sanção tácita. Ausência de promulgação pelo Chefe do Poder Executivo

Leia mais

Maquiavel. Teoria Política. (Capítulo 24, pág 298 a 302)

Maquiavel. Teoria Política. (Capítulo 24, pág 298 a 302) Maquiavel Teoria Política (Capítulo 24, pág 298 a 302) CONTEXTO HISTÓRICO (SÉC XIV e seguintes) 1. FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS NACIONAIS (Portugal, França, Inglaterra, Espanha). 2. Monarquias Nacionais ESTADO

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA HERMENÊUTICA E JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL. Regente: Professora Doutora Márcia Haydée Porto de Carvalho

PROGRAMA DE DISCIPLINA HERMENÊUTICA E JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL. Regente: Professora Doutora Márcia Haydée Porto de Carvalho PROGRAMA DE DISCIPLINA HERMENÊUTICA E JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL Regente: Professora Doutora Márcia Haydée Porto de Carvalho EMENTA: Sistema Constitucional. Interpretação Jurídica. Métodos e princípios

Leia mais

Informativo diário de dicas para concursos públicos - Nr 05 de 71/07/2011 P R A Z O S

Informativo diário de dicas para concursos públicos - Nr 05 de 71/07/2011 P R A Z O S P R A Z O S Processo/Procedimento Prazo Fundamento Comunicação Disciplinar 05 dias úteis art 56, parág 2º CEDM Entrada em vigor da Lei 14.310 45 dias artigo 98 CEDM Mudança de conceito cada ano sem punição

Leia mais

Noções Básicas de Direito para Servidores Públicos: Aspectos Práticos

Noções Básicas de Direito para Servidores Públicos: Aspectos Práticos Prefeitura Municipal de Campinas Secretaria de Gestão e Controle 18.09.2012 Noções Básicas de Direito para Servidores Públicos: Aspectos Práticos Gustavo Justino de Oliveira Pós-Doutor em Direito Administrativo

Leia mais

Max Weber e o Direito (1864-1920)

Max Weber e o Direito (1864-1920) 82 Max Weber e o Direito (1864-1920) Fontes: BILLIER, Jean-Cassiere MARYIOLI, Aglaé. História da Filosofia do Direito. Barueri: Manole, 2005. DEFLEM, Mathiew. Sociology of Law. Cambridge: CUP, 2008. RODRIGUES

Leia mais

FACULDADE ASSIS GURGACZ SAGRES ACADÊMICO GRADE CURRICULAR. Emissão: 28/05/2012 14:09 Página: 1 de 6. Colegiado: COLEGIADO DE DIREITO Curso:

FACULDADE ASSIS GURGACZ SAGRES ACADÊMICO GRADE CURRICULAR. Emissão: 28/05/2012 14:09 Página: 1 de 6. Colegiado: COLEGIADO DE DIREITO Curso: 1 de 6 Nível:BACHARELADO Início: 20021 01 DIT101 - Introdução ao Direito - Ativa desde: Atividade Pedagógica DIT102 - Filosofia - Ativa desde: DIT103 - Metodologia Científica - Ativa desde: DIT104 - Ciência

Leia mais