Diálogo Latino-Americano para as Melhores Práticas no Desenvolvimento de Grandes Hidrelétricas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Diálogo Latino-Americano para as Melhores Práticas no Desenvolvimento de Grandes Hidrelétricas"

Transcrição

1 CIER Comisión de Integración Energética Regional Global Sustainable Electricity Partnership Diálogo Latino-Americano para as Melhores Práticas no Desenvolvimento de Grandes Hidrelétricas de Novembro, 2011 Tucuruí, Brasil Introdução A Comissão de Integração Energética Regional da América Latina (CIER), e o Global Sustainable Electricity Partnership (GSEP), uma organização internacional composta pelas companhias de energia elétrica líderes em âmbito mundial, têm a satisfação em convidá-los a participar de uma iniciativa de alto nível que visa aprofundar o diálogo quanto às melhores práticas para o desenvolvimento de projetos de grandes hidrelétricas, que ocorrerá em Tucuruí, Brasil, nos dias 22 e 23 de Novembro de Esta iniciativa foi desenhada para estimular as discussões e compartilhar perspectivas quanto às melhores práticas para o sucesso do desenvolvimento de projetos sustentáveis de grandes hidrelétricas, no contexto social, econômico e global de hoje em dia. O objetivo é criar uma consciência sobre o papel e os benefícios de projetos sustentáveis de grandes hidrelétricas quanto à mitigação das mudanças climáticas, quanto à segurança de suprimento, quanto ao aperfeiçoamento de medidas de mitigação de impactos sociais e ambientais e quanto ao estímulo ao desenvolvimento local e regional. Especialistas brasileiros e internacionais apresentarão as melhores práticas na América Latina, e em âmbito mundial, no desenvolvimento de projetos de grandes hidrelétricas, baseados em sua experiência para garantir a proteção ao meio ambiente, enfocar medidas de mitigação aceitáveis para a população, incrementar a transparência, visibilidade e capacidade de monitoramento vis-à-vís as necessidades das partes interessadas locais, além de promover o desenvolvimento regional. Este workshop consistirá de discusses em painéis interativos e moderadas por especialistas e desenvolvedores de projetos de grandes hidrelétricas, que irão enfocar nos painéis as questões relevantes ao tema em colaboração com os representantes de alto nível de governos, com convidados da comunidade do setor elétrico e da área de investimentos representando a região (América Latina).

2 CIER Comisión de Integración Energética Regional Global Sustainable Electricity Partnership Diálogo Latino-Americano para as Melhores Práticas no Desenvolvimento de Grandes Hidrelétricas de Novembro de 2011 Tucuruí, Brasil Usina Hidrelétrica de Tucuruí - Centro Cultural Agenda 22 de Novembro de de Novembro de :00-22:00 Coquetel de Boas-Vindas 22 de Novembro de :00-08:30 Transporte do Hotel CRT para o Centro de Conferências 08:30-09:00 Registro dos Participantes 09:00-09:15 Sessão de Abertura e Introdução - Discurso de abertura por: o Sr. Josias Matos de Araujo, Presidente da Eletronorte o Sr. Carlos Mascimo, Gerente Geral, Comisión Técnico Mixta de Salto Grande Representante da CIER o Sra. Martine Provost, Diretora Executiva, Global Sustainable Electricity Partnership 09:15-12:30 O Desenvolvimento de Grandes Projetos Hidrelétricos: Oportunidades, Desafios e Questões Relevantes 2

3 - Este painel é dividido em dois grupos. - Os Panelistas darão sua visão em perspectiva sobre diferentes questões relativas ao desenvolvimento de projetos de grandes hidrelétricas - Questões específicas a serem enfocadas (mas não limitadas a): o Procedimentos do processo decisório: o que levar em consideração? o Mitigação das Mudanças Climáticas, Sustentabilidade e Proteção ao Meio Ambiente. Gestão do alagamento das areas de reservatório. o Benefícios/impactos sobre a população o Escolha da tecnologia e desenvolvimento do projeto (questões de engenharia) o Desenvolvimento economic regional. Nichos industriais o Ações para alcançar a imagem pública e comunicação. Moderador: Sr. Luiz Augusto Figueira, Superintendente de Coordenação Geral da Presidência, Eletrobras 09:15-10:30 Grupo 1 Palestrantes Sr. Alessandro Palmieri, Especialista líder em barragens, Qualidade e Unidade de comprovação de adequabilidade do Banco Mundial Sr. Marcio Drummond, representante da Superintendencia de Planejamento da Geração, Eletrobras (Brasil) Sr. Olivier Salignat, Especialista em questões sociais e ambientais, EDF (Electricité de France, Hydro Engineering Center) 10:30-11:00 Intervalo para café 11:00-12:30 Grupo 2 Palestrantes Sra. Valeria Rodriguez, Consultora Legal em assuntos internacionais, Vice Ministério de Minas e Energia, Paraguai Sra. Maria Elvira Maceira, Chefe da área de otimização energética e Departamento de Meio Ambiente, CEPEL Brasil Sr. Odilon da Gama (Filho), Diretor de Meio Ambiente, UHE São Salvador, Tractabel 12:30-14:30 Almoço 14:30-18:00 Estudos de Casos: Lições aprendidas com o desenvolvimento de projetos de grandes hidrelétricas (2 Sessões) 3

4 14:30-16:00 Parte I: Foco em estudo de casos nos países da América Latina - Os panelistas ressaltarão as principais lições aprendidas quanto ao desenvolvimento de projetos de grandes hidrelétricas. - Cada estudo de caso terá a perspective das principais partes interessadas, destacando os fatores chave que asseguraram o sucesso em cada caso. - Os panelistas ressaltarão os principais desafios/obstáculos que foram encontrados e as formas utilizadas para superá-los o Modelo de negócio utilizado o Modelo de avaliação de risco utilizado o Modelo de avaliação de sustentabilidade utilizado. o Medidas de mitigação de impactos sociais e ambientais utilizados. o Iintegração do empreendimento ao sistema de potência regional. - Situação atual dos estudos de caso apresentados sera compartilhada com os participantes. Moderador: Sr. Carlos Mascimo, Gerente Geral, Comisión Técnico Mixta de Salto Grande Representante da CIER Estudos de Casos "Belo Monte" (Brasil) Sr. Luiz Fernando Rufato, Diretor de Construção, Norte Energia "Hidroeléctrica Aysén" (Chile) Sr. Juan Luis Orellana, Administrador Assistente para o Projeto Hidrelétrico em desenvolvimento, Endesa Chile "Hidrelétrica de Salto Grande" (Argentina-Uruguai) Sr. Manuel Irigoyen, Chefe da área de hidrologia, Comisión Técnico Mixta de Salto Grande "Hidrelétrica de Jirau " (Brasil) - Sr. José Lucio Gomes, Diretor Institucional, Energia Sustentável do Brasil 16:00-16:30 Intervalo para café 16:30-18:00 Parte II: Foco em estudo de casos em âmbito mundial - Os panelistas ressaltarão as principais lições aprendidas quanto ao desenvolvimento de projetos de grandes hidrelétricas. - Cada estudo de caso terá a perspective das principais partes interessadas, destacando os fatores chave que asseguraram o sucesso em cada caso. - Os panelistas ressaltarão os principais desafios/obstáculos que foram encontrados e as formas utilizadas para superá-los o Modelo de negócio utilizado o Modelo de avaliação de risco utilizado o Modelo de avaliação de sustentabilidade utilizado. o Medidas de mitigação de impactos sociais e ambientais utilizados. - Situação atual dos estudos de caso apresentados sera compartilhada com os participantes. Moderador: Sr. Luciano Varella, Assistente da Superintendencia de Assuntos Internacionais, Eletrobras, Brasil Estudos de Casos 4

5 "Eastmain 1-A Sarcelle Powerhouses and Rupert Diversion" (Canada) - Sr. Benoit Gagnon, Chefe área de assuntos ambientais, Hydro-Québec "Hidrelétrica NamTheun 2" (Laos) - Sr. Olivier Salignat, Especialista em questões sociais e ambientais, EDF (Electricité de France, Hydro Engineering Center) "Hidrelétrica de Capanda" (Angola) Sr. Carlos Nadalutti, Assistente do Presidente, Furnas "Hidrelétrica Sayano-Shushenskaya " (Russia) - Sr. Evgeny Bellendir, Diretor de Ciência, RusHydro 18:00 Encerramento da Sessão diária 19:30 Jantar 23 de Novembro de :00 Encontro na Recepção do hotel CRT 08:00-12:15 Visita guiada às instalações da hidrelétrica de Tucuruí e a alguns exemplos de ações de sustentabilidade e de programas de responsabilidade social implementados 12:30-14:00 Almoço 14:00-15:30 Perspectivas dos bancos de desenvolvimento regionais e de organizações de financiamento internacionais quanto às melhores práticas para financiamento do desenvolvimento de projetos de grandes hidrelétricas - bancos de desenvolvimento regionais e de organizações de financiamento internacionais discutem as melhores práticas para o financiamento de projetos de grandes hidrelétricas. - Fatores chaves cobertos incluem: Fatores chave para assegurar fundos de investimento Modelos de avaliação de riscos usados e aplicados na região (América Latina). Modelos para financiamento de Parcerias Público-Privadas (PPP): papel do setor privado? Papel do setor público? Opções para mitigação de riscos Requisitos para atrair e reter financiamentos Moderador: Professor Roberto Brandão, Pesquisador Sênior, Grupo de Estudos do Setor Elétrico, Universidade Federal do Rio de Janeiro Palestrantes Professor Roberto Brandão, Pesquisador Sênior, Grupo de Estudos do Setor Elétrico, Universidade Federal do Rio de Janeiro Sr. Mathias Becker, Consultor, McKinsey & Co. Sr. Alexandre Siciliano Espósito, Gerente de Pesquisa do Setor de Energia, BNDES Sr. Odilon da Gama (Filho), Diretor de Meio Ambiente, UHE São Salvador, Tractabel 5

6 15:30-16:00 Intervalo para café 16:00-17:30 Sumário das melhores práticas para o sucesso do desenvolvimento de projetos de grandes hidrelétricas - Os representantes das empresas membro do GSEP e seus parceiros neste evento sumarizam as questões chave e recomendações discutidas ao longo do workshop. Moderador: Sr. Manlio Coviello, Chefe da Unidade de Recursos Naturais e Eneregia,, CEPAL (Comissão Econômica para América Latina e Caribe da ONU) Sr. Carlos Mascimo, Gerente Geral, Comisión Técnico Mixta de Salto Grande Representante da CIER Sra. Martine Provost, Diretora Executiva, Global Sustainable Electricity Partnership Discussão aberta com os participantes a respeito das mensagens a serem extraídas deste diálogo regional. 17:30 Encerramento do Workshop 20:00 Jantar de Encerramento VISITA OPCIONAL: 24 de Novembro de :00-12:00 Visita opcional aos participantes nas areas de comunidades indígenas vizinhas que participam dos programas de responsabilidade social da hidrelétrica de Tucuruí e que são um exemplo de sucesso dos impactos positivos e das boas práticas de sustentabilidade de projetos de grandes hidrelétricas nas populacões das áreas de sua influência. 6

Política Ambiental janeiro 2010

Política Ambiental janeiro 2010 janeiro 2010 5 Objetivo Orientar o tratamento das questões ambientais nas empresas Eletrobras em consonância com os princípios da sustentabilidade. A Política Ambiental deve: estar em conformidade com

Leia mais

Perspectivas da Comunidade Energética no Mundo e na América Latina

Perspectivas da Comunidade Energética no Mundo e na América Latina Perspectivas da Comunidade Energética no Mundo e na América Latina FURNAS, 29/08/2012 Desafios da Indústria Elétrica na América Latina É natural pensar na interligação da região! Sob o ponto de vista energético,

Leia mais

Política Ambiental, Movimentos Sociais e Ciência para a Amazônia Brasileira. Universidade de Chicago

Política Ambiental, Movimentos Sociais e Ciência para a Amazônia Brasileira. Universidade de Chicago Política Ambiental, Movimentos Sociais e Ciência para a Amazônia Brasileira Universidade de Chicago 5 e 6 de novembro de 2009 "Meu sonho é ver toda essa floresta protegida, porque nós sabemos que ela é

Leia mais

Política Ambiental do Sistema Eletrobrás

Política Ambiental do Sistema Eletrobrás Política Ambiental do Sistema Eletrobrás POLÍTICA AMBIENTAL DO SISTEMA ELETROBRÁS 5 OBJETIVO Orientar o tratamento das questões ambientais nas empresas do Sistema Eletrobrás em consonância com os princípios

Leia mais

O valor da natureza para o desenvolvimento local: uma oportunidade econômica real a ser aproveitada

O valor da natureza para o desenvolvimento local: uma oportunidade econômica real a ser aproveitada O valor da natureza para o desenvolvimento local: uma oportunidade econômica real a ser aproveitada Simpósio Internacional para Formuladores de Políticas Públicas Sediado pela Cidade de Curitiba Curitiba,

Leia mais

09:00 Sessões Técnicas - Abertura da Exposição. 17:00 Cerimônia de Abertura. Considerações iniciais dos promotores (20 )

09:00 Sessões Técnicas - Abertura da Exposição. 17:00 Cerimônia de Abertura. Considerações iniciais dos promotores (20 ) Página 1 de 5 PROGRAMAÇÃO EVENTOS PARALELOS HOME O EVENTO LOCAL E DATA TRABALHOS TÉCNICOS PROGRAMAÇÃO INSCRIÇÕES EXPOSIÇÃO ÁREA DO EXPOSITOR PATROCÍNIO HOSPEDAGEM TRANSFER BRAZIL WINDPOWER O&M IMPRENSA

Leia mais

www.elannetwork.org Cuiabá, BRASIL 19-21 de outubro de 2015 PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR

www.elannetwork.org Cuiabá, BRASIL 19-21 de outubro de 2015 PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR Cuiabá, BRASIL 19-21 de outubro de 2015 www.elannetwork.org Parcerias de negócios sustentáveis: oportunidade entre ALC & EU em energias renováveis, TIC e tecnologias ambientais PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR Este

Leia mais

O Globo 09/01/2011 Desmatobrás Construção de 61 hidrelétricas provocará desmatamento de 5,3 mil km2, equivalente à área do Grande Rio Liana Melo e

O Globo 09/01/2011 Desmatobrás Construção de 61 hidrelétricas provocará desmatamento de 5,3 mil km2, equivalente à área do Grande Rio Liana Melo e O Globo 09/01/2011 Desmatobrás Construção de 61 hidrelétricas provocará desmatamento de 5,3 mil km2, equivalente à área do Grande Rio Liana Melo e Henrique Gomes Batista Ogoverno planeja desmatar 5,3 mil

Leia mais

LATIN AMERICA'S PACOTE DE PATROCÍNIO POWERING WIND INDUSTRY

LATIN AMERICA'S PACOTE DE PATROCÍNIO POWERING WIND INDUSTRY São Paulo: 23-24 April 2013 POWERING LATIN AMERICA'S WIND INDUSTRY PACOTE DE PATROCÍNIO Apresente sua empresa na BWEC 2013, uma das principais conferência em financiamento e investimento em energia eólica

Leia mais

Apresentar alternativas para conciliar geração de energia e os interesses das comunidades locais

Apresentar alternativas para conciliar geração de energia e os interesses das comunidades locais 1 Objetivos Apresentar alternativas para conciliar geração de energia e os interesses das comunidades locais Debater o remanejamento das populações de empreendimentos de energia Propor caminhos para o

Leia mais

Política Ambiental das Empresas Eletrobras

Política Ambiental das Empresas Eletrobras Política Ambiental das Empresas Eletrobras Versão 2.0 16/05/2013 Sumário 1 Objetivo... 3 2 Princípios... 3 3 Diretrizes... 3 3.1 Diretrizes Gerais... 3 3.1.1 Articulação Interna... 3 3.1.2 Articulação

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

Processo nº2-responsável de Projetos (2 vagas Empresas diferentes)

Processo nº2-responsável de Projetos (2 vagas Empresas diferentes) Processo nº1-project Manager Construction Company Engenheiro Civil para ser Gerente de Projetos - Experiência de 5 anos em empresas relevantes (construção); Alto nível de habilidades organizacionais e

Leia mais

Energia nossa de cada dia

Energia nossa de cada dia Semana Estado de Jornalismo Ambiental Energia nossa de cada dia Alexandre Uhlig São Paulo, 4 de junho de 2014 O conteúdo deste relatório foi produzido pelo Instituto Acende Brasil. Sua reprodução total

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO PROGRAMAÇÃO DO EVENTO Dia 08/08 // 09h00 12h00 PLENÁRIA Nova economia: includente, verde e responsável Nesta plenária faremos uma ampla abordagem dos temas que serão discutidos ao longo de toda a conferência.

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

Clipping, Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010 Jornal do Commercio PE (28/12/09) - online Porto Gente (04/01/10) online

Clipping, Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010 Jornal do Commercio PE (28/12/09) - online Porto Gente (04/01/10) online Clipping, Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010 Jornal do Commercio PE (28/12/09) - online Porto Gente (04/01/10) online Pernambuco Na indústria, mais demanda por trabalho Texto publicado em 28 de Dezembro

Leia mais

A cooperação Canadá - Brasil: INTERNACIONALIZAÇÃO PARA A INOVAÇÃO

A cooperação Canadá - Brasil: INTERNACIONALIZAÇÃO PARA A INOVAÇÃO OUI- IOHE MISSÃO OUI DE UNIVERSIDADES CANADENSES NO BRASIL 28 de novembro a 2 de dezembro de 2011 Programa preliminar A cooperação Canadá - Brasil: INTERNACIONALIZAÇÃO PARA A INOVAÇÃO À luz dos excelentes

Leia mais

A Opção Nuclear Brasileira Estratégia irreversível para o desenvolvimento nacional Oportunidades e desafios da engenharia e da indústria brasileira

A Opção Nuclear Brasileira Estratégia irreversível para o desenvolvimento nacional Oportunidades e desafios da engenharia e da indústria brasileira APRESENTAÇÃO O potencial hidrelétrico brasileiro, que atualmente é a prioridade do governo federal, começa a se esgotar dentro de aproximadamente 20 anos. Diante dessa perspectiva, a energia nuclear passou

Leia mais

Tercera Reunión de Expertos de Gobierno sobre Consumo y Producción Sustentables de America Latina y el Caribe

Tercera Reunión de Expertos de Gobierno sobre Consumo y Producción Sustentables de America Latina y el Caribe Tercera Reunión de Expertos de Gobierno sobre Consumo y Producción Sustentables de America Latina y el Caribe Managua, Nicaragua, 3 5 de agosto de 2005 Ministério do Meio ambiente Agosto/2005 helio.lobo@mma.gov.br

Leia mais

São três os objetivos do Diálogo:

São três os objetivos do Diálogo: PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO Bureau para Políticas de Desenvolvimento Grupo de Meio Ambiente e Energia CAPACITAÇÃO DOS FORMULADORES DE POLÍTICAS PARA TRATAR DA MUDANÇA DO CLIMA ORIENTAÇÃO

Leia mais

4. Registro e compartilhamento de melhores práticas e lições aprendidas

4. Registro e compartilhamento de melhores práticas e lições aprendidas Módulo 4: Melhores práticas e lições aprendidas 4. Registro e compartilhamento de melhores práticas e lições aprendidas Oficinas de capacitação do LEG para 2012-2013 - Oficina dos PMDs de língua portuguesa

Leia mais

PROGRAMA. 13/06 - Quinta-feira O evento terá tradução simultânea nos idiomas Português, Inglês, Espanhol e Francês.

PROGRAMA. 13/06 - Quinta-feira O evento terá tradução simultânea nos idiomas Português, Inglês, Espanhol e Francês. PROGRAMA 12/06 - Quarta-feira Chegada dos convidados da nrg4sd 19h30 - Coquetel de Boas Vindas (apenas para convidados) 13/06 - Quinta-feira O evento terá tradução simultânea nos idiomas Português, Inglês,

Leia mais

Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável

Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável Juliana Rehfeld Gerente Desenvolvimento Sustentável Anglo American Brasil BH, 24 de setembro de 2009 0 Visão Macro da Anglo American Sustentabilidade - Negócio,

Leia mais

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje?

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje? Entrevista A diretora do Departamento de Micro, Pequenas e Médias Empresas do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Cândida Cervieri, foi entrevistada pelo Informativo RENAPI.

Leia mais

GIZ/Ute Thiermann. Organização. Ministério do. Ministério da

GIZ/Ute Thiermann. Organização. Ministério do. Ministério da GIZ/Ute Thiermann Apoio Parceiro Realização Organização Ministério do Ministério da SOBRE O EVENTO Em parceria com a Câmara Brasil-Alemanha, a Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ),

Leia mais

REGSA Promoção da geração renovável de eletricidade na América do Sul. www.regsa-project.eu

REGSA Promoção da geração renovável de eletricidade na América do Sul. www.regsa-project.eu REGSA Promoção da geração renovável de eletricidade na América do Sul www.regsa-project.eu Projeto é financiado pelo União Europeia. Este folheto foi produzido com o auxilio da União Europeia. O Conteúdo

Leia mais

Avaliação Ambiental Estratégica em Instituições Financeiras Multilaterais

Avaliação Ambiental Estratégica em Instituições Financeiras Multilaterais Avaliação Ambiental Estratégica em Instituições Financeiras Multilaterais Garo Batmanian Banco Mundial Seminário Latino Americano de Avaliação Ambiental Estratégica Brasília, 28 de agosto de 2006 Estratégia

Leia mais

SEMINÁRIO INTERNACIONAL. Desenvolvimento e Integração da América Latina

SEMINÁRIO INTERNACIONAL. Desenvolvimento e Integração da América Latina SEMINÁRIO INTERNACIONAL Desenvolvimento e Integração da América Latina Promoção: Instituto Lula, CEPAL, BID e CAF. Data: 27 e 28 de novembro de 2013. Local: Sede da CEPAL, Avenida Dag Hammarskjöld, 3477,

Leia mais

Termo de Referência nº 2014.0918.00040-2. 1. Antecedentes

Termo de Referência nº 2014.0918.00040-2. 1. Antecedentes Termo de Referência nº 2014.0918.00040-2 Ref: Contratação de consultoria pessoa física para realização de um plano de sustentabilidade financeira para o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, no âmbito da

Leia mais

DIMENSÃO MUDANÇAS CLIMÁTICAS

DIMENSÃO MUDANÇAS CLIMÁTICAS DIMENSÃO MUDANÇAS CLIMÁTICAS CONTEÚDO CRITÉRIO I - POLÍTICA... 2 INDICADOR 1: COMPROMISSO, ABRANGÊNCIA E DIVULGAÇÃO... 2 CRITÉRIO II GESTÃO... 3 INDICADOR 2: RESPONSABILIDADES... 3 INDICADOR 3: PLANEJAMENTO/GESTÃO

Leia mais

ENTERPRISE EUROPE NETWORK. Título: Empresa da Eslováquia certificada especializada na produção de painéis fotovoltaicos de alta qualidade.

ENTERPRISE EUROPE NETWORK. Título: Empresa da Eslováquia certificada especializada na produção de painéis fotovoltaicos de alta qualidade. Tipo de parceria:joint venture Empresa da Eslováquia certificada especializada na produção de painéis fotovoltaicos de alta qualidade. Empresa da Eslováquia certificadaespecializada na produção de painéis

Leia mais

5º Seminário Rumos da Inovação no Contexto Brasileiro Relatório Agosto/2013

5º Seminário Rumos da Inovação no Contexto Brasileiro Relatório Agosto/2013 N 5º Seminário Rumos da Inovação no Contexto Brasileiro Relatório Agosto/2013 Dentro de seu esforço de colaborar com o desenvolvimento da inovação no Brasil, a Fundação Dom Cabral promoveu em Agosto de

Leia mais

10 anos do Parque Tecnológico da UFRJ XV Encontro da Rede de Incubadoras, Parques e Polos Tecnológicos do Estado do Rio de Janeiro ReINC

10 anos do Parque Tecnológico da UFRJ XV Encontro da Rede de Incubadoras, Parques e Polos Tecnológicos do Estado do Rio de Janeiro ReINC 10 anos do Parque Tecnológico da UFRJ XV Encontro da Rede de Incubadoras, Parques e Polos Tecnológicos do Estado do Rio de Janeiro ReINC Data: 17 e 18 de setembro de 2013 Local: Parque Tecnológico da UFRJ

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ SABER Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência

Leia mais

Oficina de Comunicação e Advocacia 2014 Programa

Oficina de Comunicação e Advocacia 2014 Programa Oficina de Comunicação e Advocacia 2014 Programa Objectivos específicos da oficina Boas práticas: Apresentar conceitos gerais e boas praticas de comunicação, incluindo as relações com médias, o uso das

Leia mais

Seminário Internacional de Boas Práticas sobre Trabalho Decente Brasília DF e Cuiabá-Mato Grosso, Brasil 24 a 27 de junho de 2013

Seminário Internacional de Boas Práticas sobre Trabalho Decente Brasília DF e Cuiabá-Mato Grosso, Brasil 24 a 27 de junho de 2013 Seminário Internacional de Boas Práticas sobre Trabalho Decente Brasília DF e Cuiabá-Mato Grosso, Brasil 24 a 27 de junho de 2013 Domingo 23 de junho. Chegada a Brasília de delegações internacionais e

Leia mais

Desafio 100 Cidades Resilientes

Desafio 100 Cidades Resilientes Desafio 100 Cidades Resilientes Inscreva-se até 24 de novembro de 2015 www.100resilientcities.org/challenge O Desafio 100 Cidades Resilientes quer identificar 100 cidades que estejam preparadas para construir

Leia mais

DA INSERÇÃO REGIONAL A RESPONSABILIDADE SOCIAL UM CASE DE SUCESSO

DA INSERÇÃO REGIONAL A RESPONSABILIDADE SOCIAL UM CASE DE SUCESSO DA INSERÇÃO REGIONAL A RESPONSABILIDADE SOCIAL UM CASE DE SUCESSO A GENESE DA INSERÇÃO REGIONAL DE EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS A GENESE DA INSERÇÃO REGIONAL DE EMPRENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS DÉCADA DE

Leia mais

Horário Atividades Descrição Informações Importantes Visitação dos participantes ao Complexo Portuário de SUAPE e Abertura Oficial do CONSEG

Horário Atividades Descrição Informações Importantes Visitação dos participantes ao Complexo Portuário de SUAPE e Abertura Oficial do CONSEG C o n g r e s s o d e S e g u r o s Horário Atividades Descrição Informações Importantes 13h às 22h Visitação dos participantes ao Complexo Portuário de SUAPE e Abertura Oficial do CONSEG Ônibus sairá

Leia mais

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Em 2013, a Duratex lançou sua Plataforma 2016, marco zero do planejamento estratégico de sustentabilidade da Companhia. A estratégia baseia-se em três

Leia mais

FUNDAÇÃO COGE Maio 2000

FUNDAÇÃO COGE Maio 2000 FUNDAÇÃO COGE Maio 2000 AGENDA HISTÓRICO ORGANIZAÇÃO CREDO FOCOS ESTRATÉGICOS HISTÓRICO COGE NOVO CENÁRIO CRIAÇÃO DA FUNDAÇÃO COGE CRIAÇÃO DA FUNDAÇÃO JURÍDICA DIREITO PRIVADO CARÁTER TÉCNICO- CIENTÍFICO

Leia mais

Gestão do Conhecimento Corporativo: a experiência da Itaipu Binacional

Gestão do Conhecimento Corporativo: a experiência da Itaipu Binacional Gestão do Conhecimento Corporativo: a experiência da Itaipu Binacional I Simpósio de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciência da Informação Universidade Estadual de Londrina - UEL Londrina 06 de março de 2010

Leia mais

CONSULTORIA PARA SISTEMATIZAÇÃO E ELABORAÇÃO DE TEXTO DE BOA PRÁTICA NA PRODUÇÃO DE ALGODÃO PELA AGRICULTURA FAMILIAR NA PARAÍBA, BRASIL

CONSULTORIA PARA SISTEMATIZAÇÃO E ELABORAÇÃO DE TEXTO DE BOA PRÁTICA NA PRODUÇÃO DE ALGODÃO PELA AGRICULTURA FAMILIAR NA PARAÍBA, BRASIL Projeto GCP/RLA/199/BRA: Fortalecimento do Setor Algodoeiro por meio da Cooperação Sul-Sul Termos de Referência: ESPECIALISTA EM SISTEMATIZAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS (01 Consultor/a): CONSULTORIA PARA SISTEMATIZAÇÃO

Leia mais

Promoção da energia fotovoltaica (PV) através da otimização da monitorização. Newsletter 3

Promoção da energia fotovoltaica (PV) através da otimização da monitorização. Newsletter 3 Promoção da energia fotovoltaica (PV) através da otimização da monitorização Newsletter 3 Setembro 2014 Introdução O Projeto Promoção da energia fotovoltaica (PV) através da otimização da monitorização

Leia mais

Fórum. Desenvolvimento Sustentável: Novas Dimensões para Sociedade e Negócios

Fórum. Desenvolvimento Sustentável: Novas Dimensões para Sociedade e Negócios Fórum Desenvolvimento Sustentável: Novas Dimensões para Sociedade e Negócios Realização: Instituto Tecnológico Vale Apoio: MIND - Munasinghe Institute for Development Atualizada em: 26. Abril. 2012 9:30

Leia mais

Comunidade de Prática Internacional para apoiar o fortalecimento e liderança da BIREME OPAS/OMS Fortalecimento institucional da BIREME OPAS/OMS

Comunidade de Prática Internacional para apoiar o fortalecimento e liderança da BIREME OPAS/OMS Fortalecimento institucional da BIREME OPAS/OMS Comunidade de Prática Internacional para apoiar o fortalecimento e liderança da BIREME OPAS/OMS Fortalecimento institucional da BIREME OPAS/OMS TERMOS DE REFERÊNCIA Versão 17/07/2012 No âmbito de um processo

Leia mais

FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão

FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão 1. OBJETIVO DO FÓRUM O Fórum das Estatais pela Educação tem a coordenação geral do Ministro Chefe da Casa Civil, com a coordenação executiva

Leia mais

4, 5 e 6 de novembro - 2008. O Maior Encontro Sobre Investimentos e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário Latino Americano

4, 5 e 6 de novembro - 2008. O Maior Encontro Sobre Investimentos e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário Latino Americano O Maior Encontro Sobre Investimentos e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário Latino Americano 4, 5 e 6 de novembro - 2008 São Paulo - Transamérica Expo Center www.cityscapelatinamerica.com.br 3,000 participantes

Leia mais

Grupos tematicos on line

Grupos tematicos on line Grupos tematicos on line Compartilhando um mesmo setor, compartilhando compromissos Trabalhando juntos para o desenvolvimento do turismo sustentável GUIA DE ORIENTAÇÃO PARA USUÁRIOS ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

Segundo Workshop Internacional sobre Programas de Transferência Condicional de Renda (TCR) 26 a 29 de abril de 2004 São Paulo, Brasil AGENDA

Segundo Workshop Internacional sobre Programas de Transferência Condicional de Renda (TCR) 26 a 29 de abril de 2004 São Paulo, Brasil AGENDA Segundo Workshop Internacional sobre Programas de Transferência Condicional de Renda (TCR) 26 a 29 de abril de 2004 São Paulo, Brasil AGENDA SEGUNDA-FEIRA, 26 DE ABRIL 8:30 Boas Vindas - Patrus Ananias

Leia mais

COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA

COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA 11ª EDIÇÃO COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA 22 e 23 de fevereiro de 2011 Paulista Plaza Hotel - São Paulo SP Planejamento de Contratação de Energia e Principais Setores que Alavancarão o Consumo de Energia em

Leia mais

WORKSHOP PERSPECTIVAS E DESAFIOS DA ENERGIA NUCLEAR NA MATRIZ ELÉTRICA DO BRASIL

WORKSHOP PERSPECTIVAS E DESAFIOS DA ENERGIA NUCLEAR NA MATRIZ ELÉTRICA DO BRASIL WORKSHOP PERSPECTIVAS E DESAFIOS DA ENERGIA NUCLEAR NA MATRIZ ELÉTRICA DO BRASIL GESEL / SINERGIA / EDF A OPÇÃO NUCLEAR PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO BRASIL Altino Ventura Filho Secretário de Planejamento

Leia mais

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA Por meio de um investimento estratégico de até R$314,7 milhões, a BNDESPAR ingressa no capital social da Renova Energia. Parceria de Longo Prazo A

Leia mais

COMO SE ASSOCIAR 2014

COMO SE ASSOCIAR 2014 2014 QUEM SOMOS FUNDADO EM 2004, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA, QUE SE DEDICA À PROMOÇÃO

Leia mais

2a Conferência Anual Latino-Americana de Gestão do Espectro Dias 20 & 21 de outubro de 2015 Rio de janeiro, Brasil

2a Conferência Anual Latino-Americana de Gestão do Espectro Dias 20 & 21 de outubro de 2015 Rio de janeiro, Brasil Favor notar: Esta é uma versão preliminar do programa e os palestrantes ainda não serão abordados exceto quando explicitamente indicado. 2a Conferência Anual Latino-Americana de Gestão do Espectro Dias

Leia mais

Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014

Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014 Code-P0 Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014 Encontro Nacional - Abracen Eventos Esportivos e os Impactos para o país São Paulo, 7 de março de 2012 Code-P1 O Brasil

Leia mais

Do rio que tudo arrasta se diz que é violento Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem. Bertold Brecht

Do rio que tudo arrasta se diz que é violento Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem. Bertold Brecht Do rio que tudo arrasta se diz que é violento Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem Bertold Brecht Instalações Elétricas Prediais A ENG04482 Prof. Luiz Fernando Gonçalves AULA 3 Usinas Hidrelétricas

Leia mais

Felipe Jens Odebrecht Investimentos em Infraestrutura 29 de novembro de 2009

Felipe Jens Odebrecht Investimentos em Infraestrutura 29 de novembro de 2009 Inovações nas infraestruturas de transporte Felipe Jens Odebrecht Investimentos em Infraestrutura 29 de novembro de 2009 Agenda Organização ODEBRECHT Desafios para o Crescimento Sustentável da América

Leia mais

MINISTÉRIO DO AMBIENTE

MINISTÉRIO DO AMBIENTE REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DO AMBIENTE O Ministério do Ambiente tem o prazer de convidar V. Exa. para o Seminário sobre Novos Hábitos Sustentáveis, inserido na Semana Nacional do Ambiente que terá

Leia mais

Apresentando uma nova visão para dar poderes ao consumidor CONGRESSO MUNDIAL. consumersinternational.org

Apresentando uma nova visão para dar poderes ao consumidor CONGRESSO MUNDIAL. consumersinternational.org CONGRESSO MUNDIAL REVELANDO O PODER DO CONSUMIDOR 18 21 DE NOVEMBRO DE 2015 BRASÍLIA Apresentando uma nova visão para dar poderes ao consumidor NÃO PERCA INSCREVA-SE AGORA! consumersinternational.org Vivemos

Leia mais

ICC 114 8. 10 março 2015 Original: inglês. Conselho Internacional do Café 114. a sessão 2 6 março 2015 Londres, Reino Unido

ICC 114 8. 10 março 2015 Original: inglês. Conselho Internacional do Café 114. a sessão 2 6 março 2015 Londres, Reino Unido ICC 114 8 10 março 2015 Original: inglês P Conselho Internacional do Café 114. a sessão 2 6 março 2015 Londres, Reino Unido Memorando de Entendimento entre a Organização Internacional do Café, a Associação

Leia mais

Foto 01. Foto 02. Foto 03. Apresentação da Empresa. Dezembro de 2014. Foto 05

Foto 01. Foto 02. Foto 03. Apresentação da Empresa. Dezembro de 2014. Foto 05 U compromisso Um i com o desenvolvimento sustentável, em harmonia com o ambiente natural. nat ral Foto 01 Foto 02 Foto 03 F 04 Foto Apresentação da Empresa Dezembro de 2014 Foto 05 HISTÓRICO A ECSA Engenharia

Leia mais

II Fórum Técnico - "Matriz Energética Brasileira" Altamira - 21/nov/2007 Categorias para Sistematização de Questões. Bloco Categoria Subcategoria

II Fórum Técnico - Matriz Energética Brasileira Altamira - 21/nov/2007 Categorias para Sistematização de Questões. Bloco Categoria Subcategoria Bloco Categoria Subcategoria II Fórum Técnico - "Matriz Energética Brasileira" Altamira - 21/nov/2007 Categorias para Sistematização de Questões 1. O empreendimento em geral 1.1. Materialização do empreendimento

Leia mais

Termo de Referência nº 2014.0918.00043-7. 1. Antecedentes

Termo de Referência nº 2014.0918.00043-7. 1. Antecedentes Termo de Referência nº 2014.0918.00043-7 Ref: Contratação de consultoria pessoa física para desenvolver o Plano de Uso Público para a visitação do Jardim Botânico do Rio de Janeiro concentrando na análise

Leia mais

Información sobre Herramientas Metodológicas de Diagnóstico Participativo

Información sobre Herramientas Metodológicas de Diagnóstico Participativo Datos generales: Información sobre Herramientas Metodológicas de Diagnóstico Participativo 1. Nombre de la herramienta: Conselhos de Desenvolvimento Comunitário (Programa Comunidade Ativa) 2. Organización

Leia mais

12º Congresso Internacional da Gestão - Palestrantes

12º Congresso Internacional da Gestão - Palestrantes 12º Congresso Internacional da Gestão - Palestrantes "INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE ALAVANCANDO COMPETITIVIDADE" HitendraPatel INDIA Diretor do Centro de Excelência em Inovação e Liderança de Cambridge.

Leia mais

Prorrogada a data limite de submissão de trabalhos até o dia 21 de outubro. Ficha de inscrição em anexo.

Prorrogada a data limite de submissão de trabalhos até o dia 21 de outubro. Ficha de inscrição em anexo. I - SIMPÓSIO DO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA AMBIENTAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Tema: Energia e Meio Ambiente Data: 10 a 12 de novembro de 2008 Prorrogada a data limite de submissão de trabalhos

Leia mais

Ambiente Regulatório e Atração de Recursos Internacionais. IV Conferência Anual da RELOP Brasília DF 30/06/11

Ambiente Regulatório e Atração de Recursos Internacionais. IV Conferência Anual da RELOP Brasília DF 30/06/11 Energia para Novos Tempos Ambiente Regulatório e Atração de Recursos Internacionais IV Conferência Anual da RELOP Brasília DF 30/06/11 Sinval Zaidan Gama Superintendente de Operações no Exterior Atuacão

Leia mais

Workshops de Revisão Abril 2014 Aron Belinky

Workshops de Revisão Abril 2014 Aron Belinky Workshops de Revisão Abril 2014 Aron Belinky Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP) GVces Criado em 2003, o GVces é uma

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Setembro de 2010 Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

O VALOR DAS VERDADEIRAS PARCERIAS PARA O REFORÇO DAS CAPACIDADAES LOCAIS: A EXPERIÊNCIA DO FOJASSIDA. Pretoria Africa du Sul

O VALOR DAS VERDADEIRAS PARCERIAS PARA O REFORÇO DAS CAPACIDADAES LOCAIS: A EXPERIÊNCIA DO FOJASSIDA. Pretoria Africa du Sul O VALOR DAS VERDADEIRAS PARCERIAS PARA O REFORÇO DAS CAPACIDADAES LOCAIS: A EXPERIÊNCIA DO FOJASSIDA Pretoria Africa du Sul Conteúdo 1. Apresentação da FOJASSIDA 2. Introdução 3. Diferentes formas de parcerias

Leia mais

Introdução: Agenda tentativa: Dia 1: Seminário Aberto. Data: 15 de outubro de 2009

Introdução: Agenda tentativa: Dia 1: Seminário Aberto. Data: 15 de outubro de 2009 Seminário AS ENERGIAS RENOVÁVEIS NO ÂMBITO DO MERCOSUL, SEUS ESTADOS ASSOCIADOS E NO CENÁRIO INTERNACIONAL: sua dimensão estratégica, produtiva, ambiental e econômica Introdução: No MERCOSUL há escassez

Leia mais

3ª Conferência Nacional sobre Ciência e Tecnologia

3ª Conferência Nacional sobre Ciência e Tecnologia República de Angola Ministério da Ciência e Tecnologia 3ª Conferência Nacional sobre Ciência e Tecnologia A Ciência, Tecnologia e Inovação ao serviço da sociedade Luanda, 11 13 de Setembro de 2013 Datas

Leia mais

Dinâmica Empresarial e Mecanismo de Formação de Preço Seminário Internacional de Integração Energética Brasil Colômbia

Dinâmica Empresarial e Mecanismo de Formação de Preço Seminário Internacional de Integração Energética Brasil Colômbia Dinâmica Empresarial e Mecanismo de Formação de Preço Seminário Internacional de Integração Energética Brasil Colômbia Antônio Carlos Fraga Machado Presidente do Conselho de Administração da CCEE 15 de

Leia mais

Índice de Sustentabilidade Empresarial - ISE Confidencial Restrita Confidencial Uso Interno Público 1

Índice de Sustentabilidade Empresarial - ISE Confidencial Restrita Confidencial Uso Interno Público 1 Confidencial Restrita Confidencial Uso Interno Público 1 Sustentabilidade em Bolsas de Valores Estímulo à transparência e ao desempenho socioambiental das empresas listadas Critérios mínimos de listagem.

Leia mais

AGENDA DE CURSOS E EVENTOS

AGENDA DE CURSOS E EVENTOS AGENDA DE S E EVENTOS 2015 AGENDA DE S E EVENTOS 2015 CATEGORIAS DE S Introdução à Governança Primeiro passo dentro da Governança Corporativa, os cursos de Introdução à Governança fornecem uma visão de

Leia mais

Banco Interamericano de Desenvolvimento Patrick Doyle Patrickd@iadb.org. Agosto 2015

Banco Interamericano de Desenvolvimento Patrick Doyle Patrickd@iadb.org. Agosto 2015 Banco Interamericano de Desenvolvimento Patrick Doyle Patrickd@iadb.org Agosto 2015 Desde 1959 A principal fonte de financiamento para o desenvolvimento da América Latina e Caribe 26 Países Conta com 26

Leia mais

RETROSPECTIVA CSP-MG presente e atuante

RETROSPECTIVA CSP-MG presente e atuante RETROSPECTIVA CSP-MG presente e atuante Eventos que o CSP-MG prestigiou em 2013: SINCOR-MG Dia Internacional da Mulher Fórum de debates Tauá SINDSEG MG/MO/MT/DF Posse nova Diretoria Palestras Evento de

Leia mais

Formulário de Inscrição Ajuda de Custo de Viagem e/ou Estada. 1o Encontro Nacional de Intercambistas dos Programas do Governo dos Estados Unidos

Formulário de Inscrição Ajuda de Custo de Viagem e/ou Estada. 1o Encontro Nacional de Intercambistas dos Programas do Governo dos Estados Unidos Formulário de Inscrição Ajuda de Custo de Viagem e/ou Estada 1o Encontro Nacional de Intercambistas dos Programas do Governo dos Estados Unidos Liderança para o Desenvolvimento da Responsabilidade Social

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DAS EMPRESAS ELETROBRAS. Política de Responsabilidade Social das Empresas Eletrobras

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DAS EMPRESAS ELETROBRAS. Política de Responsabilidade Social das Empresas Eletrobras Política de Responsabilidade Social das Empresas Eletrobras Versão 1.0 18/08/2014 1 Sumário 1. Objetivo... 3 2. Conceitos... 3 3. Diretrizes... 3 3.1. Diretrizes Gerais... 3 3.2. Diretrizes Específicas...

Leia mais

I Seminário Manutenção e Gestão de Ativos PCM Consultoria

I Seminário Manutenção e Gestão de Ativos PCM Consultoria I Seminário Manutenção e Gestão de Ativos PCM Consultoria I Seminário Manutenção e Gestão de Ativos PCM Consultoria Em sua primeira edição, o Seminário em Manutenção e Gestão de Ativos PCM Consultoria

Leia mais

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM CUSTOMER SUCCESS STORY Maio 2014 Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM PERFIL DO CLIENTE Empresa: Renova Energia Indústria: Energia Funcionários: 182 (2012) Faturamento:

Leia mais

Declaração de Apoio Contínuo Amostra

Declaração de Apoio Contínuo Amostra Geral Período coberto pela sua Comunicação de Progresso (COP) De: A: Declaração de apoio continuado pelo Diretor Executivo (CEO) Forneça uma declaração do diretor executivo da sua empresa expressando apoio

Leia mais

CURRÍCULO PROFISSIONAL

CURRÍCULO PROFISSIONAL CURRÍCULO PROFISSIONAL 1. INFORMAÇÕES PESSOAIS Nome : EDILBERTO MAURER. Data de Nascimento: 11 de março de 1942 Local de Nascimento: Curitiba Paraná - Brasil. Estado Civil: Casado. Telefone: 55 41 3324-8411.

Leia mais

Maximize o desempenho das suas instalações. Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil

Maximize o desempenho das suas instalações. Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil Maximize o desempenho das suas instalações Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil Sua empresa oferece um ambiente de trabalho com instalações eficientes e de qualidade? Como você consegue otimizar

Leia mais

17 a 19 de novembro de 2008 Auditório do Clube de Engenharia Rio de Janeiro RJ

17 a 19 de novembro de 2008 Auditório do Clube de Engenharia Rio de Janeiro RJ APRESENTAÇÃO Paralela à necessidade e a previsão de investimentos do Brasil na geração de energia elétrica, que deverá destinar recursos da ordem de R$ 274,8 bilhões nos próximos quatro anos, através do

Leia mais

APRESENTAÇÕES & WORKSHOPS

APRESENTAÇÕES & WORKSHOPS APRESENTAÇÕES & WORKSHOPS APRESENTAÇÕES & WORKSHOPS Tendências são uma ótima fonte de inspiração. Mas as tendências não são nada se não forem aproveitadas para lançar novos produtos, serviços e campanhas

Leia mais

Desafios na avaliação da eficiência energética em edificações

Desafios na avaliação da eficiência energética em edificações Minas e Energia Ministério de Minas e Energia Desafios na avaliação da eficiência energética em edificações Encontro de Lideranças 2011 Sistema CONFEA/CREA s Departamento de Desenvolvimento Energético

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Iniciativas Globais Aliança do Setor Privado para a Redução do

Leia mais

Em23demarçode2005ocorreuoacidentedaBPemTexasCity(USA).Foiumdosmaisgraves acidentes de processo da última década. Passados 10 anos, uma das maiores contribuições para o aprendizado mundial deveu-se ao processo

Leia mais

EEGM Mecanismo de Garantia de Eficiência Energética. Alvaro Silveira

EEGM Mecanismo de Garantia de Eficiência Energética. Alvaro Silveira EEGM Mecanismo de Garantia de Eficiência Energética Alvaro Silveira Institucional Quem somos? O Programa das Nações Unidas para o desenvolvimento (PNUD) é o órgão da Organização das Nações Unidas (ONU)

Leia mais

VII CONGRESSO LATINO AMERICANO DE DIREITO FLORESTAL AMBIENTAL 11-14 AGOSTO/2009 CURITIBA - PARANÁ - BRASIL [APRESENTAÇÃO]

VII CONGRESSO LATINO AMERICANO DE DIREITO FLORESTAL AMBIENTAL 11-14 AGOSTO/2009 CURITIBA - PARANÁ - BRASIL [APRESENTAÇÃO] VII CNGRESS LATIN AMERICAN DE DIREIT FLRESTAL AMBIENTAL 11-14 AGST/2009 CURITIBA - PARANÁ - BRASIL APRESENTAÇÃ CNGRESS LATIN AMERICAN DE DIREIT FLRESTAL AMBIENTAL, será realizado na cidade de Curitiba

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/032

UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/032 UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/032 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida empresas e consultores

Leia mais

GUIA PARA O GT RECURSOS FINANCEIROS

GUIA PARA O GT RECURSOS FINANCEIROS GUIA PARA O GT RECURSOS FINANCEIROS Um projeto é um empreendimento planejado que consiste num conjunto de atividades integradas e coordenadas, com o fim de alcançar objetivos específicos dentro dos limites

Leia mais

Ações de Saúde e Segurança Junto as Comunidades - Uso Seguro e Eficiente da Energia Elétrica

Ações de Saúde e Segurança Junto as Comunidades - Uso Seguro e Eficiente da Energia Elétrica Ações de Saúde e Segurança Junto as Comunidades - Uso Seguro e Eficiente da Energia Elétrica Autores Eudes Augusto Lins de Oliveira Hugo Leonardo Vidal de Souza Araújo Roberto de Vasconcelos Moura Sérgio

Leia mais

A Ministra do Meio Ambiente do Brasil, Senadora Marina Silva, apresentou a agenda para consideração dos participantes, tendo sido aprovada.

A Ministra do Meio Ambiente do Brasil, Senadora Marina Silva, apresentou a agenda para consideração dos participantes, tendo sido aprovada. II Reunião de Ministros de Meio Ambiente do MERCOSUL 8 de novembro de 2004, Brasília, Brasil Ata da Reunião nº 02/04 Realizou-se na cidade de Brasília, República Federativa do Brasil, no dia 8 de novembro

Leia mais