XIV Seminário de Atualização sobre Sistemas de Madeira e Transporte Florestal. Painel de Logística Ferro Gusa Carajás

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "XIV Seminário de Atualização sobre Sistemas de Madeira e Transporte Florestal. Painel de Logística Ferro Gusa Carajás"

Transcrição

1 XIV Seminário de Atualização sobre Sistemas de Madeira e Transporte Florestal Painel de Logística Ferro Gusa Carajás Silas Zen Diretor Florestal Carlos H. Garcia Ger. Planejamento Curitiba 20 a 22 de Agosto de

2 UPG Unidade de Produção de Gusa localização: Marabá Pa Capacidade Nominal mil t/gusa/ano Início de Operações: AF 1 - out AF 2 - jul Ferro Gusa Carajás S.A. Joint venturi - Cia Vale do Rio Doce (78%) e Nucor Corporation (22%) UPR Unidades de Produção de Redutor Localização: 8 municípios MA Área total: ha ha eucalipto ha RL averbada IMA Médio: 37,5 m³/ha/ano Capacidade Nominal 1,04 mil m³ Redutor 11 UPR s 71 fornos retangulares -75 mdr fornos circulares - 10 mdr 2

3 Localização das UPR s e UPG Localização das Áreas de Produção 3

4 Estrutura Operacional Atividades terceirizadas: Produção de Mudas, Plantio, Colheita de Madeira, Transporte de Madeira, Carbonização, Transporte do Redutor Contratos: 29 Empresas Parceiras 106 Contratos METAS ANUAIS DE PRODUÇÃO Produção de Mudas Reforma hectares Colheita de Madeira m 3 Transporte de Madeira m 3 Produção de Redutor mil mdr Geração de Empregos: Total Próprio 253 Terceiros Relação de emprego 1 / 13 ha Transporte de Redutor Produção de Gusa mil mdr 400 mil toneladas 4

5 Infra-estrutura de Apoio Colheita Meta Anual de Colheita = mil m³ de madeira Operam 3 empresas terceirizadas Empresa A Meta = 70 mil m³/mês: 2 Máquinas Feller Timbico 425EX - cabeçote Quadco 3 Escavadeiras CAT 320CL - cabeçote traçador Hultdins 1 Slecher CAT Skidder (2 CAT 545 e 1 CAT 525) 1 Prancha 2 Caminhões Comboio Empresa B Meta = 40 mil m³/mês: 1 Máquina Feller Timbico 425EX 2 Escavadeiras CAT 320CL - cabeçote traçador Hultdins ou Slecher 2 Skidder com garra CAT Prancha 2 Caminhões Comboio. 5

6 Infra-estrutura de Apoio Colheita Empresa C Meta = 12 mil m³/mês (colheita Manual): Corte: 35 motoserras Empilhamento: 4 autocarregáveis: 2 Valtra com guincho TMO adaptado 2 Massey Fergusson 7630 com guincho TMO adaptado. 6

7 Infra-estrutura de Apoio Traçamento da Madeira Meta Traçamento 105 mil m³/mês 1 Empresa 10 UPR s Traçamento madeira 1,5 metros 4 máquinas CAT 320C Cabeçote traçador Capacidade - 30 mil m³ madeira/máquina/mês 1 prancha 3 eixos 1 comboio 7

8 GAFOR Logística: Infra-estrutura de Apoio - Transporte Transporte de 122 mil m³ de madeira/mês 14 Bitrens Autocarregáveis Transporte de m³ Redutor 19 Carretas Containeres Fechado 4 pás carregadeiras CAT 924, 2 comboios, 2 oficinas mecânicas 2 Centros de Controle nas regionais 01 Controladores na Balança na UPG 1 Supervisor geral + 3 supervisores regionais Sistema de comunicação Satélite, rádio e telefone FERRO GUSA CARAJÁS: 6 Balanças nas UPR s 24 Controladores 1 centro de controle na Central da FGC 1 supervisor em cada UPR Comunicação via rádio, internet, satélite e telefone 8

9 Sistemas de Controle CADASTRO FLORESTAL: Base de Dados Cadastral: Fazendas Material Genético Solos Terras/Imóveis Silvicultura Colheita Carbonização. Inventário Florestal. Integrado ao SIG Rendimentos Custos 9

10 Sistemas de Controle SIG - SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS: Sistema ArcView/ArcGIS. Produção de mapas temáticos. Ferramenta de apoio ao planejamento. Definições da Malha Viária 10

11 Sistemas de Controle AUTOTRAC: Sistema de Rastreamento de Veículos Via Satélite. Acompanhamento da posição dos veículos de transporte de madeira e redutor. Atualização das posições a cada 15 minutos. Relatórios de deslocamento e paradas. 11

12 Sistemas de Controle BLUETEC: INFORMAÇÕES APRESENTADAS PELO SISTEMA BLUETEC Computadores de bordo com transponder. Registro de informações performance. Análise desempenho e rendimentos operacionais. Quantidade de Viagens por Período Quantidade de Viagens por Veículo Quantidade de Viagens por UPR Quantidade de Viagens por UPR por Talhão Quantidade de Viagens por Motorista Quantidade de Viagens por Dia Quantidade de Viagens por Dia por Veículo Quantidade de Viagens por Dia por UPR Tempo de Carga Tempo de Descarga Volume por Talhão Volume por No. Veículo Volume por UPR Volume por UPR por Talhão 12

13 Sistemas de Controle SISTEMA DE INFORMAÇÕES VIA SATÉLITE: Sistema para cadastro de informações: Plantio Colheita Produção de redutor Transporte Madeira e Redutor Dados inseridos pelos Técnicos de campo com aux. balanceiros nas UPR s. Emite relatórios diários de produção. Acesso remoto às informações via intranet. 13

14 Fluxo de Informações Localização Produção Comunicação Colheita Transporte de Madeira Produção de Redutor (11 UPR s) Produção e Localização Comunicação com UPR s Localização Transporte de Redutor Usina FGC Marabá, PA Internet Central FGC Imperatriz, MA 14

15 Sistemas de Controle RELATÓRIOS GERENCIAIS: Compilação diária de informações de produção recebidas via satélite. Elaboração de Relatórios Gerenciais. Disponibilização na rede interna da FGC. Análise diária pelas Gerências Operacionais e Diretoria. 15

16 Ferro Gusa Carajás S.A 16

17 17

APROVEITAMENTO DA BIOMASSA RESIDUAL DE COLHEITA FLORESTAL

APROVEITAMENTO DA BIOMASSA RESIDUAL DE COLHEITA FLORESTAL APROVEITAMENTO DA BIOMASSA RESIDUAL DE COLHEITA FLORESTAL XIV Seminário de Atualização Sobre Sistemas de Colheita de Madeira e Transporte Florestal Curitiba, Agosto 2006 1. Introdução O preço do petróleo

Leia mais

José A. Totti Diretor Florestal - Klabin S.A.

José A. Totti Diretor Florestal - Klabin S.A. SISTEMA DE CONTROLE LOGÍSTICO DE FROTAS DE CAMINHÕES FLORESTAIS José A. Totti Diretor Florestal - Klabin S.A. 1. RESUMO O desenvolvimento da tecnologia contribuiu para a evolução da gestão e dos controles

Leia mais

Mario Sant Anna Junior 1 ; Douglas Seibert Lazaretti 2 ; Alberto Souza Vieira 3

Mario Sant Anna Junior 1 ; Douglas Seibert Lazaretti 2 ; Alberto Souza Vieira 3 Logística em Operações Florestais EFICIÊNCIA LOGÍSTICA NA CADEIA DO GUSA A BIORREDUTOR Mario Sant Anna Junior 1 ; Douglas Seibert Lazaretti 2 ; Alberto Souza Vieira 3 RESUMO O aço é um produto essencial

Leia mais

Empresa: Três Primos Transportes e Comércio de Madeira Ltda.

Empresa: Três Primos Transportes e Comércio de Madeira Ltda. Empresa: Três Primos Transportes e Comércio de Madeira Ltda. Índice Quem somos Área de atuação Histórico da Empresa A Empresa Hoje Apresentação da Empresa Fotos das Atividades e Estrutura de apoio Metas

Leia mais

Sistema de Colheita de Alta Performance. Cassiano Schneider Cláudio Ortolan Rafael Malinovski Raphael Fonseca

Sistema de Colheita de Alta Performance. Cassiano Schneider Cláudio Ortolan Rafael Malinovski Raphael Fonseca Sistema de Colheita de Alta Performance Cassiano Schneider Cláudio Ortolan Rafael Malinovski Raphael Fonseca Contexto Produtivo Sistema Equipamentos Operação Ganhos Contexto Produtivo Sistema Equipamentos

Leia mais

A importância da gestão para o pequeno e médio produtor florestal

A importância da gestão para o pequeno e médio produtor florestal A importância da gestão para o pequeno e médio produtor florestal Richard Respondovesk ESALQ - 20/08/2014 Tópicos A Empresa Áreas de atuação Cadeia produtiva florestal Planejamento e mercado Uso de tecnologias

Leia mais

A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NA ÁREA DE COLHEITA FLORESTAL MECANIZADA

A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NA ÁREA DE COLHEITA FLORESTAL MECANIZADA A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NA ÁREA DE COLHEITA FLORESTAL MECANIZADA Edna Ap Esquinelato da Silva 1 Eliete Santana 1 Elton Dias da Paz 1 Priscila Alves da Silva 1 RESUMO Colheita Floresta é o processo

Leia mais

Green Fleet Sistema de Gestão de Frota Auteq

Green Fleet Sistema de Gestão de Frota Auteq Unpublished work (2014) Deere & Company. All rights reserved worldwide. THIS MATERIAL IS THE PROPERTY OF DEERE & COMPANY. NO PORTION MAY BE USED, ALTERED, DISCLOSED AND/OR REPRODUCED WITHOUT EXPRESS WRITTEN

Leia mais

Simulação dos pátios de madeira no Paraná Obtendo o melhor modelo logístico

Simulação dos pátios de madeira no Paraná Obtendo o melhor modelo logístico Simulação dos pátios de madeira no Paraná Obtendo o melhor modelo logístico 1 A Klabin A Klabin é a maior produtora e exportadora de papéis do Brasil*. Líder nos mercados de papéis e cartões para embalagens,

Leia mais

VALLOUREC UNIDADE FLORESTAL

VALLOUREC UNIDADE FLORESTAL VALLOUREC UNIDADE FLORESTAL A EMPRESA Fundada em 1969, o objetivo principal da Vallourec unidade Florestal é o plantio de florestas de eucalipto para, a partir delas, produzir o carvão vegetal, um dos

Leia mais

OTO BARBOSA ENGENHARIA MECÂNICA

OTO BARBOSA ENGENHARIA MECÂNICA OTO BARBOSA ENGENHARIA MECÂNICA 32 anos - Casado Avenida Regina Lacerda, 712 Casa 04 / Jardim Atlântico Olinda - PE Celular: 81-9192-7578 Residencial: 81-3431-2843 E-mail: otobill@hotmail.com ATUAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

ENG 337 MECÂNICA E MECANIZAÇÃO FLORESTAL

ENG 337 MECÂNICA E MECANIZAÇÃO FLORESTAL COLHEITA FLORESTAL ENG 337 MECÂNICA E MECANIZAÇÃO FLORESTAL Prof. Haroldo C. Fernandes DEA/UFV O caminho para o atendimento das necessidades crescentes por produtos florestais se dá por meio de uma produção

Leia mais

PROJETO ASSET LIGHT. Preparando a empresa para um novo ciclo de crescimento São Paulo 18 de Novembro de 2013

PROJETO ASSET LIGHT. Preparando a empresa para um novo ciclo de crescimento São Paulo 18 de Novembro de 2013 PROJETO ASSET LIGHT Preparando a empresa para um novo ciclo de crescimento São Paulo 18 de Novembro de 2013 Desde a sua criação, a Fibria tem seguido uma estratégia focada na geração de valor EXCELÊNCIA

Leia mais

Professora Danielle Valente Duarte

Professora Danielle Valente Duarte Professora Danielle Valente Duarte TRANSPORTE significa o movimento do produto de um local a outro, partindo do início da cadeia de suprimentos chegando até o cliente Chopra e Meindl, 2006 O Transporte

Leia mais

ArcelorMittal Timóteo / Jequitinhonha Projetos de Mecanismos de Desenvolvimento Limpo. 19 de outubro de 2007

ArcelorMittal Timóteo / Jequitinhonha Projetos de Mecanismos de Desenvolvimento Limpo. 19 de outubro de 2007 ArcelorMittal Timóteo / Jequitinhonha Projetos de Mecanismos de Desenvolvimento Limpo 19 de outubro de 2007 Tópicos 1. Introdução 2. ArcelorMittal Timóteo - Aços Inoxidáveis e Elétricos Brasil 3. ArcelorMittal

Leia mais

Resumo Público do Plano de Manejo Florestal

Resumo Público do Plano de Manejo Florestal Resumo Público do Plano de Manejo Florestal Apresentação do Plano de Manejo O Plano de Manejo Florestal da Vallourec unidade Florestal caracteriza todos os processos produtivos e dá suporte ao planejamento

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE DOIS SISTEMAS OPERACIONAIS DE TRANSPORTE UTILIZANDO TORAS DE COMPRIMENTOS VARIADOS

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE DOIS SISTEMAS OPERACIONAIS DE TRANSPORTE UTILIZANDO TORAS DE COMPRIMENTOS VARIADOS IPEF, n.33, p.27-30, ago.1986 ESTUDO COMPARATIVO ENTRE DOIS SISTEMAS OPERACIONAIS DE TRANSPORTE UTILIZANDO TORAS DE COMPRIMENTOS VARIADOS FERNANDO SEIXAS ESALQ-USP, Departamento de Ciências Florestais

Leia mais

Medidas para superação de obstáculos para redução de emissões

Medidas para superação de obstáculos para redução de emissões MODERNIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE CARVÃO VEGETAL Medidas para superação de obstáculos para redução de emissões Túlio Jardim Raad e Vamberto de Melo Seminário CGEE & DECOI da SDP/MDIC - Brasília, 20.05.2014 OBJETIVO

Leia mais

APRESENTAÇÃO. ADM Agrícola

APRESENTAÇÃO. ADM Agrícola APRESENTAÇÃO ADM Agrícola Tela Inicial do ADM Agrícola Principais Recursos CONTROLE OPERACIONAL PLANEJAMENTO / CONTROLES FINANCEIRO Registro de todas as atividades agrícolas Custo de toda a fazenda Custo

Leia mais

Gestão Integrada em uma Empresa Florestal

Gestão Integrada em uma Empresa Florestal Gestão Integrada em uma Empresa Florestal XVI SEMINÁRIO DE ATUALIZAÇÃO SOBRE SISTEMAS DE COLHEITA DE MADEIRA E TRANSPORTE FLORESTAL 11 a 12 de abril de 2011 Wanderley Luiz Paranaiba Cunha ArcelorMittal

Leia mais

MEDIDAS E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO EM PRODUÇÃO, NA COLHEITA MECANIZADA DE EUCALIPTO

MEDIDAS E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO EM PRODUÇÃO, NA COLHEITA MECANIZADA DE EUCALIPTO AILTON ALVES XAVIER RONALDO CESAR DE LIMA WENDERSON MARTINS DA SILVA MEDIDAS E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO EM PRODUÇÃO, NA COLHEITA MECANIZADA DE EUCALIPTO LAVRAS MG 2011 AILTON ALVES XAVIER RONALDO CÉSAR

Leia mais

LOGÍSTICA INTEGRADA DA MADEIRA. Francisco Eduardo de Faria

LOGÍSTICA INTEGRADA DA MADEIRA. Francisco Eduardo de Faria LOGÍSTICA INTEGRADA DA MADEIRA Francisco Eduardo de Faria LOGÍSTICA INTEGRADA DA MADEIRA AGENDA: Introdução Desenvolvimento Resultados Conclusão LOGÍSTICA INTEGRADA DA MADEIRA AGENDA: Introdução Desenvolvimento

Leia mais

NA BUSCA DO AUMENTO DA PRODUTIVIDADE FLORESTAL E REDUÇÃO DO CUSTO OPERACIONAL.

NA BUSCA DO AUMENTO DA PRODUTIVIDADE FLORESTAL E REDUÇÃO DO CUSTO OPERACIONAL. TÉCNICAS MODERNAS DE PREPARO DO SOLO NA BUSCA DO AUMENTO DA PRODUTIVIDADE FLORESTAL E REDUÇÃO DO CUSTO OPERACIONAL. Edésio P. Bortolas 1 João Batista Rosa 2 1. INTRODUÇÃO A unidade florestal da Klabin

Leia mais

MANUAL DO NOVO PORTAL GRUPO NEW VISION RASTREAMENTO E CONTROLE DE VEICULOS E FROTAS.

MANUAL DO NOVO PORTAL GRUPO NEW VISION RASTREAMENTO E CONTROLE DE VEICULOS E FROTAS. MANUAL DO NOVO PORTAL GRUPO NEW VISION RASTREAMENTO E CONTROLE DE VEICULOS E FROTAS. TELA DE LOGIN DO PORTAL LOGÍSTICA RASTREAMENTO Digite o endereço www.gruponewvision.com.br/rastreamento em seu navegador

Leia mais

&DUYRHMDPHQWR. Aumentando o Rendimento dos Fornos Possibilidades a Curto e Longo Prazos

&DUYRHMDPHQWR. Aumentando o Rendimento dos Fornos Possibilidades a Curto e Longo Prazos &DUYRHMDPHQWR Aumentando o Rendimento dos Fornos Possibilidades a Curto e Longo Prazos :25.6+230$'(,5$(1(5*e7,&$ %1'(60DLR $35(6(17$d 2 Apresentação preparada por: Ronaldo Sampaio PhD. - Diretor da RSConsultants

Leia mais

SEBRAE. Reunião da Câmara Técnica T. da Silvicultura MAPA 20/08/2013

SEBRAE. Reunião da Câmara Técnica T. da Silvicultura MAPA 20/08/2013 SEBRAE Reunião da Câmara Técnica T da Silvicultura MAPA 20/08/2013 SEBRAE Análise do Ambiente Externo Demanda crises econômicas sucessivas; Legislação ambiental necessidade do CV ser proveniente de floresta

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE. SALVADOR/BA, 04 de Setembro de 2014.

RIO GRANDE DO NORTE. SALVADOR/BA, 04 de Setembro de 2014. RIO GRANDE DO NORTE SALVADOR/BA, 04 de Setembro de 2014. Monitoramento de veículos na Revenda Francisco Correia E-mail: zonanortegas@ig.com.br O Mercado de GLP em Natal/RN O Mercado de GLP em Natal/RN

Leia mais

Recebido para publicação: 19/08/2005 Aceito para publicação: 18/07/2006

Recebido para publicação: 19/08/2005 Aceito para publicação: 18/07/2006 ANÁLISE DAS VARIÁVEIS DE INFLUÊNCIA NA PRODUTIVIDADE DAS MÁQUINAS DE COLHEITA DE MADEIRA EM FUNÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DO TERRENO, DO POVOAMENTO E DO PLANEJAMENTO OPERACIONAL FLORESTAL Rafael Alexandre

Leia mais

Gestão de Transporte. Gestão do Transporte: Próprio ou Terceiros? Gestão de Transporte Avaliação das modalidades. Que fatores a serem considerados?

Gestão de Transporte. Gestão do Transporte: Próprio ou Terceiros? Gestão de Transporte Avaliação das modalidades. Que fatores a serem considerados? Gestão de Transporte Que fatores a serem considerados? A Atividade de Transporte: Sua Gestão Barco Trem Caminhão Peso Morto por T transportada 350 kg 800kg 700 kg Força de Tração 4.000 kg 500 kg 150 kg

Leia mais

Gestão de Pessoas na Colheita Florestal

Gestão de Pessoas na Colheita Florestal Gestão de Pessoas na Colheita Florestal Negócios e Mercado Novas Percepções para os Profissionais de Colheita Florestal Altair Negrello Jr. Eng. Florestal Gerente de Colheita e Transporte de Madeira Rigesa,

Leia mais

Análise do Desempenho na Extração Florestal Utilizando Guincho TMO

Análise do Desempenho na Extração Florestal Utilizando Guincho TMO Análise do Desempenho na Extração Florestal Utilizando Guincho TMO Fabrina Teixeira Ferraz (1), Robson José de Oliveira (2), Luciano Cavalcante de Jesus França (3), Sidney Araújo Cordeiro (4), Temistocles

Leia mais

Controle, Conservação, Manutenção, Abastecimento e Gerenciamento do Serviço de Transporte.

Controle, Conservação, Manutenção, Abastecimento e Gerenciamento do Serviço de Transporte. PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS DIVISÃO DE GESTÃO DA QUALIDADE Sistema de Gestão da Qualidade PROCEDIMENTO P.TJAM.13 Controle, Conservação, Manutenção, Abastecimento e Gerenciamento

Leia mais

Tecnologia e Comércio de Equipamentos Eletrônicos LTDA PORTAL DE TELEMETRIA SYSTEMTEK PARA GERENCIAMENTO DE FROTAS

Tecnologia e Comércio de Equipamentos Eletrônicos LTDA PORTAL DE TELEMETRIA SYSTEMTEK PARA GERENCIAMENTO DE FROTAS PORTAL DE TELEMETRIA SYSTEMTEK PARA GERENCIAMENTO DE FROTAS Características Design inovador Controle de acesso Permite criar usuários com senhas podendo-se definir no sistema quais as funcionalidades cada

Leia mais

IMPORTÂNCIA DO CARVÃO VEGETAL PARA A ECONOMIA BRASILEIRA. Alessandro Albino Fontes

IMPORTÂNCIA DO CARVÃO VEGETAL PARA A ECONOMIA BRASILEIRA. Alessandro Albino Fontes Universidade Federal de Viçosa Departamento de Engenharia Florestal IMPORTÂNCIA DO CARVÃO VEGETAL PARA A ECONOMIA BRASILEIRA Alessandro Albino Fontes 1. INTRODUÇÃO Definição O carvão vegetal é um subproduto

Leia mais

1) DESCRIÇAÕ DO NEGÓCIO

1) DESCRIÇAÕ DO NEGÓCIO A Agrologis hoje opera através do consórcio entre as empresas Daiken Automação e JR Consult (Consultoria, treinamento e desenvolvimento de software logísticos para o setor agrícola). Daiken Automação Possui

Leia mais

Vitória, 22 de Julho de 2014.

Vitória, 22 de Julho de 2014. Vitória, 22 de Julho de 2014. A Selecta, empresa de Recrutamento e Seleção, divulga as vagas de emprego em aberto, com destaque para: Analista de Dados, Analista de Desenvolvimento, Enfermeiro (a) do Trabalho;

Leia mais

MODERNIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE CARVÃO VEGETAL. Subsídios 2014 ao Plano Siderurgia do MDIC (estudo) VERSÃO PRELIMINAR DO ESTUDO

MODERNIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE CARVÃO VEGETAL. Subsídios 2014 ao Plano Siderurgia do MDIC (estudo) VERSÃO PRELIMINAR DO ESTUDO MODERNIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE CARVÃO VEGETAL Subsídios 2014 ao Plano Siderurgia do MDIC (estudo) VERSÃO PRELIMINAR DO ESTUDO Brasília, Junho 2014 1 CGEE (Centro de Gestão e Estudos Estratégicos) Presidente

Leia mais

Excelência. locações e transporte Ltda. www.excelenciaguindastes.com.br

Excelência. locações e transporte Ltda. www.excelenciaguindastes.com.br www.excelenciaguindastes.com.br A Guindastes e uma empresa de Goiânia Goiás QUEM SOMOS que presta serviço em todo território nacional no segmento de Locação de Guindastes, Locação de Munck, Grupo Geradores,

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM MÓDULO DE PICAGEM DE PONTEIRA DE EUCALIPTO PARA UTILIZAÇÃO COMO BIOMASSA PELA JARI CELULOSE 1

DESENVOLVIMENTO DE UM MÓDULO DE PICAGEM DE PONTEIRA DE EUCALIPTO PARA UTILIZAÇÃO COMO BIOMASSA PELA JARI CELULOSE 1 Desenvolvimento de um módulo de picagem de... 331 DESENVOLVIMENTO DE UM MÓDULO DE PICAGEM DE PONTEIRA DE EUCALIPTO PARA UTILIZAÇÃO COMO BIOMASSA PELA JARI CELULOSE 1 Development of a Chipping Module of

Leia mais

DECISÃO TÉCNICA DT-068/2006 R-02 TRANSPORTE DE POSTE E DE RESÍDUOS DE CONCRETO

DECISÃO TÉCNICA DT-068/2006 R-02 TRANSPORTE DE POSTE E DE RESÍDUOS DE CONCRETO DECISÃO TÉCNICA DT-068/2006 R-02 TRANSPORTE DE POSTE E DE RESÍDUOS DE CONCRETO DOCUMENTO NORMATIVO DECISÃO TÉCNICA TRANSPORTE DE POSTES E DE RESÌDUOS DE CONCRETO Código Página Revisão Emissão DT-068 I

Leia mais

Comercialização de grãos. Frota fluvial. Geração. Terminal flutuante. Terminal. Grupo André Maggi. Fundação André Maggi. Originação.

Comercialização de grãos. Frota fluvial. Geração. Terminal flutuante. Terminal. Grupo André Maggi. Fundação André Maggi. Originação. Grupo André Maggi Comercialização de grãos Divisão Agro Energia Navegação Originação Processamento Frota fluvial Soja Geração Exportação Terminal Milho Algodão Terminal flutuante Fundação André Maggi Geração

Leia mais

Unindo Forças em busca da excelência PAULA MORETTI

Unindo Forças em busca da excelência PAULA MORETTI Unindo Forças em busca da excelência PAULA MORETTI CONCEITO Unificação da setorização comercial e a manutenção operacional, se consistindo em uma estrutura operacional composta por equipes multifuncionais,

Leia mais

CENIBRA IMPLANTA MODERNO SISTEMA DE ERP PARA GESTÃO DO PROCESSO FLORESTAL

CENIBRA IMPLANTA MODERNO SISTEMA DE ERP PARA GESTÃO DO PROCESSO FLORESTAL CENIBRA IMPLANTA MODERNO SISTEMA DE ERP PARA GESTÃO DO PROCESSO FLORESTAL Perfil A CENIBRA foi fundada em 1973 e está localizada no leste de Minas Gerais. A empresa é o resultado do espírito empreendedor

Leia mais

CIRCULAR N.º AT 004-15 19.02.2015. Assunto: Definição Correta do Grupo de Manutenção no Início da Operação do Veículo Modelos afetados: Todos

CIRCULAR N.º AT 004-15 19.02.2015. Assunto: Definição Correta do Grupo de Manutenção no Início da Operação do Veículo Modelos afetados: Todos CIRCULAR N.º AT 004-15 19.02.2015 Favor divulgar esta circular para: Gerente de Serviços Gerente de Peças Encarregado de Garantia Monitor de Pós Vendas Ônibus Frotistas Ônibus Frotistas Caminhões Assunto:

Leia mais

COMPATIBILIZANDO CADASTROS

COMPATIBILIZANDO CADASTROS COMPATIBILIZANDO CADASTROS EM PROJETO SIG Cristiane Vaz Domingues cristiane.vaz@uol.com.br FOTOGRAFIA Hoje nas instituiçõesições públicas existem: informações repetidas e/ou complementares distribuídas

Leia mais

Apresentação Raro Logistica

Apresentação Raro Logistica Apresentação Raro Logistica A Raro Logistica e uma empresa do Grupo RARO LOGISTICA e atua na área de organização logística de Transporte e outras atividades terceirizadas de prestação de serviços em Geral.

Leia mais

Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário. Control Loc

Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário. Control Loc Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário http://controlweb.controlloc.com.br Control Loc 2007 Data: 19/06/2007 O QUE É O ControlWeb é uma aplicação de rastreamento e comunicação veicular que utiliza os mais

Leia mais

Sistema Komatsu de Monitoração de Equipamentos por Satélite

Sistema Komatsu de Monitoração de Equipamentos por Satélite Sistema Komatsu de Monitoração de Equipamentos por Satélite O Komtrax coleta informações essenciais dos equipamentos Komatsu para tornar mais fácil e eficiente o gerenciamento da frota. Esses dados proporcionam

Leia mais

PRESTADORES DE SERVIÇOS

PRESTADORES DE SERVIÇOS i. e x e Companhia Paranaense de Energia - COPEL LOGÍSTICA DA COPEL/DIS EQCMP/Cadastro MANUAL DE CADASTRAMENTO TÉCNICO 90.06.11.001 - INFRA-ESTRUTURA PARA REDE SUBTERRÂNEA INSTRUÇÕES PARA CADASTRAMENTO

Leia mais

PROCERRADO PROJETO DE REDUÇÃO DO DESMATAMENTO E DAS QUEIMADAS NO CERRADO DO PIAUÍ TERMO DE REFERÊNCIA

PROCERRADO PROJETO DE REDUÇÃO DO DESMATAMENTO E DAS QUEIMADAS NO CERRADO DO PIAUÍ TERMO DE REFERÊNCIA PROCERRADO PROJETO DE REDUÇÃO DO DESMATAMENTO E DAS QUEIMADAS NO CERRADO DO PIAUÍ Acordo de Doação Nº TF016192 TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA INDIVIDUAL DE LONGO

Leia mais

Mudanças climáticas e projetos de créditos de carbono -REFLORESTAMENTO-

Mudanças climáticas e projetos de créditos de carbono -REFLORESTAMENTO- Mudanças climáticas e projetos de créditos de carbono -REFLORESTAMENTO- Magno Castelo Branco magno@iniciativaverde.org.br As florestas no âmbito do MDL -Definição das Modalidades e Procedimentos relacionados

Leia mais

Orientações para o Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento Ambiental Rural

Orientações para o Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento Ambiental Rural Orientações para o Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento Ambiental Rural 1. Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento Ambiental Rural no bioma Amazônia... 2 2. Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento

Leia mais

FICHA PROJETO - nº 045-MA

FICHA PROJETO - nº 045-MA FICHA PROJETO - nº 045-MA Mata Atlântica Grande Projeto 1) TÍTULO: Floresta Legal corredores florestais conectando habitats e envolvendo pessoas 2) MUNICÍPIOS DE ATUAÇÃO DO PROJETO: Silva Jardim, Rio Bonito,

Leia mais

Setor Sucroenergético: GIS Corporativo e Inovações no Grupo Noble CASE NOBLE GROUP. Herbert Del Petri Gerente Técnico Agrícola

Setor Sucroenergético: GIS Corporativo e Inovações no Grupo Noble CASE NOBLE GROUP. Herbert Del Petri Gerente Técnico Agrícola Gerente Técnico Agrícola Introdução O Noble Bioenergia ao longo da sua história no Brasil vem desenvolvendo o uso das informações espacializadas no dia-a-dia das operações e planejamento agrícola através

Leia mais

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SÃO PAULO SP 22 / 05 / 2013

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SÃO PAULO SP 22 / 05 / 2013 Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SÃO PAULO SP 22 / 05 / 2013 SOJA BRASILEIRA A soja é a principal cultura agrícola do Brasil - 28 milhões de ha (25% da área mundial plantada)

Leia mais

TABELA DE CARGOS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO VENCIMENTO BASE CARGA HORÁRIA SINTESE DAS ATIVIDADES TOTAL DE VAGAS REQUISITO

TABELA DE CARGOS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO VENCIMENTO BASE CARGA HORÁRIA SINTESE DAS ATIVIDADES TOTAL DE VAGAS REQUISITO TABELA DE CARGOS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO CARGO Assistente Operacional Assistente Administrativo PRÉ- REQUISITO completo completo TOTAL DE VAGAS VENCIMENTO BASE CARGA HORÁRIA 01 R$ 1.813,45 40 horas 02 R$

Leia mais

Ferramentas de AP Arvus Tecnologia. Gerente nacional de vendas Luiz Ghilherme Bridi Luiz.bridi@arvus.com.br (48) 8817-4115

Ferramentas de AP Arvus Tecnologia. Gerente nacional de vendas Luiz Ghilherme Bridi Luiz.bridi@arvus.com.br (48) 8817-4115 Ferramentas de AP Arvus Tecnologia Gerente nacional de vendas Luiz Ghilherme Bridi Luiz.bridi@arvus.com.br (48) 8817-4115 Arvus Tecnologia Estrutura e Equipe Unidade Administrativa (SC) Unidade Industrial

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO LEILÃO Nº KOM001 LEILÃO - O leilão será realizado pelo Leiloeiro Oficial HELCIO KRONBERG JUCEPAR nº 653, no dia 9 de Novembro de

EDITAL DE LEILÃO LEILÃO Nº KOM001 LEILÃO - O leilão será realizado pelo Leiloeiro Oficial HELCIO KRONBERG JUCEPAR nº 653, no dia 9 de Novembro de EDITAL DE LEILÃO LEILÃO Nº KOM001 LEILÃO - O leilão será realizado pelo Leiloeiro Oficial HELCIO KRONBERG JUCEPAR nº 653, no dia 9 de Novembro de 2.012, a partir das 17:00h, na Avenida Marechal Floriano

Leia mais

MANUAL RASTREAMENTO 2013

MANUAL RASTREAMENTO 2013 MANUAL RASTREAMENTO 2013 Visão Geral O menu geral é o principal módulo do sistema. Através do visão geral é possível acessar as seguintes rotinas do sistema: Sumário, localização, trajetos, últimos registros.

Leia mais

PRESTADORES DE SERVIÇO E FORNECEDORES CRITICOS QUALIFICAÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇO E FORNECEDORES CRÍTICOS

PRESTADORES DE SERVIÇO E FORNECEDORES CRITICOS QUALIFICAÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇO E FORNECEDORES CRÍTICOS INTERNATIONAL PAPER DO BRASIL LTDA. Unidade Florestal PRESTADORES DE SERVIÇO E FORNECEDORES CRITICOS QUALIFICAÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇO E FORNECEDORES CRÍTICOS 1. OBJETIVO Este procedimento estabelece

Leia mais

Soluções. Valéria Prisco. Pré-Vendas Google -Geoambiente. ValériaPrisco. Pré-VendasGoogle Geoambiente

Soluções. Valéria Prisco. Pré-Vendas Google -Geoambiente. ValériaPrisco. Pré-VendasGoogle Geoambiente Soluções Valéria Prisco Pré-Vendas Google -Geoambiente ValériaPrisco Pré-VendasGoogle Geoambiente Parceria Google Google for Business Ferramentas e conteúdo com know-how Brasileiro 20 anos de Know-how

Leia mais

Plano de ações para segurança no corredor ferroviário

Plano de ações para segurança no corredor ferroviário Plano de ações para segurança no corredor ferroviário Fase 3 Elaboração das propostas Etapa 3.1, 3.2 e 3.4 Concepção, análise e detalhamento das propostas Página 1 de 10 Sumário 2.5. Plano de ações para

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO CADASTRO

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO CADASTRO 1 MANUAL DE PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO CADASTRO Atualizado em 07-abr-2014 Este documento refere-se às instruções de preenchimento do cadastro de usinas para o levantamento de custos de produção de cana-de-açúcar,

Leia mais

AGRADECIMENTOS. A Deus, pelo dom da vida. Aos meus pais, Guilherme Campos Lana, Fátima Regina Carvalho Lana,

AGRADECIMENTOS. A Deus, pelo dom da vida. Aos meus pais, Guilherme Campos Lana, Fátima Regina Carvalho Lana, AGRADECIMENTOS A Deus, pelo dom da vida. Aos meus pais, Guilherme Campos Lana, Fátima Regina Carvalho Lana, a minha irmã, Ana Claudia Carvalho Lana, por todo amor, carinho e segurança a mim oferecido.

Leia mais

EMPRESA ESTRUTURA FROTAS MALHA LOGÍSTICA FRANQUIAS SERVIÇOS DIFERENCIAL CONTATO

EMPRESA ESTRUTURA FROTAS MALHA LOGÍSTICA FRANQUIAS SERVIÇOS DIFERENCIAL CONTATO EMPRESA ESTRUTURA FROTAS MALHA LOGÍSTICA FRANQUIAS SERVIÇOS DIFERENCIAL CONTATO Sob o pioneirismo do GRUPO JAD, atuante no mercado logístico há mais de 20 anos, a JADLOG visa disponibilizar um atendimento

Leia mais

OTIMIZAÇÃO DA DESCARGA DE CARVÃO COMPACTADO

OTIMIZAÇÃO DA DESCARGA DE CARVÃO COMPACTADO OTIMIZAÇÃO DA DESCARGA DE CARVÃO COMPACTADO 1 RESUMO O agarramento de material no fundo dos vagões sempre foi um dos maiores gargalos operacionais enfrentados na descarga de carvão mineral. Problema que

Leia mais

GesToc Gestão de Transferências entre Estoques Versão 7.1 Roteiro: Programação Diária

GesToc Gestão de Transferências entre Estoques Versão 7.1 Roteiro: Programação Diária GesToc Gestão de Transferências entre Estoques Versão 7.1 Roteiro: Programação Diária Roteiro: Programação Diária GesToc - Gestão de Transferências entre Estoques Versão 7.1 ilab Sistemas Especialistas

Leia mais

Seminários. Cursos especiais com metodologia e aplicações que visam otimizar a manutenção e operação dos equipamentos.

Seminários. Cursos especiais com metodologia e aplicações que visam otimizar a manutenção e operação dos equipamentos. Seminários 2013 Cursos especiais com metodologia e aplicações que visam otimizar a manutenção e operação dos equipamentos. A SotreqCAT está presente na maior parte do Brasil. SEMINÁRIOS DE OPERAÇÃO PÚBLICO-ALVO

Leia mais

PLANO DE MANEJO FLORESTAL

PLANO DE MANEJO FLORESTAL EQUIPE RESPONSÁVEL EDIMAR DE MELO CARDOSO - Gerente de Colheita CLÊNIO LAMOUNIER DE CARVALHO - Gerente de Carvão DANIEL ALEXANDER FERNANDES COELHO - Gerente de Silvicultura RICARDO WAGNER PINTO LEITE -

Leia mais

Serviços Scania. Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar.

Serviços Scania. Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar. Serviços Scania Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar. SERVIÇOS SCANIA Serviços Scania. Máxima disponibilidade do seu veículo para o melhor desempenho

Leia mais

Comercialização de grãos. Frota fluvial. Geração. Terminal flutuante. Terminal. Grupo André Maggi. Fundação André Maggi. Originação.

Comercialização de grãos. Frota fluvial. Geração. Terminal flutuante. Terminal. Grupo André Maggi. Fundação André Maggi. Originação. Grupo André Maggi Comercialização de grãos Divisão Agro Energia Navegação Originação Processamento Frota fluvial Soja Geração Exportação Terminal Milho Algodão Terminal flutuante Fundação André Maggi Geração

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 008, DE 27 JUNHO DE 2007. R E S O L V E

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 008, DE 27 JUNHO DE 2007. R E S O L V E INSTRUÇÃO NORMATIVA N 008, DE 27 JUNHO DE 2007. Recomenda a observação da norma constante no Anexo I. O Sistema de Controle Interno do Município de Lucas do Rio Verde, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva Unidade IV GERENCIAMENTO DE TRANSPORTE Prof. Altair da Silva Transporte em area urbana Perceba o volume de caminhões que circulam nas áreas urbanas em nosso país. Quais são os resultados para as empresas

Leia mais

Parte de nossa história em algumas palavras...

Parte de nossa história em algumas palavras... Parte de nossa história em algumas palavras... José Renato Paiva, trazendo todo o seu conhecimento e experiência em logística de transporte terrestre, adquiridos desde sua adolescência e somados em mais

Leia mais

11.253.503. 3.100.000 Contribuintes. São Paulo em Números 60.000 200.000. 70.000 Logradouros Públicos. 2.000.000 Lotes. Quadras.

11.253.503. 3.100.000 Contribuintes. São Paulo em Números 60.000 200.000. 70.000 Logradouros Públicos. 2.000.000 Lotes. Quadras. São Paulo em Números 3.100.000 Contribuintes 2.000.000 Lotes 25 Secretarias 1.530 km 2 Área Municipal 96 Distritos 31 Subprefeituras 34 Autarquias, Empresas e outros 11.253.503 Habitantes 60.000 Quadras

Leia mais

Infra-Estrutura Regional de Informação Geográfica IRIGMadeira

Infra-Estrutura Regional de Informação Geográfica IRIGMadeira Infra-Estrutura Regional de Informação Geográfica IRIGMadeira Não necessito saber tudo. Apenas preciso de saber onde encontrar o que me faz falta, no momento em que necessito. (Albert Einstein) Direção

Leia mais

Introdução. Geral. Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações. Relatórios

Introdução. Geral. Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações. Relatórios Introdução Geral Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações Relatórios Deslocamentos e paradas Velocidade Telemetria Acessos Falhas de comunicação Cadastro Cliente Subcliente

Leia mais

Rastreadores Portáteis:

Rastreadores Portáteis: Rastreadores Portáteis: MXT100 ou MXT101: Rastreadores portáteis que podem ser utilizados no monitoramento de pessoas, animais e ativos móveis - como cargas e bagagens - com exatidão de dados e grande

Leia mais

www.transplaylog.com.br

www.transplaylog.com.br Soluções integradas para movimentação dos seus produtos. Ligue pra gente! (11) 3588-6868 / 3983-1793 - E-mail: comercial@transplaylog.com.br www.transplaylog.com.br QUEM SOMOS. A Transplay Logística é

Leia mais

DECISÃO TÉCNICA DT-124/2007 R-00

DECISÃO TÉCNICA DT-124/2007 R-00 /27 R- RECEBIMENTO, ARMAZENAMENTO, EXPEDIÇÃO E CONTROLE DE MATERIAIS DE ESTOQUE NAS DOCUMENTO NORMATIVO I MAR/27 Í N D I C E 1 OBJETIVO...1 2 DISPOSIÇÕES GERAIS...1 2.1 APLICAÇÃO...1 2.2 RESPONSABILIDADE...1

Leia mais

COMPARAÇÃO DA PRODUTIVIDADE ENTRE EQUIPAMENTOS EM DOIS SISTEMAS DE COLHEITA DE MADEIRA DE EUCALIPTO

COMPARAÇÃO DA PRODUTIVIDADE ENTRE EQUIPAMENTOS EM DOIS SISTEMAS DE COLHEITA DE MADEIRA DE EUCALIPTO Sociedade Cultural e Educacional de Garça / Faculdade de Ensino Superior e Formação Integral FAEF Revista Científica Eletrônica de Engenharia Florestal Re.C.E.F. ISSN: 1678-3867 Ano XI - Volume 22 Número

Leia mais

SYSTEM SAT SOLUÇÕES E CONSULTORIA EM COMUNICAÇÃO DE DADOS TLDA. MANUAL DO PORTAL GS LOG PLUS

SYSTEM SAT SOLUÇÕES E CONSULTORIA EM COMUNICAÇÃO DE DADOS TLDA. MANUAL DO PORTAL GS LOG PLUS SYSTEM SAT SOLUÇÕES E CONSULTORIA EM COMUNICAÇÃO DE DADOS TLDA. MANUAL DO PORTAL GS LOG PLUS Empresa: Systemsat Ltda. Criação: 16 de março de 2012 Termo de Confidencialidade As informações contidas neste

Leia mais

Audiência Pública ANEEL n 038/2012 3ª Revisão Tarifária Periódica 14/06/2012

Audiência Pública ANEEL n 038/2012 3ª Revisão Tarifária Periódica 14/06/2012 Audiência Pública ANEEL n 038/2012 3ª Revisão Tarifária Periódica 14/06/2012 1 - Institucional Criada em 31 de agosto de 1960, através da Lei Estadual 2023/60. Privatizada em 09 de julho de 1998. Controle

Leia mais

OPORTUNIDADES PARA FLORESTAS ENERGÉTICAS NA GERAÇÃO DE ENERGIA NO BRASIL

OPORTUNIDADES PARA FLORESTAS ENERGÉTICAS NA GERAÇÃO DE ENERGIA NO BRASIL APRESENTAÇÃO OPORTUNIDADES PARA FLORESTAS ENERGÉTICAS NA GERAÇÃO DE ENERGIA NO BRASIL AGROICONE JULHO 2015 TEMA CÓDIGO FLORESTAL PROJETO OPORTUNIDADES PARA FLORESTAS ENERGÉTICAS NA GERAÇÃO DE BIOENERGIA

Leia mais

5. Mapeamento da oferta de transportes (RFI)

5. Mapeamento da oferta de transportes (RFI) 52 5. Mapeamento da oferta de transportes (RFI) Para mapear a oferta, uma Request for Information (RFI) foi lançada no mercado, pela empresa pesquisada, com o objetivo de levantar informações adicionais

Leia mais

O SOFTWARE SPP Eucalyptus

O SOFTWARE SPP Eucalyptus Rua Raul Soares, 133/201 - Centro - Lavras MG CEP 37200-000 Fone/Fax: 35 3821 6590 O SOFTWARE SPP Eucalyptus 1/7/2008 Inventar GMB Consultoria Ltda Ivonise Silva Andrade INTRODUÇÃO Um dos grandes problemas

Leia mais

Mais inteligência para reforçar sua frota

Mais inteligência para reforçar sua frota Mais inteligência para reforçar sua frota Com o SiteWatch, nossos clientes deixam as suposições de lado na hora de gerenciar a frota O CASE SiteWatch é um sistema de telemetria que captura informações

Leia mais

FUNCIONAMENTO. Página 1 UNIDADE DE TRANSBORDO. Endereço: Rua São Sebastião, Nº 405 CEP: 29032-545

FUNCIONAMENTO. Página 1 UNIDADE DE TRANSBORDO. Endereço: Rua São Sebastião, Nº 405 CEP: 29032-545 UNIDADE DE TRANSBORDO Endereço: Rua São Sebastião, Nº 405 CEP: 29032-545 Referência: Próximo ao Centro de Controle de Zoonoses/Secretaria de Saúde Bairro: Resistência Criação: 08 de Setembro de 1990 Gerente:

Leia mais

Resumo Público do Plano de Manejo Florestal

Resumo Público do Plano de Manejo Florestal Resumo Público do Plano de Manejo Florestal Atualizado em outubro de 2015 Apresentação do Plano de Manejo O Plano de Manejo da Vallourec unidade Florestal documenta os processos produtivos e dá suporte

Leia mais

O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira

O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira Clusters para exportação sustentável nas cadeias produtivas da carne bovina e soja Eng Agrônomo Lucas Galvan Diretor

Leia mais

TRANSFORMAÇÃO DE VAGÃO TRADICIONAL DE LASTRO DE BRITA EM VAGÃO AUTOMÁTICO DE ACIONAMENTO HIDRÁULICO

TRANSFORMAÇÃO DE VAGÃO TRADICIONAL DE LASTRO DE BRITA EM VAGÃO AUTOMÁTICO DE ACIONAMENTO HIDRÁULICO TRANSFORMAÇÃO DE VAGÃO TRADICIONAL DE LASTRO DE BRITA EM VAGÃO AUTOMÁTICO DE ACIONAMENTO HIDRÁULICO RESUMO: A modernização do vagão Hopper de brita do sistema de Metrô englobou a mudança de sua estrutura

Leia mais

Área de Distribuição e Comercialização Identificação do Trabalho: BR-13 São Paulo, Brasil, Setembro de 2002.

Área de Distribuição e Comercialização Identificação do Trabalho: BR-13 São Paulo, Brasil, Setembro de 2002. COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL IV CIERTEC SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE AUTOMAÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA E CENTROS DE CONTROLE Área de Distribuição e Comercialização Identificação

Leia mais

29/07/2009. Trens de passageiros da Vale EFVM e EFC

29/07/2009. Trens de passageiros da Vale EFVM e EFC 29/07/2009 Trens de passageiros da Vale EFVM e EFC Breve apresentação A Vale no mundo Nossos negócios Ferrovias da Vale no Brasil E onde estão os Trens de Passageiros no atual cenário da Vale? E a preocupação

Leia mais

Treinamento, Recrutamento, Seleção e Serviços

Treinamento, Recrutamento, Seleção e Serviços PERFIL DA IACO PERFIL DA IACO Fundada em 1993, a IACO atua com qualidade e excelência em Consultoria e Treinamento nas áreas de Mineração, Indústria e Construção. A atuação da IACO tem como foco a capacitação

Leia mais

Seção 1: Informação Geral sobre a Empresa e Instalações

Seção 1: Informação Geral sobre a Empresa e Instalações Página 1 Seção 1: Informação Geral sobre a Empresa e Instalações 1. Nome da Empresa: 2. CNPJ: 3. Código CNAE: 4. Grupo Setorial de Empresa: 5. Logradouro: Nº: Complemento: Bairro: CEP: Cidade: Estado:

Leia mais

Local: Mogi Guaçu São Paulo Brasil. Evento Oficial:

Local: Mogi Guaçu São Paulo Brasil. Evento Oficial: Local: Mogi Guaçu São Paulo Brasil Evento Oficial: 3 BRASIL HISTÓRICO O Brasil é referência mundial quando o assunto é floresta plantada. Por isso, é o lugar certo para a maior feira florestal dinâmica

Leia mais

Manual de Agendamento para Descarga de Biorredutor

Manual de Agendamento para Descarga de Biorredutor Manual de Agendamento para Descarga de Biorredutor 1- OBJETIVO: 1.1- Este manual tem por objetivo informar passo a passo os procedimentos de cada usuário para o acesso ao agendamento para descarga de biorredutor.

Leia mais

DISPOSITIVO PARA RASTREAMENTO DE VEÍCULOS, COLETA, TRANSMISSÃO E DISPONIBILIZAÇÃO DE DADOS EM TEMPO REAL APRESENTAÇÃO

DISPOSITIVO PARA RASTREAMENTO DE VEÍCULOS, COLETA, TRANSMISSÃO E DISPONIBILIZAÇÃO DE DADOS EM TEMPO REAL APRESENTAÇÃO DISPOSITIVO PARA RASTREAMENTO DE VEÍCULOS, COLETA, TRANSMISSÃO E DISPONIBILIZAÇÃO DE DADOS EM TEMPO REAL APRESENTAÇÃO Luiz Carlos Miller Araras, outubro de 2010 DA LOCALIZAÇÃO DO DISPOSITIVO: O GPTD captura

Leia mais

Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais. Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz

Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais. Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz Em um cenário competitivo, o sucesso não é determinado apenas pela oferta

Leia mais

Informativo da ASSOCIAÇÃO MINEIRA DE SILVICULTURA nº 07 de 18 de agosto de 2014.

Informativo da ASSOCIAÇÃO MINEIRA DE SILVICULTURA nº 07 de 18 de agosto de 2014. Informativo da ASSOCIAÇÃO MINEIRA DE SILVICULTURA nº 07 de 18 de agosto de 2014. Associação Mineira de Silvicultura (AMS) marca presença na III Mostra de Oportunidades, do Programa Jovens Construindo a

Leia mais