Portfólio de tensoativos aniônicos

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Portfólio de tensoativos aniônicos"

Transcrição

1 Portfólio de tensoativos aniônicos TENSOATIVOS NÚMERO DE MOLES DE CMC g/l ºC TENSÃO SUPERFICIAL (mn/m) na CMC ºC SÓLIDOS (%) OXIMULSION B 0 0 0, 1 OXIMULSION B 00 0,1 OXIMULSION 0 0, OXIMULSION 1 7 0,7 OXIMULSION 1 OXIMULSION 1 E Sal Sódico de Álcool Graxo Etoxilado Sulfatado 7 0,7 0,7 OXIMULSION 1 0, OXIMULSION 1 0, OXIMULSION 70 Sal Sódico de Álcool Graxo Etoxilado Fosfatado 7 0 OXIMULSION Lauril Éter Sulfosuccinato de Sódio 0 0, OXIMULSION 1 0, ALKON NNP Sal Sódico do Nonilfenol Etoxilado Sulfatado, 0, ALKIFOS NPK Nonilfenol Etoxilado Fosfatado na forma ácida ALKIFOS 0 NPK ALKIFOS NPK Sal de Potássio do Nonilfenol Etoxilado Fosfatado, 0, 0, 7 ALKIFOS PET Sal de Trietanolamina do Nonilfenol Etoxilado Fosfatado 1 ALKIFOS TSPH Triestirilfenol Etoxilado Fosfatado na forma ácida 0,0 ALKON OP Sal Sódico do Nonilfenol Etoxilado Sulfatado ALKON PS Dodecilbenzenosulfonato de sódio 0,7 TELEFONE: (11) 177- FAX: (11) 177-/-01 MAR 1

2 ALKONAT L 1, ALKONAT L 7, ALKONAT L,1 ALKONAT L 0 ALKONAT L 0 Álcool Laurílico Etoxilado 0 11, 1, ALKONAT L 1, ALKONAT L 1 1 1, ALKONAT L 1, ALKONAT C 0, ALKONAT C Álcool Cetílico Etoxilado 1, ALKONAT C 0 1,7 ALKONAT CE 0,0 ALKONAT CE 0 Álcool Cetoestearílico Etoxilado 1, ALKONAT CE 0 1,1 Solido ALKONAT OC ALKONAT OC 0 Álcool Oleilcetílico Etoxilado 1, ULTRASPERSE W Álcool Graxo Etoxilado 1, 0 ALKOSYNT IT,0 ALKOSYNT IT 0 11, ALKOSYNT IT 0 ALKOSYNT IT 0 Álcool Isotridecílico Etoxilado 1, 1, ALKOSYNT IT 1, ALKOSYNT IT 1 1 1,

3 ALKOSYNT ID ALKOSYNT ID 0 Álcool Isodecílico Etoxilado,7 1,1 ALKOSYNT Álcool Sintético Etoxilado 1, ALKOSYNT 1, ALKOMOL L, ALKOMOL L 7,0 ALKOMOL L ALKOMOL L 0 Álcool Laurílico Etoxilado Propoxilado 7,1, ALKOMOL L 0 ALKOMOL L 0, ALKOMOL IT Álcool Isotridecílico etoxilado e propoxilado, ALKOMOL E Álcool estearílico etoxilado e propoxilado 7,0 ULTRARIC 000 HM Álcool Etoxilado e Propoxilado ULTRARIC R 00 Polietilenoglicol Propoxilado ULTRARIC R 0 NN Polietilenoglicol Etoxilado e Propoxilado ULTRARIC PE Polipropilenoglicol Etoxilado e Propoxilado ULTRARIC PE ALKEST TW Monolaurato de Sorbitan Etoxilado 1,7 ALKEST TW 0 Monoestearato de Sorbitan Etoxilado 0 1, ALKEST TW 0 Monooleato de Sorbitan Etoxilado 1,0 TELEFONE: (11) 177- FAX: (11) 177-/-01

4 ALKEST TW 0K Monooleato de Sorbitan Etoxilado (Kosher) 1,0 ALKEST TW 7 Monolaurato de Sorbitan Etoxilado 0 17, ALKEST SP Monolaurato de Sorbitan, ALKEST SP 0 F Monoestearato de Sorbitan,7 ALKEST SP 0 Monooleato de Sorbitan, ALKEST CSO 0 1,7 ALKEST CSO 10 1, ALKEST CSO 0, ALKEST CSO 0 Óleo de Mamona Etoxilado 0 11,7 ALKEST CSO 0 1, ALKEST CSO 0 0 1,0 ALKEST CSO 1, ALKEST CSO 0 H Óleo de Mamona Etoxilado Hidrogenado 0 1,0 ULTRACID E 0 Ácido Esteárico Etoxilado 11,1 ULTRACID GS 0 H Ácido Graxo de Soja Etoxilado 0 ULTRACID O 0 Ácido Oléico Etoxilado 0,7 ULTRACID L 0 Ácido Laúrico Etoxilado 1 1,

5 ULTRANEX NP, ULTRANEX NP 0, ULTRANEX NP 0 1, ULTRANEX NP, 1 ULTRANEX NP 1, ULTRANEX NP 1 Alquilfenol Etoxilado 1 1,1 ULTRANEX NP ULTRANEX NP 0 1,1 ULTRANEX NP 0 17,1 ULTRANEX NP 0 17, ULTRAWET 1, ULTRANEX OP W 1 ULTRANEX OP 0 ULTRANEX OP 0 W ULTRANEX OP 0 Octil Fenol Etoxilado ULTRANEX OP 0 W ULTRANEX OP 0 ULTRANEX OP 0 W TELEFONE: (11) 177- FAX: (11) 177-/-01

Amplo portfólio de soluções químicas para Tintas e Revestimentos

Amplo portfólio de soluções químicas para Tintas e Revestimentos Aditivos Building blocks Coalescentes Amplo portfólio de soluções químicas para Tintas e Revestimentos Emulsificantes Solventes oxigenados TINTAS E REVESTIMENTOS Presença Global Bélgica Bruxelas Estados

Leia mais

A Oxiteno trabalha para levar a evolução de dentro de seus laboratórios e fábricas para o cotidiano de pessoas de todas as partes do mundo.

A Oxiteno trabalha para levar a evolução de dentro de seus laboratórios e fábricas para o cotidiano de pessoas de todas as partes do mundo. Cosméticos Levando a evolução de seus laboratórios para os produtos do cotidiano. A Oxiteno trabalha para levar a evolução de dentro de seus laboratórios e fábricas para o cotidiano de pessoas de todas

Leia mais

QUÍMICA DIVERSIFICADA

QUÍMICA DIVERSIFICADA QUÍMICA DIVERSIFICADA 1 O GRUPO Há 86 anos no mercado, o Grupo MCassab possui três grandes áreas de negócios: Distribuição de Produtos Químicos, Consumo e Incorporações & Participações. O diferencial do

Leia mais

OIL & GAS PRODUTOS E SOLUÇÕES

OIL & GAS PRODUTOS E SOLUÇÕES OIL & GAS PRODUTOS E SOLUÇÕES Há mais de 40 anos desenvolvendo soluções que evoluem o mundo Para o mercado de Oil & Gas, a Oxiteno oferece tecnologias que vão da perfuração de poços até o refino, com

Leia mais

ÁFRICA - AMÉRICA - ÁSIA - EUROPA - OCEANIA

ÁFRICA - AMÉRICA - ÁSIA - EUROPA - OCEANIA ABR 15 ÁFRICA - AMÉRICA - ÁSIA - EUROPA - OCEANIA catalogo_cosmeticos_pt_maio.indd Spread 1 of 6 - Pages(12, 1) 20/05/15 15:49 catalogo_cosmeticos_pt_maio.indd Spread 2 of 6 - Pages(2, 11) 20/05/15 15:49

Leia mais

Espessantes. Cadeia carbônica

Espessantes. Cadeia carbônica Espessantes Os espessantes são classificados, grosseiramente, em dois grandes grupos - os orgânicos e os inorgânicos. Os espessantes orgânicos dividem-se por sua vez em duas classes: (1) os espessantes

Leia mais

PORTFÓLIO DE PRODUTOS

PORTFÓLIO DE PRODUTOS PORTFÓLIO DE PRODUTOS PRODUTO ACRÔNIMO NOME COMERCIAL FORNECEDOR Acetato de Amila AAIP Acetato de Butila Acetato de Butilglicol AEBMEG Acetato de Etila Acetato de Etilglicol AEEMEG Acetato de Isoamila

Leia mais

ACETATO DE BUTILA EMCAPLUS PLASTIFICANTE MESAMOLL ACETATO DE ETILA EMULSÃO DE SILICONE 36% POLIETILENOGLICOL ACETONA ETILGLICOL PROMOTOR DE ADESÃO

ACETATO DE BUTILA EMCAPLUS PLASTIFICANTE MESAMOLL ACETATO DE ETILA EMULSÃO DE SILICONE 36% POLIETILENOGLICOL ACETONA ETILGLICOL PROMOTOR DE ADESÃO LISTA DE PRODUTOS ACETATO DE BUTILA EMCAPLUS PLASTIFICANTE MESAMOLL ACETATO DE ETILA EMULSÃO DE SILICONE 36% POLIETILENOGLICOL ACETATO DE ETILGLICOL ESTABILIZANTES POLIÓIS ACETONA ETILGLICOL PROMOTOR DE

Leia mais

Há mais de 40 anos desenvolvendo soluções que evoluem o mundo

Há mais de 40 anos desenvolvendo soluções que evoluem o mundo LEATHER CHEMICALS Há mais de 40 anos desenvolvendo soluções que evoluem o mundo Para o mercado de produtos da indústria do couro, a Oxiteno desenvolve soluções destinadas a todas as etapas de processamento,

Leia mais

16 AGROQUÍMICOS ÁFRICA - AMÉRICA - ÁSIA - EUROPA - OCEANÍA O G A

16 AGROQUÍMICOS ÁFRICA - AMÉRICA - ÁSIA - EUROPA - OCEANÍA O G A GROQÍMIO OXITNO NO MNO Oxiteno está presente em nove países nas méricas, uropa e Ásia, por meio de operações industriais e comerciais. Provedora de soluções em tensoativos e especialidades químicas, atendendo

Leia mais

O GRUPO The Group. Household. Diferenciais Distinctions

O GRUPO The Group. Household. Diferenciais Distinctions Household O GRUPO The Group Há 85 anos no mercado brasileiro, o Grupo M.CASSAB possui três grandes áreas de negócios: Distribuição, Consumo e Incorporação que englobam 15 áreas de atuação e três mil colaboradores

Leia mais

Há mais de 40 anos desenvolvendo soluções que evoluem o mundo

Há mais de 40 anos desenvolvendo soluções que evoluem o mundo Há mais de 40 anos desenvolvendo soluções que evoluem o mundo Para o mercado de Personal Care, a Oxiteno oferece inovações que promovem a beleza e o bem-estar por meio de produtos suaves e sustentáveis.

Leia mais

Há mais de 40 anos desenvolvendo soluções que evoluem o mundo

Há mais de 40 anos desenvolvendo soluções que evoluem o mundo HOME CARE AND I&I Há mais de 40 anos desenvolvendo soluções que evoluem o mundo Para o mercado de Home Care and I&I, a Oxiteno oferece inovações que promovem praticidade, maior detergência e poder de

Leia mais

HOME CARE AND I&I GREENFORMANCE

HOME CARE AND I&I GREENFORMANCE HOME CARE AND I&I GREENFORMANCE Compromisso com a sustentabilidade O conceito de sustentabilidade vem transformando o comportamento e os hábitos de consumo em todo o mundo. E essa mudança está presente

Leia mais

COSMÉTICOS GREENFORMANCE

COSMÉTICOS GREENFORMANCE COSMÉTICOS GREENFORMANCE Compromisso com a sustentabilidade O conceito de sustentabilidade vem transformando o comportamento e os hábitos de consumo em todo o mundo. E essa mudança está presente em nossas

Leia mais

PERFORMANCE PRODUCTS CONSTRUCTION CHEMICALS

PERFORMANCE PRODUCTS CONSTRUCTION CHEMICALS PERFORMANCE PRODUCTS CONSTRUCTION CHEMICALS HÁ MAIS DE 40 ANOS DESENVOLVENDO SOLUÇÕES QUE EVOLUEM O MUNDO Para o mercado da construção civil, a Oxiteno desenvolve aditivos que melhoram a fabricação e

Leia mais

LIPÍDIOS. São ácidos carboxílicos com cadeia grande e sem ramificações (acima de 10C). São solúveis em óleo

LIPÍDIOS. São ácidos carboxílicos com cadeia grande e sem ramificações (acima de 10C). São solúveis em óleo Prof. Borges LIPÍDIOS É importante lembrarmos de alguns conceitos básicos antes de iniciarmos a aula de bioquímica. Todo hidrocarboneto é apolar e, portanto insolúvel em água e solúvel em óleo. Ácidos

Leia mais

Tintas. Compromisso com a qualidade

Tintas. Compromisso com a qualidade s Soluções para melhorar a qualidade dos seus produtos. Tintas Compromisso com a qualidade A Oxiteno produz tensoativos e especialidades químicas que melhoram ou contribuem para a qualidade de produtos

Leia mais

Componentes Cosméticos Bases Cosméticas Formam o corpo da formulação. Seus principais constituintes são:

Componentes Cosméticos Bases Cosméticas Formam o corpo da formulação. Seus principais constituintes são: Cosméticos 2 Componentes Cosméticos Bases Cosméticas Formam o corpo da formulação. Seus principais constituintes são: Água: Solvente mais utilizado em formulações cosméticas, solvente universal, dissolve

Leia mais

ÓLEOS E GORDURAS ÓLEOS E GORDURAS ÓLEOS E GORDURAS CLASSIFICAÇÃO TÓPICOS TECNOLOGIA DE PROCESSOS QUÍMICOS II TECNOLOGIA DE PROCESSOS QUÍMICOS II

ÓLEOS E GORDURAS ÓLEOS E GORDURAS ÓLEOS E GORDURAS CLASSIFICAÇÃO TÓPICOS TECNOLOGIA DE PROCESSOS QUÍMICOS II TECNOLOGIA DE PROCESSOS QUÍMICOS II ÓLEOS, GORDURAS E CERAS ÓLEOS: SÃO CONSITUÍDOS DE ÉSTERES DERIVADOS DA GLICERINA COM ÁCIDOS GRAXOS, LÍQUIDOS NA TEMPERATURA AMBIENTE. GORDURAS: SÃO CONSTITUÍDAS DE ÉSTERES DERIVADOS DA GLICERINA COM ÁCIDOS

Leia mais

TENSOATIVOS LIVRES DE ALQUILFENÓIS ETOXILADOS PARA POLIMERIZAÇÃO EM EMULSÃO

TENSOATIVOS LIVRES DE ALQUILFENÓIS ETOXILADOS PARA POLIMERIZAÇÃO EM EMULSÃO TENSOATIVOS LIVRES DE ALQUILFENÓIS ETOXILADOS PARA POLIMERIZAÇÃO EM EMULSÃO Autores: Juliane Pereira Santos 1, Fábio Rosa 1, Silmar Balsamo Barrios 1, Lais Helena Vieira 1, Pedro Henrique Invencione Porto

Leia mais

LISTA DE PRODUTOS MAPRIC

LISTA DE PRODUTOS MAPRIC LISTA DE PRODUTOS MAPRIC 2-FENIL BENZIMIDAZOL-5-ACIDO SULFÔNICO - O Eusolex 232 é um filtro solar UV-B com pico de absorção de 300nm. Devido a pouca solubilidade em água do ácido livre, o Eusolex 232 é

Leia mais

Agroquímicos. Diversidade tecnológica, flexibilidade no atendimento.

Agroquímicos. Diversidade tecnológica, flexibilidade no atendimento. Agroquímicos Diversidade tecnológica, flexibilidade no atendimento. Agroquímicos Dispersantes Produtos DISPERSE 98 AG Poliacrilato de sódio em solução aquosa. SULFONOL NME PÓ AG Metil naftaleno sulfonato

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA E FÍSICO-QUÍMICA DO ÓLEO DE COCO EXTRA VIRGEM (Cocos nucifera L.)

CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA E FÍSICO-QUÍMICA DO ÓLEO DE COCO EXTRA VIRGEM (Cocos nucifera L.) CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA E FÍSICO-QUÍMICA DO ÓLEO DE COCO EXTRA VIRGEM (Cocos nucifera L.) Nivaldo Silva Neto¹ - netogame111@hotmail.com Jessica Renally Medeiros Santos 1 Jakeline Santos Martins 1 Marileide

Leia mais

EMULSÕES. Componentes da emulsão Uma emulsão estável deve conter no mínimo três componentes: Fase interna Fase externa Agente emulsivo

EMULSÕES. Componentes da emulsão Uma emulsão estável deve conter no mínimo três componentes: Fase interna Fase externa Agente emulsivo 1 EMULSÕES Definição Componentes da emulsão Uma emulsão estável deve conter no mínimo três componentes: Fase interna Fase externa Agente emulsivo Fases de uma emulsão Fase aquosa Fase oleosa Tipos de emulsões

Leia mais

Para cada necessidade, uma solução.

Para cada necessidade, uma solução. Para cada necessidade, uma solução. DELUSIN IN Naftaleno sulfonato de sódio. DISPERSE 98 AG. Poliacrilato de sódio em solução aquosa. SULFONOL 98 AG. Poliacrilato de sódio em pó. DISPERTAN HG 96 Copolímero

Leia mais

Reação de neutralização:

Reação de neutralização: 01 Reação de neutralização: Ácido entanodioico Hidróxido de sódio Etanoato de sódio Água (oxálico) 1 02 Deslocamento do hidrogênio: Propanoato de sódio (A) Neutralização: Propanoato de sódio (B) Liberação

Leia mais

Por quê a agulha flutua sobre a água?

Por quê a agulha flutua sobre a água? Por quê a agulha flutua sobre a água? Por que o inseto pode andar sobre a água? As moléculas no interior sofrem forças atrativas em todas as direções. As moléculas da superfície só têm moléculas vizinhas

Leia mais

Polimerização em Emulsão de Látices Estireno-Acrílico de Alto Teor de Sólidos contendo Tensoativos APE-Free. Oxiteno Indústria e Comércio SA

Polimerização em Emulsão de Látices Estireno-Acrílico de Alto Teor de Sólidos contendo Tensoativos APE-Free. Oxiteno Indústria e Comércio SA Polimerização em Emulsão de Látices Estireno-Acrílico de Alto Teor de Sólidos contendo Tensoativos APE-Free Juliane Pereira Santos 1, Pedro Henrique Invencione Porto 1, Robson André Pagani 1, Cíntia Favero

Leia mais

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO TERMO DE HOMOLOGAÇÃO PROCESSO : 49305974/2012 INTERESSADO : SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - SME ASSUNTO : HOMOLOGAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2013 - SRP O Secretário Municipal de Administração, no

Leia mais

Galão 1.000 R$ 6,52. Frasco 1.500 R$ 1,71. Frasco 650 R$ 4,20

Galão 1.000 R$ 6,52. Frasco 1.500 R$ 1,71. Frasco 650 R$ 4,20 Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa / RS Termo Referencial Material de Limpeza, Higiene e Gás de cozinha Pregão Presencial nº 019-2013 Registro de Preços nº 016-2013 Item Produto Unidade Quantidade

Leia mais

PRODUTOS QUÍMICOS PARA METALURGIA

PRODUTOS QUÍMICOS PARA METALURGIA Performance Products PRODUTOS QUÍMICOS PARA METALURGIA Informações de produtos para as Américas Recursos e produtos da Huntsman Recursos da Huntsman A Huntsman está comprometida em produzir uma ampla gama

Leia mais

Para cada necessidade, uma solução.

Para cada necessidade, uma solução. Para cada necessidade, uma solução. DELUSIN IN Naftaleno sulfonato de sódio. DISPERSE 98 AG. Poliacrilato de sódio em solução aquosa. SULFONOL 98 AG. Poliacrilato de sódio em pó. DISPERTAN HG 96 Copolímero

Leia mais

05/08/2016 SISTEMAS HETEROGÊNEOS - FORMA FARMACÊUTICA: EMULSÃO - Iônicas. Não iônicas. Óleo em água: O/A Água em óleo: A/O Múltiplas: A/O/A ou O/A/O

05/08/2016 SISTEMAS HETEROGÊNEOS - FORMA FARMACÊUTICA: EMULSÃO - Iônicas. Não iônicas. Óleo em água: O/A Água em óleo: A/O Múltiplas: A/O/A ou O/A/O SISTEMAS HETEROGÊNEOS - FORMA FARMACÊUTICA: EMULSÃO - EMULSÕES Definição: São dispersões de dois líquidos não miscíveis entre si, que com a ajuda de um agente emulsionante formam um sistema homogêneo.

Leia mais

EMULSÕES. Profa. Dra. Vladi Olga Consiglieri Disciplina de Farmacotécnica FBF 341

EMULSÕES. Profa. Dra. Vladi Olga Consiglieri Disciplina de Farmacotécnica FBF 341 EMULSÕES Profa. Dra. Vladi Olga Consiglieri Disciplina de Farmacotécnica FBF 341 Emulsões Definição - São dispersões nas quais a fase dispersa é constituída por pequenas gotículas de líquido distribuídas

Leia mais

OXIFLOW S 6800 Revelando o poder dos cadores reológicos

OXIFLOW S 6800 Revelando o poder dos cadores reológicos OXIFLOW S 6800 Revelando o poder dos cadores reológicos OXIFLOW S 6800 cador reológico altamente versátil para aplicações em Personal Care. OXIFLOW S 6800 foi especialmente desenvolvido para promover ciente

Leia mais

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Ácidos Carboxílicos e Ésteres Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Ácidos Carboxílicos e Ésteres Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran FCAV/UNESP DISCIPLINA: Química Orgânica ASSUNTO: Ácidos Carboxílicos e Ésteres Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran 1 CLASSE FUNCIONAL ÁCIDO CARBOXÍLICO Os compostos desta classe têm em comum a presença do

Leia mais

Boletim Técnico - M + CH 2. O) n -SO 3

Boletim Técnico - M + CH 2. O) n -SO 3 DESCRIÇÃO A linha é composta por sais de sódio, amônio e trietanolamina de álcool laurílico sulfatado e álcool laurílico etoxilado sulfatado, de fórmula geral: R-O(CH 2 CH 2 O) n -SO 3 - M + em que : R

Leia mais

Química 1 Cecília e Regina 2ºEM/TI 2º. Química 1-2ºTI

Química 1 Cecília e Regina 2ºEM/TI 2º. Química 1-2ºTI 2º anos - 2012 Matéria Professor(a) Ano/Série Turma Data Trimestre Química 1 Cecília e Regina 2ºEM/TI 2º Aluno(a) Número Observação Química 1-2ºTI Projeto de Recuperação Paralela Atividades podem ser feitas

Leia mais

Após agitação, mantendo-se a temperatura a 20ºC, coexistirão solução saturada e fase sólida no(s) tubo(s)

Após agitação, mantendo-se a temperatura a 20ºC, coexistirão solução saturada e fase sólida no(s) tubo(s) 01) (Covest-2006) Uma solução composta por duas colheres de sopa de açúcar (34,2g) e uma colher de sopa de água (18,0 g) foi preparada. Sabendo que: MMsacarose = 342,0g mol -1, MMágua = 18,0 g mol -1,

Leia mais

Medição de massa específica com base no método de Arquimedes. Química 12º Ano

Medição de massa específica com base no método de Arquimedes. Química 12º Ano Medição de massa específica com base no método de Arquimedes Parte I: Aplicação a líquidos Química 12º Ano Unidade 3 Plásticos, vidros e novos materiais Actividades de Projecto Laboratorial Janeiro 2006

Leia mais

Área de Atividade/Produto Classe de Ensaio/Descrição do Ensaio Norma e/ou Procedimento

Área de Atividade/Produto Classe de Ensaio/Descrição do Ensaio Norma e/ou Procedimento Folha: 1 de 6 ENSAIOS BIOLÓGICOS PRODUTOS COSMÉTICOS, Contagem de Bactérias Aeróbias Mesófilas Viáveis em Produtos Acabados e Matérias Primas pelo Método de Semeadura em Profundidade Contagem de Bolores

Leia mais

Capítulo 38. Produtos diversos das indústrias químicas

Capítulo 38. Produtos diversos das indústrias químicas Capítulo 38 Notas. Produtos diversos das indústrias químicas 1. O presente Capítulo não compreende: a) os produtos de constituição química definida, apresentados isoladamente, exceto os seguintes: 1) a

Leia mais

Boletim Técnico. O(CH 2 CH 2 O) n H. em que: n = grau de etoxilação

Boletim Técnico. O(CH 2 CH 2 O) n H. em que: n = grau de etoxilação DESCRIÇÃO A linha ULTRANEX NP é composta por tensoativos não-iônicos, resultantes da reação de nonilfenol com um número variável de moléculas de óxido de eteno (EO). O número médio de moles de EO contidos

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, DESENVOLVIMENTO RURAL E PESCAS MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, DESENVOLVIMENTO RURAL E PESCAS MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS N. o 176 28 de Julho de 2004 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A 4765 tificação dos pontos negros das rodovias sob a sua responsabilidade no prazo máximo de um ano. 4 Nos termos do disposto no n. o 3 do artigo

Leia mais

Fornecer soluções químicas inovadoras com qualidade.

Fornecer soluções químicas inovadoras com qualidade. Fornecer soluções químicas inovadoras com qualidade. Produtora e importadora de um abrangente portfólio de insumos para personal care, home care e químicos industriais, a Garden Química atua no mercado

Leia mais

AVALIAÇÃO DA ESTABILIDADE OXIDATIVA E PONTO DE ENTUPIMENTODE FILTRO A FRIO DAS BLENDS DE BIODIESEL DE CUPUAÇU/SOJA

AVALIAÇÃO DA ESTABILIDADE OXIDATIVA E PONTO DE ENTUPIMENTODE FILTRO A FRIO DAS BLENDS DE BIODIESEL DE CUPUAÇU/SOJA AVALIAÇÃO DA ESTABILIDADE OXIDATIVA E PONTO DE ENTUPIMENTODE FILTRO A FRIO DAS BLENDS DE BIODIESEL DE CUPUAÇU/SOJA Manoella da Silva Cavalcante* (IC), Leyvison Rafael Vieira da Conceição (PQ), Samantha

Leia mais

O PROCESSO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DE SERVIÇOS DA OXITENO JOSÉ RONALDO HACK BERLIM UBIRATAN AUGUSTO SILVA WILSON ANTONIO DE JESUS MOURA

O PROCESSO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DE SERVIÇOS DA OXITENO JOSÉ RONALDO HACK BERLIM UBIRATAN AUGUSTO SILVA WILSON ANTONIO DE JESUS MOURA O PROCESSO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DE SERVIÇOS DA OXITENO JOSÉ RONALDO HACK BERLIM UBIRATAN AUGUSTO SILVA WILSON ANTONIO DE JESUS MOURA Salvador-BA, setembro/2003 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CURSO

Leia mais

PROPRIEDADES: Hidróxido de Sódio NaOH.

PROPRIEDADES: Hidróxido de Sódio NaOH. Densidade: 2,3 g cm 3 Massa Molar: 40,01 g mol -1. Ponto de Fusão: 318ºC Ponto de Ebulição: 1390ºC PROPRIEDADES: Hidróxido de Sódio NaOH. Toxicidade: Pode causar graves queimaduras na boca, garganta e

Leia mais

NUTRAPLUS ureia CREME. 100 mg/g

NUTRAPLUS ureia CREME. 100 mg/g NUTRAPLUS ureia CREME 100 mg/g 1 NUTRAPLUS Ureia Creme Hidratante Para pele seca e áspera Hidratação intensa APRESENTAÇÃO: Creme contendo ureia 100mg/g, apresentado em bisnagas plásticas com 60 g. USO

Leia mais

Há mais de 40 anos desenvolvendo soluções que evoluem o mundo

Há mais de 40 anos desenvolvendo soluções que evoluem o mundo HOME CARE AND I&I Há mais de 40 anos desenvolvendo soluções que evoluem o mundo Para o mercado de Home Care and I&I, a Oxiteno oferece inovações que promovem praticidade, maior detergência e poder de

Leia mais

PROTEÍNAS E LIPÍDIOS

PROTEÍNAS E LIPÍDIOS FACULDADE DE NUTRIÇÃ DISCIPLINA: NÇÕES DE NUTRIÇÃ E DIETÉTICA PRTEÍNAS E LIPÍDIS Profª Ivete Arakaki Fujii PRTEÍNAS Introdução As proteínas são os maiores constituintes de toda célula viva, e cada uma

Leia mais

TINTAS, RESINAS & CONSTRUÇÃO CIVIL

TINTAS, RESINAS & CONSTRUÇÃO CIVIL TINTAS, RESINAS & CONSTRUÇÃO CIVIL PARCEIROS O GRUPO Há 86 anos no mercado, o Grupo MCassab possui três grandes áreas de negócios: Distribuição de Produtos Químicos, Consumo e Incorporações & Participações.

Leia mais

Tipo de Eixo (mancal) Bucha de Nylon 225. Espiga Roscada 1/2 NC x 64mm. Espiga Lisa Ø7/16 X 50mm

Tipo de Eixo (mancal) Bucha de Nylon 225. Espiga Roscada 1/2 NC x 64mm. Espiga Lisa Ø7/16 X 50mm BP PVC Capacidade até kg BP Composto Termoplástico com PVC. Dureza: 80 Shore A. (ºC a +50ºC) Produzidas com revestimento em composto termoplástico com PVC e núcleo em polipropileno copolímero recicláveis.

Leia mais

Tabela de aplicação (manual ASTM) Tubos e poços de proteção

Tabela de aplicação (manual ASTM) Tubos e poços de proteção Tratamento térmico Forno-poço Recozimento Até 1100 C Inconel 600 Até 700 C Ferro preto Acima e 1100 C Cerâmico Acima de 700 C 446 SS, Inconel 600 Metais não-ferrosos Têmpera Alumínio Até 800 C Ferro preto,

Leia mais

Síntese e Caracterização das argilas organofílicas Chocolate A e Chocolate utilizando mistura de sais quaternários de amônio.

Síntese e Caracterização das argilas organofílicas Chocolate A e Chocolate utilizando mistura de sais quaternários de amônio. Síntese e Caracterização das argilas organofílicas Chocolate A e Chocolate utilizando mistura de sais quaternários de amônio. Mariaugusta Ferreira Mota (1), Aline Cadigena L. Patrício (1), Guilherme Costa

Leia mais

Lista de Exercícios. Estudo da Matéria

Lista de Exercícios. Estudo da Matéria FACULDADE PITÁGORAS DE BETIM Credenciada pela portaria 792, de 27 de março de 2006. Curso: Engenharia Química Lista de Exercícios Disciplina: Química Geral Semestre: 2º / 2013 Docente: Carla Soares Souza

Leia mais

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU SECRETARIA MUNICIPAL DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU SECRETARIA MUNICIPAL DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO VALIDADE: 12 MESES, (06/05/2016 A 05/05/2017) LOTE ESPECIFICAÇÕES QUANT. SOLIC. UNIDADE VALOR UNITÁRIO (R$) MARCA/ MODELO FORNECEDOR 1 2 3 TOALHA DE ROSTO - 0,50 X 0,80M Toalha de rosto, felpuda 100% algodão

Leia mais

VI - os itens 2, 3, 7 a 11, 16 a 22, 24 a 30, 32, 33, 35 a 39, 41 a 43 do 1º do artigo 313-K;

VI - os itens 2, 3, 7 a 11, 16 a 22, 24 a 30, 32, 33, 35 a 39, 41 a 43 do 1º do artigo 313-K; PRODUTOS DE LIMPEZA EXCLUIDOS VI - os itens 2, 3, 7 a 11, 16 a 22, 24 a 30, 32, 33, 35 a 39, 41 a 43 do 1º do artigo 313-K; 2 - odorizantes/desodorizantes de ambiente e superfície, 3307.41.00, 3307.49.00,

Leia mais

QUÍMICA. Quantos átomos de carbono e quantos átomos de hidrogênio existem em uma molécula desse composto? a) 10 e 13 b) 10 e 14 c) 9 e 12 d) 8 e 4

QUÍMICA. Quantos átomos de carbono e quantos átomos de hidrogênio existem em uma molécula desse composto? a) 10 e 13 b) 10 e 14 c) 9 e 12 d) 8 e 4 QUÍMICA 1. O benzopireno é um composto aromático formado na combustão da hulha e do fumo. Pode ser encontrado em carnes grelhadas, em carvão ou peças defumadas. Experiências em animais comprovaram sua

Leia mais

UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC FACULDADE DE NUTRIÇÃO. DISCIPLINA: BROMATOLOGIA 2º e 4 O PROFA. IVETE ARAKAKI FUJII LIPÍDIOS

UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC FACULDADE DE NUTRIÇÃO. DISCIPLINA: BROMATOLOGIA 2º e 4 O PROFA. IVETE ARAKAKI FUJII LIPÍDIOS UNIVERSIDADE DE UIABÁ - UNI FAULDADE DE NUTRIÇÃ DISIPLINA: BRMATLGIA 2º e 4 PRFA. IVETE ARAKAKI FUJII LIPÍDIS 1. LIPÍDIS Lipídios são substâncias não solúveis em água, representadas principalmente pelos

Leia mais

Amanda Brito de Carvalho 1 ; Fabíola Dias da Silva Curbelo 2, Alfredo Ismael Curbelo Garnica 3

Amanda Brito de Carvalho 1 ; Fabíola Dias da Silva Curbelo 2, Alfredo Ismael Curbelo Garnica 3 ESTUDO COMPARATIVO DE VALORES DE CONCENTRAÇÃO MICELAR CRÍTICA E PONTO DE TURBIDEZ PARA TENSOATIVOS NÃO IÔNICOS UTILIZADOS NA RECUPERAÇÃO AVANÇADA DE PETRÓLEO Amanda Brito de Carvalho 1 ; Fabíola Dias da

Leia mais

VEÍCULO. Fosfato dicálcio, Fosfato dibásico de

VEÍCULO. Fosfato dicálcio, Fosfato dibásico de Categoria 14 Suplementos nutricionais 341ii VEÍCULO Fosfato dicálcico, fosfato dibásico de cálcio, fosfato de cálcio dibásico, hidrogênio ortofosfato de cálcio, fosfato de cálcio secundário, hidrogênio

Leia mais

C o l é g i o R i c a r d o R o d r i g u e s A l v e s

C o l é g i o R i c a r d o R o d r i g u e s A l v e s C o l é g i o R i c a r d o R o d r i g u e s A l v e s Educação Infantil - Ensino Fundamental I - Ensino Médio 1 TRIMESTRE Química 1ª Série do Ensino Médio Conteúdo Introdução a Química Átomo Molécula

Leia mais

) T, p. Processos Superficiais Tensão Superficial. Efeito de substâncias dissolvidas na tensão superficial de um solvente. RT ln (C 2 /C )) T, p

) T, p. Processos Superficiais Tensão Superficial. Efeito de substâncias dissolvidas na tensão superficial de um solvente. RT ln (C 2 /C )) T, p - Lembrando da isoterma de Gibbs: para uma solução com dois componente Γ 2 = 1 RT ( γ ln a 2 ) T, p Considerando solução diluída ideal Γ 2 = 1 ( γ RT ln (C 2 /C )) T, p Γ 2 = C 2 RT ( γ C 2 ) T, p - de

Leia mais

LINHA METALMECÂNICA A N O S

LINHA METALMECÂNICA A N O S LINHA METALMECÂNICA A N O S M ETA L ME CÂNICA A Quimicamar possui uma ampla gama de produtos que atende os mais variados segmentos de mercado, isso sem nunca esquecer-se das premissas de qualidade e segurança.

Leia mais

www.professormazzei.com Estequiometria Folha 03 Prof.: João Roberto Mazzei

www.professormazzei.com Estequiometria Folha 03 Prof.: João Roberto Mazzei 01. (CFTCE 2007) Dada a reação de neutralização: HCl + NaOH NaCl + H 2O, a massa de NaCl, produzida a partir de 80 g de hidróxido de sódio (NaOH), é: a) 58,5 g b) 40 g c) 117 g d) 80 g e) 120 g 02. (CFTCE

Leia mais

FORMAS FARMACÊUTICAS SEMI-SÓLIDAS EMULSÕES, POMADAS E PASTAS

FORMAS FARMACÊUTICAS SEMI-SÓLIDAS EMULSÕES, POMADAS E PASTAS FORMAS FARMACÊUTICAS SEMI-SÓLIDAS EMULSÕES, POMADAS E PASTAS VIAS DE PERMEAÇÃO DE FÁRMACOS ATRAVÉS DA PELE PASSOS SEQUENCIAIS NA ABSORÇÃO PERCUTÂNEA DIFUSÃO OU TRANSPORTE DO FÁRMACO SUPERFÍCIE DO ESTRATO

Leia mais

Abreviaturas Uso ext.; uso int. uso externo; uso interno ãã igual quantidade (pronuncia-se aná) p.i. partes iguais F.S.A. faça segundo a arte = usar m

Abreviaturas Uso ext.; uso int. uso externo; uso interno ãã igual quantidade (pronuncia-se aná) p.i. partes iguais F.S.A. faça segundo a arte = usar m Abreviaturas Uso ext.; uso int. uso externo; uso interno ãã igual quantidade (pronuncia-se aná) p.i. partes iguais F.S.A. faça segundo a arte = usar método adequado Me mande, faça Pa. para pp. papel Cáp.

Leia mais

Processos Químicos Industriais II

Processos Químicos Industriais II U N I V E R S I D A D E D E S Ã O P A U L O Escola de Engenharia de Lorena EEL Processos Químicos Industriais II Apostila 6 SABÃO E DETERGENTES Profa. Heizir F. de Castro 2009 INDICE 1. Ação dos Agentes

Leia mais

PROPRIEDADES TÉRMICAS E FÍSICO-QUÍMICAS DE BLENDAS DE BANHA SUÍNA E ÓLEO DE FARELO DE ARROZ OBTIDAS POR INTERESTERIFICAÇÃO QUÍMICA

PROPRIEDADES TÉRMICAS E FÍSICO-QUÍMICAS DE BLENDAS DE BANHA SUÍNA E ÓLEO DE FARELO DE ARROZ OBTIDAS POR INTERESTERIFICAÇÃO QUÍMICA PROPRIEDADES TÉRMICAS E FÍSICO-QUÍMICAS DE BLENDAS DE BANHA SUÍNA E ÓLEO DE FARELO DE ARROZ OBTIDAS POR INTERESTERIFICAÇÃO QUÍMICA P. P. da SILVA 1, F. R. SOBRAL 1, J. RIZZI 1, R. S. POHNDORF 1 e L. A.

Leia mais

ANEXO AO COMUNICADO: NOVOS IVAS PARA PRODUTOS DE LIMPEZA

ANEXO AO COMUNICADO: NOVOS IVAS PARA PRODUTOS DE LIMPEZA ITEM PRODUTOS NCM EX TIPI ALÍQUOTA INTERNA REDUÇÃO BASE DE CALCULO IVA ORIGINAL IVA AJUSTADO 01 água sanitária, branqueador ou alvejante 2828.90. 18,00% 0,00% 52,01% 63,13% 01 água sanitária, branqueador

Leia mais

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA (PAPEL TIMBRADO DA EMPRESA)

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA (PAPEL TIMBRADO DA EMPRESA) ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA (PAPEL TIMBRADO DA EMPRESA) Ao Excelentíssimo Senhor, Prefeito Municipal de Três de Maio Apresentamos abaixo nossa proposta para fornecimento de materiais de limpeza e higiene

Leia mais

Lista mensal de documentos normativos editados

Lista mensal de documentos normativos editados Lista mensal de documentos normativos editados Data de edição: 2018-12-28 NP 160:1983 (reimpressão) Definição e classificação 4 IPQ NP 161:1983 (reimpressão) comuns Barras e blocos Tipos e características

Leia mais

Introdução - Definição

Introdução - Definição Apostila 6 Frente D Introdução - Definição Lipídios ou lípidos engloba todas as substâncias gordurosas existentes no reino animal e vegetal (do grego lipos = gordura). Lipídios Introdução - Definição Caracterizam-se

Leia mais

Álcoois Graxos Sulfatados Álcoois Graxos Etoxilados Sulfatados

Álcoois Graxos Sulfatados Álcoois Graxos Etoxilados Sulfatados DESCRIÇÃO A linha de produtos ALKOPON é composta por tensoativos aniônicos obtidos através da reação de alcoóis graxos ou alcoóis graxos etoxilados com SO 3, seguida de neutralização com álcalis. A linha

Leia mais

Id: 1974825 Data Publicação: 15 11 2012 Fonte: Revista Edição: 446

Id: 1974825 Data Publicação: 15 11 2012 Fonte: Revista Edição: 446 Id: 1974825 Página: 1 AlturaxLargura: 25,48cmx18,94cm Id: 1974830 Página: 35 AlturaxLargura: 25,45cmx18,44cm Id: 1974831 Página: 36 AlturaxLargura: 25,45cmx18,44cm Id: 1974832 Página: 37 AlturaxLargura:

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Série: 1 Disciplina: Data da prova:

Aluno(a): Nº. Professor: Série: 1 Disciplina: Data da prova: Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Série: 1 Disciplina: Data da prova: 1. (UFAC) O gráfico abaixo mostra a curva de aquecimento para o clorofórmio, usualmente utilizado como solvente para lipídeos.

Leia mais

PEX - Extra Pesado Axial

PEX - Extra Pesado Axial C - CELERON Capacidade até 0kg C - Celeron. Dureza: 103 Rockwell M. (-30 a +ºC) Fabricadas com composto obtido da combinação de fibras de algodão maceradas impregnadas com resina fenólica, moldado sob

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DA MISTURA ÓLEO DE SOJA E GORDURA SUÍNA 1:1 (m m -1 ) E SEU POTENCIAL NA PRODUÇÃO DE BIODIESEL

CARACTERIZAÇÃO DA MISTURA ÓLEO DE SOJA E GORDURA SUÍNA 1:1 (m m -1 ) E SEU POTENCIAL NA PRODUÇÃO DE BIODIESEL 135 CARACTERIZAÇÃO DA MISTURA ÓLEO DE SOJA E GORDURA SUÍNA 1:1 (m m -1 ) E SEU POTENCIAL NA PRODUÇÃO DE BIODIESEL PEREIRA, Alexandre Fontes 1 PINHEIRO, Carlos Alexandre 2 PINHEIRO, Patrícia Fontes 3 COSTA,

Leia mais

Funções Orgânicas H3C C CH3

Funções Orgânicas H3C C CH3 Funções Orgânicas Para uma cadeia carbônica ser inserida nesta classe de compostos, ela precisa conter, além de carbonos e hidrogênios, um grupo funcional. Em química orgânica, grupo funcional se define

Leia mais

o Seu pé direito na medicina

o Seu pé direito na medicina o Seu pé direito na medicina UNIFESP 15/12/2004 QUÍMICA 76. Considere recipientes com os seguintes volumes de substâncias gasosas, nas mesmas condições de pressão e temperatura. Substância Gasosa Volume

Leia mais

PROLINK PRODET NEUTRO ENDOSCÓPIO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO QUÍMICO E DA EMPRESA

PROLINK PRODET NEUTRO ENDOSCÓPIO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO QUÍMICO E DA EMPRESA Páginas 1/5 NOME COMERCIAL DO PRODUTO: No interesse da Segurança, Saúde Ocupacional e Meio Ambiente, deve-se informar todos os funcionários, usuários e clientes sobre os dados incluídos nesta ficha (FISPQ).

Leia mais

Volnei Pauletti ADUBOS

Volnei Pauletti ADUBOS Volnei Pauletti ADUBOS ADUBOS Definição: Toda substância mineral ou orgânica, natural ou sintética, fornecedora de um ou mais nutrientes das plantas. São subdivididos em: Adubo Simples - formado de um

Leia mais

LIPÍDIOS. Tópico à parte

LIPÍDIOS. Tópico à parte 1 LIPÍDIS - s lipídios são substâncias encontradas nas plantas e nos animais e que se dissolvem em solventes orgânicos não-polares como éter, clorofórmio, benzeno e alcanos e não se dissolvem em solventes

Leia mais

Segurança no Laboratório. Imagem laboratorio escola

Segurança no Laboratório. Imagem laboratorio escola Segurança no Laboratório Imagem laboratorio escola Deve-se ter sempre presente que o laboratório é um lugar de trabalho sério! Normas de Segurança É responsabilidade de cada um zelar pela própria segurança

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO Norma de Origem: NIT-DICLA-016 Folha: 1 Total de Folhas: 9 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO SUMATEX S QUÍMICOS LTDA/SUMATEX AMBIENTAL Determinação

Leia mais

Prof. ÉDER LIPÍDIOS. vol. 04 e 06 frente A módulo 03

Prof. ÉDER LIPÍDIOS. vol. 04 e 06 frente A módulo 03 Prof. ÉDER LIPÍDIOS vol. 04 e 06 frente A módulo 03 O que são lipídios? Formados basicamente de ácidos graxos e álcool. Ao contrário das outras classes de compostos orgânicos, não são caracterizadas por

Leia mais

Introdução - Definição

Introdução - Definição Lipídios Introdução - Definição Lipídios ou lípidos engloba todas as substâncias gordurosas existentes no reino animal e vegetal (do grego lipos = gordura). Lipídios Introdução - Definição Caracterizam-se

Leia mais

Profa. Dra. Mary Rosa Rodrigues de Marchi GRESCO Grupo de Estudos em Saúde Ambiental e Compostos Orgânicos Instituto de Química - UNESP

Profa. Dra. Mary Rosa Rodrigues de Marchi GRESCO Grupo de Estudos em Saúde Ambiental e Compostos Orgânicos Instituto de Química - UNESP Mesa Redonda Detecção, avaliação e remediação de agentes estrogênicos Agentes estrogênicos: análise e implicações ambientais Profa. Dra. Mary Rosa Rodrigues de Marchi GRESCO Grupo de Estudos em Saúde Ambiental

Leia mais

Critérios Específicos de Classificação da Questão Aula

Critérios Específicos de Classificação da Questão Aula Critérios Específicos de da Questão Aula Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos DISCIPLINA: Física e Química Módulo: Q 05/06 0 ºAno de escolaridade Data: 3 de novembro

Leia mais

PX - Super Pesado Axial

PX - Super Pesado Axial NM - NYLON MACIÇO Capacidade até 1400kg NM - Nylon Maciço Usinado. Dureza: 70 Shore D. ( 40ºc a +110ºC) Produzidas a partir de tarugos de nylon 6.0. São leves, possuem ótima resistência mecânica, rodam

Leia mais

DESAFIO EM QUÍMICA PUC-RIO

DESAFIO EM QUÍMICA PUC-RIO DESAFIO EM QUÍMICA PUC-RIO Leia atentamente as instruções abaixo: Esta prova destina-se exclusivamente aos alunos da 3 a série do ensino médio. A prova contém cinco questões discursivas, cada uma valendo

Leia mais

FORMULÁRIO PARA AULAS PRÁTICAS DE FARMACOTÉCNICA ESPECIAL 2010

FORMULÁRIO PARA AULAS PRÁTICAS DE FARMACOTÉCNICA ESPECIAL 2010 UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE FARMÁCIA (FARMACÊUTICO-BIOQUÍMICO) FORMULÁRIO PARA AULAS PRÁTICAS DE FARMACOTÉCNICA ESPECIAL 2010 PROFª Drª ELIANE MARIA DE ALMEIDA ORSINE

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO QUANTO À FUNÇÃO.

CLASSIFICAÇÃO QUANTO À FUNÇÃO. CLASSIFICAÇÃO QUANTO À FUNÇÃO. Os produtos cosméticos podem ser para: - Higienizar; - Conservar/Proteger; - Reparara/Corrigir; - Maquilar/Enfeitar.; Higienizar Remover da superfície cutânea as impurezas

Leia mais

Prof. Marco-A. De Paoli

Prof. Marco-A. De Paoli Principais tipos de aditivos para termoplásticos e suas funções:!estabilizantes,! plastificantes,!lubrificantes,!agentes antiestáticos,!retardantes de chama,!pigmentos e corantes,!agentes de expansão e

Leia mais