Semana de negócios Palestras técnicas TOTVS. Pág 08. Número 35 - Novembro / Metalsul usa e indica soluções TOTVS.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Semana de negócios Palestras técnicas TOTVS. Pág 08. Número 35 - Novembro / 2011. Metalsul usa e indica soluções TOTVS."

Transcrição

1 Número 35 - Novembro / 2011 Semana de negócios Palestras técnicas Grandes empresas Diagnóstico ambiental Cursos profissionalizantes Caravanas Empresariais Acordo coletivo PAC Petrobras Responsabilidade social Câmaras temáticas Integração empresarial Inovação tecnológica Cartão corporativo Nova marca e novo portal Pág 08 Metalsul usa e indica soluções TOTVS. /totvs TOTVS Compartilhe o novo mundo.

2 PÁG-02 NOVEMBRO DE 2011 COLUNA DE GESTÃO Por: Guilhermo Queiroz PESSOAS CERTAS NO LUGAR CERTO! Praticamente todos os manuais do que organizar corretamente as nossa equipe sem pensar em Como líderes, vamos colocar as de gestão sugerem que devemos peças de um elenco e fazê-las descartes. pessoas CERTAS nos locais organizar nossos processos sem produzirem mais e melhor. Eu acredito sinceramente que C E R T O S. Va m o s a v a l i a r pensar nas pessoas. Segundo Na minha humilde opinião, retirar um profissional de um constantemente os nossos este pensamento, as pessoas administrar é justamente fazer projeto (para falar do mais talentos e verificar onde suas são parte de um processo e com que as pessoas, ou melhor, o simples) é algo crítico e que esta qualidades podem ser aplicadas. devem executá-lo conforme suas elenco disponível, utilize suas possibilidade deve ser criteriosa- Vamos inspirar estas pessoas a regras. A não adequação de uma qualidades em prol de um mente avaliada antes de realizarem cada vez mais. Vamos pessoa ao processo significa, na esquema tático da forma mais efetivada. Acredito que este ato buscar o melhor dentro do nosso maioria dos casos, que tal pessoa produtiva possível, gerando só se justifica por desvios de time. não pode ser aproveitada e que, resultados cada vez mais conduta e, em raríssimos casos, E como liderados, vamos nos portanto, precisa ser descarta- positivos. Administrar é colocar por desvios de performance. Em alinhar aos valores institucionais da. as pessoas em primeiro plano e resumo, acredito sempre que da nossa organização. Vamos Sinceramente falando, só de ler o jogar com o time que se tem em treinamento e inspiração podem buscar inspiração e transpirar. que acabo de escrever acima eu mãos. É transformar pessoas em t r a n s f o r m a r u m a p e s s o a Vamos realizar e colocar o nosso fico amargurado. Eu discordo em talentos. É incentivar o cresci- melhorando seu desempenho, e melhor a disposição das grandes gênero, número e grau destas mento individual e preservar os acho que o desligamento de c o n q u i s t a s. Q u a n d o e l a s colocações e acho um absurdo interesses coletivos. É transfor- alguém só deve acontecer chegarem, certamente serão que esta linha de pensamento mar um bando em um time quando esta pessoa tem uma compartilhadas por todos! ainda vigore em algumas vencedor. conduta diferente daquela organizações. Quando puderem, recomendo prevista nos valores institucionais Boa jornada! Eu gosto muito de esportes e que assistam a um filme chamado da organização. acredito que algumas lições INVICTUS. É sobre a conquista Líderes incapazes de inspirar e importantes podem ser tiradas do Mundial de Rúgbi pela seleção transformar pessoas descartam deste universo. Imagine se um da África do Sul. Um lindo relato com muita facilidade grandes treinador de futebol, vôlei ou de como a inspiração e a talentos. Estas mesmas pessoas qualquer outro esporte coletivo, transpiração podem operar c o r r e t a m e n t e o r i e n t a d a s, determinasse um esquema tático milagres. E mais do que isto, é a inspiradas e alinhadas à valores para sua equipe sem considerar prova concreta de que as institucionais sólidos, são as QUALIDADES de seus pessoas podem mais... Sempre. capazes de conquistas memorájogadores? Seria como afirmar É a confirmação de que podemos veis. Alta rotatividade de pessoas que determinar e seguir um realizar grandes feitos ao lado é, em muitos casos, um claro esquema tático é mais importante das pessoas que fazem parte da sinal de falha na liderança. Guilhermo Pinheiro de Queiroz, Empreendedor Endeavor, Diretor d e A t e n d i m e n t o e Relacionamento TOTVS em suas Unidades no Sul Fluminense e Baixada Santista, Pós-Graduado em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas e Especializado em Gestão de Serviços pelo IBMEC-SP. Contatos através do

3 PÁG-03 NOVEMBRO DE 2011 Palavra do Presidente Por: Henrique Carneiro Encerrando um novo ano! No próximo dia 30 de novembro o abrimos mais de 500 vagas para criação de duas Câmaras Metalsul realizará seu evento cursos de qualificação profissio- Temáticas empresariais dentro comemorativo de fim de ano e nal, realizamos um diagnóstico do sindicato e estamos dando neste dia aproveitaremos para ambiental em 10 empresas todas as condições para que lançar a nova marca do sindicato, associadas, organizamos 6 ambas executem seus projetos o nosso cartão corporativo do caravanas empresarial para as da melhor forma, atingindo fortes associado e novo site na internet, principais feiras em São Paulo, benéfícios aos associados no bem como celebraremos novos participamos de mais várias curto prazo. convênios de grande interesse Rodadas de Negócios, fechamos dos empresários associados. a Convenção Coletiva de Na parceria com várias entidades Trabalho da base de Volta de classe realizamos eventos Faremos uma celebração de fim Redonda, e após imensa conjuntos para promoção de ano especial, agradecendo a negociação, concluímos a CCT empresarial e com instituição de um grande parceiro do sindicato do ano de 2010 à base de Barra apoio à pessoas com Deficiência e mostraremos a importância da do Piraí. física, celebrando um convênio permanente interação da classe de apoio para inserção deste empresarial nas questões que Através do Grupo Metalmecânico público nas cotas obrigatórias envolvem o desenvolvimento (GMM) fortalecemos a interação das empresas, com qualificação sustentável do nosso setor. do Complexo Metalmecânico no e dinamismo. Estado do Rio de Janeiro, Em parceria com o APL geramos com a Petrobrás a Tudo isto realizado de forma Metalmecânico do Médio maior ação conjunta de abertura aberta, transparente, democráti- Paraíba Fluminense, realizamos, do sistema de cadastro da ca e acima de tudo focada ao neste ano, um grande evento Companhia, aprimoramos o benefício do associado. voltado para a aproximação das conteúdo didático de vários Por isso estejam convidados empresas com foco em negócios, cursos de qualificação profissio- para o evento, que marcará o que talvez tenha ficado gravado nal do SENAI-RJ e contribuímos encerramento de um ano de por conta da forte apreciação da para inserção de várias empre- muito trabalho e dedicação! mídia local para o conteúdo do sas associadas aos Editais de evento. Realizamos ainda fomento à inovação com fundos Até lá! dezenas de palestras temáticas, públicos estaduais. Henrique Almeida Carneiro diversos cursos para aprimora- Com a Diretoria Executiva e parte mento da gestão empresarial, do Conselho Diretor, apoiamos a DIRETORIA EXECUTIVA Henrique Almeida Carneiro (Metalúrgica Vulcano) Presidente Guilherme de Paula Coutinho (Ease Engenharia) Vice-Presidente Adilson Gustavo (IPOT) Diretor de Comunicação Hélio Haydt (TOTVS) Diretor Financeiro SECRETARIA Amanda Amaral Secretária Janine Procópio Assuntos Sociais Multi Editora e Design Tiragem / Impressão: Rua Edson Passos, 157 Sala 502 Aterrado - Volta Redonda / RJ Cep: (24) / Funcionamento: Segunda a Sexta, das 9 às 18 h. AGENDA DO PRESIDENTE Novembro de 2011 EVENTOS E SOLENIDADES 03/11) Abertura solene da FECOSNTRUSUL 04/11) Programa Rio em Foco (ALERJ) 08/11) Assinatura convenção coletiva Barra do Piraí 10/11) Oficina de Planejamento do APL 17/11) Palestra sobre Certificação digital PIS-COFINS 21/11) Lançamento Pólo Rio Náutico Angra dos Reis 23/11) Palestra sobre Custos em processos de soldagem 30/11) Lançamento nova marca Metalsul e novos convênios REUNIÕES MENSAIS PERIÓDICAS Convite METALSUL a O MetalSul convida V.S. para o evento de lançamento de sua nova marca, novo portal, novos convênios e seu cartão corporativo de benefícios no dia 30 de novembro às 19h. Na oportunidade estaremos confraternizando e comemorando juntos as conquistas de mais um ano de trabalho. HENRIQUE ALMEIDA CARNEIRO Presidente APL Metalmecânico GMM-FIRJAN Comitê Setorial Regional (SENAI) Comitê de Assuntos Tributários (GMM) Comitê de Relações Sindicais (GMM) Conselho Diretor METALSUL Diretoria Executiva METALSUL Coordenadores das Câmaras Temáticas S S M A QUALIDADE E PREVENÇÃO Local Ricardo Buffet - Rua 4, nº. 365, Conforto Volta Redonda Confirmação de presença pelo telefone (24) até o dia 25/11

4 PÁG-04 NOVEMBRO DE 2011 COLUNA DE RH Por: José Eduardo de Souza Machado Para onde caminham as empresas? Hoje. As revoluções tecnológicas e incompetência administrativa era al. Práticas comuns a um mundo processos. As pessoas é que fazem gerenciais têm impactado como acobertada pelo ganho fácil do que não existe mais. O mercado o processo acontecer. Para saber nunca o ambiente de negócios, capital em atividades desvinculadas tem sido implacável com o como andam os resultados é tornando competitiva a luta pela da produtividade. Esse cenário amadorismo e o conservadorismo. preciso medir. Medidas exigem a sobrevivência das organizações de possibilitou a perpetuação de Para fugir do conservadorismo é criação de indicadores aos quais todos os portes. Os avanços na práticas gerenciais baseadas em preciso reinventar ideias e precisam ser associadas metas de área de informática e a crescente conceitos retrógrados do tipo: conceitos ou melhorar continua- desempenho. A importância das demanda por qualidade criam mente o seu próprio negócio. Criar e medidas pode ser resumida da paradigmas herdados de tempos O dono pensa. O resto executa ; manter diferenciais competitivos seguinte forma: quem não mede mais estáveis. Assim, a inovação e em relação à concorrência é uma não controla, quem não controla a capacidade de adaptar as Empregado é pago para trabalhar e prática tão elementar que nenhuma não gerencia. mudanças do mercado, tornaram- não para ficar pensando ; organização pode declinar. Se me se requisitos fundamentais no fosse solicitado uma sugestão Por fim, precisamos reforçar a mundo de hoje. Anos repetindo a mesma forma sobre qual deveria ser o foco dessa importância do processo. Vejo o de fazer negócios, confundido com ação, afirmaria com toda certeza: processo de negócio como a A partir da abertura da nossa anos de experiência no negócio. Inovação e atendimento. estrada que conduz a empresa a economia, as empresas brasileiras um destino chamado sucesso. têm revelado seu despreparo para Sempre foi feito assim e deu certo. Num mundo onde a qualidade Como as estradas de rodagem para enfrentar a competição internacio- passou a ser um valor fundamzental se trafegar, depende do projeto de nal. Dentre as causas motivadoras Manda quem pode, obedece quem a qualquer produto ou serviço, esta sua construção, assim como do desse atraso tecnológico-gerencial, precisa ; questão reveste-se de fundamental esforço de manutenção que lhe é podemos destacar que: importância, porque Qualidade é dedicado. - durante as décadas de 70 e 80, o A única medida que importa é a Atendimento. Qualidade em País esteve submetido a governos financeira (Receita menos despe- serviços depende de processos Uma estrada mal projetada ou com centralizadores que estimularam a sas) ; controlados e focados no cliente, manutenção precária, torna-se burocracia, através da excessiva recursos (ambiente e tecnologia) perigosa e mais onerosa a viagem. regulamentação do Estado e de sua Planejamento é coisa de grande adequados e postura dos funcioná- Da mesma forma, processo mal intromissão nos diversos setores da empresa. Se eu parar para planejar rios que fazem com que organiza- projetado e sem a devida manutenvida nacional. o negócio pára ; ções sejam percebidas como ção, torna difícil o sucesso competentes pela sociedade. empresarial, porque onera de forma O ganho marginal, resultante da Não precisa perguntar por que eu desnecessária a organização, irrita ciranda financeira, sempre sei tudo que o cliente quer. Há uma outra visão que valida o o cliente e desmotiva os funcionámascarou a ineficiência do modelo parágrafo anterior. É óbvio que as rios. gerencial praticado na época em Essas e outras pérolas fazem parte empresas vivem de resultados. Pensem, já não esta na hora de que ainda se podia errar. A de um fracassado roteiro empresari- Resultados são obtidos através de mudar? Transporte de Resíduos Industriais Resíduos Sólidos Equipamento apropriado para transportar grandes volumes de diversos resíduos: Transporte de material sólido e semi-sólido; Acondicionamento e transporte de lodos e lamas; HIDROSERV Caminhão Roll On - Roll Off Acondicionamento e transporte de entulhos de obras, madeiras, lixo comum e resíduos industriais diversos; Locação de caçamba estacionária-ecológica com vedação para resíduos semi-sólidos. INEA N In CTF IBAMA FEAM LO N 0145 ZM Av. Presidente Kennedy, Ano Bom - Barra Mansa / RJ - Tel:(24) Site: -

5 PÁG-05 NOVEMBRO DE 2011 Planejamento estratégico do APL Metalmecânico Evento realizado com a governança, empresários e parceiros define metas e diretrizes do APL Metalmecânico do Médio Paraíba Fluminense para 2012/2015 Realizado no último dia 10 de Entre os principais objetivos a Rocha, gerente de projetos do novembro no Hotel Bela Vista, ser alcançados, estão o Sebrae. em Volta Redonda, a oficina de fortalecimento do associativisplanejamento estratégico do mo, capacitação técnica e Para Débora de Carvalho, APL Metalmecânico do Médio gerencial, licenciamento sócia-diretora da MBM Paraíba Fluminense que contou ambiental e fiscal das empre- Metalúrgica Barra Mansa, o APL com a participação de empresá- sas, acesso a mercado, tem que ser o porta voz das rios, representantes do Poder incremento das vendas das ansiedades e necessidades Publico e da governança do Pequenas e Médias empresas empresariais junto ao Poder APL. para as empresas-âncora do Público e Entidades privadas e Estado e aproximação com o não governamentais, gerando No oficina, coordenada pelo Poder Público e Instituições oportunidades de crescimento Consultor Rogério Gimba, do Financeiras. de nossas empresas e de nossa Sebrae/RJ, os participantes Região. buscaram identificar os focos Identificar, elaborar, determinar estratégicos para o desenvolvi- público alvo, objetivos, foco Na próxima edição do metalsul mento do setor metalmecânico estratégico e resultados. Estes notícias, apresentaremos uma e as ações para atingir os são os estágios que compõem a síntese dos focos e ações objetivos macros definidos para Oficina de Planejamento definidas no planejamento o período de 2012 a Estratégico, explicou Patrícia estratégico. APL METALMECÂNICO MÉDIO PARAÍBA FLUMINENSE Feira de Corte e Conformação de Metais APL Metalmecânico leva empresários do Sul Fluminense ao maior evento de processamentos de chapas e tubos metálicos do país O Metalsul esteve presente na Feira Corte & Conformação de Metais. O evento foi realizado entre os dias 18 e 21 de outubro, na Expo Center Norte, em São Paulo. Uma caravana com empresários do Sul Fluminense foi organizada pelo APL Metalmecânico. Este é o único grande evento da área de processamentos de chapas e tubos metálicos. A feira reuniu especialistas, usuários e fornecedores de tubos, soldas, tratamento de superfície, máquinas, ferramentas e acessórios, entre outros materiais, explicou Henrique Carneiro, presidente do Metalsul. Fonte: Follow Comunicação Assessoria, Construções e Serviços Elétrico, Mecânico e Civil Tecnologia & Segurança. Rua Vereador Francisco Evangelista Delgado, São Lucas - CEP Volta Redonda-RJ Telefax: (24) /

6 PÁG-07 PÁG-06 NOVEMBRO JANEIRO MAIO DE DE DE COLUNA TECNOLOGIA COLUNA JURÍDICA Por: Cláudia Regina Por Christian de Souza Comitre Lima EDUCAÇÃO CORPORATIVA NAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS: INVESTIMENTO E ECONOMIA O Brasil vive um momento de indivíduo, para que o mesmo possa impactos da escassez de mão-de- Corporativa Virtual, a Educação crescimento, em que sobram vagas atuar com maior eficácia e obra qualificada disponível no Corporativa, a princípio, pode de emprego, fato este que faz com competência no mercado de mercado. E da mesma forma que parecer um gasto desnecessário. que o Governo comemore em rede trabalho. aquelas, também necessitam de Entretanto ao longo do tempo a nacional de rádio e televisão, a No Brasil, a Educação Corporativa ferramentas que lhes permita mesma revela-se como um grande queda da taxa de desemprego. só passou a ser adotada a partir desenvolver os trabalhadores investimento e economia, vez que, Ocorre, porém, que a despeito do dos anos Isso por que as dentro de sua própria organização. seja a Empresa de Pequeno, Médio grande número de vagas, existe um Empresas de uma forma geral, Para suprir esta necessidade, ou Grande Porte, ela terá em seus número maior ainda de desempre- cada vez mais necessitam de surgiu então a Universidade quadros funcionários altamente gados, pois os indivíduos não funcionários capacitados para Corporativa Virtual, a qual permite capacitados, o que aumentará sua possuem a qualificação exigida d e s e m p e n h a r e m f u n ç õ e s que as Empresas de Menor Porte, produtividade e a tornará mais pelas empresas. específicas de seu ramo de possam ampliar o acesso a cursos competitiva no mercado nacional e A emergência da sociedade em atividade, e tais funcionários não e programas de qualificação de internacional. obter conhecimento e o aumento estão disponíveis no mercado., seus funcionários, disseminando, da competitividade entre as Neste cenário, surgiram as desta forma, a sua cultura organi- Caso você tenha alguma dúvida, empresas, fez com que a educação c h a m a d a s U n i v e r s i d a d e s zacional, promovendo o aprendiza- sugestão ou crítica, envie uma passasse a ter papel ainda mais Corporativas, as quais funcionam do e incentivando sua equipe de mensagem eletrônica para o e- i m p o r t a n t e. S u r g i u e n t ã o a dentro das próprias empresas. trabalho. mail: necessidade de adequar os Atualmente, as empresas costu- Na Universidade Corporativa profissionais já existentes a esta mam desenvolver uma metodolo- Virtual, as aulas gravadas em nova realidade. gia própria de produção, imprimin- vídeo, ou tele presenciais (à Nos dias atuais, por mais que o do algumas características distância), podem ser ministradas indivíduo procure manter-se específicas aos seus produtos. E em pequenas salas, montadas atualizado através de cursos devido a todas estas especificida- especificamente para este fim técnicos, de graduação e até des, dificilmente o funcionário de dentro das instalações da própria mesmo de pós-graduação, está uma empresa estará apto para empresa.os cursos podem ser cada vez mais difícil encontrar uma desempenhar a mesma função em elaborados em módulos, que vaga no mercado de trabalho. outra empresa, ainda que seja do abranjam as áreas de maior Na década de 90, surgiu a mesmo ramo de atividade. interesse e atuação de cada Educação Corporativa, que visa Da mesma forma que as Grandes empresa. exatamente promover oportunida- Empresas, as Empresas de Seja através da Universidade des de desenvolvimento do Pequeno e Médio Porte, sofrem os Corporativa, ou da Universidade Advogada formada pelo Centro Universitário de Barra Mansa no ano de 1987, especialista em Direito Civil e Direito Processual Civil pelo Centro Universitário de Vo l t a R e d o n d a U N I F O A, Secretária-Geral nas gestões de , e da Ordem dos Advogados do B r a s i l, s u b s e ç ã o V o l t a Redonda/RJ, com larga atuação nas áreas de Direito Civil, Direito de Família, Responsabilidade Civil, Direito do Consumidor e Direito Trabalhista. Serviços de Engenharia com qualidade certificada e tecnologia Elétrica Mecânica Civil VP Comércio de Ferro COMPLETA LINHA PARA SERRALHERIA E INDÚSTRIA BARRA CHATA, REDONDA E QUADRADA TUBOS QUADRADOS E RETANGULARES CHAPAS ZINCADAS (GALVANIZADAS) CHAPAS FINAS À QUENTE CHAPAS FINAS À FRIO CHAPAS GROSSAS CANTONEIRAS VIGAS U, H E I PERFIS I E U Estrada Governador Chagas Freitas, 1831 Colônia Santo Antônio Barra Mansa RJ. Cep: Telefones : (024) / (024) / (024) Av. Almirante Adalberto de Barros Nunes, Retiro Volta Redonda/RJ - Tel(24) FAX(24)

7 PÁG-07 NOVEMBRO DE 2011 COLUNA TECNOLOGIA DE INOVAÇÃO Por Glaudson Christian Comitre Bastos CONVERSÃO DE PROBLEMAS TECNOLÓGICOS EM SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS A participação do Brasil nos O BNDES está ouvindo produção nacional de 6,4 milhões registros internacionais de investidores interessados em abrir de barris de óleo equivalente (boe) patentes não ultrapassa 0,2% do plantas de fabricação de painéis por dia em volume global. A produção fotovoltáicos no Brasil. As científica avança em qualidade. possibilidades de acesso às linhas Os exemplos são didáticos e nos de financiamento para investimen- permitem continuar a aposta em Em termos quantitativos, no to em energia solar já faz parte da gestão da inovação e continuar entanto, apenas 1,9% dos artigos pauta das audiências públicas do com a crença de que as técnicas publicados em catálogos com Ministério de Minas e Energia. de conversão de problemas reconhecimento internacional tem tecnológicos em soluções origem no Brasil. O investimento A produção nacional de sustentáveis vieram pra ficar. privado em inovação ainda é grãos por m2 em milho e soja conservador, em torno de 0,40% continua sendo uma das mais Bons negócios e até a próxima do PIB. Estes são os números que produtivas do mundo graças ao edição se Deus quiser! precisam melhorar. E tudo indica, avanço da tecnologia para a estão em vias de melhorar. agricultura de precisão no País, e Glaudson Bastos, M.Sc. Gerente Olhando pra frente e aprendendo ao desenvolvimento tecnológico de Projetos da Logike Associados com casos tipicamente domésti- de avançadas Plantadeiras e S/C e Membro Individual do cos, listamos aqui nesta edição do Colheitadeiras de Grãos produzi- Project Management Institute, Inc. M E TA L S U L N E W S a l g u n s dos no Brasil. (PMI). Contatos pelo exemplos que merecem nossa atenção: Cresce a substituição do diesel importado pela agregação O preço do megawatt- de matérias-primas oleaginosas hora (MWH) de eletricidade eólica de origem nacional, misturadas no Brasil está situado em torno de com metanol e estimuladas por US$100,00, tido como razoavel- catalisadores mais modernos. mente atrativo se comparado com as fontes térmicas e hidroelétricas, 30 anos de investimentos o que deve tornar o País alvo de em tecnologias para exploração de investimentos nesta fonte petróleo em campos marítimos alternativa. (offshore), permitem prever a ACERTE NO ALVO! ANUNCIE NO METALSUL NOTÍCIAS EDIÇÃO IMPRESSA E DIGITAL VOLTADA PARA GESTORES E DIRETORES DAS EMPRESAS DE NOSSA REGIÃO.. UMA GRANDE OPORTUNIDADE DE DIVULGAÇÃO DE SEU NEGÓCIO NO SEGMENTO INDUSTRIAL. E N T R E E M C O N TAT O E CONHEÇA NOSSOS PLANOS DE DIVULGAÇÃO.. Tel(24) Irmãos Martini Ltda. LOCAÇÃO DE EMPILHADEIRAS: UM INDISCUTÍVEL BENEFÍCIO PARA SUA EMPRESA TUBULAÇÕES Logística e e Soluções para Movimentação de Cargas e Armazenagem. ASSISTÊNCIA TÉCNICA - LOCAÇÃO - ESTOQUE DE PEÇAS Av. Domingos Mariano Centro - Barra Mansa/RJ.:. (24) :.

8 PÁG-08 NOVEMBRO DE 2011 UM ANO DE REALIZAÇÕES! PAC PETROBRAS SEMANA DE NEGÓCIOS CARAVANAS EMPRESARIAIS INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Cadastramento de 72 empresas junto a Petrobras foi ponto marcante nas atividades de acesso a mercado para as empresas do MetalSul. Evento reuniu 11 empresas âncoras e mais de 100 Pequenas e Médias empresas em mais uma ação do APL Metalmecânico. Ação coordenada pelo GMM ( Grupo Metalmecânico do Rio de Janeiro ) realizou 6 caravanas empresariais as maiores feiras do Brasil. Em parceria com a Firjan e Sebrae o MetalSul permitiu o acesso de empresas associadas a participar de editais de fomento à inovação. INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL GRANDES EMPRESAS PALESTRAS TÉCNICAS CURSOS PROFISSIONALIZANTES Eventos como a celebração do Dia da Indústria, marcaram a integração dos empresários da indústria do Médio Paraíba Fluminense. Foram apresentadas aos empresários de nosso setor as políticas de compras e contratos de empresas âncoras como CSN e Guardian. Temas técnicos selecionados pelos empresários estiveram presentes em várias oportunidades para capacitação dos profissionais das empresas. Mais de 500 vagas de cursos profissionalizantes com foco na formação de profissionais para o setor industrial nas áreas técnicas e gerenciais. ASSISTÊNCIA TÉCNICA AUTORIZADA AUTOMAÇÃO E MOTORES WEG Automação / Energia / Motores / Transmissão & Distribuição ESPECIFICAÇÃO DE EQUIPAMENTOS PROJETO DE INSTALAÇÃO ELÉTRICA SOFTWARE E APLICATIVOS PARA PLC'S APLICATIVOS PARA IHM'S E SUPERVISÓRIOS COMISSIONAMENTO START-UP OPERAÇÃO ASSISTIDA TREINAMENTO Rua Francisco Caetano Pereira, N Brasilândia Volta Redonda/RJ - CEP: Fone/fax:(24) / RETROFIT DE PAINÉIS ELÉTRICOS ATENDIMENTO 24 HS Automação: / Motores: / /

9 PÁG-09 NOVEMBRO DE 2011 GRANDES PARCEIROS E GRANDES PROJETOS! NOVOS CONVÊNIOS DIAGNÓSTICO AMBIENTAL ACORDO COLETIVO RESPONSABILIDADE SOCIAL Unimed, World Seg, Unidas Rent a Car, Hotel Bela Vista, Berbat Courio, Unifoa(via empresa Jr.) e vários novos convênios firmados. Ação realizou o diagnóstico ambiental em 10 empresas associadas, buscando resolver um dos problemas mais críticos. Tr a b a l h o e m c o n j u n t o! Fechados os acordos coletivos com as bases laborais de Volta Redonda e Barra do Piraí. Convênio com entidades diversas para inserção de Portadores de Necessidades Especiais nas empresas. CÂMARAS TEMÁTICAS CARTÃO CORPORATIVO NOVO PORTAL NA WEB APL METALMECÂNICO METALSUL Cartão de Benefícios Empresa: IPOT Adilson Batista Criação de 2 câmaras - Acesso a Crédito e Gerenciamento de Riscos trará grandes benefícios a partir de MetalSul lança seu cartão de benefícios que dá acesso à novos convênios e vantagens exclusivas. A partir de dezembro o novo portal de negócios trará muitas novidades. Acesse: Planejamento do APL para b u s c a o fortalecimento do setor e da Região do Médio Paraíba.

10 PÁG-10 NOVEMBRO DE 2011 AGENDA DE CURSOS DO SENAI CURSO Interpretação de Desenho Técnico UNIDADE Barra do Piraí Mais informações: ou * Vagas limitadas. A matrícula será efetuada conforme ordem de chegada. * Para início das turmas faz-se necessário um número mínimo de inscritos. * O Senai-RJ reserva-se ao direito de alterar, cancelar ou transferir as datas do curso, conforme configurações da demanda. INÍCIO 06/12 DIAS Segunda a sexta-feira HORÁRIO 18h às 22h HORAS 60h Operação de Empilhadeira Barra do Piraí 22/11 Segunda a sexta-feira 18h às 22h 30h Operação de Ponte Rolante Barra Mansa 05/12 Sábado 18h às 22h 28h Operação de Guindaste Barra Mansa 01/12 Sábado 09h às 18h 30h Gestão pela Qualidade Total Resende 05/12 Segunda a sexta-feira 8h às 12h 24h Operação de Empilhadeira Resende 07/12 Segunda a sexta-feira 8h às 12h 30h Operação de Ponte Rolante Valença 12/12 Segunda a sexta-feira 18h às 22h 28h Operação de Ponte Rolante Básico de Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade NR-10 Volta Redonda Volta Redonda 28/11 28/11 Segunda a sexta-feira Segunda a sexta-feira 18h às 22h 18h às 22h 28h 40h Gestão Pela Qualidade Total Volta Redonda 26/11 Sábado 08h às 17h 24h SEGURO DESEMPREGO-ALTERAÇÕES A Lei /2011-DOU: II - por comprovação de falsidade na que, entre outros, criou o p r e s t a ç ã o d a s i n f o r m a ç õ e s PRONATEC-Programa Nacional de necessárias à habilitação; Ensino Técnico e Emprego, alterou os Arts. 3º, 8º e 10 da Lei nº 7.998, de III - por comprovação de fraude 11 de janeiro de 1990, sobre Seguro- visando à percepção indevida do Desemprego. Destacamos: benefício do seguro-desemprego; ou Direito ao Seguro-Desemprego IV - por morte do segurado. A União poderá condicionar o recebimento da assistência O benefício poderá ainda ser financeira do Programa de Seguro- cancelado na hipótese de o Desemprego à comprovação da beneficiário deixar de cumprir a matrícula e da frequência do condicionalidade de comprovação trabalhador segurado em curso de da matrícula e da frequência do formação inicial e continuada ou trabalhador segurado em curso de qualificação profissional, com carga formação inicial e continuada ou horária mínima de 160 (cento e qualificação profissional, com carga sessenta) horas. horária mínima de 160 (cento e sessenta) horas. O Poder Executivo regulamentará os critérios e requisitos para a Suspensão do Seguroconcessão da assistência financeira Desemprego d o P r o g r a m a d e S e g u r o - Desemprego nos casos previstos, Nos casos previstos nos incisos I a III considerando a disponibilidade de supra, será suspenso por um bolsas-formação no âmbito do período de 2 (dois) anos, ressalvado Pronatec ou de vagas gratuitas na o prazo de carência, o direito do rede de educação profissional e trabalhador à percepção do segurotecnológica para o cumprimento da desemprego, dobrando-se este condicionalidade pelos respectivos período em caso de reincidência. beneficiários. FAT-Fundo de Amparo ao A oferta de bolsa para formação dos Trabalhador trabalhadores considerará, entre outros critérios, a capacidade de Na nova redação dada ao Art. 10 da oferta, a reincidência no recebimen- Lei 7.998/90, o FAT-Fundo de to do benefício, o nível de escolari- Amparo ao Trabalhador (FAT), dade e a faixa etária do trabalhador. vinculado ao Ministério do Trabalho e Emprego, destinado ao custeio do Cancelamento do Seguro- Programa de Seguro-Desemprego, Desemprego ao pagamento do abono salarial, passa também a custear o financia- O benefício do seguro-desemprego mento de programas de educação será cancelado: profissional e tecnológica e de desenvolvimento econômico. I - pela recusa por parte do trabalhador desempregado de outro Fundamentação Legal: Citada no emprego condizente com sua texto. Leia a íntegra da Lei qualificação registrada ou declarada /2011-DOU: e com sua remuneração anterior; Fonte: Editorial VERITAE, MQS Máquinas e Equipamentos LTDA. 18h às 22h Empresa inicialmente ligada apenas ao setor comercial, foi constituída em Volta Redonda em 1995, como filial de outra empresa do Rio de Janeiro, para atender ao Sul do Estado. Em 1998, às margens do Rio Paraíba, foi declarada a independência da empresa do Rio. Em 2001, nossa razão social foi alterada para MQS Máquinas e Equipamentos Ltda, consolidando aí três alicerces básicos: A Só trabalhar com Máquinas de Qualidade Superior - MQS! B Atendimento de qualidade excelente aos amigos clientes. C Preços inferiores aos de mercado. Ferramentas - Abrasivos - Máquinas - Mangueiras Compressores - Lavadoras - Solda - EPI s MQS - Máquinas e Equipamentos LTDA. Tel.: (24) Fax.: (24) Av. Sávio Gama, nº Retiro - Volta Redonda - R.J. CEP:

11 PÁG-11 NOVEMBRO DE 2011 COLUNA EMPRESARIAL Por: Domingos Sávio AS FINANÇAS ESTÃO PARA A EMPRESA COMO O SANGUE ESTÁ PARA O CORPO HUMANO A saúde financeira das empresas é é lenta e gradual. Se não houver beneplácito de um modelo de tão importante, que quando falta, a ação, quando a empresa percebe gestão descomprometido. empresa inteira fica sabendo. já está insolvente. O lucro é que De todo modo, a solução Afinal a rádio corredor logo se dá garante a continuidade do desse fenômeno, tanto por origem conta de que as contas estão negócio, permitindo que se econômica como financeira, sendo pagas com atraso, e até trabalhe para garantir a sustentabi- deveria ser feita através de uma mesmo pode estar acontecendo lidade. Mas isso será assunto para revisão dos processos da empresa dos salários estarem sendo pagos um próximo artigo. A solução e de seu modelo de gestão. do mesmo modo. Não tem como dessa causa possui inúmeros Mesmo que a causa seja de evitar esse falatório. A única forma aspectos que devem ser trabalha- origem financeira, a solução é é evitando que isso aconteça. dos na revisão dos processos e possível com a mudança de Nesse ponto, entra a métodos praticados. métodos, procedimentos e pergunta chave. Como evitar que Mas a causa de origem comportamentos gerenciais e falte dinheiro? A primeira percep- financeira possui formas diferen- operacionais. ção da empresa é de que se falta tes de solução. A falta de recursos A empresa nem sempre dinheiro é porque estamos com financeiros originada por essa percebe com antecedência esse prejuízo. Nem sempre isso é causa geralmente está fundamen- tipo de ocorrência, o que provoca verdadeiro. tada por um modelo de gestão uma generalização do sentimento As causas da falta de ultrapassado. Erros de gestão de que tudo está mal. Não deixe caixa podem ser de origem estarão sempre por trás desse que isso aconteça na sua econômica ou financeira. A causa fenômeno. Insuficiência de capital empresa! Se estiver acontecendo, de origem econômica apresenta de giro para aquisição de matérias aja com velocidade para reverter as seguintes consequências: primas e materiais para produção rapidamente essa situação. redução da capitalização da ou formação de estoques de A sua empresa possui empresa até que ela fique com produtos acabados. Desequilíbrio esse problema? Chame um falta de recursos. Isso acontece nos prazos de estoques, valores a consultor que lhe ajudará a quando a receita da empresa no receber na contrapartida dos solucionar a situação. período medido é insuficiente para prazos dos compromissos a pagar. Grande abraço a todos! solver os custos e despesas do Ou mesmo, baixo nível de Domingos Sávio de Souza e Silva mesmo período, além de ser capitalização. Investimentos feitos Consultor de Gestão Empresarial insuficiente para formar lucro. sem avaliação da possibilidade de EDS 2007 TREINAMENTO Essa passagem de uma situação caixa também é muito frequente. DESENVOLVIMENTO de liquidez para outra sem liquidez Mas isso tudo acontece com o EMPRESARIAL LTDA UBM - CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL O superior visa formar profissionais para atuarem na organização e gerenciamento de sistemas de produção, auxiliando no desenvolvimento de projetos de máquinas e ferramentas, e também como planejador e coordenador de movimentação física e o fluxo de informações sobre as operações de fabricação e processos.. DISCIPLINAS BÁSICAS: - Gestão da Produção; - Gestão de Processos; - Gestão de Projetos; - Gestão Ambiental; - Previsão de Demanda; - Simulação Empresarial; - Logística; - Marketing Empresarial; - Planejamento Estratégico; - Automação Industrial; - Manutenção e Confiabilidade; - Metrologia Industrial; - Controle de Qualidade; - Sistema de Informações Gerenciais. Informações na UBM, pelo telefone ramal 329. OS FUNCIONÁRIOS DAS EMPRESAS ASSOCIADAS AO METALSUL TEM DESCONTO ESPECIAL. Projetos Caldeiraria Estruturas Metálicas (24)

12 PÁG-12 NOVEMBRO DE 2011 COLUNA DE ECONOMIA Por: Humberto Delgado Rodrigues OUTONO ÁRABE Segue como a vida deve ser, em por motivos, puramente fantasiosos, sua razão. Pois bem, na sequência paralela, quase que inversamente fases, como as estações. A analogia determinou que Jerusalém deveria da Revolução Francesa, a nova proporcional. Dissidências internas, cíclica das estações representa bem ser libertada. França republicana foi invadida, entre Sunitas e Xiitas, levaram ao cada momento da existência, tanto A própria importância de sobre o pretexto de restaurar a surgimento de radicais de ambos os de um indivíduo, como de qualquer Israel atualmente se deve ao mesmo ordem monárquica, e o estado lados. O que hoje se chama outra coisa, que se interpreta como imaginário coletivo, de que um colocou-se em guerra com todas as terrorismo, já era praticado séculos vivo. punhado de pedras tem algum monarquias ao redor, e desse atrás, até que por força das duas Comumente estamos significado religioso, mesmo que os combate por autodefesa, surgiu grandes guerras, o Império acostumados as pessoas referirem principais atores sempre tenham Napoleão, que durante sua estada Otomano, que já estava bem as suas idades, pelas estações sido claros sobre o desapego das no comando, dizimou uma dúzia de dilapidado pelo processo imperialista medianas, Primavera e Outono, pois, coisas materiais. impérios e monarquias ao redor, e europeu na África e Ásia, foi escrevendo das elevadas temperatu- Naquelas voltas, que o por fim foi derrotado, quando se esquartejado pelas duas grandes ras do Verão, em que estou, vejo mundo dá, nos vemos em papéis tornou, exatamente aquilo que guerras, em algo muito parecido que essa analogia ser aplicada, de forma trocados. Hoje somos nós os combatia, um imperador. hoje observamos. equivocada, ao momento político eruditos, e eles os fundamentalistas. Após este momento A pobreza se instalou nas vivido no Oriente Médio, naquilo que Demonizam-nos em tudo, mesmo na turbulento, vivido no velho continen- periferias de algumas monarquias um dia foi o Império Otomano. coisas banais, procurando uma te, e de forma espontânea, todas as petrolíferas, que por mais ricas que Grande Rival da cristanda- pureza injustificada, justificando a monarquias europeias foram caindo, sejam, ainda são opressoras e de europeia, o Império Otomano, insanidade da guerra, pelo simples ou se modernizando, por um forte desiguais. Na pobreza nasce a sempre foi plural na política, nas fato de que, os infiéis ocidentais processo pelo aumento dos direitos revolta, a raiva e o ódio, e nele reina o ciências, e na cultura, superando o estão sobre terras sagradas. individuais, e pela democracia. antagonismo que vivemos entre o ocidente por quase mil anos, O ocidente, à duras penas Assim se desenhou a Ocidente e o Oriente Médio. enquanto sofríamos nas frias superou o período de sombras, que Europa atual, através de uma Agora estamos vendo estepes, estéreis de razão, da idade fomos postos por fundamentalistas revolução que começou em 1779, e perplexos uma onda fundamentalismédia. Um interlúdio entre a cristãos, através de séculos de fome, terminou em 1945, em Hiroshima, ta, de outra religião, soterrar milhares grandeza da antiguidade até a doença e ignorância. Veio a acabando com impérios e colônias de pessoas, mulheres, pensadores, modernidade. renascença, que através da arte, da por todo o globo terrestre. artistas, e muitos outros que não Por muitos anos, éramos ciência e da prosperidade proto- A Europa viveu sua poderão contra aquilo que está nós os fundamentalistas, que de capitalista, iniciou um processo que Primavera, a Primavera das Nações, escrito. A mesma tática usada por forma alucinada, fomentada por uma culminaria com a Independência entre a queda de Napoleão e a virada religiosos de todas as partes, usar igreja corrupta, a odiar aos muçulma- Americana, e mais contundente, a para o século XX, quando superado o palavras sagradas como subterfúgio nos ao impensável, e promover Revolução Francesa, e sua longo inverno medieval, finalmente, para oprimir e controlar. guerras sem sentido pelo domínio de guilhotina. Não a toa, nobres e toda a Europa se animava com a Por fim, o mundo árabe uma área desértica e improdutiva. E padres dividiram degraus para o modernidade. Como adolescentes, não vive uma Primavera, mas um até então completamente desimpor- cadafalso. sem muita coerência, na busca pelo Outono, que se antecede um tante. M e s m o q u e a modelo político mais adequado ao Inverno, frio e doloroso, e apenas nos A palestina era uma Independência Americana tenha sido momento, tivemos nosso embates, resta esperar que seja breve, e que província romana de segunda linha, muito mais significativa como que agora só existem à níveis realmente vejamos uma Primavera e os Imperadores Romanos nunca processo político, por espontaneida- ideológicos partidários, e espero que da razão em nossos vizinhos, antes puseram os pés em Jerusalém. O de, implantar um sistema de governo sempre democráticos. que sejamos arrastados para as fato é que Israel ganhou status pelas democrático, a Revolução Francesa Por coincidência ou não, o sombras junto com eles. mãos da Santa Igreja Católica, que foi o berço dos iluministas, e toda a mundo islâmico viveu uma história Por Humberto Delgado Rodrigues

13 PÁG-13 NOVEMBRO DE 2011 METALSUL NO 18º FENATRAN O Metalsul (Sindicato das A missão empresarial para o A afirmação de Carneiro se baseia Conhecemos de perto os Indústrias Metalmecânicas do FENATRAN faz parte do calendário em pesquisa de satisfação feita lançamentos e inovações do Médio Paraíba) participou, no anual de feiras nacionais do APL pela Firjan com os participantes setor. Um dos destaques foi o último dia 25, do FENATRAN Metalmecânico da Região Médio da caravana. Segundo dados, o contato realizado com fornecedo- 18º Salão Internacional do Paraíba e Sul Fluminense. O aproveitamento desse evento res de peças, contou Jeremias da Transporte, com uma caravana de Salão, assim como todos os outros para negócios foi de 95%. Silva Melo, analista de processos 21 empresários. O evento é um eventos que o Metalsul tem Nossos empresários estão cada automotivos da BMB Moder dos cinco maiores do mundo na participado, só trazem bons vez mais conscientes dos Center. área de produtos e serviços resultados aos empresários, retornos e benefícios que este tipo destinados ao transporte urbano e destacou Henrique Carneiro, de experiência proporciona, de cargas. Presidente do Metalsul. afirmou Carneiro. Fonte : Follow Comunicação METALSUL E ASSOCIADAS PARTICIPAM DA FECONSTRUSUL 2011 A maior feira da construção civil participação do Metalsul e do interior do Estado - a também com algumas empresas FECONSTRUSUL, em sua 5ª a s s o c i a d a s c o m o a edição, foi realizada pela ACIAP PETROMAXX. de Volta Redonda, ACIAP de Barra Mansa e CDL Resende. Em depoimento o Sr. Marcos Antônio, Gerente Geral da A Feira aconteceu pela primeira empresa, declarou que para a vez em Volta Redonda, no PETROMAXX o evento foi muito pavilhão de exposições da Ilha positivo e com grandes expectati- São João, entre os dias 03 e 06 vas de negócios. de novembro. Contou com a Fonte: MetalSul Foi realizada no último dia 08 de novembro, no Hotel Bela Vista em Volta Redonda, a assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho 2010/2011 da base de empresas de Barra do Piraí. Na foto, os presidentes Henrique Almeida Carneiro do MetalSul e Estande da PETROMAXX ASSINADA A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2011 BASE DE BARRA DO PIRAÍ Valmir Braga do Sindicato dos Trabalhadores, no ato da assinatura. A Convenção Coletiva de Trabalho e maiores informações podem ser obtidas junto a secretaria do MetalSul com a Assessora Janine Procópio.

14 PÁG-14 NOVEMBRO DE 2011 COLUNA DE METROLOGIA Por: Felipe Kovags O USO DO CICLO PDCA NA IMPLEMENTAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSO A coluna desse mês será de traçado o plano. Nesta fase e haja economia de tempo e A maior dificuldade das empresas muito valia para empresas definem-se os ítens de controle e recursos. Esta fase indicará se o é manter a melhora contínua de modernas que trabalham sob a se estabelecem metas. Também processo está de acordo com o seus processos e produtos. ótica de processos. são decididos os métodos para planejado. Quando isso não é realizado de O ciclo PDCA (Plan, Do, Check e a t i n g i r a s m e t a s p r é - A quarta fase é a (A), Action e/ou forma correta, as empresas Action na sigla em inglês) ou estabelecidas, que podem ser Agir De acordo com as análises tornam-se um Dente-de-Serra, (planejar, executar, verificar e procedimentos padrões, planos realizadas na etapa anterior ou seja, ora melhoram, ora agir em português) é uma de controle, uma ação ou uma (verificação), decide-se atuar no pioram.. importante ferramenta para sequência de ações que levem sentido de adotar como padrão o Assim, é importante que as implementação, controle e ao cumprimento da meta. plano proposto, no caso das empresas consigam travar seus melhoria contínua dos processos A segunda fase é o (D), Do e/ou metas terem sido alcançadas, ou processos e produtos de forma a e produtos, e hoje, sem dúvida Executar Quando se executa o atuar corretivamente sobre as não deixar que haja um retrocesuma das mais utilizadas para que plano traçado na fase anterior causas que não permitiram que a so,e sim uma melhora constante, uma empresa consiga crescer exatamente como prevista, de meta fosse atingida. Ao final ou seja, a melhoria contínua de continuamente e, conseqüente- acordo com o procedimento dessa fase origina-se a primeira fato. mente, diminuindo custo e operacional padrão. Deve-se fase do próximo PDCA (gira o Desta forma, podemos observar melhorando sua receita. educar e treinar todas as pessoas ciclo, voltando ao planejamento), que o ciclo PDCA juntamente O ciclo PDCA foi desenvolvido na envolvidas antes do início da permitindo que se faça o com outras ferramentas, como década de 30 pelo americano execução, para que haja processo de melhoria contínua. por exemplo, as ferramentas da Shewhart. Porém, foi Deming comprometimento e a execução Desta forma, conclui-se que o qualidade, dão a garantia de que seu maior divulgador na década saia conforme o planejado. ciclo PDCA deve ser aplicado as empresas atingirão níveis de 50. Por isso, o Ciclo PDCA Neste passo, ocorre a coleta de continuamente. elevados de qualidade e também pode ser conhecido dados para futura averiguação na competitividade. como Ciclo de Shewhart ou mais fase de verificação. comumente, Ciclo de Deming. A terceira fase é a (C), Check Até a próxima! O ciclo PDCA constitui-se de e/ou Verificação - Verifica se os quatro fases, onde as fases Plan resultados da tarefa executada e Felipe Kovags M.Sc., Mestre em e Do têm duas etapas cada, os compara com a meta planeja- Metrologia para Qualidade e assim, totalizando assim seis da, a partir dos dados coletados I n o v a ç ã o p e l a P U C - R i o, etapas para todo o ciclo, as quais na fase anterior. É importante que Consultor na área da Qualidade, verão resumidamente a seguir: se use o suporte de metodologias Professor de Metrologia e A primeira fase é o (P), Plan e/ou estatísticas, para que se Gerente da RKP Serviços Planejamento - Fase em que é minimize a possibilidade de erros Figura 1 Ciclo PDCA Metrológicos e de Inovação Ltda. GRAFICA DRUMOND (24)

15 PÁG-15 NOVEMBRO DE 2011 INARME: TRADIÇÃO E QUALIDADE Além da qualidade, oferecemos com exclusividade o laudo técnico elaborado pelo CETEA-ITA, de Campinas A empresa fundada em 1968 é uma das 2 únicas fabricantes de baldes para ordenha e latas de leite do País. Está entre as associadas que fundaram o MetalSul e sempre representando o que há de melhor no setor produtivo metalmecânico e empresarial, pela qualidade nos produtos e atendimento ao cliente. A produção e administração ocupam uma área própria de m2 na cidade de Volta Redonda e A empresa fica localizada à rua conta com uma equipe completa de Bartolomeu Bueno da Ribeira, 110 profissionais. no barro de Santo Agostinho na cidade de Volta Redonda. Sua produção atende às principais bacias leiteiras do Brasil e é Telefone(24) também exportada para o Paraguay. ACIDENTES DO TRABALHO: JUÍZES DO TRABALHO TÊM CANAL COM INSS DE SUA REGIÃO A partir de agora, juízes do Trabalho de todo o Brasil têm à sua disposição um canal com o INSS de sua região para informar ao órgão a respeito de ações trabalhistas sobre acidentes de trabalho. que entra com as ações regressivas em nome do INSS. O antecipado vai permitir que o INSS possa, por exemplo, aproveitar as provas do processo trabalhista para iniciar de imediato as ações regressivas cabíveis, evitando as prescrições que comumente ocorrem quando a ação de regresso só é iniciada após a ação trabalhista já tiver transitado em julgado. A ideia é dar rapidamente ao Instituto conhecimento da existência de tais ações, de forma a permitir que ele adiante as providências necessárias para entrar com as ações regressivas A medida é resultado de uma contra o empregador a fim de obter proposta do Comitê Institucional o ressarcimento de valores pagos criado pelo Programa Nacional de a títulos de benefícios previdenciá- Prevenção de Acidentes de rios quando um acidente de Trabalho, do qual o INSS é trabalho acarretar a morte, parceiro do TST desde setembro deficiência ou incapacidade ao último. Ela tem relevância social, exercício profissional do trabalha- pois facilitará ao Instituto reaver o dor, por inobservância das normas que foi gasto com o segurado por de segurança e higiene do culpa da negligência da empresa trabalho, como possibilita o artigo em fornecer equipamentos de 120 da Lei n.º 8.213/91 (Lei da segurança ou fiscalizar sua Previdência Social). utilização, por exemplo. O aviso deverá ser feito pelos Além da questão econômica, a juízes do Trabalho por meio de e- ação de regresso tem caráter mail institucional, após a decisão pedagógico, na medida em que sobre a culpa do empregador em incentiva as empresas a adotarem 1º e 2º graus, independente do as medidas necessárias para a trânsito em julgado. Ele será garantia da higiene e segurança destinado aos órgãos de execução do trabalho. da Procuradoria Regional Federal, Fonte: Veritae Revenda autorizada Uso residencial e comercial! (24)

16 PÁG-16 NOVEMBRO DE 2011 PROGRAMA EDUCA MAIS DO SENAI FORMA NOVA TURMA DE ASSISTENTES DE RH O SENAI de Barra Mansa formou em O curso apresentou conteúdos tais Qualidade; Legislação e Ética tem a certeza de ter contribuído com outubro, através do Convênio de como: Leitura de Conteúdo e Profissional; Métodos e Técnicas de a formação de profissionais de Gratuidade com o METALSUL, a 2ª Redação Comercial ; Informática Recrutamento e Seleção; Métodos e qualidade, que atuarão no desenvolturma de Assistente de RH do aplicada; Matemática aplicada; Meio T é c n i c a s d e A v a l i a ç ã o d e vimento de nossa região. Programa Educa Mais, com 31 ambiente, Saúde Ocupacional e Desempenho; participantes. Responsabilidade Social; Gestão da Nesta experiência, o METALSUL Fonte: MetalSul/Senai Instalações industriais Caldeiraria Usinagem de campo Jateamento e pintura industrial 1 METALSUL - Sindicato das Indústrias do Médio Paraíba -

ENCONTROS DE NEGÓCIOS ORIENTAÇÃO EMPRESARIAL PALESTRAS EXPOSIÇÃO DE EMPRESAS

ENCONTROS DE NEGÓCIOS ORIENTAÇÃO EMPRESARIAL PALESTRAS EXPOSIÇÃO DE EMPRESAS ENCONTROS DE NEGÓCIOS ORIENTAÇÃO EMPRESARIAL PALESTRAS EXPOSIÇÃO DE EMPRESAS SEMANA DE NEGÓCIOS 2014 O EVENTO A Semana de Negócios Metalmecânica do Médio Paraíba Fluminense de 2014 acontece entre os dias

Leia mais

SUBCHEFIA DE ASSUNTOS PARLAMENTARES

SUBCHEFIA DE ASSUNTOS PARLAMENTARES SUBCHEFIA DE ASSUNTOS PARLAMENTARES PROJETO DE LEI Institui o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego - PRONATEC; altera as Leis n os 7.998, de 11 de janeiro de 1990, que regula o Programa

Leia mais

Sua empresa mais competitiva! Projeto de Patrocínio EXPEN 2014

Sua empresa mais competitiva! Projeto de Patrocínio EXPEN 2014 Sua empresa mais competitiva! Projeto de Patrocínio EXPEN 2014 1ª FEIRA DO SUL DO BRASIL COM SOLUÇÕES COMPLETAS DE GESTÃO, SERVIÇOS E TECNOLOGIA PARA A SUA EMPRESA Na EXPEN 2014, você encontrará tecnologia,

Leia mais

SEMIPRESENCIAL 2013.1

SEMIPRESENCIAL 2013.1 SEMIPRESENCIAL 2013.1 MATERIAL COMPLEMENTAR II DISCIPLINA: GESTÃO DE CARREIRA PROFESSORA: MONICA ROCHA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO Liderança e Motivação são fundamentais para qualquer empresa que deseja vencer

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL UNIDADE SANTO AMARO São Paulo, fevereiro de 2012 NOSSA MISSÃO Proporcionar acesso a um ensino de qualidade para diferentes segmentos da população, criando vínculos fortes e duradouros

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

PESM PROJETO EU SOU DE MINAS PROPOSTA DE PARCERIA

PESM PROJETO EU SOU DE MINAS PROPOSTA DE PARCERIA PESM PROJETO EU SOU DE MINAS PROPOSTA DE PARCERIA Prestação de Serviço de Configuração de Portal de Cidade VISÃO GERAL PESM Projeto Eu Sou de Minas tem a satisfação de enviar esta proposta de serviços

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014 #5 EMPREENDEDORISMO Outubro de 2014 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Definição 3. Empreendedorismo: necessidade ou oportunidade? 4. Características do comportamento empreendedor 5. Cenário brasileiro para o empreendedorismo

Leia mais

Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC

Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC Data: 18/04/2013 Horário: 14 às 17h30 Local: Sede do Sistema FIESC Objetivo do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC: Incrementar e Promover

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO - ESCOLA DE NEGÓCIOS. CURSOS: ADMINISTRAÇÃO, COMÉRCIO EXTERIOR e CIÊNCIAS CONTÁBEIS MANUAL DE ESTÁGIO ESCOLA DE NEGÓCIOS

MANUAL DE ESTÁGIO - ESCOLA DE NEGÓCIOS. CURSOS: ADMINISTRAÇÃO, COMÉRCIO EXTERIOR e CIÊNCIAS CONTÁBEIS MANUAL DE ESTÁGIO ESCOLA DE NEGÓCIOS MANUAL DE ESTÁGIO ESCOLA DE NEGÓCIOS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE COMÉRCIO EXTERIOR CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Profª. Dra. Neyde Lopes de Souza Prof. Ms. Luiz Vieira da Costa SUMÁRIO Pág. 1. Apresentação...

Leia mais

Experiência: Projeto Rede Nacional de Agentes de Comércio Exterior Redeagentes

Experiência: Projeto Rede Nacional de Agentes de Comércio Exterior Redeagentes Experiência: Projeto Rede Nacional de Agentes de Comércio Exterior Redeagentes Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (através do

Leia mais

Universidade. Estácio de Sá. Gestão e Negócios

Universidade. Estácio de Sá. Gestão e Negócios Universidade Estácio de Sá Gestão e Negócios A Estácio Hoje reconhecida como a maior instituição particular de ensino superior do país, a Universidade Estácio de Sá iniciou suas atividades em 1970, como

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ LUÍS MÁRIO LUCHETTA DIRETOR PRESIDENTE GESTÃO 2005/2008 HISTÓRICO

Leia mais

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Comunicação empresarial eficiente: Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Sumário 01 Introdução 02 02 03 A comunicação dentro das empresas nos dias de hoje Como garantir uma comunicação

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 BUSINESS GAME UGB Eduardo de Oliveira Ormond Especialista em Gestão Empresarial Flávio Pires Especialista em Gerencia Avançada de Projetos Luís Cláudio Duarte Especialista em Estratégias de Gestão Marcelo

Leia mais

AUTORAS ROSANGELA SOUZA

AUTORAS ROSANGELA SOUZA AUTORAS ROSANGELA SOUZA Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e Professora de Estratégia na Pós-Graduação da FGV. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico

Leia mais

Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais

Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais Wôlmer Ezequiel Jéferson Bachour falou sobre as demandas do mercado de construção naval Atualmente,

Leia mais

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade...

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade... Entrevista com PEDRO MANDELLI Consultor na área de mudança organizacional, Pedro Mandelli é um dos maiores especialistas em desenho e condução de processos de mudança em organizações. É professor da Fundação

Leia mais

PROJETO SETORIAL DO POLO DE TI&C DE SÃO CAETANO DO SUL E REGIÃO TERMO DE REFERÊNCIA

PROJETO SETORIAL DO POLO DE TI&C DE SÃO CAETANO DO SUL E REGIÃO TERMO DE REFERÊNCIA PROJETO SETORIAL DO POLO DE TI&C DE SÃO CAETANO DO SUL E REGIÃO TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços em Assessoria, Consultoria e Treinamento na área de Recursos Humanos. 1. OBJETIVO Os objetivos

Leia mais

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE O Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE visa fortalecer a missão de desenvolver a nossa terra e nossa gente e contribuir para

Leia mais

Então resolvi listar e explicar os 10 principais erros mais comuns em projetos de CRM e como podemos evita-los.

Então resolvi listar e explicar os 10 principais erros mais comuns em projetos de CRM e como podemos evita-los. Ao longo de vários anos de trabalho com CRM e após a execução de dezenas de projetos, penso que conheci diversos tipos de empresas, culturas e apesar da grande maioria dos projetos darem certo, também

Leia mais

Relatório Gestão do Projeto 2013

Relatório Gestão do Projeto 2013 Relatório Gestão do Projeto 2013 Fundação Aperam Acesita e Junior Achievement Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO SUMÁRIO Resultados 2013... 6 Resultados dos Programas... 7 Programa Vamos Falar de Ética...

Leia mais

A MODA É DEIXAR A SUA LOJA MAIS ATRATIVA! Programação maio junho 2015

A MODA É DEIXAR A SUA LOJA MAIS ATRATIVA! Programação maio junho 2015 A MODA É DEIXAR A SUA LOJA MAIS ATRATIVA! Programação maio junho 2015 Marketing Oficina Na Medida: como criar uma página empresarial no facebook 19/05 (terça), das 09h30 às 12h30 Valor: R$ 70,00 Oficina

Leia mais

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança 03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança Render 5 Vezes Mais por Leandro Sierra Índice Apresentação...03 Introdução... 04 Passo 1...05 Passo 2... 08 Educação Financeira para a Segurança do seu Investimento...

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

AGENDA. 5ª Edição. Hotel Staybridge. Realização:

AGENDA. 5ª Edição. Hotel Staybridge. Realização: AGENDA 5ª Edição D? 06 de Maio de 2015 Hotel Staybridge Realização: w w w.c o r p b us i n e s s.c o m.b r Patrocínio Gold Patrocínio Bronze Apoio Realização: APRESENTAÇÃO C GESTÃO DE PESSOAS: DESAFIOS

Leia mais

A Faculdade Certificada pela FGV em Goiás. Acordo de Parceria - Convênios 2011. AFFEGO Associação Funcionários do Fisco de Goiás

A Faculdade Certificada pela FGV em Goiás. Acordo de Parceria - Convênios 2011. AFFEGO Associação Funcionários do Fisco de Goiás A Faculdade Certificada pela FGV em Goiás Acordo de Parceria - Convênios 2011 AFFEGO Associação Funcionários do Fisco de Goiás ACORDO DE PARCERIA - CONVÊNIOS 2011 Preparada Por: Empreza Educação e Serviços

Leia mais

ÁREA TÍTULO OBJETIVO SINOPSE RH - Liderança 1- OS 10 PAPÉIS DE UM LÍDER Trabalhar a liderança de acordo com a situação apresentada.

ÁREA TÍTULO OBJETIVO SINOPSE RH - Liderança 1- OS 10 PAPÉIS DE UM LÍDER Trabalhar a liderança de acordo com a situação apresentada. ÁREA TÍTULO OBJETIVO SINOPSE RH - Liderança 1- OS 10 PAPÉIS DE UM LÍDER Trabalhar a liderança de acordo com a situação apresentada. Best - Seller com milhares de cópias vendidas. Prático, dinâmico, com

Leia mais

Gerando idéias de negócio

Gerando idéias de negócio NEGÓCIO CERTO COMO CRIAR E ADMINISTRAR BEM SUA EMPRESA Gerando idéias de negócio Manual Etapa 1/Parte 1 Bem-vindo! É um prazer ter você na Etapa 1 do Programa de Auto-Atendimento Negócio Certo do Sebrae.

Leia mais

AGENDA. Interação entre comunicação interna corporativa e endomarketing. 02 de Julho. Hotel Intercontinental São Paulo/SP 5ª EDIÇÃO.

AGENDA. Interação entre comunicação interna corporativa e endomarketing. 02 de Julho. Hotel Intercontinental São Paulo/SP 5ª EDIÇÃO. AGENDA Interação entre comunicação interna corporativa e endomarketing 5ª EDIÇÃO D 02 de Julho? Hotel Intercontinental São Paulo/SP Realização: www.corpbusiness.com.br Patrocínio Bronze Apoio Realização:

Leia mais

COMO A GIR NA CRI $E 1

COMO A GIR NA CRI $E 1 1 COMO AGIR NA CRI$E COMO AGIR NA CRISE A turbulência econômica mundial provocada pela crise bancária nos Estados Unidos e Europa atingirá todos os países do mundo, com diferentes níveis de intensidade.

Leia mais

Política de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação

Política de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação Missão Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da indústria brasileira. Políticas de Gestão do

Leia mais

ÊNFASE EM GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA

ÊNFASE EM GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA MBA DESENVOLVIMENTO AVANÇADO DE EXECUTIVOS ÊNFASE EM GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA O MBA Desenvolvimento Avançado de Executivos possui como característica atender a um mercado altamente dinâmico e competitivo

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Profa. Lillian Alvares TODO COMPORTAMENTO TEM SUAS RAZÕES. A ÉTICA É SIMPLESMENTE A RAZÃO MAIOR DAVID HUME DEFINIÇÕES

Leia mais

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho IBMEC Jr. Consultoria A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho O mercado de trabalho que nos espera não é o mesmo dos nossos pais... ... ele mudou! As mudanças Certeza Incerteza Real Virtual

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programa de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de Pós-MBA

Leia mais

PROGRAMA COMPLIANCE VC

PROGRAMA COMPLIANCE VC Seguir as leis e regulamentos é ótimo para você e para todos. Caro Colega, É com satisfação que compartilho esta cartilha do Programa Compliance VC. Elaborado com base no nosso Código de Conduta, Valores

Leia mais

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira Como criar um artigo em 1h ou menos Por Natanael Oliveira 1 Como escrever um artigo em 1h ou menos Primeira parte do Texto: Gancho Inicie o texto com perguntas ou promessas, algo que prenda atenção do

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler AULA 5 - PERSPECTIVA DE APRENDIZADO E CRESCIMENTO Abertura da Aula Uma empresa é formada

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

CDA COMUNICAÇÃO INTEGRADA

CDA COMUNICAÇÃO INTEGRADA Central de Cases CDA COMUNICAÇÃO INTEGRADA www.espm.br/centraldecases Central de Cases CDA COMUNICAÇÃO INTEGRADA Preparado pelo Prof. Marcus S. Piaskowy, da ESPM SP. Recomendado para a área de Administração

Leia mais

Estamos presentes em 20 estados

Estamos presentes em 20 estados http://goo.gl/7kuwo O IDEBRASIL é voltado para compartilhar conhecimento de gestão com o empreendedor do pequeno e micro negócio, de forma prática, objetiva e simplificada. A filosofia de capacitação é

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS BUSINESS GAME UGB VERSÃO 2 Luís Cláudio Duarte Graduação em Administração de Empresas APRESENTAÇÃO (DADOS DE IDENTIFICAÇÃO) O Business Game do Centro Universitário Geraldo Di Biase (BG_UGB) é um jogo virtual

Leia mais

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DO SETOR METAL MECÂNICO DO GRANDE ABC

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DO SETOR METAL MECÂNICO DO GRANDE ABC ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DO SETOR METAL MECÂNICO DO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 002/2009 SERVIÇOS DE CONSULTORIA DE COORDENAÇÃO DO PROJETO Contatos Luiz Augusto Gonçalves de Almeida (Relações Institucionais)

Leia mais

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões 8 Passos para o Recrutamento Eficaz Por Tiago Simões Uma das coisas que aprendi na indústria de marketing de rede é que se você não tem um sistema de trabalho que comprovadamente funcione, muito provavelmente

Leia mais

Sede Sebrae Nacional

Sede Sebrae Nacional Sede Sebrae Nacional Somos o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa, uma entidade privada sem fins lucrativos, e a nossa missão é promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável

Leia mais

Edfer, soluções em ferro e aço

Edfer, soluções em ferro e aço Edfer, soluções em ferro e aço Inaugurada em 2007, na cidade de Coronel Fabriciano, Vale do Aço - MG, a EDFER é uma empresa que atua no mercado de ferro e aço para estruturas metálicas, caldeiraria, usinagem,

Leia mais

6.2.2 RISCO SOCIOAMBIENTAL NA CONCESSÃO DE CRÉDITO 6.3 RELACIONAMENTO COM FUNCIONÁRIOS E COLABORADORES

6.2.2 RISCO SOCIOAMBIENTAL NA CONCESSÃO DE CRÉDITO 6.3 RELACIONAMENTO COM FUNCIONÁRIOS E COLABORADORES Índice 1. INTRODUÇÃO 2. PARTES INTERESSADAS. NORMATIVOS. ESTRUTURA DE GOVERNANÇA. PRINCÍPIOS 6. DIRETRIZES 6.1 NORMATIZAÇÃO 6.2 GERENCIAMENTO DO RISCO SOCIOAMBIENTAL 6.2.1 RISCO SOCIOAMBIENTAL DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

PROJETO SETORIAL DO POLO DE TI&C DE SÃO CAETANO DO SUL E REGIÃO TERMO DE REFERÊNCIA

PROJETO SETORIAL DO POLO DE TI&C DE SÃO CAETANO DO SUL E REGIÃO TERMO DE REFERÊNCIA PROJETO SETORIAL DO POLO DE TI&C DE SÃO CAETANO DO SUL E REGIÃO TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços em Assessoria e Consultoria Tributária para as empresas do Arranjo Produtivo Local. 1. OBJETIVO

Leia mais

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências.

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências. 1 Programa Liderar O Grupo Solvi é um conglomerado de 30 empresas que atua nas áreas de saneamento, valorização energética e resíduos. Como alicerce primordial de seu crescimento encontrase o desenvolvimento

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA SUMÁRIO >> Introdução... 3 >> O que é a nota fiscal eletrônica?... 6 >> O que muda com esse novo modelo de documento fiscal?... 8 >> O DANFE - Documento Acessório

Leia mais

Marketing do Petróleo: construindo vantagens

Marketing do Petróleo: construindo vantagens Marketing do Petróleo: construindo vantagens Competitivas objetivos O setor de petróleo e gás brasileiro é considerado um dos mais promissores do mercado mundial, principalmente após as descobertas do

Leia mais

Marcus Gregório Serrano

Marcus Gregório Serrano Marcus Gregório Serrano Presidente marcus.gregorio@pmies.org.br presidencia@pmies.org.br Consultor e professor. Graduado em Sistemas de Informação, é especialista em Gerenciamento de Projetos e certificado

Leia mais

MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE

MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE Av. Barbacena, 472 8º andar Barro Preto CEP: 30190-130 Belo Horizonte/MG Tel.: 3253.4917 E-mail: renata.gontijo@cemigsaude.org.br Portal Corporativo: www.cemigsaude.org.br MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS

Leia mais

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO ANEXO

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO ANEXO PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO ANEXO Plano de Ação Estratégico Estratégias empresariais Anexo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas SEBRAE Unidade de Capacitação Empresarial Estratégias

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT

Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT CIÊNCIAS CONTÁBEIS e ADMINISTRAÇÃO Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT maio/2014 APRESENTAÇÃO Em um ambiente onde a mudança é a única certeza e o número de informações geradas é desmedido,

Leia mais

PROJETO DE LEI N. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

PROJETO DE LEI N. O CONGRESSO NACIONAL decreta: PROJETO DE LEI N Institui o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego PRONATEC, altera as Leis n. 7.998, de 11 de janeiro de 1990, n. 8.121, de 24 de julho de 1991 e n. 10.260, de 12 de julho

Leia mais

Conquistamos ao longo de nossa trajetória mais de 30.000 licenças em operação em 6.500 clientes ativos.

Conquistamos ao longo de nossa trajetória mais de 30.000 licenças em operação em 6.500 clientes ativos. Institucional Perfil A ARTSOFT SISTEMAS é uma empresa brasileira, fundada em 1986, especializada no desenvolvimento de soluções em sistemas integrados de gestão empresarial ERP, customizáveis de acordo

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas DESCRITIVO DE CURSO MBA em Liderança e Gestão de Pessoas 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que

Leia mais

Capacitando Profissionais

Capacitando Profissionais Capacitando Profissionais 2014 Setup Treinamentos & Soluções em TI www.setuptreinamentos.com APRE SENTA ÇÃ O A atual realidade do mercado de trabalho, que cada dia intensifica a busca por mão-de-obra qualificada,

Leia mais

IMPACTOS DA LOGÍSTICA DE SERVIÇOS NA ECONOMIA BRASILEIRA E A CONTRIBUIÇÃO DAS FACULDADES

IMPACTOS DA LOGÍSTICA DE SERVIÇOS NA ECONOMIA BRASILEIRA E A CONTRIBUIÇÃO DAS FACULDADES IMPACTOS DA LOGÍSTICA DE SERVIÇOS NA ECONOMIA BRASILEIRA E A CONTRIBUIÇÃO DAS FACULDADES Ednilson Zanini 1 O serviço logístico tornou-se uma ferramenta importante para o desenvolvimento de relacionamentos

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

EMPRESA JÚRIOR E O SEU PAPEL NA FORMAÇÃO DO NOVO PROFISSIONAL O CASO DA FLUXO CONSULTORIA.

EMPRESA JÚRIOR E O SEU PAPEL NA FORMAÇÃO DO NOVO PROFISSIONAL O CASO DA FLUXO CONSULTORIA. EMPRESA JÚRIOR E O SEU PAPEL NA FORMAÇÃO DO NOVO PROFISSIONAL O CASO DA FLUXO CONSULTORIA. Alessandro A. da Silveira fluxo@bol.com.br Universidade Federal do Rio de Janeiro, Departamento de Engenharia

Leia mais

REVENDEDOR Conheça os benefícios de ser um Revendedor Grupo Positiva

REVENDEDOR Conheça os benefícios de ser um Revendedor Grupo Positiva Conheça os benefícios de ser um Revendedor Grupo Positiva Prezado Revendedor Seja bem-vindo! O Grupo Positiva conta com você para crescer no mercado e se tornar a empresa número 1 no segmento de soluções

Leia mais

o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica sumário >> Introdução... 3 >> Nota fiscal eletrônica: o começo de tudo... 6 >> Nota fiscal de consumidor eletrônica (NFC-e)... 10 >> Quais as vantagens

Leia mais

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Um jeito Diferente, Inovador e Prático de fazer Educação Corporativa Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Objetivo: Auxiliar o desenvolvimento

Leia mais

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLEX 2016

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLEX 2016 CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLE 2016 CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLE 2016 ÁREAS DE NEGÓCIOS E ENGENHARIA O Programa Pós-Flex da Universidade Positivo possui 15 cursos voltados para

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

Gestão estratégica por KPIs 1

Gestão estratégica por KPIs 1 Gestão estratégica por KPIs 1 Sumário Introdução 03 Por que usar indicadores na gestão 05 Dado, informação ou indicadores? 07 KPI: Os indicadores chave de desempenho 09 KPIs do PMO Conclusão Sobre a Project

Leia mais

FRANQUIA GESTÃO TEXTO DE MARCELO CASAGRANDE SEM MÁS IMPRESSÕES

FRANQUIA GESTÃO TEXTO DE MARCELO CASAGRANDE SEM MÁS IMPRESSÕES FRANQUIA GESTÃO TEXTO DE MARCELO CASAGRANDE SEM MÁS IMPRESSÕES Quem tem uma franquia sabe que fazer parte de uma rede é bom e ruim ao mesmo tempo. Bom por permitir maior conhecimento da marca. Ruim por

Leia mais

Anderson Geraldo da Silva Faculdade Maurício de Nassau Caruaru-PE

Anderson Geraldo da Silva Faculdade Maurício de Nassau Caruaru-PE Anderson Geraldo da Silva Faculdade Maurício de Nassau Caruaru-PE 1. Diagnóstico Empresarial 2. Definição e Gestão da Estrutura Organizacional 2.1. Administração Estratégica 2.1.1. Processos 2.1.2. Resultados

Leia mais

CBA PERFIL DO ALUNO. Certification in Business Administration

CBA PERFIL DO ALUNO. Certification in Business Administration CBA Pós - Graduação QUEM SOMOS PARA PESSOAS QUE TÊM COMO OBJETIVO DE VIDA ATUAR LOCAL E GLOBALMENTE, SER EMPREENDEDORAS, CONECTADAS E BEM POSICIONADAS NO MERCADO, PROPORCIONAMOS UMA FORMAÇÃO DE EXCELÊNCIA,

Leia mais

Com a sua atuação pró-ativa a SUCESU trouxe diversos benefícios em prol do setor que representa no Brasil, podendo destacar:

Com a sua atuação pró-ativa a SUCESU trouxe diversos benefícios em prol do setor que representa no Brasil, podendo destacar: Introdução É grande a parcela da população das nações mais desenvolvidas do mundo que está se organizando em sociedades e associações civis que defendem interesses comuns. Essas pessoas já perceberam que

Leia mais

OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES

OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES BOLETIM TÉCNICO MAIO/2011 OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES Um empresário da indústria se assustou com os aumentos de custo e de impostos e reajustou proporcionalmente seus preços. No mês seguinte,

Leia mais

Seja Bem-vindo(a)! AULA 1

Seja Bem-vindo(a)! AULA 1 Seja Bem-vindo(a)! Neste módulo vamos trabalhar os principais conceitos de Administração Pública que apareceram com mais frequência nas últimas provas. AULA 1 Estado, origens e funções Teoria Burocrática

Leia mais

REGULAMENTO. I Prêmio do Empreendedorismo Universitário

REGULAMENTO. I Prêmio do Empreendedorismo Universitário REGULAMENTO I Prêmio do Empreendedorismo Universitário 1. INTRODUÇÃO 1.1. O presente regulamento visa orientar os interessados em participar da 1.ª edição do Prêmio do Empreendedorismo Universitário, iniciativa

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA

APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA A FAESA, com atuação na área de ensino há mais de 40 anos, fundou em 2004 a Faculdade de Tecnologia FAESA, CET-FAESA, que há 10 anos oferece graduações Tecnológicas de forma pioneira

Leia mais

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS Sistema Eletrobrás Política de Logística de Suprimento do Sistema Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO 4 POLÍTICA DE Logística de Suprimento

Leia mais

Perfil. Nossa estratégia de crescimento reside na excelência operacional, na inovação, no desenvolvimento do produto e no foco no cliente.

Perfil. Nossa estratégia de crescimento reside na excelência operacional, na inovação, no desenvolvimento do produto e no foco no cliente. Institucional Perfil A ARTSOFT SISTEMAS é uma empresa Brasileira, fundada em 1986, especializada no desenvolvimento de soluções em sistemas integrados de gestão empresarial ERP, customizáveis de acordo

Leia mais

O Engajamento em Programas Empresariais: funcionários, gestão e áreas parceiras. Trabalho em Grupo Encontro de 03/08/2011

O Engajamento em Programas Empresariais: funcionários, gestão e áreas parceiras. Trabalho em Grupo Encontro de 03/08/2011 O Engajamento em Programas Empresariais: funcionários, gestão e áreas parceiras Trabalho em Grupo Encontro de 03/08/2011 Resumo Mesa 1 Questão 1 O que dá significado/contribui para a participação do funcionário

Leia mais

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL Tenho lido e ouvido muitos comentários nos últimos dias sobre o trabalho de formação no Brasil. Algumas pessoas, alguns profissionais

Leia mais

A Engenharia e o Desenvolvimento Regional. Palestrante: Prof. Dr. Ivaldo Leão Ferreira Professor Adjunto II VEM/EEIMVR/UFF

A Engenharia e o Desenvolvimento Regional. Palestrante: Prof. Dr. Ivaldo Leão Ferreira Professor Adjunto II VEM/EEIMVR/UFF A Engenharia e o Desenvolvimento Regional A Engenharia e o Desenvolvimento Regional Resumo A importância da qualidade e diversidade na formação do corpo de engenheiros regionais e a integração da indústria

Leia mais

Política de Logística de Suprimento

Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento 5 1. Objetivo Aumentar a eficiência e competitividade das empresas Eletrobras, através da integração

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de

Leia mais

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL APRESENTAÇÃO A White Martins representa na América do Sul a Praxair, uma das maiores companhias de gases industriais e medicinais do mundo, com operações em

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO UM BREVE HISTÓRICO COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio sempre existiu desde que surgiram as sociedades. Ele é dito como o processo de comprar, vender e trocar produtos e serviços. Inicialmente praticado pelos

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Comissão avalia qualidade de ensino da FABE

Comissão avalia qualidade de ensino da FABE CPA / PESQUISA Comissão avalia qualidade de ensino da FABE Avaliação positiva: A forma de abordagem dos objetivos gerais dos cursos também foi bem avaliada e a qualidade do corpo docente continua em alta.

Leia mais

PRÊMIO DE INOVAÇÃO ANTONIO CARLOS DE ALMEIDA BRAGA

PRÊMIO DE INOVAÇÃO ANTONIO CARLOS DE ALMEIDA BRAGA 2012 PRÊMIO DE INOVAÇÃO ANTONIO CARLOS DE ALMEIDA BRAGA CASE: Projeto Campanha de Combate à Dengue CATEGORIA: Comunicação FUNCIONÁRIO: Adriana Boscov e Aline Gislene de Oliveira Sumário INTRODUÇÃO... 3

Leia mais

Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas

Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas Responsável pelo Projeto: Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas. 2015 CONCEITOS DE SUSTENTABILIDADE

Leia mais

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 CNPJ: 61.460.077/0001-39 / INSCR: 105.657.106.110 Gestão

Leia mais

Seja um parceiro Xact Tecnologia e ofereça ao mercado nossas soluções, voltadas para gerenciamento total dos processos críticos do negócio.

Seja um parceiro Xact Tecnologia e ofereça ao mercado nossas soluções, voltadas para gerenciamento total dos processos críticos do negócio. Seja um parceiro Xact Tecnologia e ofereça ao mercado nossas soluções, voltadas para gerenciamento total dos processos críticos do negócio. Participe da rede de distribuição dos produtos exclusivos da

Leia mais

Olá caros alunos!!! Vamos repassar as questões da prova do dia 09/02, com relação às Matérias que lecionamos durante a nossa preparação.

Olá caros alunos!!! Vamos repassar as questões da prova do dia 09/02, com relação às Matérias que lecionamos durante a nossa preparação. Olá caros alunos!!! Vamos repassar as questões da prova do dia 09/02, com relação às Matérias que lecionamos durante a nossa preparação. Usarei como referência o Gabarito 1. Questão 26 : O Código de Conduta

Leia mais