Tribunal Regional Eleitoral cje Santa Catarina acórdão n.2 ( 8 1 7

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tribunal Regional Eleitoral cje Santa Catarina acórdão n.2 ( 8 1 7"

Transcrição

1 Tribunal Regional Eleitoral cje Santa Catarina acórdão n.2 ( jj TRESC 1 Fls.iÜ_ yvyo Relator: Juiz Luiz Henrique Martins Portelinha Recorrentes: César Souza Júnior, João Antônio Heinzen Amin Helou e Coligação Por Uma Cidade Mais Humana (PSD/PP/PSDB/DEM/PSB/PSC/PSDC) Recorridos: Angela Albino e Coligação Avança Florianópolis (PCdoB-PT-PTdoB- PRP-PR-PRB) - ELEIÇÕES RECURSO - REPRESENTAÇÃO - PROPAGANDA ELEITORAL - TELEVISÃO - HORÁRIO ELEITORAL GRATUITO - PRELIMINAR DE INTEMPESTIVIDADE DO RECURSO E DE ILEGITIMIDADE DOS CANDIDATOS PARA FIGURAR NO PÓLO PASSIVO DA AÇÃO REJEITADAS - PROPAGANDA - DIREITO DE RESPOSTA - INSERÇÃO QUE OBJETIVA COMPARAR O NÚMERO DE FALTAS A SESSÕES DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE CANDIDATOS ÀS ELEIÇÕES MAJORITÁRIAS QUANDO DO EXERCÍCIO DO CARGO DE DEPUTADO ESTADUAL - COMPARAÇÃO DE FORMA NÃO CONTEXTUALIZADA QUE TRANSMITE IDÉIA FALSA DA REALIDADE - IRREGULARIDADE DA PROPAGANDA - CONCESSÃO DO DIREITO DE RESPOSTA - CONFIRMAÇÃO DA SENTENÇA - VEICULAÇÃO DA RESPOSTA NO MESMO BLOCO DA INSERÇÃO COMBATIDA- PROVIMENTO PARCIAL Vistos etc. ACORDAM os Juizes do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina, à unanimidade, afastadas as preliminares suscitadas, em conhecer do recurso e, no mérito - vencido o Juiz Júlio Schattschneider -, a ele dar parcial provimento, nos termos do voto do Relator, que integra a decisão. Sala de Sessões do Tribunal Regional Eleitoral. Florianópolis, 27 de setembro de 2&12. / i ^ /., < J - v JLTíz LUIZ HENRIQUÈ MARTINS PORTELINHA irelator

2 RELATÓRIO Trata-se de recurso interposto por César Souza Júnior, João Antônio Heinzen Amin Helou e Coligação Por Uma Cidade Mais Humana (PSD/PP/PSDB/DEM/PSB/PSC/PSDC) contra a sentença do Juízo Eleitoral da 12 a Zona Eleitoral de Florianópolis (fls ), que julgou procedente o pedido formulado na representação ajuizada por Angela Albino e a Coligação Avança Florianópolis (PCdoB-PT-PTdoB-PRP-PR-PRB), concedendo direito de resposta pelo tempo e na forma especificados no dispositivo da decisão. Em suas razões (fls ), alegam, preliminarmente, a ilegitimidade dos recorrentes César Souza Júnior e João Antônio Heinzen Amin Helou para figurar no pólo passivo da representação, pois não teriam participado da propaganda eleitoral ora combatida. No mérito, argumentam que: - constou da inicial da representação que os recorrentes teriam veiculado propaganda no horário eleitoral gratuito, na modalidade de inserção/televisão, no dia , que continha informação sabidamente inverídica e degradante; - não há nenhuma inverdade na propaganda; as informações divulgadas foram inclusive confessadas na inicial da representação; - é fato verídico que Angela Albino não compareceu a 53 (cinqüenta e três) sessões da Assembléia Legislativa, enquanto César Souza não esteve presente em 9 (nove) delas; -"[...] o presente caso se trata, no mínimo, da hipótese da existência de versões distintas sobre o mesmo tema, cada qual corroborada por ilações subjetivas que não podem ser consideradas absurdas ou infundadas diante dos documentos apresentados pelas partes, tampouco não se pode tratar como fato inverídico, ao contrário do que entendeu o juízo singular" (fl. 81); - a propaganda consiste em resposta a afirmação anterior da candidata Angela Albino, veiculada de forma maciça na televisão e no rádio, contra a qual inclusive foi ajuizado pedido de direito de resposta, que, contudo, restou indeferido; - "Em homenagem ao princípio da igualdade, se a candidata Angela pode dizer, genericamente, que César faltou a 36% das sessões da Assembléia, sem explicar ao menos que César só exerceu de fato o mandato de Deputado após se desincompatibilizar do cargo de secrejímòxde Estado, em julho de 2012, porque os Recorrentes não podem informar 0 è^itor a ^uantidmé^de faltas da candidata

3 Angela e do candidato César sem também mencionar que César só retornou à Assembleia em julho de 2012?" (fls. 82); - a candidata Angela já se manifestou sobre a dita inserção irregular em sua propaganda eleitoral; - firmou-se a jurisprudência desta Corte no sentido de que afirmação inverídica é aquela que se apresenta inquestionável, podendo ser verificada de pronto, o que não ocorre no caso em apreço; - em caso de entendimento diverso, a perda do tempo deverá ser limitada ao mínimo legal, ou seja, 1 (um) minuto, e descontada no bloco da tarde. Requerem, em arremate, seja conhecido e provido o recurso. À fl verso, foi comunicada a concessão de liminar por juiz plantonista na Ação Cautelar n , suspendendo os efeitos da decisão recorrida. Os recorridos, em contrarrazões (fls ), ressaltam, preliminarmente, que os candidatos César Souza Júnior e João Antônio Heinzen Amin Helou detêm legitimidade para figurar no pólo passivo da demanda. No tocante ao mérito, pugnam pela confirmação da sentença, com base nos seguintes argumentos: - utilizaram-se os recorrentes de reprovável "jogo de palavras" para veicular informação sabidamente inverídica e degradante, que macula a necessária isonomia entre os candidatos; - "[...] a propaganda foi veiculada de forma intencional e volitivamente maliciosa ao fazer um comparativo deturpado, usando parâmetros totalmente distintos, para com isso INCLUIR na propaganda uma mensagem inverídica A FIM DE INCUTIR ESTA INVERDADE NO ELEITOR. Ou seja, de que ao se comparar os mandatos de ambos, Angela Albino faltou mais do que César Souza Júnior, enquanto a verdade é que, César faltou mais do que Angela. E isso é incontroverso, incontestável e de clareza solar" (fl. 117); - para a aferição da regularidade da propaganda deve ser levado em consideração todo o seu contexto, e não apenas, de forma isolada, as frases ou expressões que foram efetivamente veiculadas; - o objetivo da propaganda é fazer uma comparação entre os candidatos, e, por essa razão, os parâmetros observados devem ser os mesmos, sob pena de se transmitir ao eleitor ipterm^ção inverídica, exatamente o que

4 - "Ângela Albino foi eleita para o cargo de Deputada para atuar na 17 a Legislatura e está no cargo até a presente data. Nesse período foram realizadas 189 sessões e dessas a candidata não esteve presente em 53 sessões. Assim, Angela Albino esteve ausente em 28% das sessões" (fl. 118); - o candidato César Souza Júnior não exerceu integralmente o mandato de Deputado Estadual, pois assumiu o cargo de Secretário de Turismo do Estado entre a , além do que se licenciou para tratar de assuntos particulares entre a Contudo, considerado exclusivamente o período em que esteve no exercício do mandato, César não esteve presente em 9 (nove) de um total de 25 (vinte e cinco) sessões que foram realizadas, o que representa 36% de ausência; -"[...] a única forma concebível de comparar os candidatos e capaz de retratar a verdade dos fatos é por meio de um cálculo percentual e não da forma falsa e maliciosa como é apresentada, pois assim, divulga uma informação sabidamente inverídica de que Angela faltou mais do que César" (fl. 119); - o conteúdo veiculado na propaganda em questão afronta a regra do art. 58 da Lei n /1997 e gera direito de resposta, consoante remansosa jurisprudência; - o tempo a ser descontado deve corresponder à totalidade da inserção, não merecendo qualquer reparo, também nesse aspecto, a sentença recorrida. Pugnam, derradeiramente, pelo afastamento da preliminar e, no mérito, pelo desprovimento do recurso. Nesta instância, a Procuradoria Regional Eleitoral suscita preliminar de não conhecimento do recurso, por intempestividade. Em caso de entendimento diverso, manifesta-se pela rejeição da prefaciai de ilegitimidade passiva "ad causam" aventada pelos apelantes e, no mérito, pelo desprovimento do recurso (fls ). É o relatório. VOTO O SENHOR JUIZ LUIZ HENRIQUE MARTINS PORTELINHA (Relator): Senhor Presidente, a preliminar de intempestividade do recurso suscitada pelo Procurador Regional Eleitoral deve ser afastada. Conforme o art. 33 da Resolução TSE n /2011, "Contra sentença proferida por Juiz Eleitoral é cabível recurso eleitoral para o respectivo Tribunal Regional Eleitoral, np prazo de 24 horas da publicação em cartório, assegurado à parte recorrida o oferécimenta' dé contrarrazões, em igual

5 Fls. Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina prazo, a contar da sua notificação, ressalvadas as hipóteses previstas no art. 31 desta resolução (Lei n /97, art. 96, 8 )". Na espécie, a certidão de fl. 74v. atesta que a sentença, proferida às 20h06min do dia , foi publicada no mural do Cartório às 17h00min do dia O recurso foi interposto às 18h11min do dia (fl. 77), afigurando-se, portanto, tempestivo, razão pela qual, presentes os demais pressupostos de admissibilidade, dele conheço. No que se refere à ilegitimidade passiva dos recorridos César Souza Júnior e João Antônio Heinzen Amin Helou, igualmente não merece prosperar a preliminar. Verifica-se, in casu, que a propaganda eleitoral veiculada pela televisão utilizou o horário destinado à eleição majoritária, logo, ainda que a referida publicidade não tenha contado com a participação dos candidatos recorridos, tratava-se de horário a eles destinado. Demais disso, o pedido de direito de resposta, se concedido, utilizará espaço destinado à propaganda majoritária da Coligação "Por Uma Cidade Mais Humana" (PSD/PP/PSDB/DEM/PSB/PSC/PSDC), ou seja, visto de outro modo, irá retirar dos recorridos horário inicialmente distribuído para veicular sua propaganda eleitoral. Ademais, em precedente recente desta Casa, da lavra do Juiz Júlio Schattschneider, entendeu por bem este Tribunal rejeitar a prefaciai de ilegitimidade passiva dos candidatos, consoante excerto do voto a seguir transcrito: Rejeito também a preliminar de ilegitimidade passiva dos candidatos César Souza Júnior e João Amin, pois, apesar de não haver litisconsórcio passivo necessário, nada impede seja a representação dirigida também contra eles, desde que tenha a coligação, a quem realmente pertence o tempo de propaganda de acordo com o artigo 241 do CE combinado com o 1 o do artigo 6 o da Lei das Eleições, também tenha sido representada [TRESC. Ac. n , de Rei. Juiz Júlio Schattschneider]. Diante disso, resta evidente o interesse processual dos recorridos César Souza Júnior e João Antônio Heinzen Amin Helou para integrar a lide, pelo que deve ser afastada a preliminar suscitada. Passo, então, à análise do mérito. verbis: O dispositivo legal tido por violado é o art. 58 da Lei n /1997, Art. 58. A partir da escolha de candidatos em convenção, é assegurado o direito de resposta a candj^at^, partido ou coligação atingidos, ainda que de forma indireta, por concho, iniagem^ou afirmação-caluniosa, difamatória, 5

6 injuriosa ou sabidamente inverídica, difundidos por qualquer veículo de comunicação social. Na inicial da presente representação, alegaram os representantes que a propaganda eleitoral ora atacada teria sido veiculada na televisão no dia , na modalidade de inserção, contendo informações inverídicas e degradantes a respeito da candidata Angela Albino. A inserção combatida possui o seguinte teor: Locutor. Compare os candidatos e tire assuas próprias conclusões. Angela Albino: 53 faltas na Assembleia. 53. César, 9. Na ausência de César nenhum projeto importante foi votado. Nenhum. Angela sim faltou a sessões importantes, como a que tratava do aumento dos professores da UDESC e a que autorizava o governo a conseguir 3 bilhões para a saúde, educação e novas estradas. Pare, compare e veja as diferenças [degravação de fl. 14]. O Magistrado de primeiro grau julgou procedente o pedido formulado na representação e concedeu o direito de resposta, por considerar que "A apresentação da inserção propondo com insistência uma comparação em que informa o número de 53 faltas de Angela ao longo de 189 sessões da Alesc com 9 faltas de César Souza Júnior ao longo de apenas 25 sessões daquela Casa, efetivamente corresponde à declaração maldosa de fato sabidamente inverídico" (fl. 72). A sentença, nesse particular, deve ser mantida. O objetivo da propaganda em questão, indubitavelmente, é comparar o número de sessões da Assembleia Legislativa que os candidatos Angela e César teriam faltado no exercício do mandato de Deputado Estadual. Logo, não tenho a menor dúvida de que a apresentação dos dados deveria ter se dado de forma contextualizada com o número de sessões realizadas durante o período que cada um dos candidatos efetivamente esteve no exercício do cargo. Afinal, uma coisa é afirmar durante o horário eleitoral gratuito que determinado candidato faltou a 53 sessões da Assembléia Legislativa. Essa informação é pública, e sua divulgação possui caráter informativo, não podendo, portanto, ser taxada de inverídica. Outra situação, contudo, é afirmar que determinado candidato faltou a 53 sessões enquanto o candidato adversário esteve ausente em apenas 9. Nesse caso, tencionam-se fazer comparação, e, em sendo assim, há a inarredável obrigação de se destacar qual o efetivo número de sessões realizadas durante o período que ambos os candidatos estiveram no exercício do mandato eletivo, de modo a não confundir o eleitor com informações que não correspondem à realidade. À evidência, o eleitor sománte^terá condições de avaliar a assiduidade de determinado candidato se lhe for ^eséntado^com clareza, o número total de

7 sessões que foram realizadas em determinado período. Do contrário, há inequívoca divulgação de informação dissociada da realidade, que deve, por esse motivo, ser censurada pela Justiça Eleitoral. Não por outra razão que, se o objetivo era o de fazer uma comparação, deveria ter sido levado em consideração o período em que os dois candidatos exerceram, concomitantemente, o mandato parlamentar. Proponho, para bem ilustrar esse panorama, a seguinte tabela, cujos dados foram extraídos da página eletrônica da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (é importante destacar que César Souza Júnior reassumiu funções, segundo alega, em ): SESSÃO DATA ÂNGELA CÉSAR APE APE APE Presente Presente Presente Presente Presente Presente APE APE Presente Presente Presente Presente Presente Presente Presente Presente APE Outras APE Outras Presente APE APE Presente Presente Presente APE Presente APE APE Presente APE APE Presente Presente Presente APE APE Presente Presente Presente Presente Presente Presente Presente Presente Presente Dados colhidos no sítio da ALESC. Não constam do sítio os dados das sessões havidas após o dia APE = Atividade Parlamentar Externa Analisando-a, chego às seguintes conclusões: no período compreendido entre a , quando tanto Angela como César estavam concomitantemente no exercício do mandato de Deputado Estadual, foram realizadas 25 (vinte e cinco) sessões. De^j^^ngela compareceu a 16 (dezesseis) sessões, em outras 7 (sete) esteve erp^ividide^ Externa e em duas 7

8 registra "Outras"; César, por sua vez, compareceu a 16 (dezesseis) sessões e esteve em Atividade Parlamentar Externa em outras 9 (nove). Os dois candidatos, portanto, fizeram-se presentes em igual número de sessões, com a única diferença de que, em duas delas, o sítio da Alesc registra para a candidata Angela a anotação "Outras". Como se observa, a comparação levando em consideração o período compreendido acima desvela outro, diametralmente oposto, registro, contexto. E é justamente essa circunstância que, a meu juízo, evidencia o propósito inescusável da Coligação recorrente de - por meio da comparação de dados que, individualmente, mostram-se verdadeiros, mas que, deliberadamente descontextualizados, transmitem idéia que não corresponde em absoluto à realidade divulgar informação inverídica, o que é vedado pela regra do art. 58 da Lei n /1997. Outro não foi o entendimento do Magistrado de primeiro grau, que, com propriedade, consignou em sua decisão: A veracidade, portanto, se limita ao aspecto matemático, formal, não se prestando para efeitos de comparação, que é o propósito explícito da inserção. A inveracidade do fato é sabida, porque conhecida dos requeridos e pode ser aferida do site oficial da ALESC. Dispõe o art. 58-A, da Lei 9.504/97, que o direito de resposta é assegurado ao candidato que for atingido, ainda que de forma indireta, por conceito ou afirmação sabidamente inverídica, e, no caso dos autos, essa inverdade foi preparada com exatamente esse propósito, de atingir a candidata a partir de uma comparação que lhe é inteiramente desfavorável, porque baseada em manipulação de ciados, que se fossem apresentados honestamente, mostrariam um resultado bem diverso: o de que César faltou mais do que Angela. Cabível, pois, o direito de resposta [fl. 72]. Ao que foi dito pelo ilustre Magistrado, acrescento que também o modo como foram colocados em destaque os dados referentes ao número de sessões às quais os candidatos não compareceram reforça a conclusão de que o objetivo da Coligação recorrente foi o de confundir o eleitor, transmitindo-lhe idéia que não corresponde à realidade. Durante toda a inserção os números de sessões a que Angela e César não compareceram ficam expostos na tela, de forma comparativa, não havendo dúvida de que a informação incutida no imaginário do eleitor é a seguinte: Angela faltou a 53 sessões; César, a apenas 9. Não é possível comparar 53 não participações em sessões por parte de Ângela Albino com 9 de César Souza Jur^b^pois referentes a períodos diversos, a tempos completamente diferentes, fyüqica \forma de comparar-se ausências e

9 comparecimentos é tomando período sincronizado, ou seja, aquele em que ambos, juntos, exerceram a atividade parlamentar. Se assim não for, mergulha-se em queda livre no fosso do sofisma. A Coligação Por Uma Cidade Mais Humana (PSD/PP/PSDB/DEM/PSB/PSC/PSDC) emprega raciocínio baseado apenas na lógica formal, a qual muitas vezes, e o presente caso é um deles, desembarca em conclusão enganosa e inverídica. Comparar 53 com 9 ausências, inclusive ressaltando o número 53 de modo verbal por meio de repetição, em oposição à menção única do 9 em entonação diferenciada, ainda que sutil, é inculcar, imprimir no espírito de alguém por meio de repetição, o sofisma, sem possibilitar outra interpretação. O que os recorrentes fizeram foi expor argumentos por meio de um "raciocínio concebido com o objetivo de produzir a ilusão da verdade, que, embora simule um acordo com as regras da lógica, apresenta, na realidade, uma estrutura interna inconsistente, incorreta e deliberadamente enganosa" (Houaiss), e inverídica. Sobre a aplicação da lógica no terreno jurídico, Fábio Ulhoa Coelho mostra muito bem as suas implicações no seu excelente Roteiro da Lógica Jurídica, atualmente editado pela Saraiva, já em sua 7 a edição. O fato de a candidata Angela haver se manifestado ou não em sua propaganda eleitoral sobre a dita inserção irregular em nada altera a conclusão ora adotada. Havendo a constatação de foi veiculada informação sabidamente inverídica, o direito de resposta é medida que se impõe. Em seu recurso a Coligação recorrente afirma que, em caso de procedência do pedido, o tempo a ser descontado deverá corresponder ao da ofensa, e que "o trecho da propaganda impugnado, qual seja, 'Compare os candidatos e tire as suas próprias conclusões. Angela Albino, 53 faltas na Assembleia. 53. César, 9', possui 09 segundos por inserção" (fl. 88). Sua tese, contudo, não se sustenta. Isso porque, como dito anteriormente, durante todo o tempo da inserção os dados com os números de sessões a que não compareceram os candidatos ficam expostos de forma comparativa na tela, com grande destaque, inclusive nas cores vermelho, encarnada e gritante (para as 53 faltas de Angela) e azul, calma e reconfortante (para as 9 faltas de César), remanescendo a informação inverídica 9

10 Fls. Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Também sob esse aspecto, portanto, deve a sentença ser mantida. O recurso, todavia, deve ser parcialmente provido, apenas para que a resposta seja veiculada no mesmo bloco de audiência em que veiculadas as inserções combatidas, em conformidade com o Relatório de fl. 12. Diante do exposto, afasto as preliminares arguidas, conheço do recurso e a ele dou parcial provimento para, confirmando, no mérito, a sentença, determinar que a resposta seja veiculada pelo tempo e nos blocos de audiência a seguir descritos: EMISSORA SEGUNDO BLOCO (Entre as 12 as 18 horas) TERCEIRO BLOCO (Entre as 18 as 21 horas) RBS 1min 1min RIC RECORD 1min 30seg TVBV 1min 1min30seg RECORD NEWS 1min 1min30seg A resposta deverá ser veiculada dentro do prazo de 36 (trinta e seis) horas contadas da ciência desta decisão (Resolução TSE n /2011, art. 16, III, "d"). Fica sem efeito a liminar concedida nos autos da Ação Cautelar n Dê-se conhecimento ao Juízo da 12 a Zona Eleitoral do teor desta 10

11 Fl. TRESC Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina EXTRATO DE ATA RECURSO ELEITORAL N RECURSO ELEITORAL REPRESENTAÇÃO - DIREITO DE RESPOSTA - PROPAGANDA POLÍTICA - PROPAGANDA ELEITORAL - HORÁRIO ELEITORAL GRATUITO / INSERÇÕES DE PROPAGANDA - TELEVISÃO 12 a ZONA ELEITORAL - FLORIANÓPOLIS RELATOR: JUIZ LUIZ HENRIQUE MARTINS PORTELINHA RECORRENTE(S): CÉSAR SOUZA JÚNIOR; JOÃO ANTÔNIO HEINZEN AMIN HELOU; COLIGAÇÃO POR UMA CIDADE MAIS HUMANA (PSD-PP-PSDB-DEM-PSB-PSC-PSDC) ADVOGADO(S): ROGÉRIO REIS OLSEN DA VEIGA; NAMOR SOUZA SERAFIN; CHRISTIANE SIEBER TEIVE; LUIZ HENRIQUE MARTINS RIBEIRO; ALESSANDRO BALBI ABREU; BRUNO NORONHA BERGONSE; CHRISTIAN SIEBERICHS RECORRIDO(S): ÂNGELA ALBINO; COLIGAÇÃO AVANÇA FLORIANÓPOLIS (PCdoB-PT- PTdoB-PRP-PR-PRB) ADVOGADO(S): MAURO ANTONIO PREZOTTO; ANTÔNIO DERLI GREGÓRIO; CASSIANO RICARDO STARCK; JANAINA GUESSER PRAZERES; IGOR PRADO KONESKI; MÁRCIO CIARINI; JAIRO ANTONIO KOHL; IG HENRIQUE QUEIROZ GONÇALVES; ELISANGELA SETTER; DERLI IVETE KLAGENBERG; ELIZIANE VEZINTANA PRESIDENTE DA SESSÃO: JUIZ LUIZ CÉZAR MEDEIROS PROCURADOR REGIONAL ELEITORAL: ANDRÉ STEFANI BERTUOL Decisão: à unanimidade, afastadas as preliminares suscitadas, conhecer do recurso e, no mérito, por maioria - vencido o Juiz Júlio Guilherme Berezoski Schattschneider -, a ele dar parcial provimento, nos termos do voto do Relator. O Juiz Marcelo Ramos Peregrino Ferreira declarou-se suspeito e não participou do julgamento. Apresentaram sustentação oral os advogados Rogério Reis Olsen da Veiga e Mauro Antonio Prezotto. Foi assinado e publicado em sessão, às 17h22min, com a intimação pessoal do Procurador Regional Eleitoral, o Acórdão n Presentes os Juizes Luiz Cézar Medeiros, Eládio Torret Rocha, Júlio Guilherme Berezoski Schattschneider, Nelson Maia Peixoto e Luiz Henrique Martins Portelinha. SESSÃO DE

Vistos etc. Sala de Sessões do Tribunal Regional Eleitoral.

Vistos etc. Sala de Sessões do Tribunal Regional Eleitoral. ACÓRDÃON. 27483 EM BLOCO - TELEVISÃO - 12 A ZONA ELEITORAL - FLORIANÓPOLIS Relator: Juiz Luiz Henrique Martins Portelinha Recorrente: Coligação Avança Florianópolis (PCdoB-PT-PTdoB-PRP-PR-PRB) Recorridos:

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina. ACÓRDÃON.2683 6 RECURSO ELEITORAL (RE) N. 297-53.2012.6.24.0052 - REGISTRO DE CANDIDATURA - 52 a

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina. ACÓRDÃON.2683 6 RECURSO ELEITORAL (RE) N. 297-53.2012.6.24.0052 - REGISTRO DE CANDIDATURA - 52 a Fls. Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACÓRDÃON.2683 6 Relatora: Juíza Bárbara Lebarbenchon Moura Thomaselli Relator designado: Juiz Eládio Torret Rocha Recorrente: Deoni Tramontin - RECURSO

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de anta Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de anta Catarina Tribunal Regional Eleitoral de anta Catarina ACÓRDÃO N. 2 7 / 41 EM BLOCO - TELEVISÃO - 12 A ZONA ELEITORAL - FLORIANÓPOLIS Relator: Juiz Luiz Henrique Martins Portelinha Recorrentes: Coligação Florianópolis

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACÓRDÃO N. 27873 Relator: Juiz Luiz Antônio Zanini Fornerolli Recorrente: Coligação "Aliança Pela Vida" (PDT-PT-PTN-PRTB-PHS-PTC-PV-PPL- PcdoB) Recorridos: José Cláudio Caramori, Luciano José Buligon e

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Sarita Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Sarita Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Sarita Catarina ACÓRDÃO N. 25339 REPRESENTAÇÃO - PROPAGANDA ELEITORAL'- JUÍZES AUXILIARES Relator: Juiz Julio Guilherme Berezoski Schattschneider Recorrentes: Coligação "As

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACORDAO N. i l 1 -> Relator: Juiz Luiz Henrique Martins Portelinha Recorrente: Coligação Renovar para Crescer (PP/PSDB/PSD) Recorrida: Facebook Serviços Online do Brasil Ltda. - ELEIÇÕES 2012 - RECURSO

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACÓRDÃON. 2 8 2 1 5 PROPAGANDA ELEITORAL IRREGULAR - 95* ZONA ELEITORAL - JOINVILLE Relator: Juiz Carlos Vicente da Rosa Góes Recorrentes: Marcos Aurélio Fernandes, Coligação "Joinville Melhor Para Todos"

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 26.448 - CLASSE 22 a - NATAL - RIO GRANDE DO NORTE. Relator: Ministro Ricardo Lewandowski. Agravante: Wilma Maria de

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACÓRDÃO N. 2 7 6 0 9

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACÓRDÃO N. 2 7 6 0 9 ACÓRDÃO N. 2 7 6 0 9 RECURSO ELEITORAL (RE) N. 201-66.2012.6.24.0075- REPRESENTAÇÃO - DIREITO DE RESPOSTA - 75 Â ZONA ELEITORAL - SÃO DOMINGOS Relator: Juiz Marcelo Ramos Peregrino Ferreira Recorrente:

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO n. 1340-97.2014.6.21.0000 REPRESENTANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL REPRESENTADOS: PARTIDO PROGRESSISTA, MARCO AURÉLIO FERREIRA E ANA AMÉLIA LEMOS RELATORA: DRA. LUSMARY FÁTIMA TURELLY DA SILVA

Leia mais

ACÓRDÃO. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 27.701 - CLASSE 22 a - PARNAMIRIM - RIO GRANDE DO NORTE.

ACÓRDÃO. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 27.701 - CLASSE 22 a - PARNAMIRIM - RIO GRANDE DO NORTE. / TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 27.701 - CLASSE 22 a - PARNAMIRIM - RIO GRANDE DO NORTE. Relator: Ministro Caputo Bastos. Agravante: Ministério Público

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina acórdão n. 2 6 7 2 3 IMPUGNAÇÃO - TRANSFERÊNCIA DE DOMICÍLIO ELEITORAL - 67 2 ZONA Relator: Juiz Marcelo Ramos Peregrino Ferreira Recorrente: Maurília Joceane Severino Amaral Eggert RECURSO - IMPUGNAÇÃO

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACÓRDÃO N. 29344 Relator: Juiz Fernando Vieira Luiz Recorrente: Leonir Antonio Tesser Recorrido: Ministério Público Eleitoral - RECURSO - REPRESENTAÇÃO - DOAÇÃO ACIMA DO LIMITE LEGAL - PESSOA FÍSICA -

Leia mais

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Publicação: sexta-feira, 24 de outubro de 2014-14 horas Processo Classe: RP Nº 2599-30.2014.6.21.0000 Protocolo: 700322014 RELATOR(A):

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACÓRDÃO N. 26371 CONFLITO DE COMPETÊNCIA N. 844-89 2011.6.24.0000 - REPRESENTAÇÃO - Relator: Juiz Luiz Cézar Medeiros Suscitante: Juízo da 84 a Zona Eleitoral - São José Suscitado: Juízo da 101 a Zona

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 3ª T U R M A PODER JUDICIÁRIO FEDERAL MEMBRO DE CONSELHO CONSULTIVO. ESTABILIDADE. DESCABIMENTO. Não faz jus à estabilidade sindical o empregado eleito pelo órgão consultivo da entidade,

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.14.148142-4/001 Númeração 0807534- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Mariângela Meyer Des.(a) Mariângela Meyer 24/02/2015 06/03/2015 EMENTA:

Leia mais

5Recurso Eleitoral n. 153-81.2012.6.13.0021 Zona Eleitoral: Recorrentes:

5Recurso Eleitoral n. 153-81.2012.6.13.0021 Zona Eleitoral: Recorrentes: 5Recurso Eleitoral n. 153-81.2012.6.13.0021 Zona Eleitoral: 21ª, de Bambuí Recorrentes: Ministério Público Eleitoral Coligação Todos Juntos por Bambuí Recorrido: Lelis Jorge da Silva Relatora: Juíza Alice

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 5 Registro: 2016.0000053604 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0000973-35.2012.8.26.0292, da Comarca de Jacareí, em que é apelante RUSTON ALIMENTOS LTDA, é apelado JOSAPAR

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RP 82-28.2014.6.21.0008 PROCEDÊNCIA: BENTO GONÇALVES (8ª ZONA ELEITORAL) REPRESENTANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL (PRE) REPRESENTADOS: COLIGAÇÃO O NOVO CAMINHO PARA O RIO GRANDE e TIAGO CHANAN

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MINAS GERAIS

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MINAS GERAIS TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MINAS GERAIS Recurso Eleitoral 255-34.2012.6.13.0141 Procedência: Ituiutaba-MG (141ª ZE - Ituiutaba) Recorrente: Partido Socialismo e Liberdade - PSOL Recorridos: Paranaíba

Leia mais

VISTOS, relatados e discutidos, os autos acima

VISTOS, relatados e discutidos, os autos acima ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Gen ésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 001.2011.015750-81001 RELATOR : Dr. Aluízio Bezerra Filho, Juiz Convocado para

Leia mais

ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 1296-85. 2010.6.15.0000 - CLASSE 32 JOÃO PESSOA - PARAÍBA

ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 1296-85. 2010.6.15.0000 - CLASSE 32 JOÃO PESSOA - PARAÍBA TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 1296-85. 2010.6.15.0000 - CLASSE 32 JOÃO PESSOA - PARAÍBA Relator: Ministro Aldir Passarinho Junior Agravante: TV Master

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 695.205 - PB (2004/0145940-1) RELATOR RECORRENTE ADVOGADOS RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO CARLOS ALBERTO MENEZES DIREITO : BANCO DO BRASIL S/A : MAGDA MONTENEGRO PAULO LOPES DA SILVA

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RC 1-30.2013.6.21.0068 PROCEDÊNCIA: FLORES DA CUNHA RECORRENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL RECORRIDO: JONATAN DE OLIVEIRA -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.280.171 - SP (2011/0144286-3) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO : MINISTRO MASSAMI UYEDA : A C DE A : ANNA CRISTINA BORTOLOTTO SOARES E OUTRO(S) : B L C DE A E OUTRO : CLEBER SPERI EMENTA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO Registro: 2015.0000616201 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1104950-49.2014.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante GOOGLE BRASIL INTERNET LTDA, é apelada

Leia mais

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA 7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA Apelante: MUNICÍPIO DE CERRO AZUL Apelado: ESTADO DO PARANÁ Relator: Des. GUILHERME LUIZ GOMES APELAÇÃO CÍVEL AÇÃO ANULATÓRIA

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina f

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina f TRESC Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina f ACÓRDÃO N. 310 9 9 Fl. _J03 Relator: Juiz Hélio David Vieira Figueira dos Santos Recorrente: Maxiaço Distribuidor de Material de Construção LTDA. Recorrido:

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso.

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso. AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso. Por que se diz instrumento: a razão pela qual o recurso se chama agravo de

Leia mais

Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D. Ferreira

Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D. Ferreira AC no 035.2005.000.557-4/001 1 Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D. Ferreira ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL No 035.2005.000.5 001

Leia mais

MED. CAUT. EM AÇÃO CAUTELAR 1.406-9 SÃO PAULO RELATOR

MED. CAUT. EM AÇÃO CAUTELAR 1.406-9 SÃO PAULO RELATOR MED. CAUT. EM AÇÃO CAUTELAR 1.406-9 SÃO PAULO RELATOR : MIN. GILMAR MENDES REQUERENTE(S) : PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA REQUERIDO(A/S) : UNIÃO ADVOGADO(A/S) : ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO REQUERIDO(A/S) :

Leia mais

ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 463-80. 2012.6.19.0131 - CLASSE 32 - VOLTA REDONDA - RIO DE JANEIRO

ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 463-80. 2012.6.19.0131 - CLASSE 32 - VOLTA REDONDA - RIO DE JANEIRO PUBLICADO EM SESSÃO TR.IBUNAl SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 463-80. 2012.6.19.0131 - CLASSE 32 - VOLTA REDONDA - RIO DE JANEIRO Relator: Ministro Dias Toffoli

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR-144000-70.2005.5.15.0036 - FASE ATUAL: E-ED

PROCESSO Nº TST-RR-144000-70.2005.5.15.0036 - FASE ATUAL: E-ED A C Ó R D Ã O SESBDI-1 VMF/ots/pcp/mmc RECURSO DE EMBARGOS EM RECURSO DE REVISTA IRREGULARIDADE DE REPRESENTAÇÃO ALTERAÇÃO DA RAZÃO SOCIAL DA EMPRESA NOVO MANDATO NECESSIDADE SÚMULA Nº 164 DO TST. Embora

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO N. 1766-12.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE - RS REPRESENTANTE: DANIEL BORDIGNON REPRESENTADO: FACEBOOK SERVIÇOS ONLINE DO BRASIL LTDA. RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL OTÁVIO ROBERTO PAMPLONA

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACÓRDÃO N. 2 9 0 9 3 Relator: Juiz Luiz Henrique Martins Portelinha Recorrente: Ministério Público Eleitoral Recorrido: Sandro Presser Vistos etc., - ELEIÇÃO 2012 - RECURSO ELEITORAL - REPRESENTAÇÃO -

Leia mais

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator RECURSO INOMINADO nº 2006.0003375-3/0, DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE APUCARANA Recorrente...: ROVIGO INDUSTRIA E COMERCIO DE CONFECÇÕES LTDA Recorrida...: FINASA LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL

Leia mais

Dados Básicos. Legislação. Ementa. Íntegra

Dados Básicos. Legislação. Ementa. Íntegra Dados Básicos Fonte: 1.0024.05.707278-7/001(1) Tipo: Acórdão TJMG Data de Julgamento: 27/04/2011 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação:13/05/2011 Estado: Minas Gerais Cidade: Belo Horizonte

Leia mais

Nº 70020131579 COMARCA DE PORTO ALEGRE BANCO DO BRASIL S/A MARINA HELENA ALENCASTRO

Nº 70020131579 COMARCA DE PORTO ALEGRE BANCO DO BRASIL S/A MARINA HELENA ALENCASTRO AÇÃO DE INDENIZAÇÃO. LITISCONSÓRCIO PASSIVO. SENTENÇA DE PARCIAL PROCEDENCIA, CONDENANDO APENAS UMA DAS PARTES DEMANDADAS. NÃO INCIDÊNCIA DO ART. 191, DO CDC. SÚMULA 641, DO STF. PRAZO SIMPLES PARA RECORRER.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 864.760 - GO (2006/0145586-0) RELATORA : MINISTRA JANE SILVA (DESEMBARGADORA CONVOCADA DO TJ/MG) RECORRENTE : UNIÃO RECORRIDO : SALVADOR LAUREANO DE ASSUNÇÃO ADVOGADO : LÁZARO SOBRINHO

Leia mais

LOCAÇÃO DE VEÍCULOS LIMITADA, em que se alega, em síntese, a

LOCAÇÃO DE VEÍCULOS LIMITADA, em que se alega, em síntese, a "RIBUNAL REGIONAL ELI.11 ORAL DO PARANÁ REPRESENTAÇÃO N 1649-59.2014.16.0000 Representante : COLIGAÇÃO PARANÁ COM GOVERNO (PMDB/PV/PPL) Representados : CARLOS ALBERTO RICHA : MARIA APARECIDA BORGHETTI

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACÓRDÃO N. 24656 Relator: Juiz Rafael de Assis Horn Requerente: Instituto Festival de Dança de Joinville ; - REQUERIMENTO - AUTORIZAÇÃO PARA VEICULAÇÃO DE PUBLICIDADE NO TRIMESTRE QUE ANTECEDE Ò PLEITO

Leia mais

PU8L~ADO EM SESSlo ACÓRDÃO N 20.018 (17.9.2002) RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 20.018 - CLASSE 22 a - RIO GRANDE DO NORTE (Natal).

PU8L~ADO EM SESSlo ACÓRDÃO N 20.018 (17.9.2002) RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 20.018 - CLASSE 22 a - RIO GRANDE DO NORTE (Natal). PU8L~ADO EM SESSlo TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO N 20.018 (17.9.2002) RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 20.018 - CLASSE 22 a - RIO GRANDE DO NORTE (Natal). Relator: Ministro Fernando Neves. Recorrente:

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina TRESC Fl. ACÓRDÃO N. 3 0 7 2 2 Relator: Juiz Substituto FERNANDO VIEIRA LUIZ Requerente: ROGÉRIO FOSSATI PINTO PRESTAÇÃO DE CONTAS - ELEIÇÕES 2014 - CANDIDATO - DEPUTADO ESTADUAL. PROCURAÇÃO ENCAMINHADA

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Fls. ACÓRDÃO N. 2 7 4 51 Relator: Juiz Eládio Torret Rocha Recorrente: Coligação "Capão Alto Não Pode Parar" (PSD-PPS-DEM) Recorrido: Tito Pereira Freitas - ELEIÇÕES 2012 - RECURSO - IMPUGNAÇÃO DE REGISTRO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.374.048 - RS (2013/0073161-8) RELATOR RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO HUMBERTO MARTINS : FAZENDA NACIONAL : PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL : EMERSON DA SILVA

Leia mais

+t+ Ammg *ESTADO DA PARAÍBA. PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho

+t+ Ammg *ESTADO DA PARAÍBA. PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho 4. +t+ Ammg *ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N. 026.2008.000368-9/001 Comarca de Piancó RELATOR: Des. Genésio Gomes Pereira

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO MANDADO DE SEGURANÇA N 4.079 - CLASSE 22 a PARANÁ. - LONDRINA Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Impetrante: Ibope Inteligência Pesquisa e Consultoria Ltda. Advogados:

Leia mais

PEDIDO DE VISTA NA INDICAÇÃO Nº 022/2012, RELATIVA AO PROJETO DE LEI Nº 2963/11, DE RELATORIA DO DR. IVAN NUNES FERREIRA.

PEDIDO DE VISTA NA INDICAÇÃO Nº 022/2012, RELATIVA AO PROJETO DE LEI Nº 2963/11, DE RELATORIA DO DR. IVAN NUNES FERREIRA. PEDIDO DE VISTA NA INDICAÇÃO Nº 022/2012, RELATIVA AO PROJETO DE LEI Nº 2963/11, DE RELATORIA DO DR. IVAN NUNES FERREIRA. VOTO DE VISTA: FAUZI AMIM SALMEM PELA APROVAÇÃO DO RELATÓRIO, COM AS SEGUINTES

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 437.853 - DF (2002/0068509-3) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI RECORRENTE : FAZENDA NACIONAL PROCURADOR : DANIEL AZEREDO ALVARENGA E OUTROS RECORRIDO : ADVOCACIA BETTIOL S/C

Leia mais

- A PBPREV é autarquia previdenciária estadual

- A PBPREV é autarquia previdenciária estadual AC no 200.2010.039908-4/001 1 Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D. Ferreira ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL No 200.2 010.039908-4/001

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DESEMBARGADOR(A) RELATOR(A) EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DESEMBARGADOR(A) RELATOR(A) EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DESEMBARGADOR(A) RELATOR(A) EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL Representação: 95-51.2014.6.21.0000 Protocolo: 24.651/2014 Assunto: REPRESENTAÇÃO PROPAGANDA

Leia mais

ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA 267 REGISTRADO(A) SOB N

ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA 267 REGISTRADO(A) SOB N TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO > TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA 267 REGISTRADO(A) SOB N Apelação n 2 ACÓRDÃO IIIIIIIIIIIIIIIIIM *03715825* Vistos, relatados e discutidos

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ RELATOR DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS. PROCESSO N. 220-95.2011.6.04.0000 - Classe 30 AUTOS:

Leia mais

ACÓRDÃO 0000197-02.2012.5.04.0000 AGR Fl.1

ACÓRDÃO 0000197-02.2012.5.04.0000 AGR Fl.1 0000197-02.2012.5.04.0000 AGR Fl.1 EMENTA: AGRAVO REGIMENTAL. Inexiste fudamento relevante nem que do ato impugnado possa resultar a ineficácia da medida, conforme descrito no inciso III do art. 7º da

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR-358-35.2014.5.03.0011. A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMMCP/dpf/klg

PROCESSO Nº TST-RR-358-35.2014.5.03.0011. A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMMCP/dpf/klg A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMMCP/dpf/klg RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO SOB A ÉGIDE DA LEI Nº 10.015/2014 NULIDADE DA CITAÇÃO ÔNUS DO DESTINATÁRIO Na forma do art. 841, 1º, da CLT, A notificação será feita

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RP 1946-28.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE REPRESENTADO: FACEBOOK SERVIÇOS ONLINE DO BRASIL LTDA. REPRESENTANTE: DANIEL LUIZ BORDIGNON JUIZ AUXILIAR: DES. FEDERAL OTAVIO ROBERTO PAMPLONA

Leia mais

Nº 70048989578 COMARCA DE PORTO ALEGRE BARBARA DE PAULA GUTIERREZ GOOGLE BRASIL INTERNET LTDA A C Ó R D Ã O

Nº 70048989578 COMARCA DE PORTO ALEGRE BARBARA DE PAULA GUTIERREZ GOOGLE BRASIL INTERNET LTDA A C Ó R D Ã O APELAÇÃO CÍVEL. DIREITO PRIVADO NÃO ESPECIFICADO. SITE DE BUSCA. O trabalho da demandada é tão somente de organizar o conteúdo já existente na internet, cuja elaboração é realizada por terceiros. Ou seja,

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 712.998 - RJ (2004/0180932-3) RELATOR : MINISTRO HERMAN BENJAMIN RECORRENTE : MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO PROCURADOR : MARIANA RODRIGUES KELLY E SOUSA E OUTRO(S) RECORRIDO : ADELINO

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho \,, *.. _ ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL n g- 001.2005.017735-9/001 Comarca de Campina Grande RELATOR : Des. Genésio

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL I PROCESSO: RE 264-02.2012.6.21.0164 PROCEDÊNCIA: PELOTAS RECORRENTE(S): COLIGAÇÃO PELOTAS DE CARA NOVA, EDUARDO FIGUEIREDO CAVALHEIRO LEITE E PAULA SCHILD MASCARENHAS RECORRIDO(S): MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete da Desembargadora Elizabeth Maria da Silva

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete da Desembargadora Elizabeth Maria da Silva APELAÇÃO CÍVEL Nº 481605-21.2009.8.09.0143 (200994816057) COMARCA DE SÃO MIGUEL DO ARAGUAIA 4ª CÂMARA CÍVEL APELANTES : ADEMIR CARDOSO DOS SANTOS E OUTRA APELADO : MINISTÉRIO PÚBLICO RELATOR : Juiz SÉRGIO

Leia mais

A C Ó R D Ã O Nº 70067495689 (Nº CNJ: 0434946-98.2015.8.21.7000) COMARCA DE PORTO ALEGRE AGRAVANTE LUIS FERNANDO MARTINS OLIVEIRA

A C Ó R D Ã O Nº 70067495689 (Nº CNJ: 0434946-98.2015.8.21.7000) COMARCA DE PORTO ALEGRE AGRAVANTE LUIS FERNANDO MARTINS OLIVEIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO. MANDADO DE SEGURANÇA. SERVIDOR PÚBLICO. DELEGADO DE POLÍCIA. AFASTAMENTO PREVENTIVO DO CARGO. REQUISITOS PARA A MEDIDA LIMINAR. 1. A concessão de medida liminar em mandado de segurança

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RP 1351-29.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE REPRESENTANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL REPRESENTADO: FACEBOOK SERVIÇOS ON LINE DO BRASIL LTDA JUIZ AUXILIAR: DES. FEDERAL OTÁVIO ROBERTO

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RE 177-64.2012.6.21.0158 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE RECORRENTE: COMITÊ FINANCEIRO MUNICIPAL DE VEREADOR DO PARTIDO SOCIAL CRISTÃO - PSC DE PORTO ALEGRE RECORRIDA: JUSTIÇA ELEITORAL -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

ACÓRDÃO. Ao contrário do que afirma a apelante, não existem provas de que o condutor do veículo de propriedade do segundo promovido

ACÓRDÃO. Ao contrário do que afirma a apelante, não existem provas de que o condutor do veículo de propriedade do segundo promovido ESTADO DA PARAIBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gah. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO APELAÇÃO Cá/EL N 016.2009.000727-5/ 001 RELATOR: Des. Genésio Gomes Pereira Filho APELANTE: Nikanora

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RE 28-94.2013.6.21.0041 PROCEDÊNCIA: SANTA MARIA RECORRENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL RECORRIDOS: SILVIO BONADEU-ME E SILVIO BONADEU -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO REF.: REPRESENTAÇÃO N.º 717/2006 CLASSE 16 REPRESENTANTE: PARTIDO DOS TRABALHADORES - PT REPRESENTADO: PARTIDO SOCIAL DA DEMOCRACIA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.187.146 - MT (2010/0053786-4) RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO ADVOGADO : ELÓI BRUNETTA : EUCLIDES RIBEIRO S JUNIOR E OUTRO(S) : BUNGE ALIMENTOS S/A : FÁBIO SCHNEIDER E OUTRO(S) RELATÓRIO

Leia mais

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO PARTE A ADV/PROC PARTE R REPTE ORIGEM RELATOR : JORGEVALDO ROBINSTON DE MOURA : FÁBIO CORREA RIBEIRO E OUTROS : INSS INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL : PROCURADORIA REPRESENTANTE DA ENTIDADE : JUÍZO

Leia mais

: MIN. GILMAR MENDES SÃO PAULO

: MIN. GILMAR MENDES SÃO PAULO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 680.724 SÃO PAULO RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) ASSIST.(S) ASSIST.(S) ADV.(A/S) : MIN. GILMAR MENDES :LINO INÁCIO DE SOUZA : LUIZ GONZAGA DE CARVALHO

Leia mais

Desembargador SEBASTIÃO COELHO Acórdão Nº 732.640 E M E N T A

Desembargador SEBASTIÃO COELHO Acórdão Nº 732.640 E M E N T A Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Órgão 5ª Turma Cível Processo N. Agravo de Instrumento 20130020148016AGI Agravante(s) SINDICATO DOS ODONTOLOGISTAS DO

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO - 0033300-35.2009.5.01.0017 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO - 0033300-35.2009.5.01.0017 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma Convenção coletiva. SESI O SESI não é representado por sindicato de hospitais e estabelecimentos de serviços de saúde, sendo entidade cuja atividade preponderante é orientação e formação profissional.

Leia mais

Florianópolis, 29 de fevereiro de 2012.

Florianópolis, 29 de fevereiro de 2012. Apelação Cível n. 2011.025929-8, de Imbituba Relator: Des. Jaime Luiz Vicari AÇÃO DE COBRANÇA SECURITÁRIA CUMULADA COM INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS. ALEGAÇÃO DE DOENÇA PRÉ-EXISTENTE À CONTRATAÇÃO. SEGURADO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) RELATOR(A) DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO AMAZONAS

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) RELATOR(A) DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO AMAZONAS EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) RELATOR(A) DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO AMAZONAS PROCESSO Nº 1896-73.2014.6.04.0000 Classe42 Autos: Representação Requerente: COLIGAÇÃO MAJORITÁRIA RENOVAÇÃO

Leia mais

Nº 4139/2014 PGR - RJMB

Nº 4139/2014 PGR - RJMB Nº 4139/2014 PGR - RJMB Físico Relator: Ministro Celso de Mello Recorrente: Ministério Público do Trabalho Recorrida: S. A. O Estado de São Paulo RECURSO EXTRAORDINÁRIO. COMPETÊNCIA DA JUS- TIÇA DO TRABALHO.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.255.823 - PB (2011/0129469-7) RELATOR : MINISTRO HERMAN BENJAMIN RECORRENTE : FAZENDA NACIONAL PROCURADOR : PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL RECORRIDO : DESTILARIA MIRIRI S/A

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL UBALDO ATAÍDE CAVALCANTE

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL UBALDO ATAÍDE CAVALCANTE RELATÓRIO O Excelentíssimo Senhor Desembargador Federal UBALDO ATAÍDE (Relator): Trata-se de agravo de instrumento, com pedido de antecipação da tutela recursal contra decisão proferida pelo Juízo a quo,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL PROCESSO N. : 14751-89.2012.4.01.3400 AÇÃO ORDINÁRIA/SERVIÇOS PÚBLICOS CLASSE 1300 AUTOR (A): ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS ESPECIALISTAS EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL RÉ: UNIÃO SENTENÇA TIPO

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa ACÓRDÃO Relator: Dra Maria das Graças Morais Guedes, Juíza de Direito Convocada erri substituição ao Des. José Di Lorenzo Serpa

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR-1132-24.2011.5.23.0008. A C Ó R D Ã O (1ª Turma) GMWOC/th/af

PROCESSO Nº TST-RR-1132-24.2011.5.23.0008. A C Ó R D Ã O (1ª Turma) GMWOC/th/af A C Ó R D Ã O (1ª Turma) GMWOC/th/af RECURSO DE REVISTA. REGULARIDADE DE REPRESENTAÇÃO. DECLARAÇÃO DE AUTENTICIDADE DO MANDATO FIRMADA PELO ADVOGADO CONSTITUÍDO. A Lei nº 11.925/2009, que alterou a redação

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 781.703 - RS (2005/0152790-8) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO ARNALDO ESTEVES LIMA : UNIÃO : MARCOS ROBERTO SILVA DE ALMEIDA E OUTROS : WALDEMAR MARQUES E OUTRO EMENTA

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa Agravo de Instrumento n 2 073.2012.001287-4 /001 Relator: Des. José Di Lorenzo Serpa Agravante: Marina Jacaré Clube Advogado:

Leia mais

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. Processo n 0000166-10.2015.5.02.0007. 07ª Vara do Trabalho de São Paulo

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. Processo n 0000166-10.2015.5.02.0007. 07ª Vara do Trabalho de São Paulo Em 29 de abril de 2015,na sede da, com a presença da juíza Juliana Petenate Salles, realizou-se a audiência para julgamento da ação trabalhista ajuizada por JULIANA PUBLIO DONATO DE OLIVEIRA em face de

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CHRISTINE SANTINI (Presidente) e CLAUDIO GODOY.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CHRISTINE SANTINI (Presidente) e CLAUDIO GODOY. fls. 133 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000597809 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2120157-80.2014.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante EMPRESA FOLHA DA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 2 Registro: 2015.0000086160 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0011047-84.2013.8.26.0011, da Comarca de São Paulo, em que é apelante ORDALIA REGINA DA SILVA BUSO, são

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal )1( oãdróca atneme496104 RgA-ER Diário da Justiça de 17/11/2006 20/06/2006 PRIMEIRA TURMA AG.REG.NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 401.694-0 RIO GRANDE DO SUL RELATOR : MIN. CARLOS BRITTO AGRAVANTE(S) : ESTADO

Leia mais

~14 - 1891,( Poder Judiciário do Estado da Parai Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves çigito de A. D.

~14 - 1891,( Poder Judiciário do Estado da Parai Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves çigito de A. D. AC no 200.2008.042.249-2/001 1 ~14-1891,( Poder Judiciário do Estado da Parai Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves çigito de A. D. Ferreira ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL No 200.2008.042.249-2/001

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO córdão 1a Turma ENQUADRAMENTO SINDICAL - No caso dos autos restou demonstrado que a segunda reclamada efetivamente se apresenta aos seus clientes como empresa que atua no ramo financeiro e é reconhecida

Leia mais

U. 0, RtV') Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desa. Maria das Neves do Egito de A. D. Ferreira

U. 0, RtV') Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desa. Maria das Neves do Egito de A. D. Ferreira U. 0, RtV') Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desa. Maria das Neves do Egito de A. D. Ferreira ACÓRDÃO REMESSA OFICIAL E APELAÇÃO CÍVEL N 0 001.2000.013064-9/001 - CAMPINA

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social Conselho Pleno

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social Conselho Pleno Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social Conselho Pleno Nº de Protocolo do Recurso: 36994.001921/2010-71 Unidade de Origem: APS Alfenas/GEX Varginha/MG Documento: 42/150.380.270-9

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO JORGE SCARTEZZINI EMENTA PROCESSO CIVIL - AGRAVO DE INSTRUMENTO - NEGATIVA DE PROVIMENTO - AGRAVO REGIMENTAL - SEGURO - ALEGAÇÃO DE DOENÇA PRÉ-EXISTENTE - MÁ-FÉ - REEXAME DE PROVA SÚMULA

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Diário da Justiça de 12/05/2006 18/04/2006 PRIMEIRA TURMA RELATOR : MIN. SEPÚLVEDA PERTENCE RECORRENTE(S) : CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO MARANHÃO - CEFET/MA ADVOGADO(A/S) : PROCURADORIA-GERAL

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS RECURSO ELEITORAL 350-11.2012.6.09.0033 - CLASSE 30 PROTOCOLO N. 126.970/2012 VALPARAÍSO DE GOIÁS-GO.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS RECURSO ELEITORAL 350-11.2012.6.09.0033 - CLASSE 30 PROTOCOLO N. 126.970/2012 VALPARAÍSO DE GOIÁS-GO. TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS RECURSO ELEITORAL 350-11.2012.6.09.0033 - CLASSE 30 PROTOCOLO N. 126.970/2012 VALPARAÍSO DE GOIÁS-GO. RELATOR: JUIZ FEDERAL LEONARDO BUISSA FREITAS RECORRENTE: COLIGAÇÃO

Leia mais

Ricardo Roesler RELATOR E PRESIDENTE

Ricardo Roesler RELATOR E PRESIDENTE Apelação Cível em Mandado de Segurança n.º 2013.035539-0, de Lages Relator: Desembargador Ricardo Roesler APELAÇÃO CÍVEL EM MANDADO DE SEGURANÇA. VESTIBULAR. INDEFERIMENTO DE MATRÍCULA EM CURSO SUPERIOR.

Leia mais

Sentença em 04/12/2012 - PC Nº 29491 Bel. José Góes Silva Filho PROCESSO Nº 294-91.2012.6.05.0096

Sentença em 04/12/2012 - PC Nº 29491 Bel. José Góes Silva Filho PROCESSO Nº 294-91.2012.6.05.0096 JOSÉ BENEDITO CUSTÓDIO PACHECO Sentença em 04/12/2012 - PC Nº 29491 Bel. José Góes Silva Filho PROCESSO Nº 294-91.2012.6.05.0096 Prestação de Contas de Campanha - Eleições 2012 Candidato(a): JOSÉ BENEDITO

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Fl. Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACÓRDÃO N. 3 0 2 2 Í TRESC RECURSO ELEITORAL N. 240-58.2013.6.24.0033 - CLASSE 30-33 A Relator: Juiz Hélio do Valle Pereira Recorrente: União Recorrido:

Leia mais

A C Ó R D Ã O. Documento Assinado Eletronicamente SANDOVAL OLIVEIRA Relator GABINETE DO DESEMBARGADOR SANDOVAL OLIVEIRA 2

A C Ó R D Ã O. Documento Assinado Eletronicamente SANDOVAL OLIVEIRA Relator GABINETE DO DESEMBARGADOR SANDOVAL OLIVEIRA 2 Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Fls. Órgão : 5ª TURMA CÍVEL Classe : APELAÇÃO N. Processo : 20130111009823APC (0026373-45.2013.8.07.0001) Apelante(s)

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.218.980 - RS (2009/0152036-0) RELATOR : MINISTRO CASTRO MEIRA EMENTA PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. AGRAVO REGIMENTAL. VIOLAÇÃO DO ART. 535, INCISO

Leia mais