LABORATÓRIOS DA ÁREA DE QUÍMICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LABORATÓRIOS DA ÁREA DE QUÍMICA"

Transcrição

1 LABORATÓRIOS DA ÁREA DE QUÍMICA Laboratórios de Química I, II, III, IV Localização: - Analítica - Bloco "M" 304 Área: 70,65 m² - Físico Química - Bloco M 303 Área: 95,48m² - Química Inorgânica - Bloco M 302 Área: 70,82 m² - Química Orgânica - Bloco M 301 Área: 96,93 m² - 30 Agitadores magnéticos - 12 Agitadores magnéticos com aquecimento - 01 Amostrador de ar - 04 Aparelhos para ponto de fusão - 03 Aparelhos de ar condicionado - 03 Balanças analíticas - 09 Balanças digitais - 06 Balanças granatarias - 04 Balanças semi-analíticas - 10 Banhos Maria - 01 Banho Maria termostatizado - 01 Banho ultrassom - 05 Bombas de vácuo - 12 Capelas - 02 Centrífugas - 09 Chapas aquecedoras - 05 Condutivímetros - 01 Cuba para eletroforese - 02 Deionizador de água - 02 Destiladores de água - 01 Desumidificador de ar - 02 Dispensadores - 04 Espectrofotômetros (colorímetro) - 01 Espectrofotômetro uv-visível - 03 Estantes em aço - 04 Evaporadores rotativos - 03 Estufas - 03 Fornos mufla - 01 Espectrofotômetro de Infravermelho - 15 KITs de química q-med Mantas aquecedoras - 01 Máquina de gelo em cubos - 04 Microcomputadores - 03 Misturadores de solução - 19 phmetros - 02 Polarímetro - 01 Prensa - 03 Refrigeradores - 03 Refratômetros - 02 Turbitímetro - 01Ultrasom - 02 Viscosímetros rotacionais - Vidrarias diversas - Reagentes diversos As atividades desses laboratórios estão voltadas para o ensino experimental de Química Inorgânica, Química Orgânica, Química Analítica e Físico- Química. Realizam-se atividades de isolamento e síntese de substâncias orgânicas e inorgânicas, inclusive complexos; análises qualitativa e quantitativa de ácidos, bases, metais, cátions e ânions em amostras de água, solo, ar, alimentos, material biológico e ambiental.

2 Também é possível determinar características físico-químicas das substâncias/misturas, tais como densidade, ponto de fusão e ebulição, índice de refração, viscosidade, condutividade, ph, espectrofotometrias do tipo ultravioletavisível, infravermelho e absorção atômica. Tais unidades atendem aos cursos de Química, Engenharia Ambiental, Nutrição, Medicina, Farmácia, Biologia e Enfermagem. Laboratório Química Analítica Aplicada Localização: Bloco "M" 227 Área: 79,74 m² - 01 Agitador magnético com aquecimento - 02 Balanças analíticas - 01Bomba de seringa, controlável por computador - 01 Bomba de vácuo e pressão - 06 Computadores - 01 Condutivímetro - 01Destilador de água - 01 Deionizador - 01 Estufa à vácuo - 01 Fonte de Corrente - 02 Fontes para Eletroforese - 01Forno com rampa de aquecimento - 01Forno de Microondas - 01Geladeira - 02 Interfaces conversoras analógico-digital - 01 Linha de vácuo - 01 Medidor de ph - 02 Multímetros digitais de Bancada - 02 No-break - 01Potenciostato - 08 válvulas solenóide de 3 vias O Laboratório dispõe também de: - 01 Bancada lateral, em fórmica e em granito, com armários - 01Bancada lateral em granito - 01Bancada central, em fórmica, com prateleiras no vão central, armários - 01Capela em aço inox, com iluminação interna - 01Chuveiro e lava-olhos - 01Extintor de incêndio - 06 Prateleiras Projeto de Pesquisa Atual: Gestão e Tratamento de Resíduos Químicos Automação de processos químicos relacionados ao desenvolvimento de sistemas para gerenciamento de periféricos, leitura e tratamento de dados experimentais Desenvolvimento de sensores químicos potenciométricos sob a ótica de um sistema host-guest Elaboração de experimentos didáticos para enriquecimento curricular nas áreas de eletroquímica e espectrofotometria molecular

3 Desenvolvimento de um Agente Tricomonicida a Partir de Espécies Vegetais do Cerrado Brasileiro Desenvolvimento de métodos para análise de água. Realização de atividades de Iniciação Científica e de Trabalho de Conclusão de Curso. Laboratório de Espectroscopia Atômica Aplicada Localização: Bloco I 007 e HUCB Área: 14,62 m² + 76,00 m² Esse laboratório é um espaço utilizado para o ensino e pesquisa direcionados à distribuição de elementos traço e metais pesados em sistemas aquáticos, terrestres e atmosféricos, bem como nas populações integradas a esses sistemas, possibilitando o gerenciamento e planejamento sustentável dessas áreas. As disciplinas que utilizam esse laboratório são: Química Analítica Ambiental I e Química Analítica Ambiental II, além das disciplinas de Projeto I, Projeto II e Projeto Final. Esse laboratório apresenta infra-estrutura adequada para análise de elementostraço em amostras biológicas e ambientais com elevada confiabilidade Absorção Atômica - 01 Agitador magnético - 02 Amostrador Automático - 01 Balança Analítica - 01 Bomba à vácuo - 03 Chapa Aquecedora - 01 Compressor - 01 Estufa a Vácuo - 01 Espectrômetro de Emissão Atômica por Plasma de Argônio Induzido ICP OES - 01 Refrigerador - 07 Pipetas Automáticas com Volumes Ajustáveis - 01 Cromatógrafo Gasoso - 01 Espectrômetro de Massa por Plasma de Argônio Induzido ICP MS - 01 Capela de Fluxo Laminar Classe Ar Condicionado Mini- Split - 02 Sistemas de Análise por Injeção em Fluxo: Bombas Peristálticas, Válvulas - 03 Sistemas de Digestão Ácida de Amostras por Bloco Digestor - 01 Sistema de Digestão de Amostra Assistida por Microondas - 01 Sistema de Ultrapurificação de Água - 06 Solenóides, 02 Injetor Comutador - Vidrarias de Uso Comum em Laboratório de Química Analítica por Microondas - 02 Capela de Exaustão - 01 Microondas doméstico Projetos de pesquisa: Bioestatística Aplicada à Distribuição de elementos-traço em População com Elevada Incidência de Câncer Diagnóstico de Câncer por Espectroscopia Atômica: determinação de elementos-traço em amostra de cabelo Sistema de especiação de mercúrio por irradiação térmica aplicada a amostra de solo

4 Análise da Contaminação Antrópica ou Natural por Metais nas Bacias Hidrográficas do Entorno de Goiânia GO Laboratório de Química Computacional Localização: Bloco "C" Armários - 02 estantes de aço - 06 Cadeiras - 01 Cluster para Processamento Compartilhado - 05 Mesas - 04 Microcomputadores em Sistema Windows e Linux Microcomputador Via Projeto de Pesquisa Financiado pelo CNPq - 03 No-Break S Projetos de pesquisa: Aplicação de métodos computacionais na modelagem molecular Estudos Quantitativos entre Estrutura e Atividade(QSAR/QSPR) Aplicação de métodos estatísticos multivariados a dados químicos (Quimiometria) Realização de atividades de Iniciação Científica e de Trabalho de Conclusão de Curso. Programas: Gaussian 03W GaussianView HyperChem Programas: Spartan PRO Tinker Macromodel Cache for Chemists DRAGON BuildQSAR Laboratório de Síntese Orgânica e Inorgânica

5 Localização: Bloco "M" 221 Área: 45,00 m² - 08 Agitadores Magnéticos com Aquecimento - 05 Agitadores MAgnéticos - 01 Balança analítica - 01 Bancada Central, em Fórmica, com Prateleiras no Vão Central, Armários - 02 Bancada Lateral, em Fórmica e em Granito, com Armários - 01 Estufa - 01 Capela em Aço Inox, com Iluminação Interna - 01 Linha de vácuo - 01 Microondas - 02 Prateleiras - 01 Bancada Lateral em Granito - 01 Chuveiro e Lava-Olhos O laboratório aborda a síntese de substâncias bioativas, com aplicações nas áreas agrícola, biológica, farmacêutica, cosmética e veterinária, bem como a preparação de compostos organometálicos. Além disso são realizadas atividades de Iniciação Científica e de Trabalho de Conclusão de Curso. Desenvolvimento de Agentes Candidatos a Inibidores da Enzima Acetilcolinesterase, Úteis para o Tratamento da Doença de Alzheimer Desenvolvimento de Novos Antagonistas Alfa-1 Adrenérgicos Urosseletivos, Úteis ao Tratamento da Hipertrofia Benigna Prostática

Laboratórios de Pesquisa da Biologia

Laboratórios de Pesquisa da Biologia Laboratórios de Pesquisa da Biologia 1 - Laboratório de Biologia e Ecologia Animal (B 1.01) Conta com um espaço físico de 12m x 12m (144m²) phmetro ou medidor de ph: é um aparelho usado para medição de

Leia mais

QUÍMICA Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 1ª período

QUÍMICA Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 1ª período QUÍMICA Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Conclusão 74471 Química Estrutural 34 Química Química Inorgânica para Ciências Farmacêuticas OU 68 68977 Ciências Farmacêuticas 2008

Leia mais

13/8/2007. Universidade Federal da Paraíba CCEN DQ ENTRADA NO PROGRAMA

13/8/2007. Universidade Federal da Paraíba CCEN DQ ENTRADA NO PROGRAMA AVALIAÇÃO TRIENAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA CTC-QUÍMICA/CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA DQ/CCEN/UFPB Universidade Federal da Paraíba CCEN DQ MESTRADO ACADÊMICO (1986) DOUTORADO

Leia mais

LABORATÓRIO / DISCIPLINAS

LABORATÓRIO / DISCIPLINAS LABORATÓRIO / DISCIPLINAS Laboratório de Farmacotécnica: Farmacotécnica, Cosmetologia e Farmacotécnica Homeopática e Fitoterápica. ÁREA CONTRUIDA (m 2 ) 80 Multidisciplinar I: Biofísica, Toxicologia, Fisiologia

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E SOCIAIS APLICADAS MANUAL DO LABORATÓRIO MULTIDISCIPLINAR DE QUÍMICA

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E SOCIAIS APLICADAS MANUAL DO LABORATÓRIO MULTIDISCIPLINAR DE QUÍMICA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E SOCIAIS APLICADAS MANUAL DO LABORATÓRIO MULTIDISCIPLINAR DE QUÍMICA BAURU - 2014 APRESENTAÇÃO Nesse manual encontram-se as informações gerais do Laboratório de Química, o horário

Leia mais

INFRAESTRUTURA DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO GABINETES DE TRABALHO PARA PROFESSORES TEMPO INTEGRAL TI

INFRAESTRUTURA DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO GABINETES DE TRABALHO PARA PROFESSORES TEMPO INTEGRAL TI INFRAESTRUTURA DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO GABINETES DE TRABALHO PARA PROFESSORES TEMPO INTEGRAL TI Os professores que atuam tempo integral na Universidade do Extremo Sul Catarinense contam com

Leia mais

MATERIAIS RECEBIDOS (2013)

MATERIAIS RECEBIDOS (2013) MATERIAIS RECEBIDOS (2013) DESTINATÁRIO GRUPO MATERIAL ESPECÍFICO VALOR UNIT. QTDE VALOR TOTAL MEDIDOR PORTATIL DE PH R$ 389,00 1 R$ 389,00 ESPECTROFOTOMETRO R$ 1.534,00 1 R$ 1.534,00 SALAS SALAS DE CAIXA

Leia mais

LABORATÓRIOS DA ÁREA DE MICROBIOLOGIA E ALIMENTAÇÃO

LABORATÓRIOS DA ÁREA DE MICROBIOLOGIA E ALIMENTAÇÃO LABORATÓRIOS DA ÁREA DE MICROBIOLOGIA E ALIMENTAÇÃO Laboratório de Ciência e Tecnologia dos Alimentos Localização: Bloco "M" 125 Área: 158,69 m² Projetos de Pesquisa: POLIFENÓIS DE YACON (Smallanthus sonchifolius):investigação

Leia mais

COMISSÃO DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO SUPERIOR Parecer nº 856/2007 Processo UERGS nº 358/19.50/07.5

COMISSÃO DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO SUPERIOR Parecer nº 856/2007 Processo UERGS nº 358/19.50/07.5 COMISSÃO DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO SUPERIOR Parecer nº 856/2007 Processo UERGS nº 358/19.50/07.5 Reconhece o Curso Superior de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, desenvolvido, na Unidade de Novo

Leia mais

III - ROTEIRO PARA AVALIAÇÃO DOS PROJETOS DE AUTORIZAÇÃO DE CURSOS

III - ROTEIRO PARA AVALIAÇÃO DOS PROJETOS DE AUTORIZAÇÃO DE CURSOS I - APRESENTAÇÃO O presente documento completa a série de instrumentos elaborados pela Comissão de Especialistas de Ensino de Farmácia, compostos por Roteiro de Autorização de Novos Cursos, Roteiro de

Leia mais

TURMAS 2008 E 2009. Nome da Unidade: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio / FIOCRUZ

TURMAS 2008 E 2009. Nome da Unidade: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio / FIOCRUZ TURMAS 2008 E 2009 Nome da Unidade: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio / FIOCRUZ CNPJ : 33.781.055/0017-00 Data: 01/09/2005 Área do Plano: Área Profissional Saúde Plano de Curso para: Especialização

Leia mais

Descritivo de produto. Fornecedor. www.biochrom.com

Descritivo de produto. Fornecedor. www.biochrom.com Descritivo de produto Fornecedor www.biochrom.com Lavadora de Microplacas Fluido 2 SILENCIOSA E EFICIENTE - Sistema livre de vácuo e pressurização com bombas silenciosas. - Sem necessidade de tempos de

Leia mais

LABORATÓRIOS DA ÁREA AMBIENTAL

LABORATÓRIOS DA ÁREA AMBIENTAL LABORATÓRIOS DA ÁREA AMBIENTAL Laboratório de Hidráulica Ambiental Localização: Bloco "M" 223 Área: 70,38 m² Módulo para Experimentos e Perda de Carga: - 01 Reservatório (300L); - 01 Grupo Motor Bomba;

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ROBERTO MANGE. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS QUÍMICOS Infraestrutura

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ROBERTO MANGE. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS QUÍMICOS Infraestrutura FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ROBERTO MANGE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS QUÍMICOS Infraestrutura A Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Mange (FATEC RM) dispõe de uma área física total, de

Leia mais

Descritivo de produto. Fornecedor. www.velp.com

Descritivo de produto. Fornecedor. www.velp.com Descritivo de produto Fornecedor www.velp.com Termorregulador Digital - Modelo VTF Indicado para aplicações onde é exigido controle preciso de temperatura. DESCRIÇÃO O VTF é equipado com a Tecnologia de

Leia mais

Objetivos das Disciplinas Curso de Química

Objetivos das Disciplinas Curso de Química Objetivos das Disciplinas Curso de Química ANÁLISE INSTRUMENTAL Ementa: Introdução aos métodos eletroquímicos. Potenciometria; Condutometria; Voltametria; Espectrofotometria UV- VIS; Espectrometrias de

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO Objetivo DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO Este documento tem como objetivo definir diretrizes e orientações para projetos de laboratórios de Sistemas de Tratamento de Água. Considerações iniciais Para estabelecimentos

Leia mais

Descritivo de produto. Fornecedor. www.velp.com

Descritivo de produto. Fornecedor. www.velp.com Descritivo de produto Fornecedor www.velp.com Chapa c/ Aquecimento e Agitação Modelo AREC Chapa de aquecimento com agitação, com placa de aquecimento em cerâmica, extremamente resistente à corrosão e fácil

Leia mais

http://intranet.ad.finep.gov.br/sistemas/operacionais/acompanhamento_tecnico/cron...

http://intranet.ad.finep.gov.br/sistemas/operacionais/acompanhamento_tecnico/cron... Página 1 de 5 RELAÇÃO DE ITENS DA CONTRAPARTIDA E DE OUTROS APORTES Referência: 0636/10 Convênio: 01.10.0767.01 Despesas Acessórias de Importação Conjunto de Componentes para vácuo Sistema de vácuo com

Leia mais

A Specanalítica organiza e desenvolve conteúdos programáticos ajustados às necessidades dos laboratórios e empresas, em áreas tão vastas como:

A Specanalítica organiza e desenvolve conteúdos programáticos ajustados às necessidades dos laboratórios e empresas, em áreas tão vastas como: PLANO DE FORMAÇÃO 2014 A Specanalítica, Equipamentos Científicos, Lda ter por objectivo oferecer condições que favoreçam a transmissão, o desenvolvimento e a aplicação de conhecimentos científicos e técnicos

Leia mais

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - UNISALESIANO

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - UNISALESIANO CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - UNISALESIANO Laboratórios Didáticos Especializados Qualidade O Curso de Ciências Biológicas conta com laboratórios que atendem às necessidades de suas disciplinas e os laboratórios

Leia mais

Lista de equipamentos adquiridos pelos Programas de Pós- Graduação da UFSJ, através do Edital Capes nº 27/2010 Pró-Equipamentos Institucional

Lista de equipamentos adquiridos pelos Programas de Pós- Graduação da UFSJ, através do Edital Capes nº 27/2010 Pró-Equipamentos Institucional Lista de equipamentos adquiridos pelos Programas de Pós- Graduação da UFSJ, através do Edital Capes nº 27/200 Pró-Equipamentos Institucional Sistema de Sala.49 CDB São João del- 0697 TV digital, tela LCD

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE - RS PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO DE NUTRIÇÃO RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE - RS PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO DE NUTRIÇÃO RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE - RS PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO DE NUTRIÇÃO RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS Projeto REUNI Novos Cursos Para que a implantação e

Leia mais

Anexo II. Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Laudo Técnico Ambiental Laboratório Multiusuário II

Anexo II. Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Laudo Técnico Ambiental Laboratório Multiusuário II Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Anexo II Laudo Técnico Ambiental Laboratório Multiusuário II CAMPUS AVANÇADO DE POÇOS DE CALDAS Instituto de Ciência e Tecnologia Diretor do Instituto Prof. Cláudio

Leia mais

LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO. 1. Descrição Física

LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO. 1. Descrição Física LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO 1. Descrição Física O espaço físico deste laboratório deve ser de 100 m 2, com piso em cimento queimado e uma área de aproximadamente 3 m 2 em terra batida para vazamento de metal,

Leia mais

Descritivo de produto. Fornecedor. www.velp.com/en

Descritivo de produto. Fornecedor. www.velp.com/en Descritivo de produto Fornecedor www.velp.com/en Analisador de Nitrogênio/Proteína - Modelo Dumas NDA 701 NDA 701 é a melhor solução para alta produtividade, oferecendo a vantagem de ser totalmente automático

Leia mais

Pauta de Reivindicações Específicas dos Cursos da UFV/CRP

Pauta de Reivindicações Específicas dos Cursos da UFV/CRP 1 Pauta de Reivindicações Específicas dos Cursos da UFV/CRP A presente pauta foi elaborada através de levantamento elaborado por comissão de estudantes de cada curso, serão apresentadas as reivindicações

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00033/2014-000

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00033/2014-000 26267 - UNIVERSIDADE FED DA INTEGR LATINO-AMERICANA 58658 - UNIVERSIDADE FED. DA INTEGR. LATINO-AMERICANA RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00033/20-000 - Itens da Licitação - APARELHO ENSAIOS FÍSICOS

Leia mais

GRUPO TCHÊ QUÍMICA MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE LABORATÓRIO

GRUPO TCHÊ QUÍMICA MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE LABORATÓRIO GRUPO TCHÊ QUÍMICA MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE LABORATÓRIO Porto Alegre RS www.tchequimica.com Versão 3.0 Prezados usuários: O Grupo Tchê Química tem grande interesse em saber qual a sua opinião a respeito

Leia mais

DESCRIÇÃO DE LABORATÓRIOS

DESCRIÇÃO DE LABORATÓRIOS DESCRIÇÃO DE S SALA AULAS PRÁTICAS CAMPUS BL 08 Meio Ambiente e Saúde Biologia Celular Biologia Molecular Citogenética Bioquímica Ecologia de População Histologia e Embriologia Citologia A-II Medicina

Leia mais

Preparo de Amostras. Linha de produtos. ::: Clear Solutions in Sample Preparation

Preparo de Amostras. Linha de produtos. ::: Clear Solutions in Sample Preparation Preparo de Amostras Linha de produtos ::: Clear Solutions in Sample Preparation Multiwave PRO Soberano nos métodos de preparo de amostras 4 O sistema de reação assistido por micro-ondas Multiwave PRO oferece

Leia mais

Descritivo de produto. Fornecedor. www.velp.com

Descritivo de produto. Fornecedor. www.velp.com Descritivo de produto Fornecedor www.velp.com Agitador Magnético c/ Aquecimento Modelo HSC Agitador magnético com placa de cerâmica, durável e fácil de limpar. DESCRIÇÃO O agitador magnético com aquecimento

Leia mais

BIOMEDICINA - UNISALESIANO

BIOMEDICINA - UNISALESIANO BIOMEDICINA - UNISALESIANO Laboratórios Didáticos Especializados Qualidade O Curso de Biomedicina conta com laboratórios que atendem às necessidades de suas disciplinas e os laboratórios de informática.

Leia mais

Determinação quantitativa de amido em produtos cárneos por espectrometria

Determinação quantitativa de amido em produtos cárneos por espectrometria Página 1 de 7 1 Escopo Este método tem por objetivo quantificar amido em produtos cárneos por espectrometria molecular no. 2 Fundamentos Baseia-se na determinação espectrofotométrica a 620 nm do composto

Leia mais

Regras Operacionais do Laboratório de Metais Traços. Por gentileza forneça as seguintes informações para um dos Pósdoctor

Regras Operacionais do Laboratório de Metais Traços. Por gentileza forneça as seguintes informações para um dos Pósdoctor UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS, AMBIENTAIS E BIOLÓGICAS CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOLOS E QUALIDADE DE ECOSSISTEMAS Regras

Leia mais

Separação de Misturas

Separação de Misturas 1. Introdução Separação de Misturas As misturas são comuns em nosso dia a dia. Como exemplo temos: as bebidas, os combustíveis, e a própria terra em que pisamos. Poucos materiais são encontrados puros.

Leia mais

Monowave 300. Sínteses por Microondas Para Pesquisa e Desenvolvimento. ::: Excellence in Microwave Synthesis

Monowave 300. Sínteses por Microondas Para Pesquisa e Desenvolvimento. ::: Excellence in Microwave Synthesis Monowave 300 Sínteses por Microondas Para Pesquisa e Desenvolvimento ::: Excellence in Microwave Synthesis Sínteses O Monowave 300 fornece uma abordagem completamente nova e sofisticada para síntese por

Leia mais

Síntese do acetato de n-butilo ou etanoato de n-butilo

Síntese do acetato de n-butilo ou etanoato de n-butilo Projeto Ciência Viva INTRODUÇÃO À QUÍMICA VERDE, COMO SUPORTE DA SUSTENTABILIDADE, NO ENSINO SECUNDÁRIO PL 3.4 Identificação e síntese de substâncias com aromas e sabores especiais Síntese do acetato de

Leia mais

LABORATÓRIO DE MODELOS, INCLUSÃO E FUNDIÇÃO

LABORATÓRIO DE MODELOS, INCLUSÃO E FUNDIÇÃO LABORATÓRIO DE MODELOS, INCLUSÃO E FUNDIÇÃO 1. Descrição Física A área mínima deste laboratório deve ser igual ou superior a 59,00 m 2 ; sala quente com área mínima de 10,00 m² e almoxarifado com 9,50

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA Relação de equipamentos multiusuários - UFRB QUANTIDADE 06 EQUIPAMENTO AGITADOR C/AQUECIMENTO

Leia mais

6 Métodos Analíticos para a Determinação de Estanho

6 Métodos Analíticos para a Determinação de Estanho 38 6 Métodos Analíticos para a Determinação de Estanho Diversos métodos seletivos e sensíveis são empregados na determinação do estanho, que pode ser dividida em dois grupos: a determinação do seu conteúdo

Leia mais

RELAÇÃO DE PRODUTOS NÃO CONSIDERADOS PRODUTOS PARA SAÚDE (Lista Exemplificativa)

RELAÇÃO DE PRODUTOS NÃO CONSIDERADOS PRODUTOS PARA SAÚDE (Lista Exemplificativa) RELAÇÃO DE PRODUTOS NÃO CONSIDERADOS PRODUTOS PARA SAÚDE (Lista Exemplificativa) A Produtos utilizados na avaliação, elaboração, fabricação, ou preparação produtos 01 Amalgamador odontológico 02 Equipamento

Leia mais

ÁGUA REAGENTE NO LABORATÓRIO CLÍNICO

ÁGUA REAGENTE NO LABORATÓRIO CLÍNICO ÁGUA REAGENTE NO LABORATÓRIO RIO CLÍNICO Água reagente no laboratório rio clínico Água de grau reagente (água( pura); Processos de purificação: destilação e deionização (+ usado atualmente). Especificações

Leia mais

LABORATÓRIO DE CALIBRAÇÕES E PLANTA DIDÁTICA

LABORATÓRIO DE CALIBRAÇÕES E PLANTA DIDÁTICA LABORATÓRIO DE CALIBRAÇÕES E PLANTA DIDÁTICA 1. Descrição Física O laboratório deve dispor de estrutura mínima de uma área igual ou superior a 58m2; com pé direito de 3,5m, piso em material isolante, resistente

Leia mais

Introdução a Química Analítica. Professora Mirian Maya Sakuno

Introdução a Química Analítica. Professora Mirian Maya Sakuno Introdução a Química Analítica Professora Mirian Maya Sakuno Química Analítica ou Química Quantitativa QUÍMICA ANALÍTICA: É a parte da química que estuda os princípios teóricos e práticos das análises

Leia mais

Catálogo dos equipamentos remanescentes do Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento em Química (LPQ)

Catálogo dos equipamentos remanescentes do Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento em Química (LPQ) Catálogo dos equipamentos remanescentes do Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento em Química (LPQ) Ultima Atualização: 01/02/2011 Sumário página Cromatógrafo a gás (CG) acoplado a espectrômetro de massas

Leia mais

Anexo I. Matriz de Reconhecimentos de Riscos Campus Avançado de Poços de Caldas. Programa de Prevenção de Riscos Ambientais

Anexo I. Matriz de Reconhecimentos de Riscos Campus Avançado de Poços de Caldas. Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Anexo I Matriz de Reconhecimentos de Riscos Campus Avançado de Poços de Cal DIRETORIA DO CAMPUS Diretor: Prof. Rodrigo Sampaio Fernandes Vice-Diretor: Prof.ª

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa Campus de Rio Paranaíba - MG. Normas do Laboratório de Química e Análise de Alimentos Curso de Nutrição (UFV/CRP)

Universidade Federal de Viçosa Campus de Rio Paranaíba - MG. Normas do Laboratório de Química e Análise de Alimentos Curso de Nutrição (UFV/CRP) Universidade Federal de Viçosa Campus de Rio Paranaíba - MG Normas do Laboratório de Química e Análise de Alimentos Curso de Nutrição (UFV/CRP) Rio Paranaíba Novembro 2012 1 Apresentação O Laboratório

Leia mais

Propriedades da matéria (Continuação)

Propriedades da matéria (Continuação) Propriedades da matéria (Continuação) Densidade m/v Experimentos / discussão Exercício 1) Um bloco de metal tem volume de 200 ml e massa de 1792 g. a) Qual a densidade desse metal, expressa em g / cm3?

Leia mais

QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier. Prática 03 Síntese do Oxalato de Bário

QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier. Prática 03 Síntese do Oxalato de Bário UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE QUÍMICA DQMC QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier Prática 03 Síntese do Oxalato

Leia mais

INFRA-ESTRUTURA FÍSICA DESTINADA AO CURSO SUPERIOR DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA

INFRA-ESTRUTURA FÍSICA DESTINADA AO CURSO SUPERIOR DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA 1 INFRA-ESTRUTURA FÍSICA DESTINADA AO CURSO SUPERIOR DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA Espaço de trabalho para coordenação do curso e serviços acadêmicos A sala da Coordenação dos Cursos Superiores do IF Baiano,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO Edital Nº 7/205 ANEXO II QUADRO DE VAGAS CAMPUS SIGLA ÁREA PERFIL TOTAL ARRAIAL DO CABO CAC Geografia Licenciatura em Geografia. Análise Instrumental Química Industrial ou Engenharia Química ou Farmácia

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA ADMINISTRATIVA Comissão Permanente Organizadora de Concurso Público

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA ADMINISTRATIVA Comissão Permanente Organizadora de Concurso Público 1 VAGAS REMANESCENTES 0 CUIABÁ Atualizado em 11 de Agosto de 2009 Faculdade de Ciências Médicas Faculdade de Nutrição Instituto de Saúde Coletiva Arquitetura e Urbanismo Ciências Básicas em Saúde Alimentos

Leia mais

http://comprasnet.gov.br/acesso.asp?url=/livre/pregao/ata0.asp 1/180

http://comprasnet.gov.br/acesso.asp?url=/livre/pregao/ata0.asp 1/180 158516.262014.174875.4952.10545634435.805 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Santa Catarina Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina Ata de Realização do Pregão

Leia mais

Determinação de bases voláteis totais em pescados por acidimetria

Determinação de bases voláteis totais em pescados por acidimetria Página 1 de 8 1 Escopo Este método tem por objetivo determinar o teor de bases voláteis totais em pescados, indicando o seu grau de conservação. 2 Fundamentos As bases voláteis totais (N-BVT) compreendem

Leia mais

Preparatório Concursos

Preparatório Concursos Preparatório Concursos CURSO PREPARATÓRIO PARA PERITO CRIMINAL CIVIL QUÍMICO (CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM QUÍMICA FORENSE) PÚBLICO ALVO Químicos, químicos industriais e engenheiros químicos em preparação para

Leia mais

Condições Gerais de Prestação de Serviços Analíticos 2013/14

Condições Gerais de Prestação de Serviços Analíticos 2013/14 Laboratório de Análises Um Laboratório ao serviço da Academia e da Indústria Condições Gerais de Prestação de Serviços Analíticos 2013/14 Laboratório de Análises Tel: +351 212947805 (ext: 10993) http://www.dq.fct.unl.pt/servicos-externos

Leia mais

Capítulo XXIII - Minerais e Contaminantes Inorgânicos XXIII CAPÍTULO MINERAIS E CONTAMINANTES INORGÂNICOS IAL - 739

Capítulo XXIII - Minerais e Contaminantes Inorgânicos XXIII CAPÍTULO MINERAIS E CONTAMINANTES INORGÂNICOS IAL - 739 Capítulo XXIII - Minerais e Contaminantes Inorgânicos CAPÍTULO XXIII MINERAIS E CONTAMINANTES INORGÂNICOS IAL - 739 Métodos Físico-Químicos para Análise de Alimentos - 4ª Edição 1ª Edição Digital 740 -

Leia mais

MédioTécnico ( ) Técnico Modular ( ) Carga Horária Semanal: 2 h Semestral: 40 h

MédioTécnico ( ) Técnico Modular ( ) Carga Horária Semanal: 2 h Semestral: 40 h Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) MédioTécnico ( ) Técnico Modular ( ) Graduação (X) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Tecnologia em Processos Químicos Disciplina Introdução

Leia mais

PROPRIEDADES DA MATÉRIA

PROPRIEDADES DA MATÉRIA Profª Msc.Anna Carolina A. Ribeiro PROPRIEDADES DA MATÉRIA RELEMBRANDO Matéria é tudo que tem massa e ocupa lugar no espaço. Não existe vida nem manutenção da vida sem matéria. Corpo- Trata-se de uma porção

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO Edital Nº 7/205 ANEXO II QUADRO DE VAGAS (RETIFICADO) CAMPUS SIGLA ÁREA PERFIL TOTAL ARRAIAL DO CABO DUQUE DE CAXIAS CAC Geografia Análise Instrumental Biologia Geral/ Bioquímica / Processos Bioquímicos

Leia mais

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA - UFPB VIRTUAL LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS A DISTÂNCIA

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA - UFPB VIRTUAL LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA - UFPB VIRTUAL LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS A DISTÂNCIA DISCIPLINA BIOQUÍMICA ESTRUTURAL Ministrante: Prof. Dr. Carlos Alberto de Almeida

Leia mais

MINISTERIO DE AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL DIRECÇÃO GERAL DE ENGENHARIA E DESENVOLVIENTO RURAL LABORATÓRIO NACIONAL DOS SOLOS, ÁGUA E PLANTAS

MINISTERIO DE AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL DIRECÇÃO GERAL DE ENGENHARIA E DESENVOLVIENTO RURAL LABORATÓRIO NACIONAL DOS SOLOS, ÁGUA E PLANTAS REPÚBLICA DA GUINÉ-BISSAU MINISTERIO DE AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL DIRECÇÃO GERAL DE ENGENHARIA E DESENVOLVIENTO RURAL LABORATÓRIO NACIONAL DOS SOLOS, ÁGUA E PLANTAS É sabido que agricultura sem

Leia mais

Operador de Processos Químicos Industriais

Operador de Processos Químicos Industriais Projeto Pedagógico do Curso de Formação Inicial e Continuada ou Qualificação Profissional em Operador de Processos Químicos Industriais na modalidade presencial, no âmbito do PRONATEC Projeto Pedagógico

Leia mais

Metrologia Química Importância, Escopo, Desafios, Impactos e Atividades no Inmetro

Metrologia Química Importância, Escopo, Desafios, Impactos e Atividades no Inmetro Metrologia Química Importância, Escopo, Desafios, Impactos e Atividades no Inmetro Dra. Vanderléa de Souza Chefe da Divisão de Metrologia Química Objetivo principal da Metrologia Química Prover confiança

Leia mais

CATÁLOGO GERAL 2014. Catálogo Microline, Material Médico e Científico (C) Copyright All Rights Reserved

CATÁLOGO GERAL 2014. Catálogo Microline, Material Médico e Científico (C) Copyright All Rights Reserved CATÁLOGO GERAL 2014 A presentação A Microline, como entidade de referência de material médico e hospitalar, possui no seu portfolio todas as soluções necessárias para equipar e dotar de toda a tecnologia

Leia mais

ESPECTROMETRIA ATÔMICA. Prof. Marcelo da Rosa Alexandre

ESPECTROMETRIA ATÔMICA. Prof. Marcelo da Rosa Alexandre ESPECTROMETRIA ATÔMICA Prof. Marcelo da Rosa Alexandre Métodos para atomização de amostras para análises espectroscópicas Origen dos Espectros Óticos Para os átomos e íons na fase gasosa somente as transições

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. PRÓ-EQUIPAMENTOS 2013 INFORMAÇÕES Subprojeto Situação Localização 1. PPGCA Centrífuga refrigerada (para tubos de 1,5 a 50 ml) Incubadora de CO2 (150 litros) Extrator de Lipídio (modelo com 06 provas) Destilador

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ Código/Área de Estudo. Desenho Técnico, Desenho Assistido por Computador (CAD), Informática 02. Materiais para Construção Mecânica, Corrosão e Tribologia 03. Termodinâmica, Refrigeração, Transferência

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. 2009 PRÓ-EQUIPAMENTOS 200 INFORMAÇÕES SUBPROJETO EQUIPAMENTO SITUAÇÃO LOCALIZAÇÃO Nº do Patrimônio 01 SUBPROJETO PARA ATUALIZAÇÃO E AMPLIAÇÃO DE APOIO À PESQUISA (Coord. Salviana de Maria Pastor Santos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. PRÓ-EQUIPAMENTOS 2012 INFORMAÇÕES ESPECTROFOTOMETRO MONO-FEIXE, 190 A 1100NM, 24.350,51 VARREDURA, BANDA VARIAVEL, 220V Recebido e instalado Laboratório de Bioquímica e Microbiologia 2013015246 1. PPGO

Leia mais

MICROSCÓPIOS. Microscópio Monocular 640x - 110v ou 220v. 20338 Microscópio Trinocular 1600x Iluminação de Led CÂMERAS LÂMINAS

MICROSCÓPIOS. Microscópio Monocular 640x - 110v ou 220v. 20338 Microscópio Trinocular 1600x Iluminação de Led CÂMERAS LÂMINAS MICROSCÓPIOS Linha HOMELAB 19470 Microscópio Monocular 640x - 19469 Microscópio Binocular 1600x Iluminação Led Consulte outros molos microscópios objetivas semiplanas e iluminação led 20338 Microscópio

Leia mais

Exercícios Sobre MudanÇas de estados físicos e diagramas

Exercícios Sobre MudanÇas de estados físicos e diagramas Exercícios Sobre MudanÇas de estados físicos e diagramas 01. (Uepg) Quanto às características das substâncias puras e das misturas, assinale o que for correto. 01) Misturas sólidas homogêneas não podem

Leia mais

NORMAS GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO DE QUÍMICA II. Sala 115

NORMAS GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO DE QUÍMICA II. Sala 115 NORMAS GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO DE QUÍMICA II Sala 115 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS ITAQUI NORMAS GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO DE Sumário QUÍMICA II - 115

Leia mais

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 32

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 32 AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 32 9º NO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º ANO DO ENSINO MÉDIO OBJETIVO Diversos experimentos, usando principalmente água e materiais de fácil obtenção, são

Leia mais

a) ÁREA DE CONHECIMENTO BÁSICO: História do Pensamento Econômico/História Econômica.

a) ÁREA DE CONHECIMENTO BÁSICO: História do Pensamento Econômico/História Econômica. Campus Governador Valadares Concurso 106: Departamento de Economia Proc. nº 23071.009825/2013-25 Vaga(s): 01(uma) Classe A: Professor Assistente A a) ÁREA DE CONHECIMENTO BÁSICO: Econometria. DAS PROVAS:

Leia mais

Universidade Federal de São Paulo Campus São José dos Campos LISTA DE DISCIPLINAS DA GRADUAÇÃO

Universidade Federal de São Paulo Campus São José dos Campos LISTA DE DISCIPLINAS DA GRADUAÇÃO A B C Álgebra Linear Álgebra Linear Computacional Álgebra Linear II Algoritmos e Estrutura de Dados I Algoritmos e Estrutura de Dados II Algoritmos em Bioinformática Alteridade e Diversidade no Brasil

Leia mais

Experiência no controle da qualidade analítica

Experiência no controle da qualidade analítica Experiência no controle da qualidade analítica Mario Maroto abril/ 2006 A ECOLABOR A ECOLABOR Comercial Consultoria e Análises Ltda. é uma empresa privada brasileira, fundada em 1992. Análises MICROBIOLÓGICAS,

Leia mais

Fundação Nacional de Saúde. Diretrizes Para Projetos de Laboratórios de Análises de Água Para Consumo Humano e Análises de Efluentes

Fundação Nacional de Saúde. Diretrizes Para Projetos de Laboratórios de Análises de Água Para Consumo Humano e Análises de Efluentes Fundação Nacional de Saúde Diretrizes Para Projetos de Laboratórios de Análises de Água Para Consumo Humano e Análises de Efluentes Brasília, 2012 Copyright 2012 Fundação Nacional de Saúde. Todos os direitos

Leia mais

4026 Síntese de 2-cloro-2-metilpropano (cloreto de tert-butila) a partir de tert-butanol

4026 Síntese de 2-cloro-2-metilpropano (cloreto de tert-butila) a partir de tert-butanol 4026 Síntese de 2-cloro-2-metilpropano (cloreto de tert-butila) a partir de tert-butanol OH + HCl Cl + H 2 O C 4 H 10 O C 4 H 9 Cl (74,1) (36,5) (92,6) Classificação Tipos de reações e classes de substâncias

Leia mais

NOME DO LABORATÓRIO: LABORATÓRIO MULTIDISCIPLINAR

NOME DO LABORATÓRIO: LABORATÓRIO MULTIDISCIPLINAR NOME DO LABORATÓRIO: LABORATÓRIO MULTIDISCIPLINAR Descrição Sucinta da Finalidade do Laboratório: Estudo e avalia a forma, o tamanho, a proporção, a composição (fatores antropométricos), a função metabólica

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica NORMAS GERAIS PARA USO DO LABORATÓRIO DIDÁTICO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CÂMPUS GOVERNADOR

Leia mais

UFBA - Universidade Federal da Bahia - Sistema Acadêmico R00041 - Grade Curricular (Curso) 03/04/2009 17:31

UFBA - Universidade Federal da Bahia - Sistema Acadêmico R00041 - Grade Curricular (Curso) 03/04/2009 17:31 Curso: 185140 Currículo: 2009-1 Engenharia de Produção Área: Matemática, Ciências Físicas e Tecnologia Habilitação: Base Legal: PARECER DA CEG 640/08 DE 16/08/2008. Turno: Noturno Duração em anos: Mínima

Leia mais

BIOINDICADORES E BIOMARCADORES DE AGROQUÍMICOS NO CONTEXTO DA RELAÇÃO SAÚDE-AMBIENTE

BIOINDICADORES E BIOMARCADORES DE AGROQUÍMICOS NO CONTEXTO DA RELAÇÃO SAÚDE-AMBIENTE BIOINDICADORES E BIOMARCADORES DE AGROQUÍMICOS NO CONTEXTO DA RELAÇÃO SAÚDE-AMBIENTE Cláudio Martin Jonsson Vera Lúcia Castro Jaguariúna, outubro 2005. O modelo de agricultura utilizado atualmente visa

Leia mais

AMONIACO. O Refrigerante Testado pelo Tempo. Segurança, Ventilacao e Emergencias. PHI ENGINEERING, Consultores de Engenharia. Walter Gameiro, PhD ME.

AMONIACO. O Refrigerante Testado pelo Tempo. Segurança, Ventilacao e Emergencias. PHI ENGINEERING, Consultores de Engenharia. Walter Gameiro, PhD ME. AMONIACO O Refrigerante Testado pelo Tempo. Segurança, Ventilacao e Emergencias Walter Gameiro, PhD ME. PHI ENGINEERING, Consultores de Engenharia Fort Worth, Texas - USA Amoniaco... O Refrigerante mais

Leia mais

MF-613.R-3 - MÉTODO DE DETERMINAÇÃO DE METAIS EM PARTÍCULAS EM SUSPENSÃO NO AR POR ESPECTROMETRIA DE ABSORÇÃO ATÔMICA COM CHAMA.

MF-613.R-3 - MÉTODO DE DETERMINAÇÃO DE METAIS EM PARTÍCULAS EM SUSPENSÃO NO AR POR ESPECTROMETRIA DE ABSORÇÃO ATÔMICA COM CHAMA. MF-613.R-3 - MÉTODO DE DETERMINAÇÃO DE METAIS EM PARTÍCULAS EM SUSPENSÃO NO AR POR ESPECTROMETRIA DE ABSORÇÃO ATÔMICA COM CHAMA. Notas: Aprovado pela Deliberação CECA nº 3.967, de 16 de janeiro de 2001

Leia mais

Aspectos gerais sobre preparo de amostras. Joaquim A. Nóbrega djan@terra.com.br

Aspectos gerais sobre preparo de amostras. Joaquim A. Nóbrega djan@terra.com.br Aspectos gerais sobre preparo de amostras Joaquim A. Nóbrega djan@terra.com.br Técnicas Espectroanalíticas - FAAS - GFAAS - ICP OES - ICP-MS - Aspecto comum: amostras são usualmente introduzidas como soluções

Leia mais

C.(30 20) + 200.1.(30 20) + 125.0,2.(30 130) = + 2000 2500 =

C.(30 20) + 200.1.(30 20) + 125.0,2.(30 130) = + 2000 2500 = PROVA DE FÍSIA 2º ANO - AUMULATIVA - 1º TRIMESTRE TIPO A 1) Assinale verdadeiro (V) ou falso (F) para as seguintes afirmativas. (F) Os iglus, embora feitos de gelo, possibilitam aos esquimós neles residirem,

Leia mais

Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG - Campus CETEC

Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG - Campus CETEC Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG Campus CETEC O Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG Campus CETEC, compõe-se por um conjunto de institutos de inovação e institutos de tecnologia capazes

Leia mais

Tipo de Material QOI - 02/03 1. Laboratório de Química Orgânica e Farmacêutica. Material de Vidro. Material de Metal

Tipo de Material QOI - 02/03 1. Laboratório de Química Orgânica e Farmacêutica. Material de Vidro. Material de Metal Laboratório de Química Orgânica e Farmacêutica MATERIAL DE LABORATÓRIO E EQUIPAMENTO Com colaboração da Dr.ª Sara Cravo 1 Material de Vidro O material de vidro é um dos elementos fundamentais do laboratório.

Leia mais

Prova Experimental Física, Química, Biologia

Prova Experimental Física, Química, Biologia Prova Experimental Física, Química, Biologia Complete os espaços: Nomes dos estudantes: Número do Grupo: País: BRAZIL Assinaturas: A proposta deste experimento é extrair DNA de trigo germinado e, posteriormente,

Leia mais

3 METODOLOGIA EXPERIMENTAL

3 METODOLOGIA EXPERIMENTAL 43 3 METODOLOGIA EXPERIMENTAL 3. 1 METODOLOGIAS DE ANÁLISES 3.1.1 Método de Quantificação de Surfactantes (MBAS) em Águas 3.1.2 Princípio e aplicabilidade Os surfactantes aniônicos SLS (Lauril Sulfato

Leia mais

LOCAL Coordenação - sala 2001 ÁREA 16m 2

LOCAL Coordenação - sala 2001 ÁREA 16m 2 LABORATÓRIO Anatomia Humana - Saguão ÁREA 40,5m 2 4 luminárias espelhadas, com 2 lâmpadas fluorescentes em cada. Entrada envidraçada com esquadrias (3x2,95m), a qual permite entrada de luz solar e ar exterior.

Leia mais

II INOVAMIN. Experiência da REORG em Subvenção Econômica REORG

II INOVAMIN. Experiência da REORG em Subvenção Econômica REORG II INOVAMIN Experiência da em Subvenção Econômica Plano Introdução Projeto de Subvenção Econômica Aspectos positivos, dificuldades, sugestões Red, Orange and Green Tecnologias Ambientais Pequena empresa

Leia mais

4027 Síntese de 11-cloroundec-1-eno a partir de 10-undecen-1-ol

4027 Síntese de 11-cloroundec-1-eno a partir de 10-undecen-1-ol 4027 Síntese de 11-cloroundec-1-eno a partir de 10-undecen-1-ol OH SOCl 2 Cl + HCl + SO 2 C 11 H 22 O C 11 H 21 Cl (170.3) (119.0) (188.7) (36.5) (64.1) Classificação Tipos de reações e classes das substâncias

Leia mais

Preparatório Concursos

Preparatório Concursos CURSO PREPARATÓRIO PARA PERITO CRIMINAL CIVIL FARMACÊUTICO (CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM QUÍMICA E TOXICOLOGIA FORENSE) PÚBLICO ALVO Farmacêuticos em preparação para concurso público para o cargo de perito

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico EIXO TECNOLÓGICO: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico EIXO TECNOLÓGICO: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS Padronização do tipo e quantidade necessária de instalações e equipamentos dos laboratórios das habilitações profissionais EIXO TECNOLÓGICO: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICO

Leia mais

ESPECTROSCOPIA VISÍVEL E ULTRAVIOLETA

ESPECTROSCOPIA VISÍVEL E ULTRAVIOLETA ESPECTROSCOPIA VISÍVEL E ULTRAVIOLETA Princípios básicos A espectrofotometria visível e ultravioleta é um dos métodos analíticos mais usados nas determinações analíticas em diversas áreas. É aplicada para

Leia mais

Introdução à Química Inorgânica

Introdução à Química Inorgânica Introdução à Química Inorgânica Orientadora: Drª Karla Vieira Professor Monitor: Gabriel Silveira Química A Química é uma ciência que está diretamente ligada à nossa vida cotidiana. A produção do pão,

Leia mais