LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO. 1. Descrição Física

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO. 1. Descrição Física"

Transcrição

1 LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO 1. Descrição Física O espaço físico deste laboratório deve ser de 100 m 2, com piso em cimento queimado e uma área de aproximadamente 3 m 2 em terra batida para vazamento de metal, boa iluminação e sistema de ventilação e exaustão apropriados. O laboratório deve estar localizado no pavimento térreo e ter em suas proximidades, banheiros masculinos e femininos adaptados para atender portadores de necessidades especiais. As bancadas de alvenaria da sala de analises e da sala de fundição devem ter altura de 90 cm e ter armários na parte inferior; dimensões, pontos de água e esgoto conforme leiaute. Instalações: 4 pontos de ar comprimido. 1 tomadas 110/220 v para microcomputador 1 tomada 110/220 v para impressora 1 tomadas 220 v para aparelhos de ar condicionado 16 tomadas 110/220v para equipamentos 1 tomada 220v para forno de fusão 1 tomada 220v para forno de tratamento térmico NOTA: O espaço físico destinado a analises de areias, bem como os equipamentos nele contidos, não são necessários para o curso Técnico em Metalurgia, com ênfase em Siderurgia.

2 2. Leiaute

3 3. Mobiliário e Acessórios 01 Conjunto de mesa e cadeira para professor 01 Mesa para computador 01 Quadro não magnetico 03 Bancada industrial 4. Equipamentos 01 Agitador de peneiras granulometricas 01 Martelete mecânico 01 Máquina universal de ensaios em corpos de prova de areia verde, cold box, hot box e cura frio. 01 Permeâmetro de areia 01 Aparelho para medição de resistência da tração a úmido em areias 01 Equipamento de medição de umidade da areia de fundição por infravermelho 01 Misturador para laboratório de areia 01 Determinador automático de argila AFS 01 Equipamento portátil para determinar a dureza de corpos de prova 01 Sopradora de laboratório para confecção de corpos de prova 01 Máquina para realizar ensaios de resistência a tração a quente em areias revestidas shell 01 Kit completo para determinação da argila ativa pelo método de absorção de azul de metileno 01 Gasador para moldes e machos de areia no processo co2, por agulha 01 Balança; tipo eletrônica de precisão 01 Compressor 01 Forno de fusão elétrico 01 Forno de mufla 01 Condicionador de ar; tipo split, cap btu 01 Microcomputador, estabilizador de tensão, multifuncional 01 Impressora multifuncional 02 Motoesmeril 02 Morsa de bancada 5. EPI S Equipamentos de Proteção Individual 20 Blusão confeccionado em raspa de couro natural (comum ao laboratório de processos de fabricação) 04 Luva de segurança de couro para altas temperaturas 20 Óculos de proteção (comum ao laboratório de processos de fabricação) Habilitações Profissionais que podem compartilhar este laboratório: Técnico em Metalurgia

4 LABORATÓRIO DE METROLOGIA E FUNDIÇÃO 1. Descrição Física O espaço físico deste laboratório deve ser de 60 m 2, com piso tipo paviflex, boa iluminação e sistema de ventilação apropriado. A temperatura média deste laboratório deve ser mantida constante em 20 c. Instalações: 1 tomada 110/220 v para projetor de perfil 2 tomadas 110 v para microcomputador e projetor 2 tomadas 220 v para aparelhos de ar condicionado Rede para comunicação entre computadores 4 tomadas 110/220 v para bancadas de simulação, 2 pontos de ar comprimido O compressor de ar deverá ser instalado preferencialmente fora do laboratório, diminuindo o nível de ruído interno. O compressor de ar pode ser compartilhado com o laboratório de Ensaios de Materiais

5 2.Leiaute

6 3. Mobiliário e Acessórios 1 Conjunto de mesa e cadeira para professor 1 Mesa para computador 1 Quadro não magnetico 4 Armario para ferramentas 20 Conjunto de carteira escolar 2 Armário de aço para material escolar 4. Equipamentos 01 Projetor de perfil 02 Condicionador de ar; tipo split, cap btu 01 Microcomputador 01 Impressora multifuncional 01 Mesa de desempeno 01 Medidor de rugosidade 01 Jogo de bloco padrão 07 Transferidor de ângulo 02 Esquadro combinado 05 Esquadro de precisão 01 Mesa de seno simples 01 Régua de seno 20 Paquímetro universal 01 Paquímetro digital 15 Micrômetro 01 Calibrador traçador de altura; modelo analógico; resolução de 0.02 mm; capacidade de 600 mm; exatidão de +/ 0.05 mm; 05 Relógio tipo apalpador 05 Relógio tipo comparador 05 Suporte para relógio comparador 05 Blocos em "v" magnético 02 Bancada de simulação e treinamento para pneumática e eletropneumática 02 Bancada de simulação e treinamento para hidráulica/eletrohidraúlica 01 Compressor; 5. Softwares 01 Software para simulação de circuitos pneumáticos e Hidráulicos 6. EPI S Equipamentos de Proteção Individual 20 Óculos de proteção

7 Habilitações Profissionais que podem compartilhar este laboratório: Técnico em Metalurgia Técnico em Mecânica Técnico em Eletromecânica Técnico em Projetos de Mecânica

8 LABORATÓRIO DE ENSAIOS DE MATERIAIS 1. Descrição Física O espaço físico deste laboratório deve ser de 50 m 2 com pé direito mínimo de 3,5 m, piso tipo paviflex, boa iluminação, sistema de ventilação apropriado e ar condicionado. Este laboratório deverá estar localizado em pavimento térreo. Instalações: 1 Bancada em alvenaria nas dimensões: a= 0,90 m x l=1,20 m x c= 5,50 m 1 Bancada em alvenaria nas dimensões de a= 0,90 m x l= 0,60 m x c=2,00 m, composta de: 2 cubas 2 pontos de água e esgoto 1 ponto de ar comprimido 3 tomadas 110/220 v para máquinas de dureza 2 tomadas 110/220 v para máquina universal de tração 2 tomadas 110/220 v para equipamento de impacto 2 tomadas 220 v para aparelhos de ar condicionado 5 tomadas 110/220 v para equipamentos de end. 1 ponto de ar comprimido para máquina universal de ensaios

9 2.Leiaute

10 3. Mobiliário e Acessórios 1 Conjunto de mesa e cadeira para professor 1 Quadro não magnetico 1 Mesa para computador 2 Armário para ferramentas 20 Banquetas 2 Armário de aço para material escolar 4. Equipamentos 1 Durometro analógico 1 Microdurômetro digital; para ensaios vickers 1 Máquina Universal de Ensaios 1 Medidor de corrosão ultrasonico 1 Ultra som, portátil 5 Liquido penetrante, revelador e removedor para detecção de trincas 1 Yoke para em ensaios de partículas magnéticas 1 Condicionador de ar 2 Microcomputador 1 Impressora multifuncional 1 Compressor 5. EPI S Equipamentos de Proteção Individual 20 Óculos de proteção 05 Luvas de segurança para produtos químicos Habilitações Profissionais que podem compartilhar este laboratório: Técnico em Metalurgia Técnico em Mecânica Técnico em Eletromecânica Técnico em Projetos de Mecânica

11 LABORATÓRIO DE METALOGRAFIA E TRATAMENTO TÉRMICO 1. Descrição Física O espaço físico deste laboratório deve ser de 72 m 2, com pé direito de 3,5 m, piso tipo paviflex, boa iluminação, sistema de ventilação apropriado e ar condicionado. Instalações: 8 tomadas para microscópios 2 tomadas 110/220 v para microcomputador e projetor 1 tomada 110/220 v para impressora 2 tomadas 110/220 v para aparelhos de ar condicionado 2 tomadas 110/220 v para secadores de cabelos 1 bancada central em alvenaria nas dimensões de a= 0,90 m x l= 1,20 m x c= 5,50 m, com 14 pontos de água e esgoto, 10 tomadas 110/220 v. 1 bancada em alvenaria nas dimensões de a= 0,90 m x l= 0,60 m x c= 3,00 m contendo: 2 cubas com pontos de água e esgoto 4 tomadas de 110/220 v. 1 bancada em alvenaria nas dimensões de a= 0,90 m x l= 0,60 m x c= 2,00 m contendo: 1 tomada de 110/220 v para coifa 1 tomada para forno mufla. 1 bancada de granito para sala de microscopia, com altura de 90 cm e dimensões conforme leiaute. Prever colocação de ralo com tela nas cubas, para retenção de material particulado.

12 2. Leiaute

13 LABORATÓRIO DE PROCESSOS DE FABRICAÇÃO 1. Descrição Física O espaço físico deste laboratório deve ser de 190 m 2, pé direito de 3,5 m, piso tipo industrial, boa iluminação, sistema de ventilação apropriado e sistema de exaustão e canalizações de água esgoto. Instalações: 1 bancada de 0,6 m x 2,5 m com 3 cubas conforme leiaute. Pontos de água e esgoto em locais definidos conforme leiaute 7 pontos de ar comprimido em locais definidos conforme Leiaute. 6 tomadas 110/220 v 24 tomadas 220 v trifásicas O compressor pode ser compartilhado com o laboratório de fundição. O laboratório deve ficar situado no piso térreo da edificação e no mesmo corredor onde se encontra os banheiros masculinos e femininos adaptados para portadores de necessidades especiais. Deverá ser previsto sistema de exaustão nos Box de soldagem.

14 2.Leiaute

15 3. Mobiliário e Acessórios 01 Quadro não magnético 01 Conjunto de mesa e cadeira para professor 06 Armário para ferramentas 05 Bancada industrial 4. Equipamentos 01 Torno 01 Fresadora 01 Furadeira de bancada 01 Furadeira industrial 01 Calandra 01 Prensa viradeira 01 Guilhotina 01 Furadeira 01 Serra elétrica 02 Conjunto de solda oxi acetilênica 02 Moto esmeril 05 Equipamento para soldagem multiprocesso 02 Soldador Virtual 01 Estufa 08 Morsa de bancada 02 Prensa 02 Serra policorte 01 Compressor 01 Mesa de desempeno 5. EPI s Equipamento de Proteção Individual 20 Luva de segurança; em couro (raspa) 02 Protetor facial 20 Máscara de proteção para solda 20 Blusão confeccionado em raspa de couro natural 20 Mangote de proteção; em raspa couro 20 Avental de proteção 06 Óculos de proteção; destinado para operações de corte e solda 20 Perneira de proteção Habilitações Profissionais que podem compartilhar este laboratório: Técnico em Metalurgia Técnico em Mecânica Técnico em Eletromecânica Técnico em Projetos de Mecânica

16

LABORATÓRIO DE CALIBRAÇÕES E PLANTA DIDÁTICA

LABORATÓRIO DE CALIBRAÇÕES E PLANTA DIDÁTICA LABORATÓRIO DE CALIBRAÇÕES E PLANTA DIDÁTICA 1. Descrição Física O laboratório deve dispor de estrutura mínima de uma área igual ou superior a 58m2; com pé direito de 3,5m, piso em material isolante, resistente

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico EIXO TECNOLÓGICO: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico EIXO TECNOLÓGICO: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS Padronização do tipo e quantidade necessária de instalações e equipamentos dos laboratórios das habilitações profissionais EIXO TECNOLÓGICO: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICO

Leia mais

LABORATÓRIO DE MODELOS, INCLUSÃO E FUNDIÇÃO

LABORATÓRIO DE MODELOS, INCLUSÃO E FUNDIÇÃO LABORATÓRIO DE MODELOS, INCLUSÃO E FUNDIÇÃO 1. Descrição Física A área mínima deste laboratório deve ser igual ou superior a 59,00 m 2 ; sala quente com área mínima de 10,00 m² e almoxarifado com 9,50

Leia mais

LABORATÓRIO DE MATERIAIS E REVESTIMENTOS

LABORATÓRIO DE MATERIAIS E REVESTIMENTOS LABORATÓRIO DE MATERIAIS E REVESTIMENTOS 1. Descrição Física Este espaço se configura o ambiente ideal para a realização de aplicações práticas de materiais e revestimentos, bem como trabalhos artesanais,

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00033/2014-000

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00033/2014-000 26267 - UNIVERSIDADE FED DA INTEGR LATINO-AMERICANA 58658 - UNIVERSIDADE FED. DA INTEGR. LATINO-AMERICANA RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00033/20-000 - Itens da Licitação - APARELHO ENSAIOS FÍSICOS

Leia mais

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva CERTIFICADO: Nº 004/2012 A Rede Metrológica do Estado de São Paulo qualifica o Laboratório de Calibração

Leia mais

CRONOGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA DA REDE - PREVISÃO DE INSCRIÇÕES

CRONOGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA DA REDE - PREVISÃO DE INSCRIÇÕES BENEFÍCIOS AOS PARTICIPANTES: Sistema de gestão que opera seguindo os requisitos da norma técnica ISO/IEC 17043; Programas concluídos cadastrados na base de dados internacional EPTIS European Proficiency

Leia mais

ESCOPO DO LABORATORIO

ESCOPO DO LABORATORIO Haste Padrão parã Micrômetro Externo âté 500 mm Paquímetro Micrômetro Externo Relógio Apalpador Milesimal / Centesimal até 25 mm Paquímetro Medidor de Altura Bloco Padrão Calibrador Anel de Rosca Paralela

Leia mais

COMPANHIA DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO Certificação de Competências

COMPANHIA DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO Certificação de Competências COMPANHIA DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO Certificação de Competências CARGO AGENTE DE MANUTENÇÃO DE VEÍCULOS Área de Concentração: Funilaria de Autos 1. Os processos de soldagem podem ser classificados em três

Leia mais

LABORATÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

LABORATÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHO LABORATÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHO 1. Descrição Física Neste laboratório serão realizadas aulas práticas de primeiros socorros, avaliação ambiental, equipamento de proteção individual e técnicas de combate

Leia mais

Tel.: 55 (11) 2814-0790 Fax 55 (11) 4647-6782 E-mail: triak@triak.com.br CNPJ: 08.747.866/0001-72 Inc. Estadual: 147.257.444.110 www.triak.com.

Tel.: 55 (11) 2814-0790 Fax 55 (11) 4647-6782 E-mail: triak@triak.com.br CNPJ: 08.747.866/0001-72 Inc. Estadual: 147.257.444.110 www.triak.com. Promoção Válida /janeiro 2011 /fevereiro 2011 das normas internacionais, Garantia de 1 ano Assistência Técnica Própria Tel.: 55 (11) 2814-0790 Fax 55 (11) 4647-6782 E-mail: triak@triak.com.br CNPJ: 08.747.866/0001-72

Leia mais

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES Complexo Esportivo de Deodoro Edital 1.10 1. Instalações Hidráulicas e Sanitárias Os serviços de manutenção de instalações hidráulicas e sanitárias,

Leia mais

Rua Benedito Freire da Paz, 197 Boa Esperança Santa Luzia/MG. Telefone: 3641-4518 www.senai-mg.org.br

Rua Benedito Freire da Paz, 197 Boa Esperança Santa Luzia/MG. Telefone: 3641-4518 www.senai-mg.org.br Segurança na Operação de Empilhadeira Operam empilhadeiras e as demais atividades relativas ao manuseio e transporte de cargas observando os requisitos da norma regulamentadora 11 e as das demais normas

Leia mais

Rendimento EscolarFrequência : Obrigatório Critério de Avaliação : NOTA. DependênciasCritérios: Este curso não admite dependências.

Rendimento EscolarFrequência : Obrigatório Critério de Avaliação : NOTA. DependênciasCritérios: Este curso não admite dependências. Titulação : Eletricista Nome Abreviado : Eletricista Nível : Aprendizagem Tipo de Curso : Aprendizagem Industrial Área : Eletroeletrônica Segmento de Área : Eletricidade Estratégia : Presencial Carga Horária

Leia mais

Reconhecimento para Qualificação para Laboratórios de Calibração e Ensaios

Reconhecimento para Qualificação para Laboratórios de Calibração e Ensaios K & L Laboratórios de Metrologia Unidade: Rua Sergipe, 113 Sala B Bairro: Boneca do Iguaçu - São José dos Pinhais - PR Escopo de Qualificação: Dimensional, Força, Torque e Dureza, Massa, Acústica, Eletricidade,

Leia mais

Soluções de Tecnologia da Informação

Soluções de Tecnologia da Informação Soluções de Tecnologia da Informação Peças técnicas e ferramentaria Razão Social: PLASTITECO IND. E COM. DE PLÁSTICOS LTDA. Endereço: Rua Munhoz, 271 (ANTIGO 300) Bairro: Cidade Industrial Satélite de

Leia mais

EIXO TECNOLÓGICO: PRODUÇÃO CULTURAL E DESIGN

EIXO TECNOLÓGICO: PRODUÇÃO CULTURAL E DESIGN Padronização do tipo e quantidade necessária de instalações e equipamentos dos laboratórios das habilitações profissionais EIXO TECNOLÓGICO: PRODUÇÃO CULTURAL E DESIGN HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA

Leia mais

João Carlos Guimarães Lerch

João Carlos Guimarães Lerch 13301 A Rede Metrológica do Estado do Rio Grande do Sul qualifica o Laboratório METROLOGIA WG localizado na Rua Henrique Dias, 630, na cidade de Sapucaia do Sul - RS. Conforme critérios estabelecidos no

Leia mais

DURÔMETRO DE BANCADA ROCKWELL CÓDIGO ISH-R150

DURÔMETRO DE BANCADA ROCKWELL CÓDIGO ISH-R150 DURÔMETRO DE BANCADA ROCKWELL CÓDIGO ISH-R150 penetrador Mesa plana Ø60mm uso da mesa Seletor da força de ensaio Mesa plana Ø15Omm Aplicação da força Mesa prismática Escalas de ensaio Rockwell Força de

Leia mais

II INFRAESTRUTURA FÍSICA E INSTALAÇÕES ACADÊMICAS

II INFRAESTRUTURA FÍSICA E INSTALAÇÕES ACADÊMICAS II INFRAESTRUTURA FÍSICA E INSTALAÇÕES ACADÊMICAS 2.1 - Campus Araraquara 2.1.1 - Infraestrutura física (m2) Fase 2 2014 * (acréscimo em m 2 por ano) Descrição (un) (un) (m 2 ) 2014 2015 2016 2017 2018

Leia mais

Lista de equipamentos adquiridos pelos Programas de Pós- Graduação da UFSJ, através do Edital Capes nº 27/2010 Pró-Equipamentos Institucional

Lista de equipamentos adquiridos pelos Programas de Pós- Graduação da UFSJ, através do Edital Capes nº 27/2010 Pró-Equipamentos Institucional Lista de equipamentos adquiridos pelos Programas de Pós- Graduação da UFSJ, através do Edital Capes nº 27/200 Pró-Equipamentos Institucional Sistema de Sala.49 CDB São João del- 0697 TV digital, tela LCD

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Ítalo Bologna

Faculdade de Tecnologia SENAI Ítalo Bologna Faculdade de Tecnologia SENAI Ítalo Bologna 1. INFRA-ESTRUTURA Salas de Aulas A FATEC IB possui 22 salas de aulas climatizadas, sendo 10 com capacidade para acomodar, confortavelmente de 50 (cinqüenta)

Leia mais

PROCESSOS E VARIÁVEIS DE FUNDIÇÃO

PROCESSOS E VARIÁVEIS DE FUNDIÇÃO PROCESSOS E VARIÁVEIS DE FUNDIÇÃO Sergio Mazzer Rossitti maio/1993 Fundição não é uma arte! É um campo do conhecimento tecnológico, bastante complexo e com um grande numero de variáveis. Exige pois, do

Leia mais

01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES (AS) DA EMPRESA. 03 EPI s EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES (AS) DA EMPRESA. 03 EPI s EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL Rua Doutor Faivre, 888 - Fone: (41) 3264-4211 Fax: (41) 3264-4292 01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA NOME: CNPJ: ENDEREÇO: MUNICÍPIO: CEP: FONE / FAX: PROPRIETÁRIO: ENCARREGADO: 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ROBERTO MANGE INFRAESTRUTURA DOS LABORATÓRIOS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ROBERTO MANGE INFRAESTRUTURA DOS LABORATÓRIOS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ROBERTO MANGE INFRAESTRUTURA DOS LABORATÓRIOS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL 1. INFRAESTRURA DA FACULDADE DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL A Faculdade

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO

MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACABAMENTOS PROPRIETÁRIO DATA: 03/08/2012 VERSÃO: 03 ÍNDICE 1- DESCRIÇÃO DOS ACABAMENTOS DAS UNIDADES... 3 1.1. CONJUNTOS DO PAVIMENTO TIPO (5 AO 13 )...

Leia mais

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5629/2015

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5629/2015 CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5629/2015 1. Controle e Automação Industrial (Instrumentação) Engenharia de Computação Engenharia de Produção Mecânica Engenharia de Sistemas - Modalidade

Leia mais

História NHP SERVICE.

História NHP SERVICE. História NHP SERVICE. No ano de 2007 era fundada a NHP SERVICE com o objetivo específico de ajudar a preservação do patrimônio, meio ambiente de seus clientes executando serviços diversificados para as

Leia mais

MÉTODO EXECUTIVO ME 09

MÉTODO EXECUTIVO ME 09 Objetivo: FOLHA 1 de 7 O método tem como objetivo detalhar o processo de proteção estanque para piscina, utilizando membrana polimérica, de modo a propiciar o treinamento da mão de obra e por conseqüência

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Construção de Prédios no Campus V- Divinópolis-MG. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

MEMORIAL DESCRITIVO. Construção de Prédios no Campus V- Divinópolis-MG. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais MEMORIAL DESCRITIVO Construção de Prédios no Campus V- Divinópolis-MG Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Fevereiro/2007 INTRODUÇÃO O objetivo deste documento é complementar as informações

Leia mais

Fundição em Moldes Metálicos Permanentes por Gravidade.

Fundição em Moldes Metálicos Permanentes por Gravidade. Aula 10: Processos de Fundição em Moldes Metálicos por Gravidade (Coquilhas) 01: Introdução - Características do processo - Etapas envolvidas. - Fatores econômicos e tecnológicos - Ligas emprwegadas 02:

Leia mais

ANCORAS METALICAS. Projetos / Aplicações / Importância / Análise de danos

ANCORAS METALICAS. Projetos / Aplicações / Importância / Análise de danos ANCORAS METALICAS Projetos / Aplicações / Importância / Análise de danos Conceito Âncoras / Clipes / Chumbadores Grapas Rabo de andorinha / Grampo Conceito Âncoras / Clipes / Chumbadores Grapas Rabo de

Leia mais

JALOMAQ LOCAÇÃO E MANUTENÇÃO TEL(12) 3962-3981

JALOMAQ LOCAÇÃO E MANUTENÇÃO TEL(12) 3962-3981 JALOMAQ LOCAÇÃO E MANUTENÇÃO TEL(12) 3962-3981 RELAÇÃO DE PREÇOS DOS EQUIPAMENTOS PARA LOCAÇÃO ITEM DESCRIÇÃO 01 ALAVANCA DE AÇO 1'' X 1,00 mt. 02 ALAVANCA DE AÇO 1.1/2'' X 2,00 mts. 03 ALAVANCA DE AÇO

Leia mais

Capítulo 4: Diagnóstico do Sistema Normativo do SISMETRA

Capítulo 4: Diagnóstico do Sistema Normativo do SISMETRA Capítulo 4: Diagnóstico do Sistema Normativo do SISMETRA Caracterizado no Capítulo 3, à luz da prática internacional de normalização, o sistema normativo do SISMETRA foi objeto de criteriosa análise de

Leia mais

As instalações físicas encontram-se detalhadas no quadro seguinte. QUADRO DE INSTALAÇÕES FÍSICAS

As instalações físicas encontram-se detalhadas no quadro seguinte. QUADRO DE INSTALAÇÕES FÍSICAS As instalações físicas encontramse detalhadas no quadro seguinte. QUADRO DE INSTALAÇÕES FÍSICAS ESPAÇO FÍSICO QUANTIDADES GERAL FACULDADE ÁREA M 2 Salas de aula, medindo cada uma, 69, com um quadro branco,

Leia mais

ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS - END Ensaios realizados em materiais, acabados ou semi acabados, para verificar a existência ou não de descontinuidades ou defeitos, através de princípios físicos definidos, sem

Leia mais

Trabalhamos para que você não Pare. Sistema de incêndio (hidrantes) / Sprinklers ; Redes de ar comprimido / vapor / gases ; Sistema de Água Industrial ; Infra Estrutura em Geral ; Transportes Pneumáticos

Leia mais

Nos sentiremos honrados em atende-los.

Nos sentiremos honrados em atende-los. Presente no mercado brasileiro desde 1941, a PANAMBRA sempre pautou suas atividades por oferecer equipamentos de tecnologia avançada em todos os seus campos de trabalho e foi pioneira na introdução de

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá

Universidade Estadual de Maringá Universidade Estadual de Maringá Pró-reitoria de Recursos Humanos e Assuntos Comunitários CONCURSO PÚBLICO EDITAL N o 057/2013-PRH INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA E PREENCHIMENTO DA FOLHA DE RESPOSTAS

Leia mais

Sankar -Fábrica. Missão/Negócio/Visão/Valores

Sankar -Fábrica. Missão/Negócio/Visão/Valores Apresentação Sankar Indústria e Comércio de Molas Ltda, Dezembro 2015 Volume 1, Edição 10 Prospecto da Sankar 1 Apresentação da Fábrica 2 Clientes da Sankar 3 Fornecedores da Sankar Algumas máquinas 4

Leia mais

EVOLUÇÃO DA PROTEÇÃO DO HOMEM NOS SERVIÇOS DE REPARO DE CAVITAÇÃO DE UNIDADES GERADORAS

EVOLUÇÃO DA PROTEÇÃO DO HOMEM NOS SERVIÇOS DE REPARO DE CAVITAÇÃO DE UNIDADES GERADORAS EVOLUÇÃO DA PROTEÇÃO DO HOMEM NOS SERVIÇOS DE REPARO DE CAVITAÇÃO DE UNIDADES GERADORAS Autores Luiz Antonio Bueno Gerente da Divisão de Segurança e Higiene Industrial Sueli Pereira Vissoto Técnica de

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área Tecnológica: Metalurgia

Leia mais

EFEITO DA ESTRUTURA BAINÍTICA EM AÇOS PARA ESTAMPAGEM

EFEITO DA ESTRUTURA BAINÍTICA EM AÇOS PARA ESTAMPAGEM 1 FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI NADIR DIAS DE FIGUEIREDO MARCOS HUSEK COELHO RUBENS DA SILVA FREIRE EFEITO DA ESTRUTURA BAINÍTICA EM AÇOS PARA ESTAMPAGEM OSASCO 2011 2 MARCOS HUSEK COELHO RUBENS DA SILVA

Leia mais

EXPLOSÃO REPAROS AUTOMOTIVOS

EXPLOSÃO REPAROS AUTOMOTIVOS 2009 EXPLOSÃO REPAROS AUTOMOTIVOS João Batista de Pontes Jr ME Conteúdo Nossa História:... 3 Nossas Instalações em 2009:... 4 Estrutura interna:... 5 Estrutura e Capacidade de Produção... 6 Estratégia

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO TORRE RESIDENCIAL PROPRIETÁRIO

MEMORIAL DESCRITIVO TORRE RESIDENCIAL PROPRIETÁRIO MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACABAMENTOS TORRE RESIDENCIAL PROPRIETÁRIO VERSÃO: 02 ÍNDICE 1- DESCRIÇÃO DOS ACABAMENTOS DAS UNIDADES... 3 1.1. APARTAMENTOS... 3 1.1.1. ESTAR/JANTAR...

Leia mais

HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO

HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO Padronização do tipo e quantidade necessária de instalações e equipamentos dos laboratórios das habilitações profissionais HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO Técnico em Saúde bucal PUBLICAÇÃO

Leia mais

Tel/fax: +55-11-36735020

Tel/fax: +55-11-36735020 Temperatura Termômetros: Bimetálicos Analógicos Capela Digitais Infravermelhos Máxima e mínima Ambientais Clínicos para Refrigeração para Laticínios ASTM Químicos Industriais em geral Registradores e Calibradores

Leia mais

Apresentação Institucional MIPS Sistemas Ltda.

Apresentação Institucional MIPS Sistemas Ltda. Apresentação Institucional MIPS Sistemas Ltda. Rua Ricardo Landmann, 385 Joinville SC - Brasil Quem somos? A MIPS Sistemas Ltda. Iniciou suas atividades no dia 01/03/2014, porém já atua no mercado a 9

Leia mais

Roberto Oliveira Diretor Comercial. Aquecedores de Piscina a Gás por Imersão. Brasil : Fins Terapêuticos Demais Países: Sem restrição

Roberto Oliveira Diretor Comercial. Aquecedores de Piscina a Gás por Imersão. Brasil : Fins Terapêuticos Demais Países: Sem restrição Roberto Oliveira Diretor Comercial Aquecedores de Piscina a Gás por Imersão 2015 Brasil : Fins Terapêuticos Demais Países: Sem restrição Sobre a RK Metalúrgica - Experiência com a área de alta tensão desde

Leia mais

1.3.2 Um ponto de água e esgoto e uma tomada 110V para instalação de purificador

1.3.2 Um ponto de água e esgoto e uma tomada 110V para instalação de purificador Anexo I Chamamento Público 01/2014 1 Espaço A. Destinação Almoxarifado: armazenamento útil mínimo de 1.000m², divididos da seguinte forma: 1.1 Área de armazenagem 87% (mínimo de 870m²) 1.1.1 Sala administrativa

Leia mais

Paquimetro Digital especial. (Métrico) 0,01 ± 0,05. (Polegada/Métrico) .0005/0,01 ± 0,05. Paquimetro Digital especial com face em metal duro

Paquimetro Digital especial. (Métrico) 0,01 ± 0,05. (Polegada/Métrico) .0005/0,01 ± 0,05. Paquimetro Digital especial com face em metal duro Paquimetro Digital especial (Métrico) 0,01 ± 0,05 (Polegada/Métrico) pol/.0005/0,01 ± 0,05 Paquimetro Digital especial com face em metal duro 0,01 ± 0,02 Paquimetro Especial Paquimetro com bico tipo Lâmina

Leia mais

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva CERTIFICADO: Nº 007/2013 Rev.03 A Rede Metrológica do Estado de São Paulo qualifica o Laboratório de

Leia mais

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar:

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar: COMO INSTALAR : Importante para uma perfeita instalação, obter o resultado especificado pela Revitech Pisos e esperado pelo cliente, a utilização das ferramentas corretas. Ferramentas como a desempenadeira,

Leia mais

Acesse: http://fuvestibular.com.br/

Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Esse molde é (quase) para sempre Manuais ou mecanizados, de precisão, não importa qual o processo de fundição que tenhamos estudado até agora, todos tinham em comum duas coisas: o fato de que o material

Leia mais

TRANSFORMADORES MOLDADOS EM RESINA

TRANSFORMADORES MOLDADOS EM RESINA MODELO TAM TRANSFORMADORES - TIPO TAM Os transformadores a seco moldados em resina epóxi são indicados para operar em locais que exigem segurança, os materiais utilizados em sua construção são de difícil

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACABAMENTOS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACABAMENTOS MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACABAMENTOS PROPRIETÁRIO VERSÃO: 10 ÍNDICE 1. DESCRIÇÃO DOS ACABAMENTOS DAS UNIDADES... 4 1.1. CASAS... 4 1.1.1. ESTAR/JANTAR... 4 1.1.2. COZINHA... 4 1.1.3.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO RESIDENCIAL PROPRIETÁRIO

MEMORIAL DESCRITIVO RESIDENCIAL PROPRIETÁRIO MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACABAMENTOS RESIDENCIAL PROPRIETÁRIO VERSÃO: 02 ÍNDICE 1- DESCRIÇÃO DOS ACABAMENTOS DAS UNIDADES... 5 1.1. APARTAMENTOS... 5 1.1.1. ESTAR/JANTAR... 5 1.1.2.

Leia mais

Relógios www.internacionalferramentas.com.br

Relógios www.internacionalferramentas.com.br Relógios Relógio Comparador Digital Dígitos grandes, com 9mm de altura Resolução: 0,01mm/.0005. Sete teclas: Liga/desliga, tolerância, set, zero absoluto/incremental,range (congelamento), direção de contagem

Leia mais

www.ferdimat.com.br Retificadoras Cilíndricas Série CA / CA51H

www.ferdimat.com.br Retificadoras Cilíndricas Série CA / CA51H * Imagem ilustrativa, a máquina pode estar equipada com acessórios opcionais. Vendas nacionais Rua Dr. Miranda de Azevedo, N 415 Pompéia, São Paulo - SP Tel. (11) 3673-3922 - Fax. (11) 3862-6587 E-mail:

Leia mais

Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de precisão.

Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de precisão. CatÁlogo de cursos Eixo tecnológico - Controle e Processos Industriais Ajustador Mecânico Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de

Leia mais

1. Descrição Física. O tampo deverá ser vazado para passagem dos cabos, para cada computador.

1. Descrição Física. O tampo deverá ser vazado para passagem dos cabos, para cada computador. LABORATÓRIO DE REDES DE COMPUTADORES (REDE FÍSICA E REDE LÓGICA) 1. Descrição Física Este laboratório é o ambiente ideal para aulas práticas e teóricas visando capacitar o aluno para o planejamento de

Leia mais

Uma empresa admitiu três operários para o

Uma empresa admitiu três operários para o A UU L AL A Blocos-padrão Uma empresa admitiu três operários para o setor de ferramentaria. Os operários eram mecânicos com experiência. Mas, de Metrologia, só conheciam o paquímetro e o micrômetro. Por

Leia mais

TABELA II - TAXAS GENÉRICAS

TABELA II - TAXAS GENÉRICAS TABELA II - TAXAS GENÉRICAS ACTIVO CORPÓREO GRUPO 1 - IMÓVEIS 2005 Edificações ligeiras (fibrocimento, madeira, zinco, etc.) 10 Edifícios (a): 2010 Habitacionais 2 2015 Comerciais e administrativos 2 2020

Leia mais

Grupo Geradores Residenciais. O que mantém sua família unida é a energia que compartilham.

Grupo Geradores Residenciais. O que mantém sua família unida é a energia que compartilham. Grupo Geradores Residenciais O que mantém sua família unida é a energia que compartilham. Gerando os melhores momentos para viver. Você precisa de eletricidade para iluminar os ambientes de sua casa, operar

Leia mais

TERMO DE ADESÃO A CURSO ON LINE

TERMO DE ADESÃO A CURSO ON LINE TERMO DE ADESÃO A CURSO ON LINE O site disponibiliza, para usuários interessados e devidamente cadastrados, os cursos de: Inspetor de Soldagem N1 EAD Inspetor de Soldagem N2 EAD Inspetor de Equipamentos

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACABAMENTOS VIDA VIVA CLUBE CENTRO

MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACABAMENTOS VIDA VIVA CLUBE CENTRO MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACABAMENTOS VIDA VIVA CLUBE CENTRO - Casas CLIENTE DATA: 13/08/2012 VERSÃO: 06 DATA: 06/04/10 Memorial Descritivo Executivo ÍNDICE 1- Descrição dos acabamentos

Leia mais

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Mecatrônica

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Mecatrônica Habilitação: Mecatrônica Aviso: Este catálogo é constantemente atualizado pelo Centro Paula Souza para obter informações atualizadas consulte o site: www.cpscetec.com.br/crt Mecatrônica Aplicativos Informatizados

Leia mais

Equipamentos disponíveis na Clínica de Odontologia Campus V

Equipamentos disponíveis na Clínica de Odontologia Campus V Equipamentos disponíveis na Clínica de Odontologia Campus V Descrição Quant. ALMOXARIFADO Gaveteiro cinza com 4 gavetas e chave 01 Mesa sem gaveta 01 Estante de aço 01 Armário branco grande com chave 02

Leia mais

Comparação entre Tratamentos Térmicos e Método Vibracional em Alívio de Tensões após Soldagem

Comparação entre Tratamentos Térmicos e Método Vibracional em Alívio de Tensões após Soldagem Universidade Presbiteriana Mackenzie Comparação entre Tratamentos Térmicos e Método Vibracional em Alívio de Tensões após Soldagem Danila Pedrogan Mendonça Orientador: Profº Giovanni S. Crisi Objetivo

Leia mais

Lista de cargos e funções disponíveis no Consórcio Ipojuca

Lista de cargos e funções disponíveis no Consórcio Ipojuca Lista de cargos e funções disponíveis no Consórcio Ipojuca 1. INSPETOR CONTROLE DE QUALIDADE- Atuar com inspeção de processos / final, ensaios de rotina, controle de qualidade e verificação de falhas na

Leia mais

CATÁLOGO RESUMIDO. Instrumentos e equipamentos de medição que aliam alta qualidade, tecnologia e assistência técnica própria.

CATÁLOGO RESUMIDO. Instrumentos e equipamentos de medição que aliam alta qualidade, tecnologia e assistência técnica própria. CATÁLOGO RESUMIDO Instrumentos e equipamentos de medição que aliam alta qualidade, tecnologia e assistência técnica própria. QUALIDADE TECNOLOGIA DURABILIDADE Confira nossa seleção de produtos em promoção

Leia mais

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva CERTIFICADO: Nº 005/2012 A Rede Metrológica do Estado de São Paulo qualifica o Laboratório de Calibração

Leia mais

TABELA COM INFORMAÇÕES SOBRE OS ITENS DISPONÍVEIS NOS ÓRGÃOS/DEPARTAMENTOS PARA TRANSFERÊNCIA PATRIMONIAL (Última Atualização: 26/06/2013)

TABELA COM INFORMAÇÕES SOBRE OS ITENS DISPONÍVEIS NOS ÓRGÃOS/DEPARTAMENTOS PARA TRANSFERÊNCIA PATRIMONIAL (Última Atualização: 26/06/2013) TABELA COM INFORMAÇÕES SOBRE OS ITENS DISPONÍVEIS NOS ÓRGÃOS/DEPARTAMENTOS PARA TRANSFERÊNCIA PATRIMONIAL (Última Atualização: 26/06/2013) - ITENS DE INFORMÁTICA Número Descrição item de uso? de uso, (Nome

Leia mais

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC MEMORIAL DESCRITIVO SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO 1 ÍNDICE 1 Informativos gerais 2 Apresentação 3 Tabelas e especificações

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Fabricação Mecânica Departamento de Ensino Superior

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Fabricação Mecânica Departamento de Ensino Superior ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Fabricação Mecânica Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração de

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO PUBLICAÇÃO DEFINITIVA DE PORTARIAS INTERMINISTERIAIS De 2009 a 2012 Responsável pelas informações:

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Manutenção dos Sistemas de Produção

Curso de Engenharia de Produção. Manutenção dos Sistemas de Produção Curso de Engenharia de Produção Manutenção dos Sistemas de Produção Introdução: A manutenção preditiva é a primeira grande quebra de paradigma nos tipos de manutenção. No Brasil a aplicação é pequena apenas

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico EIXO TECNOLÓGICO: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico EIXO TECNOLÓGICO: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS Padronização do tipo e quantidade necessária de instalações e equipamentos dos laboratórios das habilitações profissionais EIXO TECNOLÓGICO: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS HABILITAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICO

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área Tecnológica: Metalurgia

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE CALIBRAÇÕES NO GRUPO DE SERVIÇOS DE CALIBRAÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL. Documento de caráter orientativo

ORIENTAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE CALIBRAÇÕES NO GRUPO DE SERVIÇOS DE CALIBRAÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL. Documento de caráter orientativo Coordenação Geral de Acreditação ORIENTAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE CALIBRAÇÕES NO GRUPO DE SERVIÇOS DE CALIBRAÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL Documento de caráter orientativo DOQ-CGCRE-004 Revisão 02 FEV/2010

Leia mais

Metrologia Dimensional 17-07-2003

Metrologia Dimensional 17-07-2003 Artigo Serviço Referências 52.15.205 Apalpa Folgas (a) DIN 2275 52.15.206 Aplicador Rectangular (b) -------------- 52.15.207 Base de Comparador (b) -------------- 52.15.210 de Haste Telesc. Analógica

Leia mais

ESTUDO E ESPECIFICAÇÕES PARA REVESTIMENTO E ISOLAMENTO ACÚSTICO DA SALA DE PENEIRAS DO LABORATÓRIO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO DO CTU

ESTUDO E ESPECIFICAÇÕES PARA REVESTIMENTO E ISOLAMENTO ACÚSTICO DA SALA DE PENEIRAS DO LABORATÓRIO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO DO CTU ESTUDO E ESPECIFICAÇÕES PARA REVESTIMENTO E ISOLAMENTO ACÚSTICO DA SALA DE PENEIRAS DO LABORATÓRIO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO DO CTU Referência PACS: 43.50.Gf Barbosa Miriam Jerônimo; Zeballos Adachi Andrea

Leia mais

ÍNDICE. 11. Instalação do CONTROLADOR ELETRO ELETRÔNICO E SENSORES...31. 13. Capa TÉRMICA...33

ÍNDICE. 11. Instalação do CONTROLADOR ELETRO ELETRÔNICO E SENSORES...31. 13. Capa TÉRMICA...33 ÍNDICE 1. PRODUTO SORIA...04 2. ALGUMAS VANTAGENS...05 3. PRODUTO SORIA...06 4. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS...07 5. KIT DE INSTALAÇÃO...08 6. ACESSÓRIOS...09 7. DIMENSIONAMENTO DOS COLETORES...10 8. Dimensionamento

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ÁREAS DE LAZER

MEMORIAL DESCRITIVO ÁREAS DE LAZER MEMORIAL DESCRITIVO ÁREAS DE LAZER Ficam na cobertura, 9º andar. Esta composta por Salão de festas, Espaço gourmet, Fitness center, Sala de jogos e web, Piscina borda infinita e Solarium. - Salão Festas:

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACABAMENTOS BALTIMORE OFFICE PARK CLIENTE DATA: 27/10/2011 VERSÃO:

MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACABAMENTOS BALTIMORE OFFICE PARK CLIENTE DATA: 27/10/2011 VERSÃO: MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACABAMENTOS BALTIMORE OFFICE PARK CLIENTE DATA: 27/10/2011 VERSÃO: 03 PÁGINA: 1 de 8 ÍNDICE 1- Descrição dos acabamentos das unidades 1.1 - Conjuntos do pavimento

Leia mais

ESPAÇO CORPORATIVO SILVA BUENO - CSB 261

ESPAÇO CORPORATIVO SILVA BUENO - CSB 261 ESPAÇO CORPORATIVO SILVA BUENO - CSB 261 RELATÓRIO DE ANDAMENTO DAS OBRAS PERÍODO DEZEMBRO DE 2014 Estrutura de Concreto: Conclusão do 9º pavimento 100% executado; Conclusão do 10º pavimento Barrilete,

Leia mais

Imprensa Oficial da Estância de Atibaia Sábado, 7 de setembro de 2013 - nº 1524 - Ano XVII - Caderno C - Volume V de V

Imprensa Oficial da Estância de Atibaia Sábado, 7 de setembro de 2013 - nº 1524 - Ano XVII - Caderno C - Volume V de V Prefeitura da Estância de Atibaia 201 Comércio - Precário Definição: Edificações inacabadas, deficiências aparentes, construídas com tijolos ou blocos. Coberta de telha ou laje pré moldada sem acabamento,

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL NOVEMBRO DE 2012 Índice da Apresentação EMPRESA... 3 Missão... 3 Áreas de atuação... 3 Infraestrutura Fabril... 4 ESCOPO DE SERVIÇOS... 4 Serviços de Fabricação e Manutenção... 4 Engenharia de Soldagem...

Leia mais

CALIBRAÇÃO DE PRESSÃO Conhecendo e Comparando Padrões

CALIBRAÇÃO DE PRESSÃO Conhecendo e Comparando Padrões CALIBRAÇÃO DE PRESSÃO Conhecendo e Comparando Padrões WIKA Referência Mundial em produtos para medição, controle e calibração de pressão e temperatura, a WIKA está presente em mais de 75 países, fornecendo

Leia mais

ADENDO III ADENDO III. Microcomputador com monitor 2,00 Impressora Laserjet com impressão frente e verso

ADENDO III ADENDO III. Microcomputador com monitor 2,00 Impressora Laserjet com impressão frente e verso N.º 1 de 8 1. RELAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS 1.1. Contrato de manutenção civil: Descrição Quant. Microcomputador com monitor 2,00 Impressora Laserjet com impressão frente e verso 2,00 Aspirador

Leia mais

materiais ou produtos,sem prejudicar a posterior utilização destes, contribuindo para o incremento da

materiais ou produtos,sem prejudicar a posterior utilização destes, contribuindo para o incremento da Definição De acordo com a Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos, ABENDE, os Ensaios Não Destrutivos (END) são definidos como: Técnicas utilizadas no controle da qualidade, d de materiais ou

Leia mais

VEDAJÁ é um revestimento impermeável de alta aderência e de fácil aplicação.

VEDAJÁ é um revestimento impermeável de alta aderência e de fácil aplicação. Descrição VEDAJÁ é um revestimento impermeável de alta aderência e de fácil aplicação. Pode ser aplicado sobre concreto, alvenaria e argamassa. VEDAJÁ proporciona impermeabilidade, mesmo com a ocorrência

Leia mais

AR CONDICIONADO. Componentes

AR CONDICIONADO. Componentes AR CONDICIONADO AR CONDICIONADO Basicamente, a exemplo do que ocorre com um refrigerador (geladeira), a finalidade do ar condicionado é extrair o calor de uma fonte quente, transferindo-o para uma fonte

Leia mais

VEDAPREN. Densidade: 1,02 g/cm³ Aparência: Preto(a) Composição básica: Emulsão asfáltica modificada com elastômeros. Validade: 24 meses

VEDAPREN. Densidade: 1,02 g/cm³ Aparência: Preto(a) Composição básica: Emulsão asfáltica modificada com elastômeros. Validade: 24 meses Produto VEDAPREN é uma manta líquida, de base asfalto e aplicação a frio, pronta para uso e moldada no local. Cobre a estrutura com uma proteção impermeável. Apresenta ótimas características de elasticidade

Leia mais

Armazenamento Todas as matérias primas são organizadas por secções no armazém, através de prateleiras.

Armazenamento Todas as matérias primas são organizadas por secções no armazém, através de prateleiras. Recepção de matérias primas Após a chegada das matérias primas à fábrica, estas são transportadas para o armazém através do empilhador, porta paletes ou através de transporte manual. Armazenamento Todas

Leia mais

Material do curso PPRA EXPERT Apostila do aluno

Material do curso PPRA EXPERT Apostila do aluno PPRA MANUAL PRÁTICO PARA ELABORAÇÃO FORMULÁRIO PARA RECONHECIMENTO DOS RISCOS AMBIENTAIS Material do curso PPRA EXPERT Apostila do aluno RECONHECIMENTO DOS RISCOS AMBIENTAIS Esse Formulário deve ser aplicado

Leia mais

Grupos Geradores Residenciais. O que mantém sua família unida é a energia que compartilham.

Grupos Geradores Residenciais. O que mantém sua família unida é a energia que compartilham. Grupos Geradores Residenciais O que mantém sua família unida é a energia que compartilham. Cummins Onan. Gerando os melhores momentos para viver. Você precisa de eletricidade para iluminar os ambientes

Leia mais

Sistemas de Medição e Metrologia. Aula 3. Organização da Aula 3. Sistema de Medição e Metrologia. Contextualização. Profa. Rosinda Angela da Silva

Sistemas de Medição e Metrologia. Aula 3. Organização da Aula 3. Sistema de Medição e Metrologia. Contextualização. Profa. Rosinda Angela da Silva Sistemas de Medição e Metrologia Aula 3 Profa. Rosinda Angela da Silva Organização da Aula 3 Equipamentos de medição A importância dos equipamentos Os equipamentos mais conhecidos Uso e cuidados Utilizando

Leia mais

CURSO DE IDIOMAS. mil. capital de giro de 40% do total do investimento inicial DESCRIÇÃO ESTRUTURA PESSOAL EQUIPAMENTOS

CURSO DE IDIOMAS. mil. capital de giro de 40% do total do investimento inicial DESCRIÇÃO ESTRUTURA PESSOAL EQUIPAMENTOS CURSO DE IDIOMAS 50 capital de giro de 40% do total O contínuo processo de globalização que a sociedade tem vivenciado nos últimos tempos torna cada vez mais importante a necessidade de domínio de outros

Leia mais

WattStation Carregador de Veículos Elétricos

WattStation Carregador de Veículos Elétricos GE Industrial Solutions WattStation Carregador de Veículos Elétricos GE imagination at work Design WattStation A segunda coisa mais interessante na sua garagem Por que não escolher um carregador com uma

Leia mais