QUÍMICA Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 1ª período

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUÍMICA Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 1ª período"

Transcrição

1 QUÍMICA Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Conclusão Química Estrutural 34 Química Química Inorgânica para Ciências Farmacêuticas OU Ciências Farmacêuticas 2008 Substituta Ementa: Teoria atômica e estrutural, Ementa: Estudo das ligações químicas e suas relações com as modelos atômicos, estrutura eletrônica propriedades das substâncias; estrutura de compostos dos átomos, ligações químicas, fundamentais, estudo do comportamento ácido-básico, bases, sais, estrutura de moléculas e de sólidos. óxidos e óxido-redução, estequiometria e química descritiva dos elementos inorgânicos de interesse para a área de Ciências Farmacêuticas. Química Inorgânica I Química 1999 Contida Ementa: Estudo do comportamento das substâncias inorgânicas (ácidos, bases, sais e óxidos) e suas aplicações nos processos industriais Higiene e Segurança do Trabalho 34 Química Relações Segurança no Trabalho Ementa: Higiene e segurança integrada à missão organizacional com produtividade, qualidade e preservação ambiental em indústrias e laboratórios químicos OU Engenharia Ambiental 2008 Substituta Ementa: Reconhecimento, avaliação e controle dos riscos profissionais; Criar recursos para o controle dos riscos profissionais; Identificação das atribuições de serviço especializado de segurança no trabalho; Desenvolvimento dos fundamentos básicos de segurança no trabalho; Normas de segurança e relações no trabalho; Relações interpessoais. Relações Segurança no Trabalho OU Engenharia Civil 2008 Substituta Ementa: Reconhecimento, avaliação e controle dos riscos profissionais; Criação de recursos para controle dos riscos profissionais; Identificação das atribuições de serviço especializado de segurança no trabalho; Desenvolvimento dos fundamentos básicos de segurança no trabalho; Normas de segurança no trabalho; Relações interpessoais. Projeto Interdisciplinar B 34 Química 2008 Contida Ementa: Desenvolvimento inicial do Projeto Interdisciplinar, tendo como base a história, o desenvolvimento e a produção do conhecimento na área de química. Ética e segurança profissional. 3ª período Química Orgânica A 68 Química Química Orgânica I OU Ciências Farmacêuticas 2008 Substituta Ementa: Estudo das Propriedades químicas e físicas de compostos orgânicos. Ementa: Estrutura e propriedades físicas e químicas do átomo de carbono e das moléculas orgânicas. Propriedades químicas, físicas, métodos de preparação, reatividade e mecanismos de reação de hidrocarbonetos. Química Orgânica e Análise Orgânica I OU Química 2001 Contida Ementa: Estudo do átomo de carbono. Estudo geral das funções orgânicas. Mecanismos gerais das reações orgânicas. Química Orgânica A Química 2005 Contida Ementa: Estrutura e propriedades físicas e químicas do átomo de carbono e das moléculas orgânicas. Propriedades químicas, físicas, métodos de preparação, reatividade e mecanismos de reação de hidrocarbonetos. 1

2 QUÍMICA EXPORTADAS CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS 2ª período Química Orgânica I 68 Ciências Química Orgânica A Química 2008 Substituta Farmacêuticas Ementa: Estudo das Propriedades químicas e físicas de Ementa: Estrutura e propriedades físicas e químicas do compostos orgânicos. átomo de carbono e das moléculas orgânicas. Propriedades químicas, físicas, métodos de preparação, reatividade e mecanismos de reação de hidrocarbonetos Química Analítica 102 Ciências Farmacêuticas Química Analítica Quantitativa Química 2008 Substituta Ementa: Estuda os princípios das análises químicas qualitativas e quantitativas, suas reações, métodos e aplicações na área de fármacos e medicamentos e de cosméticos Química Analítica Instrumental 34 Ciências E Farmacêuticas Ementa: Estuda os Métodos Instrumentais tais como: Cromatografia Gasosa, Cromatografia Líquida de Alta Eficiência, Potenciometria; Técnicas Espectroanalíticas, Análise por Injeção em Fluxo; Técnicas Hifenadas de Análises e os princípios dos métodos espectroscópicos - Infravermelho (IV), Ultravioleta- Visível (UV/VIS), Ressonância Magnética Nuclear (RMN 1H e RMN 13C), Espectrometria de Massas Análise Instrumental 68 Ciências Farmacêuticas Ementa: Aplicação dos princípios básicos de identificação de Compostos Orgânicos Utilizando Espectroscopia e Espectrometria: Ressonância Magnética Nuclear (RMN 1H e RMN 13C), Infravermelho (IV), Ultravioleta (UV) Ementa: Gravimetria e volumetria. Aplicação de conceitos de química analítica clássica e instrumental na análise quantitativa. Normas de ensaios técnicos 3ª período Química Orgânica C Química 2008 Substituta Ementa: Fundamentos de determinação estrutural das substâncias orgânicas por métodos espectroscópicos (infra-vermelho, UV-visível, ressonância magnética nuclear e massas). Síntese orgânica de produtos naturais. 2

3 QUÍMICA EXPORTADAS CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 3ª período Bioquímica Estrutural E 68 Ciências Bioquímica A Química 2008 Substituta Biológicas Ementa: Estudo dos sistemas tampões biológicos e da estrutura, nomenclatura e comportamento químico dos biocompostos Praticas Integrativas Bioquímica Estrutural 17 Ciências Biológicas Ementa: Estudo dos sistemas tampões biológicos e da estrutura, nomenclatura e comportamento químico dos biocompostos 3

4 QUÍMICA EXPORTADAS ENGENHARIA COMPUTAÇÃO Fundamentos de Química e 68 Engenharia Fundamentos de Química e Ciência dos Engenharia Elétrica 2008 Substituta Ciências dos Materiais Computação Materiais OU Ementa: Fórmulas e equações químicas. Classificação periódica e propriedades dos elementos. Noções de fisico-química: termo-química, equilíbrio químico e células eletro-química. Ligação química, estrutura e propriedades das substâncias. Minerais. Polímeros naturais e sintéticos. Experiências ilustrando o método científico, os conceitos de peso equivalente e de ligação química, óxido-redução, equilíbrio químico, ph, produto de solubilidade, preparação e purificação de substâncias. Propriedades elétricas, magnéticas e ópticas de materiais condutores, isolantes e semicondutores (sólidos, líquidos e gasosos). Diagramas e transformações de fase. Diagramas de faixas de energia de materiais e de interfaces Química Tecnológica dos Materiais OU Engenharia Ambiental 2008 Substituta Ementa: Reações químicas, balanceamento de equações, cálculos estequiométricos, soluções aquosas, unidades de concentração, equilíbrios iônicos, tecnologia química, metalurgia, aglomerantes, materiais cerâmicos, vidros, polímeros, tintas, madeiras, experimentos e aplicação à Engenharia. Química Tecnológica dos Materiais Engenharia Civil 2008 Substituta Ementa: Tecnologia química. Água. Metalurgia. Aglomerantes. Materiais cerâmicos. Vidros. Polímeros. Tintas. Madeira 4

5 QUÍMICA EXPORTADAS ENGENHARIA CIVIL Química Tecnológica dos Materiais 68 Engenharia Fundamentos de Química e Ciência dos Engenharia Computação 2008 Substituta Civil Materiais OU Ementa: Tecnologia química. Água. Metalurgia. Ementa: Fórmulas e equações químicas. Classificação Aglomerantes. Materiais cerâmicos. Vidros. Polímeros. Tintas. Madeira periódica e propriedades dos elementos. Noções de fisico-química: termo-química, equilíbrio químico e células eletro-química. Ligação química, estrutura e propriedades das substâncias. Minerais. Polímeros naturais e sintéticos. Experiências ilustrando o método científico, os conceitos de peso equivalente e de ligação química, óxido-redução, equilíbrio químico, ph, produto de solubilidade, preparação e purificação de substâncias. Propriedades elétricas, magnéticas e ópticas de materiais condutores, isolantes e semicondutores (sólidos, líquidos e gasosos). Diagramas e transformações de fase. Diagramas de faixas de energia de materiais e de interfaces Química Tecnológica dos Materiais OU Engenharia Ambiental 2008 Substituta Ementa: Reações químicas, balanceamento de equações, cálculos estequiométricos, soluções aquosas, unidades de concentração, equilíbrios iônicos, tecnologia química, metalurgia, aglomerantes, materiais cerâmicos, vidros, polímeros, tintas, madeiras, experimentos e aplicação à Engenharia. Fundamentos de Química e Ciências dos Materiais Engenharia Elétrica 2008 Substituta 5

6 QUÍMICA EXPORTADAS ENGENHARIA AMBIENTAL Química Tecnológica dos Materiais 68 Engenharia Fundamentos de Química e Ciência dos Engenharia Computação 2008 Substituta Ambiental Materiais OU Ementa: Reações químicas, balanceamento de equações, cálculos estequiométricos, soluções aquosas, unidades de Ementa: Fórmulas e equações químicas. Classificação periódica e propriedades dos elementos. Noções concentração, equilíbrios iônicos, tecnologia química, de fisico-química: termo-química, equilíbrio químico e metalurgia, aglomerantes, materiais cerâmicos, vidros, polímeros, tintas, madeiras, experimentos e aplicação à Engenharia. células eletro-química. Ligação química, estrutura e propriedades das substâncias. Minerais. Polímeros naturais e sintéticos. Experiências ilustrando o método científico, os conceitos de peso equivalente e de ligação química, óxido-redução, equilíbrio químico, ph, produto de solubilidade, preparação e purificação de substâncias. Propriedades elétricas, magnéticas e ópticas de materiais condutores, isolantes e semicondutores (sólidos, líquidos e gasosos). Diagramas e transformações de fase. Diagramas de faixas de energia de materiais e de interfaces Química Tecnológica dos Materiais OU Engenharia Civil 2008 Substituta Ementa: Tecnologia química. Água. Metalurgia. Aglomerantes. Materiais cerâmicos. Vidros. Polímeros. Tintas. Madeira Fundamentos de Química e Ciências dos Materiais Engenharia Elétrica 2008 Substituta 6

Objetivos das Disciplinas Curso de Química

Objetivos das Disciplinas Curso de Química Objetivos das Disciplinas Curso de Química ANÁLISE INSTRUMENTAL Ementa: Introdução aos métodos eletroquímicos. Potenciometria; Condutometria; Voltametria; Espectrofotometria UV- VIS; Espectrometrias de

Leia mais

PLANO DE ENSINO: QUÍMICA

PLANO DE ENSINO: QUÍMICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÉ REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROJETO DESAFIO PRÉ VESTIBULAR O plano de ensino consiste em traduzir em termos mais concretos e operacionais o

Leia mais

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br PLANEJAMENTO DE AÇÕES DA 2 ª ETAPA 2015 PERÍODO DA ETAPA: 01/09/2015 á 04/12/2015 TURMA: 9º Ano EF II DISCIPLINA: CIÊNCIAS / QUÍMICA 1- S QUE SERÃO TRABALHADOS DURANTE A ETAPA : Interações elétricas e

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA. 1.1.4.20.01 Lista Pré-Requisitos por Curso

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA. 1.1.4.20.01 Lista Pré-Requisitos por Curso Código Nome da Tipo Pré Requisito Curso: BAEQ ENGENHARIA QUIMICA Ano do Curriculo: 2010 Descrição da Estrutura: 2º SEMESTRE BA010903 FISICA II BA011004 CALCULO I BA010901 FISICA I BA010904 LABORATORIO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL DEPARTAMENTO DEPBG PLANO DE CURSO DA DISCIPLINA

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA DISCIPLINA QUIMICA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA DISCIPLINA QUIMICA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO - Compreender as transformações químicas em linguagem discursivas. - Compreender os códigos

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE QUÍMICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE QUÍMICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 134, Toledo PR Fone: 377-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE QUÍMICA SÉRIE: 1ª SÉRIE E.M. PROFESSOR: Paulo

Leia mais

INFORMAÇÃO EXAME DA PROVA DE INGRESSO PARA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS 2015/2016

INFORMAÇÃO EXAME DA PROVA DE INGRESSO PARA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS 2015/2016 INFORMAÇÃO EXAME DA PROVA DE INGRESSO PARA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS 2015/2016 Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) Componente Específica de

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1. MATERIAIS: DIVERSIDADE E CONSTITUIÇÃO 1.1 Materiais 1.1.1 Materiais

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE DOCENTE RESPONSÁVEL : MARIA LUIZA TONUSSI DE OLIVEIRA

PLANO DE TRABALHO DOCENTE DOCENTE RESPONSÁVEL : MARIA LUIZA TONUSSI DE OLIVEIRA COLÉGIO ESTADUAL BARBOSA FERRAZ Ensino Médio, Normal e Profissional Rua Rio Grande do Sul, 1200 Centro - Telefone: (43) 3472-5009 www.colegiobarbosa.com.br e.mail: colbarbosa@ig.com.br CEP: 86870-000 -

Leia mais

Espectroscopia Óptica Instrumentação e Aplicações. CQ122 Química Analítica Instrumental II 2º sem. 2014 Prof. Claudio Antonio Tonegutti

Espectroscopia Óptica Instrumentação e Aplicações. CQ122 Química Analítica Instrumental II 2º sem. 2014 Prof. Claudio Antonio Tonegutti Espectroscopia Óptica Instrumentação e Aplicações CQ122 Química Analítica Instrumental II 2º sem. 2014 Prof. Claudio Antonio Tonegutti Classificação dos métodos de análises quantitativas Determinação direta

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente BIOLOGIA I TRIMESTRE A descoberta da vida Biologia e ciência Origem da vida

Leia mais

Preparatório Concursos

Preparatório Concursos Preparatório Concursos CURSO PREPARATÓRIO PARA PERITO CRIMINAL CIVIL QUÍMICO (CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM QUÍMICA FORENSE) PÚBLICO ALVO Químicos, químicos industriais e engenheiros químicos em preparação para

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 1º ano EMENTA

IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 1º ano EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Controle e Processos Industriais CURSO: Técnico em Química FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( )

Leia mais

Processo de Avaliação Seriada

Processo de Avaliação Seriada QUÍMICA Considera-se importante que o ensino da Química não promova a necessidade de uma excessiva memorização, mas possibilite ao estudante adquirir a capacidade de observar e descrever fenômenos, de

Leia mais

PROVA ESPECIALMENTE ADEQUADA DESTINADA A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS PROVA DE QUÍMICA

PROVA ESPECIALMENTE ADEQUADA DESTINADA A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS PROVA DE QUÍMICA PROVA ESPECIALMENTE ADEQUADA DESTINADA A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS PROVA DE QUÍMICA TEMAS 1. Estrutura da matéria 1.1 Elementos, átomos e iões 1.2

Leia mais

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE -2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE DISCURSIVA OBJETIVA QUÍMICA FÍSICA QUÍMICA FÍSICA Matéria e energia Propriedades da matéria Mudanças de estado físico

Leia mais

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão.

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão. QUÍMICA QUESTÃ 01 Aparelhos eletrônicos sem fio, tais como máquinas fotográficas digitais e telefones celulares, utilizam, como fonte de energia, baterias recarregáveis. Um tipo comum de bateria recarregável

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ROBERTO MANGE. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS QUÍMICOS Infraestrutura

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ROBERTO MANGE. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS QUÍMICOS Infraestrutura FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ROBERTO MANGE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS QUÍMICOS Infraestrutura A Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Mange (FATEC RM) dispõe de uma área física total, de

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Num laboratório químico, havia três frascos que continham, respectivamente, um alcano, um álcool e um alqueno. Foram realizados experimentos que envolviam

Leia mais

ANO LETIVO 2014 / 2015

ANO LETIVO 2014 / 2015 ANO LETIVO 2014 / 2015 INTRODUÇÃO Os conteúdos exigidos nas provas de acesso aos cursos ministrados no Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz (ISCSEM) estão contemplados nos programas oficiais

Leia mais

PORTUGUÊS BIOLOGIA FÍSICA QUÍMICA SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PRIMEIRO ANO

PORTUGUÊS BIOLOGIA FÍSICA QUÍMICA SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PRIMEIRO ANO SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PORTUGUÊS PRIMEIRO ANO Programa da 1ª série: Interpretação de texto Linguagem figurada Trovadorismo Humanismo "Auto da barca do inferno" BIOLOGIA Características gerais

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

LABORATÓRIOS DA ÁREA DE QUÍMICA

LABORATÓRIOS DA ÁREA DE QUÍMICA LABORATÓRIOS DA ÁREA DE QUÍMICA Laboratórios de Química I, II, III, IV Localização: - Analítica - Bloco "M" 304 Área: 70,65 m² - Físico Química - Bloco M 303 Área: 95,48m² - Química Inorgânica - Bloco

Leia mais

CONTEÚDOS DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CONTEÚDOS DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Paulo Henrique Saraiva Câmara SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES Frederico

Leia mais

Disciplina MAF 2130 Química Aplicada Turma A02

Disciplina MAF 2130 Química Aplicada Turma A02 Disciplina MAF 2130 Química Aplicada Turma A02 1 CIÊNCIAS DOS MATERIAIS Profa. Dra. Adélia Lima Email: amlsilva0603@gmail.com à Química Aplicada 2 A disciplina Química Aplicada aborda os conteúdos básicos

Leia mais

Química Geral Quimica I Prof. Vinícius CAP. 1 Substâncias Puras, Misturas e Sistemas

Química Geral Quimica I Prof. Vinícius CAP. 1 Substâncias Puras, Misturas e Sistemas Química Geral Quimica I Prof. Vinícius CAP. 1 Substâncias Puras, Misturas e Sistemas O PROFESSOR Vinícius Bigogno Costa Juiz de Fora/MG, 1989 Graduando em Engenharia Aeroespacial (ITA) E-mail: viniciuscosta.t15@gmail.com

Leia mais

Universidade Federal de São Paulo Campus São José dos Campos LISTA DE DISCIPLINAS DA GRADUAÇÃO

Universidade Federal de São Paulo Campus São José dos Campos LISTA DE DISCIPLINAS DA GRADUAÇÃO A B C Álgebra Linear Álgebra Linear Computacional Álgebra Linear II Algoritmos e Estrutura de Dados I Algoritmos e Estrutura de Dados II Algoritmos em Bioinformática Alteridade e Diversidade no Brasil

Leia mais

Exame de Seleção para o Programa de Pós-Graduação em Química (Mestrado)

Exame de Seleção para o Programa de Pós-Graduação em Química (Mestrado) PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Universidade Federal de Juiz de Fora Campus Universitário, Martelos, CEP 36036-900 Juiz de Fora, MG Tel/Fax: (32) 2102 3310 http://www.ufjf.edu.br/pgquimica Exame de Seleção para

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURSO DE QUÍMICA LICENCIATURA PLENA

EMENTÁRIO DO CURSO DE QUÍMICA LICENCIATURA PLENA EMENTÁRIO DO CURSO DE QUÍMICA LICENCIATURA PLENA Conteúdos Básicos Específicos 1. Introdução à Estrutura da Matéria (EXA 475) - C.H. 45 h/a (T) Ementa: Visão microscópica da matéria. Desenvolvimento histórico

Leia mais

Currículo n 7 DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO ESPECÍFICA PROFISSIONAL

Currículo n 7 DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO ESPECÍFICA PROFISSIONAL CURSO DE ENGENHARIA DE MATERIAIS Turno: INTEGRAL Currículo n 7 Reconhecido pela Portaria MEC nº 368, de 19.04.95, D.O.U. nº 76 de 20.04.95. Renovação de Reconhecimento Decreto nº. 1062, D.O.E. nº 8445

Leia mais

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Os metais alcalinos, ao reagirem com água, produzem soluções dos respectivos hidróxidos e gás hidrogênio. Esta tabela apresenta

Leia mais

Centro de Educação Integrada

Centro de Educação Integrada Centro de Educação Integrada 1º ANO BIOLOGIA Origem da vida Citologia Teoria da geração espontânea e biogênese. Teoria de Oparin e Haldane. Panspermia. Criacionismo. Os primeiros seres vivos. Água. Sais

Leia mais

13/8/2007. Universidade Federal da Paraíba CCEN DQ ENTRADA NO PROGRAMA

13/8/2007. Universidade Federal da Paraíba CCEN DQ ENTRADA NO PROGRAMA AVALIAÇÃO TRIENAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA CTC-QUÍMICA/CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA DQ/CCEN/UFPB Universidade Federal da Paraíba CCEN DQ MESTRADO ACADÊMICO (1986) DOUTORADO

Leia mais

CONTEÚDOS OBJETIVOS PERÍODO

CONTEÚDOS OBJETIVOS PERÍODO ESCOLA BÁSICA2,3 EUGÉNIO DOS SANTOS 2013 2014 página 1 ESCOLA BÁSICA DO 2.º E 3.º CICLOS EUGÉNIO DOS SANTOS PLANIFICAÇÃO E METAS DE APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 8.º ANO DE ESCOLARIDADE

Leia mais

MINI LABS PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO 2º CICLO 3º CICLO SECUNDÁRIO

MINI LABS PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO 2º CICLO 3º CICLO SECUNDÁRIO MINI LABS PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO 2º CICLO 3º CICLO SECUNDÁRIO Visionarium Centro de Ciência do Europarque 4520 153 Santa Maria da Feira Tel. 256 370 605/9 Fax. 256 370 608 E-mail. Info.visionarium@aeportugal.com

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES TURMA: I ANO: 12º ANO LETIVO 2011/2012 ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Diagnose da turma. Trabalho individual

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES TURMA: I ANO: 12º ANO LETIVO 2011/2012 ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Diagnose da turma. Trabalho individual ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES Curso Profissional de Técnico de Higiene e Segurança do Trabalho e Ambiente DISCIPLINA: FÌSICA E QUÌMICA TURMA: I ANO: 12º ANO LETIVO 2011/2012 COMPETÊNCIAS

Leia mais

Curso de Especialização em METODOLOGIA DO ENSINO DE BIOLOGIA E QUÍMICA

Curso de Especialização em METODOLOGIA DO ENSINO DE BIOLOGIA E QUÍMICA Curso de Especialização em METODOLOGIA DO ENSINO DE BIOLOGIA E QUÍMICA ÁREA DO CONHECIMENTO: Educação. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Metodologia do Ensino de Biologia

Leia mais

Não é permitida a participação de alunos do Ensino Fundamental ou de alunos que já tenham concluído o Ensino Médio.

Não é permitida a participação de alunos do Ensino Fundamental ou de alunos que já tenham concluído o Ensino Médio. REGULAMENTO OQRJ I- PARTICIPANTES: A Olimpíada de Química do Rio de Janeiro (OQRJ) é dedicada aos alunos do Estado do Rio de Janeiro, regularmente matriculados nas escolas e/ou instituições de Ensino Médio

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2011-2 GABARITO DA PROVA DISCURSIVA DE QUÍMICA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2011-2 GABARITO DA PROVA DISCURSIVA DE QUÍMICA UFJF CNCURS VESTIBULAR 2011-2 GABARIT DA PRVA DISCURSIVA DE QUÍMICA Questão 1 Sabe-se que compostos constituídos por elementos do mesmo grupo na tabela periódica possuem algumas propriedades químicas semelhantes.

Leia mais

CÓD. 5129 - CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA MANHÃ E TARDE MATRIZ CURRICULAR - Currículo nº 01

CÓD. 5129 - CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA MANHÃ E TARDE MATRIZ CURRICULAR - Currículo nº 01 Aprovado no CONGRAD 25.08.2015 Vigência: retroativa aos ingressantes de 2014/2 5129 - CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA MANHÃ E TARDE MATRIZ CURRICULAR - Currículo nº 01 I NÚCLEO DE CONTEÚDOS BÁSICOS Matemática

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Licenciatura em Química ELEMENTOS DE GEOLOGIA. 5 0 SEMESTRE Carga Horária : Objetivos

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Licenciatura em Química ELEMENTOS DE GEOLOGIA. 5 0 SEMESTRE Carga Horária : Objetivos Unidade FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA ELEMENTOS DE GEOLOGIA 80(40T/40P)* Propiciar ao graduando noções de geologia, relacionando-a aos conceitos químicos envolvidos sua aplicação em processos

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL Conteúdos Competências / Habilidades Avaliação/Atividades

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL Conteúdos Competências / Habilidades Avaliação/Atividades Estrutura atômica I (Unid. 02 e 3) COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO

Leia mais

ANEXO III. Domínios e áreas científicas

ANEXO III. Domínios e áreas científicas ANEXO III Domínios e áreas científicas Ciências da Vida e da Saúde Neurociências - Molecular e Celular Neurociências, Envelhecimento e Doenças Degenerativas Imunologia e Infeção Diagnóstico, Terapêutica

Leia mais

Programa de Pós-graduação Mestrado & Doutorado

Programa de Pós-graduação Mestrado & Doutorado Programa de Pós-graduação Mestrado & Doutorado PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA ORGÂNICA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE NITERÓI-RJ PERÍODO DA AVALIAÇÃO: 2004-2006 Coordenador: Dr. Marcos Costa de

Leia mais

Introdução à Química. Prof. Fernando R. Xavier

Introdução à Química. Prof. Fernando R. Xavier Introdução à Química Prof. Fernando R. Xavier UDESC 2013 Qual a idade da química? É possível identificar a presença da química desde a idade do bronze (3,300 a.c.). Ex.: Agricultura, conserva de alimentos,

Leia mais

Sumário. Unidade 1 Introdução ao estudo da Química 10. Unidade 2 Propriedades dos materiais 32. Capítulo 1

Sumário. Unidade 1 Introdução ao estudo da Química 10. Unidade 2 Propriedades dos materiais 32. Capítulo 1 Sumário Carolyn A. Mckoene/Photoresearchrs/Latinstock Sumário Unidade 1 Introdução ao estudo da Química 10 Capítulo 1 Química: objeto de estudo e aplicações... 12 1. Química: a ciência que estuda a matéria...

Leia mais

CURSO ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 D.O.U de 26/11/08 PLANO DE CURSO

CURSO ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 D.O.U de 26/11/08 PLANO DE CURSO CURSO ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 D.O.U de 26/11/08 Componente Curricular: Materiais Elétricos Código: ENG -383 Pré-requisito: --- Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

INSTITUTO DE QUÍMICA da UFRJ DEPARTAMENTO DE QUÍMICA INORGÂNICA. Programa de Disciplina. Química Geral EQ. Nome: Código: IQG 115 CARACTERÍSTICAS

INSTITUTO DE QUÍMICA da UFRJ DEPARTAMENTO DE QUÍMICA INORGÂNICA. Programa de Disciplina. Química Geral EQ. Nome: Código: IQG 115 CARACTERÍSTICAS Programa de Disciplina Nome: Química Geral EQ Código: IQG 115 Categoria: Carga Horária Semanal: CARACTERÍSTICAS Número de Semanas Previstas para a Disciplina: 15 Número de Créditos da Disciplina: 4 Pré-Requisito

Leia mais

Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal FCAV - UNESP. CURSO: Agronomia. DISCIPLINA: Química Geral

Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal FCAV - UNESP. CURSO: Agronomia. DISCIPLINA: Química Geral Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal FCAV - UNESP CURSO: Agronomia DISCIPLINA: Química Geral ASSUNTO: Soluções e Unidades de Concentração 1 1. TIPOS MAIS COMUNS DE SOLUÇÃO Solução

Leia mais

FICHA DE DISCIPLINA UNIDADE ACADÊMICA: ICBIM CH TOTAL TEÓRICA: 45 OBJETIVOS

FICHA DE DISCIPLINA UNIDADE ACADÊMICA: ICBIM CH TOTAL TEÓRICA: 45 OBJETIVOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA FICHA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Biofísica CÓDIGO: UNIDADE ACADÊMICA: ICBIM PERÍODO: 1º OBRIGATÓRIA:

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação 2013 163. FÍSICA Licenciatura. COORDENADOR Orlando Pinheiro da Fonseca Rodrigues ofonseca@ufv.br

UFV Catálogo de Graduação 2013 163. FÍSICA Licenciatura. COORDENADOR Orlando Pinheiro da Fonseca Rodrigues ofonseca@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 163 FÍSICA Licenciatura COORDENADOR Orlando Pinheiro da Fonseca Rodrigues ofonseca@ufv.br 164 Currículos dos Cursos UFV Licenciatura (Integral) ATUAÇÃO O curso de graduação

Leia mais

a) Qual a configuração eletrônica do cátion do alumínio isoeletrônico ao gás nobre neônio?

a) Qual a configuração eletrônica do cátion do alumínio isoeletrônico ao gás nobre neônio? Questão 1: O Brasil é o campeão mundial da reciclagem de alumínio, colaborando com a preservação do meio ambiente. Por outro lado, a obtenção industrial do alumínio sempre foi um processo caro, consumindo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO Edital Nº 7/205 ANEXO II QUADRO DE VAGAS CAMPUS SIGLA ÁREA PERFIL TOTAL ARRAIAL DO CABO CAC Geografia Licenciatura em Geografia. Análise Instrumental Química Industrial ou Engenharia Química ou Farmácia

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio ETEC Prof. Mário Antônio Verza Código: 164 Município: Palmital-SP Área de conhecimento: Ciências da Natureza Matemática e suas Tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO Provas 2º Bimestre 2012 CIÊNCIAS DESCRITORES DESCRITORES DO 2º BIMESTRE DE 2012

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final Disciplina: Química Ano: 2012 Professor (a): Elisa Landim Turma: 1º FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação. Faça a lista

Leia mais

Qualidade Ambiental Química

Qualidade Ambiental Química Qualidade Ambiental Química Programa Revisão dos Conceitos Básicos de Química e Estatística Poluição o Ar e a Química da Troposfera Reações Químicas ligadas à Emissão de Poluentes da Atmosfera Bibliografia

Leia mais

Metrologia Química Importância, Escopo, Desafios, Impactos e Atividades no Inmetro

Metrologia Química Importância, Escopo, Desafios, Impactos e Atividades no Inmetro Metrologia Química Importância, Escopo, Desafios, Impactos e Atividades no Inmetro Dra. Vanderléa de Souza Chefe da Divisão de Metrologia Química Objetivo principal da Metrologia Química Prover confiança

Leia mais

FEFUC - FOLDER EXPLICATIVO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS CURSO DE FARMÁCIA 1ª LINHA CONCEITUAL: CARACTERIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DE FARMÁCIA

FEFUC - FOLDER EXPLICATIVO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS CURSO DE FARMÁCIA 1ª LINHA CONCEITUAL: CARACTERIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DE FARMÁCIA 1 FEFUC - FOLDER EXPLICATIVO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS CURSO DE FARMÁCIA 1ª LINHA CONCEITUAL: CARACTERIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DE FARMÁCIA O PROFISSIONAL FARMACÊUTICO O Farmacêutico é um profissional da

Leia mais

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ Código/Área de Estudo. Desenho Técnico, Desenho Assistido por Computador (CAD), Informática 02. Materiais para Construção Mecânica, Corrosão e Tribologia 03. Termodinâmica, Refrigeração, Transferência

Leia mais

15-09-2015. Química 12º Ano. Marília Peres Esc. Sec. José Saramago - Mafra. Chemistry is all about you! http://www.youtube.com/watch?

15-09-2015. Química 12º Ano. Marília Peres Esc. Sec. José Saramago - Mafra. Chemistry is all about you! http://www.youtube.com/watch? 12º Ano Esc. Sec. José Saramago - Mafra O que é a? Chemistry is all about you! http://www.youtube.com/watch?v=9ith8us-uju 2 1 O que é a? Orgânica Física Inorgânica Bioquímica Analítica... 3 O que é a?

Leia mais

Matriz - Prova de recuperação modular- Cursos profissionais Física e Química- Módulo Q3- Reações Químicas Duração da Prova: 90 min (prova escrita)

Matriz - Prova de recuperação modular- Cursos profissionais Física e Química- Módulo Q3- Reações Químicas Duração da Prova: 90 min (prova escrita) Matriz - Prova de recuperação modular- Cursos profissionais Física e Química- Módulo Q3- Reações Químicas Duração da Prova: 90 min (prova escrita) O presente documento divulga informação relativa à prova

Leia mais

Cursos Nº de vagas Campus Sala

Cursos Nº de vagas Campus Sala MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Pró-Reitoria de Graduação Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1329. Fax: (35) 3299-1078 EDITAL

Leia mais

EDITAL 03/2011 EXAME DE SELEÇÃO DOUTORADO INGRESSO EM 2011-1. Programa recomendado pela CAPES, nível Doutorado, em 01 de março de 2011.

EDITAL 03/2011 EXAME DE SELEÇÃO DOUTORADO INGRESSO EM 2011-1. Programa recomendado pela CAPES, nível Doutorado, em 01 de março de 2011. Universidade Federal de Pelotas Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Centro de Ciências Químicas, Farmacêuticas e de Alimentos Programa de Pós-Graduação em Química EDITAL 03/2011 EXAME DE SELEÇÃO DOUTORADO

Leia mais

QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier. Prática 03 Síntese do Oxalato de Bário

QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier. Prática 03 Síntese do Oxalato de Bário UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE QUÍMICA DQMC QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier Prática 03 Síntese do Oxalato

Leia mais

A Specanalítica organiza e desenvolve conteúdos programáticos ajustados às necessidades dos laboratórios e empresas, em áreas tão vastas como:

A Specanalítica organiza e desenvolve conteúdos programáticos ajustados às necessidades dos laboratórios e empresas, em áreas tão vastas como: PLANO DE FORMAÇÃO 2014 A Specanalítica, Equipamentos Científicos, Lda ter por objectivo oferecer condições que favoreçam a transmissão, o desenvolvimento e a aplicação de conhecimentos científicos e técnicos

Leia mais

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015 MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ 01. Observe na tabela a distribuição percentual dos principais elementos químicos cujos átomos, combinados,

Leia mais

Centro de Educação Integrada

Centro de Educação Integrada Centro de Educação Integrada 2º ANO BIOLOGIA Sistemática e classificação biológica Biodiversidade Vírus Reino Monera: bactérias e arqueas Reino Protoctistas: Algas e protozoários Reino Fungi: Fungos Fundamentos

Leia mais

GERÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE PLANALTINA CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 02 COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA - 2013. Plano de Ensino

GERÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE PLANALTINA CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 02 COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA - 2013. Plano de Ensino Plano de Ensino 1. IDENTIFICAÇÃO: DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS Turma: A / B / C / D /E SÉRIE/ANO: 8ª / 9º Turno: MATUTINO Bimestral: 1º / 2º / 3º / 4º Anual: 2013 Professor: MÁRIO CÉSAR CASTRO E-mail:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO Edital Nº 7/205 ANEXO II QUADRO DE VAGAS (RETIFICADO) CAMPUS SIGLA ÁREA PERFIL TOTAL ARRAIAL DO CABO DUQUE DE CAXIAS CAC Geografia Análise Instrumental Biologia Geral/ Bioquímica / Processos Bioquímicos

Leia mais

B) (até três pontos) Para os pares de espécies apresentados em i, ii e iii, tem-se, respectivamente, Al +, F - e Li.

B) (até três pontos) Para os pares de espécies apresentados em i, ii e iii, tem-se, respectivamente, Al +, F - e Li. Química 1. O raio atômico (ou iônico) é uma propriedade periódica que exerce grande influência na reatividade dos átomos (ou dos íons). A) Explique, em termos de carga nuclear efetiva, a variação apresentada

Leia mais

ANEXO I - DOS CARGOS, DA FORMAÇÃO E DA HABILITAÇÃO

ANEXO I - DOS CARGOS, DA FORMAÇÃO E DA HABILITAÇÃO ANEXO I - DOS CARGOS, DA FORMAÇÃO E DA HABILITAÇÃO Administração/Logística Psicologia das Relações Humanas; Liderança e Gestão de Equipes; Professor de Psicologia Doutorado em Psicologia Enfermagem Segurança

Leia mais

MODELO DE RELATÓRIO TÉCNICO 1 INTRODUÇÃO

MODELO DE RELATÓRIO TÉCNICO 1 INTRODUÇÃO MODELO DE RELATÓRIO TÉCNICO 1 INTRODUÇÃO (Parte teórica, relacionada ao estudo em questão) 2 OBJETIVO (Objetivo do trabalho ou do relatório) 3 PROCEDIMENTOS EXPERIMENTAIS 3.1 MATERIAIS (Todos os materiais

Leia mais

DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR

DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR B ESTRUTURA CURRICULAR E PLANO DE ESTUDOS 1. Estabelecimento de ensino: 2. Unidade orgânica (faculdade, escola, instituto, etc.):. Curso: Engenharia e Tecnologia de Materiais 4. Grau ou diploma: Licenciatura

Leia mais

TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia

TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 64823 MICROBIOLOGIA GERAL 17/34 ODONTOLOGIA MICROBIOLOGIA

Leia mais

Curso de Especialização em ENSINO DE QUIMICA

Curso de Especialização em ENSINO DE QUIMICA Curso de Especialização em ENSINO DE QUIMICA ÁREA DO CONHECIMENTO: Educação. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Ensino de Química. OBJETIVO DO CURSO: O curso de especialização

Leia mais

4 Programas computacionais

4 Programas computacionais 4 Programas computacionais No estudo em solução são usados programas computacionais que permitem calcular as constantes de estabilidade dos complexos formados e montar as curvas de distribuição de espécies.

Leia mais

PROGRAMA DE QUÍMICA DO PROCESSO SELETIVO CESUPA 2015/I

PROGRAMA DE QUÍMICA DO PROCESSO SELETIVO CESUPA 2015/I PROGRAMA DE QUÍMICA DO PROCESSO SELETIVO CESUPA 2015/I CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS HABILIDADES 1. Estrutura da matéria: átomos moléculas e íons. 2. Classificação periódica dos elementos químicos. 3. Propriedades

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO QUÍMICA APLICADA - MESTRADO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO QUÍMICA APLICADA - MESTRADO strado em Química Aplicada Seleção 2007 1/6 1 a etapa do Processo de Seleção 2007 - Parte 1 Questão 01: (A) Arranje, em ordem crescente de comprimento de onda, os seguintes tipos de fótons de radiação

Leia mais

ATO DE RETIFICAÇÃO I AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO DO INT Nº 001/2012

ATO DE RETIFICAÇÃO I AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO DO INT Nº 001/2012 ATO DE RETIFICAÇÃO I AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO DO INT Nº 001/2012 O Diretor do Instituto Nacional de Tecnologia - INT, Unidade de Pesquisa integrante da estrutura do Ministério da Ciência, Tecnologia

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS 3 PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS QUÍMICA 01 - O dispositivo de segurança que conhecemos como air-bag utiliza como principal reagente para fornecer o gás N 2 (massa molar igual a 28 g mol -1

Leia mais

Plano de Ensino. CARGA HORÀRIA 120 Horas. TURMA: 1º TURNO: M e T TURMA: 10 e 11 DIRETOR(A) GERAL DO CAMPUS: DIRETOR (A) DE ENSINO:

Plano de Ensino. CARGA HORÀRIA 120 Horas. TURMA: 1º TURNO: M e T TURMA: 10 e 11 DIRETOR(A) GERAL DO CAMPUS: DIRETOR (A) DE ENSINO: Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Hospitalidade e Lazer CURSO: Técnico em Eventos Modalidade Integrado ao Ensino Médio FORMA/GRAU:( X )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

RESOLUÇÃO COMENTADA DA PROVA DA UNESP DE 2014

RESOLUÇÃO COMENTADA DA PROVA DA UNESP DE 2014 RESOLUÇÃO COMENTADA DA PROVA DA UNESP DE 2014 1-Alguns historiadores da Ciência atribuem ao filósofo pré-socrático Empédocles a Teoria dos Quatro Elementos. Segundo essa teoria, a constituição de tudo

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA Currículo nº 8

CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA Currículo nº 8 CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA Turno: NOTURNO Currículo nº 8 Reconhecido pelo Decreto n. 4.499, de 17.06.98, D.O.E nº 5272 de 17.06.98. Renovação de Reconhecimento Decreto nº. 8416, de 22.09.10. DOE.

Leia mais

química 2 Questão 37 Questão 38 Questão 39 alternativa C na alternativa B. Sabendo-se que a amônia (NH 3)

química 2 Questão 37 Questão 38 Questão 39 alternativa C na alternativa B. Sabendo-se que a amônia (NH 3) química 2 Questão 37 Questão 38 abendo-se que a amônia (N 3) é constituída por moléculas polares e apresenta boa solubilidade em água. o diclorometano (2 2) não possui isômeros. ua molécula apresenta polaridade,

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015 Informações de Tabela Periódica CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015 Folha de Dados Elemento H C N O F Al Cl Zn Sn I Massa atômica (u) 1,00 12,0 14,0

Leia mais

TEMAS PARA A PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO E CRITÉRIOS PARA AS ENTREVISTAS CARGO DE PROFESSOR DE NÍVEL SUPERIOR PROFISSIONAL

TEMAS PARA A PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO E CRITÉRIOS PARA AS ENTREVISTAS CARGO DE PROFESSOR DE NÍVEL SUPERIOR PROFISSIONAL TEMAS PARA A PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO E CRITÉRIOS PARA AS ENTREVISTAS O candidato à vaga de Professor de Línguas fará Entrevista, conforme critérios abaixo: A entrevista constará de uma conversa com

Leia mais

MédioTécnico ( ) Técnico Modular ( ) Carga Horária Semanal: 2 h Semestral: 40 h

MédioTécnico ( ) Técnico Modular ( ) Carga Horária Semanal: 2 h Semestral: 40 h Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) MédioTécnico ( ) Técnico Modular ( ) Graduação (X) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Tecnologia em Processos Químicos Disciplina Introdução

Leia mais

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno UNESP- 2013- Vestibular de Inverno 1-Compostos de crômio têm aplicação em muitos processos industriais, como, por exemplo, o tratamento de couro em curtumes e a fabricação de tintas e pigmentos. Os resíduos

Leia mais

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42 Processo Seletivo/UNIFAL- janeiro 2008-1ª Prova Comum TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 41 Diferentes modelos foram propostos ao longo da história para explicar o mundo invisível da matéria. A respeito desses modelos

Leia mais

Programa dos cursos em Química

Programa dos cursos em Química Programa dos cursos em Química Primeiro ciclo Licenciatura em Química 1º ano /1º semestre QUADRO N.º 4 Química Geral I QUI S 162 T: 45; TP: 30 6 Matemática I MAT S 162 T: 45; TP: 30 6 Física Geral I FIS

Leia mais

Ensino de Química - Inorgânica. Professora: Roseantony IFRJ/Campus Rio de Janeiro

Ensino de Química - Inorgânica. Professora: Roseantony IFRJ/Campus Rio de Janeiro Ensino de Química - Inorgânica Professora: Roseantony IFRJ/Campus Rio de Janeiro Química Inorgânica O que é? Definição da Wikipédia: Química inorgânica ou química mineral é o ramo da química que estuda

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR - 2012/1º semestre (Aprovada pela Resolução nº 01 CONSEPE, de 09/02/2012). 1º PERÍODO 2º PERÍODO

ESTRUTURA CURRICULAR - 2012/1º semestre (Aprovada pela Resolução nº 01 CONSEPE, de 09/02/2012). 1º PERÍODO 2º PERÍODO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI INSTITUTO DE CIÊNCIA, ENGENHARIA E TECNOLOGIA - TEÓFILO OTONI CURSO DE GRADUAÇÃO - ENGENHARIA CIVIL ESTRUTURA CURRICULAR

Leia mais

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº 12/2012 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO ANEXO I VAGAS POR ÁREA DE CONHECIMENTO VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP 1) Área de Conhecimento:

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 30-30 02

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 30-30 02 MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 1º SEMESTRE 1. Anatomia Humana 30 30 60 04-2. Bioestatística Geral 30-30 02-3. Bioética 30-30 02-4. Biofísica 60-60 04-5. Citologia, Histologia e Embriologia

Leia mais

As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo.

As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo. QUÍMICA As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo. Em diversos países, o aproveitamento do lixo doméstico é quase 100%. Do lixo levado para as usinas de compostagem, após a reciclagem, obtém-se

Leia mais

METODOLOGIA DA PESQUISA. Característica: Obrigatória. Créditos: 2 (30 h)

METODOLOGIA DA PESQUISA. Característica: Obrigatória. Créditos: 2 (30 h) METODOLOGIA DA PESQUISA Ementa: Pesquisa qualitativa e quantitativa. As técnicas de observação e o trabalho de campo: componentes do trabalho de campo: componentes do trabalho de campo. O método cientifico.

Leia mais

EDITAL Nº024/2014. 1.1 O Processo Seletivo Interno será realizado para seleção de docentes para as disciplinas que seguem:

EDITAL Nº024/2014. 1.1 O Processo Seletivo Interno será realizado para seleção de docentes para as disciplinas que seguem: 1 EDITAL Nº024/2014 Dispõe sobre processo de SELEÇÃO INTERNA de docentes para lecionarem no ano letivo de 2014, nas Escolas Técnicas Agrícolas mantidas pela Fundação Educacional Barriga Verde - FEBAVE.

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 Questão 26 Como a questão pede a separação do sólido solúvel do líquido, o único processo recomendado é a destilação simples. Lembrando que filtração e decantação

Leia mais