Centro Atlântico. Mestres da Gestão 42 gurus do management em directo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Centro Atlântico. Mestres da Gestão 42 gurus do management em directo"

Transcrição

1 Centro Atlântico Mestres da Gestão 42 gurus do management em directo

2

3 Des Dearlove, Jorge Nascimento Rodrigues, Stuart Crainer e Tom Brown Mestres da Gestão 42 gurus do management em directo Portugal/2002

4 Reservados todos os direitos para língua portuguesa por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. MESTRES DA GESTÃO 42 GURUS DO MANAGEMENT EM DIRECTO Colecção: Desafios Autores: Des Dearlove, Jorge Nascimento Rodrigues, Stuart Crainer e Tom Brown Título original: Business Minds Editado no Reino Unido por Pearson Education Limited, Financial Times Prentice Hall, 2001 This edition is published under license from Suntop Media Ltd, UK 2002, SunTopMedia/C3iM, Lda Direcção gráfica: Centro Atlântico Tradução: Géraldine Correia Adaptação: Jorge Nascimento Rodrigues Revisão técnica: Catarina Rodrigues Capa: Paulo Buchinho Centro Atlântico, Lda. Av. Dr. Carlos Bacelar, Escritório 1 A - Ap V. N. Famalicão Rua da Misericórdia, Lisboa Portugal Tel Fotolitos: Centro Atlântico Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2002 ISBN: Depósito legal: /02 Marcas registadas: todos os termos mencionados neste livro conhecidos como sendo marcas registadas de produtos e serviços, foram apropriadamente capitalizados. A utilização de um termo neste livro não deve ser encarada como afectando a validade de alguma marca registada de produto ou serviço.

5 sobre os autores Des Dearlove e Stuart Crainer são os fundadores da empresa SuntopMedia no Reino Unido (na Web em líder mundial como fornecedor de conteúdos com novos conceitos de mana gement, bem como os criadores de Thinkers 50, o primeiro ranking de gurus da gestão (na Web em São autores de Firestarters, Gravy Training, Generation Entrepreneur, The Financial Times Handbook of Management e MBA Planet. Stuart Crainer é coordenador da revista Business Strategy Magazine, editada pela London Business School, e considerado o principal jornalista de gestão do mundo anglo-saxónico. Jorge Nascimento Rodrigues é editor de um portal de tendências de gestão e tecnologia, e colabora no Expresso, o principal semanário publicado em Portugal, e nas revistas Executive Digest, Ideias & Negócios e Business Strategy Magazine. É o criador de um sítio de entrevistas com gurus em inglês, castelhano e português. É coordenador da Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão. Tom Brown é CEO e editor da Brown Herron, nos Estados Unidos, uma empresa que vende «e-docs» em exclusivo na Amazon.com. É também o criador do sítio na Web Management General (na Web em e autor de «e-books» populares como The Anatomy of Fire: Sparking a New Spirit of Entreprise e Fiscal Fairy Tales. Tom contribui para publicações de todo o mundo incluindo The Wall Street Journal, Across the Board e Harvard Management Update.

6 agradecimentos Este livro resulta de um projecto de cooperação internacional entre quatro jornalistas e editores em dois continentes e de um trabalho de equipa. Gostaríamos em especial de agradecer a Jerry Pepper e Dan Tobin, pela sua excelente pesquisa; Rita Herron Brown pela sua edição inspirada e Nora Brown pelo trabalho de secretariado. A entrevista a C. K. Prahalad foi conduzida por George Bickerstaffe. A entrevista com Charles Handy foi feita por Godfrey Golzen. Com muita pena nossa, Godfrey faleceu pouco depois. Como era habitual em todo o trabalho de Godfrey, a entrevista é um modelo de clareza e profissionalismo. Estamos cientes da nossa dívida a Godfrey e recordamos o seu exemplo em manter permanente mente a sua curiosidade intelectual. Gostaríamos também de agradecer a Richard Stagg, que sabe reconhecer uma boa ideia quando a ouve.

7 O pensamento criativo é o valor actual mais cobiçado e gerador de lucro para qualquer indivíduo, empresa ou país. Possui a capacidade de mudá-lo a si, ao seu negócio e ao mundo. Robert P. Crawford

8 MESTRES DA GESTÃO 42 GURUS DO MANAGEMENT EM DIRECTO nota da edição portuguesa Esta adaptação de Mestres da Gestão é dedicada a Peter Drucker, o decano dos pensadores de management ainda vivo. 8

9 9 prefácio O presente livro é um roteiro precioso para o entendimento das correntes principais do pensamento actual sobre gestão das organizações. Não é um livro de académicos para académicos e isso constitui, a meu ver, um dos seus grandes méritos. Com efeito, o talento dos seus autores encontra-se na capacidade para formular questões que obrigam a respos tas precisas e essenciais dos quarenta e dois «gurus» que seleccionaram para entrevistar. Estes foram assim obrigados a confessar-se, como que a «pôr-se a nu» na praça pública, isto é, a dizer de forma simples e directa o que consideram ser a sua verdade... ou a sua contribuição específica. E desta maneira podemos avaliar sem ambiguidades ou sofismas do seu respectivo mérito segundo os nossos próprios valores e perspectivas, mediante o acesso expedito que nos é facultado ao conteúdo prático e /ou teórico das respectivas mensagens. O resultado deste ambicioso projecto editorial é um livro fascinante. Por diversas razões. Uma razão reside na visão panorâmica, que nos é facultada, da problemá tica do que entre nós se entende por «Gestão» (que os brasileiros prefe rem designar por «Administração» e que na língua inglesa se associa a «Management», o que por seu turno respeita não só ao «Business» mas também às «Non Profit Organizations», matéria de que Drucker tanto nos ensina). O panorama é vasto, diversificado e colorido. Neste aspecto, comparem-se, por exemplo, as visões de Mintzberg e Handy. Este é um «filósofo social», que procura ver em profundidade tal como Drucker as tendências profundas do nosso tempo e as respectivas implicações não só na organização social mas também na

10 MESTRES DA GESTÃO 42 GURUS DO MANAGEMENT EM DIRECTO condição humana. Mintzberg é um lúcido pragmático que desdenha formas de aprendizagem que não se baseiem na experiência, incluindo o próprio formato tradicional dos MBA, que duramente critica. Mas, para além da diversidade, mesmo contradição de pontos de vista, há também convergência de visões nalguns temas dominantes, como sejam a relevância da inovação e a tendência «federalista» ou de parcerias em rede nas dinâmicas das organizações. Neste último domínio, um ponto de vista particularmente rico é o de Rosabeth Moss Kanter, «mestre da mudança», como é designada. Esta autora considera que a grande mudança na corporação moderna vem de cerca de 1980, quando o que chama concorrência global ganhou expressão. Esta afirmação é raramente feita com tanta precisão e lucidez e corresponde a meu ver à grande vaga recente da «globalização» de que toda a gente fala, mas poucos sabem do que realmente se trata. Diz também a autora que o seu modelo de organização é «capitalismo de rosto humano», acrescentando ser muito cedo para afirmar que «o capi talismo teria vencido» pois que, se «a comunidade empresarial não estiver atenta», os títulos dos jornais estarão brevemente anunciando «que o socialismo tinha voltado». E afirma, com convicção, que a economia global necessita de funcionar localmente. Um outro tema de convergência reside na recusa duma visão economicista da Gestão, ainda tão frequente entre nós. Não se trata de minimizar a influência predominante do económico, como dimensão do processo de mudança social global, mas sim de rejeitar certa visão ou paradigma da Ciência Económica mais em voga na respectiva comunidade académica. 10 Lendo este livro, em toda a diversidade e complexidade das perspectivas que abre, o leitor perceberá, se o não tiver compreendido antes, que a Economia, como conhecimento disciplinar, não é de modo algum a grande avenida, ou estrada real, para o entendimento da problemática da gestão e desenvolvimento das organizações no tempo tão inquietante como

11 PREFÁCIO promissor que vivemos. Uma tal «estrada real» que, aliás, não existe em nenhum campo disciplinar já consagrado, nem talvez venha jamais a existir. Muitos dos entrevistados falam do conhecimento e da aprendizagem nas organizações. Por exemplo, quando interrogado sobre a questão que mais gostaria de colocar aos gestores do nosso tempo, Warren Bennis pergunta simplesmente: como é que aprendem? Parece ser esta, com efeito, a questão principal que hoje se coloca tanto aos indivíduos como às organizações, ambos sempre «aprendentes» como condição de sobrevivência. Mas trata-se de matéria ainda mal dominada, ou seja, ainda parece ser escasso o conhecimento... do nosso próprio conhecimento, o que levou Drucker a afirmar que embora muito se fale de gestão do conhecimento, ainda ninguém sabe como fazê-lo. E a propósito deste famoso mestre e decano do Management recordo uma ocasião em que, juntamente com outros portugueses, entre eles um dos autores desta obra, Jorge Nascimento Rodrigues, mantive mos com ele um convívio de várias horas em Claremont, na Califórnia, onde reside Drucker, e ficámos fascinados com o seu saber ao mesmo tempo enciclopédico e feito de invejável experiência. Na sua juventude, conheceu pessoalmente Keynes e Schumpeter, provavelmente os dois maiores economistas da primeira metade do século XX, e contou-nos histórias reveladoras da personalidade de ambos e da própria complexa relação existente entre eles. Fiquei feliz por saber que dos dois, tal como eu, preferia não Keynes mas Schumpeter, o «Marx burguês» que nos princípios do século passado fizera o elogio do mítico empreendedor capitalista, capaz da inovação ou «destruição criadora», em suma capaz de romper o equilíbrio rotineiro. A mesma preferência aliás que me manifestou Charles Handy, quando veio a Lisboa a convite da Escola de Gestão do ISCTE. Circunstância que me justifica uma nota final sobre o panorama português nestas matérias. 11

12 Como economista profissional há mais de quarenta anos, sempre me senti perseguido ou mesmo obcecado por um único tema, que deu o título a um texto meu publicado em 1974, antes do 25 de Abril, no jornal Expresso, e sob a forma de livro, depois da revolução: «O problema do desenvolvimento português». Nessa altura, pensava que todo ou grande parte do problema residia no regime que então chegava ao fim, o que me dava grande esperança no futuro imediato, grande esperança que partilhei com milhões de portugueses. Hoje vejo que a ditadura foi, provavelmente, mais do que causa, consequência de mal mais profundo de que ainda não conseguimos curar-nos. Lendo este livro, que se publica mais dum quarto de século volvido sobre a terna revolução dos cravos, creio que o leitor compreenderá que o «problema» persiste e se situa mais ao nível da gestão e desenvolvi mento das organizações, ou seja de raízes culturais profundas da sociedade que dificultam entre nós a capacidade empreendedora e inovadora, o processo expedito e eficaz de tomada de decisões, a superação do conflito pela cooperação e, sobretudo, a vivência em profundidade da dimensão humana das organizações, incluindo nesta expressão a própria organização democrática da sociedade nacional. Mário Murteira Professor catedrático de Economia e presidente da «Escola de Gestão» do ISCTE Cantão, China, Novembro 2002

13 índice Prefácio 9 Introdução 21 Adrian Slywotzky Um mestre da gestão que antevê o mundo electrónico como algo que mudará o management para sempre Estou convencido de que uma viragem em massa para os negócios digitais está a poucos anos de distância. 29 Al Ries Um mestre da gestão centrado no marketing, na estratégia e nas marcas A melhor oportunidade para o sucesso a longo prazo está em estreitar o foco 37 Alfred Chandler Um mestre da gestão que defende que a «Estratégia continua a ser o destino» A estratégia permanece o destino, mas as estratégias das empresas individuais têm de ser redefinidas de modo a usufruírem da vantagem da nova tecnologia electrónica. 45 Alvin Toffler Um mestre da gestão que efectuou previsões correctas sobre o que estava para vir O meu ponto de partida foi sempre a mudança. 57

14 MESTRES DA GESTÃO 42 GURUS DO MANAGEMENT EM DIRECTO Arie de Geus Um mestre da gestão que cavou profundamente no segredo da "longevidade" das empresas É preciso ver as instituições como elemento central, mais do que periférico, na sobrevivência humana. 65 Beverly Goldberg Uma mestre da gestão que associa a liderança nos negócios ao progresso social A ideia de encorajar trabalhadores mais velhos a manterem-se a trabalhar não deveria ser vista como uma forma de crueldade face aos mais velhos. 73 Bruce Tulgan Um mestre da gestão sintonizado com a importância da demografia do local de trabalho e das atitudes As mudanças na economia libertaram o trabalho das fronteiras do emprego antiquado com as suas características rígidas. 83 C. K. Prahalad Um mestre da gestão que consegue abarcar grandes empresas e pobreza urbana Precisamos de criar um mercado, para mudar o pressuposto de que os pobres são um fardo e para passar a considerar os pobres como uma opor tunidade comercial. 93 Charles Handy Um mestre da gestão com um olho nas consequên cias sociais Estou convencido de que a organização do futuro será de tipo federal. O federalismo é uma forma de associar corpos independentes em prol de uma causa comum

15 ÍNDICE Danah Zohar Uma mestre da gestão oriundo da física e da filosofia Espírito é uma grande palavra com muitos significados. Uso-a associada à inteligência. 109 Daniel Goleman Um mestre da gestão que está disposto a aprofundar as emoções É um risco ignorarmos as competências emocionais. 117 David Maister Um mestre da gestão apelidado o profissional dos profissionais Está a surgir uma espécie de ciência no domínio do profissionalismo. 127 Don Tapscott Um mestre da gestão que destaca os media tanto como o management Estamos a assistir a uma mudança fundamental nas regras de sucesso que regem não só os negócios como o desenvolvimento social. 137 Edward Lawler Um mestre da gestão especialista em grupos de alta direcção eficazes Existe uma atenção crescente sobre as equipas de administração, sobretudo porque as pessoas apercebem-se do papel crítico que desempenham não apenas na empresa, mas na sociedade como um todo. 147 Fons Trompenaars Um mestre da gestão que insere a cultura no progresso As organizações e sociedades que conseguem mesclar da melhor forma diferenças culturais são superiores na criação de riqueza

16 MESTRES DA GESTÃO 42 GURUS DO MANAGEMENT EM DIRECTO Gary Hamel Um mestre da gestão que não teme derrubar o status quo O primeiro item da agenda é ser o arquitecto da transformação do sector, e não apenas da transformação da empresa. 165 Geoffrey Moore Um mestre da gestão que está a definir a Era da Internet Todas as empresas precisam de incorporar a Internet na sua estratégia, e a forma de o fazer terá impacte no valor das suas acções. 175 Henry Mintzberg Um mestre da gestão determinado em saber como é que os gestores realmente trabalham A formação em gestão deveria basear-se na experiência. Os gestores não podem ser fabricados in vitro. 181 Ian Mitroff Um mestre da gestão que acredita que as organizações necessitam da pessoa como um todo Precisamos de novas formas de pensar sobre pessoas e organizações, e precisamos de novas formas de medir o input, output e desempenho como um todo. 189 James Champy Um mestre da gestão que apreende os fundamentos da verdadeira mudança A mudança de que estou a falar é radical e descontínua, não incremental, contrariamente ao que estamos habituados no dia a dia. 197 Jeffrey Pfeffer Um mestre da gestão que destaca as pessoas na equação dos negócios Que outra dimensão existe nas organizações, para além das pessoas?

17 ÍNDICE Jim Collins Um mestre da gestão fascinado pelo triunfo do óptimo sobre o bom Que valores manteria se o mercado, o sector, os clientes e os media o penalizassem por os defender? São estes os seus verdadeiros valores nucleares. 213 John Kotter Um mestre da gestão bem sintonizado com a forma como a liderança dirige a mudança Existem várias forças com impacte no esforço de mudança. 221 Jonas Ridderstråle Um mestre da gestão que afirma que ser diferente é uma verdadeira mais-valia Quando se investe na imaginação humana sentimentos e fantasia o limite é o céu. 231 Kenichi Ohmae Um mestre da gestão que vê o mundo através do portal do Japão Esqueçam os mitos ocidentais simplistas sobre a gestão nipónica. Há muito mais do que hinos de empresa e emprego para toda a vida. 245 Leif Edvinsson Um mestre da gestão sensível aos activos intangíveis da empresa Aquilo que não se vê está hoje a dirigir as economias do mundo. O capital intelectual das nações é a nova riqueza das nações. 255 Meg Wheatley Uma mestra de gestão visionária nas tendências das organizações e na sociedade O que precisamos é de tempo para pensar sobre aquilo que aprendemos com tudo o que temos vindo a fazer

18 MESTRES DA GESTÃO 42 GURUS DO MANAGEMENT EM DIRECTO Michael Hammer Um mestre da gestão que quer mudar o mundo dos negócios já! Para mim, trata-se de uma revolução à escala mundial, com o nível de importância da Revolução Industrial de há 150 anos. 273 Oren Harari Um mestre da gestão sempre pronto para saltar a curva Prevejo um fluxo enorme e vastas possibilidades ao longo da próxima década. 281 Patricia Seybold Uma mestra de gestão que põe as relações com o cliente online no primeiro lugar Os clientes, equipados hoje com informação e acesso, são mais exigentes do que jamais foram. 291 Peter Cohan Um mestre da gestão com uma noção refinada do porquê do e-sucesso Sempre fui céptico sobre a noção de que a Internet vai mudar tudo. 301 Peter Drucker Um mestre da gestão enraizado no passado que previu sabiamente o futuro Penso que as alianças serão o maior desafio do futuro. São uma nova forma de organizar-se. 311 Peter Senge Um mestre da gestão que lançou a ideia da organização "aprendente No seu sentido mais simples, uma organização aprendente consiste num grupo de pessoas que estão continuamente a melhorar a sua capacidade de criarem o seu próprio futuro

19 ÍNDICE Philip Kotler Um mestre da gestão que definiu o marketing para os tempos modernos Existem muitas empresas lideradas hoje por pessoas que vieram do marketing. 329 Richard Pascale Um mestre da gestão que explora os limites do management no futuro Existem grandes oportunidades geradoras de riqueza que afectarão sectores de todo o tipo. 341 Rosabeth Moss Kanter Uma mestra da gestão que mediu com precisão as dimensões da mudança Depois de se perceber o padrão, a dinâmica do sistema, pode começar-se a mudar as coisas. 353 Sumantra Ghoshal Um mestre da gestão que sabe que o conheci mento significa poder no mercado As empresas devem lidar com o capital humano ao nível mais profundo. 363 Tom Peters Um mestre da gestão que pensa que normalmente o problema é... a gestão Todos possuem um nível diferente de tolerância à crítica. 373 Thomas Petzinger, Jr. Um mestre da gestão que enfrenta o desafio de trabalhar no mundo real dos negócios Estou mesmo a construir o meu próprio negócio baseado nos princípios que defendo, e isso é óptimo

20 MESTRES DA GESTÃO 42 GURUS DO MANAGEMENT EM DIRECTO W. Chan Kim e Renée Mauborgne Dois mestres da gestão que definem de forma original a inovação do valor O valor de inovar sublinha da mesma forma o valor e a inovação. 391 Warren Bennis Um mestre da gestão com uma paixão pela liderança O novo líder percebe e pratica o poder de reconhecimento

21 introdução Vivemos a Era dos gurus. Existem gurus religiosos, mentores espirituais, gurus motivacionais, campeões da auto-ajuda, gurus financeiros. A lista estende-se todos os dias, à medida que mais um guru sobe ao palco e anuncia revelações notáveis. Os gurus são um fenómeno dos nossos tempos, réstias de esperança numa época de medo, dúvida e ansiedade. E os negócios não são excepção. Os gurus da gestão (pode chamar- -lhes líderes do pensamento de management, se preferir) são trovadores com um «cachet» escandaloso no mundo dos negócios. Viajam pelo globo com os seus «shows» de médicos para empresas: a sua influência estende-se da sala do executivo à fábrica e mais além. Cada vez mais, os gurus da gestão cativam a atenção das pessoas influentes e dos decisores. As suas visões e revelações são procuradas pelos CEO das maiores empresas do mundo, e por outros dirigentes. Alguns agem inclusive como consultores e conselheiros de Governos nacionais. O iluminado de Harvard, Michael Porter, por exemplo, realizou estudos económicos para a Índia, Nova Zelândia, Portugal e Canadá, entre outros países. O guru da liderança Warren Bennis aconselhou quatro Presidentes dos EUA e mais de 40 outros líderes mundiais. Para os poucos que alcançam o estatuto de super estrelas, as recompensas financeiras são também inacreditáveis. Estas estrelas de palco cobram dezenas de milhares de dólares por um único dia de trabalho. Tom Peters, cuja fama atingiu um pico em finais dos anos 80, pode ainda cobrar 90 mil dólares por um único dia. E muitos outros facturam geralmente cerca de 75 mil dólares por um dia de trabalho. Ser guru na gestão é um mercado lucrativo que se encaixa perfeitamente na 21

22 MESTRES DA GESTÃO 42 GURUS DO MANAGEMENT EM DIRECTO rede de circuitos de palestras. Como nos disse o próprio Peters com alguma crueza: Nos EUA existem 10 ou 11 mil associações de comércio e todas têm encontros anuais com três ou quatro oradores. Se observarmos a economia, não é assim tão estranho. Os EUA lançaram o mercado. Todos os anos nasce um novo herói Schwarzkopf, Ford, Kissinger, Thatcher, Powell. Estabelece-se assim a nata do mercado, e nós deslizamos por entre eles. Sempre que existe uma guerra, os preços sobem. A guerra intelectual entre os gurus da gestão é contínua. Manter-se no topo exige inesgotáveis reservas de forças mentais e físicas. Os gurus viajam pelo mundo constantemente. Um seminário segue o outro. Se for numa terça-feira, será um discurso de 45 minutos na Federação das Cervejeiras de Baltimore; quarta-feira, talvez Minneapolis ou Madrid; quinta, Toronto ou Tóquio. E o circuito dos gurus está cada vez mais povoado. Os actores são tão bem recompensados que o seu exemplo encoraja imitadores. Todos os anos, uma bateria de novos livros e artigos proclama a ascensão de novos gurus da gestão. Os últimos anos, por exemplo, viram surgir novos pensadores da economia. Estes gurus digitais bateram-se com os pensadores estabelecidos da velha economia para forjar o panorama dos negócios no futuro. Tudo isto torna cada vez mais difícil, para os gestores no terreno, identificar e manter-se actualizado sobre o último e mais actual pensamento de gestão. Ideias sucessivas são lançadas com um ruído cada vez maior. E as cornetas estão cada vez mais estridentes. Uma fonte contínua de novos livros brota de editoras e escritores, tanto novos como consagrados. No entanto, alguns dos mais influentes recusam a postura de super- -estrelas. Peter Drucker, hoje com 93 anos, a quem apelidam de pai da doutrina do management no século XX, recusa claramente esse estatuto. 22

23 INTRODUÇÃO PORQUE AS IDEIAS INTERESSAM Para algumas pessoas, claro, este rodopio de ideias e pensadores novos (e nem tanto) não é nada mais do que o lado de espectáculo da gestão de negócios à séria. No entanto, a verdade é que a gestão moderna é uma mistura curiosa de elementos práticos e teóricos. Pergunte a um gestor qual dos dois domina, e ele ou ela dirá naturalmente o seguinte: gestão significa realizar tarefas. E, todavia, a realidade é mais complicada do que isso. Nenhum de nós pode dar-se ao luxo de ignorar completa mente ideias novas. Um número crescente de gestores passou por uma das muitas escolas de gestão pelo mundo fora. Para estas pessoas, formadas na teoria da gestão, o poder das ideias é bem assimilado. Mas os que tiveram a sua formação de gestão na escola da vida poderão perguntar: Qual é o interesse? Poderão argumentar, com alguma justificação, que a gestão é fundamentalmente uma actividade no terreno e possui pouca relação com as teorias grandiosas ou etéreas dos gurus da gestão. É fácil descartar a maior parte daquilo que está escrito e difundido através de conferências e seminários como sendo irrelevante para o dia-a-dia dos verdadeiros gestores. É fácil assumir que continuam a fazer aquilo que sempre fizeram. Mas o facto é que novas ideias e conceitos influen ciam a nossa forma de pensar o papel dos gestores num ambiente de negócios em mutação. Basta reflectir sobre as mudanças do papel de gestor nas últimas décadas. O que é necessário no mundo de negócios de hoje, algo quase unânime, é um toque mais leve nas rédeas de controlo, uma utilização mais inteligente dos recursos humanos, e um estilo de gestão com maior delegação. Actualmente, o gestor é visto mais como um líder e facilitador do que um controlador e polícia. Ao mesmo tempo, o tipo de ambiente e organização em que actuam os gestores está a mudar para adaptar-se 23

24 MESTRES DA GESTÃO 42 GURUS DO MANAGEMENT EM DIRECTO aos novos conceitos sobre aquilo que deve ser uma empresa. O entendimento fundamental ou o contrato psicológico entre o gestor e a organização redefine as relações empregado/patrão. De onde vêm estas noções? Dos pensadores de gestão, claro. Dos milhares de livros de gestão, artigos, estudos de casos e modelos produzidos todos os anos. Têm um efeito de tic, tic, tic na consciência dos gestores em todo o lado. Um fluxo constante de novas ideias está a redefinir aquilo que os gestores deveriam estar a fazer, e, de forma crítica, influencia como o seu desempenho no terreno é avaliado. A teoria de hoje é muitas vezes a prática de amanhã. Tal como a melhor teoria é (ou deveria ser) derivada do mundo real, o mundo real é alterado também pela promulgação da teoria. Os conceitos das grandes escolas de gestão e da consultoria são teorias criadas com base na prática, recicladas novamente no local de trabalho como as melhores práticas. Novas ideias sobre as empresas mudam ao mesmo tempo os termos de referência pelos quais se regem os verdadeiros gestores e as escalas de valores pelas quais se mede o seu desempenho. A conclusão inevitável é de que as ideias influenciam aquilo que fazem os verdadeiros gestores. ENCURTAR OS CICLOS DE VIDA DAS IDEIAS No actual mundo de negócios acelerado, também, a velocidade com que as novas ideias entram para a ribalta está em aceleração. Num período recente o fluxo de ideias tornou-se uma verdadeira torrente. O advento da comunicação electrónica colocou um verdadeiro turbo no processo. As ideias chegam mais longe e mais depressa do que nunca o fizeram. Tal como os ciclos de vida de produtos encurtaram, também o ciclo de vida das ideias de gestão diminuiu. 24 A tendência é confirmada por quatro académicos da Universidade da

25 INTRODUÇÃO Louisiana 1. Estudaram os ciclos de vida de 16 modas de gestão dos anos 50 até ao final dos 90 do século XX. Os seus resultados, publicados na edição de Outono de 2000 do American Academy of Management Journal, são de leitura interessante. Sugerem que as modas de gestão seguem a mesma curva de ciclo de vida em forma de sino típica dos produtos. As modas dos anos 1950, 1960 e 1970 eram relativamente simples de perceber e de pôr em prática. O seu ciclo de vida, da concep ção ao estatuto de chavão, levava 15 anos. Mas no final dos anos 1990, o ciclo de vida de uma teoria de gestão tinha baixado para uns meros três anos. Uma promulgação tão rápida torna ainda mais difícil certificar a validade ou utilidade de qualquer nova ideia ou teoria. Também torna mais difícil identificar quem são os melhores pensadores da gestão de hoje. Num mundo de empresas em que o excesso de informação já é uma das maiores causas de stresse, a opção é fazer uma tentativa desesperada para ler e assimilar tudo ou ignorar tudo. A maior parte dos gestores são apanhados no meio termo, lendo o que podem e quando podem e tentando separar o trigo do joio. Mestres da Gestão visa ajudá-los nessa tarefa. A ESCOLHA DOS ENTREVISTADOS Como jornalistas, perseguimos os gurus durante vários anos. Fizemos críticas dos seus livros, assistimos às suas palestras e conduzimos entrevistas com muitas das mentes que brilham. Estar atento à produção da indústria dos líderes no pensamento de management é um objectivo fundamental para nós os quatro. A Suntop Media, Management General, e Gurusonline dedicam-se a reportar sobre este Mercado altamente especializado. Em 2001, a Suntop Media desenvolveu o Thinkers 50, o Carson P P, Lanier P A,Carson K D, & Guidrey, B N, Clearing a Path through the Management Fashion Jungle, American Academy of Management Journal, 43:6. Outono de

26 MESTRES DA GESTÃO 42 GURUS DO MANAGEMENT EM DIRECTO primeiro «ranking» global de gurus da gestão - ver na Web em Mestres da Gestão é a nossa escolha da actual colheita de ideias e pensadores. Não é uma lista definitiva dos melhores pensadores da gestão de hoje no mundo. Trata-se antes de uma fotografia dos pensadores da gestão actuais mais importantes, influentes e, em nosso entender, os mais interessantes que andam por aí. Alguns são quase mobílias nos círculos de negócios há anos, enquanto outros são relativamente estreantes. Esperamos que a mistura seja ecléctica e interessante. Estamos convencidos de que os pensadores deste livro merecem todos atenção ou porque propõem enquadramentos teóricos e ferramentas deveras úteis, ou porque as suas ideias possuem o potencial de alterar os negócios de formas diferentes. Nem todos concordarão com todas as selecções. É essa a natureza das ideias. Aquilo que um observador pode julgar útil, outro considerará uma perda de tempo. Num mundo de negócios atravessado por modas e correntes, é vital algum grau de subjectividade. O que distingue estas ideias num mar de pratos do dia? Tentámos seleccionar pensadores que trouxeram, ou demonstraram ter o potencial para fazê-lo, benefícios duradouros e significativos ou um impacte duradouro de alguma outra forma. A maior parte partilham as características seguintes: Actualidade. Os assuntos abordados correspondem a necessidades imediatas ou antecipam aquilo que não foi ainda reconhecido; São auto-sustentados. Apesar de se terem construído com base em ideias anteriores, os melhores pensadores mantêm-se, mesmo sozinhos. Podem ser entendidos de forma isolada face àquilo que existia antes; 26

SOBRE GESTÃO * A Definição de Gestão

SOBRE GESTÃO * A Definição de Gestão SOBRE GESTÃO * A Definição de Gestão Chegar a acordo sobre definições de qualquer tipo pode ser uma tarefa de pôr os cabelos em pé, e um desperdício de tempo. Normalmente requer compromissos por parte

Leia mais

Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação

Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação Neste curso serão abordadas as melhores práticas que permitem gerir estrategicamente a informação, tendo em vista a criação de valor para

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Janeiro de 2004

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Janeiro de 2004 MANTENHA-SE INFORMADO Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para ser informado sempre que existirem actualizações a esta colecção ou outras notícias importantes sobre o Outlook Express 6. Reservados

Leia mais

A Lâmpada Mágica da Inovação

A Lâmpada Mágica da Inovação O P I N I Ã O B r a s i l A Lâmpada Mágica da Inovação Despertando o Gênio que Existe em VOCÊ Daniel Bizon Conferencista contato@danielbizon.com.br www.danielbizon.com.br Inovar é imprescindível para sucesso

Leia mais

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Participamos num processo acelerado de transformações sociais, políticas e tecnológicas que alteram radicalmente o contexto e as

Leia mais

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU Programas de MESTRADO Online MBA Master in Business Administration Mestrado em Direcção de Empresas Mestrado em Direcção de Marketing e Vendas Mestrado em Direcção Financeira Mestrado em Comércio Internacional

Leia mais

Conceito O2. O futuro tem muitos nomes. Para a Conceito O2 é Coaching. Sinta uma lufada de ar fresco. :!:!: em foco

Conceito O2. O futuro tem muitos nomes. Para a Conceito O2 é Coaching. Sinta uma lufada de ar fresco. :!:!: em foco :!:!: em foco Conceito O2 Sinta uma lufada de ar fresco Executive Coaching Através do processo de Executive Coaching a Conceito O2 realiza um acompanhamento personalizado dos seus Clientes com objectivo

Leia mais

OLIVEIRA, Helena. Como gerir a informação. DIGITAL ON LINE, v.5, n.5, Mai, 1999

OLIVEIRA, Helena. Como gerir a informação. DIGITAL ON LINE, v.5, n.5, Mai, 1999 COMO GERIR A INFORMAÇÃO OLIVEIRA, Helena. Como gerir a informação. DIGITAL ON LINE, v.5, n.5, Mai, 1999 RESUMO:"O mundo dos negócios vai mudar mais nos próximos 10 anos do que nos últimos 50 anos. O êxito

Leia mais

20.03.2007. O Planejamento Empresarial

20.03.2007. O Planejamento Empresarial 20.03.2007 02 O Planejamento Empresarial Planejamento empresarial talvez seja um dos temas mais instigantes e sedutores, basicamente porque é tema didático, ensina-nos a agir na cena empresarial e talvez

Leia mais

formação financiamento

formação financiamento INTERVENÇÃO DO PRESIDENTE DA AEP - ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DE PORTUGAL, JOSÉ ANTÓNIO BARROS, NA CONFERÊNCIA «EMPREENDEDORISMO UMA SOLUÇÃO PARA A CRISE», A VISÃO DO EMPREENDEDORISMO EM PORTUGAL, NO CENTRO

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Março de 2004 ISBN: 972-8426-81-X Depósito legal: 207877/04

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Março de 2004 ISBN: 972-8426-81-X Depósito legal: 207877/04 Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Adobe Reader 6 Colecção: Software obrigatório

Leia mais

JOAQUIM LUÍS LOUREIRO GESTÃO DO CONHECIMENTO

JOAQUIM LUÍS LOUREIRO GESTÃO DO CONHECIMENTO JOAQUIM LUÍS LOUREIRO GESTÃO DO CONHECIMENTO Portugal/2003 Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos

Leia mais

Coaching I Formação I Certificação

Coaching I Formação I Certificação Coaching I Formação I Certificação 2011 Business Consultants, Inc. Publicado por EHP, Elemento Humano Portugal. www.thehumanelement.com.pt 1 Uma solução integrada à problemática humana nas organizações

Leia mais

As cinco disciplinas

As cinco disciplinas As cinco disciplinas por Peter Senge HSM Management julho - agosto 1998 O especialista Peter Senge diz em entrevista exclusiva que os programas de aprendizado podem ser a única fonte sustentável de vantagem

Leia mais

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Microsoft PowerPoint 2010 Colecção: Software

Leia mais

Conferência Privacidade, Inovação e Internet

Conferência Privacidade, Inovação e Internet Privacidade, Inovação e Internet Privacidade e Proteção de Dados 22 de maio de 2013 Com o patrocínio da Google APDSI promove conferência sobre Lisboa, 22 de maio de 2013 - A APDSI realizou, a 22 de maio

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. Reservados todos

Leia mais

de empresas ou de organizações de todos os tipos? O que fazem os líderes eficazes que os distingue dos demais?

de empresas ou de organizações de todos os tipos? O que fazem os líderes eficazes que os distingue dos demais? TEMA - liderança 5 LEADERSHIP AGENDA O Que fazem os LÍDERES eficazes Porque é que certas pessoas têm um sucesso continuado e recorrente na liderança de empresas ou de organizações de todos os tipos? O

Leia mais

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende Como transformar a sua empresa numa organização que aprende É muito interessante quando se fala hoje com profissionais de Recursos Humanos sobre organizações que aprendem. Todos querem trabalhar em organizações

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-73-9 Depósito legal: 201828/03

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-73-9 Depósito legal: 201828/03 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. * O leitor consente,

Leia mais

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Centro Cultural de Belém, Lisboa, 11 de Outubro de 2006 Intervenção do Secretário

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2003

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2003 MANTENHA-SE INFORMADO Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para ser informado sempre que existirem actualizações a esta colecção ou outras notícias importantes sobre o Internet Explorer. *

Leia mais

Computadores e Informática Guia de introdução às Tecnologias da Informação e Comunicação

Computadores e Informática Guia de introdução às Tecnologias da Informação e Comunicação Computadores e Informática Guia de introdução às Tecnologias da Informação e Comunicação Autor: António Eduardo Marques Colecção: Soluções Revisão: Centro Atlântico Capa e paginação: António J. Pedro Centro

Leia mais

A MUDANÇA NAS EMPRESAS E A DESMOTIVAÇÃO

A MUDANÇA NAS EMPRESAS E A DESMOTIVAÇÃO A NAS EMPRESAS E A DESMOTIVAÇÃO No final de uma década em que o estudo do Cérebro Humano trouxe à comunidade empresarial dados indubitavelmente importantes para a compreensão dos processos emocionais das

Leia mais

Inteligência Emocional e Liderança

Inteligência Emocional e Liderança Inteligência Emocional e Liderança (no trabalho e na vida ) (Maio 2010) O QUE É QUE OS BONS LÍDERES FAZEM BEM? Comunicar uma visão de futuro Desencadear e gerir a mudança Planear e decidir com eficácia

Leia mais

Exemplos de Boas Práticas de RSE

Exemplos de Boas Práticas de RSE Exemplos de Boas Práticas de RSE 7.4. Pritchard Englefield Filme sobre a RSE na comunidade Resumo A empresa Pritchard Englefield foi fundada em 1848. Está sediada na City de Londres (Grã-Bretanha). A Pritchard

Leia mais

OS TRÊS PILARES DO LUCRO PEQUENA E MÉDIA EMPRESA

OS TRÊS PILARES DO LUCRO PEQUENA E MÉDIA EMPRESA BOLETIM TÉCNICO MAIO/2011 OS TRÊS PILARES DO LUCRO PEQUENA E MÉDIA EMPRESA Um empresário da indústria se assustou com os aumentos de custo e de impostos e reajustou proporcionalmente seus preços. No mês

Leia mais

A importância de um MBA

A importância de um MBA A importância de um MBA para dar o salto na carreira O investimento é grande e o retorno está longe de ser garantido, mas, ainda assim, continua a compensar tirar um MBA. Só que o título não chega. O mais

Leia mais

IAPMEI Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e ao Investimento (Programa Gerir Formação e Consultoria para Pequenas Empresas)

IAPMEI Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e ao Investimento (Programa Gerir Formação e Consultoria para Pequenas Empresas) IAPMEI Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e ao Investimento (Programa Gerir Formação e Consultoria para Pequenas Empresas) APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional Emprego,

Leia mais

ENTERPRISE 2020 Inteligente Sustentável Inclusivo

ENTERPRISE 2020 Inteligente Sustentável Inclusivo ENTERPRISE 2020 Inteligente Sustentável Inclusivo With the support of the European Commission and the Belgian Presidency of the European Union Porquê Enterprise 2020? Os desafios económicos, sociais e

Leia mais

JOSÉ AUGUSTO ALVES JOSÉ MOTA CASAS INTELIGENTES

JOSÉ AUGUSTO ALVES JOSÉ MOTA CASAS INTELIGENTES JOSÉ AUGUSTO ALVES JOSÉ MOTA CASAS INTELIGENTES PORTUGAL/2003 Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa

Leia mais

CONSIDERADO A MAIOR AUTORIDADE MUNDIAL EM MATÉRIA DE GESTÃO DE EMPRESAS FAMILIARES. JOHN DAVIS & you

CONSIDERADO A MAIOR AUTORIDADE MUNDIAL EM MATÉRIA DE GESTÃO DE EMPRESAS FAMILIARES. JOHN DAVIS & you SPECIAL MANAGEMENT PROGRAM CONSIDERADO A MAIOR AUTORIDADE MUNDIAL EM MATÉRIA DE GESTÃO DE EMPRESAS FAMILIARES. JOHN DAVIS & you 19 DE MARÇO DE 2007, LISBOA. CENTRO DE RE NIOES DA IL PAR E DAS NAÇOES AS

Leia mais

Em Entrevistas Profissionais

Em Entrevistas Profissionais Em Entrevistas Profissionais Amplie a sua performance na valorização das suas competências 2011 Paula Gonçalves [paula.goncalves@amrconsult.com] 1 Gestão de Comunicação e Relações Públicas As Entrevistas

Leia mais

RELAÇÕES DE NEGÓCIO Os Serviços Hoteleiros e o Segmento PME

RELAÇÕES DE NEGÓCIO Os Serviços Hoteleiros e o Segmento PME RELAÇÕES DE NEGÓCIO Os Serviços Hoteleiros e o Segmento PME Armando Luís Vieira EDIÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E VENDAS SÍLABAS & DESAFIOS - UNIPESSOAL LDA. NIF: 510212891 Sede: Rua Dorilia Carmona, nº 4, 4 Dt,

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais

MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais Intervenção de SEXA o Secretário de Estado Adjunto do Ministro

Leia mais

T&E Tendências & Estratégia

T&E Tendências & Estratégia FUTURE TRENDS T&E Tendências & Estratégia Newsletter número 1 Março 2003 TEMA deste número: Desenvolvimento e Gestão de Competências EDITORIAL A newsletter Tendências & Estratégia pretende ser um veículo

Leia mais

ÍNDICE. Capítulo 1 : O valor da Inovação

ÍNDICE. Capítulo 1 : O valor da Inovação ÍNDICE Capítulo 1 : O valor da Inovação Estamos na era da Inovação A responsabilidade da educação A mudança da cultura Mas o que é inovação? Inovar vale a pena Estudo de caso: TUDO e Itaú: uma parceria

Leia mais

FICHEIROS COM EXEMPLOS

FICHEIROS COM EXEMPLOS FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos fichei Reservados todos os direitos por Centro Atlântico,

Leia mais

Human Resources Human Resources. Estudos de Remuneração 2012

Human Resources Human Resources. Estudos de Remuneração 2012 Human Resources Human Resources Estudos de Remuneração 2012 3 Michael Page Page 4 Apresentamos-lhe os Estudos de Remuneração 2012, realizados pela Michael Page. O objectivo dos nossos Estudos de Remuneração

Leia mais

PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO

PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO A noção de Empreendedorismo, como uma competência transversal fundamental para o desenvolvimento humano, social e económico, tem vindo a ser reconhecida

Leia mais

OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES

OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES BOLETIM TÉCNICO MAIO/2011 OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES Um empresário da indústria se assustou com os aumentos de custo e de impostos e reajustou proporcionalmente seus preços. No mês seguinte,

Leia mais

SABER ESTUDAR: Estuda num local que favoreça a concentração e que seja sossegado. Não estudes com televisão ligada.

SABER ESTUDAR: Estuda num local que favoreça a concentração e que seja sossegado. Não estudes com televisão ligada. SABER ESTUDAR: 1. CONDIÇÕES FÍSICAS E PSICOLÓGICAS Estudar é uma actividade que se aprende, tal como se aprende a nadar ou a andar de bicicleta. Claro que nestas situações o treino é fundamental! Existem

Leia mais

INOVAÇÃO NA ADVOCACIA A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL NOS ESCRITÓRIOS JURÍDICOS

INOVAÇÃO NA ADVOCACIA A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL NOS ESCRITÓRIOS JURÍDICOS INOVAÇÃO NA ADVOCACIA A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL NOS ESCRITÓRIOS JURÍDICOS Ari Lima Um empreendimento comercial tem duas e só duas funções básicas: marketing e inovação. O resto são custos. Peter Drucker

Leia mais

ANTEPROJECTO DE COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO EXEMPLO DE DECLARAÇÃO RELACIONADA COM AS INFORMAÇÕES RELATIVAS

ANTEPROJECTO DE COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO EXEMPLO DE DECLARAÇÃO RELACIONADA COM AS INFORMAÇÕES RELATIVAS ANTEPROJECTO DE COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO EXEMPLO DE DECLARAÇÃO RELACIONADA COM AS INFORMAÇÕES RELATIVAS AO ESTATUTO DE PME DE UMA EMPRESA A presente comunicação tem por objectivo incentivar a aplicação

Leia mais

FICHEIROS COM EXEMPLOS

FICHEIROS COM EXEMPLOS FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. Reservados todos

Leia mais

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China 2ª Edição Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China Realizar Negócios na China é o sonho de qualquer empresário, mas pode ser uma realidade para os que

Leia mais

Programa Avançado de Gestão

Programa Avançado de Gestão PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão Com o apoio de: Em parceria com: Nova School of Business and Economics Com o apoio de: PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão A economia Angolana enfrenta hoje

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. Reservados todos

Leia mais

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com Moçambique Agenda EVENTOS 2013 NEW!! Também in Company INSCREVA-SE EM inscrip@iirportugal.com VISITE www.iirportugal.com INOVAÇÃO Estimado cliente, Temos o prazer de lhe apresentar em exclusiva o novo

Leia mais

A Língua Portuguesa em África: perspectivas presentes e futuras

A Língua Portuguesa em África: perspectivas presentes e futuras A Língua Portuguesa em África: perspectivas presentes e futuras Este breve texto é uma proposta de reflexão acerca de algumas das questões que, em meu entender, merecem destaque na situação actual do desenvolvimento

Leia mais

NOSSOS PRINCÍPIOS ORIENTADORES

NOSSOS PRINCÍPIOS ORIENTADORES NOSSOS PRINCÍPIOS ORIENTADORES Por cerca de 50 anos, a série Boletim Verde descreve como a John Deere conduz os negócios e coloca seus valores em prática. Os boletins eram guias para os julgamentos e as

Leia mais

Centro Atlântico, Lda., 2012 Ap. 413 4760-056 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.

Centro Atlântico, Lda., 2012 Ap. 413 4760-056 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Microsoft Windows 8 Colecção: Software

Leia mais

Preencha a ficha de cadastro no fi nal deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier.

Preencha a ficha de cadastro no fi nal deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier. Marketing 3.0 Preencha a ficha de cadastro no fi nal deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier. Consulte também nosso catálogo completo, últimos lançamentos

Leia mais

sm. Ação própria de quem desenvolve um negócio, inovador ou não, que, sentido que o Boa Chance apreende do uso corrente).

sm. Ação própria de quem desenvolve um negócio, inovador ou não, que, sentido que o Boa Chance apreende do uso corrente). 1 Pós Graduação em Engenharia de Produção Ênfase na Produção Enxuta de Bens e Serviços (LEAN MANUFACTURING) Disciplina: i Inovação e Empreendedorismo Jornal O Globo Caderno Boa Chance Domingo, 23 de março

Leia mais

José Epifânio da Franca (entrevista)

José Epifânio da Franca (entrevista) (entrevista) Podemos alargar a questão até ao ensino secundário Eu diria: até à chegada à universidade. No fundo, em que os jovens já são maiores, têm 18 anos, estarão em condições de entrar de uma maneira,

Leia mais

CONDUZINDO MUDANÇAS TRANSFORMADORAS

CONDUZINDO MUDANÇAS TRANSFORMADORAS CONDUZINDO MUDANÇAS TRANSFORMADORAS por David Miller The European Business Review, março/abril 2012 As mudanças estão se tornando mais frequentes, radicais e complexas. Os índices de falha em projetos

Leia mais

OPQ Perfi l OPQ. Relatório para as Vendas. Nome Sra. Exemplo 3

OPQ Perfi l OPQ. Relatório para as Vendas. Nome Sra. Exemplo 3 OPQ Perfi l OPQ Relatório para as Vendas Nome Sra. Exemplo 3 Data 28 Agosto 2014 www.ceb.shl.com www.transformece.com.br INTRODUÇÃO O Relatório para as Vendas da SHL ajuda a compreender a adequação potencial

Leia mais

IPAM reforça no Porto. Pdg. 76. Por M." João Vieira Pinto

IPAM reforça no Porto. Pdg. 76. Por M. João Vieira Pinto IPAM reforça no Porto Pdg. 76 Por M." João Vieira Pinto IPAM reforça no Porto Afirma-se como lhe Marketing School e ambiciona ser a referência do ensino nesta área. Por isso, ejá a partir do próximo ano,

Leia mais

EMOTIONAL BUSINESS ACADEMY PROPOSTA FORMAÇÃO FORÇAS DE SEGURANÇA

EMOTIONAL BUSINESS ACADEMY PROPOSTA FORMAÇÃO FORÇAS DE SEGURANÇA EMOTIONAL BUSINESS ACADEMY PROPOSTA FORMAÇÃO FORÇAS DE SEGURANÇA EMOTIONAL BUSINESS ACADEMY MASTER NEGOCIAÇÃO & VENDAS DURAÇÃO: 8H HORÁRIOS: Laboral e Pós Laboral ESTRUTURA DA PROPOSTA 1. Designação das

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2003

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2003 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. * O leitor consente,

Leia mais

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP Soluções integradas para a Indústria do turismo empresarial THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP A equipa da XYM Hospitality e os seus parceiros possuem vastos conhecimentos sobre a

Leia mais

Programa Avançado de Gestão para o Setor do Pós Venda Automóvel

Programa Avançado de Gestão para o Setor do Pós Venda Automóvel Programa Avançado de Gestão para o Setor do Pós Venda Automóvel ACAP de Portas Abertas para a Universidade RAZÃO DE SER Antes da Agenda O que sabe hoje chega para garantir a SUSTENTABILIDADE e o SUCESSO

Leia mais

Trabalho Elaborado por: Paulo Borges N.º 21391 Vítor Miguel N.º 25932 Ariel Assunção N.º 25972 João Mapisse N.º 31332 Vera Dinis N.

Trabalho Elaborado por: Paulo Borges N.º 21391 Vítor Miguel N.º 25932 Ariel Assunção N.º 25972 João Mapisse N.º 31332 Vera Dinis N. Trabalho Elaborado por: Paulo Borges N.º 21391 Vítor Miguel N.º 25932 Ariel Assunção N.º 25972 João Mapisse N.º 31332 Vera Dinis N.º 32603 INTRODUÇÃO Na área do controlo de gestão chamamos atenção para

Leia mais

Como é que esta tecnologia me pode beneficiar?... 3. Etapas do Planeamento de uma Conferência Online... 4

Como é que esta tecnologia me pode beneficiar?... 3. Etapas do Planeamento de uma Conferência Online... 4 APRENDA A SER INOVADOR PARA FICAR À FRENTE DA CONCORRÊNCIA QUAIS OS PASSOS NECESSÁRIOS PARA PLANEAR E REALIZAR UMA CONFERÊNCIA ONLINE DE SUCESSO! COMO DAR AULAS NUMA SALA DE AULA VIRTUAL! CONTEÚDOS Como

Leia mais

INVESTIR EM PORTUGAL

INVESTIR EM PORTUGAL INVESTIR EM PORTUGAL 投 资 与 移 民 门 道 是 专 门 提 供 投 资 与 移 民 服 务 的 独 立 咨 询 机 构 我 们 的 多 学 科 团 队 精 心 研 究, 旨 在 为 客 户 提 供 最 佳 的 商 业 战 略 和 国 际 投 资 方 案 INVESTIMENTO E EMIGRAÇÃO A GATEWAY É UMA CONSULTORA INDEPENDENTE,

Leia mais

Marx, Durkheim e Weber, referências fundamentais

Marx, Durkheim e Weber, referências fundamentais INTRODUÇÃO À sociologia Marx, Durkheim e Weber, referências fundamentais introdução à S Maura Pardini Bicudo Véras O CIO LO GIA Marx, Durkheim e Weber, referências fundamentais Direção editorial Claudiano

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 2ª edição: Março de 2006 ISBN: 989-615-024-9 Depósito legal: 240.

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 2ª edição: Março de 2006 ISBN: 989-615-024-9 Depósito legal: 240. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Microsoft Windows XP SP2, 2ª edição Colecção:

Leia mais

GERENCIANDO A INOVAÇÃO. Renovação organizacional. De Engº Helio Enir Marodin

GERENCIANDO A INOVAÇÃO. Renovação organizacional. De Engº Helio Enir Marodin GERENCIANDO A INOVAÇÃO De Engº Helio Enir Marodin A origem desse artigo foi uma apresentação para convidados da Trace Sistemas por ocasião do lançamento do Trace GP. Os assuntos tratados nesse documento

Leia mais

Centro Atlântico. CRM e e-business

Centro Atlântico. CRM e e-business Centro Atlântico CRM e e-business Wilson Oliveira CRM e e-business Edições Centro Atlântico Portugal/2000 Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia,

Leia mais

ARTIGO PUBLICADO NO SITE: WWW.RG9.ORG DENNYS MAYRINCK DE CARVALHO MONTEIRO POSICIONAMENTO HOLÍSTICO: UMA NOVA PROPOSTA DE POSICIONAMENTO.

ARTIGO PUBLICADO NO SITE: WWW.RG9.ORG DENNYS MAYRINCK DE CARVALHO MONTEIRO POSICIONAMENTO HOLÍSTICO: UMA NOVA PROPOSTA DE POSICIONAMENTO. ARTIGO PUBLICADO NO SITE: WWW.RG9.ORG DENNYS MAYRINCK DE CARVALHO MONTEIRO POSICIONAMENTO HOLÍSTICO: UMA NOVA PROPOSTA DE POSICIONAMENTO. Petrópolis 2009 DENNYS MAYRINCK DE CARVALHO MONTEIRO POSICIONAMENTO

Leia mais

Fundamentos para um processo empreendedor bem sucedido

Fundamentos para um processo empreendedor bem sucedido Fundamentos para um processo empreendedor bem sucedido Rui Ferreira, AUDAX/ISCTE Instituto Politécnico de Coimbra Oficina-E 15/10/08 Enquadramento O O Empreendedorismo é uma revolução silenciosa, que será

Leia mais

28 DOSSIER MODELO DE NEGÓCIO PERSPECTIVAS DE GESTÃO NO

28 DOSSIER MODELO DE NEGÓCIO PERSPECTIVAS DE GESTÃO NO 28 DOSSIER MODELO DE NEGÓCIO PERSPECTIVAS DE GESTÃO NO APÓS-VENDA DOSSIER 29 JORGE ZÓZIMO DA FONSECA Se fosse um concessionário, o meu negócio era o após-venda Ao longo das duas últimas décadas o mercado

Leia mais

Marca Pessoal e Carreira Profissional

Marca Pessoal e Carreira Profissional O MERCADO Marca Pessoal e Carreira Profissional Managing Partner da Stanton Chase international Vivemos tempos difíceis! Tempos em que muitos passam por situações de desemprego, alguns têm que aceitar

Leia mais

biblioteca Design thinking: uma nova abordagem para inovação Luiz Alberto Bonini Gustavo de Boer Endo O CONCEITO Inovação

biblioteca Design thinking: uma nova abordagem para inovação Luiz Alberto Bonini Gustavo de Boer Endo O CONCEITO Inovação Steve Jobs, CEO da Apple, disse em 1995 para a BusinessWeek: É difícil desenhar produtos por focus groups¹. Muitas vezes, as pessoas não sabem o que querem até você mostrar para elas. Em outra oportunidade,

Leia mais

A Importância dos Recursos Humanos (Gestão de

A Importância dos Recursos Humanos (Gestão de A Importância dos Recursos Humanos (Gestão de Pessoas) na Gestão Empresarial Marketing Interno Licenciatura de Comunicação Empresarial 3º Ano Docente: Dr. Jorge Remondes / Discente: Ana Teresa Cardoso

Leia mais

O processo de concentração e centralização do capital

O processo de concentração e centralização do capital O processo de concentração e centralização do capital Pedro Carvalho* «Algumas dezenas de milhares de grandes empresas são tudo, os milhões de pequenas empresas não são nada», afirmava Lénine no seu livro

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Fevereiro de 2006

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Fevereiro de 2006 Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Nero 7 Colecção: Software Obrigatório

Leia mais

Palestra: A CPLP E A EDUCAÇÃO. (Escola Stuart Carvalhais - 7 de Março de 2007)

Palestra: A CPLP E A EDUCAÇÃO. (Escola Stuart Carvalhais - 7 de Março de 2007) Palestra: A CPLP E A EDUCAÇÃO (Escola Stuart Carvalhais - 7 de Março de 2007) Excelentíssimos membros do Conselho Directivo, excelentíssimos professores, caríssimos alunos, É com enorme satisfação que

Leia mais

JORNALISTAS E PÚBLICO: NOVAS FUNÇÕES NO AMBIENTE ONLINE

JORNALISTAS E PÚBLICO: NOVAS FUNÇÕES NO AMBIENTE ONLINE JORNALISTAS E PÚBLICO: NOVAS FUNÇÕES NO AMBIENTE ONLINE Elizabete Barbosa Índice Antes de mais, julgo ser importante distinguir informação e jornalismo, dois conceitos que, não raras vezes, são confundidos.

Leia mais

O Pacto Global. Encontro Internacional Empreendedores e Responsabilidade Fundação Luso-Americana, Lisboa, 11-12 de Abril de 2002

O Pacto Global. Encontro Internacional Empreendedores e Responsabilidade Fundação Luso-Americana, Lisboa, 11-12 de Abril de 2002 O Pacto Global Encontro Internacional Empreendedores e Responsabilidade Fundação Luso-Americana, Lisboa, 11-12 de Abril de 2002 Em nome do Secretário-Geral Kofi Annan e do Gabinete do Pacto Global, que

Leia mais

O IMPERATIVO DA INOVAÇÃO

O IMPERATIVO DA INOVAÇÃO Capítulo 1: O IMPERATIVO DA INOVAÇÃO Maximiliano Carlomagno e Felipe Scherer RESUMO O livro traz os conceitos fundamentais para a criação e implementação de um programa de gestão da inovação nas empresas.

Leia mais

Seminário de OURO. da Liderança

Seminário de OURO. da Liderança Seminário de OURO da Liderança Nós admiramos grandes líderes e temos a tendência de acreditar que suas realizações surgiram do nada e sem a ajuda de outras pessoas. A verdade é que ninguém é líder sem

Leia mais

Sociedade da Informação coloca novos desafios ao consumidor

Sociedade da Informação coloca novos desafios ao consumidor Sociedade da Informação coloca novos desafios ao consumidor Lisboa, 20 de Junho Comércio electrónico, segurança dos dados pessoais, regulação e mecanismos de protecção foram alguns dos temas discutidos

Leia mais

O pensar é inevitável!

O pensar é inevitável! O PENSAR O pensar é inevitável! Pensar e ser inteligente não são opções intelectuais do homem pensante mas frutos de uma produção inevitável, contínua e espontânea de pensamentos nos bastidores da psique

Leia mais

Porque fazer um curso de Coaching? Tendências do Mercado de Coaching. Um dia na vida de um Coach. Teste: Tornando-se um Coach

Porque fazer um curso de Coaching? Tendências do Mercado de Coaching. Um dia na vida de um Coach. Teste: Tornando-se um Coach ABRACOACHING 2015 1 Porque fazer um curso de Coaching? Metodologia Comprovada Resultados sem precedentes As maiores razões para escolher um coach Tendências do Mercado de Coaching Oportunidades da Carreira

Leia mais

Property & Construction

Property & Construction ESTUDO DE REMUNERAÇÃO 2015 Healthcare Property & Construction & Life Sciences Property & Construction Specialists in property & construction recruitment www.michaelpage.pt Property & Construction Estudo

Leia mais

Líderes, dirigentes, executivos ou chefes: o que está em excesso ou em falta no sector de base florestal?

Líderes, dirigentes, executivos ou chefes: o que está em excesso ou em falta no sector de base florestal? TECNICELPA Portugal- Artigo de Opinião Celso Foelkel Líderes, dirigentes, executivos ou chefes: o que está em excesso ou em falta no sector de base florestal? A famigerada e actual crise financeira e económica

Leia mais

Neves & Freitas Consultores, Lda.

Neves & Freitas Consultores, Lda. A gerência: Cristian Paiva Índice 1. Introdução... 3 2. Apresentação... 4 2.2 Missão:... 4 2.3 Segmento Alvo... 4 2.4 Objectivos... 5 2.5 Parceiros... 5 2.6 Organização... 5 3. Organigrama da empresa...

Leia mais

CARTA EUROPEIA DAS PEQUENAS EMPRESAS

CARTA EUROPEIA DAS PEQUENAS EMPRESAS CARTA EUROPEIA DAS PEQUENAS EMPRESAS As pequenas empresas são a espinha dorsal da economia europeia, constituindo uma fonte significativa de emprego e um terreno fértil para o surgimento de ideias empreendedoras.

Leia mais

E F P D E G PALOP Eduardo Cruz

E F P D E G PALOP Eduardo Cruz E F P D E G PALOP Eduardo Cruz Formedia edcruz@formedia.pt 312 Experiências de formação presencial e à distância de empresários e gestores nos PALOP Desde 2001, a Formedia Instituto Europeu de Formação

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-76-3 Depósito legal: 202574/03

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-76-3 Depósito legal: 202574/03 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. * O leitor consente,

Leia mais

O DIVIDENDO DIGITAL: DESAFIOS DO MERCADO E OBJECTIVOS DE INTERESSE PÚBLICO

O DIVIDENDO DIGITAL: DESAFIOS DO MERCADO E OBJECTIVOS DE INTERESSE PÚBLICO O DIVIDENDO DIGITAL: DESAFIOS DO MERCADO E OBJECTIVOS DE INTERESSE PÚBLICO Miguel Gil, Administrador da TVI Lisboa, 16 de abril de 2009 Boa tarde a todos, Falar a esta hora, tão perto do encerramento,

Leia mais

Outsourcing de serviços na gestão financeira

Outsourcing de serviços na gestão financeira 02 Dossier Outsourcing de serviços na gestão financeira 25 Entrevista Jeff York É necessário comunicar, integrar-nos e colaborarmos bem num contexto de equipa. Entrevista de José Branco As delegações da

Leia mais

Qual o âmbito deste protocolo e que tipo de projectos pretende apoiar?

Qual o âmbito deste protocolo e que tipo de projectos pretende apoiar? QUESTÕES COLOCADAS PELO JORNALISTA MARC BARROS SOBRE O PROTOCOLO ENTRE A FNABA E O TURISMO DE PORTUGAL Qual o âmbito deste protocolo e que tipo de projectos pretende apoiar? Com propostas para fazer e

Leia mais

EMPRESAS VIRTUAIS. Autor: Pedro Miguel da Silva Fernandes. PDF processed with CutePDF evaluation edition www.cutepdf.com. Pág.

EMPRESAS VIRTUAIS. Autor: Pedro Miguel da Silva Fernandes. PDF processed with CutePDF evaluation edition www.cutepdf.com. Pág. EMPRESAS VIRTUAIS Autor: Pedro Miguel da Silva Fernandes Pág. 1 (de 5) PDF processed with CutePDF evaluation edition www.cutepdf.com EMPRESAS VIRTUAIS Actualmente, vivemos numa época de grandes mudanças

Leia mais

Organização, sistemas e métodos

Organização, sistemas e métodos Organização, sistemas e métodos Giancarlo Giacomelli gsgiacomelli@gmail.com Administrador Especialista em Educação Profissional Pós-MBA em Gestão da Inovação Agente Autônomo de Investimentos Avaliador

Leia mais

A causa fundamental na mudança da personalidade

A causa fundamental na mudança da personalidade Psicólogo : Chang Kin Man Há dias atrás, fui ao casamento de um velho amigo meu. Durante o jantar, para além de termos podido apreciar as iguarias, ainda pudemos compartilhar a felicidade dos noivos, de

Leia mais

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS?

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? HOTEL TIVOLI LISBOA, 18 de Maio de 2005 1 Exmos Senhores ( ) Antes de mais nada gostaria

Leia mais

Falar a uma só voz: Definir e defender o interesse europeu

Falar a uma só voz: Definir e defender o interesse europeu SPEECH/10/21 José Manuel Durão Barroso Presidente da Comissão Europeia Falar a uma só voz: Definir e defender o interesse europeu Sessão plenária do PE: votação do novo Colégio Bruxelas, 9 de Fevereiro

Leia mais