ALIMENTOS FUNCIONAIS NA PREVENÇÃO DO CÂNCER: uma atenção para os probióticos, prebióticos e simbióticos na prevenção do câncer de. intestino.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ALIMENTOS FUNCIONAIS NA PREVENÇÃO DO CÂNCER: uma atenção para os probióticos, prebióticos e simbióticos na prevenção do câncer de. intestino."

Transcrição

1 ALIMENTOS FUNCIONAIS NA PREVENÇÃO DO CÂNCER: uma atenção para os probióticos, prebióticos e simbióticos na prevenção do câncer de intestino. Karoline Carvalho de Souza 1 Daniela De StefaniMarquez 2 Dulcelene Aparecida De Lucena Freitas 3 Felipe Wachsmuth Menhô 4 RESUMO O trabalho a seguir vem mostrar a relação entre os alimentos funcionais e a prevenção do câncer de intestino. Dentro da classe dos alimentos funcionais temos os probióticos, prebióticos e simbióticos que são microrganismos que atuam para uma microbiota intestinal mais saudável e protegida. Neles temos bactérias benéficas para o intestino, sendo que as mesmas atuam contra bactérias patógenas. Podemos relacionar os probióticos, prebióticos e simbióticos a prevenção de inúmeras patologias que se relacionam com o intestino inclusive o câncer. Essas fibras associadas a uma alimentação balanceada, práticas regulares de atividades físicas e hábitos saudáveis, tem total relação com a prevenção do câncer, pois esses fatores resultam em uma vida com mais qualidade e tranquilidade que são essenciais para uma vida saudável. Palavras-chave: Câncer de intestino. Probióticos. Prebióticos. Simbióticos. 1 Acadêmico de Nutrição do 7º período da Faculdade Atenas: 2 Profª Doutoura de Metodologia da Faculdade Atenas 3 Profª Mestra de Nutrição da Faculdade Atenas 4 Orientador de estágio do curso de Nutrição da Faculdade Atenas

2 ABSTRACT The work is then show the relationship between functional foods and prevention of colon cancer. Within the class of functional foods have probiotics, prebiotics and symbiotic microorganisms that are working for a healthier and protected intestinal microbiota. In them we have beneficial bacteria to the intestine, where they act against pathogenic bacteria. We may relate probiotics, prebiotics and synbiotics the prevention of various diseases which are related to the gut including cancer. This fiber associated with a balanced diet, regular practice of physical activity and healthy habits, have full regard to the prevention of cancer, since these factors result in a life with more quality and tranquility that are essential for a healthy life. Keywords:Bowelcancer. Probiotics. Prebiotics. Symbiotic. INTRODUÇÃO No presente trabalho será realizada uma pesquisa do tipo descritiva e exploratória, baseada por meio de levantamento bibliográfico sobre o tema o beneficio dos probióticos na prevenção de disfunções orgânicas com enfoque na prevenção do câncer de intestino. Para isso, serão utilizados artigos científicos publicados nos anos de 2003 a 2012, encontrados em sites acadêmicos como Google acadêmico, Scielo, Bireme, assim como livros, revistas e periódicos do acervo da biblioteca da Faculdade Atenas.Segundo Gil (2010), a pesquisa descritiva tem como objetivo a descrição das características de determinada população. O trabalho a seguir vem para relacionar os alimentos funcionais com enfoque nos probióticos, prebióticos e simbióticos na prevenção do câncer de intestino.

3 Os alimentos funcionais são alimentos que contém benefícios extras a saúde além de seus efeitos nutricionais. (MORAIS, Fernanda P.; COLEA, Luciene M.2006) Os probióticos, prebióticos e simbióticos atuam para uma microbiota mais saudável atuando de diversas formas benéficas ao intestino.(morais,fernandop;colla,luciane M. 2006) Os probióticos são bactérias benéficas ao trato gastrointestinal. Eles atuam na prevenção de diversas patologias que se progridem no intestino, entre elas temos a redução do PH diminuição dos níveis triglicerídeos séricos, ação bactericida e maior produção de ácidos graxos de cadeia curta. Os mesmos fazem com que a microbiota intestinal tenham maior resistência a alguns distúrbios intestinais. (DENIPOTE,Fabiana Gouveia;2010) Já os prebióticos são os carboidratos não digeríveis que tem efeito na produção de bactérias benéficas no colón. Eles reduzem a atividade de microrganismos que tem efeito de patogenicidade. (MORAIS, Fernanda; P;COLLA,Luciane M. 2006) Os simbióticos são alimentos onde tem em sua composição os prebióticos e probióticos.(winslon, Terese.2005) A união dos probióticos,prebiótico e simbióticos, eles juntos aumentam a produção de bactérias benéficas protegendo a parede intestinal e com isso temos uma maior prevenção do câncer de intestino.( DENIPOTE,Fabiana Gouveia;2010) DESENVOLVIMENTO O câncer de intestino é a terceira causa mais comum de câncer nos países desenvolvidos. Tem um índice de sobrevivência de 5 anos em 63% dos casos. O numero de casos estimados em 2008 no Brasil era de em homens e casos em mulheres. Existem inúmeros fatores de risco para essa patologia, como histórico familiar, dieta com base em gorduras saturadas, baixo consumo de

4 frutas, verduras, cereais, tabagismo, consumo excessivo do álcool e o sedentarismo. Temos também ter alterações na microbiota intestinal que tem um efeito de patogenicidade.(denipote,fabianagouveia;trindade,erasmobenicio;burini,ro berto Carlos.2010) Podemos ter diversos meios que comprovam um prevenção do câncer de intestino como uma melhoria no hábitos saudáveis, praticas de atividades físicas e uma dieta saudável rica em fibras, vegetais e frutas. (BRASIL.2003) Existem os alimentos funcionais que tem comprovação cientifica que trazem efeitos benéficos a saúde quando consumidos diariamente e associados as praticas saudáveis, dentro dos alimentos funcionais temos a classe do probióticos,prebióticos e simbióticos que tem uma maior ação no intestino, prevenindo assim diversas patologias inclusive o câncer de intestino. (MORAIS,FernandaP;COLLA,Luciane M. 2006) Probióticos,prebióticos e simbióticos possuem inúmeros efeitos benéficos ao intestino entre eles:produção de vitaminas, produção de enzimas importantes, efeitos antagônicos contra diversos tipos de diarreia, estimula e melhora o sistema imune,reduzem o colesterol e tem o efeito anti-carcinogênico devido a efeitos antioxidantes e alterações do DNA das células cancerígenas.(winslow 2005) Probióticos é um suprimento alimentar microbiano vivo que melhora o balanço microbiano do intestino. Para um suprimento se considerado probiótico ele deve ter resistência ao ácido do estômago, deve se aderir as células do intestino, ter capacidade de reprodução e conter substâncias que afetam as bactérias de patogenicidade. Eles têm inúmeras bactérias que se associam a sua ação entre elas temos as bifidobacterias e os lactobacilos que são microrganismo benéficos ao organismo. (STEFE, Camila de Araujo;ALVES,MinaAlburquerque Ribeiro ;RIBEIRO,Ricardo Laino.2008) Probióticos tem efeito de transformar possíveis compostos précarcinogênico em substratos menos agressivos ao intestino.(morais, Fernanda; P;COLLA, Luciane M. 2006) Prebióticos são suplementos alimentares não-digeríveis, que estimulam a proliferação de bactérias benéficas para a parede do colón. Eles atuam no intestino

5 grosso mas podem ter uma reação benéfica em todo o intestino. Devido aoligofrutose e a inulina que são fibras presentes nos prebióticos, esse composto reduz o foco de lesões que podem a vir a desenvolver o câncer de colón. (WINSLON, Terese.2005) Já os simbióticos são produtos que conciliam os probióticos e prebióticos. Ele serve como uma proteção para que o prebiótico tenha uma maior resistência a acidez do sistema digestório. ( MORAIS,Fernanda P.;COLEA,Luciene M.2006) As combinações de probióticos com adição de pequenos substratos podem vir a surgir os simbióticos que ajudam na proteção dos prebióticos até o intestino grosso garantindo assim uma maior fixação na parede intestinal. (STEFE,Camila de Araujo;ALVES,MinaAlburquerque Ribeiro ;RIBEIRO,Ricardo Laino.2008) Os probióticos, prebióticos e simbióticos causam efeitos para retardar o câncer de colón,pois neles há efeitos de imunológicos e protetores da microbiota intestinal. Eles também podem produzir efeitos antibacterianos para combater as bactérias patógenas. (BEDANI,R.;ROSSI,E.A.2008) Probióticos, prebioticos e simbióticos quando estão existentes na alimentação desempanham papel de manutenção da microbiota intestinal causando efeitos benéficos atuando contra bactérias patógenas e intensificando a proliferação de microrganismos benéficos para a flora intestinal,,fazendo assim barreiras contra inúmeras patologias com um maior ênfase no câncer de intestino.( STEFE,Camila de Araujo;ALVES,MinaAlburquerque Ribeiro ;RIBEIRO,Ricardo Laino.2008) CONSIDERAÇÕES FINAIS Após todas as discussões ate então se volta o olhar para a necessidade de apresentar considerações finais a respeito da pesquisa bibliográfica ora em

6 questão. Sendo assim, vale ressaltar o tema a qual deu origem a este estudo foi: os benefícios que osprobióticos, prebióticos e simbióticos tem para o intestino. A realização das analises bibliográficas e hipóteses levantadas foram confirmadas que os probióticos, prebióticos e simbióticos previne o câncer de intestino sendo que eles têm ação de produção de bactérias benéficas, que agem contra microrganismos patógenos. Eles têm uma maior proteção contra efeitos maléficos que podem vir a desenvolver patologias. Conclui-se assim que com a ingestão diária de probióticos, prebióticos e simbióticos acompanhados de uma alimentação saudável e práticas de atividades físicas, teremos uma melhor prevenção contra o câncer de intestino. REFERÊNCIAS BEDANI,R.;ROSSI,E.A. Microbiota intestinal e probióticos: implicações sobre o câncer de colón. Rev. Faculdade de ciências farmacêuticas, Universidade Paulista. v.15, p.19-28, DENIPOTE, Fabiana Gouveia; TRINDADE, Erasmo Benício Santos de Moraes; BURINI, Roberto Carlos. Probióticos e prebióticos na atenção primária ao câncer de cólon. Rev. Faculdade de Medicina de Botucatu, v. 47, Instituto Nacional de Câncer (Org). Prevenção do câncer do intestino. Rev. Brasileira de Cancerol, v.2, p.317, Rio de Janeiro, MORAIS, Fernanda P.; COLLA,Luciane M.ALIMENTOS FUNCIONAIS E NUTRACÊUTICOS: DEFINIÇÕES,LEGISLAÇÃO E BENEFÍCIOS À SAÚDE. Rev. Eletrônica de Farmácia, v.3, n.2, p , Passo Fundo - RS, OLIVEIRA, Ana Lívia de; AARESTRUP, Fernando Monteiro. Avaliação nutricional e atividade inflamatória sistêmica de pacientes com câncer colorretal submetidos à suplementação com simbiótico. Rev. Arquivos brasileiros de cirurgia digestiva, v.25, p.p , Juiz de Fora, MG, Brasil, 2012.

7 STEFE, Camila de Araujo; ALVES, Mina Albuquerque Ribeiro; RIBEIRO, Ricardo Laino. Próbioticos, prebióticos e simbióticos-artigo de Revisão. Duque de Caxias,RJ, Brasil. Rev Saúde e Ambiente em revista, v.3,n.1, pp.16-33, WINSLOW, Terese. Probióticos, prebióticos e simbióticos. Brasil. Rev. Funcionais e Nutracêuticos, 2005.

Biomassa de Banana Verde Polpa - BBVP

Biomassa de Banana Verde Polpa - BBVP Biomassa de Banana Verde Polpa - BBVP INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS Porção de 100g (1/2 copo) Quantidade por porção g %VD(*) Valor Energético (kcal) 91 4,55 Carboidratos 21,4 7,13 Proteínas 2,1 2,80 Gorduras

Leia mais

BIOQUÍMICA DOS ALIMENTOS: AMIDO RESISTENTE E FIBRAS (aula 2) Patricia Cintra

BIOQUÍMICA DOS ALIMENTOS: AMIDO RESISTENTE E FIBRAS (aula 2) Patricia Cintra BIOQUÍMICA DOS ALIMENTOS: AMIDO RESISTENTE E FIBRAS (aula 2) Patricia Cintra Fibra alimentar - definição No Brasil, o Ministério da Saúde, pela portaria 41 de 14 de janeiro de 1998, da Agência Nacional

Leia mais

PROBIÓTICOS E PREBIÓTICOS

PROBIÓTICOS E PREBIÓTICOS PROBIÓTICOS E PREBIÓTICOS Cristiane Maria Barra da Matta Engenheira de Alimentos do Centro de Pesquisas do Instituto Mauá de Tecnologia Professora do Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia

Leia mais

AULA: 5 - Assíncrona TEMA: Cultura- A pluralidade na expressão humana.

AULA: 5 - Assíncrona TEMA: Cultura- A pluralidade na expressão humana. : 5 - Assíncrona TEMA: Cultura- A pluralidade na expressão humana. Conteúdo: Doenças relacionadas ao sedentarismo Diabetes. Doenças relacionadas ao sedentarismo Hipertensão arterial e dislipidemias. Habilidades:

Leia mais

FIBRAS: por que consumi-las?

FIBRAS: por que consumi-las? FIBRAS: por que consumi-las? COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA NUTRICIONAL GVEDNT / SUVISA / SES-GO Fibras: por que consumi-las? GOIÂNIA 2014 Autoria Maria Janaína Cavalcante Nunes Daniela Ayumi Amemiya Cássia

Leia mais

Nutrição Aplicada à Educação Física. Cálculo da Dieta e Recomendações dietéticas. Ismael F. Freitas Júnior Malena Ricci

Nutrição Aplicada à Educação Física. Cálculo da Dieta e Recomendações dietéticas. Ismael F. Freitas Júnior Malena Ricci Nutrição Aplicada à Educação Física Cálculo da Dieta e Recomendações dietéticas Ismael F. Freitas Júnior Malena Ricci ARROZ 100 gramas CÁLCULO DE DIETA CH 25,1 PT 2,0 Lip 1,2 Consumo 300 gramas 100 gr

Leia mais

PROBIÓTICOS AO SEU ANIMAL DE COMPANHIA

PROBIÓTICOS AO SEU ANIMAL DE COMPANHIA Os benefícios da administração de PROBIÓTICOS AO SEU ANIMAL DE COMPANHIA Benefícios dos probióticos. Em humanos, os diversos benefícios para a saúde derivados da toma regular de probióticos - as chamadas

Leia mais

Critério: Saúde/bem-estar: alimentos funcionais

Critério: Saúde/bem-estar: alimentos funcionais Critério: Saúde/bem-estar: alimentos funcionais Sistema da Cadeia Agro-Alimentar Ana Pinto de Moura O que é um alimento funcional? Qualquer alimento ou parte de um alimento que por possuir actividade fisiológica/biológica,

Leia mais

Nutrição, digestão e sistema digestório. Profª Janaina Q. B. Matsuo

Nutrição, digestão e sistema digestório. Profª Janaina Q. B. Matsuo Nutrição, digestão e sistema digestório Profª Janaina Q. B. Matsuo 1 2 3 4 Nutrição Nutrição: conjunto de processos que vão desde a ingestão do alimento até a sua assimilação pelas células. Animais: nutrição

Leia mais

NERVITON MEGA Ômega Vitaminas + 8 Minerais

NERVITON MEGA Ômega Vitaminas + 8 Minerais M.S. 6.6969.0023.001-6 NERVITON MEGA Ômega 3 + 13 Vitaminas + 8 Minerais NERVITON MEGA é um produto inovador no Brasil, pois possui em sua fórmula o óleo de peixe ( ÔMEGA 3 ) e diversas vitaminas e minerais

Leia mais

Ovos Além de poucas calorias, os ovos contêm mais de 12 vitaminas e minerais e ainda uma quantidade nada desprezível de proteínas, substância

Ovos Além de poucas calorias, os ovos contêm mais de 12 vitaminas e minerais e ainda uma quantidade nada desprezível de proteínas, substância Ovos Além de poucas calorias, os ovos contêm mais de 12 vitaminas e minerais e ainda uma quantidade nada desprezível de proteínas, substância essencial para a intensa produção de células que acontece no

Leia mais

2. COQUETEL DE FRUTAS VERMELHAS

2. COQUETEL DE FRUTAS VERMELHAS CARTA DE Drinks 1. DRINK DE MAÇÃ E CANELA 1 colher (café) de canela em pó (3g) 1 rama de canela para decorar 1 fatia fina de maçã vermelha com casca ralada (30g) Modo de Preparo: em uma taça, coloque a

Leia mais

Mantenha uma aparência jovem ingerindo alimentos que previnem as rugas

Mantenha uma aparência jovem ingerindo alimentos que previnem as rugas Mantenha uma aparência jovem ingerindo alimentos que previnem as rugas Mantenha uma aparência jovem ingerindo alimentos que previnem as rugas Eles contêm substâncias importantes para manter sua pele mais

Leia mais

Dieta refere-se aos hábitos alimentares individuais. Cada pessoa tem uma dieta específica. Cada cultura costuma caracterizar-se por dietas

Dieta refere-se aos hábitos alimentares individuais. Cada pessoa tem uma dieta específica. Cada cultura costuma caracterizar-se por dietas Dieta Dieta refere-se aos hábitos alimentares individuais. Cada pessoa tem uma dieta específica. Cada cultura costuma caracterizar-se por dietas particulares. Contudo, popularmente, o emprego da palavra

Leia mais

As funções das proteínas no organismo :

As funções das proteínas no organismo : PROTEINAS As funções das proteínas no organismo : As principais funções das proteínas - Construção de novos tecidos do corpo humano. - Atuam no transporte de substâncias como, por exemplo, o oxigênio.

Leia mais

O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE DOENÇA METABÓLICA

O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE DOENÇA METABÓLICA O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE DOENÇA METABÓLICA ENTENDENDO a doença metabólica A doença metabólica, também chamada de síndrome metabólica ou ainda de plurimetabólica, em geral faz parte de um conjunto de

Leia mais

Sessão clínica. Doença renal crónica Relação com a flora intestinal e impacto da alimentação. Pedro Campos, MD Ana Pires, MD PhD

Sessão clínica. Doença renal crónica Relação com a flora intestinal e impacto da alimentação. Pedro Campos, MD Ana Pires, MD PhD Sessão clínica Doença renal crónica Relação com a flora intestinal e impacto da alimentação Pedro Campos, MD Ana Pires, MD PhD Serviço de Nefrologia 10 Março 2016 Sumário Microbioma Intestinal Microbioma

Leia mais

Unidade: APLICAÇÃO DAS RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS NO PLANEJAMENTO DE DIETAS. Unidade I:

Unidade: APLICAÇÃO DAS RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS NO PLANEJAMENTO DE DIETAS. Unidade I: Unidade: APLICAÇÃO DAS RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS NO PLANEJAMENTO DE DIETAS Unidade I: 0 Unidade: APLICAÇÃO DAS RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS NO PLANEJAMENTO DE DIETAS ESTUDO DAS RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS

Leia mais

Alimentos Funcionais: potencialidades do Centro-Oeste. Profa. Dra. Katiuchia Pereira Takeuchi Universidade Federal de Goiás - UFG

Alimentos Funcionais: potencialidades do Centro-Oeste. Profa. Dra. Katiuchia Pereira Takeuchi Universidade Federal de Goiás - UFG Alimentos Funcionais: potencialidades do Centro-Oeste Profa. Dra. Katiuchia Pereira Takeuchi Universidade Federal de Goiás - UFG Alimentos Funcionais O alimento está para a medicina assim como a medicina

Leia mais

Óleos Vegetais e seus benefícios

Óleos Vegetais e seus benefícios Óleos Vegetais e seus benefícios Izabela Alves Gomes Nutricionista UERJ Mestranda em Alimentos e Nutrição - UNIRIO 1 Definição São os produtos constituídos principalmente de glicerídeos de ácidos graxos

Leia mais

Composição Química das Células: Água

Composição Química das Células: Água A Química da Vida Composição Química das Células: Água As substâncias que constituem os corpos dos seres vivos possuem em sua constituição cerca de 75/85% de água. Ou seja, cerca de 80% do corpo de um

Leia mais

SUPLEMENTOS ALIMENTARES: STATUS DA REGULAMENTAÇÃO NO BRASIL E PERSPECTIVAS FUTURAS

SUPLEMENTOS ALIMENTARES: STATUS DA REGULAMENTAÇÃO NO BRASIL E PERSPECTIVAS FUTURAS SUPLEMENTOS ALIMENTARES: STATUS DA REGULAMENTAÇÃO NO BRASIL E PERSPECTIVAS FUTURAS Simpósio Latino Americano sobre Fortificação de Alimentos e Suplementos Stefani Faro de Novaes Especialista em Regulação

Leia mais

A salada verde deveria fazer parte das refeições de todas as pessoas, pois as folhas,

A salada verde deveria fazer parte das refeições de todas as pessoas, pois as folhas, Alface, rúcula, agrião e acelga são aliados da dieta e ricos em nutrientes Essas folhas devem fazer parte da alimentação de todas as pessoas e fornecem vitaminas, minerais e outros componentes importantes

Leia mais

BENEFÍCIOS DO KEFIR DE LEITE

BENEFÍCIOS DO KEFIR DE LEITE BENEFÍCIOS DO KEFIR DE LEITE Ele é rico em nutrientes e probióticos, é extremamente benéfico para a digestão e saúde do intestino, e muitas pessoas consideram ser uma versão mais poderosa do iogurte: 1.

Leia mais

TRABALHO DE BIOLOGIA A Química da Vida

TRABALHO DE BIOLOGIA A Química da Vida TRABALHO DE BIOLOGIA A Química da Vida Nomes: Leonardo e Samuel Turma: 103 Para iniciar o estudo das células (citologia) devemos primeiramente ter uma noção das estruturas básicas da célula ou as estruturas

Leia mais

OBESIDADE AUMENTA EM ATÉ 40% RISCO DE SETE TIPOS DE CÂNCER EM MULHERES

OBESIDADE AUMENTA EM ATÉ 40% RISCO DE SETE TIPOS DE CÂNCER EM MULHERES OBESIDADE AUMENTA EM ATÉ 40% RISCO DE SETE TIPOS DE CÂNCER EM MULHERES Enviado por LINK COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL 14-Mai-2015 PQN - O Portal da Comunicação LINK COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL - 14/05/2015 Estudo

Leia mais

O que são nutrientes?

O que são nutrientes? Os nutrientes O que são nutrientes? São substâncias utilizadas pelo metabolismo do organismo essenciais ao seu funcionamento; Os alimentos contêm nutrientes que o organismo não consegue sintetizar, assim

Leia mais

Aula: 26 Temática: Estrutura dos lipídeos parte I

Aula: 26 Temática: Estrutura dos lipídeos parte I Aula: 26 Temática: Estrutura dos lipídeos parte I Os lipídeos são abundantes em animais e vegetais. Compreendem os óleos, as gorduras, as ceras, os lipídios compostos como os fosfolipídios e os esteróides

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA MÍDIA NA CONCEPÇÃO DO USO DE SUPLEMENTOS ESPORTIVOS ENTRE ALUNOS DE ESCOLA PÚBLICA EM NATAL/RN

A INFLUÊNCIA DA MÍDIA NA CONCEPÇÃO DO USO DE SUPLEMENTOS ESPORTIVOS ENTRE ALUNOS DE ESCOLA PÚBLICA EM NATAL/RN A INFLUÊNCIA DA MÍDIA NA CONCEPÇÃO DO USO DE SUPLEMENTOS ESPORTIVOS ENTRE ALUNOS DE ESCOLA PÚBLICA EM NATAL/RN Victor Henrique dos Santos Silva 1 ; Adriana Moura de Lima 2 Resumo: Perante a abordagem da

Leia mais

OMELETE DE CLARAS. Uma opção proteica metabolizada para seu póstreino. Informações Técnicas. SINÔNIMOS: Albumina

OMELETE DE CLARAS. Uma opção proteica metabolizada para seu póstreino. Informações Técnicas. SINÔNIMOS: Albumina Informações Técnicas OMELETE DE CLARAS Uma opção proteica metabolizada para seu póstreino SINÔNIMOS: Albumina O omelete trata-se de uma opção proteica com 22g de proteína na porção. Uma excelente alternativa

Leia mais

A Bioquímica Da Célula. Alternar entre páginas 0/1 Página Anterior Próxima página

A Bioquímica Da Célula. Alternar entre páginas 0/1 Página Anterior Próxima página A Bioquímica Da Célula Alternar entre páginas 0/1 Página Anterior Próxima página A importância da água em nossa vida A água é indispensável para o nosso planeta. Foi através dela que surgiram as primeiras

Leia mais

Izabela Alves Gomes Nutricionista UERJ Mestranda em Alimentos e Nutrição - UNIRIO

Izabela Alves Gomes Nutricionista UERJ Mestranda em Alimentos e Nutrição - UNIRIO Izabela Alves Gomes izabela.nut@gmail.com Nutricionista UERJ Mestranda em Alimentos e Nutrição - UNIRIO Rio de Janeiro - 2016 É considerado vegetariano todo aquele que exclui de sua alimentação todos os

Leia mais

Terminologias e conceitos básicos em alimentação e Nutrição. Profª Patrícia Ceolin

Terminologias e conceitos básicos em alimentação e Nutrição. Profª Patrícia Ceolin Terminologias e conceitos básicos em alimentação e Nutrição. Profª Patrícia Ceolin NUTRIÇÃO??? A nutrição é a ciência que estuda a composição dos alimentos e as necessidades nutricionais do indivíduo,

Leia mais

Dra Letícia Guimarães

Dra Letícia Guimarães Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica Residência em Dermatologia

Leia mais

Dra. Natalia Almeida Prado de Oliveira Silva Endocrinologia Infantil associada à Nutrição Funcional Medicina Preventiva CRM SP Pediatria

Dra. Natalia Almeida Prado de Oliveira Silva Endocrinologia Infantil associada à Nutrição Funcional Medicina Preventiva CRM SP Pediatria Alimentação e saúde o que isto tem a ver? CONALCO dezembro 2015 Dra. Natalia Almeida Prado de Oliveira Silva Endocrinologia Infantil associada à Nutrição Funcional Medicina Preventiva CRM SP 136 322 Pediatria

Leia mais

Veja as dicas de como baixar os triglicérides do sangue Praticar exercícios e parar de fumar já é um bom começo

Veja as dicas de como baixar os triglicérides do sangue Praticar exercícios e parar de fumar já é um bom começo Veja as dicas de como baixar os triglicérides do sangue Praticar exercícios e parar de fumar já é um bom começo Matéria publicada em 07 de Maio de 2014 Receber o diagnóstico de colesterol alto vira alvo

Leia mais

Dog Star Foods Natural 15kg

Dog Star Foods Natural 15kg Dog Star Foods Natural 15kg Proteína Bruta Extrato Etéreo Matéria Mineral (Mín.) 23% (Mín.) 10% (Máx.) 8% Matéria Fibrosa (Máx.) 4,5% Cálcio (Máx.) 2% Fósforo (Mín.) 1% Cereais Integrais Probióticos Carne

Leia mais

Doença de Crohn. Grupo: Bruno Melo Eduarda Melo Jéssica Roberta Juliana Jordão Luan França Luiz Bonner Pedro Henrique

Doença de Crohn. Grupo: Bruno Melo Eduarda Melo Jéssica Roberta Juliana Jordão Luan França Luiz Bonner Pedro Henrique Doença de Crohn Grupo: Bruno Melo Eduarda Melo Jéssica Roberta Juliana Jordão Luan França Luiz Bonner Pedro Henrique A doença de Crohn (DC) é considerada doença inflamatória intestinal (DII) sem etiopatogenia

Leia mais

1. Explique por que o macarrão saiu da base e foi para o topo da nova pirâmide e a atividade física ficou na base da pirâmide nova.

1. Explique por que o macarrão saiu da base e foi para o topo da nova pirâmide e a atividade física ficou na base da pirâmide nova. 8º Biologia Leda Aval. Rec. Par. 20/08/12 1. Explique por que o macarrão saiu da base e foi para o topo da nova pirâmide e a atividade física ficou na base da pirâmide nova. A GORDURA DO BEM [...] Em quantidade

Leia mais

INSEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL DE TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL DE JOÃO PESSOA - PB

INSEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL DE TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL DE JOÃO PESSOA - PB INSEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL DE TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL DE JOÃO PESSOA - PB Lindemberg Medeiros de Araújo Evi Clayton de Lima Brasil TRANSIÇÃO NUTRICIONAL: CAUSAS, SIGNIFICADOS, EFEITOS

Leia mais

NUTRIENTES. Profª Marília Varela Aula 2

NUTRIENTES. Profª Marília Varela Aula 2 NUTRIENTES Profª Marília Varela Aula 2 NUTRIENTES NUTRIENTES SÃO SUBSTÂNCIAS QUE ESTÃO INSERIDAS NOS ALIMENTOS E POSSUEM FUNÇÕES VARIADAS NO ORGANISMO. PODEM SER ENCONTRADOS EM DIFERENTES ALIMENTOS, POR

Leia mais

SOPA PROTEICA DE ERVILHAS

SOPA PROTEICA DE ERVILHAS Informações Técnicas SOPA PROTEICA DE ERVILHAS Uma opção proteica metabolizada para seu póstreino SINÔNIMOS: Proteína de ervilha A sopa de ervilha trata-se de uma opção proteica com 22g de proteína na

Leia mais

Aluna: Laise Souza Mestranda em Alimentos e Nutrição

Aluna: Laise Souza Mestranda em Alimentos e Nutrição PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ALIMENTOS E NUTRIÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Aluna: Laise Souza Mestranda em Alimentos e Nutrição glicose

Leia mais

Descrição do produto. Categoria Fiscal ANVISA. MS: RDC 27/2010 / Anexo 1. Características. Pó de cor bege-marrom, solúvel em água.

Descrição do produto. Categoria Fiscal ANVISA. MS: RDC 27/2010 / Anexo 1. Características. Pó de cor bege-marrom, solúvel em água. Vida Forte Ind. e Com. de Prod. Naturais Ltda. Descrição do produto Ficha Técnica de TERMO PLUS Sabores: Frutas Vermelhas Laranja Limão Termo Plus é um produto para auxiliar na redução de gordura com ingredientes

Leia mais

Sinais da. Boa Nutrição. Alice Silveira Granado. CRN 3 : 17638 Nutricionista

Sinais da. Boa Nutrição. Alice Silveira Granado. CRN 3 : 17638 Nutricionista ç Sinais da ç Boa Nutrição Alice Silveira Granado CRN 3 : 17638 Nutricionista Crescimento Adequado Funcionamento Regular do Intestino Dentes Fortes e Saudáveis Bom Apetite Boa Imunidade Peso Adequado Pele

Leia mais

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO Ciências da Natureza 2º Ciclo 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico, a realizar em 2013 pelos alunos que se encontram

Leia mais

Nutrição para a beleza dos cabelos através dos alimentos

Nutrição para a beleza dos cabelos através dos alimentos Beleza não põe mesa, Ou seja, aparência não é tudo. Mas é na mesa que a beleza começa. Ciência da nutrição visa Melhor aparência física e a saúde do paciente; Trata ou ameniza o envelhecimento cutâneo;

Leia mais

NUTRIÇÃO. Problemas nutricionais associados à pobreza: Desnutrição /Hipovitaminose / Bócio

NUTRIÇÃO. Problemas nutricionais associados à pobreza: Desnutrição /Hipovitaminose / Bócio NUTRIÇÃO NUTRIÇÃO Problemas nutricionais associados à pobreza: Desnutrição /Hipovitaminose / Bócio Problemas nutricionais associados à hábitos alimentares inadequados: Dislipdemias / Anemia / Obesidade

Leia mais

Benefícios do Suco de Laranja Para Sistema Imunológico.

Benefícios do Suco de Laranja Para Sistema Imunológico. Suco de Laranja Laranja. A Laranja é uma fruta cítrica popular por seu sabor doce e picante. Elas pertencem à família Rutaceae e são cultivadas e consumido em todo o mundo. Além disso, Há um número de

Leia mais

Morosil (Bionap/Itália)

Morosil (Bionap/Itália) Morosil (Bionap/Itália) Morosil (Bionap/Itália) A alternativa natural do mediterrâneo no gerenciamento do peso Nome Científico: Citrus sinensis (L.) Osbeck A dieta mediterrânea é extremamente conhecida

Leia mais

ESTUDANDO OS NUTRIENTES

ESTUDANDO OS NUTRIENTES E.M.E.F. JEAN PIAGET DISCIPLINA DE CIÊNCIAS TURMA: T6 ESTUDANDO OS NUTRIENTES ALUNOS: ANA PAULA SILVANO MARÌLIA VARGAS PROF.: ANELISE VOLKWEISS PORTO ALEGRE, 27 DE OUTUBRO DE 2010 SUMÁRIO I) INTRODUÇÃO...3pg

Leia mais

Descobre tudo sobre um...

Descobre tudo sobre um... Escola Básica 1,2,3/JI de Angra do Heroísmo Dia Mundial da Alimentação 16 de Outubro de 2010 Descobre tudo sobre um... PEQUENO-ALMOÇO PORQUÊ? Porque, após uma noite de sono, em que estivemos várias horas

Leia mais

Faculdade de São Lourenço - UNISEPE Cursos de extensão nas áreas de Estética e Cosmética

Faculdade de São Lourenço - UNISEPE Cursos de extensão nas áreas de Estética e Cosmética Faculdade de São Lourenço - UNISEPE Cursos de extensão nas áreas de Estética e Cosmética Orientações gerais: Público-alvo: Estudantes e profissionais da área de estética e cosmetologia, farmacêuticos e

Leia mais

SORGO - UMA BOA ALTERNATIVA PARA REDUÇÃO DOS CUSTOS DE ALIMENTAÇÃO

SORGO - UMA BOA ALTERNATIVA PARA REDUÇÃO DOS CUSTOS DE ALIMENTAÇÃO Data: Junho/2001 SORGO - UMA BOA ALTERNATIVA PARA REDUÇÃO DOS CUSTOS DE ALIMENTAÇÃO Estamos iniciando a colheita de uma safra de Sorgo, que segundo estimativas deve girar ao redor de 1,350 a 1,500 milhões

Leia mais

ASPECTOS COGNITIVOS SUPERIORES: UMA ESTREITA RELAÇÃO COM O ALIMENTO

ASPECTOS COGNITIVOS SUPERIORES: UMA ESTREITA RELAÇÃO COM O ALIMENTO ASPECTOS COGNITIVOS SUPERIORES: UMA ESTREITA RELAÇÃO COM O ALIMENTO Sandra Regina de Almeida 1 ; Dayane Soncin 1 ; Luciana Bria Lopes; Sandra Cristina Catelan-Mainardes 2. RESUMO: Emoção é um impulso neural

Leia mais

O Glúten é realmente um vilão?

O Glúten é realmente um vilão? UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ALIMENTOS E NUTRIÇÃO (PPGAN) Ciclo de Palestras O Glúten é realmente um vilão? Verônica Mayrinck Nov/2015 Veremos no Ciclo

Leia mais

MICROBIOTA INTESTINAL PREBIÓTICOS PROBIÓTICOS SIMBIÓTICOS Apresentado por : Prof. Dr. Yvon Toledo Rodrigues Membro Titular da Academia Nacional de Medicina. Presidente da Academia Latino-Americana de Nutrologia.

Leia mais

O coração. Por isso, recomenda-se o controle dos fatores de risco. o que são doenças cardiovasculares?

O coração. Por isso, recomenda-se o controle dos fatores de risco. o que são doenças cardiovasculares? Coração saudável O coração É o músculo mais importante do nosso corpo, pois é encarregado de bombear o sangue, levando oxigênio e nutrientes a todos os órgãos por meio de vasos sanguíneos chamados artérias.

Leia mais

EXERCÍCIO DE CIÊNCIAS COM GABARITO 8º ANO 1. (PUC-SP) O esquema abaixo é referente ao coração de um mamífero

EXERCÍCIO DE CIÊNCIAS COM GABARITO 8º ANO 1. (PUC-SP) O esquema abaixo é referente ao coração de um mamífero EXERCÍCIO DE CIÊNCIAS COM GABARITO 8º ANO 1. (PUC-SP) O esquema abaixo é referente ao coração de um mamífero a) Que números indicam artérias e veias? b) Que números indicam vasos por onde circulam sangue

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO...02 Pimenta vermelha...03 Pimenta do reino...04 Canela...05 Alho...06 Cravo da índia...07 Cardomomo...08 Coentro...

ÍNDICE APRESENTAÇÃO...02 Pimenta vermelha...03 Pimenta do reino...04 Canela...05 Alho...06 Cravo da índia...07 Cardomomo...08 Coentro... ÍNDICE APRESENTAÇÃO...02 Pimenta vermelha...03 Pimenta do reino...04 Canela...05 Alho...06 Cravo da índia...07 Cardomomo...08 Coentro...09 Azeite...10 Mostarda...11 Salsa...12 Açafrão...13 Orégano...14

Leia mais

A fase inicial do câncer de próstata apresenta uma evolução silenciosa e não causa sintomas, mas alguns sinais merecem atenção:

A fase inicial do câncer de próstata apresenta uma evolução silenciosa e não causa sintomas, mas alguns sinais merecem atenção: Novembro Azul O movimento mundialmente conhecido como Novembro Azul ou Movember visa conscientizar os homens sobre a importância da prevenção do câncer de próstata e tem o bigode como símbolo adotado para

Leia mais

DIA INTERNACIONAL. da mulher. dicas de nutrição. para as mulheres

DIA INTERNACIONAL. da mulher. dicas de nutrição. para as mulheres DIA INTERNACIONAL da mulher 8 de março dicas de nutrição para as mulheres Para comemorar o dia 8 de março, a Equipe da Nutrição preparou 8 dicas para melhorar sua alimentação e saúde São dicas simples

Leia mais

TOP 10 RAZÕES PARA BEBER GEL DE ALOE VERA

TOP 10 RAZÕES PARA BEBER GEL DE ALOE VERA TOP 10 RAZÕES PARA BEBER GEL DE ALOE VERA Gel de Aloe Vera Imagine cortar uma folha de babosa e consumir o gel diretamente da planta. Um produto certificado pela Forever Living, o Aloe Vera Gel está tão

Leia mais

O macarrão como bom aliado das dietas

O macarrão como bom aliado das dietas O macarrão como bom aliado das dietas Olá seja bem vindo ao ebook da Piccola Italia Bangu! Ficamos orgulhosos com seu interesse em saber mais sobre esse assunto, e esperamos que ele seja de grande valia

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE PREBIÓTICOS E PROBIÓTICOS COMO AGENTE TERAPÊUTICO NO TRATAMENTO DO CÂNCER COLORRETAL

A UTILIZAÇÃO DE PREBIÓTICOS E PROBIÓTICOS COMO AGENTE TERAPÊUTICO NO TRATAMENTO DO CÂNCER COLORRETAL A UTILIZAÇÃO DE PREBIÓTICOS E PROBIÓTICOS COMO AGENTE TERAPÊUTICO NO TRATAMENTO DO CÂNCER COLORRETAL Pablo Freitas Gonçalves (1); Dêmia Kellyani Eleoterio Veiga (4) Faculdade Maurício de Nassau, Campus:

Leia mais

Fibregum B (Colloïdes Naturels International /França) Todos os benefícios de uma fibra prebiótica, sem provocar o desconforto intestinal.

Fibregum B (Colloïdes Naturels International /França) Todos os benefícios de uma fibra prebiótica, sem provocar o desconforto intestinal. Fibregum B (Colloïdes Naturels International /França) Todos os benefícios de uma fibra prebiótica, sem provocar o desconforto intestinal. Com o aumento da expectativa de vida dos brasileiros e ao mesmo

Leia mais

Trabalho de biologia. Nome: Naiheverton e wellinton. Turma:103

Trabalho de biologia. Nome: Naiheverton e wellinton. Turma:103 Trabalho de biologia Nome: Naiheverton e wellinton Turma:103 VITAMINAS São compostos orgânicos imprescindível para algumas reações metabólicas especificas,requeridos pelo corpo em quantidade minimas para

Leia mais

FIBRAS FIBRAS. As fibras insolúveis incluem: as fibras externas da ervilha, a celulose, as fibras do milho e as fibras da soja.

FIBRAS FIBRAS. As fibras insolúveis incluem: as fibras externas da ervilha, a celulose, as fibras do milho e as fibras da soja. FIBRAS Até os anos 70 as fibras eram entendidas como componentes inertes dos alimentos que atravessavam o tubo digestivo e eram eliminados sem produzir efeitos no organismo humano. No entanto, os estudos

Leia mais

Avaliação da Composição Corporal. Profª Tatianne Estrela

Avaliação da Composição Corporal. Profª Tatianne Estrela Avaliação da Composição Corporal Profª Tatianne Estrela Constituição, Tamanho e Composição Corporais Constituição: Muscularidade; Linearidade; Gordura. Tamanho: Estatura; Massa. Constituição, Tamanho e

Leia mais

Docente das Faculdades Integradas de Três Lagoas. Acadêmicas de Nutrição da Faculdades Integradas de Três Lagoas RESUMO

Docente das Faculdades Integradas de Três Lagoas. Acadêmicas de Nutrição da Faculdades Integradas de Três Lagoas RESUMO 1 AVALIAÇÃO SENSORIAL DE IOGURTE BATIDO COM A FRUTA DE GOIABA VERMELHA IN NATURA (Psidium guajava), COM O SUCO ARTIFICIAL DE GOIABA E A POLPA DA FRUTA DE GOIABA CAMILA ANDRÉA FAVARO DE FREITAS 1 CAROLINE

Leia mais

HISTÓRICO DO PREGÃO. Expedição: 27/07/2016 Homologação: Situação: Aberta CREDENCIAMENTO. Fornecedor Representante Legal Credenciado

HISTÓRICO DO PREGÃO. Expedição: 27/07/2016 Homologação: Situação: Aberta CREDENCIAMENTO. Fornecedor Representante Legal Credenciado Municipio de Tupassi Página: de 9 Processo: 54/06 - Pregão - Registro de Preços Registro de Preços para futuras e eventuais aquisições de produtos para nutrição especial compreendendo: 0: Dietas Enterais;

Leia mais

Marque a opção do tipo de trabalho que está inscrevendo: ( x ) Resumo ( ) Relato de Caso

Marque a opção do tipo de trabalho que está inscrevendo: ( x ) Resumo ( ) Relato de Caso Marque a opção do tipo de trabalho que está inscrevendo: ( x ) Resumo ( ) Relato de Caso Projeto Horta escolar e a gastronomia em uma escola Municipal de Montauri-RS. AUTOR PRINCIPAL: Ana Rita Toffoli

Leia mais

BIOQUÍMICA E METABOLISMO DOS MICRONUTRIENTES NA TERAPIA NUTRICIONAL ENTERAL E PARENTERAL

BIOQUÍMICA E METABOLISMO DOS MICRONUTRIENTES NA TERAPIA NUTRICIONAL ENTERAL E PARENTERAL BIOQUÍMICA E METABOLISMO DOS MICRONUTRIENTES NA TERAPIA NUTRICIONAL ENTERAL E PARENTERAL Profa. Dra. Maria Rosimar Teixeira Matos Docente do Curso de Nutrição da UECE TERAPIA NUTRICIONAL Suprir as necessidades

Leia mais

Good nutrition gives life to your heart

Good nutrition gives life to your heart We are Inês Gonçalves, Inês Rodrigues, Marisa and Raphael. We attend the 8 th grade. In this work we deal with what is the wheel of food, good nutrition, diseases caused by poor diet and poor nutrition.

Leia mais

Perguntas para o Nutricionista Campanhas: Pullman Zero% e PlusVita Zero%

Perguntas para o Nutricionista Campanhas: Pullman Zero% e PlusVita Zero% Perguntas para o Nutricionista Campanhas: Pullman Zero% e PlusVita Zero% Por Mariana Nacarato, Nutricionista da Equilibrium Consultoria 1. Existe de fato muito ganho nutricional na substituição do pão

Leia mais

Colesterol e triglicerídeos

Colesterol e triglicerídeos Colesterol e triglicerídeos Colesterol e triglicerídeos O organismo precisa do colesterol, tanto que o fabrica. Ele exerce funções importantes como a produção de hormônios sexuais e de vitamina D. Contudo,

Leia mais

Ração humana ajuda na perda de peso e melhora o trânsito intestinal Ela também ajuda a controlar os níveis de colesterol e triglicérides do sangue

Ração humana ajuda na perda de peso e melhora o trânsito intestinal Ela também ajuda a controlar os níveis de colesterol e triglicérides do sangue Ração humana ajuda na perda de peso e melhora o trânsito intestinal Ela também ajuda a controlar os níveis de colesterol e triglicérides do sangue Matéria publicada em 06 de Maio de 2015 A ração humana

Leia mais

especial iate LIAMARA MENDES

especial iate LIAMARA MENDES 54 Maio / Junho de 2013 especial use os alimentos a seu favor iate por LIAMARA MENDES Uma dieta equilibrada aliada a exercícios físicos pode ser considerada a fórmula ideal para a conquista do corpo perfeito.

Leia mais

Farmacologia Aspectos gerais

Farmacologia Aspectos gerais PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação Departamento de Biologia Farmacologia Aspectos gerais Prof. Raimundo Jr, M.Sc Bibliografia Básica: SILVA, P. Farmacologia. 6ª ed. Rio

Leia mais

* Gordura Trans, Light, Diet, Fibras,Orgânicos e Funcionais. Equipe: Divair Doneda, Vanuska Lima, Clevi Rapkiewicz, Júlia S.

* Gordura Trans, Light, Diet, Fibras,Orgânicos e Funcionais. Equipe: Divair Doneda, Vanuska Lima, Clevi Rapkiewicz, Júlia S. * Gordura Trans, Light, Diet, Fibras,Orgânicos e Funcionais Gordura encontrada em alimentos industrializados como margarinas, cremes vegetais, biscoitos, sorvetes, snacks, produtos de panificação, frituras

Leia mais

OSTEOPOROSE: PREVENIR É POSSÍVEL!

OSTEOPOROSE: PREVENIR É POSSÍVEL! OSTEOPOROSE: PREVENIR É POSSÍVEL! 17 de Outubro a 2 de Novembro Exposição promovida pelo Serviço de Ginecologia do HNSR EPE OSTEOPOROSE: O QUE É? Osteoporose significa "osso poroso". É uma doença que se

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO Curso: Nutrição (04) Ano: 2013 Semestre: 2 Período: 2 Disciplina: Composição de Alimentos (Food Composition) Carga Horária Total: 45 Teórica: 45 Atividade Prática: 0 Prática Pedagógica: 0 Aulas Compl.

Leia mais

MODELO FORMATIVO. DATA DE INíCIO / FIM / HORARIO Manhã - 9:00 às 13:00 Tarde - 14:00 às 17:00

MODELO FORMATIVO. DATA DE INíCIO / FIM / HORARIO Manhã - 9:00 às 13:00 Tarde - 14:00 às 17:00 NUTRIçãO E SUPLEMENTAçãO NO DESPORTO (SET 2016) LISBOA A nutrição é um dos fatores com maior peso na saúde e, aliada à atividade física, contribui para a manutenção de um peso e composição corporal adequados,

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA. Reconhecer que as atividades físicas regulares trazem benefícios à saúde. Habilidades afins - Interdisciplinaridad

EDUCAÇÃO FÍSICA. Reconhecer que as atividades físicas regulares trazem benefícios à saúde. Habilidades afins - Interdisciplinaridad Reconhecer que as atividades físicas regulares trazem benefícios à saúde. Interdisciplinaridad Ciências: Identificar os componentes do sistema esquelético e muscular; e Conhecer o impacto do tabagismo

Leia mais

REDUÇÃO & REEDUCAÇÃO PROGRAMA DE EMAGRECIMENTO

REDUÇÃO & REEDUCAÇÃO PROGRAMA DE EMAGRECIMENTO Go Mag R do o Os Efeitos negativos da Obesidade na sua saúde e na sua vida: Menor expectativa de vida Baixa autoestima Mobilidade limitada Problemas nas articulações Ataque cardíaco Pressão alta 2R QUE

Leia mais

INULINA. Fibra alimentar. Informações Técnicas. CAS NUMBER: 9005-80-5 SIMILAR: Oligofrutose (FOS), Polifrutose

INULINA. Fibra alimentar. Informações Técnicas. CAS NUMBER: 9005-80-5 SIMILAR: Oligofrutose (FOS), Polifrutose Informações Técnicas INULINA Fibra alimentar CAS NUMBER: 9005-80-5 SIMILAR: Oligofrutose (FOS), Polifrutose INTRODUÇÃO A inulina é um nutriente funcional ou nutracêutico, composto por frutose, encontrado

Leia mais

Química Orgânica. Sinopse das Funções Orgânicas Prof. Jackson Alves

Química Orgânica. Sinopse das Funções Orgânicas Prof. Jackson Alves Química rgânica Sinopse das Funções rgânicas Prof. Jackson Alves idrocarbonetos Grupo funcional: Carbono e idrogênio aletos rgânicos ou Derivados alogenados Grupo funcional: R X (X = F, Cl, Br ou I) Cl

Leia mais

CARBOIDRATOS Classificação: De acordo com o número de moléculas em sua constituição temos: I- MONOSSACARÍDEOS ( CH 2 O) n n= varia de 3 a 7 Frutose Ga

CARBOIDRATOS Classificação: De acordo com o número de moléculas em sua constituição temos: I- MONOSSACARÍDEOS ( CH 2 O) n n= varia de 3 a 7 Frutose Ga CARBOIDRATOS Os carboidratos são as biomoléculas mais abundantes na natureza. Para muitos carboidratos, a fórmula geral é: [C(H2O)]n, daí o nome "carboidrato", ou "hidratos de carbono" -São moléculas que

Leia mais

Catálogo Virtual CHROMIUM PICOLINATO. Televendas: (21) Site:

Catálogo Virtual CHROMIUM PICOLINATO. Televendas: (21) Site: CHROMIUM PICOLINATO Maça e Banana Ref.: KA341 COLLAGEN HIDROLYSATE COLLAGEN HIDROLYSATE Sabores: Uva Laranja com Acerola. Maça e Banana Ref.: KA341 EVOLUTION WHEY NO2 COLLAGEN Whey Protein é derivado do

Leia mais

Producote Feed O que é? Como devo fornecer o Producote Feed? Producote Feed Por que utilizar Ureia (NNP) na dieta?

Producote Feed O que é? Como devo fornecer o Producote Feed? Producote Feed Por que utilizar Ureia (NNP) na dieta? Producote Feed O que é? Producote Feed é um aditivo nutricional de liberação controlada, indicado para a suplementação proteica segura de ruminantes, com alta concentração de nitrogênio não proteico de

Leia mais

CH 3 (CH 2 ) 14 COOH

CH 3 (CH 2 ) 14 COOH QUÍMICA SALA DE ESTUDS Data: 09/2015 Ensino Médio 2º ano classe: Prof. VALÉRIA Nome: nº ÁCIDS GRAXS Ácido palmítico CH 3 ( ) 14 CH Ácido hexadecanóico. Ác. olêico (C 18 :1) CH 3 ( ) 7 CH=CH( ) 7 CH Ácido

Leia mais

MODELO FORMATIVO. DATA DE INíCIO / FIM / HORARIO Manhã - 9:00 às 13:00 Tarde - 14:00 às 17:00

MODELO FORMATIVO. DATA DE INíCIO / FIM / HORARIO Manhã - 9:00 às 13:00 Tarde - 14:00 às 17:00 NUTRIçãO E SUPLEMENTAçãO NO DESPORTO (OUT 2015) PORTO A nutrição é um dos fatores com maior peso na saúde e, aliada à atividade física, contribui para a manutenção de um peso e composição corporal adequados,

Leia mais

SUPLEMENTOS ALIMENTARES x CONSUMO

SUPLEMENTOS ALIMENTARES x CONSUMO Graduado em Nutrição UnB (2001) Especialista em Nutrição Esportiva Univ. Gama Filho (2007) Sócio-proprietário da Clínica 449 Ponto de Estágio Curricular UnB desde 2011 Praticante de Corrida de Rua e Triatlo

Leia mais

Metabolismo e produção de calor

Metabolismo e produção de calor Fisiologia 5 Metabolismo e produção de calor Iniciando a conversa Apenas comer não é suficiente: o alimento precisa ser transformado (metabolizado) para ser aproveitado por nosso organismo. Açúcares (carboidratos),

Leia mais

Semana do Combate ao Colesterol 05 a 10 de abril

Semana do Combate ao Colesterol 05 a 10 de abril Semana do Combate ao Colesterol 05 a 10 de abril Vida saldável Plasc Folder semana do colesterol alt.indd 1 18/3/2010 09:29:20 Dicas para uma vida saudável ou como manter seu Colesterol no nível ideal.

Leia mais

Visão Geral do Trabalho de Pesquisa

Visão Geral do Trabalho de Pesquisa Visão Geral do Trabalho de Pesquisa Ricardo de Almeida Falbo Metodologia de Pesquisa Departamento de Informática Universidade Federal do Espírito Santo Agenda Etapas do Trabalho de Pesquisa Escolha do

Leia mais

NUTRIÇÃO E DIETA Doença Inflamatória do Intestino

NUTRIÇÃO E DIETA Doença Inflamatória do Intestino Serviço de Gastrenterologia Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada, EPE Diretora: Dra. Maria Antónia Duarte Vera Costa Santos 10 Outubro 2015 TUBO DIGESTIVO Digestão de alimentos Boca Esófago

Leia mais

OVOS DE PÁSCOA DEFESA DO CONSUMIDOR

OVOS DE PÁSCOA DEFESA DO CONSUMIDOR Instituto de Educação Infantil e Juvenil Verão, 2016. Londrina, Nome: de Ano: Tempo Início: Término: Total: Edição 3 MMXVI Fase 1 Grupo C OVOS DE PÁSCOA DEFESA DO CONSUMIDOR Veja os pontos positivos e

Leia mais

CURSO DE ODOONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14

CURSO DE ODOONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 CURSO DE ODOONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: Microbiologia Oral Código: ODO-018 Pré-requisito: Microbiologia

Leia mais

ONCOLOGIA. Aula I Profª.Enfª: Darlene Carvalho (www.darlenecarvalho.webnode.com.br)

ONCOLOGIA. Aula I Profª.Enfª: Darlene Carvalho (www.darlenecarvalho.webnode.com.br) ONCOLOGIA Aula I Profª.Enfª: Darlene Carvalho (www.darlenecarvalho.webnode.com.br) CLASSIFICAÇÃO DAS CÉLULAS Lábeis Estáveis Perenes CLASSIFICAÇÃO DAS CÉLULAS Células lábeis: São aquelas em constante renovação

Leia mais