CONTROLE DE VIAGEM. Figura 1: Tela de monitoramento de viagens.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONTROLE DE VIAGEM. Figura 1: Tela de monitoramento de viagens."

Transcrição

1 CONTROLE DE VIAGEM Permite o planejamento e acompanhamento de viagens baseadas em rotas pré cadastradas através do sistema. O usuário programa uma viagem para uma rota com dois ou mais pontos de destino com checkpoint s e com isso poderá acompanhar o tempo previsto de viagem, as paradas previstas, o tempo restante para a conclusão da viagem, velocidade média, data e hora prevista e passagem nos checkpoint s entre outras informações. Acesso: Para conseguir acessar a funcionalidade o usuário precisa ter permissão especial de acesso que pode ser concedida pela central de suporte da Autocargo. A figura 1 mostra a tela de monitoramento de viagens. Figura 1: Tela de monitoramento de viagens. Gerenciamento de Rotas: A base para controle de viagem é o cadastramento prévio das rotas que se deseja monitorar. Para criar uma nova rota o usuário deve clicar no botão Gerênciar rotas, mostrado na figura 2. Figura 2: Botão Gerenciar rotas.

2 A tela de gerenciamento de rotas permite cadastrar pontos da rota e/ou checkpoint s, visualizar e remover rotas. As rotas são salvas por cliente, portanto todos os usuários de um determinado cliente irão gerenciar as mesmas rotas. A figura 3 mostra a tela. Figura 3: Tela de gerenciamento de rotas. Adicionando pontos a rota: A aba Criar rota é onde o usuário adiciona pontos e checkpoints da rota. Um ponto na rota pode ser: um veículo, uma referência, uma área ou um endereço. Ao utilizar um veículo será utilizada a última posição do mesmo para marcar o ponto que está sendo adicionado. Da mesma forma, ao utilizar uma referência e área, serão utilizadas as coordenadas de latitude e longitude associadas a ela para marcar o ponto que está sendo adicionado na rota. Além disso, é possível digitar um endereço e utilizar também as suas coordenadas geográficas para marcar o ponto adicionado a rota. O usuário pode fazer uso de tantos pontos quanto forem necessários para a construção da rota. As figuras 4, 5, 6 e 7 mostram cada tipo de ponto sendo utilizado. Figura 4: Utilizando veículo para adicionar ponto na rota.

3 rota. Figura 5: Utilizando referência para adicionar ponto na Figura 6: Utilizando área para adicionar ponto na rota. Figura 7: Adicionando um endereço como ponto na rota. Removendo pontos da rota: Completando a descrição sobre a criação de rotas, o sistema ainda permite que o usuário remova pontos da rota enquanto ela está sendo criada. Para remover um ponto da rota basta clicar sobre ícone com sinal de (menos), que fica ao lado da nome do ponto na descrição da rota. A figura 8 mostra esse ícone em detalhe. Figura 8: Remover um ponto da rota em criação.

4 Adicionando checkpoint a rota: a partir do segundo ponto da rota o usuário poderá criar checkpoint através do ícone, após habilitá lo aparecerá os seguintes campos para cadastro: Previsão de passagem e descrição conforme mostra figura 9 abaixo. Figura 9: Adicionando checkpoint. Botão de salvar checkpoint Botão de remover checkpoint Salvando a rota: Após adicionar todos os pontos desejados a rota, o usuário deve salvá la informando um nome para a rota, como mostrado na figura 10. No exemplo da figura 10 a rota foi salva com o nome Rota de teste. Figura 10: Salvando a rota criada. Ainda, na figura 10 é possível notar que ao criar uma, pontos inseridos na mesma são apresentados no mapa com balões indicando a ordem em que foram inseridos na rota. O sistema também calcula o melhor caminho de um ponto ao outro e apresenta essa informação tanto no mapa quanto na descrição da rota. Caso deseje, o usuário pode alterar esse caminho clicando sobre a linha azul e arrastando para onde desejar.

5 Visualizando rotas salvas: A aba Ver rotas, listas as rotas salvas pelo usuário, como mostrado na figura 11. Ao clicar no nome da rota salva, a mesma será exibida no mapa da mesma forma que foi exibida quando o usuário a estava criando. Porém, dessa vez não é possível alterar a rota ou mesmo editá la. Caso o usuário deseje alterar algum ponto em uma rota salva, deverá criar uma nova rota e excluir a antiga. Figura 11: Lista de rotas salvas. Removendo uma Rota: Ainda na aba Ver rotas, o usuário pode excluir uma rota clicando no ícone em forma de X, conforme mostrado também na figura 11. Só é permitida a exclusão de rotas que não estejam associadas a viagens, caso a rota esteja sendo utilizada em alguma viagem o sistema vai cancelar a operação e mostrar um aviso para o usuário. A figura 12 mostra o aviso. Figura 12: Tentativa de exclusão de rota impedida e aviso. O controle de viagem se dá por meio da associação de uma rota qualquer a um veículo. Com isso, o usuário possui uma viagem ainda não iniciada. Uma vez iniciada uma viagem, o sistema passa a realizar o cálculo da distância e tempo restantes com base na posição e velocidade do veículo, e estas informações vão sendo atualizadas na grid de monitoramento. Criando uma nova viagem: Para criar uma nova viagem o usuário deve clicar no botão Nova viagem, conforme mostrado na figura 13.

6 Figura 13: Botão para criar nova viagem. Clicando no botão de Nova viagem, a tela de criação de viagem se abrirá. A figura 14 mostra a tela mencionada. O usuário deve escolher um rota e um veículo, através dos respectivos combo boxes. Além da rota e do veículo o usuário ainda pode indicar a quantidade ou pontos de paradas para a viagem e o tempo médio previsto por parada. Para criar a viagem o usuário pode escolher entre apenas Criar a viagem, opção que vai colocar a viagem na grid de monitoramento com o status Não iniciada, ou ele pode escolher por Criar e iniciar, o que vai adicionar a viagem também ao grid, porém, com status Iniciada. A diferença do primeiro para o segundo estado mencionado da viagem é que o sistema só passa a atualizar o cálculo de distância e tempo restante para viagens iniciadas. Figura 14: Tela de Nova viagem. Figura 15: Novo Ponto de Parada

7 Iniciando uma viagem: Para iniciar a viagem do grid de monitoramento que esteja no status Não iniciada, o usuário deve clicar no botão de Iniciar viagem. Da mesma forma para finalizar uma viagem do grid que já esteja iniciada, o usuário pode clicar no botão Finalizar viagem. Vale ressaltar que as ações de iniciar e finalizar uma viagem só podem ser realizadas uma vez para cada viagem. As figuras 16 e 17 mostram os botão Mostrar/esconder rota, Iniciar/Finalizar a viagem e Remover viagem. Figura 16: Botões de ação da viagem, com Iniciar a viagem. Figura 17: Botões de ação da viagem, com Finalizar a viagem. Finalizando uma viagem: Após iniciada a viagem, a mesma poderá ser finalizada através do botão Finalizar viagem, conforme mostrado anteriormente na figura 16. Ao finalizar a viagem o usuário está informando ao sistema que todos os acompanhamentos e cálculos realizados para a previsão distância e tempo restantes não precisam mais ser realizados. O sistema irá definir a data de finalização da viagem para efeitos de histórico e não mais atualizará as informações mencionadas. Vale ressaltar que as viagens finalizadas ficarão em vermelho e continuarão no grid de monitoramento até que sejam removidas. Removendo uma viagem do grid: Como mencionado anteriormente, as viagens finalizadas continuam no grid de monitoramento até que sejam removidas. Para remover uma viagem do grid de monitoramento o usuário deve clicar no botão Remover viagem, que aparece por último nas figuras 16 e 17. Ao remover a viagem, o sistema irá

8 persistir todos os dados de histórico, como por exemplo, as informações de média de velocidade, tempo da viagem, caminhos percorridos, etc. Posteriormente, será possível pesquisar por tais informações e visualizá las no mapa, porém, hoje essa funcionalidade ainda não está implementada. Visualizando a rota no mapa: Com a viagem em andamento, ou seja, iniciada ou até mesmo quando a viagem estiver em outros estados, como por exemplo Não iniciada ou Finalizada, o usuário pode clicar no botão Mostrar/esconder rota para visualizar as seguintes informações no mapa: rota prevista, rota atual, rota realizada, veículo, pontos da rota, pontos de parada e parada inválida. A figura 18 mostra uma viagem sendo visualizada no mapa. Figura 18: Visualizando viagem no mapa. Conforme pode ser visto na figura 18, e de acordo com a legenda disponível na tela de monitoramento de viagens, a traçado da rota prevista é mostrado na cor azul. Já o traçado da rota atual é mostrado na cor roxo. O traçado do caminho realizado é mostrado em vermelho pontilhado. Da mesma forma, os pontos da rota são apresentados no mapa em balões amarelos e os vermelhos são os pontos de paradas autorizados. O ícone do veículo é atualizado no mapa conforme a sua posição atual.

9 Visualizando Checkpoints: Caso a viagem não possua checkpoints o botão estará desabilitado, caso contrário, é possível visualizar checkpoints de uma viagem clicando no botão Visualizar checkpoints, abrindo uma janela conforme mostra figura 19 abaixo: Figura 19: Visualizando Checkpoints Conforme pode ser visto na figura 19, a tela de checkpoints possui várias colunas tais como: Ordem: indica ordem de cadastro realizado dos checkpoints durante a criação da rota.. Ponto de passagem: descrição cadastrada pelo usuário no momento da criação da rota, conforme mostra figura 9 do manual. Status: será atualizado de acordo com a data/hora de passagem nos checkpoints. Previsão de passagem: conforme cadastro realizada na criação da rota, esse campo será atualizado a partir do inicio da viagem. Data de passagem: data/hora da posição que o veículo passou no checkpoint. A verificação de passagem por checkpoints será levada em conta a velocidade que o veículo estava. Sendo assim, será criado um raio a partir da posição do veículo para descobrir quanto ele poderia se mover até emitir a próxima posição, aumentando ou diminuindo o raio da área. Previsão de fim de viagem: data/hora da passagem no checkpoint + tempo restante da viagem. Distância : Grid de Monitoramento: O grid de monitoramento é onde todas as informações sobre as viagens sendo monitoradas são apresentadas. As informações no grid são dividas em grupos de informações, são eles: Veículo Viagem Paradas Velocidade Distância Tempo Alertas

10 Cada grupo de informações apresenta um conjunto de informações relacionadas. A seguir, serão descritos esses conjuntos para cada grupo. Veículo Nesse grupo, são apresentadas as informações de Status da ignição e Placa do veículo. A figura 20 mostra o conjunto de informações mencionadas. Figura 20: Grid de monitoramento: veículo Viagem Aqui o conjunto de informações é Rota, Data, Status e N Desvios. A coluna Rota mostra o nome da rota salva pelo usuário e associada a viagem. Na coluna de Data é apresentada a data de início da viagem, dessa forma, para viagens não iniciadas será apresentado nessa coluna. Em Status é apresentado o estado atual da viagem, que pode ser um de três: Não iniciada, Iniciada e Finalizada. Por último, a coluna N Desvios apresenta a quantidade de desvios que ocorreram em relação a rota prevista e consequentemente quantos recálculos de rota foram feitos. A figura 21 mostra o grupo mencionado. Figura 21: Grid de monitoramento: Viagem. Paradas Em Paradas são apresentadas as quantidades de paradas Previstas, Realizadas e Inválidas. Vale ressaltar aqui que a quantidade de o tempo das paradas informados no momento de criação da viagem, irá acrescentar esse tempo extra na previsão de tempo para o término da viagem. O tempo total adicionado será o produto entre quantidade de paradas e tempo por parada. A figura 22 mostra o conjunto. Figura 22: Grid de monitoramento: Paradas.

11 Velocidade Esse grupo apresenta as informações de velocidade Prevista, Média e Atual. Com a exceção do item Atual, que se refere a velocidade no momento da posição, os demais itens expressam velocidades médias, ou seja, velocidade média prevista e a velocidade média (corrente). O item Média apresenta a média de velocidade da viagem que é calculada pela distância percorrida dividida pelo tempo decorrido da viagem. Na figura 23 pode se ver esse conjunto. Figura 23: Grid de monitoramento: Velocidade. Distância Este grupo destaca as informações relacionadas a distância, que são: Prevista, Realizada e Restante. A primeira mostra a distância da rota que foi calculada pelo sistema. A coluna Realizada mostra o quanto já foi rodado pelo veículo desde o início da viagem e a última, a coluna Restante mostra qual a distância restante que ainda deve ser percorrida para que o veículo chegue ao ponto final da viagem. A figura 24 mostra as três colunas. Figura 24: Grid de monitoramento: Distância. Tempo O último grupo de informações do grid de monitoramento é o tempo. Nele o conjunto de informações apresentado é Previsto, Atual e Restante. Muito semelhante ao encontrado em outros grupos, a coluna Previsto mostra o tempo calculado para a rota no momento da criação da mesma. A coluna Atual mostra o tempo decorrido na viagem desde o seu início. Por último, a coluna Restante nos mostra o tempo estimado para o fim da viagem, até o seu ponto final. Essa informação se baseia na distância restante e também na velocidade média da viagem até o momento. A figura 25 nos mostra o grupo tempo da grid de monitoramento. Figura 25: Grid de monitoramento: Tempo.

12 Alertas é quando o veículo está fora da sua rota prevista. é quando o veículo está parado fora de um local autorizado.

1 - Inicializando o Sistema Página Inicial Tempo Real Guia Dados do veículo Guia de Alertas Operações...

1 - Inicializando o Sistema Página Inicial Tempo Real Guia Dados do veículo Guia de Alertas Operações... Índice 1 - Inicializando o Sistema... 4 2 - Página Inicial Tempo Real... 4 2.1 Guia Dados do veículo... 6 2.2 Guia de Alertas... 6 2.3 Operações... 7 2.4 Cadastrando uma operação... 8 2.5 Acesso ao menu

Leia mais

SAC Sistema de Acompanhamento de Concessões Manual do Usuário

SAC Sistema de Acompanhamento de Concessões Manual do Usuário 70040-020 Brasília - DF SAC Manual do Usuário Sumário Assunto PÁGINA 1. Objetivos do Manual 3 2. Perfil do Usuário 3 2.1 Coordenador Institucional 3 3. Acesso ao Sistema SAC 3 3.1 Endereço de acesso 3

Leia mais

A tela inicial do Doctor View Web é a própria agenda do profissional.

A tela inicial do Doctor View Web é a própria agenda do profissional. Sumário Agenda... 3 Agendamento... 4 Cadastro... 8 Ficha Paciente... 11 Histórico Clínico... 11 Fotos... 12 Cadastros... 14 Convênio... 14 Grupo... 15 Medicamento... 16 Modelos de Texto... 17 Motivo Agendamento...

Leia mais

PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE PROFESSORES PARA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM (AVA) TUTOR

PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE PROFESSORES PARA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM (AVA) TUTOR PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE PROFESSORES PARA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL 2016 MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM (AVA) TUTOR Neste manual você encontrará tutoriais para as ferramentas

Leia mais

UNIMED SANTA BARBÁRA D OESTE AMERICANA E NOVA ODESSA. Manual Secretária EMED Manual versão 1.1

UNIMED SANTA BARBÁRA D OESTE AMERICANA E NOVA ODESSA. Manual Secretária EMED Manual versão 1.1 UNIMED SANTA BARBÁRA D OESTE AMERICANA E NOVA ODESSA Manual Secretária EMED 2.2.6 Manual versão 1.1 Sumário 1. MÓDULO CLÍNICO... 3 1.1. Como acessar o sistema... 3 1.2. Alterar Senha... 3 2. MENUS... 4

Leia mais

COMO CRIAR PEDIDOS A PARTIR DA CESTA DE PRODUTOS

COMO CRIAR PEDIDOS A PARTIR DA CESTA DE PRODUTOS Esse guia considera que o catálogo já esteja atualizado, caso haja dúvidas de como atualizar o catálogo favor consultar o Guia de Atualização do Catálogo. Abra o programa e clique no botão Clique aqui

Leia mais

Manual Gerenciador de Aprendizagem Papel Professor Versão 2.5.3

Manual Gerenciador de Aprendizagem Papel Professor Versão 2.5.3 Manual GA, Papel Professor / 37 Manual Gerenciador de Aprendizagem Papel Professor Versão 2.5.3 Manual GA, Papel Professor 2/ 37 Manual Gerenciador de Aprendizagem ACESSAR O GERENCIADOR DE APRENDIZAGEM...

Leia mais

TURMA VIRTUAL DOCENTE SIGAA

TURMA VIRTUAL DOCENTE SIGAA TURMA VIRTUAL DOCENTE SIGAA Universidade Federal de Sergipe Núcleo de Tecnologia da Informação 2016 www.ufs.br NTI - 2105-6583 / 2105-6584 DAA 2105-6503 Turma virtual Docente: Objetivo Auxiliar aos docentes

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA SIGAA

PROJETO DE PESQUISA SIGAA PROJETO DE PESQUISA SIGAA Universidade Federal de Sergipe Núcleo de Tecnologia da Informação 2016 www.ufs.br NTI - 2105-6583 / 2105-6584 COPES- 2105-6511 / copes@ufs.br CINTEC- 2105-6865 / cintec.ufs@gmail.com

Leia mais

Cordilheira Sistema Contábil 2.85a Conciliação Contábil

Cordilheira Sistema Contábil 2.85a Conciliação Contábil LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

1 Após realizar login, clique sobre o item de menu [Receptivo] que está localizado no topo da tela.

1 Após realizar login, clique sobre o item de menu [Receptivo] que está localizado no topo da tela. Receptivo Como iniciar um atendimento? 1 Após realizar login, clique sobre o item de menu [Receptivo] que está localizado no topo da tela. 2 O sistema exibirá os quadros de avisos, ocorrências e eventos.

Leia mais

SISTEMA UNIFICADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SUAP

SISTEMA UNIFICADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SUAP INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DTI SISTEMA UNIFICADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SUAP MÓDULO

Leia mais

Concessão - Aposentadoria

Concessão - Aposentadoria Concessão - Aposentadoria 1. Módulo Cadastro 1.1. Cadastro de Pessoa Acesse o menu Cadastro/Pessoa/Informações Gerais. A seguinte janela se abrirá. Para incluir uma nova pessoa, vá paraa a primeira aba,

Leia mais

Manual do painel administrativo. Site Instituto de Oncologia do Vale IOV

Manual do painel administrativo. Site Instituto de Oncologia do Vale IOV Manual do painel administrativo Site Instituto de Oncologia do Vale IOV 1. Dashboard Essa é a interface do sistema administrativo. Assim que acessar o sistema pede para que o usuário autentique uma conta

Leia mais

Manual Para Cadastro de Temas Livres. Entrada no Sistema. dd dd

Manual Para Cadastro de Temas Livres. Entrada no Sistema. dd dd A Sociedade Brasileira de Cardiologia, visando a atender aos anseios da Diretoria Científica e de todos os autores e co-autores de Temas Livres, procurou criar um Sistema Gerenciador de Temas Livres versátil

Leia mais

Centro de Suporte. (Sistema Android) RCAMail Manual de Utilização Página 1

Centro de Suporte. (Sistema Android) RCAMail Manual de Utilização Página 1 (Sistema Android) Manual de Utilização Página 1 Sumário 1. Acesso ao no Android (aplicativo E-mail )... 4 2. Tela inicial do aplicativo E-mail e suas pastas... 5 2.1 Pasta Entrada... 5 2.2 Pasta Rascunhos...

Leia mais

Manual de Utilização do Usuário Docente

Manual de Utilização do Usuário Docente Universidade Estadual da Paraíba Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - CTIC Manual de Utilização do Usuário Docente CENTRAL DE PROCESSOS DE PLANEJAMENTO E PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA C3PO

Leia mais

Manual do Usuário SinFAT Web

Manual do Usuário SinFAT Web Manual do Usuário SinFAT Web Manual do Usuário SinFAT Web Versão 1.1 Última atualização: 26/04/2014 Sumário 1.0 O que é o SinFAT Web?...4 1.1 Quem pode usar?...4 2.0 Como acessar?...4 2.1 Como se cadastrar?...5

Leia mais

Manual Telemetria - Horímetro

Manual Telemetria - Horímetro Sumário Apresentação... 2 Home... 2 Definição do Idioma... 3 Telemetria Horímetro... 4 Sensores... 5 Faixas Horímetro... 5 Configura Faixa Sensor... 14 Detalhado Período... 21 Consolidado Dia... 26 Consolidado

Leia mais

SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE PROCESSOS PARA AVALIAÇÃO DO RSC

SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE PROCESSOS PARA AVALIAÇÃO DO RSC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DTI SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE PROCESSOS PARA AVALIAÇÃO

Leia mais

PAINEL DE CONTROLE LANDS AGÊNCIA WEB. Assim que digitar este endereço e apertar enter, você será redirecionado para esta página:

PAINEL DE CONTROLE LANDS AGÊNCIA WEB. Assim que digitar este endereço e apertar enter, você será redirecionado para esta página: PAINEL DE CONTROLE LANDS AGÊNCIA WEB O Painel de controle da Lands Agência Web é uma ferramente simples e que facilita a vida do cliente na hora de gerenciar o conteúdo do seu site/blog. Aqui vamos aprender

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO Gerenciar CND

GUIA DO USUÁRIO Gerenciar CND GUIA DO USUÁRIO Gerenciar CND 1 Índice Introdução... 3 Gerenciar CND... 4 Agendar CND...5 Relação de CND...6 Download...6 Publicar...7 Excluir...8 Visualizar...8 Inclusão Manual...8 Emissão Rápida...9

Leia mais

Guia de Treinamento. SIPAC Módulo Almoxarifado. Requisitante de Material

Guia de Treinamento. SIPAC Módulo Almoxarifado. Requisitante de Material Guia de Treinamento SIPAC Módulo Almoxarifado Requisitante de Material Fevereiro 2014 SIPAC - Almoxarifado - Requisitante de Material O Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos (SIPAC)

Leia mais

Manual do Usuário. Requisições

Manual do Usuário. Requisições Manual do Usuário Requisições Projeto SIGA-EPT Manual do Usuário Módulo Requisições SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA Versão outubro/2010 Sumário 1 Introdução 4 2 Requisição de Compra de Consumo 5

Leia mais

Manual - Laudador de Exames Dermatológicos

Manual - Laudador de Exames Dermatológicos ISSN 2236-5281 Relatório Técnico INCoD/ TELEMED.09.2013.P Manual - Laudador de Exames Dermatológicos Sistema Catarinense de Telemedicina e Telessaúde Autores: Aldo Von Wangenheim Harley Wagner João Gabriel

Leia mais

Guia de Utilização Portal RH

Guia de Utilização Portal RH Guia de Utilização Portal RH 1 Sumário 1. Portal RH... 3 1) Como acessar o Portal... 3 2) Tela Inicial... 3 3) Ficha Cadastral... 5 4) Demonstrativo de pagamento... 6 5) Informe de rendimentos... 7 6)

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO Gerenciar CND

GUIA DO USUÁRIO Gerenciar CND GUIA DO USUÁRIO Gerenciar CND 1 Índice Introdução... 3 Gerenciar CND... 4 Agendar CND...5 Relação de CND...6 Download...7 Publicar...7 Excluir...8 Visualizar...8 Inclusão Manual...8 Emissão Rápida...9

Leia mais

e-sus Atenção Básica Manual de utilização do sistema Prontuário Eletrônico do Cidadão - PEC

e-sus Atenção Básica Manual de utilização do sistema Prontuário Eletrônico do Cidadão - PEC e-sus Atenção Básica Manual de utilização do sistema Prontuário Eletrônico do Cidadão - PEC PERFIL COORDENADOR 1. INTRODUÇÃO... 4 2. ORIENTAÇÕES GERAIS... 5 3. ADMINISTRAÇÃO... 7 3.1 Cadastrar perfis...

Leia mais

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Versão do Manual: 2.4 Versão do Aplicativo: 2.17.2 Conteúdo 1. Instalação do AFV...03 2. Configurações...04 3. Recebendo as tabelas...05

Leia mais

Manual de utilização do sistema EditorWeb

Manual de utilização do sistema EditorWeb Manual de utilização do sistema EditorWeb Login Ao acessar o link http://editorweb.circulacao.org.br, aparecerá a tela de autenticação, conforme a fig. 1, abaixo. O filiado irá efetuar o acesso ao sistema

Leia mais

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL EXPORTADOR. Versão

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL EXPORTADOR. Versão MANUAL Certificado de Origem Digital PERFIL EXPORTADOR Versão 2.2.15 Sumário 1. Inicializando no sistema... 3 2. Acessando o sistema... 4 3. Mensagem encaminhada pelo sistema.... 4 4. Emitindo um novo

Leia mais

Manual da Turma Virtual: FREQUENCIA. Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo:

Manual da Turma Virtual: FREQUENCIA. Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo: Manual da Turma Virtual: FREQUENCIA Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo: MENU ALUNOS LANÇAR FREQUÊNCIA Esta funcionalidade tem o objetivo de registrar as frequências

Leia mais

SISTEMA CERTORIGEM PERFIL EXPORTADOR

SISTEMA CERTORIGEM PERFIL EXPORTADOR SISTEMA CERTORIGEM PERFIL EXPORTADOR Fluxo de cadastro Acesso ao sistema: http://cacb.certorigem.com.br/federasul/ Criar pré-cadastro Fluxo de cadastro Preencher formulário do lado esquerdo com os dados

Leia mais

TUTORIAL Comissão Julgadora Municipal

TUTORIAL Comissão Julgadora Municipal TUTORIAL Comissão Julgadora Municipal Na 4ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, os textos selecionados pela Comissão Julgadora Municipal deverão ser enviados para a etapa estadual

Leia mais

Orientações sobre O. iss.fortaleza.ce.gov.br

Orientações sobre O. iss.fortaleza.ce.gov.br Orientações sobre O COntrOle de acesso iss.fortaleza.ce.gov.br Inicialmente, o ISS FORTALEZA concedeu acesso ao sistema a partir do CPF do representante legal, que é o usuário máster de cada estabelecimento,

Leia mais

Guia de ajuda on-line FAQ V1.2

Guia de ajuda on-line FAQ V1.2 Guia de ajuda on-line FAQ V1.2 P: Como faço para encontrar voos no mapa? Clique em um ponto no mapa para iniciar uma pesquisa. A seguir, selecione a opção desejada no menu da tela para visualizar a informação

Leia mais

Manual da Turma Virtual: LANÇAR NOTAS. Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo:

Manual da Turma Virtual: LANÇAR NOTAS. Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo: Manual da Turma Virtual: LANÇAR NOTAS Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo: MENU ALUNOS LANÇAR NOTAS Essa operação tem como finalidade possibilitar o cadastro

Leia mais

Manual do Sistema PUSH

Manual do Sistema PUSH Manual do Usuário Manual do Sistema PUSH PUSH Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Criação de Conta... 4 3. Incluindo Processos... 6 4. Consultar/Excluir Processo... 7 Consulta... 7 Exclusão...

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA PEDIDOS DE ESTOQUE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA PEDIDOS DE ESTOQUE MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA PEDIDOS DE ESTOQUE Desenvolvido por Coordenadoria de Sistemas de Gestão Este material tem como objetivo auxiliar os usuários do Sistema de Almoxarifado a efetuar pedidos de

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA MÓDULO FINANCEIRO PIRACICABA, 15 DE NOVEMBRO DE 2016 VERSÃO 1.1 BETA

MANUAL DO SISTEMA MÓDULO FINANCEIRO PIRACICABA, 15 DE NOVEMBRO DE 2016 VERSÃO 1.1 BETA MANUAL DO SISTEMA MÓDULO FINANCEIRO PIRACICABA, 15 DE NOVEMBRO DE 2016 VERSÃO 1.1 BETA 1 Índice Pág. Características Técnicas... 3 Atalho Módulo Financeiro... 4 Contas à Pagar... 5 Contas à Receber...

Leia mais

TUTORIAL MÓDULO TURMAS Última Atualização: 18/05/2015. Importante: Algumas operações estarão disponíveis somente para usuários autorizados.

TUTORIAL MÓDULO TURMAS Última Atualização: 18/05/2015. Importante: Algumas operações estarão disponíveis somente para usuários autorizados. 1. Introdução TUTORIAL MÓDULO TURMAS Última Atualização: 18/05/2015 Este tutorial tem por objetivo apresentar as funcionalidades do Módulo Turmas da Graduação. Através deste sistema é possível consultar,

Leia mais

Hospedagem Atualizado em:

Hospedagem Atualizado em: Hospedagem Atualizado em: 10-02-2017 Sumário Introdução...3 1.Solicitação de Hospedagem online... 3 1.1 Cancelamento...9 2.Solicitação de Hospedagem Off-line... 10 3.Cadastro de Hoteis...14 4. Carga de

Leia mais

Manual do Usuário. Requisição de Veículos

Manual do Usuário. Requisição de Veículos Manual do Usuário Requisição de Veículos Índice de capítulos Parte I - Visão geral dos requisitos.................................. 01 1 - Cadastro de usuários........................ 01 2 - Definição

Leia mais

Projeto de Pesquisa SIGAA

Projeto de Pesquisa SIGAA Projeto de Pesquisa SIGAA Submeter Proposta de Projeto de Pesquisa Essa funcionalidade permite que os docentes cadastrem um projeto de pesquisa interno e insiram um cronograma definido pelo seu autor no

Leia mais

DESPESAS Ver 1 01 de Dezembro de 2016

DESPESAS Ver 1 01 de Dezembro de 2016 DESPESAS Ver 1 01 de Dezembro de 2016 MANUTENÇÃO DE DESPESAS O módulo de despesas permite total controle das despesas associadas a uma determinada conta ou ainda de uma oportunidade. Controle o ressarcimento

Leia mais

Confirmação de Cadastro 2010

Confirmação de Cadastro 2010 Confirmação de Cadastro 2010 Passo a Passo simplificado para acesso e utilização Introdução: Este passo a passo tem por objetivo informar objetivamente como acessar o site do Programa de Volta para Casa

Leia mais

INDICAÇÃO DE ALUNOS NO TRANSPORTE ESCOLAR

INDICAÇÃO DE ALUNOS NO TRANSPORTE ESCOLAR Tutorial I.II _2017 Cadastros: Veículo, Rota e Viagem Inclusão de Alunos na Viagem INDICAÇÃO DE ALUNOS NO TRANSPORTE ESCOLAR COORDENADORIA DE INFRAESTRUTURA E SERVIÇOS ESCOLARES - CISE DEPARTAMENTO DE

Leia mais

MANUAL DO CILIA MANUAL DO CILIA. Manual Operacional do Cilia - OFICINA CILIAPASS

MANUAL DO CILIA MANUAL DO CILIA. Manual Operacional do Cilia - OFICINA CILIAPASS MANUAL DO CILIA MANUAL DO CILIA Manual Operacional do Cilia - OFICINA CILIAPASS ÍNDICE DO MANUAL 1 TELA: ABRINDO EMAIL CILIAPASS 2 TELA: EM ORÇAMENTAÇÃO - ESCOLHA REGIÃO 3 TELA: EM ORÇAMENTAÇÃO - ESCOLHA

Leia mais

Conheça a nova ferramenta da Amil Proposta Online. amil.com.br

Conheça a nova ferramenta da Amil Proposta Online. amil.com.br Conheça a nova ferramenta da Amil Proposta Online amil.com.br Índice 1. Introdução 2. Como Acessar o Proposta Online 3. Visão Geral 4. Busca por Empresa 5. Nova Simulação 6. Preenchimento de Propostas

Leia mais

O cenário hoje é que o sistema Folha Windows trata por completo o Regime Previdenciário do INSS desde relatórios às guias exigidas neste regime.

O cenário hoje é que o sistema Folha Windows trata por completo o Regime Previdenciário do INSS desde relatórios às guias exigidas neste regime. 1 Regime Previdenciário Visão Geral Escopo do produto Muitas empresas sejam elas privadas, estatais ou mistas trabalham com mais de um regime previdenciário. Por exemplo, os empregados celetistas normalmente

Leia mais

1 - Obter as séries temporais de um ponto (pág. 1/2)

1 - Obter as séries temporais de um ponto (pág. 1/2) 1 - Obter as séries temporais de um ponto (pág. 1/2) As séries podem ser obtidas: Clicando com o botão esquerdo do mouse sobre o mapa do Google Maps em qualquer local da América do Sul ; Fornecendo as

Leia mais

Esse manual visa fornecer orientações às instituições concedentes de estágios. Após

Esse manual visa fornecer orientações às instituições concedentes de estágios. Após Esse manual visa fornecer orientações às instituições concedentes de estágios. Após acessar o endereço www.sigaa.ufs.br, você deve clicar no botão ENTRAR NO SISTEMA Obs.: Os dados utilizados nos exemplos

Leia mais

Bem-vindo ao Manual de Navegação do Portal do Fornecedor Vale.

Bem-vindo ao Manual de Navegação do Portal do Fornecedor Vale. Bem-vindo ao Manual de Navegação do Portal do Fornecedor Vale. Treinamento para o Perfil Administrador Fornecedor Desenvolvido por Vale e Accenture I 2016 1. Introdução ao Perfil Administrador 2. Configuração

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 1 ÍNDICE 1. ACESSANDO O SISTEMA ATENA...03 2. INCLUSÃO DOS DADOS DO PROJETO...04 3. INCLUSÃO DO BOLSISTA...07 3.1 Bolsista com cadastro na USP...08 3.2 Bolsista sem cadastro

Leia mais

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág.

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág. Manual de Pessoa Jurídica Sistema de Bilhetagem Eletrônica DATAPROM Manual Pessoa Jurídica DATAPROM Revisão 01 / Março 2015 www.dataprom.com Pág. 1 Índice Introdução... 3 1. Login, Senha e Cadastro...

Leia mais

Manual Balcão de Negócios para Usuários Administradores. Manual Balcão de Negócios para Usuários Administradores

Manual Balcão de Negócios para Usuários Administradores. Manual Balcão de Negócios para Usuários Administradores Manual Balcão de Negócios para AmazonIT Soluções em Tecnologia da Informação amazonit@amazonit.com.br (92) 3216-3884 3884 1 Funcionamento do Balcão de Negócios 2 Como entrar no balcão Para entrar no balcão

Leia mais

A instalação será feita através do link Setup Magni 2, situado no CD do Rasther.

A instalação será feita através do link Setup Magni 2, situado no CD do Rasther. Requisitos básicos do sistema - Windows 98, Millenium, XP ou 2000. - Pentium III 500 MHz (no mínimo). - 64 MB RAM. - Porta serial disponível. - 15 MB de espaço livre no HD. - Resolução de vídeo de 800X600

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES CLARO TORPEDO EQUIPE

MANUAL DE INSTRUÇÕES CLARO TORPEDO EQUIPE Claro S.A MANUAL DE INSTRUÇÕES CLARO TORPEDO EQUIPE São Paulo 05/08/2014 Versão 3 1. Acesso à ferramenta O acesso poderá ser feito pelo link https://torpedoequipe.claro.com.br/torpedoequipe Ou também acessando

Leia mais

Sumário 1. Inicializando o Sistema Arquitetura do Sistema Consulta Rápida de Veículos Informações Gerais...

Sumário 1. Inicializando o Sistema Arquitetura do Sistema Consulta Rápida de Veículos Informações Gerais... 1 Sumário 1. Inicializando o Sistema... 3 2. Arquitetura do Sistema... 5 2.1. Menu... 5 2.1.1. Detalhamento do Menu e Submenu... 5 2.2. Barra de Ferramentas... 6 2.2.1. Ações... 6 2.2.2. Crédito Disponível...

Leia mais

Ao selecionar o seu curso, aparecerá a página principal contendo as informações e as atividades disponíveis.

Ao selecionar o seu curso, aparecerá a página principal contendo as informações e as atividades disponíveis. COMO PARTICIPAR DO CURSO Ao selecionar o seu curso, aparecerá a página principal contendo as informações e as atividades disponíveis. Na parte superior da tela há uma barra de navegação que indica sua

Leia mais

TABELA FIXA CÁLCULO DE FOLHA PARA PROFESSORES

TABELA FIXA CÁLCULO DE FOLHA PARA PROFESSORES TABELA FIXA CÁLCULO DE FOLHA PARA PROFESSORES Procedimento para Cálculo de Folha de Professores Através de Tabela Fixa 1º Passo: Em Cadastros\ Genéricos Eventos, devem ser criados todos os eventos de hora

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo SIGA Versão 3.6A Manual de Operação Conteúdo 1. Sumário Erro!

Leia mais

Ambiente de programação

Ambiente de programação EXPLORANDO O O que é o SCRATCH? O software Scratch é um ambiente para a criação de jogos, histórias e animações, usando raciocínio lógico. A partir desta ferramenta é possível exercitar conceitos de lógica

Leia mais

Agendamento de Importação Vazio - Transportador

Agendamento de Importação Vazio - Transportador Agendamento de Importação Vazio - Transportador SUMÁRIO 1. Objetivo... 3 2. Introdução... 3 3. Agendamento Exportação - Contêiner Vazio... 4 3.1 Etapas de agendamento... 4 3.1.1 Consulta do Booking...

Leia mais

Tutorial rápido CMAP TOOLS

Tutorial rápido CMAP TOOLS UFAL - Universidade Federal de Alagoas FEAC Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Tutorial rápido CMAP TOOLS Maceió 04 de Outubro de 2007 Sumário 1.0 Tela de Abertura do CMAP TOOLS... 3

Leia mais

CADASTRANDO RELATÓRIOS

CADASTRANDO RELATÓRIOS CADASTRANDO RELATÓRIOS 1- Você deverá acessar o link: top2016.uel.br/relatorios/cadastro e digitar seu CPF e sua senha (a mesma que foi cadastrada no ato da inscrição). 2- Aparecerá uma página para você

Leia mais

Manual para Utilização do Redmine

Manual para Utilização do Redmine Manual para Utilização do Redmine 1. Visão geral O Redmine é uma ferramenta de gerenciamento de projetos que visa manter 1 o registro de todas as tarefas relacionadas aos serviços do NTI. Para os nossos

Leia mais

Manual da Turma Virtual: NOTÍCIAS e TWITTER. Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo:

Manual da Turma Virtual: NOTÍCIAS e TWITTER. Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo: Manual da Turma Virtual: NOTÍCIAS e TWITTER Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo: MENU TURMA Notícias Esta funcionalidade permite ao docente, realizar o cadastro

Leia mais

Introdução a Tecnologia da Informação

Introdução a Tecnologia da Informação Introdução a Tecnologia da Informação Informática Básica Software de apresentação Prof. Jonatas Bastos Power Point p Faz parte do pacote Microsoft Office; p Software com muitos recursos para construção

Leia mais

Manual do Usuário Acompanhamento

Manual do Usuário Acompanhamento Manual do Usuário Acompanhamento Empro - Tecnologia & Informação São José do Rio Preto, São Paulo Sumário Introdução... 3 Acesso... 4 Acompanhamento... 6 Protocolos Abertos... 7 Protocolos Finalizados...

Leia mais

SICAN - Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais, Público do PAA, Cooperativas, Associações e demais Agentes Manual do Sistema

SICAN - Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais, Público do PAA, Cooperativas, Associações e demais Agentes Manual do Sistema SICAN - Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais, Público do PAA, Cooperativas, Associações e demais Agentes Manual do Sistema Produtores Rurais - Pessoa Jurídica 1. Pré-Cadastro SICAN...3 2.

Leia mais

COMPARTILHAMENTO DE PASTAS DE

COMPARTILHAMENTO DE PASTAS DE COMPARTILHAMENTO DE PASTAS DE E-MAIL A ferramenta de e-mail da plataforma Office 365 permite o compartilhamento de pastas de e-mail entre usuários. Acompanhe, neste documento, como você (usuário) pode

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Desagregação e Reclassificação de Produtos Sumário 1 CONCEITO... 3 2 CONFIGURAÇÕES... 3 2.1 Natureza de Operação... 3 2.2 Cadastrar Produtos Compostos... 4 3 FUNCIONALIDADES...

Leia mais

Prospecção. Sistema de Prospecção de Clientes Manual do Usuário. versão 1

Prospecção. Sistema de Prospecção de Clientes Manual do Usuário. versão 1 Prospecção Sistema de Prospecção de Clientes Manual do Usuário versão 1 Sumário Introdução 1 Operação básica do aplicativo 2 Formulários 2 Filtros de busca 2 Telas simples, consultas e relatórios 3 Parametrização

Leia mais

Inclusão de NOTAS FISCAIS. Guia Rápido Audatex Web Perfil Oficina

Inclusão de NOTAS FISCAIS. Guia Rápido Audatex Web Perfil Oficina Inclusão de NOTAS FISCAIS Guia Rápido Audatex Web Perfil Oficina 1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Acesso... 3 3. Home Tela Inicial... 4 4. Sinistros... 5 5. Dados Gerais... 6 6. Notas Fiscais... 6 7. Ações...

Leia mais

1 Configurando um mapa de rede

1 Configurando um mapa de rede 2016/11/10 19:10 1/12 1 Configurando um mapa de rede 1 Configurando um mapa de rede Visão geral Podemos definir o processo de criação de um mapa de rede no Zabbix em duas etapas: a primeira define os parâmetros

Leia mais

Planejamento de Produção

Planejamento de Produção Planejamento de Produção 1 Conteúdo 1. Propósito 3 2. Descrição e Utilidades do Planejamento de Produção 4 3. Criação de Lote de Produção 5 4. Informações a serem consideradas 10 4.1. Acompanhamento 11

Leia mais

SARESP Manual do Sistema Integrado do Saresp - SIS

SARESP Manual do Sistema Integrado do Saresp - SIS SARESP 2010 Manual do Sistema Integrado do Saresp - SIS Sumário 3 INTRODUÇÃO 5 AGENTE VUNESP 5 Acesso ao Sistema 5 Atualização de Cadastro 6 Alocação de Fiscais 7 Visualização e Manutenção da Alocação

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA Cartório 24 Horas

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA Cartório 24 Horas MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA Cartório 24 Horas INTRODUÇÃO A Extranet Cartório 24 Horas permite a solicitação de qualquer tipo de Certidão junto aos Cartórios e outros órgãos de todos os estados Brasileiros.

Leia mais

Módulo Administrativo enota NFS-e

Módulo Administrativo enota NFS-e Módulo Administrativo enota NFS-e Sistema Administrativo de NFS-e do Município Manual do Administrador Criado por: Informática Educativa Índice 1. Sistema Administração... 03 2. Prestadores... 04 3. RPS...

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS Origem: ProUrbano Data de Criação: 22/03/2010 Ultima alteração: Versão: 1.3 Tipo de documento: PRO-V1. 0 Autor: Adriano

Leia mais

Gerenciamento de Contratos

Gerenciamento de Contratos Gerenciamento de Contratos O objetivo deste módulo é ajudar a gerenciar com mais eficiência o processo de elaboração, assinatura e renovação de cada contrato. Como configurar este módulo? Como utilizar

Leia mais

MANUAL PARA CADASTRO DE PRODUTOS

MANUAL PARA CADASTRO DE PRODUTOS MANUAL PARA CADASTRO DE PRODUTOS Este manual tem o objetivo de orientar o procedimento de cadastro de Produtos. Sempre que se fizer um destes procedimentos, os passos abaixo devem ser seguidos. AS CORES

Leia mais

Passo a passo Instrutor. GradeMark Correção de Documentos Adição de Comentários

Passo a passo Instrutor. GradeMark Correção de Documentos Adição de Comentários Passo a passo Instrutor GradeMark Correção de Documentos Adição de Comentários Introdução Tarefas apresentadas neste passo a passo: GradeMark Avaliação QuickMark Comentários Comentário Geral Gerenciamento

Leia mais

TUTORIAL GERENCIAMENTO DE PRODUTOS

TUTORIAL GERENCIAMENTO DE PRODUTOS Sumário Apresentação... 2 1. Procedimentos iniciais... 2 2. Cadastrar Produto... 5 3. Cadastrar Embalagem... 7 4. Cadastrar/Vincular Tributação Venda... 9 5. Cadastrar/Vincular Tributação Compra... 10

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO Módulo de gerenciamento do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A

MANUAL DO USUÁRIO Módulo de gerenciamento do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica Coordenação-Geral da Política de Alimentação e Nutrição MANUAL DO USUÁRIO Módulo de gerenciamento do Programa Nacional de

Leia mais

Lançamento de Faltas - Diário de Classe

Lançamento de Faltas - Diário de Classe Lançamento de 1. Descrição A nova versão do lançamento de faltas foi criada para se parecer com o modelo de diário de classe utilizado em papel pelos docentes em sala de aula. Este documento irá mostrar

Leia mais

Frota. Gestão de Frota de Veículos Manual do Usuário. versão 1

Frota. Gestão de Frota de Veículos Manual do Usuário. versão 1 Frota Gestão de Frota de Veículos Manual do Usuário versão 1 Sumário Introdução 1 Operação básica do aplicativo 2 Formulários 2 Filtros de busca 2 Telas simples, consultas e relatórios 3 Parametrização

Leia mais

1. Tela de Acesso pg Cadastro pg Abas de navegação pg Abas dados cadastrais pg Aba grupo de usuários pg.

1. Tela de Acesso pg Cadastro pg Abas de navegação pg Abas dados cadastrais pg Aba grupo de usuários pg. Sumário 1. Tela de Acesso pg. 2 2. Cadastro pg. 3 3. Abas de navegação pg. 5 4. Abas dados cadastrais pg. 5 5. Aba grupo de usuários pg. 6 6. Aba cadastro de funcionários pg. 7 7. Pedidos pg. 12 8. Cartões

Leia mais

Controle de imobilizado

Controle de imobilizado Controle de imobilizado São apresentadas as regras de validação e controle de acesso do controle de imobilizado, nas telas que são as 1160, 1162, 1163 e 1165. 1. Devem ser cadastradas as permissões de

Leia mais

Como fazer seus pedidos online

Como fazer seus pedidos online Como fazer seus pedidos online Neste passo a passo iremos mostrar como é facil, simples e rápido o acesso ao site para consultas e pedidos online. Acesse http://www.thermofisher.com e altere o idioma do

Leia mais

Data4Company Guia ra pido do Portal WEB

Data4Company Guia ra pido do Portal WEB Data4Company Guia ra pido do Portal WEB Acessar o portal 1. Acesse o endereço do Data4Company e informe o ambiente, usuário e sua senha. 2. Essa é a tela inicial. Nessa tela aparecem os dados sobre os

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE TRAMITAÇÃO DE DOCUMENTOS Versão 3.0

Leia mais

Telemedicina InCor Sistema de Agendamento Eletrônico ÍNDICE

Telemedicina InCor Sistema de Agendamento Eletrônico ÍNDICE 1 Telemedicina InCor Sistema de Agendamento Eletrônico ÍNDICE Conhecendo o sistema 03 Cadastrando uma nova solicitação de reserva 07 Adicionando equipamentos à sua solicitação 10 Adicionando serviços à

Leia mais

Portal de Sistemas Integrados. Manual do Usuário. Versão: 1.0

Portal de Sistemas Integrados. Manual do Usuário. Versão: 1.0 Portal de Sistemas Integrados Manual do Usuário Versão: 1.0 Página: 1/33 Índice 1. Apresentação... 3 2. Descrição do Sistema... 3 3. Orientações Gerais ao Usuário...4 3.1. Senhas de Acesso... 4 4. Funcionalidades

Leia mais

Ajuste de Estoque. Para realizar o ajuste do estoque proceda da seguinte forma:

Ajuste de Estoque. Para realizar o ajuste do estoque proceda da seguinte forma: Ajuste de Estoque O objetivo desse procedimento é corrigir o estoque dos produtos registrados no sistema em comparação ao estoque físico do estabelecimento. Para realizar o ajuste do estoque proceda da

Leia mais

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier isupplier Revisão 02 Julho 2016 Sumário 1 Acesso ao portal isupplier... 03 2 Home Funções da Tela Inicial... 05 3 Ordens de Compra Consultar Ordens de Compra... 07 4 Entregas Consultar Entregas... 13 5

Leia mais

Após a carga por parte do navegador, deve ser exibida a página abaixo:

Após a carga por parte do navegador, deve ser exibida a página abaixo: Este documento visa apresentar, de forma sucinta, as funcionalidades do sistema de inscrição das delegações participantes dos JIFs (Jogos Brasileiros das Instituições Federais de Educação, Ciência e Tecnologia),

Leia mais

Guia de Utilização do Sistema de Controle de Procedimentos Odontológicos

Guia de Utilização do Sistema de Controle de Procedimentos Odontológicos Guia de Utilização do Sistema de Controle de Procedimentos Odontológicos Guia de Utilização do Com vistas a agilizar os processos de perícia, autorização e realização de procedimentos do Plano Odontocasse,

Leia mais

Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016. Cadastro de Clientes

Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016. Cadastro de Clientes Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016 1.0 Menu superior Para utilizar o menu superior, clique com o mouse em cima da palavra que deseja abrir. No exemplo acima foi clicado na palavra cadastros, assim

Leia mais