Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro. Susana Castelo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro. Susana Castelo"

Transcrição

1 Boas Práticas: Região de Aveiro Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro Susana Castelo

2 Região de Aveiro O processo do PIMT-RA Em 2011, a CIRA lançou o concurso para a realização do Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro (PIMT-RA) com um conjunto de objetivos concretos: Objetivos do PIMT- RA: Aposta nas redes de TP e modos suaves para a promoção de uma mobilidade mais sustentável Promoção da acessibilidade para a inclusão e justiça social Integração das políticas de ordenamento do território e de transportes Promoção da intermodalidade nas dimensões física, tarifária, operacional e institucional Promoção da qualidade ambiental, saúde pública e segurança Gestão da Mobilidade.

3 Região de Aveiro O processo do PIMT-RA O PIMT-RA foi realizado entre 2011 e 2014e incluiu cinco fases de trabalho. Este plano teve diversos momentos de decisão política e foi desenvolvido em colaboração com as equipas técnicas das autarquias, nomeadamente na fase de elaboração das propostas. Processo de informação e participação pública nos principais momentos de decisão. Todos os documentos estão disponíveis no site da Região de Aveiro para consulta. FASE 0: Preparação dos trabalhos de campo FASE 1: Caracterização e Diagnóstico Multimodal FASE 2: Cenários, Condicionantes e Objetivos FASE 3: Planos de Ação FASE 4: Programa de intervenção, meios e fontes de financiamento Acompanhamento & Implementação

4 Região de Aveiro Principais Números 11 concelhos 370 mil habitantes (31% em Aveiro- Ílhavo) 112 mil empregados no setor privado (43% no secundário) Murtosa Ovar Estarreja Sever do Vouga Albergaria-a-Velha 712 mil viagens dos residentes na RA 79% das viagens são intra-concelhias 74% das viagens são em automóvel Ílhavo Aveiro Vagos Oliveira do Bairro Águeda 5% das viagens da RA são em TC Anadia

5 Região de Aveiro Principais fluxos inter-concelhios Movimentos inter-concelhios (2 sentidos) e % de viagens em TC: 28% das viagens são geradas/atraídas no concelho de Aveiro X.XXX (xx%) x.xxx(x%) 1.º nível (até movimentos diários) 2.º nível (até movimentos diários 3.º nível (com a movimentos diários) Aveiro é também o concelho com maior número de viagens intra-concelhias: viagens Principais fluxos ocorrem entre Aveiro e Ílhavo, Albergaria-a-Velha, Estarreja e Águeda

6 PIMT-RA Atuação combinada em diferentes frentes 6 Objetivos Estratégicos O que se pretende atingir 9 Objetivos Específicos Como fazê-lo. 4 de junho de 2015

7 PIMT-RA Diferentes dimensões de análise das propostas Robustez das propostas avaliada nas diferentes dimensões Aplicabilidade das propostas Contributo para os objetivos Âmbito geográfico Foco Principal Tipologia das propostas Avaliação da aplicabilidade das propostas em cada um dos concelhos Avaliação das propostas face aos objetivos estratégicos e específicos As propostas foram classificadas em função de serem regionais, concelhias ou de âmbito local Classificação das propostas em função de implicarem a intervenção na oferta ou na procura Classificadas em função de: Infraestruturas Gestão do Espaço Gestão dos Sistemas Informação & sensibilização Parcerias & concertações Planeamento & estudos Regulamentação & fiscalização Faseamento, Impacte temporal e período necessário

8 PIMT-RA Desenvolvimento de um Plano de Ação Cronograma, Impacte Temporal e Período de Implementação PIMT-RA: Plataforma de preparação às candidaturas Horizonte 2020 Custos de Investimento e de operação 100% 90% 1% 4% 7% 1% Estimativa das alterações na repartição modal 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% 70% 63% 5% 9% 19% 21% Sit. Referência Com transferência Pé Bicicleta TI TC Outros

9 PIMT-RA Ações Prioritárias Principais linhas de orientação O PIMT-RA define um conjunto alargado de propostas, mas selecionaram-se como prioritárias as seguintes: 1. Reforço das competências da CIRA na área da Mobilidade e Transportes. 2. Aposta no aumento da utilização dos modos suaves no dia- a-dia e sua complementaridade com o TPC. 3. Melhoria da gestão das infraestruturas existentes (TPC e TI) em função dos objetivos que se pretendem alcançar. 4. Melhoria da informação sobre a oferta. 5. Desenvolvimento de ações e iniciativas que promovam opções modais mais sustentáveis.

10 Áreas Prioritárias Reforço das competências da CIRA 1 Objetivo: A CIRA assumir-se como uma Autoridade Regional de Transportes Principais missões: Representação conjunta dos interesses da região de Aveiro (competência política) Planeamento e gestão da oferta de transportes públicos coletivos (rede regular, transporte flexível e transporte escolar) Gestão da Mobilidade à escala da Região Aposta na melhoria da divulgação da informação relativamente aos TPC e outros sistemas de transporte

11 Áreas Prioritárias Aposta no aumento da utilização dos modos suaves 2 Qualificação e expansão das redes estruturantes de modos suaves Aglomerados urbanos para onde foram desenvolvi a rede pedonal estruturante Rede ciclável intermunicipal existente, prevista e proposta para a Região de Aveiro idas propostas para

12 Áreas Prioritárias Aposta no aumento da utilização dos modos suaves 2 Incluindo também ações de Gestão da Mobilidade Planos de Promoção da Acessibilidade para Todos Planos Municipais de Segurança Rodoviária com ênfase na sinistralidade envolvendo peões e ciclistas Ações junto às Escolas (Pedibus e Bikebus) e a grupos específicos (Pedishopping) Campanhas de divulgação / sensibilização Exemplo da evolução da repartição modal dos alunos entre os 5 e os 16 anos no Hampshire Planos de Mobilidade para Escolas Ações de formação para a utilização bicicleta / segurança rodoviária

13 Áreas Prioritárias Planos de Ação e melhoria da gestão das infraestruturas existentes - TPC 3 Propostas Macro para a rede TC O transporte ferroviário corresponde à coluna vertebral da redetcdaregiãodeaveiro. Proposta de melhoria da qualidade da oferta na Linha do Vouga e potenciar o aumento da procura potencial de modo a garantir a sua viabilidade. Propõe-se a hierarquização da oferta de TPC inter-concelhia, garantindo a adequação dos níveis de oferta face à procura. Hierarquização da rede de interfaces estruturante.

14 Hierarquização da oferta de TPC inter inter-concelhia Hierarquização da rede de interfaces estruturante Áreas Prioritárias Planos de Ação e melhoria da 3 gestão das infraestruturas existentes - TPC Legenda Interfaces e paragens Tipos de propostas: Esmoriz Propostas relativas a modos suaves Propostas relativas a estacionamento Ovar Propostas relativas a transporte coletivo Propostas relativas a informação ao público Modos disponíveis na interface: Modo ferroviário Estarreja Modo rodoviário Murtosa Interface de 1.º Nível Tipo de interface: Interface de 2.º Nível Interface de 3.º Nível Aveiro Sever do Vouga Alb.-a-Velha Ílhavo Águeda Vagos Oliv. Bairro Mogofores 4 de junho de 2015

15 3 Áreas Prioritárias Planos de Ação e melhoria da gestão das infraestruturas existentes - TI Estabelecer alternativas rodoviárias aos aglomerados urbanosmais críticos (em termos de cargas de tráfego) Aumentar o número de ligações longitudinais e transversais Aumentar a acessibilidade dos concelhos com piores prestações. Isenção de pagamento nas ex-scut nas deslocações internas à Região

16 Áreas Prioritárias Desenvolvimento de 4 ações e iniciativas que promovam opções modais mais sustentáveis. Múltiplas entidades envolvidas O PIMT-RA inclui um conjunto de ações que são desenvolvidas por diversas entidades: CIRA Câmaras Municipais Outros atores Estrutura da CIRA Observatório de Mobilidade Pacto de Mobilidade Planos de Mobilidade para Escolas (PME) Planos de Mobilidade para Empresas e Polos Geradores (PMEP) Outras ações (e.g., melhoria da informação) Planos de Mobilidade Outras ações (e.g., rede ciclável) Outras ações (Reorganização das redes de TPC)

17 1Ocupação do Território 2Padrões de Mobilidade PIMT-RA Observatório de Mobilidade e Transportes em desenvolvimento 13áreas temáticas 3 TP de Passageiros 7 Transporte Individual 1 4 Transporte Escolar 5 Táxis 9Segurança Rodoviária 6 Modos Suaves 8 Estacionamento 10 Logística 11Ambiente & Energia 12Conta Pública 13 Inovação 102 indicadores principais a ser desenvolvidos (nem todos serão calculados na primeira fase) Nesta fase estão a ser calculados os indicadores que se baseiam na informação oficial e na informação que as autarquias estão a fornecer No curto prazo, vão ser convidadas outras entidades a participar neste processo (IMT, CP, Transdev, )

18 PIMT-RA Observatório de Mobilidade em desenvolvimento Metadados Dados alfanuméricos Informação gráfica

19 PIMT-RA Observatório de Mobilidade em desenvolvimento OBSERVATÓRIO DE MOBILIDADE OBSERVATÓRIO DE MOBILIDADE

20 Susana Castelo

Boas Práticas: Região de Aveiro

Boas Práticas: Região de Aveiro Boas Práticas: Região de Aveiro Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro Susana Castelo Susana.castelo@tis.pt Região de Aveiro O processo do PIMT-RA Em 2011, a CIRA lançou o

Leia mais

Plano Intermunicipal de Transportes da Região de Aveiro (PIMTRA)

Plano Intermunicipal de Transportes da Região de Aveiro (PIMTRA) Seminário Mobilidade Urbana Sustentável: Experiências e novos desafios Plano Intermunicipal de Transportes da Região de Aveiro (PIMTRA) Susana Castelo TIS.pt Região de Aveiro O processo do PIMT-RA Em 2011,

Leia mais

Estratégia para a promoção da utilização dos modos suaves

Estratégia para a promoção da utilização dos modos suaves Estratégia para a promoção da utilização dos modos suaves Eng.ª Rita Soares Seminário de divulgação e participação pública, Aveiro 12.06.2013.PT Transportes Inovação e Sistemas, S.A. 1 15 Objetivos Estratégicos

Leia mais

utilização dos transportes públicos

utilização dos transportes públicos Estratégia para a promoção da utilização dos transportes públicos Engª Susana Castelo.PT Transportes Inovação e Sistemas, S.A. 1 12 Objetivos Estratégicos e Específicos do PIMT-RA Promover uma REPARTIÇÃO

Leia mais

Faça uma pergunta em goo.gl/slides/jtrgc2. Ocupação do território, emprego e demografia

Faça uma pergunta em goo.gl/slides/jtrgc2. Ocupação do território, emprego e demografia Centro Algarvio Faça uma pergunta em goo.gl/slides/jtrgc2 Ocupação do território, emprego e demografia Tendências Demográficas População Residente Em 2011 residiam 258.235 hab. (+15% face a 2001). Maiores

Leia mais

Mais Bicicletas, Melhores Cidades A Promoção do Uso da Bicicleta no âmbito do PAMUS A Mobilidade Urbana Sustentável no NORTE 2020

Mais Bicicletas, Melhores Cidades A Promoção do Uso da Bicicleta no âmbito do PAMUS A Mobilidade Urbana Sustentável no NORTE 2020 Mais Bicicletas, Melhores Cidades A Mobilidade Urbana Sustentável no NORTE 2020 O Município da Maia Divisão de Planeamento Territorial e Projetos Câmara Municipal da Maia Mais Bicicletas, Melhores Cidades

Leia mais

ECOXXI 2014 Indicador Mobilidade Sustentável. Catarina Marcelino, GPIA/IMT David Vale, FA-UTL Mário Alves, Transitec

ECOXXI 2014 Indicador Mobilidade Sustentável. Catarina Marcelino, GPIA/IMT David Vale, FA-UTL Mário Alves, Transitec ECOXXI 2014 Indicador Mobilidade Sustentável Catarina Marcelino, GPIA/IMT David Vale, FA-UTL Mário Alves, Transitec O problema: Predominância de soluções de transporte para problemas urbanos Aumento das

Leia mais

Futuras Autoridades de Transportes Municípios e CIM Atribuições e competências

Futuras Autoridades de Transportes Municípios e CIM Atribuições e competências Futuras Autoridades de Transportes Municípios e CIM Atribuições e competências Planeamento da Mobilidade Urbana Sustentável 2º Workshop Vila Real 19 de novembro de 2014 Novo regime jurídico Anteprojeto

Leia mais

Eficiência Hídrica para Edifícios e Espaços Públicos O Caminho para a Gestão Sustentável da Água POVT FEDER

Eficiência Hídrica para Edifícios e Espaços Públicos O Caminho para a Gestão Sustentável da Água POVT FEDER Seminários de Divulgação nos Municípios da CIRA Eficiência Hídrica para Edifícios e Espaços Públicos O Caminho para a Gestão Sustentável da Água POVT-15-142-FEDER-000022 Victor M. Ferreira 1 O desafio

Leia mais

Célia Laranjeira Gil Nadais Município de Águeda

Célia Laranjeira Gil Nadais Município de Águeda Célia Laranjeira Gil Nadais Município de Águeda 11 Municípios 1 Comunidade Intermunicipal 1 Projeto de Sustentabilidade A RUCI da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro, visa desenvolver uma estratégia

Leia mais

Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade

Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade Workshop Regional de Disseminação do Universidade do Minho - Braga -10 de Abril de 2012 GUIÃO Orientador da Temática dos Transportes nos Planos Municipais de Ordenamento do Território António Pérez Babo

Leia mais

Planos de Mobilidade e Transportes (PMT) e Planos de Mobilidade Urbana Sustentável (SUMP / PMUS): Diferenças e Semelhanças

Planos de Mobilidade e Transportes (PMT) e Planos de Mobilidade Urbana Sustentável (SUMP / PMUS): Diferenças e Semelhanças Planos de Mobilidade e Transportes (PMT) e Planos de Mobilidade Urbana Sustentável (SUMP / PMUS): Diferenças e Semelhanças Susana Castelo TIS.pt Planeamento da Mobilidade Urbana Sustentável 2º Workshop

Leia mais

Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico

Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico Enquadramento Territórios distintos em termos de povoamento, demografia, economia e orografia: Municípios de cariz mais rural e com problemas de

Leia mais

mobilidade sustentável

mobilidade sustentável GALARDÃO eco XXI Cantanhede, 19 de Setembro de 2014 mobilidade sustentável requalificação urbana/mobilidade/ambiente/trânsito/sustentabilidade Micael Sousa PRINCÍPIOS E OBJECTIVOS PRINCÍPIOS GERAIS Redução

Leia mais

Mais informações: I Tel: / /

Mais informações: I Tel: / / LIFE14 CAP/PT/000004 Sessão e Workshop Regionais de Capacitação Coimbra 28 a 30 março 2017 Este documento contém: Apresentações: o Agência para a Sustentabilidade e Competitividade da Região de Aveiro

Leia mais

Projecto Mobilidade Sustentável Auditório Alto dos Moinhos Estação de Metro do Alto dos Moinhos Lisboa

Projecto Mobilidade Sustentável Auditório Alto dos Moinhos Estação de Metro do Alto dos Moinhos Lisboa Projecto Mobilidade Sustentável Auditório Alto dos Moinhos Estação de Metro do Alto dos Moinhos Lisboa 19 de Setembro de 2008 Plano de Mobilidade Sustentável de Faro Vítor Teixeira, Manuela Rosa e Celeste

Leia mais

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO CONVITE PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º CENTRO

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO CONVITE PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º CENTRO REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO CONVITE PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º CENTRO-43-2016-01 PRIORIDADES DE INVESTIMENTOS: 4.5 (4e) PROMOÇÃO DE ESTRATÉGIAS DE BAIXO TEOR DE CARBONO

Leia mais

Eficiência Hídrica para Edifícios e Espaços Públicos O Caminho para a Gestão Sustentável da Água POVT FEDER

Eficiência Hídrica para Edifícios e Espaços Públicos O Caminho para a Gestão Sustentável da Água POVT FEDER Seminário Final do Projeto Aveiro, 30/05/2012 Eficiência Hídrica para Edifícios e Espaços Públicos O Caminho para a Gestão Sustentável da Água POVT-09-142-FEDER-000022 Victor M. Ferreira 1 O desafio Em

Leia mais

PLANO DE AÇÃO DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL. Cofinanciado por: Águeda, 07 de abril de 2017

PLANO DE AÇÃO DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL. Cofinanciado por: Águeda, 07 de abril de 2017 PLANO DE AÇÃO DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL Cofinanciado por: Águeda, 07 de abril de 2017 ÍNDICE I. ESTRATÉGIA DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL DA CIM-RC II. ENQUADRAMENTO AO PAMUS III. ETAPAS DA ELABORAÇÃO

Leia mais

Uma Visão Transversal - FS

Uma Visão Transversal - FS Uma Visão Transversal - FS Equipas PMUS Distribuição de temas - abordagem transversal à Região Intermodalidade e informação ao público Rede rodoviária, tráfego e estacionamento Dinâmicas demográficas e

Leia mais

Projecto Mobilidade Sustentável Município de Santarém Objectivos e Propostas

Projecto Mobilidade Sustentável Município de Santarém Objectivos e Propostas Objectivos e Propostas Objectivos e Propostas Relatório de Diagnóstico Diagnóstico de problemas, intenções e projectos Relatório de Objectivos e Conceito de Intervenção Definição de objectivos e escalas

Leia mais

A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA

A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA Os Projetos de Lisboa para 2020 Teresa Almeida A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA Os Projetos de Lisboa para 2020 1. O Quadro Europeu 2. O Quadro Municipal 3. As

Leia mais

Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente Perfil de Ordenamento do Território e Impactes Ambientais

Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente Perfil de Ordenamento do Território e Impactes Ambientais Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente Perfil de Ordenamento do Território e Impactes Ambientais ANA MORGADO DE BRITO NEVES Orientador: Mestre José Carlos Ribeiro Ferreira

Leia mais

Mobilidade Sustentável. Mário Alves Bernardo Pereira André Fernandes

Mobilidade Sustentável. Mário Alves Bernardo Pereira André Fernandes Mobilidade Sustentável Mário Alves Bernardo Pereira André Fernandes Estrutura da Apresentação Parte I O Indicador 18 Mobilidade Sustentável Parte II Principais alterações Parte I A B C D E Promoção dos

Leia mais

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso Política de Cidades Polis XXI Acções Inovadoras para o Desenvolvimento Urbano QREN/ POVT/ Eixo IX Desenvolvimento do Sistema Urbano Nacional 1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em

Leia mais

Eficiência Hídrica em Edifícios e Espaços Públicos - Um caso de estudo na Região de Aveiro - M. Couto, C. Ferreira, A. Silva-Afonso, V.M.

Eficiência Hídrica em Edifícios e Espaços Públicos - Um caso de estudo na Região de Aveiro - M. Couto, C. Ferreira, A. Silva-Afonso, V.M. Eficiência Hídrica em Edifícios e Espaços Públicos - Um caso de estudo na Região de Aveiro - M. Couto, C. Ferreira, A. Silva-Afonso, V.M. Ferreira POVT-09-142-FEDER-000022 O Desafio Em Portugal, a necessidade

Leia mais

Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes (PIMT) da Região de Aveiro. PIMT Região de Aveiro 1 16

Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes (PIMT) da Região de Aveiro. PIMT Região de Aveiro 1 16 Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes (PIMT) da Região de Aveiro 1 16 Breve enquadramento A Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) decidiu desenvolver o Plano Intermunicipal de

Leia mais

Guia para Elaboração de Planos de Mobilidade e Transportes (PMT)

Guia para Elaboração de Planos de Mobilidade e Transportes (PMT) Workshop Regional de Disseminação do Universidade do Minho - Braga -10 de Abril de 2012 Guia para Elaboração de Planos de Mobilidade e Transportes (PMT) Faustino Gomes TIS.PT, Transportes, Inovação e Sistemas,

Leia mais

Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade Nova de Lisboa

Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade Nova de Lisboa Objectivos Metodologia Casos de Estudo Proposta de Estratégias Conclusões Desenvolvimentos Futuros Definir estratégias que permitam aumentar

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral Baixo Alentejo Planeamento Estratégico Regional

Leia mais

Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro

Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro www.regiaodeaveiro.pt PIMT de Aveiro, Aveiro TIS.PT Transportes Inovação e Sistemas, S.A. 1 16 Breve enquadramento A Comunidade Intermunicipal

Leia mais

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS PRIORIDADE DE INVESTIMENTO: INVESTIMENTO NA CONSERVAÇÃO, PROTECÇÃO, PROMOÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO PATRIMÓNIO CULTURAL

Leia mais

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso Política de Cidades Polis XXI Acções Inovadoras para o Desenvolvimento Urbano QREN/ POVT/ Eixo IX Desenvolvimento do Sistema Ub Urbano Nacional 1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações

Leia mais

NORTE ON BIKE: Mais Bicicletas: Melhores Cidades

NORTE ON BIKE: Mais Bicicletas: Melhores Cidades NORTE ON BIKE: Mais Bicicletas: Melhores Cidades Fernando Gomes CCDR-N Porto, 19 de abril de 2017 norte2020.pt Sumário Enquadramento 1. Objetivos 2. Ações 3. Modelo de Governação 4. Cronograma Enquadramento

Leia mais

Resultados das candidaturas aprovadas no âmbito do Aviso

Resultados das candidaturas aprovadas no âmbito do Aviso Resultados das candidaturas aprovadas no âmbito do Aviso Projeto U-Bike Portugal Promoção de Bicicletas Elétricas e Convencionais nas Comunidades Académicas 16 de Setembro de 2016 1. Âmbito do Aviso 2.

Leia mais

ANEXO III REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO

ANEXO III REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO ANEXO III REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO PLANOS ESTRATÉGICOS DE DESENVOLVIMENTO URBANO AVISO DE CONCURSO Nº ALT20 06 2016 18 ALT20 16 2016 19 ALT20 43 2016 20 DOMÍNIO DA SUSTENTABILIDADE E EFICIÊNCIA

Leia mais

PLANO INTERMUNICIPAL DE MOBILIDADE E TRANSPORTES VISEU DÃO LAFÕES ISABEL PIMENTA VTM CONSULTORES

PLANO INTERMUNICIPAL DE MOBILIDADE E TRANSPORTES VISEU DÃO LAFÕES ISABEL PIMENTA VTM CONSULTORES PLANO INTERMUNICIPAL DE MOBILIDADE E TRANSPORTES VISEU DÃO LAFÕES ISABEL PIMENTA VTM CONSULTORES Tondela, 19/04/2017 Índice 1. O PIMT Viseu Dão Lafões 2. Abordagem Metodológica 4. FASE 2 Cenários Prospetivos

Leia mais

Urbanismo,Transportes Vias de Comunicação Area de Especialização DEC-FCTUC

Urbanismo,Transportes Vias de Comunicação Area de Especialização DEC-FCTUC Urbanismo,s Vias de Comunicação Area de Especialização DEC-FCTUC UTVC Urbanismo,s e Vias de Comunicação ÁREAS TEMÁTICAS Tráfego e s Vias de Comunicação Sistemas de Gestão de Cidades e Infraestruturas Urbanismo

Leia mais

SESSÃO DE APRESENTAÇÃO Cursos Técnicos Superiores Profissionais TeSP

SESSÃO DE APRESENTAÇÃO Cursos Técnicos Superiores Profissionais TeSP Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 SESSÃO DE APRESENTAÇÃO Cursos Técnicos Superiores Profissionais TeSP Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo

Leia mais

COMPROMISSO PARA A MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL NO ALGARVE

COMPROMISSO PARA A MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL NO ALGARVE COMPROMISSO PARA A MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL NO ALGARVE por caminhos sem carbono» Enquadramento» Informar e agir» Entendimento de partida» Princípios» Subscritores - 3 - Enquadramento O Projeto Mobilidade

Leia mais

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS PRIORIDADE DE INVESTIMENTO: INVESTIMENTO NA CONSERVAÇÃO, PROTECÇÃO, PROMOÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO PATRIMÓNIO CULTURAL

Leia mais

Planos de Ação para a Mobilidade Urbana Sustentável. Maria Isabel Seabra

Planos de Ação para a Mobilidade Urbana Sustentável. Maria Isabel Seabra Planos de Ação para a Mobilidade Urbana Sustentável Maria Isabel Seabra icseabra@imt-ip.pt Seminário Mobilidade Urbana Sustentável Ponte de Lima, 16 de dezembro de 2015 A evolução da mobilidade PORTUGAL

Leia mais

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO N.º CENTRO

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO N.º CENTRO REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS POR CONVITE PI 6.3 PROMOÇÃO DO PATRIMÓNIO CULTURAL UNESCO AVISO N.º CENTRO-14-2016-14 O Mérito do Projeto (MP) é determinado

Leia mais

Parceria para a formação financeira na Região Norte

Parceria para a formação financeira na Região Norte Parceria para a formação financeira na Região Norte Objetivos da formação financeira Elevar os conhecimentos financeiros da população Contribuir para a melhoria dos comportamentos financeiros Promover

Leia mais

Índice. 2 BoPS Esposende

Índice. 2 BoPS Esposende 1 BoPS Esposende Índice Índice... 2 Esposende... 5 Compromissos... 6 Governança... 6 Pacto de autarcas... 6 Referências de excelência... 7 Requalificação da frente ribeirinha de esposende... 9 Investimento...

Leia mais

Apresentação Transversal - MPT

Apresentação Transversal - MPT Apresentação Transversal - MPT Acessibilidade de peões/ ciclistas e espaço público Predominância do TI; As deslocações pedonais no território algarvio nem sempre têm posição de destaque; Quota modal das

Leia mais

TRANSPORTES, MOBILIDADE E LOGÍSTICA

TRANSPORTES, MOBILIDADE E LOGÍSTICA TRANSPORTES, MOBILIDADE E LOGÍSTICA 93 A DMSL vai à Escola Descrição: Divulgação das áreas de manutenção; trabalhos efetuados na escola; divulgação de profissões; sensibilização para os consumos energéticos

Leia mais

Região do Médio Tejo. Características e Desafios

Região do Médio Tejo. Características e Desafios Região do Médio Tejo Características e Desafios 09 março 2015 A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Território e Municípios A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Atribuições e Competências das

Leia mais

Medida de apoio à inovação

Medida de apoio à inovação Medida de apoio à inovação Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 Maria Pedro Silva Organização: Apoio Institucional: Grupos Crescimento Valor Acrescentado Rentabilidade Económica Inovação Capacitação

Leia mais

Implementação da ENM Abordagens Integradas para a Náutica

Implementação da ENM Abordagens Integradas para a Náutica Implementação da ENM 2013-2020 Abordagens Integradas para a Náutica Náutica 2020 Vila Praia de Âncora, 21 de novembro de 2014 João Fonseca Ribeiro Diretor-Geral de Politica do Mar O Mar-Portugal é um desígnio

Leia mais

Plano de Mobilidade Sustentável

Plano de Mobilidade Sustentável Plano de Mobilidade Sustentável Município de Leiria Apresentação Diagnóstico Proposta Inicial de Intervenção tgil laboratório de, e sistemas de informação geográfica departamento de engenharia civil instituto

Leia mais

O PEDU é, ainda, o elemento agregador de três instrumentos de planeamento, que suportam cada uma daquelas prioridades de investimento:

O PEDU é, ainda, o elemento agregador de três instrumentos de planeamento, que suportam cada uma daquelas prioridades de investimento: APRESENTAÇÃO ENQUADRAMENTO Do Acordo de Parceria Portugal 2020, adotado entre Portugal e a Comissão Europeia, e dos Programas Operacionais Regionais resultou que os Municípios que correspondessem a centros

Leia mais

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO N.º CENTRO

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO N.º CENTRO REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS POR CONVITE PI 6.3 PRODUTOS TURÍSTICOS INTEGRADOS DE BASE INTERMUNICIPAL AVISO N.º CENTRO-14-2016-16 O Mérito do Projeto

Leia mais

MOBILIDADE E TRANSPORTES

MOBILIDADE E TRANSPORTES Acessibilidade facilitar acesso Mobilidade facilitar deslocação Transporte Caraterização da mobilidade Indicadores Espacial Temporal Desempenho Gastos das Famílias em Transportes Compra de veículo (%)

Leia mais

ÍNDICE ÍNDICE... 2 ÍNDICE DE FIGURAS... 3 MATOSINHOS... 4 COMPROMISSOS... 5 INSTALAÇÃO DE COLETORES SOLARES TÉRMICOS... 7

ÍNDICE ÍNDICE... 2 ÍNDICE DE FIGURAS... 3 MATOSINHOS... 4 COMPROMISSOS... 5 INSTALAÇÃO DE COLETORES SOLARES TÉRMICOS... 7 1 BoPS Matosinhos ÍNDICE ÍNDICE... 2 ÍNDICE DE FIGURAS... 3 MATOSINHOS... 4 COMPROMISSOS... 5 Governância... 5 Pacto de Autarcas... 5 Referências de Excelência... 6 INSTALAÇÃO DE COLETORES SOLARES TÉRMICOS...

Leia mais

MOBILIDADE SUSTENTÁVEL ESTRATÉGIAS E INSTRUMENTOS

MOBILIDADE SUSTENTÁVEL ESTRATÉGIAS E INSTRUMENTOS MOBILIDADE SUSTENTÁVEL ESTRATÉGIAS E INSTRUMENTOS MATOSINHOS, 21 E 22 DE SETEMBRO 2016 Agenda I Introdução II Enquadramento III PMT vs SUMP IV Endurance V ciclando 22.09.2016 2 I Introdução Uma visão para

Leia mais

Desenvolvimento Local de Base Comunitária Cascais DesEnvolve Alcabideche e S. Domingos de Rana. 3ª Reunião do GAL

Desenvolvimento Local de Base Comunitária Cascais DesEnvolve Alcabideche e S. Domingos de Rana. 3ª Reunião do GAL Desenvolvimento Local de Base Comunitária Cascais DesEnvolve Alcabideche e S. Domingos de Rana 3ª Reunião do GAL Alcabideche, DNA Cascais 07 de julho de 2015 ORDEM DE TRABALHOS Ponto de situação sobre

Leia mais

MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

MOBILIDADE SUSTENTÁVEL MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Workshop Regional U.M. BRAGA 10 ABRIL 2012 SUMÁRIO Compromissos Estudos e avaliação Intervenções Financiamento e Cooperação Institucional Desafios para Municípios COMPROMISSOS A

Leia mais

Transportes & Negócios Seminário de Transporte Rodoviário

Transportes & Negócios Seminário de Transporte Rodoviário Transportes & Negócios Seminário de Transporte Rodoviário PRACE Res.Cons.Min. 39/2006 DL 210/2006, 27Out DL 147/2007, 27Abr P 545/2007, 30 Abr. DGTTF INTF DGV (MAI) - Veículos e condutores DGV (MAI) -

Leia mais

PROJETO U-BIKE PORTUGAL

PROJETO U-BIKE PORTUGAL PROJETO U-BIKE PORTUGAL Lisboa Auditório do IRHU 28 de janeiro 2016 PROJETO U-BIKE PORTUGAL Auditório do IRHU 28 jan 2016 1. Enquadramento 2. Objetivos 3. Regulamento Geral do Projeto 4. Protocolo IMT

Leia mais

Observatório EcoEstarreja para o Centro Urbano de Estarreja

Observatório EcoEstarreja para o Centro Urbano de Estarreja Observatório EcoEstarreja para o Centro Urbano de Estarreja Comerciantes 14 de Dezembro de 2010 Co-financiamento Índice PARTE I PROGRAMA PARCERIAS PARA A REGENERAÇÃO URBANA - ENQUADRAMENTO Parte I Programa

Leia mais

Programa Operacional Regional do Alentejo/Estratégia Regional de Especialização Inteligente. Financiamento de projetos para Cidades Analíticas

Programa Operacional Regional do Alentejo/Estratégia Regional de Especialização Inteligente. Financiamento de projetos para Cidades Analíticas Programa Operacional Regional do Alentejo/Estratégia Regional de Especialização Inteligente Financiamento de projetos para Cidades Analíticas Rio Maior 13 de Março 2015 Estratégia Regional de Especialização

Leia mais

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso Política de Cidades Polis I Acções Inovadoras para o Desenvolvimento Urbano QREN/ POVT/ Eixo I Desenvolvimento do Sistema Ub Urbano Nacional 1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em

Leia mais

Nuno Soares Ribeiro VTM Consultores

Nuno Soares Ribeiro VTM Consultores Nuno Soares Ribeiro VTM Consultores 25 NOVEMBR0 2008 1 Índice 1. Enquadramento 2. Conceito do Sistema 3. Inserção no Território Demografia Mobilidade Geração e Troca de Viagens 4. Desenvolvimento do Traçado

Leia mais

DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico

DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico Projecto Mobilidade Sustentável Tiago Farias 20 de Junho de 2007 DTEA Transportes,

Leia mais

Como estaremos daqui a 25 anos? Estudo de Mobilidade Urbana Plano Diretor Regional de Mobilidade. Seminário SINAENCO / SC

Como estaremos daqui a 25 anos? Estudo de Mobilidade Urbana Plano Diretor Regional de Mobilidade. Seminário SINAENCO / SC Como estaremos daqui a 25 anos? Estudo de Mobilidade Urbana Plano Diretor Regional de Mobilidade Seminário SINAENCO / SC Guilherme Medeiros Engenheiro Coordenador Técnico SC Participações e Parcerias S.A.

Leia mais

Programa Operacional Regional do Algarve Critérios de Seleção das Candidaturas e Metodologia de Análise

Programa Operacional Regional do Algarve Critérios de Seleção das Candidaturas e Metodologia de Análise Programa Operacional Regional do Algarve Critérios de Seleção das Candidaturas e Metodologia de Análise Assistência Técnica Aprovada em 11-05-2015, após procedimento de consulta escrita aos membros da

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO REGIONAL ALENTEJO 2020

PLANO DE ACÇÃO REGIONAL ALENTEJO 2020 FORUM REGIONAL ALENTEJO 2020 DESAFIOS E OPORTUNIDADES PLANO DE ACÇÃO REGIONAL ALENTEJO 2020 COMISSÃO DE COORDENAÇÃO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ALENTEJO Joaquim Fialho joaquim.fialho@ccdr-a.gov.pt Vendas

Leia mais

Execução do Polis da Ria de Aveiro

Execução do Polis da Ria de Aveiro 1º Painel Água Salgada e Sustentabilidade Execução do Polis da Ria de Aveiro J. Correia de Almeida 28 de maio de 2015 Introdução Histórico RCM 90/2008, de 3 de Junho cria Programa Polis Litoral - Operações

Leia mais

Processo de Descentralização administrativa do Estado nos munícipios e entidades intermunicipais

Processo de Descentralização administrativa do Estado nos munícipios e entidades intermunicipais Processo de Descentralização administrativa do Estado nos munícipios e entidades intermunicipais Conselho de Concertação Territorial 22 de julho de 2015 Diagnóstico: Portugal um país dos mais centralizados

Leia mais

Orientações para a Apresentação de Pedido de Adesão

Orientações para a Apresentação de Pedido de Adesão Orientação para a apresentação de Pedido de Adesão Orientações para a Apresentação de Pedido de Adesão Elaborado a 23 dezembro 2015 Revisto em 19 de fevereiro de 2016 0 Índice 1. Enquadramento... - 1-2.

Leia mais

PROPOSTA DE METODOLOGIA E CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DO POR LISBOA 2020 TIPOLOGIA DE AÇÕES DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA

PROPOSTA DE METODOLOGIA E CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DO POR LISBOA 2020 TIPOLOGIA DE AÇÕES DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA PROPOSTA DE METODOLOGIA E CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DO POR LISBOA 2020 TIPOLOGIA DE AÇÕES DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA Proposta de metodologia e critérios de seleção do POR Lisboa 2020 Tipologia de ações de Assistência

Leia mais

Programa Operacional Regional do Algarve

Programa Operacional Regional do Algarve Programa Operacional Regional do Algarve Critérios de Seleção das Candidaturas e Metodologia de Análise Domínio Temático SEUR Sustentabilidade e Eficiente Uso de Recursos Prioridades de investimento: 4.2/4.3/4.5/6.3/6.5

Leia mais

BOLETIM MENSAL Nº 44 MARÇO DE LOULÉ Uma Nova Dinâmica para a Mobilidade Sustentável

BOLETIM MENSAL Nº 44 MARÇO DE LOULÉ Uma Nova Dinâmica para a Mobilidade Sustentável BOLETIM MENSAL Nº 44 MARÇO DE 2017 LOULÉ Uma Nova Dinâmica para a Mobilidade Sustentável BOAS PRÁTICAS EM MUNICÍPIOS ECOXXI Um município ECOXXI evidencia um conjunto de políticas, práticas e ações conducentes

Leia mais

Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano PEDU versão de trabalho. 7 de Setembro de 2015

Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano PEDU versão de trabalho. 7 de Setembro de 2015 Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano PEDU versão de trabalho 7 de Setembro de 2015 Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano PEDU = Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável PAMUS nível intermunicipal

Leia mais

4º Encontro Nacional. Grupos de Acção Costeira. 26.Out.2011

4º Encontro Nacional. Grupos de Acção Costeira. 26.Out.2011 GRUPO DE ACÇÃO COSTEIRA da REGIÃO DE AVEIRO 4º Encontro Nacional de Grupos de Acção Costeira 26.Out.2011 GAC -Região de Aveiro Enquadramento geográfico Ovar Murtosa Aveiro Ílhavo Vagos o Município de Ovar

Leia mais

CONDIÇÕES DE ADMISSIBILIDADE CONDIÇÕES EXCLUDENTES. 1 Apresentação telemática no prazo estabelecido na convocatória.

CONDIÇÕES DE ADMISSIBILIDADE CONDIÇÕES EXCLUDENTES. 1 Apresentação telemática no prazo estabelecido na convocatória. CONDIÇÕES DE ADMISSIBILIDADE CONDIÇÕES EXCLUDENTES 1 Apresentação telemática no prazo estabelecido na convocatória. 2 Apresentação do formulário completo. 3 Orçamento FEDER em conformidade com o que está

Leia mais

EIXO PRIORITÁRIO I REDES E EQUIPAMENTOS NACIONAIS DE TRANSPORTES

EIXO PRIORITÁRIO I REDES E EQUIPAMENTOS NACIONAIS DE TRANSPORTES Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) Programa Operacional Temático Valorização do Território AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS EIXO PRIORITÁRIO I REDES E EQUIPAMENTOS NACIONAIS DE TRANSPORTES

Leia mais

REUNIÃO DE TRABALHO PI 10.i 30 de setembro, Coimbra

REUNIÃO DE TRABALHO PI 10.i 30 de setembro, Coimbra REUNIÃO DE TRABALHO PI 10.i 30 de setembro, Coimbra CENTRO 2020 POR EIXOS Eixo 1 Investigação, Desenvolvimento e Inovação (IDEIAS) 7,8% 169 M 2,5% 54 M Eixo 10 Assistência Técnica Eixo 2 Competitividade

Leia mais

Colecção de Brochuras Técnicas / Temáticas

Colecção de Brochuras Técnicas / Temáticas Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade Universidade de Évora Évora 24 de Abril de 2012 Colecção de Brochuras Técnicas / Temáticas Margarida Neta Transitec www.transitec.net margarida.neta@transitec.net

Leia mais

Lisboa, 25 de novembro de 2011

Lisboa, 25 de novembro de 2011 Lisboa, 25 de novembro de 2011 A reabilitação urbana constitui um fator essencial no desenvolvimento do setor do turismo, enquanto elemento integrante da nossa oferta turística A regeneração urbana estabelece

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DA REGIÃO DO ALGARVE CRESC ALGARVE 2020

PROGRAMA OPERACIONAL DA REGIÃO DO ALGARVE CRESC ALGARVE 2020 REGULAMENTO INTERNO DA PLATAFORMA PARA O DESENVOLVIMENTO E COESÃO TERRITORIAL DO ALGARVE PROGRAMA OPERACIONAL DA REGIÃO DO ALGARVE CRESC ALGARVE 2020 O Programa Operacional do Algarve procurou encontrar

Leia mais

Revisão da Carta Educativa do Concelho de Cascais Elaboração do Plano Estratégico Educativo Municipal. Metodologia e Programa de Trabalhos

Revisão da Carta Educativa do Concelho de Cascais Elaboração do Plano Estratégico Educativo Municipal. Metodologia e Programa de Trabalhos Revisão da Carta Educativa do Concelho de Cascais Elaboração do Plano Estratégico Educativo Municipal Metodologia e Programa de Trabalhos 24 de fevereiro 2016 Agenda 1. Equipa de trabalho 2. Carta Educativa:

Leia mais

Brasília - Brasil Maio de 2006

Brasília - Brasil Maio de 2006 Brasília - Brasil Maio de 2006 Diagnóstico Início Diagnóstico Objetivos do Programa Intervenções Propostas Avanço das Atividades Tratamento Viário Diagnóstico Início Diagnóstico Objetivos do Programa Intervenções

Leia mais

RETIFICAÇÃO DO PAMUS DO BAIXO ALENTEJO

RETIFICAÇÃO DO PAMUS DO BAIXO ALENTEJO REVISÃO DO PAMUS CIMBAL JULHO 2016 0 1. NOTA INTRODUTÓRIA A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo, resultante do Acordo de Parceria Portugal 2020 e dos textos dos Programas Operacionais, desenvolveu

Leia mais

O COMPETE 2020 ANEXO I

O COMPETE 2020 ANEXO I O COMPETE 2020 O Programa Operacional Temático Competitividade e Internacionalização, designado por COMPETE 2020, insere-se na prioridade temática Competitividade e Internacionalização do Portugal 2020

Leia mais

O acesso à água e saneamento como direito humano. O papel das entidades gestoras

O acesso à água e saneamento como direito humano. O papel das entidades gestoras O acesso à água e saneamento como direito humano O papel das entidades gestoras Álvaro Carvalho, David Alves Departamento de Estudos e Projetos da ERSAR ENEG 2013 Coimbra, 4 de dezembro de 2013 O acesso

Leia mais

Figura n.º1 Mapa do Distrito de Aveiro. Fonte:

Figura n.º1 Mapa do Distrito de Aveiro. Fonte: Figura n.º1 Mapa do Distrito de Aveiro Fonte: http://viajar.clix.pt/geo.php?d=10&1g=pt O concelho de Estarreja encontra-se situado na Região Centro do país, na Beira Litoral; constitui parte integrante

Leia mais

PLANO DE AVISOS 2016 (*)

PLANO DE AVISOS 2016 (*) PO PO PO PO Calendário de de Dados do Identificação do Referência do Empreendedorismo Qualificado 3 3.1, 8.5 janeiro 16 abril 16 SI - 02/SI/2016 Inovação Empresarial Inovação Produtiva Científico e Tecnológico

Leia mais

Seminário de Transporte Rodoviário

Seminário de Transporte Rodoviário O Exemplo da Área Metropolitana de Lisboa Seminário de Transporte Rodoviário Abordagem à Mobilidade Urbana Área Metropolitana de Lisboa A Rodoviária de Lisboa Autoridades Metropolitanas de Transporte Parcerias/Protocolos

Leia mais

Nota Metodológica. Grelha de análise e seleção de candidaturas. Tipologia de Operação: formação de docentes e outros agentes de educação e formação

Nota Metodológica. Grelha de análise e seleção de candidaturas. Tipologia de Operação: formação de docentes e outros agentes de educação e formação Nota Metodológica Grelha de análise e seleção de candidaturas Tipologia de Operação: formação de docentes e outros agentes de educação e formação I - Fixação dos limiares nas escalas baseadas em indicadores

Leia mais

Autárquicas Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta. Não responderam: PSD.CDS.MPT.PPM CDU PAN PNR PTP PDR.

Autárquicas Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta. Não responderam: PSD.CDS.MPT.PPM CDU PAN PNR PTP PDR. - Autárquicas 217 Autárquicas 217 Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta Município: 47 Sintra Participantes no inquérito: Não responderam: PS PSD.CDS.MPT.PPM CDU PAN PNR PTP

Leia mais

CADERNO DE PROPOSTAS. no Bairro da Graça/Sapadores. Para uma melhor mobilidade e acessibilidade das crianças

CADERNO DE PROPOSTAS. no Bairro da Graça/Sapadores. Para uma melhor mobilidade e acessibilidade das crianças Ruas do Bairro Amigas da Criança CADERNO DE PROPOSTAS Para uma melhor mobilidade e acessibilidade das crianças no Bairro da Graça/Sapadores 1. ENQUADRAMENTO Andar a pé é a forma mais natural da criança

Leia mais

Formas de Actuação A Sustentabilidade Desafio: redução da actual mobilidade motorizada Nova abordagem no planeamento dos transportes e do território P

Formas de Actuação A Sustentabilidade Desafio: redução da actual mobilidade motorizada Nova abordagem no planeamento dos transportes e do território P Grupo de interesse Lisboa, 30 Novembro 2007 Mobilidade Sustentável em cidades de média dimensão Coordenação: Universidades de Aveiro e Coimbra Formas de Actuação A Sustentabilidade Desafio: redução da

Leia mais

Projetos para os municípios Motivação

Projetos para os municípios Motivação PROJETOS Projetos para os municípios Motivação A FNP é referência na interlocução com os municípios, envolvendo diretamente os prefeitos e prefeitas na coordenação política dos projetos. Por isso, é constantemente

Leia mais

Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade

Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade Braga, Universidade do Minho - 10 de Abril de 2012 Programa Preliminar Tema Intervenientes 9h30 9h45 10h00 Receção aos Participantes Boas Vindas

Leia mais

Autárquicas Maia. Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta. Município: 26

Autárquicas Maia. Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta. Município: 26 - Autárquicas 217 Autárquicas 217 Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta Município: 26 Maia Participantes no inquérito: Não responderam: PS CDU MPT PPV.PPM 1.1. Apoia o objetivo

Leia mais

Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa

Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa Mestrado em Urbanismo Sustentável e Ordenamento do Território DCEA Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente 15 de Novembro, 2013

Leia mais

COMARCA DO ALENTEJO LITORAL COMARCA DA GRANDE LISBOA NOROESTE COMARCA DO BAIXO VOUGA

COMARCA DO ALENTEJO LITORAL COMARCA DA GRANDE LISBOA NOROESTE COMARCA DO BAIXO VOUGA COMARCA DO ALENTEJO LITORAL COMARCA DA GRANDE LISBOA NOROESTE COMARCA DO BAIXO VOUGA LINHAS ORIENTADORAS DA REFORMA Eficiência da Organização Adequação à Realidade às Pessoas Regime Legal A lei é aplicável,

Leia mais

27 de junho de Domingos Lopes

27 de junho de Domingos Lopes 27 de junho de 2016 Domingos Lopes Objetivos Temáticos OT 8. Promover a sustentabilidade e a qualidade do emprego e apoiar a mobilidade dos trabalhadores assumindo como meta nacional, até 2020, o aumento

Leia mais