Benefícios e Serviços

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Benefícios e Serviços"

Transcrição

1 GESTÃO DE PESSOAS CEFET-MG / DIVINÓPOLIS 3o bimestre / 2012 Prof. MSc. Antônio Guimarães Campos Benefícios e Serviços Conceito de Benefícios Sociais. Objetivos dos Planos de Benefícios. Tipos de Benefícios Sociais. Desenho do Plano de Benefícios. As Inovações em Benefícios Sociais. Previdência Social e Previdência Privada. Caso Introdutório: O programa de benefícios do Grupo ABC Quando ingressou no Grupo ABC, Diogo Montenegro era um funcionário do Depto. Financeiro. Terminara a universidade e concluído o estágio inicial. De trainee passou a funcionário. A empresa era excelente, o ambiente agradável e os colegas ótimos. Mas havia algo que detestava: o plano de benefícios era coisa de velho, como assistência médico-hospitalar, seguro de vida em grupo, previdência social e coisas desse tipo. Diogo era jovem, solteiro, descompromissado e gozando de excelente saúde. Seus problemas eram mais imediatos, concretos e cotidianos, como transporte, alimentação e lazer. Era isso que queria receber. Diogo achava que o plano de benefícios constituía uma decisão unilateral e parcialista da empresa. Ela oferece o que acredita que os funcionários querem e não aquilo que eles realmente precisam. Diogo tem razão? 1

2 DICAS: Algumas Definições de Benefícios. Benefícios constituem pagamentos financeiros indiretos oferecidos aos funcionários. Incluem saúde e segurança, férias, pensões, planos de educação, descontos em produtos da companhia, etc. (1). Benefícios sociais são as facilidades, conveniências, vantagens e serviços sociais que as empresas oferecem aos seus empregados, no sentido de poupar-lhes esforços e preocupações. Constituem a chamada remuneração indireta concedida a todos os empregados, como uma condição de emprego, independentemente do cargo ocupado, em conjunto com a chamada remuneração direta que é o salário específico para o cargo ocupado, em função da avaliação do cargo ou do desempenho do ocupante (2). Benefícios representam a compensação financeira indireta através de recompensas e serviços proporcionados pela organização, além dos salários, como: pagamentos legalmente impostos pela previdência social, seguros, planos de aposentadoria, pagamento por tempo não trabalhado, pagamento de bônus baseados no desempenho, e os custos de serviços relacionados com alimentação, transporte, etc. (3). Origens dos Planos de Benefícios. 1. Competição entre as organizações na disputa de talentos humanos, seja para atraí-los como para mante-los. 2. Uma nova atitude das pessoas quanto aos benefícios sociais. 3. Exigências dos sindicatos e dos contratos coletivos de trabalho. 4. Exigências da legislação trabalhista e previdenciária. 5. Impostos atribuídos às organizações, que passaram a localizar e explorar meios lícitos de deduções de suas obrigações tributárias. 6. Necessidade de contribuir para o bem-estar dos funcionários e da comunidade. 2

3 Voltando ao Caso Introdutório: O plano de benefícios do Grupo ABC Diogo Montenegro procurou falar com o Diretor de RH do Grupo ABC a respeito dos benefícios que a empresa oferece. Queria mostrar sua insatisfação e dar sua opinião a respeito. Qual não foi sua estupefação, quando o diretor lhe disse que estava cogitando criar uma comissão de funcionários para propor sugestões sobre o programa de benefícios da empresa. Naquele mesmo momento, o diretor decidiu incluí-lo na comissão de benefícios. Como você agiria se estivesse no lugar de Diogo? Tipos de Benefícios Sociais 1. Quanto à sua exigibilidade legal: Os planos de benefícios podem ser classificados em legais ou espontâneos, conforme a sua exigibilidade legal. Benefícios legais: são os benefícios exigidos pela legislação trabalhista ou previdenciária, ou ainda por convenção coletiva entre sindicatos. Os principais benefícios legais são: Férias 13º Salário Aposentadoria Seguro de Acidentes do Trabalho Auxílio Doença Salário Família Salário Maternidade Alguns desses benefícios são pagos pela organização, enquanto outros são pagos pelos órgãos previdenciários. Benefícios espontâneos: são os benefícios concedidos por mera liberalidade das empresas, já que não são exigidos por lei, nem por negociação coletiva. São também chamados benefícios marginais (fringe benefits) ou benefícios voluntários. Incluem: Gratificações Refeições subsidiadas Transporte subsidiado Seguro de Vida em Grupo Empréstimos aos funcionários Assistência médico-hospitalar diferenciada mediante convênio Complementação de aposentadoria ou planos de seguridade social Etc. 3

4 Tipos de Benefícios Sociais 2. Quanto à sua natureza: Os planos de benefícios podem ser classificados em monetários ou não-monetários, conforme sua natureza. Benefícios monetários: são os benefícios concedidos em dinheiro, geralmente através da folha de pagamento e gerando encargos sociais deles decorrentes. Os principais benefícios financeiros são: Férias 13º Salário Gratificações Complementação do salário nos afastamentos prolongados por doença Etc. Benefícios não-monetários: são os benefícios não-financeiros oferecidos na forma de serviços, vantagens ou facilidades para os usuários, como: Refeitório Assistência médico-hospitalar Assistência odontológica Serviço social e aconselhamento Clube ou grêmio Transporte de casa para a empresa e vice-versa Horário flexível Etc. 3. Quanto aos seus objetivos: * Benefícios assistenciais: visam prover o funcionário e sua família de certas condições de segurança e previdência em casos de imprevistos ou emergências, muitas vezes, fora de seu controle ou de sua vontade. Incluem: Assistência médico-hospitalar Assistência odontológica Assistência financeira através de empréstimos Serviço social Complementação da aposentadoria ou planos de previdência social Complementação do salário em afastamentos prolongados por doença Seguro de vida em grupo ou de acidentes pessoais Creche para filhos de funcionários Benefícios recreativos: visam proporcionar ao funcionário condições físicas e psicológicas de repouso, diversão, recreação, higiene mental ou lazer. Em alguns casos, esses benefícios se estendem também à família do funcionário. Incluem: Grêmio ou clube Áreas de lazer nos intervalos de trabalho Música ambiente Atividades esportivas e comunitárias Passeios e excursões programadas Tipos de Benefícios Sociais Planos supletivos: visam proporcionar aos funcionários certas facilidades, conveniências e utilidades para melhorar sua qualidade de vida. Incluem: * Transporte * Restaurante no local de trabalho * Estacionamento privativo * Horário móvel de trabalho * Cooperativa de gêneros alimentícios ou convênio com supermercados * Agência bancária no local de trabalho 4

5 Voltando ao Caso Introdutório: O plano de benefícios do Grupo ABC Como membro da comissão de benefícios do Grupo ABC, Diogo Montenegro procurou estudar profundamente uma tipologia de benefícios para poder dar suas sugestões. Achava que os benefícios legais poderiam ser oferecidos pela empresa, que se ressarcia diretamente com os órgãos previdenciários, para facilitar a vida dos funcionários. Os benefícios espontâneos poderiam ser ajustados às necessidades de cada um. Sua idéia era criar um plano de benefícios flexíveis. Cada funcionário teria um núcleo fixo de benefícios que não poderia sofrer mudanças e um pacote flexível que seria escolhido pela pessoa e utilizado na medida das suas necessidades pessoais. Queria fazer com que o plano levasse em conta as diferenças individuais entre as pessoas. Objetivos dos Benefícios Sociais Objetivos Objetivos individuais individuais Os Os benefícios benefícios procuram procuram atender atender às às necessidades necessidades individuais individuais das das pessoas, pessoas, proporcionando proporcionando uma uma vida vida pessoal, pessoal, familiar familiar e de de trabalho trabalho mais mais tranqüila tranqüila e produtiva. produtiva. Visam Visam proporcionar proporcionar condições condições para para que que cada cada pessoa pessoa possa possa desligar-se desligar-se das das preocupações preocupações cotidianas cotidianas e concentrar-se concentrar-se nas nas atividades atividades do do trabalho trabalho para para satisfazer satisfazer necessidades necessidades mais mais elevadas. elevadas. Neste Neste sentido, sentido, o plano plano de de benefícios benefícios é oferecido oferecido para para atender atender a um um leque leque diferenciado diferenciado de de necessidades necessidades dos dos funcionários. funcionários. Dentro Dentro dessa dessa concepção concepção de de atendimento atendimento das das necessidades necessidades humanas, humanas, os os serviços serviços e benefícios benefícios sociais sociais deveriam deveriam constituir constituir um um esquema esquema integrado integrado capaz capaz de de satisfazer satisfazer os os fatores fatores higiênicos higiênicos (insatisfacientes) (insatisfacientes) e alguns alguns dos dos fatores fatores motivacionais motivacionais (satisfacientes). (satisfacientes). 5

6 Objetivos dos Benefícios Sociais Objetivos Objetivos econômicos econômicos Os Os benefícios benefícios devem devem funcionar funcionar como como um um elemento elemento de de atração atração e de de retenção retenção de de pessoal. pessoal. Neste Neste sentido, sentido, os os benefícios benefícios visam: visam: ** Reduzir Reduzir a fadiga fadiga física física e psicológica psicológica das das pessoas. pessoas. ** Apoiar Apoiar o recrutamento recrutamento de de pessoal pessoal e atrair atrair candidatos. candidatos. ** Reduzir Reduzir a rotatividade rotatividade do do pessoal pessoal e fixar fixar as as pessoas pessoas na na empresa. empresa. * Reduzir Reduzir o absenteísmo. absenteísmo. ** Melhorar Melhorar a qualidade qualidade de de vida vida das das pessoas. pessoas. ** Minimizar Minimizar o custo custo das das horas horas trabalhadas. trabalhadas Objetivos Objetivos sociais sociais Os Os benefícios benefícios procuram procuram preencher preencher deficiências, deficiências, lacunas lacunas ou ou carências carências da da previdência previdência social, social, do do sistema sistema educacional educacional e dos dos demais demais serviços serviços prestados prestados pelo pelo governo governo ou ou pela pela comunidade, comunidade, como como transporte, transporte, segurança, segurança, etc. etc. Critérios de desenho de um plano de benefícios sociais Princípio Princípio do do retorno retorno do do investimento investimentosalienta salienta que que todo todo benefício benefício deve deve ser ser concedido concedido aos aos funcionários funcionários desde desde que que traga traga algum algum retorno retorno à organização. organização. Esse Esse retorno retorno pode pode ser ser avaliado avaliado em em termos termos de de aumento aumento da da produtividade, produtividade, elevação elevação do do moral, moral, melhoria melhoria da da qualidade, qualidade, retenção retenção de de talentos talentos ou ou qualquer qualquer outro outro indicador. indicador. Em Em uma uma economia economia de de livre livre iniciativa, iniciativa, a organização organização também também deve deve se se beneficiar beneficiar de de todo todo benefício benefício oferecido oferecido ao ao pessoal. pessoal. Isto Isto significa significa que que todo todo benefício benefício deve deve trazer trazer alguma alguma contribuição contribuição à organização, organização, no no sentido sentido de de compensá-lo compensá-lo ou ou reduzi-lo, reduzi-lo, trazendo trazendo algum algum retorno. retorno. Princípio Princípio da da mútua mútua responsabilidade responsabilidadesalienta salienta que que o custeio custeio dos dos benefícios benefícios sociais sociais deve deve ser ser compartilhado compartilhado entre entre a organização organização e os os funcionários funcionários beneficiados. beneficiados. Ou, Ou, pelo pelo menos, menos, a concessão concessão de de um um benefício benefício deve deve repousar repousar na na solidariedade solidariedade das das partes partes envolvidas. envolvidas. A mútua mútua responsabilidade responsabilidade é característica característica das das pessoas pessoas que que cooperam cooperam entre entre si si para para promover promover um um propósito propósito de de interesse interesse comum. comum. Alguns Alguns pacotes pacotes de de benefícios benefícios são são totalmente totalmente pagos pagos pela pela organização, organização, como como o serviço serviço social, social, o pagamento pagamento de de horas horas não não trabalhadas, trabalhadas, etc. etc. Outros Outros são são rateados, rateados, isto isto é, é, são são pagos pagos em em proporções, proporções, que que variam, variam, entre entre a organização organização e o funcionário, funcionário, como como refeições, refeições, transporte, transporte, assistência assistência educacional, educacional, etc. etc. Outros, Outros, ainda, ainda, são são pagos pagos totalmente totalmente pelos pelos funcionários, funcionários, como como seguro seguro de de vida vida em em grupo, grupo, cooperativa cooperativa de de consumo consumo ou ou convênio convênio com com supermercados, supermercados, etc. etc. 6

7 Voltando ao Caso Introdutório: O plano de benefícios do Grupo ABC Diogo Montenegro queria sugerir algo de novo para o Grupo ABC: um programa de benefícios flexíveis, no qual cada funcionário teria uma conta de benefícios, com um valor anual de créditos. A cada utilização, seu custo seria deduzido do valor anual de créditos, que ficaria acumulado à sua disposição. Mas, como montar o plano? Prós: PRÓS E CONTRAS: Benefícios Flexíveis 1. Os funcionários escolhem o pacote que melhor satisfaça às suas necessidades pessoais. 2.Os benefícios flexíveis ajudam a empresa a adaptar-se às necessidades mutáveis de uma força de trabalho mutável. 3. Aumentam o envolvimento dos funcionários e suas famílias e melhoram a compreensão dos benefícios. 4. Planos flexíveis permitem a introdução de novos benefícios a um custo menor. A nova opção é meramente adicionada como mais uma em uma ampla variedade de elementos a serem escolhidos. 5. Limitam os custos e a organização tem a melhor forma de aplicação do seu dinheiro. Os funcionários escolhem dentro dessa limitação. Contras: 1. Os funcionários podem fazer escolhas inadequadas e sentir-se não cobertos para emergências previsíveis. 2. Os custos e a carga administrativa aumentam. 3. A seleção é adversa os funcionários escolhem apenas os benefícios que usam. A conseqüente utilização elevada de um benefício pode aumentar o seu custo. 7

8 Objetivos e critérios para planejamento de serviços e Objetivos 1. Redução da rotatividade e do absenteísmo benefícios sociais Criterios 1. Custo do programa 2. Melhoria do clima organizacional 2. Capacidade de pagamento pela organizacao 3. Realce da segurança no emprego 3. Necessidade real das pessoas 4. Poder do sindicato 5. Considerações sobre impostos e contribuições 6. Relações públicas 7. Responsabilidade social 8. Reações da força de trabalho e do mercado ADM 305 Administração de Recursos Humanos 15 CASO DE APOIO: Os benefícios flexíveis da HP (13). Os funcionários da Hewlett-Packard do Brasil têm todos os benefícios que outros funcionários de multinacionais costumam ter: assistência médica e odontológica, creche para os filhos, auxílio na educação, seguro de vida e assim por diante. O que o pessoal da HP tem a mais e não quer largar de jeito nenhum é um programa batizado de benefícios flexíveis. Cada pessoa tem necessidades diferentes que mudam de tempo em tempo. A empresa não gasta mais e os funcionários ficam mais satisfeitos. Os benefícios flexíveis funcionam assim: cada funcionário da HP tem uma verba extra (calculada com base num percentual do salário) para gastar com benefícios. Esse é um dinheiro que vai se somar aos benefícios básicos que a empresa paga. A HP reembolsa 70% dos cursos universitários, de pós-graduação e de inglês. E 80% das despesas médicas. Essas são políticas que já existiam e continuam valendo. Mas com o dinheiro extra o funcionário pode cobrir os 30% restantes dos cursos ou os 20% do plano de saúde. Cada um escolhe segundo suas necessidades e conveniências onde quer gastar sua verba. O dinheiro pode ser usado para pagar despesas que não são cobertas pelos planos de saúde, como cirurgia estética e tratamento psiquiátrico. Em média, a conta per capita dos benefícios variáveis é de R$ 250,00 por mês. Essa verba é cumulativa: se a pessoa não usou num mês, o dinheiro é guardado para os meses seguintes. Se a pessoa tiver alguma emergência, pode antecipar a verba dos 6 meses seguintes. O dinheiro é dela e ela usa como quiser. 8

9 DICAS: Quanto custam os benefícios sociais? Na Toga, todos os funcionários, assim como seus familiares, têm assistência médica gratuita, para qualquer tipo de tratamento, em um hospital privado bancado com recursos das empresas ligadas ao sindicato das empresas do setor. O custo unitário da assistência é de US$32 por mês, ou quase US$ 380 por ano. Há um aspecto extraordinário nos gastos das empresas com serviços de saúde: os fabricantes de embalagens descobriram que construir e manter um hospital para atender a todos os seus funcionários e familiares custo menos do que o mais baratos dos planos de saúde do mercado. O serviço é melhor e mais barato. No sistema público de saúde, o governo gasta anualmente cerca de US$ 90 por habitante. Contudo, entregar os funcionários ao sistema público, que é financiado por eles próprios e pelas empresas, significaria entregá-los a corredores de hospitais que não respeitam a dignidade humana. Previdência A Previdência Social depende de contribuições dos empregados e das empresas, com base na folha de pagamentos a fim de oferecer benefícios aos aposentados e pensionistas. O valor da aposentadoria é calculado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) com base nos 36 últimos salários de contribuição do segurado, que é a base do recolhimento mensal para a Previdência. O governo pretende esticar esse período para 120 meses, o que deve achatar ainda mais o benefício inicial, que já é pequeno. Para obter uma renda superior, será preciso optar por uma previdência privada que proporcione uma aposentadoria complementar á previdência social. Seguridade Social - conjunto de ações dos poderes públicos, com o objetivo de assegurar o direito à saúde previdência e assistência social. Previdência - assegurar meios para manutenção, por incapacidade, idade, tempo de serviço, desemprego involuntário, encargos de família, reclusão e morte de dependentes. Assistência Social prover atendimento de necessidades relativas à proteção da família, à maternidade, à infância, à adolescência, à velhice e ao deficiente, independentemente de contribuição. Saúde - Cabe ao Estado reduzir o risco de doença e de outros agravos; e o acesso universal e igualitário a ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação. 9

10 OBJETO - Prevenir ou reparar a ocorrência de riscos sociais, mantendo o salário, quando não mais puder ser percebido pelo próprio trabalho do segurado, ou reforçando-o na hipótese de precisar ser completado para satisfazer certas necessidades especiais. Riscos Sociais Biológicos: Doença; Morte; Maternidade; Acidente; Invalidez; Velhice; Econômicos Desemprego, etc. Papel da Previdência Social Previdência Social Cobrir riscos sociais mediante medidas: Preventivas prevenção de acidentes e doenças. Organizar a prevenção dos riscos cuja realização priva o trabalhador de sua capacidade ganho e de seus meios de subsistência; Recuperadoras a) Tornar aptos inválidos e incapazes. b) restabelecer a capacidade de ganho perdida ou reduzida; Reparadoras Aposentadoria, pensões e auxílios. Propiciar meios de existência em caso de cessação, interrupção da atividade ou acidente, de invalidez temporária ou permanente, de desemprego, velhice ou de morte do chefe de família. Custeio Empregado, empregador e Estado. 1. Planos tradicionais: Planos de Previdência Privada São chamados tradicionais porque estão no mercado há vários anos. Os planos de previdência privada tradicionais são divididos em fechados e abertos. 1. Plano fechado de previdência privada é o fundo de pensão oferecido por empresas ou grupos econômicos para seus empregados. É um fundo fechado criado especificamente por uma empresa para constituir recursos para pagamento de complementação de aposentadoria dos seus funcionários e nos quais as contribuições são rateadas entre a empresa e os empregados em proporções que variam. Os maiores fundos fechados como o Petrus da Petrobrás, o Previ do Banco do Brasil, etc. fazem enormes aplicações financeiras no mercado de capitais, assumindo parte considerável do capital acionário de suas empresas e de outras. O plano fechado é a melhor opção para quem trabalha nessas empresas ou grupos, pois a contribuição é dividida com o empregador. Em geral, o plano de previdência fechada garante uma renda vitalícia futura que, somada ao benefício pago pela Previdência Social proporciona um rendimento mensal equivalente a 70% do último salário recebido pelo empregado. 2. Plano aberto de previdência privada é disponível em seguradoras, instituições bancárias e nas empresas do setor. Para ter direito a uma renda vitalícia no futuro, o participante terá de fazer contribuições periódicas durante um determinado tempo de contribuição. Há dois tipos de plano aberto: o de benefício definido e o de contribuição definida ou variável. Os planos abertos de previdência privada mais conhecidos são os da Prever, Brasilprev, Bradescoprev, Itaú e Vera Cruz. 10

11 Planos de Previdência Privada 2. Fapi (Fundo de Aposentadoria Programada Individual) O Fapi Fundo de Aposentadoria Programada Individual foi criado pelo governo em 1997, com o objetivo de incentivar a formação de uma poupança interna no país, que permita o acúmulo de recursos para sustentar o desenvolvimento nacional. Em seguida, o Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou corretoras e distribuidoras de valores a vender os FAPI voltados para a população de menor renda. O Fapi funciona como um plano de previdência privada em que o participante adquire cotas de um fundo de investimento, com o compromisso de contribuir periodicamente pelo menos uma vez por ano. O cotista pode escolher o perfil da aplicação financeira que lhe for mais conveniente: conservadora, moderada ou agressiva. No fim do prazo contratado, poderá resgatar todo o capital ou aplicar na previdência privada aberta para receber uma renda mensal vitalícia. Não há garantia de rentabilidade mínima, como ocorre com os planos tradicionais. Como se trata de um fundo de investimento, os resultados são repassados integralmente para o participante. Se não estiver satisfeito com a administradora, o cotista poderá transferir seus recursos para outro fundo. Para isso, terá de aguardar, no mínimo, 12 meses. Planos de Previdência Privada 3. PGBL (Plano Gerador de Benefícios Livres) É a mais recente das opções de aposentadoria complementar oferecida no mercado. O participante adquire cotas de um fundo de investimento, mas não há periodicidade mínima de contribuição. O participante pode escolher o perfil da aplicação financeira que lhe for mais conveniente: conservadora, moderada ou agressiva. O resgate pode ser feito a partir de 60 dias da aquisição e o participante pode escolher uma renda mensal vitalícia. Como o Fapi, o PGBL não tem garantia mínima de rentabilidade e o rendimento obtido é repassado integralmente para o cliente. 11

12 Voltando ao Caso Introdutório: O plano de benefícios do Grupo ABC Diogo Montenegro queria também desenhar um plano de previdência privada para o Grupo ABC. Contudo, queria um plano no qual a empresa pudesse oferecer um valor básico para todos os funcionários, deixando a cada um a possibilidade de complementar, por conta própria, as contribuições da empresa com valores mais elevados. Como você poderia ajuda-lo? Os tipos de planos de previdência privada Previdência Aberta * Plano de aposentadoria complementar * Indicado para trabalhador cuja empresa não tenha um fundo de pensão * Tipos tipos básicos: o de benefício definido e o de contribuição definida * Rentabilidade mínima: IGPM + 6% ao ano, além do repasse (50% a 100%) do rendimento do fundo no qual o capital é aplicado * Oferecido por seguradoras, empresas de previdência privada e instituições bancárias. FAPI * Cotas de um fundo de investimento que podem ser adquiridas pelo período mínimo de 10 anos * É possível escolher o tipo de aplicação * É preciso contribuir pelo menos uma vez por ano * O participante pode optar entre resgatar o saldo ou receber uma renda mensal vitalícia * Saldo acumulado é que define o valor da renda mensal * Se sair antes de 1 ano, o participante paga 5% de IOF * Não há garantia de rentabilidade mínima * Os resultados obtidos com aplicações financeiras são repassados integralmente ao participante * O cotista pode transferir seus recursos para outro fundo * Só pode ser adquirido em bancos Previdência Fechada * Fundo de pensão para complementação de até 70% do último salário recebido pelo empregado, além do que ele recebe do INSS * Privativo do empregados da empresa ou do grupo econômico patrocinador * As contribuições são divididas entre a empresa e o empregado * A idade mínima de saída do fundo de pensão é de 55 anos (homem ou mulher). Se sair antes de aposentar-se, poderá resgatar a sua parte. Se optar por continuar no fundo, terá de arcar também com a parte da empresa nas contribuições ao plano. PGBL * Plano de investimento para aquisição de uma renda mensal vitalícia. O saldo final definirá o valor do benefício * As contribuições vão para um fundo de investimento * Não há garantia de rentabilidade mínima * Todo o rendimento obtido é repassado ao cotista * O resgate pode ser feito após 60 dias da aquisição * É um sistema mais livre e mais próximo dos padrões internacionais * Só pode ser vendido por empresas de previdência privada 12

13 As diferenças principais entre os planos de previdência privada Contribuições Rentabilidade no período de contribuição Excedente financeiro durante a contribuição Benefício Benefício Definido Valor definido na contratação, atualizado por índice de preços, conforme o contrato Juros até 6% ao ano e indexador previamente definido Revertido às reservas do participante, conforme o contrato (varia de 50% a 80%) Valor definido na contratação do plano, atualizado a partir da concessão por índice de preços, acertado contratualmente Contribuição Definida ou Variável Tradicional PGBL Valor definido previamente ou não, permitindo aportes adicionais. Juros até 6% ao ano e indexador previamente definido Revertido às reservas do participante, conforme o contrato (varia de 50% a 80%) Calculado, ao final do período de contribuição pela reserva acumulada, juros e tábua biométrica contratada. A partir da concessão, atualizado por índice de preços Valor definido previamente ou não, permitindo aportes adicionais Pela rentabilidade do FIF exclusivo, sem garantia de um mínimo 100% revertidos automaticamente para as reservas do participante Calculado, ao final do período de contribuição, pelo montante acumulado no FIF exclusivo, juros e tábua biométrica contratada. A partir da concessão, atualizado por índice de preços Transparência Não há transparência no cálculo do excedente financeiro Não há transparência no cálculo do excedente financeiro Comparável pelo valor das cotas dos FIFs exclusivos do plano Caso para Discussão Virada de tempo na previdência. A Reforma da Previdência reviu algumas regras para a aposentadoria, como: 1. A maior aposentadoria paga pelo INSS para trabalhadores do setor privado será de R$ 3.912,00 mensais. 2. A aposentadoria por tempo de serviço será concedida após 60 anos de idade e 35 anos de contribuição para homens e após 55 anos de idade e 30 anos de contribuição para mulheres. 3. Para a aposentadoria por idade, o critério atual de 65 anos (homens) e 60 anos (mulheres) permanece. 4. Haverá uma regra de transição para os trabalhadores que estão incluídos no antigo sistema de previdência. Com essas regras para garantir o futuro, cada pessoa deve planejar e reservar uma quantia mensal para ser utilizada como um complemento de renda para a aposentadoria. Isso trouxe um novo ânimo para as empresas do setor privado de aposentadoria. 13

ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL ABORDAGEM TRADICIONAL E ABORDAGEM MODERNA

ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL ABORDAGEM TRADICIONAL E ABORDAGEM MODERNA ABORDAGEM TRADICIONAL E ABORDAGEM MODERNA Na abordagem tradicional predomina o modelo do homo economicus: a suposição de que as pessoas são motivadas exclusivamente por incentivos salariais, financeiros

Leia mais

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO D Cartilha - Plano D INTRODUÇÃO Você está recebendo a Cartilha do Plano D. Nela você encontrará um resumo das principais características do plano. O Plano D é um plano moderno e flexível

Leia mais

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA!

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! Prezado participante, 2 Brasil Foods Sociedade de Previdência Privada Cartilha Plano III Um dos grandes objetivos da política de recursos humanos de

Leia mais

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas.

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. O Itaú quer estar presente em todos os momentos da sua vida. Por isso, criou este material para ajudar você com as

Leia mais

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1 PLANO SUPLEMENTAR Material Explicativo 1 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV PECÚLIO PGBL E VGBL

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV PECÚLIO PGBL E VGBL NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV PECÚLIO PGBL E VGBL O que é um Plano Brasilprev Pecúlio? O plano Brasilprev Pecúlio é uma solução moderna e flexível que ajuda você a acumular recursos para a realização dos

Leia mais

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. C/C Itaú. Quando e como receberei o meu benefício?

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. C/C Itaú. Quando e como receberei o meu benefício? Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. O Itaú quer estar presente em todos os momentos da sua vida. Por isso, criamos este material para ajudar você com

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV PECÚLIO PGBL E VGBL

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV PECÚLIO PGBL E VGBL NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV PECÚLIO PGBL E VGBL O que é um Plano Brasilprev Pecúlio? O plano Brasilprev Pecúlio é uma solução moderna e flexível que ajuda você a acumular recursos para a realização dos

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA... 2 FUNDO PARANÁ... 3 PATRIMÔNIO... 4 SEGURANÇA... 4 BENEFÍCIO FISCAL... 5 ASFUNPAR... 6 PLANO DENTALUNIPREV...

CARTILHA EXPLICATIVA... 2 FUNDO PARANÁ... 3 PATRIMÔNIO... 4 SEGURANÇA... 4 BENEFÍCIO FISCAL... 5 ASFUNPAR... 6 PLANO DENTALUNIPREV... ÍNDICE CARTILHA EXPLICATIVA... 2 FUNDO PARANÁ... 3 PATRIMÔNIO... 4 SEGURANÇA... 4 BENEFÍCIO FISCAL... 5 ASFUNPAR... 6 PLANO DENTALUNIPREV... 7 CONHEÇA O PLANO DENTALUNIPREV... 8 PARTICIPANTES... 9 Participante

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV EXCLUSIVO PGBL E VGBL

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV EXCLUSIVO PGBL E VGBL NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV EXCLUSIVO PGBL E VGBL O que é o Plano Brasilprev Exclusivo? O Brasilprev Exclusivo é uma solução moderna e flexível que ajuda você a acumular recursos para a realização dos

Leia mais

PROGRAMA DE PREVIDÊNCIA UVERGS PREVI

PROGRAMA DE PREVIDÊNCIA UVERGS PREVI PROGRAMA DE PREVIDÊNCIA UVERGS PREVI UVERGS PREVI A União dos Vereadores do Estado do Rio Grande do Sul visa sempre cuidar do futuro de seus associados Por conta disso, está lançando um Programa de Benefícios

Leia mais

2º Semestre de 2010 2

2º Semestre de 2010 2 1 2 2º Semestre de 2010 O objetivo deste material é abordar os pontos principais do Plano de Benefícios PreviSenac e não substitui o conteúdo do regulamento. 3 4 Índice PreviSenac para um futuro melhor

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV JÚNIOR VGBL E PGBL

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV JÚNIOR VGBL E PGBL NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV JÚNIOR VGBL E PGBL Com este material, você entenderá melhor o seu plano Brasilprev Júnior. Se você contratou o plano em nome do Júnior, consulte as informações em Titular:

Leia mais

Tranquilidade e segurança para você e sua família.

Tranquilidade e segurança para você e sua família. Material de uso exclusivo do Bradesco. Produzido pelo Departamento de Marketing em fevereiro/2009. Reprodução proibida. Não jogue este impresso em via pública. Bradesco PGBL Proteção Familiar Para informações

Leia mais

Plano TELOS Contribuição Variável - I

Plano TELOS Contribuição Variável - I Plano TELOS Contribuição Variável - I A sua empresa QUER INVESTIR NO SEU FUTURO, E VOCÊ? A sua empresa sempre acreditou na importância de oferecer um elenco de benefícios que pudesse proporcionar a seus

Leia mais

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7 Sumário A função do 3 Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4 Contribuições do Participante 6 Contribuições da Patrocinadora 7 Controle de Contas 8 Investimento dos Recursos 9 Benefícios 10 Em caso de

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA... 3 FUNDO PARANÁ... 4 PATRIMÔNIO... 5 SEGURANÇA... 5 BENEFÍCIO FISCAL... 6 ASFUNPAR... 7 PLANO JMALUCELLI PREVIDÊNCIA...

CARTILHA EXPLICATIVA... 3 FUNDO PARANÁ... 4 PATRIMÔNIO... 5 SEGURANÇA... 5 BENEFÍCIO FISCAL... 6 ASFUNPAR... 7 PLANO JMALUCELLI PREVIDÊNCIA... ÍNDICE CARTILHA EXPLICATIVA... 3 FUNDO PARANÁ... 4 PATRIMÔNIO... 5 SEGURANÇA... 5 BENEFÍCIO FISCAL... 6 ASFUNPAR... 7 PLANO JMALUCELLI PREVIDÊNCIA... 8 CONHEÇA O PLANO JMALUCELLI PREVIDÊNCIA... 9 PARTICIPANTES...

Leia mais

Remuneração, Incentivos e Benefícios Profª Ma. Máris de Cássia Ribeiro Vendrame Visão do Futuro

Remuneração, Incentivos e Benefícios Profª Ma. Máris de Cássia Ribeiro Vendrame Visão do Futuro Remuneração, Incentivos e Benefícios Profª Ma. Máris de Cássia Ribeiro Vendrame Visão do Futuro A Empresa será reconhecida como uma organização comprometida com a valorização do homem O Significado dos

Leia mais

Estrutura do Plano de Benefícios Agilent

Estrutura do Plano de Benefícios Agilent Plano de Benefícios Agilent 1 Objetivo da HP Prev Proporcionar aos seus participantes a oportunidade de contribuir para a HP Prev e, juntamente com as contribuições da patrocinadora, formar uma renda mensal

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios HP

Material Explicativo. Plano de Benefícios HP Material Explicativo Plano de Benefícios HP Janeiro - 2015 1 As informações deste material visam cumprir a legislação aplicável e dar aos participantes uma idéia geral e resumida das alterações promovidas

Leia mais

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência No dia 21 de julho, o RH do Banco Bradesco e diretores do Bradesco Previdência expuseram, a cerca de 50 dirigentes sindicais, as mudanças no plano de

Leia mais

A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada.

A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada. A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada. Adesão Característica do contrato de previdência privada, relativa ao ato do proponente aderir ao plano de previdência. Administradores

Leia mais

2. O que a Funpresp Exe traz de modernização para o sistema previdenciário do Brasil?

2. O que a Funpresp Exe traz de modernização para o sistema previdenciário do Brasil? Perguntas Frequentes 1. O que é a Funpresp Exe? É a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo, criada pelo Decreto nº 7.808/2012, com a finalidade de administrar

Leia mais

Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011

Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011 Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011 Índice Quem Somos Estrutura do plano Importância da Previdência Privada. Quanto antes melhor! As regras do plano Canais Visão Prev 2 Visão Prev Entidade fechada

Leia mais

Cartilha Plano A. Índice

Cartilha Plano A. Índice Cartilha Plano A Cartilha Plano A Índice Apresentação A Previnorte Histórico Patrimônio Plano de Benefícios e Plano de Custeio Salário Real de Contribuição Jóia Requisitos exigidos para filiação à PREVINORTE

Leia mais

CARTILHA PLANO CELPOS CD

CARTILHA PLANO CELPOS CD CARTILHA PLANO CELPOS CD ORIGINAL PLUS O QUE É O PLANO CELPOS CD? O Plano Misto I de Benefícios CELPOS CD é um plano de previdência complementar cujo benefício de aposentadoria programada é calculado de

Leia mais

Manual Explicativo. Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev

Manual Explicativo. Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev Manual Explicativo Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev 1. MANUAL EXPLICATIVO... 4 2. A APOSENTADORIA E VOCÊ... 4 3. PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: O que é isso?... 4 4. BOTICÁRIO

Leia mais

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM buscando contribuir

Leia mais

Plano de Contribuição Definida

Plano de Contribuição Definida Plano de Contribuição Definida Gerdau Previdência CONHEÇA A PREVIDÊNCIA REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Oferecido pelo setor privado, com adesão facultativa, tem a finalidade de proporcionar uma proteção

Leia mais

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD MATERIAL EXPlICatIvo Plano BAYER CD 1 Prezado Colaborador! você, que está sendo admitido agora ou ainda não aderiu ao Plano de Previdência oferecido pelo Grupo Bayer, tem a oportunidade de conhecer, nas

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante Fenacor Prev 1 Índice Introdução...3 O Programa de Previdência Fenacor Prev...3 Contribuições...4 Investimentos...5 Benefício Fiscal...5 Benefícios

Leia mais

Revisado em 15/08/2011

Revisado em 15/08/2011 CARTILHA DO PLANO MISTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Nº 001 Revisado em 15/08/2011 Esta cartilha foi estruturada com perguntas e respostas para apresentar e esclarecer aos Participantes as informações

Leia mais

Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada e o seu Plano de Benefícios ACPrev.

Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada e o seu Plano de Benefícios ACPrev. ÍNDICE CARTILHA EXPLICATIVA... 3 FUNDO PARANÁ... 4 PATRIMÔNIO... 5 SEGURANÇA... 5 BENEFÍCIO FISCAL... 6 ASFUNPAR... 7 PLANO ACPREV... 8 PARTICIPANTES... 8 Participante Ativo... 8 Participante Assistido...

Leia mais

Comunicação Interna. VivoPrev. para quem é ligado no futuro.

Comunicação Interna. VivoPrev. para quem é ligado no futuro. Comunicação Interna VivoPrev para quem é ligado no futuro. Qual o seu programa para o amanhã? Pensar no amanhã é algo que deve ser feito hoje. Quanto antes você começar, maior a garantia de chegar ao futuro

Leia mais

O IMPACTO DOS BENEFÍCIOS NAS ORGANIZAÇÕES

O IMPACTO DOS BENEFÍCIOS NAS ORGANIZAÇÕES O IMPACTO DOS BENEFÍCIOS NAS ORGANIZAÇÕES SEABRA, Bruna Graziela CAMARGO, Karla Jessica dos Reis CAMARGO, Lucilene Bueno de ALVES, Maria Tereza B. Carvalho F. SILVA, Danilo de Oliveira Faculdade de Ciências

Leia mais

PLANO DE PREVIDÊNCIA DA MÚTUA CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DO CREA

PLANO DE PREVIDÊNCIA DA MÚTUA CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DO CREA PLANO DE PREVIDÊNCIA DA MÚTUA CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DO CREA Mensagem ao Associado Caro Associado, A maior preocupação do profissional que compõe o Sistema Confea / Crea / Mútua talvez

Leia mais

Manual. Conheça neste manual mais detalhes sobre a SICOOB PREVI

Manual. Conheça neste manual mais detalhes sobre a SICOOB PREVI Manual Conheça neste manual mais detalhes sobre a SICOOB PREVI O melhor da vida é feito em parceria O Plano de Benefícios Previdenciários da SICOOB PREVI é uma importante ferramenta de planejamento financeiro

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo Material Explicativo Índice Introdução 4 Sobre o Plano Previplan 5 Adesão 5 Benefícios do Plano 6 Entenda o Plano 7 Rentabilidade 8 Veja como funciona a Tributação 9 O que acontece

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Material Explicativo Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Sumário Plano CD - Tranqüilidade no futuro 3 Conheça a previdência 4 A entidade Previ-Siemens 6 Como funciona o Plano CD da Previ-Siemens?

Leia mais

Plano D. Material Explicativo

Plano D. Material Explicativo Plano D Material Explicativo 2 Material Explicativo Previ Novartis Índice Pág. 4 Introdução Pág. 6 A Previdência no Brasil Pág. 10 A Previdência e o Plano de Benefício D Pág. 24 Questões 3 Material Explicativo

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV. Manual Explicativo

PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV. Manual Explicativo PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV Manual Explicativo 1 2 Plano de Benefícios Atento AtentoPrev O Plano de Benefícios Atento Atento Prev é um plano de previdência complementar, constituído na modalidade

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES AVM FACULDADE INTEGRADA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES AVM FACULDADE INTEGRADA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES 7Wi AVM FACULDADE INTEGRADA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU BENEFÍCIOS: UMA FORMA DE RETER OS FUNCIONÁRIOS DENTRO DE UMA ORGANIZAÇÃO Erika Aparecida José Vieira ORIENTADOR: Prof.

Leia mais

Introdução. Nesta cartilha, você conhecerá as principais características desse plano. O tema é complexo e,

Introdução. Nesta cartilha, você conhecerá as principais características desse plano. O tema é complexo e, Introdução O Plano Prodemge Saldado está sendo criado a partir da cisão do Plano Prodemge RP5-II e faz parte da Estratégia Previdencial. Ele é uma das opções de migração para participantes e assistidos.

Leia mais

$ $ Guia de Empréstimos. Fachesf

$ $ Guia de Empréstimos. Fachesf Guia de Empréstimos Fachesf Sobre os empréstimos da Fachesf Quais as modalidades de empréstimos que a Fachesf oferece? Empréstimo Pós-Fixado (sem comprovação) Empréstimo Educação (com comprovação) Empréstimo

Leia mais

Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial)

Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Material Explicativo Encontre aqui as informações

Leia mais

Material Explicativo Centrus

Material Explicativo Centrus Material Explicativo Centrus De olho no futuro! É natural do ser humano sempre pensar em situações que ainda não aconteceram. Viagem dos sonhos, o emprego ideal, casar, ter filhos, trocar de carro, comprar

Leia mais

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR O FUTURO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL O déficit da previdência social coloca em risco o direito à aposentadoria Fatores que agravam a situação: Queda da taxa de natalidade Aumento da

Leia mais

Seu futuro está em nossos planos!

Seu futuro está em nossos planos! 1/8 CONHEÇA O PLANO DE BENEFÍCIOS CD-METRÔ DF Seu futuro está em nossos planos! 2014 2/8 1 Quem é a REGIUS? A REGIUS Sociedade Civil de Previdência Privada é uma entidade fechada de previdência privada,

Leia mais

12. Como é o caso de pensão por morte de quem ainda está contribuindo para a previdência?

12. Como é o caso de pensão por morte de quem ainda está contribuindo para a previdência? Tel: 0800 941 7738 1 Educação Financeira Esta Cartilha tem como abjetivo mostrar a importância da educação financeira e previdenciária aos advogados participantes da OABPrev-RJ para que possam organizar

Leia mais

PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL

PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL Goiânia, 03 de Abril de 2014. Á CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DE GOIAS CNPJ: 01.619.022/0001-05 Ref.: Plano de Previdência Complementar Prezado(a) Senhor(a),

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante FenacorPrev Índice Introdução... 3 O Programa de Previdência FenacorPrev... 3 Contribuições... 4 Investimentos... 5 Benefício Fiscal... 6 Benefícios

Leia mais

Cartilha do Participante

Cartilha do Participante FACEAL Fundação Ceal de Assistência Social e Previdência Cartilha do Participante Manual de Perguntas e Respostas Plano Faceal CD Prezado leitor, A FACEAL apresenta esta cartilha de perguntas e respostas

Leia mais

Cartilha Plano EPE DOCUMENTOS INSTITUCIONAIS ELETROS

Cartilha Plano EPE DOCUMENTOS INSTITUCIONAIS ELETROS Cartilha Plano EPE Esta cartilha foi criada com o intuito de oferecer informações objetivas sobre previdência, o plano CV EPE e a importância de poupar para garantir um futuro mais tranqüilo. Os pontos

Leia mais

CAPÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS

CAPÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS REGULAMENTO DO PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL CAPÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS Art.1º- O GBOEX Grêmio Beneficente, doravante denominado Entidade de Previdência Privada Aberta, institui

Leia mais

Cartilha do Participante

Cartilha do Participante Benefício definido (Eletra 01) BENEFICIO DEFINIDO Cartilha do Participante Introdução A ELETRA Fundação Celg de Seguros e Previdência é uma entidade fechada de previdência privada, de fins previdenciários

Leia mais

Guia do Participante PrevFlex

Guia do Participante PrevFlex Guia do Participante PrevFlex Sumário Definição O que é PrevFlex? 08 08 Adesão Existe uma idade ideal para entrar num plano de previdência privada? Por que aderir ao PrevFlex? Quem pode se inscrever? Contribuição

Leia mais

Programa de Previdência OUROFINO. Manual do Participante

Programa de Previdência OUROFINO. Manual do Participante Programa de Previdência OUROFINO Manual do Participante Um excelente investimento no presente e a garantia de um futuro tranquilo Programa Previdenciário Empresarial Itaú - OUROFINO Regras do Programa

Leia mais

Guia PCD. Conheça melhor o Plano

Guia PCD. Conheça melhor o Plano Guia PCD Conheça melhor o Plano Índice De olho no Futuro...3 Quem é a Fundação Centrus?...5 Conhecendo o Plano de Contribuição Definida - PCD...6 Contribuições do Participante...7 Saldo de Conta...8 Benefícios

Leia mais

E-book de Fundos de Investimento

E-book de Fundos de Investimento E-book de Fundos de Investimento O QUE SÃO FUNDOS DE INVESTIMENTO? Fundo de investimento é uma aplicação financeira que funciona como se fosse um condomínio, onde as pessoas somam recursos para investir

Leia mais

MANUAL PARA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA 2015 PLANOS DE PREVIDÊNCIA PORTO SEGURO

MANUAL PARA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA 2015 PLANOS DE PREVIDÊNCIA PORTO SEGURO MANUAL PARA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA 2015 PLANOS DE PREVIDÊNCIA PORTO SEGURO MANUAL PARA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA 2015 PLANOS DE PREVIDÊNCIA PORTO SEGURO O Manual

Leia mais

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR O futuro que você faz agora FUNPRESP-JUD Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Judiciário 2 Funpresp-Jud seja bem-vindo(a)! A Funpresp-Jud ajudará

Leia mais

CARTILHA PREVIDENCIÁRIA

CARTILHA PREVIDENCIÁRIA CARTILHA PREVIDENCIÁRIA INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES - IPREM IPREM Instituto de Previdência Municipal APRESENTAÇÃO Prezado Servidor, A Lei Complementar nº 35 de 05 de julho de

Leia mais

Medidas Provisórias nº 664 e nº 665

Medidas Provisórias nº 664 e nº 665 Medidas Provisórias nº 664 e nº 665 Perguntas e respostas Ministério da Previdência Social Auxílio-Doença Benefício pago ao segurado em caso de incapacitação temporária para o trabalho por doença ou acidente

Leia mais

Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil. Contribuição definida

Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil. Contribuição definida Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil Contribuição definida Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil Este folheto contém as principais características do Plano de Previdência Complementar da ArcelorMittal

Leia mais

Prev Jovem Bradesco PGBL V 40/30 PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL REGULAMENTO CAPÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS

Prev Jovem Bradesco PGBL V 40/30 PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL REGULAMENTO CAPÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS Prev Jovem Bradesco PGBL V 40/30 PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL REGULAMENTO CAPÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS Art.1º- A BRADESCO PREVIDÊNCIA E SEGUROS S.A., doravante denominada Entidade

Leia mais

Marcos Puglisi de Assumpção 10. PLANOS DE PREVIDÊNCIA

Marcos Puglisi de Assumpção 10. PLANOS DE PREVIDÊNCIA Marcos Puglisi de Assumpção 10. 2010 Uma das maiores preocupações de um indivíduo é como ele vai passar o final de sua vida quando a fase de acumulação de capital cessar. É preciso fazer, o quanto antes,

Leia mais

Presente em mais de 170 países. Entre as 100 maiores empresas do mundo (ranking mundial Fortune. Tradição: fundada em 1872

Presente em mais de 170 países. Entre as 100 maiores empresas do mundo (ranking mundial Fortune. Tradição: fundada em 1872 Previdência Privada Zurich Global Presente em mais de 170 países Entre as 100 maiores empresas do mundo (ranking mundial Fortune Tradição: fundada em 1872 Solidez Financeira: classificação AA pela Standard

Leia mais

Movimentações entre aplicações financeiras sem CPMF

Movimentações entre aplicações financeiras sem CPMF Movimentações entre aplicações financeiras sem CPMF A Conta Investimento foi instituída pela Lei 10.892, que entrou em vigor em 01/10/2004. Trata-se de uma conta corrente de depósitos para investimento

Leia mais

ALTERAÇÕES DIREITO PREVIDENCIÁRIO LEI N.º 13.135/2015 E MEDIDA PROVISÓRIA N.º 676/2015

ALTERAÇÕES DIREITO PREVIDENCIÁRIO LEI N.º 13.135/2015 E MEDIDA PROVISÓRIA N.º 676/2015 ALTERAÇÕES DIREITO PREVIDENCIÁRIO LEI N.º 13.135/215 E MEDIDA PROVISÓRIA N.º 676/215 1. Na Lei n.º 8.213/1991 foi alterada a definição dos dependentes da 3.ª Classe: Art. 16. São beneficiários do Regime

Leia mais

O que é A SISTeL? O que é O CPqD PReV? Benefícios de risco Auxílio-doença Aposentadoria por invalidez, reversível em pensão

O que é A SISTeL? O que é O CPqD PReV? Benefícios de risco Auxílio-doença Aposentadoria por invalidez, reversível em pensão O que é A SISTEL? A Fundação Sistel de Seguridade Social foi criada em 1977 e possui expressiva experiência em Planos de Previdência Privada. A Sistel atua no desenvolvimento de soluções previdenciais

Leia mais

Guia do Participante - Desligamento Como proceder no desligamento da Rhodia O plano não termina aqui: confira as opções

Guia do Participante - Desligamento Como proceder no desligamento da Rhodia O plano não termina aqui: confira as opções Planos de Aposentadoria Básico e Suplementar Contribuição Definida Guia do Participante - Desligamento Como proceder no desligamento da Rhodia O plano não termina aqui: confira as opções (documento completo

Leia mais

Marcelo Antonio de Souza Registro na SUSEP sob N.º 20.2001208-0

Marcelo Antonio de Souza Registro na SUSEP sob N.º 20.2001208-0 A vida das pessoas muda constantemente. As suas preferências, necessidades e objetivos são determinados de acordo com cada fase: a faculdade, o casamento, o nascimento do primeiro filho ou a aposentadoria.

Leia mais

GBOEX Grêmio Beneficente PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL REGULAMENTO

GBOEX Grêmio Beneficente PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL REGULAMENTO Fl. 1 / 16 GBOEX Grêmio Beneficente PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL REGULAMENTO CAPÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS Art.1º- O GBOEX Grêmio Beneficente, doravante denominado Entidade de Previdência

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM Material Explicativo Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil FUNDAÇÃO previdenciária IBM 2 Material Explicativo Fundação Previdenciária IBM A DIREÇÃO DO SEU FUTURO Lembre-se! O objetivo

Leia mais

O futuro em suas mãos Material Explicativo do Plano de Benefícios II

O futuro em suas mãos Material Explicativo do Plano de Benefícios II ReckittPrev Reckitt Benckiser Sociedade Previdenciária O futuro em suas mãos Material Explicativo do Plano de Benefícios II Material Explicativo do Plano de Benefícios II Sumário Carta da diretoria O futuro

Leia mais

Fachesf de FUNDAÇÃO CHESF DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE SOCIAL www.fachesf.com.br

Fachesf de FUNDAÇÃO CHESF DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE SOCIAL www.fachesf.com.br Fachesf de Você está em nossos planos Criada em 10 de abril de 1972, pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), sua patrocinadora, a Fundação Chesf de Assistência e Seguridade Social é uma

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV Material Explicativo Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV 2 GEBSA-PREV O PLANO GEBSA-PREV VAI AJUDAR VOCÊ A CONSTRUIR SEU FUTURO! Preocupada com a tranquilidade e o bem estar de seus funcionários, a GE oferece

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS Resultados dos estudos sobre a redução de taxas de juros praticadas por bancos públicos e privados. Orientações aos consumidores. Face aos diversos anúncios de redução de juros veiculados na mídia a partir

Leia mais

Previdência Privada Instrumento de Planejamento Pessoal

Previdência Privada Instrumento de Planejamento Pessoal PGBL PLANO GERADOR DE BENEFÍCIOS LIVRES Ideal para quem faz a declaração completa do IRPF, permite a dedução das contribuições efetuadas até o limite de 12% da renda bruta anual, reduzindo o valor a ser

Leia mais

Carência para o recebimento do benefício pensão por morte?

Carência para o recebimento do benefício pensão por morte? 1 Carência para o recebimento do benefício pensão por morte? A MP 664 de dezembro de 2014 previu uma carência de 24 meses para a obtenção do benefício pensão por morte. Depois de muita discussão no Congresso

Leia mais

Essa avaliação quanto ao melhor regime tributário aplicável deve ser realizada caso a caso, levando-se em consideração:

Essa avaliação quanto ao melhor regime tributário aplicável deve ser realizada caso a caso, levando-se em consideração: Conforme o disposto pela legislação tributária, os participantes e assistidos que optarem pelo Plano Sabesprev Mais poderão optar pelo Regime de Tributação Regressivo, ao invés de receberem seus benefícios

Leia mais

SECRETARIA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO DEMONSTRATIVO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO ATUARIAL DOS PLANOS DE BENEFÍCIOS

SECRETARIA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO DEMONSTRATIVO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO ATUARIAL DOS PLANOS DE BENEFÍCIOS FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO DEMONSTRATIVO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO ATUARIAL DOS PLANOS DE BENEFÍCIOS ENTIDADE RAZÃO SOCIAL: FUNDAÇÃO BANESTES DE SEGURIDADE SOCIAL 3 DADOS DOS PLANOS NÚMERO DE PLANOS:

Leia mais

GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS ATUARIAIS

GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS ATUARIAIS GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS ATUARIAIS A Abono Anual: Pagamento da 13ª (décima terceira) parcela anual do benefício de renda continuada. Abono de Natal: (v. Abono Anual). Administrador Especial: Pessoa

Leia mais

Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz. Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento

Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz. Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento Cenário A Seguradora Aegon realizou, no período entre janeiro e fevereiro de 2015, uma pesquisa entre quinze

Leia mais

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO C Cartilha do Plano C APRESENTAÇÃO O plano de benefícios previdenciários conhecido como Plano C foi implantado em 1997. O regulamento do Plano C foi adaptado à Lei Complementar nº 109,

Leia mais

Renda Vitalícia por Aposentadoria por SRB - INSS Benefício Definido Capitalização Crédito Unitário Projetado Invalidez (1)

Renda Vitalícia por Aposentadoria por SRB - INSS Benefício Definido Capitalização Crédito Unitário Projetado Invalidez (1) PARECER ATUARIAL PLANO DE BENEFÍCIOS REB 1998 AVALIAÇÃO ANUAL 2005 Fl. 1/6 ENTIDADE SIGLA: FUNCEF 1 CÓDIGO: 01523 2 RAZÃO SOCIAL: FUNCEF-FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS FEDERAIS 18 3 PLANO NOME DO PLANO: REB

Leia mais

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR!

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! DATUSPREV INFORMATIVO CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! Quem já cumpriu 5 anos de contribuição pode solicitar o benefício de aposentadoria programada? Essas e mais informações pra você neste Informativo.

Leia mais

HSBC INSTITUIDOR FUNDO MÚLTIPLO. Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev

HSBC INSTITUIDOR FUNDO MÚLTIPLO. Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev HSBC INSTITUIDOR FUNDO MÚLTIPLO Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev,

Leia mais

Ministério da Previdência Social - MPS Gabinete do Ministro - GM Assessoria de Comunicação Social - ACS Secretaria de Previdência Social - SPS Coordenação-Geral de Legislação e Normas - CGLN Previdência

Leia mais

na modalidade Contribuição Definida

na modalidade Contribuição Definida 1 DIRETORIA * Estruturados DE PREVIDÊNCIA na modalidade Contribuição Definida legislação Conforme a Legislação Tributária vigente*, aplicável aos Planos de Previdência Complementar modelados em Contribuição

Leia mais

CONTRATO CONSTITUTIVO DO FUNDO DE PENSÕES DOS ADMINISTRADORES E/OU DIRECTORES DA ROBBIALAC

CONTRATO CONSTITUTIVO DO FUNDO DE PENSÕES DOS ADMINISTRADORES E/OU DIRECTORES DA ROBBIALAC CONTRATO CONSTITUTIVO DO FUNDO DE PENSÕES DOS ADMINISTRADORES E/OU DIRECTORES DA ROBBIALAC CAPÍTULO I (DISPOSIÇÕES GERAIS) 1 A existência do Fundo de Pensões dos Administradores e/ou Directores da Robbialac

Leia mais

Termos e Condições para opção pelos Novos Perfis de Investimentos

Termos e Condições para opção pelos Novos Perfis de Investimentos Termos e Condições para opção pelos Novos Perfis de Investimentos Conforme aprovado pelo Conselho Deliberativo em reunião realizada em 4 de abril de 2011 a São Bernardo implementará em 1º de julho de 2011

Leia mais

SALÁRIO MÍNIMO NOVO VALOR A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 DECRETO Nº 8.381 - DOU de 30.12.2014

SALÁRIO MÍNIMO NOVO VALOR A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 DECRETO Nº 8.381 - DOU de 30.12.2014 Data do boletim informativo Volume 1, Edição 1 Di Informativo 01/2015 SALÁRIO MÍNIMO NOVO VALOR A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 DECRETO Nº 8.381 - DOU de 30.12.2014 Foi publicado no Diário Oficial da

Leia mais

Fique atento! Chegou a hora de declarar o. Especial. Não descuide do prazo de entrega e confira como declarar seus planos de previdência.

Fique atento! Chegou a hora de declarar o. Especial. Não descuide do prazo de entrega e confira como declarar seus planos de previdência. Especial IRPF 2011 Boletim Informativo dirigido a participantes de planos de previdência da Bradesco Vida e Previdência - Março de 2011 Chegou a hora de declarar o IRPF2011 Fique atento! Não descuide do

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL: Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei.

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL: Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei. (*) Os textos contidos nesta base de dados têm caráter meramente informativo. Somente os publicados no Diário Oficial estão aptos à produção de efeitos legais. LEI Nº 3.545, DE 17 DE JULHO DE 2008. Publicada

Leia mais

Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência. 29 de Dezembro de 2014

Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência. 29 de Dezembro de 2014 Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência 29 de Dezembro de 2014 Políticas para o Mercado de Trabalho nos governos Lula e Dilma 2 Aumento do poder de negociação dos trabalhadores, com forte

Leia mais

Conceitos básicos de. Previdência Complementar

Conceitos básicos de. Previdência Complementar CALVO E FRAGOAS ADVOGADOS Conceitos básicos de Previdência Complementar Advogado: José Carlos Fragoas ROTEIRO DE APRESENTAÇÃO 1. Apresentação 2. Embasamento Legal 3. Princípios da Previdência Privada contidos

Leia mais

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES - CV

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES - CV SUMÁRIO 1. DEFINIÇÕES... 2 2. FINALIDADE... 3 3. DESTINATÁRIOS... 3 4. DOCUMENTAÇÃO... 4 5. VALOR MÁXIMO... 4 6. PRAZOS... 4 7. ENCARGOS E ATUALIZAÇÃO MONETÁRIA... 5 8. GARANTIAS... 5 9. CONDIÇÕES GERAIS...

Leia mais

Cartilha dos Planos Administrados pela FAECES

Cartilha dos Planos Administrados pela FAECES Cartilha dos Planos Administrados pela FAECES Conheça os planos de benefícios e assistência médica da Fundação 2 3 SUMÁRIO 06 Apresentação 08 Glossário 10 Introdução Geral Entidades Fechadas de Previdência

Leia mais