NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV JÚNIOR VGBL E PGBL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV JÚNIOR VGBL E PGBL"

Transcrição

1 NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV JÚNIOR VGBL E PGBL

2 Com este material, você entenderá melhor o seu plano Brasilprev Júnior. Se você contratou o plano em nome do Júnior, consulte as informações em Titular: Júnior, se a opção foi em seu nome, consulte as informações em Titular: Responsável Financeiro. O que é o Plano Brasilprev Júnior? Titular: Júnior O Brasilprev Júnior destina-se a crianças e adolescentes com idade entre 0 e 20 anos, disponível nas modalidades PGBL e VGBL. O produto visa a acumulação de recursos para apoiar a criança ou adolescente na fase adulta. Os recursos são aplicados em Fundos de Investimento em Cotas de Fundo de Investimento especialmente constituído, e 100% da rentabilidade líquida obtida na aplicação dos recursos é repassada ao Brasilprev Júnior. Titular: Responsável Financeiro O Brasilprev Júnior destina-se a pessoa física com idade entre 14 e 99 anos que pretenda acumular recursos para crianças e adolescentes com idade entre 0 e 20 anos, disponível nas modalidades PGBL e VGBL. O produto visa a acumulação de recursos para apoiar a criança ou adolescente na fase adulta. Os recursos são aplicados em Fundos de Investimento em Cotas de Fundo de Investimento especialmente constituído, e 100% da rentabilidade líquida obtida na aplicação dos recursos é repassada ao Brasilprev Júnior.

3 A contratação do Brasilprev Júnior pode ser de forma conjunta, de dois planos: Para a modalidade VGBL: um seguro de vida com cobertura por sobrevivência (VGBL) e uma cobertura de risco (plano de Pensão por Prazo Certo); Para a modalidade PGBL: um plano de Previdência com cobertura por sobrevivência (PGBL) e uma cobertura de risco (plano de Pensão por Prazo Certo). O Brasilprev Júnior oferece ampla liberdade para a escolha do valor dos aportes e a periodicidade de pagamento. A contratação do Brasilprev Júnior pode ser de forma conjunta, de dois planos: Para a modalidade VGBL: são dois planos distintos, um seguro de vida com cobertura por sobrevivência (VGBL) e uma cobertura de risco (plano de Pensão por Prazo Certo); Para a modalidade PGBL: são dois planos distintos, um plano de Previdência com cobertura por sobrevivência (PGBL) e uma cobertura de risco (plano de Pensão por Prazo Certo). O Brasilprev Júnior oferece ampla liberdade para a escolha do valor dos aportes e a periodicidade de pagamento. Quem é o titular do Brasilprev Júnior? Titular: Júnior O Brasilprev Júnior é contratado pelo Responsável Financeiro, em nome do menor, com exigência do CPF do Menor a quem se destina o montante acumulado. O Menor é representado pelo responsável legal até que atinja a maioridade, e também poderá ser indicado como Beneficiário da Pensão por Prazo Certo. Quando o Menor é titular do Brasilprev Júnior, o direito sobre os recursos acumulados (na forma de renda ou resgate) é do próprio Menor. Titular: Responsável Financeiro O Brasilprev Júnior é contratado em nome do Responsável Financeiro, titular do Brasilprev Júnior e o Menor poderá ser indicado como Beneficiário da provisão e da Pensão por Prazo Certo. O Responsável Financeiro terá direito sobre os recursos e, depois de recebê-los da companhia, poderá, se assim desejar, utilizálos para financiar projetos de vida do Menor.

4 Quem é o proponente da Pensão por Prazo Certo? Titular: Júnior Em ambos os casos o Brasilprev Júnior contempla a Pensão por Prazo Certo em nome do Responsável Financeiro, assegurando ao beneficiário indicado o pagamento de uma renda mensal até que este complete 21 anos. Essa renda equivale ao valor dos aportes periódicos do Brasilprev Júnior, e é devida caso o Responsável Financeiro venha a falecer durante o período de acumulação. Titular: Responsável Financeiro Em ambos os casos o Brasilprev Júnior contempla a Pensão por Prazo Certo em nome do Responsável Financeiro, assegurando ao beneficiário indicado o pagamento de uma renda mensal até que este complete 21 anos. Essa renda equivale ao valor dos aportes periódicos do Brasilprev Júnior, e é devida caso o Responsável Financeiro venha a falecer durante o período de acumulação. O que acontece em caso de Falecimento? Titular: Júnior Ocorrendo o falecimento do Menor antes do Responsável Financeiro, o Brasilprev Júnior é cancelado e a provisão fica à disposição do beneficiário indicado. Caso o Responsável Financeiro faleça antes do Menor, indicado como beneficiário da Pensão por Prazo Certo, o Menor terá direito a Pensão por Prazo Certo até os 21 anos, desde que as contribuições ao benefício estejam integralmente quitadas. Caso o Menor esteja recebendo a Pensão por Prazo Certo e faleça antes de completar 21 anos, a Pensão por Prazo Certo será paga, até o término do prazo certo contratado, aos sucessores legítimos do Menor. Titular: Responsável Financeiro Ocorrendo o falecimento do Responsável Financeiro, o Brasilprev Júnior é cancelado e a respectiva provisão fica à disposição do Menor indicado como beneficiário, que também terá direito à Pensão por Prazo Certo até os 21 anos se for também beneficiário dessa cobertura de risco e desde que as contribuições ao benefício estejam integralmente quitadas. Caso o Menor, indicado como Beneficiário, esteja recebendo a Pensão por Prazo Certo e faleça antes de completar 21 anos, a Pensão por Prazo Certo será paga, até o término do prazo certo contratado, aos sucessores legítimos do Menor.

5 Falecendo os dois ao mesmo tempo (Responsável Financeiro e Menor indicado como beneficiário), o Brasilprev Júnior é cancelado e a provisão do saldo acumulado fica à disposição dos herdeiros legais do Menor. Não havendo expressa indicação de beneficiários, ou não prevalecendo a que foi feita, deverá ser aplicado o contido no Código Civil Brasileiro. Falecendo os dois ao mesmo tempo (Responsável Financeiro e Menor indicado como beneficiário), o Brasilprev Júnior é cancelado e a respectiva provisão fica à disposição dos herdeiros legais do Responsável Financeiro. Não havendo expressa indicação de beneficiários, ou não prevalecendo a que foi feita, deverá ser aplicado o contido no Código Civil Brasileiro. Pode haver alteração na Titularidade do Brasilprev Júnior? Titular: Júnior NÃO HÁ POSSIBILIDADE DE ALTERAÇÃO DA TITULARIDADE DO BRASILPREV JÚNIOR, DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO VIGENTE. Quando o Menor é titular do Brasilprev Júnior, o direito sobre os recursos acumulados (na forma de renda ou resgate) é do próprio Menor. Titular: Responsável Financeiro NÃO HÁ POSSIBILIDADE DE ALTERAÇÃO DA TITULARIDADE DO BRASILPREV JÚNIOR, DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO VIGENTE. Quando o Responsável Financeiro é titular do Brasilprev Júnior, ele terá direito sobre os recursos e, depois de recebê-los da Brasilprev (na forma de renda ou resgate), poderá, se assim desejar, utilizá-los para financiar projetos de vida do Menor. Quem é o dono das obrigações tributárias? Titular: Júnior O Menor, que é o titular do Brasilprev Júnior é o dono das obrigações tributárias que por força da legislação competirem ao titular do Brasilprev Júnior. Titular: Responsável Financeiro O Responsável Financeiro, que, neste caso, é o titular do Brasilprev Júnior é o dono das obrigações tributárias que por força da legislação competirem ao titular do Brasilprev Júnior.

6 Há algum incentivo fiscal? Titular: Júnior No momento da aquisição do Brasilprev Júnior, o cliente faz a opção pelo regime de tributação mais adequado aos objetivos e perfil tributário. No modelo de Tributação Regressiva Definitiva, as alíquotas são decrescentes em função do tempo. Já o Modelo de Tributação Progressiva Compensável segue a tabela de Imposto de Renda no item abaixo. O Imposto de Renda incide no momento do resgate e/ou no recebimento de renda. A modalidade PGBL é indicada para quem faz a declaração de IR no formulário completo, pois os aportes podem ser deduzidos, da base de cálculo do IR, até o limite de 12% da renda bruta anual. Para dedução das contribuições no PGBL é necessário que: O Menor seja dependente do Responsável Financeiro na declaração do IR, e, sendo maior de 16 anos, deverá contribuir para o regime geral (INSS) ou regime próprio dos servidores públicos; O Responsável Financeiro contribua com o regime geral (INSS) ou regime próprio dos servidores públicos. Titular: Responsável Financeiro No momento da aquisição do Brasilprev Júnior, o cliente faz a opção pelo regime de tributação mais adequado aos objetivos e perfil tributário. No modelo de Tributação Regressiva Definitiva, as alíquotas são decrescentes em função do tempo. Já o Modelo de Tributação Progressiva Compensável segue a tabela de Imposto de Renda no item abaixo. O Imposto de Renda incide no momento do resgate e/ou no recebimento de renda. A modalidade PGBL é indicada para quem faz a declaração de IR no formulário completo, pois os aportes podem ser deduzidos, da base de cálculo do IR, até o limite de 12% da renda bruta anual. Para dedução das contribuições no PGBL é necessário que: O Responsável Financeiro contribua com o regime geral (INSS) ou regime próprio dos servidores públicos. No caso do PGBL, sobre resgates e rendas recebidas haverá incidência de IR no montante principal e rendimentos, conforme legislação vigente.

7 No caso do PGBL, sobre resgates e rendas recebidas haverá incidência de IR no montante principal e rendimentos, conforme legislação vigente. O VGBL é indicado para: Quem faz a declaração de IR no formulário simplificado e/ou já atingiu o limite de 12% no PGBL e deseja investir mais recursos. Não possui o Júnior como dependente financeiro. O VGBL é indicado para quem faz a declaração de IR no formulário simplificado e/ou já atingiu o limite de 12% no PGBL e deseja investir mais recursos. Na modalidade VGBL não é permitido abatimentos do valor de aportes feitos no Brasilprev Júnior no IR, mas em contrapartida, ao receber renda ou realizar resgates, haverá incidência de IR somente sobre os rendimentos. Na modalidade VGBL não é permitido abatimentos do valor de aportes feitos no Brasilprev Júnior no IR, mas em contrapartida, ao receber renda ou realizar resgates, haverá incidência de IR somente sobre os rendimentos. Conheça, a seguir, outras características do Brasilprev Júnior, comuns aos planos contratados em nome do Menor ou em nome do Responsável Financeiro. Confira a tabela do Imposto de Renda Titular: Júnior ou Responsável Financeiro Prazo de acumulação do aporte Até 2 anos De 2 a 4 anos De 4 a 6 anos De 6 a 8 anos De 8 a 10 anos Acima de 10 anos Regressiva Definitiva 35% 30% 25% 20% 15% 10% TRIBUTAÇÃO Progressiva Compensável Resgate: 15% na fonte + Ajuste na declaração anual de IR, de acordo com as alíquotas da Tabela Progressiva de IRPF. Benefício: Tributado conforme tabela progressiva em vigor.

8 O que são aportes? Aportes são os valores investidos pelo cliente que vão formar uma provisão e proporcionar uma renda futura. Qual a periodicidade dos aportes? Os aportes podem ser mensais, trimestrais, semestrais, anuais ou único. A qualquer momento o cliente poderá fazer aportes esporádicos ao Brasilprev Júnior e, dessa forma, aumentar sua provisão. Quais são os valores mínimos dos aportes? Titular: Júnior ou Responsável Financeiro Modalidade Periódico Mensal Periódico Trimestral Periódico Semestral Periódico Anual Esporádico Único Portabilidade PGBL R$ 50,00 R$ 150,00 R$ 300,00 R$ 600,00 R$ 50,00 R$ 3.000,00 R$ 50,00 VGBL R$ 25,00 R$ 75,00 R$ 150,00 R$ 300,00 R$ 25,00 R$ 3.000,00 R$ 25,00 O que é taxa de carregamento? Sobre cada aporte incidirá a taxa de carregamento para cobrir as despesas de corretagem, colocação e administração do Brasilprev Júnior. No Brasilprev Júnior a taxa de carregamento foi dividida em dois momentos: antecipada (pré) e postecipada (pós). Importante: Não incide taxa de carregamento sobre o pagamento de renda.

9 Como incide a taxa de carregamento antecipada? Antecipada (Pré): Taxa que incide no momento do aporte. Esta taxa é decrescente em função do valor do aporte e do montante acumulado. Ou seja, quanto maior o aporte ou quanto maior o montante acumulado, menor será a taxa de carregamento antecipada. Confira a taxa de Carregamento Antecipada Titular: Júnior ou Responsável Financeiro (*) Regra de enquadramento: na tabela podem ser enquadrados diretamente os valores mensais, únicos ou esporádicos. Para enquadrar as demais periodicidades: dividir o valor do aporte por 12 (para anual), por 6 (para semestral) ou por 3 (para trimestral). A tabela da taxa de carregamento pode ser atualizada conforme regras estabelecidas no regulamento. Como incide a taxa de Carregamento Postecipada? Postecipada (Pós): Taxa que incide somente em caso de portabilidade ou resgate sobre o valor nominal, referente aos aportes acumulados. É decrescente em função do tempo de permanência no Brasilprev Júnior, zerando após o 24º mês no produto. Ou seja, quanto maior o tempo de permanência no Brasilprev Júnior, menor será a taxa de carregamento postecipada, conforme tabela a seguir.

10 Confira a taxa de Carregamento Postecipada Titular: Júnior ou Responsável Financeiro A tabela da taxa de carregamento pode ser atualizada conforme regras estabelecidas no regulamento. Como é feita a atualização monetária dos valores? Aporte: A atualização monetária é feita anualmente no aniversário do Brasilprev Júnior, conforme o indexador IPCA/IBGE. Benefício: A atualização monetária é feita anualmente, conforme o indexador IPCA/IBGE acumulado nos 12 meses que antecedem o mês anterior ao do aniversário do benefício. Onde os aportes são aplicados? Os aportes são aplicados em fundo de investimento financeiro denominado FIC - Fundo de Investimento em Cotas de Fundo de Investimento Especialmente Constituído, podendo ser: Perfil Conservador - FIC de Renda Fixa - FIX: 100% dos recursos são aplicados em renda fixa. Ciclo de Vida 2020, Ciclo de Vida 2030 ou Ciclo de Vida 2040: nestes fundos, o cliente define o horizonte de tempo de investimento (como por exemplo, a data prevista para aposentadoria), e a Brasilprev e BB DTVM gerenciam os recursos entre Renda Fixa e Ações (até 49%) para que ele tenha uma eficiente relação risco versus retorno no longo prazo.

11 O cliente estabelece o percentual dos aportes que deve ser aplicado em cada fundo vinculado ao Brasilprev Júnior. O(s) percentual(is) estabelecido(s) poderá(ão) ser alterado(s) a qualquer tempo, respeitando o valor mínimo para aplicação nos fundos. Os investimentos são administrados pela BB-DTVM (Banco do Brasil - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A.), a maior administradora de recursos de terceiros da América Latina, reconhecida no mercado financeiro por sua excelência em qualidade de gestão. A rentabilidade divulgada é sempre a líquida de taxa de administração. O que é taxa de administração financeira? Sobre o saldo acumulado (reserva do Participante) incidirá a taxa de administração financeira determinada em função do aporte inicial. Confira a taxa de administração financeira para a modalidade PGBL Titular: Júnior ou Responsável Financeiro Taxa de Administração Financeira (a.a.) Aporte Mensal / Único R$ 50,00-199,99 200,00-899,99 900, ,99 Acima de 5.000,00 Fix 3,40% a.a. 3,00% a.a. 2,50% a.a. 2,00% a.a. Ciclo de Vida 2020 ou 2030 ou ,40% a.a. 3,40% a.a. 3,40% a.a. 2,00% a.a. Os valores dessa tabela poderão ser atualizados anualmente para fins de incidência da taxa.

12 Confira a taxa de administração financeira para a modalidade VGBL Titular: Júnior ou Responsável Financeiro Taxa de Administração Financeira (a.a.) Aporte Mensal / Único R$ 25,00-199,99 200,00-899,99 900, ,99 acima de 5.000,00 Fix 3,40% a.a. 3,00% a.a. 2,50% a.a. 2,00% a.a. Ciclo de Vida 2020 ou 2030 ou ,40% a.a. 3,40% a.a. 3,40% a.a. 2,00% a.a. Os valores dessa tabela poderão ser atualizados anualmente para fins de incidência da taxa. Como acompanhar a rentabilidade do Brasilprev Júnior? O cliente pode acompanhá-la diariamente nas publicações especializadas (jornais Gazeta Mercantil, Valor Econômico e outros), e no portal bb.com.br. Anualmente, a Brasilprev disponibiliza um extrato detalhado contendo toda a movimentação ocorrida e a rentabilidade do Brasilprev Júnior. Existe alguma garantia mínima nos investimentos? Durante o período de acumulação, o montante acumulado terá seu valor atualizado diariamente, com base na rentabilidade do FIC (Fundo de Investimento em Cotas de Fundo de Investimento Especialmente Constituído), NÃO HAVENDO GARANTIA DE REMUNERAÇÃO MÍNIMA, PODENDO OCORRER PERDAS NA PROVISÃO MATEMÁTICA DE BENEFÍCIOS A CONCEDER.

13 Quais tipos de renda podem ser contratadas? O cliente poderá durante o período de acumulação, até 30 dias antes da data de concessão da Renda, optar por um dos tipos de renda que mais se adapte às suas necessidades. Tipos de Renda: Renda Mensal Vitalícia Renda Mensal Temporária, Renda Mensal Vitalícia com Prazo Mínimo Garantido, Renda Mensal Vitalícia com Reversão ao Beneficiário Indicado, Renda Mensal Vitalícia Reversível ao Cônjuge com Continuidade aos Filhos Menores. Parâmetros utilizados para os cálculos de renda na fase de acumulação: Taxa de juros efetiva anual: 0% a.a. Tábuas biométricas de sobrevivência: a) sexo masculino AT-2000 MS; b) sexo feminino AT-2000 FS. Como será calculada a Renda, na data de seu recebimento? Na data de concessão escolhida pelo cliente para iniciar o recebimento, a Renda será calculada dividindo o valor do montante acumulado pelo fator de conversão, que é expresso no extrato. Da substituição do Beneficiário Ocorrendo a substituição do beneficiário da Pensão por Prazo Certo por outro menor de 21 (vinte e um) anos, haverá o recalculo da contribuição para essa cobertura de risco de acordo com as características do novo beneficiário. Se o novo beneficiário for maior de 21 (vinte e um) anos, ocorrerá o cancelamento imediato da cobertura de Pensão por Prazo Certo. É possível solicitar resgate parcial ou total da provisão? Sim, desde que seja respeitada a carência inicial de 180 dias, a contar da data de contratação. Será ainda exigido um intervalo mínimo de 60 dias entre cada solicitação de resgate. NÃO HAVERÁ RESGATE DO VALOR DAS CONTRIBUIÇÕES DESTINADAS AO CUSTEIO DA COBERTURA DE PENSÃO POR PRAZO CERTO.

14 Além da Renda Complementar, o Brasilprev Júnior oferece algum outro tipo de benefício? Com o Brasilprev Júnior o Responsável Financeiro pode contratar a cobertura do Benefício de Pensão por Prazo Certo, que garante o pagamento de uma Pensão ao Menor (indicado como beneficiário) até que ele complete 21 anos, caso o Responsável Financeiro venha a falecer antes dessa data. Esse benefício será pago na conta-corrente do Menor até que ele complete 21 anos e seu valor será equivalente aos aportes periódicos efetuados. Para planos de aporte único não há possibilidade de contratar o Benefício de Pensão por Prazo Certo. PARA A COBERTURA DE PENSÃO POR PRAZO CERTO, QUANDO CONTRATADA, HAVERÁ UM PRAZO DE CARÊNCIA DE 24 MESES PARA FALECIMENTO POR CAUSAS NATURAIS. ANTES DE DECORRIDO O PRAZO DE CARÊNCIA, O FALECIMENTO DO RESPONSÁVEL FINANCEIRO NÃO GERA AO BENEFICIÁRIO (MENOR) QUALQUER DIREITO A BENEFÍCIO, INDENIZAÇÃO OU RESTITUIÇÃO DE VALORES. Não haverá carência para falecimento resultante de acidente pessoal. Para a contratação da cobertura de Pensão por Prazo Certo é necessário o preenchimento da Declaração Pessoal de Saúde e Atividade no momento da assinatura da proposta. A Brasilprev terá 15 dias para aceitar ou recusar a proposta. A cobertura da Pensão por Prazo Certo estará vigente apenas se estiver com as respectivas contribuições em dia. O atraso por mais de 90 dias no pagamento da contribuição gerará o cancelamento da cobertura.

15 Confira os prazos de carência Titular: Júnior ou Responsável Financeiro Prazo de carência Resgates, Portabilidades (Transferências) e Benefícios Complementares Para 1º resgate Entre resgates Portabilidade inicial entre EAPC */ Seguradora Entre portabilidades Benefícios Complementares (exceto causa acidental) 180 dias 60 dias 60 dias 60 dias 24 meses * Entidade Aberta de Previdência Complementar O Brasilprev Júnior pode receber portabilidade? Sim, o Brasilprev Júnior pode receber portabilidade de outro plano, desde de que a modalidade e a Titularidade dos planos seja a mesma. É possível fazer alterações no Brasilprev Júnior? Sim, é possível efetuar alterações nos dados cadastrais ou nas condições contratadas, a qualquer momento. Qualquer alteração no valor das contribuições para custeio da cobertura de Pensão por Prazo Certo reflete no valor do respectivo benefício. Em caso de aumento da contribuição para essa cobertura, HAVERÁ ANÁLISE E NOVO PRAZO DE CARÊNCIA PARA MORTE NATURAL.

16 Como conferir as informações sobre o Brasilprev Júnior? As consultas de saldo podem ser feitas a qualquer momento, nos terminais de autoatendimento BB. Para acompanhar diariamente a rentabilidade do Brasilprev Júnior, consultar o portal e/ou publicações especializadas (jornais Gazeta Mercantil, Valor Econômico e outros). Anualmente, a Brasilprev disponibiliza extrato detalhado, contendo toda a movimentação ocorrida e a rentabilidade do Brasilprev Júnior. A contratação do plano via Internet ocorrerá somente em nome do Responsável Financeiro. Confira algumas informações adicionais: O Proponente pode contratar apenas o benefício de renda complementar, hipótese que fará jus somente ao beneficio contratado. Para cálculo do benefício pago sob a forma de renda, a Tábua Biométrica utilizada é a AT 2000 M/F S, com 0% de juro e reversão de 20% dos resultados financeiros, sendo repassada anualmente no mês de março. Nos termos da legislação vigente, é possível a opção pelo critério de tributação por alíquotas decrescentes. A aprovação dos planos pela SUSEP não implica em seu incentivo ou recomendação à comercialização. Produto da Brasilprev Seguros e Previdência S.A. (CNPJ: / ) comercializado pela BB Corretora de Seguros e Administradora de Bens S.A.

17 Vejas os processos SUSEP do Brasilprev Júnior Sigla Padronizada Fundo Taxa de Administração CNPJ do Fundo Nº Processo SUSEP PGBL Nº Processo SUSEP VGBL Fix (Individual) 3,40% / / / Fix III (Individual) Fix IV (Individual) Fix V (Individual) C Vida 2020 II (Individual) 3,00% 2,50% 2,00% 3,40% / / / / / / / / / / / / C Vida 2030 II (Individual) 3,40% / / / C Vida 2040 II (Individual) 3,40% / / / Riscos Pensão por Prazo Certo (Individual) Nº Processo SUSEP (PGBL e VGBL) /

18 Central de Atendimento Para deficientes auditivos ou de fala Ouvidoria BB

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV PECÚLIO PGBL E VGBL

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV PECÚLIO PGBL E VGBL NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV PECÚLIO PGBL E VGBL O que é um Plano Brasilprev Pecúlio? O plano Brasilprev Pecúlio é uma solução moderna e flexível que ajuda você a acumular recursos para a realização dos

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV PECÚLIO PGBL E VGBL

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV PECÚLIO PGBL E VGBL NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV PECÚLIO PGBL E VGBL O que é um Plano Brasilprev Pecúlio? O plano Brasilprev Pecúlio é uma solução moderna e flexível que ajuda você a acumular recursos para a realização dos

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV EXCLUSIVO PGBL E VGBL

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV EXCLUSIVO PGBL E VGBL NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV EXCLUSIVO PGBL E VGBL O que é o Plano Brasilprev Exclusivo? O Brasilprev Exclusivo é uma solução moderna e flexível que ajuda você a acumular recursos para a realização dos

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV EXCLUSIVO PGBL E VGBL BB

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV EXCLUSIVO PGBL E VGBL BB NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV EXCLUSIVO PGBL E VGBL BB O que é o Plano Brasilprev Exclusivo? O Brasilprev Exclusivo é uma solução moderna e flexível que ajuda você a acumular recursos para a realização

Leia mais

Previdência Privada Instrumento de Planejamento Pessoal

Previdência Privada Instrumento de Planejamento Pessoal PGBL PLANO GERADOR DE BENEFÍCIOS LIVRES Ideal para quem faz a declaração completa do IRPF, permite a dedução das contribuições efetuadas até o limite de 12% da renda bruta anual, reduzindo o valor a ser

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante Fenacor Prev 1 Índice Introdução...3 O Programa de Previdência Fenacor Prev...3 Contribuições...4 Investimentos...5 Benefício Fiscal...5 Benefícios

Leia mais

Um novo plano, com muito mais futuro. Plano 5x4. dos Funcionários

Um novo plano, com muito mais futuro. Plano 5x4. dos Funcionários Um novo plano, com muito mais futuro Plano 5x4 dos Funcionários Sumário 03 Um novo plano, com muito mais futuro: 5x4 04 Comparativo entre o plano 4 x 4 e 5 x 4 08 Regras de resgate 10 Como será o amanhã?

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante FenacorPrev Índice Introdução... 3 O Programa de Previdência FenacorPrev... 3 Contribuições... 4 Investimentos... 5 Benefício Fiscal... 6 Benefícios

Leia mais

Tranquilidade e segurança para você e sua família.

Tranquilidade e segurança para você e sua família. Material de uso exclusivo do Bradesco. Produzido pelo Departamento de Marketing em fevereiro/2009. Reprodução proibida. Não jogue este impresso em via pública. Bradesco PGBL Proteção Familiar Para informações

Leia mais

PROGRAMA DE PREVIDÊNCIA UVERGS PREVI

PROGRAMA DE PREVIDÊNCIA UVERGS PREVI PROGRAMA DE PREVIDÊNCIA UVERGS PREVI UVERGS PREVI A União dos Vereadores do Estado do Rio Grande do Sul visa sempre cuidar do futuro de seus associados Por conta disso, está lançando um Programa de Benefícios

Leia mais

A importância da Previdência Privada

A importância da Previdência Privada A importância da Previdência Privada Adriana Hennig de Andrade DIRAT/CGPRO/COPEP 2014 Agenda 1. Estrutura do sistema de Previdência 2. Evolução do mercado de Previdência 3. Necessidade de complementar

Leia mais

MANUAL PARA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA 2015 PLANOS DE PREVIDÊNCIA PORTO SEGURO

MANUAL PARA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA 2015 PLANOS DE PREVIDÊNCIA PORTO SEGURO MANUAL PARA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA 2015 PLANOS DE PREVIDÊNCIA PORTO SEGURO MANUAL PARA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA 2015 PLANOS DE PREVIDÊNCIA PORTO SEGURO O Manual

Leia mais

A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada.

A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada. A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada. Adesão Característica do contrato de previdência privada, relativa ao ato do proponente aderir ao plano de previdência. Administradores

Leia mais

Inferior ou igual a 2 anos 35% Superior a 2 anos e inferior ou igual a 4 anos 30% Superior a 4 anos e inferior ou igual a 6 anos 25%

Inferior ou igual a 2 anos 35% Superior a 2 anos e inferior ou igual a 4 anos 30% Superior a 4 anos e inferior ou igual a 6 anos 25% Perguntas e respostas 1- Como funciona a Tabela Regressiva dos Planos de Previdência Complementar? R A Tabela Regressiva foi prevista a partir da Lei nº 11.053, de 29 /12 /2004. Em vigor desde 01/01/2005,

Leia mais

PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL

PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL Goiânia, 03 de Abril de 2014. Á CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DE GOIAS CNPJ: 01.619.022/0001-05 Ref.: Plano de Previdência Complementar Prezado(a) Senhor(a),

Leia mais

Imposto de Renda sem complicação

Imposto de Renda sem complicação Este roteiro foi desenvolvido para auxiliar no preenchimento da Declaração de Ajuste Anual Pessoa Física 2013, focando as informações sobre Planos de Previdência. Consulte nos links ao lado as principais

Leia mais

CARTILHA Previdência. Complementar REGIMES TRIBUTÁRIOS

CARTILHA Previdência. Complementar REGIMES TRIBUTÁRIOS CARTILHA Previdência Complementar REGIMES TRIBUTÁRIOS Índice 1. Os planos de Previdência Complementar e os Regimes Tributários... Pág. 3 2. Tratamento tributário básico... Pág. 4 3. Características próprias

Leia mais

SEÇÃO II DO CARREGAMENTO SEÇÃO VI DA APLICAÇÃO DOS RECURSOS - CAPÍTULO II DO PERÍODO DE PAGAMENTO DO CAPITAL SEGURADO

SEÇÃO II DO CARREGAMENTO SEÇÃO VI DA APLICAÇÃO DOS RECURSOS - CAPÍTULO II DO PERÍODO DE PAGAMENTO DO CAPITAL SEGURADO VGBL ICATU SEGUROS GAP INDIVIDUAL PROCESSO SUSEP nº 15414.000552/2008-99 ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO TÍTULO IV DA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES

Leia mais

Plano TELOS Contribuição Variável - I

Plano TELOS Contribuição Variável - I Plano TELOS Contribuição Variável - I A sua empresa QUER INVESTIR NO SEU FUTURO, E VOCÊ? A sua empresa sempre acreditou na importância de oferecer um elenco de benefícios que pudesse proporcionar a seus

Leia mais

Conhecimentos Bancários. Item 2.3.5- Previdência Privada 2ª parte

Conhecimentos Bancários. Item 2.3.5- Previdência Privada 2ª parte Conhecimentos Bancários Item 2.3.5- Previdência Privada 2ª parte PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA FECHADA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR ABERTA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR ABERTA São planos previdenciários que permitem

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA!

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! Prezado participante, 2 Brasil Foods Sociedade de Previdência Privada Cartilha Plano III Um dos grandes objetivos da política de recursos humanos de

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO VGBL SICREDI RENDA FIXA IS PREV RESERVA

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO VGBL SICREDI RENDA FIXA IS PREV RESERVA VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO VGBL SICREDI RENDA FIXA IS PREV RESERVA TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS Art. 1º A ICATU SEGUROS S.A., com CNPJ de n 42.283.770/0001-39,

Leia mais

SafraPrev FIX GOLD PLUS

SafraPrev FIX GOLD PLUS SafraPrev FIX GOLD PLUS 1. O que é? É um produto na modalidade PGBL Plano Gerador de Benefício Livre, desenvolvido pela Safra Vida e Previdência S/A, com base nos mais modernos conceitos e tendências de

Leia mais

PREVIDÊNCIA RIO BRAVO

PREVIDÊNCIA RIO BRAVO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RIO BRAVO Recomendações ao investidor: As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador

Leia mais

Programa de Previdência OUROFINO. Manual do Participante

Programa de Previdência OUROFINO. Manual do Participante Programa de Previdência OUROFINO Manual do Participante Um excelente investimento no presente e a garantia de um futuro tranquilo Programa Previdenciário Empresarial Itaú - OUROFINO Regras do Programa

Leia mais

Prev Jovem Bradesco PGBL V 40/30 PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL REGULAMENTO CAPÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS

Prev Jovem Bradesco PGBL V 40/30 PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL REGULAMENTO CAPÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS Prev Jovem Bradesco PGBL V 40/30 PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL REGULAMENTO CAPÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS Art.1º- A BRADESCO PREVIDÊNCIA E SEGUROS S.A., doravante denominada Entidade

Leia mais

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE - VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO VGBL SICREDI RENDA FIXA IS PREVIDÊNCIA III- INDIVIDUAL

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE - VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO VGBL SICREDI RENDA FIXA IS PREVIDÊNCIA III- INDIVIDUAL PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE - VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO VGBL SICREDI RENDA FIXA IS PREVIDÊNCIA III- INDIVIDUAL TÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS Art. 1º. A ICATU Seguros S/A*,

Leia mais

Nas transferências não há taxa de carregamento/saída. SafraVGBL MULTI

Nas transferências não há taxa de carregamento/saída. SafraVGBL MULTI SafraVGBL MULTI 1. O que é? É um produto na modalidade VGBL Vida Gerador de Benefício Livre, desenvolvido pela Safra Vida e Previdência S/A, com base nos mais modernos conceitos e tendências de mercado.

Leia mais

REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE - VGBL - MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II - DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III - DA CONTRATAÇÃO

Leia mais

Presente em mais de 170 países. Entre as 100 maiores empresas do mundo (ranking mundial Fortune. Tradição: fundada em 1872

Presente em mais de 170 países. Entre as 100 maiores empresas do mundo (ranking mundial Fortune. Tradição: fundada em 1872 Previdência Privada Zurich Global Presente em mais de 170 países Entre as 100 maiores empresas do mundo (ranking mundial Fortune Tradição: fundada em 1872 Solidez Financeira: classificação AA pela Standard

Leia mais

PGBL MetLife Platinum

PGBL MetLife Platinum PGBL MetLife Platinum MetLife Renda Fixa 1 PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL PGBL METLIFE RENDA FIXA FI PREVIDENCIÁRIO ÍNDICE TÍTULO

Leia mais

CAPÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS

CAPÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS REGULAMENTO DO PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL CAPÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS Art.1º- O GBOEX Grêmio Beneficente, doravante denominado Entidade de Previdência Privada Aberta, institui

Leia mais

Imposto de Renda sem complicação

Imposto de Renda sem complicação Imposto de Renda sem complicação A Porto Seguro Vida e Previdência desenvolveu este manual para auxiliar você no preenchimento da Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda Pessoa Física 2014. Consulte

Leia mais

GBOEX Grêmio Beneficente PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL REGULAMENTO

GBOEX Grêmio Beneficente PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL REGULAMENTO Fl. 1 / 16 GBOEX Grêmio Beneficente PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL INDIVIDUAL REGULAMENTO CAPÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS Art.1º- O GBOEX Grêmio Beneficente, doravante denominado Entidade de Previdência

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO VGBL SICREDI RENDA FIXA IS PREV SELETO JUROS INDIVIDUAL

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO VGBL SICREDI RENDA FIXA IS PREV SELETO JUROS INDIVIDUAL DEZ/2013 VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO VGBL SICREDI RENDA FIXA IS PREV SELETO JUROS INDIVIDUAL TÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS Art. 1º A ICATU Seguros

Leia mais

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

SEGURO DE PESSOAS INDIVIDUAL PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL PROCESSO SUSEP Nº. 15414.

SEGURO DE PESSOAS INDIVIDUAL PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL PROCESSO SUSEP Nº. 15414. Mongeral Aegon Seguros e Previdência S.A. CNPJ: 33.608.308/0001-73 SEGURO DE PESSOAS INDIVIDUAL PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL PROCESSO SUSEP Nº. 15414.004069/2010-06

Leia mais

2º Semestre de 2010 2

2º Semestre de 2010 2 1 2 2º Semestre de 2010 O objetivo deste material é abordar os pontos principais do Plano de Benefícios PreviSenac e não substitui o conteúdo do regulamento. 3 4 Índice PreviSenac para um futuro melhor

Leia mais

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1 PLANO SUPLEMENTAR Material Explicativo 1 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi

Leia mais

Regulamento Private VGBL

Regulamento Private VGBL 803 Regulamento Private VGBL 01/2011 ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS 03 TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES 04 TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO 05 TÍTULO IV DA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES CAPÍTULO I AOS SEGURADOS

Leia mais

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente VIP Resgatável Versão Mai./12

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente VIP Resgatável Versão Mai./12 2 VIP RESGATÁVEL MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. Parabéns, você acaba de adquirir um produto garantido pela CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência S/A que protege a sua família, caso algum imprevisto

Leia mais

Nas transferências não há taxa de carregamento/saída.

Nas transferências não há taxa de carregamento/saída. SafraVGBL MODERADO 1. O que é? É um produto na modalidade VGBL Vida Gerador de Benefício Livre, desenvolvido pela Safra Vida e Previdência S/A, com base nos mais modernos conceitos e tendências de mercado.

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL 1 I ) DAS CARACTERÍSTICAS Art. 1º - A Mongeral Aegon Seguros e Previdência S.A, com CNPJ de n 33.608.308/0001-73,

Leia mais

Guia Rápido de Vendas Planos Rubi, Diamante, Infantil e Coberturas de Proteção Familiar

Guia Rápido de Vendas Planos Rubi, Diamante, Infantil e Coberturas de Proteção Familiar PLANOS DE PREVIDÊNCIA PORTO SEGURO Planos Rubi, Diamante, Infantil e Coberturas de Proteção Familiar PREVIDÊNCIA 1 Planos Rubi, Diamante, Infantil e Coberturas de Proteção Familiar Este guia contém um

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência No dia 21 de julho, o RH do Banco Bradesco e diretores do Bradesco Previdência expuseram, a cerca de 50 dirigentes sindicais, as mudanças no plano de

Leia mais

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

IRPF 2014 CARTILHA IR 2014

IRPF 2014 CARTILHA IR 2014 IRPF 2014 CARTILHA IR 2014 A MAPFRE Previdência desenvolveu para os participantes de plano de previdência complementar PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre), FGB Tradicional (Fundo Gerador de Benefício)

Leia mais

MANUAL DO PARTICIPANTE PGBL

MANUAL DO PARTICIPANTE PGBL MANUAL DO PARTICIPANTE 2/15 ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 CONHEÇA BEM O PLANO ADQUIRIDO...3 O QUE É O PREV PLANO MERCANTIL DO BRASIL?...3 COMO FUNCIONA O PREV PLANO MERCANTIL DO BRASIL?...3 QUEM PODE CONTRATAR?...3

Leia mais

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

Previdência Vida Futura VGBL MetLife C15

Previdência Vida Futura VGBL MetLife C15 Previdência Vida Futura VGBL ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS 03 TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES 04 TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO 06 TÍTULO IV DA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES 07 CAPÍTULO I AOS SEGURADOS

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

ÍNDICE TÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS...3 TÍTULO II - DAS DEFINIÇÕES...3 TÍTULO III - DA CONTRATAÇÃO DO PLANO...4

ÍNDICE TÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS...3 TÍTULO II - DAS DEFINIÇÕES...3 TÍTULO III - DA CONTRATAÇÃO DO PLANO...4 PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS...3 TÍTULO II - DAS DEFINIÇÕES...3 TÍTULO III - DA CONTRATAÇÃO

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO IV DA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO IV DA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR O futuro que você faz agora FUNPRESP-JUD Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Judiciário 2 Funpresp-Jud seja bem-vindo(a)! A Funpresp-Jud ajudará

Leia mais

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

Guia de Declaração de IRPF 2011. Ano-calendário 2010. Previdência. IR 2010 Prev e Cp_v2

Guia de Declaração de IRPF 2011. Ano-calendário 2010. Previdência. IR 2010 Prev e Cp_v2 Guia de Declaração de IRPF 2011 Ano-calendário 2010 Previdência IR 2010 Prev e Cp_v2 Quem é obrigado a declarar? Está obrigada a apresentar a Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda referente

Leia mais

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7 Sumário A função do 3 Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4 Contribuições do Participante 6 Contribuições da Patrocinadora 7 Controle de Contas 8 Investimento dos Recursos 9 Benefícios 10 Em caso de

Leia mais

30/30 VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANOS INDIVIDUAIS TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS

30/30 VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANOS INDIVIDUAIS TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS 30/30 VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANOS INDIVIDUAIS TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS Art. 1º A Bradesco Previdência e Seguros S.A. com CNPJ de nº

Leia mais

Flexprev Personnalité VGBL Mix Crédito Privado Regulamento

Flexprev Personnalité VGBL Mix Crédito Privado Regulamento VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

Tabela 1 Tributos Plano VGBL

Tabela 1 Tributos Plano VGBL Comparativo tributário Produtos Financeiros Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Abril/2008 O objetivo deste levantamento é fazer uma comparação tributária sobre os produtos financeiros existentes

Leia mais

Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil. Contribuição definida

Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil. Contribuição definida Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil Contribuição definida Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil Este folheto contém as principais características do Plano de Previdência Complementar da ArcelorMittal

Leia mais

O plano oferece um leque de coberturas para auxiliá-lo a realizar seus sonhos e, no caso de alguma eventualidade, proteger quem você ama.

O plano oferece um leque de coberturas para auxiliá-lo a realizar seus sonhos e, no caso de alguma eventualidade, proteger quem você ama. , 27 de agosto de 2015 fernando, O Vida Toda Homem foi desenhado para as pessoas que desejam ter a sua independência financeira na aposentadoria, mas também se preocupam em garantir a segurança de sua

Leia mais

REGULAMENTO. Private Solutions PGBL TOP

REGULAMENTO. Private Solutions PGBL TOP REGULAMENTO Private Solutions PGBL TOP ÍNDICE TÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS 4 TÍTULO II - DAS DEFINIÇÕES 5 TÍTULO III - DA CONTRATAÇÃO DO PLANO 6 TÍTULO IV - DA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES 7 CAPÍTULO I

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL Soberano

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL Soberano VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL Soberano TÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS...6 TÍTULO II - DAS DEFINIÇÕES...7 TÍTULO III - DA CONTRATAÇÃO

Leia mais

MANUAL DO SEGURADO VGBL

MANUAL DO SEGURADO VGBL MANUAL DO SEGURADO 2/15 ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 CONHEÇA BEM O PLANO ADQUIRIDO...3 O QUE É O PREV PLANO MERCANTIL DO BRASIL?...3 COMO FUNCIONA O PREV PLANO MERCANTIL DO BRASIL?...3 QUEM PODE CONTRATAR?...3

Leia mais

Cartilha Previdência Sem Mistério

Cartilha Previdência Sem Mistério Cartilha Previdência Sem Mistério Seja bem-vindo! Interessado em saber tudo sobre Previdência Privada? Em nossa cartilha você encontra: Os principais conceitos desse produto Explicação dos termos que ninguém

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO IV DA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO IV DA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

Previdência Complementar

Previdência Complementar Cartilha Previdência Complementar Guia Fácil de Tributação TRATAMENTO TRIBUTÁRIO BÁSICO A primeira informação que deve ser observada na escolha de um plano de previdência que tenha como propósito a acumulação

Leia mais

SEÇÃO I DAS CONTRIBUIÇÕES SEÇÃO II DO CARREGAMENTO SEÇÃO V DA PORTABILIDADE SEÇÃO VI DA APLICAÇÃO DOS RECURSOS

SEÇÃO I DAS CONTRIBUIÇÕES SEÇÃO II DO CARREGAMENTO SEÇÃO V DA PORTABILIDADE SEÇÃO VI DA APLICAÇÃO DOS RECURSOS REGULAMENTO PGBL ICATU PRIVILEGE RENDA FIXA - INDIVIDUAL PROCESSO SUSEP nº 15414.005028/2011-18 ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO TÍTULO IV

Leia mais

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

Índice 1. Obrigatoriedades... 3. 2. Forma de elaborar a declaração de IRPF 2013... 4. 2.1 Formas de entrega... 4. 2.2 Prazo de entrega...

Índice 1. Obrigatoriedades... 3. 2. Forma de elaborar a declaração de IRPF 2013... 4. 2.1 Formas de entrega... 4. 2.2 Prazo de entrega... Índice 1. Obrigatoriedades... 3 2. Forma de elaborar a declaração de IRPF 2013... 4 2.1 Formas de entrega... 4 2.2 Prazo de entrega... 4 2.3 Multa pelo atraso na entrega da declaração... 4 3. Modelos de

Leia mais

SEÇÃO II DO CARREGAMENTO SEÇÃO V DA PORTABILIDADE SEÇÃO VI DA APLICAÇÃO DOS RECURSOS SEÇÃO I DOS TIPOS, CONCESSÃO E PAGAMENTO

SEÇÃO II DO CARREGAMENTO SEÇÃO V DA PORTABILIDADE SEÇÃO VI DA APLICAÇÃO DOS RECURSOS SEÇÃO I DOS TIPOS, CONCESSÃO E PAGAMENTO VGBL JPM ICATU SEG DYNAMIC PROCESSO SUSEP nº 15414.003306/2012-75 ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO TÍTULO IV DA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES

Leia mais

Cartilha do Participante

Cartilha do Participante FACEAL Fundação Ceal de Assistência Social e Previdência Cartilha do Participante Manual de Perguntas e Respostas Plano Faceal CD Prezado leitor, A FACEAL apresenta esta cartilha de perguntas e respostas

Leia mais

IRPF 2012 Cartilha IR 2012

IRPF 2012 Cartilha IR 2012 IRPF 2012 Cartilha IR 2012 A MAPFRE Previdência desenvolveu para os participantes de plano de previdência complementar PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre), FGB Tradicional (Fundo Gerador de Benefício)

Leia mais

VGBL SafraPrev Renda Fixa Corporate I VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO COLETIVO AVERBADO

VGBL SafraPrev Renda Fixa Corporate I VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO COLETIVO AVERBADO VGBL SafraPrev Renda Fixa Corporate I VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO COLETIVO AVERBADO TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES

Leia mais

Declaração de Imposto de Renda 2012

Declaração de Imposto de Renda 2012 Declaração de Imposto de Renda 2012 Cartilha Índice 1. Forma de elaborar a declaração de IRPF 2012... 3 1.1 Formas de entrega... 3 1.2 Prazo de entrega... 3 1.3 Multa pelo atraso na entrega da declaração...

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

ÍNDICE SEÇÃO I DAS CONTRIBUIÇÕES SEÇÃO II DO CARREGAMENTO SEÇÃO IV DOS RESULTADOS FINANCEIROS SEÇÃO V DO RESGATE SEÇÃO VI DA PORTABILIDADE

ÍNDICE SEÇÃO I DAS CONTRIBUIÇÕES SEÇÃO II DO CARREGAMENTO SEÇÃO IV DOS RESULTADOS FINANCEIROS SEÇÃO V DO RESGATE SEÇÃO VI DA PORTABILIDADE PLANO COM REMUNERAÇÃO GARANTIDA E PERFORMANCE PRGP MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES ÍNDICE TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO

Leia mais

VPREG01VGINDRV45010809

VPREG01VGINDRV45010809 ÍNDICE VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL TÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS...3 TÍTULO II - DAS DEFINIÇÕES...4 TÍTULO III - DA CONTRATAÇÃO

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO (NOME FANTASIA DO PRODUTO) (NOME FANTASIA DO PRODUTO) - MODALIDADE: INCENTIVO PROCESSO SUSEP Nº: (nº processo SUSEP)

CONDIÇÕES GERAIS DO (NOME FANTASIA DO PRODUTO) (NOME FANTASIA DO PRODUTO) - MODALIDADE: INCENTIVO PROCESSO SUSEP Nº: (nº processo SUSEP) - textos na cor azul serão adotados caso selecionados; - textos na cor vermelha deverão ser suprimidos no documento original e trata-se de informações para a elaboração do Título; - textos em negrito,

Leia mais

REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL UNIMED VGBL-RF 100 TAF 0,99%aa

REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL UNIMED VGBL-RF 100 TAF 0,99%aa ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO TÍTULO IV DA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES - CAPÍTULO I AOS SEGURADOS - CAPÍTULO II AOS ASSISTIDOS - CAPÍTULO

Leia mais

Cartilha Imposto de Renda 2014 ÍNDICE 1. OBRIGATORIEDADE DE APRESENTAÇÃO...3

Cartilha Imposto de Renda 2014 ÍNDICE 1. OBRIGATORIEDADE DE APRESENTAÇÃO...3 CARTILHA DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA 2014 ÍNDICE 1. OBRIGATORIEDADE DE APRESENTAÇÃO...3 2. FORMA DE ELABORAR A DECLARAÇÃO DE IRPF 2014...4 2.1 FORMAS DE ENTREGA...4 2.2 PRAZO DE ENTREGA...4 2.3 MULTA

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

FLEXPREV PGBL MIDDLE RF

FLEXPREV PGBL MIDDLE RF FLEXPREV PGBL MIDDLE RF Versão: Julho/2009 TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS Art. 1º A ITAÚ VIDA E PREVIDÊNCIA S.A., doravante denominada EAPC, com CNPJ de n 92.661.388/0001-90, institui o PGBL, PLANO GERADOR

Leia mais

Guia do Programa Previdenciário Empresarial

Guia do Programa Previdenciário Empresarial Guia do Programa Previdenciário Empresarial Uma escolha muda todo o seu futuro. Conheça a novidade que o Itaú e a ABRACAF têm para você! Pensando em você, a ABRACAF e o Itaú criaram um plano de Previdência

Leia mais

FLEXPREV VGBL RF Regulamento Versão: Novembro/2010

FLEXPREV VGBL RF Regulamento Versão: Novembro/2010 TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS Art. A ITAÚ VIDA E PREVIDÊNCIA S.A., com CNPJ de n 92.661.388/0001-90, institui o VGBL, VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE, Seguro de Vida com Cobertura por Sobrevivência, estruturado

Leia mais

FLEXPREV VGBL PROTEÇÃO FAMILIAR Regulamento Versão: Maio/2011

FLEXPREV VGBL PROTEÇÃO FAMILIAR Regulamento Versão: Maio/2011 TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS Art. A ITAÚ VIDA E PREVIDÊNCIA S.A., com CNPJ de n 92.661.388/0001-90, institui o VGBL, VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE, Seguro de Vida com Cobertura por Sobrevivência, estruturado

Leia mais

Vida Gerador de BenefícioLivre. VGBL Modalidade de Contribuição Variável

Vida Gerador de BenefícioLivre. VGBL Modalidade de Contribuição Variável Vida Gerador de BenefícioLivre VGBL Modalidade de Contribuição Variável Sumário Geral Regulamento FIX 100 FIF... Regulamento MIX 20 FIF... Regulamento MIX 40FIF... Renda por Invalidez... Pensão ao Cônjuge...

Leia mais

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE - PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO PGBL ICATU ESTRATÉGIA 2040 SILVER - INDIVIDUAL

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE - PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO PGBL ICATU ESTRATÉGIA 2040 SILVER - INDIVIDUAL PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE - PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO PGBL ICATU ESTRATÉGIA 2040 SILVER - INDIVIDUAL TÍTULO I - DAS CARACTERÍSTICAS Art. 1º. A ICATU Seguros S/A*, doravante

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRASILCAP CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP EMPRESA FLEX - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO COLETIVO AVERBADO ÍNDICE

PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO COLETIVO AVERBADO ÍNDICE PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO COLETIVO AVERBADO ÍNDICE TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO

Leia mais

REGULAMENTO PGBL ICATU BTG PACTUAL SELECT - INDIVIDUAL ÍNDICE

REGULAMENTO PGBL ICATU BTG PACTUAL SELECT - INDIVIDUAL ÍNDICE PLANO GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE PGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES REGULAMENTO PGBL ICATU BTG PACTUAL SELECT - INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO III

Leia mais