Manual do Utilizador

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual do Utilizador"

Transcrição

1 Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra Departamento de Engenharia Electrotécnica e Computadores Software de Localização GSM para o modem Siemens MC35i Manual do Utilizador

2 Índice Índice... i Índice de Figuras... ii Introdução... 1 Objectivo do Software... 1 Requisitos... 1 Instalação... 2 Menu Conf... 4 Menu Telemóvel... 4 Telefonar... 5 SMS... 5 Ler SMS... 5 Lista Telefónica... 6 Estudo de Potência... 6 Menu Modo de treino... 7 Métodos de localização... 9 Erro mínimo e estimação Bayesiana... 9 Enquadramento... 9 Localização Localização pelo método do menor erro e estimação Bayesiana Localização pelo método do enquadramento Base de Dados Pública Menu Avançado Bibliografia Setembro 2006 Pág. i

3 Índice de Figuras Figura 1: Menu de Boas vindas do programa de instalação... 2 Figura 2: Escolha da directoria de instalação... 2 Figura 3: Menu principal da versão DOS... 3 Figura 4: Página inicial da versão Windows... 3 Figura 5: Inserção do PIN e selecção da Porta de Comunicação... 4 Figura 6: Menu Telemóvel... 5 Figura 7: Menu Estudo de Potência... 6 Figura 8: Exemplo de um script do estudo de potência... 7 Figura 9: Menu Modo de treino... 7 Figura 10: Exemplo do povoamento de uma Base de Dados Figura 11: Estimação Bayesiana e Menor erro Figura 12: Método do enquadramento Setembro 2006 Pág. ii

4 Introdução Objectivo do Software O objectivo deste software é fornecer uma ferramenta completa para a implementação do projecto de licenciatura Localização usando sinais GSM. Foram desenvolvidas duas versões do software, uma versão que corre em MS-DOS e outra em Windows; este manual pretende dar a conhecer a versão Windows uma vez que a versão MS-DOS contém as mesmas funcionalidades. Para mais detalhes sobre a metodologia do projecto, poderá consultar o relatório final. O software foi desenvolvido com o intuito de inserir e manusear os seguintes aspectos: Funções de telemóvel Estudo de perfis de Potência Inserção e manuseamento de Base de Dados Métodos de localização Requisitos Para uma utilização correcta deste software necessita de possuir um computador com os seguintes requisitos: Microsoft Windows 95 ou posterior. 20 MB de espaço livre 16 MB de memória RAM Modem GSM Siemens MC35i Setembro 2006 Pág. 1

5 Instalação O GSM Chaser instala-se de forma automática, para iniciar o processo de instalação execute o ficheiro de instalação do GSM Chaser. Figura 1: Menu de Boas vindas do programa de instalação No menu da figura 1 escolha NEXT. Figura 2: Escolha da directoria de instalação Escolha a directoria para qual deseja copiar o GSM Chaser. Setembro 2006 Pág. 2

6 Após concluído o processo de instalação poderá iniciar o programa na versão MS-DOS ou na versão Windows executando os ficheiros GC DOS e o GC respectivamente. A figura 3 mostra o menu principal da versão DOS e a figura 4 o ecrã inicial da versão Windows. Figura 3: Menu principal da versão DOS Figura 4: Página inicial da versão Windows Setembro 2006 Pág. 3

7 Menu Conf Figura 5: Inserção do PIN e selecção da Porta de Comunicação Ligue o modem e conecte-o à porta RS232 do seu computador, de seguida inicie o programa. Na janela de configuração, poderá inserir o PIN do cartão (caso este esteja activo), e seleccionar a porta COM que o modem está a utilizar caso não saiba a porta utilizada pressione o botão Autodectar. Pode escolher o número de medições a recolher por local, por default esse número será 15. Se por ventura um utilizador colocar um cartão SIM no modem de uma operadora diferente da operadora em que a base de dados foi construída, ou caso a base de dados seja proveniente de outro país, o GSM Chaser vai recusar o pedido de localização caso a opção protecção se encontre activa. A partir deste momento poderá utilizar todas as funcionalidades do software. Menu Telemóvel No menu telemóvel poderá encontrar todas as funcionalidades que estão disponíveis em qualquer telemóvel. Setembro 2006 Pág. 4

8 Figura 6: Menu Telemóvel Telefonar Neste menu, basta inserir o número de telefone para o qual pretende ligar no campo Número e de seguida clicar em Chamar. Para terminar a chamada clique em Terminar. SMS Para enviar um SMS, abra o menu SMS e de seguida, no campo mensagem digite a mensagem sms que deseja enviar. No outro campo introduza o número de telefone para dar seguimento ao sms basta clicar em Enviar. Ler SMS Para ler os SMSs basta clicar em Ler, o programa irá carregar todas as mensagens escritas disponíveis para o campo deste menu. Setembro 2006 Pág. 5

9 Lista Telefónica Se desejar consultar a lista telefónica, dentro do menu lista telefónica, carregue em ver. Estudo de Potência O menu estudo de potência permite criar um script Matlab com o qual se pode visualizar a variação das potências recebidas num dado local. Seleccione em primeiro lugar o período entre amostras recolhidas e o tempo que deseja para efectuar o estudo, no campo local designe o nome que deseja para descrever o local onde se encontra, o nome por defeito é script. Carregue em GO para iniciar o processo e espere até aparecer uma janela com o seguinte texto: O script foi concluído com êxito. Tenha em conta que o processo pode ser um pouco demorado. Figura 7: Menu Estudo de Potência No final do processo é gerado um ficheiro na directoria em que se encontra instalado o programa, com o seguinte formato: Local_TempoTotal_Periodo.m. Poderá carregar este ficheiro em qualquer versão gráfica do Matlab. A Figura 8 mostra o aspecto depois do scritp ter sido carregado no Matlab. Setembro 2006 Pág. 6

10 Figura 8: Exemplo de um script do estudo de potência A versão MS-DOS incorpora ainda uma opção que permite inicializar o estudo de potência sem que seja definido um tempo total para a recolha das amostras, neste caso, basta ao utilizador carregar numa tecla para parar. Menu Modo de treino Figura 9: Menu Modo de treino Setembro 2006 Pág. 7

11 Para se poder utilizar as funções de localização é necessária a construção prévia de uma base de dados que irá servir de apoio aos algoritmos de localização. Para começar o povoamento de uma base de dados são necessários 6 passos: 1. Comece por escolher entre criar uma base de dados nova ou utilizar uma já existente. 2. No caso de ter seleccionado a opção de base de dados já existente, escreva no campo nome o nome com o qual esta se encontra gravada, não se esqueça da extensão do ficheiro; se a opção seleccionada for a de criar uma nova base de dados, digite no mesmo campo, o nome com o qual deseja gravar a nova base de dados. 3. Insira uma referência do local no campo local; numa posterior localização se se encontrar nesse mesmo local o programa irá devolver o texto inserido neste campo. 4. Seleccione o método adequado para o povoamento da base de dados, existem dois métodos disponíveis, o método do erro mínimo e de estimação Bayesiana e o método de enquadramento. Poderá consultar na secção seguinte qual melhor se ajusta ao tipo de localização que pretende. 5. Pressione GO e espere até a barra de progressão chegar a 100%, no caso da estimação através do método de enquadramento a barra de progressão só chegará a 100% após a inserção de 4 medidas, após retirar uma medida, coloque-se no sitio onde deseja retirar a medida seguinte e carregue em OK, repita o processo até a barra de progressão chegar a 100%. 6. Depois de conseguir as várias assinaturas GSM, poderá testar o estado da base de dados, se essa poderá ser ou não ser confiável para o processo de localização, ela é mais confiável quanto maior for o número de antenas detectadas, o Teste de Confiabilidade tem o valor de 100% se a base de dados conter apenas assinaturas com dados de sete antenas distintas por local. Atenção: Sempre que uma base de dados é actualizada, é criado um ficheiro temporário com o nome de temp.tmp, onde ficará guardada a base de dados antes da actualização. Poderá assim recuperar todos os dados da base de dados em caso de falha no programa. Setembro 2006 Pág. 8

12 Métodos de localização Os métodos de localização para os quais se prevê a utilização das bases de dados criadas por este software, estão descritos de uma maneira aprofundada no relatório final de projecto [GSMDeec01]. De seguida dá-se uma descrição superficial da utilização de ambos os métodos. Erro mínimo e estimação Bayesiana O povoamento de uma base de dados com vista a pedidos de localização através do erro mínimo e estimação Bayesiana terá um carácter mais geral do que o método do enquadramento, uma vez que permite a recolha de pontos de uma maneira mais aleatória do que o método do enquadramento. Enquadramento Para registar um local este método irá necessitar de 4 medições distintas. O objectivo principal deste método, é o de localizar salas no interior de edifícios; neste caso o procedimento adequado será o de retirar as 4 medições, uma em cada canto da sala e seguir o seguinte protocolo: 1. Escolher um ponto de referência tal como uma porta. No caso de ambiguidade escolher um dos pontos possíveis e fazer referência no nome, por exemplo para o caso da Figura 10 utilizar IT_PortaNorte. 2. Começar a retirar as medições a partir deste ponto e no sentido horário; para que aquando do pedido de localização exista uma referência de modo a enquadrar segundo um referencial de coordenadas, a possível posição dentro da sala. Setembro 2006 Pág. 9

13 Figura 10: Exemplo do povoamento de uma Base de Dados para o método do enquadramento Este método também pode ser utilizado para localizar edifícios, em vez de as 4 medições serem tiradas nos cantos de uma sala, serem tiradas em 4 pontos distintos do edifício. A base de dados criada através deste método poderá ser utilizada na localização pelo método do erro mínimo e estimação Bayesiana porém tenha em conta que, uma base de dados criada para o método de localização através do erro mínimo e estimação Bayesiana não pode ser utilizada para localização através do método de enquadramento. Setembro 2006 Pág. 10

14 Localização Para pedir pedidos de localização poderá ser utilizado um dos métodos mencionados no capítulo anterior. Localização pelo método do menor erro e estimação Bayesiana Figura 11: Estimação Bayesiana e Menor erro. Insira no campo Base de Dados o nome da base de dados que pretende utilizar, pressione o botão GO e espere pelo resultado. Este método devolve dois resultados possíveis para a localização, o resultado que aparece no lado do Estimação Bayesiana utiliza um algoritmo de decisão que se baseia na medição da base de dados a qual tem maior grau de semelhança com a amostra recolhida nesse instante, o resultado através do Menor Erro, utiliza um algoritmo de decisão bastante diferente, para mais informações utilize o relatório final [GSMDeec01]. Setembro 2006 Pág. 11

15 Localização pelo método do enquadramento Figura 12: Método do enquadramento Neste método de localização existem várias configurações possíveis. Poderá definir os factores K e sensibilidade, ou se preferir o factor sensibilidade poderá ser calculado de forma automática se a caixa automático estiver verificada. Para mais informações acerca destes factores poderá consultar o relatório final[gsmdeec01]. Como recomendação poderá utilizar valores de k e sensibilidade altos se estiver a encontrar poucos pontos, e valores baixos se acontecer o inverso. Após a computação do pedido de localização este método devolve no campo Pontos, o número de pontos semelhantes entre a medida devolvida e amostra recolhida, o número máximo de pontos semelhantes são 7, por isso quanto mais o número de pontos se aproxima deste valor maior é o grau de confiança do pedido de localização. Os campos XX e YY fazem corresponder a posições na sala. A posição 0/0 representa o centro; de acordo com o modo de povoamento da base de dados os cantos são denotados pela posição 1/1, 1/-1, -1/-1 e -1/1. Setembro 2006 Pág. 12

16 Base de Dados Pública Se pretender visitar a página oficial do GSM Chaser poderá clicar a qualquer momento em Base de Dados Pública. Na página web do programa é possível encontrar bases de dados de vários locais, e ficar a conhecer mais acerca deste projecto. Menu Avançado O GSM Chaser contém uma opção escondida que permite o envio de comandos AT ao modem GSM. Os comandos AT permitem configurar o modem e permitem pedir todo o tipo de funcionalidades que ele possui. Para conseguir aceder a esta funcionalidade deverá colocar no menu Estudo de Potência o período com o valor 24 e o tempo total de 9 minutos. Após esta operação, entre no menu de envio de sms. No campo destinado para a inserção do número de telemóvel introduza o comando AT pretendido e prima enviar. A resposta por parte do modem será exibida no menu destinado a visualização de mensagens escritas. Setembro 2006 Pág. 13

17 Bibliografia [GSMDeec01] Cabrita, A., Queirós, R. e Santos, A., Localização usando sinais GSM, Coimbra, Setembro Setembro 2006 Pág. 14

SAFT para siscom. Manual do Utilizador. Data última versão: 07.11.2008 Versão: 1.01. Data criação: 21.12.2007

SAFT para siscom. Manual do Utilizador. Data última versão: 07.11.2008 Versão: 1.01. Data criação: 21.12.2007 Manual do Utilizador SAFT para siscom Data última versão: 07.11.2008 Versão: 1.01 Data criação: 21.12.2007 Faro R. Dr. José Filipe Alvares, 31 8005-220 FARO Telf. +351 289 899 620 Fax. +351 289 899 629

Leia mais

bit Tecnologia ao Serviço do Mundo Rural www.ruralbit.pt

bit Tecnologia ao Serviço do Mundo Rural www.ruralbit.pt bit Tecnologia ao Serviço do Mundo Rural www.ruralbit.pt :: Ruralbit :: http://www.ruralbit.pt :: Índice :: Ruralbit :: http://www.ruralbit.pt :: Pág. 1 Introdução O Pocket Genbeef Base é uma aplicação

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR

MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR Versão 1.6 PÁGINA DE PESQUISA A página principal do PacWeb permite a realização de um número muito variado de pesquisas, simples, ou pelo contrário extremamente complexas, dependendo

Leia mais

Copyright 2008 GrupoPIE Portugal, S.A.

Copyright 2008 GrupoPIE Portugal, S.A. WinREST Sensor Log A Restauração do Séc. XXI WinREST Sensor Log Copyright 2008 GrupoPIE Portugal, S.A. 2 WinREST Sensor Log Índice Índice Pag. 1. WinREST Sensor Log...5 1.1. Instalação (aplicação ou serviço)...6

Leia mais

No final desta sessão o formando deverá ser capaz de aceder ao Word e iniciar um novo documento.

No final desta sessão o formando deverá ser capaz de aceder ao Word e iniciar um novo documento. Sessão nº 2 Iniciar um novo documento Objectivos: No final desta sessão o formando deverá ser capaz de aceder ao Word e iniciar um novo documento. Iniciar um novo documento Ao iniciar-se o Word, este apresenta

Leia mais

Manual Gespos SMS. (ultima revisão 20 Fev. 2003)

Manual Gespos SMS. (ultima revisão 20 Fev. 2003) Manual Gespos SMS (ultima revisão 20 Fev. 2003) Prezado Utilizador, É objectivo deste manual servir de ferramenta de formação para que o utilizador dos aplicativos Escripóvoa, possa de uma forma simples

Leia mais

MANUAL DE CONSULTA RÁPIDA DO MODEM OPTIONS FOR NOKIA 7650. Copyright 2002 Nokia. Todos os direitos reservados 9354493 Issue 2

MANUAL DE CONSULTA RÁPIDA DO MODEM OPTIONS FOR NOKIA 7650. Copyright 2002 Nokia. Todos os direitos reservados 9354493 Issue 2 MANUAL DE CONSULTA RÁPIDA DO MODEM OPTIONS FOR NOKIA 7650 Copyright 2002 Nokia. Todos os direitos reservados 9354493 Issue 2 Índice 1. INTRODUÇÃO...1 2. INSTALAR O MODEM OPTIONS FOR NOKIA 7650...1 3. SELECCIONAR

Leia mais

Seu manual do usuário EPSON LQ-630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/1120693

Seu manual do usuário EPSON LQ-630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/1120693 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual do usuário (informação,

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

VM Card. Referência das Definições Web das Funções Avançadas. Manuais do Utilizador

VM Card. Referência das Definições Web das Funções Avançadas. Manuais do Utilizador VM Card Manuais do Utilizador Referência das Definições Web das Funções Avançadas 1 Introdução 2 Ecrãs 3 Definição de Arranque 4 Informações de Função Avançada 5 Instalar 6 Desinstalar 7 Ferramentas do

Leia mais

Microsoft Windows. Aspectos gerais

Microsoft Windows. Aspectos gerais Aspectos gerais É um sistema operativo desenvolvido pela Microsoft Foi desenhado de modo a ser fundamentalmente utilizado em computadores pessoais Veio substituir o sistema operativo MS-DOS e as anteriores

Leia mais

PRIMAVERA EXPRESS: Funcionalidades do Produto

PRIMAVERA EXPRESS: Funcionalidades do Produto PRIMAVERA EXPRESS: Funcionalidades do Produto Como efetuo a mudança de ano do Ponto de Venda? No Programa Express aceda a Tabelas Pontos de Venda Postos de Venda abrir o separador Movimentos Caixa e: -

Leia mais

Guia Passo a Passo de Actualização do Windows 8.1

Guia Passo a Passo de Actualização do Windows 8.1 Guia Passo a Passo de Actualização do Windows 8.1 Instalação e Actualização do Windows 8.1 Actualizar o BIOS, aplicações, controladores e executar o Windows Update Seleccionar o tipo de instalação Instalar

Leia mais

MANUAL DE UTILIZADOR Aplicativo: Análise do Estudo da Lição da Escola Sabatina. 0. INTRODUÇÃO... 2 1. ARRANQUE DO APLICATIVO... 2 1.1. Início...

MANUAL DE UTILIZADOR Aplicativo: Análise do Estudo da Lição da Escola Sabatina. 0. INTRODUÇÃO... 2 1. ARRANQUE DO APLICATIVO... 2 1.1. Início... Índice 0. INTRODUÇÃO... 2 1. ARRANQUE DO APLICATIVO... 2 1.1. Início... 2 1.2. Perguntas de segurança... 2 2. FORMULÁRIO PRINCIPAL DO APLICATIVO... 4 2.1. Caixa de Texto: Nome da Igreja... 4 2.2. Botão:

Leia mais

Manual do Gestor da Informação do Sistema

Manual do Gestor da Informação do Sistema Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Licenciatura Informática e Computação Laboratório de Informática Avançada Automatização de Horários Manual do Gestor da Informação do Sistema João Braga

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO DAS PARTICIPAÇÕES DO ESTADO

SISTEMA DE INFORMAÇÃO DAS PARTICIPAÇÕES DO ESTADO SISTEMA DE INFORMAÇÃO DAS PARTICIPAÇÕES DO ESTADO SIPART (versão Setembro/2004) Manual de Utilização ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. ACEDER À APLICAÇÃO...4 3. CRIAR NOVO UTILIZADOR...5 4. CARACTERIZAÇÃO GERAL

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador Acronis Servidor de Licença Manual do Utilizador ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Descrição geral... 3 1.2 Política de licenças... 3 2. SISTEMAS OPERATIVOS SUPORTADOS... 4 3. INSTALAR O SERVIDOR DE LICENÇA

Leia mais

Manual de Instalação. Gestão Comercial Golfinho. Gestão Comercial Golfinho - Manual de Instalação

Manual de Instalação. Gestão Comercial Golfinho. Gestão Comercial Golfinho - Manual de Instalação Manual de Instalação Gestão Comercial Golfinho 1 Caro Utilizador, É com muito gosto que lhe damos as boas vindas agradecendo a sua preferência pelos nossos produtos. Este manual tenta auxilia-lo na instalação

Leia mais

Programação 2008/2009 MEEC Guia de instalação do PC de programação

Programação 2008/2009 MEEC Guia de instalação do PC de programação Programação 2008/2009 MEEC Guia de instalação do PC de programação Requisitos: PC 1Gbyte de memória Windows, Linux ou Mac OS X. Aplicação Virtualbox. (www.virtualbox.org) O uso de máquinas virtuais permite

Leia mais

1 - Imprimir documentos na rede da escola.

1 - Imprimir documentos na rede da escola. 1 - Imprimir documentos na rede da escola. 1.1 - Entrar no sistema interno da escola (escopal.edu) Inserir o seu Nome de Utilizador Inserir a sua Palavra - passe Seleccionar ESCOPAL 1.2 Instalar a impressora

Leia mais

Motorola Phone Tools. Início Rápido

Motorola Phone Tools. Início Rápido Motorola Phone Tools Início Rápido Conteúdo Requisitos mínimos... 2 Antes da instalação Motorola Phone Tools... 3 Instalar Motorola Phone Tools... 4 Instalação e configuração do dispositivo móvel... 5

Leia mais

FemtoM2M. Programação de Firmware. Versão: 1.0 Data: 2014-11-05

FemtoM2M. Programação de Firmware. Versão: 1.0 Data: 2014-11-05 FemtoM2M Programação de Firmware Versão: 1.0 Data: 2014-11-05 Nome do Documento: FemtoM2M Programação de Firmware Versão: 1.0 Data: 2014-11-05 Identificador: TC_FemtoM2M-Firmware-Load-PT_v1.0 Conteúdo

Leia mais

3. No painel da direita, dê um clique com o botão direito do mouse em qualquer espaço livre (área em branco).

3. No painel da direita, dê um clique com o botão direito do mouse em qualquer espaço livre (área em branco). Permissões de compartilhamento e NTFS - Parte 2 Criando e compartilhando uma pasta - Prática Autor: Júlio Battisti - Site: www.juliobattisti.com.br Neste tópico vamos criar e compartilhar uma pasta chamada

Leia mais

Alteração do POC (Decreto de Lei nº. 35/2005) no sispoc

Alteração do POC (Decreto de Lei nº. 35/2005) no sispoc DOSPrinter Manual do Utilizador Alteração do POC (Decreto de Lei nº. 35/2005) no sispoc Data última versão: 20.03.2006 Versão : 1.1 Data criação: 01.03.2006 Faro R. Dr. José Filipe Alvares, 31 8005-220

Leia mais

Tutorial: Do YouTube para o PowerPoint

Tutorial: Do YouTube para o PowerPoint Autor: João Pina aragaopina@gmail.com 01-03-2010 OBJECTIVOS No final deste tutorial será capaz de: A. Retirar vídeos do YouTube; B. Converter os vídeos num formato passível de ser integrado em PowerPoint;

Leia mais

Manual de Utilizador. Disciplina de Projecto de Sistemas Industriais. Escola Superior de Tecnologia. Instituto Politécnico de Castelo Branco

Manual de Utilizador. Disciplina de Projecto de Sistemas Industriais. Escola Superior de Tecnologia. Instituto Politécnico de Castelo Branco Escola Superior de Tecnologia Instituto Politécnico de Castelo Branco Departamento de Informática Curso de Engenharia Informática Disciplina de Projecto de Sistemas Industriais Ano Lectivo de 2005/2006

Leia mais

Boot Camp Manual de Instalação e Configuração

Boot Camp Manual de Instalação e Configuração Boot Camp Manual de Instalação e Configuração Conteúdo 3 Introdução 3 Do que necessita 4 Descrição geral da instalação 4 Passo 1: Procurar actualizações 4 Passo 2: Preparar o computador Mac para o Windows

Leia mais

Folha de Cálculo (Excel)

Folha de Cálculo (Excel) Tecnologias de Informação e Comunicação Folha de Cálculo (Excel) Professor: Rafael Vieira. 1. Introdução à folha de cálculo o nome folha de cálculo atribuído a este tipo de programas, deve-se, principalmente,

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Ementas : Email e SMS. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Ementas : Email e SMS. v2011 Manual Avançado Ementas : Email e SMS v2011 1. Índice 2. INTRODUÇÃO... 2 3. INICIAR O ZSRest FrontOffice... 3 1 4. CONFIGURAÇÃO INICIAL... 4 b) Configurar E-Mail... 4 c) Configurar SMS... 5 i. Configurar

Leia mais

Manual Brother Image Viewer para Android

Manual Brother Image Viewer para Android Manual Brother Image Viewer para Android Versão 0 POR Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado o seguinte ícone: NOTA As Notas indicam o que fazer perante uma determinada situação

Leia mais

Manual de Boas Práticas na Utilização Laboratorial. Manual de Boas Práticas Na Utilização Laboratorial

Manual de Boas Práticas na Utilização Laboratorial. Manual de Boas Práticas Na Utilização Laboratorial Manual de Boas Práticas Na Utilização Laboratorial Índice 1. Utilização de máquinas virtuais... 3 1.1. Manuseamento da máquina virtual Windows... 5 2. Sabe que pode utilizar a projecção em simultâneo com

Leia mais

Conceitos importantes

Conceitos importantes Conceitos importantes Informática Informação + Automática Tratamento ou processamento da informação, utilizando meios automáticos. Computador (Provem da palavra latina: computare, que significa contar)

Leia mais

Perguntas Frequentes Assinatura Digital

Perguntas Frequentes Assinatura Digital Perguntas Frequentes Assinatura Digital Conteúdo Onde posso obter a minha assinatura digital qualificada... 1 O que preciso para assinar um documento com o cartão de cidadão... 1 Como assinar um documento

Leia mais

1 Ajuda da Internet M vel Clix

1 Ajuda da Internet M vel Clix 1 Ajuda da Internet M vel Clix Descrição geral Esta aplicação permite Ligar/Desligar por intermédio de uma PC Card / Modem USB. Janela principal da Internet M vel Clix Indica o estado de roaming Minimizes

Leia mais

GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1)

GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1) GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1) MICROSOFT OUTLOOK 2003 - OBJECTIVOS OBJECTIVOS: Enumerar as principais funcionalidades do Outlook; Demonstrar a utilização das ferramentas do correio electrónico;

Leia mais

MANUAL INSTALAÇÃO GESPOS WINDOWS

MANUAL INSTALAÇÃO GESPOS WINDOWS MANUAL INSTALAÇÃO GESPOS WINDOWS A instalação do Gespos para Windows deverá ser feita no Windows 98 Segunda Edição ou superior. Independentemente do Sistema Operativo, antes de proceder à instalação da

Leia mais

Guia Rápido do Contacts

Guia Rápido do Contacts Guia Rápido do Contacts IPBRICK SA 12 de Novembro de 2014 1 Conteúdo 1 Introdução 3 2 IPBrick - Contactos 3 2.1 Separador Administração........................ 4 2.1.1 Requisitos dos ficheiros.csv..................

Leia mais

Relatório SHST - 2003

Relatório SHST - 2003 Relatório da Actividade dos Serviços de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho Relatório SHST - 2003 Programa de Validação e Encriptação Manual de Operação Versão 1.1 DEEP Departamento de Estudos, Estatística

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Acer edatasecurity Management

Acer edatasecurity Management 1 Acer edatasecurity Management Através da aplicação das mais avançadas tecnologias criptográficas, o Acer edatasecurity Management oferece aos utilizadores de PCs Acer uma maior segurança ao nível dos

Leia mais

CONFIGURAÇÃO MINIMA EXIGIDA:

CONFIGURAÇÃO MINIMA EXIGIDA: Este tutorial parte do princípio que seu usuário já possua conhecimentos básicos sobre hardware, sistema operacional Windows XP ou superior, firewall, protocolo de rede TCP/IP e instalação de software.

Leia mais

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito Mais informação Acesso ao Sistema de Transferência Electrónica de dados de Inquéritos (STEDI). Onde se acede ao sistema de entrega de Inquéritos? Deverá aceder ao sistema através do site do GEP www.gep.mtss.gov.pt

Leia mais

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 Google Sites A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 1. Google Sites A Google veio anunciar que, para melhorar as funcionalidades centrais do Grupos Google, como listas de discussão

Leia mais

OneTouch ZOOM Pro Diabetes Management Software. Guia de Instalação. Procedimento de instalação

OneTouch ZOOM Pro Diabetes Management Software. Guia de Instalação. Procedimento de instalação OneTouch ZOOM Pro Diabetes Management Software com SnapShot Guia de Instalação Procedimento de instalação 1. Insira o CD de instalação do OneTouch Zoom Pro na unidade de CD-ROM. NOTA: Se instalar o programa

Leia mais

Manual Gespos Passagem de Dados Fecho de Ano

Manual Gespos Passagem de Dados Fecho de Ano Manual Gespos Passagem de Dados Fecho de Ano ÍNDICE PASSAGEM DE DADOS / FECHO DE ANO... 1 Objectivo da função... 1 Antes de efectuar a Passagem de dados / Fecho de Ano... 1 Cópia de segurança da base de

Leia mais

Transição de POC para SNC

Transição de POC para SNC Transição de POC para SNC A Grelha de Transição surge no âmbito da entrada em vigor, no ano de 2010, do Sistema de Normalização Contabilística (SNC). O SNC vem promover a melhoria na contabilidade nacional,

Leia mais

Como Gerar documento em PDF com várias Imagens

Como Gerar documento em PDF com várias Imagens Como Gerar documento em PDF com várias Imagens Para Gerar documento em PDF com várias Imagens, temos que seguir dois passos: 1. Inserir Imagens no Word 2. Gerar PDF a partir de documento do Word 1- Inserir

Leia mais

MANUAL DE CONSULTA RÁPIDA DO NOKIA MODEM OPTIONS. Copyright 2003 Nokia. Todos os direitos reservados 9356515 Issue 1

MANUAL DE CONSULTA RÁPIDA DO NOKIA MODEM OPTIONS. Copyright 2003 Nokia. Todos os direitos reservados 9356515 Issue 1 MANUAL DE CONSULTA RÁPIDA DO NOKIA MODEM OPTIONS Copyright 2003 Nokia. Todos os direitos reservados 9356515 Issue 1 Índice 1. INTRODUÇÃO...1 2. INSTALAR O NOKIA MODEM OPTIONS...1 3. LIGAR O NOKIA 6600

Leia mais

Microsoft Office FrontPage 2003

Microsoft Office FrontPage 2003 Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Gestão Área Interdepartamental de Tecnologias de Informação e Comunicação Microsoft Office FrontPage 2003 1 Microsoft Office FrontPage 2003 O Microsoft

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO do aremoto

MANUAL DE OPERAÇÃO do aremoto MANUAL DE OPERAÇÃO do aremoto V1.00 UTILIZAÇÃO DO PROGRAMA Outubro 30, 2004 www.imsi.pt Código #MOaR01 EMPRESA Código Documento MOAR01 Sobre a utilização do programa de assistência remota Versão Elaborado

Leia mais

Procedimentos para a divulgação de eventos no site da ECUM

Procedimentos para a divulgação de eventos no site da ECUM Procedimentos para a divulgação de eventos no site da ECUM Pressupostos introdutórios 3 Descrição da tarefa 4 Autenticação/Login 4 Página de entrada 4 Criar um novo evento 5 Colocar um evento em destaque

Leia mais

mobile PhoneTools Guia do Usuário

mobile PhoneTools Guia do Usuário mobile PhoneTools Guia do Usuário Conteúdo Requisitos...2 Antes da instalação...3 Instalar mobile PhoneTools...4 Instalação e configuração do telefone celular...5 Registro on-line...7 Desinstalar mobile

Leia mais

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27 CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27 3 - MANUAL DO UTILIZADOR Diogo Mateus 3.1. REQUISITOS MÍNIMOS * Computador Pessoal com os seguintes Programas * Microsoft Windows 95 * Microsoft Access 97 A InfoMusa

Leia mais

MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS. Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira

MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS. Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira - Access - Programa de base de dados relacional funciona em Windows Elementos de uma Base de Dados: Tabelas Consultas Formulários

Leia mais

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

Como instalar uma impressora?

Como instalar uma impressora? Como instalar uma impressora? Antes de utilizar uma impressora para imprimir seus documentos, arquivos, fotos, etc. é necessário instalá-la e configurá-la no computador. Na instalação o computador se prepara

Leia mais

Sistema de Informação Integrado da Universidade de Évora

Sistema de Informação Integrado da Universidade de Évora Sistema de Informação Integrado da Universidade de Évora Perfil Candidato MANUAL DE UTILIZAÇÃO Módulo: Candidaturas online (2.º/3.º Ciclo, e outros Cursos não conferentes de Grau) O Módulo de Candidaturas

Leia mais

AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS

AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS Manual de Instalação Tempro Software StavTISS Sumário 1. INTRODUÇÃO... 2 2. REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3. INSTALAÇÃO... 4 4.

Leia mais

GUIA DE RECUPERAÇÃO DO SISTEMA OPERACIONAL

GUIA DE RECUPERAÇÃO DO SISTEMA OPERACIONAL GUIA DE RECUPERAÇÃO DO SISTEMA OPERACIONAL PROCEDIMENTOS PARA RECUPERAÇÃO DO SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 7 Índice APRESENTAÇÃO... 3 1. OBJETIVO... 3 PROCEDIMENTOS PARA RECUPERAÇÃO DA MATRIZ... 4 DEFINIÇÕES...

Leia mais

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Índice 1. Introdução...3 2. Home Page...3 3. Pedido de Senha...4 3.1 Proponente...5 3.2 Técnico Qualificado...5 3.3 Proponente/Técnico

Leia mais

Manual de Instalação GemPC Twin USB para Sistemas Operativos 2000 e XP

Manual de Instalação GemPC Twin USB para Sistemas Operativos 2000 e XP Manual de Instalação GemPC Twin USB para Sistemas Operativos 2000 e XP REQUISITOS: Hardware: Software: Ligação à rede do ITIJ Ser administrador da máquina. Caso não o seja, terá de solicitar a instalação

Leia mais

Conteúdo do pacote. Lista de terminologia. Powerline Adapter

Conteúdo do pacote. Lista de terminologia. Powerline Adapter Powerline Adapter Note! Não expor o Powerline Adapter a temperaturas extremas. Não deixar o dispositivo sob a luz solar directa ou próximo a elementos aquecidos. Não usar o Powerline Adapter em ambientes

Leia mais

MANUAL DE ACESSO AO GeADAP

MANUAL DE ACESSO AO GeADAP MANUAL DE ACESSO AO GeADAP OBJETIVO DO MANUAL O objectivo deste manual é explicar como pode um utilizador aceder ao GeADAP. 1 ENDEREÇOS DE ACESSO AO GeADAP 1.1. Serviços da Administração Central Os utilizadores

Leia mais

Realizado por: Fábio Rebeca Nº6. Iuri Santos Nº8. Telmo Santos Nº23

Realizado por: Fábio Rebeca Nº6. Iuri Santos Nº8. Telmo Santos Nº23 Realizado por: Fábio Rebeca Nº6 Iuri Santos Nº8 Telmo Santos Nº23 1 Tutorial de instalação e partilha de ficheiros na Caixa Mágica Índice Índice... 1 Introdução... 2 Material que iremos utilizar... 3 Instalação

Leia mais

Gestor de ligações Manual do Utilizador

Gestor de ligações Manual do Utilizador Gestor de ligações Manual do Utilizador 1.0ª Edição PT 2010 Nokia. Todos os direitos reservados. Nokia, Nokia Connecting People e o logótipo Nokia Original Accessories são marcas comerciais ou marcas registadas

Leia mais

Plataforma de Benefícios Públicos Acesso externo

Plataforma de Benefícios Públicos Acesso externo Índice 1. Acesso à Plataforma... 2 2. Consulta dos Programas de Beneficios Públicos em Curso... 3 3. Entrar na Plataforma... 4 4. Consultar/Entregar Documentos... 5 5. Consultar... 7 6. Entregar Comprovativos

Leia mais

Manual de Administração Intranet BNI

Manual de Administração Intranet BNI Manual de Administração Intranet BNI Fevereiro - 2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Conceitos... 5 3. Funcionamento base da intranet... 7 3.1. Autenticação...8 3.2. Entrada na intranet...8 3.3. O ecrã

Leia mais

Dois Quentes, Dois Frios

Dois Quentes, Dois Frios Descrição Geral Dois Quentes, Dois Frios Nesta actividade, os estudantes irão trabalhar com as temperaturas utilizando as escalas Celsius e Fahrenheit. Os estudantes irão recolher dados para serem analisados

Leia mais

MicroMIX Comércio e Serviços de Informática, Lda.

MicroMIX Comércio e Serviços de Informática, Lda. 1 P á g i n a Procedimentos Inventário AT 2014 Software Olisoft-SIG.2014 Verificar Versão dos Módulos Instalados Em primeiro lugar deveremos verificar se o programa SIG está actualizado. Esta nova rotina

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A CHAVE DE ACTIVAÇÃO DRM WIP NAV PLUS / CONNECT NAV PLUS (RT6)

INSTRUÇÕES PARA A CHAVE DE ACTIVAÇÃO DRM WIP NAV PLUS / CONNECT NAV PLUS (RT6) INSTRUÇÕES PARA A CHAVE DE ACTIVAÇÃO DRM (RT6) 1 0. Pré-requisitos 1. O seu veículo está equipado com um sistema de navegação original da fábrica WIP Nav Plus / Connect Nav Plus. Para a funcionalidade

Leia mais

Backup de E-mails Utilizando o Outlook Express

Backup de E-mails Utilizando o Outlook Express Backup de E-mails Utilizando o Outlook Express Uma grande dúvida dos usuários do e-mail da Universidade Federal do Piauí é a realização de backups. Uma forma de realizar o backup é configurar programas

Leia mais

Sistema de Cancelamento Eletrônico Manual do Usuário

Sistema de Cancelamento Eletrônico Manual do Usuário Sistema de Cancelamento Eletrônico Manual do Usuário IEPTB-MG Belo Horizonte, 2014 Índice Sumário I. Uso do sistema pelo credor... 4 1. Acesso ao sistema... 5 1.1 Uso da assinatura digital... 5 2. Criação

Leia mais

Manual do Utilizador. Manual do Utilizador Modelo10 no sisgep. Data última versão: 16.02.2007 Versão : 1.2. Data criação: 26.02.

Manual do Utilizador. Manual do Utilizador Modelo10 no sisgep. Data última versão: 16.02.2007 Versão : 1.2. Data criação: 26.02. Manual do Utilizador Modelo10 no sisgep Manual do Utilizador Modelo10 no sisgep Data última versão: 16.02.2007 Versão : 1.2 Data criação: 26.02.2004 Faro R. Dr. José Filipe Alvares, 31 8005-220 FARO Telf.

Leia mais

Utilizar Serviços web para digitalização na rede (Windows Vista SP2 ou superior, Windows 7 e Windows 8)

Utilizar Serviços web para digitalização na rede (Windows Vista SP2 ou superior, Windows 7 e Windows 8) Utilizar Serviços web para digitalização na rede (Windows Vista SP2 ou superior, Windows 7 e Windows 8) O protocolo de Serviços web permite que os utilizadores de Windows Vista (SP2 ou superior), Windows

Leia mais

Manual GMI-Gabinete de Manutenção Informática

Manual GMI-Gabinete de Manutenção Informática Manual de utilização Inventários Inventários Manual GMI-Gabinete de Manutenção Informática Rua Rui de Pina, 1B 2805-241 Almada Tel. 21 274 34 41 * Fax. 21 274 34 43 Geral: geral@gmi.mail.pt Assistência:

Leia mais

Nota: Na versão Elite, certifique-se antes da realização da Organização de Ficheiros que nenhum utilizador/posto se encontra dentro da aplicação.

Nota: Na versão Elite, certifique-se antes da realização da Organização de Ficheiros que nenhum utilizador/posto se encontra dentro da aplicação. As instruções dadas neste documento referem-se à Linha Elite do Factuplus, no entanto, os procedimentos são iguais na linha Profissional, mudando apenas o número da opção. COMO ACTUALIZAR O FACTUPLUS??-

Leia mais

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina do Correio Para saber mais sobre Correio electrónico 1. Dicas para melhor gerir e organizar o Correio Electrónico utilizando o Outlook Express Criar Pastas Escrever

Leia mais

Ministério das Finanças Instituto de Informática. Departamento de Sistemas de Informação

Ministério das Finanças Instituto de Informática. Departamento de Sistemas de Informação Ministério das Finanças Instituto de Informática Departamento de Sistemas de Informação Assiduidade para Calendários Específicos Junho 2010 Versão 6.0-2010 SUMÁRIO 1 OBJECTIVO 4 2 ECRÃ ELIMINADO 4 3 NOVOS

Leia mais

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 ArpPrintServer Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO SISTEMA... 3 REQUISITOS DE SISTEMA... 4 INSTALAÇÃO

Leia mais

Complemento ao Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC

Complemento ao Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC Complemento ao Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC Direccionado para as escolas www.estagiostic.gov.pt Índice 1. Objectivo da Plataforma... 2 2. Acesso restrito... 2 3. Perfis... 2 3.1. O administrador...

Leia mais

Guia Rápido. Versão 9.0. Mover a perícia - não as pessoas

Guia Rápido. Versão 9.0. Mover a perícia - não as pessoas Guia Rápido Versão 9.0 Mover a perícia - não as pessoas Copyright 2006 Danware Data A/S. Partes utilizadas sob licença de terceiros. Todos os direitos reservados. Revisão do documento: 2006080 Por favor,

Leia mais

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011 Manual Profissional BackOffice Mapa de Mesas v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Iniciar ZSRest Backoffice... 3 4. Confirmar desenho de mesas... 4 b) Activar mapa de mesas... 4 c) Zonas... 4 5. Desenhar

Leia mais

Tutorial Gerar arquivo PDF. Gerando um documento pdf com várias imagens 1- Inserir imagem no Word

Tutorial Gerar arquivo PDF. Gerando um documento pdf com várias imagens 1- Inserir imagem no Word Tutorial Gerar arquivo PDF. Com o objetivo de simplificar e diminuir o tamanho de arquivos anexos nos projetos, elaboramos um pequeno tutorial mostrando como gerar um único arquivo no formato pdf contendo

Leia mais

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº8

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº8 Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. de Electrónica e Computadores Trabalho de Laboratório Nº8 Configuração e utilização do FTP 2004/2005 1 Objectivo Configuração de um servidor

Leia mais

OBJECTIVO Aplicação de fórmulas

OBJECTIVO Aplicação de fórmulas FICHA 4 OBJECTIVO Aplicação de fórmulas No final deste exercício o utilizador deverá estar apto a realizar as seguintes operações: Aplicar fórmulas para o cálculo de valores Formatar condicionalmente as

Leia mais

Tutorial exe elearning XHTML editor (versão 1.0x)

Tutorial exe elearning XHTML editor (versão 1.0x) UOe-L 13 Março 2008 Ficha Técnica Autor: Susana Azevedo UOe-L CEMED UA Revisão: Helder Caixinha UOe-L CEMED UA Versão: 3.0 Data de criação: 15/Dezembro/2005 Data da última revisão: 13/Março/2008 1 Tutorial

Leia mais

Guia de instalação e Activação

Guia de instalação e Activação Guia de instalação e Activação Obrigado por ter escolhido o memoq 5, o melhor ambiente de tradução para tradutores freelancer, companhias de tradução e empresas. Este guia encaminha-o através do processo

Leia mais

Manual de Autenticação na Plataforma

Manual de Autenticação na Plataforma Manual de Autenticação na Plataforma Índice 1. Autenticação na Plataforma... 3 1.1 Autenticação Via Certificado... 3 1.2 Autenticação Via Cartão de Cidadão... 3 2. Autenticação Via Certificado... 4 2.1

Leia mais

Novo Formato de Logins Manual de Consulta

Novo Formato de Logins Manual de Consulta Gestão Integrada de Acessos Novo Formato de Logins Manual de Consulta Gestão Integrada de Acessos Histórico de Alterações Versão Descrição Autor Data 1.0 Versão inicial DSI/PPQ 2014-07-11 Controlo do documento

Leia mais

Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação. Arquitectura de Computadores ETI IGE

Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação. Arquitectura de Computadores ETI IGE Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação Tutorial Arquitectura de Computadores ETI IGE 02 XILINX 1. Criação de um projecto Edição e simulação

Leia mais

GUIA RÁPIDO SISTEMA ANTIFURTO THEFT DETERRENT

GUIA RÁPIDO SISTEMA ANTIFURTO THEFT DETERRENT GUIA RÁPIDO SISTEMA ANTIFURTO THEFT DETERRENT SUMÁRIO Prefácio... 1 A quem se destina... 1 Nomenclatura utilizada neste documento... 1 Tela de login... 2 Tela Inicial... 4 Gestão de Dispositivo Acompanhar

Leia mais

Programação 2ºSemestre MEEC - 2010/2011. Programação 2º Semestre 2010/2011 Enunciado do projecto

Programação 2ºSemestre MEEC - 2010/2011. Programação 2º Semestre 2010/2011 Enunciado do projecto Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Programação 2º Semestre 2010/2011 Enunciado do projecto O projecto a desenvolver pelos alunos consistirá numa sistema de monitorização,

Leia mais

Manual do Utilizador. Impressoras de Rede / Sistemas Operativos Windows. Versão 1.3, Novembro de 2013

Manual do Utilizador. Impressoras de Rede / Sistemas Operativos Windows. Versão 1.3, Novembro de 2013 Manual do Utilizador Impressoras de Rede / Sistemas Operativos Windows Versão 1.3, Novembro de 2013 Quaisquer duvidas podem ser esclarecidas através do email: si@esmae-ipp.pt Serviços de Informática, ESMAE

Leia mais

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas Microsoft Power Point 2003 No Microsoft PowerPoint 2003, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo, ele contém tudo o que você precisa uma estrutura para sua apresentação, os slides, o material

Leia mais

Bases de Dados. Lab 1: Introdução ao ambiente

Bases de Dados. Lab 1: Introdução ao ambiente Departamento de Engenharia Informática 2010/2011 Bases de Dados Lab 1: Introdução ao ambiente 1º semestre O ficheiro bank.sql contém um conjunto de instruções SQL para criar a base de dados de exemplo

Leia mais

Perguntas Frequentes para o Transformer TF201

Perguntas Frequentes para o Transformer TF201 Perguntas Frequentes para o Transformer TF201 PG7211 Gerir ficheiros... 2 Como acedo aos meus dados armazenados no cartão microsd, SD e dispositivo USB?... 2 Como movo o ficheiro seleccionado para outra

Leia mais

Manual de Navegação. Para conhecer melhor a estrutura do novo site. www.millenniubim.co.mz V02

Manual de Navegação. Para conhecer melhor a estrutura do novo site. www.millenniubim.co.mz V02 Manual de Navegação Para conhecer melhor a estrutura do novo site www.millenniubim.co.mz V02 Índice 1 Nova Estrutura do Site 03 1.1 Informacional 03 1.2 Transaccional 2 Área Informacional 04 2.1 Homepage

Leia mais