Palavras-chave: Atendimento Educacional Especializado; Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade; Prática Pedagógica.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Palavras-chave: Atendimento Educacional Especializado; Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade; Prática Pedagógica."

Transcrição

1 INVESTIGAÇÃO DE INTERVENÇÕES PEDAGÓGICAS NO ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO REALIZADO COM CRIANÇAS DIAGNOSTICADAS COM TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE Grazielle Franciosi da Silva Luciana da Silva Fundação Catarinense de Educação Especial FCEE SRM: Análise de sua implantação e funcionamento Palavras-chave: Atendimento Educacional Especializado; Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade; Prática Pedagógica. 1. Introdução Muitos são os aspectos que interferem na habilidade das pessoas de manter a atenção e de permanecer concentrado por muito tempo em uma mesma atividade, principalmente quando estas estão diretamente implicadas no aprendizado escolar. Atualmente percebe-se nas instituições de ensino uma grande demanda de alunos com baixo desempenho na aprendizagem destacando-se, especialmente, características como desatenção, agitação extrema e impulsividade. Tais características podem em alguns casos ser explicadas pelo Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). O Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade consiste num padrão persistente de desatenção e/ou hiperatividade impulsividade, mais frequente e grave do que aquele tipicamente observado nos indivíduos na mesma faixa etária de desenvolvimento. Alguns sintomas hiperativo-impulsivos que causam comprometimento devem ter estado presentes antes dos 7 anos de idade. Os sintomas devem estar presente em pelo menos dois contextos (por ex., em casa e na escola ou trabalho) e interferirem no funcionamento social, acadêmico ou ocupacional esperado em função de sua faixa etária. (DSM IV-TR, 2003).

2 Ao reconhecer que as características predominantes do TDAH se evidenciam no início da idade de escolarização, faz-se necessário destacar o baixo desempenho escolar destas crianças. (FACION, 2004). Em princípio pode-se dizer que o potencial intelectual de pessoas com esse transtorno não é comprometida, todavia o principal obstáculo é a impulsividade e a falta de atenção, que são funções importantes para a assimilação do conhecimento acadêmico (CEREGATO, 2008). Cabe ressaltar também que a ausência de informação e de preparo dos professores, assim como, as metodologias educacionais inflexíveis, ocasionam sérios déficits relacionados à aprendizagem na rede regular de ensino. Os professores estão sobrecarregados e mal conseguem lidar com esse assunto, muitos não se dão conta que seu aluno tem esse transtorno ou nem sabem o que é o TDAH. (IAMAGUTI, 2011). No que tange à Política de Educação Especial do Estado de Santa Catarina (2009) dentre os serviços prestados aos alunos com TDAH, estão o Atendimento em Classe por segundo professor nos casos em que os sintomas apresentam-se de forma exacerbada vindo a comprometer a funcionalidade acadêmica e o Atendimento Educacional Especializado (AEE). Este é conceituado atualmente pelo Programa Pedagógico de SC (2009), e tem por objetivo complementar, apoiar e suplementar o processo de ensino e aprendizagem, não configurando ensino particular ou reforço escolar. 2. Objetivo Constatar se as intervenções pedagógicas no Atendimento Educacional Especializado AEE direcionadas para os alunos com diagnóstico de Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade TDAH possibilitam tanto potencializar as habilidades acadêmicas dos alunos quanto o processo educacional, estruturando assim uma base mais facilitadora para o processo ensino-aprendizagem desses alunos. 3. Método O presente projeto insere-se nos moldes referentes à pesquisa qualitativa, perspectiva que não considera essencial medir ou quantificar os dados coletados, mas sim em compreender o contexto a ser estudado.

3 A pesquisa qualitativa abrange aspectos da realidade não mensuráveis diretamente, centrando-se em explicar a dinâmica das relações sociais. (GERHARDT; SILVEIRA, 2009). Esta abordagem tem no ambiente natural sua fonte direta de dados e o pesquisador é reconhecido como principal instrumento da pesquisa (LÜDKE; ANDRÉ, 1986). A pesquisa exposta centra-se no método de procedimento voltado para uma pesquisa de campo, o qual tem como objetivo conseguir informações ou conhecimentos acerca de um problema para o qual se procura uma resposta, uma hipótese a comprovar, ou ainda a descoberta de novos fenômenos ou, ainda, as relações existentes entre tais fenômenos. (LAKATOS; MARCONI, 1991). A pesquisa referida pretende estudar uma amostra composta por sujeitos com diagnóstico de TDAH, que não possuam deficiências associadas 1, porém sem restrição quanto à comorbidades, matriculados na rede regular de ensino contemplando os anos iniciais do ensino fundamental, e frequentando o AEE/TDAH na Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), especificamente no Centro de Ensino e Aprendizagem (CENAP), no período de fevereiro de 2015 a dezembro de O processo iniciará com a investigação das crianças que são atendidas no AEE/TDAH. Os pais serão informados sobre o processo de pesquisa e assinarão um termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE) (anexo 1), podendo os mesmos desistirem da pesquisa em qualquer momento sem ônus de atendimento para seus filhos. Após esta investigação, processo se dará por meio de observação de atendimentos, entrevistas, testes, questionários e assessorias realizados com os educandos, professores e pais. Ao início do ano letivo os pais e os professores responderão a Escala para diagnóstico de TDAH em crianças aplicada aos pais e professores MTA SNAP-IV. Esta escala será reaplicada no final do referido ano letivo. Aos professores também será aplicado no início do ano letivo e reaplicada no final do mesmo o teste TDAH Edileyne Bellini Peroni Benczik. Além, do SNAP IV os pais também responderão no início e no final do referido ano letivo o Questionário de situações domésticas, adaptado por Barkley & Murphy (BARKLEY, 2008). 1 A preocupação de que o TDAH não se torne um transtorno secundário no caso da coexistência de outra deficiência

4

5 GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T.; Organizadores. Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora UFRGS, IAMAGUTI, Simone Silveira Peruzzi. TDAH: Integrando à educação e à saúde uma visão psicoeducativa. Revista Brasileira de Educação e Cultura. N IV, p , LAKATOS, E. M.; MARCONI, M de A. Fundamentos da metodologia científica. 3ªed. São Paulo, LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, SED/FCEE; Secretaria de Educação; Fundação Catarinense de Educação Especial; Política de Educação Especial do Estado de Santa Catarina. São José: FCEE, 2009a SED/FCEE, Secretaria de Educação; Fundação Catarinense de Educação Especial. Programa Pedagógico. São José: FCEE, 2009b

EVIDÊNCIAS DE TDAH EM MENINAS NO MUNICÍPIO DE MACAPÁ

EVIDÊNCIAS DE TDAH EM MENINAS NO MUNICÍPIO DE MACAPÁ EVIDÊNCIAS DE TDAH EM MENINAS NO MUNICÍPIO DE MACAPÁ SENHORINHA SUZANA DE OLIVEIRA CORRÊA ¹; MARIDALVA CARDOSO MACIEL ¹; NAHON DE SÁ GALENO¹; RUY JORNADA KREBS ²; RICARDO FIGUEIREDO PINTO³ 1 Universidade

Leia mais

TDAH E A LEI DA INCLUSÃO 1 ADHD AND THE INCLUSION LAW. Isabela Albarello Dahmer 2

TDAH E A LEI DA INCLUSÃO 1 ADHD AND THE INCLUSION LAW. Isabela Albarello Dahmer 2 TDAH E A LEI DA INCLUSÃO 1 ADHD AND THE INCLUSION LAW Isabela Albarello Dahmer 2 1 Pesquisa livre realizada durante a graduação em Direito na Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do

Leia mais

EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA EM POLÍTICAS EDUCACIONAIS BRASILEIRAS

EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA EM POLÍTICAS EDUCACIONAIS BRASILEIRAS EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA EM POLÍTICAS EDUCACIONAIS BRASILEIRAS Andrea Soares Wuo Aline Martins Varela Juliany Mazera Fraga Rita Buzzi Rausch Universidade Regional de Blumenau FURB Eixo Temático: Política

Leia mais

Atendimento Educacional Especializado. Estudo de caso

Atendimento Educacional Especializado. Estudo de caso Atendimento Educacional Especializado Estudo de caso O AEE é um serviço da Educação Especial que identifica, elabora e organiza recursos pedagógicos e de acessibilidade, que eliminem as barreiras para

Leia mais

CARTILHA DE ORIENTAÇÕES

CARTILHA DE ORIENTAÇÕES CARTILHA DE ORIENTAÇÕES APRESENTAÇÃO Esta cartilha tem o objetivo de contribuir com os alunos, pais e professores, a fim de superar uma visão simplificada a respeito das necessidades educacionais especiais,

Leia mais

TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE: UM OLHAR SOBRE CRIANÇAS PORTADORAS NO AMBIEMTE ESCOLAR

TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE: UM OLHAR SOBRE CRIANÇAS PORTADORAS NO AMBIEMTE ESCOLAR TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE: UM OLHAR SOBRE CRIANÇAS PORTADORAS NO AMBIEMTE ESCOLAR Autor: Maria Inês Cabral Da Silva; Co-Autor: Elaine Cristina Queiroz Menezes; Orientador: Leonardo

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Henrique Afonso) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Henrique Afonso) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Henrique Afonso) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo para sugerir a implantação de medidas com vistas a identificar e atender alunos com altas habilidades, ou superdotados,

Leia mais

O PAPEL DA ESCOLA E DO PROFESSOR NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM EM CRIANÇAS COM TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH) Introdução

O PAPEL DA ESCOLA E DO PROFESSOR NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM EM CRIANÇAS COM TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH) Introdução 421 O PAPEL DA ESCOLA E DO PROFESSOR NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM EM CRIANÇAS COM TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH) Amanda Ferreira dos Santos², Felipe Vidigal Sette da Fonseca²,

Leia mais

A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO INTERIOR DO RIO DE JANEIRO

A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO INTERIOR DO RIO DE JANEIRO A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO INTERIOR DO RIO DE JANEIRO Ana Carolina PRAÇA anacarol.praca@gmail.com ASSESSORIA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAGUAÍ RESUMO O presente trabalho fez parte de um

Leia mais

Pirenópolis Goiás Brasil

Pirenópolis Goiás Brasil EDUCANDO NA DIVERSIDADE: a institucionalização das Salas de Recursos Multifuncionais na rede estadual de ensino de Goiânia. Thiffanne Pereira dos Santos 1 Marlene Barbosa de Freitas Reis 2 INTRODUÇÃO Esse

Leia mais

DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM EM LEITURA E ESCRITA NAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE CORNÉLIO PROCÓPIO: ESTRATÉGIAS E DIFICULDADES DOS PROFESSORES

DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM EM LEITURA E ESCRITA NAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE CORNÉLIO PROCÓPIO: ESTRATÉGIAS E DIFICULDADES DOS PROFESSORES DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM EM LEITURA E ESCRITA NAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE CORNÉLIO PROCÓPIO: ESTRATÉGIAS E DIFICULDADES DOS PROFESSORES Glaucea Valéria Batista Vitor (PIBIC//UENP) glauceacp95@hotmail.com

Leia mais

82 TCC em Re-vista 2012

82 TCC em Re-vista 2012 82 TCC em Re-vista 2012 MARTINS, Juleide Lopes de Miranda 1. Reflexões sobre a medicalização do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade. 2012. 20 f. Trabalho de Conclusão de Curso (graduação

Leia mais

Silva, Giselli Cristiane da SEED - PR 1 Agência Financiadora: não contou com financiamento Eixo: Psicopedagogia, Educação Especial e Inclusão.

Silva, Giselli Cristiane da SEED - PR 1 Agência Financiadora: não contou com financiamento Eixo: Psicopedagogia, Educação Especial e Inclusão. A INCLUSÃO DO ALUNO COM TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE NOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL E O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO Resumo Silva, Giselli Cristiane da SEED - PR 1

Leia mais

Prejuízos Cognitivos e Comportamentais secundários à Epilepsia Autores: Thaís Martins; Calleo Henderson; Sandra Barboza. Instituição:Universidade

Prejuízos Cognitivos e Comportamentais secundários à Epilepsia Autores: Thaís Martins; Calleo Henderson; Sandra Barboza. Instituição:Universidade Autores:Thaís Martins Sousa ; Calleo Henderson ; Sandra Barboza. Introdução A epilepsia é uma das síndromes neurológicas mais comuns e seus efeitos secundários podem ser graves. A epilepsia de ausência

Leia mais

PSICOPEDAGOGIA,INCLUSÃO E O ATENDIMENTO A PESSOA COM AUTISMO

PSICOPEDAGOGIA,INCLUSÃO E O ATENDIMENTO A PESSOA COM AUTISMO PSICOPEDAGOGIA,INCLUSÃO E O ATENDIMENTO A PESSOA COM AUTISMO VALERIA OLIVEIRA PSICOPEDAGOGA, PSICANALISTA ORIENTADORA EDUCACIONAL ESPECIALISTA EM NEUROPSICOPEDAGOGIA E EDUCAÇÃO ESPECIAL INCLUSIVA. PÓS

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAPÁ CONSELHO SUPERIOR UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N 022/2012-CONSU/UEAP

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAPÁ CONSELHO SUPERIOR UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N 022/2012-CONSU/UEAP UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAPÁ CONSELHO SUPERIOR UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N 022/2012-CONSU/UEAP Aprova a matriz curricular do Curso de Especialização em Educação Especial. A Presidente do Conselho Superior

Leia mais

A ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NO ESTADO DE SANTA CATARINA - SC

A ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NO ESTADO DE SANTA CATARINA - SC A ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NO ESTADO DE SANTA CATARINA - SC Resumo Simone De Mamann Ferreira 1 - CA/UFSC Grupo de Trabalho Políticas Públicas, Avaliação e Gestão da Educação Básica

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÂO DE PROFESSORES EM CARÁTER TEMPORÁRIO 2017

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÂO DE PROFESSORES EM CARÁTER TEMPORÁRIO 2017 Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÂO DE PROFESSORES EM CARÁTER TEMPORÁRIO 2017 PARECER RECURSOS PROVA 3 Educação Especial - AEE (SAEDE) 11) Com base nas

Leia mais

II curso Transtornos Afetivos ao Longo da Vida GETA TDAH (TRANSTORNO DE DEFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE)

II curso Transtornos Afetivos ao Longo da Vida GETA TDAH (TRANSTORNO DE DEFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE) II curso Transtornos Afetivos ao Longo da Vida GETA TDAH (TRANSTORNO DE DEFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE) O QUE É TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE TDAH é a condição crônica de saúde

Leia mais

dificuldades de Aprendizagem X distúrbio de Aprendizagem

dificuldades de Aprendizagem X distúrbio de Aprendizagem Capacitação Multidisciplinar Continuada Como lidar com as dificuldades de Aprendizagem X distúrbio de Aprendizagem O que é aprendizagem Aprendizagem é um processo de mudança de comportamento obtido através

Leia mais

Avaliação do Estudante com Necessidades Educacionais Especiais em Ambientes Inclusivos

Avaliação do Estudante com Necessidades Educacionais Especiais em Ambientes Inclusivos Avaliação do Estudante com Necessidades Educacionais Especiais em Ambientes Inclusivos NOMES: Flávia dos Santos Cota Carolina Soares Gorne Celeste Azulay Kelman Resumo: A avaliação do aluno com necessidades

Leia mais

. Paulyane Cristine da S; Oliverira

. Paulyane Cristine da S; Oliverira Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade e correlação com as dificuldades de aprendizagem e Transtornos de Condutas em adolescentes infratores Sueni Conceição Moreira Youssef Denise Cristina de

Leia mais

CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO DE BRASÍLIA UM PROJETO PEDAGÓGICO COMPATÍVEL COM O MUNDO ATUAL: CONTRIBUIÇÕES DAS NEUROCIÊNCIAS. Dra.

CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO DE BRASÍLIA UM PROJETO PEDAGÓGICO COMPATÍVEL COM O MUNDO ATUAL: CONTRIBUIÇÕES DAS NEUROCIÊNCIAS. Dra. CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO DE BRASÍLIA UM PROJETO PEDAGÓGICO COMPATÍVEL COM O MUNDO ATUAL: CONTRIBUIÇÕES DAS NEUROCIÊNCIAS Dra. Nadia Bossa Profa. Dra. Nadia Aparecida Bossa Doutora em Psicologia

Leia mais

Alunos, professores, demais profissionais da educação e de outras áreas interessadas nos temas.

Alunos, professores, demais profissionais da educação e de outras áreas interessadas nos temas. A Educação Especial é definida pela LDBEN 9394/96 como modalidade de educação escolar que permeia todas as etapas e níveis do ensino. As escolas especiais assumem um papel importante, no sentido de apoiar

Leia mais

Lairson de Nascimento Psicopedagogo CRPp Sindical 083

Lairson de Nascimento Psicopedagogo CRPp Sindical 083 Lairson de Nascimento Psicopedagogo CRPp Sindical 083 Psicopedagogo Neuropsicopedagogo Clínico Especialista em Educação Inclusiva. Especialista em Docência do Ensino Superior. Pedagogo Psicanalista Clínico

Leia mais

Caderno 2 de Prova AE02. Educação Especial. Auxiliar de Ensino de. Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria Municipal de Educação

Caderno 2 de Prova AE02. Educação Especial. Auxiliar de Ensino de. Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria Municipal de Educação Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria Municipal de Educação Edital n o 003/2009 Caderno 2 de Prova AE02 Auxiliar de Ensino de Educação Especial Dia: 22 de novembro de 2009 Horário: das 8 às

Leia mais

O MODELO DE ATENDIMENTO À DIVERSIDADE (MAD) E SISTEMAS EDUCACIONAIS INCLUSIVOS DE APOIO A ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS.

O MODELO DE ATENDIMENTO À DIVERSIDADE (MAD) E SISTEMAS EDUCACIONAIS INCLUSIVOS DE APOIO A ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS. O MODELO DE ATENDIMENTO À DIVERSIDADE (MAD) E SISTEMAS EDUCACIONAIS INCLUSIVOS DE APOIO A ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS. Andréa Tonini Luís de Miranda Correia Ana Paula Loução Martins

Leia mais

Ministério da Educação. Ivana de Siqueira Secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão

Ministério da Educação. Ivana de Siqueira Secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Ministério da Educação Ivana de Siqueira Secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Julho de 2016 1 Constituição Federal de 1988 - Direito de Todos à Educação sem preconceitos

Leia mais

O USO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA EM SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS DO MUNICÍPIO DE DOURADOS-MS

O USO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA EM SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS DO MUNICÍPIO DE DOURADOS-MS O USO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA EM SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS DO MUNICÍPIO DE DOURADOS-MS Priscila de Carvalho Acosta, Universidade Federal da Grande Dourados; Morgana de Fátima Agostini Martins,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 04/2010

TERMO DE REFERÊNCIA 04/2010 TERMO DE REFERÊNCIA 04/2010 PROJETO: OEI/BRA 08/003 Fortalecimento da Capacidade Institucional da Secretaria de Educação Especial SEESP/MEC em Gestão e Avaliação do Programa de Acompanhamento e Monitoramento

Leia mais

ATENDIMENTO DAS CRIANÇAS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS NA ESCOLA MUNICIPAL PROCOPENSE DE EDUCAÇÃO ESPECIAL

ATENDIMENTO DAS CRIANÇAS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS NA ESCOLA MUNICIPAL PROCOPENSE DE EDUCAÇÃO ESPECIAL ATENDIMENTO DAS CRIANÇAS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS NA ESCOLA MUNICIPAL PROCOPENSE DE EDUCAÇÃO ESPECIAL Heveline Viana de Barros (PIBIC/Fund. Araucária), Roberta Negrão de Araújo, Marília

Leia mais

PROJETO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA NO CAMPUS CSEH: 10 anos após as Diretrizes Curriculares Nacionais

PROJETO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA NO CAMPUS CSEH: 10 anos após as Diretrizes Curriculares Nacionais PROJETO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA NO CAMPUS CSEH: 10 anos após as Diretrizes Curriculares Nacionais Isabela Cristina Neias Coronha* (IC) 1 ; Loçandra Borges de Moraes (PQ) 2 1 Acadêmica do

Leia mais

A COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA NO PROCESSO DE INCLUSÃO DE ALUNOS COM AUTISMO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA NO PROCESSO DE INCLUSÃO DE ALUNOS COM AUTISMO NA EDUCAÇÃO INFANTIL A COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA NO PROCESSO DE INCLUSÃO DE ALUNOS COM AUTISMO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Márcia Eleotério da Silva Adriana Rodrigues Saldanha de Menezes Patrícia Blasquez Olmedo Prefeitura Municipal

Leia mais

O ENSINO-APRENDIZAGEM DE QUÍMICA E A ELABORAÇÃO DE RECURSOS DIDÁTICOS INCLUSIVOS

O ENSINO-APRENDIZAGEM DE QUÍMICA E A ELABORAÇÃO DE RECURSOS DIDÁTICOS INCLUSIVOS MD O ENSINO-APRENDIZAGEM DE QUÍMICA E A ELABORAÇÃO DE RECURSOS DIDÁTICOS INCLUSIVOS Amanda Bobbio Pontara 1, Laís Perpetuo Perovano 2, Ana Nery Furlan Mendes 3 1,2,3 Universidade Federal do Espírito Santo

Leia mais

Informativo Mensal PSICÓLOGO ESCOLAR

Informativo Mensal PSICÓLOGO ESCOLAR Informativo Mensal Janeiro/ Fevereiro 2015. AGENDA PEDAGÓGICA 05/02 Reunião Pedagógica do Fund. II 10/02 Palestra sobre Cyberbullyng 12/02 - Reunião Pedagógica da Ed. Infantil e do Fund.I 19/02 Curso:

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Educação Inclusiva Código da Disciplina: EDU 319 Curso: Pedagogia Semestre de oferta da disciplina: 2015/1 Faculdade responsável: Pedagogia Programa em vigência a partir

Leia mais

TRASTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE

TRASTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE TRASTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE Andreza Sanny Mendes de Aguiar Maria Isabel Martins Santiago da Silva Polyanna Ramos Cândido de Araújo Livânia Beltrão Tavares RESUMO O TDAH Transtorno

Leia mais

Palavras-chave: Educação Física. Produção Colaborativa de Práticas Corporais Inclusivas. Alunos público alvo da Educação Especial. 1.

Palavras-chave: Educação Física. Produção Colaborativa de Práticas Corporais Inclusivas. Alunos público alvo da Educação Especial. 1. INCLUSÃO DE ALUNOS PÚBLICO ALVO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA REDE REGULAR DE ENSINO DA CIDADE DE CATALÃO: ANÁLISE E ESTÍMULO DA PRODUÇÃO COLABORATIVA DE PRÁTICAS CORPORAIS INCLUSIVAS

Leia mais

Os números do processo de inclusão no município de Pelotas (RS)

Os números do processo de inclusão no município de Pelotas (RS) Universidade Federal de Pelotas UFPel adricenci@hotmail.com A inclusão de alunos com necessidades especiais nas escolas regulares vem sendo promovida com maior intensidade nos últimos anos, especialmente

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Médio Etec Código: Município: Área de conhecimento: Componente Curricular: Série: C. H. Semanal: Professor: I Competências e respectivas habilidades e valores 1 1

Leia mais

APÊNDICE A - Carta de informação sobre a pesquisa e termo de consentimento livre e esclarecido. São Paulo, 25 de agosto de 2006

APÊNDICE A - Carta de informação sobre a pesquisa e termo de consentimento livre e esclarecido. São Paulo, 25 de agosto de 2006 1 APÊNDICE A - Carta de informação sobre a pesquisa e termo de consentimento livre e esclarecido São Paulo, 25 de agosto de 2006 À Profa Diretora da Escola Estadual Prezada Professora, Vimos, por meio

Leia mais

LINGUAGEM ESCRITA DE CRIANÇAS COM SINTOMATOLOGIA TDAH: UM OLHAR CLÍNICO EM PARCERIA COM A ESCOLA

LINGUAGEM ESCRITA DE CRIANÇAS COM SINTOMATOLOGIA TDAH: UM OLHAR CLÍNICO EM PARCERIA COM A ESCOLA LINGUAGEM ESCRITA DE CRIANÇAS COM SINTOMATOLOGIA TDAH: UM OLHAR CLÍNICO EM PARCERIA COM A ESCOLA Arineyde Maria D Almeida Alves de Oliveira; Mary Ellen Valois da Mota Cândido; Tatiane Duarte de Oliveira;

Leia mais

PSICOLOGIA E DIREITOS HUMANOS: Formação, Atuação e Compromisso Social RESULTADOS DE UMA PESQUISA PSICOPEDAGÓGICA

PSICOLOGIA E DIREITOS HUMANOS: Formação, Atuação e Compromisso Social RESULTADOS DE UMA PESQUISA PSICOPEDAGÓGICA RESULTADOS DE UMA PESQUISA PSICOPEDAGÓGICA Suzi Maria Nunes Cordeiro* (Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual de Maringá, Maringá-PR, Brasil); Solange Franci Raimundo Yaegashi (Departamento

Leia mais

Londrina, 29 a 31 de outubro de 2007 ISBN

Londrina, 29 a 31 de outubro de 2007 ISBN FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESPECIAL/ESPORTE ADAPTADO (EGRESSOS DA ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL DEFICIÊNCIA MENTAL) Hugo Mauricio Yamasaki 1 Rosangela Marques Busto 2 Maria Cristina

Leia mais

INDICADORES DE ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO DOS ALUNOS NO ESNINO FUNDAMENTAL (5º. AO 9º. ANO) DE UMA ESCOLA PÚBLICA MINEIRA

INDICADORES DE ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO DOS ALUNOS NO ESNINO FUNDAMENTAL (5º. AO 9º. ANO) DE UMA ESCOLA PÚBLICA MINEIRA INDICADORES DE ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO DOS ALUNOS NO ESNINO FUNDAMENTAL (5º. AO 9º. ANO) DE UMA ESCOLA PÚBLICA MINEIRA Priscila Moreira Corrêa; Lavine Rocha Cardoso Ferreira; Maria Isabel de Araújo

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores PROPOSTA PEDAGÓGICA: SUGESTÃO DE AULAS DO PORTAL DO PROFESSOR PARA A EDUCAÇÃO FÍSICA E SALA

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DO ÁBACO ROMANO NO ENSINO DE ADIÇÃO NO CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS 1

A UTILIZAÇÃO DO ÁBACO ROMANO NO ENSINO DE ADIÇÃO NO CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS 1 A UTILIZAÇÃO DO ÁBACO ROMANO NO ENSINO DE ADIÇÃO NO CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS 1 Wilter Freitas IBIAPINA 1, John Andrew FOSSA 1, Liceu Luís de CARVALHO 1 1 Centro de Ciências Exatas e da Terra, Programa

Leia mais

PROPOSTAS DE ESTÁGIO - IA. ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM PSICOLOGIA E PROCESSOS ORGANIZACIONAIS IA Título: Psicologia e Processos Organizacionais

PROPOSTAS DE ESTÁGIO - IA. ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM PSICOLOGIA E PROCESSOS ORGANIZACIONAIS IA Título: Psicologia e Processos Organizacionais PROPOSTAS DE ESTÁGIO - IA Proposta número 1 Ênfase Processos Organizacionais ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM PSICOLOGIA E PROCESSOS ORGANIZACIONAIS IA Título: Psicologia e Processos Organizacionais Professora Supervisora:

Leia mais

REGULAMENTO DA SALA DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS DA FACULDADE ALDETE MARIA ALVES - FAMA 1 TÍTULO I DA NATUREZA E DAS FINALIDADES

REGULAMENTO DA SALA DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS DA FACULDADE ALDETE MARIA ALVES - FAMA 1 TÍTULO I DA NATUREZA E DAS FINALIDADES REGULAMENTO DA SALA DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS DA FACULDADE ALDETE MARIA ALVES - FAMA 1 TÍTULO I DA NATUREZA E DAS FINALIDADES CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º - Este regulamento tem como finalidade caracterizar

Leia mais

Caderno de Prova 2 PR08. Educação Especial. ( ) prova de questões Objetivas. Professor de

Caderno de Prova 2 PR08. Educação Especial. ( ) prova de questões Objetivas. Professor de Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria Municipal de Educação Edital n o 001/2009 Caderno de Prova 2 PR08 ( ) prova de questões Objetivas Professor de Educação Especial Dia: 8 de novembro de 2009

Leia mais

Investigação sobre o conhecimento e a formação de professores Síntese da discussão do grupo temático

Investigação sobre o conhecimento e a formação de professores Síntese da discussão do grupo temático Investigação sobre o conhecimento e a formação de professores Síntese da discussão do grupo temático Ana Maria Boavida Escola Superior de Educação de Setúbal Maria de Fátima Guimarães Escola Superior de

Leia mais

EDUCAÇÃO ESPECIAL EM OSASCO: DAS CLASSES ESPECIAIS AO ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO

EDUCAÇÃO ESPECIAL EM OSASCO: DAS CLASSES ESPECIAIS AO ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO EDUCAÇÃO ESPECIAL EM OSASCO: DAS CLASSES ESPECIAIS AO ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO Edivaldo Félix Gonçalves 1 As primeiras classes especiais para alunos com deficiência intelectual foram criadas

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE A FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DAS SRMs DO MUNICÍPIO DE PETRÓPOLIS

UM ESTUDO SOBRE A FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DAS SRMs DO MUNICÍPIO DE PETRÓPOLIS 1019 UM ESTUDO SOBRE A FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DAS SRMs DO MUNICÍPIO DE PETRÓPOLIS Rafaela Souza de Barros UERJ 3 Suellen da Rocha Rodrigues UERJ e UFF 4 Nara Alexandre Costa UERJ 5 Edicléa Mascarenhas

Leia mais

Universidade do Sul de Santa Catarina Unisul. Programa de Promoção de Acessibilidade

Universidade do Sul de Santa Catarina Unisul. Programa de Promoção de Acessibilidade Universidade do Sul de Santa Catarina Unisul Programa de Promoção de Acessibilidade O que é o Programa de Promoção de Acessibilidade da Unisul O Programa de Promoção de Acessibilidade (PPA) busca promover

Leia mais

DIRETRIZES SOBRE COMORBIDADES PSIQUIÁTRICAS NA DEPENDÊNCIA DO ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS ABEAD 2002

DIRETRIZES SOBRE COMORBIDADES PSIQUIÁTRICAS NA DEPENDÊNCIA DO ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS ABEAD 2002 DIRETRIZES SOBRE COMORBIDADES PSIQUIÁTRICAS NA DEPENDÊNCIA DO ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS ABEAD 2002 TDAH - DEPENDÊNCIA DO ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS E O TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO/HIPERATIVIDADE Hospital

Leia mais

PEREIRA, Ana Célia da R. Autora Professora da Escola Municipal Prof. Anísio Teixeira

PEREIRA, Ana Célia da R. Autora Professora da Escola Municipal Prof. Anísio Teixeira O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO DA ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR ANÍSIO TEIXEIRA NO APOIO AO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DA LEITURA E DA ESCRITA DOS ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL PEREIRA, Ana Célia

Leia mais

INVESTIGAÇÃO DO APRENDIZADO SOBRE MODELOS ATÔMICOS DOS ALUNOS DE UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE CAXIAS-MA

INVESTIGAÇÃO DO APRENDIZADO SOBRE MODELOS ATÔMICOS DOS ALUNOS DE UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE CAXIAS-MA INVESTIGAÇÃO DO APRENDIZADO SOBRE MODELOS ATÔMICOS DOS ALUNOS DE UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE CAXIAS-MA Autora: Nezilina dos Santos Maia; Co-autor: Gilson Santos Costa; Co-autora: Rejane Maria Costa

Leia mais

Contribuição das Apaes na defesa e garantia da Educação para as pessoas com deficiência intelectual

Contribuição das Apaes na defesa e garantia da Educação para as pessoas com deficiência intelectual Contribuição das Apaes na defesa e garantia da Educação para as pessoas com deficiência intelectual DEPUTADO FEDERAL EDUARDO BARBOSA, PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO DAS APAES DO ESTADO DE MINAS GERAIS São Paulo,

Leia mais

SALA DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS

SALA DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS INTRODUÇÃO SALA DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS Thialy Thaís da Silva Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) thialy_thais@hotmail.com As Salas de Recursos Multifuncionais (SRMF) foram instituídas pelo Programa

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO - SEC COLÉGIO ESTADUAL POLIVALENTE DE ITAMBÉ

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO - SEC COLÉGIO ESTADUAL POLIVALENTE DE ITAMBÉ 1. SISTEMÁTICA DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM A avaliação é uma etapa fundamental que envolve a comunidade escolar em momentos de reflexão crítica sobre as práticas e as aprendizagens desenvolvidas. Neste

Leia mais

Apresentação. Geek Educacional

Apresentação. Geek Educacional Apresentação Geek Educacional Geek Educacional 02 Geek Educacional 03 Geek Educacional A Geek Educacional é uma empresa especializada em pesquisas e desenvolvimento de soluções, que viabilizam um melhor

Leia mais

PRÁTICAS DE LETRAMENTO DE ALUNOS COM SURDEZ EM SRMs 1 NO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PA

PRÁTICAS DE LETRAMENTO DE ALUNOS COM SURDEZ EM SRMs 1 NO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PA 144 PRÁTICAS DE LETRAMENTO DE ALUNOS COM SURDEZ EM SRMs 1 NO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PA Francisca Maria Cerqueira da Silva (UFT-PPGL-PROFLETRAS) francisca.cerqueira@hotmail.com O presente trabalho tem o objetivo

Leia mais

ATENA CURSOS GREICY AEE E O DEFICIENTE AUDITIVO. Passo Fundo

ATENA CURSOS GREICY AEE E O DEFICIENTE AUDITIVO. Passo Fundo ATENA CURSOS GREICY AEE E O DEFICIENTE AUDITIVO Passo Fundo 2015 1 1. TEMA Deficiência auditiva e o Atendimento Educacional Especializado. 2. PROBLEMA A escola deve ser ante de mais nada uma representação

Leia mais

Pp. Patrícia Leuck SINDPSICOPp-BR 170

Pp. Patrícia Leuck SINDPSICOPp-BR 170 INTERVENÇÕES PSICOPEDAGÓGICAS PARA AUTISTAS NA PRÁTICA Pp. Patrícia Leuck SINDPSICOPp-BR 170 O QUE É INTERVENÇÃO? A intervenção psicopedagógica pode ser de forma preventiva, a qual detecta as dificuldades

Leia mais

PLANO DE TRABALHO PEDAGÓGICO

PLANO DE TRABALHO PEDAGÓGICO PLANO DE TRABALHO PEDAGÓGICO 2014 DADOS DA INSTITUIÇÃO INSTITUIÇÃO CONVENIADA DIRETOR (A) ENDEREÇO MUNICÍPIO UF CEP TELEFONE FAX DESCRIÇÃO DO PLANO JUSTIFICATIVA Neste campo, retratar a situação do atendimento

Leia mais

AVALIAÇÃO DO AEE AO FINAL DO CICLO I DO ENSINO FUNDAMENTAL

AVALIAÇÃO DO AEE AO FINAL DO CICLO I DO ENSINO FUNDAMENTAL AVALIAÇÃO DO AEE AO FINAL DO CICLO I DO ENSINO FUNDAMENTAL Leysa Miguel Rodrigues Moretti Maria Osvalda de Castro Feitosa Cristovam Kátia de Abreu Fonseca Prefeitura Municipal de Bauru Palavras chave:

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO TURMA: 2010/2 EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO TURMA: 2010/2 EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

Titulo: O PAPEL DO GESTOR ESCOLAR FRENTE À AVALIAÇÃO PSICOEDUCACIONAL.

Titulo: O PAPEL DO GESTOR ESCOLAR FRENTE À AVALIAÇÃO PSICOEDUCACIONAL. Titulo: O PAPEL DO GESTOR ESCOLAR FRENTE À AVALIAÇÃO PSICOEDUCACIONAL. Autora: Silvia Iris Afonso Lopes Semkiv sil-iris@hotmail.com RESUMO: Este artigo trata de um estudo sobre o transtorno do déficit

Leia mais

Palavras-chave: Educação Especial/Educação Inclusiva, Atendimento Educacional Especializado e Políticas Públicas.

Palavras-chave: Educação Especial/Educação Inclusiva, Atendimento Educacional Especializado e Políticas Públicas. CONHECENDO AS PROPOSTAS DE EDUCAÇÃO ESPECIAL/ EDUCAÇÃO INCLUSIVA E DO ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO RESUMO Juliana de Oliveira Nogueira Mestranda em Educação julyndinha@hotmail.com Carline Santos

Leia mais

TDAH nas Escolas Como Identificar?

TDAH nas Escolas Como Identificar? TDAH nas Escolas Como Identificar? INTRODUÇÃO TDAH nas Escolas - Como Identificar? Para educadores que ainda não entenderam como identificar quando um aluno pode ser portador de TDAH, e nem como e

Leia mais

O funcionamento cerebral da criança com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade - TDAH

O funcionamento cerebral da criança com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade - TDAH O funcionamento cerebral da criança com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade - TDAH UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA NÚCLEO DE TECNOLOGIAS PARA EDUCAÇÃO UEMANET CURSO ABERTO DE DIFICULDADES

Leia mais

AUTISMO: UM ESTUDO SOBRE ESTRATÉGIAS DE ENSINO PARA AULAS DE MATEMÁTICA INCLUSIVAS NA EDUCAÇÃO BÁSICA

AUTISMO: UM ESTUDO SOBRE ESTRATÉGIAS DE ENSINO PARA AULAS DE MATEMÁTICA INCLUSIVAS NA EDUCAÇÃO BÁSICA Eixo Temático: 2 - Pesquisa e Práticas Educacionais Categoria: Pôster AUTISMO: UM ESTUDO SOBRE ESTRATÉGIAS DE ENSINO PARA AULAS DE MATEMÁTICA INCLUSIVAS NA EDUCAÇÃO BÁSICA Sofia Seixas Takinaga

Leia mais

O TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE NA ESCOLA

O TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE NA ESCOLA O TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE NA ESCOLA Mirella Fernandes Alves, UEPB, mirellafalves@hotmail.com Erica Michele dos Santos Mateus, UEPB, erimichele@gmail.com Erlane Garcia Ferraz,

Leia mais

NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS PROFESSORES DE ENSINO MÉDIO DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA SOBRE O TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE -TDAH

NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS PROFESSORES DE ENSINO MÉDIO DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA SOBRE O TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE -TDAH NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS PROFESSORES DE ENSINO MÉDIO DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA SOBRE O TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE -TDAH Kênia Cavalcante da Silva 1 Izabel Ornellas Simabuko

Leia mais

A PRÁTICA PEDAGÓGICA E O PROCESSO DE INCLUSÃO DOS ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS NOS ANOS INICIAIS

A PRÁTICA PEDAGÓGICA E O PROCESSO DE INCLUSÃO DOS ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS NOS ANOS INICIAIS A PRÁTICA PEDAGÓGICA E O PROCESSO DE INCLUSÃO DOS ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS NOS ANOS INICIAIS Natalia Barbosa Verissimo Profª Dra. Célia Regina Vitaliano Danielle Nunes Martins do

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL EM SALA DE RECURSO MULTIFUNCIONAL PERANTE DEMANDAS DE ORGANIZAÇÃO DO CONTEXTO

CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL EM SALA DE RECURSO MULTIFUNCIONAL PERANTE DEMANDAS DE ORGANIZAÇÃO DO CONTEXTO CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL EM SALA DE RECURSO MULTIFUNCIONAL PERANTE DEMANDAS DE ORGANIZAÇÃO DO CONTEXTO ANA LUIZA DACAL DE SOUZA-UNESP,Marilia 1 DRA. RITA DE CÁSSIA TIBÉRIO DE ARAUJO-UNESP,Marilia

Leia mais

COLEGIADO DE CURSOS FACULDADE UNA DE BETIM RESOLUÇÃO 01/2016. Institui a Política de Acessibilidade e Atendimento para Estudantes com Deficiências.

COLEGIADO DE CURSOS FACULDADE UNA DE BETIM RESOLUÇÃO 01/2016. Institui a Política de Acessibilidade e Atendimento para Estudantes com Deficiências. COLEGIADO DE CURSOS RESOLUÇÃO 01/2016 Institui a Política de Acessibilidade e Atendimento para Estudantes com Deficiências. O Colegiado de Cursos da Faculdade Una de Betim, no uso de suas atribuições regimentais

Leia mais

O desafio da construção e o uso de indicadores culturais

O desafio da construção e o uso de indicadores culturais diálogo O desafio da construção e o uso de indicadores culturais Gabriela Aidar Coordenadora dos Programas Educativos Inclusivos Núcleo de Ação Educativa gaidar@pinacoteca.org.br Programas do Núcleo de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUIXADÁ SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO PEDAGÓGICO

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUIXADÁ SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO PEDAGÓGICO PREFEITURA MUNICIPAL DE QUIXADÁ SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO PEDAGÓGICO Orientações para organização das turmas do Programa Mais Educação e informação das turmas

Leia mais

O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO INTERIOR DO MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISE DOS ASPECTOS INCLUSIVOS

O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO INTERIOR DO MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISE DOS ASPECTOS INCLUSIVOS O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO INTERIOR DO MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISE DOS ASPECTOS INCLUSIVOS Clarice Karen de Jesus Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Palavras chave:

Leia mais

Londrina, 29 a 31 de outubro de 2007 ISBN

Londrina, 29 a 31 de outubro de 2007 ISBN PLANEJAMENTO DE ENSINO E DESENVOLVIMENTO GLOBAL DE UMA CRIANÇA COM DEFICIENCIA AUDITIVA INCLUIDA EM ESCOLA REGULAR Angela Vicente Alonso; Regina Keiko Kato Miura; Joseléia Fernandes- Departamento de Educação

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE O TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR

REFLEXÕES SOBRE O TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR Resumo REFLEXÕES SOBRE O TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR Diana Maria Pereira Cardoso O presente artigo aborda sobre o que os professores, sujeitos da pesquisa, pensam

Leia mais

Pesquisa Científica. Pesquisa Científica. Classificação das Pesquisas... Pesquisa Científica... Interpretar resultados. Realizar a pesquisa

Pesquisa Científica. Pesquisa Científica. Classificação das Pesquisas... Pesquisa Científica... Interpretar resultados. Realizar a pesquisa Pesquisa Científica Pesquisa Científica! Procedimento reflexivo sistemático, controlado e crítico, que permite descobrir novos fatos ou dados, relações ou leis, em qualquer campo do conhecimento.! É um

Leia mais

AMPLIAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL NA EDUCAÇÃO MUNICIPAL EM PALMAS: DOCÊNCIA, GESTÃO, POLÍTICA, LEGISLAÇÃO

AMPLIAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL NA EDUCAÇÃO MUNICIPAL EM PALMAS: DOCÊNCIA, GESTÃO, POLÍTICA, LEGISLAÇÃO AMPLIAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL NA EDUCAÇÃO MUNICIPAL EM PALMAS: DOCÊNCIA, GESTÃO, POLÍTICA, LEGISLAÇÃO Alvenita Pereira dos Santos Maria José da Silva Morais Simone Bonfim Braga Chaves Universidade Federal

Leia mais

Qualquer um, sendo esse pai, mãe, professor(a), entre outros, possivelmente,

Qualquer um, sendo esse pai, mãe, professor(a), entre outros, possivelmente, Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH): comentários sobre os critérios de diagnóstico Larissa Feijó Orientadora. Professora doutora do curso de Psicologia ULBRA-SM. Fabricio Vielmo Graduando

Leia mais

Processos Avaliação do Ensino e Aprendizagem

Processos Avaliação do Ensino e Aprendizagem Processos Avaliação do Ensino e Aprendizagem Apoio Parceria Coordenação Técnica Iniciativa Duas dimensões da gestão educacional Processos de Gestão Pedagógica Processos da Gestão Administrativa e Financeira

Leia mais

ARTIGO ORIGINAL O FUNCIONAMENTO PEDAGÓGICO NAS SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS: REVISÃO DE TRABALHOS EM EVENTOS CIENTÍFICOS

ARTIGO ORIGINAL O FUNCIONAMENTO PEDAGÓGICO NAS SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS: REVISÃO DE TRABALHOS EM EVENTOS CIENTÍFICOS ARTIGO ORIGINAL O FUNCIONAMENTO PEDAGÓGICO NAS SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS: REVISÃO DE TRABALHOS EM EVENTOS CIENTÍFICOS Mara Silvia Pasian 1 Enicéia Gonçalves Mendes 2 Fabiana Cia 3 RESUMO: O presente

Leia mais

A ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA PARA CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL CONGÊNITA E ADQUIRIDA ATRAVÉS DE JOGOS PEDAGÓGICOS.

A ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA PARA CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL CONGÊNITA E ADQUIRIDA ATRAVÉS DE JOGOS PEDAGÓGICOS. A ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA PARA CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL CONGÊNITA E ADQUIRIDA ATRAVÉS DE JOGOS PEDAGÓGICOS. Luciana Barros Farias Lima Instituto Benjamin Constant Práticas Pedagógicas Inclusivas

Leia mais

Revista Multidisciplinar do Nordeste Mineiro ISSN Faculdade Presidente Antônio Carlos de Teófilo Otoni - Novembro de 2016

Revista Multidisciplinar do Nordeste Mineiro ISSN Faculdade Presidente Antônio Carlos de Teófilo Otoni - Novembro de 2016 Revista Multidisciplinar do Nordeste Mineiro ISSN 2178-6925 Faculdade Presidente Antônio Carlos de Teófilo Otoni - Novembro de 2016 ESTRATÉGIAS DIDÁTICAS QUE CONTRIBUEM PARA EFETIVAÇÃO DA APRENDIZAGEM

Leia mais

03/04/2017. Departamento de Psicologia Psicologia da Aprendizagem aplicada à área escolar Profª Ms. Carolina Cardoso de Souza

03/04/2017. Departamento de Psicologia Psicologia da Aprendizagem aplicada à área escolar Profª Ms. Carolina Cardoso de Souza Departamento de Psicologia Psicologia da Aprendizagem aplicada à área escolar Profª Ms. Carolina Cardoso de Souza Preâmbulo...assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança,

Leia mais

A PESQUISA SOBRE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA REGIÃO CENTRO-OESTE: MAPEAMENTO DE TESES E DISSERTAÇÕES

A PESQUISA SOBRE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA REGIÃO CENTRO-OESTE: MAPEAMENTO DE TESES E DISSERTAÇÕES A PESQUISA SOBRE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA REGIÃO CENTRO-OESTE: MAPEAMENTO DE TESES E DISSERTAÇÕES Etiene Paula da Silva Diniz/FAED-UFGD 1 Aline Maira da Silva/FAED-UFGD 2 Leonardo Santos Amâncio Cabral/ FAED-UFGD

Leia mais

Escola SENAI Antônio Souza Noschese Santos -SP. Proposta Pedagógica. Uma nova visão

Escola SENAI Antônio Souza Noschese Santos -SP. Proposta Pedagógica. Uma nova visão Escola SENAI Antônio Souza Noschese Santos -SP Proposta Pedagógica Uma nova visão Nossa Proposta Pedagógica é a tradução do nosso compromisso com o desenvolvimento das pessoas, da sociedade e da indústria

Leia mais

O AUTISMO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

O AUTISMO NA EDUCAÇÃO INFANTIL O AUTISMO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Carmen Lucia Lopes Galvão Universidade Estadual do Rio de Janeiro - lumiar13@yahoo.com.br INTRODUÇÃO Este estudo buscará refletir sobre o autismo e o papel do educador na

Leia mais

As dificuldades na abordagem de adultos autistas e conseqüências concretas

As dificuldades na abordagem de adultos autistas e conseqüências concretas As dificuldades na abordagem de adultos autistas e conseqüências concretas Transtorno do Espectro Autista O autismo é considerado um transtorno do desenvolvimento de causas neurobiológicas. As características

Leia mais

PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: DESENHO PARA O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO

PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: DESENHO PARA O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: DESENHO PARA O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO Cristina Angélica Aquino de Carvalho Mascaro (FAETEC / UERJ) Annie Gomes

Leia mais

Baralho do Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade. Luciana Tisser

Baralho do Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade. Luciana Tisser TD AH Baralho do Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade Luciana Tisser Este Baralho contém: 2 CARTÕES 1 CARTÃO PSICOEDUCAÇÃO 2 CARTÕES TRÍADE COGNITIVA 36 CARTAS 8 CARTAS COM SINTOMAS MENINOS

Leia mais

TRANSTORNO ESPECÍFICO DA APRENDIZAGEM CRITÉRIOS DIAGNÓSTICOS E POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO

TRANSTORNO ESPECÍFICO DA APRENDIZAGEM CRITÉRIOS DIAGNÓSTICOS E POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO TRANSTORNO ESPECÍFICO DA APRENDIZAGEM CRITÉRIOS DIAGNÓSTICOS E POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO Dra Nadia Aparecida Profa. Dra. Nádia Aparecida Doutora em Psicologia e Educação USP, Mestre em Psicologia da

Leia mais

2. OBJETIVOS EDUCACIONAIS

2. OBJETIVOS EDUCACIONAIS PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Departamento de Engenharia ENG 2510 Metodologia Científica e Tecnológica 2 CR Professor (a): Dra. Renata Medici Frayne Cuba (renatafrayne@hotmail.com) 1. EMENTA

Leia mais

PROCESSO DE INCLUSÃO ESCOLAR DE UM ALUNO COM SÍNDROME DE DOWN EM UMA ESCOLA PÚBLICA MUNICIPAL DA CIDADE DE REMÍGIO.

PROCESSO DE INCLUSÃO ESCOLAR DE UM ALUNO COM SÍNDROME DE DOWN EM UMA ESCOLA PÚBLICA MUNICIPAL DA CIDADE DE REMÍGIO. PROCESSO DE INCLUSÃO ESCOLAR DE UM ALUNO COM SÍNDROME DE DOWN EM UMA ESCOLA PÚBLICA MUNICIPAL DA CIDADE DE REMÍGIO. Lidiane Rodrigues Diniz; Universidade Federal da Paraíba lidiany-rd@hotmail.com Ana Cristina

Leia mais

PROGRAMA DE ORIENTAÇÃO

PROGRAMA DE ORIENTAÇÃO FACULDADE DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS GERENCIAIS DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ORIENTAÇÃO PSICOPEDAGÓGICA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ORIENTAÇÃO PSICOPEDAGÓGICA Artigo 1º - Introdução A necessidade de atenção às

Leia mais