Projeto aler Eu leio+, tu lês+, nós lemos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto aler+ 2014-16. Eu leio+, tu lês+, nós lemos m@is!"

Transcrição

1 Projeto aler Eu leio+, tu lês+, nós lemos

2 O projeto que apresentamos, apesar de se centrar nos nossos alunos, desde o ensino préescolar ao secundário, envolve toda a comunidade escolar e extra-escolar. Assenta na proatividade de todos e na paixão pela leitura que uns vão, certamente, transmitir a outros, num contágio rumo à melhoria de resultados. Para alcançar esta cultura de leitura, o projeto aposta no uso de recursos/ ferramentas também digitais, pois o mundo pulou e avançou. É esta a realidade que fascina muito as nossas crianças e jovens, é neste mundo que eles se reveem e para o qual têm que ser preparados. Esta é também a realidade dos adultos, para a qual muitos têm que ser reeducados. Em suma, este projeto assenta na premissa de que: Todo o mundo é composto de mudança, Tomando sempre novas qualidades. Luís Vaz de Camões (século XVI)

3 LINHAS ESTRATÉGICAS DO PROJETO

4 DOMÍNIO 1 - Estratégia para todo o agrupamento: a) Envolvimento da escola/ do agrupamento 1. Atividades relacionadas com a leitura inscritas no Plano Anual de Atividades do Agrupamento A promoção da leitura constitui uma das metas do Projeto Educativo e, como tal, é objetivo comum a toda a comunidade escolar, que participa nas diversas atividades relacionadas com a leitura inscritas no Plano Anual de Atividades do Agrupamento. 2. Apresentação do Projeto Eu leio+, tu lês+, nós lemos através de: a. Reunião do Conselho Pedagógico; b. Reuniões dos Departamentos Curriculares, dos Diretores de turma e de Assistentes operacionais. 3. Desenvolvimento de campanhas de Marketing, visando incentivar o empréstimo domiciliário na comunidade escolar.

5 DOMÍNIO 1 - Estratégia para todo o agrupamento: b) Envolvimento da comunidade 1. Divulgação do projeto na comunidade, através de folhetos informativos, portal do Agrupamento, Portal da Rede Concelhia das Bibliotecas de Condeixa, jornal do agrupamento e jornal local, rádio escolar e rádio local. 2. Comemoração da Semana da Leitura no agrupamento. A comemoração da leitura estará no centro da atenção da comunidade, através do desenvolvimento de atividades variadas, contando com a participação de encarregados de educação, docentes, auxiliares de ação educativa; biblioteca municipal e outros parceiros locais. 3. Dar continuidade à divulgação das atividades a desenvolver ou já desenvolvidas pela Rede de Bibliotecas de Condeixa e à prestação de serviço de biblioteca à comunidade [catálogo coletivo, empréstimo interbibliotecário, recursos variados e atualizados]. 4. Campanha de sensibilização Trocamos+ - feira de troca de livros usados junto da comunidade, através da divulgação nos diversos meios de difusão (panfletos, cartazes, portal do agrupamento e Rede de Bibliotecas de Condeixa).

6 DOMÍNIO 1 - Estratégia para todo o agrupamento: c) Leitura transversal ao currículo 1. Realização de uma ação de formação sobre literacia da informação dirigida aos docentes do agrupamento. 2. Criação, ratificação em Conselho Pedagógico e aplicação de um modelo de pesquisa uniforme para toda a escola - documento orientador, a preencher pelos docentes, onde definam com clareza, a tipologia/ estrutura dos trabalhos que solicitam aos alunos). 3. Aplicação de formas de pesquisa orientada, em diversos anos de escolaridade e áreas disciplinares, usando o modelo de pesquisa adotado pelo Agrupamento. 4. Levantamento, junto da comunidade educativa, de sugestões de links, documentos impressos e digitais a disponibilizar na biblioteca escolar, ou noutros espaços escolares. 5. Apoio ao currículo, no âmbito da leitura orientada na disciplina de Português, através da preparação de documentos e recursos relacionados com as obras em estudo. 6. Solicitação aos Coordenadores de Departamento, da calendarização dos conteúdos fulcrais das atividades letivas, das diversas áreas curriculares, com aferição de temas centrais, visando a preparação de mostras temáticas, sites e recursos pela BE.

7 DOMÍNIO 1 - Estratégia para todo o agrupamento: d) Envolvimento das crianças e dos alunos na leitura 1. Dar continuidade ao Projeto Ler+ Jovem Veni, Legi, vici - já os romanos o sabiam. O mesmo consiste na promoção da leitura, voltado também para a comunidade e para uma partilha de leituras a nível intergeracional. 2. Queres Ler+comigo? - Projeto Monitores/colaboradores das BE (envolvimento direto dos alunos monitores/colaboradores da BE na sugestão/preparação e concretização de atividades de promoção de leitura e/ou escrita destinado aos diversos níveis de ensino) 3. Lemos+ escrevemos melhor - Participação dos alunos dos diversos anos de escolaridade na elaboração de textos de vários teores, incluindo impressões pessoais de leitura, para o jornal do agrupamento JÁ. Estes textos, para além do suporte papel e digital do Jornal, serão igualmente publicados no portal da Rede Concelhia das Bibliotecas de Condeixa e expostos em vários locais da escola. 4. TOP TÍTULO+ E TOP LEITOR+ - Divulgação mensal dos dois títulos mais lidos em cada BE e do Leitor do mês. 5. Incentivo constante ao empréstimo bibliotecário, via campanhas de divulgação de novidades, montras, marketing.

8 DOMÍNIO 1 - Estratégia para todo o agrupamento: e) Articulação entre ciclos/ níveis em dinâmicas de leitura Entre níveis e ciclos de educação e de ensino, na escola ou agrupamento. 1. Era+ uma vez, atividade de leitura de contos e outro tipo de texto do imaginário popular e infantil feita por alunos pertencentes ao 3º ciclo e/ou ensino secundário aos alunos de Pré-escolar e 1º ciclo. f) Envolvimento da(s) Biblioteca(s) Escolar(es) Nas atividades, eventos, projetos, concursos ou qualquer iniciativa de promoção da leitura A equipa das Bibliotecas Escolares do Agrupamento, num total de 4, será o agente catalisador e orientador de todo o Projeto, em colaboração constante com os diferentes colaboradores e parceiros, pelo que estará envolvida em todas as ações/atividades nele constantes.

9 DOMÍNIO 2 - Promoção e dinâmicas de leitura a) Visibilidade e presença da leitura (escola/agrupamento) 1. Criação de vários Posto Ler+ em diversos locais da escola (placares; ecrã do videoprojetor da EB nº2 e EB nº3; cantina; pavilhão gimnodesportivo; sala de professores; sala do aluno; gabinete dos auxiliares de ação educativa; átrio de espera dos encarregados de educação; secretaria ), com revistas de temáticas diversas, jornais de diferentes áreas, jogos e passatempos, textos, para que a comunidade escolar possa ler em momentos de lazer ou espera. 2. Elaboração de cartazes, sinalética, panfletos, marcadores de livros, postais sobre a importância da leitura (distribuir pela comunidade escolar) 3. Nesta sala, vivo eu - Batismo de salas com nomes de autores da literatura nacional e internacional e disponibilização de textos, livros, biografia com lacunas, com afixação de QRcodes, links sobre os mesmos na respetiva sala e pela escola. 4. Realização de quizz e concursos sobre obras, autores, destinados a todo o agrupamento.

10 DOMÍNIO 2 - Promoção e dinâmicas de leitura b) Partilha de leituras (escola/agrupamento/comunidade) 1. Concurso de Leitura Ouvir Ler? Que Prazer. Concurso de leitura expressiva, desenvolvido em parceria com a biblioteca pública e dirigido a crianças e jovens do Agrupamento que frequentam o 1º CEB (3º e 4º ano); 2º CEB (5º e 6º ano) e 3º CEB (7º, 8º e 9º ano). 2. Concurso de Poesia - Poesia na Biblioteca. Concurso de escrita, aberto a todas as crianças e jovens residentes no concelho de Condeixa-a- Nova e a todos os adultos e desenvolvido em parceria entre as Bibliotecas escolares do agrupamento e a biblioteca pública. 3. Proclamo aberta a leitura! - Leitura em voz alta nos intervalos em espaços dentro da escola e em espaços públicos do Concelho (Praça, cafés, Mercado, Supermercados,...) em dias comemorativos (p.ex. dia do patrono, dia da mulher, dia mundial do livro, dia da poesia,...) 4. Olha para mim a ler + - Expor e/ou publicar fotografias de elementos da comunidade escolar e da comunidade local em situação de leitura, identificando o título do documento que surge na imagem e súmula das impressões pessoais do fotografado sobre o que se encontra a ler.

11 DOMÍNIO 2 - Promoção e dinâmicas de leitura c) Promoção da leitura em diversos suportes 1. Projeto Ler+ Jovem - os jovens do ensino secundário e os seniores, envolvidos no projeto, leem e partilham leituras utilizando os equipamentos digitais existentes e a adquirir para a Biblioteca Escolar (ereaders e tablets adquiridos para o projeto) 2. Ler+ rumo ao futuro - Atividades várias destinadas a incentivar os utilizadores à leitura, recorrendo a ambientes e recursos/ferramentas digitais (tablets, ereaders e ebooks, equipamentos a adquirir para as Bibliotecas Escolares do Agrupamento) 3. Vou-te contar os alunos realizam críticas literárias em formato vídeo, usando, para tal, os tablet a adquirir para a BE. Tais críticas serão afixadas em diferentes locais das escolas, na biblioteca, publicadas no portal do agrupamento e no da Rede de Bibliotecas de Condeixa. Algumas constarão, igualmente, do jornal do agrupamento.

12 DOMÍNIO 2 - Promoção e dinâmicas de leitura d) Desenvolvimento de diferentes literacias 1. - atividade a desenvolver na BE e nas aulas de Português de turmas de 5º ano (com o apoio de Educação Visual e Educação Tecnológica) e do 7º ano (sessões de escrita criativa, com recurso a ferramentas digitais, p. ex. Storybird e Goanimate. À imagem do que ocorre com os conjuntos de livros para leitura orientada em sala de aula, também cada tablet será usado em sala de aula por par de alunos. Para tal, será necessária a aquisição de tablets permitindo o ratio 1 equipamento por secretária. 2. Realização de sessões sobre literacia da informação dirigida aos alunos (anos de escolaridade ainda a definir).

13 DOMÍNIO 3 - Eventos e grupos de leitura a) Organização de eventos de leitura 1. A BE ajuda-te a Ler+ - Atividade de continuidade de desenvolvimento de iniciativas promovidas pelas professoras bibliotecárias, após a recolha de sugestões de educadoras/ professoras, no âmbito da promoção da literacia da leitura e/ou abordagem de temáticas do currículo. As iniciativas destinar-se-ão aos jardins de infância e escolas de 1º ciclo do agrupamento e utilizarão uma panóplia variada de tipologia de atividades (animação da leitura, reconto pelos alunos, dramatização ) e de recursos e ferramentas, incluindo as digitais.

14 DOMÍNIO 4 - Colaboração com a família a) Dinamização da leitura nas famílias 1. No meu ninho, lê-se +, atividade que aposta no desenvolvimento de hábitos da leitura partilhada no seio familiar, consistindo na itinerância de sacos com livros destinados às crianças do Ensino Pré-escolar para que as famílias se envolvam na leitura e na partilha de impressões sobre essa leitura, através do Passa-aporta da leitura / Leitura em Vai e Vem.

15 DOMÍNIO 5 - Envolvimento com a comunidade b) Trabalho em parceria com entidades diversas 1. Projeto Ler+ Jovem - projeto de partilha de leitura entre os jovens do ensino secundário, a comunidade em geral, o grupo de seniores da Santa Casa da Misericórdia e o da Associação APRE!. c) Articulação de iniciativas de leitura com a Biblioteca Pública 1. Projeto 30 Dias, 30 Livros - projeto de itinerâncias documentais, animação da leitura e encontro com escritor/ilustrador/contador de histórias, destinado às crianças do ensino pré-escolar e de 1º ciclo das escolas que distam da sede de concelho. Em colaboração com a biblioteca municipal, as bibliotecas escolares constituem conjuntos documentais com revistas, livros e documentos digitais que fazem circular, mensalmente, pelos jardins de infância e escolas de 1º ciclo, que não têm BE própria.

16 APOIO DA DIREÇÃO Parecer da Direção do Agrupamento/ da Escola não agrupada relativamente ao projeto A Direção do Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova acompanhou a feitura deste Projeto e, no dia 17 de setembro de 2014, emitiu o seguinte parecer: A diversidade de atividades propostas, a multiplicidade de intervenientes e o papel dinamizador conferido, em muitas dessas atividades, aos alunos, fazem-me crer que estão reunidas as condições para que se realizem aprendizagens de natureza académica, social e organizacional relevantes, pelo que dou o meu parecer favorável ao presente projeto. Coordenação do Projeto Anabela da Conceição Costa

17 Agora temos que trabalhar!!!

Eu leio+, tu lês+, nós lemos m@is!

Eu leio+, tu lês+, nós lemos m@is! Apresentação do Projeto Eu leio+, tu lês+, nós lemos m@is! 2014-2016 O projeto envolve toda a comunidade escolar e extraescolar. Assenta na paixão pela leitura que uns vão, certamente, transmitir a outros,

Leia mais

BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Escola Portuguesa Ruy Cinatti 2013/2014

BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Escola Portuguesa Ruy Cinatti 2013/2014 O Pl Anual de Atividades é o documento que define as linhas orientadoras da ação da Biblioteca Escolar e tem como objetivo último tornar os alunos autónomos e eficientes nas diversas literacias. A adquisição

Leia mais

Projeto aler+ SEMEAR LEITURAS

Projeto aler+ SEMEAR LEITURAS Projeto aler+ SEMEAR LEITURAS 2013-2014 ÍNDICE 1.CONTEXTUALIZAÇÃO... 2 2. INTERVENIENTES...... 3 3. OBJETIVOS. 4 4. REGIMENTO DE FUNCIONAMENTO. 5 5. ATIVIDADES/AÇÕES/ESTRATÉGIAS... 6/ 7 6. DIVULGAÇÃO..

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2014-2015. Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado

PLANO DE ATIVIDADES 2014-2015. Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado 20142015 Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado 20142015 Domínio A Currículo, literacias e aprendizagem Intervenientes Público alvo Datas Desenvolver atividades curriculares

Leia mais

Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês

Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês Criar ambientes de partilha; Proporcionar momentos de incentivo à leitura e ao relevo das ilustrações; Facilitar e promover a criatividade e imaginação;

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012 Biblioteca Escolar GIL VICENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GIL VICENTE ESCOLA GIL VICENTE EB1 CASTELO BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012 As atividades constantes do presente

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2014-2015 BIBLIOTECAS ESCOLARES

PLANO DE ATIVIDADES 2014-2015 BIBLIOTECAS ESCOLARES 20142015 BIBLIOTECAS ESCOLARES 20142015 Domínio A Currículo, literacias e aprendizagem Intervenientes Público alvo Datas previstas Orçamento Desenvolver atividades curriculares com os docentes de Português

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Agrupamento de Escolas José Afonso Plano Anual de Atividades 2013/ 2014 A- Apoio ao desenvolvimento curricular CALENDARIZAÇÃO ATIVIDADES OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO RESPONSÁVEIS ORÇAMENTO AVALIAÇÃO Início do

Leia mais

Nota Introdutória. Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR)

Nota Introdutória. Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR) Nota Introdutória Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR) Apoiar e promover os objetivos educativos definidos de acordo com as finalidades e currículo

Leia mais

Projeto de leitura com o envolvimento dos pais

Projeto de leitura com o envolvimento dos pais Projeto de leitura com o envolvimento dos pais aler+ em família A importância da leitura em família Sendo a biblioteca/ escola e a família dois espaços naturais para a promoção da leitura, o seu contributo

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2014/2017

PLANO DE ACÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2014/2017 PLANO DE ACÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2014/2017 1 O plano de ação que se apresenta teve por base as autoavaliações efetuadas durante os anos 2009-10; 2010-11;

Leia mais

Plano de ação (adenda). domínio em avaliação: gestão da biblioteca escolar. email: becre.esfhp@gmail.com Ano letivo 2012/2013

Plano de ação (adenda). domínio em avaliação: gestão da biblioteca escolar. email: becre.esfhp@gmail.com Ano letivo 2012/2013 Plano de ação (adenda). domínio em avaliação: gestão da biblioteca escolar email: becre.esfhp@gmail.com Ano letivo 2012/2013 Plano de ação 2012/2013 (adenda) A. Apoio ao desenvolvimento curricular Responsável

Leia mais

Proposta para o Plano de Atividades - Biblioteca Escolar 14/15

Proposta para o Plano de Atividades - Biblioteca Escolar 14/15 Professor: Ana Maria Galveia Taveira Proposta para o Plano de Atividades - Biblioteca Escolar 14/15 O Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar divide-se em quatro grandes áreas de funcionamento/intervenção,

Leia mais

DGEstE Direção de Serviços da Região Centro

DGEstE Direção de Serviços da Região Centro DGEstE Direção de Serviços da Região Centro Bibliotecas Escolares - Plano Anual de Atividades (PAA) Ano letivo 2014/2015 Este PAA encontra-se estruturado em 4 domínios (seguindo as orientações da RBE)

Leia mais

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria 2013-2014

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria 2013-2014 Processo de melhoria Relatório de execução do plano de melhoria 2013-2014 Recomendações do conselho pedagógico Não houve recomendações emanadas do Conselho Pedagógico. Data de apresentação à direção/ conselho

Leia mais

DOMÍNIO 1 - Estratégia para toda a escola/ todo o agrupamento:

DOMÍNIO 1 - Estratégia para toda a escola/ todo o agrupamento: Plano de Intervenção Projeto ALer+ - 2014/2015 Designação Sempre ALer+ 2.1. Descrição sumária do Plano de Intervenção O Agrupamento de Escolas André Soares entrou para o projeto ALer+ no 1º ano de desenvolvimento

Leia mais

Para uma gestão integrada da biblioteca escolar do agrupamento

Para uma gestão integrada da biblioteca escolar do agrupamento Para uma gestão integrada da biblioteca escolar do agrupamento orientações [setembro de 2011] Rede Bibliotecas Escolares Sumário Nota introdutória... 2 Orientações Diretor... 3 Professor bibliotecário...

Leia mais

Biblioteca Escolar. Atividades 2013-2014

Biblioteca Escolar. Atividades 2013-2014 Biblioteca Escolar Atividades 2013-2014 1 Uma ESCOLA 1 100 ALUNOS ( 10-18 anos) uma professora bibliotecária nove professores colaboradores duas assistentes operacionais uma EQUIPA 2 Biblioteca Escolar:

Leia mais

Plano de Intervenção aler+ (PNL)

Plano de Intervenção aler+ (PNL) Plano de Intervenção aler+ (PNL) Os agrupamentos de escolas que já integram a Rede aler+ poderão apresentar um Plano de Intervenção para o ano letivo 2015-16 que evidencie a centralidade da leitura no

Leia mais

2013/2014 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR]

2013/2014 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR] Projeto / Atividade Objetivos Intervenientes Recursos/ materiais Voluntários de Leitura Construir relações/parcerias com a BMP e com as redes locais (ADA/Centro Comunitário de Portel) BE - Vamos Partilh@r

Leia mais

2013/4. Plano de melhoria da biblioteca escolar. Biblioteca do Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil

2013/4. Plano de melhoria da biblioteca escolar. Biblioteca do Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil 2013/4 Plano de melhoria da biblioteca escolar Biblioteca do Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil Índice A. Currículo literacias e aprendizagem... 5 Problemas identificados... 5 Resultados esperados...

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO ANUAL 2009/2010. Rede de Bibliotecas de Carregal do Sal GRUPO DE TRABALHO

PLANO DE ACÇÃO ANUAL 2009/2010. Rede de Bibliotecas de Carregal do Sal GRUPO DE TRABALHO GRUPO DE TRABALHO Rede de Bibliotecas de Carregal do Sal PLANO DE ACÇÃO ANUAL 2009/2010 O Plano de Acção da Rede de Bibliotecas de Carregal do Sal é um instrumento de trabalho ao nível da organização e

Leia mais

Escola Secundária de Alves Redol

Escola Secundária de Alves Redol Escola Secundária de Alves Redol Áreas de intervenção A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular A1. Difundir os recursos junto da organização pedagógica da escola Interacção com os Departamentos /Apresentação

Leia mais

Plano de ação da biblioteca escolar

Plano de ação da biblioteca escolar AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA GAFANHA DA ENCARNÇÃO Plano de ação da biblioteca escolar 2013-2017 O plano de ação constitui-se como um documento orientador de linhas de ação estratégicas, a desenvolver num

Leia mais

PLANO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA da FAV PARA 2015/2016

PLANO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA da FAV PARA 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Santiago do Cacém Escola Básica Frei André da Veiga PLANO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA da FAV PARA 2015/2016 A. Currículo, literacias e aprendizagem Problemas identificados Falta

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES 2013/2014

PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES 2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES 2013/2014 Pág.1 INTRODUÇÃO O Plano Anual de Atividades das s Escolares do Agrupamento de Escolas n.º 1 de Grândola atende à especificidade das bibliotecas

Leia mais

Plano Anual de Atividades do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda. Planificação de Atividades - Ano Letivo 2014/2015

Plano Anual de Atividades do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda. Planificação de Atividades - Ano Letivo 2014/2015 Plano Anual de Atividades do de Escolas Sá de Miranda Planificação de Atividades - Ano Letivo 2014/2015 (devem ser indicadas as atividades que ultrapassem a dimensão do pequeno grupo ou da turma) Calendarizaç

Leia mais

CALENDARIZAÇÃO ATIVIDADE DESCRIÇÃO PÚBLICO ALVO

CALENDARIZAÇÃO ATIVIDADE DESCRIÇÃO PÚBLICO ALVO HORA DO CONTO Ler é Crescer Atividade realizada para as crianças dos Infantários NªSª de Fátima e Nuclisol (Piaget). As crianças deste infantários deslocam-se à BM uma vez por mês para participarem na

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz Escola EB1 das Abadias. Regimento da Biblioteca Escolar Centro de Recursos Educativos

Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz Escola EB1 das Abadias. Regimento da Biblioteca Escolar Centro de Recursos Educativos Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz Escola EB1 das Abadias Regimento da Biblioteca Escolar Centro de Recursos Educativos Regulamento da Biblioteca Escolar das Abadias Introdução 1.

Leia mais

Plano de Atividades da Rede de Bibliotecas de Mealhada. Ano Letivo 2012-2013

Plano de Atividades da Rede de Bibliotecas de Mealhada. Ano Letivo 2012-2013 Plano de Atividades da Rede de Bibliotecas de Mealhada Ano Letivo 2012-2013 Domínio de Intervenção: 1. Planeamento e Gestão 1.1. Cooperação / Articulação Inter-bibliotecas Grupo de Trabalho Concelhio Objectivos:

Leia mais

Plano Nacional de Leitura

Plano Nacional de Leitura Agrupamento de Escolas das Taipas Plano Nacional de Leitura 1. Estrutura organizacional Coordenador: Carlos Monteiro Grupo de Recrutamento: 300 Departamento: Línguas Composição do grupo de trabalho: docentes

Leia mais

REGULAMENTO DO BANCO DE EMPRÉSTIMO DE MANUAIS ESCOLARES

REGULAMENTO DO BANCO DE EMPRÉSTIMO DE MANUAIS ESCOLARES REGULAMENTO DO BANCO DE EMPRÉSTIMO DE MANUAIS ESCOLARES 1 PREÂMBULO Sendo a aposta na educação uma estratégia fundamental para o desenvolvimento do concelho de Vendas Novas, é lançado o Banco de Empréstimo

Leia mais

DESIGNAÇÃO DA AÇÃO: CONCEBER E APLICAR ESTRATÉGIAS/METODOLOGIAS CONDUCENTES À MELHORIA DOS RESULTADOS.

DESIGNAÇÃO DA AÇÃO: CONCEBER E APLICAR ESTRATÉGIAS/METODOLOGIAS CONDUCENTES À MELHORIA DOS RESULTADOS. AÇÃO Nº 1 DESIGNAÇÃO DA AÇÃO: CONCEBER E APLICAR ESTRATÉGIAS/METODOLOGIAS CONDUCENTES À MELHORIA DOS RESULTADOS. BREVE DESCRIÇÃO DA AÇÃO: conceber, discutir e aplicar planificações, metodologias, práticas

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL (MAIO 2014 ) REDE SOCIAL DE ALANDROAL

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL (MAIO 2014 ) REDE SOCIAL DE ALANDROAL CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL (MAIO ) REDE SOCIAL DE ALANDROAL CLAS /2015 Área de Intervenção: Equipamentos e Respostas Sociais e Serviços 1 Objetivo Geral Objetivos Específicos Ação População - Alvo

Leia mais

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL MUNICÍPIO DE VOUZELA PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL 2014/2015 Designação da Formação Toxicodependências Programa de Respostas Integradas As Crianças Marcam a Diferença! Natação 1º Ciclo Prolongamento de Horário

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO HENRIQUE MEDINA PROJETO PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO HENRIQUE MEDINA PROJETO PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO HENRIQUE MEDINA PROJETO PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE Ano letivo 2014/2015 1. Enquadramento Entre os objetivos prioritários da atual política educativa encontram-se os

Leia mais

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO - PROJETO DO CONTRATO DE AUTONOMIA

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO - PROJETO DO CONTRATO DE AUTONOMIA PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO - PROJETO DO CONTRATO DE AUTONOMIA ANEXO II DOMÍNIO: GESTÃO E DESENVOLVIMENTO CURRICULAR Estudex PROJETOS ATIVIDADES ESTRATÉGIAS PARCERIAS CALENDARIZAÇÃO Sala de estudo para o

Leia mais

Avaliação do Projecto Curricular

Avaliação do Projecto Curricular Documento de Reflexão Avaliação do Projecto Curricular 2º Trimestre Ano Lectivo 2006/2007 Actividade Docente desenvolvida Actividade não lectiva Com base na proposta pedagógica apresentada no Projecto

Leia mais

Propostas para o Dia Mundial do Livro e/ou para a Semana da LEITURA

Propostas para o Dia Mundial do Livro e/ou para a Semana da LEITURA Propostas para o Dia Mundial do Livro e/ou para a Semana da LEITURA Comissão Coordenadora do Plano Regional de Leitura P l a n o R e g i o n a l d e L e i t u r a R e d e R e g i o n a l d e B i b l i

Leia mais

PLANO DE PROMOÇÃO DA LEITURA. Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado

PLANO DE PROMOÇÃO DA LEITURA. Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado PLANO DE PROMOÇÃO DA LEITURA Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado 2014 1.Apresentação do plano 2. Objetivos gerais 3. Orientações 4. Objetivos específicos 5. Atividades 6. Avaliação 7. Aneos A leitura

Leia mais

Banco de Manuais Escolares REGULAMENTO PREÂMBULO

Banco de Manuais Escolares REGULAMENTO PREÂMBULO PREÂMBULO O Banco de Manuais Escolares tem o propósito de contribuir para o sucesso do Projeto Educativo do Agrupamento visando objetivos sociais, ambientais e económicos ao permitir o acesso mais alargado

Leia mais

Planificação das Atividades 2013/2014 Domínio Sub-domínio Atividades Objetivos Destinatários Dinamizadores Calendarização Recursos materiais

Planificação das Atividades 2013/2014 Domínio Sub-domínio Atividades Objetivos Destinatários Dinamizadores Calendarização Recursos materiais LEITURA E LITERACIAS Promoção Leitura BIBLIOTECA ESCOLAR MÁRIO CLÁUDIO / BIBLIOTECA ESCOLAR DA POUSA Planificação s Ativides 2013/2014 Domínio Sub-domínio Ativides Objetivos Destinatários Dinamizadores

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Moita. Plano de Melhoria. P r o v i s ó r i o P p P r o. Ano letivo 2013-14

Agrupamento de Escolas da Moita. Plano de Melhoria. P r o v i s ó r i o P p P r o. Ano letivo 2013-14 Agrupamento de Escolas da Moita Plano de Melhoria P r o v i s ó r i o P p P r o Ano letivo 2013-14 Moita, 22 de abril de 2015 A COMISSÃO DE AUTOAVALIAÇÃO o Célia Romão o Hélder Fernandes o Ana Bela Rodrigues

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO ANO LETIVO 2015-2016

PLANO ESTRATÉGICO ANO LETIVO 2015-2016 PLANO ESTRATÉGICO ANO LETIVO 2015-2016 1. INTRODUÇÃO E ENQUADRAMENTO Nos termos do Artigo 15.º, do Despacho Normativo n.º7/2013, 11 de julho No final de cada ano escolar, o conselho pedagógico avalia o

Leia mais

2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES. Conselho Geral AGUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALADARES

2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES. Conselho Geral AGUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALADARES , 0 2013/2014 Conselho Geral AGUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALADARES PLANO DE ATIVIDADES O AGRUPAMENTO... 3 IDENTIFICAÇÃO E CARATERIZAÇÃO DAS ESCOLAS... 3 Freguesia de Gulpilhares / Valadares... 3 Freguesia

Leia mais

PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR. Anabela Martins. Bragança, de 20 setembro de 2014

PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR. Anabela Martins. Bragança, de 20 setembro de 2014 PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR Anabela Martins Bragança, de 20 setembro de 2014 PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR Sumário Nota prévia Objetivos da Saúde Escolar Literacia em saúde Eixo estratégicos Exemplos de Boas

Leia mais

Plano de Promoção de Leitura no Agrupamento

Plano de Promoção de Leitura no Agrupamento AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO Plano de Promoção de Leitura no Agrupamento 1. Apresentação do plano 2. Objectivos gerais 3. Orientações 4. Objectivos específicos 5. Actividades 6. Avaliação 1

Leia mais

Para uma gestão integrada da biblioteca escolar do agrupamento

Para uma gestão integrada da biblioteca escolar do agrupamento Para uma gestão integrada da biblioteca escolar do agrupamento orientações Rede Bibliotecas Escolares Sumário Nota introdutória... 2 Orientações Director... 3 Professor bibliotecário... 5 Docentes... 10

Leia mais

PLANO DE AÇÃO E MELHORIA DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALPENDORADA 1. INTRODUÇÃO

PLANO DE AÇÃO E MELHORIA DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALPENDORADA 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO A Lei nº 31/2012, de 20 de Dezembro, veio aprovar o sistema de avaliação dos estabelecimentos de educação pré-escolar e dos ensinos básico e secundário, definindo orientações para a autoavaliação

Leia mais

Plano de Atividades 2012

Plano de Atividades 2012 Plano de Atividades 2012 A Direção da rede ex aequo propõe o seguinte plano de atividades para o ano de 2012, tendo em conta oito áreas de intervenção consideradas prioritárias. 1. Área de Apoio 2. Área

Leia mais

Introdução. a cultura científica e tecnológica.

Introdução. a cultura científica e tecnológica. Introdução A cultura científica e tecnológica é cada vez mais reconhecida como uma condição estratégica para o desenvolvimento de uma cidadania ativa, traduzindo-se numa sociedade mais qualificada e no

Leia mais

PLANO DE MELHORIA CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DO PORTO

PLANO DE MELHORIA CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DO PORTO PLANO DE MELHORIA DO 2015-2017 Conservatório de Música do Porto, 30 de outubro de 2015 1. Introdução... 3 2. Relatório de Avaliação Externa... 5 Pontos Fortes... 5 Áreas de Melhoria... 6 3. Áreas Prioritárias...

Leia mais

Oficina do aluno empreendedor

Oficina do aluno empreendedor Agrupamento de Escolas das Taipas Oficina do aluno empreendedor 1. Estrutura organizacional Coordenador: José Alberto Castro Grupo de Recrutamento: EVT (240) Departamento: Expressões Composição do grupo

Leia mais

Avaliação do Plano. de Ação. Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Castro Verde

Avaliação do Plano. de Ação. Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Castro Verde Avaliação do Plano 2014 de Ação Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Castro Verde Linhas Orientadoras do Plano de Ação 2014 Parcerias e Articulação Institucional Em 2014 trabalhámos e fizemos parcerias

Leia mais

DEPARTAMENTO DA QUALIDADE

DEPARTAMENTO DA QUALIDADE DEPARTAMENTO DA QUALIDADE PLANO DE MELHORIA ESA 2013-2016 Objetivos gerais do Plano de Melhoria 1. Promover o sucesso educativo e melhorar a sua qualidade 2. Melhorar os processos e resultados pedagógicos

Leia mais

Plano Anual de Atividades PNL. Ano Letivo - 2014-2015

Plano Anual de Atividades PNL. Ano Letivo - 2014-2015 Plano Anual de Atividades PNL Ano Letivo - 2014-2015 Ler é... «Aprender, refletir, relacionar, descobrir, crescer, viajar no tempo e no espaço é, acima de tudo, um infinito e incomparável prazer». Rosa

Leia mais

Projeto de Ações de Melhoria

Projeto de Ações de Melhoria DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE LISBOA E VALE DO TEJO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALVES REDOL, VILA FRANCA DE XIRA- 170 770 SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALVES REDOL 400 014 Projeto de Ações de Melhoria 2012/2013

Leia mais

Colaborar com as várias estruturas da escola nas tarefas inerentes ao cargo.

Colaborar com as várias estruturas da escola nas tarefas inerentes ao cargo. Atualizar e divulgar a composição da equipa. Divulgar as atividades. Atualizar e divulgar diversos materiais. ano lectivo Informação/divulgação dos serviços especializados na página da escola /EE Representar

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz Escola EB 2,3 Dr. João de Barros Escola EB 1 de Abadias Escola EB1 da Gala

Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz Escola EB 2,3 Dr. João de Barros Escola EB 1 de Abadias Escola EB1 da Gala 0 Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz Escola EB 2,3 Dr. João de Barros Escola EB 1 de Abadias Escola EB1 da Gala Regulamento das Bibliotecas Escolares Centro de Recursos Educativos

Leia mais

Programa de Formação Líderes Inovadores 2015-2016 PLANO DE MUDANÇA E INOVAÇÃO

Programa de Formação Líderes Inovadores 2015-2016 PLANO DE MUDANÇA E INOVAÇÃO Programa de Formação Líderes Inovadores 2015-2016 PLANO DE MUDANÇA E INOVAÇÃO Melhorar a Comunicação entre as unidades orgânicas do Agrupamento de Arcozelo Manuel Fernandes de Amorim Agrupamento de Escolas

Leia mais

Plano de Atividades GRUPO. Biblioteca Escolar

Plano de Atividades GRUPO. Biblioteca Escolar Plano de Atividades 2013 2014 GRUPO Biblioteca Escolar Atividade nº1- Implementação do Modelo de Autoavaliação das BEs (MABE) Objetivos- Estabelecer parcerias ; Integrar a BE no desenvolvimento de Projetos

Leia mais

ANEXO V NORMAS DE FUNCIONAMENTO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES

ANEXO V NORMAS DE FUNCIONAMENTO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES ANEXO V NORMAS DE FUNCIONAMENTO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES As normas de funcionamento e de utilização dos serviços prestados pelas BE do AEMTG estão definidas nos seguintes pontos: Ponto 1. Utilizadores

Leia mais

Planeamento Estratégico

Planeamento Estratégico 2011 Planeamento Estratégico 2011/2012 Melissa [Escrever o nome da empresa] 01-01-2011 1 Índice 1. Enquadramento estratégico da... 3 1.1. Introdução... 3 1.2. Âmbito e finalidades... Erro! Marcador não

Leia mais

Plano de Formação. do Agrupamento

Plano de Formação. do Agrupamento Plano de Formação do Agrupamento Ano letivo 2014/2015 1/8 ÍNDICE 1. Introdução... 2 2. Caracterização do Agrupamento... 3 3. Identificação das necessidades de 4 4. Objetivos gerais a atingir com o Plano

Leia mais

09/10. Projecto Plano Nacional de Leitura. Agrupamento de Escolas D. Nuno Álvares Pereira Tomar. Projecto PNL AEDNAP 09/10 1-9

09/10. Projecto Plano Nacional de Leitura. Agrupamento de Escolas D. Nuno Álvares Pereira Tomar. Projecto PNL AEDNAP 09/10 1-9 Projecto Plano Nacional de Leitura 09/10 Agrupamento de Escolas D. Nuno Álvares Pereira Tomar Projecto PNL AEDNAP 09/10 1-9 Índice 1. Introdução 3 2. Avaliação das actividades realizadas / Resultados alcançados

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE REDONDO PROJETO EDUCATIVO. Indicações para Operacionalização 2012-2015

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE REDONDO PROJETO EDUCATIVO. Indicações para Operacionalização 2012-2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE REDONDO PROJETO EDUCATIVO Indicações para Operacionalização 2012-2015 O Plano Anual de Atividades do Agrupamento é relevante para toda a Comunidade Educativa. Por ele se operacionalizam

Leia mais

PES Promoção e Educação para a Saúde

PES Promoção e Educação para a Saúde (A PREENCHER PELA COMISSÃO DO PAA) Atividade Nº AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO Projeto PES Promoção e Educação para a Saúde Equipa Dinamizadora: Alice Gonçalves e Rosa Rêgo Ano letivo 2014/2015

Leia mais

CENTRO NOVAS OPORTUNIDADES DE CACILHAS PROJECTO NOVAS OPORTUNIDADES A LER+ LER + COMPENSA PLANO NACIONAL DE LEITURA (PNL) 09 JULHO 10

CENTRO NOVAS OPORTUNIDADES DE CACILHAS PROJECTO NOVAS OPORTUNIDADES A LER+ LER + COMPENSA PLANO NACIONAL DE LEITURA (PNL) 09 JULHO 10 CENTRO NOVAS OPORTUNIDADES DE CACILHAS PROJECTO NOVAS OPORTUNIDADES A LER+ LER + COMPENSA PLANO NACIONAL DE LEITURA (PNL) CENTRO NOVAS OPORTUNIDADES DE CACILHAS MISSÃO Promover o aumento dos níveis de

Leia mais

IIDENTIFICAÇÃO SUMARIA DO PROJETO

IIDENTIFICAÇÃO SUMARIA DO PROJETO IIDENTIFICAÇÃO SUMARIA DO PROJETO Título do projeto: Pensar Global, Agir Global Oito objetivos de Desenvolvimento para o Milénio, Oito Caminhos para mudar o Mundo Localização detalhada da ação (país, província,

Leia mais

Plano de Ação ECO-ESCOLAS 2013/2014

Plano de Ação ECO-ESCOLAS 2013/2014 Gestão ambiental da escola Tema Diagnóstico Objetivos Metas Ações e Atividades Previstas Concretização - Recursos Concretização - Intervenientes Concretização - Calendarização Indicadores (monitorização

Leia mais

PLANO DE AÇÃO DEPARTAMENTO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

PLANO DE AÇÃO DEPARTAMENTO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR PLANO DE AÇÃO DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Ano letivo 2012 / 2013 ÍNDICE Nº Pág. 1 Introdução 3 2 Constituição 3 3 Ações e Objetivos 4 4 Identificação das necessidades de formação dos docentes

Leia mais

ACTIVIDADES DE ANIMAÇÃO E APOIO À FAMÍLIA NOS JI PRÉ-ESCOLAR

ACTIVIDADES DE ANIMAÇÃO E APOIO À FAMÍLIA NOS JI PRÉ-ESCOLAR PRÉ-ESCOLAR PRINCÍPIOS ORIENTADORES DA ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DAS ACTIVIDADES DE ANIMAÇÃO E APOIO À FAMÍLIA NOS JI Ano lectivo 2009/2010 1 Princípios Orientadores de acordo com o Projecto Educativo A Lei

Leia mais

Perguntas frequentes. 20142015 Rede de Bibliotecas Escolares Plano Nacional de Leitura Direção Geral da Saúde

Perguntas frequentes. 20142015 Rede de Bibliotecas Escolares Plano Nacional de Leitura Direção Geral da Saúde Perguntas frequentes 20142015 Rede de Bibliotecas Escolares Plano Nacional de Leitura Direção Geral da Saúde lista de perguntas Projeto SOBE Trabalhar no projeto Saúde Oral, Bibliotecas Escolares (SOBE)

Leia mais

ESCOLA EB 2.3/S Dr. Isidoro de Sousa PLANO DE ACTIVIDADES BIBLIOTECA ESCOLAR / CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS ANO LECTIVO 2006 / 2007

ESCOLA EB 2.3/S Dr. Isidoro de Sousa PLANO DE ACTIVIDADES BIBLIOTECA ESCOLAR / CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS ANO LECTIVO 2006 / 2007 ESCOLA EB 2.3/S Dr. Isidoro de Sousa BIBLIOTECA ESCOLAR / CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS PLANO DE ACTIVIDADES ANO LECTIVO 2006 / 2007 Escola EB 2,3/S Dr. Isidoro de Sousa BE/CRE Pl de Actividades Ano Lectivo

Leia mais

Questionário do Pessoal Docente do Pré-escolar

Questionário do Pessoal Docente do Pré-escolar Questionário do Pessoal Docente do Pré-escolar Liderança 1.1 1.2 1.3 1.4 1. As decisões tomadas pelo Conselho Pedagógico, pela Direção e pelo Conselho Geral são disponibilizadas atempadamente. 2. Os vários

Leia mais

janeiro.2015 Relatório Intercalar 2014/2015

janeiro.2015 Relatório Intercalar 2014/2015 Relatório Intercalar 2014/2015 Índice Introdução... 2 Aplicação do modelo estatístico VALOR ESPERADO... 3 Quadros relativos à aplicação do modelo estatístico de análise de resultados académicos... 5 Avaliação

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (proposta de atividades) Bibliotecas do Agrupamento 2014/2015

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (proposta de atividades) Bibliotecas do Agrupamento 2014/2015 Metas do Projecto Educativo: PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (proposta de atividades) Bibliotecas do 2014/2015 1- A Indisciplina. 2 A Desmotivação dos Alunos Face à Escola e o Insucesso. 3 O Envolvimento dos

Leia mais

A MANTA DE RETALHOS E MEMÓRIAS PROJETO ESCOLA JOSEFA DE ÓBIDOS. Agrupamento de Escolas P. Bartolomeu de Gusmão. Ana Maria Marques

A MANTA DE RETALHOS E MEMÓRIAS PROJETO ESCOLA JOSEFA DE ÓBIDOS. Agrupamento de Escolas P. Bartolomeu de Gusmão. Ana Maria Marques Agrupamento de scolas. Bartolomeu de Gusmão SCLA JSFA ÓBIS Biblioteca scolar Josefa de Óbidos JT A MANTA TALHS MMÓIAS Ana Maria Marques Lisboa, julho de 2012 7 Apresentação A frequência do ateliê Sentir?

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO DE ESTUDOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 2013/2014

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO DE ESTUDOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 2013/2014 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 7 PLANO DE ESTUDOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 0/0 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 7 ÍNDICE - Introdução...

Leia mais

uiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbn MABE auscultação em 2013/2014 mqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjkl 19-06-2014

uiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbn MABE auscultação em 2013/2014 mqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjkl 19-06-2014 qwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçz xcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty Questionário aos docentes uiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbn

Leia mais

Apoio à Divulgação do projeto nas escolas

Apoio à Divulgação do projeto nas escolas Apoio à Divulgação do projeto nas escolas A LEITURA Um bem essencial Estimular o gosto pelos livros Diversificar experiências de leitura Detetar dificuldades Intervir o mais cedo possível Um projecto de

Leia mais

RESPONSÁVEL (Articulações)

RESPONSÁVEL (Articulações) 1 Direção Regional de ducação do Norte AGRUPAMNTO D SCOLAS D MARCO D CANAVSS (150745) PLANO ANUAL D ATIVIDADS (PAA) 2012-2013 BIBLIOTCA / CR PAA 3 Grupo DATA ATIVIDADS Colaboração com os docentes na concretização

Leia mais

Educação Especial. 2. Procedimentos de Referenciação e Avaliação e Elaboração do Programa Educativo Individual

Educação Especial. 2. Procedimentos de Referenciação e Avaliação e Elaboração do Programa Educativo Individual Educação Especial O Grupo da Educação Especial tem como missão fundamental colaborar na gestão da diversidade, na procura de diferentes tipos de estratégias que permitam responder às necessidades educativas

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2013/14

PLANO DE AÇÃO 2013/14 Tema Diagnóstico (situações a melhorar) Objetivo(s) Meta(s) Ações e Atividades Previstas Sensibilizar a comunidade escolar para a necessidade crescente de reutilização de materiais; PLANO DE AÇÃO 2013/14

Leia mais

Enquadramento e critérios de Candidatura

Enquadramento e critérios de Candidatura Enquadramento e critérios de Candidatura A cidadania ativa constitui um elemento chave do reforço da coesão social. O Conselho da União Europeia instituiu o ano de 2011, como Ano Europeu do Voluntariado

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA

ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA 2012-2015 PLANO DE MELHORIA (2012-2015) 1. CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROCESSO Decorreu em finais de 2011 o novo processo de Avaliação Externa

Leia mais

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez.

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez. PROJETO DE LEITURA E ESCRITA Era uma vez... E conte outra vez. CARACTERIZAÇÃO DO PROJETO TEMA; PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez. INSTITUIÇÃO Escola Estadual Lino Villachá

Leia mais

Relatório de Coordenação das Bibliotecas Escolares INTRODUÇÃO

Relatório de Coordenação das Bibliotecas Escolares INTRODUÇÃO Relatório de Coordenação das Bibliotecas Escolares INTRODUÇÃO A equipa pedagógica das Bibliotecas Escolares (BE) do agrupamento propôs um conjunto de atividades tendo em conta a articulação com o Modelo

Leia mais

VAMOS PROCURAR A ARQUITETURA 2ª Edição I ESPAÇOS PÚBLICOS

VAMOS PROCURAR A ARQUITETURA 2ª Edição I ESPAÇOS PÚBLICOS VAMOS PROCURAR A ARQUITETURA 2ª Edição I ESPAÇOS PÚBLICOS A Secção Regional do Norte da Ordem dos Arquitectos (OASRN) convida todas as Instituições de Ensino da Região Norte, a participar na 2ª edição

Leia mais

Regimento do Grupo de Educação Musical Agrupamento de Escolas Pedro Eanes Lobato

Regimento do Grupo de Educação Musical Agrupamento de Escolas Pedro Eanes Lobato Regimento do Grupo de Educação Musical Agrupamento de Escolas Pedro Eanes Lobato 2015-2016 Índice Artigo 1.º Âmbito de Aplicação... 3 Artigo 2.º Competências... 3 Artigo 3.º Composição... 4 Artigo 4.º

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO 2016. Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental

PROGRAMA DE AÇÃO 2016. Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental PROGRAMA DE AÇÃO 2016 Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental ÍNDICE I - INTRODUÇÃO... 3 II EIXOS/OBJETIVOS ESTRATÉGICOS... 3 III AÇÕES E ATIVIDADES... 4 IV AVALIAÇÃO... 4 V

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA. A minha turma é a melhor da escola

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA. A minha turma é a melhor da escola ESCOLA BÁSICA DE MAFRA A minha turma é a melhor da escola 2014-2015 1 A MINHA TURMA É A MELHOR DA ESCOLA Este projeto foi elaborado tendo em conta as áreas de intervenção prioritária do Projeto Educativo

Leia mais

PROJETO EDUCATIVO DE ESCOLA 2014-2017

PROJETO EDUCATIVO DE ESCOLA 2014-2017 ESCOLA SECUNDÁRIA JOSÉ AFONSO SEIXAL CÓDIGO 401481 Av. José Afonso Cavaquinhas Arrentela 2840 268 Seixal -- Tel. 212276600 Fax. 212224355 PROJETO EDUCATIVO DE ESCOLA 2014-2017 ABRIL DE 2014 Índice 1. Introdução

Leia mais

Clube Web 2.0. Biblioteca Escolar. PROPONENTES: - Maria José Domingues - Marta Medeiros MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA

Clube Web 2.0. Biblioteca Escolar. PROPONENTES: - Maria José Domingues - Marta Medeiros MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. ANTÓNIO GRANJO Biblioteca Escolar Clube Web 2.0 PROPONENTES: - Maria José Domingues - Marta Medeiros Ano letivo 2012-2013 Introdução Hoje é tido

Leia mais

SEMANA DA LEITURA 16 23 de Março de 2010

SEMANA DA LEITURA 16 23 de Março de 2010 Agrupamento de Escolas da Sé Direcção Regional de Educação do Norte Coordenação Educativa de Douro Sul Escola Básica e Secundária da Sé - Lamego Cód. 152948 402898 SEMANA DA LEITURA 16 23 de Março de 2010

Leia mais

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopa sdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcv bnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyui LITERACIAS

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopa sdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcv bnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyui LITERACIAS qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopa sdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcv bnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyui LITERACIAS opasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklz COMPETÊNCIAS EM LITERACIAS xcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwert

Leia mais

Apresentação. Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares. Oliveira de Azeméis Novembro 2007

Apresentação. Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares. Oliveira de Azeméis Novembro 2007 Apresentação Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares Oliveira de Azeméis Novembro 2007 Apresentação SABE 12-11-2007 2 Apresentação O conceito de Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares (SABE) que se

Leia mais

PROJETO PÁGINA WEB GRUPO DISCIPLINAR DE EF

PROJETO PÁGINA WEB GRUPO DISCIPLINAR DE EF UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA MESTRADO EM ENSINO DA EDUCAÇÃO FÍSICA NOS ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE GAMA BARROS ESTÁGIO PEDAGÓGICO 20122013

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Trofa. Plano de Melhoria e Desenvolvimento

Agrupamento de Escolas da Trofa. Plano de Melhoria e Desenvolvimento Agrupamento de Escolas da Trofa Plano de Melhoria e Desenvolvimento Biénio 2015/2017 INTRODUÇÃO A autoavaliação e a avaliação externa são procedimentos obrigatórios e enquadrados na Lei n.º 31/2002, de

Leia mais

Visitas às Eco-Escolas. Auditorias de Qualidade do Programa. - Guião de preenchimento do inquérito -

Visitas às Eco-Escolas. Auditorias de Qualidade do Programa. - Guião de preenchimento do inquérito - Visitas às Eco-Escolas Auditorias de Qualidade do Programa - Guião de preenchimento do inquérito - NOTAS PRÉVIAS O presente documento serve de guião à aplicação da ficha de visita às Eco-Escolas fornecendo

Leia mais