Apresentação do livro Serviço Nacional de Saúde para uma conversação construtiva

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apresentação do livro Serviço Nacional de Saúde para uma conversação construtiva"

Transcrição

1 Apresentação do livro Serviço Nacional de Saúde para uma conversação construtiva 10 Outubro 2014 Texto: Carlos Gamito Fotografia: João Pedro Jesus e Fundação SNS Paginação e Grafismo: Marisa Cristino

2 A apresentação do livro Serviço Nacional de Saúde-para uma conversação construtiva, decorreu sob a gerência do Prof. Doutor Constantino Sakellarides, na foto ladeado à esquerda pelo Dr. Pedro Noguês, representante da editora Diário de Bordo, e à direita pela Senhora D. Guilhermina Pereira, finalista do curso de Medicina, e Dra. Patrícia Barbosa, doutoranda na Escola Nacional de Saúde Pública/Universidade Nova de Lisboa O Serviço Nacional de Saúde é um dos mais notáveis feitos trazido pela democracia portuguesa instalada com o 25 de Abril de A Fundação para a Saúde, actualmente presidida pelo Prof. Doutor Constantino Sakellarides, à passagem do quadragésimo ano da implantação da democracia em Portugal, apresentou, pela pessoa do seu Presidente, o livro intitulado Serviço Nacional de Saúde para uma conversação construtiva, editado pela Diário de Bordo. A sessão de apresentação da obra que integra cinco partes amplamente descritas por distintas figuras do sector da saúde decorreu em Lisboa no passado dia 10 de Outubro de O Professor Constantino Sakellarides, que tomou assento na mesa dos apresentadores, ladeado respectivamente pelo Dr. Pedro Noguês, representante pelas edições Diário de Bordo; D. Maria Guilhermina Pereira, sextanista do curso de Medicina, e Dra. Patrícia Barbosa, investigadora e doutoranda na Escola Nacional de Saúde Pública/Universidade Nova de Lisboa, num primeiro momento fez uso da palavra para exaltar o empenho dos jovens que abraçam os projectos que envolvem a assistência na saúde, não só na carreira médica como em tantas outras áreas que culminam em especializações integradas no exercício de funções nos estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde, mas paralelamente lamentou o desinteresse e até o desconhecimento de muitos outros jovens sobre as políticas de saúde no seu próprio País, e frisou que, inexplicavelmente, ainda existem cidadãos de todas as faixas etárias que não sabem o que é o Serviço Nacional de Saúde. Com o fim da primeira e curta alocução do Presidente da Fundação para a Saúde, foi dada a palavra à D. Guilhermina Pereira que, num olhar retrospectivo, recordou que no ano lectivo transacto ocupou o cargo de Presidente da Associação de Estudantes, condição que a 2

3 catapultou para actividades de vários níveis, nomeadamente reuniões na Fundação para a Saúde. A Dra. Patrícia Barbosa, mergulhada no seu papel de investigadora em políticas e serviços de saúde e doutoranda em cuidados de saúde primários, fez uma intervenção pautada pela assertividade e, a dado momento, sublinhou que um serviço de saúde que se baseie na centralidade do cidadão deve apostar na continuidade dos serviços e em organizações em rede. E a este propósito destacou ainda que as organizações onde o cidadão é de facto o centro e onde tem o acesso facilitado para quando necessita de cuidados, devem ser preservadas e defendidas, cabendo por isso a todos, profissionais e utentes, proteger e salvaguardar o que é das pessoas e para as pessoas, o Serviço Nacional de Saúde. A EXCELENTE PRELECÇÃO PROFERIDA PELO PROFESSOR CONSTANTINO SAKELLARIDES O Professor Constantino Sakellarides propiciou à assistência uma excelente prelecção onde focou momentos, feitos e factos que ficarão para sempre abrigados na História da Humanidade A segunda parte desta participada sessão foi preenchida com uma excelente prelecção proferida pelo Professor Constantino Sakellarides, na qual o Professor se debruçou sobre acontecimentos e conjunturas históricas, mas também olhou atentamente para alguns factos que marcam a actualidade. 3

4 O PROFESSOR CONSTANTINO SAKELLARIDES QUESTIONA-SE SOBRE O INTERESSE DE GRUPOS ECONÓMICOS ESTRANGEIROS A PRETENDEREM INVESTIR NO SECTOR DA SAÚDE EM PORTUGAL O Professor, em declarações à nossa reportagem, não escondeu a sua perplexidade ante o interesse manifestado por grupos económicos estrangeiros a pretenderem investir no sector da saúde em Portugal, o que, na opinião do docente, vai acarretar avultadas e negativas consequências para o já debilitado Serviço Nacional de Saúde O Professor Constantino Sakellarides, sempre solícito, aceitou conversar com a nossa reportagem sobre o caminho que se perspectiva para o futuro do Serviço Nacional de Saúde. Atentemos às palavras do Professor: «Não devemos ter quaisquer dúvidas que o Serviço Nacional de Saúde está, actualmente, sob um elevado nível de risco. Naturalmente que eu, no sentido de tranquilizar as pessoas, podia dizer outra coisa, mas como defendo que é nas verdades que se centra o eixo da vida, não iria responder à sua pergunta com fantasias». E adiantou: «Tenho duas considerações a tecer e que no meu ponto de vista são extremamente significativas. A primeira é a importância do capital humano. O Serviço Nacional de Saúde tem valor pelas pessoas que lá exercem as suas actividades, e esses profissionais têm que se sentir motivados e com condições de trabalho, mas hoje, lamentavelmente, estamos a assistir à saída maciça desses profissionais, e não são só saídas para a reforma como também para o estrangeiro, e estou a referir-me a quadros muito importantes não só na prestação de cuidados de saúde, mas também nas áreas da investigação e ensino, que são pilares fundamentais para o Serviço Nacional de Saúde. Quem possa dizer que o Serviço Nacional de Saúde está bem, é porque ainda não entendeu a essência do SNS.» E o Professor fez questão de frisar: «É um dever dos responsáveis recuperar todo o capital humano e oferecer-lhe condições de trabalho e perspectivas de futuro. Como todos sabemos e sentimos, os cortes nas remunerações são constantes e chegam a atingir o dramatismo nalgumas famílias e até a própria reforma das pessoas está ameaçada, o que me leva a afirmar-lhe que se não for dada uma resposta contundente no sentido de reverter esta onda, dificilmente poderemos considerar um futuro para o Serviço Nacional de Saúde. Esta foi a primeira consideração, agora a segunda: repare na excitação dos mercados com a venda da Espírito Santo Saúde. Esta agitação reflecte que existe uma faixa da sociedade portuguesa com conhecimento que a expansão do sector da saúde 4

5 privada vai alcançar proporções enormíssimas e que o Serviço Nacional de Saúde vai sofrer quebras muito acentuadas, e todos esses sinais têm que ser lidos com objectividade. Com isto não pretendo dizer que o País não deva dispor de sistemas de saúde privados, não é de maneira nenhuma essa a minha posição, até porque todos os serviços de saúde do mundo em geral são mistos, agora estarmos a assistir ao interesse de grupos económicos estrangeiros mexicanos, brasileiros e chineses a pretenderem investir no sector da saúde em Portugal?!» 5

Proteger e promover o Capital Humano do Serviço Nacional de Saúde

Proteger e promover o Capital Humano do Serviço Nacional de Saúde Proteger e promover o Capital Humano do Serviço Nacional de Saúde Capital humano principal ativo do SNS O Serviço Nacional de Saúde (SNS), apesar de muitas contrariedades, produz resultados de saúde que

Leia mais

Senhor Presidente, Senhores Deputados, Senhores Membros do Governo

Senhor Presidente, Senhores Deputados, Senhores Membros do Governo Intervenção proferida pelo Deputado Aires Reis, na Assembleia Regional no dia 20 de Fevereiro de 2003, sobre a necessidade de um Plano de Intervenção e de Desenvolvimento para cada uma das ilhas dos Açores.

Leia mais

Uma vasta e considerada análise deixada pelo Dr. Adalberto Campos Fernandes

Uma vasta e considerada análise deixada pelo Dr. Adalberto Campos Fernandes Uma vasta e considerada análise deixada pelo Dr. Adalberto Campos Fernandes 12 Fevereiro 2014 Texto: Carlos Gamito carlos.gamito@iol.pt Fotografia: João Pedro Jesus Paginação e Grafismo: Marisa Cristino

Leia mais

Gostaria de manifestar todo o nosso reconhecimento aos Senhores Ministro da Economia e do Emprego e Secretário

Gostaria de manifestar todo o nosso reconhecimento aos Senhores Ministro da Economia e do Emprego e Secretário SESSÃO DE LANÇAMENTO DO MOVIMENTO PARA O EMPREGO FCG (SALA DIRECÇÕES) - 23.05.2013, 15H30 Senhor Ministro da Economia e do Emprego Senhor Secretário de Estado do Emprego Senhores Deputados Senhor Presidente

Leia mais

Doutoramento em Economia

Doutoramento em Economia Doutoramento em Economia 2010/2011 O Programa O Programa de Doutoramento em Economia tem como objectivo central proporcionar formação que permita o acesso a actividades profissionais de elevada exigência

Leia mais

A Taxa de Insucesso Escolar verificada no Concelho, revela-se bastante elevada quando comparada com a registada a nível nacional. De referir também,

A Taxa de Insucesso Escolar verificada no Concelho, revela-se bastante elevada quando comparada com a registada a nível nacional. De referir também, A Taxa de Insucesso Escolar verificada no Concelho, revela-se bastante elevada quando comparada com a registada a nível nacional. De referir também, o facto de o insucesso escolar aumentar à medida que

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DO PORTO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES EXTRA-CURRICULARES INSTITUTO DE PSICOLOGIA E CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ANO LECTIVO 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DO PORTO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES EXTRA-CURRICULARES INSTITUTO DE PSICOLOGIA E CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ANO LECTIVO 2010/2011 UNIVERSIDADE LUSÍADA DO PORTO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES EXTRA-CURRICULARES INSTITUTO DE PSICOLOGIA E CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ANO LECTIVO 2010/2011 Centro de Investigação em Psicologia para o Desenvolvimento

Leia mais

Questionário "inédito" avalia controlo da asma

Questionário inédito avalia controlo da asma Questionário inédito avalia controlo da asma e da rinite http://www.ionline.pt/interior/index.php?p=news-print&idnota=64849 Page 1 of 1 Imprimir Questionário "inédito" avalia controlo da asma e da rinite

Leia mais

O Processo de Bolonha em Portugal: Princípios, Práticas e Actores

O Processo de Bolonha em Portugal: Princípios, Práticas e Actores O Processo de Bolonha em Portugal: Princípios, Práticas e Actores Introdução Com a frequência do Curso de Mestrado em Ciências da Educação, área de especialização Pedagogia Universitária da Faculdade de

Leia mais

14h 30 Painel II: Desafios do Envelhecimento. A Sociedade e o Envelhecimento César Fonseca 1. Boa tarde,

14h 30 Painel II: Desafios do Envelhecimento. A Sociedade e o Envelhecimento César Fonseca 1. Boa tarde, 14h 30 Painel II: Desafios do Envelhecimento A Sociedade e o Envelhecimento César Fonseca 1 Boa tarde, Gostaria de começar por agradecer o convite que a Formasau endereçou à Associação Amigos da Grande

Leia mais

CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE 20 BOLSAS DE DOUTORAMENTO PROGRAMA DOUTORAL EM BIOLOGIA E ECOLOGIA DAS ALTERAÇÕES GLOBAIS

CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE 20 BOLSAS DE DOUTORAMENTO PROGRAMA DOUTORAL EM BIOLOGIA E ECOLOGIA DAS ALTERAÇÕES GLOBAIS CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE 20 BOLSAS DE DOUTORAMENTO PROGRAMA DOUTORAL EM BIOLOGIA E ECOLOGIA DAS ALTERAÇÕES GLOBAIS Em Fevereiro de 2011, têm início as actividades lectivas do primeiro doutoramento em

Leia mais

Atenção primária à saúde em Portugal experiências e desafios

Atenção primária à saúde em Portugal experiências e desafios Atenção primária à saúde em Portugal experiências e desafios Patrícia Barbosa Investigadora Escola nacional de Saúde Pública, Universidade Nova de Lisboa; Colaboradora do Observatório Português dos Sistemas

Leia mais

Emprego Científico no Meio Académico Nacional: Perspectivas

Emprego Científico no Meio Académico Nacional: Perspectivas Emprego Científico no Meio Académico Nacional: Perspectivas MIGUEL JORGE Investigador Auxiliar no LSRE, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Vice-Presidente da ANICT IV Conferência de Emprego

Leia mais

Depois da guerra total, a humanidade via-se confrontada com o horror total dos campos de concentração.

Depois da guerra total, a humanidade via-se confrontada com o horror total dos campos de concentração. Senhor Provedor de Justiça, Senhora Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Senhores Vice-Presidentes da Assembleia da República, Senhores Presidentes dos Grupos Parlamentares e

Leia mais

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 8 de Junho de /11 FREMP 66 JAI 405 COHOM 159 DROIPEN 60 NOTA

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 8 de Junho de /11 FREMP 66 JAI 405 COHOM 159 DROIPEN 60 NOTA CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA Bruxelas, 8 de Junho de 2011 11268/11 NOTA de: para: Assunto: FREMP 66 JAI 405 COHOM 159 DROIPEN 60 Secretariado-Geral do Conselho Conselho (Justiça e Assuntos Internos) Projecto

Leia mais

Conselho das Escolas quer "férias de Outono" para os alunos - PÚBLICO

Conselho das Escolas quer férias de Outono para os alunos - PÚBLICO Página 1 de 5 Conselho das Escolas quer "férias de Outono" para os alunos GRAÇA BARBOSA RIBEIRO 12/06/2015-13:42 (actualizado às 19:29) Órgão consultivo do Ministério de Educação e Ciência propõe quatro

Leia mais

Grupo Portucel Soporcel promove Conferência Internacional As Plantações na Floresta de Amanhã

Grupo Portucel Soporcel promove Conferência Internacional As Plantações na Floresta de Amanhã Grupo Portucel Soporcel promove Conferência Internacional As Plantações na Floresta de Amanhã A Floresta foi o tema central da Conferência Internacional As Plantações na Floresta de Amanhã, que o grupo

Leia mais

Subida de taxas moderadoras leva portugueses aos hospitais privados

Subida de taxas moderadoras leva portugueses aos hospitais privados Subida de taxas moderadoras leva portugueses aos hospitais privados No primeiro trimestre, os hospitais públicos registaram uma quebra nos atendimentos das urgências. Já o sector privado verificou um aumento

Leia mais

RNCCI ANÁLISE SWOT. Análise SWOT da RNCCI

RNCCI ANÁLISE SWOT. Análise SWOT da RNCCI Análise SWOT da RNCCI PONTOS FORTES Convergência de esforços entre a Saúde e Segurança Social, no sentido da implementação de um modelo de intervenção multisectorial (integração da RNCCI no SNS e SS);

Leia mais

Plano de Actividades AAJUDE / 2013

Plano de Actividades AAJUDE / 2013 Plano de Actividades AAJUDE / 2013 AAJUDE.16.007.0 Página 1 de 7 - AAJUDE / 2013 Um fraco Rei faz fraca a forte Gente Camões Lusíadas - Canto III Aproxima-se veloz o ano de 2013. Vamos continuar a lutar

Leia mais

5. COMENTÁRIOS FINAIS

5. COMENTÁRIOS FINAIS 1 5. COMENTÁRIOS FINAIS 2 3 A inserção das artes no Sistema Educativo Português, nas últimas três décadas e sob o ponto de vista das políticas públicas, pode ser caracterizada por uma situação paradoxal.

Leia mais

CDS / Partido Popular

CDS / Partido Popular N.º: 588-VIII Proc.º: 50.04.04.34 Data: 16.04.2008 do Governo Senhora e Senhores Membros do Governo Uma jovem inglesa enfrentou a oposição da família e teve sérias dificuldades em os convencer que cuidar

Leia mais

nº7a DADOS e factos: De acordo com os últimos dados disponíveis,

nº7a DADOS e factos: De acordo com os últimos dados disponíveis, nº7a reduzir o preço dos medicamentos para melhorar a saúde de quem precisa Ao longo de 2010, o governo adoptou diversas alterações ao sistema de comparticipação de medicamentos que se destinaram, exclusivamente,

Leia mais

PARECERES Conselho Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados

PARECERES Conselho Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados CONSULTA N.º 16/2008 Conformidade do projecto... com as regras deontológica OBJECTO DA CONSULTA E DESCRIÇÃO DO PROJECTO O Colega Dr.... fez circular por colegas um e-mail com a referência Notificação,

Leia mais

Relatório da Actividade: Encontro de Reflexão

Relatório da Actividade: Encontro de Reflexão Relatório da Actividade: Encontro de Reflexão No dia 07 de Maio de 2010, às 21h decorreu na Escola 2º e 3º Ciclos com Secundário Padre António Morais da Fonseca, um Encontro de Reflexão, baseado no Filme

Leia mais

Casa de Saúde São João de Deus

Casa de Saúde São João de Deus Casa de Saúde São João de Deus Funchal foto Ordem Hospitaleira de São João de Deus Está presente nos cinco Continentes, em cerca de 55 Nações, 305 Centros Assistenciais. FUNDADA EM 1571 pelo Papa Pio V.

Leia mais

Deputados com dúvidas sobre testamento vital

Deputados com dúvidas sobre testamento vital AUDIÇÃO PARLAMENTAR Deputados com dúvidas sobre testamento vital? O PSD e o CDS-PP levantaram ontem objecções ao projecto de regulamentação do "testamento vital", da Associação Portuguesa de Bioética (APB),

Leia mais

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA DISCURSO DE TOMADA DE POSSE DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA NA XI LEGISLATURA

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA DISCURSO DE TOMADA DE POSSE DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA NA XI LEGISLATURA DISCURSO DE TOMADA DE POSSE DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA NA XI LEGISLATURA 15 de Outubro de 2009 Sr. as e Srs. Deputados: Como Presidente eleito da Assembleia da República,

Leia mais

A Regulamentação do Mercado de Valores Mobiliários Uma Perspectiva Geral (Parte III)

A Regulamentação do Mercado de Valores Mobiliários Uma Perspectiva Geral (Parte III) A Bolsa de Valores Na parte final do artigo anterior caracterizámos o mercado secundário de valores e, neste âmbito, apresentámos a definição basilar da bolsa de valores, como uma entidade que tem por

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL E O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL E O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL E O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO A Lei de Protecção de Crianças e Jovens em Perigo, lei 147/99, de 1 de Setembro, consagra um

Leia mais

Encontro Ministerio da Saúde e Segurança Social. Relatório referente aos trabalhos do dia 09/08/2016 5ª Sessão dos Trabalhos

Encontro Ministerio da Saúde e Segurança Social. Relatório referente aos trabalhos do dia 09/08/2016 5ª Sessão dos Trabalhos Encontro Ministerio da Saúde e Segurança Social Relatório referente aos trabalhos do dia 09/08/2016 5ª Sessão dos Trabalhos A saúde mental nos CSP Moderadoras Dra Marina e Dra Raquel Estrela Dr José Teixeira

Leia mais

A StartUp BUZZ Mapping the route to your entrepreneurial dreams

A StartUp BUZZ Mapping the route to your entrepreneurial dreams A StartUp BUZZ Mapping the route to your entrepreneurial dreams A StartUp BUZZ é uma organização dedicada a promover o empreendedorismo e inspirar os jovens a adoptarem uma atitude audaz face a um mundo

Leia mais

Porto, 15 de Setembro de 2003 Assunto: Aplicação do Decreto-Lei n.º 1/98, de 2 de Janeiro

Porto, 15 de Setembro de 2003 Assunto: Aplicação do Decreto-Lei n.º 1/98, de 2 de Janeiro ASSUNTO: SERVIÇO DOCENTE NOS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO DO MINISTÉRIO DA SEGURANÇA SOCIAL E DO TRABALHO Tendo o Sindicato de Professores do Norte sido contactado por alguns docentes e, a pedido destes,

Leia mais

Tiragem: Pág: 26. País: Portugal. Cores: Preto e Branco. Period.: Diária. Área: 26,72 x 25,97 cm². Âmbito: Informação Geral.

Tiragem: Pág: 26. País: Portugal. Cores: Preto e Branco. Period.: Diária. Área: 26,72 x 25,97 cm². Âmbito: Informação Geral. Tiragem: 124921 Pág: 26 Cores: Preto e Branco Área: 26,72 x 25,97 cm² ID: 22720584 11-11-2008 Porto Tiragem: 40000 Pág: 10 Área: 4,06 x 4,57 cm² ID: 22679098 07-11-2008 Lisboa Exposição Alfândega do Porto

Leia mais

Conversas de Fim de Tarde

Conversas de Fim de Tarde Conversas de Fim de Tarde Promoção da Cultura de Segurança do Doente na Prestação dos Cuidados de Saúde Segurança, Qualidade e Sustentabilidade 10 maio 2013 Texto: Carlos Gamito carlos.gamito@iol.pt Fotografia:

Leia mais

A Informação nos Recursos Humanos

A Informação nos Recursos Humanos A Informação nos Recursos Humanos Para que haja uma correcta Gestão de Recursos Humanos, o Banco tem de (entre toda a informação que recebe sobre este assunto), seleccionar a que é realmente relevante

Leia mais

Direito. Lições. Professora Catedrática da Faculdade de Direito de Lisboa e da Faculdade de Direito da Univ. Católica Portuguesa

Direito. Lições. Professora Catedrática da Faculdade de Direito de Lisboa e da Faculdade de Direito da Univ. Católica Portuguesa MARIA JOÃO ESTORNINHO Professora Catedrática da Faculdade de Direito de Lisboa e da Faculdade de Direito da Univ. Católica Portuguesa TIAGO MACIEIRINHA Assistente da Escola de Lisboa da Faculdade de Direito

Leia mais

Agosto de Workshop Gestão Conflitos. Ano Letivo 2011/2012. Gabinete de Apoio ao Tutorado

Agosto de Workshop Gestão Conflitos. Ano Letivo 2011/2012. Gabinete de Apoio ao Tutorado Agosto de 2012 Workshop Gestão Conflitos Ano Letivo 2011/2012 Gabinete de Apoio ao Tutorado ÍNDICE 1. Introdução... 3 2. Avaliação Formação Gestão de Conflitos - 2011/2012... 4 3. Conclusão... 6 Anexos...

Leia mais

RECURSOS HUMANOS EM MEDICINA GERAL E FAMILIAR:

RECURSOS HUMANOS EM MEDICINA GERAL E FAMILIAR: RECURSOS HUMANOS EM MEDICINA GERAL E FAMILIAR: SITUAÇÃO ACTUAL E PERSPECTIVAS DE FUTURO PAULA SANTANA HELENA PEIXOTO 27º Encontro Nacional de Clínica Geral, Vilamoura, Março de 2010 Objectivos do Estudo

Leia mais

Acta da Primeira Reunião da Assembleia de Freguesia de Enxames, realizada no dia 30 de Outubro de 2009.

Acta da Primeira Reunião da Assembleia de Freguesia de Enxames, realizada no dia 30 de Outubro de 2009. Acta da Primeira Reunião da Assembleia de Freguesia de Enxames, realizada no dia 30 de Outubro de 2009. ACTA DA PRIMEIRA REUNIÃO DE FUNCIONAMENTO DA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE ENXAMES MANDATO DE 2009/2013

Leia mais

INSTITUTO DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA TROPICAL Centro de Estudos de História e Cartografia Antiga CURRICULUM VITAE

INSTITUTO DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA TROPICAL Centro de Estudos de História e Cartografia Antiga CURRICULUM VITAE INSTITUTO DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA TROPICAL Centro de Estudos de História e Cartografia Antiga CURRICULUM VITAE Maria João Soares LISBOA, 2004 DADOS PESSOAIS Nome: Maria João Soares Nome completo: Maria

Leia mais

Unidade Vértebro-Medular CHLC HSJ. Enf.ª Elisabete Dias Enf.º Paulo Salvado

Unidade Vértebro-Medular CHLC HSJ. Enf.ª Elisabete Dias Enf.º Paulo Salvado Unidade Vértebro-Medular CHLC HSJ Enf.ª Elisabete Dias Enf.º Paulo Salvado Tópicos Dar a conhecer a génese do projeto; Mostrar o percurso efetuado ; Apresentar os resultados e as conclusões obtidas; Apresentar

Leia mais

FREGUESIA DE RAMALDE. Comissão do Centenário da Republica Freguesia de Ramalde

FREGUESIA DE RAMALDE. Comissão do Centenário da Republica Freguesia de Ramalde CENTENÁRIO DA REPUBLICA 1910 2010 FREGUESIA DE RAMALDE MANIFESTO A República Portuguesa atinge o 1º século de vida. Os seus representantes preparam, como não podia deixar de ser, uma gala, que será dominada

Leia mais

João Mata Moçambique Corretores e Consultores de Seguros Lda, é um novo projecto profissional que se afirma na actividade seguradora Moçambicana.

João Mata Moçambique Corretores e Consultores de Seguros Lda, é um novo projecto profissional que se afirma na actividade seguradora Moçambicana. 1 Apresentação João Mata Moçambique Corretores e Consultores de Seguros Lda, é um novo projecto profissional que se afirma na actividade seguradora Moçambicana. A experiência e especialização da casa mãe

Leia mais

CONFERÊNCIA O VALOR ECONÓMICO DA SAÚDE. Centro de Congressos de Lisboa, 12 de outubro de Sessão de Abertura. António Saraiva, Presidente da CIP

CONFERÊNCIA O VALOR ECONÓMICO DA SAÚDE. Centro de Congressos de Lisboa, 12 de outubro de Sessão de Abertura. António Saraiva, Presidente da CIP CONFERÊNCIA O VALOR ECONÓMICO DA SAÚDE Centro de Congressos de Lisboa, 12 de outubro de 2016 Sessão de Abertura António Saraiva, Presidente da CIP Senhor Ministro da Saúde, Professor Adalberto Campos Fernandes,

Leia mais

anexo 1 Diagnóstico AVALIAÇÃO ESTRATÉGICA

anexo 1 Diagnóstico AVALIAÇÃO ESTRATÉGICA anexo 1 Diagnóstico AVALIAÇÃO ESTRATÉGICA Deficiente preparação de base nas disciplinas nucleares Manifestação de algum desinteresse e desmotivação Baixos níveis de raciocínio crítico/analítico Comportamento/Postura/atitude

Leia mais

ANACOM. Resposta Consulta Publica TDT Interactividade Portugal Resposta Consulta Publica TDT. Lisboa,

ANACOM. Resposta Consulta Publica TDT Interactividade Portugal Resposta Consulta Publica TDT. Lisboa, ANACOM Resposta Consulta Publica TDT Interactividade Portugal 15-10-07 António Ventura INDRA SISTEMAS PORTUGAL, S.A. Rua da Indústria, nº6, 2610-088 Alfragide, Portugal T + 351 21 472 46 00 F + 351 21

Leia mais

ESCOLA S/3 DE CARVALHOS Quadros de Excelência, Honra, Valor e o Prémio Querer é Vencer. Introdução

ESCOLA S/3 DE CARVALHOS Quadros de Excelência, Honra, Valor e o Prémio Querer é Vencer. Introdução REGULAMENTO QUADRO DE EXCELÊNCIA, QUADRO DE HONRA, QUADRO DE VALOR E PRÉMIO QUERER É VENCER Introdução A Escola Secundária com 3º Ciclo de Carvalhos pretende contribuir para o desenvolvimento pleno e harmonioso

Leia mais

Nova aplicação «eu+» vai permitir que o doente tenha um papel mais ativo na gestão da sua saúde

Nova aplicação «eu+» vai permitir que o doente tenha um papel mais ativo na gestão da sua saúde 2016-02-10 17:16:07 http://justnews.pt/noticias/eu-da-ao-utente-um-papel-mais-ativo-na-gestao-da-sua-saude Nova aplicação «eu+» vai permitir que o doente tenha um papel mais ativo na gestão da sua saúde

Leia mais

PARA A ZONA COSTEIRA DE PORTUGAL EM CENÁRIOS DE ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS

PARA A ZONA COSTEIRA DE PORTUGAL EM CENÁRIOS DE ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS ENQUADRAMENTO Sessão: ESTRATÉGIA PARA A ZONA COSTEIRA DE PORTUGAL EM CENÁRIOS DE ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS 20 de fevereiro de 2015 Ordem dos Engenheiros, Lisboa, PT A zona costeira de Portugal continental

Leia mais

Centro de Simulação Biomédica Serviço de Anestesiologia Bloco Operatório Central Hospitais da Universidade de Coimbra

Centro de Simulação Biomédica Serviço de Anestesiologia Bloco Operatório Central Hospitais da Universidade de Coimbra Serviço de Anestesiologia Bloco Operatório Central Curso Direito para executivos hospitalares Uma questão de responsabilidade, Quarta feira, 6 de Outubro 2010 Workshop Curso DIREITO PARA EXECUTIVOS E DIRECTORES

Leia mais

Informação jurídica. Assunto: Registo de hóspedes. Questões:

Informação jurídica. Assunto: Registo de hóspedes. Questões: Informação jurídica Assunto: Registo de hóspedes Questões: 1- Há alguma lei que obrigue os estabelecimentos hoteleiros a procederem ao registo dos hóspedes estrangeiros? Relativamente a hóspedes estrangeiros,

Leia mais

O estado de saúde depende em muito de comportamentos saudáveis, como não utilizar drogas (licitas ou ilícitas), alimentar-se correctamente, praticar

O estado de saúde depende em muito de comportamentos saudáveis, como não utilizar drogas (licitas ou ilícitas), alimentar-se correctamente, praticar O estado de saúde depende em muito de comportamentos saudáveis, como não utilizar drogas (licitas ou ilícitas), alimentar-se correctamente, praticar exercício físico, entre outras. No entanto, e o nosso

Leia mais

Personalidades a designar para o Centro Hospitalar do Algarve, E.P.E.

Personalidades a designar para o Centro Hospitalar do Algarve, E.P.E. Personalidades a designar para o Centro Hospitalar do Algarve, E.P.E. DELIBERAÇÃO N.º 16 /2016 Autores: Comissão Técnica Permanente: Prof. Doutor João Bilhim; Prof. Doutora Margarida Proença; Prof. Doutor

Leia mais

CADERNO REIVINDICATIVO DO PARA 2009

CADERNO REIVINDICATIVO DO PARA 2009 CADERNO REIVINDICATIVO DO sintap/açores PARA 2009 INTRODUÇÃO O sintap/açores, ao elaborar o seu Caderno Reivindicativo, faz sempre questão de frisar a matriz caracterizadora da sua acção sindical, a saber,

Leia mais

18 7 de Outubro de 2008 Número 127

18 7 de Outubro de 2008 Número 127 18 7 de Outubro de 2008 Resolução n.º 1012/2008 Considerando que a Marítimo da Madeira - Futebol - - SAD necessita de reunir a Assembleia-Geral, sem observância das formalidades prévias nos termos do artigo

Leia mais

VIA ORIENTAL NO CONCELHO DE CASCAIS - TROÇO 1

VIA ORIENTAL NO CONCELHO DE CASCAIS - TROÇO 1 PEÇAS ESCRITAS: ÍNDICE 6.1 - INTRODUÇÃO... 1 6.2.1 BARREIRAS ACÚSTICAS... 2 6.2-1.1 LOCALIZAÇÃO... 2 6.2-1.2 CARACTERÍSTICAS ACÚSTICAS... 2 6.2-2.1.1 BARREIRA B1- BARREIRA REFLECTORA... 2 6.2-1.3 CONDIÇÕES

Leia mais

Projecto de Decreto Regulamentar Avaliação de Desempenho Docente

Projecto de Decreto Regulamentar Avaliação de Desempenho Docente Projecto de Decreto Regulamentar Avaliação de Desempenho Docente Uma avaliação dos professores justa, séria e credível, que seja realmente capaz de distinguir o mérito e de estimular e premiar o bom desempenho,

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 66/IX APROVA MEDIDAS DE COMBATE À EVASÃO E FRAUDE DE CONTRIBUIÇÕES AO REGIME DA SEGURANÇA SOCIAL

PROJECTO DE LEI N.º 66/IX APROVA MEDIDAS DE COMBATE À EVASÃO E FRAUDE DE CONTRIBUIÇÕES AO REGIME DA SEGURANÇA SOCIAL PROJECTO DE LEI N.º 66/IX APROVA MEDIDAS DE COMBATE À EVASÃO E FRAUDE DE CONTRIBUIÇÕES AO REGIME DA SEGURANÇA SOCIAL O sistema público de segurança social tem enfrentado um problema grave de evasão e fraude

Leia mais

Literatura entre Rios

Literatura entre Rios I COLÓQUIO LUSO-AMAZÓNICO Literatura entre Rios O Universo de Dalcídio Jurandir (1909-1979) no centenário de nascimento do romancista da Amazónia 6 de Outubro de 2009 16 às 18 horas Universidade Nova de

Leia mais

SOLENE DIA MUNDIAL SAÚDE ORAL]

SOLENE DIA MUNDIAL SAÚDE ORAL] 2017 SEAS Secretário de Estado Adjunto e da Saúde Prof. Doutor Fernando Araújo [DISCURSO SESSÃO SOLENE DIA MUNDIAL SAÚDE ORAL] Secretário de Estado Adjunto e da Saúde (20 março, Lisboa) (vocativos) Minhas

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, SEGURANÇA SOCIAL E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA RELATÓRIO [SEC (2010) 887] [SEC (2010) 888]

COMISSÃO DE TRABALHO, SEGURANÇA SOCIAL E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA RELATÓRIO [SEC (2010) 887] [SEC (2010) 888] RELATÓRIO COM (2010) 379 FINAL Proposta de Directiva do Parlamento Europeu e do Conselho Relativa às condições de entrada e de residência de nacionais de países terceiros para efeitos de trabalho sazonal

Leia mais

REGULAMENTO 1

REGULAMENTO  1 Concurso Criativo Cartaz FIGAC 2017 REGULAMENTO www.figacipvc.wordpress.com 1 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO: Concurso Criativo Cartaz FIGAC 2017 Introdução O Fórum Internacional de Gestão Artística e Cultural

Leia mais

Um Outro Olhar sobre o Hospital Acesso e/à Inovação em Saúde

Um Outro Olhar sobre o Hospital Acesso e/à Inovação em Saúde Um Outro Olhar sobre o Hospital Acesso e/à Inovação em Saúde 22 Outubro 2015 Texto: Carlos Gamito carlos.gamito@iol.pt Fotografia: APDH e João Jesus Paginação e Grafismo: Marisa Cristino geral@apdh.pt

Leia mais

Fundação Escola Gest ESCOLA PROFISSIONAL DE HOTELARIA DE MANTEIGAS Centro De Férias Da Sicó - Senhora De Fátima Manteigas

Fundação Escola Gest ESCOLA PROFISSIONAL DE HOTELARIA DE MANTEIGAS Centro De Férias Da Sicó - Senhora De Fátima Manteigas ESTATUTOS DA EPHM Artigo 1.º A Escola Profissional de Hotelaria de Manteigas, adoptou esta designação aquando da sua criação, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 26/89 de 21 de Janeiro, por Contrato Programa

Leia mais

Paula Cristina Pereira de Azevedo Pamplona Ramos, casada, nascida a , na freguesia de Nossa Senhora da Conceição, Angra do Heroísmo.

Paula Cristina Pereira de Azevedo Pamplona Ramos, casada, nascida a , na freguesia de Nossa Senhora da Conceição, Angra do Heroísmo. NOTA BIOGRÁFICA. 1 - Dados Pessoais Paula Cristina Pereira de Azevedo Pamplona Ramos, casada, nascida a 23-08- 1967, na freguesia de Nossa Senhora da Conceição, Angra do 2 - Habilitações Literárias Ensino

Leia mais

SACEE. Serviço de Apoio à Criação de Emprego e Estágios

SACEE. Serviço de Apoio à Criação de Emprego e Estágios SACEE Serviço de Apoio à Criação de Emprego e Estágios DRIE Serviço de Apoio à Criação de Emprego e Estágios Serviço do Projecto Empreendedor Serviço de Relações Internacionais Objectivos No sentido de

Leia mais

Posição da Ordem dos Médicos sobre a Faculdade de Medicina de Aveiro.

Posição da Ordem dos Médicos sobre a Faculdade de Medicina de Aveiro. Posição da Ordem dos Médicos sobre a Faculdade de Medicina de Aveiro. O novo curso de Medicina da Universidade de Aveiro não foi antecedido por um periodo de discussão pública, no qual se pudesse debater

Leia mais

Projecto Jornalismo e Sociedade. Princípios e desafios do jornalismo na época dos media digitais em rede

Projecto Jornalismo e Sociedade. Princípios e desafios do jornalismo na época dos media digitais em rede Projecto Jornalismo e Sociedade Princípios e desafios do jornalismo na época dos media digitais em rede Esta pequena auscultação visa complementar os resultados de um conjunto de fóruns sobre o presente

Leia mais

CURRICULUM VITAE RAUL CARLOS VASQUES ARAÚJO

CURRICULUM VITAE RAUL CARLOS VASQUES ARAÚJO CURRICULUM VITAE RAUL CARLOS VASQUES ARAÚJO Março 2011 I - IDENTIFICAÇÃO Nome - RAUL CARLOS VASQUES ARAÚJO Estado civil - Casado Naturalidade - Luanda Nacionalidade - Angolana Data de nascimento - 21 de

Leia mais

Neuro-reabilitação: na Direção de Novos Paradigmas

Neuro-reabilitação: na Direção de Novos Paradigmas 3ª Jornada de Estudo do CNFt 2017 Neuro-reabilitação: na Direção de Novos Paradigmas 3 de Junho de 2017 Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico do Porto Programa da Jornada Secretariado do Congresso

Leia mais

Parecer sobre o projecto de alteração ao Estatuto da Carreira Docente de

Parecer sobre o projecto de alteração ao Estatuto da Carreira Docente de Parecer sobre o projecto de alteração ao Estatuto da Carreira Docente de 11.02.2010 I Considerações Genéricas Perante o projecto de alteração ao Estatuto da Carreira Docente apresentado pelo Ministério

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA

APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA AGENDA AS 5 MARCAS DO POPH I EIXOS PRIORITÁRIOS II ARRANQUE DO PROGRAMA III I AS 5 MARCAS DO POPH AS 5 MARCAS DO POPH 1 O MAIOR PROGRAMA OPERACIONAL DE SEMPRE 8,8 mil M 8,8 Mil

Leia mais

Dossier sobre a Profissionalização

Dossier sobre a Profissionalização FENPROF FEDERAÇÃO NACIONAL DOS PROFESSORES S P G L S i n d i c a t o d o s P r o f e s s o r e s d a G r a n d e L i s b o a Dossier sobre a Profissionalização O Despacho 10151/09 e a situação profissional

Leia mais

Ficha de Caracterização de Projecto. Mar de Oportunidades

Ficha de Caracterização de Projecto. Mar de Oportunidades Ficha de Caracterização de Projecto Mar de Oportunidades 2 A. IDENTIFICAÇÃO GERAL DA ENTIDADE Projecto(s) Mar de Oportunidades Promotor(es): Aporvela e Casa Pia de Lisboa Sigla Mar de Oportunidades Morada

Leia mais

REITORIA DA UNIVERSIDADE AGOSTINHO NETO GABINETE DE ESTUDOS, PLANEAMENTO E ESTATÍSTICAS: GEPE MEMORANDO SOBRE:

REITORIA DA UNIVERSIDADE AGOSTINHO NETO GABINETE DE ESTUDOS, PLANEAMENTO E ESTATÍSTICAS: GEPE MEMORANDO SOBRE: REITORIA DA UNIVERSIDADE AGOSTINHO NETO GABINETE DE ESTUDOS, PLANEAMENTO E ESTATÍSTICAS: GEPE MEMORANDO SOBRE: ACTIVIDADE E PRODUÇÃO CIENTÍFICA DA UAN 1. METODOLOGIA DE ELABORAÇÃO DAS TABELAS DA ACTIVIDADE

Leia mais

Newsletter de Maio. Para inscrições nas atividades ou para informações:

Newsletter de Maio. Para inscrições nas atividades ou para informações: Newsletter de Maio Para inscrições nas atividades ou para informações: umlongoveraonojapao@gmail.com Para consultoria ou agendamento de reuniões: 239821339 Os workshops têm lugar na Casa das Artes Bissaya

Leia mais

CURRICULUM VITAE Licenciatura em Sociologia, realizada na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, com média final de 15 valores.

CURRICULUM VITAE Licenciatura em Sociologia, realizada na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, com média final de 15 valores. CURRICULUM VITAE ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO Mónica Catarina do Adro Lopes Nacionalidade: Portuguesa Naturalidade: Leiria B.I: 11580295 Contribuinte: 214859487 Data de nascimento: 02/12/78 Estado civil:

Leia mais

LEI GERAL DO TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS CÓDIGO DE TRABALHO

LEI GERAL DO TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS CÓDIGO DE TRABALHO DE TRABALHO I. Enquadramento Geral A Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas entrou em vigor no dia 1 de agosto de 2014. A Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas (adiante designada por LTFP) aprovada

Leia mais

PROGRAMA ELEITORAL LISTA A

PROGRAMA ELEITORAL LISTA A PROGRAMA ELEITORAL 2011-2012 LISTA A ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. RELAÇÕES COM OUTROS ORGANISMOS 3. FORMAÇÃO 4. JANTARES-DEBATES E CONFERÊNCIAS 5. ANGARIAÇÃO E RETENÇÃO DE ASSOCIADOS 2 1. INTRODUÇÃO A Lista

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 33/VIII REGIME DE CONTAGEM DE TEMPO DE SERVIÇO, QUOTAS E CONTRIBUIÇÕES PARA APOSENTAÇÃO DE EX-MILITARES

PROJECTO DE LEI N.º 33/VIII REGIME DE CONTAGEM DE TEMPO DE SERVIÇO, QUOTAS E CONTRIBUIÇÕES PARA APOSENTAÇÃO DE EX-MILITARES PROJECTO DE LEI N.º 33/VIII REGIME DE CONTAGEM DE TEMPO DE SERVIÇO, QUOTAS E CONTRIBUIÇÕES PARA APOSENTAÇÃO DE EX-MILITARES É conhecido de todos os portugueses o tremendo esforço exigido a quantos cumpriram

Leia mais

Estratégias para a Saúde

Estratégias para a Saúde Estratégias para a Saúde V.1) Cadernos do PNS Acções e Recomendações Promoção da Cidadania em Saúde (Versão Discussão) ESTRATÉGIAS PARA A SAÚDE V.1) CADERNOS DO PNS - ACÇÕES E RECOMENDAÇÕES PROMOÇÃO DA

Leia mais

Quem ouve esquece, quem vê lembra, quem faz aprende.

Quem ouve esquece, quem vê lembra, quem faz aprende. Quem ouve esquece, quem vê lembra, quem faz aprende. 2 ÍNDICE O que é o CASO EMPRESARIAL INTERNACIONAL On-The-Road? Quais as Vantagens Quem pode participar Step by Step Programa Geral de Viagem à Europa

Leia mais

Coordenador: Prof. Doutor João Ferreira. Vogais: Prof.ª Doutora Ana Espada de Sousa Prof. Doutor João Eurico Fonseca Prof. Doutor João Forjaz Lacerda

Coordenador: Prof. Doutor João Ferreira. Vogais: Prof.ª Doutora Ana Espada de Sousa Prof. Doutor João Eurico Fonseca Prof. Doutor João Forjaz Lacerda 15 ANOS DO PROGRAMA EDUCAÇÃO PELA CIÊNCIA Projectos de Investigação para Alunos da FMUL INDICADORES 1997-2012 GAPIC GABINETE DE APOIO À INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO Coordenador: Prof.

Leia mais

Regulamento CARTÃO BARCELOS JOVEM

Regulamento CARTÃO BARCELOS JOVEM Regulamento CARTÃO BARCELOS JOVEM PREÂMBULO O projecto Cartão Barcelos Jovem é um documento emitido pela Casa da Juventude da Câmara Municipal de Barcelos, capaz de conceder benefícios na utilização de

Leia mais

NOVOS HÁBITOS SUSTENTÁVEIS SEMINÁRIO MINISTÉRIO DO AMBIENTE

NOVOS HÁBITOS SUSTENTÁVEIS SEMINÁRIO MINISTÉRIO DO AMBIENTE NOVOS HÁBITOS SUSTENTÁVEIS SEMINÁRIO MINISTÉRIO DO AMBIENTE Luanda 3 de Fevereiro de 2014 2 Novos Hábitos Sustentáveis Quem deve PARTICIPAR? Adquirir Competências. Partilhar Experiências. Decisores, Directores

Leia mais

Acta nº 11. Acta nº 11 pg. 1 de 5

Acta nº 11. Acta nº 11 pg. 1 de 5 Acta nº 11 Ao vigésimo dia do mês de Março do ano de dois mil e dez, pelas treze horas e trinta, reuniu, em Assembleia Geral Ordinária, a Associação dos Bolseiros de Investigação Científica, no Foyer do

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ANEXO II AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DO PESSOAL DOCENTE RELATÓRIO DE AUTO AVALIAÇÃO. Identificação do avaliado

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ANEXO II AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DO PESSOAL DOCENTE RELATÓRIO DE AUTO AVALIAÇÃO. Identificação do avaliado ANEXO II AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DO PESSOAL DOCENTE RELATÓRIO DE AUTO AVALIAÇÃO Identificação do avaliado Nome Categoria profissional actual Anos de serviço no ensino superior Anos de serviço na Unidade

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL DE MOGADOURO

AGENDA 21 LOCAL DE MOGADOURO AGENDA 21 LOCAL DE MOGADOURO Resultados da primeira reunião do Fórum Participativo Realizada no dia 2 de Junho de 2006 4 de Agosto de 2006 Versão para o Grupo Coordenador Equipa Técnica Na realização do

Leia mais

Évora 27 de Novembro de 2009 O Papel do Estado na Prevenção de Riscos Profissionais

Évora 27 de Novembro de 2009 O Papel do Estado na Prevenção de Riscos Profissionais Évora 27 de Novembro de 2009 O Papel do Estado na Prevenção de Riscos Profissionais O papel do Estado na PRP Organismos que nos antecederam Documentos estratégicos O papel do Estado na PRP As Campanhas

Leia mais

Sessão pública de apresentação do Relatório de Actividade dos Hospitais SA

Sessão pública de apresentação do Relatório de Actividade dos Hospitais SA Sessão pública de apresentação do Relatório de Actividade dos Hospitais SA Ministério da Saúde Ministro da Saúde Luís Filipe Pereira Apresentação dos Resultados dos Hospitais SA Centro Cultural de Belém,

Leia mais

REQUERIMENTO PRESTAÇÕES POR ENCARGOS FAMILIARES ABONO DE FAMÍLIA PRÉ-NATAL E ABONO DE FAMÍLIA PARA CRIANÇAS E JOVENS

REQUERIMENTO PRESTAÇÕES POR ENCARGOS FAMILIARES ABONO DE FAMÍLIA PRÉ-NATAL E ABONO DE FAMÍLIA PARA CRIANÇAS E JOVENS REQUERIMENTO PRESTAÇÕES POR ENCARGOS FAMILIARES ABONO DE FAMÍLIA PRÉ-NATAL E ABONO DE FAMÍLIA PARA CRIANÇAS E JOVENS INFORMAÇÕES E INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO O requerimento deve ser preenchido manualmente.

Leia mais

NORMAS DE PARTICIPAÇÃO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS Despacho n.º 436-A 2017

NORMAS DE PARTICIPAÇÃO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS Despacho n.º 436-A 2017 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS 2017 Despacho n.º 436-A 2017 PREÂMBULO O Orçamento Participativo constitui um instrumento que tem vindo a ser adotado por um conjunto crescente

Leia mais

Ana Gonçalves. Curso: TSHT- Técnico de Segurança e Higiene no trabalho. CP: Cidadania e Profissionalidade. Formadora: Ana Gonçalves

Ana Gonçalves. Curso: TSHT- Técnico de Segurança e Higiene no trabalho. CP: Cidadania e Profissionalidade. Formadora: Ana Gonçalves Descrição: Direitos e deveres adquiridos em cada fase da vida - criança, adulto e na velhice Objectivo: Cidadão/ Estado Critérios de Evidência; Reconhecer as responsabilidades inerentes à liberdade pessoal

Leia mais

CRIAÇÃO DE UMA ASSOCIAÇÃO DE ADMINISTRADORES DE INSOLVÊNCIA FUNDAMENTAÇÃO

CRIAÇÃO DE UMA ASSOCIAÇÃO DE ADMINISTRADORES DE INSOLVÊNCIA FUNDAMENTAÇÃO CRIAÇÃO DE UMA ASSOCIAÇÃO DE ADMINISTRADORES DE INSOLVÊNCIA FUNDAMENTAÇÃO 1. Introdução O Estado Moçambicano encetou um processo de reformas legislativas e administrativas, visando dotar o País de leis

Leia mais

Projecto de Lei n.º 408/ X

Projecto de Lei n.º 408/ X Grupo Parlamentar Projecto de Lei n.º 408/ X Consagra o processo eleitoral como regra para a nomeação do director-clínico e enfermeiro-director dos Hospitais do Sector Público Administrativo e dos Hospitais,

Leia mais

Ana Catarina Caetano da Silva Henriques

Ana Catarina Caetano da Silva Henriques Ana Catarina Caetano da Silva Henriques IDENTIFICAÇÃO Nome: Ana Catarina Caetano da Silva Henriques Data de Nascimento: 26 de Agosto de 1979 Telemóvel: 963 555 592 E-mail: kathenriques@clix.pt Carteira

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DO CARTÃO OEIRAS SÉNIOR 65+ Preâmbulo

REGULAMENTO MUNICIPAL DO CARTÃO OEIRAS SÉNIOR 65+ Preâmbulo REGULAMENTO MUNICIPAL DO CARTÃO OEIRAS SÉNIOR 65+ Preâmbulo Considerando que nas últimas décadas temos vindo a assistir ao aumento dos índices de envelhecimento e de dependência das pessoas idosas entre

Leia mais

REVISTAS DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS E A INICIAÇÃO PROFISSIONAL E CIENTÍFICA EM GEOGRAFIA: O CASO DA REVISTA ÁREA

REVISTAS DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS E A INICIAÇÃO PROFISSIONAL E CIENTÍFICA EM GEOGRAFIA: O CASO DA REVISTA ÁREA REVISTAS DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS E A INICIAÇÃO PROFISSIONAL E CIENTÍFICA EM GEOGRAFIA: O CASO DA REVISTA ÁREA Paulo Pereira 1, Domingos Silva 2 & Ricardo Almendra 3 Direcção da Área - Revista dos

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR DE ESTATÍSTICA

CONSELHO SUPERIOR DE ESTATÍSTICA DOCT/1975/CSE/EM 18ª DECISÃO DA SECÇÃO PERMANENTE S MACROECONÓMICAS RELATÓRIO DO GRUPO DE TRABALHO SOBRE CONTAS NACIONAIS E REGIONAIS RELATIVO À ANÁLISE DA PRODUTIVIDADE NOS OUTROS SERVIÇOS Considerando

Leia mais