Unidade III METODOLOGIA E PRÁTICA DO ENSINO DA MATEMÁTICA E CÊ CIÊNCIASC. Prof. Me. Guilherme Santinho Jacobik

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Unidade III METODOLOGIA E PRÁTICA DO ENSINO DA MATEMÁTICA E CÊ CIÊNCIASC. Prof. Me. Guilherme Santinho Jacobik"

Transcrição

1 Unidade III METODOLOGIA E PRÁTICA DO ENSINO DA MATEMÁTICA E CÊ CIÊNCIASC Prof. Me. Guilherme Santinho Jacobik

2 O ensino de ciências segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais O ensino de Ciências tem oscilado entre a teoria pura ou o experimentalismo puro. Em algumas escolas, o laboratório, ou as atividades práticas realizadas em sala de aula, servem de mera ilustração, sem que ocorra reflexão. Os PCN propõe observar, por meio de atividades práticas, a aplicação dos que estudam de forma teórica.

3 Continuação A escola deverá oferecer pleno acesso aos recursos culturais relevantes para a conquista de sua cidadania. A Ciência deve ser instrumento de desenvolvimento da autonomia investigativa. Incluem os domínios do saber tradicionalmente presentes no trabalho escolar. E preocupações p contemporâneas com o meio ambiente, com a saúde, com a sexualidade e com as questões éticas relativas à igualdade de direitos, à dignidade do ser humano e à solidariedade.

4 Interatividade O desenvolvimento das aulas de Ciências, segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais: a) Deve ser apenas teórico. b) Deve ser apenas prático. c) Deve ser teórico, usar a prática como ilustração. d) Por meio de atividades práticas, deve-se proporcionar a aplicação do que estudam de forma teórica. e) Não deve se valer de nada escrito, muito menos atividades práticas.

5 Objetivos gerais de Ciências Naturais para o Ensino Fundamental compreender a natureza como um todo dinâmico, sendo o ser humano parte integrante e agente de transformações do mundo em que vive; identificar relações entre conhecimento científico, produção de tecnologia e condições de vida, no mundo de hoje e em sua evolução histórica; formular questões, diagnosticar e propor soluções para problemas reais a partir de elementos das Ciências Naturais, colocando em prática conceitos, procedimentos e atitudes desenvolvidos no aprendizado escolar;

6 Continuação saber utilizar conceitos científicos básicos, associados à energia, matéria, transformação, espaço, tempo, sistema, equilíbrio e vida; saber combinar leituras, observações, experimentações, registros etc., para coleta, organização, comunicação e discussão de fatos e informações; valorizar o trabalho em grupo, sendo capaz de ação crítica e cooperativa para a construção coletiva do conhecimento;

7 Continuação compreender a saúde como bem individual e comum que deve ser promovido pela ação coletiva; compreender a tecnologia como meio para suprir necessidades humanas, distinguindo usos corretos e necessários daqueles prejudiciais ao equilíbrio da natureza e ao homem.

8 Interatividade A respeito dos objetivos do ensino de Ciências: I. Deve levar o aluno a se perceber parte integrante e agente de transformações do mundo em que vive. II. Deve mostrar que ciência é para os cientistas e não para curiosos. III. Deve proporcionar leituras, observações, experimentações, registros etc., para coleta, organização, comunicação e discussão de fatos e informações. a) Ii incorreta. b) II e III corretas. c) II incorreta. d) I, II e III incorretas. e) I e III corretas.

9 Blocos de conteúdos para o ensino de Ciências Naturais Conteúdos trabalhados em blocos para que não sejam tratados como assuntos isolados. Indicam perspectivas de abordagem e dão organização aos conteúdos sem um padrão rígido, de modo que possibilite diferentes sequências, trate conteúdos de importância local e faça conexão entre conteúdos dos diferentes blocos, das demais áreas e dos temas transversais. Em cada bloco temático são apontados conceitos, procedimentos e atitudes centrais para a compreensão da temática em foco.

10 Continuação os conteúdos devem se constituir i em fatos, conceitos, procedimentos, atitudes e valores compatíveis com o nível de desenvolvimento intelectual do aluno; favorecer a construção de uma visão de mundo, que se apresenta como um todo formado por elementos inter-relacionados, dentre os quais o homem, agente de transformação; devem ser relevantes do ponto de vista social, com reflexos na cultura, de modo que permitam ao aluno compreender, em seu cotidiano, as relações entre o homem e a natureza, superando interpretações ingênuas sobre a realidade à sua volta.

11 De acordo com os PCN de Ciências Naturais, são quatro os blocos temáticos propostos para o Ensino Fundamental ambiente; ser humano e saúde; recursos tecnológicos; Terra e Universo.

12 Interatividade Como dito, o conteúdo deve ser trabalhado como: I. Conceito. II. Procedimento. III. Atitude. IV. Teoria a ser memorizada. a) I, II e III. b) Somente I. c) Somente II. d) Somente III. e) NDA.

13 Ações didáticas interessantes nas aulas de Ciências Naturais no Ensino Fundamental Problematização. Busca de informações em fontes variadas: observação; experimentação; leitura de textos informativos; sistematização de conhecimentos; projetos e sequências didáticas.

14 Atividades e encaminhamentos interessantes Sequência didática. Projetos. Atividades permanentes.

15 Interatividade Dentre as ações didáticas recomendadas ao Ensino de Ciências: I. Sequências didáticas. II. Pesquisas diversas. III. Problematizações. a) Somente I correta. b) Somente II correta. c) Somente III correta. d) I e II corretas. e) Todas estão corretas.

16 ATÉ A PRÓXIMA!

APRENDER E ENSINAR CIÊNCIAS NATURAIS NO ENSINO FUNDAMENTAL Apresentação do PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais) de Ciências Naturais

APRENDER E ENSINAR CIÊNCIAS NATURAIS NO ENSINO FUNDAMENTAL Apresentação do PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais) de Ciências Naturais APRENDER E ENSINAR CIÊNCIAS NATURAIS NO ENSINO FUNDAMENTAL Apresentação do PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais) de Ciências Naturais INTRODUÇÃO Para o ensino de Ciências Naturais é necessária a construção

Leia mais

O processo de ensino e aprendizagem em Ciências no Ensino Fundamental. Aula 2

O processo de ensino e aprendizagem em Ciências no Ensino Fundamental. Aula 2 O processo de ensino e aprendizagem em Ciências no Ensino Fundamental Aula 2 Objetivos da aula Conhecer os a pluralidade de interpretações sobre os processos de ensino aprendizagem em Ciências; Discutir

Leia mais

A MATEMÁTICA NO COTIDIANO: RECONHECENDO E TRABALHANDO COM SITUAÇÕES QUE ENVOLVEM FUNÇÕES

A MATEMÁTICA NO COTIDIANO: RECONHECENDO E TRABALHANDO COM SITUAÇÕES QUE ENVOLVEM FUNÇÕES A MATEMÁTICA NO COTIDIANO: RECONHECENDO E TRABALHANDO COM SITUAÇÕES QUE ENVOLVEM FUNÇÕES Educação Matemática nos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio GT 10 José Jorge Casimiro Dos SANTOS jorge.cassimiro14@gmail.com

Leia mais

C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, Fone (045) Fax (045)

C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, Fone (045) Fax (045) C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 2000 - Fone (045) 3252-336 - Fax (045) 3379-5822 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ DISCIPLINA: PROFESSOR(A): E-MAIL:

Leia mais

Ensino Fundamental I 5º ano PLANO DE ENSINO. A e B 2017 EMENTA

Ensino Fundamental I 5º ano PLANO DE ENSINO. A e B 2017 EMENTA DISCIPLINA: Ciências PROFESSORA: Michely Botelho Pires Araújo Ensino Fundamental I 5º ano PLANO DE ENSINO TURMA ANO LETIVO A e B 2017 EMENTA A formação de um cidadão crítico exige sua inserção numa sociedade

Leia mais

ESTRUTURA, FORMATO E OBJETIVOS DA ESCOLA DE PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO (EPEM)

ESTRUTURA, FORMATO E OBJETIVOS DA ESCOLA DE PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO (EPEM) 1 REDEENSINAR JANEIRO DE 2001 ESTRUTURA, FORMATO E OBJETIVOS DA ESCOLA DE PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO (EPEM) Guiomar Namo de Mello Diretora Executiva da Fundação Victor Civita Diretora de Conteúdos da

Leia mais

Projeto TRILHAS Conjunto de materiais elaborados para instrumentalizar e apoiar o trabalho docente no campo da leitura, escrita e oralidade, com

Projeto TRILHAS Conjunto de materiais elaborados para instrumentalizar e apoiar o trabalho docente no campo da leitura, escrita e oralidade, com Projeto TRILHAS Conjunto de materiais elaborados para instrumentalizar e apoiar o trabalho docente no campo da leitura, escrita e oralidade, com crianças de 6 anos, com o objetivo de inseri-las em um universo

Leia mais

PRINCÍPIOS TEÓRICO- METODOLÓGICOS DO ENSINO DAS CIÊNCIAS NATURAIS

PRINCÍPIOS TEÓRICO- METODOLÓGICOS DO ENSINO DAS CIÊNCIAS NATURAIS PRINCÍPIOS TEÓRICO- METODOLÓGICOS DO ENSINO DAS CIÊNCIAS NATURAIS 1 APRESENTAÇÃO DO PCN (PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS) DE CIÊNCIAS NATURAIS Objetivos Gerais Do Ensino Fundamental Compreender a cidadania

Leia mais

Agente de transformação social Orientador do desenvolvimento sócio-cognitivo do estudante Paradigma de conduta sócio-política

Agente de transformação social Orientador do desenvolvimento sócio-cognitivo do estudante Paradigma de conduta sócio-política CONCEPÇÕES DE CURRÍCULO Ana Maria Iorio Dias março/2012 Educação função social primordial a incorporação ativa de conhecimentos e experiências i produzidas por gerações e sua socialização; produção do

Leia mais

CONEXÕES E REGULARIDADES NO ENSINO DA MATEMÁTICA. Rudinei José Miola

CONEXÕES E REGULARIDADES NO ENSINO DA MATEMÁTICA. Rudinei José Miola CONEXÕES E REGULARIDADES NO ENSINO DA MATEMÁTICA Rudinei José Miola rmiola@positivo.com.br PARA INÍCIO DE CONVERSA ATIVIDADE MATEMÁTICA Por atividade matemática deve entender-se uma mescla entre tarefa,

Leia mais

Matemática e a Didática da Autonomia Tratamento da Informação. Sala 13 Matemática EM Integral E. E. PROF. ANTÔNIO ALVES CRUZ

Matemática e a Didática da Autonomia Tratamento da Informação. Sala 13 Matemática EM Integral E. E. PROF. ANTÔNIO ALVES CRUZ l Matemática e a Didática da Autonomia Tratamento da Informação Sala 13 Matemática EM Integral E. E. PROF. ANTÔNIO ALVES CRUZ Professor Apresentador: Narahan Dib Fracalanza Realização: Justificativa A

Leia mais

META Apresentar os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio Matemática

META Apresentar os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio Matemática PARÂMETROS NACIONAIS CURRICULARES DO ENSINO MÉDIO - MATEMÁTICA META Apresentar os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio Matemática OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: identificar,

Leia mais

NATUREZA E SOCIEDADE RCNEI-REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

NATUREZA E SOCIEDADE RCNEI-REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL NATUREZA E SOCIEDADE RCNEI-REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL Práticas no eixo Natureza e Sociedade Como você trabalho no eixo Natureza e Sociedade? Quais os materiais você utiliza

Leia mais

REFLETINDO UM POUCO MAIS SOBRE OS PCN E A FÍSICA

REFLETINDO UM POUCO MAIS SOBRE OS PCN E A FÍSICA REFLETINDO UM POUCO MAIS SOBRE OS PCN E A FÍSICA Aula 4 META Apresentar os PCN+ Ensino Médio. OBJETIVOS Ao nal da aula, o aluno deverá: re etir sobre contextualização e interdisciplinaridade; re etir sobre

Leia mais

Formação PNAIC 2017/2018. Formadores Regionais 1º ao 3º ano

Formação PNAIC 2017/2018. Formadores Regionais 1º ao 3º ano Formação PNAIC 2017/2018 Formadores Regionais 1º ao 3º ano Objetivos Promover a interação e favorecer articulações entre formadores regionais e estaduais; Consolidar saberes referentes aos Direitos de

Leia mais

A ABORDAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO ENSINO MÉDIO

A ABORDAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO ENSINO MÉDIO A ABORDAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO ENSINO MÉDIO José Ijaelson do Nascimento Júnior; Catalyne Maria de Jesus Lins; Cynthia Maria de Jesus Lins; Ana Paula Freitas da Silva.

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Competência Habilidade Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Competência Habilidade Avaliação Disciplina: Física Trimestre: 1º Conteúdos Competência Habilidade Avaliação Cinemática escalar que consta dos capítulos 1, 2 e 3. Esses capítulos serão estudados paralelamente com a cinemática vetorial

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE) ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE) ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CURSOS DE LICENCIATURAS PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE) ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO 2017.2 5º. PERÍODO Diálogos com a Escola-Campo I / Prática Pedagógica V Observação do Campo de Estágio (com

Leia mais

NADAL, BEATRIZ GOMES. POR VÁRIOS

NADAL, BEATRIZ GOMES. POR VÁRIOS NADAL, BEATRIZ GOMES. POR VÁRIOS AUTORES. PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NOS ANOS INICIAIS: CONCEPÇÃO E AÇÃO. SLIDES Prof. Amarildo Vieira PROFESSOR RODRIGO MACHADO MERLI PEDAGOGO UNIb ESPECIALIZAÇÃO EM DIDÁTICA

Leia mais

Resolução CEB nº 3, de 26 de junho de Apresentado por: Luciane Pinto, Paulo Henrique Silva e Vanessa Ferreira Backes.

Resolução CEB nº 3, de 26 de junho de Apresentado por: Luciane Pinto, Paulo Henrique Silva e Vanessa Ferreira Backes. Resolução CEB nº 3, de 26 de junho de 1998 Apresentado por: Luciane Pinto, Paulo Henrique Silva e Vanessa Ferreira Backes. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. O Presidente

Leia mais

Aula 5 OFICINAS TEMÁTICAS NO ENSINO MÉDIO. Rafael de Jesus Santana Danilo Almeida Rodrigues

Aula 5 OFICINAS TEMÁTICAS NO ENSINO MÉDIO. Rafael de Jesus Santana Danilo Almeida Rodrigues Aula 5 OFICINAS TEMÁTICAS NO ENSINO MÉDIO META Propor a construção do conhecimento químico a partir do desenvolvimento de ofi cinas temáticas. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno deverá: Compreender

Leia mais

Um breve histórico das aulas de Ciências Naturais. Profª Lúcia Helena Sasseron (FEUSP)

Um breve histórico das aulas de Ciências Naturais. Profª Lúcia Helena Sasseron (FEUSP) Um breve histórico das aulas de Ciências Naturais Profª Lúcia Helena Sasseron (FEUSP) Um breve histórico das aulas de Ciências Naturais LDB (4024/61): insere a obrigatoriedade do ensino de ciências em

Leia mais

Aluno(a): / / Cidade Polo: CPF: Curso: ATIVIDADE AVALIATIVA ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA

Aluno(a): / / Cidade Polo:   CPF: Curso: ATIVIDADE AVALIATIVA ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA Aluno(a): / / Cidade Polo: E-mail: CPF: Curso: ATIVIDADE AVALIATIVA ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA Preencha o GABARITO: 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 Observação: Nesta atividade há 10 (dez) questões de múltipla

Leia mais

A QUÍMICA NO COTIDIANO, UM INCENTIVO A BUSCA PELAS CIÊNCIAS EXATAS

A QUÍMICA NO COTIDIANO, UM INCENTIVO A BUSCA PELAS CIÊNCIAS EXATAS A QUÍMICA NO COTIDIANO, UM INCENTIVO A BUSCA PELAS CIÊNCIAS EXATAS Manoel Garcia de Oliveira 1 ; Sandro Minguzzi 2 1 Acadêmico do Curso de química da UEMS, Unidade Universitária de Naviraí; E-mail: manoel_mgo@hotmail.com.

Leia mais

PCN - PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS

PCN - PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS PCN - PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS 01. Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) são referências para o ensino fundamental e médio de todo Brasil, tendo como objetivo: (A) Garantir, preferencialmente,

Leia mais

ENSINO MÉDIO INOVADOR: AS EXPERIÊNCIAS NA COMPREENSÃO DA BIOLOGIA

ENSINO MÉDIO INOVADOR: AS EXPERIÊNCIAS NA COMPREENSÃO DA BIOLOGIA ENSINO MÉDIO INOVADOR: AS EXPERIÊNCIAS NA COMPREENSÃO DA BIOLOGIA Adiene Silva Araújo Universidade de Pernambuco - UPE adienearaujo@hotmail.com 1- Introdução A Biologia como ciência, ao longo da história

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DAS ANIMAÇÕES\ SIMULACÕES EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM PARA O ENSINO DE BIOLOGIA

IDENTIFICAÇÃO DAS ANIMAÇÕES\ SIMULACÕES EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM PARA O ENSINO DE BIOLOGIA IDENTIFICAÇÃO DAS ANIMAÇÕES\ SIMULACÕES EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM PARA O ENSINO DE BIOLOGIA Maria Giselly Jorge de Matos 1 ; Patrícia Mariana Vasco de Góz²; Gerllane Jorge de Matos³; Ricardo

Leia mais

Subprojeto Química A PRÁTICA DOCENTE INICIAL APLICADA AO ENSINO DE QUÍMICA E A FEIRA DE CIÊNCIAS. Bolsista de ID: Aline Florentino da Costa

Subprojeto Química A PRÁTICA DOCENTE INICIAL APLICADA AO ENSINO DE QUÍMICA E A FEIRA DE CIÊNCIAS. Bolsista de ID: Aline Florentino da Costa Subprojeto Química A PRÁTICA DOCENTE INICIAL APLICADA AO ENSINO DE QUÍMICA E A FEIRA DE CIÊNCIAS Bolsista de ID: Aline Florentino da Costa Autores: Aline S. Gomes, Aurélio M. D. Moreira, Márcia F. Mendes,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO ADRIANO SILVA CAROLINE PEREIRA DA SILVA FLÁVIA BARNER COUTO ISABELA JAPYASSU JULIANA RIGHI MARINA MARQUES Sequência didática abordando o conteúdo de Geometria

Leia mais

NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO DISCENTE

NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO DISCENTE NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO DISCENTE REGULAMENTO DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades do Núcleo de Atendimento Psicopedagógico aos

Leia mais

INCLUSÃO DE SOFTWARES EM SALA DE AULA PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA EM TURMAS DE PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO 1

INCLUSÃO DE SOFTWARES EM SALA DE AULA PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA EM TURMAS DE PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO 1 INCLUSÃO DE SOFTWARES EM SALA DE AULA PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA EM TURMAS DE PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO 1 Tainá Gabriele Hameyer 2, Ana Caroline De Oliveira Da Silva 3, Vanessa Hamp Knebel Martins 4,

Leia mais

Proposta Curricular de Duque de Caxias

Proposta Curricular de Duque de Caxias ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE DUQUE DE CAXIAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA DIVISÃO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA,

Leia mais

O CURRÍCULO ESCOLAR EM FOCO: UM ESTUDO DE CASO

O CURRÍCULO ESCOLAR EM FOCO: UM ESTUDO DE CASO O CURRÍCULO ESCOLAR EM FOCO: UM ESTUDO DE CASO Introdução Mayara Carvalho Peixoto (UFCG) mayaracarvalho-@hotmail.com O currículo é tido como um resultado das tensões, conflitos e concessões culturais,

Leia mais

BNC - Ciências da Natureza - Anexo 5

BNC - Ciências da Natureza - Anexo 5 BNC Ciências da Natureza Anexo 5 BNC - Ciências da Natureza - Anexo 5 AT A ÁREA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA A sociedade contemporânea está fortemente organizada com base no desenvolvimento científico e tecnológico.

Leia mais

CIÊNCIAS DA NATUREZA. Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Etapa II Caderno III 09/04/2015

CIÊNCIAS DA NATUREZA. Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Etapa II Caderno III 09/04/2015 CIÊNCIAS DA NATUREZA Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Etapa II Caderno III 09/04/2015 1. Contextualização e contribuições da área de Ciências da Natureza para a formação do estudante

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Etec: Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã/SP Área de conhecimento: Ciências da Natureza Componente Curricular: Biologia

Leia mais

Conteúdos: como se aprende

Conteúdos: como se aprende Conteúdos: como se aprende Geralmente utilizamos o termo conteúdos quando tratamos dos conhecimentos específicos das disciplinas ou matérias escolares. Mas, se nos atermos a uma concepção educativa integral,

Leia mais

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Estudo da história geral da Educação e da Pedagogia, enfatizando a educação brasileira. Políticas ao longo da história engendradas

Leia mais

Concurso Público Osasco PEB I SLIDES Prof. Amarildo Vieira

Concurso Público Osasco PEB I SLIDES Prof. Amarildo Vieira Concurso Público Osasco PEB I - 2017 SLIDES Prof. Amarildo Vieira PEDAGOGO UNIb ESPECIALIZAÇÃO EM DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR PUC/SP BACHARELANDO EM DIREITO Uninove DIRETOR DE ESCOLA PMSP/SP PROFESSOR

Leia mais

INFORMATIVO CURSO PRÉ-VESTIBULAR

INFORMATIVO CURSO PRÉ-VESTIBULAR 2016 INFORMATIVO CURSO PRÉ-VESTIBULAR Prezado(a) aluno (a) Nosso objetivo, em qualquer curso que oferecemos, é que você aproveite o melhor do nosso trabalho: experiência, professores competentes, atendimento

Leia mais

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL E A SUA INTERDISCIPLINARIDADE

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL E A SUA INTERDISCIPLINARIDADE A EDUCAÇÃO AMBIENTAL E A SUA INTERDISCIPLINARIDADE INTRODUÇÃO Autor: Franklin Vieira de Sá Instituição: Universidade Federal do Piauí E-mail: frankkkfalcon@hotmail.com A temática de Educação Ambiental

Leia mais

O trabalho de projecto e a relação dos alunos com a Matemática

O trabalho de projecto e a relação dos alunos com a Matemática O trabalho de projecto e a relação dos alunos com a Matemática A experiência do Projecto MAT 789 Paulo Abrantes 1994 Mestrado em Educação - Didáctica da Matemática - 2005/2007 Desenvolvimento Curricular

Leia mais

Didática Aplicada ao Ensino de Ciências e Biologia

Didática Aplicada ao Ensino de Ciências e Biologia Universidade Tecnológica Federal do Paraná Curso Ciências Biológicas Licenciatura Campus Santa Helena Didática Aplicada ao Ensino de Ciências e Biologia Docente: Dra. Eduarda Maria Schneider E-mail: emschneider@utfpr.edu.br

Leia mais

PROPOSTA ATIVIDADES COM O JCLIC

PROPOSTA ATIVIDADES COM O JCLIC PROPOSTA ATIVIDADES COM O JCLIC 1 Título: Fontes de Energia 2 Autor: Greyce Devielle da Silva Ruiz 3 Aplicativo utilizado: JCLIC 4 Disciplina: Ciências 5 Objetivos: Apresentar aos educandos a composição

Leia mais

Aula 5 OFÍCINA TEMÁTICA NO ENSINO DE QUÍMICA

Aula 5 OFÍCINA TEMÁTICA NO ENSINO DE QUÍMICA OFÍCINA TEMÁTICA NO ENSINO DE QUÍMICA META Apresentar formas de organização de conteúdos privilegiando o estabelecimento de relações entre os vários conhecimentos químicos e entre a Química e suas aplicações

Leia mais

PRÉ-REQUISITOS Haver concluído a disciplina Introdução aos Estudos Linguísticos ou disciplina equivalente..

PRÉ-REQUISITOS Haver concluído a disciplina Introdução aos Estudos Linguísticos ou disciplina equivalente.. GÊNEROS TEXTUAIS PROJETO DIDÁTICO Aula 10 META Apresentar a criação de um produto fi nal, a partir de atividades de leitura e escrita, como possibilidade de ressignifi cação da aprendizagem dos gêneros

Leia mais

CAPÍTULO I - Conceituação e Objetivos

CAPÍTULO I - Conceituação e Objetivos REGULAMENTO GERAL TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC Ensino Técnico do Centro Paula Souza CAPÍTULO I - Conceituação e Objetivos Art. 1º O Trabalho de Conclusão de Curso - TCC constitui-se numa atividade

Leia mais

AVALIAÇÃO DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA DE ENSINO PARA O CONTEÚDO DE POLARIDADE

AVALIAÇÃO DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA DE ENSINO PARA O CONTEÚDO DE POLARIDADE AVALIAÇÃO DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA DE ENSINO PARA O CONTEÚDO DE POLARIDADE INTRODUÇÃO Thiago Pereira da Silva¹ E-mail:thiagoellisson@yahoo.com.br Paulo Deyvit Rodrigues de Sousa² E-mail: paulodaivid@gmail.com

Leia mais

ABORDAGEM HISTÓRICA DA TABELA PERIÓDICA NO 9º ANO: PERCEPÇÔES NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO III

ABORDAGEM HISTÓRICA DA TABELA PERIÓDICA NO 9º ANO: PERCEPÇÔES NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO III ABORDAGEM HISTÓRICA DA TABELA PERIÓDICA NO 9º ANO: PERCEPÇÔES NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO III Modalidade: ( X ) Ensino ( ) Pesquisa ( ) Extensão Nível: ( ) Médio ( X ) Superior ( ) Pós-graduação Área: (

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAIS REGO ENSINO FUNDAMENTAL,MÉDIO E PROFISSIONAL - PTD PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 8ºANO

COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAIS REGO ENSINO FUNDAMENTAL,MÉDIO E PROFISSIONAL - PTD PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 8ºANO COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAIS REGO ENSINO FUNDAMENTAL,MÉDIO E PROFISSIONAL - PTD PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 8ºANO Professor ; Cesar Antônio Hubner Disciplina: Ciências Ano: 2014 Bimestre: 1º CONTEÚDOS

Leia mais

FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR

FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR Profª. Carla Verônica AULA 03 SUPERVISÃO E PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO Identificar os princípios da gestão participativa; Analisar a dialética do ambiente escolar; Perceber

Leia mais

OBJETIVOS DE ENSINO- APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA. Docente: Dra. Eduarda Maria Schneider

OBJETIVOS DE ENSINO- APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA. Docente: Dra. Eduarda Maria Schneider OBJETIVOS DE ENSINO- APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA Docente: Dra. Eduarda Maria Schneider E-mail: emschneider@utfpr.edu.br O que são objetivos de ensino/aprendizagem? O que espero que meu aluno aprenda?

Leia mais

Oficina de Apropriação de Resultados. Paebes 2013

Oficina de Apropriação de Resultados. Paebes 2013 Oficina de Apropriação de Resultados Paebes 2013 Oficina de Apropriação de Resultados de Língua Portuguesa Dinâmica Conhecendo o outro. Objetivos: Interpretar os resultados da avaliação do Programa de

Leia mais

Curso Vocacional de Saúde e Ambiente Ciências Naturais / 3º Ciclo Planificação a Longo Prazo

Curso Vocacional de Saúde e Ambiente Ciências Naturais / 3º Ciclo Planificação a Longo Prazo Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros Curso Vocacional de Saúde e Ambiente Ciências Naturais / 3º Ciclo Planificação

Leia mais

MUNICIPAL PROFESSOR LAÉRCIO FERNANDES NÍVEL DE ENSINO:

MUNICIPAL PROFESSOR LAÉRCIO FERNANDES NÍVEL DE ENSINO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PIBID- Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR LAÉRCIO FERNANDES NÍVEL DE ENSINO: Ensino Fundamental I- TURMA: 3º

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico ETEC: Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça - SP Eixo Tecnológico: Indústria Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

PROJETO CURRICULAR DO ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 2015/2016

PROJETO CURRICULAR DO ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 2015/2016 PROJETO CURRICULAR DO ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 15/16 DISCIPLINA: GOSCS 12º Ano CURSO: TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE OBJETIVOS TRANSVERSAIS Promoção da educação para a cidadania A língua

Leia mais

PROPOSTA CURRICULAR PARA O 2º SEGMENTO História

PROPOSTA CURRICULAR PARA O 2º SEGMENTO História PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/SEÇÃO DE ENSINO NÃO FORMAL CENFOP Centro de Formação Pedagógica PROPOSTA CURRICULAR PARA

Leia mais

A aplicação do modelo de aprendizagem colaborativa como suporte à aquisição dos conhecimentos teóricos

A aplicação do modelo de aprendizagem colaborativa como suporte à aquisição dos conhecimentos teóricos A aplicação do modelo de aprendizagem colaborativa como suporte à aquisição dos conhecimentos teóricos Maria José Varadinov Instituto Politécnico de Portalegre 14 e 15 de Julho de 2016 ESTRUTURA 1. CONTEXTO

Leia mais

O USO DE JOGOS NAS AULAS DE MATEMÁTICA: TRABALHANDO COM AS OPERAÇÕES COM NÚMEROS NATURAIS E INTEIROS

O USO DE JOGOS NAS AULAS DE MATEMÁTICA: TRABALHANDO COM AS OPERAÇÕES COM NÚMEROS NATURAIS E INTEIROS na Contemporaneidade: desafios e possibilidades O USO DE JOGOS NAS AULAS DE MATEMÁTICA: TRABALHANDO COM AS OPERAÇÕES COM NÚMEROS NATURAIS E INTEIROS José Márcio da Silva Ramos Diniz Universidade Estadual

Leia mais

FORMAÇÃO CÍVICA E HUMANA

FORMAÇÃO CÍVICA E HUMANA Escola Secundária/3 de Barcelinhos ANO LETIVO 2012-2013 FORMAÇÃO CÍVICA E HUMANA 3.º Ciclo Ensino Básico A) ORIENTAÇÕES PROGRAMÁTICAS B) CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ÍNDICE A) ORIENTAÇÕES PROGRAMÁTICAS 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Palavras-chave: Ensino de Química; Contextualização; Laboratório de Química; Conceitos Científicos; Experimentação. 1. INTRODUÇÃO

Palavras-chave: Ensino de Química; Contextualização; Laboratório de Química; Conceitos Científicos; Experimentação. 1. INTRODUÇÃO A EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA NUMA PERSPECTIVA PROBLEMATIZADORA E CONTEXTUALIZADA: UM AUXÍLIO NA CONSTRUÇÃO DE CONCEITOS CIENTÍFICOS NO ENSINO MÉDIO Márcia Valente de Brito Dantas 1* Lígia Maria

Leia mais

Escola Superior de Educação Instituto Politécnico de Bragança. Mestrado Educação Pré-Escolar e Professor do 1.º Ciclo do Ensino Básico

Escola Superior de Educação Instituto Politécnico de Bragança. Mestrado Educação Pré-Escolar e Professor do 1.º Ciclo do Ensino Básico Escola Superior de Educação Instituto Politécnico de Bragança Mestrado Educação Pré-Escolar e Professor do 1.º Ciclo do Ensino Básico Unidade Curricular Didáctica da Matemática Algumas Tarefas 2008 / 2009

Leia mais

ABORDAGEM TEMÁTICA E EXPERIMENTAÇÃO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

ABORDAGEM TEMÁTICA E EXPERIMENTAÇÃO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS ABORDAGEM TEMÁTICA E EXPERIMENTAÇÃO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Rosemar Ayres dos Santos Universidade Federal da Fronteira Sul Resumo O presente trabalho é de cunho qualitativo, o qual discute proposta

Leia mais

ATLAS ESCOLAR HISTÓRICO, GEOGRÁFICO, AMBIENTAL DE ITABUNA BAHIA: Sistema Pedológico

ATLAS ESCOLAR HISTÓRICO, GEOGRÁFICO, AMBIENTAL DE ITABUNA BAHIA: Sistema Pedológico ATLAS ESCOLAR HISTÓRICO, GEOGRÁFICO, AMBIENTAL DE ITABUNA BAHIA: Sistema Pedológico Ailto Rodrigues Damaceno Filho Discente do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ensino de Geografia (UESC/BA) Graduação

Leia mais

O ENSINO DE FÍSICA COM EXPERIMENTOS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. Apresentação: Pôster

O ENSINO DE FÍSICA COM EXPERIMENTOS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. Apresentação: Pôster O ENSINO DE FÍSICA COM EXPERIMENTOS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA Apresentação: Pôster Fabricyo Villa Verde Silva 1 ; Bruno Basílio Rodrigues 2 ; Maria do Socorro Tavares Cavalcante Vieira 3 Introdução A educação

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Etec: Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã/SP Área de conhecimento: Ciências da Natureza Componente Curricular: Biologia

Leia mais

Projecto Curricular de Escola Ano Lectivo 2009/2010 ANEXO VI

Projecto Curricular de Escola Ano Lectivo 2009/2010 ANEXO VI Projecto Curricular de Escola Ano Lectivo 2009/2010 ANEXO VI Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos Dr. Horácio Bento de Gouveia Ano Lectivo 20 /20 PLANO DE RECUPERAÇÃO Despacho Normativo nº50/2005 Aluno: Nº

Leia mais

Aula 2. Módulo I Educação Ambiental e Sustentabilidade. Curso de Atualização em Educação Ambiental e Sustentabilidade. Jaqueline Figuerêdo Rosa

Aula 2. Módulo I Educação Ambiental e Sustentabilidade. Curso de Atualização em Educação Ambiental e Sustentabilidade. Jaqueline Figuerêdo Rosa www.cursoeduambientalifbaiano.wordpress.com Curso de Atualização em Educação Ambiental e Sustentabilidade Módulo I Educação Ambiental e Sustentabilidade Aula 2 Jaqueline Figuerêdo Rosa Mas, o que é Educação

Leia mais

A Astronomia como parte integrante da disciplina Ciências no ensino fundamental. Roberto Ortiz Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP

A Astronomia como parte integrante da disciplina Ciências no ensino fundamental. Roberto Ortiz Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP A Astronomia como parte integrante da disciplina Ciências no ensino fundamental. Roberto Ortiz Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP A Astronomia e o Ensino Fundamental no Brasil O Ensino de Astronomia

Leia mais

A Concepção de MATEMÁTICA que subjaz à PROPOSTA CURRICULAR

A Concepção de MATEMÁTICA que subjaz à PROPOSTA CURRICULAR A Concepção de MATEMÁTICA que subjaz à PROPOSTA CURRICULAR Nílson José Machado Universidade de São Paulo Faculdade de Educação njmachad@usp.br www.nilsonjosemachado.net CURRÍCULO Instrumento para tratamento

Leia mais

PCN - PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS

PCN - PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS PCN - PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS 01. O que são os Parâmetros Curriculares Nacionais? (A) Um documento com leis educacionais. (B) Um livro didático para ser aplicado em sala. (C) Um referencial para

Leia mais

Projeto Educação na Interdisciplinaridade. Sustentabilidade na Escola. Oficina de Garagem

Projeto Educação na Interdisciplinaridade. Sustentabilidade na Escola. Oficina de Garagem Projeto Educação na Interdisciplinaridade Sustentabilidade na Escola Oficina de Garagem São Paulo 2016 Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas mudam o mundo Paulo Freire Apresentação

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA PAISAGEM NO ENSINO DA GEOGRAFIA

A IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA PAISAGEM NO ENSINO DA GEOGRAFIA A IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA PAISAGEM NO ENSINO DA GEOGRAFIA Autora: Alcione Pereira da Silva Universidade Federal do Maranhão Alcione.1980@hotmail.com.br Co-autora: Aldaene Ferreira Silva Universidade Federal

Leia mais

FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO. Ensino-aprendizagem

FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO. Ensino-aprendizagem FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO Ensino-aprendizagem 1. Quais os materiais didáticos na área do(s) subprojeto(s) existentes na escola? Recursos didáticos, materiais diferenciados e/ou alternativos.

Leia mais

4. Articulação com outras disciplinas, contextos ou áreas do conhecimento

4. Articulação com outras disciplinas, contextos ou áreas do conhecimento Sequência Didática Oxirredução com um problemão Autores: Karoline dos Santos Tarnowski e Cleomar Copatti Série: 2 ano do Ensino Médio Número de aulas: 3 de 40 min Origem: Trabalho apresentado à disciplina

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE Curso: Ensino Médio Disciplina: Física Professores: Elisângela Schons. Aproveitamento: 100% JUSTIFICATIVA:

PLANO DE TRABALHO DOCENTE Curso: Ensino Médio Disciplina: Física Professores: Elisângela Schons. Aproveitamento: 100% JUSTIFICATIVA: . Centro Estadual de Educação Básica para Jovens e Adultos Cursos: Ensino Fundamental Fase II e Ensino Médio. Rua Monteiro Lobato, 1038 Cep. 85950-000 Fone/Fax (44) 3649-5214 Site: www.potceebjapalotina.seed.pr.gov.br

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ

CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ ORIGEM DO UNIVERSO, FORMAÇÃO DA VIDA NA TERRA ESTUDANDO FÓSSEIS: O CAMINHO DA EVOLUÇÃO DAS ESPÉCIES 1º semestre de 201 3ª feira, das 13h30 às 17h30 SANTO ANDRÉ

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação PEDAGOGIA. COORDENADORA Cristiane Aparecida Baquim

UFV Catálogo de Graduação PEDAGOGIA. COORDENADORA Cristiane Aparecida Baquim UFV Catálogo de Graduação 2014 477 PEDAGOGIA COORDENADORA Cristiane Aparecida Baquim cbaquim@hotmail.br 478 Currículos dos Cursos do CCH UFV Licenciatura ATUAÇÃO Em atendimento às Diretrizes Curriculares

Leia mais

Oficina de Apropriação de Resultados PAEBES 2013

Oficina de Apropriação de Resultados PAEBES 2013 Oficina de Apropriação de Resultados PAEBES 2013 Oficina de Apropriação de Resultados de BIOLOGIA Dinâmica Eu não sou eu.sou o momento:passo. Mario Quintana Objetivos: Interpretar os resultados da avaliação

Leia mais

CAMINHOS DA GEOMETRIA NA ERA DIGITAL

CAMINHOS DA GEOMETRIA NA ERA DIGITAL CAMINHOS DA GEOMETRIA NA ERA DIGITAL GT 05 Educação Matemática: tecnologias informáticas e educação à distância Tatiana Schmitz UNISINOS e-mail@sinos.net Ana Paula de Quadros UNISINOS anapauladequadros@gmail.com

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Técnico em Manutenção e suporte em Informática FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

Domótica Automação Residencial

Domótica Automação Residencial 201 Domótica Automação Residencial Orientações aos alunos Área de Concentração: EXATAS Disciplina de Concentração: MATEMÁTICA Professores: Bruno Juventino Silva e Silva, José Humberto Alves de Brito, Roberto

Leia mais

ADEDANHA MATEMÁTICA: UMA DIVERSÃO EM SALA DE AULA

ADEDANHA MATEMÁTICA: UMA DIVERSÃO EM SALA DE AULA ADEDANHA MATEMÁTICA: UMA DIVERSÃO EM SALA DE AULA Elizabethe Gomes Pinheiro Secretaria Municipal de Educação- Cabo Frio - RJ bethematica@hotmail.com Resumo: Este trabalho tem por objetivo mostrar um pouco

Leia mais

Pontos importantes da metodologia - EI e EF I

Pontos importantes da metodologia - EI e EF I Pontos importantes da metodologia - EI e EF I Cada segmento tem sua característica Educação Infantil: - desenvolvimento dos padrões de aprendizagem. Ensino Fundamental: - domínio de conceitos essenciais

Leia mais

Implantação de Núcleos de Ação Educativa em Museus 1/26

Implantação de Núcleos de Ação Educativa em Museus 1/26 Implantação de Núcleos de Ação Educativa em Museus 1/26 Museu da Imigração Análise do Programa Educativo 2/38 Princípios norteadores da Política Educacional 3/38 Missão Promover o conhecimento e a reflexão

Leia mais

BLOG COMO RECURSO DIDÁTICO PEDAGÓGICO NO ENSINO DE CIÊNCIAS

BLOG COMO RECURSO DIDÁTICO PEDAGÓGICO NO ENSINO DE CIÊNCIAS BLOG COMO RECURSO DIDÁTICO PEDAGÓGICO NO ENSINO DE CIÊNCIAS Carine Leal Klein carine_leal@homatmail.com Eva Rita Machado Ferreira Crestani evarita.ferreira@hotmail.com Aline Locatelli alinelocatelli@upf.br

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec ETEC de Mairiporã Código: 27 Município: Mairiporã Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: Técnico em Contabilidade

Leia mais

OBJETIVOS DO ENSINO DE FÍSICA E A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA. Lúcia Helena Sasseron

OBJETIVOS DO ENSINO DE FÍSICA E A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA. Lúcia Helena Sasseron OBJETIVOS DO ENSINO DE FÍSICA E A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA Lúcia Helena Sasseron sasseron@usp.br Algumas informações Pesquisa recente da FIOCruz mostra que 41% dos brasileiros se interessam por assuntos

Leia mais

Universidade de São Paulo Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Enf. Psiquiátrica e Ciências Humanas. Profa. Karina de M. Conte

Universidade de São Paulo Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Enf. Psiquiátrica e Ciências Humanas. Profa. Karina de M. Conte Universidade de São Paulo Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Enf. Psiquiátrica e Ciências Humanas Profa. Karina de M. Conte 2017 DIDÁTICA II Favorecer a compreensão do processo de elaboração, gestão,

Leia mais

COMPETÊNCIAS E DOCÊNCIA NO ENSINO FUNDAMENTAL I: UMA POSSIBILIDADE DE REORGANIZAÇÃO DO SABER PARA A PRODUÇÃO DE UM NOVO CONHECIMENTO

COMPETÊNCIAS E DOCÊNCIA NO ENSINO FUNDAMENTAL I: UMA POSSIBILIDADE DE REORGANIZAÇÃO DO SABER PARA A PRODUÇÃO DE UM NOVO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS E DOCÊNCIA NO ENSINO FUNDAMENTAL I: UMA POSSIBILIDADE DE REORGANIZAÇÃO DO SABER PARA A PRODUÇÃO DE UM NOVO CONHECIMENTO Tatiana Dias Ferreira PPGFP - UEPB thatdf@hotmail.com Fernanda Cristina

Leia mais

Como usar os recursos e o website da Maior Lição do Mundo

Como usar os recursos e o website da Maior Lição do Mundo Guia do Educador Como usar os recursos e o website da Maior Lição do Mundo Na sexta-feira, 25 de setembro, as Nações Unidas anunciarão os Objetivos Globais para o Desenvolvimento Sustentável. A ideia da

Leia mais

EMENTA DO COMPONENTE CURRICULAR 2º trimestre 2017 Professor (a): Joice Marisa Görgen Junqueira Componente Curricular: Língua Portuguesa

EMENTA DO COMPONENTE CURRICULAR 2º trimestre 2017 Professor (a): Joice Marisa Görgen Junqueira Componente Curricular: Língua Portuguesa 2º trimestre 2017 Professor (a): Joice Marisa Görgen Junqueira Ano /Série: 8º Ano Componente Curricular: Língua Portuguesa Turma: 18 A Interpretação textual ; Ortografia; Predicação Verbal Transitividade

Leia mais

o que é? Resgatar um conteúdo trabalhado em sala de aula, por meio de novas aplicações ou exercícios

o que é? Resgatar um conteúdo trabalhado em sala de aula, por meio de novas aplicações ou exercícios lição de casa F1 o que é? É um recurso didático que o professor propõe aos alunos para potencializar a relação dele com o objeto de conhecimento. A lição pode ter vários objetivos: Resgatar um conteúdo

Leia mais

NÚMEROS E ÁLGEBRA FUNÇÕES

NÚMEROS E ÁLGEBRA FUNÇÕES Professores: Josiane Caroline Protti Disciplina: Matemática Ano: 1º ano E Período: 1º Bimestre - Atividades com os alunos para - Atividades dos livros didáticos e - Correção das atividades na lousa e individual.

Leia mais

5. Objetivo geral (prever a contribuição da disciplina em termos de conhecimento, habilidades e atitudes para a formação do aluno)

5. Objetivo geral (prever a contribuição da disciplina em termos de conhecimento, habilidades e atitudes para a formação do aluno) ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

Didática e Formação de Professores: provocações. Bernardete A. Gatti Fundação Carlos Chagas

Didática e Formação de Professores: provocações. Bernardete A. Gatti Fundação Carlos Chagas Didática e Formação de Professores: provocações Bernardete A. Gatti Fundação Carlos Chagas Vivemos tensões nas propostas e concretizações da formação inicial de professores, com padrões culturais formativos

Leia mais

GEOMETRIA ESPACIAL NO ENSINO MÉDIO: ANÁLISE DE UM LIVRO DIDÁTICO DE MATEMÁTICA

GEOMETRIA ESPACIAL NO ENSINO MÉDIO: ANÁLISE DE UM LIVRO DIDÁTICO DE MATEMÁTICA Sociedade Brasileira de Matemática Matemática na Contemporaneidade: desafios e possibilidades GEOMETRIA ESPACIAL NO ENSINO MÉDIO: ANÁLISE DE UM LIVRO DIDÁTICO DE MATEMÁTICA Elizabeth Cristina Rosendo Tomé

Leia mais

1ª Daniella / Marcelo

1ª Daniella / Marcelo Química 1ª Daniella / Marcelo 1ª Série E.M. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade conhecimento químico, incluindo Reagentes, produtos e suas propriedades H1. Identificar uma substância, mistura,

Leia mais