Conteúdos: como se aprende

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conteúdos: como se aprende"

Transcrição

1 Conteúdos: como se aprende Geralmente utilizamos o termo conteúdos quando tratamos dos conhecimentos específicos das disciplinas ou matérias escolares. Mas, se nos atermos a uma concepção educativa integral, os conteúdos não estão condicionados unicamente às disciplinas ou matérias tradicionalmente conhecidas, mas abrange além das capacidades cognitivas, as motoras, afetivas, de relação interpessoal e de inserção social. César Coll (1986) propôs um agrupamento de novos conteúdos, que seriam: conceituais, procedimentais e atitudinais. Esta divisão corresponderia as seguintes questões: O que devemos saber; Como devemos fazer? Como devemos ser? Os conteúdos conceituais estão relacionados com conceitos propriamente ditos e dele ramifica-se os conteúdos factuais, ou seja, os conhecimentos relacionados aos fatos, acontecimentos, dados, nomes e códigos. Os conteúdos conceituais são mais abstratos, eles demandam compreensão, reflexão, analise comparação. As condições necessárias para a aprendizagem dos conteúdos conceituais demandam atividades que desencadeiem um processo de construção pessoal, que privilegie atividades experimentais que acionem os conhecimentos prévios dos alunos promovendo atividade mental. Para tanto, as aulas meramente expositivas que lance mão apenas da memorização, não darão conta. Já, os conteúdos procedimentais envolvem ações ordenadas com um fim, ou seja, direcionadas para realização de um objetivo, aquilo que se aprende a fazer, fazendo, como: saltar, escrever com letra cursiva, desenhar, cozinhar, dirigir podem ser chamados de regras, técnicas métodos, destrezas ou habilidades. Os conteúdos atitudinais podem ser agrupados em: valores, atitudes ou normas. Dentre esses conteúdos podemos destacar a título de exemplo: a cooperação, solidariedade, trabalho em grupo, gosto pela leitura, respeito, ética. Vale ainda salientar que esses conteúdos estão impregnados nas relações afetivas e de conivência que de forma alguma podem ser desconsiderados pela escola como conteúdos importantes de serem trabalhados. Assim, Coll (1997) propõe que os conteúdos:

2 Factuais e Conceituais - que correspondem ao compromisso científico da escola: transmitir o conhecimento socialmente produzido. Atitudinais - (normas e valores)- que correspondem ao compromisso filosófico da escola: promover aspectos que nos completam como seres humanos, que representam uma dimensão maior, que dão razão e sentido para o conhecimento científico. Procedimentais - que são os objetivos, resultados e meios para alcançá-los, articulados por ações, passos ou procedimentos a serem implementados e aprendidos. A escola deve, portanto, coordenar (Filosofia) e conhecimento científico (Ciência) para se instrumentalizar teórica e praticamente. Referência Bibliográfica: Coll, César. Aprendizagem escolar e construção do conhecimento. São Paulo: Editora Artmed, Ensino, aprendizagem e discurso em sala de aula. São Paulo: Editora Artmed, Zabala, Antoni. A prática educativa. São Paulo: Editora Artmed, 1998.

3 Para refletir... Re-significar a compreensão dos professores acerca dos conteúdos é fundamental quando se pretende empreender práticas pedagógicas que favoreçam a aprendizagem dos alunos. Se diferentes conteúdos se aprendem de diferentes formas, não podemos organizar uma rotina pedagógica que desconsidere tal diferenciação. O planejamento das rotinas de sala de aula deve considerar as exigências sociais do contexto atual e suas demandas como também promover um ensino significativo para os alunos articulando os conteúdos factuais, procedimentais, conceituais e atitudinais de maneira eficiente abandonando a dimensão informativa, a fim de alcançar um espaço verdadeiramente formativo. Não poderemos tornar uma atividade significativa se não considerarmos os conteúdos que pretendemos ensinar, para que a prática educativa seja realmente significativa para os alunos caberá ao professor conhecer respeitar os saberes que os alunos já tem, ter clareza do que se pretende ensinar, considerar a diversidade de saberes existentes na sala de aula, conhecer diferentes estratégias de ensino com planejamento de intervenções pontuais para que seus alunos avancem em suas aprendizagens, como apontava Vygotsky (1979) caberá ao professor atuar na zona de desenvolvimento proximal, contribuindo para que o aluno supere os desafios propostos, avançando sempre. Tudo isso passa por um processo que se inicia mesmo antes da seleção dos conteúdos, tem início nas Expectativas de Aprendizagem temos para cada novo ano letivo. Conforme afirma Coll (1996): a aprendizagem é uma construção pessoal que o aluno realiza com ajuda que recebe de outras pessoas. O autor exprimiu os diferentes tipos de conteúdos da seguinte apresentando o seguinte esquema: Conteúdos factuais conceituais procedimentais Atividades de aprendizagem repetições verbais experiências aplicações e exercícios atitudinais experiências com componentes afetivos Referencia Bibliográfica:

4 Coll, César (org.). O construtivismo na sala de aula. São Paulo:Editora Ática, Vygotsky, L. Pensamento e Linguagem. Lisboa: Edições Antídoto, 1979.

5 A avaliação e os conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais. Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais, ao se efetivar uma avaliação, deve-se considerar os Conteúdos Conceituais, Procedimentais e Atitudinais como componentes que promovem as capacidades motoras, de equilíbrio, de autonomia, de relação interpessoal e de inserção social. O professor, em sua prática pedagógica, deve ter consciência de que essas dimensões são objetos de aprendizagem que estão presentes em todas as atividades e contribuem para o desenvolvimento da capacidade dos alunos para uma participação ativa e transformadora, sendo necessário, portanto, observar-se o tratamento, a seleção e a organização que são dados a esses componentes essenciais no processo avaliativo. 1.Avaliação dos Conteúdos Conceituais A aprendizagem dos Conteúdos Conceituais envolve a abordagem de conceitos, fatos e princípios que possam conduzir o aluno à representação da realidade, operando através de símbolos, idéias, signos e imagens. Para isso, o aluno precisa adquirir informações e vivenciar situações-problema que lhe permitam a aproximação de novos conhecimentos, que o conduzam à construção de generalizações parciais e que, ao longo de suas experiências, possibilitar-lhe-ão a elaboração de conceitos mais abrangentes. 2. Avaliação dos Conteúdos Procedimentais Os Conteúdos Procedimentais devem proporcionar aos alunos autonomia para analisar e criticar os resultados obtidos e os processos colocados em ação para atingir as metas a que se propõem nas atividades escolares. A consideração dos Conteúdos Procedimentais no processo de ensino é de fundamental importância, uma vez que permite incluir conhecimentos que têm sido tradicionalmente excluídos do ensino, como documentação, organização, comparação dos dados, argumentação, verificação, revisão de textos escritos, dentre outros tantos e inumeráveis fatores. 3. Avaliação dos Conteúdos Atitudinais Os Conteúdos Atitudinais desenvolvem normas e valores que permeiam todas as ações educativas. A não compreensão desses valores pelos educadores conduz os educandos à aquisição de conhecimentos que não favorecem a formação de boas atitudes,

6 restringindo o conhecimento apenas ao âmbito puramente conceitual. Nesses conteúdos é possível e necessário identificar as dimensões procedimentais, atitudinais e conceituais, com a finalidade de que o processo de ensino e aprendizagem não se restrinja ao módico processo de reprodução das coisas. Não se pode aqui tratar dessas questões sem que se traga à luz da discussão exemplificações, de modo que todos os conteúdos devem ser trabalhados de forma integrada e o professor deve ter esta intencionalidade mediante qualquer tema ou assunto trabalhado em sala de aula, levando-se em consideração os critérios que deverão ser avaliados dentro destas três dimensões acima citadas. Para se desenvolver a temática de poluição ambiental, deve-se levar em conta, por exemplo: A. Conteúdos Conceituais: - Detectar os tipos de poluição que prejudicam o meio ambiente; - Identificar as causas que provocam a poluição; - Identificar o tempo de desgaste dos materiais poluentes; - Analisar as conseqüências. B. Conteúdos Procedimentais: - Desenvolver pesquisas sobre o tema e compartilhar as informações coletivamente; - Observar às causas e interferir nos efeitos da poluição; - Aprender formas de aproximar-se de informação para verificar hipótese. C. Conteúdos Atitudinais: - Conscientizar-se da importância de se preservar o meio ambiente; - Utilizar diferentes fontes de informações, como forma de combate à poluição; - Sentir-se parte integrante e ser responsável pela qualidade do meio em que vive. Não basta que se vincule as ações desses conteúdos, mas que se proponha à dinamização da integração dessas ações, de

7 maneira que se distribua, canalize e tenha resultados que possam estar interligados aos fatores de conservação da idéia natural de educar, de mediar os conhecimentos através de uma metodologia didática de conhecimento e de informação, para que não se faça do sistema de avaliação uma arma metodológica de punição, como se tem feito até muito pouco tempo atrás. Referencia Bibliográfica: Brasil. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1997.

(s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000065 - LETRAS Nivel: Superior

(s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000065 - LETRAS Nivel: Superior (s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000065 - LETRAS Nivel: Superior Area Profissional: 0004 - BIBLIOTECA Area de Atuacao: 0042 - ACERVO/BIBLIOTECA Analisar e processar

Leia mais

Estado: ESPIRITO SANTO RESPONSABILIDADES GERAIS DA GESTAO DO SUS

Estado: ESPIRITO SANTO RESPONSABILIDADES GERAIS DA GESTAO DO SUS PLANILHA DE PACTUAÇÃO DAS - TCG Data da Validação: 31/03/2010 Data da Homologação: 12/04/2010 Revisão Nº:001 Pedido de Revisão: 30/03/2010 Portaria: 2.846 Data da Publicação: 25/11/2008 Estado: ESPIRITO

Leia mais

Perfil do País NESsT: Brasil

Perfil do País NESsT: Brasil Párcêiros Estrátê gicos Portfólio de Negócios NESsT A NESsT já conduziu trê s compêtiço ês dê nêgo cios sociáis no Brásil dêsdê o sêu lánçámênto êm 2007. Máis dê 55 orgánizáço ês brásilêirás cándidátárám-sê

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001844 - TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLV.DE SISTEMAS Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001844 - TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLV.DE SISTEMAS Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 001844 - TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLV.DE SISTEMAS Nivel: Superior Area Profissional: 0018 - INFORMATICA Area de Atuacao: 0021 - OPERACAO

Leia mais

CAPITULO I. Disposicoes gerais

CAPITULO I. Disposicoes gerais enquadram 0 Regulamento Municipal do Banco Local de Voluntariado de Lagoa As bases do enquadramento juridico do voluntariado, bem como, os principios que trabalho de voluntario constam na Lei n." 71198,

Leia mais

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao.

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao. PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000654 - TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES Nivel: Superior Area Profissional: 0018 - INFORMATICA Area de Atuacao: 0018 - BANCO DE DADOS/INFORMATICA

Leia mais

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao.

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao. PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000184 - SISTEMAS DE INFORMACAO Nivel: Superior Area Profissional: 0018 - INFORMATICA Area de Atuacao: 0018 - BANCO DE DADOS/INFORMATICA

Leia mais

TECNICO EM SEGURANCA DO TRABALHO. "(s15h " " PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO"

TECNICO EM SEGURANCA DO TRABALHO. (s15h   PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO (s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 500560 - TECNICO EM SEGURANCA DO TRABALHO Nivel: Tecnico Area Profissional: 0044 - CONSTRUCAO CIVIL-TEC Area de Atuacao: 0395 - SEG.TRABALHO/CONSTR.CIVIL-TEC

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO

ENGENHARIA DE SOFTWARE PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO (s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 002312 - ENGENHARIA DE SOFTWARE Nivel: Superior Area Profissional: 0018 - INFORMATICA Area Atuacao: 0018 - BANCO DE DADOS/INFORMATICA

Leia mais

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao.

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao. PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000407 - REDES DE COMPUTADORES Nivel: Superior Area Profissional: 0018 - INFORMATICA Area de Atuacao: 0018 - BANCO DE DADOS/INFORMATICA

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS. Uma visão geral Baseado nas diretrizes do PMI

GESTÃO DE PROJETOS. Uma visão geral Baseado nas diretrizes do PMI GESTÃO DE PROJETOS Uma visã geral Bead n diretrizes d PMI 1 Intrduçã Objetiv da Apresentaçã O bjetiv é frnecer uma visã geral ds prcesss de Gestã de Prjets aplicads à Gestã de Empreendiments. O que é Prjet?

Leia mais

ATIVIDADES DE LINGUAGEM ESCRITA PROPOSTAS PARA CRIANÇAS DE SEIS ANOS

ATIVIDADES DE LINGUAGEM ESCRITA PROPOSTAS PARA CRIANÇAS DE SEIS ANOS ATIVIDADES DE LINGUAGEM ESCRITA PROPOSTAS PARA CRIANÇAS DE SEIS ANOS Re sumo Valéria Silva Ferreira Andréia Maria Rodrigues de Souza UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ-UNIVALI Este estudo tem como objetivo

Leia mais

Parte 1 Código / Área Temática. Educação Especial

Parte 1 Código / Área Temática. Educação Especial NOME DO CURSO: O Ensino de Língua Portuguesa como segunda língua para estudantes surdos e/ou com deficiência auditiva Nível: Especialização Modalidade: Presencial Parte 1 Código / Área Temática Código

Leia mais

Meio Ambiente: O Lúdico em Sala de Aula Gisélia Santana Ferreira Lima¹ Thaís Cortellini Abrahão²

Meio Ambiente: O Lúdico em Sala de Aula Gisélia Santana Ferreira Lima¹ Thaís Cortellini Abrahão² Meio Ambiente: O Lúdico em Sala de Aula Gisélia Santana Ferreira Lima¹ Thaís Cortellini Abrahão² ¹Especialista em Ciências Biológicas e Bióloga, professora das disciplinas de ciências e biologia. ²Mestre

Leia mais

Prestar assistencia tecnica no conserto e reparo de equipamentos eletronicos, domesticos, microprocessadores e microcontrolados.

Prestar assistencia tecnica no conserto e reparo de equipamentos eletronicos, domesticos, microprocessadores e microcontrolados. PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 500702 - ELETROTECNICA - MOD. Nivel: Tecnico Area Profissional: 0047 - ELETRICA-ELETRONICA-TEC Area de Atuacao: 0349 - ASSIST.TEC./ELETR.-TEC

Leia mais

Lev Semenovich Vygotsky, nasce em 17 de novembro de 1896, na cidade de Orsha, em Bielarus. Morre em 11 de junho de 1934.

Lev Semenovich Vygotsky, nasce em 17 de novembro de 1896, na cidade de Orsha, em Bielarus. Morre em 11 de junho de 1934. Lev Semenovich Vygotsky, nasce em 17 de novembro de 1896, na cidade de Orsha, em Bielarus. Morre em 11 de junho de 1934. Lev Vygotsky, viveu na mesma época que Piaget (ambos nasceram em 1896 entanto Vygotsky

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000026 - COMUNICACAO SOCIAL - PUBLICIDADE E PROPAGANDA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000026 - COMUNICACAO SOCIAL - PUBLICIDADE E PROPAGANDA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000026 - COMUNICACAO SOCIAL - PUBLICIDADE E PROPAGANDA Nivel: Superior Area Profissional: COMUNICACAO Area de Atuacao: EDITORACAO/COMUNICACAO

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000025 - COMUNICACAO SOCIAL - RELACOES PUBLICAS Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000025 - COMUNICACAO SOCIAL - RELACOES PUBLICAS Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000025 - COMUNICACAO SOCIAL - RELACOES PUBLICAS Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0113 - REL.PUBLICAS/COMUNICACAO

Leia mais

A AJUDA DO OUTRO NO CONTEXTO DA SALA DE AULA: EM BUSCA DO SENTIDO ATRIBUÍDO POR PROFESSORAS DO ENSINO FUNDAMENTAL

A AJUDA DO OUTRO NO CONTEXTO DA SALA DE AULA: EM BUSCA DO SENTIDO ATRIBUÍDO POR PROFESSORAS DO ENSINO FUNDAMENTAL A AJUDA DO OUTRO NO CONTEXTO DA SALA DE AULA: EM BUSCA DO SENTIDO ATRIBUÍDO POR PROFESSORAS DO ENSINO FUNDAMENTAL Tereza Cristina Leandro de Faria (UFRN) GT 02 Formação de Professores INTRODUÇÃO A publicação

Leia mais

RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS NO CAMPO CONCEITUAL MULTIPLICATIVO. Palavras-chave: Campo conceitual, Resolução de Problemas, Campo Multiplicativo (divisão).

RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS NO CAMPO CONCEITUAL MULTIPLICATIVO. Palavras-chave: Campo conceitual, Resolução de Problemas, Campo Multiplicativo (divisão). RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS NO CAMPO CONCEITUAL MULTIPLICATIVO Rosemeire Roberta de Lima (UFAL) rose.ufal@yahoo.com.br RESUMO Trata-se de estudo bibliográfico para discutir a Teoria dos Campos Conceituais de

Leia mais

Utilização de história em quadrinhos em slide como recurso de ensino/aprendizagem nas aulas de Matemática

Utilização de história em quadrinhos em slide como recurso de ensino/aprendizagem nas aulas de Matemática Utilização de história em quadrinhos em slide como recurso de ensino/aprendizagem nas aulas de Matemática Cales Alves da Costa Junior Universidade Estadual de Feira de Santana Brasil calesajr@gmail.com

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Atuar na manipulacao de substancias para composicao de formulas magistrais e fitoterapicas.

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Atuar na manipulacao de substancias para composicao de formulas magistrais e fitoterapicas. (s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000055 - FARMACIA Nivel: Superior Area Profissional: 0014 - FARMACIA Area Atuacao: 0295 - MANIPULACAO FORMULAS/FARMACIA Atuar na manipulacao

Leia mais

1. Conhecimento e compreensão de dados, conceitos, modelos e teorias; 3. Mobilização e utilização de dados, conceitos, modelos e teorias;

1. Conhecimento e compreensão de dados, conceitos, modelos e teorias; 3. Mobilização e utilização de dados, conceitos, modelos e teorias; INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA BIOLOGIA Março de 2015 Prova 302 2015 -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Proposta de currículo por Competências e Habilidades

Proposta de currículo por Competências e Habilidades Programa TEM JEITO SIM (X/Y) Proposta de currículo por Competências e Habilidades A liberdade de organização conferida aos sistemas de ensino por meio da legislação (Lei de Diretrizes e Bases da Educação

Leia mais

CAMPO CONCEITUAL E REPRESENTAÇÕES SEMIÓTICAS DO CONCEITO DE FUNÇÃO: ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS DE MATEMÁTICA DO ENSINO FUNDAMENTAL

CAMPO CONCEITUAL E REPRESENTAÇÕES SEMIÓTICAS DO CONCEITO DE FUNÇÃO: ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS DE MATEMÁTICA DO ENSINO FUNDAMENTAL ISSN 2316-7785 CAMPO CONCEITUAL E REPRESENTAÇÕES SEMIÓTICAS DO CONCEITO DE FUNÇÃO: ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS DE MATEMÁTICA DO ENSINO FUNDAMENTAL Jéssica Goulart da Silva Universidade Federal do Pampa

Leia mais

CONTEÚDOS ATITUDINAIS E PROCEDIMENTAIS NO ENSINO DA METAMORFOSE DE BORBOLETAS

CONTEÚDOS ATITUDINAIS E PROCEDIMENTAIS NO ENSINO DA METAMORFOSE DE BORBOLETAS IX CONGRESO INTERNACIONAL SOBRE INVESTIGACIÓN EN DIDÁCTICA DE LAS CIENCIAS Girona, 9-12 de septiembre de 2013 COMUNICACIÓN CONTEÚDOS ATITUDINAIS E PROCEDIMENTAIS NO ENSINO DA METAMORFOSE DE BORBOLETAS

Leia mais

INVESTIGAÇÃO MATEMÁTICA EM SALA DE AULA: AS MUDANÇAS PROCEDIMENTAIS DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO

INVESTIGAÇÃO MATEMÁTICA EM SALA DE AULA: AS MUDANÇAS PROCEDIMENTAIS DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO INVESTIGAÇÃO MATEMÁTICA EM SALA DE AULA: AS MUDANÇAS PROCEDIMENTAIS DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO Profª Ms. Julyette Priscila Redling jredling@gmail.com FATECE Faculdade de Tecnologia Ciência e Educação/Brasil

Leia mais

Agrupamento de escolas de Vila Nova de Poiares

Agrupamento de escolas de Vila Nova de Poiares Agrupamento de escolas de Vila Nova de Poiares Departamento da Educação Pré Escolar Avaliação na educação pré-escolar -Competências -Critérios gerais de avaliação Ano letivo 2013-2014 1 INTRODUÇÃO Para

Leia mais

CONTEÚDOS ATITUDINAIS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UM ESTUDO DE CASO

CONTEÚDOS ATITUDINAIS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UM ESTUDO DE CASO Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte 2008, 7 (3): 21-28 CONTEÚDOS ATITUDINAIS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UM ESTUDO DE CASO Claudiane Dias Martins 1, 2 Elisabete dos Santos Freire 1, 2 1 Universidade

Leia mais

Conhecimentos Específicos

Conhecimentos Específicos Conhecimentos Específicos 01. As salas multifuncionais são espaços localizados na escola de educação básica onde se realiza o Atendimento Educacional Especializado AEE. Fazem parte da organização dessas

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Assessoria de Inovação Tecnológica Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Assessoria de Inovação Tecnológica Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. ISSN 1983-0610 Junho, 2008 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Assessoria de Inovação Tecnológica Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Documentos 01 Noções de Propriedade Intelectual

Leia mais

GEOMETRIA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA A VIDA

GEOMETRIA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA A VIDA GEOMETRIA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA A VIDA OLIVEIRA, Raisa Feitosa de 1 - IFAM SALAZAR, Deuzilene Marques 2 - IFAM Grupo de Trabalho Didática: Teorias, Metodologias e Práticas

Leia mais

PAPG-IFES Programa de Apoio a Pós-P Graduaçã. ção o das IFES

PAPG-IFES Programa de Apoio a Pós-P Graduaçã. ção o das IFES PAPG-IFES Programa de Apoio a Pós-P Graduaçã ção o das IFES (Açõ ções propostas em discussão) o) Objetivo Geral Consolidar e expandir os programas de formaçã ção o pós-graduada p de pessoas pelas Instituiçõ

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensin Técnic Códig: 0262 ETEC ANHANGUERA Municípi: Santana de Parnaíba Cmpnente Curricular: Cntabilidade Cmercial Eix Tecnlógic: Gestã e Negócis Módul: II C.

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Estágio Supervisionado: Educação Infantil 4 e 5 anos Educação de Jovens e Adultos (EJA) Ensino Fundamental Educação Especial (Ensino

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001616 - TECNOLOGIA EM FOTOGRAFIA E IMAGEM Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001616 - TECNOLOGIA EM FOTOGRAFIA E IMAGEM Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 001616 - TECNOLOGIA EM FOTOGRAFIA E IMAGEM Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0110 - EDITORACAO/COMUNICACAO

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000026 - COMUNICACAO SOCIAL - PUBLICIDADE E PROPAGANDA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000026 - COMUNICACAO SOCIAL - PUBLICIDADE E PROPAGANDA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000026 - COMUNICACAO SOCIAL - PUBLICIDADE E PROPAGANDA Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0110 - EDITORACAO/COMUNICACAO

Leia mais

A mediação e o desenvolvimento das funções mentais superiores no sociointeracionismo segundo Vigotsky

A mediação e o desenvolvimento das funções mentais superiores no sociointeracionismo segundo Vigotsky A mediação e o desenvolvimento das funções mentais superiores no sociointeracionismo segundo Vigotsky Autor: Noeli Reck Maggi Instituição de origem: PPGL/ UniRitter- Porto Alegre/RS Endereço eletrônico:

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: questões ambientais envolvidas na obtenção, produção e utilização de petróleo, gás e biocombustíveis

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: questões ambientais envolvidas na obtenção, produção e utilização de petróleo, gás e biocombustíveis EDUCAÇÃO AMBIENTAL: questões ambientais envolvidas na obtenção, produção e utilização de petróleo, gás e biocombustíveis 1 UFPB, Discente bolsista, mariadiasandrade@gmail.com 2 UFPB, Discente colaborador,

Leia mais

O QUE REVELAM OS DOCUMENTOS OFICIAIS DE EDUCAÇÃO INFANTIL SOBRE A DIMENSÃO AFETIVA

O QUE REVELAM OS DOCUMENTOS OFICIAIS DE EDUCAÇÃO INFANTIL SOBRE A DIMENSÃO AFETIVA Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 1007 O QUE REVELAM OS DOCUMENTOS OFICIAIS DE EDUCAÇÃO INFANTIL SOBRE A DIMENSÃO AFETIVA Viviane Aparecida Ferreira

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES Critéris de Avaliaçã Direçã Reginal de Educaçã d Nrte Agrupament de Esclas AMADEO DE SOUZA-CARDOSO Telões - Amarante EDUCAÇÃO MUSICAL 2ºCICLO An Letiv 2014/2015 Dmíni Cgnitiv

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000232 - ADMINISTRACAO Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000232 - ADMINISTRACAO Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000232 - ADMINISTRACAO Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0122 - RELACIONAMENTO CLIENTE/COM. Planejar

Leia mais

7 ATUAÇÕES DE ÊXITO. Biblioteca. Tutorada

7 ATUAÇÕES DE ÊXITO. Biblioteca. Tutorada 7 ATUAÇÕES DE ÊXITO Biblioteca Tutorada o que é? É uma forma de extensão do tempo de aprendizagem que propõe a criação de espaços extraclasse nos quais os estudantes realizam atividades, acompanhados

Leia mais

Educação Física: Mais do que um espaço de desenvolvimento físico, um espaço de possibilidade dialógica.

Educação Física: Mais do que um espaço de desenvolvimento físico, um espaço de possibilidade dialógica. Educação Física: Mais do que um espaço de desenvolvimento físico, um espaço de possibilidade dialógica. João Paulo Madruga 1 Quando pensamos em Educação Física no ambiente escolar, logo nos reportamos

Leia mais

O PROJETO DE VIDA: ESCOLAS DO PROGRAMA ENSINO INTEGRAL

O PROJETO DE VIDA: ESCOLAS DO PROGRAMA ENSINO INTEGRAL O PROJETO DE VIDA: ESCOLAS DO PROGRAMA ENSINO INTEGRAL Sandra Maria Fodra Secretaria Estadual de Educação de São Paulo / Pontifícia Universidade Católica Resumo: Este artigo apresenta o desenvolvimento

Leia mais

Ministério do Esporte

Ministério do Esporte EDUCAÇÃO PELO ESPORTE PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO Ministério do Esporte Um brasileiro Ayrton Senna tinha Uma paixão pelo Brasil e seu povo Um sonho Ajudar a criar oportunidades de desenvolvimento para

Leia mais

BLOG: ESTRATÉGIA DE APRENDIZAGEM E INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO NA REFLEXÃO, UMA ABORDAGEM ÀS COMPETÊNCIAS.

BLOG: ESTRATÉGIA DE APRENDIZAGEM E INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO NA REFLEXÃO, UMA ABORDAGEM ÀS COMPETÊNCIAS. BLOG: ESTRATÉGIA DE APRENDIZAGEM E INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO NA REFLEXÃO, UMA ABORDAGEM ÀS COMPETÊNCIAS. Brasília/DF Abril/2014 Nara Liane Ávila Prieto Silveira SEBRAE Nacional naraliane@uol.com.br Classe:

Leia mais

COMPARAÇÃO DAS NORMAS NBR 14900 - BRASILEIRA, HOLANDESA, DINAMARQUESA E FUTURA NORMA ISO 22000

COMPARAÇÃO DAS NORMAS NBR 14900 - BRASILEIRA, HOLANDESA, DINAMARQUESA E FUTURA NORMA ISO 22000 COMPARAÇÃO DAS NORMAS NBR 14900 - BRASILEIRA, HOLANDESA, DINAMARQUESA E FUTURA NORMA ISO 22000 PARTICIPAÇÃO NA CEET DA ABNT NBR 14900 e NBR 14991 COORDENAÇÃO DO GT INDÚSTRIA COORDENAÇÃO DO GT AUDITORIA

Leia mais

Palavras-chave: Exame de Suficiência; Habilidades Conceituais; Habilidades Procedimentais; Habilidades Atitudinais.

Palavras-chave: Exame de Suficiência; Habilidades Conceituais; Habilidades Procedimentais; Habilidades Atitudinais. Habilidades Conceituais, Procedimentais e Atitudinais e o Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade Oscar Lopes da Silva Mestre em Contabilidade (UFPR) Professor do Curso de Ciências Contábeis

Leia mais

Instituto Brasileiro de Ensino Educação Física Escolar As Orientações dos Documentos Oficiais

Instituto Brasileiro de Ensino Educação Física Escolar As Orientações dos Documentos Oficiais AS ORIENTAÇÕES DOS DOCUMENTOS OFICIAIS GUIA DE ESTUDO 3 PROFESSOR (A): COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA SUMÁRIO 1 A CRIANÇA DO ENSINO FUNDAMENTAL... 01 1.1 práticas adequadas para faixa etária de seis a dez anos...

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DE JEAN PIAGET E DE LEV. S. VYGOTSKY PARA A PSICOLOGIA EDUCACIONAL E PARA O PROFESSOR

CONTRIBUIÇÕES DE JEAN PIAGET E DE LEV. S. VYGOTSKY PARA A PSICOLOGIA EDUCACIONAL E PARA O PROFESSOR 1 CONTRIBUIÇÕES DE JEAN PIAGET E DE LEV. S. VYGOTSKY PARA A PSICOLOGIA EDUCACIONAL E PARA O PROFESSOR Paulo Gomes Lima Prof. Adjunto da FAED/UFGD MS. Área Fundamentos da Educação A Psicologia Educacional,

Leia mais

ção o do saber e da cultura do estudante e da comunidade.

ção o do saber e da cultura do estudante e da comunidade. CADERNO 3 Conselho Escolar e o respeito e a valorizaçã ção o do saber e da cultura do estudante e da comunidade. O caderno trata do sentido político e educacional que o conselho possui, da valorizaçã ção

Leia mais

TWITTER NA SALA DE AULA: CONSIDERAÇÕES SOBRE A AÇÃO PEDAGÓGICA E O PROFESSOR REFLEXIVO. Araras, maio de 2011.

TWITTER NA SALA DE AULA: CONSIDERAÇÕES SOBRE A AÇÃO PEDAGÓGICA E O PROFESSOR REFLEXIVO. Araras, maio de 2011. 1 TWITTER NA SALA DE AULA: CONSIDERAÇÕES SOBRE A AÇÃO PEDAGÓGICA E O PROFESSOR REFLEXIVO. Araras, maio de 2011. Ana Carolina Kastein Barcellos - Universidade Metodista de Piracicaba Programa de Pós- graduação

Leia mais

Codigo Especificacao Projetos Atividades Oper. Especiais Total

Codigo Especificacao Projetos Atividades Oper. Especiais Total Estado do Parana Programa de Trabalho Folha: 1 Orgao...: 02 GOVERNO MUNICIPAL Unidade Orcamentaria: 02.01 GABINETE DO PREFEITO 04.000.0000.0.000.000 Administracao 31.191,67 31.191,67 04.122.0000.0.000.000

Leia mais

O LUDICO NA MATEMÁTICA: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA

O LUDICO NA MATEMÁTICA: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA O LUDICO NA MATEMÁTICA: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA Thaís Koseki Salgueiro 1 ; Ms. Ozilia Geraldini Burgo 2 RESUMO: Este projeto tem como objetivo apresentar o trabalho de campo desenvolvido

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 3 º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 3 º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 3 º 1 - Ementa (sumário, resumo) Relações

Leia mais

A FORMAC AO DE PROFESSORES NO BRASIL: PROBLEMAS E PERSPECTIVAS

A FORMAC AO DE PROFESSORES NO BRASIL: PROBLEMAS E PERSPECTIVAS 1 A FORMAC AO DE PROFESSORES NO BRASIL: PROBLEMAS E PERSPECTIVAS Paini, Leonor Dias * Greco, Eliana Alves ** Amblard, Viviane Maria Lauer Bressan *** RESUMO: Este trabalho objetiva refletir sobre a situacionalidade

Leia mais

Aprendizagem continuada ao longo da vida o exemplo da terceira idade

Aprendizagem continuada ao longo da vida o exemplo da terceira idade Aprendizagem continuada ao longo da vida o exemplo da terceira idade José Armando Valente * Resumo: A formacao de qualquer individuo, para viver e ser capaz de atuar na sociedade do conhecimento, nao pode

Leia mais

Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação

Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação 1 Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação INF1403 Introdução a IHC Luciana Salgado Representações e Aspectos de IHC Representações e Aspectos de IHC Representações e Aspectos de IHC Representações

Leia mais

É no problema da educação que assenta o grande segredo do aperfeiçoamento da humanidade. (E. Kant)

É no problema da educação que assenta o grande segredo do aperfeiçoamento da humanidade. (E. Kant) É no problema da educação que assenta o grande segredo do aperfeiçoamento da humanidade. (E. Kant) Reginaldo Gotardo e Érica Stamato reggotardo@gmail.com / erica.stamato@gmail.com contato@crossreality.com.br

Leia mais

Estratégias para famílias empresárias

Estratégias para famílias empresárias Estratégias para famílias empresárias A mediação nas empresas familiares A mais eficaz ferramenta para gestão de impasses Preparado por Alessandra Fachada Bonilha Ana Luiza Isoldi São Paulo, outubro/2010

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO - PREFEITURA MUNICIPAL DE COLIDER Identificação de Programas. Lei Autorizativa

ESTADO DE MATO GROSSO - PREFEITURA MUNICIPAL DE COLIDER Identificação de Programas. Lei Autorizativa CAMARA MUNICIPAL ACAO DO LEGISLATIVO Atender as necessidades do Municipio, viabilizar aprovacoes de Projetos de Leis de interesse do municipio; suporte tecnico politico. Oferecer suporte conceitual de

Leia mais

AS CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO PARA A PRÁTICA PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO INICIAL DO PIBID PEDAGOGIA

AS CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO PARA A PRÁTICA PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO INICIAL DO PIBID PEDAGOGIA AS CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO PARA A PRÁTICA PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO INICIAL DO PIBID PEDAGOGIA RESUMO Márcia Kelma de Alencar Abreu * Coordenadora de área de Gestão de Processos Educacionais

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO CONTINUADA DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA E A INFLUÊNCIA NA PRÁTICA PEDAGÓGICA

A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO CONTINUADA DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA E A INFLUÊNCIA NA PRÁTICA PEDAGÓGICA A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO CONTINUADA DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA E A INFLUÊNCIA NA PRÁTICA PEDAGÓGICA MILEO, Thaisa Rodbard thaisamileo@hotmail.com KOGUT, Maria Cristina Cristina.k@pucpr.br Eixo Temático:

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: O QUE ADEQUAR NO CURRÍCULO? Fábio Junio Da Silva Santos Eixo 7 - Propostas

Leia mais

Uma nova proposta para a Agenda Ambiental Portuária

Uma nova proposta para a Agenda Ambiental Portuária Uma nva prpsta para a Agenda Ambiental Prtuária Marcs Maia Prt Gerente de Mei Ambiente O grande desafi a tratar cm as questões ambientais prtuárias é bter um resultad equilibrad que harmnize s cnflits

Leia mais

Proposta Pedagógica. Buscando atender às necessidades da comunidade local, o Colégio La Salle Brasília oferece educação infantil, fundamental e médio.

Proposta Pedagógica. Buscando atender às necessidades da comunidade local, o Colégio La Salle Brasília oferece educação infantil, fundamental e médio. Proposta Pedagógica Visão: Ser um centro de excelência em Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio que busca alcançar a utopia que tem de pessoa e sociedade, segundo os critérios do evangelho, vivenciando

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores ALUNOS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM LÍNGUA INGLESA: UM OLHAR SOBRE SUAS PRÁTICAS DOCENTES

Leia mais

A INCLUSÃO ESCOLAR DE ALUNOS COM AUTISMO: UM OLHAR SOBRE A MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA

A INCLUSÃO ESCOLAR DE ALUNOS COM AUTISMO: UM OLHAR SOBRE A MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA A INCLUSÃO ESCOLAR DE ALUNOS COM AUTISMO: UM OLHAR SOBRE A MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA MÁRCIA DENISE PLETSCH marciadenisepletsch@gmail.com UFRRJ/ IM/ OBEDUC/ PPGEDUC MARCELA FRANCIS COSTA LIMA marcelafrancis@yahoo.com.br

Leia mais

A Inclusão escolar do aluno com deficiência intelectual e a mediação pedagógica articulada com integração das TIC

A Inclusão escolar do aluno com deficiência intelectual e a mediação pedagógica articulada com integração das TIC A Inclusão escolar do aluno com deficiência intelectual e a mediação pedagógica articulada com integração das TIC ALVES,S.S.S 1 A Inclusão escolar do aluno com deficiência intelectual e a mediação pedagógica

Leia mais

PROJETO EDUCATIVO DA ESCOLA: FUNDAMENTAÇÃO, CONCEITO E NÍVEIS DE CONCREÇÃO

PROJETO EDUCATIVO DA ESCOLA: FUNDAMENTAÇÃO, CONCEITO E NÍVEIS DE CONCREÇÃO PROJETO EDUCATIVO DA ESCOLA: FUNDAMENTAÇÃO, CONCEITO E NÍVEIS DE CONCREÇÃO SANTOS FILHO, Jsé Camil ds UNOESTE jcamilsants@yah.cm.br Eix temátic: Cultura, currícul e saberes Agência financiadra: Nã cntu

Leia mais

PARTICIPAÇÃO PÚBLICA E SIG Do potencial à prática, da prática aos resultados Discussão Pública do PDM de Lisboa

PARTICIPAÇÃO PÚBLICA E SIG Do potencial à prática, da prática aos resultados Discussão Pública do PDM de Lisboa PARTICIPAÇÃO PÚBLICA E SIG Do potencial à prática, da prática aos resultados Discussão Pública do PDM de Lisboa Isabel Alexandra Fernandes dos Santos Pina PARTICIPAÇÃO PÚBLICA E SIG Do potencial à prática,

Leia mais

CONSTRUINDO TRIÂNGULOS: UMA ABORDAGEM ENFATIZANDO A CONDIÇÃO DE EXISTÊNCIA E CLASSIFICAÇÕES

CONSTRUINDO TRIÂNGULOS: UMA ABORDAGEM ENFATIZANDO A CONDIÇÃO DE EXISTÊNCIA E CLASSIFICAÇÕES CONSTRUINDO TRIÂNGULOS: UMA ABORDAGEM ENFATIZANDO A CONDIÇÃO DE EXISTÊNCIA E CLASSIFICAÇÕES Poliana de Brito Morais ¹ Francisco de Assis Lucena² Resumo: O presente trabalho visa relatar as experiências

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Conteúdos e Metodologia de Língua Portuguesa Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário, resumo) Fundamentos

Leia mais

FUNÇÕES BÁSICAS DA ECONOMIA: O USO DE MAPAS CONCEITUAIS NA MATEMÁTICA APLICADA A ADMINISTRAÇÃO

FUNÇÕES BÁSICAS DA ECONOMIA: O USO DE MAPAS CONCEITUAIS NA MATEMÁTICA APLICADA A ADMINISTRAÇÃO FUNÇÕES BÁSICAS DA ECONOMIA: O USO DE MAPAS CONCEITUAIS NA MATEMÁTICA APLICADA A ADMINISTRAÇÃO Ricardo Lisboa Martins Faculdade Integrada Tiradentes - FITS ricardolisboamartins@gmail.com Alex Melo da Silva

Leia mais

Inteligência Computacional Aplicada a Engenharia de Software

Inteligência Computacional Aplicada a Engenharia de Software Inteligência Computacional Aplicada a Engenharia de Software SQFD Prof. Ricardo de Sousa Britto rbritto@ufpi.edu.br Introdução A necessidade de vantagem competitiva, tem levado as empresas de desenvolvimento

Leia mais

mhtml:file://c:\a\espaço PEDAGÓGICO online\smec\avaliação Formativa.mht

mhtml:file://c:\a\espaço PEDAGÓGICO online\smec\avaliação Formativa.mht Page 1 of 5 e seu sentido de melhoria do processo de ensino-aprendizagem Para que Avaliar? Para conhecer melhor o aluno/a Para julgar a aprendizagem durante o processo de ensino Para julgar globalmente

Leia mais

FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES PELA MODALIDADE SEMIPRESENCIAL: POSSIBILIDADES E DESAFIOS

FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES PELA MODALIDADE SEMIPRESENCIAL: POSSIBILIDADES E DESAFIOS FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES PELA MODALIDADE SEMIPRESENCIAL: POSSIBILIDADES E DESAFIOS Taitiâny Kárita Bonzanini 1 ; Reinaldo Chaves Teixeira 2 ; Katherine D. Batagin Piotto 3 ; Vanessa Minuzzi Bidinoto

Leia mais

A LUDICIDADE E A INTERAÇÃO VERBAL NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA NAS SÉRIES INICIAIS

A LUDICIDADE E A INTERAÇÃO VERBAL NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA NAS SÉRIES INICIAIS A LUDICIDADE E A INTERAÇÃO VERBAL NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA NAS SÉRIES INICIAIS HORTA, Gabriela Alias (UNESP- FCT) RESUMO: Este trabalho tem por objetivo discutir a importância das atividades lúdicas

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 UNIDADE : 25101 - MINISTERIO DA FAZENDA 0681 GESTAO DA PARTICIPACAO EM ORGANISMOS INTERNACIONAIS 5 9. 11 5 04 212 0681 0368 CONTRIBUICAO AO GRUPO DE ACAO FINANCEIRA CON- 59. 115 TRA A LAVAGEM DE DINHEIRO

Leia mais

CORPOLINGUAGEM E MOVIMENTO: UMA PROPOSTA DE TRABALHO CORPORAL PARA CRIANÇAS À LUZ DA PSICANÁLISE

CORPOLINGUAGEM E MOVIMENTO: UMA PROPOSTA DE TRABALHO CORPORAL PARA CRIANÇAS À LUZ DA PSICANÁLISE CORPOLINGUAGEM E MOVIMENTO: UMA PROPOSTA DE TRABALHO CORPORAL PARA CRIANÇAS À LUZ DA PSICANÁLISE Nathalia Leite Gatto Nota-se que as disciplinas ligadas ao movimento na educação infantil, tanto curriculares

Leia mais

TECNICO EM INFORMATICA PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO

TECNICO EM INFORMATICA PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO (s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 500446 - TECNICO EM INFORMATICA Nivel: Tecnico Area Profissional: 0042 - COMERCIO-TEC Area de Atuacao: 0440 - BANCO DADOS/COMERCIO-TEC

Leia mais

1 de 6 30/10/2015 17:02

1 de 6 30/10/2015 17:02 1 de 6 30/10/2015 17:02 GOVERNO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRACAO E DOS RECURSOS HUMANOS CONCURSO PUBLICO EDITAL N 001/2015 SEARH SEEC/RN, DE 30 DE OUTUBRO DE 2015 A Secretaria

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA A FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO PROFESSOR DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA

A CONTRIBUIÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA A FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO PROFESSOR DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA A CONTRIBUIÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA A FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO PROFESSOR DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA Winne Katharine Souza Rocha (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB) Edinaldo Medeiros

Leia mais

Marta Kohl de Oliveira Algumas Contribuições da Psicologia Cognitiva

Marta Kohl de Oliveira Algumas Contribuições da Psicologia Cognitiva Marta Kohl de Oliveira Algumas Contribuições da Psicologia Cognitiva A criança que chega à escola é um indivíduo que sabe coisas e que opera intelectualmente de acordo com os mecanismos de funcionamento

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000571 - TECNOL.GESTAO FINANCEIRA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000571 - TECNOL.GESTAO FINANCEIRA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000571 - TECNOL.GESTAO FINANCEIRA Nivel: Superior Area Profissional: ECONOMIA Area de Atuacao: GESTAO FINANCEIRA/ECONOMIA Administrar os

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso: EDUCAÇÃO FISICA Núcleo Temático: Disciplina:

Leia mais

ampliação dos significados. conhecedor fruidor decodificador da obra de arte

ampliação dos significados. conhecedor fruidor decodificador da obra de arte Comunicação O ENSINO DAS ARTES VISUAIS NO CONTEXTO INTERDISCIPLINAR DA ESCOLA ALMEIDA, Maria Angélica Durães Mendes de VASONE, Tania Abrahão SARMENTO, Colégio Hugo Palavras-chave: Artes visuais Interdisciplinaridade

Leia mais

Governo do Acre Processo Seletivo Simplificado 2012 Cargo: Professor P1 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental Área Rural / Nível Médio.

Governo do Acre Processo Seletivo Simplificado 2012 Cargo: Professor P1 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental Área Rural / Nível Médio. TEXTO 1 Língua Portuguesa 01. Objetivo principal do texto 1 é levar o leitor a refletir sobre: A) a desvalorização do ter. B) a efemeridade da vida. C) a desvalorização do indivíduo. D) a importância do

Leia mais

A IMPORTANCIA DA GESTAO DE DESPACHOS 5 DE FEVEREIRO DE 2010

A IMPORTANCIA DA GESTAO DE DESPACHOS 5 DE FEVEREIRO DE 2010 A IMPORTANCIA DA GESTAO DE DESPACHOS 5 DE FEVEREIRO DE 2010 l l PONTOS GERAIS O Despacho de Transito visto como um processo relativamente novo e que justifica suficientes esforcos redobrados do projecto

Leia mais

Câmpus Alfenas SUMÁRIO. Cláudio Novaes... 2. Eliane Souza dos Santos... 3. Elizabeth Aparecida Santos de Oliveira... 4. Fernanda Alice de Santana...

Câmpus Alfenas SUMÁRIO. Cláudio Novaes... 2. Eliane Souza dos Santos... 3. Elizabeth Aparecida Santos de Oliveira... 4. Fernanda Alice de Santana... Câmpus Alfenas 14 de agosto de 2010 SUMÁRIO Cláudio Novaes... 2 Eliane Souza dos Santos... 3 Elizabeth Aparecida Santos de Oliveira... 4 Fernanda Alice de Santana...5 Mary Silva Faria... 6 Valéria de Oliveira

Leia mais

METODOLOGIA DE ENSINO DA EDUCAÇÃO FÍSICA: REFLEXÃO E MUDANÇAS A PARTIR DA PESQUISA AÇÃO

METODOLOGIA DE ENSINO DA EDUCAÇÃO FÍSICA: REFLEXÃO E MUDANÇAS A PARTIR DA PESQUISA AÇÃO Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte 2008, 7 (2): 69-83 METODOLOGIA DE ENSINO DA EDUCAÇÃO FÍSICA: REFLEXÃO E MUDANÇAS A PARTIR DA PESQUISA AÇÃO Wallace Oliveira Marante Mário Cesário dos Santos

Leia mais

O ENSINO DE CIÊNCIA COM UM OLHAR CULTURAL E CIENTÍFICO, POR MEIO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS

O ENSINO DE CIÊNCIA COM UM OLHAR CULTURAL E CIENTÍFICO, POR MEIO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS O ENSINO DE CIÊNCIA COM UM OLHAR CULTURAL E CIENTÍFICO, POR MEIO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS Itala Nayana de Souza Oliveira italanayana@gmail.com Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas.

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cargo 97

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cargo 97 19 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cargo 97 QUESTÃO 31 À Educação Física Escolar brasileira, em sua evolução histórica, foram associadas diferentes concepções. Algumas delas estão corretamente assinaladas

Leia mais

Médicas Sul Ltda., 1999. * Referência: Sanches Neto, L.; Darido, S. C.; Ferreira, L. A.; Galvão, Z.; Pontes, G. H.; Ramos, G. N. S.; Rangel, I. C.

Médicas Sul Ltda., 1999. * Referência: Sanches Neto, L.; Darido, S. C.; Ferreira, L. A.; Galvão, Z.; Pontes, G. H.; Ramos, G. N. S.; Rangel, I. C. RESENHA * DO LIVRO A PRÁTICA EDUCATIVA 1 DE ANTONI ZABALA Sanches Neto, L.; Darido, S. C.; Ferreira, L. A.; Galvão, Z.; Pontes, G. H.; Ramos, G. N. S.; Rangel, I. C. A.; Rodrigues, L. H.; Silva, E. V.

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Disciplina: Teoria e Planejamento Curricular II Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário, resumo) Fundamentos teórico-práticos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 11/2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 11/2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 11/2011 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO DE ATUALIZAÇÃO

Leia mais

A RELEVÂNCIA DAS DUPLAS PRODUTIVAS NA ALFABETIZAÇÃO

A RELEVÂNCIA DAS DUPLAS PRODUTIVAS NA ALFABETIZAÇÃO 1 A RELEVÂNCIA DAS DUPLAS PRODUTIVAS NA ALFABETIZAÇÃO Nathália Oliveira da Silva São Bernardo do Campo, SP. RESUMO O objetivo desta pesquisa é compreender como se dá o processo da formação das duplas produtivas

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES LÚDICAS NO PPROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES LÚDICAS NO PPROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES LÚDICAS NO PPROCESSO DE Resumo ALFABETIZAÇÃO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL NICOLITTO, Mayara Cristina UEPG maycris_nic@hotmail.com CAMPOS, Graziela Vaneza de UEPG

Leia mais