Geografia. Professor: Diego Alves de Oliveira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Geografia. Professor: Diego Alves de Oliveira"

Transcrição

1 Geografia Professor: Diego Alves de Oliveira

2 Atividade em grupo Pará, 2008 Minas Gerais, 2008

3 O conhecimento geográfico Qual é o objeto de estudo da Geografia? Como aplicar conhecimentos geográficos no cotidiano?

4 Nas sociedades grega, romana, mesopotâmica, chinesa, inca, maia, asteca, entre outras, os conhecimentos geográficos permitiram formar e expandir seus territórios. A Geografia na Antiguidade: A Terra segundo Hecateu: século VI a. C., responsável pelo primeiro mapa-múndi

5 O mapa-múndi de acordo com Ptolomeu (90-168), que defendeu a ideia de que a Terra era o centro do Universo.

6 A Geografia Moderna e o modo de produção capitalista Século XV: desenvolvimento do modo de produção capitalista e expansionismo europeu: rapidez e expansão do conhecimento geográfico. Condições históricas que favorecem a Geografia: Conhecimento do mundo como um todo; Acúmulo de informações sobre os vários lugares da Terra; Aprimoramento das técnicas cartográficas e A evolução do pensamento resultante de debates teóricos que envolveram diversas áreas do conhecimento e novas visões de mundo.

7 OS LUSÍADAS Luís de Camões Canto I As armas e os Barões assinalados Que da Ocidental praia Lusitana Por mares nunca de antes navegados Passaram ainda além da Taprobana, Em perigos e guerras esforçados Mais do que prometia a força humana, E entre gente remota edificaram Novo Reino, que tanto sublimaram; E também as memórias gloriosas Daqueles Reis que foram dilatando A Fé, o Império, e as terras viciosas De África e de Ásia andaram devastando, E aqueles que por obras valerosas Se vão da lei da Morte libertando, Cantando espalharei por toda parte, Se a tanto me ajudar o engenho e arte. Cessem do sábio Grego e do Troiano As navegações grandes que fizeram; Cale-se de Alexandro e de Trajano A fama das vitórias que tiveram; Que eu canto o peito ilustre Lusitano, A quem Neptuno e Marte obedeceram. Cesse tudo o que a Musa antiga canta, Que outro valor mais alto se alevanta. Fonte:

8 No século XIX, Carl Ritter ( ) e Alexander von Humbolt ( ), alemães, mostram uma nova abordagem sobre o espaço, tendo como centro a natureza, desenvolveram um método. É este processo que vai proporcionar o surgimento da Geografia como ciência. Surgiram as escolas geográficas: alemã (determinista) e a francesa (possibilista); Na década de 1950, nos EUA, surge a Nova Geografia; Na década de 1970 começa a Geografia Crítica. Com esta corrente, o espaço geográfico se torna o conceito central da ciência.

9 A Geografia como disciplina escolar Junto do seu surgimento como ciência, neste mesmo período da recém-criada escola (Europa e América do Norte - Séculos XVIII e XIX). Constituição dos Estados Nacionais difusão dos ideais nacionalistas. A Geografia buscava valorizar o território como base da nação, constituído de um grupo social. Assim, era necessário conhecer as riquezas do território, elementos naturais, cidades, regiões e a escola era espaço ideal para isto. Atualmente, a escola e a disciplina Geografia tem outros objetivos.

10 O conceito de ESPAÇO GEOGRÁFICO RELAÇÃO ENTRE SOCIEDADE E NATUREZA

11 A palavra ESPAÇO tem várias definições

12 Espaço Pode ter diferentes significados: 1) conjunto de astros espaço sideral ; 2) relações sociais e econômicas espaço social e espaço econômico

13 Espaço geográfico Corresponde ao espaço que está sendo, ou foi produzido pelos seres humanos. É um conjunto indissolúvel, resultado de fenômenos naturais e ações humanas; portanto, implica uma série de ações e relações naturais e sociais. É o meio concreto dispõem. de subsistência de que os seres humanos

14 Espaço geográfico Se apresenta como uma totalidade; Compreende diversas escalas geográficas: local, regional, nacional e global.

15 Espaço Natureza primitiva, primeira natureza ou espaço natural: cada vez mais reduzido e modificado pelos seres humanos. Resulta da dinâmica natural; Segunda natureza, espaço artificial ou cultural: corresponde à natureza humanizada. A humanidade pode modificar e organizar o espaço? O espaço geográfico é o resultado das ações humanas no passado e no presente.

16 Espaço geográfico Se relaciona com: Dinâmica da natureza; Evolução das sociedades; Trabalho: toda produção, incluindo a atividade intelectual de planejar. É por meio do trabalho que os seres humanos modelam e transformam o espaço. Expressa o trabalho humano e social ao longo das sucessões temporais.

17 Produção do espaço geográfico Os espaços geográficos são produzidos ao longo do tempo histórico, por diferentes sociedades; Portanto, o espaço imprime esta sucessão de tempos e sociedades que atuam sobre ele. As relações entre os seres humanos e destes com a natureza, nos permite entender a organização e a produção do espaço. A natureza é utilizada para a produção desde sempre, mas atualmente, com uma intensidade maior. Hoje, a organização do espaço é determinada por relações socioeconômicas, de poder e dominação de um grupo sobre o outro, gerando desigualdades espaciais, variando em função do desenvolvimento tecnológico de determinada sociedade.

18

19

20 Fonte: SANTOS, Milton. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 1999.

21

Quem eram os humanistas? Thomas More

Quem eram os humanistas? Thomas More Quem eram os humanistas? Rabelais Maquiavel Thomas More Erasmo de Roterdão Luís de Camões Eram os intelectuais que iniciaram o Renascimento. Homens cultos, muitos deles professores universitários, oriundos

Leia mais

I - Navegação marítima. II - Áreas de ocorrência da floresta tropical e da taiga. III - Regiões agricultáveis e desérticas.

I - Navegação marítima. II - Áreas de ocorrência da floresta tropical e da taiga. III - Regiões agricultáveis e desérticas. Fuvest 1999 Toda representação da superfície terrestre sobre o plano - mapa - contém distorções. É, pois, necessário escolher adequadamente a projeção cartográfica em função do tema a ser representado.

Leia mais

Escola Básica André de Resende Curso Vocacional Português 2012/2013

Escola Básica André de Resende Curso Vocacional Português 2012/2013 Escola Básica André de Resende Curso Vocacional Português 2012/2013 Ficha de Avaliação do Módulo 2 ( Por mares nunca dantes navegados ) Nome: Nº.: Classificação: Professora: Enc. Educação: Este teste é

Leia mais

Os Lusíadas Luís Vaz de Camões /1580

Os Lusíadas Luís Vaz de Camões /1580 Os Lusíadas 1572 Luís Vaz de Camões +- 1524/1580 Influências Grandes navegações: período dos descobrimentos (séc. XV ao XVII): financiadas pela Igreja Católica, que buscava domínio em terras distantes

Leia mais

Agrupamento de Escolas n.º 1 de Serpa ESCOLA BÁSICA DE PIAS. Ano Letivo 2012/ de fevereiro de GRUPO I (Leitura) PARTE A

Agrupamento de Escolas n.º 1 de Serpa ESCOLA BÁSICA DE PIAS. Ano Letivo 2012/ de fevereiro de GRUPO I (Leitura) PARTE A Agrupamento de Escolas n.º 1 de Serpa ESCOLA BÁSICA DE PIAS 4.º TESTE DE AVALIAÇÃO SUMATIVA 9.º Ano de Escolaridade Português Ano Letivo 2012/2013 25 de fevereiro de 2013 9.º A (P.L.N.M.) Duração: 85 minutos

Leia mais

Aula 5 Camões poesia épica

Aula 5 Camões poesia épica Aula 5 Camões poesia épica Autores que nos interessam Poesia Sá de Miranda o introdutor Medida Nova: versos decassílabos. Novas Formas de Poemas: soneto, elegia, ode, écloga... Camões o grande artista

Leia mais

Camões épico Os Lusíadas

Camões épico Os Lusíadas AULA 03 LITERATURA PROFª Edna Prado Camões épico Os Lusíadas Já vimos que Camões teve uma vida muito atribulada e que viajou bastante, inclusive refazendo a rota de Vasco da Gama na viagem do descobrimento

Leia mais

Português. GRUPO I (Leitura)

Português. GRUPO I (Leitura) Agrupamento de Escolas n.º 1 de Serpa ESCOLA BÁSICA DE PIAS 4.º TESTE DE AVALIAÇÃO SUMATIVA 9.º Ano de Escolaridade Português Ano Letivo 2012/2013 25 de fevereiro de 2013 9.º A (Adequações curriculares)

Leia mais

Introdução aos Estudos Geográficos

Introdução aos Estudos Geográficos DA HISTÓRIA DA GEOGRAFIA ÀS CATEGORIAS GEOGRÁFICAS (OU ESPACIAIS) (Escolas da Geografia) Prof. Henrique A construção do conhecimento geográfico é resultado da contribuição de diferentes pensadores nas

Leia mais

Leiria, 31 de maio de 2014

Leiria, 31 de maio de 2014 Provas Especialmente Adequadas a Avaliar a Capacidade para a Frequência dos Cursos Superiores do Instituto Politécnico de Leiria dos Maiores de 23 Anos 2014 Prova Escrita de Conhecimentos Específicos de

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE LITERATURA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE LITERATURA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE LITERATURA Nome: Nº 1 a. Série Data: / /2015 Professores: Fernando, Roberto Nota: (valor: 1,0) Introdução Caro aluno. 3º bimestre Neste semestre, você obteve média inferior a

Leia mais

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro)

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro) Planejamento das Aulas de História 2016 7º ano (Prof. Leandro) Fevereiro Aula Programada (As Monarquias Absolutistas) Páginas Tarefa 1 A Formação do Estado Moderno 10 e 11 Mapa Mental 3 Teorias em defesa

Leia mais

Os Lusíadas são uma obra do séc. XVI.

Os Lusíadas são uma obra do séc. XVI. Os Lusíadas são uma obra do séc. XVI. Este século, caracterizado por uma grande viragem no pensamento humano, é marcado por três grandes movimentos culturais: o Humanismo, o Renascimento e o Classicismo.

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Disciplina: História Trimestre: 1º Os primeiros tempos da América Portuguesa. A América Portuguesa a partir de meados do século XVI Resistência e definição do território da América

Leia mais

EXERCÍCIOS EXPANSÃO MARÍTIMA

EXERCÍCIOS EXPANSÃO MARÍTIMA EXERCÍCIOS EXPANSÃO MARÍTIMA 1. Após a morte do rei D. Fernando I em 1383, Portugal caiu em uma crise de sucessão que só foi resolvida com a subida ao trono de D. João I (mestre de Avis), através da chamada

Leia mais

Resumo da história do pensamento Geográfico desde sua formação até a Geografia Tradicional

Resumo da história do pensamento Geográfico desde sua formação até a Geografia Tradicional Resumo da história do pensamento Geográfico desde sua formação até a Geografia Tradicional GREGOS Posição privilegiada da Grécia; Grécia como centro de uma sociedade escravista; Momento de coleta e aprofundamento

Leia mais

Não é possível pensar em sociedade separada do espaço que ocupa.

Não é possível pensar em sociedade separada do espaço que ocupa. O ESPAÇO GEOGRÁFICO As sociedades humanas desenvolvem, durante sua história, modos próprios de vida. Estes decorreram da combinação de formas de subsistência material - com culturas diversas -, de diferentes

Leia mais

PLATAFORMA LEITURA TÍTULO TÍTULO. As armas e os Barões assinalados Que da Ocident 50 al praia Lusitana Por mares nunca de antes nav 100

PLATAFORMA LEITURA TÍTULO TÍTULO. As armas e os Barões assinalados Que da Ocident 50 al praia Lusitana Por mares nunca de antes nav 100 PLATAFORMA LEITURA As armas e os Barões assinalados al praia Lusitana Por mares nunca de antes nav 100 TÍTULO As armas e os Barões assinalados TÍTULO As armas e os Barões assinalados 1 2 EDITORIAL ARTE

Leia mais

Texto no formato Markdown. Menu. Conceitos Básicos. Dar Ênfase ao Texto

Texto no formato Markdown. Menu. Conceitos Básicos. Dar Ênfase ao Texto Texto no formato Markdown Markdown é uma extensão do formato de texto simples usado no Bimboo que permite adicionar ênfase (negrito, itálico), estruturas (marcas de pontos e cabeçalhos) e apontadores (para

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA O ENEM 2009

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA O ENEM 2009 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA O ENEM 2009 EIXOS COGNITIVOS (comuns a todas as áreas de conhecimento) I. Dominar

Leia mais

CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINAS TEOR PRAT CHA PRÉ-REQUISITO ANTROPOLOGIA CULTURAL E DESENVOLVIMENTO HUMANO

CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINAS TEOR PRAT CHA PRÉ-REQUISITO ANTROPOLOGIA CULTURAL E DESENVOLVIMENTO HUMANO MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: HISTÓRIA LICENCIATURA SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS - MÁXIMO = 7

Leia mais

2º PERÍODO - 1ª PROVA Data: de de 200. Observação do professor. Professor. Esta prova tem 6 páginas, com 5 grupos de resposta obrigatória

2º PERÍODO - 1ª PROVA Data: de de 200. Observação do professor. Professor. Esta prova tem 6 páginas, com 5 grupos de resposta obrigatória 2º PERÍODO - 1ª PROVA Data: de de 200 Objectivos deste teste:. Avaliar a interpretação Os Lusíadas (U.T.2). Avaliar a morfologia e sintaxe. Avaliar a EXPRESSÂO ESCRITA o resumo. Avaliar a atenção. Duração:

Leia mais

Resolução de Questões de Provas Específicas de Geografia Aula 5

Resolução de Questões de Provas Específicas de Geografia Aula 5 Resolução de Questões de Provas Específicas de Geografia Aula 5 Resolução de Questões de Provas Específicas de Geografia Aula 5 1. (UEMG) circunscrito aos países que primeiro se industrializaram. Após

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL FORÇA AÉREA COMANDO DE PESSOAL CONCURSO DE ADMISSÃO AO CFS QP PROVA DE PORTUGUÊS

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL FORÇA AÉREA COMANDO DE PESSOAL CONCURSO DE ADMISSÃO AO CFS QP PROVA DE PORTUGUÊS e MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL FORÇA AÉREA COMANDO DE PESSOAL DIREÇÃO DE INSTRUÇÃO CENTRO DE FORMAÇÃO MILITAR E TÉCNICA CONCURSO DE ADMISSÃO AO CFS QP 2016 17 PROVA DE PORTUGUÊS LEIA A TENTAMENTE AS SEGUINTES

Leia mais

THESAURUS EDITORA DE BRASÍLIA LTDA.

THESAURUS EDITORA DE BRASÍLIA LTDA. o organizador Thesaurus Editora 2008 Armindo Ferreira formou-se em Letras na antiga Universidade do estado da Guanabara, hoje Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Professor de Português e de Literatura,

Leia mais

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo História baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA Middle e High School 2 6 th Grade A vida na Grécia antiga: sociedade, vida cotidiana, mitos,

Leia mais

Localização. à Ásia na sua extremidade nordeste pelo. Seus pontos extremos distam: Norte-Sul: km, da ; Oeste-Leste: 7.

Localização. à Ásia na sua extremidade nordeste pelo. Seus pontos extremos distam: Norte-Sul: km, da ; Oeste-Leste: 7. Localização Parte integrante do separada da Europa pelo, a África está e ligase à Ásia na sua extremidade nordeste pelo. Seus pontos extremos distam: Norte-Sul: 8.000 km, da ; Oeste-Leste: 7.400 km, no

Leia mais

O Desenvolvimento do sistema socioeconômico. As fases do capitalismo

O Desenvolvimento do sistema socioeconômico. As fases do capitalismo O Desenvolvimento do sistema socioeconômico capitalista As fases do capitalismo As fases do capitalismo Dois eventos marcaram o fim do socialismo pelo mundo: Queda do Muro de Berlim (1989); Desmembramento

Leia mais

Seu pé direito nas melhores faculdades

Seu pé direito nas melhores faculdades Seu pé direito nas melhores faculdades FUVEST novembro/2007 1a FASE GEOGRAFIA 61. A charge acima, satirizando uma situação problemática, comum às grandes cidades, sugere a: I. importância da circulação

Leia mais

F u n d a m e n t o s Te ó r i c o e M e t o d o l ó g i c o d o e n s i n o d e. História e. Geografia

F u n d a m e n t o s Te ó r i c o e M e t o d o l ó g i c o d o e n s i n o d e. História e. Geografia Prof.Vitor Sousa Cunha NERY F u n d a m e n t o s Te ó r i c o e M e t o d o l ó g i c o d o e n s i n o d e História e Geografia _ X 1 2 Unidade 1- Fundamentos teórico da ciência histórica e geográfica.

Leia mais

Transformação, institucionalização e conflito nas esferas espacial, econômica, social e política

Transformação, institucionalização e conflito nas esferas espacial, econômica, social e política iências Humanas E SUAS TEC ECNOLOGIAS Ficha de Estudo 96 Tema Transformação, institucionalização e conflito nas esferas espacial, econômica, social e política Tópico de estudo Representação espacial Entendendo

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA

APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA Edson Pereira de Souza [1] Universidade Federal de Mato Grosso do Sul edson.souza1984@gmail.com CAMPO GRANDE (MS) 07 / MARÇO / 2016 [1] Professor de Geografia

Leia mais

AULA 2 TEORIA LTERÁRIA Profª: Nichele Antunes

AULA 2 TEORIA LTERÁRIA Profª: Nichele Antunes AULA 2 TEORIA LTERÁRIA Profª: Nichele Antunes GÊNERO LÍRICO: é a manifestação literária em que predominam os aspectos subjetivos do autor. É, em geral, a maneira de o autor falar consigo mesmo ou com um

Leia mais

COMUNICAÇÃO, HISTÓRIA E LINGUAGEM. CONTEÚDOS Elementos da comunicação Tipos de linguagem História da Língua Portuguesa AMPLIANDO SEUS CONHECIMENTOS

COMUNICAÇÃO, HISTÓRIA E LINGUAGEM. CONTEÚDOS Elementos da comunicação Tipos de linguagem História da Língua Portuguesa AMPLIANDO SEUS CONHECIMENTOS COMUNICAÇÃO, HISTÓRIA E LINGUAGEM CONTEÚDOS Elementos da comunicação Tipos de linguagem História da Língua Portuguesa AMPLIANDO SEUS CONHECIMENTOS Elementos da comunicação Segundo o dicionário Houaiss

Leia mais

Vida de Camões. Rafael Falcón

Vida de Camões. Rafael Falcón Vida de Camões Rafael Falcón www.rafaelfalcon.com.br VIDA DE CAMÕES e-book gratuito Este material é parte do curso Introdução a Os Lusíadas. Para saber mais, visite: www.rafaelfalcon.com.br 2 Vida de Camões

Leia mais

NÍVEIS DE LINGUAGEM/ GÊNEROS DO DISCURSO. Comunicação e Expressão Análise e Desenvolvimento de Sistemas Profa. Ms. Ana Helena Rufo Fiamengui

NÍVEIS DE LINGUAGEM/ GÊNEROS DO DISCURSO. Comunicação e Expressão Análise e Desenvolvimento de Sistemas Profa. Ms. Ana Helena Rufo Fiamengui NÍVEIS DE LINGUAGEM/ GÊNEROS DO DISCURSO Comunicação e Expressão Análise e Desenvolvimento de Sistemas Profa. Ms. Ana Helena Rufo Fiamengui PALAVRA NÍVEIS DE LINGUAGEM Dizem respeito ao uso da fala e da

Leia mais

IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO

IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO Resultado da 2ª Revolução Industrial CONTEXTO: 2ª Revolução Industrial; Necessidade de novos mercados; Nacionalismo; Produção de armas; O CAPITALISMO MONOPOLISTA Setor industrial

Leia mais

CRIPTOLOGIA: Álgebra Linear aplicada às cifras de substituição

CRIPTOLOGIA: Álgebra Linear aplicada às cifras de substituição CRIPTOLOGIA: Álgebra Linear aplicada às cifras de substituição Projeto desenvolvido para apresentação na prova oral de Álgebra Linear Gonçalo Aguiar Instituto Superior Técnico Mestrado Integrado em Engenharia

Leia mais

DISCIPLINA: HISTÓRIA ECONÔMICA GERAL (CÓD. ENEX60076) PERÍODO: 1 º PERÍODO

DISCIPLINA: HISTÓRIA ECONÔMICA GERAL (CÓD. ENEX60076) PERÍODO: 1 º PERÍODO PLANO DE CURSO DISCIPLINA: HISTÓRIA ECONÔMICA GERAL (CÓD. ENEX60076) PERÍODO: 1 º PERÍODO TOTAL DE SEMANAS: 20 SEMANAS TOTAL DE ENCONTROS: 40 AULAS Aulas Conteúdos/ Matéria Tipo de aula Textos, filmes

Leia mais

4.º TESTE DE AVALIAÇÃO VERSÃO A

4.º TESTE DE AVALIAÇÃO VERSÃO A 4.º TESTE DE AVALIAÇÃO VERSÃO A GRUPO I (LEITURA / EDUCAÇÃO LITERÁRIA E ESCRITA) PARTE A Lê o texto. Em caso de necessidade, consulta as notas e o vocabulário apresentados. A costa do coral Português 9.º

Leia mais

E também as memórias gloriosas Daqueles Reis que foram dilatando A Fé, o Império, e as terras viciosas De África e de Ásia andaram devastando, E

E também as memórias gloriosas Daqueles Reis que foram dilatando A Fé, o Império, e as terras viciosas De África e de Ásia andaram devastando, E CANTO I PROPOSIÇÃO 1 As rms e os rões ssinldos Que, d Ocidentl pri Lusitn, Por mres nunc de ntes nvegdos Pssrm ind lém d Tpron, Em perigos e guerrs esforçdos Mis do que prometi forç humn, E entre gente

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V GRUPO DA ÁREA DISCIPLINAR DE HISTÓRIA História e Geografia de Portugal Informação aos Pais / Encarregados de Educação, turma 3 Programação do 5º ano 1. Aulas previstas (tempos letivos) 5º1 5º2 1º período

Leia mais

O ESPAÇO GEOGRÁFICO MUNDIAL. Profª. Naiane Rocha GEOGRAFIA

O ESPAÇO GEOGRÁFICO MUNDIAL. Profª. Naiane Rocha GEOGRAFIA O ESPAÇO GEOGRÁFICO MUNDIAL Profª. Naiane Rocha GEOGRAFIA DIVISÃO DO ESPAÇO MUNDIAL Quando observamos o mapa-múndi, vemos que quase toda a superfície da Terra está dividida em Estados-Nações, existem no

Leia mais

POLLO FERREIRA ALVES SÉRIE: Nº DE HORAS/AULA SEMANAL: TOTAL DE HORAS/AULA/ANO:

POLLO FERREIRA ALVES SÉRIE: Nº DE HORAS/AULA SEMANAL: TOTAL DE HORAS/AULA/ANO: P L A N O D E E N S I N O A N O D E 2 0 1 3 ÁREA / DISCIPLINA: Humanas / Geografía Professor(a): MARCO POLLO FERREIRA ALVES SÉRIE: Nº DE HORAS/AULA SEMANAL: TOTAL DE HORAS/AULA/ANO: 1ª 02 COMPETÊNCIA GERAL:

Leia mais

PROCESSO SELETIVO GEOGRAFIA

PROCESSO SELETIVO GEOGRAFIA PROCESSO SELETIVO GEOGRAFIA EIXO TEMÁTICO: O MUNDO 1 O ESPAÇO MUNDIAL CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS HABILIDADES Compreender o espaço geográfico como resultante das interações históricas entre sociedade e natureza

Leia mais

DISCIPLINA DE HISTÓRIA

DISCIPLINA DE HISTÓRIA DISCIPLINA DE HISTÓRIA OBJETIVOS: 6º ano Estabelecer relações entre presente e passado permitindo que os estudantes percebam permanências e mudanças nessas temporalidades. Desenvolver o raciocínio crítico

Leia mais

GEOGRAFIA. Prof. Daniel San.

GEOGRAFIA. Prof. Daniel San. GEOGRAFIA Prof. Daniel San daniel.san@lasalle.org.br ESTADO-NAÇÃO ORIGEM TEM NO LIVRO, pág. 7 a 12 O mundo nem sempre esteve organizado da forma em que o mapa-múndi apresenta atualmente. Alguns países

Leia mais

LITERATURA PROFª Ma. DINA RIOS

LITERATURA PROFª Ma. DINA RIOS OS GÊNEROS LITERÁRIOS LITERATURA PROFª Ma. DINA RIOS OS GÊNEROS LITERÁRIOS Conceito; Origem; Classificação. OS GÊNEROS LITERÁRIOS GÊNERO ÉPICO OU NARRATIVO; LÍRICO OU POÉTICO; DRAMÁTICO OU TEATRAL. O GÊNERO

Leia mais

A FORMAÇÃO DO CAPITALISMO E SUAS FASES MÓDULO 02

A FORMAÇÃO DO CAPITALISMO E SUAS FASES MÓDULO 02 A FORMAÇÃO DO CAPITALISMO E SUAS FASES MÓDULO 02 Sistema político econômico que tem como principal foco a acumulação de capitais, ou seja, moedas, recursos ou produtos que de alguma forma representem o

Leia mais

Conceitos Domínios a trabalhar Experiências de aprendizagem Sugestões de recursos Avaliação Aulas

Conceitos Domínios a trabalhar Experiências de aprendizagem Sugestões de recursos Avaliação Aulas 7º ANO - PCA 1º PERÍODO 2012-2013 TEMA A Das sociedades recoletoras às primeiras civilizações A1 As sociedades recoletoras e as primeiras sociedades produtoras As primeiras conquistas do Homem Os grandes

Leia mais

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 1º TRIMESTRE ABRIL/2014 TURMA 311. Professora Simone

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 1º TRIMESTRE ABRIL/2014 TURMA 311. Professora Simone TURMA 311 Professora Simone 1 2 3 4 5 13 14 15 16 17 18 19 TURMA 411 Professora Simone 1 2 3 4 5 13 14 15 16 17 18 19 TURMA 412 Professora Ana Paula 1 2 3 4 5 13 14 15 16 17 18 19 TURMA 511 Professora

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA DE RECUPERAÇÃO DE GEOGRAFIA Aluno: Nº Série: 8º Turma: Data: Nota: Professora: Edvaldo Valor da Prova: 50 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

4.º TESTE DE AVALIAÇÃO VERSÃO B

4.º TESTE DE AVALIAÇÃO VERSÃO B 4.º TESTE DE AVALIAÇÃO VERSÃO B GRUPO I (LEITURA / EDUCAÇÃO LITERÁRIA E ESCRITA) PARTE A Lê o texto. Em caso de necessidade, consulta as notas e o vocabulário apresentados. A costa do coral Português 9.º

Leia mais

Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Especial Conteúdo de Geografia 1. ESPAÇO MUNDIAL

Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Especial Conteúdo de Geografia 1. ESPAÇO MUNDIAL Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Especial 4-2011 Conteúdo de Geografia 1. ESPAÇO MUNDIAL EIXO TEMÁTICO I MUNDO COMPETÊNCIAS HABILIDADES CONTEÚDOS 1. Entender a reestruturação do espaço mundial

Leia mais

CONTEÚDOS GEOGRAFIA - 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER

CONTEÚDOS GEOGRAFIA - 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER CONTEÚDOS GEOGRAFIA - 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER UNIDADE 1 ORGANIZAÇAO DOS ESPAÇOS TERRITORIAIS 1. Organização dos espaços no país Território e fronteira Organização política do Brasil Regiões

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ GEOGRAFIA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO I MUNDO 1. ESPAÇO MUNDIAL

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ GEOGRAFIA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO I MUNDO 1. ESPAÇO MUNDIAL UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ GEOGRAFIA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO I MUNDO 1. ESPAÇO MUNDIAL COMPETÊNCIAS HABILIDADES CONTEÚDOS 1. A reestruturação do espaço mundial:modos de 1. Entender a reestruturação

Leia mais

DEPARTAMENTO CURRICULAR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS. PLANO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA E DE GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º Ano

DEPARTAMENTO CURRICULAR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS. PLANO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA E DE GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º Ano DEPARTAMENTO CURRICULAR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS PLANO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA E DE GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º Ano Ano Letivo 017-018 TEMAS/ CONTEÚDOS Aulas Previstas (* ) TEMA A- A Península

Leia mais

Matriz de Referência de HISTÓRIA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL

Matriz de Referência de HISTÓRIA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL H01 Identificar diferentes tipos de modos de trabalho através de imagens. X H02 Identificar diferentes fontes históricas. X H03 Identificar as contribuições de diferentes grupos

Leia mais

Texto complementar: Noções básicas de Disciplina: Geografia

Texto complementar: Noções básicas de Disciplina: Geografia MODALIDADE: EJA Ensino Médio PERÍODO 1º Período Texto complementar: Noções básicas de Disciplina: Geografia cartografia Professor (a): Kátia Silene Data: 03/08/2016 Nome do Aluno: Noções básicas de cartografia

Leia mais

Unidade I Grandes civilizações antigas. Aula 13 Revisão e avaliação da unidade III

Unidade I Grandes civilizações antigas. Aula 13 Revisão e avaliação da unidade III HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Unidade I Grandes civilizações antigas. Aula 13 Revisão e avaliação da unidade III HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 O que é um Fato Histórico? Quando ultrapassa

Leia mais

A Cultura Gastronômica. A alimentação como impulso transformador

A Cultura Gastronômica. A alimentação como impulso transformador A Cultura Gastronômica A alimentação como impulso transformador CASCUDO, 2007 apud SCHILERS Toda a existência humana decorre do binômio Estômago e Sexo. A Fome e o Amor governam o mundo. Problematização

Leia mais

DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO OBJETIVOS GERAIS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS

DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO OBJETIVOS GERAIS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS DISCIPLINA: História e Geografia de Portugal ANO DE ESCOLARIDADE: 5º Ano 2016/2017 METAS CURRICULARES PROGRAMA DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO OBJETIVOS GERAIS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS Geografia de Portugal

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação Disciplina: Geografia Trimestre: 1º PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 1. Mundo contemporâneo: economia e geopolítica: - Processo de desenvolvimento do capitalismo - Geopolítica e economia do pós-segunda

Leia mais

AULA DE HISTÓRIA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL. El Sal /02/2014

AULA DE HISTÓRIA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL. El Sal /02/2014 AULA DE HISTÓRIA PRIMEIRA MUNDIAL El Sal 2014 PRIMEIRA MUNDIAL Inicialmente, os conflitos se deram na Europa. Embora várias nações tenham declarado neutralidade, no decorrer da guerra várias nações não-européias

Leia mais

Introdução à Programação Aula 14 Dicionários

Introdução à Programação Aula 14 Dicionários Introdução à Programação Aula 14 Dicionários Pedro Vasconcelos DCC/FCUP 2015 Pedro Vasconcelos (DCC/FCUP) Introdução à Programação Aula 14 Dicionários 2015 1 / 25 Nesta aula 1 Dicionários 2 Contar ocorrências

Leia mais

Doc. 59. Nome: Ano: Turma: Nº.: Grupo I A Terra: Estudos e representações

Doc. 59. Nome: Ano: Turma: Nº.: Grupo I A Terra: Estudos e representações Direção de Serviços Região Algarve Agrupamento de Escolas Silves Sul Doc. 59 PGA - Prova Global do Agrupamento Departamento de Ciências Sociais e Humanas Geografia Ano 7º Prova: B Nome: Ano: Turma: Nº.:

Leia mais

CONTEÚDOS HISTÓRIA 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER

CONTEÚDOS HISTÓRIA 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER CONTEÚDOS HISTÓRIA 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER UNIDADE 1 O TEMPO E AS ORIGENS DO BRASIL 1. Contando o tempo Instrumentos de medida do tempo Medidas de tempo: década, século, milênio Linha do tempo

Leia mais

A ciência e a arte de representar a superfície terrestre

A ciência e a arte de representar a superfície terrestre A ciência e a arte de representar a superfície terrestre Representavam fatos cotidianos Caçadas Rituais Usos e costumes Mapa mais antigo que se conhece Foi encontrado na Babilônia (atual Iraque) data

Leia mais

World Wide Web. Sérgio Nunes. Comunicações Digitais e Internet Ciências da Comunicação, U.Porto 2012/13

World Wide Web. Sérgio Nunes. Comunicações Digitais e Internet Ciências da Comunicação, U.Porto 2012/13 World Wide Web Sérgio Nunes Comunicações Digitais e Internet Ciências da Comunicação, U.Porto 2012/13 1 Objetivos Definir e descrever o que é a World Wide Web. Conhecer as origens e as tecnologias base

Leia mais

IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO

IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO Resultado da 2ª Revolução Industrial 1. CONTEXTO: 2ª Revolução Industrial; Necessidade de novos mercados; Nacionalismo; Produção de armas; Capitalismo Monopolista: Setor

Leia mais

CANTO I ESTROFES CANTO II ESTROFES

CANTO I ESTROFES CANTO II ESTROFES CANTO I 1-3 -Proposição: Camões propõe-se a cantar os feitos dos Portugueses. 4-5 - Invocação: O poeta invoca as Tágides (ninfas do Tejo). 6-18 -Dedicatória: O poema é dedicado a D. Sebastião. 19 -Narração:

Leia mais

PROVA DE HISTÓRIA QUESTÃO 31 UFMG. Leia estas estrofes iniciais de Os Lusíadas, poema datado de 1572:

PROVA DE HISTÓRIA QUESTÃO 31 UFMG. Leia estas estrofes iniciais de Os Lusíadas, poema datado de 1572: QUESTÃO 31 Leia estas estrofes iniciais de Os Lusíadas, poema datado de 157: As armas e os barões assinalados Que, da Ocidental praia Lusitana, Por mares nunca de antes navegados Passaram ainda além da

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO

IDADE CONTEMPORÂNEA IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO Definição: domínio de vastas áreas do planeta por parte de nações industrializadas (ING, FRA, HOL, BEL, ALE, ITA, JAP, EUA, RUS). Momento Histórico: 2ª REV. INDUSTRIAL 1860 1914 ALE, ITA, RUS, EUA, JAP

Leia mais

Capitalismo Comercial (século XV XVIII) Expansão Marítima e Comercial. Expansão do modelo industrial Era do aço, petróleo e Eletricidade

Capitalismo Comercial (século XV XVIII) Expansão Marítima e Comercial. Expansão do modelo industrial Era do aço, petróleo e Eletricidade Marcos Machry Capitalismo Comercial (século XV XVIII) Expansão Marítima e Comercial I Revolução Industrial (1760 1860) - Capitalismo Industrial - O pioneirismo da INGLATERRA Era do carvão, ferro e vapor

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA AULA. Conteúdo: Geopolítica e Conflitos Entre os Séculos XIX e XX

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA AULA. Conteúdo: Geopolítica e Conflitos Entre os Séculos XIX e XX Conteúdo: Geopolítica e Conflitos Entre os Séculos XIX e XX Habilidade: Analisar a interferência na organização dos territórios a partir das guerras mundiais. Geopolítica e Território A Europa foi cenário

Leia mais

Fundamentos econômicos da sociedade

Fundamentos econômicos da sociedade Fundamentos econômicos da sociedade Professora: Cristiane Vilela Disciplina: Sociologia Bibliografia: Introdução à Sociologia. Pérsio Santos de Oliveira. Introdução à Sociologia. João Guizzo. Na sociedade

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V GRUPO DISCIPLINAR DE HISTÓRIA HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Informação aos Pais / Encarregados de Educação Programação do 5º ano Turma 1 1. Aulas previstas (Tempos letivos) 2. Conteúdos a leccionar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ 1 - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Geografia Departamento/Setor: Geografia Disciplina: Geografia e Sociedade Código: Ano: 2012 Distribuição De Carga Horária Carga

Leia mais

Tempos Modernos, Tempos de Sociologia Material desenvolvido pela Editora do Brasil, não avaliado pelo MEC.

Tempos Modernos, Tempos de Sociologia Material desenvolvido pela Editora do Brasil, não avaliado pelo MEC. Matrizes Curriculares Enem Tempos Modernos, Tempos de Sociologia Material desenvolvido pela Editora do Brasil, não avaliado pelo MEC. H1 Interpretar historicamente e/ou geograficamente fontes documentais

Leia mais

GEOGRAFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO

GEOGRAFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO GEOGRAFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO ENSINO FUNDAMENTAL ANO:8º TURMAS: A/B/C/D/E ETAPA: 2ª ANO: 2017 PROFESSOR(A): JUAREZ TORRES DE OLIVEIRA ALUNO(A): Nº: I INTRODUÇÃO Este roteiro tem como objetivo orientá-lo

Leia mais

A obra Os Lusíadas apresenta se em verso. A que subgénero pertence

A obra Os Lusíadas apresenta se em verso. A que subgénero pertence FICHA FORMATIVA DE LÍNGUA PORTUGUESA OS LUSÍADAS 1. 1 As armas e os barões assinalados Que, da ocidental praia lusitana, Por mares nunca de antes navegados, Passaram ainda além da Taprobana, Em perigos

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DO PENSAMENTO GEOGRÁFICO

A CONSTRUÇÃO DO PENSAMENTO GEOGRÁFICO A CONSTRUÇÃO DO PENSAMENTO GEOGRÁFICO Thayná Nogueira Gomes 1 A construção do pensamento geográfico inicia-se com os impérios grego e romano, passando por períodos de subordinação ao Estado e recentemente

Leia mais

Os Lusíadas, à semelhança da Eneida de Virgílio, são epopeias de imitação, pois seguiram o modelo das epopeias homéricas.

Os Lusíadas, à semelhança da Eneida de Virgílio, são epopeias de imitação, pois seguiram o modelo das epopeias homéricas. Os Lusíadas são uma epopeia de imitação, pois não fazem parte do grupo daquelas epopeias primitivas, como a Ilíada e a Odisseia de Homero, que foram escritas quando ainda não estava bem definida a noção

Leia mais

formação da sociedade

formação da sociedade Paulo Tumasz Junior Introdução à Geografia e a Slides, Gravação e Aula formação da sociedade Fonte: Google imagens 2017. GEO = Terra; Grafia = Escrita ou Estudo; É a ciência que estuda a Terra. (Grécia

Leia mais

ATIVIDADES ONLINE 8º ANO

ATIVIDADES ONLINE 8º ANO ATIVIDADES ONLINE 8º ANO 1) Observe a charge a seguir. Que característica do capitalismo está sendo retratada na imagem? Cite outras duas características desse sistema político-econômico. 2) Leia atentamente:

Leia mais

Cap. 1 Introdução ao Estudo da História Prof. Dawison Sampaio. Cap. 1- Introdução ao estudo da História Prof. Dawison Sampaio

Cap. 1 Introdução ao Estudo da História Prof. Dawison Sampaio. Cap. 1- Introdução ao estudo da História Prof. Dawison Sampaio Cap. 1- Introdução ao estudo da História 1 H1-Interpretar historicamente e/ou geograficamente fontes documentais acerca de aspectos da cultura. H5 -Identificar as manifestações ou representações da diversidade

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE SANTO ANDRÉ ESCOLA BÁSICA 2/3 DE QUINTA DA LOMBA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E PERFIL DO ALUNO NA ÁREA CURRICULAR DE HISTÓRIA

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE SANTO ANDRÉ ESCOLA BÁSICA 2/3 DE QUINTA DA LOMBA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E PERFIL DO ALUNO NA ÁREA CURRICULAR DE HISTÓRIA AGRUPAMENTO ESCOLAS DE SANTO ANDRÉ ESCOLA BÁSICA 2/3 DE QUINTA DA LOMBA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E PERFIL DO ALUNO NA ÁREA CURRICULAR DE HISTÓRIA 3º Ciclo (7º, 8º e 9º anos) Ano letivo 2016-2017 Atitudes

Leia mais

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33)

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) PROFESSOR: Emiliano Glaydson de Oliveira TURMA: 9º Ano DISCIPLINA: História 1- S QUE SERÃO TRABALHADOS DURANTE A ETAPA : Unidade 2 Intervencionismo e autoritarismo no mundo em crise Cap. 4 O mundo no contexto

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 PROVA FINAL DE HISTÓRIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 PROVA FINAL DE HISTÓRIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 PROVA FINAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 1º Turma: Data: Nota: Professor(a): Élida Valor da Prova: 65 pontos Orientações gerais: 1) Número de questões

Leia mais

Geografia - 6º AO 9º ANO

Geografia - 6º AO 9º ANO 5ª Série / 6º Ano Eixos norteadores Temas Conteúdo Habilidades Competências A Geografia como uma - Definição de Geografia - Noções de tempo e -Compreender processos - Identificar diferentes formas de representação

Leia mais

Consequência. Contexto. Motivo. Mercantilismo. Dificuldades. Inovações. Viagens MAPA 01 MAPA 02 MAPA 03. Exercício

Consequência. Contexto. Motivo. Mercantilismo. Dificuldades. Inovações. Viagens MAPA 01 MAPA 02 MAPA 03. Exercício Contexto Consequência Motivo Mercantilismo Dificuldades Inovações Viagens MAPA 01 MAPA 02 MAPA 03 Exercício a) Tempo Histórico: Idade Moderna Período: Séc. XV XVII Europa CONTEXTO b) Burguesia (comerciantes)

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS PSICOPEDAGÓGICOS DE MACEIÓ PROFª. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 8º ANO

CENTRO DE ESTUDOS PSICOPEDAGÓGICOS DE MACEIÓ PROFª. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 8º ANO CENTRO DE ESTUDOS PSICOPEDAGÓGICOS DE MACEIÓ PROFª. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 8º ANO O CONTINENTE AMERICANO A AMÉRICA NO MAPA-MUNDÍ LOCALIZAÇÃO E CARACTERÍSTICAS GERAIS LOCALIZAÇÃO DO CONTINENTE AMERICANO

Leia mais

História MARCOS ROBERTO

História MARCOS ROBERTO História MARCOS ROBERTO Persas, fenícios e hebreus Objetivos - Identificar aspectos políticos, sociais e culturais dos povos: - persas - fenícios - hebreus 1. O império persa - Localização: planalto do

Leia mais

Classicismo em Portugal

Classicismo em Portugal Classicismo em Portugal Contexto Histórico Desenvolvimento do comércio; Reforma Protestante; Desenvolvimento científico-tecnológico Navegações Antropocentrismo Imprensa Nas artes valorização dos clássicos

Leia mais

Conceito. Após anos de evolução, atualmente a Geografia pode ser definida como:

Conceito. Após anos de evolução, atualmente a Geografia pode ser definida como: Introdução A Geografia originou-se na Grécia com estudos no campo da geodésia e da classificação fisiográfica das diversas regiões. Etimologicamente podemos explicar Geografia (γεογραπηία) a partir de

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ENSINO DA HISTÓRIA E DA GEOGRAFIA. A Geografia Levada a Sério

INTRODUÇÃO AO ENSINO DA HISTÓRIA E DA GEOGRAFIA.  A Geografia Levada a Sério INTRODUÇÃO AO ENSINO DA HISTÓRIA E DA GEOGRAFIA 1 Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou sua construção. Paulo Freire 2 O Último Pau de arara

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Recuperação do 3 Bimestre - História Conteúdo: ORIENTE: ÍNDIA, CHINA E JAPÃO AMÉRICA E SEUS POVOS POVOS DO BRASIL COLONIZAÇÃO ESPANHOLA E INGLESA NA AMÉRICA Lista

Leia mais

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5.º ANO SEGUNDO CICLO DO ENSINO BÁSICO ANA FILIPA MESQUITA CLÁUDIA VILAS BOAS HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL DOMÍNIO A DOMÍNIO B A PENÍNSULA IBÉRICA: LOCALIZAÇÃO E QUADRO NATURAL A PENÍNSULA IBÉRICA:

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina e Projeto Educativo 3º CICLO HISTÓRIA 9º ANO TEMAS/DOMÍNIOS CONTEÚDOS

Leia mais

Imperialismo Marco Abreu dos Santos.

Imperialismo Marco Abreu dos Santos. Imperialismo Marco Abreu dos Santos marcoabreu@live.com www.professormarco.wordpress.com Conceito Imperialismo foi a disputa entre as potências capitalistas por colônias ou áreas de influência na Ásia,

Leia mais