PESQUISA: é a busca organizada da resposta de alguma questão estabelecida.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PESQUISA: é a busca organizada da resposta de alguma questão estabelecida."

Transcrição

1 INVESTIGANDO A

2 PESQUISA: é a busca organizada da resposta de alguma questão estabelecida. DOCUMENTO: é toda fonte de informação verídica que pode servir para consulta, podendo ser escrita ou não escrita, tais como filmes, vídeos, slides, fotografias ou pôsteres.

3 Documentos oficiais: leis, ofícios, relatórios Publicações parlamentares: debates, documentos, atas, relatórios etc. Documentos jurídicos: registros de nascimentos, casamentos, mortes; escrituras de compra e venda; falências e concordatas; testamentos, inventários, etc. Fontes estatísticas: Censo, Características da população, PIB Documentos particulares: correspondências, diários Fotografias Objetos Canções folclóricas Vestuário Filmes(ficcionais, documentários etc.)

4 O Documento a ser escolhido para pesquisa dependerá da questão a que se busca resposta. Por exemplo, se quisermos saber as causas de um acidente poderemos analisar fotos, gravações, os objetos (veículos, sinalizações, estrutura ao redor danificada), relatos de testemunhas, já para analisar um fato histórico é conveniente a pesquisa de textos históricos, atas, depoimentos.

5 A pesquisa documental assemelha-se muito com a pesquisa bibliográfica, diferenciandose apenas na natureza das fontes utilizadas. VEJAMOS

6 A pesquisa bibliográfica vale-se de documentos de domínio científico como livros, periódicos, enciclopédias, ensaios críticos, dicionários e artigos científicos. Segundo Oliveira (2007, apudsá-silva,2009) a [pesquisa] documentalcaracteriza-se pela busca de informações em documentos que não receberam nenhum tratamento científico, como relatórios, reportagens de jornais, revistas, cartas, filmes, gravações, fotografias, entre outras matérias de divulgação. Os documentos precisam ser considerados cientificamente autênticos.

7 A Pesquisa Documental é a análise de documentos que ainda não foram analisados. Na pesquisa bibliográfica analisamos a contribuição de um autor, na pesquisa documental nós somos os autores que contribuem.

8 A etapa de análise dos documentos propõe-se a produzir ou reelaborar conhecimentos e criar novas formas de compreender os fenômenos. É condição necessária que os fatos devem ser mencionados, pois constituem os objetos da pesquisa, mas, por si mesmos, não explicam nada. O investigador deve interpretá-los, sintetizar as informações, determinar tendências e na medida do possível fazer a inferência (SÁ-SILVA, 2009)

9 Contexto Histórico: revela o universo sócio-político do autor e daqueles a quem foi destinado. Tal conhecimento possibilita apreender os esquemas conceituais dos autores, seus argumentos, refutações, reações e, ainda, identificar as pessoas, grupos sociais, locais, fatos aos quais se faz alusão. Autor: por trás de algo que é dito sempre tem um interesse e para compreendê-lo é preciso conhecer o universo do autor ler nas entrelinhas. Autenticidade e Confiabilidade: investigar a procedência do documento. Questionar sobre o autor: Ele foi testemunha direta ou indireta do que relatou? Quanto tempo decorreu entre o acontecimento e a sua descrição? Ele reportou as falas de alguma outra pessoa? Ele poderia estar enganado? Ele estava em posição de fazer esta ou aquela observação, de estabelecer tal julgamento? Natureza do texto: documentos de natureza teológica, médica, ou jurídica, que são estruturados de forma diferente e só adquirem um sentido para o leitor em função de seu grau de iniciação no contexto particular de sua produção (CELLARD,2008 apud SÁ-SILVA, 2009) Os conceitos-chave e a lógica interna do texto

10 1. Seleção e Análise Geral (slide anterior) 2. Análise do Conteúdo:analisar a frequênciada citação de termos, palavras ou idéias. 3. Registro: anotações, esquemas, diagramas ou outras formas de síntese. Os dados contemplados podem ser estes: I. Tipo de fonte de informação II. Tópicos ou temas tratados III. Momento e Local das ocorrências IV. Natureza do material coletado (histórico, artístico, médico, didático, etc) 4. Categorias de Análise: a partir de aspectos que apareçam com regularidades, agrupar as informações em categorias. 5. Aprofundamento, ligação e ampliação: voltar a analisar as categorias buscando novos ângulos e aprofundando a visão. Procurar ligações entre os vários itens, estabelecendo relações e reorganizando os dados se necessário, aqui ficarão evidentes quais elementos precisam ser mais aprofundados. Neste momento é que serão produzidos os novos conhecimentos.

11 GIL, Antonio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. São Paulo: Atlas, SÁ-SILVA, Jackson R.; ALMEIDA, C. D.; GUINDANI, J. F. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História e Ciências Sociais.São Leopoldo, v.1, n.1, p. 1-15, jul Disponível em: <http://www.rbhcs.com/index_arquivos/artigo.pesquisa %20documental.pdf>. Acesso em: 09 jan UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ. Mestrado Direito Ambiental e Políticas Públicas Métodos Qualitativos. Pesquisa Documental e Técnica de Entrevista. [documento eletrônico].

O USO DA PESQUISA DOCUMENTAL NA ANÁLISE DE PROGRAMAS DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

O USO DA PESQUISA DOCUMENTAL NA ANÁLISE DE PROGRAMAS DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR 1 O USO DA PESQUISA DOCUMENTAL NA ANÁLISE DE PROGRAMAS DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR Ana Maria Bellé 1 Ana Paula Vieira 2 Lirane Elize Defante Ferreto Almeida 3 Mariana Aparecida Euflausino 4 Área de conhecimento:

Leia mais

Tipos e Métodos de Pesquisa Social. Metodologia de Pesquisa

Tipos e Métodos de Pesquisa Social. Metodologia de Pesquisa Tipos e Métodos de Pesquisa Social Metodologia de Pesquisa Processo de pesquisa Definir objetivos Analisar os Dados Apresentar Resultados Elaborar projeto de pesquisa Coletar os Dados Níveis de pesquisa

Leia mais

AULA 01 Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos

AULA 01 Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos 1 AULA 01 Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos Ernesto F. L. Amaral 08 de março de 2012 Metodologia (DCP 033) Fonte: Severino, Antônio Joaquim. 2007. Metodologia do trabalho científico.

Leia mais

PROJETOS DE PESQUISA E CLASSIFICAÇÃO DOS TIPOS DE PESQUISAS

PROJETOS DE PESQUISA E CLASSIFICAÇÃO DOS TIPOS DE PESQUISAS METODOLOGIA CIENTÍFICA PROJETOS DE PESQUISA E CLASSIFICAÇÃO DOS TIPOS DE PESQUISAS 1 PROJETO DE PESQUISA CONCEITO PRODUTO MATERIAL DA ETAPA QUE ANTECEDE A PESQUISA PROPRIAMENTE DITA. ESTABELECE OS TERMOS

Leia mais

AULA 06 Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos

AULA 06 Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos 1 AULA 06 Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos Ernesto F. L. Amaral 19 de março de 2010 Metodologia (DCP 033) Fonte: Severino, Antônio Joaquim. 2007. Metodologia do trabalho científico.

Leia mais

DICAS SOBRE RESUMO E FICHAMENTO

DICAS SOBRE RESUMO E FICHAMENTO O objetivo destas rápidas orientações é auxiliar na tarefa do pesquisador principiante, instrumentalizando-o de modo que, desde os primeiros passos da sua jornada pelo mundo da investigação acadêmica,

Leia mais

TRABALHO INTERDISCIPLINAR MODELO DE INTRODUÇÃO Base para desenvolvimento cap1 do Relatório Elaborado por: Prof. Mestra Rosimeire Ayres

TRABALHO INTERDISCIPLINAR MODELO DE INTRODUÇÃO Base para desenvolvimento cap1 do Relatório Elaborado por: Prof. Mestra Rosimeire Ayres TRABALHO INTERDISCIPLINAR MODELO DE INTRODUÇÃO Base para desenvolvimento cap1 do Relatório Elaborado por: Prof. Mestra Rosimeire Ayres 1 INTRODUÇÃO (FONTE 14) nova página Orientações: A numeração de página

Leia mais

Ensinar e aprender História na sala de aula

Ensinar e aprender História na sala de aula Ensinar e aprender História na sala de aula Séries iniciais do Ensino Fundamental Ensino de História nas séries iniciais do Ensino Fundamental Por que estudar História? Quais ideias os educandos possuem

Leia mais

Metodologia Científica: METODOLOGIA EM PESQUISA 19/10/2015

Metodologia Científica: METODOLOGIA EM PESQUISA 19/10/2015 Metodologia Científica: METODOLOGIA EM PESQUISA Juliana Berg Pesquisa em Administração É um conjunto de abordagens, técnicas e processos utilizados pela ciência para formular e resolver problemas de aquisição

Leia mais

METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO. Profa. Dra. Renata Trigueirinho Alarcon

METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO. Profa. Dra. Renata Trigueirinho Alarcon METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO Profa. Dra. Renata Trigueirinho Alarcon O QUE É METODOLOGIA CIENTÍFICA? Método, deriva da palavra grega methodos, que etimologicamente, pode ser assim dividida: a) meta

Leia mais

Pesquisa Científica. Pesquisa Científica. Classificação das Pesquisas... Pesquisa Científica... Interpretar resultados. Realizar a pesquisa

Pesquisa Científica. Pesquisa Científica. Classificação das Pesquisas... Pesquisa Científica... Interpretar resultados. Realizar a pesquisa Pesquisa Científica Pesquisa Científica! Procedimento reflexivo sistemático, controlado e crítico, que permite descobrir novos fatos ou dados, relações ou leis, em qualquer campo do conhecimento.! É um

Leia mais

Desenvolvimento da Pesquisa

Desenvolvimento da Pesquisa Desenvolvimento da Pesquisa Ricardo de Almeida Falbo Metodologia de Pesquisa Departamento de Informática Universidade Federal do Espírito Santo Agenda Modelo de Processo de Pesquisa Estratégias de Pesquisa

Leia mais

3 Metodologia Tipo de Pesquisa

3 Metodologia Tipo de Pesquisa 3 Metodologia 3.1. Tipo de Pesquisa Para a classificação desta pesquisa foi adotada a taxonomia proposta por Vergara (2000). Segundo esta classificação, as pesquisas podem ser classificadas quanto aos

Leia mais

Ensino em arquitetura e urbanismo: meios digitais e processos de projeto

Ensino em arquitetura e urbanismo: meios digitais e processos de projeto PROJETO DE PESQUISA PÓS-DOUTORADO Ensino em arquitetura e urbanismo: meios digitais e processos de projeto Candidata: Mayara Dias de Souza Supervisor: Prof. Associado Dr. Marcelo Tramontano 1 RESUMO Reflexões

Leia mais

CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS EM CONCURSOS PÚBLICOS DE PROVAS E TÍTULOS DO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA

CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS EM CONCURSOS PÚBLICOS DE PROVAS E TÍTULOS DO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS EM CONCURSOS PÚBLICOS DE PROVAS E TÍTULOS

Leia mais

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS DE PESQUISA. Prof.ª Larissa da Silva Ferreira Alves TCC II

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS DE PESQUISA. Prof.ª Larissa da Silva Ferreira Alves TCC II PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS DE PESQUISA Prof.ª Larissa da Silva Ferreira Alves TCC II Necessidade de compreensão de que MÉTODO PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS (METODOLOGIA) ALVES, 2008. MÉTODO NA GEOGRAFIA

Leia mais

Curso de Especialização Lato Sensu - Ensino de Ciências - EaD

Curso de Especialização Lato Sensu - Ensino de Ciências - EaD Curso de Especialização Lato Sensu - Ensino de Ciências - EaD CÂMPUS FLORIANÓPOLIS MATRIZ CURRICULAR Módulo 1 Carga horária total: 210 Introdução ao Estudo a Distância Introdução à Pesquisa em Ensino de

Leia mais

Moderna Plus: Literatura

Moderna Plus: Literatura Material do Professor Livro-texto: Literatura (volume único) de Maria Luiza Abaurre e Marcela Pontara. Caixa Literatura (4 itens) 1 volume capa dura com as 3 partes; 1 volume com os 3 Cadernos do Estudante;

Leia mais

Pesquisa Científica. Atividade da Aula Passada... Pesquisa Científica. Pesquisa Científica...

Pesquisa Científica. Atividade da Aula Passada... Pesquisa Científica. Pesquisa Científica... Atividade da Aula Passada... Qual a relação entre Conhecimento, Ciência e Metodologia? Qual a relação do Conhecimento Empírico com a Ciência? Com base na sua experiência de vida, seu empirismo, existe

Leia mais

Análise da Informação Económica e Empresarial

Análise da Informação Económica e Empresarial Análise da Informação Económica e Empresarial Aula 4: Noções fundamentais sobre a realização de trabalho empírico em Economia e Gestão tratamento de informação e elaboração de relatórios Análise da Informação

Leia mais

Pesquisa de Campo:observações. Maria Rosangela Bez 2011

Pesquisa de Campo:observações. Maria Rosangela Bez 2011 Pesquisa de Campo:observações Maria Rosangela Bez 2011 Observação A observação engloba o conjunto da operações através das quais o modelo de análise é submetido ao teste dos fatos e confrontado com dados

Leia mais

EMMANUEL PAIVA DE ANDRADE Presidente em Exercício

EMMANUEL PAIVA DE ANDRADE Presidente em Exercício MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 96/2007 EMENTA: Definição de critérios para as bancas de avaliação de Progressão Vertical e Horizontal para Professor Associado.

Leia mais

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA MANUAL DE ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Prof. Dr. Ari Melo Mariano Prof. a Dr. a Fernanda Vinhaes de Lima Prof. a Dr. a Mara Lúcia Castilho Olívia Laquis de Moraes Clara Coelho Paranhos

Leia mais

Unidade II PROJETOS DE PESQUISA. Profa. Eliane Gomes Rocha

Unidade II PROJETOS DE PESQUISA. Profa. Eliane Gomes Rocha Unidade II PROJETOS DE PESQUISA EM CONTEXTOS ESPECÍFICOS Profa. Eliane Gomes Rocha Metodologia de pesquisa conceito Conjunto detalhado e sequencial de métodos e técnicas científicas a serem executados

Leia mais

MÉTODOS DE INVESTIGAÇÃO

MÉTODOS DE INVESTIGAÇÃO MÉTODOS DE INVESTIGAÇÃO MÉTODO DE INVESTIGAÇÃO A palavra método é derivada do grego Méthodos, que significa caminho para se chegar a um fim. Assim, entende-se por método, a ordem em que se devem dispor

Leia mais

MANUAL DO AVALIADOR O

MANUAL DO AVALIADOR O MANUAL DO AVALIADOR O que é uma Feira de Ciência? É uma exposição que divulga os resultados de experimentos ou de levantamentos realizados, com rigor científico, por alunos, sob a orientação de um professor.

Leia mais

O que um professor de química precisa saber e saber fazer

O que um professor de química precisa saber e saber fazer O que um professor de química precisa saber e saber fazer Contribuições de estudos Visões de ensino como uma técnica, basta combinar, de modo eficaz, os meios e os fins. componentes afetivos processo de

Leia mais

AULA 11 APLICADA E DE CAMPO; SOBRE O PRODUTO; SOBRE AS VENDAS; DE MERCADO; EXPERIMENTAL; Mestrado em Ciência da Computação

AULA 11 APLICADA E DE CAMPO; SOBRE O PRODUTO; SOBRE AS VENDAS; DE MERCADO; EXPERIMENTAL; Mestrado em Ciência da Computação AULA 11 TIPOS DE PESQUISA CIENTÍFICA: BIBLIOGRÁFICA; DOCUMENTAL; TEÓRICA, APLICADA E DE CAMPO; SOBRE O PRODUTO; SOBRE AS VENDAS; DE MERCADO; EXPERIMENTAL; Mestrado em Ciência da Computação Edvan Sousa

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Profª Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Administração

Leia mais

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. de A. Fundamentos de metodológica científica. 3. ed. rev. e ampl. São Paulo: Atlas, p

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. de A. Fundamentos de metodológica científica. 3. ed. rev. e ampl. São Paulo: Atlas, p LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. de A. Fundamentos de metodológica científica. 3. ed. rev. e ampl. São Paulo: Atlas, 1993. p.238-243. 1. ARTIGOS CIENTÍFICOS Os artigos científicos são pequenos estudos, porém

Leia mais

3 Metodologia da Pesquisa

3 Metodologia da Pesquisa 50 3 Metodologia da Pesquisa 3.1 Tipo da Pesquisa O Tipo de pesquisa utilizada foi a pesquisa qualitativa. Segundo Wolcott (2001 apud CRESWELL, 2007) a pesquisa qualitativa é interpretativa, ou seja, o

Leia mais

ABORDAGEM DA ORIGEM HISTÓRICA DA ESTRUTURA ATOMICA NO ENSINO MÉDIO NA CIDADE DE MATINHAS-PB: A REALIDADE DO ENSINO EM ESCOLAS PÚBLICAS

ABORDAGEM DA ORIGEM HISTÓRICA DA ESTRUTURA ATOMICA NO ENSINO MÉDIO NA CIDADE DE MATINHAS-PB: A REALIDADE DO ENSINO EM ESCOLAS PÚBLICAS ABORDAGEM DA ORIGEM HISTÓRICA DA ESTRUTURA ATOMICA NO ENSINO MÉDIO NA CIDADE DE MATINHAS-PB: A REALIDADE DO ENSINO EM ESCOLAS PÚBLICAS Joseane T. Barbosa, 1 universidade Estadual da Paraíba. Joseane.tb@hotmail.com

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL 2016

PLANEJAMENTO ANUAL 2016 PLANEJAMENTO ANUAL 2016 Professor Joabe Bernardo dos Santos Língua Portuguesa 9º ano Colégio Nossa Senhora da Piedade Referências: -SAE, 9º ano: Língua Portuguesa. Livro do professor: livro 1 / IESDE BRASIL

Leia mais

Avaliação. Diagnóstico. Gerente Apuração de dados. Sistema integrado. Tudo que você precisa está a sua disposição no ambiente virtual.

Avaliação. Diagnóstico. Gerente Apuração de dados. Sistema integrado. Tudo que você precisa está a sua disposição no ambiente virtual. NÍVEL DE ENSINO: Graduação Tecnológica CARGA HORÁRIA: 40h PROFESSOR-AUTOR: Ricardo Saraiva Diniz DE DADOS ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO APRESENTAÇÃO Desempenho Olá! Seja muito bem-vindo à disciplina Análise

Leia mais

Pessoas físicas residentes no RS com inscrições em duas categorias diferenciadas:

Pessoas físicas residentes no RS com inscrições em duas categorias diferenciadas: Edital de Convocação: O Grupo de Trabalho Ensino de História e Educação da ANPUH-RS, faz saber que se encontra aberto o processo para apresentação, seleção e publicação material paradidático para utilização

Leia mais

TENDÊNCIAS DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO ESTATÍSTICA NO BRASIL DE 2000 A 2013: EVENTOS CIENTÍFICOS

TENDÊNCIAS DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO ESTATÍSTICA NO BRASIL DE 2000 A 2013: EVENTOS CIENTÍFICOS TENDÊNCIAS DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO ESTATÍSTICA NO BRASIL DE 2000 A 2013: EVENTOS CIENTÍFICOS Ailton Paulo de Oliveira Júnior UFTM Tayrinne Helena Vaz - UFTM Resumo: Com a intenção de obter indicadores

Leia mais

Procedimentos de Pesquisa em Ciências Sociais

Procedimentos de Pesquisa em Ciências Sociais 1 Procedimentos de Pesquisa em Ciências Sociais Ana Maria Doimo Ernesto F. L. Amaral 21 de setembro de 2009 www.ernestoamaral.com/met20092.html Fonte: Banco Mundial. Monitorização e Avaliação: algumas

Leia mais

Revisão Sistemática da Literatura. M. Eng. Sérgio A. Loureiro

Revisão Sistemática da Literatura. M. Eng. Sérgio A. Loureiro Revisão Sistemática da Literatura M. Eng. Sérgio A. Loureiro Revisão Sistemática A revisão sistemática responde a uma pergunta claramente formulada utilizando métodos sistemáticos e explícitos para identificar,

Leia mais

ÁREA DO CONHECIMENTO: ( ) EXATAS ( X )HUMANAS ( )VIDA

ÁREA DO CONHECIMENTO: ( ) EXATAS ( X )HUMANAS ( )VIDA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ÁREA DO CONHECIMENTO: ( ) EXATAS ( X )HUMANAS ( )VIDA PROGRAMA: (X ) PIBIC PIBIC-Af

Leia mais

ATENA CURSOS GREICY AEE E O DEFICIENTE AUDITIVO. Passo Fundo

ATENA CURSOS GREICY AEE E O DEFICIENTE AUDITIVO. Passo Fundo ATENA CURSOS GREICY AEE E O DEFICIENTE AUDITIVO Passo Fundo 2015 1 1. TEMA Deficiência auditiva e o Atendimento Educacional Especializado. 2. PROBLEMA A escola deve ser ante de mais nada uma representação

Leia mais

Relação Lattes/ Avaliação Cultura e Extensão Pesquisa em processo*

Relação Lattes/ Avaliação Cultura e Extensão Pesquisa em processo* Relação Lattes/ Avaliação Pesquisa em processo* Comissão de Universitária FAU/USP * Dúvidas ou sugestões nos envie um e-mail Detalhamento. (Atividades externas à USP e da especialidade em docência e pesquisa

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE MONOGRAFIA SUMÁRIO

GUIA PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE MONOGRAFIA SUMÁRIO GUIA PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE MONOGRAFIA SUMÁRIO 1. INTODUÇÃO...01 1. 1. Importância do Projeto...01 1.2. Modelo de Projeto de Pesquisa...03. 2. O TEMA...04 2.1. Delimitação do Tema...04 3 JUSTIFICATIVA...

Leia mais

CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DE UM ARTIGO CIENTÍFICO

CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DE UM ARTIGO CIENTÍFICO CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DE UM ARTIGO CIENTÍFICO PRODUZIR ARTIGOS CIENTÍFICOS Os artigos científicos são pequenos estudos, porém completos, que tratam de uma questão verdadeiramente científica, mas que

Leia mais

Diretrizes Para Elaboração de Projetos de Pesquisa.

Diretrizes Para Elaboração de Projetos de Pesquisa. Faculdade de Tecnologia e Ciências FTC Colegiado de Engenharia Civil Diretrizes Para Elaboração de Projetos de Pesquisa. PROFESSORA: Shaiala Aquino O Que é Pesquisa? É utilizada para a descoberta de novos

Leia mais

Classificação da Pesquisa:

Classificação da Pesquisa: Classificação da Pesquisa: Do ponto de vista da sua natureza, ou seja, aquilo que compõe a substância do ser ou essência da pesquisa. Pesquisa Pura: Pesquisa Aplicada: Objetiva gerar conhecimentos novos

Leia mais

Etapas de uma Pesquisa

Etapas de uma Pesquisa Etapas de uma Pesquisa Planejamento Execução Divulgação Objetivos Justificativa Revisão Bibliográfica Metodologia Cronograma Projeto Coleta de dados Tabulação Analise Conclusão Relatório Relatório Apresentação

Leia mais

CAPA (elemento obrigatório) Deve conter dados que identifiquem a obra (nome da instituição, autor, título, local, ano).

CAPA (elemento obrigatório) Deve conter dados que identifiquem a obra (nome da instituição, autor, título, local, ano). ESTRUTURA DO PROJETO DE TCC O trabalho científico deverá ser organizado de acordo com a estrutura abaixo, NBR 14724/2006: capa; folha de rosto; verso da folha de rosto (ficha catalográfica) folha de aprovação

Leia mais

MODELO DE PROJETO DE PESQUISA DISPENSA CEP

MODELO DE PROJETO DE PESQUISA DISPENSA CEP CEP FACULDADE SÃO LEOPOLDO MANDIC MODELO DE PROJETO DE PESQUISA ENVOLVENDO SERES HUMANOS MODELO DE PROJETO DE PESQUISA DISPENSA CEP 2015 NOME Projeto de Pesquisa para Trabalho de Conclusão de Curso/ Dissertação

Leia mais

Análise de Conteúdo. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Prof. Ms. Anderson dos Santos Carvalho

Análise de Conteúdo. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Prof. Ms. Anderson dos Santos Carvalho Análise de Conteúdo Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Prof. Ms. Anderson dos Santos Carvalho Introdução É importante esclarecer que a análise de conteúdo não deve ser confundida com a análise do

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA PROFESSOR: Alexei Manso Correa Machado 1. EMENTA: A disciplina tem como objetivo apresentar aos alunos os fundamentos da construção do

Leia mais

AULA 10 Questão de pesquisa e amostragem

AULA 10 Questão de pesquisa e amostragem 1 AULA 10 Questão de pesquisa e amostragem Ernesto F. L. Amaral 03 de setembro de 2010 Metodologia (DCP 033) Fonte: Flick, Uwe. 2009. Desenho da pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed. pp.33-42 & 43-55.

Leia mais

b) Revisão: os artigos de revisão analisam e discutem trabalhos já publicados, revisões bibliográficas etc.

b) Revisão: os artigos de revisão analisam e discutem trabalhos já publicados, revisões bibliográficas etc. 1 O Artigo Científico e sua estrutura Artigo científico é parte de uma publicação com autoria declarada, que apresenta e discute idéias, métodos, técnicas, processos e resultados nas diversas áreas do

Leia mais

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo, Editora Atlas, 2002....

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo, Editora Atlas, 2002.... GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo, Editora Atlas, 2002.... 1 Como encaminhar uma Pesquisa? A pesquisa é um projeto racional e sistemático com objetivo de proporcionar respostas

Leia mais

A CONSTITUIÇÃO DO PARÁGRAFO:

A CONSTITUIÇÃO DO PARÁGRAFO: A CONSTITUIÇÃO DO PARÁGRAFO: Olá a todos! Vamos assistir a uma Apresentação da Profa. Dra. Marcela Silvestre sobre a Constituição do Parágrafo. Ao final desta espera-se que você aprenda sobre a construção

Leia mais

A AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA SERÁ COMPOSTA DE:

A AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA SERÁ COMPOSTA DE: A AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA SERÁ COMPOSTA DE: Trabalhos/Verificações da disciplina para o 1º semestre de 2010 Valor Data V1 (Verificação I): 10 pontos 11 de abril V2 (Verificação II): - OFICINA DE PRÁTICAS

Leia mais

Elementos Pré-textuais. Elementos Textuais. O Relatório de Pesquisa (adaptado para artigo) Elementos Pós-textuais. Elementos Pré-textuais

Elementos Pré-textuais. Elementos Textuais. O Relatório de Pesquisa (adaptado para artigo) Elementos Pós-textuais. Elementos Pré-textuais ELEMENTOS ESTRUTURAIS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO Elementos Pré-textuais O Relatório de Pesquisa (adaptado para artigo) Elementos Pós-textuais Profª. Drª. Berenice Gonçalves Hackmann Elementos Pré-textuais

Leia mais

MANUAL ARTIGO CIENTÍFICO

MANUAL ARTIGO CIENTÍFICO FACULDADE DOM LUIZ DE ORLEANS E BRAGANÇA COORDENAÇÃO GERAL DOS CURSOS MANUAL ARTIGO CIENTÍFICO Ribeira do Pombal - BA ARTIGO CIENTÍFICO O artigo pode ser definido como discussão de temáticas científicas

Leia mais

Fichamento: Técnica de Estudo. Prof. Alexandre Nojoza Amorim.

Fichamento: Técnica de Estudo. Prof. Alexandre Nojoza Amorim. : Técnica de Estudo Prof. Alexandre Nojoza Amorim. Você já leu algo muito importante em algum lugar (obra escrita) e nunca mais encontrou para ler novamente? O fichamento é uma forma de investigar que

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Programa de Pós-Graduação em Teologia Linha Teologia e Sociedade

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Programa de Pós-Graduação em Teologia Linha Teologia e Sociedade Pontifícia Universidade Católica do Paraná Programa de Pós-Graduação em Teologia Linha Teologia e Sociedade LIVROS DE ENSINO RELIGIOSO: uma produção de conhecimento no período de 1995 a 2010 Isabel Cristina

Leia mais

Gêneros Textuais. E aí, beleza!? Vamos juntos dar uma olhada em algumas dicas importantes de gêneros textuais?

Gêneros Textuais. E aí, beleza!? Vamos juntos dar uma olhada em algumas dicas importantes de gêneros textuais? Gêneros Textuais E aí, beleza!? Vamos juntos dar uma olhada em algumas dicas importantes de gêneros textuais? Para começar, vamos observar as imagens abaixo, reproduções de uma receita, uma manchete de

Leia mais

Sumário Prefácio 11 Apresentação 13 1 Introdução 15 2 O Método Científico O Conhecimento Científico Método de Pesquisa Método D

Sumário Prefácio 11 Apresentação 13 1 Introdução 15 2 O Método Científico O Conhecimento Científico Método de Pesquisa Método D Antonio Carlos de Souza Francisco Antonio Pereira Fialho Nilo Otani TCC: Métodos e Técnicas Visual Books Sumário Prefácio 11 Apresentação 13 1 Introdução 15 2 O Método Científico 17 2 1 O Conhecimento

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE GEOGRAFIA 7º ANO

PLANIFICAÇÃO DE GEOGRAFIA 7º ANO EBI/ JI FIALHO DE ALMEIDA CUBA PLANIFICAÇÃO DE GEOGRAFIA 7º ANO Ano lectivo 2007/2008 CALENDARIZAÇÃO Períodos Início Final Tempos lectivos previstos 1º 17 de Setembro 14 de Dezembro 62 2º 3 de Janeiro

Leia mais

A PESQUISA. Prof. M.Sc Janine Gomes da Silva, Arq.

A PESQUISA. Prof. M.Sc Janine Gomes da Silva, Arq. A PESQUISA Prof. M.Sc Janine Gomes da Silva, Arq. A pesquisa Etapas da pesquisa científica Tipos de trabalhos científicos O projeto de pesquisa A PESQUISA Conceitos e definições Prof. M.Sc Janine Gomes

Leia mais

Estrutura Relatório de Pesquisa sobre temática Aprendizagem (Doutorado, Mestrandos, TCC ou pesquisa)

Estrutura Relatório de Pesquisa sobre temática Aprendizagem (Doutorado, Mestrandos, TCC ou pesquisa) Estrutura Relatório de Pesquisa sobre temática Aprendizagem (Doutorado, Mestrandos, TCC ou pesquisa) Título: Deve estar relacionado com o objetivo geral da pesquisa Deve ter como mínimo dois conceitos

Leia mais

Pesquisas Institucionais. uma forma científica de conhecer o público interno

Pesquisas Institucionais. uma forma científica de conhecer o público interno uma forma científica de conhecer o público interno Comunicação Interna Fluxos de Comunicação Chefe Subchefes Sub-sub Front office D e s c e n d e n t e A s c e n d e n t e 2 Conceito Identificação, coleta

Leia mais

FEDERAL DE INSTITUTO E EDUCAÇÃO CIÊNCIA TECNOLOGIA DE MATO GROSSO - OCTAYDE JORGE DA SILVA NOME COMPLETO MODELO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA

FEDERAL DE INSTITUTO E EDUCAÇÃO CIÊNCIA TECNOLOGIA DE MATO GROSSO - OCTAYDE JORGE DA SILVA NOME COMPLETO MODELO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA FEDERAL DE INSTITUTO E EDUCAÇÃO CIÊNCIA TECNOLOGIA DE MATO GROSSO - OCTAYDE JORGE DA SILVA NOME COMPLETO (Negrito, Tamanho 14, centralizado e Letras Maiúsculas) MODELO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA

Leia mais

Faculdade de Educação Superior do Paraná Centro de Extensão Iniciação Científica - CEIC

Faculdade de Educação Superior do Paraná Centro de Extensão Iniciação Científica - CEIC DIRETRIZES DA Iª MOSTRA FESP para FESP - 2015 O Centro de Extensão e Iniciação Científica CEIC têm como um de seus eixos de atuação promover o desenvolvimento de atividades tecnocientíficas e é nesse contexto

Leia mais

Miguel Dias. Como elaborar um projeto de pesquisa para TCC.

Miguel Dias. Como elaborar um projeto de pesquisa para TCC. Como elaborar um projeto de pesquisa para TCC. migdias@gmail.com www.migdias.weebly.com www.facebook.com/migueldias.pt Miguel Dias Bolsista PNPD/CAPES Universidade do Estado do Rio Grande do Norte O que

Leia mais

POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO DO ACERVO

POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO DO ACERVO POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO DO ACERVO 1 POLÍTICA DE SELEÇÃO 1.1 Objetivos Permitir o crescimento racional e equilibrado do acervo de acordo com cada curso; Identificar os elementos adequados à formação

Leia mais

Título do Projeto: ANÁLISE DA RENTABILIDADE DE UMA CARTEIRA DO SEGMENTO IMOBILIÁRIO, APLICANDO AS TEORIAS DE MARKOWITZ E SHARPE (2010 A 2016)

Título do Projeto: ANÁLISE DA RENTABILIDADE DE UMA CARTEIRA DO SEGMENTO IMOBILIÁRIO, APLICANDO AS TEORIAS DE MARKOWITZ E SHARPE (2010 A 2016) Título do Projeto: ANÁLISE DA RENTABILIDADE DE UMA CARTEIRA DO SEGMENTO IMOBILIÁRIO, APLICANDO AS TEORIAS DE MARKOWITZ E SHARPE (2010 A 2016) Área de Conhecimento - Grande área: Ciências Sociais Aplicadas

Leia mais

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. MATEMÁTICA 7º Ano

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. MATEMÁTICA 7º Ano PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR MATEMÁTICA 7º Ano OBJETIVOS ESPECÍFICOS TÓPICOS SUBTÓPICOS METAS DE APRENDIZAGEM 1º Período - Multiplicar e dividir números inteiros. - Calcular o valor de potências em que

Leia mais

PROJETO ARARIBÁ. Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico.

PROJETO ARARIBÁ. Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico. PROJETO ARARIBÁ Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico. Araribá Ciências Organização do Conteúdo: Por que estudar

Leia mais

FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL ª EDIÇÃO

FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL ª EDIÇÃO ANEXO VI: FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL 2014 7ª EDIÇÃO REGULAMENTO - DESENVOLVIMENTO DE ROTEIROS 1. DO OBJETO DA PREMIAÇÃO 1.1 Serão analisadas propostas de desenvolvimento de roteiros

Leia mais

Gêneros Textuais Acadêmicocientíficos. 3/6/5AD836_1.jpg

Gêneros Textuais Acadêmicocientíficos.  3/6/5AD836_1.jpg Gêneros Textuais Acadêmicocientíficos http://images.quebarato.com.br/photos/thumbs/ 3/6/5AD836_1.jpg Olá, Pessoal, Vamos acompanhar mais uma aula da prof. Alessandra. Hoje falaremos sobre alguns gêneros

Leia mais

Da teoria da ação mediada ao modelo topológico de ensino.

Da teoria da ação mediada ao modelo topológico de ensino. Da teoria da ação mediada ao modelo topológico de ensino. A idéia de ação mediada que trazemos para compreender a sala de aula inspira-se nos estudos de James Wertsch, discutidas em seu livro Mind as Action

Leia mais

INTRODUÇÃO DEFINIÇÕES DE CIÊNCIA CIÊNCIA DEFINIÇÕES DE CIÊNCIA METODOLOGIA DA PESQUISA APLICADA À CONTABILIDADE

INTRODUÇÃO DEFINIÇÕES DE CIÊNCIA CIÊNCIA DEFINIÇÕES DE CIÊNCIA METODOLOGIA DA PESQUISA APLICADA À CONTABILIDADE METODOLOGIA DA PESQUISA APLICADA À CONTABILIDADE Mabel Moreira Vasconcelos INTRODUÇÃO Metodologia Científica nada mais é do que a disciplina que estuda os caminhos do saber, se entendermos que método quer

Leia mais

COMUNICAÇÃO APLICADA MÓDULO 4

COMUNICAÇÃO APLICADA MÓDULO 4 COMUNICAÇÃO APLICADA MÓDULO 4 Índice 1. Significado...3 1.1. Contexto... 3 1.2. Intertextualidade... 3 1.2.1. Tipos de intertextualidade... 3 1.3. Sentido... 4 1.4. Tipos de Significado... 4 1.4.1. Significado

Leia mais

Observar (lat observare) vtd 2 Estudar, examinar, olhar com atenção, pesquisar minuciosamente. Bento, Maio de 2009

Observar (lat observare) vtd 2 Estudar, examinar, olhar com atenção, pesquisar minuciosamente. Bento, Maio de 2009 OBSERVAÇÃO Observar (lat observare) vtd 2 Estudar, examinar, olhar com atenção, pesquisar minuciosamente Bento, Maio de 2009 OBSERVAÇÃO OBSERVAR é manifestar a habilidade de ver, de examinar e registar

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ SOBRE CIÊNCIA E DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA

A PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ SOBRE CIÊNCIA E DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA A PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ SOBRE CIÊNCIA E DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA Lis P. Rocha - lispeixotoroch@gmail.com Rodrigo G. da Costa - rgarrett@iff.edu.br Instituto

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA CURSO DE ENGENHARIA MECÃNICA / ENGENHARIA MECATRÔNICA

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA CURSO DE ENGENHARIA MECÃNICA / ENGENHARIA MECATRÔNICA 1 UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA CURSO DE ENGENHARIA MECÃNICA / ENGENHARIA MECATRÔNICA ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (Orientações para a realização das APS dos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE

RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE Complementa a Resolução nº 04/05-CEPE que estabelece normas de concurso público para a carreira do magistério superior na Universidade Federal do Paraná, fixando a tabela de pontuação

Leia mais

Reuna 2009 V.14 nº3

Reuna 2009 V.14 nº3 1 18-2008 Reuna 2009 V.14 nº3 2 Reuna - Belo Horizonte, v.14, nº3, 2009. 3 4 5 EDITORIAL A REUNA Revista de Economia, Administração e Turismo, em sua missão de contribuir na divulgação da produção científica

Leia mais

COLÉGIO ADVENTISTA DE ALTAMIRA Ementa de Curso para Portfólio

COLÉGIO ADVENTISTA DE ALTAMIRA Ementa de Curso para Portfólio DISCIPLINA:. Língua Portuguesa SÉRIE/ TURMA:. 9º ano A/B BIMESTRE: 4º 1 e 2 - Texto Perder, ganhar, viver. Pag.( 230, 231 e 232) Leitura do texto; discussão; atividade escrita. Pag. ( 232 e 233) - Atividade

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE ELEMENTOS MULTIMÍDIA NO JO. a cobertura do G1 sobre o Tsunami no Japão. Liana Vidigal Rocha Universidade Federal do Tocantins

A UTILIZAÇÃO DE ELEMENTOS MULTIMÍDIA NO JO. a cobertura do G1 sobre o Tsunami no Japão. Liana Vidigal Rocha Universidade Federal do Tocantins A UTILIZAÇÃO DE ELEMENTOS MULTIMÍDIA NO JO Comunicação Social Jornalismo a cobertura do G1 sobre o Tsunami no Japão Liana Vidigal Rocha Universidade Federal do Tocantins Objetivo do artigo Identificar

Leia mais

PESQUISA: Relação da população de Natal com a leitura:

PESQUISA: Relação da população de Natal com a leitura: PESQUISA: Relação da população de Natal com a leitura: Uma Abordagem A construção Quantitativa participativa do Objetivos Conhecer o perfil do público leitor da cidade de Natal; Conhecer as práticas de

Leia mais

P. P. G. em Agricultura de Precisão DPADP0803: Geoestatística (Prof. Dr. Elódio Sebem)

P. P. G. em Agricultura de Precisão DPADP0803: Geoestatística (Prof. Dr. Elódio Sebem) Amostragem: Em pesquisas científicas, quando se deseja conhecer características de uma população, é comum se observar apenas uma amostra de seus elementos e, a partir dos resultados dessa amostra, obter

Leia mais

A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS (PAR) NO MUNICÍPIO DE SANTA INÊS/MA: OS DESAFIOS DA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES

A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS (PAR) NO MUNICÍPIO DE SANTA INÊS/MA: OS DESAFIOS DA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS (PAR) NO MUNICÍPIO DE SANTA INÊS/MA: OS DESAFIOS DA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES Eriveth Silva Teixeira¹ ¹Acadêmica do 7º período do curso

Leia mais

FORMAÇÃO DE AGENTES SOCIAIS DE ESPORTE E LAZER PROGRAMAÇÃO

FORMAÇÃO DE AGENTES SOCIAIS DE ESPORTE E LAZER PROGRAMAÇÃO MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL PROGRAMA ESPORTE E LAZER DA CIDADE PELC FORMAÇÃO DE AGENTES SOCIAIS DE ESPORTE E LAZER 1 - IDENTIFICAÇÃO: PROGRAMAÇÃO

Leia mais

Visão Geral do Trabalho de Pesquisa

Visão Geral do Trabalho de Pesquisa Visão Geral do Trabalho de Pesquisa Ricardo de Almeida Falbo Metodologia de Pesquisa Departamento de Informática Universidade Federal do Espírito Santo Agenda Etapas do Trabalho de Pesquisa Escolha do

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernardete Martins Alves * Susana Margaret de Arruda ** Nome do (s) autor

Leia mais

TÍTULO DO TRABALHO PROPOSTO

TÍTULO DO TRABALHO PROPOSTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE DIREITO TÍTULO DO TRABALHO PROPOSTO Projeto para orientação de iniciação científica junto ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da

Leia mais

F M H ANÁLISE DO FLUXO DE TRABALHO. Ano Lectivo 2009/2010 OBJECTIVOS:

F M H ANÁLISE DO FLUXO DE TRABALHO. Ano Lectivo 2009/2010 OBJECTIVOS: Ano Lectivo 2009/2010 F M Recursos Humanos H ANÁLISE DO FLUXO DE TRABALHO OBJECTIVOS: Analisar o fluxo de trabalho, identificando as entradas, as actividades e as saídas na produção de bens e serviços;

Leia mais

Período Gênero textual Expectativa

Período Gênero textual Expectativa DISCIPLINA: Produção de texto ANO DE REFERÊNCIA: 2016 PROFESSORAS RESPONSÁVEIS: 6ºano Período Gênero textual Expectativa P35 Compreender o papel do conflito gerador no desencadeamento dos episódios narrados.

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA. Edital nº 01/17. Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica 1 - DAS INSCRIÇÕES

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA. Edital nº 01/17. Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica 1 - DAS INSCRIÇÕES Edital nº 01/17 Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica A Pró-Reitora de Pesquisa da Escola Superior Dom Helder Câmara, no uso de suas atribuições, informa à Comunidade Acadêmica que estão abertas

Leia mais

TÍTULO CENTRALIZADO, EM NEGRITO, FONTE ARIAL, TAMANHO 12, PRETO: subtítulo centralizado com espaçamento de 1,5 não usar siglas nos títulos

TÍTULO CENTRALIZADO, EM NEGRITO, FONTE ARIAL, TAMANHO 12, PRETO: subtítulo centralizado com espaçamento de 1,5 não usar siglas nos títulos Modelo de Formatação de Artigo para a REP s Alguns exemplos (título, nome, citações, etc.) foram apresentados em cor azul. Somente dois autores por artigo. TÍTULO CENTRALIZADO, EM NEGRITO, FONTE ARIAL,

Leia mais

A PESQUISA E SUAS CLASSIFICAÇÕES. Sâmia Araújo dos Santos Suelene S. Oliveira Nascimento

A PESQUISA E SUAS CLASSIFICAÇÕES. Sâmia Araújo dos Santos Suelene S. Oliveira Nascimento A PESQUISA E SUAS CLASSIFICAÇÕES Sâmia Araújo dos Santos Suelene S. Oliveira Nascimento PESQUISAS TEÓRICA PRÁTICA UNIVERSO GERAL DAS PESQUISAS ABORDAGEM OBJETIVOS PROCEDIMENTOS TÉCNICOS - Quantitativa

Leia mais

MÓDULO N.º 1 POESIA TROVADORESCA FERNÃO LOPES

MÓDULO N.º 1 POESIA TROVADORESCA FERNÃO LOPES CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RESTAURANTE / BAR PLANIFICAÇÃO MODULAR DISCIPLINA: PORTUGUÊS 10º9 CONTEÚDOS OBJETIVOS HORAS / TEMPOS AVALIAÇÃO MÓDULO N.º 1 POESIA TROVADORESCA FERNÃO LOPES - Cantigas

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Metodologia Científica Código da Disciplina: NDC 137 Curso: Direito Período de oferta da disciplina: 1 Faculdade responsável: Núcleo de Disciplinas Comuns (NDC) Programa

Leia mais

ESCALA DE CONCEPÇÕES ACERCA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA E EDUCAÇÃO ESPECIAL E SUA APLICAÇÃO EM PESQUISA

ESCALA DE CONCEPÇÕES ACERCA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA E EDUCAÇÃO ESPECIAL E SUA APLICAÇÃO EM PESQUISA ESCALA DE CONCEPÇÕES ACERCA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA E EDUCAÇÃO ESPECIAL E SUA APLICAÇÃO EM PESQUISA Carla Cristina Marinho Sadao Omote Faculdade de Filosofia e Ciências, UNESP, campus de Marília Eixo Temático:

Leia mais

ESTRUTURA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

ESTRUTURA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ESTRUTURA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO O trabalho científico deverá ser organizado de acordo com a estrutura abaixo, NBR 14724/2006: capa; folha de rosto; verso da folha de rosto (ficha catalográfica)

Leia mais