CURSO NOVOS SERVIDORES LEI 8.112/90 BENEFÍCOS DA SEGURIDADDE APOSENTADORIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO NOVOS SERVIDORES LEI 8.112/90 BENEFÍCOS DA SEGURIDADDE APOSENTADORIA"

Transcrição

1 CURSO NOVOS SERVIDORES LEI 8.112/90 BENEFÍCOS DA SEGURIDADDE APOSENTADORIA 1

2 2

3 OBJETIVO: Orientar e esclarecer de forma sucinta, a luz da legislação, um dos benefícios da seguridade social APOSENTADORIA. 3

4 Lei 8.112/90 Art O Plano de Seguridade Social visa a dar cobertura aos riscos a que estão sujeitos o servidor e sua família, e compreende um conjunto de benefícios e ações que atendam às seguintes finalidades: 4

5 Doenças; Invalidez; Velhice; Acidente em serviço; Inatividade; Falecimento; Reclusão; Proteção à maternidade; À adoção; Paternidade; Assistência à saúde; 5

6 BENEFÍCIOS SERVIDOR: Aposentadoria; Auxílio Natalidade; Salário Família; Licença para Tratamento de Saúde; Licença Gestante; Licença à Adotante; Licença Paternidade; Licença por Acidente em Serviço; Assistencia à saúde; 6

7 BENEFÍCIOS DEPENDENTES: Pensão Vitalícia; Pensão Temporária; Auxílio Funeral; Assistência à saúde; Auxílio Reclusão; 7

8 APOSENTADORIAS 8

9 APOSENTADORIAS 9

10 Tabela utilizada nos benefícios concedidos até 30 de novembro de TABELA DE EXPECTATIVA DE SOBREVIDA * Idade Expectativa de Sobrevida Idade Expectativa de Sobrevida Idade Expectativa de Sobrevida Idade Expectativa de Sobrevida Idade Expectativa de Sobrevida Idade Expectativa de Sobrevida 0 68, , , , , ,9 1 69, , , , , ,4 2 68, , , , ,0 72 9,8 3 67, , , , ,3 73 9,2 4 66, , , , ,6 74 8,7 5 66, , , , ,9 75 8,2 6 65, , , , ,2 76 7,7 7 64, , , , ,5 77 7,3 8 63, , , , ,8 78 6,8 9 62, , , , ,1 79 6, , , , , , , , , , , ,8 6,0 6, , , , , ,2 6,0 6, , , , , ,5 6,0 6,0 * Fonte: IBGE - Diretoria de Pesquisas (DPE) - Departamento de População e Indicadores Sociais (DEPIS). 10

11 11

12 Tabela utilizada nos benefícios concedidos a partir de 01º de dezembro de TABELA DE EXPECTATIVA DE SOBREVIDA - Ambos os Sexos * Idade Expectativa de Sobrevida Idade Expectativ a de Sobrevida Idade Expectativ a de Sobrevida Idade Expectativ a de Sobrevida Idade Expectativ a de Sobrevida Idade Expectativa de Sobrevida 0 74, , , , , ,2 1 74, , , , , ,6 2 73, , , , , ,0 3 72, , , , , ,4 4 71, , , , , ,8 5 70, , , , , ,2 6 69, , , , , ,7 7 68, , , , , ,1 8 67, , , , ,3 78 9,6 9 66, , , , ,6 79 9, , , , , , , , , , , ,2 6,0 6, , , , , ,5 6,0 6, , , , , ,9 6,0 6,0 * Fonte: IBGE - Diretoria de Pesquisas (DPE), Coordenação de População e Indicadores Sociais (COPIS). 12

13 13

14 14

15 15

16 16

17 17

18 18

19 19

20 REGRAS DE APOSENTADORIAS: Regra Geral - (Artº. 40 da CF, EC nº. 20/98, EC nº. 41/03 e 47/05); Regras do Direito Adquirido - ( Artº. 3º da EC 41/03); Regra de Transição (Artº. 2º da EC 41/03); Regra de Transição (Artº. 6º da EC 41/03); Regra de Transição (Artº. 3º da EC 47/05); 20

21 SERVIDOR INGRESSOU ANTES DE : Preencheu todos os requisitos até : Artº. 40 da CF/1988. Requisitos: Tempo de: Serviço: HOMEM 35 ANOS MULHER 30 ANOS Magistério - HOMEM 30 ANOS MULHER 25 ANOS PROVENTOS INTEGRAIS: Base de Cálculo: (Última Remuneração do Cargo Efetivo + PARIDADE). 21

22 SERVIDOR INGRESSOU ANTES DE : Preencheu todos os requisitos até : Requisitos: Artº. 40 da CF/1988. Tempo de: Serviço / Idade HOMEM 30 ANOS + 65 ANOS MULHER 25 ANOS + 60 ANOS PROVENTOS PROPORCIONAIS: Base de Cálculo: (Última Remunerção do Cargo Efetivo + PARIDADE). 22

23 SERVIDOR INGRESSOU ANTES DE : EC 20/1998. Preencheu todos os requisitos até : Requisitos: Tempo de : Contribuição / Idade / Serv. Púb / Cargo HOMEM 35 ANOS + 60 ANOS + 10 ANOS + 05 ANOS MULHER 30 ANOS + 55 ANOS + 10 ANOS + 05 ANOS TEMPO DE MAGISTÉRIO EXCETO ENS. SUPERIOR HOMEM 30 ANOS + 55 ANOS + 10 ANOS + 05 ANOS MULHER 25 ANOS + 50 ANOS + 10 ANOS + 05 ANOS Base de Cálculo: (PROVENTOS INTEGRAIS: ( Última Remunerção do Cargo + PARIDADE). 23

24 SERVIDOR INGRESSOU ANTES DE : EC 20/1998. Preencheu todos os requisitos até : Requisitos: Idade / Serv. Púb / Cargo HOMEM 65 ANOS + 10 ANOS + 05 ANOS MULHER 60 ANOS + 10 ANOS + 05 ANOS PROVENTOS PROPORCIONAIS: Base de Cálculo: ( Última Remunerção do Cargo + PARIDADE). 24

25 SERVIDOR INGRESSOU ANTES DE : EC 20/1998. Preencheu todos os requisitos até : Requisitos: Idade / Serv. Púb / Cargo HOMEM 65 ANOS + 10 ANOS + 05 ANOS MULHER 60 ANOS + 10 ANOS + 05 ANOS PROVENTOS PROPORCIONAIS : Base de Cálculo: ( Última Remunerção do Cargo + PARIDADE). 25

26 SERVIDOR INGRESSOU APÓS : EC 41/2003. Preencheu todos os requisitos APÓS : Requisitos: Tempo de : Contribuição / Idade / Serv. Púb / Cargo HOMEM 35 ANOS + 60 ANOS + 10 ANOS + 05 ANOS MULHER 30 ANOS + 55 ANOS + 10 ANOS + 05 ANOS TEMPO DE MAGISTÉRIO EXCETO ENS. SUPERIOR HOMEM 30 ANOS + 55 ANOS + 10 ANOS + 05 ANOS MULHER 25 ANOS + 50 ANOS + 10 ANOS + 05 ANOS Base de Cálculo: Média Contributiva das (80% das maiores contribuiçoes à partir de jul/1994). 26

27 SERVIDOR INGRESSOU ATÉ : EC 47/2005. Preencheu todos os requisitos APÓS : Requisitos: Tempo de :Contribuição/Idade /Efetivo Exerc./Carr./Cargo HOMEM 35 ANOS+60 ANOS+25 ANOS+15 ANOS+05ANOS MULHER 30 ANOS+55 ANOS+10 ANOS+05 ANOS+05Anos Artº. 3º Inciso, III - Idade mínima resultante da redução, relativamente aos limites do art. 40, 1º, inciso III, alínea "a", da Constituição Federal, de um ano de idade para cada ano de contribuição que exceder a condição prevista no inciso I do caput deste artigo. Base de Cálculo: Proventos Integrais (Ultima Remuneração no 27 Cargo + Paridade).

28 SERVIDOR INGRESSOU ATÉ : EC 47/2005. Preencheu todos os requisitos APÓS : TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO. IDADE REDUÇÃO EM ANOS HOMEM MULHER

29 CONCESSÃO: SERVIDOR AO COMPLETAR - 70 ANOS PROVENTOS PROPORCIONAIS AO TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO: Base de Cálculo: Média Contributiva (80 % DAS MAIORES CONTRIBUIÇÕES À PARTIR DE JUL/1994). 29

30 CONCESSÃO: Laudo emitido por Junta Médica Oficial, atestando INVALIDEZ PERMANENTE para o SERVIÇO PÚBLICO; Invalidez for decorrente: Acidente em serviço, Moléstia Profissional, Doença Grave, Contagiosa, Incurável; PROVENTOS INTEGRAIS Base de Cálculo: (Última Remuneranção no Cargo). Para os demais casos: PROVENTOS PROPORCIONAIS AO TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO. Base de Cálculo: Média Contributiva 30

31 EMENDA CONSTITUCIONAL 70/12 INGRESSO NO SERVIÇO PUBLICO ATÉ Concessões Até Revisão do Cáculo dos Proventos (Integralizando), caso a invalidez tenha ocorrido por Doença não especificada, na Legislaçao vigente a data da concessão; Concessões Após até Março/2012 Invalidez ocorreu após , desde que tenha ingressado no serviço público até a data limite, aplica-se a regra acima descrita; 31

32 ABONO DE PERMANÊNCIA 32

33 ABONO DE PERMANÊNCIA Definição: O servidor que tenha completado as exigências para aposentadoria voluntária, e que opte por permanecer em atividade, fará jus a um abono de permanência equivalente ao valor da sua contribuição previdenciária, até completar as exigências para aposentadoria compulsória. Exceto: Aposentadorias Especiais (Prof. Ens. Médio). 33

34 PENSÕES 34

35 REGRAS GERAIS O direito a Pensão, configura-se na data do Falecimento do instituidor; O Beneficio será concedido, com base na Legislação vigente nessa data; 35

36 NATUREZA VITALÍCIAS - COTA (S) PERMANENTE (S); TEMPORÁRIAS COTA (S) TEMPORÁRIA (S), LIMITE NO TEMPO; 36

37 BENEFICIÁRIOS: CÔNJUGE; COMPANHEIRO OU COMPANHEIRA DESIGNADO QUE COMPREVE UNIÃO ESTÁVEL COMO ENTIDADE FAMILIAR; PESSOA DESQUITADA, SEPARADA JUDICIALMENTE OU DIVORCIADA (COM PENSÃO ALIMENTÍCIA); MÃE E PAI SOB DEPENDÊNCIA ECONÔMICA; PESSOA DESIGNADA, MAIOR DE 60 ANOS E PESSOA PORTADORA DE DEFICIÊNCIA SOB DEPENDÊNCIA ECONÔMICA; 37

38 BENEFICIÁRIOS: FILHOS, OU ENTEADOS, ATÉ 21 ANOS DE IDADE, OU, SE INVÁLIDOS, ENQUANTO DURAR A INVALIDEZ; IRMÃO ÓRFÃO, ATÉ 21 (VINTE E UM) ANOS, E O INVÁLIDO, ENQUANTO DURAR A INVALIDEZ, QUE COMPROVEM DEPENDÊNCIA ECONÔMICADO SERVIDOR; A PESSOA DESIGNADA QUE VIVA NA DEPENDÊNCIA ECONÔMICA DO SERVIDOR, ATÉ 21 (VINTE UM) ANOS, OU, SE INVÁLIDO ENQUANTO DURARA A INVALIDEZ. 38

39 BENEFICIÁRIOS Não faz jus à pensão o (s) beneficiário (s) condenado pela prática de crime doloso (intensão de cometer o crime), de que tenha resultado a morte do servidor; 39

40 PRESCRIÇÃO A Pensão poderá ser requerida a qualquer tempo, prescrevendo tão somente as prestações exigíveis (efeitos financeiros), há mais de cinco anos; 40

41 MORTE PRESUMIDA DO SERVIDOR Sentença declaratória de ausência expedida por autoridade judiciária competente; Desaparecimento em dasabamento, inundação, incêndio ou acidente não caracterizado como em serviço; Desaparecimento no desempenho das atribuições do cargo ou em missão de segurança; 41

42 PERDA DA QUALIDADE DE BENEFICIÁRIO Falecimento; Anulação do casamento, decisão após a concessão; Cessação da Invalidez; Alcance da idade de 21 anos pelo filho, irmão orfão ou pessoa designada; (Até 24 anos, que comprove ser estudante nível universitário); Acumulação, mais de 02 (duas) pensões; Renuncia expressa; 42

43 A previdência complementar é um benefício opcional, que proporciona ao servidor um seguro previdenciário adicional, conforme sua necessidade e vontade. No Brasil, a previdência complementar é composta por entidades abertas e fechadas. 43

44 44

45 45

46 46

47 47

48 48

49 49

50 50

51 A Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo Funpresp-Exe foi criada pelo Decreto nº 7.808/2012, com a finalidade de administrar e executar planos de benefícios de caráter previdenciário complementar para os servidores públicos titulares de cargo efetivo da União, suas autarquias e fundações. (a partir de ). 51

52 52

53 A Secretaria de Gestão Pública - órgão central do Sistema de Pessoal Civil (SIPEC), faz a divulgação de forma sistematizada da produção normativa oficial da Administração Pública Federal, por meio do Sistema CONLEGIS. O acesso pode ser feito por intermédio do endereço eletrônico na parte de legislação (link legislação), pelo endereço 53

54 RESENHA DO CANAL SEGEP É o instrumento utilizado para atualizar os servidores dos atos publicados na imprensa oficial e daqueles emitidos pela Secretaria de Gestão Pública. Atualmente qualquer servidor pode ter acesso, desde que requeira o registro por meio do endereço eletrônico 54

55 Obrigado! Contatos: Tels: (21) (21)

Segue quadro comparativo sobre as alterações trazidas pela MP nº 664/2014, no tocante à pensão deixada pelo servidor público federal Lei 8.

Segue quadro comparativo sobre as alterações trazidas pela MP nº 664/2014, no tocante à pensão deixada pelo servidor público federal Lei 8. Segue quadro comparativo sobre as alterações trazidas pela MP nº 664/2014, no tocante à pensão deixada pelo servidor público federal Lei 8.112/90: Lei nº 8.112/90 redação anterior à Medida Provisória nº

Leia mais

Rioprevidência com você. Novembro de 2015

Rioprevidência com você. Novembro de 2015 Rioprevidência com você Novembro de 2015 O principal objetivo desta apresentação é levar aos servidores do Estado do Rio de Janeiro a Educação Previdenciária, ampliando os conhecimentos dos seus direitos

Leia mais

Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul

Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul Instituto

Leia mais

A PEC 287/2016 E O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

A PEC 287/2016 E O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL PALESTRA: A PEC 287/2016 E O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL MINISTRANTE: JANE BERWANGER SÃO PAULO 08/02/2017 1. Aposentadoria do Servidor no texto original da Constituição Federal de 1988 : Servidor

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO MUNICÍPIO DE RIO CLARO MUNICÍPIO DE RIO CLARO ESTADO DE SÃO PAULO

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO MUNICÍPIO DE RIO CLARO MUNICÍPIO DE RIO CLARO ESTADO DE SÃO PAULO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO O QUE É O IPRC? O Instituto de Previdência do Município de Rio Claro IPRC nasceu em 20 de setembro de 2007, através da Lei Complementar Municipal 023/2007. É uma Autarquia Municipal

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 254 / 92

LEI MUNICIPAL Nº 254 / 92 LEI MUNICIPAL Nº 254 / 92 MODIFICA A LEI Nº 153 DE 17 DE AGOSTO DE 1990, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LUIZ ELIAS ABDALLA, Prefeito Municipal de Água Boa(MT), no uso de suas atribuições legais, faz saber que

Leia mais

Direito Previdenciário e Infortunístico

Direito Previdenciário e Infortunístico Direito Previdenciário e Infortunístico (o presente texto representa apenas anotações para exposição do autor sem validade para citação) 8º tema Previdência Social para os Servidores Públicos. Desde 1990,

Leia mais

SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA

SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA PARECER Nº, DE 2003 Redação, para o segundo turno, da Proposta de Emenda à Constituição nº 67, de 2003 (nº 40, de 2003, na Câmara dos Deputados).

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO 1. Requerimento do servidor. 2. Mapa do tempo de contribuição.

DOCUMENTAÇÃO 1. Requerimento do servidor. 2. Mapa do tempo de contribuição. DEFINIÇÃO É um incentivo pago ao servidor que já preencheu todos os requisitos para se Aposentar, mas opta por permanecer na ativa. Deferido o abono, o servidor continua recolhendo a contribuição previdenciária,

Leia mais

Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado.

Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado. INFORME JURÍDICO 06/01/2015 411 Prezados (as) Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado. Divulgamos a Medida Provisória 664/2014 que

Leia mais

REGRAS PARA APOSENTADORIA. IPMDC Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Duque de Caxias

REGRAS PARA APOSENTADORIA. IPMDC Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Duque de Caxias REGRAS PARA APOSENTADORIA IPMDC Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Duque de Caxias Regras de aposentadoria com funções de magistério HOMEM: 55 ANOS DE IDADE 30 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO

Leia mais

DE RECURSOS HUMANOS MARCOS CANDIDO ANALISTA ADMINISTRATIVO

DE RECURSOS HUMANOS MARCOS CANDIDO ANALISTA ADMINISTRATIVO CENTRO DE RECURSOS HUMANOS MARCOS CANDIDO ANALISTA ADMINISTRATIVO APOSENTADORIA BOAS VINDAS... MSG APOSENTADORIA Objetivo do treinamento Fortalecer o conhecimento das formas mais empregadas de aposentadoria

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional Da Seguridade Social - Da Previdência Social Professor: André Vieira www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Constitucional Seção III DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Art. 201. A PREVIDÊNCIA

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE (Do Poder Executivo)

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE (Do Poder Executivo) PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE 2003 (Do Poder Executivo) Modifica os artigos 37, 40, 42, 48, 96, 142 e 149 da Constituição Federal, o artigo 8º da Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro

Leia mais

CARTILHA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA DA PREVIDÊNCIA O servidor público federal do Poder Executivo e as alterações do seu regime previdenciário José Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Agosto de 2013 1 1 A

Leia mais

Pensão por Morte. Prof. Danilo Ripoli

Pensão por Morte. Prof. Danilo Ripoli Pensão por Morte Prof. Danilo Ripoli Definição: A pensão por morte é o benefício da previdência social devido aos dependentes do segurado em função da morte deste. Será devido ao conjunto de dependentes

Leia mais

AMPARO LEGAL PARA CONCESSÃO DE APOSENTADORIAS A PARTIR DA EC 47/2005 MODALIDADE REGRA REQUISITOS DISPOSITIVOS PROVENTOS

AMPARO LEGAL PARA CONCESSÃO DE APOSENTADORIAS A PARTIR DA EC 47/2005 MODALIDADE REGRA REQUISITOS DISPOSITIVOS PROVENTOS TABELA DE REGRAS E MODALIDADES DE APOSENTADORIA PARA BENEFÍCIOS CONCEDIDOS A PARTIR DA EC 47/2005 - Elaborada pelos servidores da 7ª Controladoria Técnica do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo

Leia mais

CIRCULAR GEPE Nº 004/2004 ABONO DE PERMANÊNCIA

CIRCULAR GEPE Nº 004/2004 ABONO DE PERMANÊNCIA 1 CIRCULAR GEPE Nº 004/2004 De: Para: Gerência de Administração de Pagamento de Pessoal Gerências da GEPE, Gerências Regionais de Recursos Humanos e unidades de pessoal das demais Secretarias ABONO DE

Leia mais

MINUTA DE ANTEPROJETO DE LEI COMPLEMENTAR

MINUTA DE ANTEPROJETO DE LEI COMPLEMENTAR MINUTA DE ANTEPROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Regulamenta o inciso III do 4 do art. 40 da Constituição Federal, que dispõe sobre a concessão de aposentadoria especial ao servidor público titular de cargo efetivo

Leia mais

REGIME PRÓPRIO DOS SERVIDORES PÚBLICOS

REGIME PRÓPRIO DOS SERVIDORES PÚBLICOS APOSENTADORIA Os servidores serão aposentados e terão os seus proventos calculados e revistos, na forma prevista na Constituição Federal, observadas as normas gerais de previdência estabelecidas em lei

Leia mais

Tudo o que você precisa saber sobre a previdência e a aposentadoria.

Tudo o que você precisa saber sobre a previdência e a aposentadoria. Tudo o que você precisa saber sobre a previdência e a aposentadoria. Cuidar da sua previdência é fazer o seu futuro mais seguro. Esta cartilha reúne as principais informações sobre a previdência e a aposentadoria

Leia mais

REGRAS DE APOSENTADORIAS

REGRAS DE APOSENTADORIAS REGRAS DE APOSENTADORIAS Cartilha elaborada para reunião com professores da E.M. Barão do Rio Branco - Vianópolis - 02/Agosto/2014 O IPREMB O IPREMB é uma autarquia que operacionaliza e administra o Regime

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS. PROF. ADRIANA MENEZES

DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS. PROF. ADRIANA MENEZES DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS PROF. ADRIANA MENEZES www.adrianamenezes.com DÚVIDAS QUANTO À LEGISLAÇÃO A SER COBRADA NA PROVA E A PROVA EM SI. Será cobrada a legislação previdenciária em vigor até

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Página 1 de 8 Brastra (4376 bytes) Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003 As MESAS da CÂMARA DOS DEPUTADOS e do SENADO

Leia mais

APOSENTADORIA DO SERVIDOR PÚBLICO

APOSENTADORIA DO SERVIDOR PÚBLICO «DESCONTO PREVIDENCIÁRIO INFOMATIVO FÓRUM DAS SEÇÕES SINDICAIS DO ANDES SN DAS IEES PARANAENSES» APOSENTADORIA DO SERVIDOR PÚBLICO PRINCIPAIS ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELAS EC. Ns. 41/2003 E 47/2005 - quebra

Leia mais

RESUMO DAS REGRAS PARA APOSENTADORIA NO REGIME PRÓPRIO - PSS/UFRN

RESUMO DAS REGRAS PARA APOSENTADORIA NO REGIME PRÓPRIO - PSS/UFRN UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UFRN PRÓREITORIA DE RECURSOS HUMANOS PRH DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DAP RESUMO DAS S PARA APOSENTADORIA NO REGIME PRÓPRIO PSS/UFRN DE DIREITO ADQUIRIDO

Leia mais

Documentos necessários para se efetuar o Recadastramento

Documentos necessários para se efetuar o Recadastramento Documentos necessários para se efetuar o Recadastramento 1 - Servidores Aposentados: Documentos pessoais: RG original e cópia ou cópia ; CPF - original e cópia ou cópia ; Título de Eleitor - original e

Leia mais

PENSÃO POR MORTE: SAIBA QUANDO E COMO SOLICITAR

PENSÃO POR MORTE: SAIBA QUANDO E COMO SOLICITAR PENSÃO POR MORTE: SAIBA QUANDO E COMO SOLICITAR A pensão por morte da REFER será concedida aos beneficiários do participante a partir do dia seguinte de seu falecimento. Será paga enquanto lhes for assegurada

Leia mais

<<Direito Previdenciário>> - <<INSS>> Professor: Melissa Folmann Aulas: 11-13

<<Direito Previdenciário>> - <<INSS>> Professor: Melissa Folmann Aulas: 11-13 Aulas 11 13 - Professor: Melissa Folmann Aulas: 11-13 Prof > wwwaprovaconcursoscombr Página 1 de 15 Aulas 11 13 4 Benefícios previdenciários dos dependentes

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 41 DE 26/12/ 2001 ( DOPE 27/12/2001) SALÁRIO FAMÍLIA

LEI COMPLEMENTAR Nº 41 DE 26/12/ 2001 ( DOPE 27/12/2001) SALÁRIO FAMÍLIA LEI COMPLEMENTAR Nº 41 DE 26/12/ 2001 ( DOPE 27/12/2001) SALÁRIO FAMÍLIA NOTA: Ver Lei Complementar nº 43/2002,Lei Complementar nº48/2003.atualizada até Lei complementar nº64, de 20 de dezembro de 2004.

Leia mais

AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO DEFINIÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES

AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO DEFINIÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO DEFINIÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES DEFINIÇÃO Benefício de caráter indenizatório concedido ao servidor ativo com a finalidade

Leia mais

O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário. Wagner Advogados Associados

O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário. Wagner Advogados Associados O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário Wagner Advogados Associados www.wagner.adv.br wagner@wagner.adv.br 1 REGRAS VIGENTES PARA APOSENTADORIA DOS SERVIDORES - Aposentadoria com

Leia mais

A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores

A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores para o debate NÃO AO DESMONTE DA PREVIDÊNCIA. O evento

Leia mais

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Pró - Reitoria de Gestão de Pessoal Coordenadoria de Administração de Pessoal

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Pró - Reitoria de Gestão de Pessoal Coordenadoria de Administração de Pessoal Aposentadoria Passagem do servidor da atividade para a inatividade, com proventos integrais ou proporcionais ao tempo de contribuição, observadas as regras específicas para cada situação. Pode ser concedida

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA A CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009

PROPOSTA DE EMENDA A CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009 PROPOSTA DE EMENDA A CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009 (Da Senhora Andreia Zito) Acrescente-se o seguinte parágrafo 2º, passando o atual parágrafo único, para 1º, no art. 3º da Emenda Constitucional nº 47, de 2005.

Leia mais

PEC287/2016 Os impactos para os servidores Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Presidente do PROIFES-Federação

PEC287/2016 Os impactos para os servidores Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Presidente do PROIFES-Federação PEC287/2016 Os impactos para os servidores Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Presidente do PROIFES-Federação Pequeno Glossário da Previdência As Formas de aposentadoria Voluntária por tempo de contribuição:

Leia mais

MUD U A D NÇA DE D E REGIME

MUD U A D NÇA DE D E REGIME MUDANÇA DE REGIME PRAZO Após a aprovação no CONSU, haverá um prazo fixado (provavelmente 180 dias) para os interessados fazerem a opção pela mudança de regime. CONTRATO Não haverá rescisão contratual,

Leia mais

A ANFIP, com o objetivo de esclarecer os segurados do Regime Geral da Previdência Social (INSS) sobre a forma de estabelecer o valor da

A ANFIP, com o objetivo de esclarecer os segurados do Regime Geral da Previdência Social (INSS) sobre a forma de estabelecer o valor da A ANFIP, com o objetivo de esclarecer os segurados do Regime Geral da Previdência Social (INSS) sobre a forma de estabelecer o valor da aposentadoria, vem através destas transparências demonstrar como

Leia mais

REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA NA UNIÃO, ESTADOS E MUNICÍPIOS REGRAS DE CONCESSÃO Orientação Normativa SPS 03/04

REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA NA UNIÃO, ESTADOS E MUNICÍPIOS REGRAS DE CONCESSÃO Orientação Normativa SPS 03/04 MPS SPS Ministério da Previdência Social Secretaria de Previdência Social REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA NA UNIÃO, ESTADOS E MUNICÍPIOS REGRAS DE CONCESSÃO Orientação Normativa SPS 03/04 São Gonçalo /RJ

Leia mais

Asscontas Associação dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais / Artigos Acesse: ABONO DE PERMANÊNCIA

Asscontas Associação dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais / Artigos Acesse:  ABONO DE PERMANÊNCIA ABONO DE PERMANÊNCIA O Abono de Permanência, instituto criado pela Emenda Constitucional 41, de 19 de dezembro de 2003 (EC 41/03), consiste em uma restituição, feita pelo Estado ao servidor, do valor que

Leia mais

Nota Técnica: Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016

Nota Técnica: Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016 Nota Técnica: Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016 Proposição: Proposta de Emenda à Constituição nº 287, de 2016 Ementa: Altera os arts. 37, 40, 109, 149, 167, 195, 201 e 203 da Constituição,

Leia mais

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil.

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Diz o art. 48, da Lei 8.213/91: Art. 48. A aposentadoria por idade será devida ao segurado que, cumprida

Leia mais

FUNDAMENTAÇÃO LEGAL CONTROLE EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS NAS AUDITORIAS E INSPEÇÕES REALIZADAS PELO TCM-CE

FUNDAMENTAÇÃO LEGAL CONTROLE EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS NAS AUDITORIAS E INSPEÇÕES REALIZADAS PELO TCM-CE EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS NAS AUDITORIAS E INSPEÇÕES REALIZADAS PELO TCM-CE ATOS DE ADMISSÃO DE PESSOAL, S E PENSÕES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL CONSTITUIÇÃO FEDERAL Art. 71 O controle externo, a cargo do Congresso

Leia mais

SEPREV SERVIÇO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL DOS FUNCIONÁRIOS MUNICIPAIS DE INDAIATUBA CARTILHA DA PREVIDÊNCIA MUNICIPAL

SEPREV SERVIÇO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL DOS FUNCIONÁRIOS MUNICIPAIS DE INDAIATUBA CARTILHA DA PREVIDÊNCIA MUNICIPAL SEPREV SERVIÇO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL DOS FUNCIONÁRIOS MUNICIPAIS DE INDAIATUBA CARTILHA DA PREVIDÊNCIA MUNICIPAL 2015 APRESENTAÇÃO Os regimes de previdência foram criados para proteger e

Leia mais

Câmara dos Deputados Liderança da Minoria. Constituição Federal PEC nº 287/2016 Art. 1º A Constituição passa a vigorar com as seguintes alterações:

Câmara dos Deputados Liderança da Minoria. Constituição Federal PEC nº 287/2016 Art. 1º A Constituição passa a vigorar com as seguintes alterações: Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 287, de 2016 (Reforma da Previdência) Altera os arts. 37, 40, 42, 149, 167, 195, 201 e 203 da Constituição, para dispor sobre a seguridade social, estabelece

Leia mais

(CAPA) CARTILHA DA PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL. Londrina-Pr

(CAPA) CARTILHA DA PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL. Londrina-Pr (CAPA) CARTILHA DA PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL Londrina-Pr 1 O melhor plano para sua vida Missão Oferecer segurança e bem estar aos segurados, buscando a excelência na prestação de serviços

Leia mais

A Câmara Municipal de Maceió decreta e eu sanciono e a seguinte Lei:

A Câmara Municipal de Maceió decreta e eu sanciono e a seguinte Lei: LEI Nº 4846 DE 02 DE JULHO DE 1999. DISPÕE SOBRE A TRANSFORMAÇÃO DO IPAM - INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA MUNICIPAL DE MACEIÓ EM ÓRGÃO EXCLUSIVAMENTE PREVIDENCIÁRIO DO SERVIDOR PÚBLICO DO MUNICÍPIO

Leia mais

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO ORIENTAÇÕES PREVIDÊNCIA SOCIAL

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO ORIENTAÇÕES PREVIDÊNCIA SOCIAL VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO ORIENTAÇÕES PREVIDÊNCIA SOCIAL Orientador Empresarial PENSÃO POR MORTE NOS REGIMES GERAL E PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL-CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Reforma da Previdência PEC 287. A Reforma é necessária?

Reforma da Previdência PEC 287. A Reforma é necessária? Reforma da Previdência PEC 287 A Reforma é necessária? Prof. Gilson Fernando 1 Saúde Seguridade Social Assistência Social Sistema Nacional garantidor de Direitos subjetivos Regimes Básicos RGPS Previdência

Leia mais

ABONO DE PERMANÊNCIA. O abono de permanência foi instituído pela EC 41/2003:

ABONO DE PERMANÊNCIA. O abono de permanência foi instituído pela EC 41/2003: Autoria: Sidnei Di Bacco Advogado ABONO DE PERMANÊNCIA O abono de permanência foi instituído pela EC 41/2003: Art. 1º. A Constituição Federal passa a vigorar com as seguintes alterações: (...) Art. 40.

Leia mais

IV ENCONTRO DE PREVIDÊNCIA PÚBLICA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE ALVORADA FORMAÇÃO PARA CANDIDATOS A CONSELHEIROS & SEMINÁRIO DE PREVIDÊNCIA DA REGIÃO

IV ENCONTRO DE PREVIDÊNCIA PÚBLICA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE ALVORADA FORMAÇÃO PARA CANDIDATOS A CONSELHEIROS & SEMINÁRIO DE PREVIDÊNCIA DA REGIÃO IV ENCONTRO DE PREVIDÊNCIA PÚBLICA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE ALVORADA FORMAÇÃO PARA CANDIDATOS A CONSELHEIROS & SEMINÁRIO DE PREVIDÊNCIA DA REGIÃO METROPOLITANA 2009 LEGISLAÇÃO E BENEFÍCIOS LEGISLAÇÃO

Leia mais

Autora: Regina Mainente

Autora: Regina Mainente Autora: Regina Mainente Abril de 2015 Índice 1. Missão...3 2. Apresentação...4 3. Aspectos Gerais...5 3.1. O que é a Cartilha Previdenciária?...5 3.2 Qual a finalidade da Cartilha Previdenciária?...5 3.3.

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 2.242/2016 DE 15 DE JUNHO DE 2016

LEI MUNICIPAL Nº 2.242/2016 DE 15 DE JUNHO DE 2016 LEI MUNICIPAL Nº 2.242/2016 DE 15 DE JUNHO DE 2016 Altera a Lei Municipal n. 1.554, de 04 de julho de 2005 que Reestrutura o Regime Próprio de Previdência Social do Município de Barra do Bugres/MT e, dá

Leia mais

BOCA PAULISTA ELETRÔNICO

BOCA PAULISTA ELETRÔNICO BOCA PAULISTA ELETRÔNICO São Paulo, 4 de janeiro de 2017 - nº 1 A PEC DA PREVIDÊNCIA - I De acordo com o RH Em Números, do Depes, de novembro/2016, o Banco Central do Brasil possuía 4.060 servidores ativos,

Leia mais

Esperamos com isto ampliar a compreensão de toda a comunidade de servidores da UFSCar em relação a este tema.

Esperamos com isto ampliar a compreensão de toda a comunidade de servidores da UFSCar em relação a este tema. Em decorrência do grande número de dúvidas dos servidores sobre a concessão de aposentadorias voluntárias, o Departamento de Aposentadorias, Pensões e Benefícios, da DiAPe/ProGPe, achou por bem relacionar

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO II DOS SEGURADOS E DEPENDENTES

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO II DOS SEGURADOS E DEPENDENTES LEI N o 2.800 De 17 de dezembro de 1993 Dispõe sobre o Sistema Previdenciário dos Servidores Públicos Municipais de Campina Grande. CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o - A presente Lei dá cumprimento

Leia mais

E PENSÕES Seminário Nacional Preparação para Aposentadoria - ANFIP

E PENSÕES Seminário Nacional Preparação para Aposentadoria - ANFIP APOSENTADORIAS E PENSÕES Seminário Nacional Preparação para Aposentadoria - ANFIP Valéria Porto Diretora do Departamento de Normas e Procedimentos Judiciais Brasília, 26 de outubro de 2010 Regras de Aposentadorias

Leia mais

Direito Previdenciário

Direito Previdenciário Direito Previdenciário Prof. Hugo Goes www.hugogoes.com.br SEGURADO EMPREGADO DOMÉSTICO Aquele que presta serviços de forma contínua, subordinada, onerosa e pessoal e de finalidade não lucrativa à pessoa

Leia mais

PEC DA PREVIDÊNCIA: que propostas podem atingir os servidores públicos federais?

PEC DA PREVIDÊNCIA: que propostas podem atingir os servidores públicos federais? PEC DA PREVIDÊNCIA: que propostas podem atingir os servidores públicos federais? Porto Alegre, dezembro de 2016 Letícia Kolton Rocha Grace Esteves Bortoluzzi 1 A proposta de Emenda à Constituição nº 287/2016

Leia mais

Além da previdência, a proposta também altera regras da Assistência Social, reduzindo a abrangência e a capacidade de proteção social.

Além da previdência, a proposta também altera regras da Assistência Social, reduzindo a abrangência e a capacidade de proteção social. NATAL LEO PRESIDENTE DO SINDICATO NACIONAL DOS APOSENTADOS, PESIONISTAS E IDOSOS UGT SINDIAPI UGT SECRETARIO ADJUNTO DA UGT NACIONAL PARA APOSENTADOS E IDOSOS SECRETARIO DE PREVIDÊNCIA E DA SEGURIDADE

Leia mais

No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para percepção deste beneficio.

No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para percepção deste beneficio. ESPÉCIES DE BENEFÍCIOS PARA OS SEGURADOS 1. APOSENTADORIA Aposentadoria por Invalidez No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para

Leia mais

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário Jose Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Junho de 2011 1 1. Introdução Desde

Leia mais

SALÁRIO DE BENEFÍCIO: ARTS. 31 A 34 DO DECRETO 3048/99 Prof. Andreson Castelucio 1. ITER PARA O CÁLCULO DO BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIO 2. CONCEITO DE SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO 3. CONCEITO DE SALÁRIO DE BENEFÍCIO

Leia mais

REQUISITOS PARA APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS

REQUISITOS PARA APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS REQUISITOS PARA APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS Fabiana Martins Maia Advogada Pós-graduanda em Direito Público Assessora Jurídica da Asscontas Em virtude das Emendas Constitucionais que

Leia mais

Diário Oficial da União - Seção 1 - págs. 1 a 3-18/06/15

Diário Oficial da União - Seção 1 - págs. 1 a 3-18/06/15 Diário Oficial da União - Seção 1 - págs. 1 a 3-18/06/15 Atos do Poder Legislativo LEI Nº 13.135, DE 17 DE JUNHO DE 2015 Altera as Leis nº 8.213, de 24 de julho de 1991, nº 10.876, de 2 de junho de 2004,

Leia mais

Números da Previdência Social

Números da Previdência Social Números da Previdência Social Segundo o Boletim Estatístico da Previdência Social, a aposentadoria média dos segurados vinculados ao RGPS é em torno de R$ 1.197,44. Mais de 70% dos segurados ganham um

Leia mais

Lei nº 3.311, de 30 de novembro de 1999 O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Lei nº 3.311, de 30 de novembro de 1999 O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Lei nº 3.311, de 30 de novembro de 1999 O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Dispõe sobre o regime previdenciário dos membros e servidores do Poder Legislativo e dá outras providências Faço saber que

Leia mais

REQUERIMENTO DE PENSÃO

REQUERIMENTO DE PENSÃO Versão 14 REQUERIMENTO DE PENSÃO SEGURADO (A) Segurado(a): CPF nº: Cargo: Órgão de origem: DATA DO ÓBITO: / / Ativo: ( ) Inativo: ( ) Falecimento motivado por acidente de qualquer natureza ou doença profissional

Leia mais

DICAS DE NOVEMBRO / 2014

DICAS DE NOVEMBRO / 2014 DICAS DE NOVEMBRO / 2014 DICA 01 O segurado especial é o único segurado da previdência social que poderá ter sua inscrição feita após sua morte. DICA 02 O benefício de prestação continuada da Assistência

Leia mais

APOSENTADORIA E SUAS MODALIDADES

APOSENTADORIA E SUAS MODALIDADES APOSENTADORIA E SUAS MODALIDADES PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS GRUPO TÉCNICO DE ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS Constituição da República Federativa do Brasil Alterada

Leia mais

Edição Número 128 de 06/07/2005

Edição Número 128 de 06/07/2005 Atos do Congresso Nacional Edição Número 128 de 06/07/2005 EMENDA CONSTITUCIONAL N o 47 Altera os arts. 37, 40, 195 e 201 da Constituição Federal, para dispor sobre a previdência social, e dá outras providências.

Leia mais

REGRAS DE APOSENTADORIA

REGRAS DE APOSENTADORIA REGRAS DE APOSENTADORIA Apresentação: O Instituto de Seguridade dos Servidores Municipais de Jaraguá do Sul Issem, iniciou no ano de 2007, com a adoção do Sistema Integrado de Informações Previdenciárias

Leia mais

REDAÇÃO FINAL MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676-A DE 2015 PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO Nº 15 DE 2015

REDAÇÃO FINAL MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676-A DE 2015 PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO Nº 15 DE 2015 REDAÇÃO FINAL MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676-A DE 2015 PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO Nº 15 DE 2015 Altera as Leis nºs 8.212, de 24 de julho de 1991, e 8.213, de 24 de julho de 1991, para tratar da associação do

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC. 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social:

DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC. 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social: DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social: a) é tripartite, a cargo do Poder Público, das empresas

Leia mais

PEC nº 287/2016 PROPOSTA DE REFORMA DE PREVIDÊNCIA 4º ENCONTRO DE GESTORES DE RPPS DO ESTADO DO MATO GROSSO - CUIABÁ - 07 DE DEZEMBRO DE 2016

PEC nº 287/2016 PROPOSTA DE REFORMA DE PREVIDÊNCIA 4º ENCONTRO DE GESTORES DE RPPS DO ESTADO DO MATO GROSSO - CUIABÁ - 07 DE DEZEMBRO DE 2016 PEC nº 287/2016 PROPOSTA DE REFORMA DE PREVIDÊNCIA 4º ENCONTRO DE GESTORES DE RPPS DO ESTADO DO MATO GROSSO - CUIABÁ - 07 DE DEZEMBRO DE 2016 PARTE 1 REFORMA - LINHAS GERAIS Razões para a Reforma Evolução

Leia mais

Quadro comparativo comentado da PEC 287/2016, sobre a reforma da previdência, com a legislação atual

Quadro comparativo comentado da PEC 287/2016, sobre a reforma da previdência, com a legislação atual Quadro comparativo comentado da 287/6, sobre a reforma da previdência, com a legislação atual Art. CF Tema Subtema Reforma da Previdência ( 287/6) Legislação atual Observações 37 Readaptação servidores

Leia mais

Nota Técnica: Proposta de Emenda à Constituição 287/2016

Nota Técnica: Proposta de Emenda à Constituição 287/2016 Nota Técnica: Proposta de Emenda à Constituição 287/2016 Da Tramitação: O Poder Executivo encaminhou, no dia 05/12/2016, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, que altera os artigos 37, 40,

Leia mais

Grupo de Gestão de Pessoas Coordenadoria de Recursos Humanos Secretaria de Saúde Governo do Estado de São Paulo

Grupo de Gestão de Pessoas Coordenadoria de Recursos Humanos Secretaria de Saúde Governo do Estado de São Paulo Grupo de Gestão de Pessoas Coordenadoria de Recursos Humanos Secretaria de Saúde Governo do Estado de São Paulo APOSENTADORIA Aposentar-se é uma mudança radical na vida do trabalhador e é essencial se

Leia mais

Funpresp A privatização da aposentadoria do servidor público

Funpresp A privatização da aposentadoria do servidor público Funpresp A privatização da aposentadoria do servidor público VIDA DOCENTE: PREVIDÊNCIA E CARREIRA APUBH SINDICATO DOS PROFESSORES UNIVERSIDADES FEDERAIS DE BELO HORIZONTE E MONTES CLAROS BELO HORIZONTE

Leia mais

1 de 7 14/03/2011 20:18 Publicado em nosso site 14/03/2011 Roteiro ATUALIZADO Informativo FISCOSoft - Auxílio-Reclusão - Roteiro de Procedimentos O auxílio-reclusão será devido nas mesmas condições da

Leia mais

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)...

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)... S u m á r i o Capítulo 1 Notas Introdutórias... 1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988...1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)...1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social...1 1.1.2.

Leia mais

Lei e MP Novas Regras para Previdência Social

Lei e MP Novas Regras para Previdência Social Lei 13.135 e MP 676 - Novas Regras para Previdência Social LEI N. 13.135, DE 17 DE JUNHO DE 2015 Altera as Leis nº 8.213, de 24 de julho de 1991, nº 10.876, de 2 de junho de 2004, nº 8.112, de 11 de dezembro

Leia mais

COMO APOSENTAR-SE NA PREVISCAM

COMO APOSENTAR-SE NA PREVISCAM . Município de Campo Mourão Cidade Escola PREVIDÊNCIA MUNICIPAL PREVISCAM Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Campo Mourão PR Autarquia Municipal - Criada pela Lei 718/90 - Alterada:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEXÂNIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEXÂNIA LEI COMPLEMENTAR Nº 927/2007. REFORMULA O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL, E REESTRUTURA O INSTITUTO DE PREVI- DÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE ALEXÂNIA ALEXÂNIA PREV E DÁ OUTRAS PRO-

Leia mais

Medida Provisória nº 529, de 2011

Medida Provisória nº 529, de 2011 Medida Provisória nº 529, de 2011 Altera os arts. 21 e 24 da Lei no 8.212, de 24 de julho de 1991, que dispõe sobre o Plano de Custeio da Previdência Social, para estabelecer alíquota diferenciada de contribuição

Leia mais

Resumo Aula-tema 03: Regimes da Previdência Social e os Beneficiários do Regime Geral

Resumo Aula-tema 03: Regimes da Previdência Social e os Beneficiários do Regime Geral Resumo Aula-tema 03: Regimes da Previdência Social e os Beneficiários do Regime Geral Nesta aula tema, serão estudados os regimes previdenciários vigentes no Brasil. Para tanto, cumpre, inicialmente, retomar

Leia mais

2. BPC Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social. Decreto nº6.214/2003 Alterado pelo Decreto nº de 2011

2. BPC Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social. Decreto nº6.214/2003 Alterado pelo Decreto nº de 2011 2. BPC Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social Decreto nº6.214/2003 Alterado pelo Decreto nº 7.617 de 2011 O BPC É a garantia de um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso,

Leia mais

ALTERAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS: MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664 POSTERIOR CONVERSÃO NA LEI Nº MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676/2015 2

ALTERAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS: MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664 POSTERIOR CONVERSÃO NA LEI Nº MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676/2015 2 ALTERAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS: MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664 POSTERIOR CONVERSÃO NA LEI Nº 13.135 1 MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676/2015 2 1 LEI 13.135/2015, Art. 5 o Os atos praticados com base em dispositivos da Medida

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO RESUMO DAS INFORMAÇÕES

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO RESUMO DAS INFORMAÇÕES RESUMO DAS INFORMAÇÕES Data de Corte DIA 23 APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS, DE ACORDO COM A RELAÇÃO DE BENEFICIO CONSIGNÁVEL. PENSÃO POR MORTE: ESPÉCIE 21 IDADE: 27 ANOS ATÉ 43 ANOS 11 MESES E 29 DIAS

Leia mais

ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA

ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA NOVAS REGRAS PARA : CONCESSÃO DA PENSÃO POR MORTE AUXÍLIO DOENÇA ATESTADOS MÉDICOS SEGURO DESEMPREGO ABONO SALARIAL SEGURO DESEMPREGO WEB RAIS 2014 No dia

Leia mais

ISSM. Instituto de Seguridade Social de Maricá Desde Agosto de Cartilha Previdenciária dos Sevidores Públicos Municipais de Maricá

ISSM. Instituto de Seguridade Social de Maricá Desde Agosto de Cartilha Previdenciária dos Sevidores Públicos Municipais de Maricá ISSM Instituto de Seguridade Social de Maricá Desde Agosto de 1991 Cartilha Previdenciária dos Sevidores Públicos Municipais de Maricá Educação previdenciária para assegurar o seu futuro ISSM 1814 1889

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17 Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17 EDITAL SISTEMATIZADO CARREIRAS FISCAIS... 19 1. Receita Federal do Brasil... 19 2. Ministério do Trabalho e Emprego... 21 CAPÍTULO

Leia mais

FICHA TÉCNICA TÍTULO PROPRIEDADE AUTOR MORADA DATA DE PUBLICAÇÃO

FICHA TÉCNICA TÍTULO PROPRIEDADE AUTOR MORADA DATA DE PUBLICAÇÃO FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio por Morte PROPRIEDADE Instituto Nacional de Segurança Social AUTOR Instituto Nacional de Segurança Social MORADA Rua Cirilo da Conceição e Silva, 42, 1º andar

Leia mais

Auditor Fiscal Seguridade Social Art. 201 CF Leandro Macedo

Auditor Fiscal Seguridade Social Art. 201 CF Leandro Macedo Auditor Fiscal Seguridade Social Art. 201 CF Leandro Macedo 2014 2015 Copyright. Curso Agora Eu Eu Passo - - Todos os direitos reservados ao ao autor. O RGPS NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL LEANDRO MACÊDO DEFINIÇÃO

Leia mais

CENTRO DE RECURSOS HUMANOS

CENTRO DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE RECURSOS HUMANOS MARCOS CANDIDO ANALISTA ADMINISTRATIVO CONTAGEM DE TEMPO - PROCEDIMENTOS CONTAGEM DE TEMPO - PROCEDIMENTOS CENTRO DE RECURSOS HUMANOS - CRH BOAS VINDAS... MSG Objetivo do treinamento

Leia mais

Resumo Aula-tema 04: Benefícios Previdenciários - Regras Gerais

Resumo Aula-tema 04: Benefícios Previdenciários - Regras Gerais Resumo Aula-tema 04: Benefícios Previdenciários - Regras Gerais O Regime Geral de Previdência Social compreende prestações, devidas inclusive em razão de eventos decorrentes de acidente do trabalho, expressas

Leia mais

Histórico Previdenciário período: 1998 à 2011.

Histórico Previdenciário período: 1998 à 2011. Rolando Rubens Malvásio Júnior. Coordenador Geral da FASUBRA Sindical. rolando@fasubra.org.br 0XX 61 9271.5042 Argumentos para o surgimento da EC 20? Inúmeros foram os argumentos apresentados pelo governo

Leia mais

CARTILHA INFORMATIVA DE APOSENTADORIA

CARTILHA INFORMATIVA DE APOSENTADORIA CARTILHA INFORMATIVA DE APOSENTADORIA Esta cartilha tem a finalidade de esclarecer as formas e os requisitos da aposentadoria para os servidores do Ministério da Saúde. Agosto/2016 CARO LEITOR, Esta cartilha

Leia mais

A Sua Senhoria, a Senhora, Professora Eblin Joseph Farage, Presidente do Sindicato Nacional dos Docentes de Ensino Superior ANDES/SN

A Sua Senhoria, a Senhora, Professora Eblin Joseph Farage, Presidente do Sindicato Nacional dos Docentes de Ensino Superior ANDES/SN 1 Brasília, 07 de dezembro de 2016. A Sua Senhoria, a Senhora, Professora Eblin Joseph Farage, Presidente do Sindicato Nacional dos Docentes de Ensino Superior ANDES/SN BREVE ANÁLISE: TEXTO PRELIMINAR

Leia mais

Estamos vivendo a AGEING SOCIETY

Estamos vivendo a AGEING SOCIETY Estamos vivendo a AGEING SOCIETY HC monitora crianças em busca de longevidade - O Estado de São Paulo, 16/09/07. Expectativa de vida de 150 anos (Instituto Barshop - Universidade do Texas EUA) Isto É,

Leia mais