O Impacto da. Política Pública sobre Oferta e Demanda. Copyright 2004 South-Western

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Impacto da. Política Pública sobre Oferta e Demanda. Copyright 2004 South-Western"

Transcrição

1 O Impacto da 6 Política Pública sobre Oferta e Demanda Copyright 2004 South-Western

2 Oferta, Demanda e Política Pública Em um mercado livre e desregulado, as forças de mercado determinam os preços de equilíbrio e as quantidades produzidas, trocadas e consumidas. Quando a alocação de mercado é ineficiente, há espaço para intervenção da política pública. Mesmo que o equilíbrio seja eficiente (não há desperdício), pode haver pessoas em uma situação econômica ruim.

3 Controles de Preços São usados quando o preço de mercado parece injusto para compradores ou vendedores. Podem ser mínimos ou máximos.

4 Controles de Preços Teto Um máximo legal ao qual o produto pode ser vendido. Piso Um mínimo legal ao qual o produto pode ser vendido.

5 Impacto do Teto sobre o Equilíbrio Há dois resultados possíveis em um mercado competitivo: Não há impacto se o teto está acima do preço de equilíbrio. Há excesso de demanda (escassez) se o teto estiver abaixo do preço de equilíbrio.

6 Impacto do Teto sobre o Equilíbrio Efeitos de Teto para preços: Escassez, pois Q D > Q S. Exemplo: energia elétrica racionamento Filas ou seleção de compradores

7 Exemplo: Controle de Aluguel Controle de aluguel é um teto no valor do aluguel que os proprietários podem cobrar. O objetivo é facilitar o acesso dos mais pobres a moradia.

8 Copyright 2003 Southwestern/Thomson Learning Controle de Aluguel no Curto Prazo Valor do Aluguel (a) Controle de Aluguel no curto prazo (oferta e demanda são inelásticas) Oferta Teto Escassez Demanda 0 Quantidade de residências

9 Copyright 2003 Southwestern/Thomson Learning Controle de Aluguel no Longo Prazo Valor do Aluguel (b) Controle de Aluguel no longo prazo (oferta e demanda são elásticas) Oferta Teto Escassez Demanda 0 Quantidade de Residências

10 Impacto do Piso sobre o Equilíbrio Analogamente, o Piso para preços gera excedente quando estiver acima do preço de equilíbrio. Nesse caso, Q D < Q S. Exemplo: preços mínimos para agricultura. Não há impacto se o preço mínimo estiver abaixo do preço de equilíbrio.

11 Salário Mínimo Como visto, um dos principais exemplos de piso para preços é o salário mínimo: valor mínimo para o trabalho. Como o trabalho é um fator de produção (ou seja, um bem intermediário, e não um bem final), os compradores são as firmas, e os vendedores são os indivíduos. Nesse caso, portanto, as firmas estão do lado da demanda, e os trabalhadores estão do lado da oferta.

12 Copyright 2003 Southwestern/Thomson Learning Salário Mínimo Salário Salário mínimo Excesso de Oferta (desemprego) Oferta de trabalho (trabalhadores) Demanda por trabalho (firmas) 0 Quantity demanded Quantity supplied Trabalho

13 Tributação O objetivo da tributação é arrecadar recursos para projetos públicos. A motivação pode ser melhorar o equilíbrio de mercado em relação a eficiência ou a equidade.

14 Impacto de Tributos sobre Compradores ou Vendedores Tributos desestimulam o mercado. A quantidade transacionada diminui quando um imposto é implementado. Compradores e vendedores dividem o tributo mesmo que, formalmente, a incidência recaia sobre apenas um deles.

15 Elasticidade e Incidência Tributária Incidência Tributária é a distribuição do tributo arrecadado entre os participantes do mercado. Há um novo equilíbrio de mercado sob tributação. Os compradores pagam mais e os vendedores recebem menos em relação ao equilíbrio anterior.

16 Copyright 2003 Southwestern/Thomson Learning Tributo sobre compradores Preço Preço ao Comprador Oferta, S 1 Preço sem tributo Preço ao vendedor $ Tributo ($0.50) Equilíbrio com tributo Equilíbrio sem tributo O tributo sobre compradores desloca a para baixo em ($0.50). D 1 D Quantidade

17 Copyright 2003 Southwestern/Thomson Learning Tributo sobre vendedores Preço ao comprador Preço Preço Sem tributo $ Equilíbrio com tributo Tributo ($0.50) S 2 S 1 Oferta desloca para cima com o tributo Equilíbrio sem tributo Preço ao vendedor Demanda, D Quantidade

18 Copyright 2003 Southwestern/Thomson Learning Imposto sobre salário Salário Oferta de Trabalho Salário pago Salário sem tributo Diferença Salário recebido Demanda por trabalho 0 Quantidade

19 Elasticidade e Incidência Tributária Qual é a proporção da tributação sobre compradores e vendedores? Qual é a diferença entre tributos sobre compradores e sobre vendedores? As respostas dependem da elasticidade da oferta e da demanda.

20 Copyright 2003 Southwestern/Thomson Learning Indicência Tributária (a) Oferta Elástica, Demanda Inelástica Preço Preço ao consumidor 1. Oferta mais elástica Oferta Preço sem tributo Preço ao vendedor Tributo 2. A incidência é maior sobre consumidores 3. Que sobre produtores Demanda 0 Quantidade

21 Copyright 2003 Southwestern/Thomson Learning Incidência Tributária (b) Oferta inelástica, demanda elástica Preço 1. Demanda mais elástica Preço ao consumidor Preço sem tributo Tributo Oferta 3. Que sobre consumidores. Preço ao vendedor 2. Incidência do tributo é maior sobre vendedores Demanda 0 Quantidade

22 Elasticidade e Incidência Tributária A maior parte da incidência tributária recai sobre o lado do mercado menos elástico, pois há menos espaço para ajustes.

Oferta, Demanda, e Políticas Econômicas do Governo

Oferta, Demanda, e Políticas Econômicas do Governo Oferta, Demanda, e Políticas Econômicas do Governo à Economia Mankiw, N.G. Capítulo 6 Copyright 2001 by Harcourt, Inc. All rights reserved. Requests for permission to make copies of any part of the work

Leia mais

3 Mercados e Bem-Estar Econômico

3 Mercados e Bem-Estar Econômico 3 Mercados e Bem-Estar Econômico Eficiência e 7 Bem-Estar Revendo o Equilíbrio de Mercado O equilíbrio de mercado maximiza o bem-estar total de compradores e vendedores? O equilíbrio reflete a alocação

Leia mais

Elasticidade. Copyright 2004 South-Western

Elasticidade. Copyright 2004 South-Western Elasticidade 5 Copyright 2004 South-Western Copyright 2004 South-Western/Thomson Learning Elasticidade Permite analisar oferta e demanda com precisão. Mede o quanto compradores e vendedores respondem a

Leia mais

Capítulo 6 Oferta, Demanda e Políticas do Governo

Capítulo 6 Oferta, Demanda e Políticas do Governo Capítulo 6 Oferta, emanda e Políticas do Governo Lista de Exercícios 1. O preço máximo é obrigatório quando estabelecido a. acima do preço de equlíbrio, causando escassez. b. acima do preço de equlíbrio,

Leia mais

Introdução a Economia Cap 4

Introdução a Economia Cap 4 Introdução a Economia Cap 4 Feliciano Azuaga Departamento de Economia Unemat Sinop Mercado odução a Economia Aula 1 Oferta e demanda são duas palavras que os economistas usam muito Oferta e demanda são

Leia mais

ão: Custos da Tributação

ão: Custos da Tributação Aplicação ão: Custos da Tributação Introdução à Economia Mankiw, N.G. Capítulo 8 Copyright 2001 by Harcourt, Inc. All rights reserved. Requests for permission to make copies of any part of the work should

Leia mais

Elasticidade e Suas Aplicações

Elasticidade e Suas Aplicações Elasticidade e Suas Aplicações à Economia Mankiw, N.G. Capítulo 5 Motivação A Embrapa lança um novo híbrido de milho que aumenta em 20% a produtividade (kg/ha). Como reagir a essa notícia? Será que deve

Leia mais

preço das matérias primas e dos fatores de

preço das matérias primas e dos fatores de Oferta Individual versus Oferta de Mercado A oferta de determinado bem depende de vários fatores: preço do próprio bem preço das matérias primas e dos fatores de produção tecnologia utilizada Oferta Individual

Leia mais

Finanças Públicas: Incidência Tributária Notas de Aula Prof. Giácomo Balbinotto

Finanças Públicas: Incidência Tributária Notas de Aula Prof. Giácomo Balbinotto Finanças Públicas: Incidência Tributária Notas de Aula Prof. Giácomo Balbinotto Alguns fatos estilizados Carga Tributária Nacional (em R$ bilhões) 2001 2002 PIB corrente 1.200 1.321 Tributos federais 278

Leia mais

Fundamentos de Microeconomia

Fundamentos de Microeconomia Fundamentos de Microeconomia Capítulo 4. Análise de mercados competitivos Ciclo Básico 2 período / 2012 Graduação em Ciências Econômicas V. Filipe Martins-da-Rocha (FGV) Fundamentos de Microeconomia 2

Leia mais

Sumário, aula 13. Impostos/subsídios. Impostos/subsídios. Impostos/subsídios. Impostos/subsídios. Impostos/subsídios

Sumário, aula 13. Impostos/subsídios. Impostos/subsídios. Impostos/subsídios. Impostos/subsídios. Impostos/subsídios Sumário, aula 13 Intervenções do Governo Exercícios sobre Subsídios e Impostos Distribuição dos benefícios Efeito dos I/S em função da elasticidade Em equilíbrio de mercado O preço de venda é igual ao

Leia mais

Introdução à. Macroeconomia

Introdução à. Macroeconomia Introdução à Prof. Fabini Hoelz Bargas Alvarez IBMEC-RJ / UCP O que é? É o estudo da economia como um todo, pois analisa a economia através de suas variáveis fortemente agregadas. Abrange o comportamento

Leia mais

2.1 - SISTEMA ECONÔMICO

2.1 - SISTEMA ECONÔMICO Sistemas Econômicos 2.1 - SISTEMA ECONÔMICO Um sistema econômico pode ser definido como a forma na qual uma sociedade está organizada em termos políticos, econômicos e sociais para desenvolver as atividades

Leia mais

Lista de exercícios 5 Microeconomia 1

Lista de exercícios 5 Microeconomia 1 Lista de exercícios 5 Microeconomia 1 Graduação em economia Exercícios para entrega 08 de junho de 2016 Exercício 1. Uma empresa produz bolas de gude e possui a seguinte função de produção: Q = 2(KL) 0.5,

Leia mais

Mercados e Fundamentos da Oferta e Demanda. Mankiw (Cap 4)

Mercados e Fundamentos da Oferta e Demanda. Mankiw (Cap 4) Mercados e Fundamentos da Oferta e Demanda Mankiw (Cap 4) 1 As Forças de Mercado da Oferta e da Demanda Oferta e demanda são duas palavras que quem trabalha com economia usa frequentemente. Oferta e demanda

Leia mais

Economia para Engenharia

Economia para Engenharia Economia para Engenharia Eng. Telecomunicações Aula 03 rev. 01 abrul/16 Roteiro» Introdução» Estrutura de mercado» Sistemas econômicos Capitalismo; Socialismo; Economia Mista;» Divisão do estudo econômico»

Leia mais

INTRODUÇÃO À ECONOMIA PARA ENGENHEIROS CAPÍTULO 2 - OS FUNDAMENTOS DA OFERTA E DA DEMANDA - PINDYCK

INTRODUÇÃO À ECONOMIA PARA ENGENHEIROS CAPÍTULO 2 - OS FUNDAMENTOS DA OFERTA E DA DEMANDA - PINDYCK INTROUÇÃO À ECONOMIA ARA ENGENHEIRO CAÍTULO 2 - O FUNAMENTO A OFERTA E A EMANA - INYCK 1 uponhamos que um clima excepcionalmente quente ocasione um deslocamento para a direita na curva da demanda de sorvete

Leia mais

Universidade Federal de Pelotas Disciplina de Direito e Economia Professor Rodrigo Nobre Fernandez. Lista de Exercícios 1 - Gabarito

Universidade Federal de Pelotas Disciplina de Direito e Economia Professor Rodrigo Nobre Fernandez. Lista de Exercícios 1 - Gabarito Universidade Federal de Pelotas Disciplina de Direito e Economia Professor Rodrigo Nobre Fernandez Lista de Exercícios 1 - Gabarito 1. Você ganhou R$ 100 em um bolão e pode escolher entre gastar o dinheiro

Leia mais

TEORIA ECONÔMICA I. Princípios de Microeconomia

TEORIA ECONÔMICA I. Princípios de Microeconomia TEORIA ECONÔMICA I Princípios de Microeconomia INTRODUÇÃO À MICROECONOMIA A MICROECONOMIA é também conhecida como teoria dos preços, pois analisa a formação de preços no mercado. PRESSUPOSTOS BÁSICOS DA

Leia mais

Oferta e Demanda II: mercados e bem-estar

Oferta e Demanda II: mercados e bem-estar Consumidores, produtores e eficiência dos mercados Produtores sempre desejam receber mais por seus produtos... Consumidores sempre reclama dos preços e desejam pagar menos... Qual o preço certo do ponto

Leia mais

Curso: Administração Período 2º Ano/Sem: 2011/2. Disciplina: Microeconomia CH. Semanal: 4 h/aula CH Total: 64 h/aula

Curso: Administração Período 2º Ano/Sem: 2011/2. Disciplina: Microeconomia CH. Semanal: 4 h/aula CH Total: 64 h/aula MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS PLANO DE ENSINO Curso: Administração Período 2º Ano/Sem:

Leia mais

- Desenvolver no aluno aluno a capacidade de raciocinar criticamente por meio das análises microeconômicas.

- Desenvolver no aluno aluno a capacidade de raciocinar criticamente por meio das análises microeconômicas. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS PLANO DE ENSINO Disciplina: Fundamentos de Economia

Leia mais

TP043 Microeconomia 11/11/2009 AULA 19 Bibliografia: PINDYCK capítulo 10

TP043 Microeconomia 11/11/2009 AULA 19 Bibliografia: PINDYCK capítulo 10 TP043 Microeconomia 11/11/2009 AULA 19 Bibliografia: PINDYCK capítulo 10 DESLOCAMENTOS DA DEMANDA: No mercado monopolista não existe uma curva de oferta. A cada movimentação da demanda a oferta se modifica,

Leia mais

DFB 2006 Economia para Advogados: Microeconomia. 1 a prova turma B

DFB 2006 Economia para Advogados: Microeconomia. 1 a prova turma B DFB 2006 Economia para Advogados: Microeconomia. 1 a prova turma B Roberto Guena de Oliveira 18 de maio de 2010 1. Suponha que o governo queira aumentar sua arrecadação tributária e que, para esse fim,

Leia mais

PLANO DE ENSINO Disciplina: Fundamentos de Economia I CHS: 64

PLANO DE ENSINO Disciplina: Fundamentos de Economia I CHS: 64 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PLANO DE ENSINO Disciplina: Fundamentos de Economia

Leia mais

UNIDADE III TRIBUTAÇÃO RECEITA PÚBLICA ORÇAMENTO PÚBLICO. Orçamento Público. Orçamento Público

UNIDADE III TRIBUTAÇÃO RECEITA PÚBLICA ORÇAMENTO PÚBLICO. Orçamento Público. Orçamento Público ORÇAMENTO PÚBLICO UNIDADE III TRIBUTAÇÃO RECEITA PÚBLICA 112 Principais categorias de tributos Do ponto de vista da base econômica, os tributos podem ser classificados em três grandes categorias: Impostos

Leia mais

NOME COMPLETO Nº INFORMÁTICO: TURMA: BOM TRABALHO

NOME COMPLETO Nº INFORMÁTICO: TURMA: BOM TRABALHO CURSOS: COMÉRCIO INTERNACIONAL E MARKETING Economia I Exame de época normal: 9 de Fevereiro de 2013 V2 - Tempo de duração da prova: 2 horas. - Explicite todos os cálculos que tiver de efetuar, bem como

Leia mais

Parte 1: Oferta, demanda e equilíbrio de mercado. Parte 2: Elasticidades. O conceito de utilidade marginal. Microeconomia - Prof. Marco A.

Parte 1: Oferta, demanda e equilíbrio de mercado. Parte 2: Elasticidades. O conceito de utilidade marginal. Microeconomia - Prof. Marco A. A lei da oferta e Parte 1: Oferta, e equilíbrio de mercado Parte 2: Elasticidades Prof. Ms. Marco A. Arbex marco.arbex@live.estacio.br BLOG: www.marcoarbex.wordpress.com Dois reais......e noventa centavos

Leia mais

TEORIA ELEMENTAR DE FUNCIONAMENTO DO MERCADO. Teoria da Demanda Teoria da Oferta Equilíbrio de Mercado Elasticidade Aplicações da Teoria de Mercado

TEORIA ELEMENTAR DE FUNCIONAMENTO DO MERCADO. Teoria da Demanda Teoria da Oferta Equilíbrio de Mercado Elasticidade Aplicações da Teoria de Mercado TEORIA ELEMENTAR DE FUNCIONAMENTO DO MERCADO Teoria da Demanda Teoria da Oferta Equilíbrio de Mercado Elasticidade Aplicações da Teoria de Mercado Teoria da Demanda Demanda Individual definição Determinantes

Leia mais

FLUXO CIRCULAR DA RENDA: A INTERAÇÃO ENTRE OS AGENTES ECONÔMICOS

FLUXO CIRCULAR DA RENDA: A INTERAÇÃO ENTRE OS AGENTES ECONÔMICOS FLUXO CIRCULAR DA RENDA: A INTERAÇÃO ENTRE OS AGENTES ECONÔMICOS MERCADO DE BENS E SERVIÇOS O QUE E QUANTO PRODUZIR FAMÍLIAS COMO PRODUZIR PARA QUEM PRODUZIR MERCADO DE FATORES DE PRODUÇÃO FLUXO REAL Introdução

Leia mais

ELASTICIDADE: UMA MEDIDA DE CAPACIDADE DE RESPOSTA 3-1

ELASTICIDADE: UMA MEDIDA DE CAPACIDADE DE RESPOSTA 3-1 ELASTICIDADE: UMA MEDIDA DE CAPACIDADE DE RESPOSTA 3-1 Conceito de elasticidade Elasticidade é uma medida de sensibilidade de resposta das pessoas a mudanças em variáveis econômicas. 3-2 Conceito de elasticidade

Leia mais

Curso de Difusão FDRP/USP Fashion Law Direito e Moda

Curso de Difusão FDRP/USP Fashion Law Direito e Moda 1- O critério de classificação será socioeconômico; BOLSA DE ESTUDOS - ORIENTAÇÕES GERAIS 2- A solicitação da Bolsa somente será efetivada mediante o preenchimento e envio, do formulário socioeconômico

Leia mais

Salário Mínimo e Distribuição de Renda

Salário Mínimo e Distribuição de Renda Salário Mínimo e Distribuição de Renda André Portela Souza C-Micro/EESP-FGV Seminário Politica de Salário Mínimo - IBRE/FGV Rio de Janeiro, Maio de 2014 Estrutura da apresentação 1. Breve discussão normativa

Leia mais

COMÉRCIO E INVESTIMENTO INTERNACIONAIS PROF. MARTA LEMME 2º SEMESTRE 2011

COMÉRCIO E INVESTIMENTO INTERNACIONAIS PROF. MARTA LEMME 2º SEMESTRE 2011 COMÉRCIO E INVESTIMENTO INTERNACIONAIS PROF. MARTA LEMME 2º SEMESTRE 2011 1 Comércio internacional com efeitos sobre distribuição de renda Recursos não podem se mover imediatamente ou sem custos de uma

Leia mais

DEZ MOTIVOS PARA ESTUDAR NO CES-CL

DEZ MOTIVOS PARA ESTUDAR NO CES-CL NOTÍCIAS DO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE CONSELHEIRO LAFAIETE CES-CL DEZ MOTIVOS PARA ESTUDAR NO CES-CL Vista dos Prédios do Centro de Ensino Superior de Cons. Lafaiete. 1) Cursos Reconhecidos pelo MEC.

Leia mais

- Desenvolver no aluno aluno a capacidade de raciocinar criticamente por meio das análises microeconômicas.

- Desenvolver no aluno aluno a capacidade de raciocinar criticamente por meio das análises microeconômicas. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PLANO DE ENSINO Disciplina: Economia I CHS: 64 Curso:

Leia mais

Modelo da Procura e da Oferta

Modelo da Procura e da Oferta Modelo da rocura e da Oferta IT, LEGI - Teoria Económica II Margarida Catalão Lopes 1 Mercado: local de encontro da oferta (os que tentam vender) e da procura (os que desejam comprar), onde se determinam

Leia mais

MICROECONOMIA AULA 02 Prof. Jorge Junior

MICROECONOMIA AULA 02 Prof. Jorge Junior MICROECONOMIA AULA 02 Prof. Jorge Junior AULA SOBRE ELASTICIDADE a) CONCEITO: Elasticidade se refere à um tipo de sensibilidade, tem a ver com variações co-relacionadas. Por exemplo: Se eu digo que a demanda

Leia mais

A Agenda da Reforma: Financiamento. Apresentação para o Seminário Reforma da Previdência: uma Oportunidade para o Brasil

A Agenda da Reforma: Financiamento. Apresentação para o Seminário Reforma da Previdência: uma Oportunidade para o Brasil A Agenda da Reforma: Financiamento Apresentação para o Seminário Reforma da Previdência: uma Oportunidade para o Brasil Bernard Appy 04/04/2016 Financiamento 2 Problemas do modelo de financiamento Síntese

Leia mais

Sistema Monetário e Inflação. Copyright 2004 South-Western

Sistema Monetário e Inflação. Copyright 2004 South-Western Sistema Monetário e Inflação 29 Moeda Moeda é o conjunto de ativos na econoima que as pessoas usam regularmente para trocar por bens e serviços. Funções da Moeda A moeda tem três funções na economia: Meio

Leia mais

Administração AULA- 8. Economia Elasticidade. Prof. Isnard Martins. Bibliografia: Rosseti J. Introdução à Economia. Atlas Isnard Martins Pag - 1

Administração AULA- 8. Economia Elasticidade. Prof. Isnard Martins. Bibliografia: Rosseti J. Introdução à Economia. Atlas Isnard Martins Pag - 1 Administração AULA- 8 1 Economia Prof. Isnard Martins Bibliografia: Rosseti J. Introdução à Economia. Atlas 2006 Robert Heilbroner Micro Economia N.Gregory Mankiw Isnard Martins Pag - 1 As curvas apresentam

Leia mais

Economia? Conceito. Objeto QUESTÃO CENTRAL. Análise Microeconômica I Assuntos Preliminares RACIONALIDADE ECONÔMICA. Econ.

Economia? Conceito. Objeto QUESTÃO CENTRAL. Análise Microeconômica I Assuntos Preliminares RACIONALIDADE ECONÔMICA. Econ. Economia? Análise Microeconômica I Econ. Edilson Aguiais Material Disponível em: www.puc.aguiais.com.br microeconomia ou teoria de formação de preços: exame da formação de preços em mercados específicos.

Leia mais

Sumário. Gestão Empresarial e Economia. Economia. Microeconomia. Mercado e concorrência perfeita Procura. Oferta. Equilíbrio de mercado

Sumário. Gestão Empresarial e Economia. Economia. Microeconomia. Mercado e concorrência perfeita Procura. Oferta. Equilíbrio de mercado Gestão Empresarial e Economia Economia Microeconomia Sumário Mercado e concorrência perfeita Procura o Procura individual o Procura de mercado Oferta o Oferta individual o Oferta de mercado Equilíbrio

Leia mais

MERCADO: OFERTA X DEMANDA OFERTA - ELASTICIDADE

MERCADO: OFERTA X DEMANDA OFERTA - ELASTICIDADE MERCADO: OFERTA X DEMANDA OFERTA - ELASTICIDADE 2º SEMESTRE 2011 Definição Medida de Sensibilidade da Oferta A elasticidade-preço da oferta é a medida da sensibilidade da quantidade ofertada de um bem

Leia mais

ECONOMIA DA INFORMAÇÃO 2/3/2009

ECONOMIA DA INFORMAÇÃO 2/3/2009 O Problema de Seleção Adversa O Prof. Giácomo Balbinotto Neto ECONOMIA DA INFORMAÇÃO Modelo de Pashigian (1998, p.520-532) Uma análise informal - Assumimos uma situação na qual os vendedores estão melhor

Leia mais

Economia. Sumário. Prof.Carlos NEMER 1. Conceito. Elasticidade da Demanda e da Oferta

Economia. Sumário. Prof.Carlos NEMER 1. Conceito. Elasticidade da Demanda e da Oferta Economia Carlos Nemer 3ª Ed. Capítulo 6: Elasticidade da Demanda e da Oferta Poli-UFRJ Copyright 2005. Direitos Autorais reservados ao II-6-1 43/01 05 Sumário 1. Conceito; 2. ; 3. Elasticidade- Cruzada

Leia mais

Tradicionalmente, classificam se os sistemas econômicos em:

Tradicionalmente, classificam se os sistemas econômicos em: Módulo 3 O Sistema Econômico 3.1. O que vem a ser um sistema econômico? Sabe se que a economia de cada país funciona de maneira distinta, no entanto podemos dizer que, em linhas gerais, a maior parte dos

Leia mais

ESTRUTURAS DE MERCADO. Fundamentos de Economia e Mercado

ESTRUTURAS DE MERCADO. Fundamentos de Economia e Mercado ESTRUTURAS DE MERCADO Fundamentos de Economia e Mercado ESTRUTURAS DE MERCADO As várias formas ou estruturas de mercados dependem fundamentalmente de três características: 1. Número de empresas que compõe

Leia mais

Receita, Custo e Lucro

Receita, Custo e Lucro eceita, Custo e ucro eceita total eceita total ou, simplesmente, eceita é a quantia monetária recebida por uma empresa com a venda de seus produtos. Supondo que a empresa vende apenas um produto e que

Leia mais

Elasticidades da demanda. Elasticidades da demanda. Elasticidades da demanda

Elasticidades da demanda. Elasticidades da demanda. Elasticidades da demanda Elasticidade Capítulo III Em geral, a elasticidade é uma medida da sensibilidade de uma variável em relação a outra. Ela nos informa a variação percentual em uma variável em decorrência da variação de

Leia mais

Modelo de Factores Específicos

Modelo de Factores Específicos Modelo de Factores Específicos Introdução No modelo de Ricardo o comércio leva à especialização produtiva com cada país a deslocar os factores produtivos dos sectores em que são mais ineficientes para

Leia mais

Renda Básica de Cidadania no Contexto Fiscal Brasileiro (Orçamento e tributação)

Renda Básica de Cidadania no Contexto Fiscal Brasileiro (Orçamento e tributação) Renda Básica de Cidadania no Contexto Fiscal Brasileiro (Orçamento e tributação) Prof. Evilasio Salvador Universidade de Brasília (UnB) Pós-Graduação em Política Social evilasioss@unb.br Fundo Público

Leia mais

Título Os governadores e a redução da conta de luz Veículo Revista DC Análise Data 30 Junho 2012 Autor Claudio J. D. Sales

Título Os governadores e a redução da conta de luz Veículo Revista DC Análise Data 30 Junho 2012 Autor Claudio J. D. Sales Título Os governadores e a redução da conta de luz Veículo Revista DC Análise Data 30 Junho 2012 Autor Claudio J. D. Sales Em qualquer país e em qualquer setor econômico é necessário que o sistema tributário

Leia mais

MICROECONOMIA TÓPICOS DE RESOLUÇÃO

MICROECONOMIA TÓPICOS DE RESOLUÇÃO MICROECONOMIA TÓICOS DE RESOLUÇÃO 3. rocura, Oferta e Equilíbrio de Mercado 3.1) Com base nas leis da procura e da oferta, diga como se alteram o preço e a quantidade de equilíbrio no mercado relevante,

Leia mais

Macroeconomia. Diagrama do Fluxo Circular. Entendendo a Economia. Renda e Gastos de Uma Economia. Métodos Para Contar a Economia

Macroeconomia. Diagrama do Fluxo Circular. Entendendo a Economia. Renda e Gastos de Uma Economia. Métodos Para Contar a Economia 22. Medindo a Renda de Uma Nação Macroeconomia Macro: Estudo da economia como um todo. Tem como objetivo explicar as mudanças econômicas que afetam indivíduos, firmas e os mercados. Micro: É o estudo de

Leia mais

Salário Mínimo e Distribuição de Renda no Brasil Potencial e Limites

Salário Mínimo e Distribuição de Renda no Brasil Potencial e Limites Salário Mínimo e Distribuição de Renda no Brasil Potencial e Limites João Saboia Instituto de Economia - UFRJ 7 e 8 de Maio de 2014 Seminário Política de Salário Mínimo para 2015-2018 Avaliações de Impacto

Leia mais

Monopólio Puro. Capítulo 24 (Varian) Monopólio Puro. Porque Monopólios? Monopólio

Monopólio Puro. Capítulo 24 (Varian) Monopólio Puro. Porque Monopólios? Monopólio Monopólio Puro Monopólio Capítulo 24 (Varian) Um mercado monopolizado tem um vendedor único. A curva de demanda do monopolista é a curva de demanda do mercado (inclinação negativa). Então o monopolista

Leia mais

Introdução à economia: microeconomia

Introdução à economia: microeconomia Introdução à economia: microeconomia Prof. Salomão Neves 1 2 Quem é o Prof. Salomão Neves? Titulação Área Local Bacharel Especialização Mestrado Doutorado Ciências Econômicas Administração de Empresas

Leia mais

FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA.

FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA. FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA gleicilene@unifei.edu.br Formação do Preço de Venda Fatores que influenciam a formação de preço de um produto ou serviço: Decisões da Concorrência: preço corrente, limitação

Leia mais

Capítulo 6. Informação Assimétrica

Capítulo 6. Informação Assimétrica Universidade Federal do Rio Grande do Sul Faculdade de Ciências Econômicas Departamento de Economia Disciplina: Teoria Microeconômica II Autores: Luciano Marchese Silva e Camila Steffens Capítulo 6 Informação

Leia mais

SISTEMA TRIBUTÁRIO NACIONAL E

SISTEMA TRIBUTÁRIO NACIONAL E SISTEMA TRIBUTÁRIO NACIONAL E SEGURIDADE - DIEESE - REUNIÃO DA DSND Rosane Maia 17 de junho de 2009 SISTEMA TRIBUTÁRIO NACIONAL E SEGURIDADE APRESENTAÇÃO: I - A EXPERIÊNCIA DO OBSERVATÓRIO DE EQUIDADE

Leia mais

Financiamento da previdência e necessidade de separação de benefícios previdenciários e assistenciais

Financiamento da previdência e necessidade de separação de benefícios previdenciários e assistenciais Financiamento da previdência e necessidade de separação de benefícios previdenciários e assistenciais Apresentação para o Seminário Insper: Previdência Social: Problemas e Soluções Bernard Appy 10/06/2016

Leia mais

Introdução a Microeconomia. Aula 4 Isnard Martins. Bibliografia capitulo 4, capítulo 1 Material de Aula Estácio de Sá

Introdução a Microeconomia. Aula 4 Isnard Martins. Bibliografia capitulo 4, capítulo 1 Material de Aula Estácio de Sá Introdução a Microeconomia Aula 4 Isnard Martins Bibliografia capitulo 4, capítulo 1 Material de Aula Estácio de Sá Rosseti J. Introdução à Economia. Atlas 2006 2 FUNDAMENTOS DE ECONOMIA Autonomia e Inter-relação:

Leia mais

ECONOMIA EMPRESARIAL

ECONOMIA EMPRESARIAL Parte 1 ECONOMIA EMPRESARIAL Profa. Ms. Sandra Costa OBJETIVO capacitar executivos capazes de compreender os impactos da política econômica nas organizações e atuar nas decisões estratégicas das empresas;

Leia mais

Administração AULA- 5. ER0199 Economia Mercados Oferta & Procura. Prof. Isnard Martins. Bibliografia: Rosseti J. Introdução à Economia.

Administração AULA- 5. ER0199 Economia Mercados Oferta & Procura. Prof. Isnard Martins. Bibliografia: Rosseti J. Introdução à Economia. Administração AULA- 5 1 ER0199 Economia Mercados Oferta & Procura Prof. Isnard Martins Bibliografia: Rosseti J. Introdução à Economia. Atlas 2006 Robert Heilbroner Micro Economia N.Gregory Mankiw Isnard

Leia mais

Esquemas de financiamento utilizados na expansão de cobertura

Esquemas de financiamento utilizados na expansão de cobertura Esquemas de financiamento utilizados na expansão de cobertura Financiamento da Previdência e da Seguridade Social no Brasil Paulo Tafner e Fabio Giambiagi Buenos Aires, maio/2010 Estrutura da Seguridade

Leia mais

CAPTAÇÃO DE VALOR Estratégias de Preço

CAPTAÇÃO DE VALOR Estratégias de Preço CAPTAÇÃO DE VALOR Estratégias de Preço Quem gera receita e despesa no mix? Necessidades Percepção do consumidor Benefícios Captação de Valor Estratégias de Preço Conceito de preço Quantidade de $ que um

Leia mais

EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO CONSUMIDOR VII Rendimento total, médio e marginal e conceito de elasticidade aplicado á procura e á oferta

EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO CONSUMIDOR VII Rendimento total, médio e marginal e conceito de elasticidade aplicado á procura e á oferta EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO CONSUMIDOR VII Rendimento total, médio e marginal e conceito de elasticidade aplicado á procura e á oferta Exercício Nº 1 Defina e caracterize os seguintes conceitos: a) Receita

Leia mais

Curso: Sistemas de Informação 13/04/2006 Economia e Gestão Financeira 1º Avaliação Prof. Ivaldir Vaz

Curso: Sistemas de Informação 13/04/2006 Economia e Gestão Financeira 1º Avaliação Prof. Ivaldir Vaz 1 1. O problema fundamental com o qual a Economia se preocupa é: a) A pobreza. b) O controle dos bens produzidos. c) A escassez. d) A taxação daqueles que recebem toda e qualquer espécie de renda. e) A

Leia mais

UC: Economia da Empresa

UC: Economia da Empresa UC: Economia da Empresa 8ª Sessão Curso: Licenciatura em Gestão de Marketing Docente: Nuno J. Farinha 1 2. 3. Análise da Procura da Procura e da Oferta e da Oferta - Aplicações Elasticidade da Procura

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS ISSN 1678-1988 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS TEXTO DE DISCUSSÃO Nº 11 UM ENSAIO SOBRE OS CUSTOS SOCIAIS DE MONOPÓLIO JOSÉ LOURENÇO CANDIDO

Leia mais

SISTEMA DE IRRIGAÇÃO EFICIENTE POR PIVÔ CENTRAL

SISTEMA DE IRRIGAÇÃO EFICIENTE POR PIVÔ CENTRAL SISTEMA DE IRRIGAÇÃO EFICIENTE POR PIVÔ CENTRAL Definição da Problemática Necessidade de produzir mais alimentos X Restrição para ampliar a área plantada Como Resolver o Impasse? Investimento em pesquisa

Leia mais

Aula 2. Impactos sobre o consumidor e a indústria de cada tipo de imposto. Finanças Públicas. Finanças Públicas

Aula 2. Impactos sobre o consumidor e a indústria de cada tipo de imposto. Finanças Públicas. Finanças Públicas Finanças úblicas Aula 2 Finanças úblicas Impactos sobre o consumidor e a indústria de cada tipo de imposto. Impacto dos impostos sobre indústria e consumidor Impacto dos impostos sobre Condições de mercado

Leia mais

A Teoria Neoclássica da Firma. Aula de setembro de 2008

A Teoria Neoclássica da Firma. Aula de setembro de 2008 A Teoria Neoclássica da Firma Alfred Marshall Aula 7 29-30 de setembro de 2008 Questões principais abordadas pela Teoria Neoclássica Como se relacionam produtores e consumidores no mercado? Qual o resultado

Leia mais

EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO CONSUMIDOR VI Procura, oferta e equilíbrio de mercado

EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO CONSUMIDOR VI Procura, oferta e equilíbrio de mercado EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO CONSUMIDOR VI Procura, oferta e equilíbrio de mercado Exercício Nº 1 Defina e caracterize os seguintes conceitos: a) Procura individual de um bem. Descreve as quantidades alternativas,

Leia mais

CONTABILIDADE DE CUSTOS PROFESSOR: Salomão Dantas Soares TURMA: 4º CCN1

CONTABILIDADE DE CUSTOS PROFESSOR: Salomão Dantas Soares TURMA: 4º CCN1 Classificação de custos: custos diretos, custos fixos e variáveis. Separação entre custos e despesas Custos diretos e indiretos: Custos diretos São custos diretos aqueles relacionados diretamente com a

Leia mais

Precificação - Estratégias de Determinação de Preços

Precificação - Estratégias de Determinação de Preços Precificação - Estratégias de Determinação de Preços Unidade 11 - Capítulo 14 Desenvolvimento de programas e estratégias de determinação de preços Objetivos como consumidores assimilam e avaliam preços?

Leia mais

ANÁLISE DE MICROECONOMICA. Oferta Demanda Elasticidade Ponto de Equilíbrio

ANÁLISE DE MICROECONOMICA. Oferta Demanda Elasticidade Ponto de Equilíbrio ANÁLIE E MICROECONOMICA Oferta emanda Elasticidade onto de Equilíbrio EUILÍBRIO A quantidade ofertada é igual a quantidade demandada e izzas reço está em ambas as curvas, sem tendência de alterar ou Consumidores

Leia mais

CAPÍTULO 01. Demanda: Principais variáveis determinantes da demanda;

CAPÍTULO 01. Demanda: Principais variáveis determinantes da demanda; CAPÍTULO 01 Demanda: Principais variáveis determinantes da demanda; Muitas pessoas pensam que os significados dos termos oferta e demanda são sinônimos na Ciência Econômica. Quando debatem temas como saúde,

Leia mais

Universidade de São Paulo - USP Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz ESALQ LES Contabilidade Social. Lista 1

Universidade de São Paulo - USP Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz ESALQ LES Contabilidade Social. Lista 1 Universidade de São Paulo - USP Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz ESALQ LES0200 - Contabilidade Social Lista 1 Entregar as respostas até 14/08/2015 1.) Esquematize como opera o fluxo circular

Leia mais

Aula 4A - Introdução a Política Macroeconômica

Aula 4A - Introdução a Política Macroeconômica From the SelectedWorks of Jorge Amaro Bastos Alves August, 2010 Aula 4A - Introdução a Política Macroeconômica Jorge Amaro Bastos Alves, Faculdade de Campina Grande do Sul Available at: http://works.bepress.com/jorgeab_alves/16/

Leia mais

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático Conteúdo Programático 1. Introdução 1.1 Objetivos do capítulo 1.2 Conceitos fundamentais de economia 1.2.1 Conceito de economia 1.2.2 A escassez da teoria econômica 1.2.3 Os bens econômicos 1.2.4 A curva

Leia mais

INTRODUÇÃO À ECONOMIA DOS TRANSPORTES

INTRODUÇÃO À ECONOMIA DOS TRANSPORTES UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE CAA NÚCLEO DE TECNOLOGIA ENGENHARIA CIVIL AULA 01 INTRODUÇÃO À ECONOMIA DOS TRANSPORTES Prof. Leonardo Herszon Meira, DSc DEFINIÇÕES

Leia mais

Evolução das exportações de milho do Brasil: países de destino e estados exportadores

Evolução das exportações de milho do Brasil: países de destino e estados exportadores Evolução das exportações de milho do Brasil: países de destino e estados exportadores Ariel P. Oliveira 1, João C. Garcia 2 e Jason O. Duarte 2 1 Estagiário da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG). arielpoliveira@gmail.com.

Leia mais

Estruturas de Mercado Fundamentos de Economia VASCONCELLOS E GARCIA, Franciane Alves Cardoso Mestranda em Economia PPGECO/UFRN.

Estruturas de Mercado Fundamentos de Economia VASCONCELLOS E GARCIA, Franciane Alves Cardoso Mestranda em Economia PPGECO/UFRN. Estruturas de Mercado Fundamentos de Economia VASCONCELLOS E GARCIA, 2004 Franciane Alves Cardoso Mestranda em Economia PPGECO/UFRN. Bolsista REUNI Estruturas de Mercado Concorrência perfeita Monopólio

Leia mais

Comercialização de Produtos Agroindustriais. Breve Revisão

Comercialização de Produtos Agroindustriais. Breve Revisão Comercialização de Produtos Agroindustriais Breve Revisão Mecanismos de comercialização Contratos de suprimento regular Integração Vertical Mercado Spot Contratos de longo prazo Diminuição da incerteza

Leia mais

A Construção Civil e o Futuro do Crédito Imobiliário no Brasil

A Construção Civil e o Futuro do Crédito Imobiliário no Brasil A Construção Civil e o Futuro do Crédito Imobiliário no Brasil Paulo Safady Simão Presidente da CBIC Fortaleza - CE 18/03/2010 Representante nacional e internacional das entidades empresariais da Indústria

Leia mais

ASPECTOS JURÍDICOS E TRIBUTÁRIOS NA COMPRA DE ENERGIA NO MERCADO LIVRE. Julho / 2005

ASPECTOS JURÍDICOS E TRIBUTÁRIOS NA COMPRA DE ENERGIA NO MERCADO LIVRE. Julho / 2005 ASPECTOS JURÍDICOS E TRIBUTÁRIOS NA COMPRA DE ENERGIA NO MERCADO LIVRE Julho / 2005 TRIBUTOS QUE PODERÃO INCIDIR SOBRE A ENERGIA ELÉTRICA Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) Imposto

Leia mais

Painel 2: Análise do comportamento dos preços da energia no cenário de escassez Mercado SPOT e contratos futuros no mercado livre.

Painel 2: Análise do comportamento dos preços da energia no cenário de escassez Mercado SPOT e contratos futuros no mercado livre. Painel 2: Análise do comportamento dos preços da energia no cenário de escassez Mercado SPOT e contratos futuros no mercado livre Paulo Pedrosa Empr esa Comer ci al i zador a E C E de En er gi a El ét

Leia mais

29/03/2016. Oferta e Demanda. Oferta e Demanda. O Que São os Mercados? Mercado. Mercado. Preços

29/03/2016. Oferta e Demanda. Oferta e Demanda. O Que São os Mercados? Mercado. Mercado. Preços Oferta e Demanda Oferta e Demanda ARTE I São as duas palavras mais usadas por economistas. São as forças que fazem os mercados funcionarem. A microeconomia moderna lida com a oferta, demanda e o equilíbrio

Leia mais

Disciplina: Economia & Negócios Líder da Disciplina: Ivy Jundensnaider Professora: Rosely Gaeta / /

Disciplina: Economia & Negócios Líder da Disciplina: Ivy Jundensnaider Professora: Rosely Gaeta / / Disciplina: Economia & Negócios Líder da Disciplina: Ivy Jundensnaider Professora: Rosely Gaeta NOTA DE AULA 03 MICROECONOMIA DEMANDA E OFERTA SEMANA E DATA / / 3.1. A curva de demanda Em uma economia

Leia mais

Índice ECONOMIA E NEGÓCIOS PARTE I. Índice de caixas, figuras e tabelas 13. Prefácio para os estudantes 19. Prefácio para os professores 21

Índice ECONOMIA E NEGÓCIOS PARTE I. Índice de caixas, figuras e tabelas 13. Prefácio para os estudantes 19. Prefácio para os professores 21 Índice Índice de caixas, figuras e tabelas 13 Prefácio para os estudantes 19 Prefácio para os professores 21 PARTE I ECONOMIA E NEGÓCIOS Capítulo 1 Ambiente empresarial 1.1. Âmbito da economia empresarial

Leia mais

Contabilidade. História. Administração Prof.: Marcelo dos Santos. Contabilidade Gerencial 1

Contabilidade. História. Administração Prof.: Marcelo dos Santos. Contabilidade Gerencial 1 Administração Prof.: Marcelo dos Santos Contabilidade Gerencial 1 Contabilidade É a ciência teórica e prática que estuda os métodos de cálculo e registro da movimentação financeira e patrimônio das empresas.

Leia mais

Mercado Financeiro e de Capitais

Mercado Financeiro e de Capitais Mercado Financeiro e de Capitais Professor conteudista: Roberto Cruz Sumário Mercado Financeiro e de Capitais Unidade I 1 MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS...1 1.1 Conceitos básicos do mercado financeiro...1

Leia mais

OBS: foram feitos diversos gráficos feitos em sala de aula ELASTICIDADES DA OFERTA E DA DEMANDA

OBS: foram feitos diversos gráficos feitos em sala de aula ELASTICIDADES DA OFERTA E DA DEMANDA Aula 3 31/08/2009 - Microeconomia. PINDYCK (2007) Capítulo 2 pg 27 a 38. OBS: foram feitos diversos gráficos feitos em sala de aula ELASTICIDADES DA OFERTA E DA DEMANDA A elasticidade é uma medida da sensibilidade

Leia mais

Lista 2 Somente os ímpares Entrega 10/04/2006 CAPÍTULO 2 OS FUNDAMENTOS DA OFERTA E DA DEMANDA QUESTÕES PARA REVISÃO

Lista 2 Somente os ímpares Entrega 10/04/2006 CAPÍTULO 2 OS FUNDAMENTOS DA OFERTA E DA DEMANDA QUESTÕES PARA REVISÃO Lista 2 Somente os ímpares Entrega 10/04/2006 CAPÍTULO 2 OS FUNDAMENTOS DA OFERTA E DA DEMANDA QUESTÕES PARA REVISÃO 1. Suponhamos que um clima excepcionalmente quente ocasione um deslocamento para a direita

Leia mais

Economia - Aula 3. Conceitos Introdução capitulo 1 (parcial) Conceitos Economia e Direito capitulo 3

Economia - Aula 3. Conceitos Introdução capitulo 1 (parcial) Conceitos Economia e Direito capitulo 3 Economia - Aula 3 Conceitos Introdução capitulo 1 (parcial) Conceitos Economia e Direito capitulo 3 Prof Isnard Martins Bibliografia: Material de Aula Estácio de Sá FUNDAMENTOS DE ECONOMIA 3ª. EDIÇÃO /

Leia mais

Sumário. Prof.Carlos NEMER 1. Economia. Introdução à Economia Cap.01. Capítulo I - Introdução à Economia.

Sumário. Prof.Carlos NEMER 1. Economia. Introdução à Economia Cap.01. Capítulo I - Introdução à Economia. Economia Carlos Nemer 3ª Ed. Capítulo 1: Introdução à Economia Poli-UFRJ Copyright 2005. Direitos Autorais reservados ao 1-1 17/01-05 Sumário 1 Introdução à Economia; 2 Demanda, Oferta e Equilíbrio de

Leia mais

A teoria dos recursos esgotáveis e dos recursos renováveis: Visão Geral. Cataclismo ou transição suave?

A teoria dos recursos esgotáveis e dos recursos renováveis: Visão Geral. Cataclismo ou transição suave? Capítulo 6 A teoria dos recursos esgotáveis e dos recursos renováveis: Visão Geral Cataclismo ou transição suave? Na visão pessimista do futuro de Beyond the Limits a procura de recursos excede a oferta

Leia mais

Recomendação de políticas Sustentabilidade ambiental

Recomendação de políticas Sustentabilidade ambiental Recomendação de políticas A oportunidade Considerando que os datacenters estarão entre os principais consumidores mundiais de energia elétrica até meados da próxima década, o desenvolvimento contínuo de

Leia mais