DR. PEDRO JORGE GAYOSO DIRETORIA DE RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS I I

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DR. PEDRO JORGE GAYOSO DIRETORIA DE RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS I I"

Transcrição

1 DR. PEDRO JORGE GAYOSO DIRETORIA DE RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS I I

2 Recursos e Serviços Próprios II

3 Recursos e Serviços Próprios SAU II DIRETOR: DR. PEDRO JORGE LEITE GAYOSO DE SOUSA. COORDENADOR GERAL DE PROMOÇÃO À SAÚDE: DR. MAURÍCIO GUILHERME DE CAMPOS VIGGIANO. GERENTE: SELMA A. SOUZA.

4 O SAU II é composto por 10 (dez) setores: 01. CENTRO DE VACINAÇÃO; 02. PROTEÇÃO NO TRABALHO (MEDICINA OCUPACIONAL); 03. UNIDOMICILIAR; 04. SERVIÇO SUPLEMENTAR (NUTRIÇÃO e FONOAUDIOLOGIA); 05. SERVIÇO SUPLEMENTAR (CLINICA DE PSICOLOGIA); 06. MAPA - MONITORIZAÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL; 07. RPG; 08. PROGRAMA DE ATENÇÃO À SAÚDE (MEDICINA PREVENTIVA); 09. REMOÇÃOTERRESTRE (SOS UNIMED); 10. REMOÇÃO AÉREA.

5 Centro de Vacinação Início das Atividades: 12 de Setembro de 1999 Funciona de: 2ªf a 6ªf das 7h às 19h e aos sábados da 08h às 13h. São 08 médicos cooperados (contando com a Coordenação Médica A Unimed mantém médicas infectologistas e pediatras para orientação vacinal durante todo período. Preços diferenciados para beneficiários do sistema Unimed e atendimento aos clientes particulares, mas os preços são maiores. OBS: A Vacina BCG é gratuita para os beneficiários nascidos com cobertura pelo plano de saúde da Unimed Goiânia, se aplicada dentro de 30 dias, a contar do nascimento. A CAMPANHA DA GRIPE é realizada de março a junho de cada ano. Coordenadora Médica: Dra. Luciana de Souza L. O. Barreto.

6 Proteção no Trabalho Início das Atividades: Em Funciona: 2ªf a 6ªf das 8h às 18h. Celebramos contratos com empresas para atender seus empregados na área de PROTEÇÃO NO TRABALHO. Toda empresa que possui empregados está obrigada por Lei a celebrar contratos nessa área. Lembrando que a PROTRAB trabalha com guia diferenciada para os atendimentos que são feitos por médicos cooperados e prestadores, a chamada GUIA AZUL. São 15 médicos cooperados (contando com a Coordenação Médica) Coordenação Médica: Dr. Laércio Ney Nicareta Oliani Av. Anhanguera, Setor Aeroporto Fones: e

7 MAPA Monitoração da Pressão Arterial Início das Atividades: 09 de março de 2000 Funciona: 2ªf a sábado das 7h às 15h O exame da MAPA também é realizado no SAUII, como parte da rede, sendo que, os beneficiários do UNIFÁCIL (CENTRO CLÍNICO) só podem realizar o exame MAPA exclusivamente no SAUII. São 07 médicos cooperados. Não possui Coordenação Médica Av. Anhanguera, Setor Aeroporto Fones:

8 Serviço Suplementar Início das Atividades: Em julho de 2009 Funciona: 2ªf a 6ªf das 7h às 19h e aos sábados da 07h às 13h São os serviços prestados pelas profissionais: NUTRICIONISTAS: São 05 profissionais celetistas. Os CIDs que possuem coberturas são os determinados pela ANS. Quantidade máxima de sessões: 12 (dependendo de cada CID). Os beneficiários que procuram atendimentos no SERVIÇO SUPLEMENTAR apenas para Reeducação Alimentar são encaminhados para o PROGRAMA DE ATENÇÃO À SAÚDE (MEDICINA PREVENTIVA), ou seja, a nutrição do SERVIÇO SUPLEMENTAR só faz atendimentos para os pacientes encaminhados por médicos para o tratamento de doenças. Av. Anhanguera, Setor Aeroporto Fones:

9 Serviço Suplementar OBS.: Os exames de BIOIMPEDANCIOMETRIA são realizados na Clínica de Psicologia e quando ocorre o transbordo da agenda (+ de 05 dias) o exame é autorizado na rede. FONOAUDIÓLOGAS: São 03 profissionais celetistas. Quantidade máxima de sessões: 24 Os CIDs que possuem coberturas são os determinados pela ANS. Av. Anhanguera, Setor Aeroporto Fones:

10 RPG Reeducação Postural Global Início das Atividades: 01 de julho de 2007 Funciona: 2ªf a 6ªf das 7h às 13h Atendemos só os beneficiários do FACO, INTERCAMBIO e os COLABORADORES da Unimed Goiânia Não existe obrigação de cobertura (foi retirado do Rol de Procedimentos da ANS). Av. Anhanguera, Setor Aeroporto Fones:

11 Unidomiciliar Início das Atividades: 13 de dezembro de 1999 A área administrativa funciona: 2ªf a 6ªf das 7h às 17h. Atendimentos aos pacientes funciona: 24hs / ininterruptamente. Atendemos os beneficiários / pacientes que são encaminhados pelos Médicos Cooperados Assistentes quando têm condições de ter alta hospitalar e serem cuidados em casa, passam por alguns critérios para inclusão e avaliação da equipe multiprofissional que são: médicos, enfermeiras, técnicos em enfermagem, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, nutricionista e assistente social. Em junho/13 foi implantado o Programa de Gerenciamento de Casos que atua com equipe interdisciplinar monitorando os pacientes por meio de visitas programadas, seguindo um plano de cuidado e atendimento de intercorrências no domicilio.

12 Unidomiciliar A Unimed Goiânia NÃO oferece INTERNAÇÃO DOMICILIAR em substituição à INTERNAÇÃO HOSPITALAR. Entende-se como INTERNAÇÃO DOMICILIAR os casos em que os pacientes necessitem de ventilação mecânica (equipamentos tecnológicos), assistência de técnico em enfermagem 24h / dia, todos os materiais e medicamentos necessários, visitas médicas diárias etc... O UniDomiciliar NÃO faz serviço de manutenção de responsabilidade dos familiares que são os AVDs Atividades de Vida Diária (ex. nos casos dos idosos com dificuldade de locomoção, etc...). São 09 médicos visitadores Atualmente atendemos pacientes estão em avaliação. Coordenadora Médica: Dra. Ludmila Passos Costa Av. Anhanguera, Setor Aeroporto Fones:

13 SOS - Unimed Goiânia Início das Atividades: Em dezembro de 1996 Funciona: 24 horas ininterruptamente. A empresa contratada, atualmente, para prestar este serviço é a MEDILAR. Objeto do contrato: Atendimento Médico Pré-Hospitalar, Central de Regulação e de Atendimento, Atendimento e transporte Inter-Hospitalar, Serviços aos pacientes do UniDomiciliar e Aconselhamento médico por telefone. Área de Atendimento:... Perímetro urbano das cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Senador Canedo e Trindade... e para os contratos que foram celebrados anteriormente e consta um raio de 50km, onde o centro é a sede da Unimed Goiânia, permanece a cobertura. Av. Mutirão Qd. J19 Lt. 9 Setor Marista Fones: e

14 SOS Unimed Goiânia A MEDILAR possui 02 bases operacionais em Goiânia, sediadas na Rua Av. Mutirão, Qd. J, 19 Lt.9, Setor Marista e Av. Alexandre de Moraes Q15 Lote 4, Pq Amazônia, sendo que a CENTRAL DE REGULAÇÃO MÉDICA funciona no primeiro endereço (BASE MUTIRÃO). São realizadas reuniões toda 6ªf para verificação do andamento dos atendimentos aos beneficiários. Fone: (Central de Regulação Médica da MEDILAR) e SOMENTE EM CASO DE PANE tem a opção do Coordenador Médico da MEDILAR: Dr. Juarez Távora Siqueira Júnior Av. Mutirão Qd. J19 Lt. 9 Setor Marista Fones: e

15 Remoção Aérea A empresa contratada, atualmente, para prestar este serviço é a SETE TAXI AÉREO. A solicitação do serviço necessariamente precisa ser feita pelo médico assistente do paciente, que conversa com o médico REGULADOR do Serviço sobre o estado clinico do paciente, etc. COBERTURA PARA REMOÇÕES:...de estabelecimento médicohospitalar para outro estabelecimento médico-hospitalar, dotado de melhores recursos de atendimento, que corresponda ao plano de assistência médica contratado pelo beneficiário, com observância de sua cobertura assistencial... Aeroporto Santa Genoveva S/N, Angar 3, Setor Santa Genoveva. Fone:

16 Clínica de Psicologia Rua 11 n.º 180, Setor Oeste. Fone:

17 Como encaminhar pacientes para a Clínica de Psicologia Início das Atividades: Em junho de 2009 Funciona: 2ªf a 6ªf das 7h às 19h e aos sábados das 07h às 13h. A Clínica de Psicologia foi criada para atender a Resolução Normativa nº 167/2008 da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que atualizou o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, acrescentando na cobertura mínima obrigatória de todos os planos de saúde sessões de psicoterapia. O tipo de assistência oferecida é a Psicoterapia Breve Focal, tratamento de curto prazo, com tempo e número de sessões limitados: 45 minutos, entre 12 e 40 sessões. A técnica focal determina o foco a ser trabalhado e atua nas queixas principais do paciente. Rua 11 n.º 180, Setor Oeste. Fone:

18 Serviço de Psicologia da Unimed Goiânia Além dos critérios da ANS, os psicólogos verificam o grau de complexidade dos casos, classificando-os em categorias: leve, moderada e grave; e assim definindo o foco a ser trabalhado e o número de sessões necessárias para a resolução da queixa manifestada. Critérios para encaminhamento ao atendimento psicológico Todos os pacientes precisam, obrigatoriamente, de encaminhamento médico cooperado, ou seja, é necessário ter indicação. E o caso deve enquadrar em um dos CIDs com cobertura determinada pela ANS. Após essa etapa, é feito o agendamento por telefone da entrevista, ocasião que o psicólogo irá determinar o número de sessões e desenvolver todo o processo terapêutico até a alta do paciente. Rua 11 n.º 180, Setor Oeste. Fone:

19 Programa de Atenção à Saúde Promover a Saúde e Prevenir Riscos e Doenças Início das Atividades: Em maio de 2003 Coordenadora Médica: Dra. Luiza Emylce Pelá Rosado Av. T-1 c/ T-44 n.º 205 St. Bueno. Inscrições:

20 Programa de Apoio a Gestante e ao Recém Nascido Curso para Gestante; Programa de Reeducação Alimentar; Preparo Físico para o Parto Normal; Visita hospitalar; Envio de material para puérperas; Seminário Saúde da Criança; Seminário p/ profissionais de enfermagem/prestadores. Av. T-1 c/ T-44 n.º 205 St. Bueno. Inscrições:

21 Programa de Reeducação Alimentar PRA Adulto acima do peso; PIRA Crianças acima do peso; GAS Adultos com peso normal ou baixo peso; Alimentação Complementar para bebês; Oficinas culinárias; Palestras preventivas. Av. T-1 c/ T-44 n.º 205 St. Bueno. Inscrições:

22 Programa de Apoio ao Paciente Diabético e Hipertenso Monitoramento por telefone (Atualmente monitoramos pacientes crônicos); Visitas domiciliares; Oficinas; Palestras preventivas; Atendimento individual por nutricionistas; Entregas de cardápios personalizados; Monitoramento nutricional; Caminhadas; Encaminhamento para psicologia, quando necessário. Av. T-1 c/ T-44 n.º 205 St. Bueno. Inscrições:

23 OBRIGADO

RECURSOS E SERVIÇOS UNIMED GOIÂNIA

RECURSOS E SERVIÇOS UNIMED GOIÂNIA RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS PRIOS II UNIMED GOIÂNIA Goiânia, 24/08/2012 RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS PRIOS II Dr. Pedro Jorge Leite Gayoso de Sousa Diretor de Recursos e Serviços Próprios II Dr. Maurício

Leia mais

RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS UNIMED GOIÂNIA DR. RICARDO ESPIRIDIÃO

RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS UNIMED GOIÂNIA DR. RICARDO ESPIRIDIÃO RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS UNIMED GOIÂNIA DR. RICARDO ESPIRIDIÃO Verticalização A partir de 2005 as Unimed s passaram a investir no processo de verticalização. Isto é, as Singulares criaram suas redes

Leia mais

Núcleo de Atenção Integral à Saúde Unimed São José dos Campos

Núcleo de Atenção Integral à Saúde Unimed São José dos Campos Núcleo de Atenção Integral à Saúde Unimed São José dos Campos Núcleo de Atenção Integral à Saúde da Unimed SJC O Núcleo de Ação Integral à Saúde (NAIS) é o setor responsável pela promoção da saúde e prevenção

Leia mais

BÁSICO - COBERTURAS. Cobertura de refeição para acompanhante Internados menores de 18 anos e a partir de 60 anos PRÁTICO - COBERTURAS

BÁSICO - COBERTURAS. Cobertura de refeição para acompanhante Internados menores de 18 anos e a partir de 60 anos PRÁTICO - COBERTURAS Informações importantes dos seguros-saúde da Seguros Unimed Além das coberturas obrigatórias da Lei nº 9.656/98, os seguros contemplam coberturas e serviços diferenciados. Cobertura de refeição para acompanhante

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 262, DE 1 DE AGOSTO DE 2011.

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 262, DE 1 DE AGOSTO DE 2011. RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 262, DE 1 DE AGOSTO DE 2011. Atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde previstos na RN nº 211, de 11 de janeiro de 2010. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de

Leia mais

ORIENTADOR DO CLIENTE INTERCÂMBIO. Manual com informações para o cliente Unimed.

ORIENTADOR DO CLIENTE INTERCÂMBIO. Manual com informações para o cliente Unimed. ORIENTADOR DO CLIENTE INTERCÂMBIO Manual com informações para o cliente Unimed. O QUE É CLIENTE INTERCÂMBIO? Quando você está em uma cidade diferente daquela onde possui o plano de saúde e precisa de atendimento,

Leia mais

PLANO INDIVIDUAL OU FAMILIAR UNIMED. Cuidamos de quem é importante para você

PLANO INDIVIDUAL OU FAMILIAR UNIMED. Cuidamos de quem é importante para você PLANO INDIVIDUAL OU FAMILIAR UNIMED Cuidamos de quem é importante para você plano individual ou familiar Unimed Atenção, respeito e e ciência são pré-requisitos indispensáveis quando se pensa em uma operadora

Leia mais

Produtos Unimed Grande Florianópolis

Produtos Unimed Grande Florianópolis Produtos Unimed Grande Florianópolis A Unimed é o plano de saúde que oferece os melhores médicos do Brasil. Vamos além para que sua saúde seja plena e de qualidade. Para nós, o importante é ver você bem

Leia mais

APRESENTAÇÃO QUALIVIDA

APRESENTAÇÃO QUALIVIDA APRESENTAÇÃO QUALIVIDA (143.846 segurados ) (1.010.965 associados) (1.403.755 associados) (373.839 associados) 4.389 empresas 3.000.000 vidas * Dados jan 2013 2 MISSÃO NOSSA MISSÃO NOSSA MISSÃO Tornar

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN N 259, DE 17 DE JUNHO DE 2011

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN N 259, DE 17 DE JUNHO DE 2011 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN N 259, DE 17 DE JUNHO DE 2011 Dispõe sobre a garantia de atendimento dos beneficiários de plano privado de assistência à saúde e altera a Instrução Normativa IN nº 23, de 1º de

Leia mais

Esse assunto sempre merece atenção

Esse assunto sempre merece atenção Sua saúde sempre ) Esse assunto sempre merece atenção Quais são os seus motivos para viver com saúde? Reunir a família em um almoço de domingo? Curtir o cinema ao lado da pessoa amada? Sentir orgulho dos

Leia mais

Os Desafios Assistenciais na Saúde Suplementar Martha Oliveira Gerente Geral de Regulação Assistencial- ANS

Os Desafios Assistenciais na Saúde Suplementar Martha Oliveira Gerente Geral de Regulação Assistencial- ANS Os Desafios Assistenciais na Saúde Suplementar Martha Oliveira Gerente Geral de Regulação Assistencial- ANS O Envelhecimento Populacional é um fenômeno Mundial Fonte: United Nations Department of Economic

Leia mais

Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviços RN nº 267/2011

Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviços RN nº 267/2011 Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviços RN nº 267/2011 Instrução Normativa sobre a divulgação da qualificação Primeira reunião do GT de Divulgação 07/02/2012 Quem divulgar? Todos

Leia mais

SABESPREV SAÚDE REEMBOLSO DE DESPESAS MÉDICAS

SABESPREV SAÚDE REEMBOLSO DE DESPESAS MÉDICAS Além de disponibilizar uma ampla rede de recursos credenciados, a SABESPREV ainda possibilita aos seus BENEFICIÁRIOS o reembolso de despesas com serviços de saúde em regime de livre escolha. O beneficiário

Leia mais

Discussão de Cases- Boas Práticas CLINIPAM CLÍNICA PARANAENSE DE ASSISTÊNCIA MÉDICA CENTRO DE QUALIDADE DE VIDA

Discussão de Cases- Boas Práticas CLINIPAM CLÍNICA PARANAENSE DE ASSISTÊNCIA MÉDICA CENTRO DE QUALIDADE DE VIDA Discussão de Cases- Boas Práticas CLINIPAM CLÍNICA PARANAENSE DE ASSISTÊNCIA MÉDICA CENTRO DE QUALIDADE DE VIDA Jamil Luminato 1981 Jamil Luminato 1981 2013 Visão Geral Medicina de Grupo de Curitiba 117.187

Leia mais

UNIMED FESP. Dra. Maria Manuela Almeida Nunes Mazzini. Gerente de Gestão em Saúde. manuela.mazzini@unimedfesp.coop.br 22/07/2013 1

UNIMED FESP. Dra. Maria Manuela Almeida Nunes Mazzini. Gerente de Gestão em Saúde. manuela.mazzini@unimedfesp.coop.br 22/07/2013 1 UNIMED FESP Dra. Maria Manuela Almeida Nunes Mazzini Gerente de Gestão em Saúde manuela.mazzini@unimedfesp.coop.br 1 PERFIL UNIMED UNIMED FESP Quantidade de usuários 565.582 Área de abrangência Quantidade

Leia mais

Dúvidas Freqüentes: Autorizador Web

Dúvidas Freqüentes: Autorizador Web Dúvidas Freqüentes: Autorizador Web 1. Como faço pedido de intercâmbio pelo autorizador? Acessando a página inicial do autorizador encontrará na barra de tarefas lateral a opção INTERCÂMBIO. Para intercâmbio,

Leia mais

TORO E ADVOGADOS ASSOCIADOS OAB/SP nº 5142 ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A RESOLUÇÃO NORMATIVA N. 211 DA AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR

TORO E ADVOGADOS ASSOCIADOS OAB/SP nº 5142 ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A RESOLUÇÃO NORMATIVA N. 211 DA AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR OAB/SP nº 5142 José Luiz Toro da Silva Vânia de Araújo Lima Toro da Silva Anna Letícia dos Santos Souza Antonio Soares de Queiroz Jr Daniela Geraldi Andrade Edy Gonçalves Pereira Emerson Moisés Dantas

Leia mais

CENTRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA VILA FÁTIMA

CENTRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA VILA FÁTIMA RELATÓRIO DE 2011 Em 2011, o Vila Fátima deu continuidade aos seus programas de ensino-serviço. Esta unidade acadêmica descentralizada é uma projeção da Universidade ao seu meio, e, como tal, oferece um

Leia mais

Seminário Anual de Saúde 2010: Cultura de Saúde e Dividendos para o Negócio Uma Visão Estratégica. Setembro/2010

Seminário Anual de Saúde 2010: Cultura de Saúde e Dividendos para o Negócio Uma Visão Estratégica. Setembro/2010 Seminário Anual de Saúde 2010: Cultura de Saúde e Dividendos para o Negócio Uma Visão Estratégica Setembro/2010 Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein Instituição de Saúde composta

Leia mais

CUIDADOS AO CONTRATAR UM PLANO DE SAÚDE

CUIDADOS AO CONTRATAR UM PLANO DE SAÚDE 1 CUIDADOS AO CONTRATAR UM PLANO DE SAÚDE Ao contratar um Plano ou Seguro Saúde se faz necessário analisar alguns pontos como as questões das carências, das doenças pré-existentes, coberturas de emergências

Leia mais

Hilum - Profissionais Paramédicos

Hilum - Profissionais Paramédicos Atualizado em 23/12/2015 Hilum - Profissionais Paramédicos O sistema Autorizador Hilum será utilizado para realização de transações para os profissionais paramédicos de forma a agilizar os atendimentos

Leia mais

Ciclo de Debates GV Saúde: Quais as Perspectivas para as Operadoras de Planos de Saúde? Agosto 2014

Ciclo de Debates GV Saúde: Quais as Perspectivas para as Operadoras de Planos de Saúde? Agosto 2014 Ciclo de Debates GV Saúde: Quais as Perspectivas para as Operadoras de Planos de Saúde? Agosto 2014 1 Mercado de Planos de Saúde Impactado por 5 Tendências E o Mercado? Continuará a Crescer? 5 Usuário

Leia mais

Gestão de Saúde Populacional Unimed-Rio. Superintendência de Atenção à Saúde

Gestão de Saúde Populacional Unimed-Rio. Superintendência de Atenção à Saúde Gestão de Saúde Populacional Unimed-Rio Superintendência de Atenção à Saúde 52,4% dos trabalhadores terão 45 anos ou mais em 2050 (Atualmente - 33,8%) Idade média da força de trabalho será 44,3 anos (Atualmente

Leia mais

Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia PREZADO ASSOCIADO

Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia PREZADO ASSOCIADO Tabela Comercial UNIFAMÍLIA EMPRESARIAL POR ADESÃO COPARTICIPATIVO 50% Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia Cobertura de consultas médicas de pré-natal, exames complementares bem como atendimentos

Leia mais

Unimed Brasil. A Unimed é a maior experiência cooperativista na área da saúde em todo o mundo e também a maior rede de assistência médica do Brasil:

Unimed Brasil. A Unimed é a maior experiência cooperativista na área da saúde em todo o mundo e também a maior rede de assistência médica do Brasil: Unimed Brasil A Unimed é a maior experiência cooperativista na área da saúde em todo o mundo e também a maior rede de assistência médica do Brasil: Presente em 83% território nacional; 375 cooperativas

Leia mais

Tabelas de Preço Empresas de 30 até 99 vidas

Tabelas de Preço Empresas de 30 até 99 vidas 1 Tabelas de Preço Empresas de 30 até 99 vidas Sumário Apresentação... 2 Planos e Seguros Saúde Allianz... 3 Bradesco... 4 Amil... 5 Sul América... 6 Porto Seguro Saúde e Odontológico... 7 Unimed... 8

Leia mais

O Plano possui também:

O Plano possui também: Trata-se de um plano Regulamentado pela ANS, que possui abrangência Regional, Estadual ou Nacional, e atende a todas as normas da acordo com a Lei 9.656/98. Agência Nacional de Saúde, de O Plano possui

Leia mais

SOMOS UMA COOPERATIVA MÉDICA LÍDER NO MERCADO DE PLANOS DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO.

SOMOS UMA COOPERATIVA MÉDICA LÍDER NO MERCADO DE PLANOS DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO. SOMOS UMA COOPERATIVA MÉDICA LÍDER NO MERCADO DE PLANOS DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO. CUIDAR É NOSSA ESSÊNCIA E O QUE NOS MOVE TODOS OS DIAS. CUIDAMOS DE PESSOAS E LEVAMOS ESTE PROPÓSITO ALÉM, VALORIZANDO

Leia mais

Reembolso de Despesas Médicas e Não Médicas Perguntas e Respostas. Vigência Julho/2015

Reembolso de Despesas Médicas e Não Médicas Perguntas e Respostas. Vigência Julho/2015 Reembolso de Despesas Médicas e Não Médicas Perguntas e Respostas Vigência Julho/2015 Além de disponibilizar uma ampla rede de recursos credenciados, a SABESPREV ainda possibilita aos seus BENEFICIÁRIOS

Leia mais

GRM-COM-014/08 MISSÃO

GRM-COM-014/08 MISSÃO GRM-COM-014/08 MISSÃO "Proporcionar serviços de cuidados com a saúde, de qualidade, inovadores e humanizados, a preços justos, de forma ética, valorizando o trabalho médico e os colaboradores APRESENTAÇÃO

Leia mais

Informações Importantes

Informações Importantes Informações Importantes MATERIAL DE COMERCIALIZAÇÃO Somente deve ser utilizado o Contrato, Proposta e Aditivos com a seguinte numeração: UN 001/0814. Importante: RN 360 - As equipes comerciais / corretores

Leia mais

Consulta de puericultura agora está no Rol da ANS

Consulta de puericultura agora está no Rol da ANS Consulta de puericultura agora está no Rol da ANS Colegas pediatras, A Sociedade Brasileira de Pediatria, com o apoio da Sociedade Mineira de Pediatria, convoca a todos - filiadas e pediatras que se mobilizem

Leia mais

PLANO DE SAÚDE PARA OS SERVIDORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE

PLANO DE SAÚDE PARA OS SERVIDORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE PLANO DE SAÚDE PARA OS SERVIDORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE Bem-vindo a Unimed-BH Mais de 39 anos de mercado Mais de 4.800 cooperados com 93% de avaliação positiva com a Unimed-BH* Mais

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

ATIVIDADES DE ENSINO

ATIVIDADES DE ENSINO RELATÓRIO DE 2006 Em 2006 o Vila Fátima ampliou suas instalações físicas, possibilitando assim uma melhor organização das atividades de ensino-serviço. Contudo, esta ampliação não será suficiente, caso

Leia mais

TREINAMENTO TISS. Apresentação:

TREINAMENTO TISS. Apresentação: TREINAMENTO TISS Apresentação: A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para troca de dados entre operadoras de planos privados de assistência à saúde e prestadores

Leia mais

Plano de Saúde UNIMED. Perguntas e Respostas

Plano de Saúde UNIMED. Perguntas e Respostas Plano de Saúde UNIMED Perguntas e Respostas Como aderir ao Plano de saúde? O interessado deverá dirigir-se à sede da Unimed Porto Alegre, localizada na Av. Venâncio Aires, 1040 Setor de Cadastro Térreo,

Leia mais

Manual de Medicina Preventiva do Sistema Unimed

Manual de Medicina Preventiva do Sistema Unimed Manual de Medicina Preventiva do Sistema Unimed 1 Sumário Apresentação...2 Introdução... 4 Justificativa...5 Conceitos...8 Objetivo Geral...9 Objetivo Específico...10 Áreas de Atuação...11 Formas de Atuação...

Leia mais

PLANO DE SAÚDE. Tenha em mãos informações importantes. Guarde junto com o cartão do seu plano de saúde para consultar quando precisar

PLANO DE SAÚDE. Tenha em mãos informações importantes. Guarde junto com o cartão do seu plano de saúde para consultar quando precisar PLANO DE SAÚDE Tenha em mãos informações importantes Guarde junto com o cartão do seu plano de saúde para consultar quando precisar A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é a agência reguladora

Leia mais

FUNDO DE RESERVA UNIMED/ADUFG SINDICATO

FUNDO DE RESERVA UNIMED/ADUFG SINDICATO FUNDO DE RESERVA UNIMED/ADUFG SINDICATO Regulamento do Fundo de Reserva Unimed/ADUFG Sindicato Aprovado em assembleia geral dos usuários do Convênio ADUFG SINDICATO/UNIMED realizada em 16 de novembro de

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA MUNICIPAL

AUDIÊNCIA PÚBLICA MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE OCARA CE SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE AUDIÊNCIA PÚBLICA MUNICIPAL RELATÓRIO QUADRIMESTRAL DA SAÚDE JAN ABR DE 2015 RUA JOSÉ CORREIA SN CEP 62 755-000 CENTRO OCARA - CEARÁ. FONE

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS DEPARTAMENTO DE TRATAMENTO PENAL

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS DEPARTAMENTO DE TRATAMENTO PENAL ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS DEPARTAMENTO DE TRATAMENTO PENAL POLÍTICA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE PRISIONAL A Política de Atenção

Leia mais

Experiência Do Município De Cascavel PR Na Atenção Domiciliar ABRASAD

Experiência Do Município De Cascavel PR Na Atenção Domiciliar ABRASAD Experiência Do Município De Cascavel PR Na Atenção Domiciliar ABRASAD Histórico 2005: Início do trabalho. I Seminário de Assistência Domiciliar. 2006: Portaria GM 2529. Fundação da ABRASAD Associação Brasileira

Leia mais

Unimed Porto Alegre. Lucia Campos Pellanda. medicinapreventiva@unimedpoa.com.br

Unimed Porto Alegre. Lucia Campos Pellanda. medicinapreventiva@unimedpoa.com.br Unimed Porto Alegre Lucia Campos Pellanda medicinapreventiva@unimedpoa.com.br Unimed Porto Alegre Quantidade de usuários Área de abrangência PERFIL UNIMED > 650 mil Porto Alegre, Região Metropolitana e

Leia mais

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Pelo presente instrumento, com fundamento nos termos que dispõe o art. 5º, 6º, da Lei 7.347/85, bem como no art. 5º e 6º do Decreto 2.181/97 e art. 5º da Lei Complementar

Leia mais

Ofício nº 0110-08/DIR-CFP Brasília, 9 de junho de 2008. Assunto: Encaminhamentos da APAF acerca do tema Saúde Suplementar

Ofício nº 0110-08/DIR-CFP Brasília, 9 de junho de 2008. Assunto: Encaminhamentos da APAF acerca do tema Saúde Suplementar Ofício nº 0110-08/DIR-CFP Brasília, 9 de junho de 2008. Aos Senhores PRESIDENTES Conselho Regional de Psicologia Assunto: Encaminhamentos da APAF acerca do tema Saúde Suplementar Senhor Presidente, 1.

Leia mais

Pesquisa da relação entre. médicos, dentistas e fisioterapeutas. com planos de saúde

Pesquisa da relação entre. médicos, dentistas e fisioterapeutas. com planos de saúde Pesquisa da relação entre médicos, dentistas e fisioterapeutas Abril / 2013 Objetivo Conhecer a opinião dos médicos especialistas, cirurgiões-dentistas e fisioterapeutas sobre a relação com os planos ou

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001

MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001 MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001 DO 9-E, de 12/1/01 O Ministro de Estado da Saúde, no uso de suas atribuições, Considerando a Portaria SAS/MS nº 224, de

Leia mais

Assunto: adequação à RN nº 254 da ANS: importantes mudanças a partir de janeiro/2013: carteiras, faturamento, acompanhante e tabela TUSS

Assunto: adequação à RN nº 254 da ANS: importantes mudanças a partir de janeiro/2013: carteiras, faturamento, acompanhante e tabela TUSS Rio de Janeiro, 11 de dezembro de 2012 Aos Credenciados Assunto: adequação à RN nº 254 da ANS: importantes mudanças a partir de janeiro/2013: carteiras, faturamento, acompanhante e tabela TUSS Prezados(as)

Leia mais

IMPACTO DO NOVO ROL NAS TABELAS DE COMERCIALIZAÇÃO DAS OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE. Abril 2010

IMPACTO DO NOVO ROL NAS TABELAS DE COMERCIALIZAÇÃO DAS OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE. Abril 2010 IMPACTO DO NOVO ROL NAS TABELAS DE COMERCIALIZAÇÃO DAS OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE Abril 2010 1 RESOLUÇÃO NORMATIVA RN nº 211/2010 Em 11 de Janeiro de 2010, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)

Leia mais

Revisão do Rol de Procedimentos ampliação da cobertura mínima obrigatória pelos planos

Revisão do Rol de Procedimentos ampliação da cobertura mínima obrigatória pelos planos Revisão do Rol de Procedimentos ampliação da cobertura mínima obrigatória pelos planos 1 Atualização do Rol A cada dois anos, lista de procedimentos de oferta obrigatória pelos planos é ampliada. Inclusão

Leia mais

Auditoria, Prevenção e sustentabilidade no Sistema de Saúde

Auditoria, Prevenção e sustentabilidade no Sistema de Saúde Auditoria, Prevenção e sustentabilidade no Sistema de Saúde Tânia Kadima M. Ferreira tania@mutuadosmagistrados.com.br VII Congresso Brasileiro de Auditoria em Sistemas de Saúde Auditoria Médica Instrumento

Leia mais

Introdução. Importante: O Programa não inclui atendimento de urgência/emergência. Nestes casos deverão ser procurados os serviços específicos.

Introdução. Importante: O Programa não inclui atendimento de urgência/emergência. Nestes casos deverão ser procurados os serviços específicos. Introdução A Assistência Domiciliar surge para responder à demanda de individualização da assistência, realizando cuidados na privacidade do domicílio do paciente, possibilitando ao mesmo e à família participarem

Leia mais

REDE CREDENCIADA GOIÂNIA

REDE CREDENCIADA GOIÂNIA REDE CREDENCIADA GOIÂNIA PRONTO SOCORRO HOSPITAL LUCIO REBELO End: Av. EDMUNDO PINHEIRO DE ABREU; 451 SL 101 BELA VISTA - Goiânia Go Fone: (62) 3257-2009 Serviço: Atendimento Pronto Socorro 24h, internação

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - ª REGIÃO PROMOÇÃO A SAÚDE [ ] ASSISTÊNCIA A SAÚDE [ ]

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - ª REGIÃO PROMOÇÃO A SAÚDE [ ] ASSISTÊNCIA A SAÚDE [ ] CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - ª REGIÃO UF ROTEIRO DE VISITA TÉCNICA DATA DA VISITA SAÚDE COLETIVA - ATENÇÃO BÁSICA EM SAÚDE PROMOÇÃO A SAÚDE [ ] ASSISTÊNCIA A

Leia mais

Manual do Prestador SEPACO. Saúde. ANS - n 40.722-4

Manual do Prestador SEPACO. Saúde. ANS - n 40.722-4 Manual do Prestador Saúde o ANS - n 40.722-4 SEPACO Prezado prestador, Este manual tem como objetivo formalizar a implantação das rotinas administrativas do Sepaco Saúde, informando as características

Leia mais

Melhor em Casa Curitiba-PR

Melhor em Casa Curitiba-PR Melhor em Casa Curitiba-PR ATENÇÃO DOMICILIAR Modalidade de Atenção à Saúde, substitutiva ou complementar às já existentes, caracterizada por um conjunto de ações de promoção à saúde, prevenção e tratamento

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 167, DE 9 DE JANEIRO DE 2008.

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 167, DE 9 DE JANEIRO DE 2008. RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 167, DE 9 DE JANEIRO DE 2008. Atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, que constitui a referência básica para cobertura assistencial nos planos privados de assistência

Leia mais

Manual de Instruções Maio 2007

Manual de Instruções Maio 2007 Manual de Instruções Maio 2007 SUMÁRIO 1. Introdução 03 2. Orientações Gerais 04 2.1 Entrega de guias 04 2.2 Numeração de guias 04 2.3 Pacotes Autorização e cobrança 04 3. Identificação do Beneficiário

Leia mais

Gestão de Pessoas. - Saúde do Servidor -

Gestão de Pessoas. - Saúde do Servidor - Gestão de Pessoas - Saúde do Servidor - Promoção de Saúde e Bem-Estar Desenvolve programas destinados à prevenção de doenças, à promoção de saúde e de qualidade de vida. Realiza campanhas, palestras e

Leia mais

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.01.00

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.01.00 ÍNDICE TÓPICO PAG. 1 Apresentação... 2 2 Definição do Padrão TISS... 3 3 Objetivo do Padrão TISS... 3 4 Guias (formulários) do Padrão TISS... 3 5 Preenchimento das Guias do Padrão TISS... 4 Guia de Consulta...

Leia mais

Medicina Preventiva na Central Nacional Unimed

Medicina Preventiva na Central Nacional Unimed Medicina Preventiva na Central Nacional Unimed A Central Nacional Unimed é a operadora nacional dos planos de saúde Unimed. Comercializa planos para empresas que tenham filiais em três ou mais estados

Leia mais

Envelhecimento com qualidade: Como as operadoras de planos de saúde estão se organizando. 10ª Jornada PRONEP Rio de Janeiro, setembro 2010

Envelhecimento com qualidade: Como as operadoras de planos de saúde estão se organizando. 10ª Jornada PRONEP Rio de Janeiro, setembro 2010 Envelhecimento com qualidade: Como as operadoras de planos de saúde estão se organizando 10ª Jornada PRONEP Rio de Janeiro, setembro 2010 CONTEXTUALIZANDO: A variação de despesas nos últimos 8 anos superou

Leia mais

INSTRUÇÕES DA TABELA DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR

INSTRUÇÕES DA TABELA DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR INSTRUÇÕES DA TABELA DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR 1. DA ASSISTÊNCIA DOMICILIAR: 1.1. A assistência domiciliar caracteriza-se pela prestação de serviços médicos e terapias adjuvantes na residência do paciente

Leia mais

DIAS AZUIS - TODOS EM PROL DO DIA MUNDIAL DO DIABETES PROGRAMAÇÃO DO NOVEMBRO AZUL EM NATAL/RN

DIAS AZUIS - TODOS EM PROL DO DIA MUNDIAL DO DIABETES PROGRAMAÇÃO DO NOVEMBRO AZUL EM NATAL/RN DIAS AZUIS - TODOS EM PROL DO DIA MUNDIAL DO DIABETES PROGRAMAÇÃO DO NOVEMBRO AZUL EM NATAL/RN Durante a Semana Azul (De 9 a 15 de novembro) haverá a exposição de 30 banners em diversos locais de Natal

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012 EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012 A FUNDAÇÃO HOSPITAL MUNICIPAL GETÚLIO VARGAS, divulga a retificação do Edital de Abertura do Processo Seletivo Simplificado n 002/2012 destinado

Leia mais

PLANOS UNIMED CONVÊNIO ASDEP Contato: convênios@asdep.com.br

PLANOS UNIMED CONVÊNIO ASDEP Contato: convênios@asdep.com.br PLANOS UNIMED CONVÊNIO ASDEP Contato: convênios@asdep.com.br 1. PLANO UNIMAX COLETIVOS POR ADESÃO Características: Apresentam abrangência Nacional, com atendimentos e ampla utilização na rede Unimed, contando

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº - 262, DE 1º - DE AGOSTO DE 2011

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº - 262, DE 1º - DE AGOSTO DE 2011 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº - 262, DE 1º - DE AGOSTO DE 2011 Atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde previstos na RN nº 211, de 11 de janeiro de 2010. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional

Leia mais

Guia de SP/SADT Instrução de Preenchimento Manual

Guia de SP/SADT Instrução de Preenchimento Manual A Guia de Serviço Profissional/Serviço Auxiliar de Diagnóstico e Terapia SP/SADT deverá ser preenchida pelo profissional ou entidade de saúde que mantém compromisso de credenciamento especial firmado com

Leia mais

Diário Oficial Imprensa Nacional... Nº 7 DOU de 10/01/08

Diário Oficial Imprensa Nacional... Nº 7 DOU de 10/01/08 Diário Oficial Imprensa Nacional... Nº 7 DOU de 10/01/08 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL BRASÍLIA - DF AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR RESOLUÇÃO NORMATIVA No- 167, DE 9 DE JANEIRO DE

Leia mais

Hospital Unimed Ribeirão Preto. Ribeirão Preto

Hospital Unimed Ribeirão Preto. Ribeirão Preto Hospital Unimed Workshop ANS Laboratório de Inovação da Saúde Suplementar Dr. Antonio Issa Coordenador Geral do NAS Núcleo de Atenção à Saúde Unimed NAS Objetivo do NAS foi unir os setores em um único

Leia mais

Longo caminho. Acontece no mundo inteiro. Os doentes crônicos

Longo caminho. Acontece no mundo inteiro. Os doentes crônicos Gestão Foto: dreamstime.com Longo caminho Medida da ANS inicia discussão sobre a oferta de medicamentos ambulatoriais para doentes crônicos pelas operadoras de saúde Por Danylo Martins Acontece no mundo

Leia mais

Manual TISS Troca de Informaçõ

Manual TISS Troca de Informaçõ Manual TISS Troca de Informaçõ ções em Saúde Suplementar Versão o 1.1 Instruçõ ções para preenchimento das guias PREENCHER EXCLUSIVAMENTE COM CANETA PRETA OU AZUL GCES A Unimed Natal desenvolveu este manual

Leia mais

QUESTIONÁRIO DOS PROFISSIONAIS QUE ATUAM NAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS ILPIS

QUESTIONÁRIO DOS PROFISSIONAIS QUE ATUAM NAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS ILPIS QUESTIONÁRIO DOS PROFISSIONAIS QUE ATUAM NAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS ILPIS NDF IN PROFISSIONAIS Entrevistador (a): Supervisor(a): Data da entrevista: Nome da Instituição (fantasia):

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR Regulamento do Programa de Assistência Domiciliar aprovado pelo Conselho REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA DOMILICIAR CAPITULO I DEFINIÇÕES GERAIS

Leia mais

Objetivos Específicos

Objetivos Específicos Missão Promover a melhoria da qualidade de vida dos empregados do Prodest, através de ações específicas que estimulam e facilitam a mudança individual em busca de estilos de vida mais saudáveis. Programa

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.02.00

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.02.00 ÍNDICE TÓPICO PAG. 1 Apresentação... 2 2 Definição do Padrão TISS... 3 3 Objetivo do Padrão TISS... 3 4 Guias (formulários) do Padrão TISS... 3 5 Preenchimento das Guias do Padrão TISS... 4 Guia de Consulta...

Leia mais

Projeto de gestão em serviços de urgência e emergência

Projeto de gestão em serviços de urgência e emergência Projeto de gestão em serviços de urgência e emergência Composição do Financiamento do Setor Saúde - estimativa para 2006 MEDICAMENTOS 16% FEDERAL 25% DESEMBOLSO DIRETO 10% ESTADUAL 11% PLANOS E SEGUROS

Leia mais

FISCO. Saúde. Programa de Atenção. Domiciliar GUIA DE PROCEDIMENTOS ANS 41.766-1

FISCO. Saúde. Programa de Atenção. Domiciliar GUIA DE PROCEDIMENTOS ANS 41.766-1 FISCO Saúde ANS 41.766-1 Programa de Atenção Domiciliar GUIA DE PROCEDIMENTOS Prezados Associados, Para facilitar a comunicação e dirimir as principais dúvidas sobre a utilização dos nossos serviços, o

Leia mais

TISS. Manual de Instruções. Manual de Instruções. Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 ANS 36.825-3

TISS. Manual de Instruções. Manual de Instruções. Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 ANS 36.825-3 TISS Manual de Instruções Manual de Instruções Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 1. INTRODUÇÃO 2. ORIENTAÇÕES GERAIS 2.1 Entrega de guias SUMÁRIO......... 2.2 Numeração de guias Pacotes...

Leia mais

DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA

DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA Lei 5764/71 de 16/12/1971 COOPERATIVA DE 3º GRAU CONFEDERAÇÃO COOPERATIVA DE 2º GRAU FEDERAÇÃO OU CENTRAL COOPERATIVA DE 1º GRAU

Leia mais

A. FORMULÁRIO DE CADASTRAMENTO DE PROGRAMAS PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE E PREVENÇÃO DE RISCOS E DOENÇAS (FC)

A. FORMULÁRIO DE CADASTRAMENTO DE PROGRAMAS PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE E PREVENÇÃO DE RISCOS E DOENÇAS (FC) GLOSSÁRIO Quando a operadora desejar a aprovação do programa, deverá efetuar o cadastramento do programa para Promoção da Saúde e Prevenção de Riscos e Doenças. A. FORMULÁRIO DE CADASTRAMENTO DE PROGRAMAS

Leia mais

GESTÃO EM SAÚDE. cuidando de você, onde quer que você esteja!

GESTÃO EM SAÚDE. cuidando de você, onde quer que você esteja! GESTÃO EM SAÚDE cuidando de você, onde quer que você esteja! Editorial Royal Life É com muito orgulho que a Royal Life apresenta ao mercado de emergências médicas a sua frota. São ambulâncias montadas

Leia mais

CÂMARA TÉCNICA ORIENTAÇÃO FUNDAMENTADA Nº 012/2015

CÂMARA TÉCNICA ORIENTAÇÃO FUNDAMENTADA Nº 012/2015 CÂMARA TÉCNICA ORIENTAÇÃO FUNDAMENTADA Nº 012/2015 Assunto: Programa Nacional de Suplementação de Ferro e Vitamina A. 1. Do fato Questionamento sobre a atuação e responsabilidade dos profissionais de Enfermagem

Leia mais

O ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA DA FEFD/UFG 1 NA ÁREA DO ENVELHECIMENTO

O ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA DA FEFD/UFG 1 NA ÁREA DO ENVELHECIMENTO O ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA DA FEFD/UFG 1 NA ÁREA DO ENVELHECIMENTO Juliana Paula Balestra Soares Joelma Cristina Gomes Carmencita Márcia Balestra Faculdade

Leia mais

A ORGANIZAÇÃO DA AGENDA DA EQUIPE DA ESF. Passo a Passo

A ORGANIZAÇÃO DA AGENDA DA EQUIPE DA ESF. Passo a Passo A ORGANIZAÇÃO DA AGENDA DA EQUIPE DA ESF Passo a Passo A equipe deverá distribuir na Agenda todas as a3vidades que cada profissional pactuou ou programou no planejamento que serão executadas durante o

Leia mais

MANUAL DE REEMBOLSO 2 ENDEREÇO PARA ENTREGA DAS SOLICITAÇÕES DE REEMBOLSO

MANUAL DE REEMBOLSO 2 ENDEREÇO PARA ENTREGA DAS SOLICITAÇÕES DE REEMBOLSO MANUAL DE REEMBOLSO 1 - O QUE É REEMBOLSO É a restituição ao beneficiário, das despesas médicas e hospitalares por ele custeadas em atendimento particular, ou seja, por prestador não credenciado à Medial

Leia mais

ANEXO II QUADRO DE ATRIBUIÇÕES, REQUISITOS E REMUNERAÇÃO

ANEXO II QUADRO DE ATRIBUIÇÕES, REQUISITOS E REMUNERAÇÃO ANEXO II QUADRO DE ATRIBUIÇÕES, REQUISITOS E REMUNERAÇÃO FUNÇÃO / REMUNERAÇÃO Médico Infectologista REQUISITO Medicina e Título de Especialista concedido pela Respectiva Sociedade de Classe ou Residência

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Manual de Instruções Junho/09 SUMÁRIO 1. Introdução 2. Orientações Gerais 2.1 Entrega de guias 2.2 Numeração de guias 2.3 Pacotes - Autorização e cobrança 3. Identificação do Beneficiário 3.1 Modelo do

Leia mais

Veja abaixo algumas perguntas e respostas que poderão esclarecer suas dúvidas sobre a RN 259/268

Veja abaixo algumas perguntas e respostas que poderão esclarecer suas dúvidas sobre a RN 259/268 Veja abaixo algumas perguntas e respostas que poderão esclarecer suas dúvidas sobre a RN 259/268 1) O que é a Resolução Normativa - RN 259/268? A RN 259, alterada pela RN 268, com vigência a partir do

Leia mais

Média salarial - Brasil

Média salarial - Brasil Média salarial - Brasil Área geral Área específica Cargo Valor Administração Administração Diretor de Administração Gerente de Administração R$ 17.716 R$ 6.246 Administração Administrador R$ 6.001 Administração

Leia mais

Média salarial - Brasil

Média salarial - Brasil Média salarial - Brasil Área geral Área específica Cargo Valor Diretor R$ 15.714 Gerente R$ 6.728 Administrador R$ 6.049 R$ 3.313 Analista Sênior R$ 2.416 Farmacêutico R$ 2.249 Analista Pleno R$ 1.858

Leia mais

Programa de Estímulo à Promoção da Saúde e Prevenção de Doenças da ANS Experiências Bem Sucedidas. Ana Paula Cavalcante 13 de dezembro de 2006

Programa de Estímulo à Promoção da Saúde e Prevenção de Doenças da ANS Experiências Bem Sucedidas. Ana Paula Cavalcante 13 de dezembro de 2006 III Seminário de Promoção da Saúde e Prevenção de Riscos e Doenças na Saúde Suplementar Programa de Estímulo à Promoção da Saúde e Prevenção de Doenças da ANS Experiências Bem Sucedidas Ana Paula Cavalcante

Leia mais

PLANOS DE SAÚDE. O que é preciso saber?

PLANOS DE SAÚDE. O que é preciso saber? PLANOS DE SAÚDE O que é preciso saber? Queridos amigos, Estamos muito felizes por concluir a nossa segunda cartilha sobre direitos atrelados à saúde. Este trabalho nasceu com o propósito de levar informações

Leia mais

Seção II Das Definições

Seção II Das Definições RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 310, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012 Dispõe sobre os princípios para a oferta de contrato acessório de medicação de uso domiciliar pelas operadoras de planos de assistência à saúde.

Leia mais