IMPLANTAÇÃO DA TABELA TUSS Terminologia Unificada em Saúde Suplementar. Visão dos Prestadores

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "IMPLANTAÇÃO DA TABELA TUSS Terminologia Unificada em Saúde Suplementar. Visão dos Prestadores"

Transcrição

1 IMPLANTAÇÃO DA TABELA TUSS Terminologia Unificada em Saúde Suplementar Visão dos Prestadores

2 HISTÓRICO 2003 TISS 2004 OFICINAS ANS TISS Porto Alegre: Importância do tema = 95,2% importante / muito importante Possibilidade de adoção = 93,6% importante / muito importante 2005 CONSULTA PÚBLICA COPISS (Comitê de Padronização das Informações em Saúde Suplementar) TISS 2009 TUSS Procedimentos Médicos

3 BENEFÍCIOS DA PADRONIZAÇÃO E TROCA ELETRÔNICA Aprimorar a comunicação entre os atores do setor Redução do uso de papel, agilizando o acesso do beneficiário aos serviços de saúde Facilitar a obtenção de informações para estudos epidemiológicos e definição de políticas em saúde Favorecer a realização de análise de custos e benefícios de investimentos na área de saúde Redução em custos administrativos Melhoria da qualidade da assistência à saúde Possibilitar comparações e análises de desempenho institucional implicando a otimização de recursos e aumento da qualidade de gestão. A ANS disponibilizará um sistema computacional gratuito que possibilitará a troca eletrônica, agregando facilidades para verificação da produção médica, controle de pagamentos, glosas e contratos, valoração de guias, além da emissão de relatórios utilizados para a entrada de parâmetros do SIP (Sistema de Informações de Produtos) e do SIB (Sistema de Informações de Beneficiários), ambos da ANS, contribuindo, assim, com o atendimento dessas normas por parte das operadoras. Fonte: ANS

4 SEGURANÇA E PRIVACIDADE Código Penal Conselho Federal de Medicina Agência Nacional de Saúde Privacidade das informações individuais** Proteção ao acesso das informações trocadas ** ação CREMERJ junto ao MP

5 COPISS - COMPOSIÇÃO I - Agência Nacional de Saúde Suplementar 3 (três) representantes; II - Ministério da Saúde 2 (dois) representante; III - operadoras de planos de saúde: 7 (sete) representantes, das seguintes entidades e setores: a) segmento de auto-gestão de assistência à saúde; b) empresas de medicina de grupo; c) cooperativas de serviços médicos que atuem na saúde suplementar; d) Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e de Capitalização; e) Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas; f) empresas de odontologia de grupo; g) cooperativas de serviços odontológicos que atuem na área de saúde suplementar. IV - prestadores de serviços de saúde: 9 (nove) representantes das entidades: a) Conselho Federal de Medicina; b) Conselho Federal de Odontologia; c) Federação Brasileira de Hospitais; d) Confederação Nacional de Saúde, Hospitais, Estabelecimentos e Serviços; e) Associação Médica Brasileira; f) Sociedade Brasileira de Patologia Clínica; g) Colégio Brasileiro de Radiologia; h) Associação Nacional dos Hospitais Privados; i) Federação Nacional dos Médicos. V entidades nacionais de defesa dos consumidores e dos beneficiários: 1 (um) representante; VI - instituições públicas de ensino e pesquisa com experiência na área: 2 (dois) representantes;

6 IN de novembro de 2009 TUSS A implantação da TUSS, conforme Instrução Normativa nº 38, de 13 de novembro de 2009, será adotada de forma gradual, observando os seguintes prazos, contados a partir da data de publicação da referida normativa: as operadoras de planos privados de assistência à saúde deverão apresentar a TUSS para procedimentos médicos à rede credenciada até 11 de fevereiro de 2010; apresentada a TUSS procedimentos médicos, os prestadores de serviços de saúde terão até 12 de maio de 2010 para adaptar suas guias TISS; após o prazo definido no inciso II da referida instrução normativa, tanto a operadora de plano privado de assistência à saúde quanto prestador de serviço de saúde terão até 11 de julho de 2010 para adaptação dos processos de envio e recebimento das guias no Padrão TISS, codificadas com a TUSS.

7 Questionário de Monitoramento Questionário de Monitoramento da Implantação da TISS/TUSS

8 Sobre a Implantação do Padrão TISS Impacto da implantação da TISS no setor de atendimento? Melhor 13 68% Pior 5 26% Não houve alterações 1 5% Impacto da TISS no setor de faturamento? Melhor 8 42% Pior 10 53% Não houve alterações 1 5% Após a TISS, o número de colaboradores no setor faturamento: Aumentou 13 68% Diminuiu 0 0% Não houve alterações 6 32% Após a TISS, o envio de faturas eletrônicas ocorre em: Mais de 80% 14 74% Entre 50% e 79% 2 11% Menos de 50% 3 16% Após a TISS, a dispensa de preenchimentos de códigos de procedimentos nas guias de papel ocorre em: Mais de 80% 7 37% Entre 50% e 79% 0 0% Menos de 50% 12 63% Com a implantação da TISS, o percentual de glosas: Aumentou 7 37% Diminuiu 2 11% Não alterou 10 53% 8

9 Sobre a Implantação da TUSS Você sabe o que é TUSS e qual o impacto de sua implantação no serviço de saúde? Sim % Não 0 0% Nunca ouvi falar 0 0% Você se considera bem informado sobre o cronograma de implantação da TUSS? Sim 14 74% Não 5 26% Qual a principal fonte de informações atualizadas sobre a TUSS? Site ANS 16 59% Informativos do segmento 6 22% Operadoras 4 15% Sem resposta 1 4% As maiores dificuldades na implantação da TUSS são mais freqüentes em qual segmento? Coperativas 6 15% Medicina de Grupo 7 17% Seguradoras 9 22% Auto-gestão 10 24% Filantrópicas 4 10% Sem resposta 5 12% 9

10 Sobre a Implantação da TUSS Os prazos propostos para a implantação da TUSS são suficientes para as adequações/modificações e para treinamento de colaboradores? Sim 4 21% Não 13 68% Sem resposta 2 11% Você já recebeu as tabelas comparativas entre códigos de procedimentos e preços e os respectivos códigos TUSS de: Mais de 80% 0 0% Entre 50% e 79% 4 21% Menos de 50% 12 63% Não Recebeu de Nenhuma 2 11% Sem resposta 1 5% Receberam as regras de utilização junto com a codificação da tabela TUSS? Mais de 80% 0 Entre 50% e 79% 4 Menos de 50% 11 Não Recebeu de Nenhuma 3 Sem resposta 1 10

11 Sobre a Implantação da TUSS Caso tenha recebido a Tabela TUSS das operadoras, houve necessidade de renegociação de valores? Mais de 80% 2 11% Entre 50% e 79% 2 11% Menos de 50% 6 32% Não Recebeu de Nenhuma 5 26% Sem resposta 4 21% O sistema de faturamento dos prestadores já esta funcionando com a codificação e regras TUSS? Sim 8 42% Não 10 53% Sem resposta 1 5% 11

12 Principais Dificuldades Dificuldade na implantação por problemas no DE/PARA ; Códigos (Procedimentos) já negociados e não previstos na TUSS Códigos da TUSS que incorporam mais de um código na tabela utilizada com valores diferentes; Dificuldades ao realizar as equivalências de códigos por limitações de sistema; Faltam as regras de utilização, valores, tabela de relacionamento entre códigos de procedimentos e preços; As tabelas encaminhadas pelos convênios não contém a relação DE/PARA de códigos (antigos x novos), somente os novos códigos TUSS; As tabelas encaminhadas não contém valores; Aumento no volume de papel impresso, embora seja encaminhado eletrônico; Convênios liberam/autorizam utilizando códigos TUSS e das tabelas antigas;

13 Incorporação de novos procedimentos Fluxo - Formulário

14 Outras Tabelas Materiais e OPME Medicamentos Diárias e Taxas

15 Informações última reunião COPISS SBPC - Apenas CASSI e GEAP estão de acordo com as normas T93 T91 Tabela própria outras áreas de saúde Tabelas de domínio específicos para Medicina Ocupacional e Home Care Anexos clínicos para procedimentos de alta complexidade SNOMED - CT

16 SNOMED CT (Systematized Nomenclature of Medicine--Clinical Terms) Australia Canada Chipre Dinamarca Eslovenia Espanha Estados Unidos Estonia Holanda Inglaterra Lithuania Nova Zelândia Republica Eslováquia Suécia Singapure

17 Obrigada!

PROCESSO ELETRÔNICO PADRÃO TISS. Agosto/2014

PROCESSO ELETRÔNICO PADRÃO TISS. Agosto/2014 PROCESSO ELETRÔNICO PADRÃO TISS Agosto/2014 PADRÃO DE TROCA DE INFORMAÇÕES NA SAÚDE SUPLEMENTAR Padrão TISS Histórico e Consulta Pública nº 43 Padrão TISS - Versão 3.0 3 Histórico RN 305 09/10/2012 - Termo

Leia mais

Por que criar um padrão?

Por que criar um padrão? Tópicos Abordados Por que padronizar O que regulamenta Prazos Responsabilidades Entendendo a norma Webservices Mensagens TUSS Demonstração de uso de Webservices TISS Por que criar um padrão? Para colocar

Leia mais

Implantação do Padrão TISS

Implantação do Padrão TISS Implantação do Padrão TISS Como avalia o impacto da TISS no setor de atendimento de seu laboratório? Como avalia o impacto da TISS no setor de faturamento de seu laboratório? Após a TISS, o número de colaboradores

Leia mais

PADRÃO TISS. Troca de Informação em Saúde Suplementar

PADRÃO TISS. Troca de Informação em Saúde Suplementar PADRÃO TISS Troca de Informação em Saúde Suplementar DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO SETORIAL Leôncio Feitosa Diretor Jussara Macedo Gerente Geral de Integração com o SUS - GGSUS A Visão da ANS/Diretoria

Leia mais

Versão 1.0 MANUAL PRÁTICO TISS 3.02.00. 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Taubaté/ANS. 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02.

Versão 1.0 MANUAL PRÁTICO TISS 3.02.00. 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Taubaté/ANS. 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02. Versão 1.0 MANUAL PRÁTICO TISS 3.02.00 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Taubaté/ANS 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02.00 SUMÁRIO 1. Divulgação 3.02.00 - Unimed Taubaté/ANS...2 3.2.1. Guias

Leia mais

LEI 13003 Manual Perguntas e Respostas

LEI 13003 Manual Perguntas e Respostas LEI 13003 Manual Perguntas e Respostas APRESENTAÇÃO A Federação Baiana de Hospitais e a Associação de Hospitais e Serviços de Saúde do Estado da Bahia, cumprindo com a função de orientar e assessorar hospitais,

Leia mais

REGULAÇÃO E QUALIDADE NO SETOR DE SAÚDE SUPLEMENTAR 18 de junho de 2013. Regulação e Qualidade no Setor de Saúde Suplementar - 18/06/2013.

REGULAÇÃO E QUALIDADE NO SETOR DE SAÚDE SUPLEMENTAR 18 de junho de 2013. Regulação e Qualidade no Setor de Saúde Suplementar - 18/06/2013. REGULAÇÃO E QUALIDADE NO SETOR DE SAÚDE SUPLEMENTAR 18 de junho de 2013 1 Informação para a Regulação da Qualidade da Saúde Suplementar Marizélia Leão Moreira Graduada em Ciências Sociais pela UNESP, Doutorado

Leia mais

Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos

Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos Câmara dos Deputados (PL 3466/2004) PL 3466/2004 Deputado Inocêncio de Oliveira (PR/PE) Autor do projeto Banco de images / Câmara FOTO: BANCO

Leia mais

Relato Reunião COPISS Coordenador 19 de abril de 2012, 52ª reunião ANS, Rio de Janeiro 9h00 às 17h00

Relato Reunião COPISS Coordenador 19 de abril de 2012, 52ª reunião ANS, Rio de Janeiro 9h00 às 17h00 Relato Reunião COPISS Coordenador 19 de abril de 2012, 52ª reunião ANS, Rio de Janeiro 9h00 às 17h00 1 Resumo e considerações* A reunião apresentou bastante debate, e deliberações importantes. Alguns pontos

Leia mais

A Troca de Informações na Saúde Suplementar

A Troca de Informações na Saúde Suplementar 3.00.01 A Troca de Informações na Saúde Suplementar A TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as trocas eletrônicas de dados de atenção à saúde dos beneficiários de planos, entre os agentes

Leia mais

TREINAMENTO DO PADRÃO TISS 3.00.01

TREINAMENTO DO PADRÃO TISS 3.00.01 TREINAMENTO DO PADRÃO TISS 3.00.01 Coordenadoras TISS: Elisandra Baldissera e Roseli Fistarol Colaboradores: Cesar Paz, Denise Bertoldo e Patrique Hedlund 1 Organização do evento Os slides estão disponíveis

Leia mais

PADRÃO TISS Versão 3.00.00 Troca de Informações na Saúde Suplementar

PADRÃO TISS Versão 3.00.00 Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS Versão 3.00.00 Troca de Informações na Saúde Suplementar Diretoria de Desenvolvimento Setorial - DIDES Gerência-Geral de Integração Setorial - GGISE Gerência de Padronização e Interoperabilidade

Leia mais

Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE

Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE AGOSTO/2014 1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Orientações Gerais... 4 2.1 Entrega de guias... 4 2.2 Numeração de guias... 4 2.3 Pacotes - Autorização e cobrança...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO CONSULTAS, SOLICITAÇÕES E EXECUÇÕES DE EXAMES (SADT) HILUM 4.0.5 TISS 3.02.00

MANUAL DE UTILIZAÇÃO CONSULTAS, SOLICITAÇÕES E EXECUÇÕES DE EXAMES (SADT) HILUM 4.0.5 TISS 3.02.00 MANUAL DE UTILIZAÇÃO CONSULTAS, SOLICITAÇÕES E EXECUÇÕES DE EXAMES (SADT) HILUM 4.0.5 TISS 3.02.00 1 APRESENTAÇÃO A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA REGULAÇÃO E DA CONTRATUALIZAÇÃO EM SAÚDE SUPLEMENTAR. Comissão Nacional de Convênios e Credenciamentos (CNCC)

A IMPORTÂNCIA DA REGULAÇÃO E DA CONTRATUALIZAÇÃO EM SAÚDE SUPLEMENTAR. Comissão Nacional de Convênios e Credenciamentos (CNCC) 1 A IMPORTÂNCIA DA REGULAÇÃO E DA CONTRATUALIZAÇÃO EM SAÚDE SUPLEMENTAR 2 CONCEITOS 3 SAÚDE SUPLEMENTAR: atividade que envolve a operação de planos privados de assistência à saúde sob regulação do Poder

Leia mais

Treinamento. Gerência Técnica Especializada consultoria@bolsin.net. Janis Kotke consultoria@bolsin.net

Treinamento. Gerência Técnica Especializada consultoria@bolsin.net. Janis Kotke consultoria@bolsin.net Apresentação: Janis Kotke O objetivo deste boletim informativo técnicos é esclarecer alguns detalhes da Resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar. Todo o conteúdo foi extraído da sua própria fonte

Leia mais

RELATÓRIO 203 ASSUNTO: 79ª REUNIÃO DO COPISS COORDENADOR. 1. Participantes da 79ª reunião do COPISS; 2. Leitura e aprovação da ata 78ª reunião;

RELATÓRIO 203 ASSUNTO: 79ª REUNIÃO DO COPISS COORDENADOR. 1. Participantes da 79ª reunião do COPISS; 2. Leitura e aprovação da ata 78ª reunião; RELATÓRIO 203 ASSUNTO: 79ª REUNIÃO DO COPISS COORDENADOR DATA: 28/05/2015 LOCAL: ANS HORÁRIO: 09h às 12h30min Pauta: 1. Participantes da 79ª reunião do COPISS; 2. Leitura e aprovação da ata 78ª reunião;

Leia mais

MANUAL DO REFERENCIADO TISS

MANUAL DO REFERENCIADO TISS MANUAL DO REFERENCIADO TISS Prezado Referenciado, As instruções contidas neste Manual têm como principal objetivo, servir como guia para que os agentes integrantes do processo de faturamento e conciliação

Leia mais

Registro Eletrônico de Saúde para a Odontologia 9º SINPLO. Painel Tecnológico 09 de maio de 2014

Registro Eletrônico de Saúde para a Odontologia 9º SINPLO. Painel Tecnológico 09 de maio de 2014 Registro Eletrônico de Saúde para a Odontologia 9º SINPLO Painel Tecnológico 09 de maio de 2014 Registro Eletrônico de Saúde 9º SINPLO SP 09/05/2014. 1 Marizélia Leão Moreira Graduada em Ciências Sociais

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN n 114, DE 26 DE OUTUBRO DE 2005.

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN n 114, DE 26 DE OUTUBRO DE 2005. RESOLUÇÃO NORMATIVA RN n 114, DE 26 DE OUTUBRO DE 2005. Estabelece padrão obrigatório para a troca de informações entre operadoras de plano privado de assistência à saúde e prestadores de serviços de saúde

Leia mais

1 O que é a TISS 3.02.00?

1 O que é a TISS 3.02.00? 1 O que é a TISS 3.02.00? O Padrão TISS possui padrão obrigatório para trocas eletrônicas de dados de atenção à saúde dos beneficiários de planos, entre os agentes da Saúde Suplementar. Tem por finalidade

Leia mais

Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde)

Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde) Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde) Demonstrativo de retorno: modelo formal de representação e descrição documental do padrão TISS sobre o pagamento dos eventos assistenciais realizados

Leia mais

TISS 3.0 - Perguntas e Respostas

TISS 3.0 - Perguntas e Respostas TISS 3.0 - Perguntas e Respostas Apresentação MV Sumário TISS 3.0 Perguntas e Respostas... 4 Fontes... 5 4 Copyright 2013 MV. Todos os direitos reservados 3 TISS 3.0 Perguntas e Respostas 1) Quais as principais

Leia mais

ROTEIRO. Normatização - RN 305. Plano de Trabalho FUNDAFFEMG. Estudo de caso FUNDAFFEMG.

ROTEIRO. Normatização - RN 305. Plano de Trabalho FUNDAFFEMG. Estudo de caso FUNDAFFEMG. ROTEIRO Normatização - RN 305. Plano de Trabalho FUNDAFFEMG. Estudo de caso FUNDAFFEMG. Resolução Normativa nº 305, de 09/10/2012 Encontra-se em vigência, desde 01 de maio de 2013 a versão 3.00.01 que

Leia mais

Rol de Procedimentos e Refêrencia de Exames e Serviços em Laboratórios Clínicos

Rol de Procedimentos e Refêrencia de Exames e Serviços em Laboratórios Clínicos Rol de Procedimentos e Refêrencia de Exames e Serviços em Laboratórios Clínicos Problemas Há exames fora das Tabelas, Classificações e Rol Avancos das áreas tecnológicas e médicas da IVD Queixa de Excesso

Leia mais

TISS 3.01.00 CARTILHA. 1. Divulgação 3.01.00 - CNU/ANS. 2. Material TISS 3.01.00. 3. Componentes da TISS 3.01.00

TISS 3.01.00 CARTILHA. 1. Divulgação 3.01.00 - CNU/ANS. 2. Material TISS 3.01.00. 3. Componentes da TISS 3.01.00 1. Divulgação 3.01.00 - CNU/ANS CARTILHA TISS 3.01.00 2. Material TISS 3.01.00 3. Componentes da TISS 3.01.00 4. Rotina Operacional Central de Atendimento Autorização 5. Rotina Operacional Contas Médicas

Leia mais

Regulação da ANS ANS entre hospital, planos e seguros saúde. Atibaia, 21 de abril de 2010

Regulação da ANS ANS entre hospital, planos e seguros saúde. Atibaia, 21 de abril de 2010 Regulação da ANS ANS entre hospital, planos e seguros saúde Atibaia, 21 de abril de 2010 Cenário atual DESAFIOS Desafios da Sustentabilidade Pressão constante sobre os custos Incorporação de novas tecnologias

Leia mais

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.01.00

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.01.00 ÍNDICE TÓPICO PAG. 1 Apresentação... 2 2 Definição do Padrão TISS... 3 3 Objetivo do Padrão TISS... 3 4 Guias (formulários) do Padrão TISS... 3 5 Preenchimento das Guias do Padrão TISS... 4 Guia de Consulta...

Leia mais

Manual TISS instruções para utilização e preenchimento das guias. Instruções gerais

Manual TISS instruções para utilização e preenchimento das guias. Instruções gerais Manual TISS instruções para utilização e preenchimento das guias Instruções gerais Este manual tem como finalidade instruir todos os prestadores de serviço no preenchimento uniforme das guias do padrão

Leia mais

MANUAL TISS UNIMED ASSIS. Manual TISS Unimed Assis Agosto/2014

MANUAL TISS UNIMED ASSIS. Manual TISS Unimed Assis Agosto/2014 MANUAL TISS UNIMED ASSIS 1 AGOSTO/2014 INTRODUÇÃO Este informativo foi desenvolvido pela Unimed de Assis com o intuito de simplificar e resumir as principais informações referentes à implantação e execução

Leia mais

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.02.00

ÍNDICE. - 1 Guia Padrão TISS Versão 3.02.00 ÍNDICE TÓPICO PAG. 1 Apresentação... 2 2 Definição do Padrão TISS... 3 3 Objetivo do Padrão TISS... 3 4 Guias (formulários) do Padrão TISS... 3 5 Preenchimento das Guias do Padrão TISS... 4 Guia de Consulta...

Leia mais

Manual de Preenchimento da TISS (Troca de Informações em Saúde Suplementar)

Manual de Preenchimento da TISS (Troca de Informações em Saúde Suplementar) Manual de Preenchimento da TISS (Troca de Informações em Saúde Suplementar) 0 Última Atualização: 16/05/07 9:30h SUMÁRIO I Introdução Página 2 II - Formulários/ Legendas Página 5 II.1 Guias Página 5 2.1.1

Leia mais

Divulgação Novo TISS 3.02.00

Divulgação Novo TISS 3.02.00 Manual TISS 3.0.00 Índice Tema Introdução Conteúdo e Estrutura Guia de Consulta Legenda Guia de Consulta Guia SP SADT Legenda Guia SP SADT Guia Solicitação de Internação Legenda Guia Solicitação de Internação

Leia mais

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 SUMÁRIO Questão 1 - Valor dos eventos de atenção à saúde, por grupo e origem... 4 Questão 2 Quantitativo e valor dos eventos de atenção à saúde por prestador...

Leia mais

PADRÃO TISS. organizacional

PADRÃO TISS. organizacional PADRÃO TISS organizacional novembro 2013 1 Sumário I. Versão do Componente Organizacional... 6 II. Componente organizacional... 6 Finalidade... 6 Definição... 6 III. Exposição de motivos da atualização...

Leia mais

Nota da Ata da 79ª Reunião Ordinária do Comitê de Padronização das Informações em Saúde Suplementar (COPISS), realizada em 28 de maio de 2015.

Nota da Ata da 79ª Reunião Ordinária do Comitê de Padronização das Informações em Saúde Suplementar (COPISS), realizada em 28 de maio de 2015. Nota da Ata da 79ª Reunião Ordinária do Comitê de Padronização das Informações em Saúde Suplementar (COPISS), realizada em 28 de maio de 2015. 1. TUSS OPME: dificuldades operacionais de identificação de

Leia mais

RELATÓRIO DA CONSULTA PÚBLICA Nº 43/2011 ATUALIZAÇÃO DO PADRÃO DE TROCA DE INFORMAÇÃO NA SAÚDE SUPLEMENTAR (PADRÃO TISS)

RELATÓRIO DA CONSULTA PÚBLICA Nº 43/2011 ATUALIZAÇÃO DO PADRÃO DE TROCA DE INFORMAÇÃO NA SAÚDE SUPLEMENTAR (PADRÃO TISS) RELATÓRIO DA CONSULTA PÚBLICA Nº 43/2011 ATUALIZAÇÃO DO PADRÃO DE TROCA DE INFORMAÇÃO NA SAÚDE SUPLEMENTAR (PADRÃO TISS) Rio de Janeiro, 18 de julho de 2012 Gerência de Padronização e Interoperabilidade

Leia mais

Quanto custa a (falta de) Qualidade?

Quanto custa a (falta de) Qualidade? Congresso Internacional de Qualidade em Serviços e Sistemas de Saúde 2015 Quanto custa a (falta de) Qualidade? 27, 28 e 29 de abril de 2015 Centro de Convenções Rebouças - São Paulo 1 Congresso Internacional

Leia mais

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2014 ERRATA Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS. Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar

Leia mais

PADRÃO TISS. organizacional

PADRÃO TISS. organizacional PADRÃO TISS organizacional janeiro 2015 1 Sumário I. Versão do Componente Organizacional... 6 II. Componente organizacional... 6 Finalidade... 6 Definição... 6 III. Exposição de motivos da atualização...

Leia mais

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Formulário do Plano de Contingência

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Formulário do Plano de Contingência PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA Formulário do Plano de Contingência Legenda do Anexo de Solicitação de Órteses, Próteses e Materiais Especiais - OPME Registro ANS Número da no prestador

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2 MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2 1 Brasília/DF - 2007 1. Introdução A meta deste trabalho é estruturar e auxiliar no correto preenchimento das Guias

Leia mais

Proposta Hoje em dia

Proposta Hoje em dia Proposta Hoje em dia Folhas de Alta Protocolo CPDH Banco de dados Relacional 9 Proposta Automatizar o Protocolo CPDH Acabar com o envio de papel; Acabar com a codificação manual dos códigos não preenchidos;

Leia mais

Incorporação de Tecnologias na Saúde Suplementar Revisão do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde 2015-2016. Janeiro de 2015

Incorporação de Tecnologias na Saúde Suplementar Revisão do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde 2015-2016. Janeiro de 2015 Incorporação de Tecnologias na Saúde Suplementar Revisão do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde 2015-2016 Janeiro de 2015 1 Agência Nacional de Saúde Suplementar É a agência reguladora do Governo Federal,

Leia mais

Manual de Orientação TISS

Manual de Orientação TISS Manual de Orientação TISS Prezado Prestador, De forma a atender a Resolução Normativa 114 de 26/10/05 publicada pela ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar, a Marítima Saúde Seguros S/A está disponibilizando

Leia mais

O que é Saúde Complementar

O que é Saúde Complementar O que é Saúde Complementar A Lei 9.656/1998 define Operadora de Plano de Assistência à Saúde como sendo a pessoa jurídica constituída sob a modalidade de sociedade civil ou comercial, cooperativa, ou entidade

Leia mais

TISS. Informativo. Informativo TISS e o Sistema Unimed - Abril/2014 1

TISS. Informativo. Informativo TISS e o Sistema Unimed - Abril/2014 1 TISS Informativo e o Sistema Unimed Informativo TISS e o Sistema Unimed - Abril/2014 1 2 Informativo TISS e o Sistema Unimed - Abril/2014 Informativo TISS e o Sistema Unimed Abril/2014 Unimed do Brasil

Leia mais

TISS. Manual de Instruções. Manual de Instruções. Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 ANS 36.825-3

TISS. Manual de Instruções. Manual de Instruções. Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 ANS 36.825-3 TISS Manual de Instruções Manual de Instruções Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 1. INTRODUÇÃO 2. ORIENTAÇÕES GERAIS 2.1 Entrega de guias SUMÁRIO......... 2.2 Numeração de guias Pacotes...

Leia mais

MANUAL Troca de Informações em Saúde Suplementar TISS

MANUAL Troca de Informações em Saúde Suplementar TISS MANUAL Troca de Informações em Saúde Suplementar TISS Plano de Auto-Gestão em Saúde da CERON - PAGSC Porto Velho ago/2007 1 APRESENTAÇÃO A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar

Leia mais

ÍNDICE TISS versão 3.0 Implantação 31/05/2014

ÍNDICE TISS versão 3.0 Implantação 31/05/2014 1 ÍNDICE 1. Visão Geral 3 2. O que é a TISS 3 3. Histórico da evolução do modelo 3 4. O que faz parte da TISS 4 5. Guias e demonstrativos 4 6. Plano de contingência 4 7. Guia de consulta 5 8. Guia de SP/SADT

Leia mais

Manual do Prestador SEPACO. Saúde. ANS - n 40.722-4

Manual do Prestador SEPACO. Saúde. ANS - n 40.722-4 Manual do Prestador Saúde o ANS - n 40.722-4 SEPACO Prezado prestador, Este manual tem como objetivo formalizar a implantação das rotinas administrativas do Sepaco Saúde, informando as características

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº, DE DE DE 2010.

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº, DE DE DE 2010. RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº, DE DE DE 2010. Institui o programa de incentivo à qualificação de prestadores de serviços na saúde suplementar. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar

Leia mais

Manual de Orientação ao Prestador

Manual de Orientação ao Prestador Manual de Orientação ao Prestador ORIENTAÇÕES IMPORTANTES QUANTO AO PREENCHIMENTO DE GUIAS E AUTORIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS Com a intenção de melhorar a parceria entre o Plano Santa Casa Saúde, médicos,

Leia mais

ASSEFAZ FUNDAÇÃO ASSISTENCIAL DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO DA FAZENDA. Principais dúvidas do TISS

ASSEFAZ FUNDAÇÃO ASSISTENCIAL DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO DA FAZENDA. Principais dúvidas do TISS Principais dúvidas do TISS FATURAMENTO ELETRÔNICO Pergunta: A Assefaz utilizará o TISSNET para envio e recebimentos dos arquivos TISS xml? Resposta: Não. A Assefaz não utilizará o programa TISSNET para

Leia mais

MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS

MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. INFORMAÇÕES REGULAMENTARES:...3 3. ACESSO AO SISTEMA...3 4. INCLUSÃO DE USUÁRIOS...4 5. FATURAMENTO ELETRÔNICO...5 6. GUIA

Leia mais

Abrangência. >400.000 conceitos definidos. >1.400.000 relações semânticas

Abrangência. >400.000 conceitos definidos. >1.400.000 relações semânticas Dr. João de Lucena Gonçalves Consultor Técnico da CNS consultoria@ahcrj.com.br () 53-0540 Fonação-audição TROCA Linguagem Palavras SINTAXE Frases Conceitos SEMÂNTICA ANS UMLS SNOMED CT ICD TROCA SINTAXE

Leia mais

Assunto: adequação à RN nº 254 da ANS: importantes mudanças a partir de janeiro/2013: carteiras, faturamento, acompanhante e tabela TUSS

Assunto: adequação à RN nº 254 da ANS: importantes mudanças a partir de janeiro/2013: carteiras, faturamento, acompanhante e tabela TUSS Rio de Janeiro, 11 de dezembro de 2012 Aos Credenciados Assunto: adequação à RN nº 254 da ANS: importantes mudanças a partir de janeiro/2013: carteiras, faturamento, acompanhante e tabela TUSS Prezados(as)

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 190, DE 30 DE ABRIL DE 2009.

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 190, DE 30 DE ABRIL DE 2009. RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 190, DE 30 DE ABRIL DE 2009. Dispõe sobre a criação obrigatória de portal corporativo na Internet pelas operadoras de planos privados de assistência à saúde, sobre a designação

Leia mais

PADRÃO TISS. organizacional

PADRÃO TISS. organizacional PADRÃO TISS organizacional fevereiro 2015 1 Sumário I. Versão do Componente Organizacional... 6 II. Componente organizacional... 6 Finalidade... 6 Definição... 6 III. Exposição de motivos da atualização...

Leia mais

A Sua Senhoria o(a) Senhor(a) Proprietário(a) de empresa de fisioterapia e/ou terapia ocupacional

A Sua Senhoria o(a) Senhor(a) Proprietário(a) de empresa de fisioterapia e/ou terapia ocupacional Ofício-Circular 001/2015/GAPRE/CREFITO-4 Belo Horizonte, 22 de janeiro de 2015. A Sua Senhoria o(a) Senhor(a) Proprietário(a) de empresa de fisioterapia e/ou terapia ocupacional Assunto: Novas normas para

Leia mais

Relatório da Audiência Pública n o 01/2014

Relatório da Audiência Pública n o 01/2014 Relatório da Audiência Pública n o 01/2014 Boas práticas na relação entre operadoras de planos e prestadores de serviços de saúde Rio de Janeiro, 10 de março de 2014 Gerência de Avaliação da Qualidade

Leia mais

Manual TISS Troca de Informaçõ

Manual TISS Troca de Informaçõ Manual TISS Troca de Informaçõ ções em Saúde Suplementar Versão o 1.1 Instruçõ ções para preenchimento das guias PREENCHER EXCLUSIVAMENTE COM CANETA PRETA OU AZUL GCES A Unimed Natal desenvolveu este manual

Leia mais

PADRÃO TISS conteúdo & estrutura. novembro 2013

PADRÃO TISS conteúdo & estrutura. novembro 2013 PADRÃO TISS conteúdo & estrutura novembro 2013 Índice Parte I - Lista das mensagens padronizadas 5 Parte II - Mensagens entre operadoras de planos privados de assistência à saúde e prestadores de serviços

Leia mais

Empresa de Consultoria especializada em Gestão do Negócio Saúde

Empresa de Consultoria especializada em Gestão do Negócio Saúde Empresa de Consultoria especializada em Gestão do Negócio Saúde Consultoria Técnica para a Gestão da Sinistralidade Suporte para Organização das Auditorias Operadora Consultoria Técnica em OPME Auditorias,

Leia mais

PADRÃO TISS conteúdo & estrutura. maio 2014

PADRÃO TISS conteúdo & estrutura. maio 2014 PADRÃO TISS conteúdo & estrutura maio 2014 Índice Parte I - Lista das mensagens padronizadas 5 Parte II - Mensagens entre operadoras de planos privados de assistência à saúde e prestadores de serviços

Leia mais

PADRÃO TISS. organizacional

PADRÃO TISS. organizacional PADRÃO TISS organizacional maio 2014 1 Sumário I. Versão do Componente Organizacional... 6 II. Componente organizacional... 6 Finalidade... 6 Definição... 6 III. Exposição de motivos da atualização...

Leia mais

ANEXO DE SOLICITAÇÃO DE ÓRTESES, PRÓTESES E MATERIAIS ESPECIAIS - OPME

ANEXO DE SOLICITAÇÃO DE ÓRTESES, PRÓTESES E MATERIAIS ESPECIAIS - OPME Logo da Empresa ANEXO DE SOLICITAÇÃO DE ÓRTESES, PRÓTESES E MATERIAIS ESPECIAIS - OPME 2- Nº Guia no Prestador 12345678901234567890 1 - Registro ANS 3 - Número da Guia Referenciada 4 - Senha 5 - Data da

Leia mais

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Parte V - Formulários do Plano de Contingência

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Parte V - Formulários do Plano de Contingência PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA Parte V - Formulários do Plano de Contingência Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Maio 2014 323 Registro ANS Número da referenciada 2 1 Registro

Leia mais

Manual de Orientações Técnicas e Administrativas de Serviços em Check-up da Tempo USS - Serviços de Assistência

Manual de Orientações Técnicas e Administrativas de Serviços em Check-up da Tempo USS - Serviços de Assistência Manual de Orientações Técnicas e Administrativas de Serviços em Check-up da Tempo USS - Serviços de Assistência Maio de 2011 1. Apresentação Apresentamos o Manual de Orientações Técnicas e Administrativas

Leia mais

Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS e Terminologia Unificada da Saúde Suplementar - TUSS

Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS e Terminologia Unificada da Saúde Suplementar - TUSS Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS e Terminologia Unificada da Saúde Suplementar - TUSS Daiane Maciel maciel.daiane@gmail.com +55 11 8271-1523 1 Troca de Informação em Saúde Suplementar -

Leia mais

A importância da conectividade entre. Gilberto Bosco Neto

A importância da conectividade entre. Gilberto Bosco Neto entre operadoras e prestadores Gilberto Bosco Neto Conectividade Interligar a operadora e o prestador de forma automatizada, trocando informações pertinentes ao atendimento do beneficiário e remuneração

Leia mais

Trata-se de Nota Técnica referente à metodologia utilizada para o desenvolvimeto da primeira carga do D-TISS Detalhamento dos Dados do TISS.

Trata-se de Nota Técnica referente à metodologia utilizada para o desenvolvimeto da primeira carga do D-TISS Detalhamento dos Dados do TISS. Gerência/Diretoria: GEPIN/DIDES Protocolo nº 33902.552358/2015-01 Data: 09/12/2015 Hora: 10:00 Assinatura: Magno Fernandes Nota Técnica nº 586/2015/GEPIN/DIDES/ANS 1. Introdução Trata-se de Nota Técnica

Leia mais

ASSUNTO: REUNIÃO DA CÂMARA TÉCNICA DE MONITORAMENTO DOS NORMATIVOS DA LEI 13

ASSUNTO: REUNIÃO DA CÂMARA TÉCNICA DE MONITORAMENTO DOS NORMATIVOS DA LEI 13 RELATÓRIO 206 ASSUNTO: REUNIÃO DA CÂMARA TÉCNICA DE MONITORAMENTO DOS NORMATIVOS DA LEI 13.003/14 E DO GT DE REGULAMENTAÇÃO DO FATOR DE QUALIDADE PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS HOSPITALARES E DE SADT DATA:

Leia mais

RESOLUÇÃO CRM-PR N.º 191/2013.

RESOLUÇÃO CRM-PR N.º 191/2013. RESOLUÇÃO CRM-PR N.º 191/2013. Dispõe sobre a obrigatoriedade dos Contratos firmados entre as Operadoras de Planos de Saúde e os Médicos seguirem as Normativas da ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar.

Leia mais

A regulação na Saúde Suplementar

A regulação na Saúde Suplementar A regulação na Saúde Suplementar Karla Santa Cruz Coelho Diretora da Diretoria de Gestão São Paulo, 14 de agosto de 2015 Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS Dimensão do setor OPMEs no âmbito da Saúde

Leia mais

Procedimento Odontologia Eletronorte / Credenciado

Procedimento Odontologia Eletronorte / Credenciado Procedimento Odontologia Eletronorte / Credenciado Os tratamentos odontológicos serão realizados de acordo com o processo descrito abaixo, devido às novas guias estabelecidas pela ANS. A coloração das

Leia mais

Manual Específico Unimed-Rio - TISS

Manual Específico Unimed-Rio - TISS UNIME D-RIO Manual Específico Unimed-Rio - TISS Área de Relacionamento com Hospitais Rio 2 PADRONIZAÇÃO DOS NOVOS FORMULÁRIOS QUE SERÃO UTILIZADOS PELOS PRESTADORES PARA ENVIO PARA A UNIMED-RIO. Estes documentos

Leia mais

TISS. I Implanta TISS Prestadores e Operadoras em direção à padronização

TISS. I Implanta TISS Prestadores e Operadoras em direção à padronização TISS I Implanta TISS Prestadores e Operadoras em direção à padronização Roteiro Panorama da Saúde Padrão TISS Reflexões Avanços (tecnológico e científico) na Saúde Maior conhecimento sobre os determinantes

Leia mais

Cobrança de Procedimentos por pacote e diárias compactadas

Cobrança de Procedimentos por pacote e diárias compactadas TEMA 4 DO PRÉ CONGRESSO CONBRASS 2012 Atualização na formatação de preços dos procedimentos por pacote e tabelas de diárias compactadas - Dra.Giuseppina Pellegrini "A vida não se abala com a nossa ignorância,

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS

MANUAL DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS MANUAL DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS Padrão TISS Atendendo à exigência da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a partir do dia 31 de Agosto do corrente ano, a Unimed Sobral se adequará ao padrão

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 389, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 (Em vigor a partir de 01/01/2016) Dispõe sobre a transparência das informações no âmbito da saúde suplementar, estabelece a obrigatoriedade da

Leia mais

A SAÚDE SUPLEMENTAR E A REGULAÇÃO

A SAÚDE SUPLEMENTAR E A REGULAÇÃO A SAÚDE SUPLEMENTAR E A REGULAÇÃO IBDESS Fevereiro/2010 Fausto Pereira dos Santos Diretor-Presidente Vínculos a planos privados de assistência à saúde e registros no cadastro: Brasil (2000 2009) (milhões)

Leia mais

Manual de Instruções Maio 2007

Manual de Instruções Maio 2007 Manual de Instruções Maio 2007 SUMÁRIO 1. Introdução 03 2. Orientações Gerais 04 2.1 Entrega de guias 04 2.2 Numeração de guias 04 2.3 Pacotes Autorização e cobrança 04 3. Identificação do Beneficiário

Leia mais

Introdução Objetivo Geral

Introdução Objetivo Geral 1 Introdução Objetivo Geral Investigar o relacionamento entre operadoras de planos de saúde e as entidades/instituições privadas da Grande São Paulo, as quais o Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios

Leia mais

Apresentação TISS 3.01.00. Obrigatoriedade 30/05/2014 RN 305 / 341 IN 51 (ANS)

Apresentação TISS 3.01.00. Obrigatoriedade 30/05/2014 RN 305 / 341 IN 51 (ANS) Apresentação TISS 3.01.00 Obrigatoriedade 30/05/2014 RN 305 / 341 IN 51 (ANS) 1 Apresentação TISS 3.01.00 Obrigatoriedade 30/05/2014 RN 305 / 341 IN 51 (ANS) Paulo Andrade (Gerente TI) Coordenador TISS

Leia mais

TISS 3.02.00 CARTILHA. 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Planalto Médio/ANS. 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02.00 VERSÃO 1.

TISS 3.02.00 CARTILHA. 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Planalto Médio/ANS. 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02.00 VERSÃO 1. VERSÃO 1.0 CARTILHA TISS 3.02.00 1. Divulgação 3.02.00 Unimed Planalto Médio/ANS 2. Material TISS 3.02.00 3. Componentes da TISS 3.02.00 4. Rotina Operacional 5. Rotina Operacional Autorizações Contas

Leia mais

Implantação do Padrão TISS na Saúde Suplementar -RADAR TISS-

Implantação do Padrão TISS na Saúde Suplementar -RADAR TISS- Implantação do Padrão TISS na Saúde Suplementar -RADAR TISS- XI Congresso Brasileiro de Informática em Saúde - Campos de Jordão - SP 29 de novembro a 03 de dezembro de 2008 Agência Nacional de Saúde Suplementar

Leia mais

Manual de Conteúdo e Estrutura GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO (GTO)

Manual de Conteúdo e Estrutura GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO (GTO) Manual de Conteúdo e Estrutura GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO (GTO) Instruções para Preenchimento da Guia Jul/08 O QUE É TISS? A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar TISS

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DO PADRÃO TISS Apresentação de um Case, resultados obtidos, dificuldades e próximos desafios

IMPLANTAÇÃO DO PADRÃO TISS Apresentação de um Case, resultados obtidos, dificuldades e próximos desafios 1 Universidade Anhanguera-Uniderp IMPLANTAÇÃO DO PADRÃO TISS Apresentação de um Case, resultados obtidos, dificuldades e próximos desafios Jacqueline Petinon Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) apresentado

Leia mais

MANUAL RECURSO DE GLOSA

MANUAL RECURSO DE GLOSA MANUAL RECURSO DE GLOSA Este Manual tem por finalidade orientar o preenchimento do Recurso de Glosa no Portal de Serviços de Atendimento ao Prestador, bem como estabelecer normas de atuação que facilitem

Leia mais

MANUAL DE LISTA PRESENCIAL E CONFIRMAÇÃO DE ATENDIMENTO

MANUAL DE LISTA PRESENCIAL E CONFIRMAÇÃO DE ATENDIMENTO MANUAL DE LISTA PRESENCIAL E CONFIRMAÇÃO DE ATENDIMENTO Este Manual tem por finalidade orientar o preenchimento do Novo Portal de Serviços de Atendimento ao Prestador na Confirmação de Atendimento e Lista

Leia mais

APRESENTAÇÃO UNIHOSP SAÚDE S/A CNPJ: 01.445.199/0001-24 Rua Campos Sales, 517 Centro Santo André - SP MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO

APRESENTAÇÃO UNIHOSP SAÚDE S/A CNPJ: 01.445.199/0001-24 Rua Campos Sales, 517 Centro Santo André - SP MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO APRESENTAÇÃO UNIHOSP SAÚDE S/A CNPJ: 01.445.199/0001-24 Rua Campos Sales, 517 Centro Santo André - SP MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO Este manual visa esclarecer as regras e normas para o serviço

Leia mais

Lei nº 13.003/2014. Jacqueline Torres Gerente Executiva. GERAR Gerência Executiva de Aprimoramento do Relacionamento entre Operadoras e Prestadores

Lei nº 13.003/2014. Jacqueline Torres Gerente Executiva. GERAR Gerência Executiva de Aprimoramento do Relacionamento entre Operadoras e Prestadores Lei nº 13.003/2014 Jacqueline Torres Gerente Executiva GERAR Gerência Executiva de Aprimoramento do Relacionamento entre Operadoras e Prestadores O porquê de uma nova lei O mercado de planos de saúde organiza-se

Leia mais

Informações para dúvidas e esclarecimentos para Referenciado Médico

Informações para dúvidas e esclarecimentos para Referenciado Médico Informações para dúvidas e esclarecimentos para Referenciado Médico I - Porque padronizar 1 - O que se entende por TISS? [março 2006] Entende-se por TISS o padrão estabelecido pela ANS para a Troca de

Leia mais

PADRÃO TISS. organizacional

PADRÃO TISS. organizacional PADRÃO TISS organizacional outubro 2012 1 Sumário I. Versão do Componente Organizacional... 6 II. Componente organizacional... 6 Finalidade... 6 Definição... 6 III. Exposição de motivos da atualização...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Declaração de Serviços Médicos e de Saúde - DMED - LEIAUTE

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Declaração de Serviços Médicos e de Saúde - DMED - LEIAUTE Declaração de Serviços Médicos e de Saúde - 06/11/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações

Leia mais

Manual do Prestador. Versão 1.0 Maio/2014. Manaus - Amazonas ANS Nº 38809-2 1

Manual do Prestador. Versão 1.0 Maio/2014. Manaus - Amazonas ANS Nº 38809-2 1 Manual do Prestador Versão 1.0 Maio/2014 Manaus - Amazonas 1 SUMÁRIO Apresentação... 3 1. Identificação do beneficiário...3 2. Atendimento ao beneficiário... 4 2.1. Requisitos para o atendimento... 4 2.2.

Leia mais

Números do Sistema Unimed. 354 Cooperativas Unimed. Presente em 83% dos municípios

Números do Sistema Unimed. 354 Cooperativas Unimed. Presente em 83% dos municípios Números do Sistema Unimed 354 Cooperativas Unimed 300 Operadoras de plano de saúde 37 Prestadoras de serviço 110 mil Cooperados ativos 19,5 milhões Beneficiários 2.960 Hospitais Presente em 83% dos municípios

Leia mais

Ata da 52ª Reunião Ordinária do COPISS Comitê de Padronização das Informações em Saúde Suplementar.

Ata da 52ª Reunião Ordinária do COPISS Comitê de Padronização das Informações em Saúde Suplementar. Ata da 52ª Reunião Ordinária do COPISS Comitê de Padronização das Informações em Saúde Suplementar. Às nove horas do dia dezenove de abril de dois mil e doze, nesta cidade, à Rua Teixeira de Freitas, nº

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ. TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ. TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia Brasília/DF - 2007 1 1. Introdução A meta deste trabalho é estruturar e auxiliar no correto preenchimento das

Leia mais