Sumário detalhado 1. A Reforma: uma introdução O cristianismo no final da Idade Média O humanismo e a Reforma...54

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sumário detalhado 1. A Reforma: uma introdução O cristianismo no final da Idade Média O humanismo e a Reforma...54"

Transcrição

1 Sumário Sumário detalhado...4 Prefácio à quarta edição Como usar este livro A Reforma: uma introdução O cristianismo no final da Idade Média O humanismo e a Reforma O escolasticismo e a Reforma Os reformadores: uma introdução biográfica O retorno à Bíblia A doutrina da justificação pela fé A doutrina da igreja A doutrina dos sacramentos A doutrina da predestinação O pensamento político da Reforma As ideias religiosas da Reforma inglesa A difusão do pensamento da Reforma O impacto da Reforma na História Apêndice 1 Glossário de termos teológicos e históricos Apêndice 2 Traduções para o inglês das principais fontes primárias Apêndice 3 Abreviaturas-padrão dos principais jornais e fontes Apêndice 4 Como se referir às fontes primárias principais Apêndice 5 Para referir-se aos salmos no século Apêndice 6 Bibliografia atualizada sobre a Reforma Apêndice 7 Cronologia da história política e intelectual Leituras adicionais Índice

2 1. A Reforma: uma introdução...17 O clamor por uma reforma O conceito de Reforma A Reforma Luterana A Igreja Reformada A Reforma radical (anabatismo) A Reforma católica A importância da imprensa O uso do vernáculo nos debates teológicos O contexto social da Reforma Breve panorama das preocupações religiosas dos reformadores Notas O cristianismo no final da Idade Média...41 O crescimento da religião popular O crescimento do anticlericalismo O crescimento do pluralismo doutrinário Uma crise de autoridade dentro da igreja Um estudo de caso na Inglaterra: os lolardos O humanismo e a Reforma...54 O conceito de Renascença O conceito de humanismo Erudição e filologia clássicas A nova filosofia da Renascença A visão do humanismo de Kristeller Ad fontes de volta às origens O humanismo do norte da Europa A recepção da Renascença italiana no norte da Europa Os ideais do humanismo do norte da Europa... 63

3 5 O humanismo do leste da Suíça O humanismo legal da França Erasmo de Roterdã A crítica ao texto da Vulgata Edições dos escritores patrísticos Uma avaliação do humanismo e da Reforma O humanismo e a Reforma suíça O humanismo e a Reforma de Wittenberg Tensões entre a Reforma e o humanismo O escolasticismo e a Reforma...81 Definição de escolasticismo O escolasticismo e as universidades Tipos de escolasticismo Realismo versus nominalismo Pelagianismo e agostinismo A via moderna...90 A schola augustiniana moderna...92 O impacto do escolasticismo medieval sobre a Reforma A relação de Lutero com o escolasticismo do final da Idade Média A relação de Calvino com o escolasticismo do final da Idade Média Notas Os reformadores: uma introdução biográfica...98 Martinho Lutero ( ) Ulrico Zuínglio ( ) Filipe Melanchthon ( ) Martin Bucer ( ) João Calvino ( ) O retorno à Bíblia A Escritura na Idade Média O conceito de tradição A tradução bíblica da Vulgata As versões medievais da Escritura no vernáculo Os humanistas e a Bíblia A Bíblia e a Reforma protestante O cânon da Escritura A autoridade da Escritura

4 6 O pensamento da Reforma O papel da tradição Métodos de interpretar a Escritura O direito de interpretar a Escritura A tradução da Escritura A reação católica: Escritura e tradição segundo Trento Notas A doutrina da justificação pela fé O tema fundamental: a redenção por meio de Cristo A justificação e a descoberta teológica de Martinho Lutero Os conceitos iniciais de Lutero sobre justificação A descoberta da justiça de Deus por Lutero A natureza da fé justificadora Consequências da doutrina da justificação de Lutero O conceito de justificação forense Divergências entre os reformadores a respeito da justificação A justificação e a Reforma suíça Desenvolvimentos posteriores: a justificação segundo Bucer e Calvino Diplomacia teológica: a dupla justificação A reação católica: a justificação segundo Trento A natureza da justificação A natureza da justiça justificadora A natureza da fé justificadora A certeza da salvação Notas A doutrina da igreja O contexto dos debates da Reforma: a controvérsia donatista O contexto das visões a respeito da igreja da Reforma A natureza da igreja segundo Lutero A visão radical da igreja Tensões na doutrina da igreja de Lutero A natureza da igreja segundo Calvino As duas marcas da igreja As estruturas da igreja A igreja e o Consistório segundo Calvino O papel da igreja segundo Calvino O debate a respeito da catolicidade da igreja A igreja segundo o concílio de Trento Notas

5 7 9. A doutrina dos sacramentos O contexto dos debates a respeito dos sacramentos Os sacramentos e as promessas de graça Os sacramentos segundo Lutero A presença real segundo Lutero O batismo infantil segundo Lutero Os sacramentos segundo Zuínglio A presença real segundo Zuínglio O batismo infantil segundo Zuínglio Lutero versus Zuínglio: um resumo e avaliação Os sacramentos segundo os anabatistas Os sacramentos segundo Calvino A reação católica: os sacramentos segundo Trento Notas A doutrina da predestinação Os antecedentes dos debates sobre a predestinação na época da Reforma A soberania divina segundo Zuínglio A mudança de opinião de Melanchthon a respeito da predestinação A predestinação segundo Calvino A predestinação na teologia reformada posterior Notas O pensamento político da Reforma A Reforma radical e as autoridades seculares A doutrina dos dois reinos de Lutero O Estado e os magistrados segundo Zuínglio Os magistrados e o ministério segundo Bucer Os magistrados e o ministério segundo Calvino Notas As ideias religiosas da Reforma inglesa O papel social das ideias religiosas: Alemanha e Inglaterra O humanismo inglês As origens da Reforma inglesa: Henrique VIII A consolidação da Reforma inglesa: de Eduardo VI a Elizabeth I A justificação pela fé na Reforma inglesa A presença real na Reforma inglesa Notas

6 8 O pensamento da Reforma 13. A difusão do pensamento da Reforma Os agentes físicos de difusão O vernáculo Livros A interação entre pessoas A difusão de ideias: os textos principais Os catecismos As confissões de fé As Institutas da religião cristã de Calvino Notas O impacto da Reforma na História Uma atitude positiva em relação ao mundo A ética protestante do trabalho O pensamento da Reforma e as origens do capitalismo O pensamento da Reforma e as mudanças políticas O pensamento da Reforma e a emergência das ciências naturais Eclesiologias da Reforma e o mundo moderno Conclusão Notas Apêndice 1 Glossário de termos teológicos e históricos Apêndice 2 Traduções para o inglês das principais fontes primárias João Calvino Desidério Erasmo de Roterdã Martinho Lutero Ulrico Zuínglio Apêndice 3 Abreviaturas-padrão dos principais jornais e fontes Fontes primárias Fontes secundárias Apêndice 4 Como se referir às fontes primárias principais João Calvino Erasmo de Roterdã Martinho Lutero Ulrico Zuínglio

7 9 Apêndice 5 Para referir-se aos salmos no século Os números dos salmos na Vulgata Referências aos salmos Apêndice 6 Bibliografia atualizada sobre a Reforma Pesquisas na internet O suplemento literário Archiv für Reformationsgeschichte Artigos de revisão crítica e bibliografias publicadas Pesquisa de literatura em periódicos Serviços de resumo Apêndice 7 Cronologia da história política e intelectual Leituras adicionais Capítulo Capítulo Capítulo Capítulo Capítulo Capítulo Capítulo Capítulo Capítulo Capítulo Capítulo Capítulo Capítulo Capítulo Índice...343

REFORMAS RELIGIOSAS SÉC XVI.

REFORMAS RELIGIOSAS SÉC XVI. REFORMAS RELIGIOSAS SÉC XVI INTRODUÇÃO CONTEXTO: Transição feudo-capitalista. Crise do poder clerical na Europa Ocidental. Crise do pensamento teocêntrico europeu. DEFINIÇÃO Quebra do monopólio católico

Leia mais

REFORMA E CONTRARREFORMA

REFORMA E CONTRARREFORMA REFORMA E CONTRARREFORMA CONHECER E COMPREENDER A REFORMA PROTESTANTE Porque houve uma Reforma religiosa na Europa? Venda de indulgências Luxo da Igreja Corrupção Falta de vocação de membros do Clero Afastamento

Leia mais

RENASCIMENTO CULTURAL

RENASCIMENTO CULTURAL RENASCIMENTO CULTURAL O termo renascimento, ou renascença, faz referência a um movimento intelectual e artístico ocorrido na Europa, entre os séculos XV e XVI, durante a transição da Idade Média para a

Leia mais

REFORMA PROTESTANTE E REFORMA CATÓLICA VISÃO PANORÂMICA

REFORMA PROTESTANTE E REFORMA CATÓLICA VISÃO PANORÂMICA REFORMA PROTESTANTE E REFORMA CATÓLICA VISÃO PANORÂMICA Martinho Lutero ( 1483-1546 ) 1505 Entra para ordem dos Agostinianos 1507 Ordenado Sacerdote 1513 Professor na Universidade de Wittenberg Constante

Leia mais

REFORMA PROTESTANTE. 1- CONTEXTO HISTÓRICO: 1.1- Início do século XVI no Norte da Europa.

REFORMA PROTESTANTE. 1- CONTEXTO HISTÓRICO: 1.1- Início do século XVI no Norte da Europa. REFORMA PROTESTANTE 1- CONTEXTO HISTÓRICO: 1.1- Início do século XVI no Norte da Europa. 1.2- Processo final de formação das monarquias nacionais absolutistas. 1.3- Grandes navegações: transformações econômicas,

Leia mais

Condições Gerais. Políticas: Crise do Feudalismo Crescimento da Burguesia Rei não aceita interferência da Igreja Supranacionalismo Papal

Condições Gerais. Políticas: Crise do Feudalismo Crescimento da Burguesia Rei não aceita interferência da Igreja Supranacionalismo Papal Condições Gerais Políticas: Crise do Feudalismo Crescimento da Burguesia Rei não aceita interferência da Igreja Supranacionalismo Papal Econômicas: Nobreza interessada nas Terras da Igreja Burguesia contra

Leia mais

!" #$! %&% '( CAUSAS: ! "# $ % & ' $ (% & ) * + *, -$. / ++.) */ 0.) 0 0 0*

! #$! %&% '( CAUSAS: ! # $ % & ' $ (% & ) * + *, -$. / ++.) */ 0.) 0 0 0* º º !" #$! %&% '( CAUSAS:! "# $ % & ' $ (% & ) * + *, -$. / ++.) */ 0.) 0 0 0* -/ - !"#$%&'(#)*' $%+&,)* $-./0*1+2 23)4 15 $$ '6 & ) * + *, -$. / ++.) */ Séc. XIV e XV John Wyclif (Inglaterra) Jan Hus

Leia mais

IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE

IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE REFORMA PROTESTANTE REFORMA PROTESTANTE OTESTANT IDADE MODERNA Definição: movimento religioso que rompeu com a autoridade da Igreja Católica, dando origem a novas religiões cristãs; Quando: a partir do

Leia mais

Fatores religiosos: Corrupção do clero religioso : Venda de relíquias sagradas; venda de indulgencias; lotes celestiais; Ignorância do clero a maior

Fatores religiosos: Corrupção do clero religioso : Venda de relíquias sagradas; venda de indulgencias; lotes celestiais; Ignorância do clero a maior Fatores religiosos: Corrupção do clero religioso : Venda de relíquias sagradas; venda de indulgencias; lotes celestiais; Ignorância do clero a maior parte dos sacerdotes desconhecia a própria doutrina

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Religiosa EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO ENSINO A DISTÂNCIA (EAD) DE TEOLOGIA Visão global do fenômeno religioso, sua importância e implicações na formação do ser humano e da sociedade, através

Leia mais

A Reforma Protestante

A Reforma Protestante A Reforma Protestante 1517 A Reforma do Século XVI Quatro manifestações principais: luteranismo, calvinismo, anabatismo e anglicanismo. Causas Papa Leão X A situação da Igreja Católica medieval. A insatisfação

Leia mais

HISTÓRIA 1 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO

HISTÓRIA 1 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO HISTÓRIA 1 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade III Conceitos sobre Era Medieval e Feudalismo 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 12.2 Conteúdo As Reformas Religiosas

Leia mais

Um pouco da história da Igreja Presbiteriana do Brasil, por Rev. Alderi Souza de Matos

Um pouco da história da Igreja Presbiteriana do Brasil, por Rev. Alderi Souza de Matos Um pouco da história da Igreja Presbiteriana do Brasil, por Rev. Alderi Souza de Matos A Igreja Presbiteriana: Quanto à sua teologia, as igrejas presbiterianas são herdeiras do pensamento do reformador

Leia mais

REFORMA PROTESTANTE E CONTRARREFORMA CATÓLICA. Professor: Eduardo C. Ferreira

REFORMA PROTESTANTE E CONTRARREFORMA CATÓLICA. Professor: Eduardo C. Ferreira REFORMA PROTESTANTE E CONTRARREFORMA CATÓLICA Professor: Eduardo C. Ferreira REFORMA PROTESTANTE MOVIMENTO DE CONTESTAÇÃO AOS DOGMAS DA IGREJA CATÓLICA, APÓS SÉCULOS DE FORTE PODER INFLUÊNCIA NA EUROPA.

Leia mais

Programa de Retomada de Conteúdo 3 Bimestre

Programa de Retomada de Conteúdo 3 Bimestre Colégio Amorim Santa Teresa Fone: 2909-1422 Diretoria de Ensino Região Centro Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio. Rua Lagoa Panema, 466 Vila Guilherme Profº NOTA Programa de Retomada

Leia mais

REFORMA E CONTRA-REFORMA

REFORMA E CONTRA-REFORMA REFORMA E CONTRA-REFORMA As reformas religiosas no século XVI Crises religiosas anteriores ao século XVI Séculos XII-XIII: Heresia dos Cátaros (França). Século XIV: John Wycliff contesta a autoridade do

Leia mais

e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor, como igualmente o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada,

e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor, como igualmente o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada, e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor, como igualmente o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada, ao falar acerca destes assuntos, como, de fato, costuma

Leia mais

JOÃO CALVINO O REFORMADOR

JOÃO CALVINO O REFORMADOR UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO EAD CURSO DE TEOLOGIA WELINTON MUNHOZ JOÃO CALVINO O REFORMADOR RIBEIRÃO PRETO 2013 JOÃO CALVINO O REFORMADOR Welinton Munhoz 1 Introdução 500 anos de João Calvino:

Leia mais

Sugestões de avaliação. História 7 o ano Unidade 4

Sugestões de avaliação. História 7 o ano Unidade 4 Sugestões de avaliação História 7 o ano Unidade 4 5 Nome: Data: Unidade 4 1. Complete as sentenças. a) O foi um movimento cultural que surgiu entre as elites das ricas cidades, no século XIV, e se estendeu,

Leia mais

06. REFORMAS RELIGIOSAS

06. REFORMAS RELIGIOSAS 06. REFORMAS RELIGIOSAS O clero e a Igreja Católica Igreja Católica instituição mais poderosa na Baixa Idade Média (séc. XI ao XV) única autoridade espiritual líder religioso único maior poder do que os

Leia mais

Econômicas Religiosas Morais Políticas

Econômicas Religiosas Morais Políticas Prof. Thiago Causas da Reforma Econômicas Interesse da nobreza feudal nas terras da Igreja Descontentamento da Burguesia com tributos eclesiásticos Igreja condenava o lucro e a usura Religiosas Novas interpretações

Leia mais

2º bimestre 1ª série 12 - Era Medieval Formação e consolidação da Igreja Caps. 3.2, 3.3 e 7. Roberson de Oliveira Roberson de Oliveira

2º bimestre 1ª série 12 - Era Medieval Formação e consolidação da Igreja Caps. 3.2, 3.3 e 7. Roberson de Oliveira Roberson de Oliveira 2º bimestre 1ª série 12 - Era Medieval Formação e consolidação da Igreja Caps. 3.2, 3.3 e 7 Roberson de Oliveira Roberson de Oliveira 1 Igreja na Era Medieval Importância: 1. Único poder universal. 2.

Leia mais

Reforma Religiosa. Século XVI

Reforma Religiosa. Século XVI Reforma Religiosa Século XVI Motivos A Igreja representava e defendia o estamento feudal (alto e baixo clero) Pode-se considerar que, na época, a Igreja era semelhante a uma multinacional com sede em Roma

Leia mais

IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE

IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE Definição: movimento religioso que aconteceu a partir do século XVI; e que rompeu com a autoridade da Igreja Católica, dando origem a novas religiões cristãs; O movimento reformista teve mais força na

Leia mais

Renascimento. Professor Eustáquio

Renascimento. Professor Eustáquio Renascimento Professor Eustáquio Renascimento Movimento cultural Provocado pelas mudanças do ocidente a partir do século XI Crescimento da população Avanço técnico Aumento da produtividade agrícola Aumento

Leia mais

Queriam uma religião mais simples, mais próxima dos ensinamentos de Jesus.

Queriam uma religião mais simples, mais próxima dos ensinamentos de Jesus. Como estudamos anteriormente, no final de Idade Média e início da Idade Moderna, muitas pessoas estavam insatisfeitas com os abusos da Igreja. Queriam uma religião mais simples, mais próxima dos ensinamentos

Leia mais

Deus é soberano: Os 5 pontos do Calvinismo. Pb. Josimar Santos Rosa Pb. José Inácio Ramos

Deus é soberano: Os 5 pontos do Calvinismo. Pb. Josimar Santos Rosa Pb. José Inácio Ramos Deus é soberano: Os 5 pontos do Calvinismo Pb. Josimar Santos Rosa Pb. José Inácio Ramos Os 5 pontos do Calvinismo - texto básico Efésios 2: 1-10 Romanos 9: 14-18 2. Quem foi Calvino? O consolidador da

Leia mais

IDADE MODERNA A REFORMA! PROTESTANTE REFORMA PROTESTANTE

IDADE MODERNA A REFORMA! PROTESTANTE REFORMA PROTESTANTE REFORMA PROTESTANTE O Que foi?: movimento religioso que questiona a autoridade da Igreja Católica, dando origem a novas religiões cristãs;! Quando aconteceu?: a partir do século XVI;! Onde aconteceu?:

Leia mais

As Confissões de Fé Reformadas

As Confissões de Fé Reformadas 1 As Confissões de Fé Reformadas Rev. Hélio de Oliveira Silva, MTh. 1 Introdução: Conhecendo os Termos. O termo confissão de fé, em seu uso mais comum, designa as declarações formais da fé cristã escritas

Leia mais

História Reformas Religiosas e as Visões dos Conquistadores Março, 02 O VELHO E O NOVO MUNDO SOB A CRUZ E A ESPADA REFORMA RELIGIOSA E CONTRARREFORMA

História Reformas Religiosas e as Visões dos Conquistadores Março, 02 O VELHO E O NOVO MUNDO SOB A CRUZ E A ESPADA REFORMA RELIGIOSA E CONTRARREFORMA História Reformas Religiosas e as Visões dos Conquistadores Março, 02 REFORMA RELIGIOSA E CONTRARREFORMA O VELHO E O NOVO MUNDO SOB A CRUZ E A ESPADA A REFORMA PROTESTANTE CENÁRIO INICIAL A Igreja Católica

Leia mais

Leitura de 2 Reis e 11. Depois dessa descoberta: - Josias renova a aliança com o Senhor ; - Purificação do templo 23.4.

Leitura de 2 Reis e 11. Depois dessa descoberta: - Josias renova a aliança com o Senhor ; - Purificação do templo 23.4. 1 2 3 Leitura de 2 Reis 22.1-8 e 11 Depois dessa descoberta: - Josias renova a aliança com o Senhor 23.1-3; - Purificação do templo 23.4.14; - Derrubada de altar de deuses estranhos 23.15-20; - Celebração

Leia mais

REFORMA RELIGIOSA (Europa século XVI)

REFORMA RELIGIOSA (Europa século XVI) REFORMA RELIGIOSA (Europa século XVI) Durante muito tempo, acreditou-se que a Reforma havia ocorrido por causa dos abusos que naquele momento se produziam no interior da Igreja. (...) Atualmente se considera

Leia mais

Sumário. Prefácio, 13. Primeira parte - Fundamentação, 15

Sumário. Prefácio, 13. Primeira parte - Fundamentação, 15 Sumário Prefácio, 13 Primeira parte - Fundamentação, 15 I. A teologia fundamental como ciência teológica básica, 17 1 Teologia como "fala de Deus", 17 1.1 Tipos básicos de teologia, 17 a) A teologia como

Leia mais

Parte I: Principais Marcos: Períodos, Temas e Personalidades da Teologia Cristã

Parte I: Principais Marcos: Períodos, Temas e Personalidades da Teologia Cristã SUMÁRIO RESUMIDO Lista de ilustrações, 19 Declaração da missão, 21 Prefácio, 23 Instruções para o aluno: como usar este livro, 27 Instruções para o professor: como usar este livro, 29 Agradecimentos, 33

Leia mais

O que foi o Renascimento Cultural?

O que foi o Renascimento Cultural? O que foi o Renascimento Cultural? O Renascimento Cultural representou o marco da transição da cultura medieval para a cultura moderna. Configurou-se como um movimento intelectual, artístico, filosófico,

Leia mais

A TEOLOGIA DOS REFORMADORES PROTESTANTES TILLICH, Paul. História do Pensamento Cristão. Tradução de Jaci Maraschin, São Paulo: ASTE, P.

A TEOLOGIA DOS REFORMADORES PROTESTANTES TILLICH, Paul. História do Pensamento Cristão. Tradução de Jaci Maraschin, São Paulo: ASTE, P. A TEOLOGIA DOS REFORMADORES PROTESTANTES TILLICH, Paul. História do Pensamento Cristão. Tradução de Jaci Maraschin, São Paulo: ASTE, 1988. P. 209-250 Martinho Lutero O autor se propõe falar de Lutero como

Leia mais

CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER ABERTURA HISTÓRIA E RELEVÂNCIA 08/02/2017

CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER ABERTURA HISTÓRIA E RELEVÂNCIA 08/02/2017 CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER ABERTURA HISTÓRIA E RELEVÂNCIA 08/02/2017 Mausoléu nacional - 17 reis estão enterrados ali - + 3.000 túmulos de figuras britânicas: - Isaac Newton - Lawrence Olivier -

Leia mais

Roteiro de Estudos para o 3º Bimestre 1 os anos Roberson ago/10. Nome: Nº: Turma:

Roteiro de Estudos para o 3º Bimestre 1 os anos Roberson ago/10. Nome: Nº: Turma: História Roteiro de Estudos para o 3º Bimestre 1 os anos Roberson ago/10 Nome: Nº: Turma: 1. Conteúdos a serem abordados no 3º bimestre: História Geral 1. Unificação e expansão islâmica (Cap. 15). 2. Reinos

Leia mais

Reformas Religiosas Monique Bilk

Reformas Religiosas Monique Bilk Reformas Religiosas Monique Bilk Contexto Início da Idade Moderna O Renascimento estimula a crítica e o livre-pensar A burguesia tem projetos que esbarram nos obstáculos que a Igreja coloca... (doutrina

Leia mais

História REFORMA RELIGIOSA

História REFORMA RELIGIOSA REFORMA RELIGIOSA Os movimentos religiosos que culminaram na grande reforma religiosa do século XVI tiveram início desde a Idade Média, através dos teólogos John Wycliffee Jan Huss. Esses movimentos foram

Leia mais

FILOSOFIA - 2 o ANO MÓDULO 08 A REAÇÃO DE ROMA: O CONCÍLIO DE TRENTO

FILOSOFIA - 2 o ANO MÓDULO 08 A REAÇÃO DE ROMA: O CONCÍLIO DE TRENTO FILOSOFIA - 2 o ANO MÓDULO 08 A REAÇÃO DE ROMA: O CONCÍLIO DE TRENTO Como pode cair no enem A Reforma protestante e a Contrarreforma envolveram aspectos ligados à doutrina da religião cristã e à forma

Leia mais

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta matéria é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta matéria é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

História 1 Aula 17 Prof. Thiago

História 1 Aula 17 Prof. Thiago História 1 Aula 17 Prof. Thiago Causas da Reforma Econômicas Interesse da nobreza feudal nas terras da Igreja Descontentamento da Burguesia com tributos eclesiásticos Igreja condenava o lucro e a usura

Leia mais

PARTE 2 - A PALAVRA NORMATIVA. O CÂNONE BÍBLICO

PARTE 2 - A PALAVRA NORMATIVA. O CÂNONE BÍBLICO Índice Siglas e abreviaturas 6 Introdução 7 PARTE 1 - A PALAVRA INSPIRADA CAPÍTULO I - NATUREZA DA INSPIRAÇÃO BÍBLICA 12 1. A inspiração bíblica no limiar do Vaticano II 13 1.1. Deus, autor principal,

Leia mais

Reforma Religiosa. Contra-Reforma. Crise da Igreja no séc. XVI. Crise da Igreja no séc. XVI. O Movimento Reformista - Início 30/01/2015

Reforma Religiosa. Contra-Reforma. Crise da Igreja no séc. XVI. Crise da Igreja no séc. XVI. O Movimento Reformista - Início 30/01/2015 Crise da Igreja no séc. XVI Reforma Religiosa e Contra-Reforma Muitos Humanistas criticaram a Igreja de então devido ao comportamento dos seus membros: Os Papas estavam mais interessados no luxo e no seu

Leia mais

Pastor Juan Carlos Ortiz em seu livro diz:

Pastor Juan Carlos Ortiz em seu livro diz: Vemos que hoje até mesmo os pastores protestantes já começam a enxergar que o protestantismo não é uma doutrina que realmente está indo nos ensinamentos de Jesus e já existem alguns que defendam o Papa

Leia mais

Aula 24 Reforma e contrarreforma

Aula 24 Reforma e contrarreforma FB MED, M3, 3 ANO e ANUAL. Aula 24 Reforma e contrarreforma DeOlhoNoEnem H3 - Associar as manifestações culturais do presente aos seus processos históricos.(análise das diversas práticas protestantes)

Leia mais

HISTÓRIA DA IGREJA. Prof. GUILHERME WOOD. APOSTILA NO SITE:

HISTÓRIA DA IGREJA. Prof. GUILHERME WOOD. APOSTILA NO SITE: HISTÓRIA DA IGREJA Prof. GUILHERME WOOD APOSTILA NO SITE: http://www.ibcu.org.br/apostilas/historiaigreja.pdf Primitiva Imperial Medieval Escolastic Reforma Moderna Contemporânea Linha do Tempo: História

Leia mais

As reformas religiosas do século XVI

As reformas religiosas do século XVI As reformas religiosas do século XVI Crise na Igreja: a contestação e a ruptura Prof. Nilson Urias Crises religiosas na Europa No início do século XVI, a Igreja vivia uma época de profunda crise. Século

Leia mais

CATECISMO do Século XXI

CATECISMO do Século XXI CATECISMO do Século XXI IGREJA ANGLICANA REFORMADA DO BRASIL IGREJA ANGLICANA REFORMADA DO BRASIL Sumário Introdução 1 Prefácio 3 A Chamada de Deus 7 A Fé Cristã 11 A Obediência Cristã 17 O Crescimento

Leia mais

SOTERIOLOGIA. Prof. Márcio Ruben

SOTERIOLOGIA. Prof. Márcio Ruben SOTERIOLOGIA Prof. Márcio Ruben CALVINISMO Terminologias INFRALAPSARIANISMO [Do lat. infralapsarius, de infra, debaixo de + lapsus, queda] Doutrina calvinista segundo a qual o decreto da queda foi precedido

Leia mais

REFORMA RELIGIOSA (Europa século XVI)

REFORMA RELIGIOSA (Europa século XVI) REFORMA RELIGIOSA (Europa século XVI) Crise da Igreja Os membros da alta hierarquia do clero viviam luxuosamente, totalmente alheios ao povo. Venda de: cargos da Igreja; dispensas (isenções de algumas

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação História 7 o ano Unidade 4 5 Unidade 4 Nome: Data: 1. Leia o trecho a seguir e faça o que se pede. Renascimento foi um movimento cultural que nasceu entre as elites de ricas cidades

Leia mais

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta disciplina é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

Curso de Graduação em História

Curso de Graduação em História UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE Instituto de Ciências Humanas e Filosofia Departamento de História Curso de Graduação em História Professor: Rodrigo Bentes Monteiro Disciplina: História Moderna Tipo: Disciplina

Leia mais

REMEMORANDO A REFORMA: REFLEXÃO BÍBLICA Alderi Souza de Matos

REMEMORANDO A REFORMA: REFLEXÃO BÍBLICA Alderi Souza de Matos 1 REMEMORANDO A REFORMA: REFLEXÃO BÍBLICA Alderi Souza de Matos Introdução Dentro de alguns anos, será comemorado o 500º aniversário da Reforma do Século XVI. Com tantas mudanças que o mundo experimentou

Leia mais

A Reforma Protestante

A Reforma Protestante A Reforma Protestante 1517 A Reforma do Século XVI Movimento restaurador. Primariamente religiosa; dimensões políticas, econômicas e sociais. Origem das igrejas históricas do protestantismo. Quatro manifestações

Leia mais

Filosofia na Idade Média. Patrística e Escolástica

Filosofia na Idade Média. Patrística e Escolástica Filosofia na Idade Média Patrística e Escolástica Tomai cuidado para que ninguém vos escravize por vãs e enganadoras especulações da filosofia, segundo a tradição dos homens, segundo os elementos do mundo,

Leia mais

A CONFIABILIDADE E A AUTORIDADE DAS ESCRITURAS. Augustus Nicodemus Lopes

A CONFIABILIDADE E A AUTORIDADE DAS ESCRITURAS. Augustus Nicodemus Lopes A CONFIABILIDADE E A AUTORIDADE DAS ESCRITURAS Augustus Nicodemus Lopes O ATAQUE LIBERAL Ataques feitos à Bíblia em nossos dias. O ataque do liberalismo teológico. Johan Solomo Semler (séc. XVIII) distinção

Leia mais

REFORMA E CONTRARREFORMA Profª. Esp. Schirley Pimentel

REFORMA E CONTRARREFORMA Profª. Esp. Schirley Pimentel REFORMA E CONTRARREFORMA Profª. Esp. Schirley Pimentel O mundo entre a cruz e a espada, entre o sagrado e o profano, entre o bem e o mal, entre o ser e o ter. O Cristianismo, dividido em 3 grandes ramos

Leia mais

Os 5 Pontos do Calvinismo. Aula 13/07/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os 5 Pontos do Calvinismo. Aula 13/07/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os 5 Pontos do Calvinismo Aula 13/07/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Origem Foi uma reação de discípulos de João Calvino (1509-1564) a um protesto dos seguidores de James Arminus (Jacob Hermann

Leia mais

ANTES DE RESPONDERES, LÊ COM ATENÇÃO TODA A PERGUNTA E RESPONDE CUIDADOSAMENTE. Grupo I

ANTES DE RESPONDERES, LÊ COM ATENÇÃO TODA A PERGUNTA E RESPONDE CUIDADOSAMENTE. Grupo I História Ficha Formativa Nome: Data: / / ANTES DE RESPONDERES, LÊ COM ATENÇÃO TODA A PERGUNTA E RESPONDE CUIDADOSAMENTE Grupo I 1. - Menciona as características presentes na arquitetura renascentista.

Leia mais

Escola Ryle de Teologia. Grade Curricular 1º Ano

Escola Ryle de Teologia. Grade Curricular 1º Ano Escola Ryle de Teologia Ensinando o poder do evangelho de Cristo Grade Curricular 1º Ano Introdução à Bíblia Como não se pode fazer teologia sem a Palavra de Deus, vamos dar início com esse tema. Este

Leia mais

Reformas Religiosas: Reforma e Contra-Reforma

Reformas Religiosas: Reforma e Contra-Reforma Ano Lectivo 2010/2011 HISTÓRIA Agrupamento de Escolas de Fronteira Escola Básica Integrada Frei Manuel Cardoso 8º Ano Apresentação nº 10 Renascimento e Reforma Reformas Religiosas: Reforma e Contra-Reforma

Leia mais

Carta ao Rei Francisco, mui poderoso monarca, cristianíssimo rei dos franceses, seu príncipe, João Calvino roga paz e salvação em Cristo.

Carta ao Rei Francisco, mui poderoso monarca, cristianíssimo rei dos franceses, seu príncipe, João Calvino roga paz e salvação em Cristo. Calvinismo, As Institutas e a Reforma Protestante por Justo L. Gonzales Carta ao Rei Francisco, mui poderoso monarca, cristianíssimo rei dos franceses, seu príncipe, João Calvino roga paz e salvação em

Leia mais

SUMÁRIO. O que podemos aprender com Martinho Lutero hoje?...11 Franklin Ferreira. Primeira dentada: Maldade Segunda dentada: Meninada...

SUMÁRIO. O que podemos aprender com Martinho Lutero hoje?...11 Franklin Ferreira. Primeira dentada: Maldade Segunda dentada: Meninada... SUMÁRIO Agradecimentos...9 O que podemos aprender com Martinho Lutero hoje?...11 Franklin Ferreira Cuidado com o Tiago...15 Prelúdio...23 Martinho... 29 Primeira dentada: Maldade... 93 Segunda dentada:

Leia mais

PREPARANDO NOSSOS JOVENS PARA A UNIVERSIDADE

PREPARANDO NOSSOS JOVENS PARA A UNIVERSIDADE PREPARANDO NOSSOS JOVENS PARA A UNIVERSIDADE A Contribuição da Reforma para a Universidade Augustus Nicodemus Lopes A Cosmovisão Cristão 2Coríntios 10:3-5 Embora no mundo, nosso entendimento dele é sobrenatural

Leia mais

REFORMA E CONTRARREFORMA. Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista de Montes Claros

REFORMA E CONTRARREFORMA. Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista de Montes Claros REFORMA E CONTRARREFORMA Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista de Montes Claros INTRODUÇÃO A Reforma Religiosa e o Renascimento ocorreram na mesma época e expressam a grande renovação de ideias

Leia mais

Matos, Alderi Souza de Fundamentos da teologia histórica/ Alderi Souza de Matos São Paulo : Mundo Cristão, (Coleção teologia brasileira).

Matos, Alderi Souza de Fundamentos da teologia histórica/ Alderi Souza de Matos São Paulo : Mundo Cristão, (Coleção teologia brasileira). Copyright 2007 por Alderi Souza de Matos Editora responsável: Silvia Justino Assistente editorial: Miriam de Assis Preparação: Aldo Menezes Supervisão de produção: Lilian Melo Capa: Douglas Lucas Imagem:

Leia mais

Orientação de estudo 3 bimestre

Orientação de estudo 3 bimestre Nome: Ano: 7 ano Disciplina: História Professor: Eder Nº: Data: Orientação de estudo 3 bimestre Para a realização da regulação o aluno deverá: Estudar o capítulo sobre Expansão comercial e marítima europeia

Leia mais

latim se baseava na possibilidade de manter a comunicação entre povos que falavam línguas distintas. Por outro lado, os analfabetos, que constituíam

latim se baseava na possibilidade de manter a comunicação entre povos que falavam línguas distintas. Por outro lado, os analfabetos, que constituíam Sumário Introdução... 7 A Bíblia traduzida... 11 A distância que separa os primeiros leitores dos modernos... 15 Confirmação arqueológica... 19 A exegese e a interpretação da Bíblia... 25 Onde está a vontade

Leia mais

Martinho Lutero O Profeta da Reforma

Martinho Lutero O Profeta da Reforma Martinho Lutero O Profeta da Reforma Martinho Lutero O Profeta da Reforma Bibliografia Bibliografia Bibliografia De como a gente se torna o que a gente é... Nasceu no dia 10/11/1483 em Eisleben, Alemanha

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE TEOLOGIA

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE TEOLOGIA CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE TEOLOGIA Fase Cód. Disciplinas I II III Matriz curricular do Curso de Graduação em Teologia (Vigência a partir

Leia mais

Os Primeiros Batistas e Suas Principais Contribuições Por Wilson Porte Jr.

Os Primeiros Batistas e Suas Principais Contribuições Por Wilson Porte Jr. Os Primeiros Batistas e Suas Principais Contribuições Por Wilson Porte Jr. De acordo com Haykin, a herança dos Batistas Calvinistas tem sido extremamente negligenciada. Dentre todos os teólogos daquele

Leia mais

Apresentação. Estudos bíblicos doutrinários - formato 16x23.pmd 3

Apresentação. Estudos bíblicos doutrinários - formato 16x23.pmd 3 Apresentação A Editora Cultura Cristã continua a contribuir para o amadurecimento dos crentes e para o fortalecimento da Igreja. Numa época de crise em que mesmo a mídia secular noticia o abandono da fé

Leia mais

Contato:

Contato: 1 2.a Edição 2016 Diagramação, revisão e capa: Renato J. Oliveira Proibida a reprodução por quaisquer meios (mecânicos, eletrônicos, xerográficos, etc.), exceto em citações breves com indicação da fonte.

Leia mais

FÍSICA FILOSOFIA. Resumex JáEntendi 1. A FILOSOFIA NA IDADE MÉDIA. Características Fundamentais da Idade Média

FÍSICA FILOSOFIA. Resumex JáEntendi 1. A FILOSOFIA NA IDADE MÉDIA. Características Fundamentais da Idade Média FILOSOFIA FÍSICA Resumex JáEntendi 1. A FILOSOFIA NA IDADE MÉDIA O período histórico comumente chamado de Idade Média inicia- se no século V e termina no século XV. Portanto, ele representa mil anos de

Leia mais

História, 8.º ano Prof. Carlos Pinheiro

História, 8.º ano Prof. Carlos Pinheiro História, 8.º ano Prof. Carlos Pinheiro A crise religiosa na Europa nos séculos XIV e XV A venda de cargos religiosos. s compradores adquiriam títulos eclesiásticos como o de bispo. A falta de preparação

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE EDUCAÇÃO, FILOSOFIA E TEOLOGIA

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE EDUCAÇÃO, FILOSOFIA E TEOLOGIA Unidade Universitária Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT) Curso Bacharel em Teologia Disciplina HISTÓRIA DO CRISTIANISMO IV Professor(es) Silas Luiz de Souza Carga horária Código da Disciplina

Leia mais

Reformas religiosas Reforma protestante

Reformas religiosas Reforma protestante Reformas religiosas Reforma protestante Durante a Idade Média, o poder tanto político quanto econômico estava nas mãos da Igreja Católica. Contrariando alguns ensinamentos do cristianismo tradicional,

Leia mais

Reforma Religiosa. Reforma Religiosa. Reforma Religiosa. Reforma Religiosa 05/09/2012

Reforma Religiosa. Reforma Religiosa. Reforma Religiosa. Reforma Religiosa 05/09/2012 Rompimento da Unidade da Igreja Católica devido ao surgimento de novas religiões. ORIGEM Martinho Lutero, em 1517, rompeu com o Papa Leão X por causa da venda das indulgências. Publicou as 95 Teses em

Leia mais

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta matéria é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

A Bíblia e a Reforma Protestante

A Bíblia e a Reforma Protestante A Bíblia e a Reforma Protestante Antes de começar... A Reforma Protestante foi deflagrada no Século XVI. Mas a história da Igreja Cristã não começa no Século XVI. A igreja (ἐκκλησία) é construída progressivamente

Leia mais

PROTESTANTISMO MUITO ALÉM. D. Eugenio Heisey. Primeira Edição. São Paulo SP LMS 2014

PROTESTANTISMO MUITO ALÉM. D. Eugenio Heisey. Primeira Edição.  São Paulo SP LMS 2014 MUITO ALÉM do PROTESTANTISMO D. Eugenio Heisey Primeira Edição www.lmsdobrasil.com.br São Paulo SP LMS 2014 Traduzido com permissão do livro: Más allá del protestantismo, publicado pela Publicadora La

Leia mais

A Declaração de Jerusalém

A Declaração de Jerusalém A Declaração de Jerusalém Introdução Preocupados em estabelecer fundamentos sobre os quais a igreja deve buscar a expansão do cristianismo, representantes anglicanos de todo o mundo firmaram princípios

Leia mais

Prof: Otto Barreto REFORMA PROTESTANTE. Movimento de divisão da fé cristã

Prof: Otto Barreto REFORMA PROTESTANTE. Movimento de divisão da fé cristã Prof: Otto Barreto REFORMA PROTESTANTE Movimento de divisão da fé cristã 1. Estrutura arcaica da Igreja: Símbolo do feudalismo; Contraste com a sociedade moderna. 2. Renascimento cultural: Transformação

Leia mais

O Sistema de Classificação da Biblioteca, a CDU

O Sistema de Classificação da Biblioteca, a CDU O Sistema de Classificação da Biblioteca, a CDU O que é a CDU A Classificação Decimal Universal CDU) é um esquema internacional de classificação de documentos. Baseia-se no conceito de que todo o conhecimento

Leia mais

Quem é a IECLB? 2 - DOUTRINA

Quem é a IECLB? 2 - DOUTRINA Quem é a IECLB? 2 - DOUTRINA NO QUE SE BASEIA A CONFESSIONALIDADE LUTERANA? A base de fé da IECLB é a Bíblia. A Bíblia também é o alicerce para a vida de cada membro da igreja. Nela encontramos diretrizes

Leia mais

A caridade divina em São Tomás de Aquino

A caridade divina em São Tomás de Aquino RICARDO FIGUEIREDO A caridade divina em São Tomás de Aquino segundo o Comentário ao Evangelho de São João Índice Lista de siglas e abreviaturas 9 Prefácio, Professor Doutor José Jacinto Ferreira de Farias

Leia mais

A REFORMA ACABOU? Uma Declaração de Convicções Evangélicas 1

A REFORMA ACABOU? Uma Declaração de Convicções Evangélicas 1 A REFORMA ACABOU? Uma Declaração de Convicções Evangélicas 1 Às vésperas do quingentésimo aniversário da Reforma Protestante, cristãos evangélicos de todo o mundo têm a oportunidade de refletir novamente

Leia mais

8. (Fuvest 2009) A Reforma religiosa do século XVI provocou na Europa mudanças históricas significativas em várias esferas.

8. (Fuvest 2009) A Reforma religiosa do século XVI provocou na Europa mudanças históricas significativas em várias esferas. 1. (Fuvest 88) Na Europa do século XVI a religião foi usada como instrumento de fortalecimento do poder político, tanto nos Estados católicos quanto nos protestantes. Explique esse processo nos casos da

Leia mais

No contexto da fé cristã, a teologia não é o estudo de Deus como algo abstrato, mas é o estudo do Deus pessoal revelado na Escritura.

No contexto da fé cristã, a teologia não é o estudo de Deus como algo abstrato, mas é o estudo do Deus pessoal revelado na Escritura. Franklin Ferreira No contexto da fé cristã, a teologia não é o estudo de Deus como algo abstrato, mas é o estudo do Deus pessoal revelado na Escritura. Necessariamente isso inclui tudo o que é revelado

Leia mais

Revista Teológica Brasileira

Revista Teológica Brasileira VOX SCRIPTURAE 16:1 1 VOLUME XVI NÚMERO 1 Maio de 2008 Revista Teológica Brasileira Este periódico está indexado em: ATLA religion Database, publicado pela American Theological Library Association, Evanson,

Leia mais

Resenha Book Review Reseña

Resenha Book Review Reseña Resenha Book Review Reseña O papel da práxis da fé na teologia calvinista e na teologia wesleyana: um estudo comparativo de Don Thorsen [Resenha] The role of praxis of faith in Calvinist theology and

Leia mais

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta disciplina é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

A teologia da política. Dr. Rousas John Rushdoony

A teologia da política. Dr. Rousas John Rushdoony INTRODUÇÃO A teologia da política Dr. Rousas John Rushdoony Introdução Uma área de estudo muito negligenciada nos dois séculos passados ou mais é a teologia da política. O pensamento político tem se tornado

Leia mais

MESTRADO EM TEOLOGIA

MESTRADO EM TEOLOGIA MESTRADO EM TEOLOGIA Edital 2013/01 Este edital se destina especificamente a candidatos ao Mestrado em Teologia, com início em março de 2012. 1.Objetivo O Programa de Mestrado em Teologia visa o desenvolvimento

Leia mais

Voltando às nossas raízes LENDO A PALAVRA DE DEUS COM INTEGRIDADE

Voltando às nossas raízes LENDO A PALAVRA DE DEUS COM INTEGRIDADE Voltando às nossas raízes LENDO A PALAVRA DE DEUS COM INTEGRIDADE Voltando às nossas raízes A Bíblia é o nosso ponto de partida. A Bíblia substituída Para nossos problemas interiores auto-ajuda Para o

Leia mais

SUMÁRIO. prefácio. a história da cultura cristã. a teologia da cultura cristã. a criação da cultura cristã. conclusão. capítulo um.

SUMÁRIO. prefácio. a história da cultura cristã. a teologia da cultura cristã. a criação da cultura cristã. conclusão. capítulo um. cultura cristã: uma introdução SUMÁRIO capítulo um capítulo dois capítulo três prefácio a história da cultura cristã a teologia da cultura cristã a criação da cultura cristã conclusão 15 103 19 43 71 13

Leia mais