Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico"

Transcrição

1 do Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico CNPB Prev Pepsico Sociedade Previdenciária CNPJ / Atendimento à NOTA Nº 036/2013/CGAT/DITEC/PREVIC Comando Juntada

2 CAPÍTULO IV Dos Participantes e dos Beneficiários CAPÍTULO IV Dos Participantes e dos Beneficiários Seção I Dos Participantes Seção I Dos Participantes 4.1 IV o Participante Vinculado que optou pelo Benefício Proporcional Diferido previsto no Capítulo XI deste Regulamento. Item incluído para inserir a qualidade de Participante Vinculado ao Plano, também aos que optaram pelo Instituto do Benefício Proporcional Diferido O Participante que na data do Término do Vínculo não tiver direito a receber um Benefício de Aposentadoria Normal nem Aposentadoria por Invalidez e não tenha requerido a Aposentadoria Antecipada nem optado pelo instituto do autopatrocínio, da Portabilidade ou do Resgate de Contribuições, poderá, desde que tenha, no mínimo, 3 (três) anos de Tempo de Vinculação ao Plano, optar pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido e manter a qualidade de Participante para receber, no futuro, o Benefício decorrente desta opção, previsto na Seção V do Capítulo VIII deste Regulamento. Item Excluído (Transferido) Foi inserido Capítulo XI específi co para tratar do Instituto do Benefício proporcional Diferido. Este item foi transferido para o item 11.1 da Redação Proposta. 2

3 A opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido deverá ser feita pelo Participante, por escrito, e entregue à Sociedade, no prazo máximo de 30 (trinta) dias a contar da data do recebimento do extrato de que trata o item 14.1 deste Regulamento. Item Excluído (Transferido) Foi inserido Capítulo XI específi co para tratar do Instituto do Benefício proporcional Diferido. O conteúdo deste Item foi incluído no item da Redação Proposta A opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido não impede a posterior opção pelos institutos da Portabilidade ou do Resgate de Contribuições, desde que preenchidos os requisitos previstos neste Regulamento para a opção pelo instituto. Item Excluído (Transferido) Foi inserido Capítulo XI específi co para tratar do Instituto do Benefício proporcional Diferido. O conteúdo deste item está refl etido no item 11.5 da Redação Proposta Ressalvado o disposto no subitem , a opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido representa a interrupção imediata do pagamento de qualquer Contribuição a este Plano, salvo aquelas devidas até a data do Término do Vínculo. Item Excluído (Transferido) O conteúdo deste item está refl etido no item da Redação Proposta As despesas administrativas do Participante que optar pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido serão custeadas nas formas estabelecidas nos incisos do item 6.20, conforme previsto no plano de custeio anual aprovado pelo Conselho Deliberativo da Sociedade. Item Excluído (Transferido) Item transferido para o item 11.6 da Redação Proposta. 3

4 A Patrocinadora, por mera liberalidade, que poderá ser revogada a qualquer momento, observando critérios uniformes e não discriminatórios, poderá assumir as despesas administrativas do Plano, isentando o Participante que optou ou teve presumida a opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido das Contribuições destinadas ao custeio das despesas administrativas. Item Excluído (Transferido) Item transferido para o item 11.7 da Redação Proposta Não se aplicando as disposições referidas nos subitens e , caberá ao Participante recolher as Contribuições correspondentes, conforme o disposto nos subitens e deste Regulamento. Item Excluído (Transferido) Item transferido para o item 11.8 da Redação Proposta Para o Participante autopatrocinado que optar pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido, o Tempo de Vinculação ao Plano será apurado até a data da sua opção pelo disposto neste item. Item Excluído (Transferido) Item transferido para o item 11.9 da Redação Proposta O Participante que optar ou tiver presumida a opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido não efetuará nenhum aporte específi co a este Plano de Benefícios Pepsico. Item Excluído (Transferido) Item transferido para o item da Redação Proposta. 4

5 4.12 O Participante que na data do Término do Vínculo não tiver direito a receber Benefício de Aposentadoria Normal nem Aposentadoria por Invalidez e não faça a opção pelo instituto do autopatrocínio, da Portabilidade, do Resgate de Contribuições e do Benefício Proporcional Diferido nos prazos estipulados neste Regulamento, e que contar com no mínimo 3 (três) anos de Tempo de Vinculação ao Plano, terá presumida pela Sociedade a sua opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido. Item Excluído (Transferido) Item transferido para o item da Redação Proposta Na hipótese de presunção pela Sociedade da opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido serão aplicadas as condições estipuladas no item 4.11 e seus subitens deste Regulamento. Item Excluído (Transferido) Item transferido para o item da Redação Proposta O Participante que detiver a condição de autopatrocinado ou que tiver optado ou presumida pela Sociedade a opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido e que vier a ser admitido ou readmitido em Patrocinadora ou assumir cargo em sua administração poderá optar por receber o mesmo tratamento dispensado aos demais Participantes que mantém vinculação com Patrocinadora. Item Excluído (Transferido) Item transferido para o item da Redação Proposta. 5

6 A opção pelo disposto no item 4.13 deverá ser efetuada pelo Participante no prazo de 30 (trinta) dias a contar da data da celebração do contrato individual de trabalho ou da assunção em cargo de administrador da Patrocinadora. Item Excluído (Transferido) Item transferido para o item da Redação Proposta A opção pelo disposto no item 4.13 representa a desistência de manter a condição de Participante autopatrocinado ou da opção ou presunção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido, conforme o caso. Item Excluído (Transferido) Item transferido para o item da Redação Proposta. 6

7 CAPÍTULO VI Das Contribuições, das Despesas Administrativas, das Disposições Financeiras e dos Resultados CAPÍTULO VI Das Contribuições, das Despesas Administrativas, das Disposições Financeiras e dos Resultados Seção I Das Contribuições de Participante Seção I Das Contribuições de Participante 6.1 A Contribuição Suplementar mensal de Participante corresponderá ao resultado obtido com a aplicação de um percentual entre 0% (zero por cento) e 5% (cinco por cento), aplicado sobre a parcela do Salário de Contribuição que exceder a 10 (dez) Unidades de Referência Pepsico URP. 6.1 A Contribuição Suplementar mensal de Participante corresponderá ao resultado obtido com a aplicação de um percentual entre 0% (zero por cento) e 5% (cinco por cento), aplicado sobre a parcela do Salário de Contribuição que exceder R$ 3.000,00 (três mil reais), sendo este valor reajustado pelo Conselho Deliberativo. Alteração para facilitar a administração, sendo que os reajustes deverão ser aprovados pelo Conselho Deliberativo. Redefi nido o valor, mas mantido o critério de contribuição, permitindo maior participação, uma vez que 10 URP correspondem, atualmente, a R$ 3.894, A escolha do percentual de que trata o item 6.1, deverá ser efetuada pelo Participante no mês de seu ingresso neste Plano de Benefícios Pepsico, vigorando a partir deste mês e, posteriormente, no mês de abril de cada ano para vigorar a partir do mês de maio, observado o disposto no subitem deste Regulamento A escolha do percentual de que trata o item 6.1, deverá ser efetuada pelo Participante no mês de seu ingresso neste Plano de Benefícios Pepsico, vigorando a partir deste mês e, posteriormente, nos meses de março e outubro de cada ano para vigorar a partir dos meses de abril e novembro, observado o disposto no subitem deste Regulamento. Item alterado para permitir a alteração do percentual de contribuição duas vezes ao ano, dando mais fl exibilidade ao participante. 7

8 6.1.2 Na hipótese de o Participante não informar no mês de abril de cada ano o percentual escolhido, será mantido o percentual defi nido na última opção realizada Na hipótese de o Participante não informar nos meses de março e outubro de cada ano o percentual escolhido, será mantido o percentual defi nido na última opção realizada. Item alterado para refl etir a alteração do item 6.1.1, mais fl exibilidade ao participante A escolha do percentual de que trata o item 6.2 deverá ser efetuada pelo Participante no mês do ingresso neste Plano de Benefícios Pepsico, vigorando a partir deste mês e, posteriormente, no mês de abril de cada ano para vigorar a partir do mês de maio, observado o subitem deste Regulamento A escolha do percentual de que trata o item 6.2 deverá ser efetuada pelo Participante no mês do ingresso neste Plano de Benefícios Pepsico, vigorando a partir deste mês e, posteriormente, nos meses de março e outubro de cada ano para vigorar a partir dos meses de abril e novembro, observado o subitem deste Regulamento. Item alterado para defi nir as situações que o Participante deixará de efetuar contribuições, alinhando para os mesmos meses das alterações dos itens e

9 6.8 Ressalvada disposição expressa em contrário, as Contribuições de Participante cessarão automaticamente na primeira das seguintes ocorrências: I Término do Vínculo por qualquer razão, exceto na hipótese de o Participante optar pelo instituto do autopatrocínio na forma prevista no item 4.7 deste Regulamento; II quando o Participante preencher os requisitos previstos neste Regulamento para o Benefício de Aposentadoria Normal; III em caso de concessão de Benefício previsto neste Regulamento, por morte ou por invalidez; IV quando o Participante requerer o desligamento deste Plano, na forma disposta no inciso IV do item 4.4 deste Regulamento; V quando ocorrer o cancelamento da reintegração, na forma prevista no inciso III do item 4.21 deste Regulamento; VI quando ocorrer a exclusão do Plano, face ao disposto no inciso III do item 4.4 deste Regulamento. 6.8 Ressalvada disposição expressa em contrário, as Contribuições de Participante cessarão automaticamente na primeira das seguintes ocorrências: I Término do Vínculo por qualquer razão, exceto na hipótese de o Participante optar pelo instituto do autopatrocínio na forma prevista no item 4.7 deste Regulamento; II quando o Participante requerer o Benefício de Aposentadoria Normal ou Antecipada, previstos neste Regulamento; III em caso de concessão de Benefício previsto neste Regulamento, por morte ou por invalidez; IV quando o Participante requerer o desligamento deste Plano, na forma disposta no inciso IV do item 4.4 deste Regulamento; V quando ocorrer o cancelamento da reintegração, na forma prevista no inciso III do item 4.18 deste Regulamento; VI quando ocorrer a exclusão do Plano, face ao disposto no inciso III do item 4.4 deste Regulamento. Alterado para esclarecer que a contribuição não cessará quando da elegibilidade ao benefício, cessará quando o participante requerer o benefício. 9

10 Seção II Das Contribuições de Patrocinadora Seção II Das Contribuições de Patrocinadora 6.10 A Contribuição Básica de Patrocinadora corresponderá ao resultado obtido com a aplicação do percentual de 5% (cinco por cento) sobre a parcela do Salário de Contribuição que exceder a 10 (dez) Unidades de Referência Pepsico URP A Contribuição Básica de Patrocinadora corresponderá ao resultado obtido com a aplicação do percentual de 5% (cinco por cento) sobre a parcela do Salário de Contribuição que exceder R$ 3.000,00 (três mil reais). Alteração para facilitar a administração, sendo que os reajustes deverão ser aprovados pelo Conselho Deliberativo. Redefi nido o valor, mas mantido o critério de contribuição, permitindo maior participação, uma vez que 10 URP correspondem, atualmente, a R$ 3.894,00. 10

11 CAPÍTULO VIII Dos Benefícios CAPÍTULO VIII Dos Benefícios 8.1 Os Benefícios assegurados por este Plano são: I Aposentadoria Normal; II Aposentadoria Antecipada; III Aposentadoria por Invalidez; IV Pensão por Morte; V Benefício Proporcional; VI Abono Anual. Manter Seção V Benefício Proporcional Manter 8.17 O Benefício Proporcional será concedido ao Participante que tiver optado ou presumida a opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido, desde que tenha no mínimo 55 (cinquenta e cinco) anos de idade e no mínimo 5 (cinco) anos de Tempo de Vinculação ao Plano O Benefício Proporcional será concedido ao Participante que tiver optado ou presumida a opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido, desde que tenha no mínimo 55 (cinquenta e cinco) anos de idade e no mínimo 5 (cinco) anos e Tempo de Vinculação ao Plano, desde que tenha ingressado neste Plano antes da aprovação deste regulamento. Ajuste no texto de forma que novos participantes não tenham mais direito a esse Benefício Proporcional, sendo que as regras do Benefício Proporcional Diferido foram consolidadas no Capítulo XI Do Benefício Proporcional Diferido, que trata especificamente deste instituto. 11

12 8.18 O Benefício Proporcional consistirá em uma renda mensal inicial decorrente da Transformação do Saldo de Conta Total, na Data do Cálculo, conforme opção do Participante por uma das formas de rendas previstas no item 8.24 deste Regulamento. Manter Para o Participante que por força do disposto neste Regulamento não efetuou Contribuição Suplementar para este Plano, o Benefício Proporcional corresponderá ao resultado obtido com a aplicação da seguinte fórmula: SAL = Salário bruto mensal TVP = Tempo de Vinculação ao Plano Para o Participante que por força do disposto neste Regulamento não efetuou Contribuição Suplementar para este Plano, desde que tenha sido admitido como participante neste Plano antes da data de aprovação deste regulamento, o Benefício Proporcional corresponderá ao resultado obtido com a aplicação da seguinte fórmula: SAL = Salário bruto mensal TVP = Tempo de Vinculação ao Plano Ajuste para que não existam futuros pagamentos de Benefícios Mínimos nos casos de BPD, aos que ingressarem no plano a partir da aprovação deste regulamento O salário bruto mensal e o Tempo de Vinculação ao Plano, de que trata o subitem , serão apurados na data do Término do Vínculo ou na data da opção quando ocorrer a hipótese prevista no subitem deste Regulamento. Manter 12

13 O Benefício Proporcional de que trata o subitem será apurado na data do Término do Vínculo ou na data da opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido, quando ocorrer a hipótese prevista no subitem 4.7.2, e será atualizado pelo Retorno de Investimentos até a data em que o Participante tiver direito a receber o respectivo Benefício, conforme disposto no item 8.17 deste Regulamento. Manter O participante que ingressar neste Plano após a data da aprovação deste regulamento, não terá direito ao Benefício Proporcional previsto no item desta SEÇÃO V. Item incluído para que não existam futuros pagamentos de Benefícios Mínimos nos casos de BPD. As regras do BPD estão consolidadas no Capítulo XI O Benefício Proporcional será calculado na data do requerimento do Benefício na Sociedade. Manter Na hipótese de o Participante se tornar inválido antes do início do recebimento do Benefício Proporcional, será assegurado o recebimento do Saldo de Conta Total em uma única parcela, na forma de pecúlio. Manter 13

14 Na hipótese de o Participante vir a falecer antes do início do recebimento do Benefício Proporcional, será assegurado aos Benefi ciários defi nidos no item 4.14 o recebimento do Saldo de Conta Total em uma única parcela, na forma de pecúlio. Manter Não existindo Benefi ciários, o Saldo de Conta Total será pago em uma única parcela, na forma de pecúlio, aos herdeiros legais, mediante apresentação de alvará judicial específi co exarado nos autos de ação de inventário ou arrolamento correspondente. Manter O Participante que estiver aguardando preenchimento dos requisitos previstos no item 8.17 para iniciar o recebimento do Benefício Proporcional e vier a desistir, terá assegurado, mediante requerimento específi co, o direito de optar pelo instituto da Portabilidade previsto no Capítulo IX, desde que preencha os requisitos estabelecidos no item 9.1 ou do Resgate de Contribuições previsto no Capítulo X deste Regulamento. Manter 14

15 A opção de que trata o subitem deverá ser feita pelo Participante, por escrito, e entregue à Sociedade. Manter Seção XI Do Pagamento dos Benefícios Seção XI Do Pagamento dos Benefícios Qualquer Benefício de valor mensal inferior a uma Unidade de Referência Pepsico URP será transformado em pagamento único, correspondente ao Saldo de Conta Total remanescente ou ao montante correspondente as parcelas vincendas, conforme o caso, extinguindo-se defi nitivamente, com o seu pagamento, todas as obrigações da Sociedade perante o Participante, seus Benefi ciários e herdeiros legais Qualquer Benefício de valor mensal inferior a 2 (duas) Unidade de Referência Pepsico URP será transformado em pagamento único, correspondente ao Saldo de Conta Total remanescente ou ao montante correspondente as parcelas vincendas, conforme o caso, extinguindo-se defi nitivamente, com o seu pagamento, todas as obrigações da Sociedade perante o Participante, seus Benefi ciários e herdeiros legais. Item alterado para substituição do valor mínimo para opção por renda mensal de 1 URP para 2 URP O Conselho Deliberativo poderá a qualquer momento alterar a quantidade de Unidade de Referência Pepsico URP para delimitar o pagamento continuado. Item incluído para disponibilizar ao Conselho Deliberativo a alteração da quantidade mínima de URP para pagamento continuado. 15

16 Ao participante que tenha cumprido os requisitos para obtenção dos benefícios previstos no plano é assegurada a aplicação das disposições regulamentares vigentes na data em que se tornou elegível a um benefício de aposentadoria. A aplicação dos itens e é válida aos participantes que ainda não tenham preenchido os requisitos para obtenção dos benefícios, a partir da aprovação deste regulamento pelo órgão competente. Incluído para adequar à legislação vigente, conforme dispõe o parágrafo único do artigo 15 da LC 109, para que as alterações sejam válidas apenas aos novos elegíveis. 16

17 CAPÍTULO IX Da Portabilidade CAPÍTULO IX Da Portabilidade 9.3 O Participante que optar pelo instituto da Portabilidade terá direito a portar para outro plano de benefícios de entidade de previdência complementar ou de companhia seguradora os valores de que tratam os incisos I ou II, conforme o caso, acrescido das Contribuições efetuadas posteriormente à data do desligamento: I o Saldo de Conta Total previsto no item 7.1 para o Participante não elegível a um Benefício de Aposentadoria pelo Plano; II o Saldo de Conta Total previsto no item 7.1, acrescido da integralização da Contribuição Especial de que trata o item 6.14, para o Participante elegível a um Benefício de Aposentadoria Antecipada por este Plano. 9.3 O Participante que optar pelo instituto da Portabilidade terá direito a portar para outro plano de benefícios de entidade de previdência complementar ou de companhia seguradora a 100% (cem por cento) do saldo da Conta de Participante prevista no inciso I do item 7.1, acrescido de 10% (dez por cento) da Conta de Patrocinadora prevista nos incisos II e III do item 7.1, para cada ano de vínculo empregatício com a Patrocinadora, atualizado com a cota vigente no mês que antecede a portabilidade dos recursos. O acréscimo incidente sobre as contas de Patrocinadora previstas nos incisos II e III do item 7.1 estará limitado a 100% do saldo existente em cada conta. Item alterado para disponibilizar, no caso de Portabilidade, ao Participante a possibilidade de portar 10% do saldo da Patrocinadora para cada ano de vínculo empregatício. 17

18 CAPÍTULO X Do Resgate de Contribuições CAPÍTULO X Do Resgate de Contribuições 10.2 O valor do Resgate de Contribuições corresponderá a 100% (cem por cento) do saldo da Conta de Participante prevista no inciso I do item 7.1, atualizado com a cota vigente no mês que antecede o pagamento, considerando as Contribuições efetuadas posteriormente à data do desligamento, quando for o caso, observado o disposto no subitem deste Regulamento O valor do Resgate de Contribuições corresponderá a 100% (cem por cento) do saldo da Conta de Participante prevista no inciso I do item 7.1, acrescido de 10% (dez por cento) da Conta de Patrocinadora prevista nos incisos II e III do item 7.1 para cada ano de vínculo com a Patrocinadora, atualizado com a cota vigente no mês que antecede o pagamento, considerando as Contribuições efetuadas posteriormente à data do desligamento, quando for o caso, observado o disposto no subitem deste Regulamento. O acréscimo incidente sobre as contas de Patrocinadora previstas nos incisos II e III do item 7.1 estará limitado a 100% do saldo existente em cada conta. Item alterado para disponibilizar, no caso do Resgate de Contribuições, ao Participante a possibilidade de resgatar 10% do saldo da Patrocinadora para cada ano de vínculo empregatício. 18

19 CAPÍTULO XI Do Benefício Proporcional Diferido Capítulo incluído para tratar especificamente do Instituto do Benefício Proporcional Diferido 11.1 O Participante que na data do Término do Vínculo não tiver direito a receber um Benefício de Aposentadoria Normal nem Aposentadoria por Invalidez e não tenha requerido a Aposentadoria Antecipada nem optado pelo instituto do autopatrocínio, da Portabilidade ou do Resgate de Contribuições, poderá, desde que tenha, no mínimo, 3 (três) anos de Tempo de Vinculação ao Plano, optar pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido (BPD) e manter a qualidade de Participante Vinculado. Item 4.11 da Redação Atual, transferida para este capítulo específi co O Benefício Proporcional Diferido consistirá em uma renda mensal inicial decorrente da Transformação do Saldo de Conta Total, na Data do Cálculo, conforme opção do Participante por uma das formas de rendas previstas no item 8.21 deste Regulamento, desde que tenha no mínimo 55 (cinquenta e cinco) anos de idade e no mínimo 5 (cinco) anos de Tempo de Vinculação ao Plano. Conteúdo transferido do item 8.17 e 8.18 da Redação Atual, com ajustes para maior esclarecimento do benefício e sua elegibilidade. 19

20 11.3 Na hipótese de o Participante se tornar inválido antes do início do recebimento do Benefício Proporcional Diferido, será assegurado o recebimento do Saldo de Conta Total em uma única parcela, na forma de pecúlio. Item transferido do item da Redação Atual Na hipótese do Participante Vinculado vir a falecer, antes de completar a elegibilidade mínima de recebimento do Instituto do item 11.1, os Beneficiários do Participante Vinculado farão jus ao recebimento do Saldo de Conta Total na forma de pagamento único, como Pecúlio por Morte, que será paga de uma só vez, em até 30 (dias) após o recebimento, pela Entidade, da comunicação do falecimento, extinguindo-se com esse pagamento, as obrigações do Plano, para com os Beneficiários e/ou herdeiros legais. Item transferido do item da Redação Atual, com ajustes para maior esclarecimento O Participante Vinculado que tenha optado pelo Benefício Proporcional Diferido, poderá, a qualquer tempo, optar pelo Direito de Portabilidade ou por receber o Direito de Resgate. Em qualquer dos casos, está renunciando, expressa e formalmente, no ato, em caráter irrevogável e irretratável, ao Benefício Proporcional Diferido. Item da Redação Atual, transferida para este item. 20

21 11.6 As despesas administrativas do Participante que optar pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido serão custeadas nas formas estabelecidas nos incisos do item 6.20, conforme previsto no plano de custeio anual aprovado pelo Conselho Deliberativo da Sociedade. Item da Redação Atual, transferida para este item A Patrocinadora, por mera liberalidade, que poderá ser revogada a qualquer momento, observando critérios uniformes e não discriminatórios, poderá assumir as despesas administrativas do Plano, isentando o Participante que optou ou teve presumida a opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido das Contribuições destinadas ao custeio das despesas administrativas. Item da Redação Atual, transferida para este item Não se aplicando as disposições referidas nos subitens 11.6 e 11.7, caberá ao Participante recolher as Contribuições correspondentes, conforme o disposto nos subitens e deste Regulamento. Item da Redação Atual, transferida para este item. 21

22 11.9 Para o Participante autopatrocinado que optar pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido, o Tempo de Vinculação ao Plano será apurado até a data da sua opção pelo disposto neste item. Item da Redação Atual, transferida para este item O Participante que optar ou tiver presumida a opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido não efetuará nenhum aporte específico a este Plano de Benefícios Pepsico. Item da Redação Atual, transferida para este item O Participante que na data do Término do Vínculo não tiver direito a receber Benefício de Aposentadoria Normal nem Aposentadoria por Invalidez e não faça a opção pelo instituto do autopatrocínio, da Portabilidade, do Resgate de Contribuições e do Benefício Proporcional Diferido nos prazos estipulados neste Regulamento, e que contar com no mínimo 3 (três) anos de Tempo de Vinculação ao Plano, terá presumida pela Sociedade a sua opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido. Item 4.12 da Redação Atual, transferida para este item. 22

23 11.12 Na hipótese de presunção pela Sociedade da opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido serão aplicadas as condições estipuladas no Capítulo XI deste Regulamento. Item da Redação Atual, transferida para este item O Participante que detiver a condição de autopatrocinado ou que tiver optado ou presumida pela Sociedade a opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido e que vier a ser admitido ou readmitido em Patrocinadora ou assumir cargo em sua administração poderá optar por receber o mesmo tratamento dispensado aos demais Participantes que mantém vinculação com Patrocinadora. Item 4.13 da Redação Atual, transferida para este item A opção pelo disposto no item deverá ser efetuada pelo Participante no prazo de 30 (trinta) dias a contar da data da celebração do contrato individual de trabalho ou da assunção em cargo de administrador da Patrocinadora. Item da Redação Atual, transferida para este item. 23

24 11.15 A opção pelo disposto no item representa a desistência de manter a condição de Participante autopatrocinado ou da opção ou presunção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido, conforme o caso. Item da Redação Atual, transferida para este item. 24

25 CAPÍTULO XIV Das Alterações e da Liquidação CAPÍTULO XIV Das Alterações e da Liquidação 14.7 Os Participantes que fizerem parte deste Plano de Benefícios na data da aprovação pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar deste Regulamento, será garantido em caso de perda do vínculo empregatício, optar pelo Instituto da Portabilidade, tendo os mesmos direito a portabilidade dos valores conforme descrito no item Item incluído para garantir aos participantes do Plano até a data da aprovação deste Regulamento, efetuar a Portabilidade de 100% do Saldo Total. 25

26 O Participante que optar pelo instituto da Portabilidade terá direito a portar para outro plano de benefícios de entidade de previdência complementar ou de companhia seguradora os valores de que tratam os incisos I ou II, conforme o caso, acrescido das Contribuições efetuadas posteriormente à data do desligamento: I o Saldo de Conta Total previsto no item 7.1 para o Participante não elegível a um Benefício de Aposentadoria pelo Plano; II o Saldo de Conta Total previsto no item 7.1, acrescido da integralização da Contribuição Especial de que trata o item 6.15, para o Participante elegível a um Benefício de Aposentadoria Antecipada por este Plano. Item incluído para defi nir as contas que compõe a Portabilidade Os Participantes deste Plano de Benefícios na data da aprovação pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar deste Regulamento terão direito ao recebimento de renda mensal de valor superior a uma Unidade de Referência Pepsico URP, conforme descrito no item Item incluído para garantir aos participantes do Plano na data da aprovação deste Regulamento, receber benefício considerando a URP. 26

27 A opção do pagamento de até 25% (vinte e cinco por cento), de que trata o item 8.24, somente será válida nos casos em que a renda mensal resultante do saldo remanescente seja superior a uma Unidade Referência Pepsico URP. Item incluído para defi nir a fórmula de cálculo para receber benefício de Renda Mensal considerando valor mínimo de benefício (renda mínima de uma URP). 27

28 CAPÍTULO XV Das Disposições Especiais e Transitórias CAPÍTULO XVI Das Disposições Especiais e Transitórias Este Regulamento entrará em vigor a partir da data da publicação de sua aprovação pelo órgão competente. Incluída a previsão de início de operação das alterações propostas. 28

29

Alterações Propostas Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico Quadro Comparativo

Alterações Propostas Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico Quadro Comparativo Alterações Propostas Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico Quadro Comparativo CNPB 2004.0020-18 Prev Pepsico Sociedade Previdenciária CNPJ 00.098.693/0001-05 CAPÍTULO I DO OBJETO CAPÍTULO I DO OBJETO

Leia mais

MÚTUOPREV Entidade de Previdência Complementar

MÚTUOPREV Entidade de Previdência Complementar MÚTUOPREV Entidade de Previdência Complementar REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS II 1 de julho de 2010 MÚTUOPREV Entidade de Previdência Complementar 2 CAPÍTULO I - DO OBJETIVO Art. 1º - O presente Regulamento

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS HP

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS HP 2013 REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS HP Aprovado pela Portaria nº 406, de 07/8/2013, publicada no DOU de 08/8/2013. 17 de abril de 2013 Regulamento do Plano de Benefícios HP ÍNDICE Capítulo Página I

Leia mais

COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO CONTRIBUIÇÕES ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO BENEFÍCIOS CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS

COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO CONTRIBUIÇÕES ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO BENEFÍCIOS CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS Material Explicativo Sumário 2 COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO 3 CONTRIBUIÇÕES 8 ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES 9 OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO 11 BENEFÍCIOS 13 CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS 18 TRIBUTAÇÃO

Leia mais

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO D Cartilha - Plano D INTRODUÇÃO Você está recebendo a Cartilha do Plano D. Nela você encontrará um resumo das principais características do plano. O Plano D é um plano moderno e flexível

Leia mais

Alterações de Regulamento

Alterações de Regulamento Alterações de Regulamento Síntese das alterações propostas 1. DEFINIÇÕES GERAIS Beneficiários: será excluído o tempo mínimo de união estável com parceiro ou cônjuge para que seja reconhecido como beneficiário

Leia mais

2º Semestre de 2010 2

2º Semestre de 2010 2 1 2 2º Semestre de 2010 O objetivo deste material é abordar os pontos principais do Plano de Benefícios PreviSenac e não substitui o conteúdo do regulamento. 3 4 Índice PreviSenac para um futuro melhor

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev MSD Prev Sociedade de Previdência Privada Anexo I Ata de Reunião Extraordinária do Conselho Deliberativo de 17/05/07

Leia mais

REGULAMENTO CULTURAPREV Adaptado à Lei Complementar nº 109/2001, Resoluções CGPC Nº 12/2002, Nº 03/2003, Nº 08/2004 e a Resolução CGPC Nº 10/2004

REGULAMENTO CULTURAPREV Adaptado à Lei Complementar nº 109/2001, Resoluções CGPC Nº 12/2002, Nº 03/2003, Nº 08/2004 e a Resolução CGPC Nº 10/2004 REGULAMENTO CULTURAPREV Adaptado à Lei Complementar nº 109/2001, Resoluções CGPC Nº 12/2002, Nº 03/2003, Nº 08/2004 e a Resolução CGPC Nº 10/2004 Ministério da Previdência Social MPS Secretaria de Previdência

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS I. Índice

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS I. Índice REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS I Índice Capítulo I Da Introdução... 1 II Das Definições... 1 III Do Serviço Creditado e do Tempo de Vinculação ao Plano I... 3 IV Dos Destinatários do Plano I... 5 V

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIO FACULTATIVO PPF CNPB 1990.0011-65 FUNDAÇÃO GEAPPREVIDÊNCIA

REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIO FACULTATIVO PPF CNPB 1990.0011-65 FUNDAÇÃO GEAPPREVIDÊNCIA REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIO FACULTATIVO PPF CNPB 1990.0011-65 FUNDAÇÃO GEAPPREVIDÊNCIA Aprovado pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, por meio da Portaria Nº 509, de 27

Leia mais

Estrutura do Plano de Benefícios Agilent

Estrutura do Plano de Benefícios Agilent Plano de Benefícios Agilent 1 Objetivo da HP Prev Proporcionar aos seus participantes a oportunidade de contribuir para a HP Prev e, juntamente com as contribuições da patrocinadora, formar uma renda mensal

Leia mais

Apresentação. Lembrando que esta cartilha não substitui o regulamento do Plano BD Eletrobrás, recomendamos a leitura atenta do referido regulamento.

Apresentação. Lembrando que esta cartilha não substitui o regulamento do Plano BD Eletrobrás, recomendamos a leitura atenta do referido regulamento. Apresentação A Lei Nº 11.053, de 29.12.2004, faculta aos participantes de Planos de Previdência Complementar, estruturados na modalidade de Contribuição Definida (CD), como é o caso do novo Plano CD Eletrobrás,

Leia mais

Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários da FUNDO MULTIINSTITUÍDO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários da FUNDO MULTIINSTITUÍDO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários da ACIPREV FUNDO MULTIINSTITUÍDO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Instituidora : ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL DE AMERICANA ACIA 1 ÍNDICE Pág CAPÍTULO

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios HP

Material Explicativo. Plano de Benefícios HP Material Explicativo Plano de Benefícios HP Janeiro - 2015 1 As informações deste material visam cumprir a legislação aplicável e dar aos participantes uma idéia geral e resumida das alterações promovidas

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO ÍNDICE

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO ÍNDICE REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO ÍNDICE CAPÍTULO I Do Objeto Art. 1º CAPÍTULO II Das Definições Art. 2º CAPÍTULO Art. 6º III Dos Participantes e Beneficiários Seção I Do Ingresso

Leia mais

Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários dos Cooperados do SICOOB

Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários dos Cooperados do SICOOB Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários dos Cooperados do SICOOB SICOOB MULTI INSTITUÍDO Aprovado pela Portaria nº 1.563, de 13/9/2007, publicada no Diário Oficial de 14/9/2007. Índice Capítulo

Leia mais

Conteúdo. Capítulo B.1 - Do Objeto...3. Capítulo B.2 - Glossário...3. Capítulo B.3 - Dos Participantes...8

Conteúdo. Capítulo B.1 - Do Objeto...3. Capítulo B.2 - Glossário...3. Capítulo B.3 - Dos Participantes...8 Conteúdo Capítulo B.1 - Do Objeto...3 Capítulo B.2 - Glossário...3 Capítulo B.3 - Dos Participantes...8 Capítulo B.4 - Do Tempo de Serviço e da Mudança do Vínculo Empregatício...10 Capítulo B.5 - Das Disposições

Leia mais

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7 Sumário A função do 3 Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4 Contribuições do Participante 6 Contribuições da Patrocinadora 7 Controle de Contas 8 Investimento dos Recursos 9 Benefícios 10 Em caso de

Leia mais

ABRILPREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios da Abrilprev

ABRILPREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios da Abrilprev ABRILPREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA CNPJ 73.000.838/0001-59 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios da Abrilprev CNPB 1993.0008-11 1 DE PARA Justificativa 1 - DO OBJETO 1 DO OBJETO

Leia mais

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD MATERIAL EXPlICatIvo Plano BAYER CD 1 Prezado Colaborador! você, que está sendo admitido agora ou ainda não aderiu ao Plano de Previdência oferecido pelo Grupo Bayer, tem a oportunidade de conhecer, nas

Leia mais

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada Aceprev Acesita Previdência Privada Aperam Inox América do Sul S.A. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS Aceprev Acesita Previdência Privada DIRETORIA EXECUTIVA Nélia Maria de Campos Pozzi -

Leia mais

Plano de Previdência Complementar CPFL PPCPFL

Plano de Previdência Complementar CPFL PPCPFL Plano de Previdência Complementar CPFL PPCPFL Vigência: 1º/09/2010 APROVADO PELA SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PORTARIA PREVIC 613, DE 13 DE AGOSTO DE 2010. PPCPFL 1 ÍNDICE CAPÍTULO

Leia mais

FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA SECCIONAL DE SÃO PAULO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL E DA CAASP CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DE SÃO

FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA SECCIONAL DE SÃO PAULO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL E DA CAASP CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DE SÃO FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA SECCIONAL DE SÃO PAULO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL E DA CAASP CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO OABPrev-SP REGULAMENTO ÍNDICE CAPÍTULO I DO OBJETO

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO CAPÍTULO I - DO OBJETO Art. 1º - Este Regulamento estabelece os direitos e as

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO CAPÍTULO I - DO OBJETO Art. 1º - Este Regulamento estabelece os direitos e as REGULAMENTO FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA SECCIONAL DE SÃO PAULO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL E DA CAASP CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO OABPrev-SP/CE ÍNDICE Capítulo I - DO OBJETIVO

Leia mais

MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 01

MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 01 MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 01 2 MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 01 Brasília - DF Março/2015 3 Sumário GLOSSÁRIO... 5 CAPÍTULO

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo Material Explicativo Índice Introdução 4 Sobre o Plano Previplan 5 Adesão 5 Benefícios do Plano 6 Entenda o Plano 7 Rentabilidade 8 Veja como funciona a Tributação 9 O que acontece

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano Funbep II 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 06 Na hora da aposentadoria... 08 Cuide bem

Leia mais

HSBC INSTITUIDOR FUNDO MÚLTIPLO. Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev

HSBC INSTITUIDOR FUNDO MÚLTIPLO. Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev HSBC INSTITUIDOR FUNDO MÚLTIPLO Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev,

Leia mais

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA!

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! Prezado participante, 2 Brasil Foods Sociedade de Previdência Privada Cartilha Plano III Um dos grandes objetivos da política de recursos humanos de

Leia mais

FORD PREVIDÊNCIA PRIVADA - FPP

FORD PREVIDÊNCIA PRIVADA - FPP Atualização 02.10.2008 FORD PREVIDÊNCIA PRIVADA - FPP A Ford Previdência Privada FPP é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, sem fins lucrativos, que administra os benefícios do Plano de Aposentadoria

Leia mais

SABESPREV. Plano de Benefícios Básico TÍTULO I DO OBJETO

SABESPREV. Plano de Benefícios Básico TÍTULO I DO OBJETO SABESPREV Plano de Benefícios Básico TÍTULO I DO OBJETO Artigo 1º - O presente Regulamento estabelece os direitos e as obrigações da FUNDAÇÃO, das Patrocinadoras, dos Participantes e dos seus Beneficiários

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO PRECE I

REGULAMENTO DO PLANO PRECE I REGULAMENTO DO PLANO PRECE I ÍNDICE I) DEFINIÇÕES... 2 II) OBJETO... 4 III) PARTICIPANTE... 4 IV) INSCRIÇÃO... 5 V) BENEFICIÁRIO... 5 VI) BENEFÍCIOS... 6 VII) SALÁRIO REAL DE CONTRIBUIÇÃO... 6 VIII) SALÁRIO

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO BÁSICO DE BENEFÍCIOS ÍNDICE

REGULAMENTO DO PLANO BÁSICO DE BENEFÍCIOS ÍNDICE REGULAMENTO DO PLANO BÁSICO DE BENEFÍCIOS ÍNDICE CAPÍTULO I...3 DA FINALIDADE... 3 CAPÍTULO II...3 DOS PARTICIPANTES, DOS ASSISTIDOS E DOS DEPENDENTES... 3 Seção I...3 Dos Participantes...3 Seção II...3

Leia mais

SESI-PIPrev ÍNDICE. Capítulo I Do Objeto. Capítulo II Das Definições. Capítulo III Dos Participantes. Capítulo IV Do Serviço Creditado

SESI-PIPrev ÍNDICE. Capítulo I Do Objeto. Capítulo II Das Definições. Capítulo III Dos Participantes. Capítulo IV Do Serviço Creditado 2 SESI-PIPrev ÍNDICE Capítulo I Do Objeto Capítulo II Das Definições Capítulo III Dos Participantes Capítulo IV Do Serviço Creditado Capítulo V Do Plano de Custeio e das Disposições Financeiras Capítulo

Leia mais

De (Regulamento Original) Para (Regulamento Proposto) Justificativa

De (Regulamento Original) Para (Regulamento Proposto) Justificativa CAPÍTULO I CAPÍTULO I DO OBJETO DO OBJETO Art. 1º Este Regulamento estabelece os direitos e as obrigações dos Instituidores, dos Participantes, dos Beneficiários e do Fundo de Pensão Multipatrocinado da

Leia mais

PRHOSPER PREVIDÊNCIA RHODIA Planos de Aposentadoria (Incorporação Solvay do Brasil)

PRHOSPER PREVIDÊNCIA RHODIA Planos de Aposentadoria (Incorporação Solvay do Brasil) PRHOSPER PREVIDÊNCIA RHODIA Planos de Aposentadoria (Incorporação Solvay do Brasil) 08 de outubro 2015 Quem somos? Entidade Fechada de Previdência Complementar que administra os Planos de Previdência dos

Leia mais

Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011

Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011 Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011 Índice Quem Somos Estrutura do plano Importância da Previdência Privada. Quanto antes melhor! As regras do plano Canais Visão Prev 2 Visão Prev Entidade fechada

Leia mais

Regulamento PCA Fundação Ampla de Seguridade Social - Brasiletros

Regulamento PCA Fundação Ampla de Seguridade Social - Brasiletros Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC Diretoria de Análise Técnica O DIRETOR DE ANÁLISE TÉCNICA, no uso das atribuições que lhe confere o inciso I do art. 33, combinado com o art.

Leia mais

I DO OBJETO II DAS DEFINIÇÕES

I DO OBJETO II DAS DEFINIÇÕES I DO OBJETO 1.1 - Este Regulamento tem por objetivo disciplinar o Plano de Aposentadoria da Ford Previdência Privada ( FPP ), não contributivo, estabelecendo normas e requisitos para a concessão dos benefícios

Leia mais

Manual. Conheça neste manual mais detalhes sobre a SICOOB PREVI

Manual. Conheça neste manual mais detalhes sobre a SICOOB PREVI Manual Conheça neste manual mais detalhes sobre a SICOOB PREVI O melhor da vida é feito em parceria O Plano de Benefícios Previdenciários da SICOOB PREVI é uma importante ferramenta de planejamento financeiro

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA PREVI-ERICSSON APROVADO PELA PORTARIA PREVIC Nº 599, DE 19/11/2014,

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA PREVI-ERICSSON APROVADO PELA PORTARIA PREVIC Nº 599, DE 19/11/2014, REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA PREVI-ERICSSON APROVADO PELA PORTARIA PREVIC Nº 599, DE 19/11/2014, PUBLICADA NO DOU DE 20/11/2014 1 2 Conteúdo 1. Do Objeto... 4 2. Glossário... 4 3. Da Elegibilidade

Leia mais

Cartilha do Participante

Cartilha do Participante Benefício definido (Eletra 01) BENEFICIO DEFINIDO Cartilha do Participante Introdução A ELETRA Fundação Celg de Seguros e Previdência é uma entidade fechada de previdência privada, de fins previdenciários

Leia mais

Plano de Suplementação de Aposentadorias e Pensão. PSAP/Duke Energy. Vigência: 1º/2/2007

Plano de Suplementação de Aposentadorias e Pensão. PSAP/Duke Energy. Vigência: 1º/2/2007 Plano de Suplementação de Aposentadorias e Pensão PSAP/Duke Energy Vigência: 1º/2/2007 1 Índice Capítulo I Do Objeto...4 Capítulo II Das Definições e Aplicações...4 Capítulo III Dos Destinatários do Plano...6

Leia mais

Regulamento Básico dos Planos e Programas de Previdência Complementar, Saúde e Assistência Social da GEAP Fundação de Seguridade Social

Regulamento Básico dos Planos e Programas de Previdência Complementar, Saúde e Assistência Social da GEAP Fundação de Seguridade Social Regulamento Básico dos Planos e Programas de Previdência Complementar, Saúde e Assistência Social da GEAP Fundação de Seguridade Social PÁGINA 1 SUMÁRIO PÁGINA TÍTULO I Dos Planos de Previdência Complementar...04

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA DO PLANO CIASCPREV

CARTILHA EXPLICATIVA DO PLANO CIASCPREV CARTILHA EXPLICATIVA DO PLANO CIASCPREV Florianópolis, janeiro de 2010. Caríssimo Participante, Esta cartilha vai ajudar você a entender melhor a DATUSPREV e o Plano CIASCPREV. O CIASC, pensando em você,

Leia mais

Celgprev CELPREV. Cartilha do Participante. Introdução

Celgprev CELPREV. Cartilha do Participante. Introdução Celgprev CELPREV Cartilha do Participante Introdução A partir de dezembro de 2000, a CELG distribuição, a Celg geração e transmissão, Celgpar e a ELETRA passam a oferecer aos seus empregados o Celgprev:

Leia mais

Rua Bernardo Guimarães, 63 Funcionários Belo Horizonte MG Cep 30140-080 Telefones (31) 3284-8407 3284-2625 Fax: 3284-8931 E-mail: casfam@fiemg.com.

Rua Bernardo Guimarães, 63 Funcionários Belo Horizonte MG Cep 30140-080 Telefones (31) 3284-8407 3284-2625 Fax: 3284-8931 E-mail: casfam@fiemg.com. MATERIAL EXPLICATIVO DO PLANO DE BENEFÍCIOS SISTEMA FIEMG Outubro / 2013 A CASFAM A CASFAM é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar (EFPC), sociedade civil patrocinada pelo Sistema FIEMG, com

Leia mais

Í n d i c e. Apresentação. Sobre a ELETROS. Sobre o Plano CD CERON. Características do Plano CD CERON

Í n d i c e. Apresentação. Sobre a ELETROS. Sobre o Plano CD CERON. Características do Plano CD CERON Í n d i c e Apresentação Sobre a ELETROS Sobre o Plano CD CERON Características do Plano CD CERON 3 4 5 6 A p r e s e n t a ç ã o Bem-vindo! Você agora é um participante do Plano CD CERON, o plano de benefícios

Leia mais

REGULAMENTO DA CARTEIRA DE EMPRÉSTIMO BÁSICO

REGULAMENTO DA CARTEIRA DE EMPRÉSTIMO BÁSICO Rev. 01 Data: 21/05/2014 Página 1 de 8 CAPÍTULO I DEFINIÇÕES Art. 1º - Para fins de aplicação deste Regulamento, o masculino incluirá o feminino e o singular incluirá o plural, a menos que o contexto indique

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Material Explicativo Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Sumário Plano CD - Tranqüilidade no futuro 3 Conheça a previdência 4 A entidade Previ-Siemens 6 Como funciona o Plano CD da Previ-Siemens?

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA Nº 001 DA FUNDAÇAO CEAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E PREVIDÊNCIA FACEAL - PLANO FACEAL CD - Í N D I C E

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA Nº 001 DA FUNDAÇAO CEAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E PREVIDÊNCIA FACEAL - PLANO FACEAL CD - Í N D I C E REFERÊNCIA Í N D I C E PÁG. GLOSSÁRIO 02 CAPÍTULO I Das Finalidades e da Denominação do Plano 04 II Dos membros do PLANO 04 III Da inscrição como participante 06 IV Do cancelamento da inscrição do participante

Leia mais

NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL MODALIDADE PRESTAÇÕES PÓS FIXADAS Nº. 02/2015

NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL MODALIDADE PRESTAÇÕES PÓS FIXADAS Nº. 02/2015 NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL MODALIDADE PRESTAÇÕES PÓS FIXADAS Nº. 02/2015 1. DA FINALIDADE Esta Norma dispõe sobre a concessão de Empréstimo Pessoal Modalidade Prestações Pós Fixadas pelo

Leia mais

Cartilha do Participante

Cartilha do Participante FACEAL Fundação Ceal de Assistência Social e Previdência Cartilha do Participante Manual de Perguntas e Respostas Plano Faceal CD Prezado leitor, A FACEAL apresenta esta cartilha de perguntas e respostas

Leia mais

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015 Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015 Material Explicativo ÍNDICE 1. Mensagem importante pra você... 4 2. Que tal planejar sua aposentadoria?... 5 3. Estamos juntos!... 6 4. Saiba quem pode

Leia mais

REGULAMENTO PLANO ANAPARprev - Editado em Dezembro de 2009 Versão aprovada pela SPC em 09/12/2009 (Portaria 3.220/SPC) Capítulo I: DO PLANO E SEUS FINS 02 Capítulo II: DOS MEMBROS 02 Capítulo III: DA INSCRIÇÃO

Leia mais

SERGUS - INSTITUTO BANESE DE SEGURIDADE SOCIAL REGULAMENTO GLOSSÁRIO

SERGUS - INSTITUTO BANESE DE SEGURIDADE SOCIAL REGULAMENTO GLOSSÁRIO SERGUS - INSTITUTO BANESE DE SEGURIDADE SOCIAL REGULAMENTO GLOSSÁRIO Neste Regulamento, as expressões, palavras, abreviações ou siglas abaixo terão o seguinte significado, a menos que o contexto indique

Leia mais

TERMO DE OPÇÃO AOS INSTITUTOS LEGAIS OBRIGATÓRIOS Dados do Participante: Nome: Matrícula: CPF: Patrocinadora: Admissão: Desligamento:

TERMO DE OPÇÃO AOS INSTITUTOS LEGAIS OBRIGATÓRIOS Dados do Participante: Nome: Matrícula: CPF: Patrocinadora: Admissão: Desligamento: TERMO DE OPÇÃO AOS INSTITUTOS LEGAIS OBRIGATÓRIOS Dados do Participante: Nome: Matrícula: CPF: Patrocinadora: Admissão: Desligamento: Endereço residencial (logradouro e bairro): Plano de Benefícios: Bunge

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO TRANSITÓRIO DE BENEFÍCIOS DA FUNDAÇÃO CELESC DE SEGURIDADE SOCIAL - CELOS -

REGULAMENTO DO PLANO TRANSITÓRIO DE BENEFÍCIOS DA FUNDAÇÃO CELESC DE SEGURIDADE SOCIAL - CELOS - REGULAMENTO DO PLANO TRANSITÓRIO DE BENEFÍCIOS DA FUNDAÇÃO CELESC DE SEGURIDADE SOCIAL - CELOS - Implantação: 01/Janeiro/97. VERSÃO 13 Aprovado pela PREVIC em 12/08/2013 SUMÁRIO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA. Fundação de Seguridade Social do Banco Econômico S/A - ECOS

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA. Fundação de Seguridade Social do Banco Econômico S/A - ECOS Fundação de Seguridade Social do Banco Econômico S/A - ECOS Plano de Contribuição Definida J:\SISTEMAS\Website_ecos\webroot\atual\Documentos em PDF\Regulamento-Plano CD-Benefícios de Risco-Portaria 456

Leia mais

VIGÊNCIA: 19/11/2014. (Aprovado na 1550ª Reunião de Diretoria, realizada em outubro/2014)

VIGÊNCIA: 19/11/2014. (Aprovado na 1550ª Reunião de Diretoria, realizada em outubro/2014) VIGÊNCIA: 19/11/2014 (Aprovado na 1550ª Reunião de Diretoria, realizada em outubro/2014) SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 3 2 DEFINIÇÕES... 3 3 - LIMITE DE CRÉDITO... 4 4 - ENCARGOS FINANCEIROS, ADMINISTRATIVO E

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS BETA FUNDAÇÃO ALPHA DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL ÍNDICE DOS CAPÍTULOS E SEÇÕES

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS BETA FUNDAÇÃO ALPHA DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL ÍNDICE DOS CAPÍTULOS E SEÇÕES REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS BETA FUNDAÇÃO ALPHA DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL ÍNDICE DOS CAPÍTULOS E SEÇÕES CAPÍTULO I DIRETRIZES BÁSICAS 4 CAPÍTULO II CATEGORIAS DE MEMBROS

Leia mais

CAPAF CAIXA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO BANCO DA AMAZÔNIA. Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários - PrevAmazônia

CAPAF CAIXA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO BANCO DA AMAZÔNIA. Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários - PrevAmazônia CAPAF CAIXA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO BANCO DA AMAZÔNIA Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários - PrevAmazônia Indice CAPÍTULO I - DO OBJETO... 4 CAPÍTULO II - DAS DEFINIÇÕES E REMISSOES...

Leia mais

CARTILHA PLANO CELPOS CD

CARTILHA PLANO CELPOS CD CARTILHA PLANO CELPOS CD ORIGINAL PLUS O QUE É O PLANO CELPOS CD? O Plano Misto I de Benefícios CELPOS CD é um plano de previdência complementar cujo benefício de aposentadoria programada é calculado de

Leia mais

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO C Cartilha do Plano C APRESENTAÇÃO O plano de benefícios previdenciários conhecido como Plano C foi implantado em 1997. O regulamento do Plano C foi adaptado à Lei Complementar nº 109,

Leia mais

Licenciamento Automático - REGULAMENTO SENGE PREVIDÊNCIA - CNPB 2005.0003-29 Anexo 1 ao JM/0916/2015 de 29/04/2015

Licenciamento Automático - REGULAMENTO SENGE PREVIDÊNCIA - CNPB 2005.0003-29 Anexo 1 ao JM/0916/2015 de 29/04/2015 Aprovado pela Portaria nº 836 de 27/10/2010 Alterações DOU 29/10/2010 Justificativa CAPÍTULO I - DO PLANO E SEUS FINS Artigo 1º O presente Regulamento tem por objeto estabelecer as disposições específicas

Leia mais

Plano D. Material Explicativo

Plano D. Material Explicativo Plano D Material Explicativo 2 Material Explicativo Previ Novartis Índice Pág. 4 Introdução Pág. 6 A Previdência no Brasil Pág. 10 A Previdência e o Plano de Benefício D Pág. 24 Questões 3 Material Explicativo

Leia mais

PARECER ATUARIAL 2014

PARECER ATUARIAL 2014 PARECER ATUARIAL 2014 Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro 1. OBJETIVO 1.1. O presente Parecer Atuarial tem por objetivo informar sobre a qualidade da base cadastral, as premissas atuariais,

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO PRECE II ÍNDICE

REGULAMENTO DO PLANO PRECE II ÍNDICE REGULAMENTO DO PLANO PRECE II ÍNDICE I) DO PLANO PRECE II E SEUS FINS... 2 II) DOS MEMBROS DO PLANO PRECE II... 2 III) DA INSCRIÇÃO DOS MEMBROS NO PLANO PRECE II... 2 IV) DO CANCELAMENTO DA INSCRIÇÃO DOS

Leia mais

CAIXA DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA AOS FUNCIONÁRIOS DO BANPARÁ S/A.

CAIXA DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA AOS FUNCIONÁRIOS DO BANPARÁ S/A. ÍNDICE GERAL GLOSSÁRIO... 4 CAPÍTULO I... 7 OBJETIVO... 7 CAPÍTULO II... 7 MEMBROS DO PREV-RENDA... 7 IV - os Assistidos... 7 Seção I... 7 Patrocinadores... 7 Seção II... 8 Participantes... 8 Seção III...

Leia mais

Mantida a redação. Mantida a redação

Mantida a redação. Mantida a redação Art. 11. A Contribuição Básica, de caráter mensal, bimestral, semestral ou anual é obrigatória, sendo definida a opção por uma dessas formas e o valor da contribuição, na data de ingresso do Participante

Leia mais

Segurança para quem você ama. Regulamento

Segurança para quem você ama. Regulamento Segurança para quem você ama. Regulamento Bem-vindo, novo participante! É com satisfação que recebemos sua adesão ao Família Previdência, plano desenhado para oferecer uma complementação de aposentadoria

Leia mais

Plano CEBPREV Proposta de alteração regulamentar versão: novembro/2014

Plano CEBPREV Proposta de alteração regulamentar versão: novembro/2014 Plano CEBPREV Proposta de alteração regulamentar versão: novembro/2014 Texto atual Modificações Justificativa de alteração Glossário Contrato de Seguro : contrato a ser firmado formalmente entre a FACEB,

Leia mais

Para cada valor depositado pelo participante a título de contribuição básica a Patrocinadora depositará valor idêntico.

Para cada valor depositado pelo participante a título de contribuição básica a Patrocinadora depositará valor idêntico. Apresentação Este é o MANUAL DO PARTICIPANTE da PRECE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR, material explicativo que descreve, em linguagem simples e precisa, as características gerais do Plano CD, com o objetivo

Leia mais

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1 PLANO SUPLEMENTAR Material Explicativo 1 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA. Esta Cartilha vai ajudá-lo a entender melhor o OABPrev-GO e o Plano de Benefícios Previdenciários do Advogado Adv-PREV.

CARTILHA EXPLICATIVA. Esta Cartilha vai ajudá-lo a entender melhor o OABPrev-GO e o Plano de Benefícios Previdenciários do Advogado Adv-PREV. CARTILHA 2010 CARTILHA EXPLICATIVA Esta Cartilha vai ajudá-lo a entender melhor o OABPrev-GO e o Plano de Benefícios Previdenciários do Advogado Adv-PREV. Com o Adv-PREV você verá que é possível viver

Leia mais

Guia PCD. Conheça melhor o Plano

Guia PCD. Conheça melhor o Plano Guia PCD Conheça melhor o Plano Índice De olho no Futuro...3 Quem é a Fundação Centrus?...5 Conhecendo o Plano de Contribuição Definida - PCD...6 Contribuições do Participante...7 Saldo de Conta...8 Benefícios

Leia mais

Cartilha do Participante FIPECqPREV

Cartilha do Participante FIPECqPREV Cartilha do Participante FIPECqPREV Conheça todos os detalhes sobre o novo Plano de Benefícios Sumário 1. Introdução... 3 O que é o FIPECqPREV?... 3 Quem administra o FIPECqPREV?... 3 Qual é a modalidade

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS SIMPLES. 1.1 Estabelecer as diretrizes para a concessão de empréstimo simples.

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS SIMPLES. 1.1 Estabelecer as diretrizes para a concessão de empréstimo simples. REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS SIMPLES 1 OBJETIVO 1.1 Estabelecer as diretrizes para a concessão de empréstimo simples. 2 CONCESSÃO 2.1 O empréstimo simples poderá ser concedido exclusivamente

Leia mais

Plano PAI. material explicativo

Plano PAI. material explicativo Plano PAI material explicativo Conheça melhor o Plano PAI e veja como o tempo pode ser seu maior aliado Grande parte dos trabalhadores sonha em ter uma aposentadoria estável e aproveitar essa fase para

Leia mais

CELPOS - FUNDAÇÃO CELPE DE SEGURIDADE SOCIAL - PLANO DE BENEFÍCIOS DEFINIDOS (PLANO BD) QUADRO COMPARATIVO

CELPOS - FUNDAÇÃO CELPE DE SEGURIDADE SOCIAL - PLANO DE BENEFÍCIOS DEFINIDOS (PLANO BD) QUADRO COMPARATIVO Regulamento vigente Proposta de alteração Justificativa SEÇÃO I Sistematização (Seção OBJETO II, item 2 do regulamento vigente) SEÇÃO I DEFINIÇÕES 1. Para efeito deste Plano de Benefícios Definidos, a

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM Material Explicativo Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil FUNDAÇÃO previdenciária IBM 2 Material Explicativo Fundação Previdenciária IBM A DIREÇÃO DO SEU FUTURO Lembre-se! O objetivo

Leia mais

VISÃO PREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS TCOPREV PLANO DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL

VISÃO PREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS TCOPREV PLANO DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL VISÃO PREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS TCOPREV PLANO DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL Aprovado pela Portaria n.º 88 de 25/02/2013, publicada no D.O.U. em 27/02/2013.

Leia mais

MANUAL DO PARTICIPANTE

MANUAL DO PARTICIPANTE MANUAL DO PARTICIPANTE LegisPrev O plano de previdência complementar para o servidor público do Poder Legislativo Federal FUNPRESP-EXE FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO

Leia mais

Introdução O SEU FUTURO ESTÁ AQUI. ENTÃO, VIVA O PRESENTE!

Introdução O SEU FUTURO ESTÁ AQUI. ENTÃO, VIVA O PRESENTE! Sumário Introdução... 03 Conceitos Importantes... 06 Plano CBSPREV Namisa... 09 Contribuições... 11 Benefícios...15 Desligamento da empresa... 27 Outros esclarecimentos... 28 Serviços adicionais... 35

Leia mais

REGULAMENTO. Plano de Previdência Complementar para os associados e seus dependentes do Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do Sul

REGULAMENTO. Plano de Previdência Complementar para os associados e seus dependentes do Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do Sul REGULAMENTO Plano de Previdência Complementar para os associados e seus dependentes do Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do Sul Regulamento do Plano de Benefícios SENGE Previdência Aprovação Plano

Leia mais

INSTITUTO CONAB DE SEGURIDADE SOCIAL CAPÍTULO I DO PLANO DE BENEFÍCIOS E SEUS FINS

INSTITUTO CONAB DE SEGURIDADE SOCIAL CAPÍTULO I DO PLANO DE BENEFÍCIOS E SEUS FINS 1 CAPÍTULO I DO PLANO DE BENEFÍCIOS E SEUS FINS Art. 1º O presente Regulamento tem por finalidade estabelecer as disposições específicas referentes ao Plano de Benefícios CONAB, ou PLANO, administrado

Leia mais

Plano Indusprev SENAI-SP CONTEÚDO

Plano Indusprev SENAI-SP CONTEÚDO CONTEÚDO 1. Do Objeto...3 2. Das Definições...4 3. Do Tempo de Serviço...14 4. Dos Participantes...15 5. Das Contribuições e das Disposições Financeiras...20 6. Das Contas de Participantes...31 7. Dos

Leia mais

PLANO DE PREVIDÊNCIA DA MÚTUA CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DO CREA

PLANO DE PREVIDÊNCIA DA MÚTUA CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DO CREA PLANO DE PREVIDÊNCIA DA MÚTUA CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DO CREA Mensagem ao Associado Caro Associado, A maior preocupação do profissional que compõe o Sistema Confea / Crea / Mútua talvez

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV. Manual Explicativo

PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV. Manual Explicativo PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV Manual Explicativo 1 2 Plano de Benefícios Atento AtentoPrev O Plano de Benefícios Atento Atento Prev é um plano de previdência complementar, constituído na modalidade

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 1- SIGLA: FUSESC 2- CÓDIGO: 00552 3- RAZÃO SOCIAL: FUNDACAO CODESC DE SEGURIDADE SOCIAL 4- NÚMERO DE PLANOS: 3

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 1- SIGLA: FUSESC 2- CÓDIGO: 00552 3- RAZÃO SOCIAL: FUNDACAO CODESC DE SEGURIDADE SOCIAL 4- NÚMERO DE PLANOS: 3 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 3 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 20.020.006-38 - PLANO DE BENEFÍCIOS MULTIFUTURO I 12- OBSERVAÇÕES: ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO

Leia mais

Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial)

Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Material Explicativo Encontre aqui as informações

Leia mais

Comunicação Interna. VivoPrev. para quem é ligado no futuro.

Comunicação Interna. VivoPrev. para quem é ligado no futuro. Comunicação Interna VivoPrev para quem é ligado no futuro. Qual o seu programa para o amanhã? Pensar no amanhã é algo que deve ser feito hoje. Quanto antes você começar, maior a garantia de chegar ao futuro

Leia mais

AGROS INSTITUTO UFV DE SEGURIDADE SOCIAL. Regulamento do Plano de Instituidor AGROS CD-01

AGROS INSTITUTO UFV DE SEGURIDADE SOCIAL. Regulamento do Plano de Instituidor AGROS CD-01 AGROS INSTITUTO UFV DE SEGURIDADE SOCIAL Regulamento do Plano de Instituidor AGROS CD-01 Viçosa Minas Gerais Fevereiro/2008 Índice Página Glossário - Capítulo II Das Definições... 3 Nome do Plano de Benefícios

Leia mais

Revisado em 15/08/2011

Revisado em 15/08/2011 CARTILHA DO PLANO MISTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Nº 001 Revisado em 15/08/2011 Esta cartilha foi estruturada com perguntas e respostas para apresentar e esclarecer aos Participantes as informações

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO ÚNICO DA RGE CNPB 1979.0046-92 Aprovado pela Portaria nº 110 - DOU 03/03/2015 Capítulo I FINALIDADE

REGULAMENTO DO PLANO ÚNICO DA RGE CNPB 1979.0046-92 Aprovado pela Portaria nº 110 - DOU 03/03/2015 Capítulo I FINALIDADE Capítulo I FINALIDADE Artigo 1º Este Regulamento fixa as condições gerais e estabelece os princípios básicos dos direitos, deveres e benefícios da Patrocinadora, dos Participantes e seus Dependentes- Beneficiários

Leia mais

9 de novembro de 2005 (Atendimento ao Ofício nº 35/PREVIC/DITEC, de 7/4/2005) Aprovado por meio do Ofício nº 25/SPC/DETEC/CGAT, de 9/1/2006

9 de novembro de 2005 (Atendimento ao Ofício nº 35/PREVIC/DITEC, de 7/4/2005) Aprovado por meio do Ofício nº 25/SPC/DETEC/CGAT, de 9/1/2006 9 de novembro de 2005 (Atendimento ao Ofício nº 35/PREVC/DTEC, de 7/4/2005) Aprovado por meio do Ofício nº 25/SPC/DETEC/CGAT, de 9/1/2006 Regulamento do Plano de Benefícios da BM Brasil Capítulo Página

Leia mais