Alterações Propostas Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico Quadro Comparativo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Alterações Propostas Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico Quadro Comparativo"

Transcrição

1 Alterações Propostas Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico Quadro Comparativo CNPB Prev Pepsico Sociedade Previdenciária CNPJ /

2 CAPÍTULO I DO OBJETO CAPÍTULO I DO OBJETO O presente documento tem por objeto estabelecer as condições de concessão e de manutenção dos Benefícios e direito aos Institutos nele previstos, bem como os direitos e obrigações das Patrocinadoras, dos Participantes e dos Benefi ciários da PREV PEPSICO Sociedade Previdenciária em relação ao Plano de Benefícios Pepsico. O Plano de Benefícios Pepsico regido por este Regulamento, instituído na modalidade de contribuição defi nida, será divulgado junto aos Participantes sob a denominação de Plano de Benefícios Pepsico. Este Regulamento substitui, unifi cando, o Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico e o Regulamento do Plano de Benefícios vigentes até o dia 19/8/2004. O presente Regulamento tem por objeto estabelecer as condições de concessão e de manutenção dos Benefícios e direito aos Institutos legais obrigatórios nele previstos, bem como os direitos e obrigações das Patrocinadoras, dos Participantes e dos Benefi ciários, em relação ao Plano de Benefícios Pepsico, administrado pela PREV PEPSICO Sociedade Previdenciária. O Plano de Benefícios Pepsico está estruturado na modalidade de contribuição definida. O Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico substituiu, unifi cando, os termos do Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico e do Regulamento do Plano de Benefícios Quaker, vigentes até o dia 19/8/2004. Ajustes para simplifi cação, maior transparência e melhor entendimento. 2

3 CAPÍTULO II DAS DEFINIÇÕES CAPÍTULO II DAS DEFINIÇÕES Neste Regulamento, as expressões, palavras, abreviações ou siglas terão o signifi cado abaixo indicado, a menos que o contexto indique claramente outro sentido. Estes termos e os termos defi nidos no Estatuto aparecem no texto com a primeira letra em maiúsculo. Neste Regulamento, o masculino incluirá o feminino e vice-versa e o singular incluirá o plural e vice-versa, a menos que o contexto indique o contrário. Neste Regulamento, as expressões, palavras, abreviações ou siglas terão o signifi cado abaixo indicado e aparecem no texto com a primeira letra em maiúsculo. Neste Regulamento, o masculino incluirá o feminino e vice-versa e o singular incluirá o plural e vice-versa, a menos que o contexto indique o contrário. Ajuste redacional para eliminar a referência ao Estatuto. 2.1 Administrador : signifi ca o membro do Conselho de Administração, membro da Diretoria, ou sócio gerente de Patrocinadora. 2.1 Administrador : signifi ca o membro do Conselho de Administração, membro da Diretoria, ou sócio gerente de Patrocinadora. 2.2 Atuário : signifi ca a pessoa física ou jurídica contratada pela Sociedade com o propósito de conduzir avaliações atuariais e prestar serviços de consultoria atuarial e correlatos, devendo ser, como pessoa física, membro do Instituto Brasileiro de Atuária ou, como pessoa jurídica, contar, em seu quadro de profi ssionais com um membro do mesmo Instituto. 2.2 Atuário : signifi ca a pessoa física ou jurídica contratada pela Sociedade com o propósito de conduzir avaliações atuariais e prestar serviços de consultoria atuarial e correlatos, devendo ser, como pessoa física, membro do Instituto Brasileiro de Atuária ou, como pessoa jurídica, contar, em seu quadro de profi ssionais com um membro do mesmo Instituto. 3

4 2.3 Benefi ciários : signifi ca as pessoas físicas vinculadas ao Participante, em conformidade com o disposto na Seção II do Capítulo IV deste Regulamento. 2.3 Beneficiários : signifi ca as pessoas físicas vinculadas ao Participante ou por este indicadas, em conformidade com o disposto na Seção II do Capítulo IV deste Regulamento. Inclusão da indicação de Benefi ciário. 2.4 Benefícios : signifi ca os benefícios oferecidos aos Participantes e aos Benefi ciários previstos neste Regulamento. 2.4 Benefícios : signifi ca os benefícios oferecidos aos Participantes e aos Benefi ciários previstos neste Regulamento. 2.5 Conselho Deliberativo : signifi ca o órgão máximo de controle, deliberação e superior orientação da Sociedade. 2.5 Conselho Deliberativo : signifi ca o órgão máximo de controle, deliberação e superior orientação da Sociedade. 2.6 Conta : conforme defi nido no Capítulo VII deste Regulamento. 2.6 Conta : conforme defi nido no Capítulo VII deste Regulamento. 2.7 Contribuição : signifi ca as Contribuições efetuadas pela Patrocinadora e/ou Participantes, conforme defi - nido no Capítulo VI deste Regulamento. 2.7 Contribuição : signifi ca as Contribuições efetuadas pela Patrocinadora e/ou Participantes, conforme defi nido no Capítulo VI deste Regulamento. 4

5 2.8 Data do Cálculo : signifi ca a data que serve de referência para as informações utilizadas no cálculo dos Benefícios, conforme defi nido no Capítulo VIII deste Regulamento. 2.8 Data do Cálculo : signifi ca a data que serve de referência para as informações utilizadas no cálculo dos Benefícios, bem como do Resgate de Contribuições e da Portabilidade e corresponderá ao primeiro dia útil do mês de competência. Se a data do Término do Vínculo ou a data da elegibilidade, morte ou Invalidez, conforme o caso, ou a data do requerimento, se posterior, ocorrer entre o dia 1º e 15º dia do mês, o mês de competência será o mês da ocorrência do evento, caso contrário, o mês de competência será o mês imediatamente subsequente à ocorrência do evento. No que se refere às Contribuições previstas no Capítulo VI deste Regulamento, somente serão creditadas na Conta do Participante se o Término do Vínculo ocorrer após o 15º dia do mês. Se o Término do Vínculo ocorrer entre o dia 1º e 14º dia do mês, o Participante não fará jus ao crédito das Contribuições relativas ao mês do Término do Vínculo. Ajustes para refl etir as aplicações da Data do Cálculo 2.9 Data Efetiva do Plano : signifi ca o dia 1º de dezembro de Data Efetiva do Plano de Benefícios Pepsico : signifi ca o dia 1º de dezembro de Alteração para especifi car o Plano correspondente. 5

6 2.10 Data Efetiva do Plano de Benefícios : signifi ca o dia 6 de junho de 1994, data em que foi instituído o Plano de Benefícios da extinta Quaker Brasil Ltda Data Efetiva do Plano de Benefícios Quaker : signifi ca o dia 6 de junho de 1994, data em que foi instituído o Plano de Benefícios da extinta Quaker Brasil Ltda. Alteração para especifi car o Plano correspondente Data Efetiva de Alteração do Plano de Benefícios Pepsico : significa a data de aprovação da presente alteração do Plano de Benefícios Pepsico, pela autoridade competente. Inclusão de item para registrar a data da presente alteração proposta 2.11 Estatuto : signifi ca o Estatuto da PREV PEPSICO Sociedade Previdenciária Estatuto : signifi ca o Estatuto da PREV PEPSICO Sociedade Previdenciária INPC : signifi ca a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, publicado pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografi a e Estatística (IBGE) Em caso de extinção do INPC, mudança na sua metodologia de cálculo, reforma econômica ou no caso de impossibilidade legal ou material de sua utilização para os fi ns previstos neste Regulamento, a Sociedade escolherá um índice ou indexador econômico substituto, sujeito à aprovação do órgão público competente. A Sociedade deverá informar à autoridade competente e aos Participantes o novo índice escolhido INPC : signifi ca a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, publicado pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografi a e Estatística (IBGE). Em caso de extinção do INPC, mudança na sua metodologia de cálculo, reforma econômica ou no caso de impossibilidade legal ou material de sua utilização para os fi ns previstos neste Regulamento, a Sociedade escolherá um índice ou indexador econômico substituto, sujeito à aprovação do órgão público competente. A Sociedade deverá informar à autoridade competente e aos Participantes o novo índice escolhido... Unifi cação do Texto Vigente do item 2.12 e 2.13, no item 2.13 do Texto Proposto. 6

7 2.13 Invalidez : signifi ca a perda total da capacidade de um Participante desempenhar todas as atividades relacionadas à sua função, bem como qualquer trabalho remunerado, resultando em seu afastamento. À Invalidez aplicam-se, subsidiariamente, as normas previstas para o benefício de aposentadoria por invalidez na legislação da Previdência Social Invalidez : signifi ca a perda total da capacidade de um Participante desempenhar todas as atividades relacionadas à sua função, bem como qualquer trabalho remunerado, resultando em seu afastamento. À Invalidez aplicam-se, subsidiariamente, as normas previstas para o benefício de aposentadoria por invalidez na legislação da Previdência Social Material Explicativo : conforme defi nido no Capítulo XIII deste Regulamento. Exclusão por não haver necessidade da matéria ser tratada no Regulamento Participante : conforme defi nido no Capítulo IV deste Regulamento Participante : conforme defi nido no Capítulo IV deste Regulamento Patrocinadora : signifi ca a Pepsico do Brasil Ltda., a Pepsi-Cola Ind. da Amazônia Ltda. e quaisquer outras pessoas jurídicas que tenham celebrado ou que venham a celebrar convênio de adesão com a PREV PEPSICO Sociedade Previdenciária em relação a este Plano de Benefícios Pepsico Patrocinadora : significa a pessoa jurídica que tenha celebrado ou que venha a celebrar convênio de adesão com a PREV PEPSICO Sociedade Previdenciária em relação ao Plano de Benefícios Pepsico. Ajuste redacional para excluir a referência à denominação social das Patrocinadoras do Plano de Benefícios Pepsico 7

8 2.17 Plano de Benefícios : signifi ca o Plano oferecido aos participantes vinculados à extinta Quaker Brasil Ltda. por oportunidade do ingresso na Sociedade, cujas regras constam do Regulamento do Plano de Benefícios vigente até o dia 18/8/ Plano de Benefícios Quaker : signifi ca o Plano oferecido aos participantes vinculados à extinta Quaker Brasil Ltda., cujas regras constam do Regulamento do Plano de Benefícios Quaker vigente em 18/8/2004. Ajuste redacional com nomenclarura adequando ao Plano que se refere Plano de Benefícios Pepsico ou Plano : signifi ca o conjunto de Benefícios e respectivos requisitos para sua obtenção e manutenção, conforme previsto no presente Regulamento, com as alterações que lhe forem introduzidas Plano de Benefícios Pepsico : signifi ca o conjunto de Benefícios e respectivos requisitos para sua obtenção e manutenção, conforme previsto no presente Regulamento, com as alterações que lhe forem introduzidas. Exclusão da expressão ou Plano, de forma a fi car sempre claro a que Plano refere-se Portabilidade : signifi ca a possibilidade de o Participante transferir recursos para outra Entidade de previdência complementar ou companhia seguradora ou para este Plano de Benefícios, conforme previsto no Capítulo IX deste Regulamento Portabilidade : signifi ca a possibilidade de o Participante transferir recursos para outra Entidade de previdência complementar ou companhia seguradora ou para o Plano de Benefícios Pepsico. Ajuste redacional de forma a simplifi car a defi - nição Previdência Social : signifi ca a instituição pública que tem como objetivo reconhecer e conceder direitos previdenciários aos seus segurados ou outro órgão de caráter ofi cial com objetivos similares Previdência Social : signifi ca a instituição pública que tem como objetivo reconhecer e conceder direitos previdenciários aos seus segurados ou outro órgão de caráter ofi cial com objetivos similares. 8

9 2.21 Recuperação : signifi ca o restabelecimento do Participante ou do Benefi ciário, que tenha sofrido Invalidez, para o desempenho de atividades remuneradas Recuperação : signifi ca o restabelecimento do Participante ou do Benefi ciário, que tenha sofrido Invalidez, para o desempenho de atividades remuneradas Reserva Matemática : signifi ca o montante de recursos fi nanceiros apurados atuarialmente em conformidade com as normas pertinentes, necessários para o pagamento de um determinado Benefício, conforme sua natureza Reserva Matemática : signifi ca o montante de recursos fi nanceiros apurados atuarialmente em conformidade com as normas pertinentes, necessários para o pagamento de um determinado Benefício, conforme sua natureza Retorno de Investimentos : signifi ca o resultado dos investimentos efetuados com os recursos deste Plano de Benefícios Pepsico, incluindo juros, dividendos, aluguéis, ganhos e perdas de capital, realizados ou não, e quaisquer outras rendas, deduzidos os tributos e os custos diretos e indiretos com a administração dos investimentos. As despesas necessárias à administração do Plano de Benefícios Pepsico também poderão ser deduzidas, desde que aprovadas pelo Conselho Deliberativo e previstas no Plano de custeio Retorno de Investimentos : signifi ca o resultado dos investimentos efetuados com os recursos do Plano de Benefícios Pepsico, incluindo juros, dividendos, aluguéis, ganhos e perdas de capital, realizados ou não, e quaisquer outras rendas, deduzidos os tributos e os custos diretos e indiretos com a administração dos investimentos. As despesas necessárias à administração do Plano de Benefícios Pepsico também poderão ser deduzidas do Retorno dos Investimentos, desde que autorizado pelo Conselho Deliberativo e estejam previstas no Plano de custeio. Ajuste redacional para melhor entendimento. 9

10 2.24 Regulamento do Plano de Benefícios : signifi ca o Regulamento do Plano de Benefícios dos participantes vinculados por oportunidade do ingresso na Sociedade à extinta Quaker Brasil Ltda., vigente até o dia 18/8/ Regulamento do Plano de Benefícios Quaker : signifi ca o Regulamento do Plano de Benefícios Quaker, oferecido aos participantes vinculados à extinta Quaker Brasil Ltda., vigente até o dia 18/8/2004. Ajuste redacional de forma a identifi car o Plano específi co Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico ou Regulamento : signifi ca este documento, conforme estabelecido no Capítulo I Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico ou Regulamento : signifi ca este documento, conforme estabelecido no Capítulo I Salário de Contribuição : signifi ca o valor que servirá de base para apuração das Contribuições, conforme defi nido no Capítulo V deste Regulamento Salário de Contribuição : signifi ca o valor que servirá de base para apuração das Contribuições, conforme defi nido no Capítulo V deste Regulamento Saldo de Conta Total : conforme defi nido nos Capítulos VII e XV deste Regulamento Saldo de Conta Total : significa a soma dos saldos das Contas onde serão creditadas as Contribuições. Ajuste no texto de forma que a defi nição seja mais adequada Sociedade : signifi ca a PREV PEPSICO Sociedade Previdenciária Sociedade : signifi ca a PREV PEPSICO Sociedade Previdenciária Tempo de Vinculação ao Plano - TVP : conforme defi nido no Capítulo III deste Regulamento Tempo de Vinculação ao Plano - TVP : conforme previsto no Capítulo III deste Regulamento. 10

11 2.30 Término do Vínculo : signifi ca a rescisão do contrato de trabalho do Participante com a Patrocinadora, ou o afastamento defi nitivo do Administrador em decorrência de exoneração, renúncia, demissão ou término do mandato sem recondução, desde que não revertido à condição de empregado Término do Vínculo : signifi ca a rescisão do contrato de trabalho do Participante com a Patrocinadora, ou o afastamento defi nitivo do Administrador em decorrência de exoneração, renúncia, demissão ou término do mandato sem recondução, desde que não revertido à condição de empregado. Para fins de Término do Vínculo, será considerada a data da rescisão do contrato de trabalho, não computado eventual período correspondente a aviso-prévio indenizado. Ajuste redacional para prever que a data da rescisão do contrato de trabalho, não computado eventual período correspondente a aviso-prévio indenizado 2.31 Transformação do Saldo de Conta Total : signifi ca o processo de conversão do Saldo de Conta Total, na Data do Cálculo, em Benefício de renda mensal, conforme disposto neste Regulamento Transformação do Saldo de Conta Total : signifi ca o processo de conversão do Saldo de Conta Total, na Data do Cálculo, em Benefício de renda mensal. Exclusão do texto conforme disposto neste Regulamento, uma vez que era desnecessário Unidade de Referência Pepsico - URP : signifi ca o valor de R$ 179,00 (cento e setenta e nove reais) em 30 de setembro de A URP será atualizada em março de cada ano, considerando-se a média aritmética simples dos diversos índices de reajustes salariais de caráter geral praticados por Patrocinadora no período de abril a março de cada ano. Excepcionalmente, em março de 2003 o índice aplicado foi a média dos índices concedidos por Patrocinadora Unidade de Referência Pepsico - URP : signifi ca o valor de R$ 452,48, em 01/04/2015. A URP será atualizada em março de cada ano, considerando-se a média aritmética simples dos diversos índices de reajustes salariais de caráter geral praticados pela Patrocinadora no período de abril a março de cada ano. Ajuste redacional para registrar valor atualizado da URP e para excluir a referência de excepcionalidade relativa ao exercício de

12 CAPÍTULO III DO TEMPO DE VINCULAÇÃO AO PLANO - TVP CAPÍTULO III DO TEMPO DE VINCULAÇÃO AO PLANO - TVP 3.1 Para fi ns deste Regulamento, Tempo de Vinculação ao Plano TVP signifi ca o período de vinculação do Participante a este Plano, contado a partir de seu último ingresso na Sociedade, neste Plano de Benefícios Pepsico, observado o disposto neste Capítulo. 3.1 Tempo de Vinculação ao Plano TVP signifi ca o período de vinculação do Participante ao Plano de Benefícios Pepsico, contado a partir de seu último ingresso, observado o disposto neste Capítulo. Ajuste redacional de forma a simplifi car sem prejudicar o conteúdo. Inclusão do nome do Plano O tempo de serviço prestado à Patrocinadora pelos seus empregados e Administradores anterior à Data Efetiva do Plano, ressalvado o disposto nos subitens e 3.1.3, será contado como Tempo de Vinculação ao Plano TVP, única e exclusivamente para efeito do cálculo disposto no item 6.13 e do Benefício Mínimo, de que trata o item 8.21 e para a elegibilidade aos Benefícios e Institutos previstos neste Regulamento O tempo de serviço prestado à Patrocinadora pelos seus empregados e Administradores anterior à Data Efetiva do Plano, ressalvado o disposto nos subitens e 3.1.3, será contado como Tempo de Vinculação ao Plano TVP, única e exclusivamente para efeito do cálculo da Contribuição Especial de Patrocinadora e do Benefício Mínimo e para a elegibilidade aos Benefícios e Institutos legais obrigatórios previstos neste Regulamento. Ajuste redacional para facilitar o entendimento O disposto no subitem não se aplica aos Participantes cujo tempo de serviço anterior à Data Efetiva do Plano tenha sido prestado a empresa não Patrocinadora que tenha sido sucedida por Patrocinadora, conforme subitem , após a Data Efetiva do Plano ou empresa que tenha aderido ao Plano após essa data nem aos mencionados no subitem deste Regulamento O disposto no subitem não se aplica aos Participantes cujo tempo de serviço anterior à Data Efetiva do Plano tenha sido prestado a empresa não Patrocinadora que tenha sido sucedida por Patrocinadora, conforme subitem , após a Data Efetiva do Plano ou empresa que tenha aderido ao Plano de Benefícios Pepsico, após essa data nem aos mencionados no subitem deste Regulamento., apenas inclusão do nome específi co do Plano. 12

13 3.1.3 O tempo de serviço prestado pelos empregados e Administradores anterior a Data Efetiva do Plano de Benefícios da extinta Quaker Brasil Ltda. será considerado como Tempo de Vinculação ao Plano TVP exclusivamente para cálculo do Benefício Mínimo e para fi ns de elegibilidade dos Benefícios e Institutos previstos neste Plano O tempo de serviço prestado pelos empregados e Administradores anterior a Data Efetiva do Plano de Benefícios Quaker será considerado como Tempo de Vinculação ao Plano TVP, exclusivamente para cálculo do Benefício Mínimo e para fi ns de elegibilidade dos Benefícios e Institutos legais obrigatórios previstos no Plano de Benefícios Pepsico. Adequação dos nomes específi cos dos Planos envolvidos e inclusão de legais obrigatórios aos Institutos Em caso de sucessão societária após a Data Efetiva do Plano será incluído no Tempo de Vinculação ao Plano TVP o último período de tempo de serviço ininterrupto de um Participante prestado a empresa não Patrocinadora que foi sucedida por Patrocinadora, única e exclusivamente para fi ns de elegibilidade aos Benefícios e Institutos previstos neste Regulamento Em caso de sucessão societária, após a Data Efetiva do Plano será incluído no Tempo de Vinculação ao Plano TVP o último período de tempo de serviço ininterrupto de um Participante prestado a empresa não Patrocinadora que foi sucedida por Patrocinadora, única e exclusivamente para fi ns de elegibilidade aos Benefícios e Institutos legais obrigatórios previstos neste Regulamento.. Apenas inclusão de legais obrigatórios aos Institutos Para efeito do disposto no subitem 3.1.4, considera-se sucessão societária quando, por força de reorganização corporativa, através de fusão, cisão, incorporação ou qualquer outra modalidade, a Patrocinadora assuma, por disposição legal ou contratual, a obrigação por todos os direitos trabalhistas da empresa que venha a suceder Para efeito do disposto no subitem 3.1.4, considera-se sucessão societária quando, por força de reorganização corporativa, através de fusão, cisão, incorporação ou qualquer outra modalidade, a Patrocinadora assuma, por disposição legal ou contratual, a obrigação por todos os direitos trabalhistas da empresa que venha a suceder. 13

14 3.1.5 No cálculo do Tempo de Vinculação ao Plano TVP, os meses serão convertidos em frações de anos de tantos doze avos quanto for o número de meses, sendo que o período igual ou superior a 15 (quinze) dias será considerado 1 (um) mês No cálculo do Tempo de Vinculação ao Plano TVP, os meses serão convertidos em frações de anos de tantos doze avos quanto for o número de meses, sendo que o período igual ou superior a 15 (quinze) dias será considerado 1 (um) mês A Reserva Matemática correspondente ao tempo de serviço anterior, se houver, será considerada um compromisso especial, nos termos da legislação vigente A Reserva Matemática correspondente ao tempo de serviço anterior, se houver, será considerada um compromisso especial, nos termos da legislação vigente. 3.2 Ressalvado o disposto no subitem 3.2.1, a contagem do Tempo de Vinculação ao Plano TVP cessará na data do Término do Vínculo, não podendo, contudo, ser superior a 30 (trinta) anos. 3.2 Ressalvado o disposto no subitem 3.2.1, a contagem do Tempo de Vinculação ao Plano TVP cessará na data do Término do Vínculo, não podendo, contudo, ser superior a 30 (trinta) anos Sem prejuízo do limite estabelecido no item 3.2, para aquele que optar pelo instituto do autopatrocínio e permanecer no Plano na forma do disposto no item 4.7, a contagem do Tempo de Vinculação ao Plano TVP cessará na data em que o Participante preencher os requisitos necessários à percepção do Benefício de Aposentadoria Normal, conforme defi nido na Seção I do Capítulo VIII, ou quando entrar em gozo de qualquer Benefício deste Plano, o que primeiro ocorrer Sem prejuízo do limite estabelecido no item 3.2, para o Participante que optar pelo autopatrocínio, a contagem do Tempo de Vinculação ao Plano TVP cessará na data em que o Participante preencher os requisitos necessários à percepção do Benefício de Aposentadoria Normal, ou quando entrar em gozo de qualquer outro Benefício previsto no Plano de Benefícios Pepsico, o que primeiro ocorrer. Ajuste redacional para simplifi car e deixar mais claro. 14

15 3.2.2 Para o Participante que optar ou tiver presumida pela Sociedade a sua opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido, a contagem do Tempo de Vinculação ao Plano TVP cessará na data em que o Participante preencher os requisitos necessários à percepção do Benefício Proporcional, sem prejuízo do limite previsto no item 3.2 deste Regulamento Para o Participante que optar ou tiver presumida a sua opção pelo Benefício Proporcional Diferido, a contagem do Tempo de Vinculação ao Plano TVP cessará na data em que o Participante optar por este instituto legal obrigatório. Ajuste redacional para simplifi cação Na hipótese de novo ingresso de Participante que tenha requerido antecipadamente o desligamento do Plano, sem a ocorrência do Término do Vínculo, será iniciada nova contagem de Tempo de Vinculação ao Plano TVP Na hipótese de novo ingresso de Participante que tenha requerido antecipadamente o desligamento do Plano de Benefícios Pepsico, sem a ocorrência do Término do Vínculo, será iniciada nova contagem de Tempo de Vinculação ao Plano TVP.. Inclusão apenas do nome do Plano Na hipótese de admissão ou readmissão de Participante que tenha anteriormente optado pelo instituto do autopatrocínio ou do Benefício Proporcional Diferido e que optar por manter outra vinculação ao Plano de Benefícios Pepsico, será iniciada nova contagem de Tempo de Vinculação ao Plano TVP para essa nova relação jurídica Na hipótese de admissão ou readmissão de Participante que tenha anteriormente optado pelo autopatrocínio ou Benefício Proporcional Diferido e que optar por manter outra vinculação ao Plano de Benefícios Pepsico, será iniciada nova contagem de Tempo de Vinculação ao Plano TVP para esse novo período. no conteúdo. Ajuste no texto de forma à simplifi car. 15

16 3.2.5 O Participante que detiver a condição de Autopatrocinado ou que tiver optado ou presumida a sua opção pelo Benefício Proporcional Diferido e que vier a ser admitido ou readmitido em Patrocinadora do Plano de Benefícios Pepsico ou assumir cargo em sua administração, poderá optar por voltar a receber o mesmo tratamento dispensado aos demais Participantes que mantém vinculação com Patrocinadora para manter somente um vínculo no Plano de Benefícios Pepsico. Item do Texto Vigente transferido para o item do Texto Proposto, com inclusão do nome do Plano A opção pelo disposto no subitem deverá ser efetuada pelo Participante no prazo de 30 (trinta) dias, a contar da data da celebração do contrato individual de trabalho ou da posse como Administrador da Patrocinadora. Item do Texto Vigente transferido para o item do Texto Proposto, com ajuste de referência A opção pelo disposto no subitem representa a desistência de manter a condição de Participante Autopatrocinado ou da opção ou presunção pelo Benefício Proporcional Diferido, conforme o caso. Item do Texto Vigente transferido para o item do Texto Proposto, com ajuste de referência. 16

17 3.2.8 O Participante de que trata o subitem que não optar pelo disposto naquele subitem e solicitar novo ingresso no Plano de Benefícios Pepsico estabelecerá uma nova relação jurídica com o mesmo, independente da anterior e as Contribuições efetuadas em decorrência dessa nova vinculação serão creditadas em novas contas individuais. Item do Texto Vigente transferido para o item do Texto Proposto, com ajuste de referência Ressalvadas as disposições relativas à reintegração de empregado em Patrocinadora, o Participante que requerer o desligamento do Plano de Benefícios Pepsico antes do Término do Vínculo poderá reingressar no Plano de Benefícios Pepsico, iniciando-se nova contagem de Tempo de Vinculação ao Plano TVP. Transferido do item do Texto Vigente para o item do Texto Proposto, com ajuste redacional para melhor entendimento. 3.3 O Tempo de Vinculação ao Plano TVP será interrompido nos casos de licença sem remuneração, afastamento do trabalho por motivo de doença ou acidente e perda total de remuneração, na hipótese de o Participante não optar por contribuir ao Plano, na forma prevista nos itens 4.8, 4.9 e 4.10, respectivamente. 3.3 O Tempo de Vinculação ao Plano TVP será interrompido nos casos de licença sem remuneração, afastamento do trabalho por motivo de doença ou acidente e perda total de remuneração, na hipótese de o Participante não optar por contribuir ao Plano de Benefícios Pepsico, na condição de Autopatrocinado, na hipótese de se licenciar ou vier a ser licenciado pela Patrocinadora, sem remuneração, de afastamento do trabalho por motivo de doença ou acidente ou, ainda, no caso de perda parcial ou total de remuneração na Patrocinadora sem que haja Término de Vínculo. Ajuste redacional para incorporar o conteúdo dos itens de referência. 17

18 CAPÍTULO IV DOS PARTICIPANTES E DOS BENEFICIÁRIOS CAPÍTULO IV DOS PARTICIPANTES E DOS BENEFICIÁRIOS Seção I - Dos Participantes Seção I - Dos Participantes 4.1 São Participantes, para efeito deste Regulamento: I. os empregados e Administradores da Patrocinadora; II. aqueles que estejam recebendo Benefício de prestação continuada previsto neste Regulamento, inclusive aqueles previstos no Capítulo XV deste Regulamento; III. os ex-empregados e ex-administradores de Patrocinadora que mantenham-se fi liados a este Plano de Benefícios Pepsico, nos termos deste Regulamento. IV. o Participante Vinculado que optou pelo Benefício Proporcional Diferido previsto no Capítulo XI deste Regulamento. 4.1 São Participantes, para efeito deste Regulamento: I. os empregados e Administradores da Patrocinadora; II. aqueles que estejam recebendo Benefício de prestação continuada previsto neste Regulamento; III. os ex-empregados e ex-administradores de Patrocinadora que se mantenham fi liados ao Plano de Benefícios Pepsico, nos termos deste Regulamento. Ajuste redacional Simplifi cação de texto uma vez que o não tem necessidade de repetir o que já está previsto no Regulamento e o Participante vinculado que optou pelo BPD já está dentre aqueles ex-empregados/administradores fi liados ao Plano. 4.2 O pedido de ingresso como Participante deste Plano de Benefícios Pepsico é facultativo e deverá ser realizado por escrito, em impresso próprio a ser fornecido pela Sociedade. 4.2 O pedido de ingresso como Participante do Plano de Benefícios Pepsico é facultativo e deverá ser realizado por escrito, em impresso próprio a ser fornecido pela Sociedade. 18

19 4.2.1 No ato do ingresso, o Participante preencherá os formulários fornecidos pela Sociedade e autorizará o processamento dos descontos das Contribuições de que trata este Regulamento, em folha de pagamento de Patrocinadora No ato do ingresso, o Participante preencherá os formulários fornecidos pela Sociedade e autorizará o processamento dos descontos das Contribuições de que trata este Regulamento, em folha de pagamento da Patrocinadora O Participante fi cará obrigado a apresentar os documentos que lhe forem solicitados, inclusive com relação a seus Benefi ciários O Participante fi cará obrigado a apresentar os documentos que lhe forem solicitados, inclusive com relação a seus Benefi ciários É vedado o ingresso de Participante que esteja em gozo de Benefício pelo Plano de Benefícios Pepsico, exceto a Pensão por Morte e o Abono Anual recebido em decorrência de falecimento de Participante do qual seja Benefi ciário. Transferido do item do Texto Vigente para o item do Texto Proposto, com ajuste de forma a facilitar o entendimento O Participante que detiver a condição de Autopatrocinado ou que tiver optado ou presumida pela Sociedade a sua opção pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido e que vier a ser admitido ou readmitido em Patrocinadora deste Plano de Benefícios Pepsico ou assumir cargo em sua administração, poderá optar por voltar a receber o mesmo tratamento dispensado aos demais Participantes que mantém vinculação com Patrocinadora para manter somente um vínculo a este Plano. Item do Texto Vigente transferido para o item do Texto Proposto, com inclusão do nome do Plano. 19

20 4.2.4 Os Participantes do Plano de Benefícios Pepsico poderão optar por portar para o Plano de Benefícios Pepsico os recursos oriundos de outro Plano de benefícios de Entidade de previdência complementar ou de companhia seguradora. Transferido do item do Texto Vigente para o item do Texto Proposto A opção pelo disposto no subitem deverá ser efetuada pelo Participante no prazo de 30 (trinta) dias a contar da data da celebração do contrato individual de trabalho ou da posse de administrador da Patrocinadora. Item do Texto Vigente transferido para o item do Texto Proposto, com ajuste de referência A opção pelo disposto no subitem representa a desistência de manter a condição de Participante Autopatrocinado ou da opção ou presunção desta pelo instituto do Benefício Proporcional Diferido, conforme o caso. Item do Texto Vigente transferido para o item do Texto Proposto, com ajuste de referência O Participante de que trata o subitem que não optar pelo disposto naquele subitem e solicitar novo ingresso neste Plano de Benefícios Pepsico estabelecerá uma nova relação jurídica com o mesmo, independente da anterior e as Contribuições efetuadas em decorrência dessa nova vinculação serão creditadas em novas contas individuais. Item do Texto Vigente transferido para o item do Texto Proposto, com ajuste de referência. 20

21 4.2.7 É vedado o ingresso de Participante que esteja em gozo de prestação continuada por este Plano de Benefícios Pepsico, exceto a Pensão por Morte e o Abono Anual recebido em decorrência de falecimento de Participante do qual seja Benefi ciário. Transferido do item do Texto Vigente para o item do Texto Proposto Ressalvado o disposto na Seção III deste Capítulo, o Participante que requerer o desligamento deste Plano de Benefícios Pepsico antes do Término do Vínculo poderá reingressar neste Plano, observado o disposto no subitem deste Regulamento. Transferido do item do Texto Vigente para o item do Texto Proposto, com ajustes redacionais Os Participantes deste Plano de Benefícios Pepsico poderão optar por portar para este Plano de Benefícios os recursos oriundos de outro Plano de benefícios de Entidade de previdência complementar ou de companhia seguradora. Transferido do item do Texto Vigente para o item do Texto Proposto. 4.3 O ingresso como Participante neste Plano de Benefícios Pepsico e a manutenção dessa qualidade são pressupostos indispensáveis ao direito de percepção pelo mesmo ou por seus Benefi ciários de qualquer dos Benefícios e Institutos previstos neste Regulamento. 4.3 O ingresso como Participante no Plano de Benefícios Pepsico e a manutenção dessa qualidade são pressupostos indispensáveis ao direito à percepção pelo mesmo ou por seus Benefi ciários de qualquer dos Benefícios e Institutos legais obrigatórios previstos neste Regulamento. Inclusão de legais obrigatórios 21

22 4.4 Perderá a qualidade de Participante aquele que: 4.4 Perderá a qualidade de Participante aquele que: I. falecer; II. deixar de ser empregado ou Administrador de Patrocinadora, ressalvados os casos em que o Participante tiver preenchido as condições para recebimento de Benefício de Aposentadoria e não tiver optado pelo instituto da Portabilidade nem do Resgate de Contribuições, ou de opção pelo instituto do autopatrocínio, do Benefício Proporcional Diferido ou ainda da presunção pela Sociedade da opção por este último; III. deixar de recolher a este Plano de Benefícios Pepsico por 3 (três) meses consecutivos o valor das Contribuições nas datas devidas, inclusive as destinadas ao custeio das despesas administrativas, se houver, desde que previamente notifi cado; IV. requerer o desligamento deste Plano de Benefícios Pepsico; V. receber um pagamento único sem direito a pagamento de prestação mensal, conforme previsto neste Regulamento; I. falecer; II. deixar de ser empregado ou Administrador de Patrocinadora, ressalvados os casos em que o Participante tiver preenchido as condições para recebimento de Benefício de Aposentadoria e não tiver optado pelo instituto da Portabilidade, do Resgate de Contribuições, do autopatrocínio ou Benefício Proporcional Diferido, mesmo que presumido; III. deixar de recolher por 3 (três) meses consecutivos o valor das Contribuições previstas no Plano de Benefícios Pepsico, nas datas devidas, inclusive as destinadas ao custeio das despesas administrativas, se houver, desde que previamente notifi cado; IV. requerer o desligamento do Plano de Benefícios Pepsico; V. receber um pagamento único sem direito a pagamento de prestação mensal, conforme previsto neste Regulamento; Ajuste redacional para simplifi cação do texto e melhor entendimento. 22

23 VI. optar por receber o Benefício na forma de renda mensal vitalícia prevista no inciso IV do item 8.24 deste Regulamento; VII. optar pelos Institutos da Portabilidade ou do Resgate de Contribuições; VIII. tiver expirado o prazo escolhido pelo Participante para recebimento do Benefício ou tiver ocorrido o pagamento único de que trata o subitem deste Regulamento. VI. optar por receber o Benefício na forma de renda mensal vitalícia, com ou sem versão aos Benefi ciários; VII. optar pela Portabilidade ou pelo Resgate de Contribuições; VIII. tiver expirado o prazo escolhido pelo Participante para recebimento do Benefício ou tiver ocorrido o pagamento único de Benefício de valor mensal inferior a 2 Unidades de Referência Pepsico URP Para efeito do disposto no inciso III do item 4.4, o Participante, após o não pagamento por 2 (dois) meses consecutivos do valor de suas Contribuições, será notifi cado a efetuar o pagamento das mesmas, sob pena de perder a sua qualidade de Participante a partir do terceiro mês consecutivo de atraso no pagamento de suas Contribuições, observado o disposto no item 4.9 deste Regulamento Para efeito do disposto no inciso III do item 4.4, o Participante, após o não pagamento por 2 (dois) meses consecutivos do valor de suas Contribuições, será notifi - cado a efetuar o pagamento das mesmas, sob pena de perder a sua qualidade de Participante a partir do terceiro mês consecutivo de atraso no pagamento de suas Contribuições. Ajuste redacional Exclusão de texto, para simplifi cação. O Regulamento deve ser observado e cumprido como todo Será constituída exceção ao disposto no inciso III do item 4.4 quando o Participante tiver vínculo empregatício com a Patrocinadora ou quando não houver o recolhimento das Contribuições na época devida em razão de encontrar-se pendente junto à Sociedade o deferimento do pedido do instituto do autopatrocínio ou do Benefício Proporcional Diferido Será constituída exceção ao disposto no inciso III do item 4.4 quando o Participante tiver vínculo empregatício com a Patrocinadora ou quando não houver o recolhimento das Contribuições na época devida em razão de encontrar-se pendente junto à Sociedade o deferimento da sua opção pelo autopatrocínio ou Benefício Proporcional Diferido. de conteúdo. Ajuste para simplifi cação. 23

24 4.4.3 O Participante que requerer antecipadamente o desligamento do Plano na forma do inciso IV do item 4.4, poderá optar pelo instituto do Resgate de Contribuições ou da Portabilidade previstos neste Regulamento, sendo o pagamento ou a transferência dos recursos devidos após o Término do Vínculo O Participante que requerer antecipadamente o desligamento do Plano de Benefícios Pepsico, na forma do inciso IV do item 4.4, poderá optar pelo Resgate de Contribuições ou pela Portabilidade, sendo o pagamento ou a transferência dos recursos concretizados após o Término do Vínculo. Inclusão do nome do Plano e ajuste de forma a melhorar o entendimento A perda da qualidade de Participante, exceto se decorrente de seu falecimento, importará a perda da condição dos respectivos Benefi ciários, independentemente de qualquer aviso ou notifi cação por parte da Sociedade A perda da qualidade de Participante, exceto se decorrente de seu falecimento, importará a perda da condição dos respectivos Benefi ciários, independentemente de qualquer aviso ou notifi cação por parte da Sociedade 4.5 O Participante que prestar serviço a mais de uma Patrocinadora deste Plano, fi cará vinculado apenas a uma delas para efeito do disposto neste Regulamento. 4.5 O Participante que prestar serviço a mais de uma Patrocinadora do Plano de Benefícios Pepsico, fi cará vinculado apenas a uma delas para efeito do disposto neste Regulamento.. Inclusão do nome do Plano Ocorrendo o disposto no item 4.5 supra, os Benefícios e as Contribuições previstos neste Regulamento serão calculados considerando a soma dos Salários de Contribuição efetivamente percebidos de cada uma das Patrocinadoras com as quais tenha vínculo empregatício ou das quais seja Administrador Ocorrendo o disposto no item 4.5 supra, os Benefícios e as Contribuições previstos neste Regulamento serão calculados considerando a soma dos Salários de Contribuição efetivamente percebidos de cada uma das Patrocinadoras com as quais tenha vínculo empregatício ou das quais seja Administrador. 24

25 4.6 A Patrocinadora à qual o Participante estiver vinculado, para fi ns deste Regulamento, debitará as respectivas Contribuições às outras Patrocinadoras, com as quais o Participante tenha vínculo empregatício ou das quais seja Administrador. 4.6 A Patrocinadora à qual o Participante estiver vinculado, para fi ns deste Regulamento, debitará as respectivas Contribuições às outras Patrocinadoras, com as quais o Participante tenha vínculo empregatício ou das quais seja Administrador. 4.7 O Participante que perder o vínculo com a Patrocinadora e que, na data do Término do Vínculo não preencher as condições estipuladas neste Regulamento para ter direito ao Benefício de Aposentadoria Normal ou Aposentadoria por Invalidez e não optar pela Aposentadoria Antecipada ou pelos Institutos do Benefício Proporcional Diferido, da Portabilidade ou do Resgate de Contribuições, poderá optar pelo instituto do autopatrocínio, permanecendo no Plano na condição de Autopatrocinado, desde que concorde em assumir, cumulativamente, as Contribuições de Participante e as Contribuições de Patrocinadora, inclusive a Contribuição Especial, conforme descrito no Capítulo VI deste Regulamento, bem como a Contribuição destinada ao custeio das despesas administrativas, se houver, fi xada pela Sociedade. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências. Transferido do item 4.7 do Texto Vigente para 9.45 do Texto Proposto 25

26 4.7.1 A opção pelo instituto do autopatrocínio deverá ser feita pelo Participante, por escrito, e entregue à Sociedade, no prazo máximo de 30 (trinta) dias a contar da data do recebimento do extrato de que trata o item deste Regulamento. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências. Item do Texto Vigente foi consolidado no item 9.2 do Texto Proposto As despesas administrativas do Participante que optar pelo instituto do autopatrocínio também poderão ser custeadas nas formas estabelecidas nos incisos I, III, IV e V do item 6.20, conforme previsto no Plano de custeio anual aprovado pelo Conselho Deliberativo da Sociedade. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências. Transferido do item do Texto Vigente para 9.46 do Texto Proposto A Patrocinadora, por mera liberalidade, que poderá ser revogada a qualquer momento, observando critérios uniformes e não discriminatórios, poderá assumir as despesas administrativas do Plano, isentando o Participante Autopatrocinado das Contribuições destinadas ao custeio das despesas administrativas referidas no item 4.7 deste Regulamento. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências. Transferido do item do Texto Vigente para 9.47 do Texto Proposto. 26

27 4.7.4 Não se aplicando as disposições referidas nos subitens e 4.7.3, caberá ao Participante recolher as Contribuições correspondentes, conforme o disposto nos subitens e deste Regulamento. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências A opção pelo instituto do autopatrocínio não impede a posterior opção pelos Institutos da Portabilidade, do Resgate de Contribuições ou do Benefício Proporcional Diferido, desde que preenchidos os requisitos previstos neste Regulamento. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências 4.8 O Participante que se licenciar ou vier a ser licenciado da Patrocinadora sem remuneração poderá optar pelo instituto do autopatrocínio para continuar contribuindo para este Plano de Benefícios Pepsico durante o período de licença, desde que concorde em assumir, cumulativamente, as Contribuições de Participante e as Contribuições de Patrocinadora previstas no Capítulo VI deste Regulamento, bem como a Contribuição destinada ao custeio das despesas administrativas, se houver, fi xada pela Sociedade. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências. Transferido do item 4.8 do Texto Vigente para 9.50 do Texto Proposto. 27

28 4.8.1 A opção pelo instituto do autopatrocínio deverá ser feita pelo Participante, por escrito, e entregue à Sociedade, no prazo máximo de 30 (trinta) dias a contar da data de início da licença. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências. Transferido do item do Texto Vigente para 9.51 do Texto Proposto As despesas administrativas do Participante que optar pelo instituto do autopatrocínio também poderão ser custeadas nas formas estabelecidas nos incisos I, III, IV e V do item 6.20, conforme previsto no Plano de custeio anual aprovado pelo Conselho Deliberativo da Sociedade Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências. Item do Texto Proposto consolida a informação A Patrocinadora, por mera liberalidade, que poderá ser revogada a qualquer momento, observando critérios uniformes e não discriminatórios, poderá assumir as despesas administrativas do Plano, isentando o Participante Autopatrocinado das Contribuições destinadas ao custeio das despesas administrativas referidas no item 4.8 deste Regulamento. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências. O item 9.35 do Texto Proposto unifi ca o conteúdo dos itens 4.8.3; 4.9.4; do Texto Vigente. 28

29 4.8.4 Não se aplicando as disposições referidas nos subitens e 4.8.3, caberá ao Participante recolher as Contribuições correspondentes, conforme o disposto nos subitens e deste Regulamento. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências A ausência de manifestação ou a opção do Participante no sentido de não contribuir durante o período de licença sem remuneração não modifi ca sua qualidade de Participante perante este Plano de Benefícios Pepsico, mas interrompe a contagem do Tempo de Vinculação ao Plano e refl ete diretamente no valor dos Benefícios e dos Institutos. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências. Transferido do item do Texto Vigente para 9.52 do Texto Proposto. 4.9 O Participante afastado do trabalho por motivo de doença ou acidente poderá optar pelo instituto do autopatrocínio para continuar efetuando Contribuições para este Plano de Benefícios Pepsico, a partir do 7º (sétimo) mês de afastamento, assumindo o Participante, a partir de então, cumulativamente, as Contribuições de Participante e as Contribuições de Patrocinadora previstas no Capítulo VI deste Regulamento, bem como a Contribuição destinada ao custeio das despesas administrativas, se houver, fi xada pela Sociedade. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências. Transferido do item 4.9 do Texto Vigente para 9.53 do Texto Proposto. 29

30 4.9.1 A opção pelo instituto do autopatrocínio para continuar contribuindo para o Plano a partir do 7º (sétimo) mês deverá ser feita pelo Participante, por escrito, e entregue à Sociedade, dentro do prazo máximo de 30 (trinta) dias a contar do 6º (sexto) mês de afastamento do trabalho por motivo de doença ou acidente. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências. Transferido do item do Texto Vigente para 9.54 do Texto Proposto. Inclusão do nome do Plano A Patrocinadora continuará efetuando as Contribuições de sua responsabilidade até o 6º (sexto) mês, inclusive, de afastamento do trabalho do Participante por motivo de doença ou acidente. A Patrocinadora efetuará a Contribuição integral do 6º (sexto) mês, independentemente do dia em que completar o 6º (sexto) mês. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências Transferido do item do Texto Vigente para 9.55 do Texto Proposto. Inclusão do nome do Plano As despesas administrativas do Participante que optar pelo instituto do autopatrocínio também poderão ser custeadas nas formas estabelecidas nos incisos I, III, IV e V do item 6.20, conforme previsto no Plano de custeio anual aprovado pelo Conselho Deliberativo da Sociedade. Itens deslocados para a Seção IV do Capítulo IX Dos Institutos Legais Obrigatórios, com alteração de numeração e referências. Item do Texto Proposto consolida a informação. 30

Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico

Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico do Regulamento do Plano de Benefícios Pepsico CNPB 2004.0020-18 Prev Pepsico Sociedade Previdenciária CNPJ 00.098.693/0001-05 Atendimento à NOTA Nº 036/2013/CGAT/DITEC/PREVIC Comando 357744092 Juntada

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações efetuadas no Regulamento do Plano de Aposentadoria CitiPrevi

Quadro Comparativo das Alterações efetuadas no Regulamento do Plano de Aposentadoria CitiPrevi Quadro Comparativo das Alterações efetuadas no Regulamento do Plano de Aposentadoria CitiPrevi Página 1 do quadro comparativo das alterações efetuadas no Regulamento do CitiPrevi Capitulo 1 Do Objeto 1.1

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS HP

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS HP 2013 REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS HP Aprovado pela Portaria nº 406, de 07/8/2013, publicada no DOU de 08/8/2013. 17 de abril de 2013 Regulamento do Plano de Benefícios HP ÍNDICE Capítulo Página I

Leia mais

ABRILPREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios da Abrilprev

ABRILPREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios da Abrilprev ABRILPREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA CNPJ 73.000.838/0001-59 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios da Abrilprev CNPB 1993.0008-11 1 DE PARA Justificativa 1 - DO OBJETO 1 DO OBJETO

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS I. Índice

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS I. Índice REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS I Índice Capítulo I Da Introdução... 1 II Das Definições... 1 III Do Serviço Creditado e do Tempo de Vinculação ao Plano I... 3 IV Dos Destinatários do Plano I... 5 V

Leia mais

Rua Bernardo Guimarães, 63 Funcionários Belo Horizonte MG Cep 30140-080 Telefones (31) 3284-8407 3284-2625 Fax: 3284-8931 E-mail: casfam@fiemg.com.

Rua Bernardo Guimarães, 63 Funcionários Belo Horizonte MG Cep 30140-080 Telefones (31) 3284-8407 3284-2625 Fax: 3284-8931 E-mail: casfam@fiemg.com. MATERIAL EXPLICATIVO DO PLANO DE BENEFÍCIOS SISTEMA FIEMG Outubro / 2013 A CASFAM A CASFAM é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar (EFPC), sociedade civil patrocinada pelo Sistema FIEMG, com

Leia mais

REGULAMENTO DA CARTEIRA DE EMPRÉSTIMO BÁSICO

REGULAMENTO DA CARTEIRA DE EMPRÉSTIMO BÁSICO Rev. 01 Data: 21/05/2014 Página 1 de 8 CAPÍTULO I DEFINIÇÕES Art. 1º - Para fins de aplicação deste Regulamento, o masculino incluirá o feminino e o singular incluirá o plural, a menos que o contexto indique

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA Capítulo I Da Finalidade Artigo 1 - O presente Regulamento de Empréstimo Pessoal, doravante denominado Regulamento, tem por finalidade definir normas

Leia mais

MÚTUOPREV Entidade de Previdência Complementar

MÚTUOPREV Entidade de Previdência Complementar MÚTUOPREV Entidade de Previdência Complementar REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS II 1 de julho de 2010 MÚTUOPREV Entidade de Previdência Complementar 2 CAPÍTULO I - DO OBJETIVO Art. 1º - O presente Regulamento

Leia mais

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO D Cartilha - Plano D INTRODUÇÃO Você está recebendo a Cartilha do Plano D. Nela você encontrará um resumo das principais características do plano. O Plano D é um plano moderno e flexível

Leia mais

Cartilha do Participante

Cartilha do Participante FACEAL Fundação Ceal de Assistência Social e Previdência Cartilha do Participante Manual de Perguntas e Respostas Plano Faceal CD Prezado leitor, A FACEAL apresenta esta cartilha de perguntas e respostas

Leia mais

Segurança para quem você ama. Regulamento

Segurança para quem você ama. Regulamento Segurança para quem você ama. Regulamento Bem-vindo, novo participante! É com satisfação que recebemos sua adesão ao Família Previdência, plano desenhado para oferecer uma complementação de aposentadoria

Leia mais

FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA SECCIONAL DE SÃO PAULO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL E DA CAASP CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DE SÃO

FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA SECCIONAL DE SÃO PAULO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL E DA CAASP CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DE SÃO FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA SECCIONAL DE SÃO PAULO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL E DA CAASP CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO OABPrev-SP REGULAMENTO ÍNDICE CAPÍTULO I DO OBJETO

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO CAPÍTULO I - DO OBJETO Art. 1º - Este Regulamento estabelece os direitos e as

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO CAPÍTULO I - DO OBJETO Art. 1º - Este Regulamento estabelece os direitos e as REGULAMENTO FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA SECCIONAL DE SÃO PAULO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL E DA CAASP CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO OABPrev-SP/CE ÍNDICE Capítulo I - DO OBJETIVO

Leia mais

Para cada valor depositado pelo participante a título de contribuição básica a Patrocinadora depositará valor idêntico.

Para cada valor depositado pelo participante a título de contribuição básica a Patrocinadora depositará valor idêntico. Apresentação Este é o MANUAL DO PARTICIPANTE da PRECE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR, material explicativo que descreve, em linguagem simples e precisa, as características gerais do Plano CD, com o objetivo

Leia mais

AGROS INSTITUTO UFV DE SEGURIDADE SOCIAL. Regulamento do Plano de Instituidor AGROS CD-01

AGROS INSTITUTO UFV DE SEGURIDADE SOCIAL. Regulamento do Plano de Instituidor AGROS CD-01 AGROS INSTITUTO UFV DE SEGURIDADE SOCIAL Regulamento do Plano de Instituidor AGROS CD-01 Viçosa Minas Gerais Fevereiro/2008 Índice Página Glossário - Capítulo II Das Definições... 3 Nome do Plano de Benefícios

Leia mais

MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 01

MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 01 MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 01 2 MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 01 Brasília - DF Março/2015 3 Sumário GLOSSÁRIO... 5 CAPÍTULO

Leia mais

Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários da FUNDO MULTIINSTITUÍDO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários da FUNDO MULTIINSTITUÍDO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários da ACIPREV FUNDO MULTIINSTITUÍDO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Instituidora : ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL DE AMERICANA ACIA 1 ÍNDICE Pág CAPÍTULO

Leia mais

Manual. Conheça neste manual mais detalhes sobre a SICOOB PREVI

Manual. Conheça neste manual mais detalhes sobre a SICOOB PREVI Manual Conheça neste manual mais detalhes sobre a SICOOB PREVI O melhor da vida é feito em parceria O Plano de Benefícios Previdenciários da SICOOB PREVI é uma importante ferramenta de planejamento financeiro

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIO FACULTATIVO PPF CNPB 1990.0011-65 FUNDAÇÃO GEAPPREVIDÊNCIA

REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIO FACULTATIVO PPF CNPB 1990.0011-65 FUNDAÇÃO GEAPPREVIDÊNCIA REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIO FACULTATIVO PPF CNPB 1990.0011-65 FUNDAÇÃO GEAPPREVIDÊNCIA Aprovado pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, por meio da Portaria Nº 509, de 27

Leia mais

Cartilha do Participante

Cartilha do Participante Benefício definido (Eletra 01) BENEFICIO DEFINIDO Cartilha do Participante Introdução A ELETRA Fundação Celg de Seguros e Previdência é uma entidade fechada de previdência privada, de fins previdenciários

Leia mais

Apresentação. Lembrando que esta cartilha não substitui o regulamento do Plano BD Eletrobrás, recomendamos a leitura atenta do referido regulamento.

Apresentação. Lembrando que esta cartilha não substitui o regulamento do Plano BD Eletrobrás, recomendamos a leitura atenta do referido regulamento. Apresentação A Lei Nº 11.053, de 29.12.2004, faculta aos participantes de Planos de Previdência Complementar, estruturados na modalidade de Contribuição Definida (CD), como é o caso do novo Plano CD Eletrobrás,

Leia mais

Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários dos Cooperados do SICOOB

Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários dos Cooperados do SICOOB Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários dos Cooperados do SICOOB SICOOB MULTI INSTITUÍDO Aprovado pela Portaria nº 1.563, de 13/9/2007, publicada no Diário Oficial de 14/9/2007. Índice Capítulo

Leia mais

Revisado em 15/08/2011

Revisado em 15/08/2011 CARTILHA DO PLANO MISTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Nº 001 Revisado em 15/08/2011 Esta cartilha foi estruturada com perguntas e respostas para apresentar e esclarecer aos Participantes as informações

Leia mais

SESI-PIPrev ÍNDICE. Capítulo I Do Objeto. Capítulo II Das Definições. Capítulo III Dos Participantes. Capítulo IV Do Serviço Creditado

SESI-PIPrev ÍNDICE. Capítulo I Do Objeto. Capítulo II Das Definições. Capítulo III Dos Participantes. Capítulo IV Do Serviço Creditado 2 SESI-PIPrev ÍNDICE Capítulo I Do Objeto Capítulo II Das Definições Capítulo III Dos Participantes Capítulo IV Do Serviço Creditado Capítulo V Do Plano de Custeio e das Disposições Financeiras Capítulo

Leia mais

CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Ministério da Saúde ANS Resolução Normativa RN Nº. 279, de 24.11.2011: Dispõe sobre a regulamentação dos artigos 30 e 31 da Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998, e revoga as Resoluções do CONSU Nº. 20 e

Leia mais

Licenciamento Automático - REGULAMENTO SENGE PREVIDÊNCIA - CNPB 2005.0003-29 Anexo 1 ao JM/0916/2015 de 29/04/2015

Licenciamento Automático - REGULAMENTO SENGE PREVIDÊNCIA - CNPB 2005.0003-29 Anexo 1 ao JM/0916/2015 de 29/04/2015 Aprovado pela Portaria nº 836 de 27/10/2010 Alterações DOU 29/10/2010 Justificativa CAPÍTULO I - DO PLANO E SEUS FINS Artigo 1º O presente Regulamento tem por objeto estabelecer as disposições específicas

Leia mais

Plano de Previdência Complementar CPFL PPCPFL

Plano de Previdência Complementar CPFL PPCPFL Plano de Previdência Complementar CPFL PPCPFL Vigência: 1º/09/2010 APROVADO PELA SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PORTARIA PREVIC 613, DE 13 DE AGOSTO DE 2010. PPCPFL 1 ÍNDICE CAPÍTULO

Leia mais

Conteúdo. Capítulo B.1 - Do Objeto...3. Capítulo B.2 - Glossário...3. Capítulo B.3 - Dos Participantes...8

Conteúdo. Capítulo B.1 - Do Objeto...3. Capítulo B.2 - Glossário...3. Capítulo B.3 - Dos Participantes...8 Conteúdo Capítulo B.1 - Do Objeto...3 Capítulo B.2 - Glossário...3 Capítulo B.3 - Dos Participantes...8 Capítulo B.4 - Do Tempo de Serviço e da Mudança do Vínculo Empregatício...10 Capítulo B.5 - Das Disposições

Leia mais

Í n d i c e. Apresentação. Sobre a ELETROS. Sobre o Plano CD CERON. Características do Plano CD CERON

Í n d i c e. Apresentação. Sobre a ELETROS. Sobre o Plano CD CERON. Características do Plano CD CERON Í n d i c e Apresentação Sobre a ELETROS Sobre o Plano CD CERON Características do Plano CD CERON 3 4 5 6 A p r e s e n t a ç ã o Bem-vindo! Você agora é um participante do Plano CD CERON, o plano de benefícios

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Dispõe sobre a regulamentação dos artigos 30 e 31 da Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998, e revoga as Resoluções do CONSU nºs 20 e 21, de 7 de

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA. Fundação de Seguridade Social do Banco Econômico S/A - ECOS

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA. Fundação de Seguridade Social do Banco Econômico S/A - ECOS Fundação de Seguridade Social do Banco Econômico S/A - ECOS Plano de Contribuição Definida J:\SISTEMAS\Website_ecos\webroot\atual\Documentos em PDF\Regulamento-Plano CD-Benefícios de Risco-Portaria 456

Leia mais

SERGUS - INSTITUTO BANESE DE SEGURIDADE SOCIAL REGULAMENTO GLOSSÁRIO

SERGUS - INSTITUTO BANESE DE SEGURIDADE SOCIAL REGULAMENTO GLOSSÁRIO SERGUS - INSTITUTO BANESE DE SEGURIDADE SOCIAL REGULAMENTO GLOSSÁRIO Neste Regulamento, as expressões, palavras, abreviações ou siglas abaixo terão o seguinte significado, a menos que o contexto indique

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA PREVI-ERICSSON APROVADO PELA PORTARIA PREVIC Nº 599, DE 19/11/2014,

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA PREVI-ERICSSON APROVADO PELA PORTARIA PREVIC Nº 599, DE 19/11/2014, REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA PREVI-ERICSSON APROVADO PELA PORTARIA PREVIC Nº 599, DE 19/11/2014, PUBLICADA NO DOU DE 20/11/2014 1 2 Conteúdo 1. Do Objeto... 4 2. Glossário... 4 3. Da Elegibilidade

Leia mais

COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO CONTRIBUIÇÕES ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO BENEFÍCIOS CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS

COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO CONTRIBUIÇÕES ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO BENEFÍCIOS CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS Material Explicativo Sumário 2 COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO 3 CONTRIBUIÇÕES 8 ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES 9 OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO 11 BENEFÍCIOS 13 CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS 18 TRIBUTAÇÃO

Leia mais

Regulamento do Plano de Empréstimo. Aprovado em 01 de Janeiro de 2015

Regulamento do Plano de Empréstimo. Aprovado em 01 de Janeiro de 2015 Regulamento do Plano de Empréstimo 2015 Aprovado em 01 de Janeiro de 2015 1. Dos Objetivos a) Estabelecer os direitos e obrigações da Previplan - Sociedade de Previdência Privada (aqui designada como Sociedade

Leia mais

De (Regulamento Original) Para (Regulamento Proposto) Justificativa

De (Regulamento Original) Para (Regulamento Proposto) Justificativa CAPÍTULO I CAPÍTULO I DO OBJETO DO OBJETO Art. 1º Este Regulamento estabelece os direitos e as obrigações dos Instituidores, dos Participantes, dos Beneficiários e do Fundo de Pensão Multipatrocinado da

Leia mais

REGULAMENTO CULTURAPREV Adaptado à Lei Complementar nº 109/2001, Resoluções CGPC Nº 12/2002, Nº 03/2003, Nº 08/2004 e a Resolução CGPC Nº 10/2004

REGULAMENTO CULTURAPREV Adaptado à Lei Complementar nº 109/2001, Resoluções CGPC Nº 12/2002, Nº 03/2003, Nº 08/2004 e a Resolução CGPC Nº 10/2004 REGULAMENTO CULTURAPREV Adaptado à Lei Complementar nº 109/2001, Resoluções CGPC Nº 12/2002, Nº 03/2003, Nº 08/2004 e a Resolução CGPC Nº 10/2004 Ministério da Previdência Social MPS Secretaria de Previdência

Leia mais

SABESPREV. Plano de Benefícios Básico TÍTULO I DO OBJETO

SABESPREV. Plano de Benefícios Básico TÍTULO I DO OBJETO SABESPREV Plano de Benefícios Básico TÍTULO I DO OBJETO Artigo 1º - O presente Regulamento estabelece os direitos e as obrigações da FUNDAÇÃO, das Patrocinadoras, dos Participantes e dos seus Beneficiários

Leia mais

Alterações de Regulamento

Alterações de Regulamento Alterações de Regulamento Síntese das alterações propostas 1. DEFINIÇÕES GERAIS Beneficiários: será excluído o tempo mínimo de união estável com parceiro ou cônjuge para que seja reconhecido como beneficiário

Leia mais

I DO OBJETO II DAS DEFINIÇÕES

I DO OBJETO II DAS DEFINIÇÕES I DO OBJETO 1.1 - Este Regulamento tem por objetivo disciplinar o Plano de Aposentadoria da Ford Previdência Privada ( FPP ), não contributivo, estabelecendo normas e requisitos para a concessão dos benefícios

Leia mais

9 de novembro de 2005 (Atendimento ao Ofício nº 35/PREVIC/DITEC, de 7/4/2005) Aprovado por meio do Ofício nº 25/SPC/DETEC/CGAT, de 9/1/2006

9 de novembro de 2005 (Atendimento ao Ofício nº 35/PREVIC/DITEC, de 7/4/2005) Aprovado por meio do Ofício nº 25/SPC/DETEC/CGAT, de 9/1/2006 9 de novembro de 2005 (Atendimento ao Ofício nº 35/PREVC/DTEC, de 7/4/2005) Aprovado por meio do Ofício nº 25/SPC/DETEC/CGAT, de 9/1/2006 Regulamento do Plano de Benefícios da BM Brasil Capítulo Página

Leia mais

CELPOS - FUNDAÇÃO CELPE DE SEGURIDADE SOCIAL - PLANO DE BENEFÍCIOS DEFINIDOS (PLANO BD) QUADRO COMPARATIVO

CELPOS - FUNDAÇÃO CELPE DE SEGURIDADE SOCIAL - PLANO DE BENEFÍCIOS DEFINIDOS (PLANO BD) QUADRO COMPARATIVO Regulamento vigente Proposta de alteração Justificativa SEÇÃO I Sistematização (Seção OBJETO II, item 2 do regulamento vigente) SEÇÃO I DEFINIÇÕES 1. Para efeito deste Plano de Benefícios Definidos, a

Leia mais

A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada.

A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada. A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada. Adesão Característica do contrato de previdência privada, relativa ao ato do proponente aderir ao plano de previdência. Administradores

Leia mais

Celgprev CELPREV. Cartilha do Participante. Introdução

Celgprev CELPREV. Cartilha do Participante. Introdução Celgprev CELPREV Cartilha do Participante Introdução A partir de dezembro de 2000, a CELG distribuição, a Celg geração e transmissão, Celgpar e a ELETRA passam a oferecer aos seus empregados o Celgprev:

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA DO PLANO CIASCPREV

CARTILHA EXPLICATIVA DO PLANO CIASCPREV CARTILHA EXPLICATIVA DO PLANO CIASCPREV Florianópolis, janeiro de 2010. Caríssimo Participante, Esta cartilha vai ajudar você a entender melhor a DATUSPREV e o Plano CIASCPREV. O CIASC, pensando em você,

Leia mais

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES SUMÁRIO 1. DEFINIÇÕES... 2 2. FINALIDADE... 3 3. DESTINATÁRIOS... 3 4. DOCUMENTAÇÃO... 4 5. VALOR MÁXIMO E MÍNIMO... 5 6. PRAZOS... 5 7. ENCARGOS E ATUALIZAÇÃO MONETÁRIA... 6 8. GARANTIAS... 7 9. CONDIÇÕES

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo Material Explicativo Índice Introdução 4 Sobre o Plano Previplan 5 Adesão 5 Benefícios do Plano 6 Entenda o Plano 7 Rentabilidade 8 Veja como funciona a Tributação 9 O que acontece

Leia mais

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA!

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! Prezado participante, 2 Brasil Foods Sociedade de Previdência Privada Cartilha Plano III Um dos grandes objetivos da política de recursos humanos de

Leia mais

3ª Edição Abril de 2007

3ª Edição Abril de 2007 3ª Edição Abril de 2007 Regulamento aprovado pela Secretaria de Previdência Complementar - SPC, do Ministério da Previdência e Assistência Social, através da Portaria de nº 1.005, de 02 de abril de 2007

Leia mais

2º Semestre de 2010 2

2º Semestre de 2010 2 1 2 2º Semestre de 2010 O objetivo deste material é abordar os pontos principais do Plano de Benefícios PreviSenac e não substitui o conteúdo do regulamento. 3 4 Índice PreviSenac para um futuro melhor

Leia mais

Cartilha de Extensão de Benefício do Plano Empresarial aos Beneficiários.

Cartilha de Extensão de Benefício do Plano Empresarial aos Beneficiários. Cartilha de Extensão de Benefício do Plano Empresarial aos Beneficiários. Contributários demitidos ou exonerados sem justa causa e/ou aposentados. www.saolucassaude.com.br 01_ DIREITOS E DEVERES DO BENEFICIÁRIO

Leia mais

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7 Sumário A função do 3 Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4 Contribuições do Participante 6 Contribuições da Patrocinadora 7 Controle de Contas 8 Investimento dos Recursos 9 Benefícios 10 Em caso de

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA Nº 001 DA FUNDAÇAO CEAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E PREVIDÊNCIA FACEAL - PLANO FACEAL CD - Í N D I C E

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA Nº 001 DA FUNDAÇAO CEAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E PREVIDÊNCIA FACEAL - PLANO FACEAL CD - Í N D I C E REFERÊNCIA Í N D I C E PÁG. GLOSSÁRIO 02 CAPÍTULO I Das Finalidades e da Denominação do Plano 04 II Dos membros do PLANO 04 III Da inscrição como participante 06 IV Do cancelamento da inscrição do participante

Leia mais

EDIÇÃO 222, SEÇÃO 1, PÁGINA 32 E 33, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2014 SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

EDIÇÃO 222, SEÇÃO 1, PÁGINA 32 E 33, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2014 SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR EDIÇÃO 222, SEÇÃO 1, PÁGINA 32 E 33, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2014 SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR INSTRUÇÃO CONJUNTA Nº 1, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2014 Dispõe sobre as regras de portabilidade

Leia mais

REGULAMENTO PLANO ANAPARprev - Editado em Dezembro de 2009 Versão aprovada pela SPC em 09/12/2009 (Portaria 3.220/SPC) Capítulo I: DO PLANO E SEUS FINS 02 Capítulo II: DOS MEMBROS 02 Capítulo III: DA INSCRIÇÃO

Leia mais

PLANO DE PREVIDÊNCIA DA MÚTUA CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DO CREA

PLANO DE PREVIDÊNCIA DA MÚTUA CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DO CREA PLANO DE PREVIDÊNCIA DA MÚTUA CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DO CREA Mensagem ao Associado Caro Associado, A maior preocupação do profissional que compõe o Sistema Confea / Crea / Mútua talvez

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO PRECE I

REGULAMENTO DO PLANO PRECE I REGULAMENTO DO PLANO PRECE I ÍNDICE I) DEFINIÇÕES... 2 II) OBJETO... 4 III) PARTICIPANTE... 4 IV) INSCRIÇÃO... 5 V) BENEFICIÁRIO... 5 VI) BENEFÍCIOS... 6 VII) SALÁRIO REAL DE CONTRIBUIÇÃO... 6 VIII) SALÁRIO

Leia mais

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD MATERIAL EXPlICatIvo Plano BAYER CD 1 Prezado Colaborador! você, que está sendo admitido agora ou ainda não aderiu ao Plano de Previdência oferecido pelo Grupo Bayer, tem a oportunidade de conhecer, nas

Leia mais

CONTRATO DE MÚTUO. Assistido é o Participante ou seus beneficiários em gozo de Benefício de prestação continuada.

CONTRATO DE MÚTUO. Assistido é o Participante ou seus beneficiários em gozo de Benefício de prestação continuada. Página 1 de 7 CONTRATO DE MÚTUO Cláusulas e Condições Gerais do Contrato de Mútuo que entre si fazem a Fundação Vale do Rio Doce de Seguridade Social - VALIA e seus Participantes. Fundação Vale do Rio

Leia mais

Regulamento de Empréstimo

Regulamento de Empréstimo Regulamento $ de Empréstimo Para participantes do Plano Complementar de Benefícios Previdenciais - Plano BD $ Fundação de Previdência dos Empregados da CEB Regulamento aprovado pelo Conselho Deliberativo

Leia mais

PORTO SEGURO SEGURO SAÚDE

PORTO SEGURO SEGURO SAÚDE Prezados Senhores, Em 25/11/2011, a Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS publicou a Resolução Normativa nº 279, a qual regulamenta os artigos 30 e 31 da Lei 9656/98, tendo revogado as Resoluções

Leia mais

Estrutura do Plano de Benefícios Agilent

Estrutura do Plano de Benefícios Agilent Plano de Benefícios Agilent 1 Objetivo da HP Prev Proporcionar aos seus participantes a oportunidade de contribuir para a HP Prev e, juntamente com as contribuições da patrocinadora, formar uma renda mensal

Leia mais

Regulamento do Plano de Benefícios CRMPrev

Regulamento do Plano de Benefícios CRMPrev Regulamento do Plano de Benefícios CRMPrev Aprovação Plano de Benefícios CRMPrev Cadastro Nacional de Planos de Benefícios 2003.0013-11 Regulamento aprovado pela Superintendência Nacional de Previdência

Leia mais

Guia PCD. Conheça melhor o Plano

Guia PCD. Conheça melhor o Plano Guia PCD Conheça melhor o Plano Índice De olho no Futuro...3 Quem é a Fundação Centrus?...5 Conhecendo o Plano de Contribuição Definida - PCD...6 Contribuições do Participante...7 Saldo de Conta...8 Benefícios

Leia mais

VIGÊNCIA: 19/11/2014. (Aprovado na 1550ª Reunião de Diretoria, realizada em outubro/2014)

VIGÊNCIA: 19/11/2014. (Aprovado na 1550ª Reunião de Diretoria, realizada em outubro/2014) VIGÊNCIA: 19/11/2014 (Aprovado na 1550ª Reunião de Diretoria, realizada em outubro/2014) SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 3 2 DEFINIÇÕES... 3 3 - LIMITE DE CRÉDITO... 4 4 - ENCARGOS FINANCEIROS, ADMINISTRATIVO E

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO Art. 1º Este documento, doravante denominado Regulamento de Empréstimo, estabelece os direitos e as obrigações da Boticário Prev, dos Participantes e Assistidos, para a concessão

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS - REG/REPLAN

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS - REG/REPLAN REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS - REG/REPLAN CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES SEÇÃO I DA FINALIDADE Art. 1º - O presente Regulamento tem por finalidade estabelecer o conjunto de regras do Plano de

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Férias

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Férias pág.: 1/6 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos para programação, concessão e pagamento de férias aos empregados da COPASA MG. 2 Referências Para aplicação desta norma poderá ser necessário

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS SIMPLES. 1.1 Estabelecer as diretrizes para a concessão de empréstimo simples.

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS SIMPLES. 1.1 Estabelecer as diretrizes para a concessão de empréstimo simples. REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS SIMPLES 1 OBJETIVO 1.1 Estabelecer as diretrizes para a concessão de empréstimo simples. 2 CONCESSÃO 2.1 O empréstimo simples poderá ser concedido exclusivamente

Leia mais

CAIXA DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA AOS FUNCIONÁRIOS DO BANPARÁ S/A.

CAIXA DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA AOS FUNCIONÁRIOS DO BANPARÁ S/A. ÍNDICE GERAL GLOSSÁRIO...4 CAPÍTULO I OBJETIVO...6 CAPÍTULO II MEMBROS DO PREV-RENDA...6 SEÇÃO I PATROCINADORES...6 SEÇÃO II PARTICIPANTES...7 SEÇÃO III BENEFICIÁRIOS...7 SEÇÃO IV ASSISTIDOS...8 CAPÍTULO

Leia mais

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015 Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015 Material Explicativo ÍNDICE 1. Mensagem importante pra você... 4 2. Que tal planejar sua aposentadoria?... 5 3. Estamos juntos!... 6 4. Saiba quem pode

Leia mais

CAPAF CAIXA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO BANCO DA AMAZÔNIA. Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários - PrevAmazônia

CAPAF CAIXA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO BANCO DA AMAZÔNIA. Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários - PrevAmazônia CAPAF CAIXA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO BANCO DA AMAZÔNIA Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários - PrevAmazônia Indice CAPÍTULO I - DO OBJETO... 4 CAPÍTULO II - DAS DEFINIÇÕES E REMISSOES...

Leia mais

ADITIVO CONTRATUAL DE MANUTENÇÃO DE SEGURADOS DEMITIDOS OU APOSENTADOS

ADITIVO CONTRATUAL DE MANUTENÇÃO DE SEGURADOS DEMITIDOS OU APOSENTADOS ADITIVO CONTRATUAL DE MANUTENÇÃO DE SEGURADOS DEMITIDOS OU APOSENTADOS Este aditivo é parte integrante do Seguro Saúde contratado pelo Estipulante abaixo indicado, bem como de suas Condições Gerais. Número

Leia mais

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIO DEFINIDO

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIO DEFINIDO CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIO DEFINIDO Fevereiro/2012 Apresentação Prezado participante, Com o objetivo de mostrar como funciona a Fundação Coelce de Seguridade Social Faelce e o Plano de Benefícios Definidos,

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev MSD Prev Sociedade de Previdência Privada Anexo I Ata de Reunião Extraordinária do Conselho Deliberativo de 17/05/07

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO PRECE II ÍNDICE

REGULAMENTO DO PLANO PRECE II ÍNDICE REGULAMENTO DO PLANO PRECE II ÍNDICE I) DO PLANO PRECE II E SEUS FINS... 2 II) DOS MEMBROS DO PLANO PRECE II... 2 III) DA INSCRIÇÃO DOS MEMBROS NO PLANO PRECE II... 2 IV) DO CANCELAMENTO DA INSCRIÇÃO DOS

Leia mais

MANUAL DO PARTICIPANTE

MANUAL DO PARTICIPANTE MANUAL DO PARTICIPANTE LegisPrev O plano de previdência complementar para o servidor público do Poder Legislativo Federal FUNPRESP-EXE FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO

Leia mais

Regulamento. Plano de Benefícios. SENACPrev

Regulamento. Plano de Benefícios. SENACPrev Regulamento do Plano de Benefícios SENACPrev Aprovado PREVIC 20-05-2011 1/37 Índice CAPÍTULO I - Do Objeto 3 CAPÍTULO II - Das Definições 3 CAPÍTULO III - Do Tempo de Serviço 8 CAPÍTULO IV - Dos Participantes

Leia mais

REGULAMENTO PLANO PREVIND SESI/RS CNPB Nº 19.900.013-19. Texto Atual Texto Proposto Justificativa. São partes no presente instrumento: Fundo

REGULAMENTO PLANO PREVIND SESI/RS CNPB Nº 19.900.013-19. Texto Atual Texto Proposto Justificativa. São partes no presente instrumento: Fundo REGULAMENTO PLANO PREVIND SESI/RS CNPB Nº 19.900.013-19 Texto Atual Texto Proposto Justificativa São partes no presente instrumento: Fundo SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA DO RIO GRANDE DO SUL -

Leia mais

INSTITUTO CONAB DE SEGURIDADE SOCIAL CAPÍTULO I DO PLANO DE BENEFÍCIOS E SEUS FINS

INSTITUTO CONAB DE SEGURIDADE SOCIAL CAPÍTULO I DO PLANO DE BENEFÍCIOS E SEUS FINS 1 CAPÍTULO I DO PLANO DE BENEFÍCIOS E SEUS FINS Art. 1º O presente Regulamento tem por finalidade estabelecer as disposições específicas referentes ao Plano de Benefícios CONAB, ou PLANO, administrado

Leia mais

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES - CV

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES - CV SUMÁRIO 1. DEFINIÇÕES... 2 2. FINALIDADE... 3 3. DESTINATÁRIOS... 3 4. DOCUMENTAÇÃO... 4 5. VALOR MÁXIMO... 4 6. PRAZOS... 4 7. ENCARGOS E ATUALIZAÇÃO MONETÁRIA... 5 8. GARANTIAS... 5 9. CONDIÇÕES GERAIS...

Leia mais

Cartilha Plano A. Índice

Cartilha Plano A. Índice Cartilha Plano A Cartilha Plano A Índice Apresentação A Previnorte Histórico Patrimônio Plano de Benefícios e Plano de Custeio Salário Real de Contribuição Jóia Requisitos exigidos para filiação à PREVINORTE

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV.

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV. REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV. Sumário Capítulo I Da finalidade...1 Capítulo II - Dos contratantes...1 Capítulo III - Dos limites individuais...2 Capítulo IV -

Leia mais

Regulamento Básico dos Planos e Programas de Previdência Complementar, Saúde e Assistência Social da GEAP Fundação de Seguridade Social

Regulamento Básico dos Planos e Programas de Previdência Complementar, Saúde e Assistência Social da GEAP Fundação de Seguridade Social Regulamento Básico dos Planos e Programas de Previdência Complementar, Saúde e Assistência Social da GEAP Fundação de Seguridade Social PÁGINA 1 SUMÁRIO PÁGINA TÍTULO I Dos Planos de Previdência Complementar...04

Leia mais

Manual Explicativo. Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev

Manual Explicativo. Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev Manual Explicativo Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev 1. MANUAL EXPLICATIVO... 4 2. A APOSENTADORIA E VOCÊ... 4 3. PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: O que é isso?... 4 4. BOTICÁRIO

Leia mais

Plano de Suplementação de Aposentadorias e Pensão. PSAP/Duke Energy. Vigência: 1º/2/2007

Plano de Suplementação de Aposentadorias e Pensão. PSAP/Duke Energy. Vigência: 1º/2/2007 Plano de Suplementação de Aposentadorias e Pensão PSAP/Duke Energy Vigência: 1º/2/2007 1 Índice Capítulo I Do Objeto...4 Capítulo II Das Definições e Aplicações...4 Capítulo III Dos Destinatários do Plano...6

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000.

RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000. RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000. Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o art.

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO PREVIDENCIAL DOS PARTICIPANTES VINCULADOS AO INSTITUTO MINEIRO DE AGROPECUÁRIA - IMA REGULAMENTO ESPECÍFICO - RP6 CAPÍTULO I

REGULAMENTO DO PLANO PREVIDENCIAL DOS PARTICIPANTES VINCULADOS AO INSTITUTO MINEIRO DE AGROPECUÁRIA - IMA REGULAMENTO ESPECÍFICO - RP6 CAPÍTULO I DOS PARTICIPANTES VINCULADOS AO INSTITUTO MINEIRO DE AGROPECUÁRIA - REGULAMENTO ESPECÍFICO - RP6 CAPÍTULO I DAS PRESTAÇÕES PREVIDENCIAIS Art. 1º - O Regulamento Específico - RP6 disciplina a concessão

Leia mais

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: INVEST CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 93.202.448/0001-79 (NOME FANTASIA DO PRODUTO): INVESTCAP TRAD-PU 03 (12M) MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900283/2013-20

Leia mais

Plano TELOS Contribuição Variável - I

Plano TELOS Contribuição Variável - I Plano TELOS Contribuição Variável - I A sua empresa QUER INVESTIR NO SEU FUTURO, E VOCÊ? A sua empresa sempre acreditou na importância de oferecer um elenco de benefícios que pudesse proporcionar a seus

Leia mais

Regulamento PCA Fundação Ampla de Seguridade Social - Brasiletros

Regulamento PCA Fundação Ampla de Seguridade Social - Brasiletros Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC Diretoria de Análise Técnica O DIRETOR DE ANÁLISE TÉCNICA, no uso das atribuições que lhe confere o inciso I do art. 33, combinado com o art.

Leia mais

MATERIAL EXPLICATIVO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO OABPREV-SP

MATERIAL EXPLICATIVO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO OABPREV-SP MATERIAL EXPLICATIVO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO OABPREV-SP OABPrev-SP O OABPrev-SP surgiu do anseio da categoria em oferecer um plano de previdência desenvolvido exclusivamente para

Leia mais

NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTES (Aprovada pela Deliberação n 005/2012, de 29 de março de 2012)

NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTES (Aprovada pela Deliberação n 005/2012, de 29 de março de 2012) NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTES (Aprovada pela Deliberação n 005/2012, de 29 de março de 2012) 1. DA FINALIDADE A presente Norma tem por finalidade regulamentar e definir condições para

Leia mais

REGULAMENTO. Plano de Previdência Complementar para os associados e seus dependentes do Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do Sul

REGULAMENTO. Plano de Previdência Complementar para os associados e seus dependentes do Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do Sul REGULAMENTO Plano de Previdência Complementar para os associados e seus dependentes do Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do Sul Regulamento do Plano de Benefícios SENGE Previdência Aprovação Plano

Leia mais

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO C Cartilha do Plano C APRESENTAÇÃO O plano de benefícios previdenciários conhecido como Plano C foi implantado em 1997. O regulamento do Plano C foi adaptado à Lei Complementar nº 109,

Leia mais

Norma do Programa de Empréstimo Pessoal TECHNOS

Norma do Programa de Empréstimo Pessoal TECHNOS Norma do Programa de Empréstimo Pessoal TECHNOS SUMÁRIO CAPÍTULO I - DA FINALIDADE...3 CAPÍTULO II - DOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS...3 CAPÍTULO III - DOS CRITÉRIOS PARA CONCESSÕES...4 CAPÍTULO IV - DOS

Leia mais

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada Aceprev Acesita Previdência Privada Aperam Inox América do Sul S.A. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS Aceprev Acesita Previdência Privada DIRETORIA EXECUTIVA Nélia Maria de Campos Pozzi -

Leia mais

FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR QUADRO COMPARATIVO DA PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DO REGULAMENTO DO PCV

FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR QUADRO COMPARATIVO DA PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DO REGULAMENTO DO PCV QUADRO COMPARATIVO DA PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DO REGULAMENTO DO PCV REDAÇÃO ANTERIOR NOVA REDAÇÃO JUSTIFICATIVA CAPÍTULO II DA PATROCINADORA Seção II Do Fundo-Patronal CAPÍTULO II DA PATROCINADORA Seção

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano Funbep II 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 06 Na hora da aposentadoria... 08 Cuide bem

Leia mais