Planeje-se para o Comércio Eletrônico

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Planeje-se para o Comércio Eletrônico"

Transcrição

1

2 SEBRAE-SP PLANEJE-SE PARA O COMÉRCIO ELETRÔNICO 1ª Edição SÃO PAULO Sebrae-SP 2014

3 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO COMO SE PREPARAR PARA O COMÉRCIO ELETRÔNICO MODELOS DE NEGÓCIOS VIRTUAIS PLANEJAMENTOS PLANEJANDO O SITE PARA O COMÉRCIO ELETRÔNICO IMPLANTANDO UM COMÉRCIO ELETRÔNICO DIVULGAÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO: MARKETING DIGI- TAL ENCERRAMENTO GABARITO DAS ATIVIDADES GLOSSÁRIO

4 1. INTRODUÇÃO Você já se imaginou vivendo hoje em um mundo sem Internet? Trabalhando sem s? Ou mesmo tendo que esperar até o outro dia para saber quais são as notícias do dia? Hoje as notícias são atualizadas instantaneamente. Basta acessá-las! 04

5 Você lembra qual foi a última vez que foi até uma biblioteca fazer alguma pesquisa? Ou foi buscar em algum livro a resposta para as suas dúvidas? Hoje as informações estão ao alcance de um clique, não é mesmo? Tudo está na Internet! Veja algumas oportunidades oferecidas pela Internet: Encurtar as distâncias entre as pessoas que estão longe. Permite acesso fácil às informações: jornal digital, revista digital, rádio digital, TV digital, enciclopédia digital. Compartilha informações de forma instantânea, inclusive nos dispositivos eletrônicos móveis. Permite várias formas de acesso às informações as quais antes não existiam, o que resultou na sociedade digital. 05

6 Sendo assim, você sabe o que é a sociedade digital? Sociedade digital são pessoas ou grupos de pessoas se relacionando, trocando informações, comunicando-se usando meios digitais. Antes da sociedade digital... A comunicação era limitada e demorada. Com alguns recursos tecnológicos, a comunicação evoluiu através do rádio, da TV, do telefone, do computador e da Internet. Hoje... Nesta era da informação e do conhecimento uma das características da sociedade digital é a troca rápida de informações, entre pessoas, famílias, comunidades, empresas e países. A comunicação agora é instantânea! Você e sua empresa estão preparados para esta sociedade digital? 06

7 Para fazer parte desta sociedade digital utiliza-se a Internet, que é um amplo sistema de comunicação que conecta muitas redes de computadores. Esta rede mudou a forma de se relacionar de toda uma sociedade. Afinal, hoje... Namora-se pela Internet. Efetua-se pagamento pela Internet. Faz-se negócios pela Internet. Estuda-se pela Internet. Compra-se tudo pela Internet. Toda essa comodidade tecnológica fez surgir um novo modelo de negócios que pode ser bem lucrativo para você, empresário, além de ser um facilitador para os clientes... O comércio eletrônico. As oportunidades são inúmeras! E aí? Você já avaliou se sua empresa pode vender pela Internet? 07

8 Antes de qualquer coisa é importante que você, empresário, esteja sempre atento às mudanças de mercado! REFLITA: O que você tem feito para enquadrar sua empresa neste novo mundo tecnológico? Tem pensado em investir em um Negócio Virtual? Sente vontade de conhecer um pouco mais sobre este assunto? Então, você está no lugar certo! A partir de agora, você terá a oportunidade de compreender os desafios, a importância e as vantagens de criar o seu ponto de venda na Internet. Além do mais você terá acesso a informações sobre como agir para planejar o seu comércio eletrônico e fazer disto uma chance de ampliar o seu mercado de atuação. Planeje Agora! O sucesso deste tipo de proposta depende de planejamento e o primeiro passo para planejar a sua empresa no comércio eletrônico é pensar em: Quais são os pontos fortes e fracos da sua empresa; O que você precisa fazer para colocar em prática a sua ideia e fazer dela um negócio lucrativo. E lembre-se! É preciso avaliar como o comércio eletrônico poderá agregar valor à sua empresa. 08

9 Comércio Eletrônico... Saiba mais sobre esta modalidade de negócio. O que é uma Empresa virtual? O comércio eletrônico é a utilização da Internet para a comercialização e a divulgação de produtos e empresas. Benefícios do comércio eletrônico A empresa virtual fica visível em qualquer lugar do planeta e está disponível 24 horas por dia, basta o consumidor ter acesso à Internet, o que hoje não é muito difícil. É um canal de vendas poderoso e pode ser um forte aliado do empresário em seus negócios, já que não possui barreiras geográficas. Vantagens do comércio eletrônico Possui várias vantagens competitivas, tais como: alcance maior, agilidade na compra, aumento de lucro, redução de custos, possibilidade da criação de um ambiente de interação e troca de conhecimento. 09

10 Desafios do comércio eletrônico Uma preocupação importante que a empresa virtual deve ter é como dimensionar e atender todo o mercado, lidando com várias culturas diferentes. Mas fique tranquilo! Planejando bem é possível vencer os desafios. Por exemplo: você pode limitar o seu mercado, basta delimitar a área de entrega (só no Brasil, no bairro ou na cidade). O negócio virtual já é uma proposta bem-sucedida em todo o mundo... O varejo on-line já representa R$ 22,5 bilhões de faturamento, em O Brasil está prestes a alcançar o 4º lugar em participação de vendas on-line no mercado mundial. 1º China 2º EUA 3º Japão 4º Brasil E os números do varejo on-line no Brasil continuarão crescendo, conforme relatório WebShoppers da empresa e-bit, deve crescer 25%, chegando a um faturamento de R$ 28 bilhões até o final de Principalmente, devido às vendas de dispositivo móveis como tablets e smartphones. E você? Será que o comércio eletrônico pode ser uma oportunidade para sua empresa? Para te ajudar neste material, você acompanhará a história de Branca, estilista e proprietária da loja Raridade, uma loja com roupas que ela mesma desenha. Ela está em busca de uma oportunidade de negócio para ampliar a sua empresa e viu no comércio eletrônico uma solução lucrativa. 10

11 11

12 ATIVIDADE 1 Agora é a sua vez de praticar! Toda boa ideia de negócio precisa ser planejada para dar certo, correto? Então, que tal refletir sobre a implantação do comércio eletrônico em sua empresa? Ponha as suas ideias em prática! Análise de pontos fortes e fracos da sua empresa. Este é o momento para você pensar quais os pontos fortes e fracos de uma provável implantação do comércio eletrônico em sua empresa. Reflita nas seguintes questões: 1) Por que você imagina que a sua empresa pode atuar como comércio eletrônico? 2) O que a sua empresa pode ganhar ou perder com esta modalidade de negócios. 12

13 Não deixe de conferir a resposta da atividade no gabarito que se encontra no final deste material. Ao longo deste material, você terá vários destes momentos, ou seja, atividades práticas com o objetivo de fazer refletir sobre o seu futuro comércio eletrônico. Aproveite estas oportunidades, registre informações mais reais possíveis de sua empresa. Assim, você terá um planejamento da sua empresa virtual e conseguirá fazer com segurança uma análise do negócio. O Sebrae-SP já está integrado às redes sociais da Internet. Estamos no Twitter, Facebook e Youtube. Se você já faz parte ou quer iniciar sua participação nas redes, terá uma ótima oportunidade! 13

14 Use os contatos obtidos nas redes sociais para melhorar o seu negócio. Siga-nos! Empresário, o comércio eletrônico pode ser, sem dúvida, uma grande oportunidade de negócio. A partir de agora, você verá o que precisa ser feito para sua empresa atingir bons resultados e ótimos ganhos com essa nova oportunidade! Aproveite bem e sucesso! 14

15 2. COMO SE PREPARAR PARA O COMÉRCIO ELETRÔNICO Atualmente, no mundo, existem mais de 2,4 bilhões de usuários de Internet, conforme pesquisas realizadas em Só no Brasil são 83,4 milhões, de acordo com o Ibope. E estes dados só tendem a aumentar! O Comércio Eletrônico não para de conquistar a confiança dos consumidores virtuais, principalmente no mercado brasileiro. Dos consumidores virtuais, 86,1% estão satisfeitos em comprar pela Internet, segundo pesquisa feita pela empresa e-bit, em Viu só? As empresas também podem embarcar nessa! Planeje Agora! Para você pensar em sua empresa virtual, é preciso planejar! Então, comece pensando nos itens que deixam o consumidor mais satisfeito na hora de efetuar uma compra, tais como: preço, entrega no prazo, bom atendimento, além da facilidade de navegação do site da empresa. 15

16 Sempre considere que algumas informações mudam muito rapidamente. Por exemplo: em um dado momento, os itens que aparecem como os mais comprados pela Internet, são os eletrodomésticos e os produtos de informática. Em outro momento, os artigos de moda e acessórios, casa e decoração, que antes não apareceriam no ranking do comércio eletrônico, entraram com força total. Por isso, sempre busque informações atualizadas para abrir o seu negócio virtual de acordo com a demanda do mercado. Você deve estar se perguntando: será que o negócio virtual é realmente viável para a minha empresa? Grande dilema! Muitos empresários começar a se questionar, entrar ou não para a forma virtual de fazer negócio?! Pequenos negócios podem utilizar o comércio eletrônico. Porém, é preciso entender qual modelo de comércio eletrônico irá conduzir seu ne- 16

17 gócio! Conheça a seguir os principais modelos de negócios virtuais e descubra o que será melhor para a sua empresa! 2.1 MODELOS DE NEGÓCIOS VIRTUAIS Com a ajuda da Internet, a sua empresa pode lucrar de várias formas, agregando valor a produtos e serviços. Conheça cada um destes modelos e saiba em qual deles a sua empresa se enquadra. Portal Possui um conteúdo especializado e tem como receita os espaços vendidos para as publicidades no site. Loja virtual Vende produtos diretamente a consumidores ou a empresas individuais. Corretora de informações É especializada em reunir informações sobre produtos, preços e disponibilidades para os consumidores. Gera receita com locação de espaços publicitários ou indicando compradores às empresas virtuais. Corretora de transações Este tipo de site é muito utilizado quando o cliente faz uma compra na Internet e não conhece a empresa que está negociando um produto. Por isso, faz um pagamento para uma terceira empresa que repassa o valor pago para a loja virtual onde o consumidor fez a sua compra. Dentre estes vários modelos de comércio eletrônico, existem diferentes tipos de transações comerciais. Saiba quais são eles e reflita o que mais combina com a sua empresa. 17

18 Empresa para empresa O Comércio eletrônico empresa-empresa (B2B) é quando acontece a venda de bens e serviços entre empresas, sejam grandes ou micro e pequenas empresas. Empresa para consumidor O comércio eletrônico empresa-consumidor (B2C) é a venda de produtos e serviços no varejo, ou seja, diretamente aos consumidores individuais. Este tipo de comércio deve ser um site de navegação simples, bastante interativo e que tenha uma relação com o segmento de mercado em que a sua empresa atua. Consumidor para consumidor O Comércio eletrônico consumidor-consumidor (C2C) é a venda eletrônica de bens e serviços de consumidores diretamente a outros consumidores. 18

19 Empresa para governo O tipo de comércio eletrônico empresas para governo (B2G) é baseada na negociação entre empresas e o setor público. Este tipo de comércio aumenta a transparência dos processos públicos e reduz o risco de irregularidades. Viu só?! São várias oportunidades para trabalhar com o comércio eletrônico. Você já percebeu em qual tipo de empresa virtual pode investir? Com tantas formas de comércio eletrônico, ideias inovadoras são essenciais quando o assunto é negócio virtual. Conheça a história de Laura, uma empresária que escolheu o tipo de comércio eletrônico empresaconsumidor, tendo o seu modelo de negócios como Corretora de Transações. 19

20 Laura especializou a sua empresa no setor de casamento. E, para se destacar no mercado, contou com uma ideia inovadora: um site de lista de casamento para noivos que preferem receber dinheiro ao invés de presentes. A ideia é simples: o convidado dos noivos escolhe um ou mais presentes, deposita o valor daqueles produtos ou serviços na conta da empresa, que repassa aos noivos. O casal acompanha todo o relatório financeiro e ainda consegue interagir com os seus convidados pelo mural do site da empresa. Muito legal, não é mesmo?! Pense também em um diferencial para a sua empresa virtual! Planeje Agora! Um dos diferenciais da sua empresa pode ser o sistema que vocês utilizam para fazer o gerenciamento de informações dos seus clientes. Já pensou nisso? No comércio eletrônico, é fundamental fazer este gerenciamento para saber, entre outras coisas, quantas pessoas acessaram o site da sua empresa e qual produto chamou mais atenção. Com esta informação em mãos, você toma decisões sobre como divulgar melhor as mercadorias da sua empresa e direcionar melhor a divulgação do seu negócio. Pense nisso e comece a planejar a sua empresa virtual! Lembre-se de que, para se destacar no mercado é preciso ser inovador! E, por falar em ideias inovadoras, você já ouviu falar em Buying Network? Este é o termo usado para falar de Compras Coletivas no comércio eletrônico! 20

21 Por ser uma opção bastante lucrativa e inovadora, Paulo resolveu abrir uma empresa que tinha o foco para as compras coletivas, pois não queria correr grandes riscos no início de suas atividades comerciais pela Internet. A compra coletiva consiste na reunião de um grupo de consumidores para alcançar o menor preço possível para adquirir um único produto. Quando um número mínimo de clientes a ser atingido é estabelecido no prazo estipulado pelo site, a oferta é ativada e os interessados recebem um cupom virtual que permite a comprovação da compra para ganhar o desconto na loja. 21

22 Esta é uma das possibilidades para o seu comércio eletrônico! São inúmeras opções, basta escolher o que mais atende às necessidades da sua empresa. E por falar em ideia inovadora, os dispositivos móveis, como tablet e smartphone, que estão cada vez mais tomando conta dos acessos à Internet, geraram uma nova forma de comércio virtual. Com estes aparelhos se tornando mais acessíveis, um mar de possibilidades de abre. Veja só! Showroming Com mais smartphones por aí, o hábito conhecido como showrooming tende a ganhar força. Dessa forma, o usuário pode comparar os preços em tempo real para tomar a melhor decisão na hora da compra. SIT-Back Shopping Com a popularização dos tablets, a maneira de comprar já não é mais a mesma. As pessoas usam esses dispositivos em momentos que estão mais relaxadas, por isso têm probabilidade de efetuarem a compra mesmo quando não precisam dela. Você deve buscar informações sobre estas oportunidades para lucrar ainda mais! E, por falar em lucrar mais, por que será que os preços na Internet são mais baratos? 22

23 Normalmente, na Internet existe uma redução nos custos. Não é necessário arcar com alguns gastos, como aluguéis, contratação de equipe de vendas e outros custos de uma loja física. Além de reduzir o número de intermediários das vendas. Esse processo denomina-se desintermediação. Veja um exemplo a seguir. A Internet está acelerando a desintermediação em vários setores e é isso que faz o preço do produto diminuir, quando é vendido através do comércio eletrônico. Acompanhe o custo de uma blusa, por exemplo, quando ela necessita de um... Fabricante Distribuidor Varejista Cliente O cliente paga pela blusa R$48,50. Fabricante Varejista Cliente O cliente paga pela blusa R$40,34. Fabricante Cliente O cliente paga pela blusa R$20,45. Viu só?! Quanto mais você cria formas de desintermediação, mais barato sai a mercadoria da sua empresa! Essa é mais uma dica para você na hora de planejar a sua empresa virtual. Pense nisso! 23

24 Além de criar maneiras de diminuir os custos dos produtos de sua empresa, na hora de planejar o seu comércio eletrônico, você deve avaliar as diferenças entre a loja física e a loja virtual e fazer delas uma oportunidade de negócio! Saiba quais são elas! Olhar sem compromisso Geralmente, os clientes têm ideia do que querem comprar, mas não sabem qual o item específico. Portanto, preferem ir até a loja, quando ainda não definiram a sua compra. Loja física Alto Loja virtual Médio Conveniência Um dos principais diferenciais do comércio eletrônico é a conveniência. A compra virtual possibilita consulta às informações dos produtos a qualquer momento, desde que o cliente tenha acesso a uma rede de Internet, facilitando ainda mais sua interação com o produto. Loja física Baixo Loja virtual Alto 24

25 Tocar e sentir a mercadoria O maior benefício proporcionado pelas lojas físicas é a oportunidade do cliente usar os seus sentidos (tato, olfato, paladar, visão e audição), para fazer sua análise do produto. Contudo, a Internet também está evoluindo neste sentido, apesar de suas limitações. Os empresários estão incluindo informações críticas, comentários de outros clientes, além das informações técnicas do produto (tamanho, peso, forma, etc.). Loja física Alto Loja virtual Baixo Informações A Internet possui uma diversidade de informações sobre os produtos a serem vendidos. As informações no mundo virtual não são exclusivamente disponibilizadas pelos fabricantes. Existem informações disponibilizadas pelos usuários, como em chats, fóruns de discussão, opiniões, depoimentos. Além disso, estas informações estão disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano. Loja física Baixo Loja virtual Alto 25

26 Serviço Pessoal Na loja física, o atendimento pessoal é um diferencial entre os canais discutidos. Contudo, este diferencial depende do treinamento das pessoas envolvidas na venda. Os vendedores podem ser muito úteis na venda de produtos que exigem uma complexidade maior de informações técnicas. Loja física Alto Loja virtual Médio Segurança A segurança durante as compras é uma das grandes preocupações do cliente. A compra em lojas físicas deixa o cliente exposto a roubos ou furtos. A Internet, por outro lado, proporciona um ambiente seguro, já que a realização das compras acontece em casa ou no escritório, por exemplo, mas existem os crimes virtuais e, por isso, é fundamental que você invista para que o site de sua empresa esteja seguro contra estes crimes. Loja física Médio Loja virtual Alto 26

27 Pagamento em dinheiro As lojas virtuais tem um limitador com relação às formas de pagamento. No mundo virtual, a forma mais utilizada é a de cartões de crédito ou débito. Existe também a emissão de boletos bancários, para pagamentos em dinheiro, porém deixa o pedido pendente até a sua confirmação, o que demora na conclusão e envio da compra. Loja física Alto Loja virtual Baixo Seleção mais ampla de produtos Com a compra on-line, o cliente tem acesso a uma gama muito maior de produtos. Os clientes podem escolher mais cores, marcas e tamanhos diferentes dos que estão disponíveis nas lojas, já que elas não têm condições de disponibilizar em seu estoque todas as variações disponíveis de uma mercadoria. Loja física Baixo Loja virtual Alto 27

28 Entretenimento e interação social O hábito de ir às lojas pode ser uma forma de entretenimento, diversão, distração e lazer para o consumidor. A compra virtual não proporciona este tipo de sentimento no consumidor que utiliza a Internet como forma de compra rápida e cômoda. Loja física Alto Loja virtual Baixo Gratificação instantânea O recebimento imediato da mercadoria gera um sentimento de gratificação no cliente. As compras virtuais, devido aos prazos de entrega, deixam este sentimento em suspenso, até o dia de receber o produto. Afinal, comprando pela Internet o consumidor ainda não sabe se o produto é ou não adequado e o sentimento de insatisfação pode aumentar, caso o produto demore a ser entregue. Loja física Alto Loja virtual Baixo 28

29 Personalização A personalização no comércio eletrônico é uma das diferenças mais significativas entre os canais. Disponibilizar um site com perguntas frequentes e respostas, 0800, para comunicação e chats on-line, proporciona a intervenção imediata com o cliente a qualquer momento, fornecendo a ele informações úteis para a sua compra. Além disso, alguns sites monitoram os clientes e oferecem promoções e produtos correlacionados à sua compra, proporcionando assim, um serviço totalmente personalizado. Loja física Médio Loja virtual Alto Redução do risco de compra A redução do risco de compra está diretamente ligada ao sentimento de confiança do cliente em relação ao recebimento do produto e a conclusão da negociação. Este risco na compra virtual é maior pela não conclusão do negócio de forma imediata, mas isso pode ser minimizado através de sistemas fáceis de trocas e devoluções de produtos, informações claras e de fácil acesso, além de um atendimento rápido e eficiente. Loja física Alto 29

30 Loja virtual Baixo Percebeu a diferença entre uma loja virtual e uma loja física? São duas formas de vender, ambas possuem vantagens e desvantagens, mas são lucrativas quando planejadas. Agora, você deve estar se perguntando: Escolhendo pelo comércio eletrônico estaria competindo de forma desleal com os varejistas, os representantes e até mesmo com as minhas próprias lojas, se for o caso? Como já dito anteriormente, a implantação de negócio virtual é bem lucrativo por não possuir algumas despesas de uma loja física, como aluguel, luz, água dentre outros, mas, para evitar uma futura resistência por parte dos varejistas, representantes e outros parceiros que você venha a ter, você pode criar algumas estratégias para ganhar a aceitação da sua empresa! E quais estratégias devo utilizar para evitar os conflitos entre os canais de venda? 30

31 Para evitar este tipo de conflitos entre as lojas físicas e as lojas virtuais, você pode oferecer marcas e produtos diferentes pela Internet, pensar em possíveis comissões maiores para seus parceiros, além de manter os preços do seu comércio eletrônico equivalentes aos da loja física. Ainda poderá direcionar a entrega e cobrança aos seus fornecedores assim que receber os pedidos virtualmente. Agindo assim, não haverá nenhum problema! Conheça agora a história de Branca, empresária da loja Raridade. Ela tem vontade de abrir uma loja virtual para agregar a sua loja física. Esta é Branca, estilista formada em Design de Modas, sempre antenada às tendências de moda e beleza. Certo dia, ela resolveu apostar em sua confecção e abrir o seu próprio negócio: a Raridade, uma empresa de confecções de roupas que ela mesma desenha. O diferencial da Raridade são as peças únicas e exclusivas. Mas, mesmo com 7 anos de sucesso da loja, Branca queria mais! 31

32 Por ser uma empresária dinâmica, proativa e gostar muito do que faz, sabia que poderia atender a uma clientela maior. Pensou até em abrir uma filial de sua loja no interior. Por ser muito atenciosa com sua clientela e gostar de ouvir o que tem a dizer, descobriu que muitas clientes compravam roupas para amigas que não moravam na cidade. Por isso, surgiu a ideia de ampliar sua empresa criando a Branca decidiu abrir o seu comércio eletrônico como forma de ampliar o alcance da sua loja física. Encontrou, então, no mercado virtual uma forma de mostrar ao mundo as suas próprias roupas. Para atender a esse novo mercado, ela percebeu que era preciso pesquisar muito sobre esta nova forma de vender suas mercadorias. Achou várias publicações, livros e até notícias de empreendedorismo que diziam: Por não realizarem um planejamento adequado, muitas empresas não conseguem obter sucesso ao partir para o comércio eletrônico e acabam desperdiçando as oportunidades iniciais do negócio virtual. Por falta de uma pesquisa ou planejamento prévio apropriado, sites poderão ficar mal projetados, complexos e de navegação lenta, sem uma infraestrutura adequada para entregar as mercadorias no prazo, deixando o cliente sem resposta às suas dúvidas. O que seria uma excelente ideia de negócio acaba, em alguns casos, levando as empresas à falência! 32

33 Branca, mais do que depressa, começou a planejar a sua empresa virtual. Não queria correr o risco de estragar esta chance de abrir o seu comércio eletrônico! Agora responda: você sabe se pode apostar no mercado virtual, assim como a Branca? É exatamente essa resposta que você precisa ter até o final deste material. Você sabia? Em 2008, uma pesquisa feita pelo Sebrae-SP, 27% das empresas paulistas, tanto físicas quanto virtuais, fecham em seu 1º ano de atividade. E 58% das empresas paulistas, entre lojas físicas e virtuais, não completam o 5º ano de vida. 33

34 Essa taxa de mortalidade empresarial é elevada, porém é a menor taxa de fechamento de empresas em 10 anos de monitoramento pelo Sebrae -SP. Por isso, para que sua empresa não entre nestas taxas de mortalidade, planeje o seu comércio eletrônico! As principais causas que levam ao fechamento das empresas, tanto as físicas quanto as virtuais são: Comportamento empreendedor pouco desenvolvido; Falta de planejamento prévio; Gestão deficiente do negócio; Insuficiência de políticas de apoio; Problemas pessoais dos proprietários; Falta de informatização da empresa antes de investir em um comércio eletrônico. Lembre-se: planejar o seu negócio virtual é não correr o risco de fechá-lo nos anos iniciais de suas atividades. E aí? O que está esperando para começar o seu planejamento? Planeje Agora! Se optar por esta proposta, no processo de desenvolvimento do seu comércio eletrônico, fique atento aos seguintes pontos: Busque saber sobre o Sistema de Segurança da Informação utilizado em sua loja virtual, ataques de hackers são muito frequentes e a segu- 34

35 rança tem de ser reforçada para evitá-los. Garanta que seu negócio virtual tenha uma navegação fácil e intuitiva. Entenda como funcionarão os fluxos de compra e venda dos produtos, inclusive quanto ao armazenamento das informações sobre os clientes e a gestão do estoque de mercadorias. Procure interligar seu sistema às redes sociais e usá-las como ferramenta de marketing e divulgação de seus produtos. Busque métodos para tornar sua loja virtual mais presente em mecanismos de buscas, visando aumentar a quantidade de acessos ao seu comércio eletrônico. Outro ponto importante também é conhecer a regulamentação do comércio eletrônico. Para te ajudar nestes itens, faça os cursos gratuitos Mantendo o estoque em dia e Invista no Planejamento disponíveis no site do Sebrae-SP. 35

36 ATIVIDADE 2 Agora é a sua vez de praticar! Você já deu o primeiro passo: refletir sobre a implantação. Que tal começar a pensar em um possível formato para o seu Comércio eletrônico? Coloque suas ideias em prática! Qual tipo de comércio eletrônico você vai apostar? Está na hora de começar a colocar as ideias em ordem! Reflita sobre as seguintes questões e comece a planejar a sua empresa: 1) Quais modelos de negócios virtuais você vai querer para a sua empresa? 2) Qual modalidade de comércio virtual (B2B, B2C, C2C, B2G) será implantando em sua empresa? 36

37 3) Quais serão as vantagens da sua loja virtual em relação a uma loja física do mesmo ramo? Não deixe de conferir a resposta da atividade no gabarito que se encontra no final deste material. Continue acompanhando o material e respondendo a todas as questões sobre a sua empresa. Você verá que na hora de implantar o seu comércio eletrônico as ideias estarão bem claras com o objetivo que você quer atingir. Empresário, planejar o seu negócio é sem dúvida um pontapé inicial para que a sua empresa não corra riscos. Quando as ideias estão no papel, você consegue ver os futuros erros e acertos. Por isso, é fundamental criar o seu planejamento digital, assunto que você verá a seguir! 37

38 3. PLANEJAMENTOS Você está com várias ideias sobre comércio eletrônico, mas não consegue colocá-las em ordem? Então, conheça o Planejamento Digital! 1. É o planejamento para os negócios virtuais; 2. É a maneira de analisar e planejar a sua empresa virtual; 3. Descreve os objetivos de um negócio e o que tem que fazer para que eles sejam alcançados; 4. Diminui os riscos e incertezas que podem surgir durante a abertura da sua empresa virtual; 5. É um roteiro que irá te informar se o seu negócio é viável. Ele é infalível? Planejamento = Empresa lucrativa Não! Nenhum planejamento é infalível, mas pode te ajudar muito, a prever as falhas, evitar riscos e, com isso, aumentar a chance de sucesso. Com ele, você analisa cenários, calcula preços e compara com o da concorrência. E ainda analisa o lucro e o retorno dos investimentos. 38

39 Planeje Agora! O Sebrae-SP possui um modelo de plano de negócios que vale a pena consultar. Lembre-se: existem vários tipos de Plano de Negócios, uns mais completos e complexos, outros com menos detalhes e mais práticos. Não existe o certo e o errado. Claro que, quanto mais informações e mais completas elas forem, melhor será para você tomar a sua decisão. O importante é que você tenha um 39

40 plano de negócios para utilizá-lo como ferramenta para tomar decisões. Para você, empresário que já possui uma loja física e que já tem um plano de negócios estruturado, reveja o planejamento da sua empresa e adapte para o comércio eletrônico. Saiba que é fundamental criar e rever o seu planejamento sempre, pois, assim como sua empresa é dinâmica, os dados previamente levantados sobre ela também são. Acompanhe o material e veja algumas dicas importantes sobre como elaborar o seu plano de negócios para o comércio eletrônico. 40

41 O planejamento da sua empresa virtual é fundamental tanto para você quanto para o mercado. Saiba o porquê: O planejamento, para você Empreendedor, é importante para: Definir ações a serem realizadas; Antecipar decisões que precisam ser tomadas; Organizar os objetivos de seu negócio (missão, visão, lucro, função social); Identificar os principais riscos e como minimizá-los; Avaliar se a ideia do seu negócio é boa e viável, se está bem organizada e se é lucrativa. O planejamento, para o Mercado, é importante para: Conhecer as empresas como, por exemplo, bancos e instituições financeiras, que poderão te ajudar a conseguir algum investimento, caso seja necessário; Conhecer quem são os seus parceiros estratégicos. E, então, como colocar um planejamento no papel? Simples! Usando um plano de negócio? 41

42 1. Faça um resumo dos pontos mais importantes, que servem de vitrine para conquistar o interesse de quem está lendo o plano de negócio. Além disso, analise o mercado e os seus principais agentes, como: clientes, concorrentes e fornecedores. 2. Monte um plano de criação e operação do site criação, manutenção, hospedagem, etc. 3. Faça uma análise estratégica do negócio Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças. Analise como serão as integrações do Backoffice (operações de gestão do estoque, gestão financeira, contabilidade e emissão de notas fiscais, consideradas necessárias para o funcionamento integrado de um negócio) para o comércio eletrônico. 4. Pense na comunicação visual, na interface do comércio eletrônico, desenvolvimento do site e usabilidade do layout. 5. Faça também, um plano de atuação de marketing: produtos/serviços, preços, promoções, políticas de comercialização. 6. Crie um plano no qual as finanças da empresa investimentos, gastos, fluxo de caixa, DRE ficarão bem visíveis para você! 7. Pense e coloque no papel a operação da empresa: os processos, as pessoas que irão participar e a capacidade produtiva. 8. Pense em possíveis problemas que poderá encontrar e reflita em algumas soluções para eles. Analise os possíveis canais de divulgação, relacionamento e canais de vendas que a sua empresa possui, pois eles poderão ser úteis para colocar em prática o seu plano de ação, caso seja necessário. 42

43 9. Planeje como será a logística a ser implementada como será seu processo de abastecimento, entregas e logística reversa. Fique atento! Você verá este roteiro com mais detalhes nas próximas páginas. Mas, antes de qualquer coisa, você precisa saber qual será o seu novo negócio de vendas via web. 43

44 ATIVIDADE 3 Para te ajudar a pensar em seu novo negócio, responda a um checklist e analise se você possui os principais itens para abrir um negócio virtual. Planejamento do Comércio Eletrônico Etapa 01 Público-alvo ou segmento de clientes Quem são os clientes (público alvo) da sua empresa? Quais as características do seu comércio eletrônico? Esses clientes possuem necessidades em comum? Esses clientes são atingidos da mesma maneira? Etapa 02 Valores que os produtos e serviços da empresa oferecem para cada segmento de cliente específico. Qual valor a sua empresa oferece aos seus clientes? Qual dos problemas o seu comércio eletrônico ajuda o seu cliente a solucionar? Qual mix de produtos e serviços é oferecido para cada segmento de cliente? Quais necessidades dos seus clientes a sua empresa está suprindo? Etapa 03 Canais de vendas Através de quais canais os segmentos de clientes querem ser atendidos? Como estes clientes são atingidos e atendidos em seu comércio ele- 44

45 trônico? Como os canais do seu negócio virtual se integram? Quais canais de vendas e de relacionamentos possuem melhor custo -benefício? Qual deles funciona melhor? Como estes canais de venda e de relacionamento são integrados à rotina dos clientes? Etapa 04 Relacionamento com clientes Qual tipo de relacionamento o cliente da sua empresa virtual espera e deseja? Quais tipos de relacionamento serão estabelecidos em seu comércio eletrônico? Como eles estarão integrados com o seu modelo de negócio? Quais os custos destas formas de relacionamentos? Etapa 05 Receitas do comércio eletrônico Qual valor os clientes estão realmente dispostos a pagar? Qual valor eles pagam atualmente? Como eles pagam atualmente? Como eles preferem pagar (boleto, cartão de crédito ou débito)? Quanto cada fluxo de receitas contribui para a receita total da sua empresa? Etapa 06 Recursos essenciais para o seu comércio eletrônico Tipos de Recursos: - Físicos 45

46 - Humanos - Financeiros - Intelectuais (Marcas, Patentes, Copyrights, Dados, entre outros) Quais recursos-chave para a proposta de valor que o seu comércio eletrônico precisa? E para o canal de distribuição? E para o relacionamento com o cliente? E para o fluxo de receitas? Etapa 07 Atividades essenciais para o seu comércio eletrônico Categorias de Atividades: - Produção - Solução de Problemas - Plataforma / Rede Quais as atividades-chave exigidas pelo seu comércio eletrônico? E para o canal de distribuição? E para o relacionamento com o cliente? E para o fluxo de receitas? Etapa 08 Parceiros essenciais Tipos de Parcerias - Alianças Estratégicas - Competição - Joint Venture - Comprador-Fornecedor 46

47 Motivações para Parcerias - Otimização e economia - Redução do risco e incerteza - Aquisição de recursos e atividades exclusivas Quem são os parceiros-chave do seu comércio eletrônico? Quem são os fornecedores-chave da sua empresa? Quais recursos-chave são adquiridos dos parceiros? Quais atividades-chave os parceiros desenvolvem? Etapa 09 Custos Características - Custos fixos (salários, aluguéis, serviços básicos) - Custos variáveis - Economia de escala Quais são os principais custos inerentes ao seu modelo de negócios? Quais recursos-chave de maior custo da sua empresa? Quais atividades-chave de maior custo do seu comércio eletrônico? Quais são os custos fixos e variáveis da sua empresa virtual? É possível diminuir os custos fazendo parcerias? Conheça a seguir a história de uma empresária que tinha uma loja de uniformes para escolas e que, através de um planejamento, fez uma parceria lucrativa. Alice é empresária de confecções de uniforme escolar em uma cidade do interior. Analisando o mercado de sua região, viu que apostando nes- 47

48 ta ideia, ela teria grande chance de ter sucesso! Após o seu planejamento, ela fez uma parceria com as escolas da cidade e conseguiu ter exclusividade nas vendas dos uniformes. Começou a vender dentro das escolas, mas estava insatisfeita, pois não conseguia atender toda a sua demanda. Então surgiu outra ideia: montar uma loja física. Mas, justamente por ser uma loja física os pais dos alunos perderam a comodidade de comprar na própria escola. Agora, teriam que comprar diretamente na loja de Alice. A empresária, mais uma vez, avaliou cuidadosamente a realidade de sua empresa e teve outra ideia: vender pela Internet! 48

49 A venda pela Internet permite que o cliente da Alice escolha a escola e o tamanho do uniforme, já que o site possui um molde ensinando como tirar medida do aluno e, com isso, é possível confeccionar de acordo com as medidas enviadas pelo cliente. A empresa de Alice oferece também a possibilidade de personalizar o uniforme colocando o nome do aluno nas peças. Incrível como a Internet pode surpreender o seu consumidor, não é mesmo?! E você? O que está esperando para fazer o planejamento da sua empresa? Mas antes de abrir a sua empresa, você precisa ter as respostas para as seguintes perguntas: Qual a viabilidade econômica e financeira desta nova proposta de negócio? Qual a taxa interna de retorno do negócio? E o índice de lucratividade? Para te ajudar nestas respostas, faça o curso gratuito Viabilidade de Negócios disponível no site do Sebrae-SP. Agora, veja como Branca analisou a sua empresa. Acompanhe! 49

50 Branca já está muito empenhada para iniciar o negócio da loja virtual: a Buscou informações no site do Sebrae-SP, fez alguns cursos sobre comércio eletrônico e agora está colocando suas ideias no papel. Assim, evitará erros e frustrações futuras. Ao analisar o novo mercado de atuação Branca começou a se perguntar: será que o mercado de compras de roupas pela Internet é realmente viável? Isso, ela só poderia descobrir fazendo suas pesquisas e conversando com os profissionais da área. E ela fez! 50

51 Com as pesquisas, Branca descobriu: Quais eram as tendências de compras on-line; Quem eram os concorrentes e como atuavam e se posicionavam; Quais fornecedores estavam disponíveis e como trabalhavam; E como trabalhar com o seu público-alvo, quais eram suas necessidades e como atendê-los. Fez ainda uma análise do setor de roupas on-line e uma previsão de oportunidades e ameaças deste setor. Viu que naquele momento a categoria Moda e Acessórios estava em segundo lugar de produtos mais vendidos. Era uma grande oportunidade para a sua empresa. Branca percebeu, também, quais eram as potencialidades e fragilidades dos produtos a serem vendidos e qual equipe precisaria para o seu negócio acontecer. Após entender como iria funcionar no seu mercado de atuação, fez a análise da viabilidade financeira. Tudo estava caminhando muito bem! Faça como Branca! Planeje cada etapa do seu negócio e avalie bem o mercado em que quer atuar! Antes de iniciar seu comércio eletrônico, existe uma forma simples de analisar o potencial do mercado em que você vai atuar. Veja só! 51

52 Como analisar o mercado potencial? Em geral, as empresas líderes do setor que você deseja atuar, divulgam seu faturamento anual e o market share que possuem. A partir destes dados, você pode fazer uma conta e obter uma simulação do potencial de mercado que você quer seguir. Por exemplo, se você vai abrir uma livraria virtual, pesquise o quanto a empresa líder deste mercado representa. Se esta empresa for responsável pelos 30% deste segmento e faturar 30 bilhões, o 100% do mercado de livraria virtual possui o total de 100 bilhões. Neste caso, aparentemente, você poderia investir neste mercado, já que ele é bem lucrativo, concorda? 52

53 Como obter visibilidade? Será necessário pensar sobre qual capital disponível para o investimento inicial e mensal do marketing para a sua empresa, até que ela seja conhecida. Por isso, você deve separar uma verba de marketing para reconhecimento e marca, conversão de venda e, sobretudo, retenção de clientes. Defina o território de atuação: uma loja virtual pode ser vista por qualquer pessoa de qualquer cidade, região ou país. Por este motivo, é necessário definir o território de atuação, ou seja, qual região será coberta pelo atendimento da sua empresa. Lembre-se de planejar a entrega: se será feita por frota própria, terceirizada, mista ou correios. 53

54 Como calcular o investimento mínimo? Em regra é possível considerar que as vendas de um produto são equivalentes a 1% do número de visitas em seu site (pageviews). São considerados pageviews uma visita por cada página, sendo que um único visitante, em geral, abre cerca de 15 páginas de um mesmo negócio virtual. Por exemplo: se o seu site tiver visitantes, são de pageviews, que resulta em uma estimativa de produtos vendidos (equivalente a 1% de visitas no seu comércio eletrônico). Planeje Agora! Na hora de fazer o planejamento da sua empresa, lembre-se de que, assim como em uma loja física, será preciso escolher os fornecedores e parceiros do comércio eletrônico, não só para distribuição, mas também para suprimento de seus produtos, provedores de plataformas e infraestrutura, desenvolvedores de websites, campanhas de marketing e redes sociais, provedores de soluções financeiras. 54

55 A escolha de um nome para a sua loja virtual é também uma etapa fundamental! Depois de decidida a marca da sua empresa, verifique se não existe outro empreendimento com o mesmo nome que você quer dar para o seu negócio, checando junto ao INPI Instituto Nacional de Propriedade Industrial. Fique atento a todas estas etapas, pois todos estes passos compõem o plano de negócios que você deverá fazer antes de abrir a sua empresa. 55

56 ATIVIDADE 4 Chegou a hora de você pensar nos produtos e no público-alvo da sua empresa. Você já sabe qual será o seu Comércio eletrônico? Para quem você vai vender? Está na hora de começar a colocar as ideias em ordem! Reflita nas seguintes questões e continue o planejamento da sua empresa virtual: 1) Quais os produtos e/ou serviços que a sua empresa pretende oferecer? 2) Qual é o perfil do público-alvo que pretende atender? 3) O mercado que você quer atuar é promissor? 56

57 4) Caso você pretenda abrir uma nova empresa, quem serão os proprietários do empreendimento? Terá sócios? 5) Qual é o valor do investimento inicial de sua empresa para atuar com comércio eletrônico? Precisará de empréstimos? Não deixe de conferir a resposta da atividade no gabarito que se encontra no final deste material. 57

58 Não deixe de escrever suas ideias em um bloco de anotações e de guardar este documento. Ele te ajudará a compor um futuro plano de negócio. Colocando suas ideias no papel, você estará pronto para: Decidir-se pelo negócio; Saber se é lucrativo e como exatamente vai funcionar a sua empresa; Se vai ou não precisar de dinheiro emprestado. Ao final deste material, você terá muitas informações para o planejamento do seu negócio virtual! Com o planejamento da sua empresa em mãos, avaliando o mercado, o público que a sua empresa virtual irá atender, é hora de começar a pensar em alguns processos do comércio eletrônico. Que tal começar a dar forma ao site da sua empresa virtual? Então, continue acompanhando! #EADSebraesp Planejar a sua empresa para o comércio eletrônico é essencial para prever falhas e acertos. 58

59 4. PLANEJANDO O Site PARA O COMÉRCIO ELETRÔNICO Uma vitrine bem montada é bem lucrativa para os negócios, não é mesmo? Basta avisar que os itens da sua loja estão em promoção e esperar para que o consumidor seja bombardeado pelas informações visuais da vitrine. A vitrine é a chance que um empreendedor tem para se diferenciar dos seus concorrentes! Mas... e no comércio eletrônico? Como seria essa vitrine? A vitrine de uma empresa virtual é o seu próprio site. E, a partir de agora, você está convidado a planejar a vitrine da sua empresa. E aí, preparado? 59

60 A loja virtual consiste em um conjunto de sistemas que possibilitam ao cliente comprar em sua empresa. Veja só! Empresa Virtual Pedidos Promoção Venda Divulgação Entrega Financeiro E é por isso, que você deve planejar como será o site da sua empesa para conseguir montar uma nova loja sob medida de acordo com as suas necessidades e com as dos seus clientes. Então fique atento, pois, a partir de agora você verá informações importantes sobre o que é necessário para projetar o site do seu negócio. 60

61 Um comércio eletrônico não é gerenciado da mesma forma que uma loja comum. O nível de tecnologia usado é alto. A escolha da plataforma ideal começa com a delimitação das pretensões da empresa e do público-alvo desejado. Existem três tipos de plataformas para empresas virtuais. Veja quais são elas! 1. As plataformas de e-commerce gratuitas permitem que você mesmo construa o seu site a partir de ferramentas (softwares) interativos e gratuitos. É comum os provedores de hospedagem de sites disponibilizarem essas ferramentas interativas de criação de loja virtual, a partir das quais você mesmo pode construir o seu site de acordo com os modelos e parâmetros disponíveis nesta ferramenta. 2. Já as plataformas pagas de loja virtual também possibilitam que você construa o seu site com as ferramentas (softwares) disponíveis, mas é necessário pagar mensalmente pelo serviço utilizado. 3. As plataformas proprietárias, por outro lado, exigem que você contrate uma empresa especializada para construir uma plataforma específica para a sua empresa. Planeje Agora! O mercado oferece inúmeras opções para a criação de sua loja virtual. Cabe a você avaliar a melhor opção para sua empresa. Compare as várias opções do mercado e antes de decidir por uma, verifique os trabalhos já realizados e publicados na Internet e investigue se os clientes que já utilizam aquela solução estão satisfeitos com ela e com o suporte realizado pela empresa desenvolvedora da solução. Veja ainda neste 61

62 módulo algumas dicas importantes a considerar na escolha da plataforma. Uma grande vantagem do comércio eletrônico, em relação ao comércio tradicional, é a possibilidade de iniciar o negócio com uma solução de menor custo e evoluir para plataformas mais sofisticadas, à medida que vai aumentando o volume de compras, diminuindo, assim, o risco financeiro do seu empreendimento. Para saber mais sobre este assunto, acesse os sites: Conecte seu negócio (http://www.conecteseunegocio. com.br/) e Primeiro E-commerce (http://www.primeiroecommerce.com. br/). Mas, atenção! Você precisa ter em mente que uma loja virtual pode crescer imensamente da noite para o dia, pois não há limites geográficos para as vendas. Pense nisso! Antes de escolher a sua plataforma, você deve pensar em algumas funcionalidades fundamentais para o seu cliente. Sabe quais são? Conheça-as agora! 62

63 Cadastro de Produtos: é importante analisar, dentro do item cadastro, o tamanho das informações que podem ser inseridas no campo descrição do produto. Algumas plataformas são limitadas neste aspecto e é ali que o lojista vende a sua mercadoria. Cadastro de Fotos: em geral, as plataformas são restritivas quanto ao número de fotos que podem ser publicadas. Uma boa plataforma deve permitir, no mínimo, o cadastramento de cinco imagens por produto (uma miniatura, três de tamanho médio e uma ampliada). É importante que esta mesma plataforma, forneça também o recurso de zoom. Depoimentos: ao considerar que muitos consumidores são influenciados em suas compras, é importante ver se a plataforma permite inserir alguns depoimentos ou comentários de clientes que compraram e usaram os produtos. Assim, os demais poderão comprar com mais segurança e certeza do que estão adquirindo. Planeje Agora! Na hora de escolher a plataforma virtual da sua empresa, pense em uma que dê para inserir várias informações sobre o produto cadastrado, tais como: Nome do produto Categoria/subcategoria do produto Descrição Fotos Links para fotos externas Quantidade em estoque 63

64 Estoque mínimo Produtos relacionados Produtos em oferta Data de término da oferta (caso queira trabalhar com promoções temporárias) Preço do produto Produto em destaque Peso e tamanho Além de escolher a plataforma do site da sua empresa, você deve pensar também em um sistema que gerencie todas as informações. QUER VER SÓ? Acompanhe as informações a seguir! 1. O comprador, na hora de fazer seus pedidos de mercadoria, necessita acompanhar o andamento dos seus pedidos, acessar os planos de benefícios ou até mesmo os sistemas de fidelidade, caso a empresa ofere- 64

65 ça. Por isso, você precisa deste tipo de gerenciamento de informações, através do qual o cliente consiga acessá-las. 2. Outro item que deve ser avaliado na hora de escolher o seu site é como as informações ficarão cadastradas em sua loja e como serão repassadas aos setores do estoque, ao de contas a receber e até mesmo ao setor de atendimento ao cliente. As informações para separar a mercadoria, enviar a nota fiscal para o seu cliente e providenciar o envio do produto deverão ser transmitidas em tempo hábil. Além disso, é importante fazer a manutenção constante do site da sua empresa, alterando produtos, revisando promoções, retirando mercadorias antigas e fazendo liquidações. 3. O site da sua empresa deverá também ter uma comunicação com os seus fabricantes, fornecedores e distribuidores. A partir do momento em que o consumidor faz uma compra em sua empresa, é ideal que o produto seja providenciado o mais rápido possível. Caso não esteja disponível, você deve solicitar a mercadoria para o seu fornecedor. Por isso, esta comunicação é tão necessária. Lembre-se que, caso não consiga oferecer algum produto ao seu cliente, você deve retirar as informações do site imediatamente! 4. A verificação de crédito e a autorização de pagamento são itens essenciais. É a partir delas que a mercadoria deverá ser separada e entregue ao cliente. Por isso, é importante que seu site ofereça várias possibilidades de pagamentos (boletos, cartões de crédito e débito). Além disso, é fundamental que seu site tenha uma integração com o sistema bancário para o seu comércio eletrônico acontecer! Todos esses processos juntos correspondem ao chamado back office do negócio virtual. 65

66 Planeje Agora! Você poderá também comprar/alugar um software para controlar o back office (sistema integrado de gestão empresarial) do seu comércio eletrônico. Através dele, será possível organizar produtos com infinitas características (marcas, tamanhos, cores, modelos, sabores, etc.). Fazendo este controle de forma manual, você poderá se confundir com a diversidade de produtos vendidos. O ideal é começar o processo já integrado! Lembre-se que será preciso manter o atendimento com a mesma qualidade de uma loja física e a integração das informações torna-se extremamente importante neste quesito. Se você for contratar uma solução de back office, ela deverá estar integrada à plataforma da sua loja virtual. Com a evolução da empresa virtual, a exigência da emissão da nota fiscal eletrônica (NF-e) abrange cada vez mais todos os tipos de lojas virtuais e segmentos empresariais. Mais um fator para se ter um back office em seu negócio. O gerenciamento de todas as informações do negócio virtual, como textos, imagens, filmes, descritivos de produtos, regulamentos, banners e fotos é chamado de gestão do conteúdo. E, para gerenciar estes conteúdos, alguns cuidados são necessários. Verifique quais são eles! Tamanho das imagens As imagens, antes de serem publicadas, devem ser convertidas para formatos on-line, mas sem perder a qualidade! É através destas imagens que sua empresa irá vender as mercadorias. Lembre-se, a foto será a principal referência para o consumidor dentro do seu comércio virtual. 66

67 Preparação das informações Nesta etapa, você deve preparar as informações que irão compor o site da sua empresa, tais como: produção de filmes, vídeos, vinhetas e chamadas; descrição dos produtos, como por exemplo, de que tecido é feito, se causa alergia, etc.; valores e formas de pagamento de cada mercadoria; validade do produto, caso o produto da sua empresa seja perecível; e garantias das mercadorias. Responsabilidade por revisão Na hora de criar ou atualizar o seu site, você deve ter a responsabilidade de revisar o conteúdo on-line antes da publicação oficial. Qualquer erro pode ser fatal para o seu negócio! Aprovação com o jurídico Outra etapa fundamental, na gestão do conteúdo, é a aprovação do Jurídico com relação ao conteúdo a ser publicado. Antes de divulgar qualquer informação no site da sua empresa, procure um advogado de confiança e peça a ele que aprove a sua publicação. Assim, você resguarda a sua empresa e também o seu consumidor. Cadastro de produtos Cadastrar o produto é um dos itens mais importantes no dia a dia do seu comércio eletrônico. Você deve ter o cuidado de selecionar e cadastrar as fotos, de acordo com os produtos correspondentes, principalmente quando a mercadoria em questão possuir vários tamanhos e cores diferenciadas. Inserção de vídeos Inserir vídeos é uma ótima estratégia para convencer o consumidor a adquirir um produto! Com o vídeo, o cliente consegue perceber melhor 67

68 o tamanho, a proporção e a funcionalidade da mercadoria que vai comprar. Com isso, suas vendas podem aumentar em até 30%. Então, não perca tempo, ofereça este recurso! Após planejar a parte administrativa da sua empresa...é hora de começar a pensar na parte visual do seu comércio eletrônico. Você já tem alguma ideia de como será a cara da sua empresa virtual? A comunicação visual de um site vai muito além de uma bela apresentação. Representa um modelo ideal que trará comodidade aos seus clientes. Quanto mais facilidade ao navegar no site, mais chances de o seu cliente comprar! E a comunicação visual tem um papel fundamental para isso, principalmente ao pensar na funcionalidade, na usabilidade e no uso da linguagem simples e clara! 68

69 O site deve reforçar os conceitos da marca da sua empresa, ser atrativo e interessante e ter uma navegação bem estruturada para garantir que o usuário encontre facilmente o conteúdo desejado. Tudo deve ser planejado para que o consumidor fique satisfeito ao adquirir um produto. E, claro, para não dar a chance do seu concorrente levar a melhor nessa. Bom para o cliente, melhor para o seu negócio! Para conseguir atingir o seu cliente, você precisa escolher uma boa interface, ou seja, uma boa navegação para o seu site. Avalie agora qual é a melhor opção para a sua empresa! Conheça cada uma destas interfaces. web A web é uma interface que possui vários recursos disponíveis, como: vídeos, sons, animações, hipertextos e imagens. Tem uma boa usabilidade no dia a dia das pessoas. O seu layout possui poucas limitações, o que facilita na criação de sites diferenciados, conforme os objetivos da empresa. 69

70 Tablets O tablet é um aparelho que possui uma interface de maior expansão no momento por sua facilidade de uso. Os recursos touch screen, somados à interface que a web oferece, permitem ao usuário arrastar ícones, trocar fotos e efetuar compras com um simples toque na tela. Todo o comércio eletrônico deve ser pensado também considerando a navegação pelo touch screen, ou seja, pelo toque na tela, já que é a forma mais comum de navegação dos tablets. Celulares Apesar de o celular possuir uma interface de baixo recurso gráfico e bem restrito, devido ao tamanho da tela, ele possui alto acesso dos usuários, devido à facilidade e à praticidade que ele proporciona. Pense em um layout para o seu site que atinja também este público com vídeos pequenos; imagens com boas qualidades, mas que possuam uma resolução menor para abrir facilmente neste dispositivo móvel. 70

E um dia, quem sabe, poderemos despertar para o ser empreendedor. E ganhar dinheiro com esta história toda.

E um dia, quem sabe, poderemos despertar para o ser empreendedor. E ganhar dinheiro com esta história toda. COMÉRCIO ELETRÔNICO Introdução O comércio eletrônico ou e-commerce é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais oferecem seus produtos e formas de

Leia mais

O que é comércio eletrônico?

O que é comércio eletrônico? COMÉRCIO ELETRÔNICO O que é comércio eletrônico? O comércio eletrônico ou e-commerce é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais oferecem seus produtos

Leia mais

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce...

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce... Sumário Bleez Agência Digital... 3 Quem sou eu... 4 Introdução... 5 Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7 Quem está comprando no ecommerce... 10 Por que os brasileiros estão comprando mais... 12 O

Leia mais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita Federal. O incentivo

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice 2 Índice Introdução... 3 Passo 1 Entender o que é Venda Online e E-commerce... 4 Passo 2 Entender o Mercado de Comércio Eletrônico... 5 Passo 3 Canais de Venda... 6 Passo 4 Como identificar uma Boa Plataforma

Leia mais

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL DICAS PARA DIVULGAR SUA EMPRESA E AUMENTAR AS VENDAS NO FIM DE ANO 7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL Sumário Apresentação Capítulo 1 - Crie conteúdo de alta

Leia mais

Circular de Oferta 5102/ sto Ago

Circular de Oferta 5102/ sto Ago Circular de Oferta Agosto / 2015 Índice Introdução 03 Quem Somos 04 Como funciona o negócio 05 Vantagens de ser constituir uma agência 06 Produtos e serviços 07 Ferramentas de apoio 08 Atividades desempenhadas

Leia mais

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE SUMÁRIO O que é gestão de estoque...3 Primeiros passos para uma gestão de estoque eficiente...7 Como montar um estoque...12 Otimize a gestão do seu estoque...16

Leia mais

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Introdução Planejamento Divulgando sua loja Como fechar as vendas Nota Fiscal

Leia mais

Viabilidade de Negócios. Serviço

Viabilidade de Negócios. Serviço Viabilidade de Negócios Serviço SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ANALISANDO A VIABILIDADE DO NEGÓCIO... 12 3. INVESTIMENTOS FIXOS... 17 4. GASTOS FIXOS MENSAIS... 23 5. CAPITAL DE GIRO INICIAL... 38 6. INVESTIMENTO

Leia mais

O Que Preciso para Vender pela Internet? E-Commerce

O Que Preciso para Vender pela Internet? E-Commerce Os números da INTERNET Números do Facebook Mídia Social Números do Facebook Mídia Social Números do Facebook Mídia Social Somos o 4º país do Mundo em número de usuários. Pr of. Ca rlo s No tar i Estatísticas

Leia mais

por Gabriel Queiroz Silva

por Gabriel Queiroz Silva por Gabriel Queiroz Silva SUMÁRIO // Introdução... 4 // Estude o mercado e defina como será a sua atuação... 6 // Estude o processo de abertura da empresa... 9 // Busque os melhores parceiros para o seu

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO UM BREVE HISTÓRICO COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio sempre existiu desde que surgiram as sociedades. Ele é dito como o processo de comprar, vender e trocar produtos e serviços. Inicialmente praticado pelos

Leia mais

A importância de personalizar a sua loja virtual

A importância de personalizar a sua loja virtual A importância de personalizar a sua loja virtual Ter uma loja virtual de sucesso é o sonho de muitos empresários que avançam por esse nicho econômico. Porém, como as lojas virtuais são mais baratas e mais

Leia mais

www.artesanatoja.com

www.artesanatoja.com GANHE DINHEIRO COM UMA LOJA VIRTUAL Conheça os principais veículos de vendas online utilizados por artesãos na internet e saiba como é fácil ter uma loja online para ganhar dinheiro já! Sempre que produzimos

Leia mais

Introdução. 1. O que é e-commerce?

Introdução. 1. O que é e-commerce? Introdução As vendas na internet crescem a cada dia mais no Brasil e no mundo, isto é fato. Entretanto, dominar esta ferramenta ainda pode ser um mistério tanto para micro quanto para pequenos e médios

Leia mais

Site Empresarial Uma oportunidade de negócios na Internet. jairolm@sebraesp.com.br

Site Empresarial Uma oportunidade de negócios na Internet. jairolm@sebraesp.com.br Site Empresarial Uma oportunidade de negócios na Internet jairolm@sebraesp.com.br O SEBRAE e o que ele pode fazer pelo seu negócio Consultorias SEBRAE Mais Programas setoriais Palestras Trilha de aprendizagem

Leia mais

Boas-vindas ao Comércio Eletrônico. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes Jan.2014

Boas-vindas ao Comércio Eletrônico. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes Jan.2014 Boas-vindas ao Comércio Eletrônico André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes Jan.2014 SOBRE A TRAY Sobre a Tray + 10 anos de atuação em e-commerce + 4.500 lojas virtuais + 3MM pedidos processados em

Leia mais

Mais informações sobre e-commerce em: www.portalgerenciais.com.br

Mais informações sobre e-commerce em: www.portalgerenciais.com.br Mais informações sobre e-commerce em: www.portalgerenciais.com.br Extra, Extra notícias fresquinhas Você pode ter uma loja que funciona 24hs, inclusive aos domingos e feriados, não paga aluguel e nem condomínio

Leia mais

ROI COMO SABER DEFINITIVAMENTE O RESULTADO DAS AÇÕES DE MARKETING DO SEU E- COMMERCE. Por: Alexandre Maldonado

ROI COMO SABER DEFINITIVAMENTE O RESULTADO DAS AÇÕES DE MARKETING DO SEU E- COMMERCE. Por: Alexandre Maldonado ROI COMO SABER DEFINITIVAMENTE O RESULTADO DAS AÇÕES DE MARKETING DO SEU E- COMMERCE Por: Alexandre Maldonado Autor do site Marketing para E- commerce www.marketingparaecommerce.com.br TERMOS DE RESPONSABILIDADE

Leia mais

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O guia online Vitrine de Guarulhos é um dos produtos do Grupo Vitrine X3, lançado no dia 11/11/11 com o objetivo de promover

Leia mais

PROFISSIONAL. Por que o Comércio Eletrônico em Multicanais é Fundamental para o Sucesso do seu Negócio On-line

PROFISSIONAL. Por que o Comércio Eletrônico em Multicanais é Fundamental para o Sucesso do seu Negócio On-line EDIÇÃO Nº 05 GRÁTIS FOTOGRAFIA PROFISSIONAL SOLUÇÕES PARA IMAGENS DE PRODUTO QUE CONQUISTARAM OS LÍDERES DO COMÉRCIO ELETRÔNICO Por que o Comércio Eletrônico em Multicanais é Fundamental para o Sucesso

Leia mais

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online.

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online. Os segredos dos negócios online A Internet comercial está no Brasil há menos de 14 anos. É muito pouco tempo. Nesses poucos anos ela já mudou nossas vidas de muitas maneiras. Do programa de televisão que

Leia mais

Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora

Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora Afinal, tudo começa em sua maneira de pensar. E marketing é isto, uma questão de posicionamento. PROPOSTA DE SERVIÇOS Logotipos Web Sites Lojas

Leia mais

Estratégia e Regras do Negócio: E-Commerce. O que é e-commerce?

Estratégia e Regras do Negócio: E-Commerce. O que é e-commerce? E-Commerce O que é e-commerce? Comércio electrónico ou e-commerce é um conceito aplicável a qualquer tipo de negócio ou transação comercial que implique a transferência de informação através da Internet.

Leia mais

7 Passos para um e-commerce de Sucesso. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes 18.Out.2013

7 Passos para um e-commerce de Sucesso. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes 18.Out.2013 7 Passos para um e-commerce de Sucesso André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes 18.Out.2013 MERCADO DE E- COMMERCE PORQUE INVESTIR... Crescimento 20,3% Crescimento 24,4% 354% R$ 770 Milhões 117%

Leia mais

A grande verdade é que a maioria das empresas está perdendo muito dinheiro tentando criar um negócio online.

A grande verdade é que a maioria das empresas está perdendo muito dinheiro tentando criar um negócio online. Você gostaria de aprender o que os negócios campeões em vendas online fazem? Como eles criam empresas sólidas na internet, que dão lucros por vários e vários anos? A grande verdade é que a maioria das

Leia mais

7 dicas para. melhorar. a performance do seu e-commerce

7 dicas para. melhorar. a performance do seu e-commerce 7 dicas para melhorar a performance do seu e-commerce Índice 03 Introdução 04 A invasão mobile 07 Mídias Sociais 10 OmniChannel: Sua empresa está preparada? 12 Marketing de conteúdo para e-commerce 14

Leia mais

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING CONSULTOR CARLOS MARTINS CRIA - AÇAO EM MARKETING SUA EMPRESA Copyright Consultor Carlos Martins - Todos os direitos reservados wwwcarlosmartinscombr - consultor@carlosmartinscombr Como conquistar Clientes

Leia mais

COMO USAR OS VÍDEOS ONLINE PARA ALAVANCAR O MEU E-COMMERCE

COMO USAR OS VÍDEOS ONLINE PARA ALAVANCAR O MEU E-COMMERCE COMO USAR OS VÍDEOS ONLINE PARA ALAVANCAR O MEU E-COMMERCE White Paper com dicas essenciais para quem já trabalha ou pretende trabalhar com vídeos em lojas virtuais. 1 PORQUE USAR VÍDEOS ONLINE NO E-COMMERCE?

Leia mais

1- O que é um Plano de Marketing?

1- O que é um Plano de Marketing? 1- O que é um Plano de Marketing? 2.1-1ª etapa: Planejamento Um Plano de Marketing é um documento que detalha as ações necessárias para atingir um ou mais objetivos de marketing, adaptando-se a mudanças

Leia mais

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio.

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Plano de negócios estruturado ajuda na hora de conseguir financiamento. Veja dicas de especialistas e saiba itens que precisam constar

Leia mais

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja.

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja. Com a consolidação do comércio eletrônico no Brasil e mundo, fica cada vez mais claro e a necessidade de estar participando, e mais a oportunidade de poder aumentar suas vendas. Mas é claro que para entrar

Leia mais

o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica sumário >> Introdução... 3 >> Nota fiscal eletrônica: o começo de tudo... 6 >> Nota fiscal de consumidor eletrônica (NFC-e)... 10 >> Quais as vantagens

Leia mais

www.euimportador.com

www.euimportador.com Você já pensou ganhar dinheiro usando a internet, montando sua própria loja sem ter que gastar rios de dinheiro com estoque, logística e vários funcionários? Isso é perfeitamente possível e nós chamamos

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO E-COMMERCE - FLORICULTURA VIRTUAL

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO E-COMMERCE - FLORICULTURA VIRTUAL OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO E-COMMERCE - FLORICULTURA VIRTUAL 2009 SEBRAE-DF Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação

Leia mais

O que é Black Fraude?... Como comunicar seus clientes sobre sua participação na Black Friday... Como Manter seu site seguro para a Black Friday?...

O que é Black Fraude?... Como comunicar seus clientes sobre sua participação na Black Friday... Como Manter seu site seguro para a Black Friday?... Conteúdo do ebook O que é Black Fraude?... Como comunicar seus clientes sobre sua participação na Black Friday... Como Manter seu site seguro para a Black Friday?... Deixando sua loja virtual mais rápida

Leia mais

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES): EBERSON EVANDRO DA SILVA GUNDIN, PAULO

Leia mais

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS:

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: O QUE É PRECISO PARA SER UM CORRETOR DE SUCESSO gerenciador e site imobiliário Introdução O perfil do corretor de imóveis de sucesso Aprimorando os pontos fracos Conclusão

Leia mais

MARKETING NA INTERNET

MARKETING NA INTERNET MARKETING NA INTERNET HUGO HOCH CONSULTOR DE MARKETING ER. BAURU SEBRAE-SP hugoh@sebraesp.com.br Marketing na Internet O que é? o Marketing na Internet, também referido como: i-marketing, web marketing,

Leia mais

MANUAL GRATUITO PARA DIVULGAÇÃO NA INTERNET

MANUAL GRATUITO PARA DIVULGAÇÃO NA INTERNET SITE SALÃO DE BELEZA APRESENTA MANUAL GRATUITO PARA DIVULGAÇÃO NA INTERNET BÔNUS: Mais 20 outros lugares para divulgar além do Facebook. Atenção! Siga as instruções e divulgue mais e melhor seu salão de

Leia mais

emarket Digital Sales é uma empresa de varejo online, especializada na análise, implantação, gestão e operação de lojas virtuais.

emarket Digital Sales é uma empresa de varejo online, especializada na análise, implantação, gestão e operação de lojas virtuais. Nós amamos e-commerce! f emarket Digital Sales é uma empresa de varejo online, especializada na análise, implantação, gestão e operação de lojas virtuais. Além do e-commerce full service, na emarket você

Leia mais

NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN

NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN 50 A ALMA DO NEGÓCIO Serviço de SAC eficiente é o que todos os clientes esperam e é no que todas as empresas deveriam investir. Especialistas afirmam: essa deve ser

Leia mais

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados DIFERENCIAIS Acredito que o desenvolvimento de soluções para Internet não é um trabalho qualquer, deve-se ter certa experiência e conhecimento na área para projetar sistemas que diferenciem você de seu

Leia mais

efagundes com Curso Online sobre Comércio Eletrônico Eduardo Mayer Fagundes

efagundes com Curso Online sobre Comércio Eletrônico Eduardo Mayer Fagundes Curso Online sobre Comércio Eletrônico Eduardo Mayer Fagundes 1 Programa do Curso 1. Os consumidores 2. A Tecnologia 3. Marketing Digital 4. Logística 5. Meios de Pagamento 2 O Consumidor O objetivo do

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

GUIA. Agências & Designers

GUIA. Agências & Designers GUIA Agências & Designers O Processo Melhores Práticas Dúvidas Frequentes e Dicas Pagamentos, Contratos e Afins O SERVIÇO FORNECER SERVIÇOS DE TECNOLOGIA, BRANDING E MARKETING PARA AGÊNCIAS OU DESIGNERS

Leia mais

Comércio Eletrônico FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE

Comércio Eletrônico FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Comércio Eletrônico FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Definição Toda atividade de compra e venda realizada com recursos eletrônicos; Uso de mecanismos eletrônicos para a

Leia mais

Guia de Vendas Online para Iniciantes

Guia de Vendas Online para Iniciantes Guia de Vendas Online para Iniciantes ebook SUMÁRIO Introdução: Dúvidas comuns para quem deseja começar a vender pela internet... 2 Capítulo 1: O é e-commerce?... 3 Capítulo 3: Como funcionam os principais

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

Ofereça um atendimento de alto nível e surpreenda

Ofereça um atendimento de alto nível e surpreenda Ofereça um atendimento de alto nível e surpreenda Para profissionais do mercado imobiliário por Índice Introdução... 2 Seja o primeiro a responder... 3 Mantenha seu material em ordem... 4 Tenha o necessário

Leia mais

O comércio eletrônico (e-commerce) é um setor em crescimento CONSUMIDORES (EM MILHÕES) 23,4 18,7 R$ 328 R$ 335 R$ 373 R$ 350 R$ 342 R$ 350

O comércio eletrônico (e-commerce) é um setor em crescimento CONSUMIDORES (EM MILHÕES) 23,4 18,7 R$ 328 R$ 335 R$ 373 R$ 350 R$ 342 R$ 350 ARTESANATO BOLETIM COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio eletrônico (e-commerce) é um setor em crescimento Em 2012, o faturamento foi de R$ 22,5 bilhões no Brasil, e de aproximadamente R$ 28 bilhões em 2013.

Leia mais

Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais. slide 1

Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais. slide 1 Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais slide 1 Nexon Games: o comércio eletrônico torna-se social Problema: concorrência com outras empresas de jogos on-line e off-line; aumentar

Leia mais

Sobre as Franquias Honing Brasil A Honing Brasil é a marca de roupa masculina inspirada no Hóquei no Gelo canadense. A paixão dos canadenses por este esporte e a garra de seus praticantes inspiram a Honing,

Leia mais

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Toda empresa privada deseja gerar lucro e para que chegue com sucesso ao final do mês ela precisa vender, sejam seus serviços

Leia mais

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO Odilio Sepulcri odilio@emater.pr.gov.br www.odiliosepulcri.com.br www.emater.pr.gov.br Telefone: (41) 3250-2252 ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO 1. Perfil para empreender

Leia mais

Introdução. Pra quem é esse ebook?

Introdução. Pra quem é esse ebook? Introdução Se você está lendo esse ebook é porque já conhece o potencial de resultados que o marketing digital e o delivery online podem trazer para a sua pizzaria. Bem como também deve saber que em pouco

Leia mais

A empresa digital: comércio e negócios eletrônicos

A empresa digital: comércio e negócios eletrônicos Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 06 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Mídias Sociais. Fatos e Dicas para 2013. Esteja preparado para um ano digital, social e interativo

Mídias Sociais. Fatos e Dicas para 2013. Esteja preparado para um ano digital, social e interativo Mídias Sociais Fatos e Dicas para 2013 Esteja preparado para um ano digital, social e interativo NESTE E-BOOK VOCÊ VAI ENCONTRAR: 1 - Porque as mídias sociais crescem em tamanho e em importância para o

Leia mais

7 Passos para um e- Commerce de Sucesso. André Lucena 28.nov.2013

7 Passos para um e- Commerce de Sucesso. André Lucena 28.nov.2013 7 Passos para um e- Commerce de Sucesso André Lucena 28.nov.2013 MERCADO DE E- COMMERCE PORQUE INVESTIR... E- commerce Processo de compra e venda de produtos e serviços online. Além de catálogos, carrinhos

Leia mais

Ninguém gosta do custo de frete. Os clientes

Ninguém gosta do custo de frete. Os clientes I E-BOOK Ninguém gosta do custo de frete. Os clientes não gostam. As lojas virtuais não gostam. O mercado não gosta. Mas apesar do crescimento dos custos de manuseio, envio e transporte de produtos, a

Leia mais

Ficha Técnica 2015 Mania de Empreender Informações e Contatos

Ficha Técnica 2015 Mania de Empreender Informações e Contatos FORMAR SEU PREÇO Ficha Técnica 2015 Mania de Empreender TODOS OS DIREITOS RESERVADOS Não é permitida a reprodução total ou parcial de qualquer forma ou por qualquer meio. Informações e Contatos Mania de

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

UM GUIA PASSO A PASSO PARA MONTAR SUA PRÓPRIA REVENDA DE HOSPEDAGEM ... Ganhe dinheiro revendendo hospedagem de sites ... Ebook produzido por:

UM GUIA PASSO A PASSO PARA MONTAR SUA PRÓPRIA REVENDA DE HOSPEDAGEM ... Ganhe dinheiro revendendo hospedagem de sites ... Ebook produzido por: UM GUIA PASSO A PASSO PARA MONTAR SUA PRÓPRIA REVENDA DE HOSPEDAGEM... Ganhe dinheiro revendendo hospedagem de sites... Ebook produzido por: Wagner Linaldi Marketing @wagnerlinaldi wagner.linaldi@corp........

Leia mais

Viabilidade de Negócios. Indústria

Viabilidade de Negócios. Indústria Viabilidade de Negócios Indústria SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ANALISANDO A VIABILIDADE DO NEGÓCIO... 12 3. INVESTIMENTOS FIXOS... 17 4. GASTOS FIXOS MENSAIS... 23 5. CAPITAL DE GIRO INICIAL... 36 6.

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais

EMPREENDEDOR. Aqui está a oportunidade certa para seu sucesso.

EMPREENDEDOR. Aqui está a oportunidade certa para seu sucesso. EMPREENDEDOR Aqui está a oportunidade certa para seu sucesso. Introdução O que é a DIVULGGARE A micro franquia DIVULGGARE Como funciona o sistema de micro franquia DIVULGGARE Fórmula para o sucesso Produtos

Leia mais

1. Objetivo do Projeto

1. Objetivo do Projeto PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS VISNET - INTERNET E COMUNICAÇÃO Desenvolvimento de Site para CDL 1. Objetivo do Projeto O CDL Online é o mais novo sistema interativo especialmente projetado para criar

Leia mais

Como criar um clube de vantagens para seus clientes

Como criar um clube de vantagens para seus clientes Como criar um clube de vantagens para seus clientes Introdução Adquirir clientes no mundo competitivo atual é cada vez mais difícil e caro. Por este motivo, torna-se muito importante ações que fidelize

Leia mais

PREPARE-SE PARA LUCRAR COM O DIA DOS PAIS EM 4 SEMANAS. 2014 Universo Online S/A. Todos os direitos reservados. www.uolhost.com.br

PREPARE-SE PARA LUCRAR COM O DIA DOS PAIS EM 4 SEMANAS. 2014 Universo Online S/A. Todos os direitos reservados. www.uolhost.com.br PREPARE-SE PARA LUCRAR COM O DIA DOS PAIS EM 4 S Super-heróis, ídolos, amigos, protetores. O segundo domingo de agosto é a data dedicada a eles: os pais. Quem tem uma loja virtual também comemora a ocasião,

Leia mais

dicas infalíveis para conquistar patrocinadores 6para eventos

dicas infalíveis para conquistar patrocinadores 6para eventos dicas infalíveis para conquistar patrocinadores 6para eventos Introdução Antes de abordar os possíveis patrocinadores Está na hora de apresentar a proposta para o patrocinador 1. Quem é você? 2. Apresentando

Leia mais

DICAS PARA PAGAMENTO MÓVEL NA 7SUA EMPRESA

DICAS PARA PAGAMENTO MÓVEL NA 7SUA EMPRESA DICAS PARA PAGAMENTO MÓVEL NA 7SUA EMPRESA ÍNDICE INTRODUÇÃO O QUE É PAGAMENTO MÓVEL CONCLUSÃO PG. 3 PG. 4 PG. 6 PG. 17 INTRODUÇÃO Os meios de pagamento eletrônico estão cada vez mais fortes no Brasil.

Leia mais

Wagner K. Arendt Coordenador de TI FCDL/SC

Wagner K. Arendt Coordenador de TI FCDL/SC Wagner K. Arendt Coordenador de TI FCDL/SC sua empresa na Internet A criação de um site é uma regra geral para empresas que querem sobreviver em um mercado cada vez mais agressivo e um mundo globalizado,

Leia mais

Redes Sociais, SEO, Blog ou Adwords: O que devo usar para minha empresa?

Redes Sociais, SEO, Blog ou Adwords: O que devo usar para minha empresa? Redes Sociais, SEO, Blog ou Adwords: O que devo usar para minha empresa? Você já pensou em posicionar sua marca na internet? Construir um relacionamento com seu cliente é uma das formas mais eficazes de

Leia mais

Comercio Eletrônico E-COMMECER

Comercio Eletrônico E-COMMECER Comercio Eletrônico Prof. Diogo Maia E-COMMECER O que é um E-commecer? O e-commerce ou comércio eletrônico é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais

Leia mais

E-books. Loja virtual para pequenas empresas. Sebrae

E-books. Loja virtual para pequenas empresas. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Loja virtual para pequenas empresas Ambiente online e mercados de nicho Antes de começar, é preciso entender A escolha da plataforma Cadastro de produtos Sistemas de pagamentos

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

10. Defina Sistemas Distribuídos: Um conjunto de computadores independentes que se apresenta a seus usuários como um sistema único e coerente

10. Defina Sistemas Distribuídos: Um conjunto de computadores independentes que se apresenta a seus usuários como um sistema único e coerente 1. Quais os componentes de um sistema cliente-servidor? Clientes e servidores 2. Na visão do hardware, defina o que é cliente e o que é servidor: Clientes. Qualquer computador conectado ao sistema via

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico Apostila Comércio Eletrônico e-commerce Professor: Edson Almeida Junior Material compilado por Edson Almeida Junior Disponível em http://www.edsonalmeidajunior.com.br MSN: eajr@hotmail.com E-Mail: eajr@hotmail.com

Leia mais

Introdução. Introdução

Introdução. Introdução Introdução 1. Conheça a sua taxa de conversão 2. Usabilidade e navegabilidade 3. Pense mobile 4. Seja relevante 5. Tenha CTAs atraentes 6. O teste AB é fundamental Conclusão Introdução Conhecer os números

Leia mais

Uma empresa é viável quando tem clientes em quantidade e com poder de compra suficiente para realizar vendas que cubram as despesas, gerando lucro.

Uma empresa é viável quando tem clientes em quantidade e com poder de compra suficiente para realizar vendas que cubram as despesas, gerando lucro. Página 1 de 9 2. Análise de Mercado 2.1 Estudo dos Clientes O que é e como fazer? Esta é uma das etapas mais importantes da elaboração do seu plano. Afinal, sem clientes não há negócios. Os clientes não

Leia mais

Desenvolvimento de sites e design para Web

Desenvolvimento de sites e design para Web Desenvolvimento de sites e design para Web Apresentação Presente no mercado há cinco anos, nosso maior objetivo é ter o orgulho de desenvolver o que há de mais atualizado no cenário mundial! Fomos umas

Leia mais

O que é promoção de vendas e para que serve?

O que é promoção de vendas e para que serve? 4 Para aumentar as vendas, ela precisa basicamente fazer com que os clientes atuais comprem mais ou trazer novos clientes para a loja. Nos dois casos, fica evidente que ela terá que oferecer mais benefícios

Leia mais

Preparação para seleção do Projeto de Empreendimento. Da ideia à prática

Preparação para seleção do Projeto de Empreendimento. Da ideia à prática Preparação para seleção do Projeto de Empreendimento Da ideia à prática Informações Gerais Grandes ideias surgem há todo momento. Mas como colocá-las em prática? Será tão simples? Muitos ignoram o processo

Leia mais

AUTOR(ES): MAITHÊ CORSI DA SILVA, FERNANDO TEIXEIRA CARVALHO, RENAN GUSTAVO MOLINA

AUTOR(ES): MAITHÊ CORSI DA SILVA, FERNANDO TEIXEIRA CARVALHO, RENAN GUSTAVO MOLINA TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO E-COMMERCE NAS PEQUENAS EMPRESAS CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE JAGUARIÚNA AUTOR(ES): MAITHÊ CORSI DA

Leia mais

Antes de tudo... Obrigado!

Antes de tudo... Obrigado! Antes de tudo... Obrigado! Eu, Luiz Felipe S. Cristofari, agradeço por ter baixado esse PDF. Criei esse material para ajudar você a ter mais sucesso com suas ideias na internet e fico muito feliz quando

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net APRESENTAÇÃO COMERCIAL www.docpix.net QUEM SOMOS Somos uma agência digital full service, especializada em desenvolvimento web, de softwares e marketing online. A Docpix existe desde 2010 e foi criada com

Leia mais

TOTVS Vitrine Série 1 + Shopping Megafashion. Sua loja virtual totalmente integrada com a loja física

TOTVS Vitrine Série 1 + Shopping Megafashion. Sua loja virtual totalmente integrada com a loja física TOTVS Vitrine Série 1 + Shopping Megafashion Sua loja virtual totalmente integrada com a loja física Conteúdo! O mercado da moda! Vantagens da solução TOTVS + Megafashion! Layout da loja! Valores! Degustação!

Leia mais

compras online com Segurança

compras online com Segurança 12 Dicas para realizar compras online com Segurança As compras online chegaram no mercado há muito tempo e, pelo visto, para ficar. Com elas também despertaram os desejos dos cibercriminosos de se apropriarem

Leia mais

PESM PROJETO EU SOU DE MINAS PROPOSTA DE PARCERIA

PESM PROJETO EU SOU DE MINAS PROPOSTA DE PARCERIA PESM PROJETO EU SOU DE MINAS PROPOSTA DE PARCERIA Prestação de Serviço de Configuração de Portal de Cidade VISÃO GERAL PESM Projeto Eu Sou de Minas tem a satisfação de enviar esta proposta de serviços

Leia mais

10 DICAS PARA SEU ECOMMERCE SER SUCESSO EM TODO O BRASIL

10 DICAS PARA SEU ECOMMERCE SER SUCESSO EM TODO O BRASIL 10 DICAS PARA SEU ECOMMERCE SER SUCESSO EM TODO O BRASIL SUMÁRIO 1. COMUNICAÇÃO SEGMENTADA! 2. SEO! 3. MOBILE! 4. FOTOS E DESCRIÇÕES! 5. FRETE! 6. PAGAMENTO REGIONAL! 7. ENTREGA! 8. EMBALAGEM! 9. ATENDIMENTO!

Leia mais

Dicas fantásticas de marketing para micro e pequenas empresas

Dicas fantásticas de marketing para micro e pequenas empresas Dicas fantásticas de marketing para micro e pequenas empresas SUMáriO >> Introdução 3 >> Como o marketing pode alavancar as vendas da sua empresa 6 >> Dicas campeãs de marketing para seu negócio 9 >> Não

Leia mais

Comércio eletrônico 05/05/15. Objetivos de estudo. Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as aplicações mais importantes?

Comércio eletrônico 05/05/15. Objetivos de estudo. Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as aplicações mais importantes? Escola Superior de Gestão e Tecnologia Comércio eletrônico Mercados digitais, mercadorias digitais Prof. Marcelo Mar3ns da Silva Objetivos de estudo Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as

Leia mais

www.rakutencommerce.com.br E-BOOK

www.rakutencommerce.com.br E-BOOK APRENDA AS ÚLTIMAS DICAS E TRUQUES SOBRE COMO DAR UM TAPA 3.0 NA SUA LOJA VIRTUAL. www.rakutencommerce.com.br E-BOOK propósito desse ebook é muito simples: ajudar o varejista on-line a dar um tapa 3.0

Leia mais

8 itens IMPRESCINDÍVEIS para criar uma loja virtual de sucesso para micro e pequenas empresas

8 itens IMPRESCINDÍVEIS para criar uma loja virtual de sucesso para micro e pequenas empresas 8 itens IMPRESCINDÍVEIS para criar uma loja virtual de sucesso para micro e pequenas empresas VOU MONTAR UMA LOJA FÍSICA... E O RETORNO DO INVESTIMENTO SERÁ EM 2 ANOS VOU MONTAR PLANO DE NEGÓCIO Vou contratar

Leia mais

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET. Disciplina: NEGÓCIOS NA INTERNET

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET. Disciplina: NEGÓCIOS NA INTERNET TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Disciplina: NEGÓCIOS NA INTERNET Inovação em Modelo de Negócio Fonte: (OSTERWALDER, 2011) Modelo de negócios Descreve a lógica de criação, entrega e captura de valor

Leia mais