Ensino à distância Caso prático E-MBA do IESF

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ensino à distância Caso prático E-MBA do IESF"

Transcrição

1 Ensino à distância Caso prático E-MBA do IESF Manuel Leite Mestrado em Análise de Dados e Sistemas de Apoio à Decisão Sistemas de Informação para Gestão Faculdade de Economia, 29 de Novembro de INTRODUÇÃO Evolução: mudanças ao nível tecnológico e social mantêm-se a um ritmo célere, com consequências ao nível da educação em geral e ao nível da formação e da qualificação dos recursos humanos; Tornou-se difícil às instituições, mesmo as mais dinâmicas, acompanharam esta evolução, sobretudo em cursos longos e com maiores dificuldades de adaptação, como é o caso dos cursos de licenciatura; Muitas vezes, pouco tempo depois de terminarem as suas licenciaturas, os profissionais de diferentes áreas sentem necessidade de aprender coisas novas e de ter acesso a conteúdos mais práticos e mais ligados ao seu dia-a-dia; Daí o enorme crescimento da procura dos cursos de pós-graduação. 2

2 INTRODUÇÃO (cont.) Os problemas colocam-se não só ao nível da disponibilidade em termos de adequação dos horários anárquicos da maior parte dos profissionais aos horários necessariamente rígidos destes programas; Ainda, a natureza pós-laboral deste tipo de cursos concentra as aulas ao fim da tarde o que, com os problemas de tráfego das grandes cidades (o tempo gasto em deslocações torna-se mesmo superior ao tempo de aulas efectivo), aumenta bastante o tempo real dedicado a estes programas. 3 4 Ao longo do tempo, tem vindo a acontecer uma mudança significativa nas mentalidades, com uma enorme apetência para a utilização das novas tecnologias, como comprova o crescimento do nº de utilizadores da Internet. O advento da Internet e das novas plataformas tecnológicas trouxe uma primeira resposta a este problema: o ensino on-line; Através de sites mais ou menos complexos, os profissionais das diferentes áreas passaram a ter um acesso rápido e simples à escola, ao docente e aos conteúdos de cada disciplina; Com esta metodologia, os alunos podem estudar quando querem, durante o tempo de que dispuserem, no local que escolherem, sem perderem tempo em deslocações. Parecia ser a solução perfeita, daí que numerosas empresas (muitas delas sem qualquer experiência na área da formação) lançaram diferentes cursos on-line, com enormes campanhas de marketing.

3 5 O recurso às modernas plataformas tecnológicas permite:» individualizar a aprendizagem: personalizar, responder às necessidades e estilos de aprendizagem e de avaliação diferenciados;» alargar a base de alunos, tornando a aprendizagem acessível ao maior número de alunos, independentemente da sua localização;» desenvolver a capacidade de autonomia e de responsabilidade dos alunos;» promover competências de aprender a aprender ;» desenvolver o espírito crítico dos alunos;» desenvolver a capacidade de auto-formação, de autoavaliação e de remediação (resolução de problemas e consequentes melhorias efectuadas durante o processo de formação);» obter um maior dom ínio dos pré-requisitos para cada disciplina;» alargar a prática da avaliação contínua. Apesar das vantagens acima referidas e da boa resposta tecnológica da maior parte das plataformas, a formação online não conseguiu afirma-se até ao momento: Porque a capacidade de auto-estudo dos alunos é limitada; as pessoas funcionam/aprendem por motivações e impulsos; Porque a formação on-line foi desde o início encarada muito mais na perspectiva tecnológica do que na perspectiva dos conteúdos (docentes/tutores; metodologia; material de apoio; etc); Assim, a formação on-line começou a ser encarada por muitos como uma formação sem qualidade, oferecida por empresas sem experiência, sendo apenas uma forma fácil de obter diplomas, sem grande trabalho, com custos mais reduzidos, mas sem credibilidade no mercado. 6

4 As novas tendências apontam no sentido de a formação online não existir por si, mas para servir aos Estabelecimentos de Ensino já implementados, complementando os seus programas tradicionais com o uso de novas plataformas tecnológicas. O caso do IESF e o lançamento do E-MBA: programa que procura tirar partido das novas tecnologias para permitir o acesso aos seus cursos do MBA a profissionais que não querem ou não podem frequentá-lo no seu formato tradicional. 7 Caso Prático: E-MBA IESF: Breve Resenha Histórica» Em 1990 foicriado o IESF assente numa estrutura accionista com origem no BPA» Em 1995 o BPA passa a pertencer ao BCP» Em 1997, por imposições legais, o BCP como instituição financeira é forçada a abandonar a gestão da Escola.Um conjunto de notáveis professores universitários, com o apoio de vários investidores adquire o IESF.» Declínio do nº de alunos licenciaturas» Aposta no ensino Pós-graduado e na formação profissional 8

5 Caso Prático: E-MBA IESF: Breve Resenha Histórica» Crescimento... Novas Instalações Criação de um Sistema integrado de Gestão do Instituto, ou seja, a construção de um ambiente informático centrado no conhecimento e na gestão de informação. Este sistema teria que abranger as áreas: Académica, de Recursos Humanos, Financeira, de Distribuição de Serviço Docente, de Gestão Documental e de Atendimento na Web Ensino à distância 9 Caso Prático: E-MBA Existem vários modelos de Ensino à distância. Sendo comum cada instituição seguir o seu próprio modelo, de acordo com o tipo de enquadramento pedagógico e formativo que detém. Contudo, estes modelos têm linhas de orientação pedagógica comuns, definindo-se 5 componentes estratégicos adequados a cada modelo de Ensino à distância: - Materiais e Conteúdos - Professores e Formadores - Sistemas de Interacção - Tecnologias - Sistemas de Avaliação 10

6 Componentes Estratégicos Materiais Professor Sistemas Interacção Tecnologia Avaliação Livro; Guias de Estudo em Papel; Vídeo; Informático (texto e imagens Estáticas); Multimédia Interactivo (programas Que permitem a Interactividade entre Aluno e conteúdo: Questões, animações, Imagens,... Conhecedor; Pedagogo; Criativo; Organizador; Orientador e Facilitador Gestor de Informação útil e pedagógica a que os estudantes têm acesso, para estudarem à distância e ao seu ritmo de aprendizagem Síncrona (on-line); Assíncrona (diferido) Mista Transmissão de Informações sob a Forma de texto; Imagens; gráfico ou Sons, em formato digital Alunos; Professores; Formação; Sistemas 11 Metodologia adoptada no E-MBA O E-MBA comporta o sistema de ensino presencial e o sistema de ensino à distância, tentando potenciar as maisvalias e minimizar as menos-valias de cada um deles; O risco do IESF desenvolver este método de ensino misto é elevado, existindo a consciência de que o sucesso irá depender da assimilação e empenho por parte dos docentes e alunos do conceito de ensino à distância; O papel do tutor/docente é crucial para que o processo de formação à distância decorra com êxito, uma vez que ele é o elo de ligação entre todo o processo educativo, competindo-lhe manter a turma activa e empenhada. 12

7 Metodologia adoptada no E-MBA A estrutura dos cursos é semelhante à dos programas leccionados no ensino presencial, ao nível das disciplinas, dos docentes, das matérias, do material de apoio e da avaliação, tendo em conta, obviamente as especificidades deste tipo de ensino. Cada uma das disciplinas base ou da especialidade é composta por uma sessão de apresentação do módulo e cinco sessões de estrutura semelhante à do ensino presencial (embora, obviamente, com uma metodologia diferente), para além de uma aula de avaliação final. Estas sessões serão realizadas ao sábado e sempre com a presença do tutor/docente. Este tipo de sessões ocorre após ter sido realizada a componente on-line, constando de uma sessão presencial de 1 hora, que poderá envolver um momento de avaliação (teste curto e de resposta rápida), esclarecimento de dúvidas, apresentação de casos práticos, exercícios e/ou debates sobre temas colocados pelos docentes Metodologia adoptada no E-MBA A componente on-line decorre de Segunda a Quinta-feira (ou Sexta), sendo realizada a dias e horas prédeterminadas, preferencialmente com uma periodicidade semanal ou bissemanal, tendo por base o site E-studo. A comunicação será realizada via Internet, e a sessão terá a participação (on-line) dos alunos, tutores e assistentes. Tal como numa aula presencial, serão marcadas as presenças dos alunos. Estas sessões iniciam-se na Segunda- feira com a disponibilização da documentação no site E-studo; prolonga-se até Quarta ou Quinta-feira, com a possibilidade dos alunos participarem num fórum (e, em alguns casos, num chat) de dúvidas e questões relacionadas com a aula.

8 Metodologia adoptada no E-MBA Esquema de cada aula está representado na figura seguinte: Sábado Domingo 2ª Feira 3ª Feira 4ª Feira 5ª/6ª Feira Sábado Almoço de Apresentação Documentação no Site E-studo Fórum e Chat de Dúvidas (Aula Virtual) Auto- Avaliação Sessão Presencial 15 Adequação da Instituição ao ensino à distância As opções tomadas em relação ao sistema e aos formatos desenvolvidos, tiveram por base uma série de considerandos, tais como: Adequação efectiva às características, carências e potencialidades da Instituição/base; Tipologia dos agentes e públicos-alvo; Sessões de Brainstorming/Equipas de trabalho para estudo de casos de e-learning análise Factores Críticos de Sucesso e de Fracasso; Sondagens de opinião junto dos públicos e agentes da Instituição/base; Benchmarking. 16

9 Adequação da Instituição ao ensino à distância Formação dos funcionários; Formação dos Docentes => TUTOR Formação dos Alunos Este processo foi possível através da elaboração de manuais de apoio a estes 3 tipos de agentes. Manuais de utilização do Site; Manual do Docente; Manual do Aluno e Manual do Funcionário. Além da distribuição dos manuais foram criados grupos de trabalho por forma a desenvolver sessões de esclarecimento/estudo de casos Ensino à Distância: E-MBA 18 O site foi desenvolvido por forma a criar níveis de acesso (permissões) diferentes aos vários utilizadores da plataforma, o que permitirá a cada docente ter a sua sala virtual e a cada aluno aceder somente ao curso que se encontra a frequentar. A hierarquização dos níveis de acesso ao site faz com que o utilizador possa aceder no mesmo espaço aos vários módulos do curso que esteja a frequentar ou tutorar. Entrada no ambiente on-line do IESF: O E-studo é o site que suporta a plataforma de e- learning do E-MBA desenvolvida pela Ciberbit (www.ciberbit.pt). A plataforma serve simultaneamente como base para os cursos on-line e como suporte para os cursos presenciais. Para entrar no mundo do ensino on-line do IESF, o utilizador terá que efectuar um registo. Este registo será da responsabilidade da Secretaria do IESF, consistindo em um nome de utilizador (username) e um Código de Acesso (password), pessoais e intransmissíveis, usufruto apenas do próprio.

10 Entidade Empresa Aluno Entidade Funcionário LOGIN Professor 19 Ambiente E-Studo Login Menu Aluno: Curso Informações Curso Menu Aluno: Forum Geral Chat Geral Perfil / Notas Logout Placards de Informações Plano (Prog/Obj/Bibl./CV Aval.) Fórum Chat 20 Secções e Conteúdos Abrir/Gravar Conteúdos

11 Ambiente E-Studo Login Menu Professor: Curso Informações Curso Administrar Menu Professor: Placards de Informações Chat Geral Forum Geral Perfil / Logout Plano (Prog/Obj/Bibl./CV Aval.) Fórum Chat 21 Administração Administrar Menu Lista de Tipo de Cursos Menu Lista de Ficha de Curso Menu Backoffice: Lista de Cursos Menu Lista de Ano lectivo de um Cursos Menu Ficha de Nova Secção Administração Menu Ficha de Menu Ficha de Módulo (Gestão Do Módulo) Menu Ficha de Secção Administrar Menu Ficha de Novo Conteúdo 22 Menu Módulos Do Docente

12 23 Entidade: Aluno 24

13 25 26

14 27 28

15 ALUNA X Descrição mensagem da Poderá anexar à mensagem até um máximo de 3 Attachments (não podendo exceder 5 MB) Enviar mensagem 29 Professor Y 30

PROGRAMAÇÃO METODOLÓGICA DO DO CURSO

PROGRAMAÇÃO METODOLÓGICA DO DO CURSO PROGRAMAÇÃO METODOLÓGICA DO DO CURSO DESIGNAÇÃO DO CURSO E-Tutor: especialização pedagógica em e-learning DURAÇÃO DO CURSO 60 HORAS LOCAL E DATAS DE REALIZAÇÃO DA AÇÃO DE FORMAÇÃO 1. VIRTUAL LEARNING CENTER

Leia mais

[Conteúdo] Manual do e-formando [2010] 1.INTRODUÇÃO... 3 2.METODOLOGIA DIDÁCTICA... 3 3.HORÁRIO... 3 4.TUTORIAS... 4 5.SISTEMA DE TRABALHO...

[Conteúdo] Manual do e-formando [2010] 1.INTRODUÇÃO... 3 2.METODOLOGIA DIDÁCTICA... 3 3.HORÁRIO... 3 4.TUTORIAS... 4 5.SISTEMA DE TRABALHO... [Conteúdo] 1.INTRODUÇÃO... 3 2.METODOLOGIA DIDÁCTICA... 3 3.HORÁRIO... 3 4.TUTORIAS... 4 5.SISTEMA DE TRABALHO... 4 6.1.ACESSO À PLATAFORMA... 4 6.2.FUNCIONAMENTO DIÁRIO DA PLATAFORMA... 7 2 1.INTRODUÇÃO

Leia mais

Manual de utilização do Moodle

Manual de utilização do Moodle Manual de utilização do Moodle Docentes Universidade Atlântica 1 Introdução O conceito do Moodle (Modular Object Oriented Dynamic Learning Environment) foi criado em 2001 por Martin Dougiamas, o conceito

Leia mais

Do ensino modular ao ensino por elearning uma evolução natural para o Ensino Profissional

Do ensino modular ao ensino por elearning uma evolução natural para o Ensino Profissional Título Do ensino modular ao ensino por elearning uma evolução natural para o Ensino Profissional Autora Ana Paula Salvo Paiva (Doutorada em Ciências da Educação pela Universidade Católica Portuguesa) apaula.sintra.paiva@gmail.com

Leia mais

Anteprojecto. Grupo 2. Projecto Informático do 5º ano. Informática de Gestão

Anteprojecto. Grupo 2. Projecto Informático do 5º ano. Informática de Gestão Grupo 2 Projecto Informático do 5º ano Informática de Gestão Índice Índice ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO 2 MISSÃO 3 OBJECTIVOS 4 AMBIENTE DE EXPLORAÇÃO 5 Software 5 Hardware 6 POLÍTICA DE HISTÓRICOS 7 POLÍTICA DE

Leia mais

Caracterização. Curso de formação de Línguas Estrangeiras para Fins Específicos. (Francês / Inglês / Alemão / Espanhol / Português p/ Estrangeiros)

Caracterização. Curso de formação de Línguas Estrangeiras para Fins Específicos. (Francês / Inglês / Alemão / Espanhol / Português p/ Estrangeiros) CLEA Curso de Línguas Estrangeiras Aplicadas Pedro Reis _ Janeiro 2005 Caracterização Curso de formação de Línguas Estrangeiras para Fins Específicos (Francês / Inglês / Alemão / Espanhol / Português p/

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO DE E-TUTOR e-learning. Público-Alvo

CURSO DE FORMAÇÃO DE E-TUTOR e-learning. Público-Alvo CURSO DE FORMAÇÃO DE E-TUTOR e-learning Público-Alvo Profissionais que pretendam adquirir competências de base para monitorizar formação na modalidade e-learning ou b-learning que sejam possuidores do

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO. Introdução

GUIA PEDAGÓGICO. Introdução GUIA PEDAGÓGICO Introdução O objectivo deste documento é ser um condutor para os formandos que frequentam os cursos em elearning ministrados através da plataforma NetForma. Os cursos serão sempre orientados

Leia mais

CURSO CEAD COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E ANÁLISE DE DADOS. e learning. Uma parceria entre:

CURSO CEAD COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E ANÁLISE DE DADOS. e learning. Uma parceria entre: CURSO CEAD COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E ANÁLISE DE DADOS e learning Uma parceria entre: Curso CEAD - Comunicação Empresarial e Análise de Dados NECESSITA DE PREPARAR PROPOSTAS, RELATÓRIOS OU OUTRAS COMUNICAÇÕES

Leia mais

ANA LÚCIA DE OLIVEIRA BARRETO

ANA LÚCIA DE OLIVEIRA BARRETO COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO GUIA BÁSICO DE UTILIZAÇÃO DA REDE COLABORATIVA Construçãoo de Saberes no Ensino Médio ANA LÚCIA DE OLIVEIRA BARRETO CMRJ - 2010 2 LISTA DE FIGURAS Figura 01: Exemplo de

Leia mais

Cursos de e-learning da Academia Portuguesa de Seguros

Cursos de e-learning da Academia Portuguesa de Seguros Cursos de e-learning da Academia Portuguesa de Seguros Guia de Apresentação do Curso de Qualificação de Agentes, Corretores de Seguros ou Mediadores de Resseguros Guia de Apresentação do Curso Versão 1.0

Leia mais

Manual do Utilizador Aluno

Manual do Utilizador Aluno Manual do Utilizador Aluno Escola Virtual Morada: Rua da Restauração, 365 4099-023 Porto PORTUGAL Serviço de Apoio ao Cliente: Telefone: (+351) 707 50 52 02 Fax: (+351) 22 608 83 65 Serviço Comercial:

Leia mais

PÁGINAS WEB. António Ginja Carmo

PÁGINAS WEB. António Ginja Carmo PÁGINAS WEB António Ginja Carmo Índice 1 - Titulo 2 2 Enquadramento 2 3 - Descrição 3 4 - Objectivos 3 5 Público-Alvo 3 6 - Conteúdos 4 7 - Calendário das Actividades 5 8 - Estratégias Pedagógicas 8 9

Leia mais

EDUCAÇÃO EXECUTIVA PARA O MERCADO FINANCEIRO MAIO / 2005 108-TC-B4

EDUCAÇÃO EXECUTIVA PARA O MERCADO FINANCEIRO MAIO / 2005 108-TC-B4 1 EDUCAÇÃO EXECUTIVA PARA O MERCADO FINANCEIRO MAIO / 2005 108-TC-B4 NADINE WASSMER TREINA E-LEARNING treina@treina.com.br ROSANA GOMES CONTEÚDOS E HABILIDADES EDUCAÇÃO CORPORATIVA DESCRIÇÃO DE PROJETO

Leia mais

Introdução ao e-learning

Introdução ao e-learning Introdução ao e-learning Francisco Restivo FEUP/IDIT fjr@fe.up.pt Guião Ser um e-aprendente competente Trabalho de casa: pensar num curso Ser um desenhador de cursos competente Trabalho de casa: desenhar

Leia mais

CURSO: CONCEITOS DE FORMAÇÃO PRESENCIAL, ONLINE E MISTA

CURSO: CONCEITOS DE FORMAÇÃO PRESENCIAL, ONLINE E MISTA CURSO: CONCEITOS DE FORMAÇÃO PRESENCIAL, ONLINE E MISTA RESUMO Com este curso pretende-se a familiarização dos formandos com os principais conceitos que envolvem os processos formativos presenciais, online

Leia mais

CURSO. Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho para Gestores

CURSO. Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho para Gestores CURSO Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho para Gestores O Projecto ReQual visou promover a adaptabilidade e a formação ao longo da vida de activos com baixos níveis de qualificação. Visou ainda consolidar

Leia mais

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011 Plano [1] Guia de Acesso à Formação Online 2011 [2] ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Metodologia Formativa...4 3. Actividades...4 4. Apoio e Acompanhamento do Curso...5 5. Avaliação...6 6. Apresentação

Leia mais

Público Alvo: Investimento. Disciplinas: Profissionais graduados, que lidam ou estejam interessados em atuar com gestão e marketing de serviços.

Público Alvo: Investimento. Disciplinas: Profissionais graduados, que lidam ou estejam interessados em atuar com gestão e marketing de serviços. A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Docentes e Tutores EaD

Docentes e Tutores EaD Formação de Docentes e Tutores EaD ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria Índice Porquê esta Formação 3 Objetivos 4 Como vamos trabalhar 5 Conteúdo programático 6 Destinatários

Leia mais

Formação Contínua de Formadores

Formação Contínua de Formadores Programa Conjunto: Mais e Melhores empregos nas Províncias de Cabo Delgado e Nampula Formação Contínua de Formadores Formação Contínua de Formadores do INEFP Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional,

Leia mais

Autor Equipe do moodlebrasil.net Copyright Creative Commons Edição Setembro 2008. Guia do Aluno Online. Abril 2008 2

Autor Equipe do moodlebrasil.net Copyright Creative Commons Edição Setembro 2008. Guia do Aluno Online. Abril 2008 2 Guia do aluno Título Autor Equipe do moodlebrasil.net Copyright Creative Commons Edição Setembro 2008 Abril 2008 2 Índice 1. Introdução... 4 2. Metodologia... 4 3. Aulas online... 5 4. A avaliação... 5

Leia mais

http://www.formare.pt/eb3svn

http://www.formare.pt/eb3svn INSCRIÇÕES NO ENSINO RECORRENTE MEDIATIZADO (PELA INTERNET) MANUAL DE PROCEDIMENTOS Um aluno para se matricular no Ensino Recorrente Mediatizado pode fazê-lo directamente nos Serviços da Administração

Leia mais

GRELHA PARA A CARACTERIZAÇÃO DE RTP. AEBJC Associação para o Ensino Bento de Jesus Caraça

GRELHA PARA A CARACTERIZAÇÃO DE RTP. AEBJC Associação para o Ensino Bento de Jesus Caraça GRELHA PARA A CARACTERIZAÇÃO DE RTP Entidade interlocutora: Identificação do Projecto AEBJC Associação para o Ensino Bento de Jesus Caraça Nº do projecto: 2001/EQUAL/A2/AD/139 Designação do projecto: Área

Leia mais

Apresentação dos recursos Web da EASR

Apresentação dos recursos Web da EASR Apresentação dos recursos Web da EASR A Equipa TIC Setembro 2009 Introdução Este pequeno manual destina-se a dar a conhecer à comunidade da Escola Artística de Soares dos Reis (EASR) o seu Sistema de Informação

Leia mais

E-LEARNING. Como estudar e tirar melhor proveito

E-LEARNING. Como estudar e tirar melhor proveito E-LEARNING Como estudar e tirar melhor proveito TEXTO Núcleo Pedagógico do IFBM CONCEPÇÃO GRÁFICA Secção de Informática do IFBM ADAPTAÇÃO E ARRANJO GRÁFICO Luís Tenório CAPA António Sopa IMPRESSÃO E ACABAMENTO

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Índice. Enquadramento do curso 3 Estrutura Programática 4. Primeiros passos com o e-best Learning 6. Actividades e Recursos 11

Índice. Enquadramento do curso 3 Estrutura Programática 4. Primeiros passos com o e-best Learning 6. Actividades e Recursos 11 Índice Parte 1 - Introdução 2 Enquadramento do curso 3 Estrutura Programática 4 Parte 2 Desenvolvimento 5 Primeiros passos com o e-best Learning 6 Como aceder à plataforma e-best Learning?... 6 Depois

Leia mais

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE Objectivos gerais do módulo No final do módulo, deverá estar apto a: Definir o conceito de Help Desk; Identificar os diferentes tipos de Help Desk; Diagnosticar

Leia mais

Guia de Curso. Licenciatura em Línguas, Literaturas e Culturas Variante de Línguas Estrangeiras. 1º Ciclo 2012-13

Guia de Curso. Licenciatura em Línguas, Literaturas e Culturas Variante de Línguas Estrangeiras. 1º Ciclo 2012-13 Licenciatura em Línguas, Literaturas e Culturas Variante de Línguas Estrangeiras 1º Ciclo 2012-13 Nota importante: Este curso será suspenso a partir do ano letivo de 2013-14, sendo este ano letivo o seu

Leia mais

Realizador por: Prof. José Santos

Realizador por: Prof. José Santos Realizador por: Prof. José Santos Objectivo Este guia tem como objectivo fornecer aos Encarregados de Educação uma breve explicação sobre o funcionamento da Plataforma de Aprendizagem Moodle do Colégio

Leia mais

Aprend.e Sistema integrado de formação e aprendizagem

Aprend.e Sistema integrado de formação e aprendizagem Aprend.e Sistema integrado de formação e aprendizagem Pedro Beça 1, Miguel Oliveira 1 e A. Manuel de Oliveira Duarte 2 1 Escola Aveiro Norte, Universidade de Aveiro 2 Escola Aveiro Norte, Departamento

Leia mais

Entrevista ao Engº José Carlos Ramos, Director de Franchising da Explicolândia Centros de Estudo

Entrevista ao Engº José Carlos Ramos, Director de Franchising da Explicolândia Centros de Estudo Entrevista ao Engº José Carlos Ramos, Director de Franchising da Explicolândia Centros de Estudo Criada em Setembro de 2005 em Sacavém, a Explicolândia Centros de Estudo tem sido ao longo dos anos, uma

Leia mais

Regulamento de frequência da UFP-UV na modalidade pedagógica de ensino à distância (ED) Artigo 1º (Condições de candidatura)

Regulamento de frequência da UFP-UV na modalidade pedagógica de ensino à distância (ED) Artigo 1º (Condições de candidatura) Artigo 1º (Condições de candidatura) 1. As condições de candidatura ao acesso e ao ingresso num curso leccionado na UFP-UV, são iguais às que se aplicam aos candidatos a um curso frequentado na modalidade

Leia mais

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA Acção de formação Módulo, curso, curso livre, curso multidisciplinar ou seminário realizado no âmbito da Educação Contínua ou da Aprendizagem

Leia mais

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Participamos num processo acelerado de transformações sociais, políticas e tecnológicas que alteram radicalmente o contexto e as

Leia mais

Modelos educacionais e comunidades de aprendizagem

Modelos educacionais e comunidades de aprendizagem Modelos educacionais e comunidades de aprendizagem Temos literatura abundante sobre comunidades de aprendizagem, sobre a aprendizagem em rede, principalmente na aprendizagem informal. A sociedade conectada

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTUDOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA

REGULAMENTO DE ESTUDOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA NORMAS REGULAMENTARES De acordo com o estipulado pelos artigos 14.º e 26.º do Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho REGULAMENTO DE ESTUDOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA Regulamento n.º 487/2010,

Leia mais

Docentes e Tutores EaD

Docentes e Tutores EaD Formação de Docentes e Tutores EaD ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria Índice Porquê esta Formação 3 Objetivos 4 Como vamos trabalhar 5 Conteúdo programático 6 Destinatários

Leia mais

Planificação Anual. Planificação de Médio Prazo (1.º Período) Tecnologias da Informação e Comunicação. 9º Ano

Planificação Anual. Planificação de Médio Prazo (1.º Período) Tecnologias da Informação e Comunicação. 9º Ano Escola Básica do 2º e 3º Ciclos João Afonso de Aveiro Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Secção de Informática Planificação Anual (1.º Período) Ano lectivo 2010/2011 Tecnologias da Informação

Leia mais

Quando a ciência médica entra nas empresas! 23 e 24 de Novembro de 2012 Porto

Quando a ciência médica entra nas empresas! 23 e 24 de Novembro de 2012 Porto ! Quando a ciência médica entra nas empresas! 23 e 24 de Novembro de 2012 Porto A PsicoSoma é uma empresa, que apesar de muito trabalho desenvolvido e alguns anos com experiência de mercado, têm um espírito

Leia mais

EMPRESAS VIRTUAIS. Autor: Pedro Miguel da Silva Fernandes. PDF processed with CutePDF evaluation edition www.cutepdf.com. Pág.

EMPRESAS VIRTUAIS. Autor: Pedro Miguel da Silva Fernandes. PDF processed with CutePDF evaluation edition www.cutepdf.com. Pág. EMPRESAS VIRTUAIS Autor: Pedro Miguel da Silva Fernandes Pág. 1 (de 5) PDF processed with CutePDF evaluation edition www.cutepdf.com EMPRESAS VIRTUAIS Actualmente, vivemos numa época de grandes mudanças

Leia mais

e-learning manuais de iniciação moodle@fctunl a primeira vez no moodle

e-learning manuais de iniciação moodle@fctunl a primeira vez no moodle e-learning manuais de iniciação moodle@fctunl a primeira vez no moodle 00. índice 01. Apresentação ao Moodle@FCTUNL a. Bem vindos! 02. Entrar no Moodle a. Primeira página do Moodle. b. Como entrar no Moodle@FCTUNL?

Leia mais

Relatório Final de Avaliação. Acção n.º 8A/2010. Quadros Interactivos Multimédia no Ensino/ Aprendizagem das Línguas Estrangeiras Francês/Inglês

Relatório Final de Avaliação. Acção n.º 8A/2010. Quadros Interactivos Multimédia no Ensino/ Aprendizagem das Línguas Estrangeiras Francês/Inglês Centro de Formação de Escolas dos Concelhos de Benavente, Coruche e Salvaterra de Magos Relatório Final de Avaliação Acção n.º 8A/2010 Quadros Interactivos Multimédia no Ensino/ Aprendizagem das Línguas

Leia mais

A IMPLEMENTAÇÃO DO ENSINO A DISTÂNCIA (EAD) NA EPS. I A metodologia do EaD Antecedentes e Características. SAj ADMIL Braga Fernandes

A IMPLEMENTAÇÃO DO ENSINO A DISTÂNCIA (EAD) NA EPS. I A metodologia do EaD Antecedentes e Características. SAj ADMIL Braga Fernandes A IMPLEMENTAÇÃO DO ENSINO A DISTÂNCIA (EAD) NA EPS SAj ADMIL Braga Fernandes I A metodologia do EaD Antecedentes e Características Resenha e evolução histórica do EaD Ao contrário do que vulgarmente se

Leia mais

Plataforma e.megaexpansao.com Guia do e-formando

Plataforma e.megaexpansao.com Guia do e-formando Plataforma e.megaexpansao.com Guia do e-formando Enquadramento O presente curso apresenta-se na forma de organização de e-learning, não existindo sessões presenciais ou horários específicos. É proposto

Leia mais

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF)

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) Maio de 2007 Maria Rachel Barbosa Fundação Trompovsky (Apoio ao NEAD CENTRAN) rachel@centran.eb.br Vanessa Maria

Leia mais

O MUNDO MUDOU. #fato

O MUNDO MUDOU. #fato DO GIZ AO BYTE O MUNDO MUDOU #fato Sociedade da Informação Informação como recurso estratégico Uso intensivo das TIC Interação digital Diversas formas de fazer as mesmas, ou novas coisas Qual é a sua?

Leia mais

2. Ensino a distância

2. Ensino a distância Na bibliografia consultada temos encontrado diferentes terminologias para referirem o que chamamos vulgarmente de Ensino a Distância (EaD), embora nem sempre a ideia seja exactamente a mesma. Neste capítulo

Leia mais

Manual de Utilização MU003-1.0/2013 ISPADIGITAL/e-Campus(Perfil utilizador - Estudante)

Manual de Utilização MU003-1.0/2013 ISPADIGITAL/e-Campus(Perfil utilizador - Estudante) Manual de Utilização MU003-1.0/2013 ISPADIGITAL/e-Campus(Perfil utilizador - Estudante) 1. Introdução I 2. Primeiros passos I 3. Unidade Curricular I 4. Recursos e atividades O e-campus do ISPA - Instituto

Leia mais

FORMAÇÃO SÓLIDA E BENEFÍCIOS PARA VOCÊ

FORMAÇÃO SÓLIDA E BENEFÍCIOS PARA VOCÊ A FUNCEX E O ENSINO A DISTÂNCIA Milhões de pessoas aderiram ao Ensino a Distância no Brasil, e a Funcex, acompanhando esta tendência, desenvolveu sua plataforma de ensino para disponibilizar os treinamentos

Leia mais

Centro e-learning da TecMinho

Centro e-learning da TecMinho Centro e-learning da TecMinho Dias A 1, Fernandes D 1 1 TecMinho/Gabinete de Formação Continua da Universidade do Minho, Guimarães, Portugal Resumo. A TecMinho/Gabinete de Formação Contínua da Universidade

Leia mais

As Potencialidades Pedagógicas do E/B-Learning. Mafalda Isaac & Hugo Leitão

As Potencialidades Pedagógicas do E/B-Learning. Mafalda Isaac & Hugo Leitão As Potencialidades Pedagógicas do E/B-Learning Mafalda Isaac & Hugo Leitão SUMÁRIO 1. WEB S 2. MODELOS PEDAGÓGICOS 3. EXPLORAÇÃO DA PLATAFORMA VIRTUAL LEARNING CENTER (VLC) 2 FORMAÇÃO A DISTÂNCIA B-LEARNING

Leia mais

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça 1 O Instituto COPPEAD: O Instituto COPPEAD oferece o curso de especialização

Leia mais

Conhecimentos essenciais na utilização de software PRIMAVERA Guia do curso

Conhecimentos essenciais na utilização de software PRIMAVERA Guia do curso Conhecimentos essenciais na utilização de software PRIMAVERA Guia do curso Pág. 1 Índice Índice... 2 Dados Gerais da formação... 3 Objetivos da formação... 3 Estrutura e desenvolvimento da formação...

Leia mais

YTV. Porque o mundo evoluiu. YCommerceTV. Plataforma de Desenvolvimento de Televisoes online

YTV. Porque o mundo evoluiu. YCommerceTV. Plataforma de Desenvolvimento de Televisoes online YTV YCommerceTV Plataforma de Desenvolvimento de Televisoes online Porque o mundo evoluiu. O Projecto A empresa PARTTEAM foi fundada em 2000 e é uma empresa global de soluções web e multimédia. Em 2001

Leia mais

Grupo Alumni. CMTrain - Associação

Grupo Alumni. CMTrain - Associação CMTrain - Formação para metrologia por coordenadas Quando se trata de desenvolver e produzir novos produtos, a metrologia por coordenadas é crucial. No entanto, só se consegue aproveitar o potencial da

Leia mais

Guia de Acesso à Formação Online Formando

Guia de Acesso à Formação Online Formando Guia de Acesso à Formação Online Formando Copyright 2008 CTOC / NOVABASE ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Metodologia Formativa...4 3. Actividades...5 4. Apoio e Acompanhamento do Curso...6 5. Avaliação...7

Leia mais

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO MÓDULO II UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO MÓDULO II UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO MÓDULO II UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE MÓDULO II - UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE Projecto: Kit elearning, SAF/ Novabase, S.A. Equipa

Leia mais

Elementos Centrais da Metodologia

Elementos Centrais da Metodologia Elementos Centrais da Metodologia Apostila Virtual A primeira atividade que sugerimos é a leitura da Apostila, que tem como objetivo transmitir o conceito essencial de cada conteúdo e oferecer caminhos

Leia mais

Uma Questão de Atitude...

Uma Questão de Atitude... Uma Questão de Atitude... Catálogo de Formação 2014 1 Introdução 3 Soluções de Formação 3 Áreas de Formação 4 Desenvolvimento Pessoal 5 Comercial 12 Secretariado e Trabalho Administrativo 15 Indústrias

Leia mais

RELATÓRIO-SÍNTESE DE AVALIAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DAS UNIDADES CURRICULARES

RELATÓRIO-SÍNTESE DE AVALIAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DAS UNIDADES CURRICULARES RELATÓRIO-SÍNTESE DE AVALIAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DAS UNIDADES CURRICULARES ANO LECTIVO 2011/2012 ÍNDICE 1. Introdução... 3 2. Avaliação do Funcionamento das Unidades Curriculares... 4 1º Semestre - Resultados

Leia mais

Estratégia de intervenção do QIMRAM no desenvolvimento de competências nos docentes da RAM

Estratégia de intervenção do QIMRAM no desenvolvimento de competências nos docentes da RAM Estratégia de intervenção do QIMRAM no desenvolvimento de competências nos docentes da RAM 1- Estabelecimentos de ensino integrados no projecto em anos lectivos transactos Os docentes colocados em estabelecimentos

Leia mais

Relatório Final de Avaliação. Acção n.º 8B/2010. Quadros Interactivos Multimédia no Ensino/ Aprendizagem das Línguas Estrangeiras Francês/Inglês

Relatório Final de Avaliação. Acção n.º 8B/2010. Quadros Interactivos Multimédia no Ensino/ Aprendizagem das Línguas Estrangeiras Francês/Inglês Centro de Formação de Escolas dos Concelhos de Benavente, Coruche e Salvaterra de Magos Relatório Final de Avaliação Acção n.º 8B/2010 Quadros Interactivos Multimédia no Ensino/ Aprendizagem das Línguas

Leia mais

ferramentas e funcionalidades básicas

ferramentas e funcionalidades básicas ferramentas e funcionalidades básicas MOODLE - Tipos de Actividades Núcleo Minerva da Universidade de Évora Referendo A actividade Referendo permite ao professor fazer, por exemplo, uma sondagem de opinião

Leia mais

FORMAÇÃO EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS NOS SECTORES HOTELEIRO E TURÍSTICO (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Março/Abril 2004)

FORMAÇÃO EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS NOS SECTORES HOTELEIRO E TURÍSTICO (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Março/Abril 2004) FORMAÇÃO EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS NOS SECTORES HOTELEIRO E TURÍSTICO (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Março/Abril 2004) por António Jorge Costa, Presidente do Instituto de Planeamento

Leia mais

O Recurso a Meios Digitais no Contexto do Ensino Superior. Um Estudo de Uso da Plataforma.

O Recurso a Meios Digitais no Contexto do Ensino Superior. Um Estudo de Uso da Plataforma. O Recurso a Meios Digitais no Contexto do Ensino Superior. Um Estudo de Uso da Plataforma. Universidade de Aveiro Mestrado em Gestão da Informação Christelle Soigné Palavras-chave Ensino superior. e-learning.

Leia mais

XI Mestrado em Gestão do Desporto

XI Mestrado em Gestão do Desporto 2 7 Recursos Humanos XI Mestrado em Gestão do Desporto Gestão das Organizações Desportivas Módulo de Gestão de Recursos Rui Claudino FEVEREIRO, 28 2 8 INDÍCE DOCUMENTO ORIENTADOR Âmbito Objectivos Organização

Leia mais

GUIA DE EDUCAÇÃO ONLINE

GUIA DE EDUCAÇÃO ONLINE GUIA DE EDUCAÇÃO ONLINE GUIA DE EDUCAÇÃO ONLINE IPAM - Aveiro ENQUADRAMENTO O presente modelo de ensino a distância (EaD) foi elaborado para a formação graduada e pós-graduada do IPAM Aveiro. O facto de

Leia mais

Elementos Centrais da Metodologia

Elementos Centrais da Metodologia Elementos Centrais da Metodologia Apostila Virtual A primeira atividade que sugerimos é a leitura da Apostila, que tem como objetivo transmitir o conceito essencial de cada conteúdo e oferecer caminhos

Leia mais

e-learning: Outro espaço para ensinar e aprender

e-learning: Outro espaço para ensinar e aprender e-learning: Outro espaço para ensinar e aprender João Torres, Miguel Figueiredo e Rosário Rodrigues Centro de Competência Nónio Séc. XXI da ESE de Setúbal 26 de Abril de 2005 1 2 3 4 5 24 Objectivos Debater

Leia mais

Comportamento Humano: Liderança, Motivação e Gestão do Desempenho

Comportamento Humano: Liderança, Motivação e Gestão do Desempenho A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA Guia rápido A PLATAFORMA MOODLE Moodle (Modular Object Oriented Distance LEarning) é um Sistema para Gerenciamento de Cursos (SGC). Trata-se de um programa para computador

Leia mais

Curso de Especialização em Saúde da Família

Curso de Especialização em Saúde da Família MÓDULO: FAMILIARIZAÇÃO TECNOLÓGICA COM EAD UNIDADE 03 DOCÊNCIA E TUTORIA NA EAD Prof. Msc Rômulo Martins 2.1 Introdução A Educação a Distância, por meio dos inúmeros recursos didáticos e tecnológicos,

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ITLEARNING V2.0

MANUAL DO USUÁRIO ITLEARNING V2.0 MANUAL DO USUÁRIO ITLEARNING V2.0 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 OBJETIVO... 4 ACESSO DO ALUNO... 4 SAV (SALA DE AULA VIRTUAL)... 5 CURSOS DISPONÍVEIS... 6 MEUS CURSOS... 8 TUTORIA... 13 WEBMEETING... 15 MENSAGENS...

Leia mais

Guião de utilização da plataforma moodle para Professor

Guião de utilização da plataforma moodle para Professor Guião de utilização da plataforma moodle para Professor http://elearning.up.ac.mz http://www.ceadup.edu.mz E-mail: up.cead@gmail.com info@ceadup.edu.mz Maputo, 2013 Introdução Há alguns anos atrás, para

Leia mais

NanowareCyber: Nosso negócio é sua formação.

NanowareCyber: Nosso negócio é sua formação. NanowareCyber: Nosso negócio é sua formação. PLATAFORMA AcademiaWeb Sistema de gerenciamento de escola virtual com gestão de conteúdo, transmissão de web-aula ao vivo e interação online com os participantes.

Leia mais

Ensino profissional celebra 20 anos com forte crescimento de alunos e cursos

Ensino profissional celebra 20 anos com forte crescimento de alunos e cursos Ensino profissional celebra 20 anos com forte crescimento de alunos e cursos * Total de alunos mais do que triplica o de há 10 anos e atinge 91 mil; peso das escolas secundárias públicas passa de zero

Leia mais

O curso de italiano on-line: apresentação

O curso de italiano on-line: apresentação O curso de italiano on-line: apresentação Índice Porque um curso de língua on-line 1. Os cursos de língua italiana ICoNLingua 2. Como é organizado o curso 2.1. Estrutura geral do curso 2.2. Andamento e

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO 2º TRIMESTRE 2014

PLANO DE FORMAÇÃO 2º TRIMESTRE 2014 AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA O seu conhecimento em primeiro lugar! AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA INTRODUÇÃO No primeiro trimestre a Agência para a Modernização Administrativa

Leia mais

Duvidas administrativas dos cursos da EAD Metodista:

Duvidas administrativas dos cursos da EAD Metodista: Duvidas administrativas dos cursos da EAD Metodista: A metodista é credenciada pelo MEC para o oferecimento de cursos a distância? Sim. A Universidade Metodista de São Paulo recebeu o credenciamento do

Leia mais

Apresentação da Plataforma

Apresentação da Plataforma Apresentação da Plataforma por Luís Miguel Ricardo 282 I - Generalidades Inaugurada no ano de 2009, a modalidade elearning concebida pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional, utiliza a plataforma

Leia mais

Caracterização dos cursos de licenciatura

Caracterização dos cursos de licenciatura Caracterização dos cursos de licenciatura 1. Identificação do ciclo de estudos em funcionamento Os cursos de 1º ciclo actualmente em funcionamento de cuja reorganização resultam os novos cursos submetidos

Leia mais

Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais

Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais Curso de Formação 2011 Índice PROPOSTA FORMATIVA... 3 Introdução... 3 Objectivo geral... 3 Estrutura... 3 Metodologias... 3

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES DO PROFESSOR QUE PRATICA AULA A DISTÂNCIA MEDIADA PELO AVEA MOODLE

GUIA DE ORIENTAÇÕES DO PROFESSOR QUE PRATICA AULA A DISTÂNCIA MEDIADA PELO AVEA MOODLE CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRUSQUE UNIFEBE PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO PROAD PRÓ-REITORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO PROENG SETOR DE RECURSOS HUMANOS ASSESSORIA DE EaD GUIA DE ORIENTAÇÕES DO PROFESSOR QUE PRATICA

Leia mais

Módulo Presencial Síncrona Assíncrona TOTAL

Módulo Presencial Síncrona Assíncrona TOTAL REFRESCAMENTO DE PROFESSORES EM TIC NÍVEL 1 (125 horas) Objectivos gerais Este curso visa a aquisição de competências técnicas básicas no âmbito das aplicações informáticas de processamento de texto, folha

Leia mais

Plano de Promoção de Leitura no Agrupamento

Plano de Promoção de Leitura no Agrupamento AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO Plano de Promoção de Leitura no Agrupamento 1. Apresentação do plano 2. Objectivos gerais 3. Orientações 4. Objectivos específicos 5. Actividades 6. Avaliação 1

Leia mais

USO DA PLATAFORMA DE ENSINO A DISTÂNCIA WEBCT NUMA DISCIPLINA DE MESTRADO

USO DA PLATAFORMA DE ENSINO A DISTÂNCIA WEBCT NUMA DISCIPLINA DE MESTRADO BOTTENTUIT JUNIOR, João Batista; COUTINHO, Clara (2007) Uso da Plataforma de Ensino a Distância Webct numa Disciplina de Mestrado. In: IX Congresso da Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação (IX SPCE).

Leia mais

Módulo 5: Trabalho de Aplicação Pedagógica (TAP)

Módulo 5: Trabalho de Aplicação Pedagógica (TAP) Módulo 5: Trabalho de Aplicação Pedagógica (TAP) Objectivos gerais 1. Preparar, desenvolver e avaliar sessões de formação realizadas em EFAD; 2. Identificar os aspectos pedagógicos considerados mais importantes

Leia mais

Se você é pedagogo ou treinador de negócios provavelmente já ouviu falar sobre...

Se você é pedagogo ou treinador de negócios provavelmente já ouviu falar sobre... Se você é pedagogo ou treinador de negócios provavelmente já ouviu falar sobre... Educação do século XXI Software Social e e-learning Talvez seja o momento certo de fazer algo na sua instituição educacional.

Leia mais

O Social pela Governança. Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Empreendedorismo

O Social pela Governança. Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Empreendedorismo O Social pela Governança Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Empreendedorismo 2 ÍNDICE EMPREENDEDORISMO... 3 OBJECTIVOS... 3 DESTINATÁRIOS... 4 CONDIÇÕES DE ACESSO E SELECÇÃO DOS CANDIDATOS...

Leia mais

Graça Eckhardt. Gestor de Actividades TIC na Educação

Graça Eckhardt. Gestor de Actividades TIC na Educação Graça Eckhardt Gestor de Actividades TIC na Educação Atenção! Aqui há GATO! O que é o GATo? A aplicação das Tecnologias de Informação e Comunicação ao contexto educativo passa pelo apetrechamento das escolas

Leia mais

Manual Operacional AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem)

Manual Operacional AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) Manual Operacional AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) ead.clinicajulioperes.com.br Sumário navegável Como acesso o ambiente?... Como assisto aos vídeos?... Como preencher meu perfil?...

Leia mais

Público Alvo: Critérios de admissão para o curso: Investimento:

Público Alvo: Critérios de admissão para o curso: Investimento: A Faculdade AIEC, mantida pela Associação Internacional de Educação Continuada AIEC, iniciou, em 2002, o curso de Bacharelado em Administração, na metodologia semipresencial. Foi pioneira e até hoje é

Leia mais

JOGO ONLINE DE GESTÃO PARA ALUNOS DO ENSINO SECUNDÁRIO

JOGO ONLINE DE GESTÃO PARA ALUNOS DO ENSINO SECUNDÁRIO JOGO ONLINE DE GESTÃO PARA ALUNOS DO ENSINO SECUNDÁRIO Junior Business Challenge by IPAM O IPAM The Marketing School é uma Instituição de Ensino Superior, especializada e líder, na formação de profissionais

Leia mais

Helpdesk - Um Mensageiro Escolar

Helpdesk - Um Mensageiro Escolar Helpdesk - Um Mensageiro Escolar Aquiles Boiça 1, João Paiva, 2 1 Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (Portugal), boica@prof2000.pt http://portal-escolar.com 2 Centro de Física Computacional

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

E F P D E G PALOP Eduardo Cruz

E F P D E G PALOP Eduardo Cruz E F P D E G PALOP Eduardo Cruz Formedia edcruz@formedia.pt 312 Experiências de formação presencial e à distância de empresários e gestores nos PALOP Desde 2001, a Formedia Instituto Europeu de Formação

Leia mais

Guia de Websites para a Administração Pública

Guia de Websites para a Administração Pública Guia de Websites para a Administração Pública Portugal precisa de um desafio de exigência e de conhecimento que nos eleve aos níveis de competência e de produtividade dos países mais desenvolvidos, de

Leia mais