TOUROS SIMENTAL Lote Nome RGN RGD Nasc. Pai Mãe Avô Materno CE PESO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TOUROS SIMENTAL Lote Nome RGN RGD Nasc. Pai Mãe Avô Materno CE PESO"

Transcrição

1

2 9º LEILÃO VIRTUAL touros simental casa branca 12 DE setembro - quinta-feira, 21 H - CANAL RURAL - genética sul-africana TOUROS SIMENTAL Lote Nome RGN RGD Nasc. Pai Mãe Avô Materno CE PESO 1 PWM MAGIC KAINO AS PWMM35 P /07/2010 PWM GRAND KAINO AS PWM IBOPE AS PWM EXCEL VASTI AS PWM MAKSOUD AS PWMM39 P /08/2010 PWM JOKERS AS PWM JODIE AB PWM ERBAINO AS PWM METEORITO AS PWMM59 P /09/2010 PWM EXCEL VASTI AS PWM ECSTASY KAROO AS DAN JACO BENZ PWM MIERCOLES AS PWMM67 P /09/2010 PWM JOKERS AS BECKER'S JANISA BAR 5 SA PIONA N PWM MUSSAMBE AB PWMM93 P /10/2010 PWM ERBAINO AS PWM FINLÂNDIA AB HAKBOS VUURSLAG PWM MR STALLONE AB PWMM96 P /10/2010 BAR 5 SA PIONEER 439L BOA VISTA DA AGRO TURIM DA AGRO PWM MR HADAU AS PWMM103 P /11/2010 PWM ERBAINO AS PWM FOX HADAU AS KYKSO HADAU PWM MALIBU AS PWMM116 P /12/2010 BAR 5 SA PIONEER 439L PWM GRISLAT AS CONGOSIM HEXVAS MCS PWM MONT BLANC AS PWMM118 P /12/2010 BAR 5 SA PIONEER 439L PWM FLEIN KAROO AS MONT-BEAU JULIUS PWM MIDWAY AS PWMM124 P /12/2010 BAR 5 SA PIONEER 439L PWM EKSENTRIEK KYKSO BALAN PWM MOVADO AS PWMM125 P /12/2010 BAR 5 SA PIONEER 439L PWM GRIFFE DE PARIS AS KYKSO KAINO PWM MAXELL AS PWMM127 P /12/2010 BAR 5 SA PIONEER 439L PWM GRIFFE DE PARIS AS KYKSO KAINO PWM NAUTILUS AB PWMN44 P /04/2011 PWM JOKERS AS PWM LEDARA AB PWM FEDERAL MASSIE AS PWM NEXUS AS PWMN53 P /06/2011 PWM FEDERAL MASSIE AS BHR HESTIA M237E ERICO PRIMAL PWM NAVIGATOR AS PWMN54 P /06/2011 PWM EXCEL VASTI AS BHR KAMARIA SA M208E DAN JACO BENZ PWM NOSTRADAMUS AS PWMN55 P /07/2011 PWM IMPORT AS PWM LUA DOURADA AS PWM INTIMATE AS PWM NAVAJO AS PWMN59 P /08/2011 PWM ERBAINO AS PWM LOVE POTION AS PWM GUINNESS AS PWM NEWCASTLLE AS PWMN60 P /08/2011 PWM IMPORT AS PWM LAMBADA AS PWM FEDERAL MASSIE AS PWM NAIPE AS PWMN61 P /08/2011 PWM IMPORT AS PWM EXTRA SUSI AS BAR 5 SA PIONEER 439L PWM NANJI AS PWMN62 P /08/2011 PWM ERBAINO AS PWM LADY ERKENA AS PWM FEDERAL MASSIE AS LGPM NEORAMA LGPMN03 P A 29/08/2011 PWM JANUS AS LPM FINABANK BAR 5 SA PIONEER 439L PWM NHERO AB PWMN83 P /09/2011 PWM INFINITO AS BECKER'S DÁLIA BAR 5 KALGERY 402J PWM NEOGRECO AB PWMN84 P /09/2011 PWM GRAND KAINO AS JUSTICE ALAMBARY TE BAR 5 SA PIONEER 439L LGPM NORWEIGIAN LGPMN05 P /09/2011 PWM IMPORT AS ÁGATA DA SANTA ANDRÉA ZEUTELO PWM NOBRE AS PWMN87 P /09/2011 PWM ERHAN AS PWM GARDENIA AS CONGOSIM HEXVAS MCS LGPM NAUTILUS LGPMN06 P /09/2011 PWM IMPORT AS LPM JADE PWM EMIRITAAL AS LGPM NASSAU LGPMN07 P /09/2011 PWM IMPORT AS PWM GAMBIRT AS BAR 5 SA MR POWERFUL 422M PWM NORTHERN LITE AS PWMN93 P /09/2011 BAR 5 SA PIONEER 439L PWM GRISLAT AS CONGOSIM HEXVAS MCS PWM NOCAUTE AS PWMN98 P /09/2011 BAR 5 SA PIONEER 439L PWM ERKAINA AS KYKSO KAINO PWM NORWAY AS PWMN104 P /09/2011 PWM JOKERS AS PWM JISLAT AS PWM ERBAINO AS PWM NOVIS AS PWMN106 P /09/2011 PWM JOKERS AS PWM JUDY KAROO AS PWM ERHAN AS PWM NICKEL AS PWMN108 P /09/2011 PWM IMPORT AS PWM IMPERATRIZ VASTI AS CONCOSIM BERBEL MCS PWM NEWPORT AS PWMN109 P /09/2011 PWM IMPORT AS PWM INETTE AS MONT-BEAU JUNIOR PWM NORTH VEGAS AS PWMN111 P /09/2011 PWM ERBAINO AS PWM LUCKY GIRL AS BAR 5 SA HERO 823M PWM NOBRE VASTI AS PWMN113 P /09/2011 BAR 5 SA PIONEER 439L PWM ERKENA VASTI AS MONT-BEAU JUNIOR RGN: Número de Registro Nascimento RGD: Número do Registro Definitivo PO CE: Circunferência escrotal em cm

3 TOUROS SIMENTAL Lote Nome RGN RGD Nasc. Pai Mãe Avô Materno CE PESO 36 LGPM NILO LGPMN08 P /09/2011 PWM INFINITO AS LPM JEANNIE PWM ERHAN AS PWM NOGALES AS PWMN128 P /10/2011 BAR 5 SA PIONEER 439L PWM FOUR SEASONS AS KYKSO HAPED PWM NEGATRAZ AS PWMN143 P /10/2011 PWM EXCEL VASTI AS PWM FLASH GIRL AS BAR 5 SA PIONEER 439L PWM NEGATIW AS PWMN147 P /10/2011 BHR SIR ANDI SA L538E PWM FACE HERO AS BAR 5 SA HERO 823M PWM NIXIE AS PWMN155 P /11/2011 PWM ERHAN AS DIXIE DA AGRO BAR 5 SA PIONEER 439L PWM NORTH PIONEER AS PWMN161 P /11/2011 BAR 5 SA PIONEER 439L PWM IBRUZA AS CONGOSIM HEXVAS MCS PWM NEBBALIE AS PWMN165 P /11/2011 PWM IMPORT AS PWM EBBALIE AS BULK EN BRUL KALLIE PWM NEPTUNIS AS PWMN170 P /12/2011 LEEUPOORT BRITS WISP-WILL ROSIE 10 WISP-WILL MANDRAKE 4TH PWM JOLLY KING AS PWMJ158 P /10/2008 BAR 5 SA PIONEER 439L PWM EDINA AS BULK EN BRUL KALLIE FÊMEAS SIMENTAL Lote Nome RGN RGD Nasc. Pai Mãe Avô Materno 45 PWM OPUS ROSE AS PWMO13 P /04/2012 BAR 5 SA EVOLUTION 418S PWM MADONA AS BAR 5 SA HERO 823M 46 PWM OPERA AS PWMO49 P /08/2012 PWM EXCEL VASTI AS PWM GATEWAY AS KYKSO KAINO 47 PWM OBELATRIZ AS PWMO75-18/09/2012 PWM MIG AS PWM LUXURIA AS PWM ERBAINO AS 48 PWM OPUS FLOWER AS PWMO65-08/09/2012 PWM JANUS AS BECKER`S IMBUIA BAR 5 SA PIONEER 439L 49 PWM ODISSEY AS PWMO29 P /08/2012 PWM JANUS AS BIBA DA ILHA VERDE ZALUAR DA ILHA VERDE 50 LGPM ONE MORE DREAM LGPMO04 P /09/2012 PWM JANUS AS LPM FINABANK BAR 5 SA PIONEER 439L 51 PWM OKANJA AS PWMO81 P /09/2012 BAR 5 SA PIONEER 439L PWM GOOD CHOICE AS DORSIM MASSIE 52 PWM OLARA AS PWMO44 P /08/2012 PWM JANUS AS PWM LARA AS PWM INTIMATE AS 53 LGPM NUANCE LGPMN10 P /11/2011 PWM IMPORT AS LPM JAMAICA BAR 5 SA MR POWERFUL 422M 54 PWM ORIGINAL LADY AS PWMO116-01/12/2012 BHR DUSTIN SA P762E BHR LADY DARIA SA P247E BHR THREE SIXES SA E666L 55 PWM OUSADYA AS PWMO117-01/12/2012 BHR SIR ANDI SA L538E BHR LADY DARIA SA P247E BHR THREE SIXES SA E666L PWM ORBITA AB PWMO02 P /01/2012 PWM ERBAINO AS DARABE DA AGRO BAR 5 SA PIONEER 439L PWM NESPERA AB PWMN140 P /10/2011 PWM ERHAN AS PWM JALDAK AB BAR 5 SA MR POWERFUL 422M PWM NASA AS PWMN150 P /11/2011 BAR 5 SA PIONEER 439L PWM EKSTASE VASTI AS MONT-BEAU JUNIOR PWM NOVA FIONA AS PWMN137 P /10/2011 BAR 5 SA PIONEER 439L BAR 5 SA MISS FIONA 427L HAKBOS VUURSLAG PWM OGERHA AS PWMO79-24/09/2012 PWM MIG AS PWM JAZELLE AS PWM GUINNESS AS PWM OLANA AB PWMO85 P /10/2012 BAR 5 P SA EXPERT 826M PWM LANCEFILD AB PWM EXCEL VASTI AS PWM OCASIAO AB PWMO55 P /09/2012 PWM INTERLAGOS AS PWM CAPITÚ ANCHOR T METRO 4E PWM ORGULHOSA AB PWMO70 P /09/2012 BAR 5 SA PRAFEKT JERBA ALAMBARY TE PWM ERBAINO AS PWM OFFSET AS PWMO43 P /08/2012 PWM EXCEL VASTI AS PWM GATEWAY AS KYKSO KAINO PWM OLIMPYA AS PWMO90-24/10/2012 PWM IMPORT AS PWM GOLDEN VASTI AS CONGOSIM BERBEL MCS02-87 PWM OMANDRAN AS PWMO62 P /09/2012 PWM IMPORT AS PWM EXMANDRAN AS KYKSO KALGER PWM OLLISA AS PWMO101-12/11/2012 PWM IMPORT AS BAR 5 SA MISS FIONA 427L HAKBOS VUURSLAG PWM ORANYA AS PWMO103-13/11/2012 PWM FRONTIER AS PWM JERANYA AS PWM GRAND KAINO AS RGN: Número de Registro Nascimento RGD: Número do Registro Definitivo PO CE: Circunferência escrotal em cm

4 TOUROS ANGUS X SIMENTAL Lote RGN / RGD NASC. PAI MÃE AVÔ MATERNO CE PESO 62 PWMN41 11/04/2011 PWM GANESH (A) PWM IBIUNA (S) EL MACHO ALAMBARY PWMN11 14/03/2011 BAR 5 SA PIONEER 439L (S) AZUL 5917 D`ARTAGNAN G3730 (A) AGROMELU 1102 RON DYNAMO L TE PWMN37 01/04/2011 PWM GANESH (A) PWM GRAZI AS (S) CONGOSIM HEXVAS MCS PWMN18 24/03/2011 PWM GANESH (A) PWM FRACALANZA AS (S) GLOBAL MAGIC PWMN30 30/03/2011 PWM GANESH (A) PWM IMPORTANZA AS (S) CONGOSIM HEXVAS MCS PWMN14 23/03/2011 PWM GANESH (A) PWM GOOD CHOICE AS (S) DORSIM MASSIE PWMN27 27/03/2011 PWM GANESH (A) PWM ERHA AS (S) KYKSO KAINO PWMN16 24/03/2011 PWM GANESH (A) PWM EMOTION PIONEER AS (S) BAR 5 SA PIONEER 439L PWMN21 27/03/2011 PWM GANESH (A) PWM GITANAZA AS (S) KYKSO KAINO PWMN23 27/03/2011 PWM GANESH (A) PWM ENDLESS KAROO AS 4 (S) ERICO PRIMAL PWMN34 31/03/2011 PWM GANESH (A) PWM IKAINA AS (S) KYKSO KAINO PWMN33 30/03/2011 PWM GANESH (A) PWM IDEALE PIONEER AS (S) BAR 5 SA PIONEER 439L PWMN35 31/03/2011 PWM GANESH (A) PWM IRAMA AS (S) KYKSO KAINO PWMN31 30/03/2011 PWM GANESH (A) PWM FARLENE AB (S) BAR 5 SA PIONEER 439L PWMN36 01/04/2011 PWM GANESH (A) PWM FACE HERO AS (S) BAR 5 SA HERO 823M PWMN15 24/03/2011 PWM GANESH (A) PWM LADY AFRICA AS (S) BAR 5 SA PIONEER 439L PWMN29 30/03/2011 PWM GANESH (A) VAMBA DA SANTA ANDRÉA (S) ZEUTELO PWMN24 27/03/2011 PWM GANESH (A) PWM FINE CUP AS (S) DORSIM MASSIE PWMN39 03/04/2011 PWM GANESH (A) PWM ENDLESS DINA AS (S) JAHDAL INGO PWMN12 21/03/2011 PWM GANESH (A) PWM ELEGANT AS (S) KYKSO HAPED PWMN28 30/03/2011 PWM GANESH (A) PWM JAIMARANA AS (S) PWM DIOR AS PWMN19 25/03/2011 PWM GANESH (A) PWM JACAMIN AB (S) PWM ERBAINO AS PWMN20 27/03/2011 PWM GANESH (A) PWM EVIEHA AS (S) HURTIG PWMN40 08/04/2011 PWM GANESH (A) PWM LAIKA AS (S) BAR 5 SA GO JOE 412P PWMN25 27/03/2011 PWM GANESH (A) PWM FRENESI HERO AS (S) BAR 5 SA HERO 823M (A) Angus (S) Simental

5 Touros produtivos, férteis, precoces, e bem adaptados às condições tropicais do Brasil. Estas são as qualidades comprovadas dos reprodutores Simental sul-africanos da Casa Branca, perfeitamente indicados para uso na vacada a campo. Utilizar esses reprodutores para cobrir fêmeas zebuínas é a certeza de obtenção de altos índices de fertilidade, bezerros pesados ao desmame, com rápido crescimento, conformação e grandes volumes de cortes nobres no traseiro. É a segurança de investir certo e produzir mais e melhor com custos perfeitamente compatíveis à realidade do mercado. A diferença o pecuarista sente no bolso, seja na comercialização de maior quantidade de bezerros seja na venda de novilhos precoces mais pesados para o frigorífico. Além disso, essa genética fantástica que a Casa Branca disponibiliza pode gerar reprodutores rústicos, indicados para intensificar a qualidade do sangue Simental sul-africano no rebanho nacional. Os animais ofertados pela Casa Branca Agropastoril neste Leilão Virtual passaram por exame andrológico completo. todos animais apresentados sem tosquia FRETE E PAGAMENTO FACILITADOS cadastro antecipado: programa LEILÕES (43)

À VENDA CASA BRANCA AGROPASTORIL PWM LOVE POTION AS - 50% À VENDA P134272 15/08/2009. A menina dos olhos do nosso plantel!

À VENDA CASA BRANCA AGROPASTORIL PWM LOVE POTION AS - 50% À VENDA P134272 15/08/2009. A menina dos olhos do nosso plantel! PWM LOVE POTION AS - 50% À VENDA P134272 15/08/2009 PWM GUINNESS AS BAR 5 SA PIONEER 439L BHR SADIO SA L114E 11 A menina dos olhos do nosso plantel! PWM FALMAGGIE AS DORSIM MASSIE NIEMANDIA KALMAGGIE Essa

Leia mais

Regulamento e Condições Gerais do Leilão

Regulamento e Condições Gerais do Leilão Os participantes do leilão obrigam-se a acatar de forma definitiva e irrecorrível as disposições aqui consignadas, as quais são consideradas como conhecidas por todos, não podendo escusar-se de aceitá-las,

Leia mais

ACONTE. Touros CV. Integração Lavoura/Pecuária Página 7. informativo carlos viacava nº - 8 Junho 2013

ACONTE. Touros CV. Integração Lavoura/Pecuária Página 7. informativo carlos viacava nº - 8 Junho 2013 ACONTE informativo carlos viacava nº - 8 Junho 2013 Grupo de novilhas super precoces que estarão à venda no Leilão Nelore Mocho CV do dia 28 de julho em Paulínia, SP. Prenhes aos 12 a 14 meses. Leilões

Leia mais

PROGRAMA DE FOMENTO AO CRUZAMENTO ANGUS MANUAL

PROGRAMA DE FOMENTO AO CRUZAMENTO ANGUS MANUAL PROGRAMA DE FOMENTO AO CRUZAMENTO ANGUS MANUAL 1. A RAÇA ABERDEEN ANGUS Originária da Escócia, a raça foi selecionada em função de suas características superiores de precocidade, fertilidade, rusticidade,

Leia mais

Características dos Touros Senepol. Benefício ao Criador Invernista Confinador. Senepol SL

Características dos Touros Senepol. Benefício ao Criador Invernista Confinador. Senepol SL Senepol SL Programa SLde Melhoramento Estância Santa Luzia SENEPOL Benefícios dos Touros Senepol Santa Luzia Venda permanente Reprodutores & Doadoras Qualidade diferenciada a preço justo Na condução, Pedro

Leia mais

Projeto SIMGIR. 1 Introdução. 2 Escolha das Raças. 3 Parceria. 4 Produção. 5 Anexos: 5-1 Normas de Identificação de Animais. Receptoras.

Projeto SIMGIR. 1 Introdução. 2 Escolha das Raças. 3 Parceria. 4 Produção. 5 Anexos: 5-1 Normas de Identificação de Animais. Receptoras. Projeto SIMGIR 1 1 Introdução 2 Escolha das Raças 3 Parceria 4 Produção 5 Anexos: 5-1 Normas de Identificação de Animais Receptoras Bezerras F1 5-2 Calendário de Manejo 5-3 Projeto de Comercialização dos

Leia mais

MELHORAMENTO GENÉTICO DA PRECOCIDADE SEXUAL NA RAÇA NELORE

MELHORAMENTO GENÉTICO DA PRECOCIDADE SEXUAL NA RAÇA NELORE MELHORAMENTO GENÉTICO DA PRECOCIDADE SEXUAL NA RAÇA NELORE Fábio Dias 1 ; Joanir P. Eler 2 ; José Bento S. Ferraz 2 ; Josineudson A. II de V. Silva 3 1 Zootecnista, MSc. Agro Pecuária CFM Ltda, Av. Feliciano

Leia mais

primeiro índice de cruzamento industrial projetado para o brasil

primeiro índice de cruzamento industrial projetado para o brasil primeiro índice de cruzamento industrial projetado para o brasil o índice para guiar suas melhores decisões! O QUE É O BCBI? Desenvolvido com o suporte técnico do Geneticista Senior da L`Alliance Boviteq,

Leia mais

BOVINOS RAÇAS SINTÉTICAS

BOVINOS RAÇAS SINTÉTICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA LABORATÓRIO DE FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO BOVINOS RAÇAS SINTÉTICAS Disciplina: Exterior e raças Prof. Mauricio van Tilburg

Leia mais

Análise Técnica e Econômica de Sistemas de Produção de Bezerros

Análise Técnica e Econômica de Sistemas de Produção de Bezerros Análise Técnica e Econômica de Sistemas de Produção de Bezerros Lívio Ribeiro Molina MSc;DSc. Escola de Veterinária - UFMG A fase de Cria Aspectos Econômicos Eficiência econômica encontra-se altamente

Leia mais

Instruções e planilhas para o controle de produção visando o melhoramento genético na bovinocultura de corte de base familiar

Instruções e planilhas para o controle de produção visando o melhoramento genético na bovinocultura de corte de base familiar ISSN 0103-376X Setembro, 2006 Instruções e planilhas para o controle de produção visando o melhoramento genético na bovinocultura de corte de base familiar 57 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Leia mais

O cruzamento do charolês com o zebu (indubrasil, guzerá ou nelore) dá origem ao CANCHIM. Rústico e precoce, produz carne de boa qualidade.

O cruzamento do charolês com o zebu (indubrasil, guzerá ou nelore) dá origem ao CANCHIM. Rústico e precoce, produz carne de boa qualidade. OUTUBRO 2006 Para chegar ao novo animal, os criadores contaram com a ajuda do superintendente do laboratório de inseminação artificial Sersia Brasil, Adriano Rúbio, idealizador da composição genética

Leia mais

O impacto do touro no rebanho de cria

O impacto do touro no rebanho de cria Algumas contas simples podem constatar que o touro de cria é um fator de produção de extrema relevância A realidade de mercado atual exige do pecuarista competência para se manter no negócio, e visão estratégica

Leia mais

Sistema Integrado Tropicana. Manual Tropicana de Manejo

Sistema Integrado Tropicana. Manual Tropicana de Manejo Sistema Integrado Tropicana Manual Tropicana de Manejo Manual Tropicana de Manejo INTRODUÇÃO Vantagens proporcionadas pela Estação de Monta No período de acasalamento No parto e nascimento Na desmama Na

Leia mais

Genética Aditiva melhorando o peso dos bezerros à desmama e ao sobreano - Benefício do Choque sanguíneo em Programas de Cruzamento Industrial

Genética Aditiva melhorando o peso dos bezerros à desmama e ao sobreano - Benefício do Choque sanguíneo em Programas de Cruzamento Industrial Genética Aditiva melhorando o peso dos bezerros à desmama e ao sobreano - Benefício do Choque sanguíneo em Programas de Cruzamento Industrial Agregar valor ao plantel de fêmeas bovinas este é o objetivo

Leia mais

PROGRAMA DE MELHORAMENTO GENÉTICO DA RAÇA SENEPOL

PROGRAMA DE MELHORAMENTO GENÉTICO DA RAÇA SENEPOL PROGRAMA DE MELHORAMENTO GENÉTICO DA RAÇA SENEPOL Campo Grande, MS, 20 de maio de 2013. Equipe Programa Geneplus/Embrapa Gilberto Romeiro de Oliveira Menezes (gilberto.menezes.embrapa.br) Luiz Otávio Campos

Leia mais

POR QUE USAR GUZERÁ? ACGB

POR QUE USAR GUZERÁ? ACGB POR QUE USAR GUZERÁ? ACGB PRODUÇÃO DE CARNE E LEITE: SUSTENTÁVEL POR NATUREZA O brasileiro elegeu a carne bovina como um dos seus alimentos preferidos nas refeições diárias. O consumo per capita é um dos

Leia mais

INTRODUÇÃO A etapa de cria na cadeia produtiva da carne bovina é muito importante, e caracteriza-se como um período fundamental no processo de

INTRODUÇÃO A etapa de cria na cadeia produtiva da carne bovina é muito importante, e caracteriza-se como um período fundamental no processo de d e b e z e r r o d e c o r t e INTRODUÇÃO A etapa de cria na cadeia produtiva da carne bovina é muito importante, e caracteriza-se como um período fundamental no processo de produção. As técnicas utilizadas

Leia mais

ATUAL SITUAÇÃO DA PECUÁRIA DE CORTE NO BRASIL

ATUAL SITUAÇÃO DA PECUÁRIA DE CORTE NO BRASIL ATUAL SITUAÇÃO DA PECUÁRIA DE CORTE NO BRASIL Empresa Júnior de Nutrição de Ruminantes NUTRIR FCA-UNESP-FMVZ INTRODUÇÃO CONCEITOS BÁSICOS CENÁRIO DADOS MERCADO DO BOI CONSIDERAÇÕES FINAIS CONCEITOS BÁSICOS

Leia mais

INFORMATIVO. Cruzamento Industrial e suas vantagens Pág. 5

INFORMATIVO. Cruzamento Industrial e suas vantagens Pág. 5 INFORMATIVO Bauru, 21 de março 2008 nº 012 Saiba como aumentar a fertilidade em seu rebanho Pág. 2 O Informativo NOBRE desse mês, trás uma série de informações para seus leitores,sobretudo para quem deseja

Leia mais

Especial Senepol. Senepol, feito para o Brasil. Fabio Fatori / Senepol Agua Limpa

Especial Senepol. Senepol, feito para o Brasil. Fabio Fatori / Senepol Agua Limpa Especial Senepol Senepol, feito para o Brasil Fabio Fatori / Senepol Agua Limpa 12 - OUTUBRO 2009 Taurino adaptado encanta pecuaristas de Norte a Sul do Brasil, atrai novos investidores e impressiona pelos

Leia mais

Programa Nelore Brasil e seu Impacto Econômico

Programa Nelore Brasil e seu Impacto Econômico Programa Nelore Brasil e seu Impacto Econômico II Congreso Ganadero Nacional CORFOGA 2008 Prof. Dr. Raysildo B. Lôbo ANCP, USP Crescimento da Pecuária de Corte Brasileira: produção de carne e abate 71,0%

Leia mais

ACONTE. Veterano de CV Grande destaque do 53º Leilão Nelore Mocho CV de Paulínia, SP 50% Integração Lavoura/Pecuária Página 4

ACONTE. Veterano de CV Grande destaque do 53º Leilão Nelore Mocho CV de Paulínia, SP 50% Integração Lavoura/Pecuária Página 4 ACONTE informativo carlos viacava nº - 9 Junho 2014 50% à venda Veterano de CV Grande destaque do 53º Leilão Nelore Mocho CV de Paulínia, SP Páginas 2 e 3 Integração Lavoura/Pecuária Página 4 Venda de

Leia mais

estação de monta Escolha do Leitor

estação de monta Escolha do Leitor estação de monta Realmente existe importância na gestão da fazenda e benefício para o produtor que se utiliza do período reprodutivo? Luís Adriano Teixeira* 32 - ABRIL 2015 A Estação de monta (EM) período

Leia mais

estratégias para melhorar seu rebanho

estratégias para melhorar seu rebanho Texto adaptado pela CRI Genética Brasil Fonte: Associação Americana de Angus CRI Genética Brasil estratégias para melhorar seu rebanho O que é Relatório de Avaliação de Touro? A Associação Americana de

Leia mais

José Ferreira Pankowski

José Ferreira Pankowski José Ferreira Pankowski O conselheiro técnico da Associação dos Criadores de Nelore de Mato Grosso, José Ferreira Pankowski, é o entrevistado da semana do site da Nelore MT. Ele fala sobre o desenvolvimento

Leia mais

PADS 2013 PROVA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO SENEPOL 2013

PADS 2013 PROVA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO SENEPOL 2013 PADS 2013 PROVA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO SENEPOL 2013 1. Introdução A PADS 2013, a ser promovida e organizada pelo Núcleo de Melhoramento da Raça Senepol sob supervisão técnica do GENEPLUS - Programa

Leia mais

Manual. do Produtor. de bezerro de corte

Manual. do Produtor. de bezerro de corte Manual do Produtor de bezerro de corte INTRODUÇÃO 02 A etapa de cria na cadeia produtiva da carne bovina é muito importante, e caracterizase como um período fundamental no processo de produção. As técnicas

Leia mais

http://www.crvlagoa.com.br/news/gerarnewsletterpdf.asp?idnewsletter=684

http://www.crvlagoa.com.br/news/gerarnewsletterpdf.asp?idnewsletter=684 Página 1 de 16 Caso não esteja visualizando este e-mail, clique aqui Ano 3 Número 658 Sexta, 7 de dezembro de 2012 Clique aqui para fazer o download da newsletter em PDF» COMUNICADO SUSPENSÃO VENDAS JAGUAR

Leia mais

10 DE SETEMBRO DE 2011 - SÁBADO - 12 HORAS ESTÂNCIA ORSI - CAMPO GRANDE - MS

10 DE SETEMBRO DE 2011 - SÁBADO - 12 HORAS ESTÂNCIA ORSI - CAMPO GRANDE - MS 10 DE SETEMBRO DE 2011 - SÁBADO - 12 HORAS ESTÂNCIA ORSI - CAMPO GRANDE - MS 80 REPRODUTORES NELORE PO Promotores Rubens A. Carvalho Neto Convidados Altair de Pádua Mello Condomínio Irmãos Almirão Francisco

Leia mais

PRODUZ Manual do Usuário

PRODUZ Manual do Usuário Sumário PARÂMETROS... 7 RAÇAS... 7 CADASTRO DE RAÇAS... 7 CATEGORIAS DE REGISTRO... 7 ANIMAL... 7 OCORRÊNCIAS PARA O ANIMAL... 7 ORIGEM... 7 SITUAÇÃO ATUAL DO ANIMAL... 8 CAUSAS DE MORTE... 8 OCORRÊNCIAS

Leia mais

Pressão de Seleção. Touros Jovens CEIP (20%) Machos avaliados (100%)

Pressão de Seleção. Touros Jovens CEIP (20%) Machos avaliados (100%) O Qualitas Programa de melhoramento genético da raça Nelore Reconhecido, aprovado e auditado pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) Autorizado a emitir o CEIP a partir de 2002 O

Leia mais

http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/serv_prod/livraria/pecuaria/inseminacao.ht...

http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/serv_prod/livraria/pecuaria/inseminacao.ht... Página 1 de 6 Pecuária Inseminação Artificial em Bovinos Nome Inseminação Artificial em Bovinos Produto Informação Tecnológica Data Agosto - 2000 Preço - Linha Pecuária Informações resumidas sobre Resenha

Leia mais

LISE DE DNA CARNE SELEÇÃO DE ANIMAIS simental 3 I n t r od u ç ã o A AgroZurita vem desenvolvendo um trabalho de excelência em todas as etapas da sua pecuária, começando com um criterioso mapeamento dos

Leia mais

Manual de Produção Pecuária

Manual de Produção Pecuária Copyright 2013 Agropecuária Guapiara. Todos os direitos reservados. PERMITIDA A REPRODUÇÃO DESDE QUE COM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DA AGROPECUÁRIA GUAPIARA. Agropecuária Guapiara Rua Heráclio Mendes de Camargo,

Leia mais

Manejo reprodutivo. Gustavo M. Chilitti Coordenador Técnico MT Intervet do Brasil Vet. Ltda.

Manejo reprodutivo. Gustavo M. Chilitti Coordenador Técnico MT Intervet do Brasil Vet. Ltda. Manejo reprodutivo Gustavo M. Chilitti Coordenador Técnico MT Intervet do Brasil Vet. Ltda. Para produzir é preciso reproduzir!!! Eficiência Reprodutiva Rebanho Bovino Brasileiro Vacas e novilhas > 24

Leia mais

NOTÍCIAS DO SANTA GERTRUDIS

NOTÍCIAS DO SANTA GERTRUDIS NOTÍCIAS DO SANTA GERTRUDIS Março de 2014 Publicação da Associação Brasileira de Santa Gertrudis PALAVRA DO PRESIDENTE Mensagem do presidente da ABSG O momento atual vem se mostrando plenamente favorável

Leia mais

Conheça a primeira central de inseminação do mundo.

Conheça a primeira central de inseminação do mundo. Conheça a primeira central de inseminação do mundo. A primeira central de inseminação do mundo nasceu nos Estados Unidos e veste verde e amarelo há mais de 40 anos. A C.R.I. Genética é uma cooperativa

Leia mais

Cruzamento Industrial: Processo Chave para Obtenção de Novilhos Precoces

Cruzamento Industrial: Processo Chave para Obtenção de Novilhos Precoces Cruzamento Industrial: Processo Chave para Obtenção de Novilhos Precoces Alexandre Zadra 1 1. Introdução O aumento da competitividade com outras carnes, bem como outros mercados, e a possibilidade de o

Leia mais

PROVA de GANHO de PESO de BARRETOS (Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo) GANHO MÁXIMO - Lote Nº

PROVA de GANHO de PESO de BARRETOS (Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo) GANHO MÁXIMO - Lote Nº A Raça Tabapuã Como pode-se depreender, a raça TABAPUÃ foi assim denominada pelo Ministério da Agricultura ao considerá-la oficialmente como raça, e a primeira genuinamente brasileira, por ter tido sua

Leia mais

84 TOUROS DIFERENCIADOS

84 TOUROS DIFERENCIADOS INDICAÇÃO CERTEIRA PARA A SAÚDE FINANCEIRA DO SEU REBANHO. 3 º L E I L Ã O M A I S C O N F I A N Ç A 84 TOUROS DIFERENCIADOS TURBINADO PELA G E N Ô M IC A REGULAMENTO DO LEILÃO O presente regulamento estabelecerá

Leia mais

Caderno de Genética. o resultado aparece! LEILÕES / SALES. Data Local Horas. 21/abr/2011 Virtual Angus Produção Canal Rural 14 h

Caderno de Genética. o resultado aparece! LEILÕES / SALES. Data Local Horas. 21/abr/2011 Virtual Angus Produção Canal Rural 14 h QUANDO A SELEÇÃO é bem feita, o resultado aparece! LEILÕES / SALES Data Local Horas Caderno de Genética 21/abr/2011 Virtual Angus Produção Canal Rural 14 h 06/mai/2011 Essência Brahman Tattersal Leilopec,

Leia mais

INFORMATIVO. Informativo Semestral do NeloreCEN Edição nº08 2015. CEN 8969 Exemplo REM UPONIC x CEN 2214Fajuta

INFORMATIVO. Informativo Semestral do NeloreCEN Edição nº08 2015. CEN 8969 Exemplo REM UPONIC x CEN 2214Fajuta Informativo Semestral do Edição nº08 2015 CEN 8969 Exemplo REM UPONIC x CEN 2214Fajuta Informativo Semestral do Edição nº08 2015 Editorial Esta é uma ocasião muito especial. Estamos completando 50 anos

Leia mais

ZAP Zambezia Agro Pecuaria Lda - Mozambique DESENVOLVIMENTO DE GADO LEITEIRO GIROLANDA FERTILIZACAO IN VITRO IVF

ZAP Zambezia Agro Pecuaria Lda - Mozambique DESENVOLVIMENTO DE GADO LEITEIRO GIROLANDA FERTILIZACAO IN VITRO IVF 1 ZAP Zambezia Agro Pecuaria Lda - Mozambique DESENVOLVIMENTO DE GADO LEITEIRO GIROLANDA FERTILIZACAO IN VITRO IVF 2 Capitulo 1 - Parceiros e Principal Fornecedor. Parceiros do projeto In Vitro Brasil

Leia mais

Associação de Criadores de Bovinos da Raça Preta

Associação de Criadores de Bovinos da Raça Preta Associação de Criadores de Bovinos da Raça Preta Benavente, 18 de Abril de 2013 1 - Resultados produtivos e reprodutivos 1.1 - Indicadores da evolução do efetivo 1.2 - Indicadores de produtividade 2 -

Leia mais

Raça : White Dorper. Catálogo de Resultados. Secretaria da Agricultura e Reforma Agrária do Estado da Bahia - SEAGRI

Raça : White Dorper. Catálogo de Resultados. Secretaria da Agricultura e Reforma Agrária do Estado da Bahia - SEAGRI Secretaria da Agricultura e Reforma Agrária do Estado da Bahia - SEAGRI Evento : Expo Bahia 204 Período : de 08/04/204 a 3/04/204 Promotora : ACCOBA/ABCCMM Cidade : Salvador Catálogo de Resultados Raça

Leia mais

14º LEILÃO BRANGUS REGULAMENTO

14º LEILÃO BRANGUS REGULAMENTO 14º LEILÃO BRANGUS REGULAMENTO DOURADOS, 21 MAIO DE 2011 Como é norma de todos os leilões públicos, o comprador é quem estabelece livremente o preço, não podendo desta forma ser aplicado qualquer índice

Leia mais

Relação entre Perímetro Escrotal e Qualidade Seminal em Touros da Raça Nelore criados à pasto

Relação entre Perímetro Escrotal e Qualidade Seminal em Touros da Raça Nelore criados à pasto Anais do VIII Seminário de Iniciação Científica e V Jornada de Pesquisa e Pós-Graduação UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS 10 a 12 de novembro de 2010 Relação entre Perímetro Escrotal e Qualidade Seminal em

Leia mais

VOCÊ É A NOTÍCIA. Confira diariamente no site www.canchim.com.br noticias sobre. o setor agropecuário vindas de todo Brasil.

VOCÊ É A NOTÍCIA. Confira diariamente no site www.canchim.com.br noticias sobre. o setor agropecuário vindas de todo Brasil. Informativo - Março de 2005 Boletim VOCÊ É A NOTÍCIA Para atender aos jornalistas, e ter mais opções de materiais para publicar a ABCCAN pede aos associados que enviem artigos e fotos de suas fazendas

Leia mais

Nelore e muito sabor. Volverine FIV Carpa. Conheça os cortes. Eduardo Biagi

Nelore e muito sabor. Volverine FIV Carpa. Conheça os cortes. Eduardo Biagi 1 10 11 11 8 9 12 6 7 14 13 5 15 4 16 17 3 2 18 21 20 19 Nelore e muito sabor Conheça os cortes Volverine FIV Carpa O preparo de um belo corte começa muito antes do que imaginamos. Tem início lá atrás,

Leia mais

PROGRAMA DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM GRANDE ESCALA EM BOVINOS DE CORTE / PRODUÇÃO DE NOVILHO PRECOCE E SUPER PRECOCE

PROGRAMA DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM GRANDE ESCALA EM BOVINOS DE CORTE / PRODUÇÃO DE NOVILHO PRECOCE E SUPER PRECOCE PROGRAMA DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM GRANDE ESCALA EM BOVINOS DE CORTE / PRODUÇÃO DE NOVILHO PRECOCE E SUPER PRECOCE Nixon Rodrigues de Faria 1 - INTRODUÇÃO A eficiência do produtor e a qualidade dos

Leia mais

ACONTE. Desafio de precocidade sexual Página 2. Pesquisa inédita em. informativo carlos viacava nº - 11 Maio 2015. Página 4.

ACONTE. Desafio de precocidade sexual Página 2. Pesquisa inédita em. informativo carlos viacava nº - 11 Maio 2015. Página 4. ACONTE informativo carlos viacava nº - 11 Maio 2015 Quem usa a genética CV, sente na carne Desafio de precocidade sexual Página 2 Pesquisa inédita em programas de PIVE Página 3 DIA DE CAMPO DO PROJETO

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE BOVINOS DE CORTE COMPOSTOS NO BRASIL O DESAFIO DO PROJETO MONTANA TROPICAL. José Bento Sterman Ferraz, Joanir Pereira Eler

DESENVOLVIMENTO DE BOVINOS DE CORTE COMPOSTOS NO BRASIL O DESAFIO DO PROJETO MONTANA TROPICAL. José Bento Sterman Ferraz, Joanir Pereira Eler DESENVOLVIMENTO DE BOVINOS DE CORTE COMPOSTOS NO BRASIL O DESAFIO DO PROJETO MONTANA TROPICAL José Bento Sterman Ferraz, Joanir Pereira Eler Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da USP USP-FZEA

Leia mais

Med. Vet. Avelino Murta avelino@biocampomg.com.br

Med. Vet. Avelino Murta avelino@biocampomg.com.br Med. Vet. Avelino Murta avelino@biocampomg.com.br QUEM SOMOS Localizada em Montes Claros, norte de Minas Gerais, a BIOCAMPO Assistência Veterinária foi fundada em 2010 e atua na área de Reprodução Bovina.

Leia mais

A utilização da vaca F1: visão da EMATER-MG INTRODUÇÃO

A utilização da vaca F1: visão da EMATER-MG INTRODUÇÃO A utilização da vaca F1: visão da EMATER-MG 1Elmer Ferreira Luiz de Almeida; 2José Alberto de Àvila Pires 1 Coordenador Técnico Bovinocultura de Leite da EMATER-MG 2Coordenador Técnico Bovinocultura de

Leia mais

ANGUS: Fábio Schuler Medeiros. Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus

ANGUS: Fábio Schuler Medeiros. Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus ANGUS: Rentabilidade e mercado Fábio Schuler Medeiros Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus Nossos Questionamentos... Como está a

Leia mais

Curva de Crescimento e Produtividade de Vacas Nelore

Curva de Crescimento e Produtividade de Vacas Nelore Curva de Crescimento e Produtividade de Vacas Nelore THIAGO VINÍCIUS DE SOUZA GRADUANDO EM MEDICINA VETERINÁRIA UFMT/SINOP CONTATO: THIAGOV_SOUZA@HOTMAIL.COM Produtividade Cenário atual Nelore sistema

Leia mais

INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL OU MONTA NATURAL

INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL OU MONTA NATURAL 1 INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL OU MONTA NATURAL Mario Luiz Martinez Luis Carlos Takao Yamaguchi Rui da Silva Verneque A demanda crescente por proteína animal tem exigido que os sistemas de produção sejam cada

Leia mais

Produção de F1 pelas fazendas Calciolândia e Colonial

Produção de F1 pelas fazendas Calciolândia e Colonial Produção de F1 pelas fazendas Calciolândia e Colonial Ronaldo Lazzarini Santiago 1 INTRODUÇÃO As fazendas Calciolândia e Colonial, de Gabriel Donato de Andrade, sempre foram a referência na seleção do

Leia mais

Departamento de Genealogia da ABCZ Página 1

Departamento de Genealogia da ABCZ Página 1 Departamento de Genealogia da ABCZ Página 1 PRESIDENTE LUIZ CLAUDIO DE SOUZA PARANHOS FERREIRA VICE-PRESIDENTES ARNALDO MANUEL DE SOUZA MACHADO BORGES GABRIEL PRATA REZENDE JOVELINO CARVALHO MINEIRO FILHO

Leia mais

NOTÍCIAS DO SANTA GERTRUDIS

NOTÍCIAS DO SANTA GERTRUDIS NOTÍCIAS DO SANTA GERTRUDIS Agosto de 2014 Publicação da Associação Brasileira de Santa Gertrudis PALAVRA DO PRESIDENTE Me dirijo a vocês com muito otimismo AGENDA Expointer 2014 será realizada em Esteio

Leia mais

TOUROS ABERDEEN ANGUS PO 1 1587 São Xavier 1587 Gruyere P 25/8/2012 Paineiras Hornero Jarau 5126 OCC Headliner 661H PP 1 6.1 21.

TOUROS ABERDEEN ANGUS PO 1 1587 São Xavier 1587 Gruyere P 25/8/2012 Paineiras Hornero Jarau 5126 OCC Headliner 661H PP 1 6.1 21. LOTE TAT. Nome Pel. Nasc. Pai Avô Materno Marca DECA F DEP DES. DEP FINAL CE PESO TOUROS ABERDEEN ANGUS PO 1 1587 São Xavier 1587 Gruyere P 25/8/2012 Paineiras Hornero Jarau 5126 OCC Headliner 661H PP

Leia mais

TAT 06R / CAPANEGRA 06R BLACK BRUSH 050M TAT 016R / CAPANEGRA 016R BLACK BRUSH 050I TAT 022R / CAPANEGRA 022R 30O 0280 LOTE

TAT 06R / CAPANEGRA 06R BLACK BRUSH 050M TAT 016R / CAPANEGRA 016R BLACK BRUSH 050I TAT 022R / CAPANEGRA 022R 30O 0280 LOTE LOTE 01 vaquilhonas aberdeen angus po TAT 06R / CAPANEGRA 06R BLACK BRUSH 050M HBB: 163717 - PEL.: PRETA - NASC: 13/07/2010 MÃE: CAPANEGRA 050M NEGRO SUCESSOR TAT 016R / CAPANEGRA 016R BLACK BRUSH 050I

Leia mais

5ª Prova de Desempenho Individual de Touros Nelore Vitrine Tecnológica da UFU

5ª Prova de Desempenho Individual de Touros Nelore Vitrine Tecnológica da UFU 5ª Prova de Desempenho Individual de Touros Nelore Vitrine Tecnológica da UFU 1. Apresentação Este documento tem por finalidade apresentar a 5ª Prova de Desempenho Individual de Touros Nelore a ser realizada

Leia mais

Índice MÓDULO BÁSICO: 2 MÓDULO REPRODUTIVO: 4 MÓDULO FINANCEIRO 15 MÓDULO DE COMPRAS 16 MÓDULO DE PARCERIA 16 MÓDULO DE CURRAL 17

Índice MÓDULO BÁSICO: 2 MÓDULO REPRODUTIVO: 4 MÓDULO FINANCEIRO 15 MÓDULO DE COMPRAS 16 MÓDULO DE PARCERIA 16 MÓDULO DE CURRAL 17 Goiânia, 18 de Agosto de 2008. Prezado Cliente, É com grande satisfação que apresentamos uma lista contendo as implementações realizadas no MULTBOVINOS referente ao período de Outubro de 2007 a Julho de

Leia mais

Sílvio Renato Oliveira Menegassi Júlio Otávio Jardim Barcellos Leonardo Canali Canellas Tamara Esteves de Oliveira Jean Carlos dos Reis Soares

Sílvio Renato Oliveira Menegassi Júlio Otávio Jardim Barcellos Leonardo Canali Canellas Tamara Esteves de Oliveira Jean Carlos dos Reis Soares Sílvio Renato Oliveira Menegassi Júlio Otávio Jardim Barcellos Leonardo Canali Canellas Tamara Esteves de Oliveira Jean Carlos dos Reis Soares UFRGS FACULDADE DE AGRONOMIA DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA NESPRO

Leia mais

Precocidade Sexual e a Inseminação Artificial em Tempo Fixo

Precocidade Sexual e a Inseminação Artificial em Tempo Fixo 4º Workshop Precocidade Sexual. Precocidade Sexual e a Inseminação Artificial em Tempo Fixo José Luiz Moraes Vasconcelos DPA FMVZ UNESP Botucatu, SP vasconcelos@fca.unesp.br Precocidade em novilhas Nelore

Leia mais

O USO DO CREEP FEEDING NA PRODUÇÃO DE GADO DE CORTE

O USO DO CREEP FEEDING NA PRODUÇÃO DE GADO DE CORTE 1 O USO DO CREEP FEEDING NA PRODUÇÃO DE GADO DE CORTE Prof. Dr. Antonio Ferriani Branco PhD em Nutrição e Produção de Ruminantes afbranco@uem.br O SISTEMA VACA-BEZERRO Os fatores que afetam mais significativamente

Leia mais

MATÉRIA DE CAPA. Fábrica de BEZERR. Em dez anos, IATF cresce 40 vezes no Paíse a eficiência pode melhorar ainda mais. Luiz H.

MATÉRIA DE CAPA. Fábrica de BEZERR. Em dez anos, IATF cresce 40 vezes no Paíse a eficiência pode melhorar ainda mais. Luiz H. ~. ~ MATÉRIA DE CAPA Fábrica de BEZERR Em dez anos, IATF cresce 40 vezes no Paíse a eficiência pode melhorar ainda mais Luiz H. Pitombo No ano passado, 8 milhões de fêmeas bovinas, 75% delas das raças

Leia mais

Projeto NELOGIR. Cruzamento Nelore x Gir como matriz para F1. Resultados parciais. Dr. Ronaldo Lazzarini Santiago

Projeto NELOGIR. Cruzamento Nelore x Gir como matriz para F1. Resultados parciais. Dr. Ronaldo Lazzarini Santiago Projeto NELOGIR. Cruzamento Nelore x Gir como matriz para F1. Resultados parciais Dr. Ronaldo Lazzarini Santiago Colonial Agropecuária e Fazenda Calciolândia F-1, A MATRIZ MAIS ADEQUADA AO SISTEMA DE PRODUÇÃO

Leia mais

LEILÃO 1.000 TOUROS NELORE GRENDENE A INDÚSTRIA DA GENÉTICA

LEILÃO 1.000 TOUROS NELORE GRENDENE A INDÚSTRIA DA GENÉTICA A INDÚSTRIA DA GENÉTICA Só quem entende de escala pode fazer escala. A indústria foi a nossa base e o agronegócio é o nosso futuro. E o futuro está aqui, hoje, reflexo do trabalho realizado por uma equipe

Leia mais

Integração. vertical chega à bovinocultura. da avicultura e da suinocultura

Integração. vertical chega à bovinocultura. da avicultura e da suinocultura R EPORTAGEM DE CAPA Integração vertical chega à bovinocultura ROBERTO CHACUR Ricardo Merola (esq.), seu filho Pedro e o primeiro integrado da Santa Fé, Aurélio Bitar, de Goiânia. Projeto lançado pelo empresário

Leia mais

O sucesso do Gir Leiteiro

O sucesso do Gir Leiteiro O sucesso do Gir Leiteiro The success of Dairy Gir Por/Text Silvio Pinheiro Queiroz 50_Animal Business-Brasil Sumário Fruto de rigoroso e persistente trabalho de seleção genética, o Gir Leiteiro vem alcançando

Leia mais

QUALIDADE VERDANA 2014

QUALIDADE VERDANA 2014 ano 2 MAIO 2014 EDIÇão 02 www.verdanaagropecuaria.com.br camapuã/ms INFORMATIVO Mais valor para você Editorial QUALIDADE VERDANA 2014 1 1 A QUALIDADE QUE FEZ A DIFERENÇA em 2013 ENCONTRO 2013 Vinte e seis

Leia mais

São aquelas que exploram a capacidade do solo por meio do. cultivo da terra, da criação de animais e da

São aquelas que exploram a capacidade do solo por meio do. cultivo da terra, da criação de animais e da 1 São aquelas que exploram a capacidade do solo por meio do cultivo da terra, da criação de animais e da transformação de determinados produtos agropecuários com vistas à obtenção de produtos que venham

Leia mais

Angus@newS. Julho/Agosto 2012 I N F O R M A T I V O O F I C I A L D A A S S O C I A Ç Ã O B R A S I L E I R A D E A N G U S.

Angus@newS. Julho/Agosto 2012 I N F O R M A T I V O O F I C I A L D A A S S O C I A Ç Ã O B R A S I L E I R A D E A N G U S. JULHO/AGOSTO 2012 Impresso 1 ANO 13 - Nº 58 Angus @ Especial news 9912270051 DR/RS Associação Brasileira de Angus CORREIOS I N F O R M A T I V O O F I C I A L D A A S S O C I A Ç Ã O B R A S I L E I R

Leia mais

Manual operacional de uso. Software de coleta de dados. PAINT Fazenda

Manual operacional de uso. Software de coleta de dados. PAINT Fazenda Manual operacional de uso Software de coleta de dados PAINT Fazenda Lagoa da Serra Ltda Rod. Carlos Tonani, Km 88 Sertãozinho/SP (0xx16) 2105-2299 www.crvlagoa.com.br paintcrv@crvlagoa.com.br SOFTWARE

Leia mais

QUARTO DE MILHA. TRANSMISSÃO AO VIVO PELA LEILONORTE TV 03 Março 2015 Terça 20 h. PRÉ-LANCES: 18 de Fevereiro (15 h) à 03 de Março (19 h)

QUARTO DE MILHA. TRANSMISSÃO AO VIVO PELA LEILONORTE TV 03 Março 2015 Terça 20 h. PRÉ-LANCES: 18 de Fevereiro (15 h) à 03 de Março (19 h) Leilão Online QUARTO DE MILHA TRANSMISSÃO AO VIVO PELA LEILONORTE TV 03 Março 2015 Terça 20 h NO SITE www.leilonorte.com PRÉ-LANCES: 18 de Fevereiro (15 h) à 03 de Março (19 h) TRANSMISSÃO LEILOEIRA INFORMAÇÕES:

Leia mais

FAZENDA PARENTE. Iguatu - CE

FAZENDA PARENTE. Iguatu - CE FAZENDA PARENTE Iguatu - CE Antônio Gracivan de Araújo Produtor de leite, Comerciante, Proprietário da Fazenda Parente; Está na atividade há aproximadamente 10 anos; Produz atualmente 850 litros de leite

Leia mais

III CURSO DE GESTÃO AGROECONÔMICA. EM PECUÁRIA DE CORTE: confinamento e terceirização

III CURSO DE GESTÃO AGROECONÔMICA. EM PECUÁRIA DE CORTE: confinamento e terceirização III CURSO DE GESTÃO AGROECONÔMICA EM PECUÁRIA DE CORTE: confinamento e terceirização RESULTADOS DO CONFINAMENTO DA COPLACANA EM 2.008 E PERSPECTIVAS PARA O FUTURO Ari José Fernandes Lacôrte Engenheiro

Leia mais

FAZENDA EXEMPLO / PROPRIETÁRIO EXEMPLO Estação: ESTACAO 2014/2015

FAZENDA EXEMPLO / PROPRIETÁRIO EXEMPLO Estação: ESTACAO 2014/2015 Tabela 01 - Taxa de Gestação ao final da estação de monta Lote Qtd. Animais Diag. Prenhas (%) Gestação Sem DG LOTE 01 J MULTIPARAS 09 100 100 89 89.00 0 LOTE 02 J MULTIPARAS 09 132 130 116 89.23 2 LOTE

Leia mais

Descrição das siglas utilizadas e unidades das características. Entre parênteses, ao lado da sigla, o valor do alvo utilizado para definir o DEPh.

Descrição das siglas utilizadas e unidades das características. Entre parênteses, ao lado da sigla, o valor do alvo utilizado para definir o DEPh. Descrição das siglas utilizadas e unidades das características. Entre parênteses, ao lado da sigla, o valor do alvo utilizado para definir o DEPh. SIGLA DESCRIÇÃO UNIDADE EP Equivalentes-progênie para

Leia mais

MANEIRA PRÁTICA DE REALIZAR CONTROLE REPRODUTIVO EM GADO LEITEIRO EM PROPRIEDADES COM ECONOMIA FAMILIAR

MANEIRA PRÁTICA DE REALIZAR CONTROLE REPRODUTIVO EM GADO LEITEIRO EM PROPRIEDADES COM ECONOMIA FAMILIAR 1 BOLETIM TÉCNICO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS DEPARTAMENTO DE MEDICINA VETERINÁRIA MANEIRA PRÁTICA DE REALIZAR CONTROLE REPRODUTIVO EM GADO LEITEIRO EM PROPRIEDADES COM ECONOMIA FAMILIAR Boletim Técnico

Leia mais

MELHORAMENTO GENÉTICO DE BOVINOS ½ SANGUE TAURINO X ½ SANGUE ZEBUINO NO BRASIL BREEDING AND CATTLE ½ BLOOD TAURINO X ½ BLOOD ZEBU IN BRAZIL

MELHORAMENTO GENÉTICO DE BOVINOS ½ SANGUE TAURINO X ½ SANGUE ZEBUINO NO BRASIL BREEDING AND CATTLE ½ BLOOD TAURINO X ½ BLOOD ZEBU IN BRAZIL MELHORAMENTO GENÉTICO DE BOVINOS ½ SANGUE TAURINO X ½ SANGUE ZEBUINO NO BRASIL BREEDING AND CATTLE ½ BLOOD TAURINO X ½ BLOOD ZEBU IN BRAZIL ARTMANN, Tairine Aimara 1* ; TOMA, Hugo Shisei 2 ; PINHEIRO,

Leia mais

LACT. ATUAL LACT. MÃE JC GAMELA CRIPTA KIAN 2134 CANVAS JC GAMELA DESCEMBER 389 BERTIL JC GAMELA DESCEMBER 412 CANVAS JC GAMELA GIOLA PARAMOUNT

LACT. ATUAL LACT. MÃE JC GAMELA CRIPTA KIAN 2134 CANVAS JC GAMELA DESCEMBER 389 BERTIL JC GAMELA DESCEMBER 412 CANVAS JC GAMELA GIOLA PARAMOUNT LEILÃO VIRTUAL ELITE FAZENDA GAMELA - AGROCANAL - HL LEILOES & LEILOPEC LEILÃO : 16.10.2014 FAZENDA: Gamela 20 KM DE - Montividiu - GO PROPRIETÁRIO: Jose Cruvinel de Macedo e Familia (15X2 = ) GERAÇÃO

Leia mais

PROGRAMA DE MELHORAMENTO GENÉTICO DE ZEBUÍNOS - PMGZ

PROGRAMA DE MELHORAMENTO GENÉTICO DE ZEBUÍNOS - PMGZ PROGRAMA DE MELHORAMENTO GENÉTICO DE ZEBUÍNOS - PMGZ Avaliação Genética - Gado de Corte As avaliações genéticas das Raças Zebuínas de Corte são desenvolvidas pela ABCZ em convênio com a Embrapa. Com base

Leia mais

Ainda há Tempo, Volta

Ainda há Tempo, Volta Ainda há empo, Volta Letra e Música: Diogo Marques oprano ontralto Intro Envolvente (q = 60) enor aixo Piano Ó Œ. R.. F m7 2 A b 2 E b.. 2 Ó Œ É 2 Ó Œ F m7 2.. 2 2 A b 2 2 Ainda há empo, Volta Estrofe

Leia mais

Quanto vale uma prenhez? How much does a pregnancy is worth? Prof. Dr. José Bento Sterman Ferraz

Quanto vale uma prenhez? How much does a pregnancy is worth? Prof. Dr. José Bento Sterman Ferraz Quanto vale uma prenhez? How much does a pregnancy is worth? Prof. Dr. José Bento Sterman Ferraz Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da USP Núcleo de Apoio à Pesquisa em Melhoramento Animal,

Leia mais

1º Feira de Touros do Pró-Genética em Mato Grosso entra para a história da pecuária brasileira

1º Feira de Touros do Pró-Genética em Mato Grosso entra para a história da pecuária brasileira Edição 22 24 Janeiro/Fevereiro Maio / Junho 2013 1º Feira de Touros do PróGenética em Mato Grosso entra para a história da pecuária brasileira Mais de 250 pessoas compareceram à Feira 100% dos animais

Leia mais

REGULAMENTO DO LEILÃO

REGULAMENTO DO LEILÃO REGULAMENTO DO LEILÃO O presente regulamento estabelecerá as normas que serão observadas durante o leilão, sendo que seu cumprimento será obrigatório a todos aqueles que, na condição de convidados, participantes

Leia mais

SUPLEMENTAÇÃO DE BEZERROS DE CORTE

SUPLEMENTAÇÃO DE BEZERROS DE CORTE SUPLEMENTAÇÃO DE BEZERROS DE CORTE Nos primeiros meses de vida os bezerros obtêm grande parte dos nutrientes de que precisa do leite materno, que é de fácil digestão para o animal que ainda é jovem. Em

Leia mais

PKGA + O Programa de Genética Avançada da Katayama

PKGA + O Programa de Genética Avançada da Katayama impresso revista Ano 2 N o 2 julho 2010 www.katayama.com.br PKGA + O Programa de Genética Avançada da Katayama Agenda Katayama 51ª Expô Araçatuba 2010 08 a 18 de julho Araçatuba (SP) Leilão Virtual Elo

Leia mais

OBJECTIVOS PRODUTIVOS

OBJECTIVOS PRODUTIVOS I CICLO DE PALESTRAS TEMÁTICAS Gestão reprodutiva em bovinos de carne 5 e 6 de Dezembro de 2008 Associação de Criadores de Bovinos de Raça Alentejana MANEIO REPRODUTIVO EM EXPLORAÇÕES DE BOVINOS DE CARNE

Leia mais

ATUAÇÃO PROFISSIONAL - Gestor em Agronegócio

ATUAÇÃO PROFISSIONAL - Gestor em Agronegócio FORMAÇÃO ACADÊMICA: - Agrimensura Ipolon/PR - Engenheiro Civil UEL/PR - Administrador de Empresa com Sistemas de Informação FSP/SP - MBA Gestão em Agribusiness FGV/SP - Aluno Mestrado IZ/SP ATUAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

da AgroZurita, de Ivan Zurita, que comprou, de "porteira fechada",aestampacedrodenelore.

da AgroZurita, de Ivan Zurita, que comprou, de porteira fechada,aestampacedrodenelore. da AgroZurita, de Ivan Zurita, que comprou, de "porteira fechada",aestampacedrodenelore. Os marcadores moleculares são considerados por unanimidade um marco no desenvolvimento da pecuária nacional. José

Leia mais

A raça Canchim em cruzamentos para a produção de carne bovina

A raça Canchim em cruzamentos para a produção de carne bovina ISSN 1516-4111X A raça Canchim em cruzamentos para a produção de carne bovina 36 São Carlos, SP Dezembro, 2004 Autor Pedro Franklin Barbosa Eng. Agr., Dr., Pesquisador da Embrapa Pecuária Sudeste, Rod.

Leia mais

Julgamento de pista. Grande Campeonato de Fêmeas

Julgamento de pista. Grande Campeonato de Fêmeas Julgamento de pista Grande Campeonato de Fêmeas Grande Campeã - Miss 2106 Portobello Criador e expositor Resort Portobello Ltda Fazenda Porto Bello Mangaratiba/RJ Reservada Grande Campeã - Sweet Heart

Leia mais

LOTE 01 PRÉ- CATÁLOGO LEILÃO EMPARN E CONVIDADOS FESTA DO BOI 2015

LOTE 01 PRÉ- CATÁLOGO LEILÃO EMPARN E CONVIDADOS FESTA DO BOI 2015 PRÉ- CATÁLOGO LEILÃO EMPARN E CONVIDADOS FESTA DO BOI 2015 LOTE 01 Raça: Pardo- Suíça Grau de Sangue: PO Sexo: Fêmea Nome do Animal: EMPARN FLORESTA DALLAS Nascimento: 05.08.08 Registro: 254319 NP.: 825

Leia mais

MELHORAMENTO GENÉTICO

MELHORAMENTO GENÉTICO MELHORAMENTO GENÉTICO Mudança do material hereditário do rebanho de forma a capacitá-lo para produzir leite, mais economicamente em um determinado ambiente. Genética é a ciência que estuda a variação e

Leia mais

Projeto 49 Semanas - Blocos 01 a 10 Por Eliana Zerbinatti (Tia Lili) www.panoxadrez.com.br

Projeto 49 Semanas - Blocos 01 a 10 Por Eliana Zerbinatti (Tia Lili) www.panoxadrez.com.br Projeto 49 Semanas - Blocos 01 a 10 Por Eliana Zerbinatti (Tia Lili) www.panoxadrez.com.br Visite a nossa loja virtual com quase 2.000 tecidos nacionais e importados e centenas de acessórios para patchwork

Leia mais