INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAS DE CRUZEIRO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAS DE CRUZEIRO"

Transcrição

1 INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA 2014

2 1 INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO INTRODUÇÃO Na continuidade do estudo que vem sendo realizado pelo, em conjunto com a sobre o perfil do passageiro de cruzeiros com escala no Porto de Lisboa e a sua satisfação com a visita a Lisboa, foi realizada uma nova edição durante o ano de 2014, cujos resultados aqui se apresentam. Neste sentido, foi estabelecida uma amostra de 61 navios que fizeram escala em Lisboa entre os meses de maio e novembro, tendo sido entrevistados 1000 passageiros estrangeiros. Com base num questionário elaborado pelo, as entrevistas foram levadas a cabo pela empresa 2ii Informática e Informação, Lda. Este relatório pretende fazer uma análise dos dados recolhidos, evidenciando os seus principais resultados.

3 2 PERFIL À semelhança do ano anterior, no que respeita à nacionalidade, 27,4% dos passageiros estrangeiros entrevistados é do Reino Unido (34,7% em 2013). O 2º lugar é novamente ocupado pela Alemanha, com 21,6% (18,2% em 2013) e o 3º pela Itália com 21,0% (9,9% em 2013). 51,2% dos passageiros é do sexo masculino (67,4% em 2013), com uma média de idades de 48,3 anos (50,3 em 2013); 46,3 anos no caso das mulheres (49,1 em 2013) e 47,3 no global (49,9 em 2013). A proporção de passageiros com 65 anos ou mais foi de 21,2% (apenas 1,8% em 2013). À semelhança dos anos anteriores, no que respeita ao estado civil, a maioria dos passageiros é casado e sem filhos. No que se refere às habilitações literárias, 51,0% dos passageiros possui pelo menos um grau universitário (77,0% em 2013).

4 3 De forma consistente com a distribuição etária, nesta edição o peso de passageiros reformados é bastante mais elevado que no ano anterior: 25,5% face a 1,9% em Como tem sido habitual, grande parte dos passageiros entrevistados viaja acompanhado (90,5% face a 99,9% em 2013). A grande maioria destes faz-se acompanhar pelo o/a seu/sua companheiro/a. 32,1% viaja apenas em casal (27,9% em 2013), enquanto 20,1% viaja apenas com amigos (19,1% em 2013). O CRUZEIRO 86,8% dos passageiros encontrava-se a realizar o seu primeiro cruzeiro (74,7% em 2013). Em média, os cruzeiros em questão tinham uma duração de 13,7 dias. 13,2% tinha já alguma experiência prévia em cruzeiros (25,1% em 2013). Destes, mais de metade optou pelas Caraíbas e Mediterrâneo. A fonte privilegiada para recolha de informação sobre o cruzeiro foi a Internet, seguida das Agências de Viagens. Em 2013, as posições eram inversas, com as Agências de Viagens a receber 59,6%das preferências e a Internet 34,8%.

5 4 O aspecto lúdico que tem sido, para os passageiros entrevistados neste inquérito, a principal motivação para a realização do seu cruzeiro, foi, em 2014, suplantada pela possibilidade de visitar vários destinos numa viagem (0,1% em 2013). Como motivação, o convívio foi também este ano mais relevante que o contacto com o mar e alívio do stress (45,1% e 41,7%, respectivamente, em 2013). INFLUÊNCIA NA ESCOLHA DO CRUZEIRO (1 - nada importante; 5 - extremamente importante) Possibilidade de visitar Lisboa 4,68 Conjunto de cidades a visitar pelo cruzeiro 4,55 Possibilidade de descanso a bordo 4,47 A animação a bordo 4,43 Cruzeiros realizados anteriormente no mesmo destino 4,42 A qualidade da restauração a bordo 4,39 Cruzeiros realizados anteriormente em outros destinos 4,38 Preço do cruzeiro 4,37 Condições de alojamento a bordo 4,36 Conselhos de agências de viagens 4,35 A companhia que realiza o cruzeiro 4,32 Número de passageiros 4,25 Programas para pessoas singulares 4,19 Numa escala de 1 a 5, o factor que maior importância exerceu na escolha do cruzeiro foi a possibilidade de visitar Lisboa, que surgia em 5º lugar no ano passado. O conjunto de cidades integrantes do percurso do cruzeiro, em 1º lugar em 2013, surge agora na 2ª posição, seguido da possibilidade de descanso a bordo, que se mantêm em 3º lugar. Os cruzeiros realizados anteriormente, que surgiam em 2013 nos últimos lugares, sobem agora para meio da tabela.

6 5 31,7% dos passageiros entrevistados considera pouco provável a realização do cruzeiro na eventualidade da cidade de Lisboa não estar incluída no percurso, sendo que 26,7% certamente não o teria realizado (em 2013, estas percentagens foram de 40,0% e 23,7%, respectivamente). A reserva do cruzeiro foi feita, maioritariamente, através de uma agência de viagens (56,6% em 2013), sendo que 10,8% efectuou a reserva através do website da companhia de cruzeiros (37,2% em 2013). O Bar e as Actividades de animação foram as mais utilizadas durante o cruzeiro (5,0% e 2,1% em 2013), enquanto 67,9% tirou partido de todas as excursões disponibilizadas (55,6% em 2013). O Teatro, a Sala de jogos e o Casino, que em 2013 obtiveram valores na ordem dos 2,3% a 2,7%, foram substancialmente mais utilizadas nos cruzeiros da edição de 2014.

7 6 Numa escala de 1 a 10, o grau de satisfação médio com o Cruzeiro efectuado é de 9,64 (8,41 em 2013). GRAU DE SATISFAÇÃO COM O CRUZEIRO (escala de 1 a 10) 9,64 A VISITA A LISBOA 43,0% dos passageiros entrevistados tinha já visitado Lisboa anteriormente (5,2% em 2013), sendo que 5,4% o fez igualmente em contexto de cruzeiro (1,3% em 2013). Ao contrário do ano passado, em que a maioria dos passageiros fez uma excursão com guia adquirida a bordo do navio (67,8%), em 2014 a maioria optou por visitar a cidade pelos seus próprios meios (18,9% em 2013). Em 2014, a fonte mais importante para a recolha de informação sobre Lisboa foram os amigos e/ou familiares, trocando de posição relativa com a Publicidade, que em 2013 surgia no topo da tabela. A Agência de viagens, no final da tabela em 2013, reveste-se este ano de maior relevância, bem como a informação disponibilizada no navio, que se mantém em 3º lugar. Por sua vez a Internet, anteriormente na 2ª posição, desce agora para meio da tabela.

8 7 Na sua visita a Lisboa, os meios de transporte mais utilizados foram o autocarro turístico e o passeio a pé. Em 2013, o mais utilizado tinha sido o shuttle (80,3%), com o autocarro turístico a receber 42,2% das respostas. Destaque para a descida na utilização do metro: 68,6% em 2013 para 10,1% em Os locais mais visitados na cidade de Lisboa foram o Bairro Alto/Cais do Sodré, a Baixa- Chiado e Alfama/Castelo/Mouraria. Enquanto os dois primeiros se mantêm no topo das preferências, Belém desce dos 90,7% em 2013 para 68,6%. Em contrapartida, Alfama/ Castelo/Mouraria sobe dos 24,0% em No âmbito da Região de Lisboa, Cascais é o mais visitado (54,3% em 2013). Em média, estes passageiros estiveram 9,53 horas em Lisboa (9,46 em 2013). 0,5% dos passageiros entrevistados pernoitou em Lisboa (0,2% em 2013). A Pastelaria, os Postais, o Vinho e o Artesanato mantêm-se como os produtos mais procurados, tendo todos eles aumentado o seu peso no global das compras efectuadas pelos passageiros entrevistados, face ao ano anterior. O Material fotográfico, a Arte e os Azulejos foram os crescimentos mais notórios (1,7%, 1,4% e 1,2% em 2013, respectivamente). Em 2013 a liderança tinha cabido ao Vinho, ao Artesanato e à Pastelaria.

9 8 Na apreciação de Lisboa, todos os elementos foram objecto de valorações muito elevadas, com a liderança a caber à Gastronomia e Vinhos, ao Serviço nos restaurantes e a Qualidade dos serviços de acolhimento a passageiros no Porto de Lisboa. Em 2013, as posições cimeiras eram detidas pelo Clima, a Qualidade da excursão realizada em Lisboa e o Acesso a informação turística sobre Lisboa. O QUE APRECIOU NA CIDADE Gastronomia e Vinhos 9,79 Passear a pé pela cidade 9,32 Serviço nos restaurantes 9,79 População local 9,31 Qualidade dos serviços de acolhimento a passageiros no porto 9,67 Segurança no embarque / desembarque 9,60 Qualidade da oferta cultural 9,55 (1 - muito baixo; 10 - muito elevado) Rapidez no acesso à cidade 9,24 Segurança 9,22 Qualidade da excursão organizada em Lisboa 9,02 Qualidade da oferta comercial 9,52 Higiene e limpeza 8,96 Preços 9,49 Clima 9,46 Monumentos, Igrejas e Museus 9,46 Artesanato 9,36 Rapidez nas formalidades de embarque/desembarque 9,36 Acesso a informação turística sobre Lisboa Qualidade da informação turística sobre Lisboa 8,92 8,92 Casinos 8,26 No que se refere ao grau de satisfação com os serviços no Porto de Lisboa, os passageiros entrevistados avaliaram-na com 9,64, numa escala de 1 a 10. GRAU DE SATISFAÇÃO COM A EXPERIÊNCIA NO PORTO DE LISBOA (escala de 1 a 10) 9,64 Relativamente à expectativa prévia à sua viagem a Lisboa, 83,1% dos passageiros entrevistados viu as suas expectativas serem excedidas (56,1% em 2013). Numa escala de 1 a 10, o grau de satisfação médio com a visita a Lisboa é de 9,63 (7,72 em 2013). GRAU DE SATISFAÇÃO COM A VISITA A LISBOA (escala de 1 a 10) 9,63

10 9 94,5% dos inquiridos considera o seu regresso a Lisboa em cruzeiro como provável ou muito provável (38,3% em 2013), enquanto 95,7% classifica de igual modo o seu regresso a Lisboa em lazer e fora do contexto de cruzeiro (94,1% em 2013). 98,4% dos passageiros entrevistados recomendam Lisboa como ponto de passagem de cruzeiro. Na recomendação de Lisboa como destino turístico essa percentagem é de 99,7%. Em 2013, os valores foram de 98,8% e 98,9%, respectivamente. RECOMENDAÇÃO DE LISBOA COMO PONTO DE PASSAGEM DO CRUZEIRO 98,4% RECOMENDAÇÃO DE LISBOA COMO DESTINO TURÍSTICO 99,7% No que se refere à sua recomendação como destino turístico, 58,5% dos passageiros de cruzeiro insere Lisboa no Top 5 de destinos a serem visitados (41,3% em 2013), enquanto 29,5% a incluem no Top 10 (47,8% em 2013).

11 10 DESPESAS Em termos médios, os passageiros de cruzeiro entrevistados efectuaram uma despesa individual de 183,49 euros durante a sua passagem por Lisboa (97,40 euros em 2013). As componentes desta despesa tiveram, em termos médios, a seguinte distribuição: No que se refere à composição dessa despesa, em termos práticos nem todos os inquiridos tiveram gastos em todas as componentes. Dessa forma, foi possível determinar que: 59,7% dos passageiros realizou despesas na visita a Museus, Monumentos ou Atracções, tendo essas tido um valor médio de 29,76 euros. 93,5% efectuaram despesas em Compras, numa média de 105,30 euros por pessoa. Quanto à Alimentação, 91,5% teve gastos nessa componente, na ordem dos 45,81 euros. 85,9% teve gastos em Transportes em Lisboa, num valor médio de 28,71 euros. E dos 0,4% que tiveram despesas de alojamento, estas foram, em média, de 178,13 euros. DESPESAS % passageiros que indica ter efectuado esta despesa custo médio dos que efectuam esta despesa (por pessoa) Visita a monumentos e/ou atracções 59,7% 29,76 Compras 93,5% 105,30 Alimentação 91,5% 45,81 Deslocações na cidade 85,9% 28,71 Alojamento 0,4% 178,13 Em termos comparativos, apesar das diferentes percentagens de resposta, todas as componentes apresentaram valores médios superiores aos de 2013: Museus, Monumentos ou Atracções - 16,96 euros por pessoa; Compras - 50,29 euros por pessoa; Alimentação - 20,65 euros; Transportes em Lisboa - 22,67 euros e Alojamento - 68,85 euros.

INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAS DE CRUZEIRO

INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAS DE CRUZEIRO INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA 2015 1 INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO INTRODUÇÃO Na continuidade do estudo que vem sendo realizado pelo, em conjunto

Leia mais

INQUÉRITO A PASSAGEIROS DE CRUZEIRO

INQUÉRITO A PASSAGEIROS DE CRUZEIRO INQUÉRITO A PASSAGEIROS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA 2016 1 INQUÉRITO A PASSAGEIROS DE CRUZEIRO INTRODUÇÃO Na continuidade do estudo que vem sendo realizado pelo, em conjunto com a sobre o perfil do passageiro

Leia mais

INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA

INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA 2009 1 INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO INTRODUÇÃO Na continuidade do estudo que vem sendo realizado pelo, em conjunto

Leia mais

INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO E IMAGEM REGIÃO DE LISBOA

INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO E IMAGEM REGIÃO DE LISBOA INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO E IMAGEM REGIÃO DE LISBOA 2014 ÍNDICE: 1. Introdução Pág 3 2. Resumo dos principais resultados Pág 4 3. Características da amostra Pág 6 4. Factores que influenciaram a escolha

Leia mais

INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA

INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA 2011 1 INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO INTRODUÇÃO Na continuidade do estudo que vem sendo realizado pelo, em conjunto

Leia mais

Turismo sénior: Estudo de Caso no Concelho de Câmara de Lobos

Turismo sénior: Estudo de Caso no Concelho de Câmara de Lobos CENTRO DE COMPETÊNCIAS DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO SÉNIOR Turismo sénior: Estudo de Caso no Concelho de Câmara de Lobos Melissa Antonela

Leia mais

Pesquisa com visitantes domésticos e internacionais dos Jogos Rio 2016 Resultados Preliminares

Pesquisa com visitantes domésticos e internacionais dos Jogos Rio 2016 Resultados Preliminares Pesquisa com visitantes domésticos e internacionais dos Jogos Rio 2016 Resultados Preliminares Metodologia Público-alvo Pesquisa doméstica Turistas domésticos em viagem ao Rio de Janeiro, durante os Jogos

Leia mais

Parte II. Turismo Industrial: O Caso da Região de Aveiro Ex Região de Turismo Rota da Luz

Parte II. Turismo Industrial: O Caso da Região de Aveiro Ex Região de Turismo Rota da Luz Parte II Turismo Industrial: O Caso da Região de Aveiro Ex Região de Turismo Rota da Luz I. Perfil dos visitantes Caracterização do Visitante Região de Residência NUT II Alentejo Não Respondeu Algarve

Leia mais

INQUÉRITO AO CONGRESSISTA

INQUÉRITO AO CONGRESSISTA INQUÉRITO AO CONGRESSISTA 2016 INQUÉRITO AO CONGRESSISTA INTRODUÇÃO Tendo em conta a elevada relevância do Turismo de Negócios no posicionamento de Lisboa como destino, o Observatório do Turismo de Lisboa

Leia mais

AVALIAÇÃO DE SATISFAÇÃO DE UTENTES DOS POSTOS DE TURISMO

AVALIAÇÃO DE SATISFAÇÃO DE UTENTES DOS POSTOS DE TURISMO AVALIAÇÃO DE SATISFAÇÃO DE UTENTES DOS POSTOS DE TURISMO RELATÓRIO ANUAL 1 ÍNDICE 1. METODOLOGIA... 5 1.1. AMOSTRA... 5 1.2. REALIZAÇÃO DO INQUÉRITO... 6 1.2.1. Questionário... 6 2. RESULTADOS DOS INQUÉRITOS

Leia mais

INQUÉRITO ÀS ACTIVIDADES DOS TURISTAS E INFORMAÇÃO REGIÃO DE LISBOA

INQUÉRITO ÀS ACTIVIDADES DOS TURISTAS E INFORMAÇÃO REGIÃO DE LISBOA INQUÉRITO ÀS ACTIVIDADES DOS TURISTAS E INFORMAÇÃO REGIÃO DE LISBOA 2016 ÍNDICE: 1. Introdução Pág. 3 2. Resumo dos principais resultados Pág. 3 3. Características da amostra Pág. 5 4. Fontes de informação

Leia mais

INQUÉRITO SOBRE O GRAU DE SATISFAÇÃO DOS CLUBES PARTICIPANTES EM QUADROS COMPETITIVOS NACIONAIS DE REGULARIDADE ANUAL

INQUÉRITO SOBRE O GRAU DE SATISFAÇÃO DOS CLUBES PARTICIPANTES EM QUADROS COMPETITIVOS NACIONAIS DE REGULARIDADE ANUAL INQUÉRITO SOBRE O GRAU DE SATISFAÇÃO DOS CLUBES PARTICIPANTES EM QUADROS COMPETITIVOS NACIONAIS DE REGULARIDADE ANUAL Angra do Heroísmo Dezembro de 2013 INTRODUÇÃO De acordo com determinado no Decreto

Leia mais

INQUÉRITO AO CONGRESSISTA

INQUÉRITO AO CONGRESSISTA INQUÉRITO AO CONGRESSISTA 2015 INQUÉRITO AO CONGRESSISTA INTRODUÇÃO Tendo em conta a elevada relevância do Turismo de Negócios no posicionamento de Lisboa como destino, o Observatório do Turismo de Lisboa

Leia mais

Sociedade da Informação Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Empresas 2010

Sociedade da Informação Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Empresas 2010 04 de Novembro de 2010 Sociedade da Informação Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Empresas 2010 83% das empresas com dez e mais pessoas ao utilizam a Internet através

Leia mais

PESQUISA DO PERFIL E SATISFAÇÃO DO TURISTA FESTIVAL DE INVERNO DE BONITO

PESQUISA DO PERFIL E SATISFAÇÃO DO TURISTA FESTIVAL DE INVERNO DE BONITO APRESENTAÇÃO: O Observatório do Turismo e Eventos de Bonito, coordenado pelo Bonito Convention & Visitors Bureau, em parceria com a Prefeitura Municipal e a FECOMÉRCIO-MS, realizou nos dias 29 e 30 de

Leia mais

Presentation Vítor Costa, Director, ATL, International Workshop Tourism and urban mobility Lisbon 19-21 September 2012

Presentation Vítor Costa, Director, ATL, International Workshop Tourism and urban mobility Lisbon 19-21 September 2012 Presentation Vítor Costa, Director, ATL, International Workshop Tourism and urban mobility Lisbon 19-21 September 2012 Contando apenas com a frequência hoteleira da cidade e com os passageiros de cruzeiro,

Leia mais

INQUÉRITO A TURISTAS EM LISBOA SOBRE SEGURANÇA NO DESTINO AGOSTO/SETEMBRO DE 2015

INQUÉRITO A TURISTAS EM LISBOA SOBRE SEGURANÇA NO DESTINO AGOSTO/SETEMBRO DE 2015 INQUÉRITO A TURISTAS EM LISBOA SOBRE SEGURANÇA NO DESTINO AGOSTO/SETEMBRO DE 2015 INTRODUÇÃO Na sequência da criação das equipas de turismo pela Polícia de Segurança Pública nos concelhos de Lisboa e Cascais,

Leia mais

Pesquisa de Percepção dos Serviços Públicos de Blumenau

Pesquisa de Percepção dos Serviços Públicos de Blumenau Pesquisa de Percepção dos Serviços Públicos de Blumenau A carga tributária brasileira é uma das mais elevadas do mundo, em 2011 ela chegou a 35% do PIB, valor extremamente elevado. Seria de se esperar

Leia mais

5 dias. 1º Dia. LISBOA Rota do Oeste. Visita a Vila de Óbidos C/prova ginjinha de Óbidos

5 dias. 1º Dia. LISBOA Rota do Oeste. Visita a Vila de Óbidos C/prova ginjinha de Óbidos 5 dias 1º Dia LISBOA Rota do Oeste Visita a Vila de Óbidos C/prova ginjinha de Óbidos Óbidos vila de reis e rainhas foi, noutros tempos, local de preferência para descanso ou refúgio das desavenças da

Leia mais

Trabalhar na Italia. Guia completo para conseguir um emprego e se aposentar pela Itália

Trabalhar na Italia. Guia completo para conseguir um emprego e se aposentar pela Itália Trabalhar na Italia Guia completo para conseguir um emprego e se aposentar pela Itália CONTATO DE TODAS AS AGÊNCIAS QUE CONTRATAM PESSOAL AINDA NO BRASIL PARA TRABALHAR NA ITÁLIA Manual atualizado Autor

Leia mais

Pesquisa de Avaliação dos Serviços Públicos de Florianópolis

Pesquisa de Avaliação dos Serviços Públicos de Florianópolis Pesquisa de Avaliação dos Serviços Públicos de Florianópolis A carga tributária brasileira é uma das mais elevadas do mundo, em 2011 ela chegou a 35% do PIB, valor extremamente elevado. Seria de se esperar

Leia mais

Madrid. Viagem especialmente elaborada para o Grupos dos Amigos do Museu de Arte Antiga. 10 junho 2016 lisboa/madrid

Madrid. Viagem especialmente elaborada para o Grupos dos Amigos do Museu de Arte Antiga. 10 junho 2016 lisboa/madrid Madrid Viagem especialmente elaborada para o Grupos dos Amigos do Museu de Arte Antiga itinerário 10 junho 2016 lisboa/madrid Comparência no aeroporto da Portela às 10h00. Formalidades de embarque no voo

Leia mais

INQUÉRITO ÀS ACTIVIDADES DOS TURISTAS E INFORMAÇÃO REGIÃO DE LISBOA

INQUÉRITO ÀS ACTIVIDADES DOS TURISTAS E INFORMAÇÃO REGIÃO DE LISBOA INQUÉRITO ÀS ACTIVIDADES DOS TURISTAS E INFORMAÇÃO REGIÃO DE LISBOA 2015 ÍNDICE: 1. Introdução Pág 3 2. Resumo dos principais resultados Pág 3 3. Características da amostra Pág 5 4. Fontes de informação

Leia mais

INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO E IMAGEM REGIÃO DE LISBOA

INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO E IMAGEM REGIÃO DE LISBOA INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO E IMAGEM REGIÃO DE LISBOA 2016 ÍNDICE: 1. Introdução Pág 3 2. Resumo dos principais resultados Pág 3 3. Características da amostra Pág 5 4. Factores que influenciaram a escolha

Leia mais

ATIVIDADE CONSULTORIA ESTRATÉGICA MARKETING E COMUNICAÇÃO ESTUDOS EVENTOS PUBLICAÇÕES FORMAÇÃO

ATIVIDADE CONSULTORIA ESTRATÉGICA MARKETING E COMUNICAÇÃO ESTUDOS EVENTOS PUBLICAÇÕES FORMAÇÃO 1 ATIVIDADE 6 ATIVIDADE CONSULTORIA ESTRATÉGICA MARKETING E COMUNICAÇÃO ESTUDOS EVENTOS PUBLICAÇÕES FORMAÇÃO 7 ESTUDOS Os estudos são ferramentas importantes para conhecer tendências, comportamentos, perfis

Leia mais

INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO E IMAGEM REGIÃO DE LISBOA

INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO E IMAGEM REGIÃO DE LISBOA INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO E IMAGEM REGIÃO DE LISBOA 2015 ÍNDICE: 1. Introdução Pág 3 2. Resumo dos principais resultados Pág 4 3. Características da amostra Pág 6 4. Factores que influenciaram a escolha

Leia mais

Maio 2004. Belo Horizonte. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE

Maio 2004. Belo Horizonte. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Maio 2004 Região Metropolitana de Belo Horizonte Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE 1 PESQUISA MENSAL DE EMPREGO ESTIMATIVAS PARA O MÊS DE MAIO DE 2004 REGIÃO

Leia mais

Impacte da Lei de Prevenção do Tabagismo* na população de Portugal Continental

Impacte da Lei de Prevenção do Tabagismo* na população de Portugal Continental Impacte da Lei de Prevenção do Tabagismo* na população de Portugal Continental * Lei n.º 37/2007, de 14 de Agosto Direcção-Geral da Saúde com a colaboração do INSA Acompanhamento estatístico e epidemiológico

Leia mais

A sustentabilidade Financeira do Serviço Nacional de Saúde. Motivação

A sustentabilidade Financeira do Serviço Nacional de Saúde. Motivação A sustentabilidade Financeira do Serviço Nacional de Saúde Pedro Pita Barros Faculdade de Economia Universidade Nova de Lisboa Motivação 25º Aniversário do SNS Qual a sua sustentabilidade financeira? O

Leia mais

Índice de Preços Turístico

Índice de Preços Turístico Índice de Preços Turístico 04 de Setembro de 2015 2º Trimestre 2015 Contacto (s): Olga Cruz Próxima edição: 16 de Outubro 2015 (3º Trim.) Olga.cruz@ine.gov.cv Raimundo Lopes Raimundo.lopes@ine.gov.cv Preços

Leia mais

BALANÇO SOCIAL 2009 1/14

BALANÇO SOCIAL 2009 1/14 BALANÇO SOCIAL 2009 1/14 ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. Organograma do IDE-RAM 2. Distribuição global dos recursos humanos 3. Estrutura etária dos recursos humanos 4. Estrutura de antiguidades 5. Estrutura habilitacional

Leia mais

Maio 2004. São Paulo. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE

Maio 2004. São Paulo. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Maio 2004 Região Metropolitana de São Paulo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE 1 I) INTRODUÇÃO PESQUISA MENSAL DE EMPREGO ESTIMATIVAS PARA O MÊS DE MAIO DE

Leia mais

DADOS DE MERCADO 2010/2011 ALEMANHA

DADOS DE MERCADO 2010/2011 ALEMANHA DADOS DE MERCADO 2010/2011 ALEMANHA HÓSPEDES HOTELARIA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA (NUTSII) (Fonte: INE, PORTUGAL) Hóspedes hotelaria - AM Lisboa 209.237 191.461 201.928 196.392 194.949 192.739 198.410

Leia mais

movimentos aéreos movimentos marítimos dormidas hóspedes estada média taxas ocupação proveitos médios balança turística

movimentos aéreos movimentos marítimos dormidas hóspedes estada média taxas ocupação proveitos médios balança turística Variações relativas ao 3º trimestre 2005: movimentos aéreos +3% no movimento de passageiros desembarcados de voos internacionais clássicos; +40,1%movimento de passageiros desembarcados de voos low-cost;

Leia mais

Estudo. Prática de Corrida em Portugal. Setembro 2014. Estudo - Prática de Corrida em Portugal

Estudo. Prática de Corrida em Portugal. Setembro 2014. Estudo - Prática de Corrida em Portugal Estudo Prática de Corrida em Portugal Setembro 2014 Índice Contexto Pág. 3 Caraterização do mercado Pág. 4 a 6 Metodologia Pág. 7 Resultados Pág. 8 a 19 Conclusões Pág. 20 Ficha técnica Pág. 21 Pág. 2

Leia mais

INTENÇÕES DE FÉRIAS PARA O VERÃO DE 2012

INTENÇÕES DE FÉRIAS PARA O VERÃO DE 2012 INTENÇÕES DE FÉRIAS PARA O VERÃO DE 2012 O presente estudo foi realizado pelo IPDT, em parceria com a Soltrópico, com o objetivo de aferir a intenção de férias de residentes em Portugal para o verão de

Leia mais

DETERMINANTES DO CRESCIMENTO DA RENDA

DETERMINANTES DO CRESCIMENTO DA RENDA DETERMINANTES DO CRESCIMENTO DA RENDA na região metropolitana do Rio de Janeiro entre 2010 e 2011 NOTA CONJUNTURAL DO OBSERVATÓRIO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, JANEIRO DE

Leia mais

O diferencial digital nas utilizações da Internet. Mariana Almeida Ricardo Travassos Sílvia Santos

O diferencial digital nas utilizações da Internet. Mariana Almeida Ricardo Travassos Sílvia Santos O diferencial digital nas utilizações da Internet Mariana Almeida Ricardo Travassos Sílvia Santos Plano de trabalho Revisão de literatura Metodologia em ciências sociais Formulação das hipóteses de trabalho

Leia mais

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO AUTOCARRO

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO AUTOCARRO REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO AUTOCARRO A Junta de Freguesia do Lumiar dispõe de um autocarro com capacidade para 55 passageiros que coloca ao serviço das Escolas, Centros de Dia, Colectividades e outras

Leia mais

CURSO VOCACIONAL DE ARTE E PUBLICIDADE

CURSO VOCACIONAL DE ARTE E PUBLICIDADE CURSO VOCACIONAL DE ARTE E PUBLICIDADE Planificação Anual - 2015-2016 Ensino Básico 9º Ano 2º Ano - Atividade Vocacional FOTOGRAFIA DIGITAL MATRIZ DE CONTEÚDOS E DE PROCEDIMENTOS Conteúdos Procedimentos

Leia mais

SALÁRIO MÍNIMO REGIONAL

SALÁRIO MÍNIMO REGIONAL SALÁRIO MÍNIMO REGIONAL (RETRIBUIÇÃO MÍNIMA MENSAL GARANTIDA NA REGIÃO) Taxas de Cobertura Abril 2012 ELABORAÇÃO: Direção de Serviços de Estatísticas do Trabalho Direção Regional do Trabalho Fevereiro

Leia mais

de habitação social em 246 Municípios, constituído por cerca de 97 mil fogos e 22 mil edifícios edifícios

de habitação social em 246 Municípios, constituído por cerca de 97 mil fogos e 22 mil edifícios edifícios Caracterização da Habitação Social em Portugal 2009 09 de Julho de 2010 Parque de habitação social em 246 Municípios, constituído por cerca de 97 mil fogos e 22 mil edifícios Em termos médios nacionais,

Leia mais

O Envelhecimento em Portugal

O Envelhecimento em Portugal O Envelhecimento em Portugal Situação demográfica e sócio-económica recente das pessoas idosas I. Enquadramento geral As expressões sublinhadas encontram-se explicadas no final do texto Consideram-se pessoas

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego

Pesquisa Mensal de Emprego Comunicação Social 25 de março de 2004 Pesquisa Mensal de Emprego Taxa de desocupação é de 12% em fevereiro Em fevereiro de 2004, a taxa de desocupação ficou estável tanto em relação ao mês anterior (11,7%)

Leia mais

FICHA TÉCNICA PARA O DEPÓSITO DE SONDAGEM (de acordo com o artigo 6º da Lei nº 10/2000 de 21 de Junho)

FICHA TÉCNICA PARA O DEPÓSITO DE SONDAGEM (de acordo com o artigo 6º da Lei nº 10/2000 de 21 de Junho) FICHA TÉCNICA PARA O DEPÓSITO DE SONDAGEM (de acordo com o artigo 6º da Lei nº 10/2000 de 21 de Junho) 1. Entidade responsável pela realização da sondagem: - EUROSONDAGEM Estudos de Opinião, S. A. - Av.

Leia mais

VILLAGE TALL SHIPS RACES

VILLAGE TALL SHIPS RACES CORPORATE VILLAGE TALL SHIPS RACES Informações sobre o Village Quando vai estar aberto ao público PLANTA PROVISÓRIA O Village estará aberto das 10:00 às 24:00, entre os dias 22 e 24 de julho e dia 25

Leia mais

Estudo de Inserção Profissional dos Alunos da Rede Escolar do Turismo de Portugal, I.P.

Estudo de Inserção Profissional dos Alunos da Rede Escolar do Turismo de Portugal, I.P. Estudo de Inserção Profissional dos Alunos da Rede Escolar do Turismo de Portugal, I.P. Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Pedagógica e Certificação CONTEÚDO 1. SUMÁRIO

Leia mais

Posição da Igreja Católica perante a Homossexualidade. Inquérito à população

Posição da Igreja Católica perante a Homossexualidade. Inquérito à população Posição da Igreja Católica perante a Homossexualidade Inquérito à população 1 Religião e Homossexualidade 2 QUESTÃO DE PARTIDA 3 Qual a opinião da população sobre a posição da igreja católica perante a

Leia mais

UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PELAS FAMÍLIAS 2001

UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PELAS FAMÍLIAS 2001 Informação à Comunicação Social 15 de Março de 22 UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PELAS FAMÍLIAS 21 No terceiro trimestre de 21, cerca de um quarto das famílias portuguesas - 24%

Leia mais

CONSUMO NA INTERNET Compras Internacionais

CONSUMO NA INTERNET Compras Internacionais CONSUMO NA INTERNET Compras Internacionais Janeiro de 2015 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Traçar o perfil dos consumidores virtuais; Mapear o processo de compras internacionais considerando: Produtos mais

Leia mais

PERFIL DOS ESTUDANTES QUE INGRESSARAM PELA 1ª VEZ, NO 1º ANO NA ESEL ANO LETIVO 2015/2016. Realização: Ana Cristina Santos

PERFIL DOS ESTUDANTES QUE INGRESSARAM PELA 1ª VEZ, NO 1º ANO NA ESEL ANO LETIVO 2015/2016. Realização: Ana Cristina Santos PERFIL DOS ESTUDANTES QUE INGRESSARAM PELA 1ª VEZ, NO 1º ANO NA ESEL ANO LETIVO 2015/2016 Realização: Ana Cristina Santos Disponibilização de Dados Estatísticos: Bruno Ramos Coordenação: Alexandra Tavares

Leia mais

DEEJAY Desde 475 MÚSICA IGREJA.

DEEJAY Desde 475 MÚSICA IGREJA. PARTY & SOUND DEEJAY Desde 475 Está presente do início ao fim do casamento, ou seja, desde os aperitivos até ao fim da festa, seguindo sempre uma playlist animada e personalizada pelos noivos. Durante

Leia mais

ACTIVIDADE TURÍSTICA 1999

ACTIVIDADE TURÍSTICA 1999 Informação à Comunicação Social 26 de Junho de 2000 ACTIVIDADE TURÍSTICA 1999 Em 31 de Julho de 1999, o número total de estabelecimentos na hotelaria tradicional recenseada (Hotéis, Hotéis-Apartamentos,

Leia mais

Sete em cada dez sonhos de consumo dos brasileiros ainda não foram realizados.

Sete em cada dez sonhos de consumo dos brasileiros ainda não foram realizados. Sete em cada dez sonhos de consumo dos brasileiros ainda não foram realizados. Os brasileiros têm como principais sonhos de consumo viajar, frequentar restaurantes, querem comprar seu próprio carro e cuidar

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO SERVIÇO PRESTADO NOS REFEITÓRIOS DOS SASUL

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO SERVIÇO PRESTADO NOS REFEITÓRIOS DOS SASUL RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO SERVIÇO PRESTADO NOS REFEITÓRIOS DOS SASUL INQUÉRITOS DE SATISFAÇÃO 1º SEMESTRE 2013 Os inquéritos de satisfação foram distribuídos nos 3 Refeitórios dos Serviços

Leia mais

Influência no conforto visual

Influência no conforto visual SHO 2011 Colóquio Internacional sobre Segurança e Higiene Ocupacionais 10 e 11 de Fevereiro 2011 Universidade do Minho - Guimarães Influência no conforto visual Aida Pais Departamento de Saúde Ambiental

Leia mais

A visita técnica como tempo, espaço e estratégia de aprendizagem em um curso de Turismo

A visita técnica como tempo, espaço e estratégia de aprendizagem em um curso de Turismo P á g i n a 168 A visita técnica como tempo, espaço e estratégia de aprendizagem em um curso de Turismo Site visit as time, space and strategy of learnship in a Tourism course Prof. Dr. Thiago Rodrigues

Leia mais

MULHERES E TABAGISMO NO BRASIL, O QUE AS PESQUISAS REVELAM MICHELINE GOMES CAMPOS DA LUZ SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE

MULHERES E TABAGISMO NO BRASIL, O QUE AS PESQUISAS REVELAM MICHELINE GOMES CAMPOS DA LUZ SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE MULHERES E TABAGISMO NO BRASIL, O QUE AS PESQUISAS REVELAM MICHELINE GOMES CAMPOS DA LUZ SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE Como podemos monitorar o tabagismo nas mulheres no Brasil

Leia mais

Revista Viajar. 1 Quais as grandes vantagens da certificação?

Revista Viajar. 1 Quais as grandes vantagens da certificação? Dra. Carla Pinto Mais de 80 Certificados emitidos no sector do Turismo publicada na Revista Viajar, nº 187, dossier especial Certificação, em Junho 2006 Revista Viajar 1 Quais as grandes vantagens da certificação?

Leia mais

GABINETE DE ESTRATÉGIA, PLANEAMENTO E AVALIAÇÃO CULTURAIS. Voluntariado Formal - Arte e Cultura em 2012. Arte. Cultura. GEPAC Setembro 2013

GABINETE DE ESTRATÉGIA, PLANEAMENTO E AVALIAÇÃO CULTURAIS. Voluntariado Formal - Arte e Cultura em 2012. Arte. Cultura. GEPAC Setembro 2013 ... Cultura GABINETE DE ESTRATÉGIA, PLANEAMENTO E AVALIAÇÃO CULTURAIS Arte Voluntariado Formal - Arte e Cultura em 2012 GEPAC Setembro 2013 TÍTULO Voluntariado Formal nas Artes e na Cultura em 2012 DIREÇÃO

Leia mais

Geografia População (Parte 2)

Geografia População (Parte 2) 1. Estrutura Etária: Geografia População (Parte 2) A Transição Demográfica corresponde à mudança no perfil de idade dos habitantes, engloba proporções de crianças, jovens/adultos, idosos, homens e mulheres.

Leia mais

Profª Drª Carmita Abdo Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Projeto Sexualidade (ProSex)

Profª Drª Carmita Abdo Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Projeto Sexualidade (ProSex) Profª Drª Carmita Abdo Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Projeto Sexualidade (ProSex) Distribuição por Gênero 1715 entrevistados 60,3% 39,7% 51,9% Minas Gerais 48,1% (n = 550) (n = 362)

Leia mais

Lisboa, Madri e Paris - 11 noites/12 dias Excursão com Guia - Somente Terrestre

Lisboa, Madri e Paris - 11 noites/12 dias Excursão com Guia - Somente Terrestre Lisboa, Madri e Paris - 11 noites/12 dias Excursão com Guia - Somente Terrestre - Serviços Incluídos - Serviço Assistência Telefônica 24 HORAS - Ônibus turístico. - Guia acompanhante em espanhol - Traslados

Leia mais

Dormidas de não residentes continuam a aumentar

Dormidas de não residentes continuam a aumentar Actividade Turística Novembro de 2010 10 de Janeiro de 2011 Dormidas de não residentes continuam a aumentar No mês de Novembro de 2010 a hotelaria registou cerca de dois milhões de dormidas, valor muito

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE TRANSGÊNICOS DEZEMBRO 2002 OPP 573 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL - Levantar junto a população da área em estudo opiniões sobre os transgênicos. -

Leia mais

NO ÂMBITO DA OCUPAÇÃO

NO ÂMBITO DA OCUPAÇÃO PRINCIPAIS DESTAQUES DA EVOLUÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO NAS SEIS REGIõES METROPOLITANAS DO PAÍS ABRANGIDAS PELA PESQUISA MENSAL DE EMPREGO DO IBGE (RECiFE, SALVADOR, BELO HORIZONTE, RIO DE JANEIRO, SÃO

Leia mais

Copa do Mundo 2014. Comportamento do Consumidor

Copa do Mundo 2014. Comportamento do Consumidor Copa do Mundo 2014 Comportamento do Consumidor Junho de 2014 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Mapear expectativas e primeiras impressões sobre a Copa do Mundo Identificar mudanças nos padrões de consumo em

Leia mais

Elaboração e Análise de Projetos

Elaboração e Análise de Projetos Elaboração e Análise de Projetos Análise de Mercado Professor: Roberto César ANÁLISE DE MERCADO Além de ser o ponto de partida de qualquer projeto, é um dos aspectos mais importantes para a confecção deste.

Leia mais

INQUÉRITO MOTIVACIONAL CIDADE DE LISBOA

INQUÉRITO MOTIVACIONAL CIDADE DE LISBOA INQUÉRITO MOTIVACIONAL 2016 CIDADE DE LISBOA INTRODUÇÃO Nos últimos anos, o Turismo de Lisboa tem vindo a realizar o Inquérito Motivacional, junto de turistas nacionais e estrangeiros que se tenham hospedado

Leia mais

Programa + Património + Turismo. Formulário de Candidatura

Programa + Património + Turismo. Formulário de Candidatura Programa + Património + Turismo Formulário de Candidatura Antes de começar a preencher o formulário de candidatura, por favor leia o regulamento do programa + Património + Turismo, disponível no sítio

Leia mais

INQUÉRITO MOTIVACIONAL CIDADE DE LISBOA

INQUÉRITO MOTIVACIONAL CIDADE DE LISBOA INQUÉRITO MOTIVACIONAL 2015 CIDADE DE LISBOA INTRODUÇÃO Nos últimos anos, o Turismo de Lisboa tem vindo a realizar o Inquérito Motivacional, junto de turistas nacionais e estrangeiros que se tenham hospedado

Leia mais

Proposta de orçamento para 2016

Proposta de orçamento para 2016 Proposta de orçamento para 2016 Pressupostos O Conselho de Deontologia de Lisboa não possui receitas próprias, com excepção de algumas que residualmente lhe sejam imputadas, pelo que, em rigor, não pode

Leia mais

1. Nome da Empresa. 2. Sector de Actividade. 3. Responsável pelo preenchimento do questionário. 4. Formação/Habilitações literárias. Page 1.

1. Nome da Empresa. 2. Sector de Actividade. 3. Responsável pelo preenchimento do questionário. 4. Formação/Habilitações literárias. Page 1. Outro Projecto do Mestrado em Ambiente, Saúde e Segurança IMPLEMENTAÇÃO DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE AMBIENTE E DE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO AO NÍVEL DAS GRANDES EMPRESAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES

Leia mais

Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009

Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009 Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009 Perfil das Despesas Indicadores Selecionados 14/09/2012 POF 2008 2009 Objetivos: Investigação dos

Leia mais

Fonte: ACNielsen; Períodos Dez-Jan 09 e Dez-Jan 10

Fonte: ACNielsen; Períodos Dez-Jan 09 e Dez-Jan 10 Fonte: ACNielsen; Períodos Dez-Jan 09 e Dez-Jan 10 INA - vendas em sistema take home (para consumo em casa), em supermercados, lojas, grande distribuição INCIM - vendas "consumo imediato", efectuadas em

Leia mais

OBJECTIVOS E METODOLOGIAS...I RELATÓRIO DESCRITIVO.II. Conhecer a experiência de visita às Caves do Vinho do Porto: Frequência com que visitam...

OBJECTIVOS E METODOLOGIAS...I RELATÓRIO DESCRITIVO.II. Conhecer a experiência de visita às Caves do Vinho do Porto: Frequência com que visitam... ÍNDICE OBJECTIVOS E METODOLOGIAS...I RELATÓRIO DESCRITIVO.II Plano de visita Conhecer a experiência de visita às Caves do Vinho do Porto: Frequência com que visitam...1 Estrutura da visita Acompanhantes

Leia mais

COLECÇÃO ESTATÍSTICAS

COLECÇÃO ESTATÍSTICAS MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL Gabinete de Estratégia e Planeamento COLECÇÃO ESTATÍSTICAS INQUÉRITO AO IMPACTE DAS ACÇÕES DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL NAS EMPRESAS 2005-2007 Form. Profissional

Leia mais

ACTIVIDADE TURÍSTICA Janeiro a Outubro de 2001

ACTIVIDADE TURÍSTICA Janeiro a Outubro de 2001 Informação à Comunicação Social 25 de Janeiro de 2002 ACTIVIDADE TURÍSTICA Janeiro a Outubro de 2001 O INE apresenta os principais resultados preliminares relativos à Oferta Turística em 31 de Julho de

Leia mais

Estudo do impacte económico do turismo em Lisboa

Estudo do impacte económico do turismo em Lisboa Estudo do impacte económico do turismo em Lisboa 2005-15 Janeiro 2017 Pela Deloi=e EVOLUÇÃO DOS HÓSPEDES (em milhões) 2005 2010 2015 Crescimento médio anual REGIÃO 3,5 4,3 7,3 7,5% CIDADE 2,4 2,9 4,9 7,4%

Leia mais

Intercâmbio de Estudantes Sintra/Omura (Japão) 2016/2017 Ao abrigo do Protocolo de Geminação

Intercâmbio de Estudantes Sintra/Omura (Japão) 2016/2017 Ao abrigo do Protocolo de Geminação Intercâmbio de Estudantes Sintra/Omura (Japão) 2016/2017 Ao abrigo do Protocolo de Geminação A Câmara Municipal de Sintra apresenta os requisitos necessários à seleção de jovens portugueses, residentes

Leia mais

Campanha Cereja do Fundão 2016

Campanha Cereja do Fundão 2016 Campanha Cereja do Fundão 2016 Fundão responsável por mais de 50% da produção nacional de cereja. Mais de 300 produtores organizados Marca territorial de excelência Produção em 2015: 6 mil toneladas Investimento

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL DO TRT DA 13ª REGIÃO

RELATÓRIO DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL DO TRT DA 13ª REGIÃO RELATÓRIO DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL DO TRT DA 13ª REGIÃO A Presidência do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região, através da Assessoria de Gestão Estratégica AGE, realizou em consonância

Leia mais

Regulamento para. Atribuição de Apoios pela Reitoria da Universidade do Porto

Regulamento para. Atribuição de Apoios pela Reitoria da Universidade do Porto Regulamento para Atribuição de Apoios pela Reitoria da Universidade do Porto Reitoria da Universidade do Porto Setembro de 2006 1. Introdução A U.Porto, através da sua Reitoria, tem um programa para conceder

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO DE PREÇOS. Diferenças de preços na Europa em produtos das cadeias de lojas H&M, Zara, C&A e Body Shop.

ESTUDO COMPARATIVO DE PREÇOS. Diferenças de preços na Europa em produtos das cadeias de lojas H&M, Zara, C&A e Body Shop. ESTUDO COMPARATIVO DE PREÇOS Diferenças de preços na Europa em produtos das cadeias de lojas H&M, Zara, C&A e Body Shop Maio 2009 Realizado pela Rede de Centros Europeus do Consumidor (ECC-Net) Introdução

Leia mais

DADOS DE MERCADO 2010/2011 ESTADOS UNIDOS

DADOS DE MERCADO 2010/2011 ESTADOS UNIDOS DADOS DE MERCADO 2010/2011 ESTADOS UNIDOS HÓSPEDES HOTELARIA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA (NUTSII) (Fonte: INE, PORTUGAL) Hóspedes hotelaria - AM Lisboa 159.318 142.847 146.317 137.824 146.379 159.605

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA. Ofício-circular nº 22/2007 11 de Abril de 2007 DGAJ/DAGD

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA. Ofício-circular nº 22/2007 11 de Abril de 2007 DGAJ/DAGD Exmo Senhor Secretário de Justiça Ofício-circular nº 22/27 11 de Abril de 27 DGAJ/DAGD Assunto: Arquivos judiciais: análise dos indicadores de actividade de 26. Medidas a adoptar. I. Antecedentes O estabelecimento,

Leia mais

Estimativa da taxa de desemprego em abril: 13,0%

Estimativa da taxa de desemprego em abril: 13,0% 2 de junho de Estimativas Mensais de Emprego e Desemprego abril de Estimativa da taxa de desemprego em abril: 13,0% A estimativa provisória da taxa de desemprego para abril de situa-se em 13,0%, valor

Leia mais

NOS PRÓXIMOS VINTE E CINCO ANOS O NÚMERO DE IDOSOS PODERÁ MAIS DO QUE DUPLICAR O NÚMERO DE JOVENS.

NOS PRÓXIMOS VINTE E CINCO ANOS O NÚMERO DE IDOSOS PODERÁ MAIS DO QUE DUPLICAR O NÚMERO DE JOVENS. Dia Internacional do Idoso 1 de Outubro de 2007 27 de Setembro de 2007 NOS PRÓXIMOS VINTE E CINCO ANOS O NÚMERO DE IDOSOS PODERÁ MAIS DO QUE DUPLICAR O NÚMERO DE JOVENS. O número de idosos tem aumentado,

Leia mais

Entrada dos Jovens no Mercado de Trabalho

Entrada dos Jovens no Mercado de Trabalho Entrada dos Jovens no Mercado de Trabalho 09 30 de Abril 10 Entrada dos Jovens no Mercado de Trabalho No segundo trimestre de 09, 65,7% dos jovens com idade entre os 15 e os 34 anos tinham completado um

Leia mais

Pesquisa de Perfil do Visitante do Brique da Redenção

Pesquisa de Perfil do Visitante do Brique da Redenção Pesquisa de Perfil do Visitante do Brique da Redenção Objetivos Identificar perfil do visitante do Brique da Redenção. Identificar os hábitos de visita ao Brique da Redenção. Conhecer a avaliação que os

Leia mais

INQUÉRITO À INSERÇÃO NA VIDA ACTIVA AOS EX-FORMANDOS DE CURSOS DE QUALIFICAÇÃO INICIAL

INQUÉRITO À INSERÇÃO NA VIDA ACTIVA AOS EX-FORMANDOS DE CURSOS DE QUALIFICAÇÃO INICIAL REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA OBSERVATÓRIO DO SISTEMA EDUCATIVO E CULTURAL DA RAM INQUÉRITO À INSERÇÃO NA VIDA ACTIVA AOS EX-FORMANDOS DE CURSOS DE QUALIFICAÇÃO INICIAL

Leia mais

ANTONIO MARTINS 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS

ANTONIO MARTINS 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 08/05/1963 - Distância da capital: 357 km - Área: 245 Km 2 - Localização Mesorregião: Oeste Potiguar Microrregião: Umarizal - População: 6.997 (IBGE/2007) - Número

Leia mais

INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO DOS UTENTES DOS CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS DA RAA 2016 RESULTADOS PRELIMINARES

INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO DOS UTENTES DOS CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS DA RAA 2016 RESULTADOS PRELIMINARES INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO DOS UTENTES DOS CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS DA RAA 2016 RESULTADOS PRELIMINARES Direção Regional da Saúde junho de 2016 Índice Introdução... 3 1. Dados sociodemográficos... 4 2.

Leia mais

Município de Chapecó tem aumento de 0,75% no preço da gasolina em janeiro de 2016

Município de Chapecó tem aumento de 0,75% no preço da gasolina em janeiro de 2016 Publicação mensal do curso de Ciências Econômicas da Universidade Comunitária da Região de Chapecó Ano 5, Nº 1 Janeiro/2016 Município de Chapecó tem aumento de 0,75% no preço da gasolina em janeiro de

Leia mais

A PROCURA DE EMPREGO DOS DIPLOMADOS

A PROCURA DE EMPREGO DOS DIPLOMADOS A PROCURA DE EMPREGO DOS DIPLOMADOS COM HABILITAÇÃO SUPERIOR Em Fevereiro de 2008, o GPEARI do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior publicou o segundo relatório sobre a procura de emprego

Leia mais

Relatório N.º OBRA 351 ESTUDO SOBRE A QUALIDADE DE SERVIÇO

Relatório N.º OBRA 351 ESTUDO SOBRE A QUALIDADE DE SERVIÇO Relatório N.º OBRA 351 ESTUDO SOBRE A QUALIDADE DE SERVIÇO Rua Eng.º José Cordeiro, nº6 9504-522 Ponta Delgada Tel.: 296 209 655 Fax: 296 209 651 E-mail: dec@norma-acores.pt www.norma-acores.pt Índice

Leia mais

Lisboa 21 a 24 de Setembro de 2017

Lisboa 21 a 24 de Setembro de 2017 Especialmente elaborada para: Soluções criativas para viagens inesquecíveis Lisboa 21 a 24 de Setembro de 2017 Itinerário 1º Dia 21 de Setembro 2017 PORTO / LISBOA Em hora e local a informar, partida em

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTOAVALIAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL 2014/01 a 2014/02 APRESENTAÇÃO O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES,

Leia mais

DADOS DE MERCADO 2010/2011 BRASIL

DADOS DE MERCADO 2010/2011 BRASIL DADOS DE MERCADO 2010/2011 BRASIL HÓSPEDES HOTELARIA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA (NUTSII) (Fonte: INE, PORTUGAL) Hóspedes hotelaria - AM Lisboa 268.153 224.435 153.292 183.962 167.661 90.897 87.686 101.723

Leia mais

Área Metropolitana de Lisboa. (B) Caracterização da Frota

Área Metropolitana de Lisboa. (B) Caracterização da Frota Área Metropolitana de Lisboa (B) Caracterização da Frota ÍNDICE Apresentação 3 Importação a nível nacional de veículos usados, em 1997 4 Evolução das importações 1990-1997 5 Sugestões 6 Caracterização

Leia mais