Profª Drª Carmita Abdo Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Projeto Sexualidade (ProSex)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Profª Drª Carmita Abdo Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Projeto Sexualidade (ProSex)"

Transcrição

1 Profª Drª Carmita Abdo Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Projeto Sexualidade (ProSex)

2 Distribuição por Gênero 1715 entrevistados 60,3% 39,7% 51,9% Minas Gerais 48,1% (n = 550) (n = 362) (n = 417) (n = 386)

3 Distribuição por Faixa Etária 45% 40% 38,9 35% 30% 30,7 25% 22,8 24,4 20% 16,8 19,1 15% 11,1 13,0 10% 5% 7,3 7,5 3,1 5,3 0% anos anos anos anos anos 71 anos (n = 548) (n = 361)

4 Distribuição por Faixa Etária Belo Horizonte 50% 47,9 45% 40% 35% 31,2 36,2 32,4 30% 25% 20% 15% 10% 5% 0% anos 16,7 9,1 8,7 5,4 4,3 3,9 2,9 1, anos anos anos anos 71 anos (n = 414) (n = 386)

5 Distribuição por Relacionamento Estável Atual 35,0% 37,5% Sim 65,0% Sim 62,5% (n = 531) (n = 352)

6 Distribuição por Relacionamento Estável Atual Belo Horizonte 20,6% 34,5% Sim 79,4% Sim 65,5% (n = 394) (n = 377)

7 Definição de Qualidade de Vida 2º 9º Alimentação saudável Tempo de convivência com a família Atividade sexual satisfatória Qualidade do sono Convivência social Prática regular de exercício Prevenção e cuidados com a saúde Ter tempo para atividades culturais/hobbies Tirar férias regularmente (n = 540) (n = 357) Trabalhar no que gosta 52,4% 73,8% 79,3% 77,8% 67,2% 67,6% 76,2% 67,0% 75,1% 69,3% 72,5% 68,8% 72,5% 65,6% 74,8% 63,1% 72,5% 65,8% 80,9% 84,0%

8 Definição de Qualidade de Vida Belo Horizonte 3º 8º Tempo de convivência com a família (n = 411) (n = 377) Alimentação saudável Prevenção e cuidados com a saúde Trabalhar no que gosta Qualidade do sono Convivência social Ter tempo para atividades culturais/hobbies Atividade sexual satisfatória Prática regular de exercício Tirar férias regularmente 81,8% 83,8% 75,2% 79,6% 67,9% 73,2% 67,4% 68,2% 69,1% 66,3% 65,5% 66,3% 65,5% 65,0% 70,1% 59,2% 61,1% 56,0% 52,6% 55,2%

9 Distribuição por Orientação Sexual Homossexual 14,5% Bissexual 4,8% Homossexual 7,0% Bissexual 2,3% Heterossexual 80,7% Heterossexual 90,7% (n = 538) (n = 301)

10 Distribuição por Orientação Sexual Belo Horizonte Homossexual 6,4% Bissexual 2,8% Homossexual 3,0% Bissexual 1,5% Heterossexual 90,8% Heterossexual 95,5% (n = 390) (n = 337)

11 Idade Média na Primeira Relação Sexual ,0 19, (n = 525) (n = 331) p < 0, ,3 Minas Gerais 20, (n = 385) (n = 332) p < 0,001

12 Com Quem Iniciou a Vida Sexual Prostituta(o) 20,0% Desconhecida(o) 12,8% Prima(o) 8,1% Desconhecido(a) 2,2% Amigo(a) 7,2% Prostituto(a) 0,3% Primo(a) 1,2% Namorada(o) 31,8% Amiga(o) 27,3% (n = 531) e mulheres p < 0,001 Namorado(a) 89,1% (n = 321)

13 Com Quem Iniciou a Vida Sexual Belo Horizonte Prostituta(o) 19,7% Desconhecida(o) 12,7% Prima(o) 9,9% Desconhecido(a) 4,0% Amigo(a) 8,0% Primo(a) 2,1% Namorada(o) 34,7% Amiga(o) 23,0% (n = 395) e mulheres p < 0,001 Namorado(a) 85,9% (n = 326)

14 Média de Parceiros(as) Sexuais Significativos ao Longo da Vida 5 4, , Minas Gerais 0 (n = 506) (n = 331) p < 0, ,0 2 1,7 1 0 (n = 350) (n = 357) p < 0,001

15 Grau de Importância do Sexo para a Harmonia do Casal 60% 58,8 50% 50,4 42,9 40% 38,5 30% 20% 10% 0% Muito importante Importante 2,7 5,0 Pouco importante 0,0 1,7 Nada importante (n = 546) (n = 359)

16 Grau de Importância do Sexo para a Harmonia do Casal Belo Horizonte 60% 56,7 50% 49,9 43,3 40% 38,4 30% 20% 10% 0% Muito importante Importante 3,9 5,2 Pouco importante 1,0 1,6 Nada importante (n = 411) (n = 381)

17 Realização na Vida Afetiva e na Vida Sexual São Situações Distintas? 38,6% 46,6% Sim 61,4% Sim 53,4% (n = 541) e mulheres p < 0,05 (n = 356)

18 Realização na Vida Afetiva e na Vida Sexual São Situações Distintas? Belo Horizonte 36,8% 44,1% Sim 63,2% Sim 55,9% (n = 405) e mulheres p < 0,05 (n = 374)

19 Se Você Faz Distinção entre Vida Afetiva e Vida Sexual, em Qual Delas Está Mais Realizado(a)? Em ambas 40,6% Em nenhuma 5,6% sabe 6,2% Afetivamente 29,5% Em ambas 42,2% Em nenhuma 9,8% sabe 5,1% Sexualmente 18,2% Sexualmente 10,2% Afetivamente 32,8% (n = 468) e mulheres p < 0,001 (n = 256)

20 Se Você Faz Distinção entre Vida Afetiva e Vida Sexual, em Qual Delas Está Mais Realizado(a)? Belo Horizonte Em ambas 41,4% Em nenhuma 4,0% sabe 7,6% Afetivamente 28,9% Em ambas 48,9% Em nenhuma 6,5% sabe 6,5% Sexualmente 18,1% Sexualmente 7,6% Afetivamente 28,1% (n = 353) e mulheres p < 0,001 (n = 278)

21 Você Continuaria a Viver com um(a) Parceiro(a) com Quem Mais Fizesse Sexo? sabe 27,8% 45,1% sabe 27,6% 34,9% Sim 27,1% Sim 37,5% (n = 539) (n = 355)

22 Você Continuaria a Viver com um(a) Parceiro(a) com Quem Mais Fizesse Sexo? Belo Horizonte sabe 28,1% 41,1% sabe 33,4% 32,9% Sim 30,8% Sim 33,7% (n = 406) (n = 380)

23 Você seria capaz de fazer sexo com alguém com quem você não estivesse envolvido? 17,3% 51,4% Sim 82,7% Sim 48,6% (n = 543) (n = 360)

24 Você seria capaz de fazer sexo com alguém com quem você não estivesse envolvido? Belo Horizonte 29,7% Sim 30,9% Sim 70,3% 69,1% (n = 411) (n = 375)

25 Sua Realização Sexual Depende de Quem? 80% 70% 68,9 73,4 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% 17,2 14,2 Mais de você 10,4 Mais do(a) parceiro(a) 3,8 3,8 1,3 2,1 De ambos De outros fatores 4,7 sabe (n = 528) (n = 316)

26 Sua Realização Sexual Depende de Quem? Belo Horizonte 80% 70% 67,0 71,0 60% 50% 40% 30% 20% 17,0 21,1 10% 11,6 11,5 2,3 3,4 2,1 1,9 0% Mais de você Mais do(a) parceiro(a) De ambos De outros fatores sabe (n = 388) (n = 321)

27 Você se Preocupa com o seu Próprio Desempenho Sexual? Nunca 8,6% Nunca 14,8% Às vezes 31,6% Sempre 59,8% Sempre 48,9% Às vezes 36,4% (n = 535) (n = 305)

28 Você se Preocupa com o seu Próprio Desempenho Sexual? Belo Horizonte Nunca 10,9% Nunca 11,5% Às vezes 26,0% Sempre 63,1% Sempre 54,4% Às vezes 34,1% (n = 385) (n = 331)

29 Você Percebeu Alguma Piora da Qualidade de sua Ereção (ou do Parceiro) nos Últimos Anos? Sim, muito 13,2% sabe avaliar 5,4% 49,2% Sim, muito 10,4% sabe avaliar 18,2% 46,4% Sim, um pouco 32,1% Sim, um pouco 25,0% (n = 514) (n = 280)

30 Você Percebeu Alguma Piora da Qualidade de sua Ereção (ou do Parceiro) nos Últimos Anos? Belo Horizonte Sim, muito 11,6% sabe avaliar 9,8% 47,0% Sim, muito 8,0% sabe avaliar 17,0% 52,1% Sim, um pouco 31,7% Sim, um pouco 22,9% (n = 379) (n = 288)

31 Capacidade de Obter / Manter a Ereção Às vezes 8,1% Nunca 1,6% Na maioria das vezes 43,4% Sempre 46,9% (n = 493)

32 Capacidade de Obter / Manter a Ereção Belo Horizonte Às vezes 8,3% Nunca 2,3% Na maioria das vezes 39,1% Sempre 50,3% (n = 350)

33 Você Consegue Ter Orgasmo na Relação Sexual? 22,8% Minas Gerais 28,7% Freqüentemente 77,2% (n = 307) Freqüentemente 71,3% (n = 324)

34 O Medo de Envelhecer Interfere no seu Desempenho Sexual? sabe 7,2% Sim 19,2% sabe 10,4% Sim 13,8% 73,6% 75,7% (n = 401) (n = 268)

35 O Medo de Envelhecer Interfere no seu Desempenho Sexual? Belo Horizonte sabe 10,6% Sim 17,6% sabe 15,8% Sim 11,7% 71,8% 72,5% (n = 284) (n = 273)

36 A sua Auto-imagem Tem Influência no seu Desempenho Sexual? sabe 13,5% 27,6% sabe 11,5% 23,6% Sim 58,9% Sim 64,9% (n = 533) (n = 313)

37 A sua Auto-imagem Tem Influência no seu Desempenho Sexual? Belo Horizonte sabe 11,5% 30,1% sabe 17,1% 23,2% Sim 58,4% Sim 59,7% (n = 399) (n = 340)

38 Na sua Opinião, na Relação Sexual, a Preocupação das com a Aparência Física é Comparável à dos com a Ereção? Discordo 36,0% Discordo 35,2% Concordo 64,0% Concordo 64,8% (n = 417) (n = 284)

39 Na sua Opinião, na Relação Sexual, a Preocupação das com a Aparência Física é Comparável à dos com a Ereção? Belo Horizonte Discordo 35,1% Discordo 35,1% Concordo 64,9% Concordo 64,9% (n = 285) (n = 276)

40 Na sua Opinião, para os, a Satisfação com a Vida Sexual Depende da Capacidade de Perder a Ereção? Discordo 32,0% Discordo 20,3% Concordo 68,0% Concordo 79,7% (n = 469) (n = 290)

41 Na sua Opinião, para os, a Satisfação com a Vida Sexual Depende da Capacidade de Perder a Ereção? Belo Horizonte Discordo 32,0% Discordo 20,3% Concordo 68,0% Concordo 79,7% (n = 359) (n = 303)

42 Na sua Opinião, os São Menos Preocupados com sua Própria Aparência Física do que as? Concordo 51,3% Concordo 47,6% Discordo 48,7% Discordo 52,4% (n = 499) (n = 330)

43 Na sua Opinião, os São Menos Preocupados com sua Própria Aparência Física do que as? Belo Horizonte Concordo 56,8% Concordo 52,0% Discordo 43,2% Discordo 48,0% (n = 366) (n = 342)

44 Na sua Opinião, a Preocupação Excessiva das com a Aparência Física Atrapalha as Relações Sexuais? Concordo 37,2% Discordo 62,8% Concordo 50,3% Discordo 49,7% (n = 454) (n = 296)

45 Na sua Opinião, a Preocupação Excessiva das com a Aparência Física Atrapalha as Relações Sexuais? Belo Horizonte Concordo 39,8% Discordo 60,2% Concordo 45,9% Discordo 54,1% (n = 327) (n = 307)

46 A Aparência Física do(a) seu(sua) Parceiro(a) é Importante para Estimular Você Sexualmente? 9,5% Às vezes 41,6% 23,4% Às vezes 47,1% Sempre 48,9% Sempre 29,5% (n = 526) (n = 308)

47 A Aparência Física do(a) seu(sua) Parceiro(a) é Importante para Estimular Você Sexualmente? Belo Horizonte Sempre 43,6% 12,9% 27,9% Às vezes 39,2% Às vezes 43,6% Sempre 32,9% (n = 388) (n = 319)

48 Quanto Tempo Decorre Desde que Você Sente Vontade de Fazer Sexo e Aborda o(a) Parceiro(a)? Até 15 minutos Entre 15 e 30 minutos Entre 1 hora e 3 horas 14,9% 27,5% 25,3% 38,2% 33,3% 22,9% Mais de 3 horas Mais de 6 horas Mais de 12 horas abordo o(a) parceiro(a); ele(ela) me aborda 2,3% 1,7% 0,6% 1,0% 4,8% 3,5% 3,8% 20,1% (n = 524) (n = 288)

49 Quanto Tempo Decorre Desde que Você Sente Vontade de Fazer Sexo e Aborda o(a) Parceiro(a)? Belo Horizonte Até 15 minutos Entre 15 e 30 minutos Entre 1 hora e 3 horas 23,4% 21,7% 16,9% 28,4% 28,2% 37,0% Mais de 3 horas Mais de 6 horas Mais de 12 horas abordo o(a) parceiro(a); ele(ela) me aborda 2,7% 2,3% 2,1% 1,9% 4,0% 4,5% 4,0% 22,7% (n = 373) (n = 308)

50 Média de Relações Sexuais em Cada Encontro 3 2,3 2 1,8 1 0 (n = 519) (n = 313) p < 0,001 4 Minas Gerais 3,2 3 2, (n = 362) (n = 325) p < 0,001

51 Em um Mesmo Encontro Sexual, de Quanto Tempo Você Necessita Entre um Ato Sexual e o Seguinte? Até 15 minutos 27,7% 24,7% Entre 15 minutos e 1 hora 34,8% 42,6% Entre 1 hora e 3 horas 15,9% 17,4% Mais de 3 horas Mais de 6 horas Mais de 12 horas Só tenho uma relação sexual em cada encontro 3,2% 2,1% 1,1% 0,0% 1,5% 1,4% 8,0% 19,5% (n = 528) (n = 287)

52 Em um Mesmo Encontro Sexual, de Quanto Tempo Você Necessita Entre um Ato Sexual e o Seguinte? Belo Horizonte Até 15 minutos Entre 15 minutos e 1 hora 30,2% 28,0% 34,7% 43,7% Entre 1 hora e 3 horas 15,0% 15,1% Mais de 3 horas Mais de 6 horas Mais de 12 horas Só tenho uma relação sexual em cada encontro 1,3% 3,2% 1,0% 1,3% 1,6% 2,6% 7,2% 15,1% (n = 387) (n = 311)

53 Você Tem Mais de Um Encontro Sexual por Dia? Sim, com parcerias diferentes 5,3% Sim, com a mesma parceria 31,1% Sim, com parcerias diferentes 1,7% Sim, com a mesma parceria 32,8% 63,6% (n = 528) 65,5% (n = 293)

54 Você Tem Mais de Um Encontro Sexual por Dia? Belo Horizonte Sim, com parcerias diferentes 7,1% Sim, com a mesma parceria 34,4% Sim, com parcerias diferentes 1,9% Sim, com a mesma parceria 35,5% 58,5% (n = 381) 62,6% (n = 318)

55 Média de Relações Sexuais Realizadas por Semana 4 3 3,3 2, (n = 528) (n = 341) p < 0,001 4 Minas Gerais 3,8 3 2, (n = 386) (n = 350) p < 0,01

56 Média de Relações Sexuais Desejadas por Semana ,8 (n = 532) 4,5 (n = 342) p < 0, Minas Gerais 8,0 (n = 384) 5,3 (n = 353) p < 0,01

57 Como Você Classificaria a sua Vida Sexual? Qualidade geral de sua vida sexual Excelente 26,7% 34,1% Boa 51,2% 44,4% Regular 18,3% 14,7% Ruim Péssima (n = 514) (n = 279) 2,7% 3,6% 1,2% 3,2% Excelente Boa Regular Ruim Péssima Minas Gerais 31,7% 32,2% 51,1% 43,3% 13,2% 18,2% 3,4% 4,1% 0,5% 2,1% (n = 378) (n = 291)

58 Você Tem Receio de Decepcionar seu(sua) Parceiro(a) na Relação Sexual? 32,6% 39,8% Sim 67,4% Sim 60,2% (n = 405) (n = 241)

59 Você Tem Receio de Decepcionar seu(sua) Parceiro(a) na Relação Sexual? Belo Horizonte 35,8% 33,3% Sim 64,2% Sim 66,7% (n =288) (n = 246)

60 Freqüência de Uso de Preservativo Usa em todas as relações sexuais 30,0% 37,2% Usa quando a parceria exige Usa em relações sexuais com parceria eventual 1,8% 9,2% 13,0% 19,7% Usa, às vezes, com parceria fixa ou eventual Usa raramente 5,1% 3,6% 5,8% 9,0% usa (o parceiro não usa) 23,0% 42,6% (n = 513) (n = 277)

61 Freqüência de Uso de Preservativo Belo Horizonte Usa em todas as relações sexuais 30,5% 38,8% Usa quando a parceria exige 2,8% 11,2% Usa em relações sexuais com parceria eventual Usa, às vezes, com parceria fixa ou eventual Usa raramente 7,3% 3,3% 2,8% 5,2% 17,7% 15,2% usa (o parceiro não usa) 32,2% 33,2% (n = 367) (n = 289)

62 Se Coubesse à Mulher Decidir se o Parceiro Deveria ou Continuar o Uso de Medicamentos que Melhoram a Ereção, o que Escolheria? Continuaria usando 23,4% usaria mais 7,5% Minas Gerais tem opinião definida 69,1% Continuaria usando 17,1% usaria mais 12,2% (n = 239) tem opinião definida 70,7%

63 Conversa sobre Sexo com Familiares Sim, conversa 59,0% 62,0%, por inibição da família, devido à própria inibição, porque não tem interesse, por desinteresse da família, por falta de tempo, porque não mora com a família 8,3% 5,0% 3,9% 3,6% 3,5% 3,4% 7,0% 9,2% 9,2% 9,8% 9,1% 7,0% (n = 541) (n = 358)

64 Conversa sobre Sexo com Familiares Belo Horizonte Sim, conversa 56,6% 52,7%, por inibição da família, devido à própria inibição, porque não tem interesse, por desinteresse da família, por falta de tempo, porque não mora com a família 6,6% 5,1% 2,2% 3,7% 5,1% 3,5% 10,7% 17,8% 10,7% 8,2% 8,0% 9,0% (n = 410) (n = 376)

65 Conclusões continuam iniciando a vida sexual com o namorado, mineiros e cariocas, conseguem fazer distinção entre satisfação afetiva e sexual começam a fazer essa distinção A preocupação da mulher em relação à sua aparência é equivalente à preocupação do homem com sua ereção Os vários tipos de reação da parceira frente à falha de ereção do homem é captada por ele com precisão

66 Conclusões Viver com o parceiro sem sexo é mais aceitável entre as mulheres Mais de 60% dos homens levam até 30 minutos entre a vontade de fazer sexo e a abordagem da parceira 2/3 da população considera seu desempenho como excelente ou bom, porém tem medo de decepcionar seu parceiro O brasileiro e a brasileira falam mais de sexo hoje em família do que há 10 anos

67 Perguntas / Respostas

Março/2016 Março/2016

Março/2016 Março/2016 São Paulo 2030 Março/2016 Março/2016 2 de 80 OBJETIVO Mapear as opiniões e as percepções dos moradores da cidade da São Paulo em relação a temas do cotidiano e à prestação de políticas públicas, bem como

Leia mais

Pesquisa de Avaliação dos Serviços Públicos de Florianópolis

Pesquisa de Avaliação dos Serviços Públicos de Florianópolis Pesquisa de Avaliação dos Serviços Públicos de Florianópolis A carga tributária brasileira é uma das mais elevadas do mundo, em 2011 ela chegou a 35% do PIB, valor extremamente elevado. Seria de se esperar

Leia mais

A sexualidade é a expressão do desejo, do amor e da comunicação com o outro.

A sexualidade é a expressão do desejo, do amor e da comunicação com o outro. A sexualidade é a expressão do desejo, do amor e da comunicação com o outro.. A adolescência é uma fase de muitas mudanças físicas e emocionais, principalmente, no que se refere às percepções de si mesmo

Leia mais

Diversidade Sexual e Homofobia no Brasil Intolerância e respeito às diferenças sexuais. junho de 2008

Diversidade Sexual e Homofobia no Brasil Intolerância e respeito às diferenças sexuais. junho de 2008 Diversidade Sexual e Homofobia no Brasil Intolerância e respeito às diferenças sexuais junho de 2008 ! Nota Metodológica Universo: população brasileira urbana adulta (16 anos e mais). Amostragem: probabilística

Leia mais

ANÁLISE DE INQUÉRITOS SATISFAÇÃO AOS UTENTES

ANÁLISE DE INQUÉRITOS SATISFAÇÃO AOS UTENTES ANÁLISE DE INQUÉRITOS SATISFAÇÃO AOS UTENTES No dia de Novembro de 0 foi aplicado um Inquérito de Satisfação aos Utentes, na USF Monte Pedral. O inquérito aplicado foi: Qual a sua opinião sobre o seu Médico

Leia mais

A ser preenchido para todos os moradores do domicílio com 50 anos e mais de idade, pelos próprios ou pelo informante do domicílio ou pelo cuidador.

A ser preenchido para todos os moradores do domicílio com 50 anos e mais de idade, pelos próprios ou pelo informante do domicílio ou pelo cuidador. Módulo I Saúde dos indivíduos com 50 anos e mais A ser preenchido para todos os moradores do domicílio com 50 anos e mais de idade, pelos próprios ou pelo informante do domicílio ou pelo cuidador. Primeiramente,

Leia mais

Salario mínimo ideal deveria ser 50% maior que o atual

Salario mínimo ideal deveria ser 50% maior que o atual Salario mínimo ideal deveria ser 50% maior que o atual Inayara Soares Com a definição do salário mínimo para 2013, que passou de 622,00 para 678,00 começando a valer no dia 1º de Janeiro de 2013, a Futura

Leia mais

PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO DOS RISCOS PSICOSSOCIAIS NO TRABALHO - PROART

PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO DOS RISCOS PSICOSSOCIAIS NO TRABALHO - PROART PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO DOS RISCOS PSICOSSOCIAIS NO TRABALHO - PROART Essa pesquisa tem por objetivo coletar informações sobre as dimensões do trabalho que constituem fatores de riscos psicossociais no

Leia mais

DENGUE. Jamila Rainha Jamila Rainha é cientista social e consultora de Pesquisa 3235-5436/9959-2986

DENGUE. Jamila Rainha Jamila Rainha é cientista social e consultora de Pesquisa 3235-5436/9959-2986 DENGUE A Secretaria de Saúde do Estado do Espírito Santo confirmou a primeira morte causada por dengue hemorrágica no ano de 2009. A vítima era moradora da Serra (terceiro município em números de casos

Leia mais

Percepção Social da Segurança Pública no Brasil. 02 de dezembro de 2010

Percepção Social da Segurança Pública no Brasil. 02 de dezembro de 2010 Percepção Social da Segurança Pública no Brasil 02 de dezembro de 2010 SIPS Segurança Pública Os dados que serão apresentados a seguir se referem às percepções da população brasileira em relação à segurança

Leia mais

Todas as informações fornecidas por você serão mantidas estritamente confidenciais (e seu anonimato é garantido, se assim você desejar).

Todas as informações fornecidas por você serão mantidas estritamente confidenciais (e seu anonimato é garantido, se assim você desejar). ESCALA DE AVALIAÇÃO DO IMPACTO DO TRABALHO EM SERVIÇOS DE SAÚDE MENTAL (IMPACTO-BR) Bandeira, M., Pitta, AMF e Mercier,C (000). Escalas Brasileiras de Avaliação da Satisfação (SATIS-BR) e da sobrecarga

Leia mais

TERMÔMETRO DA INTENSIDADE SEXUAL FEMININA INICIAR TESTE

TERMÔMETRO DA INTENSIDADE SEXUAL FEMININA INICIAR TESTE TERMÔMETRO DA INTENSIDADE SEXUAL FEMININA INICIAR TESTE TERMÔMETRO DA INTENSIDADE SEXUAL FEMININA O ciclo da resposta sexual da mulher é composto por três fases: Desejo, excitação e orgasmo. Ao responder

Leia mais

Pesquisa de Percepção dos Serviços Públicos de Blumenau

Pesquisa de Percepção dos Serviços Públicos de Blumenau Pesquisa de Percepção dos Serviços Públicos de Blumenau A carga tributária brasileira é uma das mais elevadas do mundo, em 2011 ela chegou a 35% do PIB, valor extremamente elevado. Seria de se esperar

Leia mais

e-book Os 10 Poderes do POMPOARISMO e casos Práticos onde é Aplicado Olá amiga, tudo bem? Aqui é a Melissa Branier

e-book Os 10 Poderes do POMPOARISMO e casos Práticos onde é Aplicado Olá amiga, tudo bem? Aqui é a Melissa Branier e-book Os 10 Poderes do POMPOARISMO e casos Práticos onde é Aplicado Olá amiga, tudo bem? Aqui é a Melissa Branier Este material foi feito especialmente para você que quer ter uma vida saudável e ativa.

Leia mais

UNIMED JOINVILLE - SC

UNIMED JOINVILLE - SC UNIMED JOINVILLE - SC UNIMED JOINVILLE - SC PROGRAMA SAÚDE DO COLABORADOR Autores: Langaro, F; Liell, M.V.V.; Moreira, M.Z.S. PROGRAMA SAÚDE DO COLABORADOR Como iniciou: Foi aplicado questionário (Infomed)

Leia mais

PERFIL DAS MULHERES empreendedoras da Região Metropolitana do Rio de Janeiro

PERFIL DAS MULHERES empreendedoras da Região Metropolitana do Rio de Janeiro PERFIL DAS MULHERES empreendedoras da Região Metropolitana do Rio de Janeiro NOTA CONJUNTURAL DO OBSERVATÓRIO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, JUNHO DE 2012 12 2012 PANORAMA GERAL

Leia mais

TRÂNSITO E ACIDENTES

TRÂNSITO E ACIDENTES TRÂNSITO E ACIDENTES Roberta Atherton Magalhães Dias A ocorrência de acidentes de trânsito é cada vez mais comum e cresce em gravidade. Conforme dados do relatório anual de estatística de 2007, do Departamento

Leia mais

1. Introdução. 2. Material e Métodos

1. Introdução. 2. Material e Métodos O que você pensa sobre traição? Um estudo sobre infidelidade amorosa dentro da Universidade Federal Fluminense. Evandro Dalbem Lopes e Núbia Karla de O. Almeida Universidade Federal Fluminense Departamento

Leia mais

Consumo como alcance da felicidade Julho/2015

Consumo como alcance da felicidade Julho/2015 Consumo como alcance da felicidade Julho/2015 Seis em cada dez consumidores consideram-se felizes O estudo O consumo como alcance da felicidade, conduzido pelo SPC Brasil e Meu Bolso feliz, busca compreender

Leia mais

Mesa Redonda. Editora. Resgate. Conflitos de Uma Geração Por João Cruz

Mesa Redonda. Editora. Resgate. Conflitos de Uma Geração Por João Cruz Mesa Redonda Conflitos de Uma Geração Por João Cruz Resgate Editora Mesa Redonda - Copyright 2014 João Cruz 1ª Edição em Português - 2014 Todos os direitos reservados a João Cruz Capa: Ranieri Vieira -

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA FEMINIZAÇÃO DA AIDS E OUTRAS DST NO ESTADO DO PARANÁ

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA FEMINIZAÇÃO DA AIDS E OUTRAS DST NO ESTADO DO PARANÁ PLANO DE ENFRENTAMENTO DA FEMINIZAÇÃO DA AIDS E OUTRAS DST NO ESTADO DO PARANÁ SVS/DECA/DVDST-Aids POR QUE MULHERES? 50% de pessoas com AIDS no mundo são mulheres. Na nossa sociedade, as relações entre

Leia mais

ESTILO DE VIDA DO SER SERASA QUALIDADE DE VIDA 2006

ESTILO DE VIDA DO SER SERASA QUALIDADE DE VIDA 2006 ESTILO DE VIDA DO SER SERASA QUALIDADE DE VIDA 2006 DADOS DA PESQUISA Pesquisa aplicada entre setembro e novembro de 2005 108 perguntas objetivas e 1 campo para comentários gerais Via eletrônica (acesso

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE SECRETARIA MUNICIPAL DA ASSISTÊNCIA SOCIAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE SECRETARIA MUNICIPAL DA ASSISTÊNCIA SOCIAL 2 PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE SECRETARIA MUNICIPAL DA ASSISTÊNCIA SOCIAL PESQUISA DE OPINIÃO SOBRE O ATO DE DAR ESMOLAS EM JOINVILLE Análise de dados realizada por: PAINEL PESQUISAS, CONSULTORIA

Leia mais

Plataforma Saúde na Escola. Programa de Saúde Escolar. Parcerias. ACES CASCAIS - EQUIPA SE-UCC CASCAIS CARE e AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASCAIS

Plataforma Saúde na Escola. Programa de Saúde Escolar. Parcerias. ACES CASCAIS - EQUIPA SE-UCC CASCAIS CARE e AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASCAIS Plataforma Saúde na Escola Programa de Saúde Escolar ACES CASCAIS - EQUIPA SE-UCC CASCAIS CARE e AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASCAIS Parcerias Agrupamento de Escolas de Cascais Diretora : Dra. Isabel Carvalho

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE TRANSGÊNICOS DEZEMBRO 2002 OPP 573 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL - Levantar junto a população da área em estudo opiniões sobre os transgênicos. -

Leia mais

Rompendo o silêncio: a implantação da Notificação de Violências no estado de São Paulo

Rompendo o silêncio: a implantação da Notificação de Violências no estado de São Paulo Rompendo o silêncio: a implantação da Notificação de Violências no estado de São Paulo Considerações sobre a violência Bases legais Sistema de Notificação Dados de 2006 Vilma Pinheiro Gawryszewski, MD,

Leia mais

PESQUISA OPINIÃO Santa Maria, seis meses da tragédia da Boate Kiss

PESQUISA OPINIÃO Santa Maria, seis meses da tragédia da Boate Kiss PESQUISA OPINIÃO Santa Maria, seis meses da tragédia da Boate Kiss Julho, 2013 039-048-383(PO)jul13 1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA 039-048-383(PO)jul13 2 NOTA TÉCNICA PARA ANÁLISE DOS DADOS De 20

Leia mais

Indicadores de Belo Monte

Indicadores de Belo Monte Indicadores de Belo Monte Assistência nas Aldeias 2 de 10 Número de atendimentos por aldeia, por categoria profissional Indicador: Acesso à saúde nas aldeias Descrição: Apresenta o número de atendimentos

Leia mais

QUESTIONÁRIO. 2 - O Programa que você cursa foi sua primeira opção na escolha de um Mestrado? a) Sim b) Não

QUESTIONÁRIO. 2 - O Programa que você cursa foi sua primeira opção na escolha de um Mestrado? a) Sim b) Não QUESTIONÁRIO 1 - Ano de Ingresso no Programa a) 2007 b) 2008 2 - O Programa que você cursa foi sua primeira opção na escolha de um Mestrado? a) Sim b) Não 3 - Gênero: a) Masculino b) Feminino 4 - Identifique

Leia mais

Seminário Nacional Unimed de Medicina Preventiva- 2011

Seminário Nacional Unimed de Medicina Preventiva- 2011 Seminário Nacional Unimed de Medicina Preventiva- 2011 UTILIZAÇÃO DE SERVIÇO DE TELEORIENTAÇÃO CLÍNICA PARA A SENSIBILIZAÇÃO DE MULHERES SOBRE A DETECÇÃO PRECOCE DO CÂNCER DE MAMA Dra. Renata Loureiro

Leia mais

DOS BRINQUEDOS ÀS BRINCADEIRAS: REFLEXÕES SOBRE GÊNERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

DOS BRINQUEDOS ÀS BRINCADEIRAS: REFLEXÕES SOBRE GÊNERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL DOS BRINQUEDOS ÀS BRINCADEIRAS: REFLEXÕES SOBRE GÊNERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Camila de Lima Neves.(UEPB) camila.lima.18@hotmail.com.br Margareth Maria de Melo, orientadora, UEPB, margarethmmelo@yahoo.com.br

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Betim, MG 30/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 346,8 km² IDHM 2010 0,749 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 378089 hab. Densidade demográfica

Leia mais

COMO VENDER MAIS USANDO FUNIL DE VENDAS. Capítulo III: Etapas do Funil de Vendas

COMO VENDER MAIS USANDO FUNIL DE VENDAS. Capítulo III: Etapas do Funil de Vendas COMO VENDER MAIS USANDO FUNIL DE VENDAS Capítulo III: Etapas do Funil de Vendas Índice Introdução Defina suas etapas de vendas corretamente Como definir suas etapas de vendas 03 05 06 2 Introdução Olá,

Leia mais

3. O Estado apoia as organizações de cidadãos com deficiência.

3. O Estado apoia as organizações de cidadãos com deficiência. A APADIMP tem como missão a promoção/melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência intelectual. Contudo o êxito desta intervenção parte e depende da qualidade da cultura organizacional, do

Leia mais

SOCIOLOGIA A SOCIOLOGIA EM AÇÃO

SOCIOLOGIA A SOCIOLOGIA EM AÇÃO SOCIOLOGIA A SOCIOLOGIA EM AÇÃO A SOCIOLOGIA É estudo científico dos fatos sociais e, portanto, da própria sociedade. Exerce influência: na ação de governos, na educação, na vida política, na religião,

Leia mais

2. COMPARAÇÃO DE PERFIL ENTRE ADIMPLENTES E INADIMPLENTES

2. COMPARAÇÃO DE PERFIL ENTRE ADIMPLENTES E INADIMPLENTES PERFIL DO CONSUMIDOR COM E SEM DÍVIDAS NO BRASIL 1. PESQUISA Pesquisa inédita realizada pela CNDL e SPC Brasil buscou avaliar o perfil dos brasileiros adimplentes e inadimplentes, sendo consideradoscomo:

Leia mais

Questionário. O tempo previsto para o preenchimento do questionário é de 10 minutos.

Questionário. O tempo previsto para o preenchimento do questionário é de 10 minutos. Questionário Rita Mafalda Rodrigues de Matos, a frequentar o 4º ano da Licenciatura em Enfermagem da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade Fernando Pessoa, encontra-se a elaborar o Projecto de

Leia mais

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI 1 FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI EEFMT Professora Maria Theodora Pedreira de Freitas Disciplina: Educação Física 1º ano Ensino Médio 1º Trimestre Professor: Renato Doenças e suas relações com

Leia mais

Bolsistas PUIC: Elton Luis da Silva Petry Estagiário de Psicologia Gabrielly da Fontoura Winter Acadêmica de Psicologia

Bolsistas PUIC: Elton Luis da Silva Petry Estagiário de Psicologia Gabrielly da Fontoura Winter Acadêmica de Psicologia Coordenadoras: Dulce Grasel Zacharias Departamento de Psicologia Edna Linhares Garcia Departamento de Psicologia Bolsistas PUIC: Elton Luis da Silva Petry Estagiário de Psicologia Gabrielly da Fontoura

Leia mais

6 Discussão dos Resultados das Entrevistas

6 Discussão dos Resultados das Entrevistas 85 6 Discussão dos Resultados das Entrevistas Neste capítulo apresentarei a discussão de alguns resultados realizando um contraponto com o que foi especulado ao longo deste trabalho a respeito de infidelidade

Leia mais

Em, Portugal, segundo dados do Instituto Nacional de estatística, em 10 anos ocorreram 47.178 partos em adolescentes dos 11 aos 17 anos.

Em, Portugal, segundo dados do Instituto Nacional de estatística, em 10 anos ocorreram 47.178 partos em adolescentes dos 11 aos 17 anos. Contracepção, um modo de evitar uma gravidez não desejada. Será que estou grávida? Será que ela está grávida? SERÁ QUE ESTOU GRÁVIDA? Esqueci-me do usar preservativo RELAÇÕES SEXUAIS DESPROTEGIDAS FALTA

Leia mais

2. Acidentes de trânsito: as vítimas

2. Acidentes de trânsito: as vítimas 2. trânsito: as vítimas Aula Interdisciplinar Indicação: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental Os usuários mais vulneráveis representam quase a metade dos mortos no trânsito. Longe dos princípios de cidadania,

Leia mais

Manifestações (Demonstrations) Marcelo Neri Sae

Manifestações (Demonstrations) Marcelo Neri Sae (Demonstrations) Marcelo Neri Sae macneri@gmail.com Em agosto de 2013, 75% dos entrevistados apoiava ou havia participado das Em maio de 2014, este percentual caiu para 54%, ou seja, 46% dos entrevistados

Leia mais

1. O amor que sabe. 2. A boa e a má consciência

1. O amor que sabe. 2. A boa e a má consciência 1. O amor que sabe A idéia de que devem e podem assumir algo pelos pais ou ancestrais faz parte do pano de fundo que causa dificuldades aos filhos. Isso leva a problemas intermináveis para eles. E de certa

Leia mais

Anexo F Análise de Conteúdo às Questões Abertas

Anexo F Análise de Conteúdo às Questões Abertas Anexo F Análise de Conteúdo às Questões Abertas 86 Análise de Conteúdo às Questões Abertas Que razões/motivos te levaram a escolher este curso? Desporto Gosto pelo Desporto: Adoro desporto ; A minha vida

Leia mais

Esta Pesquisa foi registrada em 28/03/2012 no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco e está protocolizada sob o número PE-00012/2012.

Esta Pesquisa foi registrada em 28/03/2012 no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco e está protocolizada sob o número PE-00012/2012. PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PETROLINA 27 29 MARÇO 2012 1 Metodologia 1. LOCAL E PERÍODO Pesquisa quantitativa face a face realizada no período de 27 a 29 de março de 2012 em Petrolina. 2. AMOSTRA Foi extraída

Leia mais

PROCESSO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO ESCOLAR EM EDUCAÇÃO QUÌMICA: Em busca de uma nova visão

PROCESSO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO ESCOLAR EM EDUCAÇÃO QUÌMICA: Em busca de uma nova visão PROCESSO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO ESCOLAR EM EDUCAÇÃO QUÌMICA: Em busca de uma nova visão Ranniery Felix dos Santos (IC) 1 ; Diego Robson das Chagas (IC) 1 ; Maria da Conceição Maciany de Lima (IC) 1

Leia mais

1. Nome da Empresa. 2. Sector de Actividade. 3. Responsável pelo preenchimento do questionário. 4. Formação/Habilitações literárias. Page 1.

1. Nome da Empresa. 2. Sector de Actividade. 3. Responsável pelo preenchimento do questionário. 4. Formação/Habilitações literárias. Page 1. Outro Projecto do Mestrado em Ambiente, Saúde e Segurança IMPLEMENTAÇÃO DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE AMBIENTE E DE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO AO NÍVEL DAS GRANDES EMPRESAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES

Leia mais

ESTUDO SOBRE A EXCLUSÃO SOCIAL EM SAÚDE - BRASIL

ESTUDO SOBRE A EXCLUSÃO SOCIAL EM SAÚDE - BRASIL ESTUDO SOBRE A EXCLUSÃO SOCIAL EM SAÚDE - BRASIL BERNARD F. COUTTOLENC Universidade de São Paulo 2002 Objetivos do Estudo Quantificar a exclusão social em saúde no Brasil PNAD 1998 STEP (Strategies & Tools

Leia mais

MULHER, SAÚDE E O SISTEMA

MULHER, SAÚDE E O SISTEMA MULHER, SAÚDE E O SISTEMA INTERNACIONAL Saúde: conceitos e lutas... A saúde é resultante das condições de existência. Saúde é ter moradia decente, água potável para beber, é garantia de que a comida estará

Leia mais

Posição da Igreja Católica perante a Homossexualidade. Inquérito à população

Posição da Igreja Católica perante a Homossexualidade. Inquérito à população Posição da Igreja Católica perante a Homossexualidade Inquérito à população 1 Religião e Homossexualidade 2 QUESTÃO DE PARTIDA 3 Qual a opinião da população sobre a posição da igreja católica perante a

Leia mais

Hipertensão Arterial. Promoção para a saúde Prevenção da doença. Trabalho elabora do por: Dr.ª Rosa Marques Enf. Lucinda Salvador

Hipertensão Arterial. Promoção para a saúde Prevenção da doença. Trabalho elabora do por: Dr.ª Rosa Marques Enf. Lucinda Salvador Hipertensão Arterial Promoção para a saúde Prevenção da doença Trabalho elabora do por: Dr.ª Rosa Marques Enf. Lucinda Salvador O que é a Pressão Arterial? É a pressão que o sangue exerce nas paredes das

Leia mais

Qual o seu estado conjugal?

Qual o seu estado conjugal? .A. Características Sócio-Demográficas e Apoio Social Horário de Início : Neste módulo, vamos lhe perguntar sobre as suas características pessoais, como sexo e idade, características socioeconômicas, como

Leia mais

Dormindo em pé. Pesquisa feita com 43 mil pessoas mostra que mais da metade da população brasileira apresenta problemas na qualidade do sono

Dormindo em pé. Pesquisa feita com 43 mil pessoas mostra que mais da metade da população brasileira apresenta problemas na qualidade do sono Dormindo em pé Pesquisa feita com 43 mil pessoas mostra que mais da metade da população brasileira apresenta problemas na qualidade do sono Jornal da Tarde - 21/03/07 LOLA FELIX, lola.felix@grupoestado.com.br

Leia mais

Probabilidade. Distribuição Binomial

Probabilidade. Distribuição Binomial Probabilidade Distribuição Binomial Distribuição Binomial (Eperimentos de Bernoulli) Considere as seguintes eperimentos/situações práticas: Conformidade de itens saindo da linha de produção Tiros na mosca

Leia mais

Uma universidade sénior na Universidade - Você frequentaria?

Uma universidade sénior na Universidade - Você frequentaria? Uma universidade sénior na Universidade - Você frequentaria? www.survio.com 2014/10/27 00:37:35 General Nome de inquérito Uma universidade sénior na Universidade - Você frequentaria? Autor Mônica Valle

Leia mais

Populações felinas formam grupos ou vivem independentemente. Sistema social felino. Variabilidade e flexibilidade

Populações felinas formam grupos ou vivem independentemente. Sistema social felino. Variabilidade e flexibilidade BEM-ESTAR ESTAR EM FELINOS -RSRS BEM-ESTAR ESTAR EM FELINOS Felis catus originário primariamente de indivíduos solitários Populações felinas formam grupos ou vivem independentemente Sistema social felino

Leia mais

Programa de Qualidade de Vida, Atividade Física, Auto-Estima, Relacionamentos Pessoais e Sentimentos Positivos

Programa de Qualidade de Vida, Atividade Física, Auto-Estima, Relacionamentos Pessoais e Sentimentos Positivos 28 Programa de Qualidade de Vida, Atividade Física, Auto-Estima, Relacionamentos Pessoais e Sentimentos Positivos Taís Antunes Niro Psicóloga - PUCCAMP Especialista em Gestão de Qualidade de Vida na Empresa

Leia mais

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 4: Negociação financeira

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 4: Negociação financeira Educação Financeira Crédito Consignado Módulo 4: Negociação financeira Objetivo Conscientizar nossos clientes sobre a importância da negociação financeira como alicerce de conforto, segurança e bem-estar

Leia mais

I. Características pessoais dos alunos

I. Características pessoais dos alunos QUESTIONÁRIO DE INFORMAÇÕES SOBRE O ALUNO 3 a SÉRIE DO ENSINO MÉDIO I. Características pessoais dos alunos 1. Você é do sexo (A) feminino. (B) masculino. 2. Em que ano você nasceu? (A) 1987 ou antes (B)

Leia mais

Uso consciente do dinheiro Educação, cidadania e sustentabilidade" Ricardo Terenzi Neuenschwander Itaú Unibanco Diretor de Relações Institucionais

Uso consciente do dinheiro Educação, cidadania e sustentabilidade Ricardo Terenzi Neuenschwander Itaú Unibanco Diretor de Relações Institucionais Uso consciente do dinheiro Educação, cidadania e sustentabilidade" Ricardo Terenzi Neuenschwander Itaú Unibanco Diretor de Relações Institucionais Contexto brasileiro 10º maior PIB do mundo O Brasil reduziu

Leia mais

SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO PRIMARIA À SAÚDE NO BRASIL. Dr Alexandre de Araújo Pereira

SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO PRIMARIA À SAÚDE NO BRASIL. Dr Alexandre de Araújo Pereira SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO PRIMARIA À SAÚDE NO BRASIL Dr Alexandre de Araújo Pereira Atenção primária no Brasil e no Mundo 1978 - Conferência de Alma Ata (priorização da atenção primária como eixo de organização

Leia mais

REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA RELEITURA

REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA RELEITURA REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA RELEITURA FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL CARLA JAMILLE C. DE ARAÚJO Mestranda em Educação, UFBA, jamillecarla@hotmail.com REFERENCIAL CURRICULAR

Leia mais

Uma experiência em Enfermagem Comunitária na Região Autónoma na Madeira. Anália Olim Enfermeira Especialista de Saúde Comunitária CS da Ponta do Sol

Uma experiência em Enfermagem Comunitária na Região Autónoma na Madeira. Anália Olim Enfermeira Especialista de Saúde Comunitária CS da Ponta do Sol Uma experiência em Enfermagem Comunitária na Região Autónoma na Madeira Anália Olim Enfermeira Especialista de Saúde Comunitária CS da Ponta do Sol Programa Menos Álcool Mais Saúde III Encontro de Boas

Leia mais

Indicadores do Estado de Saúde de uma população

Indicadores do Estado de Saúde de uma população Indicadores do Estado de Saúde de uma população O que é a Saúde? Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), saúde é o estado de completo bemestar físico, mental e social e não, apenas, a ausência de

Leia mais

INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAS DE CRUZEIRO

INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAS DE CRUZEIRO INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA 2015 1 INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO INTRODUÇÃO Na continuidade do estudo que vem sendo realizado pelo, em conjunto

Leia mais

Avaliação de impacto do Programa Escola Integrada de Belo Horizonte

Avaliação de impacto do Programa Escola Integrada de Belo Horizonte Avaliação de impacto do Programa Escola Integrada de Belo Horizonte Índice Programa Escola Integrada Avaliação de impacto Amostra Pesquisa Indicadores Resultados Impactos estimados Comentários Programa

Leia mais

Boletim eletrônico trimestral sobre a participação das mulheres no mercado de trabalho a partir dos dados da - Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE -

Boletim eletrônico trimestral sobre a participação das mulheres no mercado de trabalho a partir dos dados da - Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE - Boletim eletrônico trimestral sobre a participação das mulheres no mercado de trabalho a partir dos dados da - Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE - Elaboração: (SPM), Fundo de Desenvolvimento das Nações

Leia mais

FATEC GT/FATEC SJC. Prof. MSc. Herivelto Tiago Marcondes dos Santos [ESTATÍSTICA I]

FATEC GT/FATEC SJC. Prof. MSc. Herivelto Tiago Marcondes dos Santos [ESTATÍSTICA I] Prof. MSc. Herivelto Tiago Marcondes dos Santos [ESTATÍSTICA I] 1 Introdução a análise exploratória de dados A necessidade de evidenciar alguns fenômenos constantes no dia-a-dia do ser humano permitiu

Leia mais

ROSELY SAYÃO é psicóloga e autora de"como Educar Meu Filho?" (Publifolha)

ROSELY SAYÃO é psicóloga e autora decomo Educar Meu Filho? (Publifolha) ROSELY SAYÃO é psicóloga e autora de"como Educar Meu Filho?" (Publifolha) Bullying não é nada disso Além de banalizar o conceito, o que mais conseguimos ao abusar desse termo? Alarmar os pais Há muita

Leia mais

Histórico: Em abril de 2009, durante o 7º Salão de Negócios da ABDL em Aracaju foi anunciado aos associados a realização da segunda rodada de

Histórico: Em abril de 2009, durante o 7º Salão de Negócios da ABDL em Aracaju foi anunciado aos associados a realização da segunda rodada de ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DIFUSÃO DO LIVRO ANO REFERÊNCIA: 2008 Histórico: Em abril de 2009, durante o 7º Salão de Negócios da ABDL em Aracaju foi anunciado aos associados a realização da segunda rodada

Leia mais

Proteção dos seus filhos contra ferimentos por arma de fogo

Proteção dos seus filhos contra ferimentos por arma de fogo Proteção dos seus filhos contra ferimentos por arma de fogo A curiosidade da criança pode levar a ferimento grave ou à morte FATO Nos Estados Unidos, 33 por cento das casas têm pelo menos uma arma de fogo.

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O GOVERNO FEDERAL

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O GOVERNO FEDERAL PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O GOVERNO FEDERAL OUTUBRO DE 2013 JOB1642 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL O principal objetivo desse projeto é monitorar a administração do Governo

Leia mais

Associação Passo a Passo

Associação Passo a Passo Associação Passo a Passo Prevenir na Diferença Associação Passo a Passo Surge da parceria estabelecida em 2007,entre a Associação Passo a Passo e MAC- CHLC, consulta de imunodepressão / serviço social.

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC CURITIBA - PR SETEMBRO/2013 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3

Leia mais

Pesquisa de opinião Você está satisfeito com a sua vida conjugal?

Pesquisa de opinião Você está satisfeito com a sua vida conjugal? Outubro, 2016 Pesquisa de opinião Você está satisfeito com a sua vida conjugal? Outubro, 2016 Introdução O Instituto do Casal realizou uma pesquisa online com 510 pessoas, entre homens e mulheres, entre

Leia mais

INDICADORES DE SAÚDE

INDICADORES DE SAÚDE Secretaria de Estado da Saúde Superintendência de Vigilância em Saúde Gerência de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Coordenação de Vigilância e Controle Ambiental de Vetores INDICADORES

Leia mais

Programa psicoeducacional e de treino de competências em ambulatório

Programa psicoeducacional e de treino de competências em ambulatório EQUIPA COMUNITÁRIA DE LISBOA Programa psicoeducacional e de treino de competências em ambulatório HEM 20 NOVEMBRO 2014 As pessoas com doença mental apresentam dificuldades no funcionamento pessoal e social

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA CRIANÇA / ADOLESCENTE

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA CRIANÇA / ADOLESCENTE GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Observatório de Violências e Acidentes Observatório de Violações de Direitos de Crianças e Adolescentes CARNAVAL SALVADOR 2016 PARA CONTROLE (Não digitar): DIGITADO sim (1) não

Leia mais

Inferência sobre duas proporções

Inferência sobre duas proporções Teste para duas populações duas populações Amostra :,,,, alor comum para delta 0 Amostra 2:,,,, Tamanho Tamanho Média amostral x Média amostral x Desvio-padrão Desvio-padrão Teste para duas populações

Leia mais

Dedicatória. Juliana Braga Gomes. Cristiane Flôres Bortoncello

Dedicatória. Juliana Braga Gomes. Cristiane Flôres Bortoncello Dedicatória Dedico este livro aos meus familiares, que nutrem o meu amor todos os dias, em especial aos meus pais, avós, irmãos e meu marido Henrique. Aos meus sobrinhos Pedro, Alice e Marina, que trazem

Leia mais

VI CONGRESSO BRASILEIRO DE PREVENÇÃO DAS DST/AIDS Belo Horizonte - Minas Gerais Novembro de 2006

VI CONGRESSO BRASILEIRO DE PREVENÇÃO DAS DST/AIDS Belo Horizonte - Minas Gerais Novembro de 2006 VI CONGRESSO BRASILEIRO DE PREVENÇÃO DAS DST/AIDS Belo Horizonte - Minas Gerais Novembro de 2006 Contextos Epidêmicos e Aspectos Sociais das DST/Aids no Brasil: Os Novos Horizontes da Prevenção José Ricardo

Leia mais

PRINCIPAIS CAUSAS DE NULIDADE DE UM CASAMENTO

PRINCIPAIS CAUSAS DE NULIDADE DE UM CASAMENTO PRINCIPAIS CAUSAS DE NULIDADE DE UM CASAMENTO Renata Ferreira Silva * Vânia Maria Bemfica Guimarães Pinto Coelho ** RESUMO: Casamento nulo é aquele que foi celebrado com omissão de regras e formalidades

Leia mais

AULÃO DO CARECÃO NÃO TENHO MEDO DE CARA FEIA! E NEM DE PROVA TAMBÉM.

AULÃO DO CARECÃO NÃO TENHO MEDO DE CARA FEIA! E NEM DE PROVA TAMBÉM. AULÃO DO CARECÃO NÃO TENHO MEDO DE CARA FEIA! E NEM DE PROVA TAMBÉM. QUESTÕES Faço a fácil ou a difícil? Como controlar meu tempo? Como controlar a ansiedade? ESTOU COM MEDO!!!!! Fórmula da APROVAÇÃO Ser

Leia mais

Escola EB 2/3 João Afonso de Aveiro 2011/2012 Formação Cívica 3º Ciclo Previsão do número de aulas disponíveis (45 minutos)

Escola EB 2/3 João Afonso de Aveiro 2011/2012 Formação Cívica 3º Ciclo Previsão do número de aulas disponíveis (45 minutos) Escola EB 2/3 João Afonso de Aveiro 20/202 Formação Cívica 3º Ciclo Previsão do número de aulas disponíveis (45 minutos) Início das aulas...5-09-20 Fim do Primeiro Período...6-2-20 Número de aulas do º

Leia mais

A NOVA FAMÍLIA BRASILEIRA

A NOVA FAMÍLIA BRASILEIRA A NOVA FAMÍLIA BRASILEIRA AMÉRICA SANTANA LONGO Professora, mestranda em Direito pela Faculdade Autônoma de Direito, sócia do IBDFAM. RESUMO O presente artigo visa demonstrar a evolução que a família vem

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS EXTRA GENÉTICA 3º A/B PROFª CLAUDIA LOBO

LISTA DE EXERCÍCIOS EXTRA GENÉTICA 3º A/B PROFª CLAUDIA LOBO LISTA DE EXERCÍCIOS EXTRA GENÉTICA 3º A/B PROFª CLAUDIA LOBO 1. (Unesp) Observe as cenas do filme A perigosa ideia de Charles Darwin. Neste trecho do filme, Darwin, desolado com a doença de sua filha Annie,

Leia mais

Cinderela dos Santos Laura Dias. Adoção e co adoção. Trabalho de Pensamento crítico e trabalho académico

Cinderela dos Santos Laura Dias. Adoção e co adoção. Trabalho de Pensamento crítico e trabalho académico Cinderela dos Santos Laura Dias Adoção e co adoção. Trabalho de Pensamento crítico e trabalho académico 12/01/2015 Resumo A adoção divide se em vários subtemas, como por exemplo adoção plena, adoção restrita,

Leia mais

Distribuições Conjuntas (Tabelas de Contingência)

Distribuições Conjuntas (Tabelas de Contingência) Cruzamento de Dados Distribuições Conjuntas (Tabelas de Contingência) Lorí Viali, Dr. DESTAT/FAMAT/PUCRS viali@pucrs.br http://www.pucrs.br/famat/viali Distribuição Conjunta Exemplo (tabela um) Suponha

Leia mais

Saúde e Engajamento no Trabalho: Interfaces entre Medicina e Recursos Humanos

Saúde e Engajamento no Trabalho: Interfaces entre Medicina e Recursos Humanos Saúde e Engajamento no Trabalho: Interfaces entre Medicina e Recursos Humanos LEANDRO MINOZZO MÉDICO ME. EM EDUCAÇÃO E PÓS-MBA EM LIDERANÇA DIRETOR-PRESIDENTE DA FSNH Direção RH/GP Medicina do Trabalho

Leia mais

INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAS DE CRUZEIRO

INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAS DE CRUZEIRO INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA 2014 1 INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO INTRODUÇÃO Na continuidade do estudo que vem sendo realizado pelo, em conjunto

Leia mais

COMO ENTENDER A MENOPAUSA E INSTABILIDADE EMOCIONAL

COMO ENTENDER A MENOPAUSA E INSTABILIDADE EMOCIONAL COMO ENTENDER A MENOPAUSA E INSTABILIDADE EMOCIONAL Reproduzimos aqui uma parte da entrevista que o Dr. José Renó, médico psiquiatra, concedeu ao Dr. Dráuzio Varella. Nessa entrevista, ele fala com clareza

Leia mais

LÍDER DHARINI PRODUTOS ERÓTICOS: DICAS DE COMO E ONDE VENDER

LÍDER DHARINI PRODUTOS ERÓTICOS: DICAS DE COMO E ONDE VENDER PRODUTOS ERÓTICOS: DICAS DE COMO E ONDE VENDER Formada em Direito Consultora de Produtos Eróticos desde abril/2009 Líder A Sós desde fev/2014 Pós graduanda em Terapia Sexual na Saúde e Educação pela CEFATEF

Leia mais

Elos da Unidade que formam uma Família Feliz

Elos da Unidade que formam uma Família Feliz Elos da Unidade que formam uma Família Feliz Vamos abordar uma das grandes feridas da nossa Sociedade atualmente. Salmos 25:4-10 Ó Senhor, ensina-me os teus caminhos! Faze com que eu os conheça bem. Ensina-me

Leia mais

MEU A FELICIDADEDE ALGUEM PODE PODE DEPENDER DE UMA ATITUDE SUA REVISTA. Esqueceu sua revista em casa? Utilize nosso aplicativo. 40.

MEU A FELICIDADEDE ALGUEM PODE PODE DEPENDER DE UMA ATITUDE SUA REVISTA. Esqueceu sua revista em casa? Utilize nosso aplicativo. 40. REVISTA MEU 40.000 Tiragens SEPETIBA - SANTA CRUZ - PEDRA DE GUARATIBA GUIA DESCONTO: VÁLIDO SOMENTE COM CARTÃO DISTRIBUIÇÃO GRATUITA A FELICIDADEDE ALGUEM PODE PODE DEPENDER DE UMA ATITUDE SUA AJUDE A

Leia mais

PRORROGAÇÃO DA LICENÇA-MATERNIDADE

PRORROGAÇÃO DA LICENÇA-MATERNIDADE PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL PRORROGAÇÃO DA LICENÇA-MATERNIDADE OUTUBRO DE 2007 1 DATASENADO - SECS PESQUISA SOBRE A PRORROGAÇÃO DA LICENÇA-MATERNIDADE Em pesquisa realizada pelo DataSenado, a

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA NO IDOSO - WHOQOL OLD

QUALIDADE DE VIDA NO IDOSO - WHOQOL OLD QUALIDADE DE VIDA NO IDOSO - WHOQOL OLD Por favor, tenha em mente os seus valores, esperanças, prazeres e preocupações. Pedimos que pense na sua vida nas duas últimas semanas. As seguintes questões perguntam

Leia mais