Atualidades. A noite é nossa RRPP. O profissional de Relações Públicas comanda o espetáculo W W W W

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Atualidades. A noite é nossa RRPP. O profissional de Relações Públicas comanda o espetáculo W W W W"

Transcrição

1 RRPP Versão digital: Atualidades W W W W W FOTO FELIPE DALLA VALLLE Revista semestral. Curso de Relações Públicas/Famecos/PUCRS - Ano 19 n 34 - Porto Alegre, RS, Brasil - Julho 2012 A noite é nossa O profissional de Relações Públicas comanda o espetáculo

2 ENSINO Um colégio no coração da PUCRS Ambiente universitário e escolar juntos fazendo a diferença na educação O Colégio Champagnat, criado pelos Irmãos Maristas em uma chácara, em 1920, a dez quilômetros do centro de Porto Alegre, hoje é o coração do campus de uma das maiores universidades particulares do Brasil: a PUCRS. A Rede Marista de Educação e Solidariedade está presente há 110 anos no Sul do Brasil. Faz parte da Província Marista do Rio Grande do Sul, unidade administrativa do Instituto dos Irmãos Maristas, organização religiosa e educacional fundada por São Marcelino Champagnat em 1817 e presente em 75 países. Os colégios gerenciados pela Rede Marista estão espalhados por muitos estados brasileiros, entre eles: Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Brasília, Goiás e especialmente o Rio Grande do Sul, que mantém uma de suas escolas dentro do Campus da Pontifícia Universidade Católica. Criado no início do século XX, o Colégio Marista Champagnat teve seus cursos de ensinos fundamentais e médios reconhecidos em 1946, passando a chamar-se Ginásio Champagnat de Porto Alegre. No início, apenas candidatos a irmãos maristas estudavam na instituição, depois se tornou um educandário masculino e só em 1971 meninas passaram a ser admitidas. Possui hoje mais de estudantes e conta com o trabalho de mais de 100 educadores, que atuam diariamente na missão de construir conhecimentos e formar para valores humanos, marcas do jeito marista de educar para a vida. De acordo com o diretor do colégio, professor Hilário Bassotto, o meio acadêmico exerce uma influência significativa para o aluno. O colégio está situado no coração da Universidade e inspira Educação, diz. O colégio desenvolve diversas parcerias e projetos entre estes dois âmbitos, proporcionando esta ponte aluno-universidade, onde a participação efetiva do aluno é fundamental, destaca o diretor. Com as oportunidades que o aluno do Colégio Marista Champagnat possui, a preferência pela Univeridade é inigualável. Pesquisa revela que egressos do colégio tornam-se alunos da PUCRS. Curiosidade Na década de 50, o irmão José Otão, reitor FOTOS PÂMELLA MORAES/RRPP da PUCRS, procurou o então prefeito Leonel Brizola para comunicar a intenção dos maristas de construir um novo edifício no lugar do colégio Rosário para abrigar o campus da PUC. As faculdades tinham começado a funcionar em 1931 e em 1948 foram reconhecidas como universidade. Na ocasião, apurou anos mais tarde o irmão Mainar Longhi, Brizola sugeriu: Por que vocês não fazem a Universidade na chácara do Champagnat? Na época, o colégio era rodeado por uma enorme área, no bairro Partenon, onde hoje estão o Campus e o Hospital São Lucas. Pâmella Moraes Entrevista/aluno Othon Amorim A vantagem de estudar na universidade Othon Amorim, aluno do 3º ano O aluno Othon Amorim, 3º ano do Ensino Médio do Colégio Marista Champagnat, relatou como é estar em um âmbito Univesitário. O meio acadêmico nos proporciona facilidade, além de sua magnífica Biblioteca, temos acesso ao Parque Esportivo, diz. Confira sua entrevista: Você vê alguma vantagem de estudar em um colégio que se encontra no Campus de uma Universidade? Sim, muitas, pois proporcionam facilidade de acesso a materiais para pesquisa e até mesmo espaços para estudos individuais e em grupos na Biblioteca da PUCRS. Quais outros meios que você usufrui dentro da Universidade? Biblioteca, salas de estudos, convites para conhecer um pouco mais da Universidade. Você acha que o Colégio aproveita esta oportunidade de estar no meio acadêmico? Sim, principalmente, oferecendo aos seus alunos disponibilização de horários em diversas áreas de estudo e atividades físicas. Por estar no 3º ano do Ensino Médio, você encontra facilidade ao escolher o curso que vai seguir, já que vive no meio acadêmico? Nem sempre. Por estar tão perto da fase seguinte, não quer dizer que vá facilitar em uma escolha tão importante, porém, como já estou decidido há alguns anos, a proximidade da Universidade me facilitou a ver como seria o curso que escolhi, o de publicidade. Uma vantagem que os alunos de outros colégios não possuem. 2 RRPPAtualidades/Julho 2012

3 Institucional Famecos lança Núcleo Memória Iniciativa vai contar a história da Faculdade e disponibilizar aos alunos material para pesquisas Objetivo é fortalecer a reputação REBECA ESCOBAR/RRPP Em 2012, o Espaço Experiência divulga a criação do Núcleo de Comunicação e Memória Institucional da Faculdade de Comunicação Social (Famecos), da PUCRS. A iniciativa tem como objetivo organizar a Memória Institucional da faculdade através de pesquisas direcionadas a ambientes digitais e eletrônicos, bem como a meios impressos e documentais, além da coleta de informação com pessoas de grande influência para a história da unidade. Idealizado e coordenado pela professora Cláudia Moura, também coordenadora do Curso de Relações Públicas, o Núcleo de Comunicação e Memória Institucional envolve as quatro habilitações da faculdade: Jornalismo, Relações Públicas, Publicidade/Propaganda e Produção Audiovisual (com ênfase em Cinema). O ano de criação do Núcleo é estratégico, pois comemora o aniversário de 60 anos do Curso de Jornalismo, embrião da Famecos, inaugurada em 1967 com a PUC gaúcha oferecendo mais dois cursos na área da comunicação: RRPP e Publicidade. Os arquivos contidos no Memória, que poderão ser acessados através do Portal Eu Sou Famecos, auxiliarão no desenvolvimento de trabalhos de conclusão dos alunos e contribuirão para a execução de diversas ações na atualidade e nos próximos anos. O conteúdo disponibilizado pelo Núcleo também será utilizado como um banco de dados para a organização de edições históricas e de reportagens, campanhas e projetos de relevância para a faculdade, podendo se transformar em uma referência para a memória acadêmica e institucional do ensino de Comunicação no país. De acordo com a professora e mestre em Comunicação, Marisa Soares, que participa da organização do Núcleo, o Memória Famecos também valorizará a participação de antigos diretores, professores e alunos na construção da história da faculdade. Brenda Menine e Rebeca Escobar O Espaço Experiência conta com mais 11 Núcleos: Assessoria de Comunicação Digital Atendimento e Relacionamento Áudio Criação Eventos Famecos Sem Fronteiras Fotografia Publicitária Fotojornalismo Planejamento Tendências e Pesquisas Memória BRENDA MENINE/RRPP Entrevista com a doutora em Ciências da Comunicação, Cláudia Peixoto de Moura professora-titular dos cursos de graduação e pós-graduação da Famecos, e coordenadora do Departamento de Relações Públicas. Qual a importância do Núcleo Memória para Famecos? Além do fato de levantar informações e aproximar os egressos da Famecos, o Núcleo objetiva contar a história a partir da fala das pessoas que passaram pela Faculdade. O Memória contará ainda com um site produzido pelos atuais alunos, o acervo digital possibilitará o acesso às informações de qualquer lugar do mundo e será construído com materiais como fotografias destes 60 anos, além de entrevistas com antigos alunos e professores veteranos. Dessa forma a Famecos construirá o acervo de sua memória e documentará os fatos históricos para que futuras gerações possam conhecer e entender a Faculdade. Qual a relação da atividade de Relações Públicas com a memória institucional nas organizações? Através da memória institucional abriu-se um novo nicho no mercado para as RRPP. Memória trabalha com a identidade e esta se transforma em imagem a partir do levantamento de documentos que relatam a história da organização. Quem verá este material irá consolidar, ou não, a imagem da organização, neste caso da Famecos. Dentro deste contexto, é possível fortalecer também a reputação, que é construída somente através do tempo. O prédio 7 da Famecos foi inaugurado em 1973 Julho 2012 /RRPPAtualidades 3

4 A comunicadora que usa farda FOTO DIVULGAÇÃO A função dos policiais na assessoria de imprensa da BM Ao lembrar da Brigada Militar, o que recorre à mente da maioria da população são situações de prisão, resgate, em geral todas as funções de segurança pública. Essas situações de violência que os policiais militares vivem e revivem todos os dias, fazem as pessoas desconhecerem outras funções primordiais em que também atuam esses servidores da lei, como a função de comunicadores. No quartel do Comando-Geral da Brigada Militar, na capital gaúcha, existe um setor que faz parte do Estado-Maior, específico para essa função: a PM5, a seção de Comunicação Social. É de inteira responsabilidade dela assessorar diretamente o comando da Corporação nas relações com seu públicos, nós, cidadãos. Pode-se dizer que a comunicação na BM não é algo recente, visto que o primeiro setor de Comunicação Social surgiu em maio de 1956, quando foi criado o Serviço de Relações Públicas da Corporação, no comando do Coronel Ildefonso Pereira de Albuquerque. Na época, não havia ainda nenhum curso de RRPP no Estado. Hoje, o setor está estruturado de modo muito mais desenvolvido, sendo chefiado por um tenente-coronel, o segundo posto mais alto na escala hierárquica militar. Possui, ainda, em grau hierárquico decrescente, um major, dois capitães, uma tenente, três sargentos, nove soldados, um funcionário civil e três estagiários de nível superior. Soldado na Brigada Militar, formada em Jornalismo pela Famecos e efetiva da PM5 há seis anos, Sabrina Ribas concede uma entrevista à revista impressa e digital RRPP Atualidades e conta como é desempenhar o papel de uma policial-jornalista: Qual a principal função da PM5? Após passar por inúmeras reestruturações, a PM5 hoje atua principalmente como o setor que é responsável por assessorar o Comando da Corporação no que diz respeito às atividades de assessoria de imprensa comuns a outros órgãos e empresas. Faz relacionamento com a mídia, produção e envio de textos institucionais como releases e sugestões de pauta, encaminhamento de fontes especializadas e boletins de rádio. Também administra veículos institucionais, como sites, redes sociais, programas de rádio e TV e produz materiais informativos como folders, banners etc. Além disso, a maioria dos eventos do Comando fica sob responsabilidade do efetivo desse setor. Atualmente, a PM5 prioriza as áreas de Jornalismo e Relações Públicas, tendo pouco espaço, pela carência de profissionais qualificados, para o desenvolvimento de atividades relacionadas à publicidade e propaganda. Parte dessa precariedade produtiva nessa área também pode ser justificada pelo fato de a Corporação ser um órgão público, que sempre prioriza outras áreas e não dispõe de verba para esse tipo de despesa ou investimento. Qual a importância de uma instituição policial ter setor de Comunicação? Considero que, como qualquer outro órgão público, a BM deve prestar contas de suas atividades a seu principal cliente, o cidadão. A existência de um setor como esse só facilita esse diálogo e a aproximação da polícia com as pessoas. Também acho importante destacar aqui que o papel da PM5 não é o de mascarar ou maquiar a realidade, mas, sim, de procurar a transparência na relação público-cidadão, mesmo que determinados fatos nos desfavoreçam como Instituição já que, em algumas situações, o caráter repressivo da BM gera muitos conflitos e crises de imagem. Outro fator importante é preparar o efetivo, não só o do setor, mas os policiais de outras unidades, através de workshops e seminários, com conhecimentos básicos para que o relacionamento com os profissionais de imprensa seja o melhor possível, facilitando o trabalho de ambos e esclarecendo a população sobre o papel da polícia. Você é formada na Famecos. Qual a contribuição que recebeu da faculdade e como usa na sua vida profissional? Acredito que todo conhecimento e toda a experiência são válidos. Na Famecos, uma das coisas que considero muito bacana é que os professores são interessados nas nossas realidades e procuram de diferentes formas trazer conhecimentos e contribuições que se adaptam às necessidades dos alunos. A grande maioria, a partir da metade do curso, já trabalha ou estagia, e quase sempre existe a possibilidade de trazer as nossas experiências e trocar ideias, contribuições e sugestões com professores e colegas. Levei isso para meu ambiente profissional e isso só trouxe resultados positivos. Mas, entre tantos outros itens que poderia citar, um deles Sabrina Ribas, formada pela Famecos Aprendi na faculdade a comprar brigas é a inquietude. Eu já era inquieta, ponderadora, e fiquei muito pior, ou melhor! Na Famecos, com professores como Sempé, Leonam, Ivone, Schröder, Ana Cláudia e tantos outros que poderia citar, aprendi a não aceitar qualquer coisa feita de qualquer jeito, a exigir mais de mim mesma, a comprar as brigas mesmo que elas sejam enormes, e muitas outras lições. Mesmo que o sistema nos limite, nos pode, nos diminua, afinal eu ocupo o menor posto hierárquico, soldado, de uma instituição enorme, ainda acredito que através do trabalho vamos conseguir mudar para melhor algumas coisas que só trarão benefícios para a Corporação. O fato de trabalhar em um órgão militar traz restrições? Sim, infelizmente. A hierarquia ainda prevalece frente o conhecimento. Mas isso não é privilégio de instituições militares já que, em empresas privadas, por exemplo, também poderia acontecer casos em que a posição ocupada pelo superior e possíveis sanções causem alterações nas rotinas da assessoria. Já passei por várias situações em que não existiu a possibilidade de negociação ou mesmo de explicar aos superiores os motivos de uma tarefa ser realizada de forma técnica e não da forma como ele consideraria a maneira mais adequada. Mas também existem comandantes que, de fato, utilizam a assessoria da melhor forma. Bruna Severo 4 RRPPAtualidades/Julho 2012

5 SUAMY SEJANES Projeto SUS para animais: por que não? Projeto de Lei institui Sistema Único de Saúde para animais domésticos A partir da justificativa de que os animais não tratados passaram a ser caso de saúde pública, o deputado federal Ricardo Izar (PSD-SP) tenta instituir o Projeto de Lei que cria SUS para animais, voltado à população de baixa renda. Os animais domésticos vêm ganhando espaço cada vez maior junto às famílias brasileiras. É o que confirma a pesquisa Radar Pet, realizada em 2009 sob encomenda da Comac (Comissão de Animais de Companhia). A pesquisa apontou que, naquele ano, já existia uma população de 25 milhões de cães e sete milhões de gatos nas residências de pessoas das classes A, B e C no Brasil. Como mostram as últimas pesquisas do IBGE, o aumento da adoção/ compra de animais domésticos é relacionado a um fator social: a taxa de natalidade brasileira vem caindo após a inserção da mulher no mercado de trabalho. Elas deixaram de apenas cuidar da casa, hoje se preocupam com a carreira profissional e acabam adiando o projeto de ter filhos. Muitos casais, ao invés de ter filhos, escolha que demanda tempo e condições financeiras, acabam optando por ter filhos animais. Além dos custos serem muito mais baixos, os pequenos podem ficar sozinhos, enquanto os pais trabalham e não há necessidade de gastos com babá e creche. Apesar da despesa com animal de estimação ser baixa se comparada a um filho, muitas pessoas de baixa renda não têm condições de arcar. Foi pensando nisso que o deputado paulista apresentou o Projeto de Lei Nº , visando instituir o Programa SUS (Sistema Único de O animal doméstico faz parte da família, mas também é um potencial transmissor de doenças. Hoje é questão de saúde pública Saúde) Animal. O Projeto visa o atendimento clínico e a castração gratuitos de animais domésticos de proprietários com renda familiar total de até três salários mínimos. É o caso da empregada doméstica Hilda Fernandes, de 62 anos, única assalariada da sua casa. Ela conta que um de seus cães adoeceu certa vez e, ao solicitar atendimento gratuito para uma veterinária que atende perto de sua residência, alegando que não tinha condições de pagar o tratamento, recebeu o diagnóstico de que deveria praticar eutanásia no seu animal. Não aceitei o que a veterinária disse e tratei ele em casa... Hoje ele está vivo e com ótima saúde, já imaginou se eu tivesse matado ele?. Esse é o caso de muitas pessoas que não possuem condições para tratar seus membros da família, que acabam reféns de muitos profissionais que atuam em clínicas privadas ou de forma autônoma, mas sem disposição ou condições de dedicar um tempo para uma atividade de cunho social na comunidade. Além do argumento da importância afetiva que os animais ganharam nas famílias brasileiras, o autor do projeto destacou outro em entrevista à imprensa: Hoje o animal domesticado faz parte da família, mas também é um potencial transmissor de doenças. Tratá-los também é uma questão de saúde pública. Poucas pessoas têm ideia da quantidade de doenças que animais não tratados podem transmitir: desde raiva à toxoplasmose e leptospirose. Por isso, os cuidados com eles também são considerados pressupostos de saúde pública. Mesmo em companhia de seus donos, os animais caminham por ruas e parques e se tornam vulneráveis a doenças. O Projeto cria um Centro de Atendimento e Recuperação de Animais em região de fácil acesso para os moradores, voltado ao atendimento clínico, realização de cirurgias de castração e organização de mutirões periódicos para atendimentos em regiões nas quais seja constatada a necessidade. Seriam disponibilizados, ainda, veículos para resgate e atendimento veterinário de urgência. A verba para o Programa virá de outro projeto, que prevê a criação do Fundo Nacional de Defesa Animal, apto a receber doações e a deduzir parte do imposto de renda. A proposta cria uma rede de assistência com órgãos de controle de zoonoses, canais públicos e outros estabelecimentos oficiais para que o poder público possa firmar convênios com ONGs, clínicas, empresas e entidades de classe, para tornar o processo mais integrado. Fabíola de Carvalho e Suamy Sejanes Gostou da ideia de ajudar algum lugar que cuida de animais e necessite de apoio? A gente indica os endereços! Bicho de Rua Clínica Veterinária do Forte (51) Duas mãos quatro patas Protetores Voluntários facebook.com/protetoresvoluntarios Julho 2012 /RRPPAtualidades 5

6 Tendência NATÁLIA FERREIRA/RRPP Media Training: você bem na fita Cristiane Finger, apresentadora de TV, fala sobre a preparação do entrevistado As organizações têm percebido a necessidade de preparar suas lideranças para o relacionamento cotidiano com a mídia. Surgiram, assim, o Media Training, relacionamento com a imprensa, e o Media Coaching, como se portar diante da imprensa. Ambos estão ganhando cada vez mais visibilidade no Brasil, em especial no âmbito corporativo. Contudo, vale ressaltar que um não substitui o outro, ao contrário, se complementam. Hoje é inevitável: nenhuma organização está livre de uma situação de crise. Diante dela, Training e Coaching aparecem como diferenciais. Ao contrário do que muitos pensam, Media Training não é uma técnica criada a fim de manipular a atuação da imprensa. Ela visa, essencialmente, auxiliar os porta-vozes a aprimorarem suas práticas relacionadas à comunicação com seus públicos e esclarecerem quaisquer dúvidas que surjam em determinadas situações evitando possíveis danos à imagem e, por consequência, à reputação da organização. O objetivo do Media Training é fazer a fonte ter um melhor relacionamento com a imprensa, porque a maior parte dos problemas é que os jornalistas não entendem suas fontes, e vice-versa. O engraçado desse treinamento é que quem fez, não diz que sabe. E quem dá, em tese, não pode dizer para quem deu. O que é uma bobagem. Para se ter uma ideia, as cem maiores empresas no Brasil já fizeram Media Training mais de uma vez com seus diretores, pondera a gaúcha Cristiane Finger Costa, apresentadora de televisão e doutora em Comunicação Social pela PUCRS. Além de acumular prêmios de Jornalismo entre eles, ter sido a primeira mulher a receber o Prêmio Esso Especial de Telejornalismo, em 2004, Cristiane leciona na PUCRS desde Hoje é responsável pela disciplina de Media Training do curso de especialização Planejamento em Comunicação e em Gestão de Crises de Imagem da Faculdade de Comunicação Social da PUCRS. Muitos executivos não gostam de falar com jornalistas. É preciso fazê-los entender que não estão falando com jornalistas, mas com o público. Entender como funciona o deadline, por exemplo. O porquê de a entrevista ser para ontem, não para amanhã. As pessoas não entendem como funciona a mídia. Elas têm uma ideia, em geral, de que a mídia conspira, de que é contra, de que a gente fica num cantinho para sacanear alguém. Quando dou Media Training, digo 6 RRPPAtualidades/ Julho 2012 que metade dos erros são apenas erros. É muito mais erro do que conspiração, diz. O Media Coaching, por sua vez, é mais técnico. É uma prática final que ensina como se portar diante das câmeras e dos microfones para que a pessoa sinta-se mais à vontade diante dos holofotes. Começou a ter mais força, principalmente, entre atores, celebridades e atletas. Políticos, empresários, gestores e profissionais liberais dão mais valor ao relacionamento, optando por Media Training. A professora da Famecos destaca a importância das assessorias, mas enfatiza que as instituições devem ter confiança em seu trabalho. Caso contrário, melhor não ter uma, pois quem está envolvido com o projeto, tem que estar afinado. Criada a consciência de que o relacionamento é imprescindível, deve-se estabelecer um clima de confiança entre o jornalista e os assessores, para que no momento da entrevista, a fonte fique mais à vontade. Esse relacionamento melhora muitíssimo o clima. Facilita o trabalho, inclusive da imprensa. Deve-se compreender, também, que mais importante do que aparecer como notícia é aparecer como fonte. O jornalista considerar você como uma fonte é muito importante porque, toda a vez que ele precisar de alguma informação, ele vai lembrar de você, explica a professora. Faz a diferença As pequenas atitudes, como dizer sempre a verdade ou reconhecer o erro, fazem a diferença. Quando se reconhece a falha, até a imprensa muda de postura. Diferentemente de quando a organização nega com veemência, pois a ação da imprensa tende a ser mais ostensiva. Se a crise está instalada e a organização se fecha, logo é condenada perante a opinião pública. Nenhuma empresa é tão privada que não tenha que dar satisfações. Por exemplo: 97% dos lares têm televisão. E você não quer falar?, diz Cristiane com olhar atônito. Cristiane, primeira mulher a receber o Prêmio Esso em TV Ela não concorda com a figura do porta-voz, porque, em um momento de crise, centralizar a informação em uma única pessoa é arriscado. É preferível ter mais de uma fonte, desde que falem a mesma língua. A assessoria não é um cão de guarda, é um filtro, alerta a doutora. É comum ver organizações incapazes de distinguir entre um anúncio e uma informação dentro do jornal. O peso é completamente diferente. Quando alguém lê um anúncio, sabe que ele está comprometido, tentando vender. Quando eu tenho uma informação, eu tenho a credibilidade do jornalista. O valor disso é intangível, declara. Pode-se considerar o Media Training como um novo mercado de trabalho. Embora a doutora concorde com essa afirmação, demonstra-se preocupada quanto à atuação de profissionais pouco experientes. Segundo ela, é preciso gramar certo tempo para chegar lá, senão vira picaretagem. Ninguém se forma e vira consultor. É um mercado que exige experiência. Não é para qualquer um. Sabe-se que os profissionais mais valorizados são aqueles que transitam melhor entre as áreas. Conforme Cristiane, o jornalista acaba levando um pouco de vantagem nessa parte de treinamento. Para planejamento em gestão de crises, os relações-públicas são os indicados. Jornalista não planeja, jornalista faz. E o Media Training é uma parte desse planejamento, é uma estratégia. Não resolve todos os problemas, mas é importante, arremata. Augusto Fernandes, Gabriela Dalpian, Natália Ferreira e Roger Superti

7 Aplicativos Conexão com a vida real Tudo agora é Facebook. Será possível relacionar-se sem ele? Ao ver na tela do computador uma nova atualização do Facebook, algumas pessoas são tomadas pela ansiedade de saber qual a novidade do momento. Por conta disso, cresce cada vez mais o desejo de consumir aparelhos que possibilitem o acesso à plataforma mais popular das redes sociais. O vício aumenta de acordo com a facilidade de acesso e o impulso de contar tudo o que está acontecendo em suas vidas. Dar check-in em todos os lugares já virou uma rotina. Eu passo 24 horas conectada ao Face, afirma Lisa Carolina, 19 anos, estudante de Relações Internacionais. Ela faz parte de um grande grupo de jovens que não consegue se desconectar da rede social e do imediatismo propiciado pela ferramenta. Tudo parece ficar mais fácil convidar, jogar conversa fora, comentar, curtir e compartilhar. Quando é algo informal, melhor fazer pelo Facebook, acredita o estudante de odontologia Fernando Biasin, 18 anos. Para muitos como ele, manter o perfil atualizado é uma maneira prática de fazer contato com amigos e conhecer pessoas. O problema é que, para alguns, isso já virou uma obsessão. A pressa em passar informações e responder a tudo de uma vez só está presente no novo contexto de quem tem a possibilidade de se relacionar com inúmeras pessoas de uma única vez. Para a psicóloga e professora da PUCRS, Susana Gib Azevedo, trata-se de uma forma de relacionamento. Informações são atualizadas, retiradas ou complementadas a todo o instante e a ideia de número infinito de amigos encanta as pessoas. Segundo a professora da Famecos, a sensação e a tentação de ter cada vez mais conhecimento da vida dos outros faz com que elas se sintam mais seguras no meio social em que participam. As redes sociais têm como função a interação e a aproximação. O problema está no vício, onde não existe limite para ficar conectado e quando o mundo real desaparece e só existem amigos virtuais. Entro no Facebook para não me sentir perdida em relação aos assuntos do momento, afirma Gabriela Dalpian, 20 anos, estudante de Relações Públicas. Ela não se considera viciada e não tem muito tempo para as redes sociais, se conecta regularmente e não costuma compartilhar assuntos com os amigos virtuais. Por isso, o desafio agora é desconectar. Conseguir passar mais tempo livre de informações e atualizações da rede, tentar encontrar novas formas de fazer amigos, conversar e procurar curtir mais a vida real. Danielle Amaral e Laura Bartelle Instagram, uma nova versão da fotografia Programa ganha cinco milhões de novos usuários em apenas uma semana O aplicativo capaz de criar uma variedade de efeitos e filtros para fotos, criado por Kevin Systrom e Mike Krieger, em outrubro de 2010, é um dos tópicos mais falados do Twitter. O Instagram, que foi durante muitos meses privilégio dos usuários de aparelhos da Apple, passou a estar disponível para o sistema operacional móvel com mais usuários no mundo, o Android. Após a criação desta nova versão, o aplicativo ganhou, em apenas seis dias, cinco milhões de novos usuários e tornou-se o mais popular da App Store (loja virtual da Apple), Aplicativo exclusivo para celulares dos sistemas Android e ios perdendo o status que tinha anteriormente. Este fato gerou grande insatisfação aos que utilizam o sistema ios, que, até então, eram os únicos que podiam desfrutar de tais funções e versatilidades. Esses acontecimentos geraram a criação de termos como a Orkutização do Instagram, que significa uma invasão massiva de informações irrelevantes, assim como um crescente aumento na inclusão digital, já que este era considerado por muitos um aplicativo dirigido para um grupo elitista. Pelo fato de ter seu conteúdo privado apenas para usuários do aplicativo, ficou uma dúvida: a insatisfação dos antigos usuários se deu pela, agora, falta de privacidade, já que muitos se tornariam membros, ou pelo status que se cessaria, ao tornar-se popular? Segundo André Pase, essa revolta de alguns dos possuidores do aparelho da Apple pode ser chamada de preconceito e comparada à situação dos clubinhos de colégio, onde os diferentes não podem se misturar. O professor da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS e colunista da Zero Hora Digital afirma que, no Brasil, iphone ainda é uma forma de demonstrar status; já no exterior, celular é uma coisa normal, não há motivos para ostentação. Como se já não estivesse causado assunto o suficiente, no dia 9 de abril, a compra do Instagram por Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, em um negócio estimado em US$ 1 bilhão, foi anunciada, aumentando ainda mais a tal da orkutização. Para Pase, Zuckerberg comprou três coisas: uma rede social com uma base já existente de usuários, um sistema rápido de fotos e um forte investimento em negócios, que fará parte de uma jogada de investimento em altas ações na bolsa de valores americana, sendo cada vez mais visto dentro do mundo de negócios. A jogada complementa o site e valoriza suas ações, conclui Pase. Julia Gonçalves Julho 2012 /RRPPAtualidades 7

8 Tecnologia A CAPTURA DE MOVIMENTO Nova técnica reinventa a forma de fazer filmes FABIANA TRIGO Atuação ou efeito digital? Esse é o grande questionamento dos fissurados por filmes em relação a Mocap. Imagine os super-heróis que fizeram parte da sua infância ganhando vida nas telas do cinema em forma de animação 3D e mantendo suas características originais, como expressões faciais e movimentos corporais iguais as HQ S, e tudo isso graças a alguns pontinhos distribuídos pelo corpo do ator. Essa técnica é chamada de captura de movimento e vem ganhando cada vez mais espaço entre os blockbusters do cinema mundial. A evolução da digitalização no cinema começa no século passado, final da década de 20, com criação dos Estúdios Disney, considerado um marco por mudar todo o cenário dos curtas animados, até então. Walt Disney trouxe uma forma de abordar a animação completamente diferente do que existia, seja pelo movimento dos personagens ou pelo sistema de produção de seus desenhos. Muitos filmes depois, a técnica foi aperfeiçoada e a animação quadro a quadro já não garantia tanta eficácia em meio ao turbilhão de tecnologias para produção de filmes. Essas novas técnicas tomaram as rédeas da reprodução nas telas e, hoje, a captura de movimento traz um novo sentido à forma como os personagens ganham vida. A captura de movimento, ou Mocap, técnica que mapeia e reproduz deslocamentos em objetos ou seres humanos, transformando-os em gráficos 3D, é o recurso tecnológico que converte o movimento ao vivo em movimento digital, e facilita a busca por maior realismo e características específicas dos personagens nas animações. Filmes como Planeta dos Macacos a Origem, Senhor dos Anéis, As Aventuras de Tintim e o Kinect (aparelho de captura para videogames) possibilitam ao usuário maior proximidade com essa expressão humana retratada digitalmente. Para os leigos curiosos sobre o assunto é fácil sintetizar esse processo: colocam-se sensores pelo corpo do ator para captar e filmar os movimentos, que servem como um escaneamento das ações realizadas, que são automaticamente desenhados como se fosse um homem de arame, posteriormente modelado em programas de edição. Aquila Paz da Rosa, Ben-Hur Silva, Daniel Varallo, Fabiana Trigo, Henrique Helbig e Stephanie Espindola André Pase, professor da Famecos, doutor em novas tecnologias O professor de Tecnologias Digitais, doutor e chefe geek de Porto Alegre, André Pase, esclarece, em entrevista ao site e revista impressa RRPP Atualidades, a captura de movimentos em games, nos esportes e no cinema. Aprenda: Como funciona? Você coloca uma pessoa em um cenário, num fundo plano, com sensores em pontos estratégicos do corpo. Esses sensores registram os movimentos através de um escaneamento corporal, registrando cada movimento do ator, fazendo com que o personagem ganhe vida. Qual foi a grande quebra de paradigma do Mocap? Os movimentos ficaram mais complexos, você não pode mais dizer o Smeagol não é real porque hoje os atores fazem esses personagens ganharem vida, pois o rosto, os braços, os movimentos, a base está ali. Essa é a grande quebra de paradigma, tornar o digital em algo real, que convence. A captura pode ser considerada como atuação? Você sente a atuação, o ator está representado nas expressões do personagem. No caso do Ceasar, no Planeta dos Macacos, é possível enxergar essas emoções. Quem assiste, vibra com cada cena do personagem sem que ele precise falar, mas isso varia de ator para ator, é relativo. Tem uma atuação, não é só movimento, é vida. Se você é um ator, você tem que falar, interagir. Uma criação digital não vai ter vida se o ator não colocar vida. Movimento você faz, mas a emoção, a expressão, só o ator pode colocar. Além do cinema e dos games, onde o Mocap pode ser utilizado? Em simulações, principalmente. Hoje podemos fazer simulações de desastres naturais pensando em uma prevenção no futuro. Além disso, podemos testar produtos como tênis, simular como uma pessoa consegue manusear determinado objeto e modificá-lo de acordo com o nosso desejo, projetar impactos com carros. Enfim, a captação pode ser utilizada em diversas coisas, basta ser criativo. E nos esportes? Nos esportes como corrida e futebol, por exemplo, podemos saber quantos quilômetros o jogador/corredor correu, como ele se movimentou em campo, a velocidade que o jogador/ corredor atingiu, tudo isso por causa da captura de movimentos. Encontramos essa captura tanto no esporte de ponta, quanto fora disso, no cotidiano. Se uma pessoa usar um tênis com um sensor na perna, conseguiremos saber o quanto caminhou. Os aplicativos são múltiplos. 8 RRPPAtualidades/Julho 2012

9 Interatividade Memes!!! O gene de rápida multiplicação na Internet Carolina La Porta e Natasha Pereira Você sabia? A origem da palavra meme nasceu em 1976 pelo zoólogo Richard Dawkins, no seu livro O Gene Egoísta, que define o meme como uma unidade de evolução cultural que se propaga de indivíduo para indivíduo. Esse conceito é usado hoje para tudo aquilo que é utilizado repetidamente na Internet. Não fique Forever Alone Está aberta a caça ao memes. Em 2012, as pesquisas sobre eles só tem aumentado. Cada vez mais comentados, compartilhados e curtidos em redes sociais. Você não sabe o que é um meme? Como assim, em que mundo você vive? Eles já estão presentes no nosso dia a dia, não só na Web, mas também em nós mesmos. Memes não são apenas aquelas carinhas que já estamos cheios de tanto ver, como o Forever Alone, o Ui, o Fuck Yeah, as chamadas Rage Faces. Eles podem ser tudo Do real para o virtual... aquilo que se propaga muito rápido na Internet e, diferente de viral, sofrem alterações, ganham versões e têm seu significado alterado. O maior exemplo é o Para Nossa Alegria, que em seu vídeo original é um viral, mas no momento em que começa a ganhar várias versões, se torna um meme. Eles têm se propagado de forma rápida. Os próprios usuários acabam se identificando com Cada vez mais as pessoas estão se identificando com o mundo virtual e são mais adeptas a ele. As redes sociais têm disseminado um novo modo de vida através de jogos, aplicativos, gifs, vídeos, memes e tudo aquilo que possa de alguma forma prender os usuários na frente do computador. Nos comunicamos, pensamos e agimos de forma diferente, é a era da interatividade. As estudantes de Publicidade e Propaganda, Karen Martinez e Caroline Terra, são a maior prova disso. Adeptas das redes sociais, passam, em média, 12 horas conectadas, entre Facebook, Twitter, Tumblr, Flickr. Elas assumem que, sim, sofrem influências das mídias sociais. Seria mentira dizer que não, elas influenciam direta e indiretamente na minha forma de agir, falar, pensar. Querendo ou não, mexem com a dinâmica dos usuários no dia a dia, admite Karen. Com a facilidade de compartilhar conteúdos dos mais diversos, a Web está cheia de informação. Caroline diz que compartilha o que acha interessante, notícias, coisas ligadas à comunicação e a sites de publicidade. Também repasso conteúdos engraçados via Face, geralmente coisas relacionadas ao humor. As pessoas passam muito tempo conectadas em função do trabalho ou até por questões acadêmicas, então esses conteúdos fazem sucesso, pois a galera vê isso como uma abstração para uma rotina exaustiva, observa. Karen levanta outra possibilidade quando diz que uma das principais funções da Internet é compartilhar conteúdos, que deve ser explorada, mas, é claro, tudo tem um limite. A privacidade é algo que hoje pouco se tem na rede por conta de uma tamanha exposição dos usuários, observa a futura publicitária. O fato é que entre vida real e virtual, a interatividade, as redes sociais e os conteúdos de entretenimento estão presentes constantemente e fazem parte deste contexto, são nosso presente e futuro. eles, porque, na maioria das vezes, retratam situações banais do cotidiano. Na fusão da web 2.0 com verdadeiros maníacos por Internet, criou-se um mundo virtual onde os memes são os protagonistas reais. Sem fórmulas A realidade é que não existem fórmulas ou mágicas para criar um meme, se fosse assim eles nem fariam tanto sucesso, o grande segredo é justamente não ter fundamento algum e é isso que os espalham mundo a fora. Um grande aliado nesse sentido são os blogs, que reúnem uma grande quantidade de memes e são reabastecidos diariamente com esses conteúdos, divulgando cada vez mais. Hoje, no Brasil, contamos com a memepedia, que é uma sessão dedicada a documentar os memes brasileiros, mesma função tem o Know Your Meme, maior enciclopédia de memes nos Estados Unidos. Julho 2012/ RRPPAtualidades 9

10 Comunicação MARCOS EIFLER/ALRS A PERSUASÃO SUBLIMINAR É utilizada na forma visual ou auditiva Certamente você já ouviu falar sobre mensagens subliminares. Elas existem desde os anos 50 e hoje em dia estão presentes na mídia em diversos canais: no cinema, televisão e até em músicas. Quem nunca ouviu as lendas sobre mensagens diabólicas em discos da Xuxa? Ou da palavra sexo e símbolos fálicos em filmes da Disney? O conceito de subliminar surgiu com um especialista em marketing americano chamado James Vicary, no ano de Na época, essa projeção se tornou muito famosa por ter um enorme potencial publicitário e por ser uma nova ferramenta de venda. Mensagem subliminar é toda aquela informação que não é percebida pelo consciente das pessoas, porém é recebida pelo subconsciente e às vezes é capaz de influenciar atitudes, motivações, escolhas e vontades. Esse tipo de técnica pode ser utilizada na forma visual ou auditiva, na tentativa de fazer uma persuasão mental. Segundo a professora da Faculdade de Meios de Comunicação Social da PUCRS, Rosane Palacci, a mensagem subliminar não pode ser considerada uma publicidade e sim uma comunicação persuasiva que, muitas vezes, pode ser vista em filmes e seriados, em que aparecem diversas marcas, porém os produtos dessas marcas não são destacados, somente constam no ambiente, sendo capazes de induzir os telespectadores a escolhas e hábitos. As mensagens subliminares são utilizadas de diversas maneiras. Podem ser usadas como um simples divertimento por produtores gráficos de filmes para crianças e adultos ou como comunicação persuasiva. Palacci acredita que essas mensagens só possam ter efeito em longo prazo FELIPE DALLA VALLE Rosane Palacci, publicitária e para que a pessoa sinta certa familiaridade com determinada marca, ou considere mais essa marca do que outras sem ao menos saber o porquê, serão necessárias muitas repetições de um mesmo estímulo. Não acredito em segmentos etários mais expostos ou menos expostos. Acho que depende de pessoa para pessoa e, inclusive, de momentos diferentes para a mesma pessoa. Se sua motivação hoje é para a compra de um roteiro de turismo, por exemplo, então a pessoa estará propícia a observar estímulos que tenham relação com o tema, Rosane deixa claro que conceitos como momentos e motivações são fatores importantes na hora de uma mensagem subliminar induzir ou não uma pessoa. A técnica da mensagem subliminar não é por si só uma ferramenta completa quando se deseja definir formas adequadas de divulgação de um produto ou serviço. É, sim, um acessório que depende muito do estado de espírito e da quantidade de vezes a que está exposto o receptor desse tipo de mensagem. Fernanda Faertes e Lafaiete Bacellar Sessão plenária na Assembleia Legislativa gaúcha A política exige um relações-públicas A profissão que inova, renova e surpreende na ação política Os assessores e conselheiros dos políticos estão mudando de perfil. Encarregados de indicar rumos, esclarecer ideias, planejar, organizar encontros e escrever discursos, eles são os grandes estrategistas que têm como foco construir a imagem de um político. Hoje se espera ainda mais deste profissional. Surge, assim, um espaço ideal para a atuação do relações-públicas. Cada vez mais esse profissional é procurado no mercado político, pelo seu dinamismo e excelência na comunicação entre todos os públicos envolvidos. O relações-públicas tem uma visão mais abrangente da comunicação e pela sua formação consegue ter uma percepção diferenciada e mais humana, entendo que a comunicação é mais do que apenas emissão de frases ou peças publicitárias, mas se reflete em cada atitude da organização ou do político, afirma Tiago Allmer, coordenador da Assessoria de Comunicação da Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos do Estado do Rio Grande do Sul. O relações-públicas é qualificado para trabalhar no gerenciamento da comunicação política e na gestão dos relacionamentos entre candidato e eleitor. Somente este profissional possui o conhecimento e as estratégias para promover a imagem, facilitar e estabelecer laços de lealdade entre ambas as partes envolvidas. O profissional de RRPP necessita entender profundamente sua organização e seus públicos, isso é essencial para a execução de um trabalho eficiente e de qualidade. Principalmente na política, as bases das ações são de relações entre pessoas e organizações, e o relações-públicas é o profissional na comunicação que agrega maior capacidade e habilidade de contribuir para o entendimento do principal material da política, que são as pessoas, acrescenta o coordenador. Uma área pouco conhecida, difundida e explorada pelos relações-públicas, a comunicação política, é uma nova opção de atuação para esse profissional. Tiago conclui com esclarecimentos para quem está se formando e quer fazer parte desse mercado: Primeiramente, é importante gostar e entender do ambiente político e de política, ler sobre o assunto e suas notícias diárias, buscar estagiar em organizações públicas ou agências de marketing político e eleitoral e fazer cursos especializados na área, aconselha. Gabriela Moraes Freitas 10 RRPPAtualidades/Julho 2012

11 Procurando atender públicos diferenciados, nasce a ideia de um recurso que é atração na maioria das noites atuais: o open bar. Ele surgiu com o grande interesse dos jovens pelo consumo de bebidas mais refinadas. A Noite é Nossa/ especial KEEP CALM AND ENJOY THE PARTY Produtoras trazem novos atrativos para as noites da capital Porto Alegre está entre as capitais com maior diversidade de temas de festas. As produtoras estão investindo cada vez mais em criatividade para diferenciar as noites nas casas noturnas e chamar a atenção de diferentes públicos. Há tempos os profissionais de Relações Públicas estão inseridos nesta área, não só na produção do evento, mas também buscando atender as necessidades do seu público-alvo. Assim, procuram trazer ideias inovadoras que atraiam um grande número de pessoas. As temáticas específicas, como festas à fantasia, Pop Music, Anos 60, Cassino, Sertanejo, entre outras, surgem como ferramenta para alcançar esse objetivo. Um exemplo que fez muito sucesso no primeiro semestre de 2012, foi a Black Jack 21, realizada pela Produtora IN Comunicação, que transformou a Farm s num típico cassino de Las Vegas. Só era permitida a entrada de pessoas vestindo trajes vermelhos, brancos ou pretos, reforçando as cores do jogo. Sendo um tema clássico, acabou sendo utilizado de uma maneira muito parecida na nova casa noturna de Porto Alegre, Kiss & Fly, levando o nome Welcome to Fabulous Las Vegas World. A casa teve abertura em março deste ano e é uma das filiais, havendo outras, também, no Rio de Janeiro, em Brasília, São Paulo e Nova York. O evento contou com dançarinas, artistas fantasiados, mágicos, entre outros atrativos. Quem compareceu à festa sentiu-se em uma extraordinária noite de Las Vegas. A Diamond, realizada na Wish Club, foi uma das festas que bombou em Seu maior atrativo era o seu estilo musical DJ s de Hip Hop e House que atraiu um grande número de jovens interessados neste novo tipo de evento. Tornou-se a noite clássica dos sábados da maioria dos baladeiros de plantão, na faixa etária entre 18 e 23 anos. A idealizadora da festa foi a P4 Produtora, que realizava o evento a cada 15 dias (dois sábados do mês). Atingindo seu ápice em novembro, tornou-se a noite clássica dos sábados até o fim do ano, para quem curte esse tipo de música. Mas o prêmio destaque vai para a Grandi Produtora, que inovou totalmente no ano de 2012 com o lançamento da festa Dolce Um novo sabor. Em entrevista concedida à revista RRPP Atualidades, Thiago Grandi, 28 anos, formado em jornalismo e dono da Grandi, conta que o nome Dolce foi inspirado em uma noite de Nova York com a mesma designação. A temática foi decidida quando o produtor teve a ideia de fazer o convites em forma de cupcakes, o que foi um sucesso. A partir disso, mandou fazer vários bolinhos iguais, mas em miniaturas, para os convidados comerem durante a festa. A proposta teve uma repercussão incrível e a noite mais ainda. Devido a esse sucesso absoluto, a festa adotou a ideia e inspirou as edições seguintes em outras guloseimas: marshmallow, picolé, Kit Kat, jujuba, algodão doce, leite condensado, brigadeiro&branquinho e chiclete são alguns exemplos. Em todas as edições, a produtora disponibilizava o FELIPE DALLA VALLE doce ao decorrer da noite. Mas como a vida não é só festa, também temos causas sociais, diz Thiago, que junto de uma amiga, organizou a Páscoa Solidária: cedeu a cada uma de um grupo de 80 meninas, convidadas por ele, uma cesta de palha para encher com os chocolates que quisesse mandar para doação. Além disso, já que a Grandi Produtora é sempre quem cede os doces, decidiu que, na páscoa solidária, quem os cederia seriam as convidadas. Todas as convidadas que levassem alguma doação em chocolate estariam isentas de ingresso, dizia o flyer da festa. A arrecadação foi um sucesso. A produtora organizou, então, uma tarde indo nas creches que receberiam as doações. As meninas do grupo selecionado que fizeram as cestas foram convidadas a ir junto e ver o resultado. Nada pode ser mais gratificante do que ver a felicidade daquelas crianças, em um simples ato de carinho e solidariedade, acrescenta Thiago. A Dolce é um projeto direcionado ao público de classe A, entre 18 e 21 anos. Existe uma proposta de interação nas festas, trabalhada através da distribuição material, como bastões luminosos, placas com dizeres relacionados à festa e afins. O lançamento da produtora, na Pink, teve fones de ouvido como convite. Busca-se também associar a festa a datas comemorativas, como, por exemplo, o Dia da Mulher. Essa edição teve como convite um pequeno conjunto de batons um de verdade e dois de chocolate. Está comprovado: Porto Alegre dispõe de muito investimento e de muita inovação em festas. Qual será a próxima surpresa? Depende de nós, relações-públicas. Laura Pandolfo, Marina Muller e Natália Masoni Julho 2012/ RRPPAtualidades 11

12 A Noite é Nossa/ especial FOTO DIVULGAÇÃO CHARME BRITÂNICO Ponto de referência de gerações, o Sargent Peppers se tornou parada obrigatória para os apreciadores da boa música Bom gosto, gastronomia renomada, ambiente com o autêntico toque britânico e principalmente a melhor música ao vivo das noites porto-alegrenses. Há 25 anos o Sgt Peppers garante aos apreciadores de boa música, noites agradáveis e ao mesmo tempo empolgantes. Nesses 25 anos, o bar vem acumulando, além de sua fama, diferentes tipos de clientes, dos fiéis que frequentam o bar desde a sua inauguração, aos jovens da nova geração. O Pub está presente no Facebook e possui um site próprio (www.peppers.com.br), que disponibiliza informações como: agenda, cardápio e contato; vale constar que o Pub pode ser reservado para festas particulares. Num ambiente despojado e charmoso, a casa tem como tema principal a consagrada banda britânica, Beatles. Paul, John, Ringo e George marcam presença em quadros espalhados pelo ambiente e também no cardápio, no qual são encontrados drinks que levam nomes de músicas como Yellow Submarine, que mistura conhaque, condrieu, suco de pêssego e espumante. Para comemorar o sucesso do Pub, a partir do segundo semestre deste ano, ele será transferido para outro endereço e deixará de abrir às 21h, começando o atendimento a partir das 18h, sem contar a inovação na gastronomia. Além dos pratos típicos como o filé Sgt Peppers, filé grelhado recheado com queijo, a casa vai contar com cardápio de diferentes tipos de sushi, algo que com certeza vai dar um toque a mais nesse Pub que já está no coração dos porto-alegrenses. Camila Telles, Gabriela Marcolino e Taiane Panizzi O empresário Guilherme Amaro, responsável pelo Sgt. Peppers, concedeu entrevista contando um pouco da história do bar e dos planos futuros do empreendimento: O que influenciou o tema do bar? Meus tios, os fundadores do bar, sempre tocaram em bandas que tinham em seu repertório músicas dos Beatles. A criação do bar foi uma mistura de amor ao ouvir e ao tocar música que poderiam vir a agradar cada vez mais o público, como sempre agradou a eles. PUB TERÁ NOVO ESPAÇO Como se deu a ideia da criação do ambiente da casa e da arquitetura? Como o bar tem como tema central os Beatles, nada mais justo que dar a ele legítimas características britânicas, quanto mais lembrar os aspectos da banda, mais autêntico o bar permanece. Qual o público que costuma frequentar o Pub? O Sgt Peppers tem um público fiel que frequenta desde sua inauguração, porém, sempre temos a presença da nova geração. Hoje, é comum vermos pais e filhos juntos no nosso Pub. Quais as bandas tocam no Pub? Vocês oferecem o espaço para shows de novos talentos? Temos uma banda que toca nas sextas e sábados, Corações Solitários, mas também abrimos espaços para novas bandas que se encaixem com o nosso estilo musical. Mas primeiramente avaliamos, se curtirmos, com certeza a banda terá seu espaço. Como surgiu o nome Sgt Peppers? Esse é o nome do primeiro disco dos Beatles que estourou RRPPAtualidades/Julho 2012 Confira a agenda: / Facebook: Sargent Peppers (Sgt-Peppers)

13 A Noite é Nossa/ especial Bandas gaúchas: como chegar lá? Convidamos duas bandas de destaque no Sul para dar suas dicas O Rio Grande do Sul é um estado brasileiro que possui uma característica muito singular no que diz respeito à música: uma grande variedade de estilos. Diferentemente de outras regiões brasileiras, onde apenas um tipo de som predomina, aqui se produz da MPB ao metal, do nativismo ao pagode e reggae, e todos buscam seu espaço. Porém, mesmo que algumas das bandas gaúchas consigam se destacar no cenário musical brasileiro, ainda se percebe uma grande dificuldade por parte dos artistas daqui de atingir nível nacional e obter um lugar só seu. Papas da Língua, Engenheiros do Hawaii, Nenhum de Nós, Comunidade Nin-Jitsu, Chimarruts e TNT são exemplos do Sul a serem seguidos por terem conseguido se desregionalizar. Eles tiveram músicas tocando em rádios de todo o Brasil, em novelas, clipes passando em canais de TV etc. Assim fizeram o seu trabalho ser reconhecido além das nossas fronteiras. Por outro lado, se esses gaúchos conseguiram o prestígio nacional, há outros, também muito bons musicalmente, que ainda não chegaram lá. Como, então, alcançar esse objetivo, tendo tantos artistas bons querendo se destacar? Mais acessível do que os meios de divulgação utilizados por bandas há alguns anos, um recurso hoje indispensável é a Internet. A banda gaúcha de rock DoYouLike?, que já tocou no Atlântida Festival (importante festival de música aqui do RS), usa como principal meio de divulgação a rede, onde disponibilizam músicas e se comunicam diariamente com seu público, formado por fãs de diferentes estados brasileiros. Leandro Neko, baterista da banda, diz que grande parte do seu Banda Melody, da aluna de RP Alina Cunha, venceu o Palco PUCRS, em julho público fora do estado os conheceu por esse meio, o qual, para ele, é um grande facilitador. O músico acredita que um dos grandes motivos de as bandas gaúchas não saírem do Sul é não por preconceito dos outros, mas sim por nosso próprio bairrismo. Assim como a banda DoYouLike?, os músicos Claus e Vanessa também utilizaram as oportunidades proporcionadas pela Internet a seu favor. Ao navegarem no Youtube, descobriram uma cantora portuguesa muito prestigiada no seu país, Ana Free. Entraram em contato com ela e, sem se conhecerem pessoalmente, gravaram com a cantora o remix de uma das músicas da dupla. A parceria fez tanto sucesso em Portugal que foi considerada a música do verão no país. Surgiu, assim, a oportunidade de os gaúchos viajarem para a Europa para divulgar o seu trabalho, aparecendo em emissoras de TV DIVULGAÇÃO BÁRBARA SUDBRACK e rádio. Claus Fetter, vocalista e violonista da dupla, afirma: Nos tempo de hoje, apesar da Internet democrática e justa, a concorrência no mercado é bem maior e o ser humano evoluiu, aumentando cada vez mais seu conhecimento e aproveitando tudo o que está à sua volta para o seu trabalho melhorar. Dependendo cada vez menos de outras pessoas, o músico poderá levar para um produtor ou para uma gravadora um material cada vez mais próximo do resultado final que deseja. Não há dúvidas de que o Rio Grande do Sul possui grandes talentos musicais. A questão é se esses artistas serão capazes de conquistar o Brasil. O segredo é ter um objetivo e não perder o seu foco, botar a mão na massa mesmo! Então, se você tem uma banda, não desista, aposte no trabalho duro e vá à luta, tchê! Alina Cunha e Franciele Nunes Concursos encurtam o caminho A dica para as bandas que estão começando e não sabem o que fazer é a procura de concursos. Neste mês de julho, a minha banda Melody ganhou o festival Palco PUCRS. No início, ninguém tem recursos pra produzir material, como CDs, videoclipes, camisetas etc, e é muito difícil vender o seu produto sem isso. A ideia é buscar concursos de bandas que ajudem o vencedor com algum (ou alguns) desses produtos ou que dê oportunidades de shows e divulgação da banda. Melody começou assim: logo que os primeiros integrantes a formaram, eles se inscreveram em um concurso do Diário Gaúcho, o Chance, que dava como prêmio a produção de um EP (com direito a 200 cópias), camisetas e uma quantia em dinheiro. Depois de vencer esse concurso, eles ficaram sabendo de outro: o Empurrão Nova Schin em parceria com a rádio Atlântida. A vitória desse concurso rendeu um novo EP produzido pelo músico Duca Leidecker (500 cópias), a oportunidade de tocar em um evento da rede Atlântida e a veiculação de uma música nossa na rádio, a Hey Ho. Esses dois concursos realmente fizeram diferença para a Melody e acredito que seja uma das maneiras mais rápidas de se obter resultados. Estar atento nas empresas ligadas à produção cultural, pesquisar na Internet, perguntar para conhecidos são maneiras de descobrir essas oportunidades. Depois de inscritos, só depende de vocês! Boa sorte. Alina Cunha vocalista e estudante de Relações Públicas Claus e Vanessa na gravação de seu DVD Julho 2012/ RRPPAtualidades 13

14 A Noite é Nossa/ especial PEDRO MONSEV/ FLICKR CABARETPOA ARTIGO A nova onda Lugar seguro, diversão garantida! 14 RRPPAtualidades/Julho 2012 Os índices de violência e criminalidade crescem, cada vez mais, no Brasil. As festas, em geral, vêm se destacando como palco para brigas, atos de vandalismo e discussões que nem sempre acabam bem. Jovens que saem de casa na noite com intenção de se divertir acabam se envolvendo nesses acontecimentos indesejados. Fatores como bebidas alcoólicas deixam os jovens fora de si, os influenciam a cometer erros e até mesmo incapazes de se defender quando estão no papel de vítima. Em alguns lugares, existe uma parcela de culpa pelos atos de violência que partem da própria segurança da festa, ou insegurança como se pode dizer. A falta de equipamentos obrigatórios de pronto atendimento e que são essenciais para o local da festa, como extintores de incêndio, ambulâncias, profissionais de segurança qualificados, acabam colocando em risco a segurança do público frequentador. Em 2008, uma briga em uma casa noturna de Porto Alegre acabou terminando na morte de um rapaz de 18 anos que não tinha envolvimento nenhum no caso. O acontecimento foi um choque para a família e amigos da vítima, mobilizando a mãe Isabel, que a partir de então criou e administra a ONG Ficar (Fundação Igor Carneiro). Em entrevista, Isabel Santos contou alguns objetivos e projetos que a ONG desenvolveu nesses últimos anos e ainda planeja executar. Quais ações foram realizadas com êxito pela ONG? Já foram realizadas diversas palestras para os principais colégios, buscando conscientizar os jovens da importância da segurança e prevenção necessária durante as festas. Eles mesmos devem fiscalizar os locais que frequentam, verificando a presença de ambulância, detectores de metal, e de um segurança para cada 40 pessoas. Além das palestras, a ONG está presente em diversos eventos envolvendo os jovens, como o Planeta Atlântida, e tem projetos de lei elaborados aguardando a aprovação. Como surgiu a ONG e qual foi o motivo inspirador? A ONG foi fundada depois de um lamentável ocorrido, em uma das muitas festas em que o público jovem frequenta e que não tinha nenhum tipo de estrutura e fiscalização. Em um ambiente onde eram suportadas em torno de trezentas pessoas, havia quase o triplo de público. Após uma confusão gerada por um grupo de marginais, houve uma troca de tiros, e o jovem Igor Santos Carneiro, meu filho, foi atingido. Agravando mais ainda, o autor do disparo foi um dos despreparados que se diziam seguranças do local. Após este acontecimento decidi lutar pela segurança de todos os jovens, para que nenhuma mãe passasse pelo mesmo sofrimento que o meu. Qual projeto que a ONG ainda pretende realizar? Conscientizar, definitivamente, a presença de detectores de metal, ambulâncias e a quantidade correta de seguranças por público. Outra ideia é criar um cadastro para os seguranças, forçando-os a responderem pelos seus atos, e obrigando cada um deles a fazer um curso de formação para poder exercer a sua verdadeira função que é proteger ao invés de agredir. Qual a sua opinião sobre as festas de Porto Alegre e como a ONG pode ajudar? Na maioria dos lugares, os recursos utilizados para o melhoramento da segurança do local são escassos. A ONG vem trabalhando para inverter essa situação e fazer com que os jovens realmente saiam para se divertir de maneira mais tranquila. Everton Konrad, Renata Müller Normalmente o consumidor entra na loja, escolhe o produto, vai ao caixa, paga e o utiliza em casa, não é? E se você pudesse receber o item em casa e utilizá-lo sem custo nenhum? Essa é a versão 2.0 das pesquisas de mercado e opinião. As novas formas de pesquisa estão revolucionando o relacionamento entre marcas e consumidores. Sites de pesquisa e amostra grátis são a nova onda do consumidor antenado. A forma de participar é muito simples: cadastre-se, pague uma taxa mínima anual, escolha seus produtos, em média cinco artigos mensais por CPF e os receba em casa sem custo. E como se realiza a pesquisa? Através da experimentação do produto e a resposta de um questionário. Esse novo conceito de pesquisa se chama tryvertising (do inglês, try+advertising), um contato direto do cliente com o produto por meio da experimentação e não apenas por uma mensagem publicitária. Dessa forma, a experiência com um produto é muito marcante na memória do consumidor, o que aumenta consideravelmente as chances de compra e uma eventual fidelização à marca. Essa pesquisa de mercado baseia-se em diversos critérios, como design, qualidade, praticidade, enfim, as maiores virtudes dos produtos apresentados. Foi desenvolvida no Japão, se difundindo para países como Brasil, Bélgica, Inglaterra, entre outros. Indústrias como Cadbury, Corona, Heinz, L Oreal, Nestlé, Nintendo, Nissin, P&G, Sony e Unilever, parceiras do projeto japonês, apostaram no novo conceito e obtiveram resultados de vendas expressivos, o que incentivou a abertura desse tipo de negócio de pesquisa em outros países. Outra forma de pesquisa 2.0 é chamada pesquisa de imersão, onde executivos de grandes marcas têm um choque de realidade, podendo conviver por dias com famílias da periferia. O objetivo da imersão é descobrir como as famílias das classes C, D e E consomem, agem e com o que sonham, pois, a realidade dessas famílias não é conhecida pela classe A e B. Pesquisar se torna cada vez mais importante no momento de um planejamento estratégico de comunicação, pois é uma das formas encontradas para garantir que produtos ou serviços tenham diferenciais. Ainda existe pouca bibliografia sobre esse assunto, porém, o que muitos desconhecem é que está sendo investida muita verba pelas organizações nessa área. Isso acontece porque o mercado está muito dinâmico e é composto por vários perfis de consumidores. Para garantir que um produto ou uma campanha dê certo, é necessário pesquisar. Andressa Duarte, Daniel Varallo, Ben-Hur da Silva e FrancinePairet

15 ENSAIO Espaço de opinião Descubra os Mercados Ocultos Novos segmentos em Relações Públicas à espera de profissionais competentes ANDRESSA DUARTE Certo dia, passeando por sites que comentam sobre as Relações Públicas no Brasil, nos deparamos com um caso em particular. Esse caso, elaborado por um consultor em propaganda e marketing e não por um relações- -públicas, mencionava qual era o mercado das RRPP no país e listava quais funções o profissional exerceria nas organizações. Entre as funções estavam: formular, recomendar e executar políticas para criação de uma imagem favorável do cliente; organizar e participar de programas de integração com a comunidade e atividades promocionais, como reuniões sociais, feiras, concursos ou entrevistas coletivas. Carga Horária: quase sempre além das 8 horas diárias. Não podemos dizer que ele está totalmente errado, apenas que utilizou palavras banais para descrever uma profissão tão complexa e porque não, tão completa. Atualmente o mercado para as Relações Públicas está em fase de ascensão, temos tantas possibilidades de trabalho que, às vezes, não conseguimos enxergar. O professor Roberto Porto Simões há muito fala sobre mercados ocultos. Nada mais são do que espaços abertos para a nossa área, mas, por não possuírem uma nomenclatura específica, são deixados de lado pelos profissionais. Esses mercados ocultos possuem, sim, funções compatíveis com a nossa área de formação e precisamos nos apropriar desses espaços que estão à procura de profissionais competentes e não apenas alguém que busque sua carteira de trabalho assinada. O aumento da concorrência e da competitividade entre as instituições tem sido o grande aliado da nossa profissão que está em pleno crescimento, sobretudo com a popularização das mídias sociais. Nesse momento em que as marcas precisam promover engajamento com os diversos públicos e investir no bom desenvolvimento de conteúdo, o profissional de RRPP passa a ser mais valorizado. Diálogo é a palavra-chave que marca essa nova era revolucionária da comunicação. O empreendedorismo está ganhando cada vez mais força no mercado, percebe-se que o profissional de RRPP possui características de iniciativas, porém poucos autores as relatam na atuação do profissional. O que é um grande erro, pois tal perfil o diferencia positivamente no trabalho. O profissional empreendedor merece destaque, ele busca oportunidade de ganhar dinheiro com ideias inovadoras. O empreendedorismo tem se tornado um grande aliado do desenvolvimento econômico, pois tem dado suporte à maioria das inovações que têm promovido esse desenvolvimento (DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo corporativo. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003). Os melhores espaços e oportunidades surgem para o profissional empreendedor, que tem iniciativa, e, muitas vezes, entende que montar sua própria empresa pode ser a melhor maneira de aproveitar as oportunidades disponíveis. Contudo, muitos preferem emprego fixo, com carteira assinada, mesmo que assumam funções totalmente incompatíveis com a atividade de Relações Públicas, seja por uma questão de comodidade ou medo do desconhecido. Para você, que não tem como montar sua empresa (ainda) e busca um emprego fixo, fique atento ao que o mercado oferece, não fuja das vagas com nomes não convencionais. Algo como: atendimento, captação de recursos, lobby, ouvidoria, pesquisa, marketing cultural, social, comunicação digital, redes sociais dentre outras possibilidades podem ser o trabalho certo para você. Andressa Duarte e Francine Pairet NOTA Projeto Cidade Baixa em Alta Todos os dias passando pelo mesmo lugar, faz com que não percebamos detalhes que realmente trazem beleza ao dia a dia. O Projeto Cidade Baixa em Alta foi criado com o intuito de mostrar estas belezas às pessoas que queiram e que já conhecem um dos bairros mais frequentados de Porto Alegre, a Cidade Baixa. A ideia surgiu a partir de um grupo formado por comerciantes locais, com o objetivo de trazer de volta ao bairro toda cultura, entretenimento, música e diversão a que ele é associado. O lançamento oficial do projeto foi feito em 25 de maio com a ação Esquinas embriagadas de cultura. As ações criadas no projeto têm a finalidade de chamar atenção do público, não só pelo lado divertido, com uma trupe de artistas circulando pelas esquinas do bairro com mini-pocket-shows, resgatando o espírito das ações de rua de antigamente e trazendo vida cultural saudável para a região, mas também com o Manual de Boa Convivência, criado pelo projeto com o objetivo de atingir os moradores do bairro e os públicos que o frequentam, com dicas e toques para que o divertimento e a paz dos moradores fiquem de acordo, sem incômodos ou dores de cabeça. Andressa Duarte e Francine Pairet Julho 2012 /RRPPAtualidades 15

16 Lazer e Cultura Encantos do Brique da Redenção Todos os domingos a Avenida José Bonifácio, no Bom Fim, se reinventa FOTOS MARIANA SCHMITT Todos os domingos a Avenida José Bonifácio, junto ao Parque Farroupilha, é tomada por um clima todo diferente. Mais parece uma confraternização entre amigos, com música, chimarrão, crianças e cachorros correndo, um ambiente realmente especial. É o Brique da Redenção que bem cedinho começa a tomar forma e encher de encantos e pessoas que vão em busca do inesperado. O Brique iniciou sua história em 1978, a partir do projeto de implantação de uma feira de antiguidades inspirada nos modelos das feiras de San Telmo, em Buenos Aires, e do Mercado de Pulgas, em Montevidéu. No princípio possuía apenas 24 expositores que comercializavam objetos antigos. Em 1982, juntou-se ao grupo 40 artesões e artistas plásticos que começaram a expor seus produtos no parque, ao lado do até então também chamado Mercado das Pulgas. No ano de 1990, uma Lei Municipal determinou o fechamento da Avenida José Bonifácio para trânsito de veículos, deixando livre para a circulação dos visitantes. Em 2000 foi criada a Associação dos Artesãos do Brique da Redenção (AA- BRE), foi nesse ano também que a marca Brique da Redenção foi registrada. No ano de 2005, o Brique da Redenção foi declarado integrante do patrimônio cultural do Rio Grande do Sul. Ambiente natural A feira cresceu se e hoje colhe os frutos semeados durante sua história. As bancas contemplam quatro segmentos diferentes: artesanato, artes plásticas, alimentação e antiquário. Conta com 296 expositores, que são representados pela sua associação, a AABRE, considerada entidade civil, registrada sob comando do presidente Evilázio Rodrigues Domingos. No ano passado, o Brique iniciou seu processo de revitalização, onde recebeu a implantação de novas barracas e de um novo pórtico, adquiridos com o apoio de algumas organizações privadas. Além disso, foi feita a modernização do site e a criação de uma página no Facebook e um perfil no Twitter, onde são feitas atualizações diárias mantendo os frequentadores sempre informados das novidades. Segundo Evilázio Domingos, o Brique chega a receber 80 mil visitantes em domingos de sol. Luciana Batista é um dos tantos freqüentadores assíduos do Brique: É só ver que o dia está bonito que logo vou preparando o chimarrão e ligando para as amigas, adoro esse clima que o Brique tem. Rossano Rodrigues também desfruta do local há quase 20 anos. Durante este longo período de tempo vê o espaço público cada vez mais bonito e defende que lá é um lugar de mistura de ritmos e cores, onde se pode ver cenas que não se contempla todo dia por aí. Para 2012, o Brique tem alguns projetos em andamento. Estão previstos o lançamento de sacolas retornáveis com a identidade visual da Feira que serão distribuídas pelos expositores. Também está em andamento no Ministério Público o Projeto da 1ª Bienal do Artesanato do Brique da Redenção, que tem por objetivo divulgar e dar mais visibilidade ao trabalho dos artesãos. O Brique é um espaço que permite tudo, ao passear por suas bancas e expositores, há sempre algo diferente, novo e inusitado. É um lugar onde as diferenças convivem em harmonia, respeitando sempre seus espaços. E é andando pela Avenida José Bonifácio no domingo que se percebe como todos esses fatores combinam e podem viver bem juntos. E viva as misturas que só o Brique da Redenção proporciona. Mariana Schmitt Como ser um expositor? A inclusão de novos expositores se dá através de triagem pública, sempre que existirem vagas. A participação não tem nenhum custo, bem como a permanência no local. Interessados devem ficar atentos aos anúncios de futuras triagens que são divulgadas através do site do Brique da Redenção. Artes plásticas Diversidade cultural 16 RRPPAtualidades/Julho 2012

17 Intercâmbio VIAGEM PARA A VIDA Viagens de intercâmbio ao exterior representam um verdadeiro sonho. Quem vivencia um ambiente completamente diferente do habitual, imerso em outra cultura com idiomas, hábitos e costumes diversos, obtém interessante experiência de vida e bagagem cultural. Países do continente europeu estão entre os preferidos. É o caso do estudante do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFRGS, Guilherme Joner, que encarou o desafio de viver longe de casa. A experiência exige coragem e determinação para encarar as situações adversas que podem surgir. Guilherme teve de lidar com contratempos logo no início: Fui para Inglaterra, por conta própria, com uma quantia considerável de dinheiro, mas as dificuldades começaram, tão logo cheguei no aeroporto. Como saí do Brasil sem o visto necessário, acabei tendo de ficar por mais de seis horas preso no aeroporto, para Fui para Inglaterra por conta própria, com uma quantia considerável de dinheiro, mas as dificuldades começaram tão logo cheguei no aeroporto. convencer a imigração e aí, sim, ingressar no país. Por sorte deu tudo certo. Diferente de Guilherme, há os que embarcam com todo o roteiro cuidadosamente programado. Recém formado em jornalismo, Bruno Fortes Luce fala de sua experiência em Londres, onde ficou durante quatro meses: Eu e minha namorada alugamos um flat. Ao chegar em Londres, não tive nenhum problema com a imigração, claro que o fato de eu ter passaporte italiano ajudou muito. Sua experiência mostra que uma viagem ao exterior requer organização financeira, além de preparação emocional e capacidade de prever possíveis problemas, a fim de evitar que eles aconteçam e coloquem tudo a perder. Pensando nisso, ele manteve a disciplina e se planejou com antecedência para realizar o sonho. Juntei durante a faculdade. Fiz uma poupança. A dica que passo para quem quer viajar é guardar todo mês uns 20 ou 50 reais. Claro que esse dinheiro eu juntei no tempo em que fiz alguns estágios. No final consegui comprar a passagem e sobrou uns trocados. Também fiz a famosa vaquinha com a família, que me ajudou com o resto da grana, conta Bruno. Motivos para viajar não faltam. A experiência em outro país traz a chance de fazer contatos, adquirir conhecimento e agregar valor ao currículo. Profissionais com esse tipo de experiência costumam ser mais valorizados no mercado de trabalho, ganhando um diferencial. Mesmo com todas essas vantagens, o caminho não é só maravilhas: uma temporada no exterior exige adaptação à nova cultura, condições climáticas diferentes, idioma desconhecido e se acostumar com a distância da família e dos amigos queridos, mas quem prepara as malas e encara esta jornada, sabe que no final a recompensa valerá para o resto da vida. Amanda Charão Jonathan Camara Fernandes Juliana Pellizzari e Tailine Schultz Destinos + procurados pelos brasileiros: ESTADOS UNIDOS Um dos principais destinos, mas torna-se menos atraente em função da burocracia. CANADÁ O preferido. Preço acessível e menor custo de vida. Melhor para trabalho e estudo. AUSTRÁLIA O segundo na preferência dos brasileiros. Clima tropical e câmbio menor que nos EUA. IRLANDA Não exige visto. Sem limite de carga horária para trabalho. ÁFRICA DO SUL Câmbio favorável e custo de vida bem mais acessível. Julho 2012/ RRPPAtualidades 17

18 Gente Saiba como monitorar celebridades Diariamente são publicados, nos veículos de comunicação, escândalos nos meios artístico e esportivo. A exposição negativa da personalidade na mídia em geral se explica pela prática de um ato que contraria normas de conduta aceitas pela sociedade. O corte de patrocínios, a interrupção da carreira e a falta de tolerância por parte do público frente a determinado fato são algumas das repercussões negativas do escândalo noticiado. Afinal, como é possível evitar situações que atingem a imagem de pessoas públicas? Os profissionais de comunicação são os mais indicados para trabalhar na construção e manutenção de imagens positivas. São eles os responsáveis por lidar com pesquisas de opinião pública, utilizando-se de técnicas que vão desde observação em grupo à associação de ideias. Contudo, quando se fala de pessoas públicas, principalmente celebridades, a prática de pesquisa ganha um novo enfoque: o de monitoramento. Ao lidar com a imagem de pessoas físicas que estão na vitrine midiática em tempo integral, é necessário um acompanhamento de perto e atento. É como se fosse uma gestão de crise permanente, pois há desde os comentários amigáveis por parte dos fãs, até os mais A pose de Sônia Abraão ácidos, comenta a professora de pesquisa Denise Avancini Alves. Um caso que chamou bastante atenção por ser inusitado e demasiadamente ingênuo foi o da polêmica foto postada no Instagram por Sônia Abraão, apresentadora do programa A Tarde é Sua veiculado na Rede TV! A foto de maiô rendeu muito assunto no Twitter, justamente por causa do apelo sensual que não condizia com a imagem pública comportada de Sônia. Após tamanho alvoroço, muitos usuários do microblog fizeram paródias postando fotografias imitando a pose da apresentadora, que posteriormente declarou que não esperava tamanha repercussão e se tratava apenas de um teste no celular. Rafael Antoniutti, assessor de imprensa de figuras públicas, afirma: Por sermos especialistas da área, temos que saber filtrar o que importa ou não e que ações fazer de acordo com essa avaliação. Débora Rico e Lais Linhares Reciclagem: questão de comportamento A expansão do consumo de bens, aliada ao maior número de consumidores, faz com que o mundo se torne uma máquina propulsora de geração de resíduos, o que obriga a população a criar uma responsabilidade social para que todo esse lixo seja despejado num local adequado. A capital gaúcha possui aproximadamente 1,42 milhões de habitantes, que produzem diariamente cerca de 500 toneladas de lixo, das quais apenas 140 toneladas representam resíduos recicláveis. Dados do DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Urbana) mostram que das 140 toneladas de lixo seco, 56 são rejeitadas quatro em cada dez quilos acabam não sendo reciclados, devido a erros de separação por parte dos moradores ou por falta de valor comercial de alguns materiais. Com isso, a cidade deixa de reaproveitar 40% do lixo seco que está sendo encaminhando para um aterro sanitário. Algumas dicas de como separar seu lixo: Resíduos recicláveis: Jornais, cadernos, papelão, latas de alumínio, panelas, talheres, cobre, sacolas plásticas, isopor, utensílios de plástico em geral, vidros de conservas, vidros de produtos de higiene e limpeza. Não recicláveis: Sobras de alimentos, cascas de frutas, erva-mate, borra de café e chá, terra de vaso, cinzas, restos de vegetais e papel higiênico. Entrevista com ex-diretor geral do DMLU, Darci Campani: Qual é a maior dificuldade do DMLU perante a população? A decisão política de fazer a coleta seletiva implica em mais uma atividade e custo adicional, que muitas vezes não tem o apoio que deveria, sendo apenas vista como um gasto. Sem destacar a economia ambiental e social que ela representa. Qual é a maior dificuldade da população com a reciclagem? Acho que o mais difícil é criar a consciência sobre a importância deste simples ato, tanto do ponto de vista ambiental como social. Todos deveriam visitar o aterro sanitário para se assustarem com a quantidade de coisas que vão para lá e não deveriam ir. Como sabemos diferenciar o lixo orgânico do seco? É só pensar o seguinte: o que dá para reciclar, é seco; não dá, é orgânico. Reciclável é a maioria dos materiais que passaram por um processo industrial para ser produzido, tipo papel, plástico, metais e vidros. Bianca Campani e e Matheus Ló Acrobacias do Tibério 18 RRPPAtualidades/Julho 2012 ARQUIVO PESSOAL ADRIANO PIZON A formatura irreverente em 1971 e o lançamento do livro Tibério Vargas Ramos lançou em 30 de março de 2012, na Livraria Saraiva, no Shopping Praia de Belas, em Porto Alegre, o romance Acrobacias no Crepúsculo. Professor-titular nos cursos de Jornalismo e Relações Públicas da Famecos, ele leciona desde Jornalista profissional desde 1969, tem uma trajetória como repórter, editor e cronista em Zero Hora, Correio do Povo, Folha da Tarde, Pasquim e Gazeta de Alegrete, Aluno da Famecos desde 1968, se formou em 1971, sem toga, única turma na história da PUCRS. De 1972 a 1988 trabalhou na assessoria de comunicação da Reitoria, sendo editor de publicações da PUCRS. Acrobacias começou a ser escrito em É um romance envolvente, sarcástico, sensual e dramático. Apresenta duas narrativas diferentes que se unem em torno do personagem principal, um aviador. Segundo o professor, o jornalismo impregna de tal forma que não conseguimos escrever coisas muito deletérias, elas sempre têm algum contato com a realidade. Elas não aconteceram, mas poderiam ter acontecido. Tibério é vencedor de oito prêmios de jornalismo, sendo quatro de reportagens: Centenário da Rede Ferroviária (Correio, 1974), Biênio do Sesquicentenário da Colonização do Rio Grande do Sul com o Gaúcho Negro (Folha, 1975), Promotor não acusa, defende (Folha, 1979) e Caso Daudt (equipe ZH, 1988). Também teve quatro crônicas premiadas, todas publicadas pela Gazeta de Alegrete: Afinal, é sábado (1985), prêmio entregue pelo governador Jair Soares no Palácio Piratini; O chibeiro (1986), Revoada de fantasmas (1992) e O gaúcho descartável (1993). Outras obras de ficção estão sendo concluídas pelo professor: Bodas de porcelana (contos), A santa sem véu (novela) e outro romance, A sombra Dourada. Letícia Paes

19 Gente Gaúcho conquista seu espaço no vôlei nacional ADRIANA KLEIN MUSSKOPF Murilo é profissional desde 2005 O campeão mundial de vôlei Murilo Radke, nascido em Porto Alegre, iniciou a carreira em 1998, com 9 anos, na Sogipa. Teve como influência os pais que foram jogadores profissionais, sua mãe, Márcia Radke, atuou nas categorias de base da seleção brasileira e no extinto clube Hering. Seu pai, Marcos Toloni, participou da Superliga pelo também extinto clube Curitibano. Hoje é técnico da equipe da Sogipa e auxiliar-técnico da equipe de Canoas, que nesta temporada ganhou a série B, conquistando uma vaga para a Superliga na próxima temporada (ainda não está definida a participação). Murilo decidiu seguir carreira aos 15 anos. Por que decidiu ser profissional com esta idade? É que eu comecei a jogar melhor (risos). Em 2005, aos 16 anos, saiu do estado para jogar na Unisul, em Santa Catarina e, pela primeira vez, foi convocado para as categorias de base da seleção brasileira, onde seguiu até De 2006 a 2011, passou pelas esquipes de Vitória, Ulbra, SADA e Pinheiros. Sua última temporada foi na CIMED, em Santa Catarina. A equipe foi eliminada nas quartas de finais, no último dia 30 de março, pelo time do Minas, que no dia 17 de abril acabou levan- FOTOS ACERVO PESSOAL Murilo Radke em treino da seleção brasileira de vôlei do a taça para casa. Para a temporada 2012/2013, Murilo acaba de fechar contrato com a equipe Medley/Campinas. Murilo diz que nestes últimos sete anos em que joga fora do estado, o que mais sente falta é da família e amigos que estão aqui em Porto Alegre e não abre mão de quando sobra um tempinho vir visitá-los. Sua maior conquista foi em 2009, no campeonato mundial juvenil que jogou na Índia, quando a Seleção Brasileira foi tetracampeã. Em homenagem a esta conquista, Murilo fez uma tatuagem no tornozelo. Por Danielle Mattos A beleza cintilante dos esmaltes Parceria entre gaúchas lança salão especializado em esmaltes e cuidados com a beleza, glamour e bem- -estar em um só lugar Antigamente o cuidado com as unhas era considerado um ato básico e normal entre as mulheres. Depois de alguns anos, as tendências de moda e cores se tornaram algo importantíssimo, da cabeça aos pés, incluindo nessa mudança as unhas, que passaram a fazer parte crucial do look e do estilo individual de cada mulher. Pensando nisso, várias ideias criativas têm surgido. Novas técnicas de embelezamento para mãos e pés e um mundo de cores e texturas. Aqui no Sul foi criado um espaço glamouroso e diferente para as gaúchas vaidosas e chiques por natureza. O esmalteclube surgiu inspirado nos belos salões de beleza de Paris e também nas opções desse tipo de serviço já existentes em São Paulo. As sócias-proprietárias do estabelecimento, as irmãs Aninha e Juliana Zanella, juntamente com Karla Krieger e Karen Anísio, deram vida a esse projeto em Porto Alegre. O espaço inaugurado em novembro de 2011, na Rua Silva Jardim 169, Auxiliadora, tem sido alvo de elogios e de grande procura pelas esmalte maníacas. As mulheres de hoje procuram por novidades, mas ao mesmo tempo exclusividade e lá com certeza encontrarão diversas surpresas e mimos, como uma cristaleira recheada de esmaltes das bafônicas marcas Dior, Chanel, Boirjois, entre outras. Também há opções para as econômicas, mas que não abrem mão da qualidade e podem optar por esmaltes com cores lindíssimas de marcas nacionais bem conhecidas. O que não dá pra abrir mão é de um escalda-pés purpurinado em bacias de porcelana, de cremes que exalam fragrâncias gostosas pelo ar em massagens relaxantes, degustando uma boa taça de espumante. Já faz um tempo que eu frequento o local e toda vez que chego aqui fico enlouquecida com esses esmaltes, já penso em qual cor vou usar na próxima visita, exulta Isadora Medeiros, de 25 anos. O local também conta com serviços de depilação. Possui estacionamento próprio, espaço Kids e Pet. E todo esse cuidado especial, agora está à disposição das gaúchas. As manicures super informadas lhe darão dicas e te manterão por dentro das tendências para as cores da estação. Quer mais? Dê uma passadinha lá no esmalteclube, sem precisar marcar horário e confira tudo isso e muito mais. Difícil será escolher a cor do seu próximo esmalte! Adriana Klein Musskopf e Aline Silva Julho 2012/ RRPPAtualidades 19

20 Com abraços e sorrisos, é assim que os Psicólogos do Trânsito estão conquistando o carinho e a atenção dos gaúchos. Quando o sinal estiver vermelho e surgir no meio da faixa palhaços distribuindo abraço grátis, apenas sorria e seja feliz, pois o lema é humanizar o trânsito. FOTOS JULIANA MESQUITA Eles humanizam trânsito com sorrisos e abraços Em março deste ano, a Modular Canoas recebeu a trupe de clowns dos Psicólogos do Trânsito, que se trata de uma ONG do Estado de São Paulo, sem fins lucrativos, que têm como missão diminuir o estresse e humanizar os motoristas no trânsito, nos horários considerados críticos. Em dias, horários e locais específicos, os voluntários apresentam-se nos semáforos da cidade, vestidos de forma engraçada, com nariz, sapato de palhaço, perucas, rosto pintado e com o auxílio de cartazes contendo suas falas, encenando pequenas peças de teatro enquanto o sinal está fechado para os veículos. Personagens como a bailarina, o mergulhador e o cozinheiro alegram quem passa pelo local, e arrancam sorrisos, aplausos e buzinadas. Após um contato da diretora de RH da Modular, Inês Rufino, com o presidente da ONG, Luiz Guilherme Brandão, carinhosamente conhecido como Gui, iniciou o planejamento para a vinda a Canoas da trupe de São Paulo, com seis voluntários. Durante três dias, eles realizaram diversas atividades na Modular, entre elas, um workshop para conhecer a história da ONG, tendo também uma parte prática para aprender algumas técnicas básicas de maquiagem. O grupo dos Psicólogos do Trânsito de Canoas Modular tem se apresentado todas às quartas-feiras, no horário das 18h30 até 19h45 e, com muita dedicação e alegria, os voluntários estão conquistando o carinho e a confiança dos motoristas. Como a Modular incentiva as ações de educação dos motoristas, durante a apresentação dos psicólogos do trânsito, os voluntários fazem a distribuição de materiais educativos, como: panfletos, folders e adesivos do programa Transportadora da Vida. Juliana Mesquita e Joseane Pacheco 20 RRPPAtualidades/Julho 2012 Depoimentos Entrevista por com Gui Brandão, presidente da ONG paulista Psicólogos do Trânsito. Veja: O que representa na sua vida os psicólogos do trânsito? Foi a mudança em minha vida. Essa ONG sustenta e completa todos os meus sentimentos de paz, amor e caridade. É dela que tiro forças para ser uma pessoa melhor e é nela que tenho a oportunidade de conhecer pessoas maravilhosas, como as que conheci na ida até Canoas! Depoimento da voluntária Vanusa Santos, conhecida carinhosamente como Drª Negrinha: Qual a importância do trabalho voluntário na sua vida? Quando fui convidada a participar dessa ONG, na verdade não sabia e nem tão pouco imaginava a proporção que esse trabalho traria à minha vida. Fui pelo convite, é claro, mas achando que faria mais uma brincadeira do que um trabalho voluntário. Hoje respondo que este trabalho é parte da minha rotina, já o tenho como um compromisso tão grande com aqueles que o esperam de mim e, é claro, do grupo. Aquilo de nada me custa e faz tanta falta para inúmeras pessoas que abraço, sorrio ou simplesmente aceno quando estou no farol. Chegar à quarta-feira e não poder ir por algum motivo involuntário à minha vontade, é muito frustrante, porque assim como estou ali para partilhar alegria, é também uma troca enorme de afeto e de carinho que recebo. Quando a janela do carro está fechada e, por de trás dela, vejo uma cara sem sorrir, com semblante pesado do final de um dia de trabalho ou qualquer que seja o motivo, e esta mesma Como você enxerga a primeira filial da ONG no Sul? Vejo como uma oportunidade de chegar a mais corações! O povo gaúcho é muito caloroso e receptivo, fiquei em choque quando colocamos a primeira vez o pé na faixa em Canoas! Foi uma emoção sem igual... de uma verdade muito gostosa! Os s que chegam, os comentários nas redes sociais e todo o tipo de carinho vindo do pessoal que assistiu as apresentações dos voluntários gaúchos são de emocionar! Não tenho como agradecer todo esse carinho e a maneira que acolheram a nossa ONG aí! Qual a importância do trabalho voluntário na sua vida? O trabalho voluntário é a certeza de um mundo melhor, é a certeza de união para ajudar o próximo! Allan Kardec disse uma frase que levo comigo sempre: Fora da caridade não há salvação, acho essa frase genial, pois não importa de qual religião você é, mas a caridade tem que ser feita! face começa lentamente a abrir um sorriso, isso é indescritível para mim. Vale muito a pena. O que é ser psicóloga do trânsito? É simplesmente saber que eu posso, sim, ajudar pessoas anônimas a serem mais felizes ao menos por um minuto de farol aberto, é saber que, de alguma forma, eu participei da vida de várias pessoas que nem ao menos sei o nome, mas que retornam para casa com um pouco mais de alegria no rosto. Ser a Drª Negrinha é satisfação, é alegria, é companheirismo, é manter meus amigos e poder fazer novos.

Marcele Bastos Consultora de comunicação mbastos.sa@gmail.com MÍDIAS SOCIAIS

Marcele Bastos Consultora de comunicação mbastos.sa@gmail.com MÍDIAS SOCIAIS Marcele Bastos Consultora de comunicação mbastos.sa@gmail.com MÍDIAS SOCIAIS TEMAS o O que são mídias sociais (conceito, apresentação dos diversos canais das redes sociais, gestão dos canais) o Moda ou

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico O Dia D e a culturalização de um posicionamento estratégico 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE Centro Universitário Franciscano uma universidade para suas aspirações Santa Maria é um polo educacional

Leia mais

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL. 1.1. Histórico da Prática Eficaz

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL. 1.1. Histórico da Prática Eficaz Nome da Instituição: Universidade Feevale Segmento: IES - Instituições de Ensino Superior Categoria: Gestão Administrativa, de Pessoas ou Financeira Nome da Prática Eficaz de Gestão Educacional: Programa

Leia mais

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino.

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino. A TERCEIRA EDIÇÃO DA CAMPUS PARTY BRASIL, REALIZADA EM SÃO PAULO ENTRE OS DIAS 25 E 31 DE JANEIRO DE 2010, REUNIU QUASE 100 MIL PARTICIPANTES PARA DISCUTIR AS TENDÊNCIAS DA INTERNET E DAS MÍDIAS DIGITAIS.

Leia mais

11 Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE NAS INTERNAS. Centro Universitário UNIVATES

11 Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE NAS INTERNAS. Centro Universitário UNIVATES 11 Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE NAS INTERNAS Centro Universitário UNIVATES Apresentação do Projeto - Apresentação da instituição educacional Com sede no município de Lajeado, a Univates também

Leia mais

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Introdução às Mídias Sociais O que fazer com as mídias sociais Tipos de ações As principais mídias sociais Dicas e considerações finais Autor Felipe Orsoli 1 SUMÁRIO 1

Leia mais

tudo o que você precisa saber

tudo o que você precisa saber tudo o que você precisa saber Introdução 03 Qual a diferença do marketing tradicional para o digital 07 Por que sua clínica precisa de Marketing Digital 10 O que pode ou não ser feito no Marketing Médico

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

Guia Completo. Modelos de Posts para seu Blog

Guia Completo. Modelos de Posts para seu Blog 45 Guia Completo Modelos de Posts para seu Blog O que tem neste Guia? Nesse ebook Exclusivo, você vai conhecer 45 Modelos diferentes com ideias geniais para você criar os seus posts! 1. Lista Top 10 2.

Leia mais

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Alexandre COELHO 2 Catarina CARVALHO 3 Danielle RIBEIRO 4 Leoni ROCHA 5 Paloma HADDAD 6 Professor/Orientador: Daniel CAMPOS 7 Universidade Fumec,

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

A importância de personalizar a sua loja virtual

A importância de personalizar a sua loja virtual A importância de personalizar a sua loja virtual Ter uma loja virtual de sucesso é o sonho de muitos empresários que avançam por esse nicho econômico. Porém, como as lojas virtuais são mais baratas e mais

Leia mais

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda.

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo Copyright 2015 Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Todos os direitos reservados. Pode ser compartilhado com conteúdo,

Leia mais

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS Constantemente, somos bombardeados por incontáveis conteúdos visuais. Imagens ilustram websites, redes sociais, folders,

Leia mais

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO!

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! Como deixar seu negócio on-line Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! A palavra de ordem das redes sociais é interação. Comparando a internet com outros meios de comunicação em massa como

Leia mais

Empresas e projetos do grupo

Empresas e projetos do grupo MÍDIA KIT 2015 Atualmente o Grupo WDS é o maior grupo de entretenimento do Brasil. Possui diversas empresas em vários segmentos diferentes e em várias regiões do país. O Wood s é uma marca pertencente

Leia mais

PLANEJAMENTO DE MARKETING ELETRÔNICO

PLANEJAMENTO DE MARKETING ELETRÔNICO Instituto FA7 IBMEC MBA em Marketing Disciplina: Professor: Turma: Equipe: Marketing Eletrônico Renan Barroso Marketing II - Fortaleza Ana Hilda Sidrim, Ana Carolina Danziger PLANEJAMENTO DE MARKETING

Leia mais

consulta participativa de opinião

consulta participativa de opinião consulta participativa de opinião Interesses e perspectivas dos jovens da Brasilândia, Cachoeirinha e Freguesia do Ó CONSULTA PARTICIPATIVA DE OPINIÃO: INTERESSES E PERSPECTIVAS DOS JOVENS DA BRASILÂNDIA,

Leia mais

amor saúde felicidade equilíbrio

amor saúde felicidade equilíbrio amor saúde felicidade equilíbrio Revista Mais A Revista Mais foi criada pela Trip Editora para o Grupo Pão de Açucar e tem como objetivo reforçar o DNA do Mais (programa de relacionamento do Grupo Pão

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social Políticas Públicas de Comunicação...a presença ativa duma universidade, revigorada ao contato de seu núcleo mais vivo e ciosa do seu espaço

Leia mais

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Aparecido Marden Reis 2 Marli Barboza da Silva 3 Universidade do Estado de Mato Grosso, Unemat - MT RESUMO O projeto experimental

Leia mais

Texto: Cinco pontos sobre redes sociais na Internet. Análise:

Texto: Cinco pontos sobre redes sociais na Internet. Análise: Texto: Cinco pontos sobre redes sociais na Internet Por Raquel Recuero Análise: Introdução: Ao longo da história do homem contemporâneo tivemos diversos avanços nas chamadas tecnologias de comunicação,

Leia mais

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce...

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce... Sumário Bleez Agência Digital... 3 Quem sou eu... 4 Introdução... 5 Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7 Quem está comprando no ecommerce... 10 Por que os brasileiros estão comprando mais... 12 O

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO Organização Nacional de Defesa Animal

PLANO DE COMUNICAÇÃO Organização Nacional de Defesa Animal PLANO DE COMUNICAÇÃO Organização Nacional de Defesa Animal Ana Cristina Almeida Isis Refosco Samael Bredow Tiago Zaniratti Apresentação A ONDA luta pelos direitos animais desde 2002, quando ela surgiu

Leia mais

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas o Docente universitária na disciplina Fundamentos de marketing o 12 anos de experiência em comunicação

Leia mais

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Aprovado por: Diretoria de Informação Institucional 1 OBJETIVO Definir e padronizar os procedimentos referentes

Leia mais

Universidade. Estácio de Sá. Comunicação

Universidade. Estácio de Sá. Comunicação Universidade Estácio de Sá Comunicação A Estácio Hoje reconhecida como a maior instituição particular de ensino superior do país, a Universidade Estácio de Sá iniciou suas atividades em 1970, como Faculdades

Leia mais

Uma empresa de comunicação capaz de diagnosticar suas necessidades e tratá-las com perfeição!!!

Uma empresa de comunicação capaz de diagnosticar suas necessidades e tratá-las com perfeição!!! Uma empresa de comunicação capaz de diagnosticar suas necessidades e tratá-las com perfeição!!! PORTFÓLIO Criatividade, compromisso e profissionalismo: resumem o Portal da Comunicação!!! PUBLICIDADE e

Leia mais

POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL?

POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL? POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL? Por que oferecer um atendimento multicanal? Este livro reúne em uma única fonte dicas para inovar na experiência com clientes, de um jeito simples e prático;

Leia mais

Sobre o site. mídia kit. www.nivelepico.com

Sobre o site. mídia kit. www.nivelepico.com 2013 Sobre o site O Nível Épico é um site de entretenimento que tem como objetivo manter o público informado sobre as últimas novidades da cultura pop. Fundado em 2010, traz conteúdos sobre cinema, literatura,

Leia mais

Spot desenvolvido para o cliente Mudança Já 1

Spot desenvolvido para o cliente Mudança Já 1 Spot desenvolvido para o cliente Mudança Já 1 Ana Paula Campos SIMÕES 2 Breno Tadeu de OLIVEIRA 3 Bruno Alexandre Campos XAVIER 4 Carolina Fernandes de Oliveira FREITAS 5 Fabiano César Magalhães SALGADO

Leia mais

Produzindo e divulgando fotos e vídeos. Aula 3 Divulgação de fotos e vídeos

Produzindo e divulgando fotos e vídeos. Aula 3 Divulgação de fotos e vídeos Produzindo e divulgando fotos e vídeos Aula 3 Divulgação de fotos e vídeos Objetivos 1 Entender o que são as redes sociais. 2 Definir Marketing Viral. 3 Entender como divulgar fotos e vídeos nas redes

Leia mais

C.P.F. DOS ENVOLVIDOS: 105111179-06 085997089-29 093745209-23 KRIO. A integração entre a tecnologia e a comunicação para Jovens Aprendizes

C.P.F. DOS ENVOLVIDOS: 105111179-06 085997089-29 093745209-23 KRIO. A integração entre a tecnologia e a comunicação para Jovens Aprendizes C.P.F. DOS ENVOLVIDOS: 105111179-06 085997089-29 093745209-23 KRIO A integração entre a tecnologia e a comunicação para Jovens Aprendizes FLORIANÓPOLIS 2014 2 RESUMO: O projeto apresentado é resultado

Leia mais

Faça amizades no trabalho

Faça amizades no trabalho 1 Faça amizades no trabalho Amigos verdadeiros ajudam a melhorar a saúde, tornam a vida melhor e aumentam a satisfação profissional. Você tem um grande amigo no local em que trabalha? A resposta para essa

Leia mais

O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões

O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões Nosso entrevistado é o Prof. Dr. Rogério da Costa, da PUC-SP. A partir de um consistente referencial teórico-filosófico, mas em uma linguagem simples,

Leia mais

Usina de Site em gênero Seus principais valores são: iniciativa, qualidade, criatividade, competência e profissionalismo. Ao adquirir serviços e

Usina de Site em gênero Seus principais valores são: iniciativa, qualidade, criatividade, competência e profissionalismo. Ao adquirir serviços e Usina de Site em número Uma agência, uma equipe, uma unidade. São vários membros, estilos diferentes e inúmeras habilidades que se complementam e dão um novo sentido à publicidade e propaganda, guiados

Leia mais

Mídia Kit 2015. Publicidade. Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014

Mídia Kit 2015. Publicidade. Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014 Mídia Kit 2015 Publicidade Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014 Multiplataforma A Prazeres da Mesa é hoje a mais dinâmica produtora de conteúdo de gastronomia em várias

Leia mais

Comunicação e Reputação. 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados

Comunicação e Reputação. 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados Comunicação e Reputação 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados 1 Introdução Ao contrário do que alguns podem pensar, reputação não é apenas um atributo ou juízo moral aplicado às empresas.

Leia mais

Thaísa Fortuni. 15 dicas de Mídias Sociais para Moda. Copyright 2015 - Todos os direitos reservados

Thaísa Fortuni. 15 dicas de Mídias Sociais para Moda. Copyright 2015 - Todos os direitos reservados Thaísa Fortuni Thaísa Fortuni 15 dicas de Mídias Sociais para Moda Copyright 2015 - Todos os direitos reservados Sobre Thaísa Fortuni Publicitária por formação, escritora e empreendora digital. Trabalha

Leia mais

www.jornalcidademg.com.br Mídia Kit

www.jornalcidademg.com.br Mídia Kit J O R N A L www.jornalcidademg.com.br Mídia Kit 2014 UM POUCO SOBRE NÓS O objetivo principal desse projeto é oferecer uma ferramenta fácil e inteligente para divulgar informações sobre nossa cidade e região.

Leia mais

DIGITAL. Ed. outubro de 2010 Wagner Moura Fotografada por Daniel Klajmic Para Rolling Stone Brasil

DIGITAL. Ed. outubro de 2010 Wagner Moura Fotografada por Daniel Klajmic Para Rolling Stone Brasil DIGITAL 2014 Ed. outubro de 2010 Wagner Moura Fotografada por Daniel Klajmic Para Rolling Stone Brasil 1 rollingstone.com.br Com a média de 4 milhões de páginas acessadas mensalmente, o site apresenta,

Leia mais

MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO

MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR josuevitor16@gmail.com @josuevitor Marketing Digital Como usar a internet

Leia mais

cidade, envolvemos os cidadãos nas questões que afetam a vida de todos nós. Incentivamos a não

cidade, envolvemos os cidadãos nas questões que afetam a vida de todos nós. Incentivamos a não Eu pratico, e você? APRESENTAÇÃO Desde 2009, a RÁDIO ITATIAIA realiza, em parceria com empresas, um importante convite à sociedade mineira. Mais do que um projeto, o PRATIQUE GENTILEZA é uma convocação

Leia mais

Consumidor brasileiro e SMS Marketing: Uma relação de respeito!

Consumidor brasileiro e SMS Marketing: Uma relação de respeito! Consumidor brasileiro e SMS Marketing: Uma relação de respeito! Conteúdo Dar voz ao consumidor e levar em conta sua opinião é fundamental para a criação de regras que tornem o mercado de SMS Marketing

Leia mais

SEMANA DO SERVIDOR PÚBLICO sugestão de palestrantes. Otimize seu orçamento e mantenha um bom nível de palestrantes.

SEMANA DO SERVIDOR PÚBLICO sugestão de palestrantes. Otimize seu orçamento e mantenha um bom nível de palestrantes. SEMANA DO SERVIDOR PÚBLICO sugestão de palestrantes Otimize seu orçamento e mantenha um bom nível de palestrantes. resultados positivos para os servidores? qualidade de vida fernando rocha wesley schunk

Leia mais

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR CONTEÚDO 1 2 3 4 5 6 Por que as empresas precisam estar conectadas ao mundo mobile Como os aplicativos mobile podem atrair mais clientes. Como os aplicativos

Leia mais

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO 5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO Este e book foi criado após ter percebido uma série de dúvidas de iniciantes em Facebook Ads. O seu conteúdo é baseado na utilização da plataforma

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas?

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? 2 Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? É SOBRE ISSO QUE VOU FALAR NESTE TEXTO. A maioria das empresas e profissionais

Leia mais

O que as empresas e o marketing não podem perder de vista em 2016

O que as empresas e o marketing não podem perder de vista em 2016 O que as empresas e o marketing não podem perder de vista em 2016 ARTIGO DE OPINIÃO COM: LUÍS RASQUILHA CEO INOVA CONSULTING E INOVA BUSINESS SCHOOL http://www.buzzmedia.pt/2015/12/15/o-que-as-empresas-e-o-marketing-nao-podem-perder-de-vistaem-2016/?eg_sub=24bc6d7c65&eg_cam=34536c4d593d0e914fa739d7ee75abb6&eg_list=30

Leia mais

O futuro do YouTube - VEJA.com

O futuro do YouTube - VEJA.com Entrevista O futuro do YouTube 29/08/2009 10:49 Por Leo Branco Nesta semana, Chad Hurley, de 32 anos, um dos criadores do YouTube, esteve no Brasil e falou a VEJA sobre o futuro do maior site de vídeos

Leia mais

PLANO DE PATROCÍNIO 2015. Depto. de Marketing e Pesquisa Depto. de Marketing Pesquisa

PLANO DE PATROCÍNIO 2015. Depto. de Marketing e Pesquisa Depto. de Marketing Pesquisa PLANO DE PATROCÍNIO 2015 Depto. de Marketing e Pesquisa Depto. de Marketing Pesquisa O SEGMENTO LIGHT A Rede Transamérica Light atinge o público pertencente às classes AB, acima de 25 anos, formador de

Leia mais

MARKETINGCRIATIVOPUBLICIDADEESTRATÉGICA

MARKETINGCRIATIVOPUBLICIDADEESTRATÉGICA MARKETINGCRIATIVOPUBLICIDADEESTRATÉGICA Dizem por aí que o camaleão é sinônimo de pessoa que vive trocando de opinião. A gente aposta que não. Resultado de milhares de anos de evolução, sua capacidade

Leia mais

Comunicação Organizacional no Terceiro Setor: a experiência do Brasil Vivo

Comunicação Organizacional no Terceiro Setor: a experiência do Brasil Vivo Comunicação Organizacional no Terceiro Setor: a experiência do Brasil Vivo Adalberto NUNES (Universidade de Brasília) 1 Élida SANTOS (Universidade de Brasília) 2 Gabriel PONTES (Universidade de Brasília)

Leia mais

11º PRÊMIO DESTAQUE EM COMUNICAÇÃO SINEPE/RS Categoria: Gestão de Comunicação e Relacionamento Programa Marketing Interno

11º PRÊMIO DESTAQUE EM COMUNICAÇÃO SINEPE/RS Categoria: Gestão de Comunicação e Relacionamento Programa Marketing Interno 11º PRÊMIO DESTAQUE EM COMUNICAÇÃO SINEPE/RS Categoria: Gestão de Comunicação e Relacionamento Programa Marketing Interno 1 APRESENTAÇÃO 1.1 A Universidade Feevale Reconhecida por sua inovação e qualidade

Leia mais

Ser voluntário #issomudaomundo. Voluntariado. Cabe na sua vida. NOTÍCIAS. Ciclos fortalecidos em 2014 e novos ciclos que virão

Ser voluntário #issomudaomundo. Voluntariado. Cabe na sua vida. NOTÍCIAS. Ciclos fortalecidos em 2014 e novos ciclos que virão NOTÍCIAS Ciclos fortalecidos em 2014 e novos ciclos que virão Mobilizar e ampliar de forma estruturada. Esse foi o propósito da ação voluntária Estudar Vale a Pena, que em cinco anos de atuação impactou

Leia mais

TÍTULO: BIS YOGO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: COMUNICAÇÃO SOCIAL INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA DE SANTA BÁRBARA

TÍTULO: BIS YOGO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: COMUNICAÇÃO SOCIAL INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA DE SANTA BÁRBARA TÍTULO: BIS YOGO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: COMUNICAÇÃO SOCIAL INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA DE SANTA BÁRBARA AUTOR(ES): PAMELA CRISTINA FARIA, RODOLFO OSÓRIO LEITE

Leia mais

Inglesar.com.br. asasasadsddsçlf

Inglesar.com.br. asasasadsddsçlf 1 Sumário Introdução...04 Passo 1...04 Passo 2...05 Passo 3...05 É possível Aprender Inglês Rápido?...07 O Sonho da Fórmula Mágica...07 Como Posso Aprender Inglês Rápido?...09 Porque isto Acontece?...11

Leia mais

Briefing O que é? Para que serve?

Briefing O que é? Para que serve? Faculdade de Tecnologia da Paraíba CURSO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA A INTERNET DISCIPLINA DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB ESTÁTICAS PERÍODO: P2 Semestre: 20082 PROFESSOR Geraldo Rodrigues

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO INTRODUÇÃO: As mídias sociais estão cada vez mais presentes no dia-a-dia das pessoas, oferecendo soluções e transformando as relações pessoais e comerciais.

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DA MÍDIA Profa. Marli Hatje Educação Física e as Novas TICs CEFD/UFSM

CARACTERÍSTICAS DA MÍDIA Profa. Marli Hatje Educação Física e as Novas TICs CEFD/UFSM CARACTERÍSTICAS DA MÍDIA Profa. Marli Hatje Educação Física e as Novas TICs CEFD/UFSM Jornal Revista Televisão Rádio Internet - Relata o que já passou e o que vai acontecer; -Credibilidade; - Cobertura

Leia mais

BLOG: GRUPO DE DISCUSSÃO: PODCAST:

BLOG: GRUPO DE DISCUSSÃO: PODCAST: O MUNDO ONLINE Uma das marcas dessa nova era são as redes sociais. Comunidades online como o Facebook, Twitter, Fousquare, Youtube e outras, possibilitam a comunicação entre as pessoas, ao mesmo tempo,

Leia mais

Orientação ao mercado de trabalho para Jovens. 1ª parte. Projeto Super Mercado de Trabalho 1ª parte Luiz Fernando Marca

Orientação ao mercado de trabalho para Jovens. 1ª parte. Projeto Super Mercado de Trabalho 1ª parte Luiz Fernando Marca Orientação ao mercado de trabalho para Jovens 1ª parte APRESENTAÇÃO Muitos dos jovens que estão perto de terminar o segundo grau estão lidando neste momento com duas questões muito importantes: a formação

Leia mais

manual liga elo7 2.0 ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES PARA PLANEJAMENTO DE EVENTOS

manual liga elo7 2.0 ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES PARA PLANEJAMENTO DE EVENTOS ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES PARA PLANEJAMENTO DE EVENTOS Olá Elosetter, Então você está com vontade de organizar um evento? O Elo7 incentiva as ações que fortaleçam e integram a comunidade artesanal e

Leia mais

Projeto de Assessoria ao Estúdio Ale Kalaf 1

Projeto de Assessoria ao Estúdio Ale Kalaf 1 Projeto de Assessoria ao Estúdio Ale Kalaf 1 Daniela GUALASSI 2 Ana Lúcia TIBALDI 3 Jéssica Tamyres dos SANTOS 4 Patrícia PAIXÃO 5 Faculdade do povo, São Paulo, SP RESUMO Este paper discorre sobre a criação

Leia mais

O PROGRAMA. Colunistas fixos irão falar sobre moda, gastronomia, tecnologia, cinema e estilo.

O PROGRAMA. Colunistas fixos irão falar sobre moda, gastronomia, tecnologia, cinema e estilo. O PROGRAMA Claquete, sua revista eletrônica de entretenimento. Claquete: Sua revista eletrônica de entretenimento. Com seu bom humor e curiosidade característicos, Otávio Mesquita apresenta os bastidores

Leia mais

Associação Beneficente de Amparo á Família

Associação Beneficente de Amparo á Família Associação Beneficente de Amparo á Família Perfil A Associação Beneficente de Amparo à Família (ABENAF) é uma Organização Não Governamental (ONG), sem fins lucrativos, que tem como objetivo oferecer cultura,

Leia mais

Plano de negócios da festa Club Noir Dance Party

Plano de negócios da festa Club Noir Dance Party 1 2 Missão Transportar os frequentadores para um novo estado de espírito longe dos problemas cotidianos, onde possam escutar boa música, encontrar os amigos e conhecer gente bonita. Visão Criar a melhor

Leia mais

O começo na Educação Infantil

O começo na Educação Infantil O começo na Educação Infantil Ao entrar na pré-escola, a criança vive um momento delicado, pois tem que aprender, de uma só vez, a afastar-se do convívio familiar e a criar novas relações afetivas. A emoção

Leia mais

Abrasa - Ponto de Cultura, Internacional Brasileiros na Áustria.

Abrasa - Ponto de Cultura, Internacional Brasileiros na Áustria. 1 Abrasa - Ponto de Cultura, Internacional Brasileiros na Áustria. Quem somos: A Abrasa Associação Brasileiro-Afro-Brasileira para o Desenvolvimento da Dança, Cultura Educação e Arte, é uma Instituição

Leia mais

São distintos os conteúdos expostos pela comunicação interna e externa:

São distintos os conteúdos expostos pela comunicação interna e externa: 31 6 COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL Um dos principais objetivos da comunicação institucional é o estabelecimento de relações duradouras com os seus públicos. Isso é possível através de ações personalizadas

Leia mais

Animação Efeito3D AtorVirtual

Animação Efeito3D AtorVirtual Cadbury Adams Nokia AESP AESP Amarula Speedo Animação Efeito3D AtorVirtual +55 11 3167-2533 Rua Jesuíno Arruda, 797-9º andar Itaim-Bibi A Empresa Somos um estúdio de animação focado em agências de marketing

Leia mais

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas?????

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas????? Há 16 anos quando entrou na MK, a consagrada Diretora Nacional, Gloria Mayfield, não sabia como chegar ao topo, hoje ela dá o seguinte conselho. As lições que eu aprendi na Mary Kay para me tornar uma

Leia mais

terça-feira, 21 de janeiro de 14 Mídia Kit 2014

terça-feira, 21 de janeiro de 14 Mídia Kit 2014 Mídia Kit 2014 Nós escrevemos a história da sua empresa Nós escrevemos a história da sua empresa 9 anos de Villa, 40 de Vila Mariana. A Revista Villa Marianna nasceu em uma época onde o conceito da revista

Leia mais

Usuários Únicos. Visitas. Pageviews. Educação 6,3% Celebridades 8,0% Esportes 9,2% Notícias 14,5% Família 7,1% Entretenimento 13,1% Negócios 6,7%

Usuários Únicos. Visitas. Pageviews. Educação 6,3% Celebridades 8,0% Esportes 9,2% Notícias 14,5% Família 7,1% Entretenimento 13,1% Negócios 6,7% Lançado em julho de 2000, o clicrbs é um portal de internet voltado às comunidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Com mais de 100 canais, os usuários encontram o conteúdo dos jornais, das rádios

Leia mais

O que é Estudio Cosmica?

O que é Estudio Cosmica? Apresentacao O que é Estudio Cosmica? Criação e Concepção de Ideias e Projetos. Estudio Cosmica é um Estúdio de Criação e desenvolvimento de Ideias, Sempre Atento e antenado ao Mercado e novidades, buscando

Leia mais

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 Cruz das Almas BA 2013 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO

Leia mais

VISITE O BLOG www.homemalpha.com.br

VISITE O BLOG www.homemalpha.com.br VISITE O BLOG www.homemalpha.com.br APRESENTAÇÃO A timidez é um problema que pode acompanhar um homem a vida inteira, tirando dele o prazer da comunicação e de expressar seus sentimentos, vivendo muitas

Leia mais

Projeto RossNet A Verdade Selfie

Projeto RossNet A Verdade Selfie Projeto RössNet 1. O Projeto RossNet é um catálogo comum de coisas importantes; 2. De Coisas Importantes na nossa Vida, no nosso dia-a-dia, na nossa satisfação, no nosso futuro; 3. É um Catálogo de Verdades

Leia mais

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA (versão simples da Lei da Comunicação Social Eletrônica) CAPÍTULO 1 PARA QUE SERVE A LEI Artigo 1 - Esta lei serve para falar como vai acontecer de fato o que está escrito em alguns

Leia mais

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Curso de Marketing Disciplina: Web Marketing Professor: Roberto Marcello Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Web Marketing Web Marketing é qualquer esforço promocional realizado

Leia mais

Apoio tecnológico para treinamento vocacional. Projeto-piloto indica possibilidades de ampliação de acesso a cursos online. Artigo

Apoio tecnológico para treinamento vocacional. Projeto-piloto indica possibilidades de ampliação de acesso a cursos online. Artigo Artigo Apoio tecnológico para treinamento vocacional Projeto-piloto indica possibilidades de ampliação de acesso a cursos online Rodrigo Laiola Guimarães*, Andrea Britto Mattos**, Victor Martinêz***, Flávio

Leia mais

NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN

NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN 50 A ALMA DO NEGÓCIO Serviço de SAC eficiente é o que todos os clientes esperam e é no que todas as empresas deveriam investir. Especialistas afirmam: essa deve ser

Leia mais

Orientações para Professores. Prezado professor,

Orientações para Professores. Prezado professor, Orientações para Professores Prezado professor, No ano em que a Oficina do texto comemora 10 anos, todos os olhares se voltam para um país em especial: a África do Sul sede da Copa do Mundo de Futebol.

Leia mais

Apresentação. Diariamente no Net Cidade Canal 26 Sábados na Band Canal 10 Apresentação Eliane Beuren www.progviverbem.com.br

Apresentação. Diariamente no Net Cidade Canal 26 Sábados na Band Canal 10 Apresentação Eliane Beuren www.progviverbem.com.br Apresentação No ar desde 13 de março de 2002, o Programa Viver Bem é apresentado por Eliane Beuren e inspirado no prazer que sentimos em viver e na conquista de uma melhor qualidade de vida através da

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais

Dicas para estudar: Tome nota!

Dicas para estudar: Tome nota! CARTILHA SOBRE COMO ESTUDAR, PARA DIVULGAÇÃO INSTITUCIONAL Núcleo de Atendimento Psicopedagógico (NAPP) Título da Cartilha: Dicas para estudar: Tome nota! Proposta: Por meio de um diálogo entre um aluno

Leia mais

Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Endereço: Av. Paulista, 2.200 15º andar CEP 01310-300 São Paulo SP

Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Endereço: Av. Paulista, 2.200 15º andar CEP 01310-300 São Paulo SP Empresa Nome fantasia: Rádio Kiss FM Razão Social: Kiss Telecomunicações LTDA. Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Campinas 107,9 MHz; Brasília 94,1 MHz CNPJ: 59.477.240/0001-24.

Leia mais

A essa altura, você deve estar se perguntando qual é a diferença entre cinema e vídeo, audiovisual e multimídia, não é mesmo?

A essa altura, você deve estar se perguntando qual é a diferença entre cinema e vídeo, audiovisual e multimídia, não é mesmo? Pré-Vestibular Social Grupo SOA Suporte à Orientação Acadêmica Ela faz cinema Ela faz cinema Ela é demais (Chico Buarque) CINEMA Chegou o momento de escolher um curso. Diante de tantas carreiras e faculdades

Leia mais

Mídia kit Outubro/2015

Mídia kit Outubro/2015 Mídia kit Outubro/2015 Quem somos? O Viajadora é um blog feito por duas amigas de infância que gostam de viajar gastando o mínimo possível, mas aproveitando ao máximo. De tanto dar dicas para os amigos,

Leia mais

TOPE [EA]². Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência

TOPE [EA]². Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência Camila Delmondes Assessoria de Relações Públicas e Imprensa Faculdade de Ciências Médicas Unicamp Divulgação Cientifica e Cultural Laboratório de

Leia mais

PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO DA REDE SOCIAL BRASILEIRA POR CIDADES JUSTAS & SUSTENTÁVEIS

PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO DA REDE SOCIAL BRASILEIRA POR CIDADES JUSTAS & SUSTENTÁVEIS PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO DA REDE SOCIAL BRASILEIRA POR CIDADES JUSTAS & SUSTENTÁVEIS Brasília, 09 e 10 de abril de 2015 INESC - Sec. Ex. Movimento Nossa Brasília Moderação: TaEana Spíndola Essência

Leia mais

Peças para diferentes sites

Peças para diferentes sites Encontre aqui um apanhado de indicadores, estudos, análises e pesquisas de variadas fontes, todas vitais para avaliação e mensuração do desempenho e dos negócios no mundo digital. Confira Aunica The Tagnology

Leia mais

Poder: Jornal Fortuna

Poder: Jornal Fortuna Aqui você enriquece sua leitura Jornal Fortuna Volume 1, edição 1 Data do boletim informativo Nesta edição: Poder: Há vários tipos de poder, poder militar, poder da natureza, poder político, o poder da

Leia mais

MÍDIA KIT. A maior e melhor revista de decoração e design

MÍDIA KIT. A maior e melhor revista de decoração e design MÍDIA KIT A maior e melhor revista de decoração e design NÓS PENSAMOS NO DIA A DIA DO NOSSO LEITOR CASA CLAUDIA inspira e ajuda o leitor a tornar sua casa mais bela, confortável e restauradora nos diferentes

Leia mais

Como trazer resultados para sua empresa de forma simples e objetiva em Licitações? Aqui temos algumas dicas! Aproveite sua leitura!

Como trazer resultados para sua empresa de forma simples e objetiva em Licitações? Aqui temos algumas dicas! Aproveite sua leitura! 05 PASSOS PARA SER UM LICITANTE DE SUCESSO Você já pensou em conhecer Licitação de uma forma prática, objetiva, sem complicações? Este e-book é o primeiro, de muitos materiais que o Licitabem produzirá

Leia mais

ATENDIMENTO A CLIENTES

ATENDIMENTO A CLIENTES Introdução ATENDIMENTO A CLIENTES Nos dias de hoje o mercado é bastante competitivo, e as empresas precisam ser muito criativas para ter a preferência dos clientes. Um dos aspectos mais importantes, principalmente

Leia mais

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ Entrevista com DJ Meu nome é Raul Aguilera, minha profissão é disc-jóquei, ou DJ, como é mais conhecida. Quando comecei a tocar, em festinhas da escola e em casa, essas festas eram chamadas de "brincadeiras

Leia mais