NEWS. Congresso Nacional da SPA 12 a 14 de março, Hotel Cascais Miragem. Tertúlias de Anestesiologia

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NEWS. Congresso Nacional da SPA 12 a 14 de março, 2015 - Hotel Cascais Miragem. Tertúlias de Anestesiologia"

Transcrição

1 NEWS SPA trimestral nº LETTER Congresso Nacional da SPA 12 a 14 de março, Hotel Cascais Miragem BLOOD ALIVE Tertúlias de Anestesiologia Reunião temática Recursos Humanos, Produção e Anestesiologia

2 PROCEDIMENTO DESTINO ESTADO CRANIOTOMIA UCPA CONFORME PREVISTO ARTROSCOPIA DO JOELHO ALTA CONFORME PREVISTO ARTROSCOPIA TOTAL DA ANCA BLOCO 1 CONFORME PREVISTO COLECISTECTOMIA LAPAROSCÓPICA UCPA CONFORME PREVISTO CABG BLOCO 2 CONFORME PREVISTO UCPA Ref. Baxter PT: 012/15 Data Ref. Baxter PT:01/2015

3 Índice 04 Programa do Congresso Nacional da SPA 07 BLOOD ALIVE app 11 Tertúlias de Anestesiologia 14 Reuniões Gestão, Liderança & Estratégia Recursos Humanos, Produção e Anestesiologia EDITORIAL Caros colegas, A corrente Newsletter apresenta o Programa Científico do Congresso Nacional da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia (SPA) que vai decorrer de 12 a 14 de março 2015 no Hotel Cascais Miragem. A exemplo de anos anteriores, o primeiro dia é destinado aos cursos pré-congresso. A oferta pretende-se abrangente atingindo diferentes públicos-alvo Medicina Intensiva, Medicina da Dor, Via Aérea Difícil e o Curso de Introdução ao Internato de Anestesiologia. No Programa principal, os temas relacionados com Via Aérea e Ventilação e a abordagem da hemorragia massiva e hemóstase assumem destaque. A presença de colegas de outras nacionalidades e de renome internacional serão motivo adicional para a partilha de experiências e reflexões. Mais uma vez, as reuniões de Consenso vão marcar presença mantendo a Anestesiologia, em contexto na- cional, um importante papel de liderança nesta matéria. Os Consensos previstos serão: Manuseio da hemorragia massiva no trauma Gestão do sangue do doente Manuseio da Via Aérea Difícil Um dos destaques do Congresso vai para a apresentação da aplicação para smartphones o BLOOD ALIVE app. Espera-se que este suporte informático seja um instrumento de trabalho extremamente útil no fornecimento de informação sempre atualizada sobre as mais recentes recomendações que resultam das reuniões de consenso. Motivados por um programa científico aliciante aguardamos pela presença de um elevado número de colegas no evento. Os meus melhores cumprimentos, António Augusto Martins FICHA TÉCNICA PERIODICIDADE Trimestral / DIRECÇÃO DA SPA Presidente Maria do Rosário Órfão / MORADA Centro de Escritórios do Campo Grande. Av. do Brasil, nº.1, 5º andar, Sala Lisboa / TEL.: (+351) ISSN TIRAGEM 2500 exemplares - Publicação periódica. PROPRIEDADE E ADMINISTRAÇÃO Sociedade Portuguesa de Anestesiologia Depósito Legal nº 65830/93. PREÇO AVULSO 7,5 / número. ASSINATURA 4 edições / 30. DISTRIBUIÇÃO Gratuita aos Sócios da SPA. DESIGN, CONCEPÇÃO GRÁFICA REDAÇÃO E PAGINAÇÃO: Letra Zen Comunicação e Marketing, Lda DIRECÇÃO COMERCIAL tlm:

4 04 PROGRAMA DO CONGRESSO NACIONAL DA SPA CASCAIS, HOTEL CASCAIS MIRAGEM 12 A 14 DE MARÇO, 2015 PRESIDENTE / PRESIDENT Rosário Órfão (Coimbra) COMISSÃO CIENTÍFICA / SCIENTIFIC COMMITTEE Ana Cristina Mangas (Leiria) António Augusto Martins (Coimbra) Cristiana Fonseca (Guimarães) Fernando Abelha (Porto) Joana Carvalhas (Coimbra) Jorge Matos Órfão (Porto) José Gonçalves Aguiar (Porto) Pais Martins (Lisboa) Paulo Sá Rodrigues (Lisboa) Pedro Amorim (Porto) QUINTA-FEIRA, 12 DE MARÇO CURSO DE MEDICINA INTENSIVA ICU DAY 2 09h00-17h00 Limite de inscrições capacidade da sala Coordenação Pais Martins (Lisboa) Secção de Medicina Intensiva da SPA Destinado a médicos internos ou especialistas, Anestesiologistas ou outros CURSO DE VIA AÉREA DIFÍCIL 08h30 19h00 Limite de inscrições - 24 vagas Coordenação Jorge Matos Órfão (Porto), José Gonçalves Aguiar (Porto) - Grupo de Estudo de Via Aérea Difícil da SPA Destinado a médicos internos ou especialistas, Anestesiologistas ou outros CURSO DE MEDICINA DA DOR PAIN SCHOOL 2 E 3 08h30 19h00 Limite de inscrições - 40 vagas Coordenação Ana Cristina Mangas (Leiria) Grupo de Estudo de Medicina da Dor da SPA Destinado a médicos internos ou especialistas, Anestesiologistas ou outros CURSO DE INTRODUÇÃO À ANESTESIOLOGIA 14h00 17h00 Limite de inscrições capacidade da sala Coordenação Rui Guimarães (Braga), Secretário da Direção da SPA Destinado a Internos do 1º ano, IAC e Alunos de Medicina 5º ou 6º ano 17h00 Assembleia Geral SPA Presidente da Mesa António Bismarck 18h00 Reunião do Grupo de Internos da SPA Resident Network SALA A SALA B SALA C SALA D SALA A SALA D SEXTA-FEIRA, 13 DE MARÇO SALA A 8h30 10h30 - Anestesiologia uma especialidade abrangente / Anesthesiology - an embracing speciality Moderadores: / Chairmen: Rosário Órfão (Coimbra) / Pais Martins (Lisboa) Anestesia e disfunção cognitiva / Anesthesia and cognitive dysfunction revisited Francisco Lobo (Porto) Controlo da nocicepção e outcome dos doentes / Nociception control and patients outcome Pedro Gambus (Espanha) Transição de dor aguda para dor crónica: o que os Anestesiologistas devem saber/ From acute to chronic pain: what Anesthesiologists should know Albert Dahan (Holanda) Ventilação mecânica no ARDS: Passado, presente e futuro / Mechanical ventilation in ARDS: Past, present and future Marcelo Amato (Brasil) 10h30 11h00 Intervalo / Coffee break

5 05 11h00 13h00 - Ressuscitação hemostática / Hemostatic ressuscitation Moderadores / Chairmen: Paulo Sá (Lisboa) / José Gonçalves Aguiar (Porto) Plasma humano. Obsoleto? / Is human plasma obsolete? - Donat Span (Suíça) Ácido tranexâmico. O mesmo ator em diferentes cenários / Tranexamic acid. The same actor in different scenarios Juan Llau (Espanha) Abordagem da hemorragia severa no trauma - Recomendações europeias / Management of severe bleeding in trauma - European guidelines - Donat Span (Suíça) Monitorização Point of care / Point of care monitoring - Klaus Goerlinger (Alemanha) 13h00 14h30 Almoço / Lunch 14h30 16h00 - Gold standards no manuseio da Via Aérea / Gold standards on airway management Moderadores / Chairmen Jorge Matos Órfão (Porto) / Rita Resende (Porto) Atualidades na avaliação da via aérea / Update in airway evaluation Michael Seltz Kristensen (Dinamarca ) Scores na avaliação da via aérea / Airway evaluation scores Zélia Moreira (Porto) Materiais, registos e formação / Materials, records and training Jorge Matos Órfão (Porto) / José Gonçalves Aguiar (Porto) 16h00 16h30 Intervalo / Coffee break 16h30 17h30 - Lição Magistral / Lecture Quais as configurações do ventilador que matam? Como minimizar e monitorizar o stress pulmonar? / Which ventilator settings will harm your patient How to minimize the pulmonary stress? - Marcelo Amato (Brasil) 18h00 - Sessão de abertura / Opening session 20h00 Transfer para o jantar 20h30 Jantar no Palácio Conde de Óbidos - Lisboa SALA B 9h00 12h00 Workshop Ecografia na Via Aérea / Ultrasound Airway Workshop (limitado a 24 participantes - 3 blocos de 50 minutos com 8 participantes cada) Coordenador / Coordinator Michael Seltz Kristiansen (Dinamarca) 14h30 16h30 Workshop: ROTEM Tromboelastometria / Thromboelastometry workshop (limitado a 24 participantes) Coordenador / Coordinator Klaus Goerlinger (Alemanha) 16h30 18h00 - Reunião de Consensos / Consensus meeting Gestão Perioperatória do Sangue / Perioperative patient blood management Coordenador / Coordinator: Ângela Alves (Lisboa) SALA C 10h30-11h30 Simpósio Covidien Moderador / Chairman: Pedro Amorim (Porto) 12h00-13h30 Reunião de Consensos / Consensus meeting Manuseio da hemorragia massiva no Trauma / Management of massive hemorrhage in trauma Coordenador / Coordinator: Vitor Almeida (Viseu) 13h00 14h30 Almoço / Lunch 14h30 15h30 - Simpósio MSD Moderadores / Chairmen: António Augusto Martins (Coimbra) / Fernando Abelha (Porto) 16:30 18:00 - Reunião de Consensos / Consensus meeting Manuseio da Via Aérea Difícil / Difficult airway management Coordenador / Coordinator: Jorge Matos Órfão (Porto)

6 06 SÁBADO, 14 DE MARÇO SALA A 8h30 Vídeo Blood Alive app 8h45 Introdução e início do BLOOD ALIVE app / BLOOD ALIVE app opening Rosário Órfão (Coimbra), Fernando Araújo (Porto), Cristiana Fonseca (Guimarães) 09h00 11h00 Abordagem da hemorragia e transfusão massivas / Management of massive hemorrhage and transfusion Moderadores / Chairmen Anabela Rodrigues (Lisboa) / Fernando Abelha (Porto) O papel do Fibrinogénio / The fibrinogen role Cláudia Alves (Coimbra) Abordagem da hemorragia severa perioperatória recomendações europeias / Management of severe perioperative bleeding European guidelines Juan Llau (Espanha) Recomendações da DGS sobre a abordagem da hemorragia massiva / Portuguese governmental recommendations on massive bleeding Alexandre Carrilho (Lisboa) Hemorragia perioperatória e anticoagulantes orais O que sabemos? / Perioperative bleeding and direct oral anticoagulants. What do we know? - Juan Llau (Espanha) 11h00 11h30 Intervalo / Coffee break 11h30 13H00 Painel de peritos na hemorragia massiva Casos Clínicos / Experts panel on massive bleeding - Clinical cases Moderadores / Chairmen Filipa Lança (Lisboa) / Joana Carvalhas (Coimbra) Peritos / Experts: Anestesiologia / Anesthesiology, Imunohemoterapia / Imunohemotherapy, Cirurgia Geral / General Surgery, Cirurgia Vascular / Vascular Surgery, Cardiologia/ Cardiology, Medicina Interna / Internal Medicine Caso clínico 1 / Clinical case 1 Ivo Pires (Lisboa) Caso clínico 2 / Clinical case 2 Luciane Pereira (Coimbra) Caso clínico 2 / Clinical case 3 Cristiana Fonseca (Guimarães) 13h00 14H30 Almoço / Lunch 14h30-16h30 Abordagem da hemorragia massiva e anticoagulantes orais / Management of bleeding and direct oral anticoagulants Moderadores / Chairmen: Manuela Gomes (Lisboa) / Carolina Rocha (Castelo Branco) Organização hospitalar em contexto multivítimas protocolos e guidelines / Hospital organization for mass casualties protocols and guidelines Josef Wichelewski (Israel) Trauma e anticoagulantes orais. Estamos preparados? / Trauma and direct oral anticoagulants. Are we ready? - Ivo Pires (Lisboa) Reversão dos anticoagulantes orais diretos papel dos antídotos / Reversion of direct oral anticoagulans- the role of antidotes - Fernando Araújo (Porto) App : Manuseio perioperatório dos doentes medicados com anticoagulantes e antiagregantes plaquetários / App : Perioperative management of patients on direct oral anticoagulants and antiplatelet theraphy Cristiana Fonseca (Guimarães), Telmo Fonseca (Porto) 16h30 18h30 Apresentação de Consensos / Consensus presentation Moderador / Chairman Francisco Matos (Lisboa) 16h30 Manuseio da hemorragia massiva no trauma / Management of massive haemorrhage in trauma - Vitor Almeida (Viseu) / Vitor Oliveira (Viseu) 17h30 Gestão Perioperatória do Sangue / Perioperative Patient blood management Ângela Alves (Lisboa) 19h00 20h00 Sessão de Encerramento / Closing session

7 SALA B 9h00 11h00 - Apresentação de Consensos / Consensus presentation Moderador / Chairman Marta Azenha (Coimbra) Manuseio da Via Aérea Difícil / Difficult airway management - Jorge Matos Órfão (Porto) 07 11h00-11h30 Intervalo / Coffee break 11h30-12h30 - Há falta de Anestesiologistas? / Is there a shortage of Anesthesiologists? Moderador / Chairman: Rosário Órfão (Coimbra) Cálculo de necessidades de médicos anestesiologistas / How can we calculate the number of Anesthesiologists? Sessão Pro / Con - Paulo Lemos (Porto) / Lucindo Ormonde (Lisboa) 13h00-14h30 Almoço / Lunch 14h30-17h30 Apresentação de Comunicações Livres / Oral abstract presentation Moderadores / Chairmen: Pedro Amorim (Porto), António Augusto Martins (Coimbra), Paulo Sá (Lisboa) 18h00 - Reunião do Colégio de Anestesiologia BLOOD ALIVE APP As reuniões de carácter multidisciplinar, que permitam a discussão de temas comuns a várias especialidades, são de extrema importância para a estandardização das práticas clínicas. O congresso da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia de 2014 integrou a 3ª Reunião de Consenso sobre Manuseio Peri-operatório do Doente Medicado com Anticoagulantes e Antiagregantes Plaquetários. Tratou-se de uma reunião multidisciplinar que envolveu peritos de várias especialidades que, de forma empenhada e motivada, definiram modelos de atuação comuns, preponderantes na melhoria de prestação de cuidados de saúde. De realçar que estes consensos foram subscritos pela Associação Portuguesa de Imunohemoterapia, Sociedade Portuguesa de Medicina Interna, Sociedade Portuguesa de Cirurgia Cárdiotorácica e Vascular, Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular Associação Portuguesa de Cirurgia de Ambulatório, Grupo de Estudos de Cancro e Trombose e Clube de Anestesia Regional. À Sociedade Portuguesa de Anestesiologia coube não só a iniciativa deste projecto, mas também a continuidade do mesmo, através da divulgação, de forma gratuita, destes mesmos consensos. Desde cedo foi definido a necessidade de existir uma aplicação que reuna, de forma sistemática e simples, toda esta informação. Assim nasce o BLOOD ALIVE app, uma aplicação que integra consensos multidisciplinares na abordagem peri-operatória do doente anticoagulado e antiagregado. A abrangência do tema e a necessidade de divulgar e disponibilizar estes consensos a várias especialidades, ditou a divisão desta aplicação no BLOODanesthesia, dedicado ao manuseio de técnicas de anestesia loco- -regional nestes doentes e, no BLOODperiop que, de uma forma mais abrangente, fornece informação sobre os tempos de suspensão, monitorização necessária e atuação em caso de hemorragia, nos doentes medicados com anticoagulantes e antiagregantes plaquetários propostos para procedimentos invasivos. O BLOOD ALIVE app, mais que uma aplicação é um auxiliar de informação fundamental, que traduz as recomendações de reuniões de consenso realizadas na área da anticoagulação, destinado a todos os médicos que lidem com o doente no peri-operatório. Cristiana Fonseca Assistente Hospitalar do CHAA Coordenadora do Grupo de Consensos da SPA - Manuseio peri-operatório em doentes medicados com anticoagulantes e antiagregantes plaquetários Fernando Araújo Diretor do Serviço de Imunohemoterapia, Centro Hospitalar São João,EPE, Porto Professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

8 08 CONGRESSO NACIONAL DA SPA - CURSOS 12 DE MARÇO, 2015 SECÇÃO MEDICINA INTENSIVA CURSO DE MEDICINA INTENSIVA ICU DAY 2 Coordenação Pais Martins (Lisboa) Destinado a médicos internos ou especialistas, Anestesiologistas ou outros Limite de inscrições capacidade da sala (MANHÃ) ARDS 09h00-13h20 Moderadores - Marcelo Amato, Fernando Abelha, Pais Martins Sessão abertura (Rosário Órfão) Etiologia e definição de Berlim: que importância? (Pais Martins) ARDS induzida pelo ventilador (Teresa Honrado) Open lung ventilation estratégia e monitorização (Marcelo Amato) ARDS, the golden hours : Bloqueio neuromuscular e decúbito ventral (Catarina Dourado) Manobras de recrutamento no ARDS (Marcelo Amato) Hipoxia no ARDS: evitar ou tolerar? (João Pina) ECMO no ARDS, que evidencia? (João Ribeiro) Pós ARDS que cuidados? (Cristina Granja) Perguntas/Respostas (TARDE) TRAUMA - PARA ALÉM DO BÁSICO 14h30-17h00 Moderadores - Celeste Dias e João Pina Ensino no trauma: será suficiente o ATLS? (Renato Bessa Melo) Monitorização na doença traumática (Celeste Dias) Coagulopatia pós trauma (Diana Mendes) The Stop the bleeding campaign guidelines e protocolos de transfusão maciça (Ângela Alves) Damage control ressuscitation and surgery (Francisco O. Martins) Vasopressores no choque hemorrágico (Cristina Granja) Reabilitação pós trauma: porque é importante? (Rui Herculano) Perguntas/Respostas Encerramento GRUPO DE ESTUDO DE VIA AÉREA DIFÍCIL CURSO DE VIA AÉREA DIFÍCIL Coordenação Jorge Matos Órfão (Porto), José Gonçalves Aguiar (Porto) Destinado a médicos internos ou especialistas, Anestesiologistas ou outros Limite de inscrições 24 vagas 08h30-19h00 MÓDULO TEÓRICO Abertura e Apresentação (Jorge M. Órfão) Conhecimentos Básicos Anatomia da Via Aérea (Jorge M. Órfão) / Avaliação da Via Aérea (Zélia Moreira) Via Aérea na Clínica VA no Politraumatizado (Carlos Mexedo) / VA na Pediatria (Rita Frada) / VA na Grávida (Zélia Moreira) / VA no Obeso (José Aguiar) Abordagem de Via Aérea I Farmacologia de Via Aérea Revisão (Rita Frada) / Algoritmos de Via Aérea Difícil (Jorge M. Órfão) Abordagem de Via Aérea II Estratégia de Abordagem de Via Aérea (José G. Aguiar); Máscara Facial / Laringoscopia / Introdutores de Intubação / Máscara Laríngea / Dispositivos Supraglóticos (Rita Resende); Videolaringoscopia / Fibroscópio e Fibroscopia / Técnicas Invasivas / Unidades de VAD (Jorge M. Órfão) MÓDULO PRÁTICO Laringoscopia - Laringoscopia e Introdutores / Glidescope / C-Mac / Bonfils / Pocket C-Mac / Airtraq / KingVision / McGrath Disp. Supraglóticos - Máscara Laríngea / Proseal / igel / Fastrack / Tubo Laríngeo / Combitube Técnicas Avançadas Fibroscopia / Técnicas Invasivas Teste de Avaliação Conclusões e Encerramento

9 09 GRUPO DE ESTUDO DE MEDICINA DA DOR DA SPA CURSO DE MEDICINA DA DOR PAIN SCHOOL 2 E 3 Coordenação Ana Cristina Mangas (Leiria) Destinado a médicos internos ou especialistas, Anestesiologistas ou outros Limite de inscrições 40 vagas (MANHÃ) PAIN SCHOOL 2 09h00-13h00 Introdução: Doentes, fármacos e Dor (Beatriz Craveiro Lopes) Terapêutica farmacológica I (Paula Pereira) Terapêutica farmacológica II (Sandra Gestosa) Interações farmacológicas (Beatriz Craveiro Lopes) Anestesia para o paciente com dor crónica (Teresa Fontinha, João Silva) Avaliação / Encerramento (TARDE) PAIN SCHOOL 3 15h00-19h00 Introdução: Síndromes dolorosas e semiologia da dor (Sílvia Vaz Serra) Dor neuropática (Sílvia Vaz Serra) Dor osteoarticular (Vera Las) Dor oncológica (Rosa Fragoso) Cronificação da dor (Patrícia Pinto) Avaliação / Encerramento V CURSO DE INTRODUÇÃO A ANESTESIOLOGIA 14h00-17h00 CONSELHOS AINDA ANTES DE PEGAR NA BICICLETA Boas-Vindas à Melhor Especialidade do Mundo (Rosário Órfão) MANUAL DE INSTRUÇÕES - CAPACETE E COTOVELEIRAS Livros, Revistas, Sites e Apps (traz o teu gadget!) (Vitor Oliveira) PELAS RUAS E VIELAS - VOLTA A PORTUGAL EM BICICLETA Estágios e Cursos - Onde, Como e Por Quanto (Helena Salgado, Juliana Louro) COMO CORRER EM EQUIPA Organizações Nacionais e Internacionais (Diogo Fernandes, Inês Mesquita, Pedro Moreira) TIRAR AS RODINHAS - PARTIDA, LARGADA...FUGIDA! Conferência de um Candidato a Profissional; A grelha de Chegada (Rui Guimarães) 14:00h - 17:00h

10 8878 Pradaxa RPCardiologia 210x280.pdf 1 03/02/15 18:08

11 TERTÚLIAS DE ANESTESIOLOGIA 4ª EDIÇÃO DAS TERTÚLIAS DE ANESTESIOLOGIA FUNCHAL - MADEIRA 24 A 26 DE OUTUBRO, Rosário Órfão A 4ª Edição das Tertúlias de Anestesiologia decorreu na cidade do Funchal de 24 a 26 de outubro, Acolheu cerca de 190 participantes pelo que constituiu um assinalável êxito desta iniciativa da SPA. Um dos pontos altos desta reunião decorreu no Jantar inaugural de dia 24 no Pestana Casino Park Hotel & Casino do Funchal. Nesta sessão de Abertura discursaram o Presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, e a Presidente da SPA, Rosário Órfão. Para além dos agradecimentos formais, nos quais se incluíram a colaboração do Serviço de Anestesiologia do SESARAM (Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira) e do apoio fornecido pelo Governo Regional e Secretaria dos Assuntos Sociais, outros aspetos foram ventilados. Destes, Rosário Órfão destacou As Tertúlias de Anestesiologia como um espaço de reflexão e discussão interativa, informal mas rigorosa com importante vertente pedagógica, dirigido a todos os anestesiologistas, internos e especialistas, a pessoas inteligentes que gostem de ter conversas inteligentes sobre anestesiologia, medicina e cidadania e a Anestesiologia como uma especialidade com história, princípios e valores com uma matriz humanista e personalista. Foram traçados os objetivos da atual direção da SPA no sentido de proporcionar espaços de discus- são e reflexão sobre temas estruturantes da especialidade e esta como ciência aplicada aos cidadãos. As Tertúlias assumem-se, desta forma, e nas palavras da Presidente da SPA como um ambiente/espaço informal de reflexão e discussão de temas relacionados com a Anestesiologia. Tal como nas três edições anteriores, a sua organização foi assegurada pelo Rui Guimarães, a quem se deve o formato e o espírito da iniciativa. Este ano, além do Vitor Oliveira coorganizador das Tertúlias desde a segunda edição, o êxito do evento ficou a dever-se também à Mara Vieira, local organizer. Este evento continuará, com certeza, a ser um sucesso graças aos seus organizadores Este ano esteve presente o recém-eleito Presidente da ESA (European Society of Anaesthesiology), Zeev Goldik que participou na sessão científica integrada no Jantar inaugural Prop Follow the Leader, Leader, Leader Liderança & Anestesiologia. Na parte final da sua alocução Rosário Órfão relembrou a comemoração do Dia Mundial da Anestesiologia em outubro e a Exposição Como a Anestesiologia mudou o mundo apresentada no Centro Hospitalar Lisboa Norte. Apresentou-se nas Tertúlias o documento Vou ser Anestesiado sendo um projeto que associa a Anestesiologia e as novas tecnologias de comunicação e informação ao serviço dos cidadãos. 11

12 12 TERTÚLIAS DE ANESTESIOLOGIA 4ª EDIÇÃO DAS TERTÚLIAS DE ANESTESIOLOGIA FUNCHAL - MADEIRA 24 A 26 DE OUTUBRO, 2014 TERTÚLIAS de A a Z A - App B - Bailinho C - Cotas D - Diáspora Anestésica E - Enchente F - Fancy G - GinAnestesia H - Hands on I - Irmãos Dalton da Anestesia J - Jardim da Madeira K - Knockout Técnico L - Laringe no espeto

13 TERTÚLIAS DE ANESTESIOLOGIA 4ª EDIÇÃO DAS TERTÚLIAS DE ANESTESIOLOGIA FUNCHAL - MADEIRA 24 A 26 DE OUTUBRO, M - Media N - Networking O - Ocean Swim P - Pipocas com ciência Q - Qualidade R - Rebranding S - Sean Connery obstétrico T - Trilux, senta! U - União V - View (Tertúlias with a) W - Welcome aboard X - Empate inesperado Y - Youtube Z - Zéve Goldik Fotos cedidas por: Luís Araújo; Rui Guimarães; Rui Eusébio

14 14 REUNIÕES GESTÃO, LIDERANÇA & ESTRATÉGIA RECURSOS HUMANOS, PRODUÇÃO E ANESTESIOLOGIA ÉVORA, M`AR DE AR MURALHAS HOTEL 6 DE DEZEMBRO, 2014 Figura 1 - A assistência durante as sessões No âmbito das Reuniões da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia, a SPA promoveu e realizou em Évora, no dia 6 de dezembro (2014), um encontro temático - Recursos Humanos, Produção e Anestesiologia. O público-alvo eram, preferencialmente, os anestesiologistas com cargos de gestão ou direção, embora esta sessão fosse de acesso livre mediante inscrição prévia. Estiveram presentes 60 colegas durante a reunião (Fig. 1). A cerimónia de abertura foi inaugurada pela Presidente da SPA, Rosário Órfão, que abordou a posição do anestesiologista como um fator transversal na Produção de uma unidade hospitalar pelas diversas competências em que se insere a sua atividade. José Martins Nunes, anestesiologista, presidente do CA do CHUC, iniciou o ciclo de palestras analisando o papel do anestesiologista em aspetos da governação clínica, os modelos empresariais e a contratualização interna (Fig. 2). A avaliação da produção no bloco operatório, e fora dele, foi objeto de análise do palestrante Pedro Gomes, em representação da ACSS, que salientou a necessidade de medir para poder comparar e gerir. António Bismarck, diretor de Serviço de Anestesiologia do Hospital da Luz, refletiu sobre a realidade de uma unidade hospitalar privada nos seus componentes de produção e gestão dos recursos (Figura 3). A produção dentro de uma unidade hospitalar pública foi o tema de Humberto Machado, diretor de Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar do Porto, destacando a relevância dos Serviços de Anestesiologia como peça fundamental na prossecução dos objetivos da instituição (Figura 4). Figura 2 - José Martins Nunes Figura 3 - Pedro Gomes, António Bismarck e Rosário Órfão Figura 4 - Humberto Machado

15 REUNIÕES GESTÃO, LIDERANÇA & ESTRATÉGIA RECURSOS HUMANOS, PRODUÇÃO E ANESTESIOLOGIA ÉVORA, M`AR DE AR MURALHAS HOTEL 6 DE DEZEMBRO, O Presidente do Colégio de Anestesiologia, Paulo Lemos, apresentou os resultados preliminares do Censos de Anestesiologia 2014 e as necessidades dos recursos humanos da especialidade para um futuro no curto e médio prazo (Fig. 5). Estes aspetos vão ser, brevemente, objeto de uma análise mais detalhada. A experiência de outras realidades (Estados Unidos da América) na análise da produção e nos indicadores de produtividade e a sua aplicabilidade para a nossa realidade foi apresentada por Francisco Lucas Matos, anestesiologista, assistente graduado sénior do Centro Hospitalar Lisboa Central (Fig. 6). A forma de operacionalizar os recursos humanos num Serviço de Anestesiologia com os constrangimentos atuais de falta de recursos humanos, sem recurso a contractação externa, foi a reflexão de Lucindo Ormonde, diretor do Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar Lisboa Norte, com base na experiência do seu hospital (Fig. 7). Jorge Reis, anestesiologista, assistente graduado do Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho, abordou a importância de um registo clínico, a informatização do processo clínico e a utilidade das bases de dados (Fig. 8). Os modelos de contratualização e os modelos de financiamento pela sua importância na vida de uma instituição hospitalar foram os temas de desenvolvimento de Henrique Martins, presidente dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (Fig. 9). As palestras foram seguidas de períodos de discussão com a participação de colegas que transportaram para a assistência realidades hospitalares díspares que espelharam assimetrias regionais importantes e informação relevante para a compreensão das dificuldades e condicionalismos que afetam a nossa atividade clínica. No final, Rosário Órfão apresentou as conclusões da reunião. Figura 5 - Paulo Lemos Figura 6 - Francisco Lucas Matos Figura 7 - Lucindo Ormonde Figura 8 - Jorge Reis Figura 9 - Henrique Martins

16 Reversão do bloqueio previsível, completa e rápida Tempo até à reversão completa, desde o reaparecimento de T 2 1 Doentes que atingiram um rácio TOF de 0.9 (%) BRIDION 2 mg/kg (n=47) 100 Neoestigmina 50 µg/kg (n=45) Tempo (min) Tempo até à reversão completa desde a CPT 2 Doentes que atingiram um rácio TOF de 0.9 (%) Tempo (min) BRIDION 4 mg/kg (n=37) Neoestigmina 70 µg/kg (n=37) PREVISÍVEL E COMPLETA RÁPIDA Recuperação com reaparecimento do T 2 97% 98% um rácio de TOF de 0,9 decorridos 5 minutos 1 um rácio de TOF de 0,9 decorridos 5 minutos 2 dos doentes tratados com BRIDION atingiram dos doentes tratados com BRIDION atingiram 1,4 min tempo mediano até à recuperação [n=47] 1 Recuperação com 1 a 2 CPT 2,7 min tempo mediano até à recuperação [n=37] 2 Reversão previsível, completa e rápida do BNM numa ampla diversidade de doentes e procedimentos. 1. Blobner M, Eriksson LI, Scholz J, et al. Reversal of rocuronium-induced neuromuscular blockade with sugammadex compared with neostigmine during sevoflurane anaesthesia: results of a randomised, controlled trial. Eur J Anaesthesiol. 2010;27(10): Jones RK, Caldwell JE, Brull SJ, et al. Reversal of profound rocuronium-induced blockade with sugammadex: a randomized comparison with neostigmine. Anesthesiology. 2008;109(5): INFORMAÇÕES COMPATÍVEIS COM O RCM Nome do Medicamento e Forma Farmacêutica Bridion 100 mg/ml solução injetável Composição Qualitativa e Quantitativa Cada ml de solução contém 100 mg de sugamadex Indicações terapêuticas Reversão do bloqueio neuromuscular induzido pelo rocurónio ou pelo vecurónio em adultos. População pediátrica e adolescentes (entre 2 e 17 anos): reversão de rotina do bloqueio induzido pelo rocurónio Posologia e modo de administração Adultos Reversão de rotina: 4 mg/kg se a recuperação atingiu, pelo menos, 1-2 contagens pós-tetânica (PTC) após o bloqueio induzido pelo rocurónio ou pelo vecurónio. 2 mg/kg se a recuperação espontânea ocorreu até, pelo menos, ao reaparecimento de T2 após o bloqueio induzido pelo rocurónio ou pelo vecurónio. Reversão imediata após bloqueio induzido pelo rocurónio 16 mg/kg de sugamadex. Não há dados que permitam recomendar sugamadex na reversão imediata após bloqueio induzido pelo vecurónio. Consultar RCM completo para uso em pediatria, idosos, obesos, compromisso renal e hepático Contra-indicações Hipersensibilidade à substância activa ou a qualquer um dos excipientes Advertências e precauções especiais de utilização Após o bloqueio neuromuscular é recomendado monitorizar o doente no período pósoperatório imediato relativamente a acontecimentos indesejáveis, incluindo recorrência de bloqueio neuromuscular. Monitorização da função respiratória durante a recuperação: Mesmo que esteja completa a recuperação do bloqueio neuromuscular outros fármacos usados no período peri e pós-operatório poderão deprimir a função respiratória É obrigatório manter o doente sob ventilação assistida até que recupere a respiração espontânea. Recorrência de bloqueio: deverão ser usadas as doses recomendadas para reversão de rotina e reversão imediata. Re-administração de rocurónio ou vecurónio após reversão de rotina (até 4 mg/kg de sugamadex) Tempo de espera de 5 minutos se usado rocurónio 1,2 mg kg, ou 4 horas para rocurónio 0,6 mg/kg ou vecurónio 0,1mg/ kg.recomendado tempo de espera de 24 h até nova administração de agentes bloqueadores neuromusculares após reversão com sugamadex 16 mg/kg e em doentes com compromisso renal ligeiro a moderado; nestes doentes, caso necessário um bloqueio neuromuscular antes, usar rocurónio 1,2 mg/kg. Não é recomendado uso de sugamadex em doentes com compromisso renal grave ou que necessitem de diálise. Efeito na hemostase: sugamadex prolongou ligeiramente tempo de tromboplastina parcial ativada (aptt) e tempo de protrombina (PT)[INR]. Não houve efeito clinicamente relevante quando isolado ou em associação com anticoagulantes na incidência de complicações hemorrágicas peri ou pós-operatórias. Precaução quando se considera o uso de sugamadex em doentes que recebem tratamento anti-coagulante para co-morbilidade ou condição pré-existente. Em doentes com défices hereditários de factores de coagulação dependentes da vitamina K; coagulopatias pré-existentes; a receber derivados cumarínicos e com INR acima de 3,5; que tomam anticoagulantes e que recebem dose de sugamadex de 16 mg/kg, para a administração de sugamadex o anestesiologista tem que decidir se o benefício é superior ao possível risco de complicações hemorrágicas, considerando antecedentes de episódios hemorrágicos e tipo de cirurgia programada. Recomenda-se a monitorização da hemostase e dos parâmetros da coagulação. Bradicardia acentuada: Em casos raros, foi observada bradicardia acentuada alguns minutos após a administração de sugamadex para reversão do bloqueio neuromuscular, com risco ocasional de paragem cardíaca. Os doentes devem ser cuidadosamente monitorizados relativamente a alterações hemodinâmicas durante e após a reversão do bloqueio neuromuscular. O tratamento com agentes anticolinérgicos, tais como a atropina, deve ser administrado se se observar bradicardia clinicamente significativa. Compromisso hepático: Doentes com compromisso hepático grave devem ser tratados com bastante precaução. Se acompanhado de coagulopatia ver a informação referente ao efeito na hemóstase. Uso na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI): Sugamadex não foi estudado em doentes a receber rocurónio ou vecurónio na UCI. Uso para reversão de bloqueadores neuromusculares para além do rocurónio ou do vecurónio: Sugamadex não deverá ser usado na reversão do bloqueio induzido por agentes bloqueadores não esteroides, como a succinilcolina ou as benzilisoquinolinas, e agentes bloqueadores esteroides que não sejam o rocurónio ou o vecurónio. Dados disponíveis para a reversão do bloqueio induzido pelo pancurónio são muito reduzidos, pelo que não se aconselha o uso de sugamadex nesta situação Interações medicamentosas e outras formas de interação Interações devidas ao prolongamento do efeito de rocurónio ou vecurónio: Quando são administrados no período pós-operatório fármacos que potenciam o bloqueio neuromuscular, ter em especial atenção a possibilidade de recorrência de bloqueio. (consultar RCM de rocurónio ou vecurónio para lista de fármacos específicos). No caso de ser observada recorrência de bloqueio, o doente pode necessitar de ventilação mecânica e re-administração de sugamadex. Interações por deslocamento: toremifeno e ácido fusídico. Nas situações em que as potenciais interações por deslocamento podem ser antecipadas, os doentes deverão ser cuidadosamente monitorizados em relação aos sinais de recorrência de bloqueio neuromuscular (aproximadamente até 15 minutos) após a administração parentérica de outro fármaco num período de 7,5 horas após a administração de sugamadex. Interações por captura: contracetivos hormonais. Considerar a readministração do medicamento, a administração de um equivalente terapêutico (preferencialmente de uma classe química diferente) e/ou recorrer a intervenções não farmacológicas, conforme apropriado. Interferência com testes laboratoriais: doseamento da progesterona sérica e de alguns parâmetros da coagulação (aptt, PT, INR) Efeitos indesejáveis Disgeusia; reacções de hipersensibilidade ao fármaco (de reacções cutâneas isoladas a reacções sistémicas graves, anafilaxia, choque anafilático), complicações anestésicas, indicativas da restauração da função de neuromuscular (ex: movimento de membro ou corpo, tosse durante procedimento anestésico ou cirurgia, esgares ou sugar do tubo endotraqueal). Na pós-comercialização foram observados casos isolados de bradicardia acentuada e bradicardia com paragem cardíaca alguns minutos após a administração de sugamadex. Notificados alguns casos de recuperação da consciência com relação com sugamadex incerta. Recorrência do bloqueio: Praticamente todos os casos provêm dos estudos de determinação da dose em que foram administradas doses sub-ótimas (menos de 2 mg/kg). Em dados pós comercialização e num ensaio clínico em doentes com história de complicações pulmonares, o broncospasmo foi notificado como possível efeito adverso. Titular de Autorização de Introdução no Mercado (AIM): Merck Sharp & Dohme Limited, Hertford Road, Hoddesdon, Hertfordshire EN11 9BU, Reino Unido Data revisão do texto 02/2014. Para mais informações contatar o titular de AIM ou seu representante local. Medicamento sujeito a receita médica restrita de utilização reservada a certos meios especializados. Uso exclusivo hospitalar. Merck Sharp & Dohme, Lda. - Quinta da Fonte, 19 - Edíficio Vasco da Gama Paço de Arcos NIPC Tlf: ANES

Programa do Congresso Nacional da SPA

Programa do Congresso Nacional da SPA Programa do Congresso Nacional da SPA Cascais, Hotel Cascais Miragem 12 a 14 de março, 2015 Presidente / President Rosário Órfão (Coimbra) Comissão Científica / Scientific Committee Ana Cristina Mangas

Leia mais

MEIOS AUXILIARES DE DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA: O ESTADO DA ARTE Maria Ana Pires (Porto)

MEIOS AUXILIARES DE DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA: O ESTADO DA ARTE Maria Ana Pires (Porto) SEXTA-FEIRA DIA 28/03/2014 VI ENCONTRO DE ANESTESIA PEDIÁTRICA - SALA ARIANE 08,30h - ABERTURA 09,00h - A ANESTESIA PEDIÁTRICA EM AMBULATÓRIO Fernanda Barros (Porto) MEIOS AUXILIARES DE DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA:

Leia mais

Potencialidades da simulação no ensino da reanimação Miguel Félix (Presidente do Conselho Português de Ressuscitação)

Potencialidades da simulação no ensino da reanimação Miguel Félix (Presidente do Conselho Português de Ressuscitação) Programa Científico Dia 16 de Novembro, Sexta-feira Auditório 1 10:30 (30 minutos) Sessão de abertura e apresentação do congresso 11:00 (90 minutos) Simulação em Medicina de Emergência Moderadores: Álvaro

Leia mais

2009/2010 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DE ANESTESIA

2009/2010 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DE ANESTESIA 2009/2010 COMISSÃO CIENTÍFICA Celínia Antunes Cristina Baião Fernanda Príncipe Henrique Dias Jorge Coelho José Alberto Martins José David Ferreira Marcos Pacheco Nuno Tavares Lopes Paulo Amorim Paulo Figueiredo

Leia mais

Dia 11 de setembro Serviço de Cirurgia - Reunião, um Dia um Tema: Reconstrução da Parede Abdominal: Do Caos ao Controlo

Dia 11 de setembro Serviço de Cirurgia - Reunião, um Dia um Tema: Reconstrução da Parede Abdominal: Do Caos ao Controlo Dia 11 de setembro Serviço de Cirurgia - Reunião, um Dia um Tema: Reconstrução da Parede Abdominal: Do Caos ao Controlo 9:30 09:40 Boas Vindas 9:40-10:00 Abdómen aberto: indicações e desafios (Laurentina

Leia mais

EMERGÊNCIAS MÉDICAS PARA MÉDICOS DENTISTAS CURSO DE CENTRO DE SIMULAÇÃO BIOMÉDICA DE COIMBRA O CENTRO DE SIMULAÇÃO BIOMÉDICA DOS HUC

EMERGÊNCIAS MÉDICAS PARA MÉDICOS DENTISTAS CURSO DE CENTRO DE SIMULAÇÃO BIOMÉDICA DE COIMBRA O CENTRO DE SIMULAÇÃO BIOMÉDICA DOS HUC CURSO DE EMERGÊNCIAS MÉDICAS PARA MÉDICOS DENTISTAS CENTRO DE SIMULAÇÃO BIOMÉDICA DE COIMBRA O CENTRO DE SIMULAÇÃO BIOMÉDICA DOS HUC PARCEIRO PROMOTOR Criado num Hospital Público Universitário, o Centro

Leia mais

Programa 1º Workshop Posicionar o Planeamento e Controlo de Gestão no Hospital. 6-7 Maio 2009 4ªf-5ªf

Programa 1º Workshop Posicionar o Planeamento e Controlo de Gestão no Hospital. 6-7 Maio 2009 4ªf-5ªf Programa 1º Workshop Posicionar o Planeamento e Controlo de Gestão no Hospital 6-7 Maio 2009 4ªf-5ªf A crescente relevância que as áreas do planeamento e controlo de gestão têm assumido na gestão das organizações

Leia mais

EMERGÊNCIAS MÉDICAS PARA MÉDICOS DENTISTAS CURSO DE 29 30 NOVEMBRO 2013 CENTRO DE SIMULAÇÃO BIOMÉDICA DE COIMBRA

EMERGÊNCIAS MÉDICAS PARA MÉDICOS DENTISTAS CURSO DE 29 30 NOVEMBRO 2013 CENTRO DE SIMULAÇÃO BIOMÉDICA DE COIMBRA CURSO DE EMERGÊNCIAS MÉDICAS PARA MÉDICOS DENTISTAS 29 30 NOVEMBRO 2013 CENTRO DE SIMULAÇÃO BIOMÉDICA DE COIMBRA Atribuição de 1 ECTS pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra O CENTRO DE SIMULAÇÃO

Leia mais

12CNG CONGREssO NaCiONal de GEOtECNia GUIMArães 2010

12CNG CONGREssO NaCiONal de GEOtECNia GUIMArães 2010 26 A 29 de abril. GUIMARãES 2010 geotecnia e desenvolvimento sustentável Convite A Sociedade Portuguesa de Geotecnia (SPG) e o Departamento de Engenharia Civil da Universidade do Minho (DEC-UM) têm a honra

Leia mais

PROGRAMA DO CONGRESSO

PROGRAMA DO CONGRESSO PROGRAMA DO CONGRESSO A sua experiência. Monitorização BIS. Isto sim, é tranquilidade. Tudo o que precisa para personalizar a anestesia e melhorar os resultados. 1 A experiência ensinou-o a olhar para

Leia mais

TERAPIAS AVANÇADAS: UMA REALIDADE FARMACÊUTICA? - Desafios do Presente e Perspectivas para o Futuro -

TERAPIAS AVANÇADAS: UMA REALIDADE FARMACÊUTICA? - Desafios do Presente e Perspectivas para o Futuro - III Congresso Científico AEFFUL TERAPIAS AVANÇADAS: UMA REALIDADE FARMACÊUTICA? - Desafios do Presente e Perspectivas para o Futuro - 24 e 25 de Novembro de 2011 (Programa Provisório) Coordenação Científica:

Leia mais

V C O N G R E S S O I N T E R N A C I O N A L

V C O N G R E S S O I N T E R N A C I O N A L PROGRAMA PROVISÓRIO V C O N G R E S S O I N T E R N A C I O N A L IMPLANTE COCLEAR 30 anos de História COIMBRA 11 13 DEZ. 2015 Hotel Vila Galé Coimbra CONVIDADOS INTERNACIONAIS Ad Snik Holanda Agustin

Leia mais

ESTUDOS AVANÇADOS EM ANESTESIA PARA TRANSPLANTAÇÃO HEPÁTICA, RENO-PANCREÁTICA, RENAL E CÓRNEA

ESTUDOS AVANÇADOS EM ANESTESIA PARA TRANSPLANTAÇÃO HEPÁTICA, RENO-PANCREÁTICA, RENAL E CÓRNEA Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar do Porto Director de Serviço Dr. Humberto Machado Março de 2014 ESTUDOS AVANÇADOS EM ANESTESIA PARA TRANSPLANTAÇÃO HEPÁTICA, RENO-PANCREÁTICA, RENAL E CÓRNEA

Leia mais

CUIDADOS NACIONAL CONGRESSO CONTINUADOS 2 º. 25 e 26. Nov. 2011 PROGRAMA CIENTÍFICO. Dr. Manuel Lemos. Faculdade de Medicina Dentária, Lisboa

CUIDADOS NACIONAL CONGRESSO CONTINUADOS 2 º. 25 e 26. Nov. 2011 PROGRAMA CIENTÍFICO. Dr. Manuel Lemos. Faculdade de Medicina Dentária, Lisboa 2 º CONGRESSO NACIONAL CUIDADOS CONTINUADOS Presidente de Honra Dr. Manuel Lemos Presidente do Congresso Dr. Manuel Caldas de Almeida 25 e 26. Nov. 2011 Faculdade de Medicina Dentária, Lisboa PROGRAMA

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

Resultados da Candidatura a Alojamento

Resultados da Candidatura a Alojamento Resultados da Candidatura a Alojamento Unidade Orgânica: Serviços de Acção Social RESIDÊNCIA: 02 - ESE ANO LECTIVO: 2015/2016 2ª Fase - Resultados Definitivos >>> EDUCAÇÃO BÁSICA 14711 Ana Catarina Mendes

Leia mais

PROMOTOR. Parceria Científica com a UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA

PROMOTOR. Parceria Científica com a UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA PROMOTOR Parceria Científica com a UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA Apresentação O objetivo deste curso é proporcionar uma formação avançada, bem como a aquisição de competências e conhecimentos, de forma

Leia mais

Relatório do Núcleo de Nutrição em Cardiologia (NNC) da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC), referente ao biénio 2007/2009.

Relatório do Núcleo de Nutrição em Cardiologia (NNC) da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC), referente ao biénio 2007/2009. Relatório do Núcleo de Nutrição em Cardiologia (NNC) da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC), referente ao biénio 2007/2009. O Secretariado do NNC para o biénio 2007/2009, eleito em 23 de Abril de

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO 2008

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO 2008 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO 2008 AREA DE FORMAÇÃO - ESTRUTURAÇÃO DA ÁREA Foi possível no decorrer de 2008 encontrar na ÁREA DE FORMAÇÃO uma estabilidade ao nível dos recursos humanos que proporcionou

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA DATA: 1 a 3 de SETEMBRO LOCAL: HOTEL GOLDEN TULIP / VITÓRIA-ES Realização: Tema: O Envolvimento Interdisciplinar na Qualidade de Assistência e na Segurança do Paciente COMISSÃO ORGANIZADORA

Leia mais

PROGRAMA. 30 de Maio. Professor na Universidade de Amesterdão e FMUL, Investigador Coordenador do IS

PROGRAMA. 30 de Maio. Professor na Universidade de Amesterdão e FMUL, Investigador Coordenador do IS PROGRAMA 9:00 Abertura Secretariado 09:45-10:00 Sessão de Abertura 30 de Maio Prof.ª Luísa Figueira, Prof.ª Sílvia Ouakinin, José Barata, Patrícia Câmara 10:00-11:00 Conferência "Doenças dinâmicas: perspectivas

Leia mais

ORDEM DOS FARMACÊUTICOS - RESPOSTA A PEDIDO DE CREDITAÇÃO

ORDEM DOS FARMACÊUTICOS - RESPOSTA A PEDIDO DE CREDITAÇÃO Filipe Leonardo De: suporte@sensocomum.pt Enviado: terça-feira, 16 de Outubro de 2012 18:05 Para: mguedes.silva@mjgs.pt ; joanaviveiro@ordemfarmaceuticos.pt; joaomartinho@ordemfarmaceuticos.pt Assunto:

Leia mais

FORMAÇÃO PÓS-GRADUADA EM PEDIATRIA

FORMAÇÃO PÓS-GRADUADA EM PEDIATRIA FORMAÇÃO PÓS-GRADUADA EM PEDIATRIA 28 de Março a 12 de Dezembro de 2014 Patrocínio Apoio 28 de Março de 2014 1.º CURSO: FLUIDOTERAPIA ENDOVENOSA EM PEDIATRIA Augusto Ribeiro Augusto Ribeiro, Maria José

Leia mais

COLOC A Ç ÕES DOS NOSSOS ALUNOS NA 1ª FAS E

COLOC A Ç ÕES DOS NOSSOS ALUNOS NA 1ª FAS E Alexandre Garcia Franco Ana Filipa dos Anjos Soares Ana Filipa Martins Antunes Ana Rita Fragoso Jordão André Daniel Andrade Nunes dos Santos Beatriz Alexandra da Silva Oliveira Beatriz Henriques Xavier

Leia mais

Congresso de Pneumologia do Norte

Congresso de Pneumologia do Norte Congresso de Pneumologia do Norte Sheraton Porto Hotel PORTO, 2 a 4 de Março de 2011 Segundo Anúncio Patrocínio Científico: COMISSÃO ORGANIZADORA Presidente Bárbara Parente Secretária Geral Anabela Marinho

Leia mais

Centro de Simulação Biomédica. Serviço de Anestesiologia. Bloco Operatório Central. Hospitais da Universidade de Coimbra CHUC, EPE.

Centro de Simulação Biomédica. Serviço de Anestesiologia. Bloco Operatório Central. Hospitais da Universidade de Coimbra CHUC, EPE. Centro de Simulação Biomédica Serviço de Anestesiologia Bloco Operatório Central Hospitais da Universidade de Coimbra CHUC, EPE. Curso Plano de Formação Avançada: Business Intelligence e o Novo Cliente

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013 13897152 ALEXANDRE RIBEIRO DA SILVA Colocado em 0701 9011 11279428 ANA CATARINA MELO DE ALMEIDA Colocada em 0902 14423301 ANA CATARINA VITORINO DA SILVA Colocada em 0604 9229 14306028 ANA JOÃO REMÍGIO

Leia mais

BIOÉTICA E ÉTICA MÉDICA

BIOÉTICA E ÉTICA MÉDICA BIOÉTICA E ÉTICA MÉDICA CIDES EXT. TELEFONE Direção - Doutor Rui Nunes 26845 220426845 Lic. Filipa Santos (Secretariado) 26840 220426840 Doutora Guilhermina Rego 26844 220426844 Mestre Ivone Duarte 26841

Leia mais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais A 796 Neuza Soraia Rodrigues Carvalhas Direito e Processual 729 Maria Teresa Barros Ferreira Direito e Processual 938 Rute Isabel Bexiga Ramos Direito e Processual 440 Inês Lopes Raimundo Direito e Processual

Leia mais

aelousada.net AE Lousada Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2014

aelousada.net AE Lousada Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2014 ALBERTINO CLÁUDIO DE BESSA VIEIRA Colocado em 3138 Instituto Politécnico do Porto - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Felgueiras ALBERTO RAFAEL SILVA PEIXOTO Colocado em 3064 Instituto Politécnico

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA 2.º Ciclo - TABUADA 1.ºs 6.º Ac 7 Fernando Miguel L. Fontes 100,0 6.º Ac 8 Francisca Vicente Silva 100,0 6.º Bc 2 Daniel Henriques Lourenço 99,6 3.ºs 5.º Bc 16 Simão Pedro Tojal Almeida 99,6 5.º Ac 10

Leia mais

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1 1. NOME DO MEDICAMENTO Bridion 100 mg/ml solução injectável 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA 1 ml contém sugamadex sódico equivalente a 100 mg

Leia mais

INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA IMPORTANTE

INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA IMPORTANTE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA IMPORTANTE para os médicos prescritores de PROTELOS /OSSEOR (Ranelato de estrôncio) 2 g granulado para suspensão oral Estes medicamentos estão sujeitos a monitorização adicional

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14286394 ALBANO LUIS ANDRADE PEREIRA Não colocado 14388714 ANA BEATRIZ MARTINS MACHADO Colocada em 3133 9104 14371141 ANA CATARINA MOREIRA LEAL Colocada em 7003 14319342 ANA CATARINA SOUSA RIBEIRO Colocada

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13008 10 E Técnico de Instalações Elétricas Carlos Jorge Oliveira Rodrigues Escola Secundária de São Pedro do Sul 13791 10 E Técnico de Instalações Elétricas Daniel dos Santos Rodrigues Escola Secundária

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

Listagem de contactos e ramos/áreas de especialidade dos Professores Doutorados na Escola de Direito da Universidade do Minho

Listagem de contactos e ramos/áreas de especialidade dos Professores Doutorados na Escola de Direito da Universidade do Minho Departamento de Ciências Jurídicas Gerais Profª. Doutora Maria Clara da Cunha Calheiros de Carvalho Profª. Associada, Com Agregação Email: claracc@direito.uminho.pt Profª. Doutora Patrícia Penélope Mendes

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13948 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Gabriela Pedro Fernandes Escola Básica n.º 2 de São Pedro do Sul 13933 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Júlia Capela Pinto Escola Básica n.º 2 de São Pedro do

Leia mais

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços Curso de Gestão Empresarial para Comércio e Serviços PROMOÇÃO: COLABORAÇÃO DE: EXECUÇÃO: APRESENTAÇÃO: > A aposta na qualificação dos nossos recursos humanos constitui uma prioridade absoluta para a Confederação

Leia mais

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé Horário n.º: 27-18 horas 2013-10-09 Grupo de Recrutamento: 420 - Geografia LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Ordenação Graduação

Leia mais

CURSO DE SUPORTE BÁSICO DE VIDA COM DAE

CURSO DE SUPORTE BÁSICO DE VIDA COM DAE CURSO DE SUPORTE BÁSICO DE VIDA COM DAE e ADMINISTRAÇÃO DE VACINAS E MEDICAMENTOS INJECTÁVEIS EM FARMÁCIA COMUNITÁRIA Formação Inicial Conducente à Certificação A Portaria 1429/2007, de 2 de Novembro,

Leia mais

NOTÍCIAS. Pró Inclusão ANDEE 7. Junho de 2010. Caros associados da Pró Inclusão

NOTÍCIAS. Pró Inclusão ANDEE 7. Junho de 2010. Caros associados da Pró Inclusão Pró Inclusão ANDEE 7 NOTÍCIAS Junho de 2010 ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE DOCENTES DE EDUCAÇÃO ESPECIAL Quinta da Arreinela de Cima, 2800-305 Almada TLM: 927 138 311 - E-mail: proandee@gmail.com Site: http://proinclusao.com.sapo.pt

Leia mais

Workshop O Poder dos Pequenos e Médios Estados na Grande Guerra: Comparação Portugal-Brasil 8 de Abril de 2015. Instituto da Defesa Nacional.

Workshop O Poder dos Pequenos e Médios Estados na Grande Guerra: Comparação Portugal-Brasil 8 de Abril de 2015. Instituto da Defesa Nacional. Workshop O Poder dos Pequenos e Médios Estados na Grande Guerra: Comparação Portugal-Brasil 8 de Abril de 2015 Instituto da Defesa Nacional Programa Auditório 2 10h00-10h45 Abertura do Workshop Vítor Viana

Leia mais

VIª Reunião de Neurocirurgia Pediátrica 5 e 6 de Março 2010 Coimbra

VIª Reunião de Neurocirurgia Pediátrica 5 e 6 de Março 2010 Coimbra VIª Reunião de Neurocirurgia Pediátrica 5 e 6 de Março 2010 Coimbra Estimados colegas Na organização da VIª Reunião da Neurocirurgia Pediátrica Portuguesa preocupamonos em envolver os Neurocirurgiões Pediátricos

Leia mais

Dr. Fernando Ganem Doutor pela Faculdade de Medicina da USP Diretor do Serviço de Pronto-Atendimento do Hospital Sírio-Libanês

Dr. Fernando Ganem Doutor pela Faculdade de Medicina da USP Diretor do Serviço de Pronto-Atendimento do Hospital Sírio-Libanês Coordenação Dr. Fernando Ganem Doutor pela Faculdade de Medicina da USP Diretor do Serviço de Pronto-Atendimento do Hospital Sírio-Libanês Prof. Dr. Augusto Scalabrini Neto Professor Associado pela Faculdade

Leia mais

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015 LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110 Ano Letivo - 2014/2015 CANDIDATOS ADMITIDOS: Nº Candidato NOME OSERVAÇÕES 1367130034 Alexandra

Leia mais

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS)

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS) Sala B5 KFS ALEXANDRE DE ALMEIDA SILVA ALEXANDRE HENRIQUE DA ROCHA OLIVEIRA ALEXANDRE MIGUEL DE ALMEIDA PEREIRA ALEXANDRE SILVA FIGUEIREDO ANA CATARINA GOMES MOREIRA ANA CATARINA MARQUES GOMES ANA MARGARIDA

Leia mais

ESTUDOS AVANÇADOS EM ANESTESIOLOGIA PEDIÁTRICA

ESTUDOS AVANÇADOS EM ANESTESIOLOGIA PEDIÁTRICA Serviço de Anestesiologia do Centro Hospitalar do Porto Director de Serviço Dr. Humberto Machado Março de 2014 ESTUDOS AVANÇADOS EM ANESTESIOLOGIA PEDIÁTRICA Conforme o Diário da República 1ª série nº18-26

Leia mais

Anexo I. Titular da autorização de introdução no mercado. Estado Membro. Via de administra ção. Forma farmacêutica. Dosagem

Anexo I. Titular da autorização de introdução no mercado. Estado Membro. Via de administra ção. Forma farmacêutica. Dosagem Anexo I Estado Membro (no EEE) Titular da autorização de introdução no mercado Contacto local DCI Nome de fantasia Dosagem Forma farmacêutica Via de administra ção Fresenius Medical Care Nephrologica Deutschland

Leia mais

CURSO DE HABILIDADES PRÁTICAS EM MEDICINA INTENSIVA 8 e 9 de agosto de 2014 03 e 04 de outubro de 2014

CURSO DE HABILIDADES PRÁTICAS EM MEDICINA INTENSIVA 8 e 9 de agosto de 2014 03 e 04 de outubro de 2014 CURSO DE HABILIDADES PRÁTICAS EM MEDICINA INTENSIVA 8 e 9 de agosto de 2014 03 e 04 de outubro de 2014 Coordenação Dr. Luciano Cesar Pontes Azevedo Doutor em medicina pela Universidade de São Paulo - USP

Leia mais

XVII PROGRAMA CIENTÍFICO. 10 e 11. outubro. 2014 Casa do Médico, Porto. Jornadas Regionais PC A melhor prática clínica para o médico atual

XVII PROGRAMA CIENTÍFICO. 10 e 11. outubro. 2014 Casa do Médico, Porto. Jornadas Regionais PC A melhor prática clínica para o médico atual XVII Jornadas Regionais PC A melhor prática clínica para o médico atual 10 e 11. outubro. 2014 Casa do Médico, Porto Presidente de Honra: Prof. Doutor João Barreto Presidente: Dr. José Canas da Silva Secretário

Leia mais

mguedes.silva@mjgs.pt ; joao.tedim@sensocomum.pt; joanaviveiro@ordemfarmaceuticos.pt; joaomartinho@ordemfarmaceuticos.pt Assunto:

mguedes.silva@mjgs.pt ; joao.tedim@sensocomum.pt; joanaviveiro@ordemfarmaceuticos.pt; joaomartinho@ordemfarmaceuticos.pt Assunto: Filipe Leonardo De: suporte@sensocomum.pt Enviado: terça-feira, 27 de Outubro de 2009 9:21 Para: mguedes.silva@mjgs.pt ; joao.tedim@sensocomum.pt; joanaviveiro@ordemfarmaceuticos.pt; joaomartinho@ordemfarmaceuticos.pt

Leia mais

TRANSPORTE INTER-HOSPITALAR PEDIÁTRICO DA REGIÃO NORTE NORMAS DE ACTIVAÇÃO E CRITÉRIOS DE TRANSPORTE

TRANSPORTE INTER-HOSPITALAR PEDIÁTRICO DA REGIÃO NORTE NORMAS DE ACTIVAÇÃO E CRITÉRIOS DE TRANSPORTE TRANSPORTE INTER-HOSPITALAR PEDIÁTRICO DA REGIÃO NORTE NORMAS DE ACTIVAÇÃO E CRITÉRIOS DE TRANSPORTE O sistema de Transporte Inter-hospitalar Pediátrico (TIP) foi formalmente criado por protocolo entre

Leia mais

CIRCULAÇÃO EXTRACORPÓREA

CIRCULAÇÃO EXTRACORPÓREA Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia CIRCULAÇÃO EXTRACORPÓREA e Assistência Circulatória Mecânica Organização: Diretor da Divisão de Cirurgia: Luiz Carlos Bento Souza Coordenação Médica: Magaly Arrais

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 1 FRANCISCO PEREIRA 36 SENIOR MASC. VITÓRIA S.C. 20.23 2 ANDRE SANTOS 48 SENIOR MASC. C.A.O.VIANENSE 20.27 3 JORGE CUNHA 3 SENIOR MASC. S.C.MARIA DA FONTE 21.14 4 DOMINGOS BARROS

Leia mais

Descobrir para saber cuidar 2 º. Congresso Internacional. Lusíadas Saúde 17 OUTUBRO 2015 HOTEL THE OITAVOS QUINTA DA MARINHA - CASCAIS

Descobrir para saber cuidar 2 º. Congresso Internacional. Lusíadas Saúde 17 OUTUBRO 2015 HOTEL THE OITAVOS QUINTA DA MARINHA - CASCAIS NOVOS CAMINHOS 2 º Internacional 17 OUTUBRO 2015 HOTEL THE OITAVOS QUINTA DA MARINHA - CASCAIS 1oh 1oh30 11h 11h30 Gestão de Risco - Toda a atenção é pouca Moderador: Nuno Candeias Hospital Lusíadas Lisboa

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO COM ARMAS DE CAÇA. CAMPEONATO REGIONAL CENTRO - FOSSO UNIVERSAL 3ª CONTAGEM - 21 e 22 ABRIL de 2007

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO COM ARMAS DE CAÇA. CAMPEONATO REGIONAL CENTRO - FOSSO UNIVERSAL 3ª CONTAGEM - 21 e 22 ABRIL de 2007 GERAL 1 1 4 00646 Alexandre Paulo Vilar Matias 6 C.C.P. Ovar S 24 24 24 24 96 2 40 01738 Hélder Rodrigues Correia 5 C.T. Vale das Pedras S 23 23 24 25 95 3 90 00043 Vítor José Carreira Lopes 7 C.D.C.L.

Leia mais

RAZÃO COMPETÊNC CIÊNCIA. 29-30.abril.2015. auditorio DO ISMAI PROGRAMA

RAZÃO COMPETÊNC CIÊNCIA. 29-30.abril.2015. auditorio DO ISMAI PROGRAMA CIÊNCIA IA COMPETÊNC RAZÃO 29-30.abril.2015 auditorio DO ISMAI PROGRAMA 29.04. PROGRAMA 9:00 CERIMÓNIA DE ABERTURA Dr. José Azevedo Presidente da Direção da Maiêutica Prof. Doutor Domingos Oliveira Silva

Leia mais

Ana Sofia de Carvalho Mota. Enfermeira (2-E-45389)

Ana Sofia de Carvalho Mota. Enfermeira (2-E-45389) Curriculum Vitae INFORMAÇÃO PESSOAL Ana Sofia de Carvalho Mota Rua Maria Vitória Borboun Bobone. Apartamento 623. Lote 22.6., 3030-502 Coimbra (Portugal) 962 434 305 anasoficarvalhomota@hotmail.com PROFISSÃO

Leia mais

MEDIA TRAINNING. Programa

MEDIA TRAINNING. Programa MEDIA TRAINNING Comunicar em saúde Local HUC Centro de Simulação Biomédica dos Hospitais da Universidade de Coimbra Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, EPE Data 5 de Maio, 2012 Horário Manhã

Leia mais

5ª Feira Dia 8 DIA DEDICADO Á MEDICINA DESPORTIVA

5ª Feira Dia 8 DIA DEDICADO Á MEDICINA DESPORTIVA 5ª Feira Dia 8 DIA DEDICADO Á MEDICINA DESPORTIVA 8.00 - Abertura do Secretariado. Inscrição e entrega de documentação 08.15 Início das Sessões: Dr. Fonseca Esteves: Presidente da Sociedade Portuguesa

Leia mais

Abertura e Apresentação do Think Tank Saúde que Conta Decisão Partilhada em Saúde. Ana Escoval

Abertura e Apresentação do Think Tank Saúde que Conta Decisão Partilhada em Saúde. Ana Escoval Abertura e Apresentação do Think Tank Saúde que Conta Decisão Partilhada em Saúde Ana Escoval 7 de maio de 2013 O projeto Saúde que Conta é uma iniciativa de investigação nacional, no âmbito da Capacitação

Leia mais

I Curso Pós-Graduado de Atualização

I Curso Pós-Graduado de Atualização I Curso Pós-Graduado de Atualização sobre DIREITO DA MEDICINA & JUSTIÇA PENAL Coordenadores: JOÃO LOBO ANTUNES (Professor Catedrático da Faculdade de Medicina da MARIA FERNANDA PALMA (Professora Catedrática

Leia mais

SPMA RELATÓRIO DE ACTIVIDADES

SPMA RELATÓRIO DE ACTIVIDADES SPMA RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2011 A Direção da SPMA, no sentido de alcançar os objetivos propostos e expressos na sua carta de candidatura para este triénio desenvolveu e concretizou diversos projetos.

Leia mais

Human Governance 47 º. Encontro Nacional da APG ANOS. Centro Cultural de Belém. Estratégico das Organizações. Negreiros. programa

Human Governance 47 º. Encontro Nacional da APG ANOS. Centro Cultural de Belém. Estratégico das Organizações. Negreiros. programa programa 47 º Encontro Nacional da APG Human Governance A Gestão das Pessoas no Core Estratégico das Organizações Lisboa 22 outubro 2014 ANOS Centro Cultural de Belém Sala Almada Negreiros Durante o evento

Leia mais

2.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA

2.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA 2.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA Gestão Inteligente e Competitividade 15 de Setembro 2011 Museu da Carris Conheça as estratégias nacionais e internacionais para uma gestão eficiente da mobilidade urbana

Leia mais

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa PARCERIA

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa PARCERIA 3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA ORGANIZAÇÃO PARCERIA UMA PUBLICAÇÃO Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa APRESENTAÇÃO Depois de duas edições,

Leia mais

I Curso de Transplantação para Medicina Geral e Familiar

I Curso de Transplantação para Medicina Geral e Familiar PROGRAMA PROVISÓRIO 05 de Dezembro de 2013 - (5ª feira) 08:30 Abertura do 08:50-09:00 Sessão de Abertura. Boas Vindas. 09:00-09:30 A Transplantação em Portugal e no Mundo (algumas notas históricas) Domingos

Leia mais

Programa. Sexta-Feira, dia 19/11/2010 - Sala 1

Programa. Sexta-Feira, dia 19/11/2010 - Sala 1 Reunião Conjunta da Sociedade Portuguesa de Cardiologia e Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos O Coração no Doente Crítico Hotel dos Templários, Tomar 19 e 20 de Novembro de 2010 Programa 14:00

Leia mais

A CONTRATUALIZAÇÃO INTERNA FIGUEIRA DA FOZ HOTEL EUROSTARS OASIS PLAZA 19 DE SETEMBRO

A CONTRATUALIZAÇÃO INTERNA FIGUEIRA DA FOZ HOTEL EUROSTARS OASIS PLAZA 19 DE SETEMBRO A CONTRATUALIZAÇÃO INTERNA FIGUEIRA DA FOZ HOTEL EUROSTARS OASIS PLAZA 19 DE SETEMBRO MODERAÇÃO PEDRO BEJA AFONSO Para além de Presidente do Conselho de Administração do Hospital Distrital da Figueira

Leia mais

Programa Médico. Domingo, 10/05/2009. Sala Real. Moderadores: Álvaro Moreira da Silva (Porto) e Ricardo Matos (Lisboa)

Programa Médico. Domingo, 10/05/2009. Sala Real. Moderadores: Álvaro Moreira da Silva (Porto) e Ricardo Matos (Lisboa) Programa Médico Domingo, 10/05/2009 Sala Real Moderadores: Álvaro Moreira da Silva (Porto) e Ricardo Matos (Lisboa) 15.00 horas - Conferência: O conceito de disfunção/falência múltipla de órgãos (FMO)

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

Secretariado e Inscrições. Celebrando o

Secretariado e Inscrições. Celebrando o Celebrando o Secretariado e Inscrições www.osteogeneseimperfeita.tecnovisao.com ou a.p.osteogeneseimperfeita@gmail.com Dia Internacional Osteogénese Imperfeita (International wishbone Day) Rua Cooperativa

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2015

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2015 15380448 AFONSO JORGE VAZ DA SILVA Colocado em 0501 9448 15216377 ALBA PARDO TEIXEIRA Colocada em 3063 9061 15360271 ALBERTO FILIPE ABREU CERQUEIRA Colocado em 3012 L021 15346058 ALEXANDRA MAIA DA SILVA

Leia mais

CIRCUITO PORTUGAL TOUR 2015 4ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 04.07.2015. APRENDIZ - 2007 + NOVOS Prova- corrida 200 mts + natação 50 mts + corrida 200 mts

CIRCUITO PORTUGAL TOUR 2015 4ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 04.07.2015. APRENDIZ - 2007 + NOVOS Prova- corrida 200 mts + natação 50 mts + corrida 200 mts CIRCUITO PORTUGAL TOUR 0 ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 0.0.0 APRENDIZ - 00 + NOVOS Prova- corrida 00 mts + natação 0 mts + corrida 00 mts A LUISA CUNHA Casa Benfica de Abrantes 00 0:: A0 INÊS IACHIMOVSCHI

Leia mais

Projeto de Movimento dos Oficiais de Justiça de junho de 2015

Projeto de Movimento dos Oficiais de Justiça de junho de 2015 Projeto de Movimento dos Oficiais de Justiça de junho de 2015 Alexandre Luís Albuquerque E Quinhones Gaiolas, 3274/10, Bom com Distinção, Transição, Ana Maria Pires Matias Soares, 3149/10, Muito Bom, Transferência,

Leia mais

MEDIA TRAINNING. Programa

MEDIA TRAINNING. Programa MEDIA TRAINNING Comunicar em saúde Local HUC Centro de Simulação Biomédica dos Hospitais da Universidade de Coimbra Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, EPE Data 5 de Maio, 2012 Horário Manhã

Leia mais

Dimensão Segurança do Doente. Check-list Procedimentos de Segurança

Dimensão Segurança do Doente. Check-list Procedimentos de Segurança 1. 1.1 1.2 Cultura de Segurança Existe um elemento(s) definido(s) com responsabilidade atribuída para a segurança do doente Promove o trabalho em equipa multidisciplinar na implementação de processos relativos

Leia mais

Curso de Suporte Básico de Vida para Farmacêuticos e Curso de Administração de Vacinas e Medicamentos Injetáveis em Farmácia Comunitária

Curso de Suporte Básico de Vida para Farmacêuticos e Curso de Administração de Vacinas e Medicamentos Injetáveis em Farmácia Comunitária Curso de Suporte Básico de Vida para Farmacêuticos e Curso de Administração de Vacinas e Medicamentos Injetáveis em Farmácia Comunitária A Portaria 1429/2007, de 2 de novembro, consagra que os serviços

Leia mais

PROGRAMA IV BRASIL PREVENT & II LATIN AMERICAN PREVENT DATA: 05 A 07 DEZEMBRO 2013 BAHIA OTHON PALACE HOTEL SALVADOR BAHIA

PROGRAMA IV BRASIL PREVENT & II LATIN AMERICAN PREVENT DATA: 05 A 07 DEZEMBRO 2013 BAHIA OTHON PALACE HOTEL SALVADOR BAHIA PROGRAMA IV BRASIL PREVENT & II LATIN AMERICAN PREVENT DATA: 05 A 07 DEZEMBRO 2013 BAHIA OTHON PALACE HOTEL SALVADOR BAHIA Sábado 07 de Dezembro de 2013 09:00 10:30 Sessão 4 Novas Estratégias Para Prevenção

Leia mais

A Psiquiatria dos Últimos 25 anos

A Psiquiatria dos Últimos 25 anos XXII JORNADA PERNAMBUCANA DE PSIQUIATRIA Centro de Convenções de PE - 4, 5 e 6 de agosto de 2005 A Psiquiatria dos Últimos 25 anos HOMENAGEM A JOSÉ CARLOS SOUTO 1 o. presidente da SPP José Francisco de

Leia mais

VARICELA OU HERPES ZOSTER EM CRIANÇAS INTERNADAS

VARICELA OU HERPES ZOSTER EM CRIANÇAS INTERNADAS VARICELA OU HERPES ZOSTER EM CRIANÇAS INTERNADAS Ana Leça - HDE Maria João Branco - ONSA / INSA Maria João Brito - HFF / HDE Catarina Gouveia HDE João Farela Neves - HDE Baltazar Nunes - ONSA / INSA Introdução

Leia mais

MBA em GESTÃO DE UNIDADES DE SAÚDE

MBA em GESTÃO DE UNIDADES DE SAÚDE MBA em Este MBA resulta do protocolo de colaboração estabelecida entre a Escola da APEL e a UAL, e com a participação da Escola Superior de Enfermagem S. Francisco das Misericórdias. Coordenador Científico

Leia mais

MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO - Especialização em Administração e Organização Escolar

MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO - Especialização em Administração e Organização Escolar 2014 MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO - Especialização em Administração e Organização Escolar Título do relatório: Os Exames Nacionais do Ensino Secundário como Modelo de Avaliação Externa Autor: Maria

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 PROJECTO CONJUNTO DE INTERNACIONALIZAÇÃO MÉXICO 2015-2016 MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 INSCRIÇÕES ATÉ 15 DE JANEIRO 2016 Promotor: Co-financiamento: Monitorização: Foto: Miguel Moreira

Leia mais

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28 LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600 Horário 28 Graduação Profissional Nº Candidato Nome 24,508 4716699811 Vanda Isabel do Vale Silva Almeida 24,203 8219102942 Cristina Maria da

Leia mais

MINISTÉRIO da SAÚDE. Gabinete do Secretário de Estado da Saúde INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE

MINISTÉRIO da SAÚDE. Gabinete do Secretário de Estado da Saúde INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE APRESENTAÇÃO DO PRONTUÁRIO TERAPÊUTICO INFARMED, 3 DE DEZEMBRO DE 2003 Exmo. Senhor Bastonário da Ordem dos Farmacêuticos Exmo. Senhor Bastonário

Leia mais

PROGRAMA CIENTÍFICO. 25 e 26 fevereiro 2016. Centro de Congressos de Lisboa. Homenagem Nacional: Prof. Doutor A. Pacheco Palha

PROGRAMA CIENTÍFICO. 25 e 26 fevereiro 2016. Centro de Congressos de Lisboa. Homenagem Nacional: Prof. Doutor A. Pacheco Palha Presidente Prof. Doutor A. Pacheco Palha Secretários Gerais Dr. José Canas da Silva e Dr. Rui Cernadas Homenagem Nacional: Prof. Doutor A. Pacheco Palha 25 e 26 fevereiro 2016 Centro de Congressos de Lisboa

Leia mais

Como administrar Nebido com segurança (ampolas)

Como administrar Nebido com segurança (ampolas) Como administrar Nebido com segurança (ampolas) Informação para profissionais de saúde Este folheto fornece informações sobre certos aspetos da administração de Nebido, a fim de ampliar o seu conhecimento

Leia mais

Programa de Formação do Internato Complementar de Medicina Interna aprovado pelo Colégio

Programa de Formação do Internato Complementar de Medicina Interna aprovado pelo Colégio Programa de Formação do Internato Complementar de Medicina Interna aprovado pelo Colégio 1 Duração do internato 60 meses. 2 Definição e âmbito: 2.1 A Medicina Interna ocupa-se da prevenção, diagnóstico

Leia mais

PROJETO CURSOS 2015 CURSO TEÓRICO- PRÁTICO DE REABILITAÇÃO PULMONAR: DA ATUAÇÃO HOSPITALAR A DOMICILIAR

PROJETO CURSOS 2015 CURSO TEÓRICO- PRÁTICO DE REABILITAÇÃO PULMONAR: DA ATUAÇÃO HOSPITALAR A DOMICILIAR VALOR DA INSCRIÇÃO: R$ 1.400,00 PROJETO CURSOS 2015 EDITAL I: CURSO TEÓRICO- PRÁTICO DE REABILITAÇÃO PULMONAR: DA ATUAÇÃO HOSPITALAR A DOMICILIAR 1. OBJETIVO Promover uma atualização em Reabilitação Pulmonar

Leia mais

editorial Setembro 2015 centro hospitalar do Porto F. Sollari Allegro

editorial Setembro 2015 centro hospitalar do Porto F. Sollari Allegro centro hospitalar do Porto Ministro da Saúde visita CHP Transplantação hepática do CHP celebra 20 anos CHP apontado como Centro de Referência Campanha Salvar Vidas está-nos no Sangue HEBIPA assinalou Dia

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Esmeron 10 mg/ml solução injetável Brometo de rocurónio

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Esmeron 10 mg/ml solução injetável Brometo de rocurónio FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Esmeron 10 mg/ml solução injetável Brometo de rocurónio Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento. Conserve este folheto. Pode ter

Leia mais

Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de

Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de Pós-Graduações e Mestrados Serviços de Gestão Académica Receção /

Leia mais

I - EXERCISE IS MEDICINETM

I - EXERCISE IS MEDICINETM I EXERCISE IS MEDICINETM Objectivo Generalização da inclusão do aconselhamento para a actividade física no âmbito do plano terapêutico para a prevenção e o tratamento de doenças, e referenciação quando

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2012

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2012 14472273 ANA CARLA MELO VALADÃO Colocada em 0911 14595437 ANA ISABEL TERRA SILVA Colocada em 3101 9084 14541457 ANA MARIA DE SOUSA MARTINS Colocada em 7220 8149 14314779 ANDRÉ ALVES HOMEM Colocado em 0130

Leia mais