Nova Iorque De Topos a Utopos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nova Iorque De Topos a Utopos"

Transcrição

1 3 Centro de Estudos de Comunicação e Cultura Nova Iorque De Topos a Utopos coordenação M. Laura Bettencourt Pires Vitor Amaral de Oliveira Universidade Católica Editora

2 5 Índice Palavras Prévias 7 Comissão Redactorial Introdução 9 Maria Laura Bettencourt Pires I História Nova Iorque De Pequeno Entreposto a Grande Centro Urbano 15 Raúl Filipe A Aldeia Global e a Supremacia Anglo-Saxónica 31 Álvaro Martins II Cinema A Representação do Empire State Building em Love Affairs e Sleepless in Seattle 43 João Chaves III Música Camille Saint-Saëns in New York Looking Back a Hundred Years On 57 David Cranmer A Música Latina, a Salsa e Nova Iorque 65 Klemens Detering Dom Sébastien, Roi de Portugal de Scribe/Donizetti no Carnegie Hall 85 Vitor Amaral de Oliveira IV Comunicação Social A Nova Iorque de The New Yorker 103 Alice Donat Trindade Jacob Riis, How the Other Half Lives: a Fotografia ao Serviço da Homilia 111 Alice Donat Trindade

3 6 Índice V Feminismo Nova Iorque e a Luta pelos Direitos das Mulheres 121 Maria Laura Bettencourt Pires VI Literatura Whitmanian Cityscaping: Escapes to or from the City? 133 Lara Duarte Nova Iorque de 1930 Uma Visão Europeia 145 Vitor Amaral de Oliveira Nova Iorque Lugar de Exílio 157 Klemens Detering Ulisses em Nova Iorque Heróis Nova-Iorquinos em Walt Whitman 171 Lara Duarte VII Estudos Culturais Os Intelectuais de Nova Iorque 193 Maria Laura Bettencourt Pires Harlem Renaissance Da Utopia à Realidade 205 Natalina Silva Domingues Central Park A Arte na Natureza numa Selva de Betão 219 Raúl Filipe Em Nome da Liberdade Facetas de uma Inextricável Dialéctica 239 Ana Paula Machado Considerações Finais 253 M. Laura Bettencourt Pires

4 7 Palavras Prévias Esta obra contém os textos das comunicações apresentadas em dois Colóquios organizados pela Linha de Investigação "Nova Iorque De Topos a Utopos" e apresentados na Universidade Católica Portuguesa, respectivamente, em 21 de Junho de 2006 e em 14 de Dezembro de A Linha era coordenada por Maria Laura Bettencourt Pires e estava integrada no Centro de Estudos de Cultura, Línguas e Literatura que, posteriormente, veio a ser o actual Centro de Estudos de Comunicação e Cultura (CECC). A Comissão Redactorial, constituída pela Coordenadora e por Vitor Amaral de Oliveira, após algum debate sobre a estrutura organizativa do volume, a fim de lhe dar unidade e realçar o trabalho realizado pelos investigadores, decidiu ordenar as comunicações tematicamente não mantendo, por isso, a ordem da sua apresentação em cada encontro. Os temas tratados vão da história ao espaço de fixação das populações, às manifestações artísticas, como literatura, música, arte, à comunicação social, cinema, feminismo e às lutas culturais e políticas. Devido ao facto de muitos investigadores terem apresentado comunicações nos dois colóquios sobre o mesmo tema, em alguns casos, os seus nomes surgem duas vezes sob a rubrica desse tópico. Os textos das comunicações foram agora revistos, sendo de lamentar que alguns deles não possam ser acompanhados pelas belíssimas imagens que os ilustraram nas apresentações orais. O tema genérico do volume é, obviamente Nova Iorque, tendo a cidade tal como merece sido tratada, tanto nas investigações feitas ao longo dos anos de duração da Linha de Investigação como nos Colóquios, como um local de representação e um espaço urbano de sociabilidade que proporciona o potencial de uma vida pública aberta construída com base nos valores da diversidade, urbanidade e experiência cultural. Foram feitas referências à multidão urbana, tal como foi descrita por Baudelaire e Walter Benjamin, e ao espaço público urbano, esperando-se que a leitura destes textos tão variados dêem aos leitores a sensação de vaguearem livremente pela ruas de Nova Iorque imersos no conjunto dos seus habitantes e na vida excitante inerente à mistura de culturas. Com efeito, poucas cidades como Nova Iorque têm tantos espaços públicos que favorecem a vida cosmopolita e proporcionam a possibilidade de se desenvolverem formas de sociabilidade baseada na tolerância. É inegável, contudo, que a cidade, apesar da sua grande dinâmica, segundo alguns, é ainda um mosaico de monoculturas e as suas torres altas (que se podem considerar a sua assinatura imediatamente identificável) são verdadeiras cidadelas de

5 8 Palavras Prévias negócio, havendo nela, ainda, vários enclaves de identidade mista e grupos de excluídos, como, por exemplo, os sem-abrigo. É também verdade que "The big Apple" pode ser designada como uma "cidade informacional" que é um elemento chave para a globalização, como nos diz Castells, ou como uma cidade global com uma hiperconcentração de infra-estruturas. Porém, quando se estuda a cidade, como fizemos ao longo das nossas investigações, não podemos deixar de mencionar o eclectismo, a diversidade de vozes, ou, em resumo, o valor do lugar. Tal como nos diz Richard Sennett (1999) em palavras que se aplicam bem a Nova Iorque sobretudo depois do 11 de Setembro o sentido do lugar aumenta com as mudanças na economia. A ideia de pertença a um lugar concreto intensifica-se à medida que as instituições económicas fazem diminuir a experiência de pertencer a um local de trabalho. É evidente, e contagioso para quem lá vive algum tempo, o empenhamento dos nova-iorquinos em estarem ligados à sua bela cidade, que vêem cada vez mais como um refúgio contra o mundo hostil e que lhes oferece algum alívio dos fardos da sua vida pessoal, encontrando também conforto na identidade partilhada. Um dos clichés usados em relação à vida citadina e em especial a Nova Iorque, com a sua confusão, loucura e permanente surpresa, que aliás a tornam tão estimulante é a impessoalidade. Porém, quem assim a critica parece esquecer que essa característica, tal como já nos disse Aragon em relação às cidades do século XIX, serve de antídoto à perda da identidade pessoal e que a vida na cidade nos dá a possibilidade de desenvolvermos o que já foi designado como força do ego desenvolvida justamente pela distância. Para tal, contribui a cultura citadina, a sua urbanidade, diversidade e a espessa textura da sua experiência assim como o facto de ser um sistema aberto, um local onde lealdades, empenhamentos mútuos e até o exercício da soberania se podem desenvolver. Nova Iorque pode caracterizar-se pelo vigor e imaginação da sua intensa dinâmica cultural assim como pelo pluralismo étnico, pelas complexidades híbridas, pelo ambiente construído pela energia de diferentes vozes que procuram criar uma cidade onde há interacção e diálogo, tolerância e optimismo. Todos os investigadores da Linha de Acção "Nova Iorque: De Topos a Utopos" procuraram, através dos seus estudos cujos resultados apresentaram nos dois Colóquios e agora são incluídos neste volume representá-la nos seus mais variados aspectos como um espaço urbano sofisticado e estimulante, como um "mundo de sonho e fantasmagoria" de que nos falou Walter Benjamin. M. Laura Bettencourt Pires Vitor Amaral de Oliveira

6 9 Introdução MARIA LAURA BETTENCOURT PIRES CECC/Faculdade de Ciências Humanas UCP Ao organizar os dois encontros em que foram apresentadas as comunicações que agora publicamos, o nosso objectivo era tornar públicos os resultados das investigações feitas no âmbito do projecto "Nova Iorque De Topos a Utopos" do Centro de Estudos de Cultura, Línguas e Literaturas. Ao longo dos nossos trabalhos identificámos alguns dos temas chave que fazem parte da parte da história de Nova Iorque e, nos colóquios, fizemos em conjunto uma viagem pela cidade tendo vários guias que, entre outros assuntos, falaram do desenvolvimento da cidade fundada pelos Holandeses apenas como um entreposto comercial, a que chamaram New Amsterdam, fomos também à New York dos Ingleses, uma colónia que foi oferecida como uma prenda de aniversário ao Duque de York pelo seu irmão, o rei Charles; e que, pouco depois, se tornou num local estrategicamente essencial na Revolução Americana; e por fim passeámos pela cidade de Nova Iorque: a primeira capital da nação e o local destinado a definir a vida urbana na América e até alguns dos ideais americanos, como a igualdade de direitos. Neste percurso, fomos levados pela mão dos nossos guias a apreciar como, quando já estabelecida como o mais importante porto da América, New York City cresceu até se tornar na maior metrópole industrial da nação à medida que uma onda de imigração alemã e irlandesa transformava a cidade num dos mais complexos ambientes urbanos do mundo, facto que provocou inúmeros novos problemas sociais. Foram também feitas referências aos artistas da cidade e aos que contribuíram para a sua inovação, como o poeta Walt Whitman e Frederick Law Olmsted e Calvert Vaux (os arquitectos paisagistas de Central Park). Através das apresentações, esperámos conseguir transmitir um pouco do brilho e do encantamento de Nova Iorque e ver como a cidade que nunca dorme expandiu dramaticamente os seus limites, anexando Brooklyn, Queens, Bronx e Staten Island, transformando-se na Greater New York. Nas referências à área da arquitectura, falámos, obviamente, do nascimento dos arranha-céus, que surgiram na sequência das extraordinárias ondas de imigração. A este propósito, basta pensarmos que, numa só geração,

7 10 Introdução chegaram a Nova Iorque cerca de 10 milhões de imigrantes. Neste âmbito, são de mencionar o boom económico do pós-guerra, o surgimento da cultura do consumismo e o nascimento das indústrias de comunicação, que alimentam a convergência de uma incrível colecção de energias humanas e culturais patentes na construção do Empire State Building e atingindo assim os níveis mais altos de excitação e sofisticação urbana, e, acompanhando as palavras de outro guia, vimos como este edifício foi representado no cinema. Durante a viagem, estiveram, evidentemente, presentes no nosso espírito as criações artísticas de F. Scott Fitzgerald, como The Great Gatsby, de George Gershwin, como a "Rhapsody in Blue," e o jazz de Duke Ellington e Louis Armstrong e, neste campo, ouvimos falar de Nova Iorque como fonte de inspiração para músicos europeus do século XIX e da actual voga da música latina. No nosso percurso, vimos também como a cidade foi descrita por um visitante francês e como Harlem emergiu como a capital da experiência intelectual e artística dos Africano-Americanos. E, a propósito da forma como revistas, como The New Yorker, se instalaram em Manhattan, tivemos um guia para nos falar de jornalismo. Ao contrário do que tinha pensado, na minha função de guia não fiz referências aos acontecimentos dramáticos do 11 de Setembro, a que se seguiu uma grande depressão económica que mergulhou a cidade e a nação em imensa tristeza e durante a qual Nova Iorque se viu confrontada com problemas urbanos de proporções sem precedentes e demonstrou a sua capacidade de se recompor miraculosamente, explorando todas as suas forças sociais e económicas. Em vez do passeio inicialmente planeado pelo World Trade Center, a fim de homenagear um dos nossos investigadores convidados, o Prof. René Garay da Universidade de Nova Iorque, que faleceu recentemente e que, além de ser um apaixonado pela sua cidade, era um especialista na área dos estudos sobre as mulheres, conduzi a assistência até à Nova Iorque oitocentista e aí vimos como se processou a luta das Americanas pelos seus direitos. Para terminar a nossa viagem, tivemos a oportunidade de ouvir Blues e ver excertos de filmes sobre a cidade e os guias que nos acompanharam nessas digressões foram seis dos meus alunos de cultura americana, a quem agradeço terem aceitado o meu convite. Espero que os leitores deste volume apreciem a nossa excursão por Nova Iorque em que procurámos ir "De Topos a Utopos". O tema do nosso segundo encontro, que encerrou a actividade da Linha de Investigação "Nova Iorque De Topos a Utopos", continuou obviamente

8 11 a ser "New York, that most fascinating, difficult, and exciting metropolis". Investigámos, e no 1.º Encontro falámos já muito, sobre o que foi designado como "o mito de Nova Iorque" mas todos reconhecemos que muito ficou por dizer e que, a seguir a este, poderíamos ainda ter vários outros encontros sobre o mesmo tópico. Na verdade, "a cidade da Arte e da Literatura" sobre que incidiu a nossa investigação desde 2006, ao longo do tempo, tal como sucedeu com o nosso grupo de investigadores, tem cativado a imaginação dos maiores escritores, como, por exemplo, os nova-iorquinos Walt Whitman e Henry James. Pode considerar-se mesmo que, desde que o seu porto foi descoberto, em 1524, são múltiplas as descrições entusiasmadas de quem a visitou ou nela viveu. Inúmeros artistas têm tentado captar todo o seu brilho e também as suas sombras, como Charles Dickens ao relatar o movimento e a azáfama de Broadway ou Edith Wharton, em The Age of Innocence e, utilizando o meio da fotogravura, o fotógrafo Alfred Stieglitz. Ao fazer a história cultural de Nova Iorque, poderíamos também referir que serviu de campo de batalha, entre 1833 e 1857, entre Edgar Allan Poe e Melville, devido a rivalidades entre os respectivos editores. Mais tarde, no período de alegria e optimismo que se seguiu ao fim da I Guerra, a cidade brilhou numa nova era de criatividade na cultura americana em que se destacou a influência do grupo que, ao longo de uma década, almoçava diariamente no conhecido Algonquin Hotel, facto que, aliás, fez com que ficasse conhecido como Algonquin Round Table. Considerando a área da literatura e da arte, poderíamos citar uma lista que vai desde os boémios de Greenwich Village, ao grupo de intelectuais e artistas africano-americanos, que, em Harlem, iniciou o movimento denominado Harlem Renaissance e produziu obras notáveis no campo da pintura, da música e da literatura, e incluía nomes como Zora Neale Hurston, e referir a Beat Generation e Paul Auster e a comunidade multicultural que, nos nossos dias, se reúne no Nuyorican Poets Cafe, na 3 rd Street, para promover poesia, música, vídeo, artes visuais e teatro. Na nossa Linha de investigação, vimos a cidade através de um caleidoscópio literário que nos levou desde Emerson, que viveu em Staten Island quando era Juiz em Richmond County, até Scott Fitzgerald que, além de também ter vivido e trabalhado em New York City, fez da cidade o pano de fundo da sua mais famosa obra, The Great Gatsby. Procurámos também cada um através do seu projecto individual debruçar-nos sobre as diversas relações culturais, étnicas e sociais que contribuem para que viver em Nova Iorque seja uma experiência inolvidável.

9 12 Introdução Falámos da famosa "tall architecture" mas, além dos arranha-céus, referimos as construções culturais, como os museus Guggenheim e MoMA, recordando que, de todas as cidades americanas, Nova Iorque é a que tem mais arquitectura de qualidade e muitos dos seus edifícios são considerados como únicos na história da arquitectura mundial, como os de Frank Lloyd Wright (Guggenheim Museum) e Mies van der Rohe (Seagram Building). Nesta área, uma das nossas investigações incidiu também sobre a construção, destruição e reconstrução do World Trade Center. Em relação aos nossos dias, referimos os conflitos e as contradições que emergem da globalização e da migração transnacional, e o papel da comunicação social e dos jornalistas, e a este propósito, recuando no tempo, lembrámos Manhattan Transfer, da autoria do Luso-descendente John Dos Passos, que é considerada a sua "New York novel", escrita em 1925, e que descreve a cidade em toda a sua inquietação e dureza assim como na sua diversidade social, étnica e cultural e que refere a admiração, fascínio e por vezes desapontamento dos visitantes que tentam harmonizar as suas experiências reais com a imagem de New York que construíram antes de lá chegarem. Dado o tema do nosso estudo e a relação entre a cidade e o teatro, era inevitável referirmo-nos à sua actividade teatral, que data do século XVIII e inclui os espectáculos na New York City Opera, na Broadway, off-broadway e off-off broadway. Verificámos então que alguns de nós tinham assistido em Central Park às famosas representações de "Shakespeare in the Park" que consideravam inesquecíveis, lembrando-nos que muitos actores conhecidos, como Morgan Freeman, Meryl Streep e Denzel Washington ali tinham actuado. Considerando a importância de New York City no mundo musical, outro dos tópicos tratados, tanto no 1.º como no 2.º Encontro, foi a música. Com efeito, dada a cultura da cidade que é habitada por representantes de todos os países do mundo, nela encontramos, além de jazz, rock e blues, salsa e hip hop, assim como a conhecida "Irish American music" e o klezmer dos judeus. Todos os investigadores, ao longo dos dois Colóquios, através das suas comunicações, comprovaram amplamente a veracidade da afirmação de Tom Wolfe, que passo a citar "One belongs to New York instantly, one belongs to it as much in five minutes as in five years".

A região onde actualmente se localiza a cidade de Nova Iorque era habitada anteriormente por nativos americanos, principalmente pelo povo nativo

A região onde actualmente se localiza a cidade de Nova Iorque era habitada anteriormente por nativos americanos, principalmente pelo povo nativo Nova Iorque. Grande porto natural na costa atlântica do Nordeste dos Estados Unidos. Composta por cinco distritos: Bronx, Brooklyn, Manhattan, Queens e Staten Island. Populaçãoem mais de 8,3 milhões de

Leia mais

NOVA YORK E TURCOS & CAICOS SETEMBRO 2011

NOVA YORK E TURCOS & CAICOS SETEMBRO 2011 NOVA YORK E TURCOS & CAICOS SETEMBRO 2011 Viagem especialmente elaborada para a lua de mel da Mariana e do Hugo 1/8 . itinerário 05 de Setembro 2011 Lisboa / Madrid / Nova York Comparência no aeroporto

Leia mais

1. Descrição da Cidade

1. Descrição da Cidade 1. Descrição da Cidade 2. Top Atrações da Cidade 2.1 - Atração Wicked 2.2 - Atração Erie Canal Cruises 2.3 - Atração Cave of the Winds 2.4 - Atração Little Brazil 2.5 - Atração Little Italy 2.6 - Atração

Leia mais

Fauvismo. Cubismo. Arte Conceptual, a Street Art e muitas outras.

Fauvismo. Cubismo. Arte Conceptual, a Street Art e muitas outras. A arte nasceu na Pré-História, quando o Homem primitivo decidiu fazer uns desenhos com sangue de animais, nas cavernas onde vivia, sendo denominada por Arte Rupestre. Por fim, chegamos á arte da actualidade,

Leia mais

EXCURSÕES EM LONDRES IN 2010/11

EXCURSÕES EM LONDRES IN 2010/11 EXCURSÕES EM LONDRES IN 2010/11 Londres Panorâmico Duração: Meio-Dia (Manhã) Partidas: Terças, Quartas, Sextas e Sábados Termina: Este tour termina em 2 pontos: o Palácio de Buckingham e o hotel Thistle

Leia mais

O English Language Institute no College of Staten Island, Nova York

O English Language Institute no College of Staten Island, Nova York O English Language Institute no College of Staten Island, Nova York A cidade de Nova York é o local para ser. O College of Staten Island (CSI) é o lugar para estudar. Para, além de aprender o idioma, experimentá-lo!

Leia mais

Comunicação de Sharon Capeling-Alakija Co-Coordenadora Executiva Voluntários das Nações Unidas

Comunicação de Sharon Capeling-Alakija Co-Coordenadora Executiva Voluntários das Nações Unidas Distintos convidados e colegas voluntários, Obrigada pelo convite para estar hoje aqui convosco. É com orgulho que aqui estou em representação dos cerca de 5000 voluntários das Nações Unidas de mais de

Leia mais

RENOVAÇÃO URBANA EM BATTERY PARK CITY. Prof. Dr. Eduardo A. C. Nobre. Histórico

RENOVAÇÃO URBANA EM BATTERY PARK CITY. Prof. Dr. Eduardo A. C. Nobre. Histórico RENOVAÇÃO URBANA EM BATTERY PARK CITY Prof. Dr. Eduardo A. C. Nobre Histórico O empreendimento do Battery Park City está localizado no baixo Manhattan, em Nova Iorque, em um aterro sobre o rio Hudson,

Leia mais

DISCÓRDIA Biografias

DISCÓRDIA Biografias A L I C E DISCÓRDIA Biografias Afonso Alves // Voz - Já há algum tempo que queria escrever na língua em que sonho [visto que anteriormente escrevia maioritariamente em inglês]. O Diogo foi o primeiro reflexo

Leia mais

Programação Geral. Música Regional Brasileira. A música do Brasil - Seg/Dom 6h.

Programação Geral. Música Regional Brasileira. A música do Brasil - Seg/Dom 6h. Programação Geral Música Regional Brasileira A música do Brasil - Seg/Dom 6h. Programa destinado a divulgar a música típica das regiões do Brasil. Toca os grandes mestres da música nordestina e mostra

Leia mais

Mestre Jelon Vieira: ... eu colaborei com a panela cultural de Nova York.

Mestre Jelon Vieira: ... eu colaborei com a panela cultural de Nova York. Mestre Jelon Vieira:... eu colaborei com a panela cultural de Nova York. Eu tenho que fazer uma volta muito grande. Eu estava morando na Europa, recebi um convite para participar de um show, em 1975, e

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS 1. EMENTA Produções literárias em poesia e prosa da literatura norte-americana (Estadunidense a partir do período colonial) e de outros países falantes da língua inglesa até o século XX. Relações de intertextualidade

Leia mais

Nova Iorque & Cataratas de Niágara 05 a 12 de Setembro 2015

Nova Iorque & Cataratas de Niágara 05 a 12 de Setembro 2015 Nova Iorque & Cataratas de Niágara 05 a 12 de Setembro 2015 Especialmente criado para: Soluções criativas para empresas vencedoras Nova Iorque É uma cidade localizada no estado americano de Nova Iorque.

Leia mais

TRÓIA DESIGN HOTEL PENÍNSULA DE TRÓIA

TRÓIA DESIGN HOTEL PENÍNSULA DE TRÓIA TRÓIA DESIGN HOTEL PENÍNSULA DE TRÓIA Imagine um lugar onde a terra vai ao encontro da água, uma península que rasga o azul do oceano e o verde do rio. Praias de areia branca e dunas selvagens com trilhos

Leia mais

Cinema e História - um olhar cultural sobre os espaços de sociabilidades

Cinema e História - um olhar cultural sobre os espaços de sociabilidades Cinema e História - um olhar cultural sobre os espaços de sociabilidades Eliane A Silva Rodrigues * Desde que a humanidade se afirmou capitalista, conheceu a modernidade e as indústrias se desenvolveram

Leia mais

A criança e as mídias

A criança e as mídias 34 A criança e as mídias - João, vá dormir, já está ficando tarde!!! - Pera aí, mãe, só mais um pouquinho! - Tá na hora de criança dormir! - Mas o desenho já tá acabando... só mais um pouquinho... - Tá

Leia mais

EUA DESTINATION MANAGEMENT COMPANY. Companhia de Planejamento de Eventos. Grupos, Viagens Corporativas e de Incentivos

EUA DESTINATION MANAGEMENT COMPANY. Companhia de Planejamento de Eventos. Grupos, Viagens Corporativas e de Incentivos DESTINATION MANAGEMENT COMPANY EUA Companhia de Planejamento de Eventos Grupos, Viagens Corporativas e de Incentivos Conferências, Seminários e Convenções Os Estados Unidos... The American Dream! PORQUE

Leia mais

O MODERNISMO - ARQUITECTURA

O MODERNISMO - ARQUITECTURA O MODERNISMO - ARQUITECTURA ARTE VS TÉCNICA TRADIÇÃO VS MODERNIDADE ACADEMISMO VS FUNCIONALISMO FORMA VS FUNÇÃO BELO VS ÚTIL PAPEL DO ARQUITECTO NA SOCIEDADE O MODERNISMO - ARQUITECTURA ESCOLAS DE BELAS-ARTES

Leia mais

Comparecimento ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro e embarque às 23h14min no voo 8078 da TAM com destino a New York.

Comparecimento ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro e embarque às 23h14min no voo 8078 da TAM com destino a New York. 02 a 11 outubro 2012 1 1º dia 02 outubro 3ª feira Rio de Janeiro/New York Comparecimento ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro e embarque às 23h14min no voo 8078 da TAM com destino a New York. 2

Leia mais

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS?

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? HOTEL TIVOLI LISBOA, 18 de Maio de 2005 1 Exmos Senhores ( ) Antes de mais nada gostaria

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE VOLUNTARIADO. EMAIL : animissionarialeiria@gmail.com. WEBSITE : www.ondjoyetu.blogspot.com

ASSOCIAÇÃO DE VOLUNTARIADO. EMAIL : animissionarialeiria@gmail.com. WEBSITE : www.ondjoyetu.blogspot.com ASSOCIAÇÃO DE VOLUNTARIADO NOME : Grupo Missionário Ondjoyetu (Diocese de Leiria Fátima) EMAIL : animissionarialeiria@gmail.com WEBSITE : www.ondjoyetu.blogspot.com QUEM SOMOS: Somos o grupo missionário

Leia mais

Programa de Promoção Turística e Cultural

Programa de Promoção Turística e Cultural Programa de Promoção Turística e Cultural Sintra encontra-se em 11º lugar no ranking dos 50 melhores lugares a visitar, nas escolhas dos leitores do jornal New York Times? Sintra é uma das 21 finalistas

Leia mais

Casa do Povo de Óbidos - Creche e Jardim de Infância Ano lectivo de 2011/2012 1

Casa do Povo de Óbidos - Creche e Jardim de Infância Ano lectivo de 2011/2012 1 PROJECTO DE VALÊNCIA DE CRECHE Ano lectivo de 2011/2012 1 Índice 1-INTRODUÇÃO... 1 2-PRINCÍPIOS GERAIS E OBJECTIVOS PEDAGÓGICOS DA CRECHE... 2 3-ÁREAS DE CONTEÚDO... 4 3.1 - ÁREA DE FORMAÇÃO PESSOAL E

Leia mais

As Humanidades e as Ciências Dois Modos de Ver o Mundo

As Humanidades e as Ciências Dois Modos de Ver o Mundo As Humanidades e as Ciências Dois Modos de Ver o Mundo coordenação M. Laura Bettencourt Pires M. Alexandre Bettencourt Pires Universidade Católica Editora Índice Apresentação Maria Alexandre Bettencourt

Leia mais

Nova York. Índice. Passeios em Nova York

Nova York. Índice. Passeios em Nova York Índice Passeios em City tour em Manhattan......04 New York By Night...05 Washington D.C......05 Paraíso das Compras - Woodbury Outlet...06 Jersey Gardens Outlet...07 2 3 A chamada Big Apple vai surpreendê-lo

Leia mais

EXTERNATO JOÃO ALBERTO FARIA Arruda Dos Vinhos PLANO DE ACTIVIDADES CENTRO DE RECURSOS

EXTERNATO JOÃO ALBERTO FARIA Arruda Dos Vinhos PLANO DE ACTIVIDADES CENTRO DE RECURSOS EXTERNATO JOÃO ALBERTO FARIA Arruda Dos Vinhos PLANO DE ACTIVIDADES CENTRO DE RECURSOS 2006 / 2009 Setembro 2006 PROJECTO DE TRABALHO DO CENTRO DE RECURSOS - 2006/09 PLANO NACIONAL DE LEITURA Identificação

Leia mais

Pontos turísticos e suas verdades

Pontos turísticos e suas verdades Pontos turísticos e suas verdades Terceira e última parte em que você pode ver melhor as viagens aos monumentos históricos e ambientes paradisíacos. Por um ângulo, pois no outro verá a realidade. Santorini

Leia mais

Participe do Projeto: Encontros BPW Fora de Série! NOSSO DESTINO NEW YORK. De 23 DE FEVEREIRO A 03 DE MARÇO DE 2013 m. Programação

Participe do Projeto: Encontros BPW Fora de Série! NOSSO DESTINO NEW YORK. De 23 DE FEVEREIRO A 03 DE MARÇO DE 2013 m. Programação Participe do Projeto: Encontros BPW Fora de Série! NOSSO DESTINO NEW YORK De 23 DE FEVEREIRO A 03 DE MARÇO DE 2013 m Programação 1º Dia : 23/02/2013 08:45 : Embarque aeroporto de Guarulhos - CIA TAM -

Leia mais

PSIQUIATRIA MODO DE USAR SAÚDE MENTAL CENTRO HOSPITALAR DE SÃO JOÃO

PSIQUIATRIA MODO DE USAR SAÚDE MENTAL CENTRO HOSPITALAR DE SÃO JOÃO 1963 2013 S E R V I Ç O PSIQUIATRIA CENTRO HOSPITALAR DE SÃO JOÃO SAÚDE MENTAL MODO DE USAR 2 COLABORAÇÕES Álvaro de CARVALHO, Director do Programa Nacional de Saúde Mental D. Manuel CLEMENTE, Bispo do

Leia mais

inserralves INDÚSTRIAS CRIATIVAS Programa do Concurso para Selecção de Ideias e Projectos

inserralves INDÚSTRIAS CRIATIVAS Programa do Concurso para Selecção de Ideias e Projectos inserralves INDÚSTRIAS CRIATIVAS Programa do Concurso para Selecção de Ideias e Projectos ÍNDICE 1. Enquadramento e Objectivos 2. Definição 3. Atribuições da Fundação de Serralves 4. Destinatários 5. Candidaturas

Leia mais

um filme de MARCELO MACHADO GILBERTO GIL RITA LEE CAETANO VELOSO TOM ZÉ

um filme de MARCELO MACHADO GILBERTO GIL RITA LEE CAETANO VELOSO TOM ZÉ um filme de MARCELO MACHADO GILBERTO GIL RITA LEE CAETANO VELOSO TOM ZÉ Um filme de MARCELO MACHADO Festival Doclisboa - Seleccão Oficial Uma viagem de sons e imagens pela história de um dos mais icónicos

Leia mais

SEMANAS TEMÁTICAS Praça Luís Ribeiro Quarta-feira a Domingo Pelas 21h30

SEMANAS TEMÁTICAS Praça Luís Ribeiro Quarta-feira a Domingo Pelas 21h30 SEMANAS TEMÁTICAS Praça Luís Ribeiro Quarta-feira a Domingo Pelas 21h30 Semana Portuguesa 8 a 12 09 Dia 8 Toni Santos Dia 9 Gaiteiros do Liz + Vitor Sérgio e Comp.ª Dia 10 Grupo de Baile Medley Dia 11

Leia mais

SERVIÇO DE PÚBLICOS E DESENVOLVIMENTO CULTURAL DIRECÇÃO DA CULTURA DA SCML

SERVIÇO DE PÚBLICOS E DESENVOLVIMENTO CULTURAL DIRECÇÃO DA CULTURA DA SCML SERVIÇO DE PÚBLICOS E DESENVOLVIMENTO CULTURAL DIRECÇÃO DA CULTURA DA SCML Largo Trindade Coelho 1200-470 Lisboa Tel. 213 235 233/824/065 www.scml.pt/ www.museu-saoroque.com info@museu-saoroque.com Transportes

Leia mais

3. PRINCIPAIS TEMÁTICAS E CARACTERÍSTICAS DE ORGANIZAÇÃO DOS OPEN DAYS 2008

3. PRINCIPAIS TEMÁTICAS E CARACTERÍSTICAS DE ORGANIZAÇÃO DOS OPEN DAYS 2008 1. INTRODUÇÃO Em apenas 5 anos os OPEN DAYS Semana Europeia das Regiões e Cidades tornaram-se um evento de grande importância para a demonstração da capacidade das regiões e das cidades na promoção do

Leia mais

EDUCAÇÃO PATRIMONIAL 2013-2014. Centro de Arqueologia de Almada

EDUCAÇÃO PATRIMONIAL 2013-2014. Centro de Arqueologia de Almada EDUCAÇÃO PATRIMONIAL 2013-2014 Centro de Arqueologia de Almada Centro de Arqueologia de Almada O Centro de Arqueologia de Almada (CAA), criado em 1972, dedicou-se desde o início à investigação e divulgação

Leia mais

magazine A inaugurar a época de bom tempo e de boas sardinhas

magazine A inaugurar a época de bom tempo e de boas sardinhas magazine DESTAQUES Junho 2012 Santos populares Amera 3.0 Planos ambiciosos de animação edição 34 90 exemplares www.amera.com.pt 21 444 75 30 SANTOS POPULARES A inaugurar a época de bom tempo e de boas

Leia mais

Colégio de Arquitectos Urbanistas: novas responsabilidades, novos caminhos? Professor Mário C. Moutinho. Membro da OA nº 1452

Colégio de Arquitectos Urbanistas: novas responsabilidades, novos caminhos? Professor Mário C. Moutinho. Membro da OA nº 1452 1 Colégio de Arquitectos Urbanistas: novas responsabilidades, novos caminhos? Professor Mário C. Moutinho. Membro da OA nº 1452 2.º Congresso da Ordem dos Arquitectos, Guimarães 27, 28 e 29 de Novembro

Leia mais

REVISÃO PARA PROVA. Surrealismo; Cinema e Vídeo-Arte; Minimalismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes

REVISÃO PARA PROVA. Surrealismo; Cinema e Vídeo-Arte; Minimalismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes REVISÃO PARA PROVA Surrealismo; Cinema e Vídeo-Arte; Minimalismo Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes O SURREALISMO foi o movimento artístico moderno da representação do irracional

Leia mais

NOVA YORK ESPECIAL by FLOT Saída Semana Santa Com Bloqueios Aéreos

NOVA YORK ESPECIAL by FLOT Saída Semana Santa Com Bloqueios Aéreos by FLOT Saída Semana Santa Com Bloqueios Aéreos Saída: 17 de Abril/11 Inclui: Passagem aérea São Paulo / Nova York / São Paulo, com American Airlines. Programa de 06 noites de hospedagem. Traslados de

Leia mais

Kodak Evolução Histórica do Logotipo

Kodak Evolução Histórica do Logotipo IADE Instituto de Artes Visuais, Design e Marketing Escola Superior de Design Licenciatura em Design História da Arte e da Técnica 1º Ano 1º Semestre 1907 1935 1960 1971 1987 1996 >2006 - Logotipo Actual

Leia mais

Prova Escrita de Português Língua Não Materna

Prova Escrita de Português Língua Não Materna EXAME NACIONAL DO ENSINO BÁSICO E DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova 29 1.ª Chamada / 839 1.ª Fase / 2010 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de Janeiro, e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março A PREENCHER PELO ESTUDANTE

Leia mais

LUÍS REIS TORGAL. SUB Hamburg A/522454 ESTADO NOVO. Ensaios de História Política e Cultural [ 2. IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

LUÍS REIS TORGAL. SUB Hamburg A/522454 ESTADO NOVO. Ensaios de História Política e Cultural [ 2. IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA LUÍS REIS TORGAL SUB Hamburg A/522454 ESTADOS NOVOS ESTADO NOVO Ensaios de História Política e Cultural [ 2. a E D I Ç Ã O R E V I S T A ] I u IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2 0 0 9 ' C O I M B R

Leia mais

Pousada de Cascais. Fortaleza da Cidadela

Pousada de Cascais. Fortaleza da Cidadela Pousada de Cascais Fortaleza da Cidadela HÁ POUCO MAIS DE 3 MESES ESTA CIDADELA TRANSFORMOU-SE NA POUSADA DE CASCAIS, A ÚLTIMA DAS UNIDADES DO GRUPO PESTANA A ABRIR acidadela e a Fortaleza de Nossa Senhora

Leia mais

INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O SENHOR MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Eng. Mário Lino

INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O SENHOR MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Eng. Mário Lino INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O SENHOR MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES Eng. Mário Lino por ocasião do Encerramento do Seminário AS NOVAS PERSPECTIVAS NA CONTRATAÇÃO PÚBLICA promovido

Leia mais

VIAGEM NO MUNDOS DAS PROFISSÕES

VIAGEM NO MUNDOS DAS PROFISSÕES VIAGEM NO MUNDOS DAS PROFISSÕES Aparelhei o barco da ilusão E reforcei a fé de marinheiro Era longe o meu sonho... MIGUEL TORGA, A Viagem Nome do Evento: VIAGEM NO MUNDO DAS PROFISSÕES Local de Realização:

Leia mais

Paisagista. "Profissional que trabalha com projetos de paisagens naturais e urbanas"

Paisagista. Profissional que trabalha com projetos de paisagens naturais e urbanas Paisagista "Profissional que trabalha com projetos de paisagens naturais e urbanas" Fonte: Dicionário Michaelis O que é ser um paisagista? Paisagista, ou arquiteto paisagista é o profissional que trabalha

Leia mais

AGENDA DE NOVEMBRO E DEZEMBRO DE 2014

AGENDA DE NOVEMBRO E DEZEMBRO DE 2014 AGENDA DE NOVEMBRO E DEZEMBRO DE 2014 O Agrupamento de Escolas N.º2 de Abrantes tem como um dos seus objetivos a plena integração na comunidade de que faz parte. Surge assim como natural a divulgação das

Leia mais

CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES

CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES Silvia Eula Muñoz¹ RESUMO Neste artigo pretendo compartilhar os diversos estudos e pesquisas que realizei com orientação do Prof. Me. Erion

Leia mais

REVITALIZAÇÕES PORTUÁRIAS NO MUNDO A TRANSFORMAÇÃO DAS CIDADES E A INCORPORAÇÃO DE NOVOS CONCEITOS

REVITALIZAÇÕES PORTUÁRIAS NO MUNDO A TRANSFORMAÇÃO DAS CIDADES E A INCORPORAÇÃO DE NOVOS CONCEITOS REVITALIZAÇÕES PORTUÁRIAS NO MUNDO A TRANSFORMAÇÃO DAS CIDADES E A INCORPORAÇÃO DE NOVOS CONCEITOS FRENTE MARÍTIMA ALGUMAS DAS CIDADES MAIS FASCINANTES DO MUNDO, COMO GÊNOVA, LISBOA, LONDRES, BARCELONA,

Leia mais

As (magníficas) praias do centro do VIETNAME

As (magníficas) praias do centro do VIETNAME As (magníficas) praias do centro do VIETNAME Estadia na praia muito perto de HOI AN e HUE, fabulosas cidades históricas classificadas como Património Mundial. E com MY SON, DANANG e as MONTANHAS De MÁRMORE

Leia mais

edgar allan poe a filosofia da composição p r e fá c i o pedro süssekind t r a d u ç ã o léa viveiros de castro

edgar allan poe a filosofia da composição p r e fá c i o pedro süssekind t r a d u ç ã o léa viveiros de castro edgar allan poe a filosofia da composição p r e fá c i o pedro süssekind t r a d u ç ã o léa viveiros de castro sumário 9 prefácio. A lição aristotélica de Poe [Pedro Süssekind] 17 A filosofia da composição

Leia mais

Reggio Emília Cooperação e Colaboração

Reggio Emília Cooperação e Colaboração Reggio Emília Cooperação e Colaboração Trabalho realizado por: Alexandra Marques nº4423 Ana Sofia Ferreira nº4268 Ana Rita Laginha nª4270 Dina Malveiro nº3834 Prof. Docente: José Espírito Santo Princípios

Leia mais

Interdisciplinar o design

Interdisciplinar o design Instalação sobre Jazz. Com o Presidente da República quando foi proclamado uma das Personalidades do Ano 2009/2010. Foto: site Presidência da República Lançamento da World Urban Campaign, no Rio de Janeiro.

Leia mais

MAHATMA GANDHI. Cronologia

MAHATMA GANDHI. Cronologia Cronologia 1869 Data de nascimento de Gandhi 1888 1891 Estudou direito em Londres 1893 1914 Período em que viveu na África do Sul 1920 Lutou pelo boicote aos produtos ingleses 1930 Campanhas de desobediência

Leia mais

Programa de Férias verão 2013

Programa de Férias verão 2013 Programa de Férias verão 2013 Data: 3 de Junho 2013 Assunto: Programa de Férias de Verão Caros pais, Vimos, por este meio, dar-lhes a conhecer o Programa de Férias de Verão que será oferecido às crianças

Leia mais

CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Claudia Maria da Cruz Consultora Educacional FEVEREIRO/2015 CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL A ênfase na operacionalização escrita dos documentos curriculares municipais é

Leia mais

ARTES: A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX

ARTES: A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX ARTES: A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX Neoclassicismo ou Academicismo: * Últimas décadas do século XVIII e primeiras do XIX; * Retoma os princípios da arte da Antiguidade grecoromana; * A

Leia mais

III ENCONTRO LUSO - BRASILEIRO DE JURISTA DE TRABALHO

III ENCONTRO LUSO - BRASILEIRO DE JURISTA DE TRABALHO III ENCONTRO LUSO - BRASILEIRO DE JURISTA DE TRABALHO PROGRAMA DA VIAGEM 30 / JULHO LISBOA / RECIFE / ARACAJU Comparência no Aeroporto Internacional de Lisboa cerca das 09H30. Formalidades de embarque

Leia mais

Casa da Aboinha Quinta da Aboinha, Estalagem Santiago... ou apenas um equívoco?

Casa da Aboinha Quinta da Aboinha, Estalagem Santiago... ou apenas um equívoco? 65 Casa da Aboinha Quinta da Aboinha, Estalagem Santiago... ou apenas um equívoco? Manuel da Cerveira Pinto Mestre assistente, Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Fernando Pessoa Doutorando

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016. Associação Sénior de Odivelas

PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016. Associação Sénior de Odivelas PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016 Associação Sénior de Odivelas A Universidade Sénior de Odivelas é um projecto inovador que tem por base a promoção da qualidade de vida dos seniores de Odivelas, fomentando

Leia mais

E-books e o futuro das bibliotecas: evolução ou revolução?

E-books e o futuro das bibliotecas: evolução ou revolução? O Goethe-Institut São Paulo, a Maison de France e o Instituto Cervantes com o apoio da Fundação Memorial da América Latina convidam para o colóquio internacional E-books e o futuro das bibliotecas: evolução

Leia mais

Nome: nº. Recuperação Final de História Profª Patrícia

Nome: nº. Recuperação Final de História Profª Patrícia 1 Conteúdos selecionados: Nome: nº Recuperação Final de História Profª Patrícia Lista de atividades 8º ano Apostila 1: O Absolutismo; Revoluções Inglesas e colonização da América do Norte Apostila 2: Revolução

Leia mais

Fundado em 19 de MARÇO de 1990 - Diretora: Maria Coeli Galiaço Prata. A grandiosa Feira de Artesanato do Educandário São José!

Fundado em 19 de MARÇO de 1990 - Diretora: Maria Coeli Galiaço Prata. A grandiosa Feira de Artesanato do Educandário São José! JORNAL do Edição Nº 13 De 1º a 30 de SETEMBRO de 2012 Educandário São José Fundado em 19 de MARÇO de 1990 - Diretora: Maria Coeli Galiaço Prata A grandiosa Feira de Artesanato do Educandário São José!

Leia mais

Cresça. Ganhe CONCENTRE-SE NO CRESCIMENTO PROGRAMA EUROPEU DE INCENTIVO AO CRESCIMENTO 2012/13

Cresça. Ganhe CONCENTRE-SE NO CRESCIMENTO PROGRAMA EUROPEU DE INCENTIVO AO CRESCIMENTO 2012/13 Cresça e Ganhe CONCENTRE-SE NO CRESCIMENTO PROGRAMA EUROPEU DE INCENTIVO AO CRESCIMENTO 2012/13 Ano Comercial 2012/2013: o ano do crescimento! Concentre-se no Crescimento é o SEU objectivo para o novo

Leia mais

Newsletter 67 - Setembro 2011 Siga-nos: Café com letras Maria Teresa Horta

Newsletter 67 - Setembro 2011 Siga-nos: Café com letras Maria Teresa Horta ADULTOS Café com letras Maria Teresa Horta 28.Setembro - 21h30 Newsletter 67 - Setembro 2011 Siga-nos: Maria Teresa Horta nasceu em Lisboa. Estudou na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Jornalista

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS 1 de 6 - mobilidade humana e OBJECTIVO: Identifica sistemas de administração territorial e respectivos funcionamentos integrados. O Turismo Guião de Exploração Indicadores sobre o turismo em Portugal 27

Leia mais

PAINEL I A IGUALDADE DE GÉNERO COMO FACTOR COMPETITIVO E DE DESENVOLVIMENTO

PAINEL I A IGUALDADE DE GÉNERO COMO FACTOR COMPETITIVO E DE DESENVOLVIMENTO PAINEL I A IGUALDADE DE GÉNERO COMO FACTOR COMPETITIVO E DE DESENVOLVIMENTO Maria Regina Tavares da Silva Perita em Igualdade de Género Consultora das Nações Unidas Nesta Conferência de celebração dos

Leia mais

RESENHA. SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005.

RESENHA. SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005. 1 RESENHA Mónica Santos Pereira Defreitas 1 SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005. O livro de Lúcia Santaella, Por que as comunicações e as artes estão

Leia mais

2014 Livros. Objecto Anónimo

2014 Livros. Objecto Anónimo Objecto Anónimo A Objecto Anónimo é uma editora que tem focalizado a sua atividade na edição de livros para o mercado turístico. Criamos, desenvolvemos e comercializamos produtos de merchandising turístico.

Leia mais

A CONTRACULTURA NA MÚSICA DOS ANOS 60 - SCRIPT DO JOGRAL

A CONTRACULTURA NA MÚSICA DOS ANOS 60 - SCRIPT DO JOGRAL 1 DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES LICENCIATURA EM LETRAS COM A LÍNGUA INGLESA LITERATURA BRASILEIRA JOÃO BOSCO DA SILVA (prof.bosco.uefs@gmail.com) A CONTRACULTURA NA MÚSICA DOS ANOS 60 - SCRIPT DO JOGRAL

Leia mais

Do offshore ao homeshore: tendências para a localização de contact centres

Do offshore ao homeshore: tendências para a localização de contact centres Do offshore ao homeshore Do offshore ao homeshore: tendências para a localização de contact centres João Cardoso APCC Associação Portuguesa de Contact Centres (Presidente) Teleperformance Portugal OUTSOURCING

Leia mais

Grandes Exploradores

Grandes Exploradores Obras de referência para toda Grandes Exploradores A ousadia, a determinação e o espírito de aventura das figuras que marcam a descoberta e a exploração do Planeta. Do fundo do mar aos polos, do coração

Leia mais

Pensamentos. há muitas escolhas complicadas. Neste capítulo, entre várias opções de valor, selecionei as minhas favoritas.

Pensamentos. há muitas escolhas complicadas. Neste capítulo, entre várias opções de valor, selecionei as minhas favoritas. Lugares que Você Tem que Ir, Coisas que Você Tem que Fazer 3 Pensamentos Nova York é uma cidade feia e suja. Seu clima é horrível, sua política é usada para assustar crianças, seu trânsito é uma loucura,

Leia mais

O CHÃO DA PALAVRA: CINEMA E LITERATURA NO BRASIL: A CULTURA CINEMATOGRÁFICA E LITERÁRIA BRASILEIRAS SOB O OLHAR DE JOSÉ CARLOS AVELLAR

O CHÃO DA PALAVRA: CINEMA E LITERATURA NO BRASIL: A CULTURA CINEMATOGRÁFICA E LITERÁRIA BRASILEIRAS SOB O OLHAR DE JOSÉ CARLOS AVELLAR O CHÃO DA PALAVRA: CINEMA E LITERATURA NO BRASIL: A CULTURA CINEMATOGRÁFICA E LITERÁRIA BRASILEIRAS SOB O OLHAR DE JOSÉ CARLOS AVELLAR Matheus Oliveira Knychala Biasi* Universidade Federal de Uberlândia

Leia mais

MODERNISMO NO BRASIL Cap. 1 e 2 - séculos XIX e XX FELIPE HARRISBERGER DE GODOY

MODERNISMO NO BRASIL Cap. 1 e 2 - séculos XIX e XX FELIPE HARRISBERGER DE GODOY MODERNISMO NO BRASIL Cap. 1 e 2 - séculos XIX e XX FELIPE HARRISBERGER DE GODOY Os seis passos para a modernidade Chegada da Família Real Portuguesa (1808); Missão Artística Francesa; Academia Imperial

Leia mais

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009 Questão 01 UFBA - -2009 2ª FASE 2009 Na Época Medieval, tanto no Oriente Médio, quanto no norte da África e na Península Ibérica, muçulmanos e judeus conviviam em relativa paz, fazendo comércio e expressando,

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais

MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais Intervenção de SEXA o Secretário de Estado Adjunto do Ministro

Leia mais

Programa de Incentivo em Lisboa Top Vip

Programa de Incentivo em Lisboa Top Vip Programa de Incentivo em Lisboa Top Vip Dia 1 Chegada dos participantes. Transfere para Belém em autocarro com acompanhamento de guia. Em Belém, área dedicada ao período das Descobertas, iremos encontrar

Leia mais

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES 2010/2011. Área Disciplinar: Português

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES 2010/2011. Área Disciplinar: Português Ida ao teatro: Um eléctrico chamado desejo, de Tenessee Williams - Contribuir para o desenvolvimento, nos alunos, de estratégias de escuta global e selectiva; - Proporcionar aos alunos a oportunidade de

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca VISITA A ANGOLA Jantar no Futungo

Leia mais

Sugestões Mind Source para o fim-de-semana

Sugestões Mind Source para o fim-de-semana 2 a 4 d e J a n e i r o d e 2 0 1 5 Sugestões Mind Source para o fim-de-semana Mind Source Life Música & Espectáculos Cinema Mind Source Kid s Leitura Shopping Restaurantes Escapadelas Meteorologia culosmúsica&espectáculosmúsica&espectáculosmúsica&espectáculosmúsica&esp

Leia mais

sónia pereira * Ao longo do seu percurso nos cultural studies

sónia pereira * Ao longo do seu percurso nos cultural studies Comunicação & Cultura, n.º 6, 2008, pp. 205-213 Entrevista a Lawrence Grossberg sónia pereira * Figura de relevo incontornável na área dos cultural studies norte-americanos, Lawrence Grossberg traçou um

Leia mais

Mercado Municipal do Estado de Sa o Paulo

Mercado Municipal do Estado de Sa o Paulo Mercado Municipal do Estado de Sa o Paulo O Mercado Municipal de São Paulo é uma construção histórica localizada na região central da capital. Obra projetada pelo arquiteto Franscisco de Paula Ramos de

Leia mais

Lutador empenhado pela causa do Movimento Moderno dele nos ficou a obra e a imagem exemplar do arquitecto e do cidadão."

Lutador empenhado pela causa do Movimento Moderno dele nos ficou a obra e a imagem exemplar do arquitecto e do cidadão. APRESENTAÇÃO Comemorando o centenário do nascimento de Arménio Losa, uma das mais destacadas figuras no panorama arquitectónico português do século XX, a OASRN em conjunto com várias personalidades e instituições

Leia mais

VIVENCIANDO MÚLTIPLAS LINGUAGENS NA BIBLIOTECA ESCOLAR: EXPERIÊNCIA DO PIBID/UEMS/PEDAGOGIA

VIVENCIANDO MÚLTIPLAS LINGUAGENS NA BIBLIOTECA ESCOLAR: EXPERIÊNCIA DO PIBID/UEMS/PEDAGOGIA VIVENCIANDO MÚLTIPLAS LINGUAGENS NA BIBLIOTECA ESCOLAR: EXPERIÊNCIA DO PIBID/UEMS/PEDAGOGIA Gabriela Arcas de Oliveira¹; Joice Gomes de Souza²; Giana Amaral Yamin³. UEMS- CEP, 79804970- Dourados-MS, ¹Bolsista

Leia mais

Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc

Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Diálogos - Revista do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História ISSN: 1415-9945 rev-dialogos@uem.br Universidade Estadual de Maringá Brasil Amarante Oliveira, Wellington Em busca

Leia mais

PHELIPE AGNELLI. Baterista Percussionista Compositor. Músico Brasileiro!

PHELIPE AGNELLI. Baterista Percussionista Compositor. Músico Brasileiro! PHELIPE AGNELLI Baterista Percussionista Compositor Músico Brasileiro 1 ENTREVISTA "Inspirando e sendo inspirado" Phelipe Agnelli é músico e compositor, nascido a 50 minutos de São Paulo, na cidade de

Leia mais

Vamos ao M useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu?

Vamos ao M useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? é programa que visa ampliar as experiências culturais de estudantes, professores e comunidades por meio de ações educativas que envolvem visitas a espaços de preservação

Leia mais

Guia de exploração pedagógico-didático dos PowerPoint (amostra)

Guia de exploração pedagógico-didático dos PowerPoint (amostra) Guia de exploração pedagógico-didático dos PowerPoint (amostra) Apresentamos um conjunto de 8 PowerPoint que abordam todos os conteúdos programáticos e das Metas Curriculares do 8.º ano. Estes obedecem

Leia mais

KIT CICLO PEDAGÓGICO ESTUDO DO MEIO. Propostas para planeamento, exploração e avaliação de visitas a museus e centros de ciência.

KIT CICLO PEDAGÓGICO ESTUDO DO MEIO. Propostas para planeamento, exploração e avaliação de visitas a museus e centros de ciência. KIT_PEDA_EST_MEIO_5:FERIAS_5_6 09/12/28 15:07 Page 1 1. o CICLO KIT PEDAGÓGICO Pedro Reis ESTUDO DO MEIO 5 Propostas para planeamento, exploração e avaliação de visitas a museus e centros de ciência ISBN

Leia mais

Metas de Aprendizagem Pré-escolar Expressões. Introdução

Metas de Aprendizagem Pré-escolar Expressões. Introdução Metas de Aprendizagem Pré-escolar Expressões Introdução A apresentação das metas para as Expressões baseia-se nas Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar integrando, as Expressões Motora.

Leia mais

GUIMARÃES 2012 CAPITAL EUROPEIA DA CULTURA ÁREA : ARTE E ARQUITECTURA

GUIMARÃES 2012 CAPITAL EUROPEIA DA CULTURA ÁREA : ARTE E ARQUITECTURA GUIMARÃES 2012 CAPITAL EUROPEIA DA CULTURA ÁREA : ARTE E ARQUITECTURA CICLO : ESCALAS E TERRITÓRIOS PROJECTO: O CASTELO EM 3 ACTOS: Assalto, Destruição e Reconstrução. COMISSÁRIO: PAULO CUNHA E SILVA ABERTURA

Leia mais

O exílio e a criação literária e artística

O exílio e a criação literária e artística Universidade do Minho Instituto de Letras e Ciências Humanas Curso Breve 4ª edição O exílio e a criação literária e artística De 1 de Janeiro a de Março de 2010 1. Contexto Desde a sua primeira edição

Leia mais

HISTÓRIA DAS ARTES 12º ANO. Curriculo e Avaliação

HISTÓRIA DAS ARTES 12º ANO. Curriculo e Avaliação HISTÓRIA DAS ARTES 12º ANO Curriculo e Avaliação Bloco 1 - A arte, do Impressionismo ao Expressionismo Abstracto - Módulo 1 A Arte Impressionista e Pós-Impressionista. - Módulo 2 Arte, indústria, arquitectura

Leia mais

A Revolução Industrial

A Revolução Industrial textos de José Manuel Russo A Revolução Industrial A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL Introdução Embora o século XIX seja conhecido como o da Revolução Industrial, as suas origens centram-se nas transformações assistidas

Leia mais

Ampliando o olhar sobre a Arte

Ampliando o olhar sobre a Arte Ampliando o olhar sobre a Arte A Arte reflete a história da humanidade. Desde as primeiras expressões artísticas (Arte rupestre) até os dias de hoje, podemos compreender o desenvolvimento do homem em cada

Leia mais

Discurso do Governador do Banco de Cabo Verde, Doutor João Serra, nos actos de lançamento das novas notas de 500 e 5000 escudos e do Livro História

Discurso do Governador do Banco de Cabo Verde, Doutor João Serra, nos actos de lançamento das novas notas de 500 e 5000 escudos e do Livro História Discurso do Governador do Banco de Cabo Verde, Doutor João Serra, nos actos de lançamento das novas notas de 500 e 5000 escudos e do Livro História da Moeda em Cabo Verde, Salão de Banquetes da Assembleia

Leia mais

TIC e Soberania Tecnológica

TIC e Soberania Tecnológica TIC e Soberania Tecnológica 2012-Info IntEmpres 2012 XII Congresso Internacional de Información Havana 16-20 Abril- 2012 Av. 4 de Fevereiro, Rua das Alfândegas, nº 10, LUANDA ANGOLA P.O. Box: 1323 Telefones

Leia mais

CURSO DE INVERNO PARA ADOLESCENTES MIDTOWN MANHATTAN 13 a 17 anos de idade ORGANIZADO PELA ESCOLA RENNERT De 28 de Dezembro a 31 de Janeiro de 2015

CURSO DE INVERNO PARA ADOLESCENTES MIDTOWN MANHATTAN 13 a 17 anos de idade ORGANIZADO PELA ESCOLA RENNERT De 28 de Dezembro a 31 de Janeiro de 2015 CURSO DE INVERNO PARA ADOLESCENTES MIDTOWN MANHATTAN 13 a 17 anos de idade ORGANIZADO PELA ESCOLA RENNERT De 28 de Dezembro a 31 de Janeiro de 2015 Rennert é uma excelente opção para o aprendizado da língua

Leia mais

QUEM SOMOS O QUE FAZEMOS

QUEM SOMOS O QUE FAZEMOS QUEM SOMOS Somos uma organização global, multidisciplinar, orientada para a criação, desenvolvimento e implementação de experiências diferenciadoras e impactantes com significado relevante para espaços

Leia mais