Padrões para Instalação (PowerBuilder) Rev /10/02

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Padrões para Instalação (PowerBuilder) Rev. 05 11/10/02"

Transcrição

1 () Rev /10/02

2

3 Índice PADRÕES PARA INSTALAÇÃO LOGI POWERBUILDER Estrutura de Diretórios Arquivos DLL Acesso ao Banco de Dados Informix CONFIGURAÇÃO Hosts Services SETNET LOG2000.INI CONSIDERAÇÕES Oracle CONFIGURAÇÃO Serviço Regedit LOG2000.INI CONSIDERAÇÕES Microsoft SQLServer CONFIGURAÇÃO ODBC LOG2000.INI SQLANYWHERE CONFIGURAÇÃO ODBC LOG2000.INI PostgreSQL CONFIGURAÇÃO ODBC LOG2000.INI MySQL CONFIGURAÇÃO ODBC LOG2000.INI Importação do Multi-Idiomas Dependência entre Módulos Padrões Dependência Módulos Específicos Plano de Instalação das Tabelas Integração LOGI/LOGI PB Conversor CNV Dependência entre Tabelas Logix Módulo MCG Relação entre Tabelas Logix/logix Conceitos para Conversão de Empresa/Filial Relacionamento dos Cadastros de Empresas Relacionamento dos Cadastros de Fornecedores Relacionamento dos Cadastros de Clientes Relacionamento dos Cadastros de Representantes Relacionamento dos Cadastros de Empresa_outra Triggers & Procedures Instalação do Menu Integrado LogixPB/Logix4JS Passos de Instalação do Menu Configurações CONFIGURAÇÕES PARA ACESSAR O 4JS CONFIGURAÇÃO PARA ACESSAR O LOGIPB Arquivo menu.bat Lista de Arquivos do Menu Integrado Considerações ANEO \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc i

4

5 PADRÕES PARA INSTALAÇÃO LOGI POWERBUILDER 1. Estrutura de Diretórios Como padrão, deve ser montada a estrutura de diretórios tendo como base a pasta Logix2000 (lembrando que esse diretório deve estar no PATH da máquina), a ser criada no diretório raiz do sistema (C:\). Dentro dela deve estar contida uma pasta para cada módulo que for instalado. Desta forma pode ser citada como exemplo a seguinte estrutura: Neste caso tem-se os módulos COF, FC e MCG instalados, sendo que cada um deles possui uma pasta específica dentro da pasta Logix2000. Isso vale para todos os módulos do Logix PB. A pasta de cada módulo deverá conter o executável e arquivos PBD s do módulo, bem como suas DLL s. Recomenda-se a instalação dos módulos em um servidor, no caso da utilização em mais de uma estação. O procedimento de instalação é semelhante ao citado acima. As diferenças serão as seguintes: - Compartilhamento como leitura do diretório..\logix2000 no servidor; - Na estação, mapear uma unidade de rede para o caminho \\SERVIDOR\LOGI2000 (x:, por exemplo, mas pode ser qualquer letra). - Criação de atalhos nas estações. Esses atalhos deverão ter as seguintes configurações: Objeto: Módulo a ser executado. Ex.: "x:\mcg\mcg.exe" Iniciar em: Caminho onde estarão as dll's padrões do Logix2000. Ex.: "x:\". Mais detalhes sobre as dll's no item 2 deste manual. Considerações O compartilhamento do diretório..\logix2000 no servidor deverá ser como leitura para que o usuário não tenha acesso ao arquivo de configuração log2000.ini para alteração. Se, ao executar algum aplicativo, retornar algum erro de acesso, verifique se a opção "iniciar em" no atalho está setada para o diretório onde estão as dll's no servidor. \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 1

6 2. Arquivos DLL Os arquivos dll (extensões de aplicativos) do Logix2000 deverão estar no diretório "..\logix2000\". Este diretório deve estar no path da máquina, para que os módulos tenham acesso a elas. Se as dll's estiverem armazenadas em um servidor e o acesso for via estação, a opção "iniciar em" dos atalhos deverá estar configurada como descrito no item 1 desse manual. Isso visa facilitar o controle das versões de DLL dos módulos, bem como sua atualização quando necessário. Considerações Existem alguns módulos que utilizam dll's próprias. Se ocorrer erros do tipo "Falha geral do sistema", verifique com o responsável pelo módulo se o mesmo utiliza dll's próprias. Se utilizar, adicione essas dll's no mesmo diretório do módulo. \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 2

7 3. Acesso ao Banco de Dados Atualmente o Logix2000 acessa os bancos Informix e Oracle via driver nativo e Microsoft SQLServer via ODBC. Existem também as opções de acesso aos bancos SQLAnywhere, MySQL e PostgreSQL, lembrando que esses estão em fase de testes. O arquivo Log2000.ini contém todos os parâmetros necessários para que os programas do LogixPB possam efetuar conexão com o(s) banco(s) de dados. Sem ele, não será possível efetuar a conexão, e conseqüentemente, o programa não poderá ser acessado. Tem-se como padrão manter este arquivo na pasta c:\logix2000, sendo que este diretório deve estar no Path do sistema. [DataSourceName LOG2000] DBMS=IN7 HelpConexao=true Conteúdo inicial do arquivo LOG2000.INI Foi criada, a partir da versão do LogixPB, uma tela de manutenção do arquivo Log2000.ini. Ao executar o módulo MCG pela primeira vez, aparecerá a tela de configuração abaixo. Tela de configuração de conexão ao banco de dados 3.1. INFORMI Configuração Hosts Este arquivo contém uma relação entre os nomes das máquinas (servidores) existentes na rede, com o endereço IP correspondente das mesmas. É necessário que esteja corretamente configurado para que o sistema possa encontrar o servidor quando conectado. Obs.: O nome do servidor é especificado no parâmetro ServerName do arquivo Log2000.ini. Este arquivo deve estar no diretório c:\windows. Exemplo Hosts: est est est est est \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 3

8 Services Este arquivo contém os números das portas dos serviços mais conhecidos. Entre estes serviços, devem estar os correspondentes às instâncias de banco informadas nos parâmetros ServerName do arquivo Log2000.ini. O arquivo, que deve estar no diretório c:\windows, utiliza o seguinte formato: <nome do serviço> <número da porta>/<protocolo> Exemplo services: logixsrv 1900/tcp cslpasasrv 1999/tcp turbo 1526/tcp SETNET32 O SetNet32 é o utilitário onde devem ser efetuadas as configurações de rede para que uma máquina Client consiga ter acesso ao servidor, bem como às instâncias e bancos nele presentes. Pode ser acessado o SetNet32 através do menu Iniciar - Executar, onde digita-se SetNet32. Configuração SetNet32 Environment Tela de configuração do Setnet32 Na pasta Environment, devem ser setados os parâmetros DBDate e DBMoney. O primeiro deve ser configurado para ter o valor mdy4/, que é o utilizado pelo Logix2000. O DBMoney deve ser setado para ter o valor ponto (.). Internamente os programas se encarregam de converter este valor para vírgula (,) sempre que necessário. Server Information Nesta pasta devem ser configuradas as informações referentes a máquina/instância onde se encontra o banco de dados. Essas informações são as mesmas utilizadas no parâmetro ServerName do arquivo Log2000.ini. \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 4

9 Tela de configuração do Setnet32 Informix Server - Representa o nome da instância na qual o banco se encontra. Hostname - Nome da máquina onde o banco se encontra. Protocolname - Tipo de protocolo a ser utilizado. Service Name - Nome do serviço a ser utilizado (este serviço deve estar cadastrado no arquivo Services). Host Information Nesta pasta deve ser configurado o usuário/senha de conexão com o banco LOG2000.INI Tela de configuração do Setnet32 Na tela Configurações de conexão ao banco de dados, selecionar as seguintes opções: - DBMS: IN7 -Informix - Servername: (Ex.: - Database: nome do banco (Ex.: logix) \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 5

10 Obs.: Caso seja necessário acessar o banco Logix, editar o arquivo LOG2000.INI, copiar os dados da chave [DataSourceName LOG2000] para a última linha desse arquivo e mudar a chave para [DataSourceName LOGI]. Caso seja necessário configurar o Log2000.ini direto no arquivo, os parâmetros são os seguintes: [DataSourceName LOG2000] DBMS=IN7 - Informix Database=logix Lock=Dirty read HelpConexao=true Considerações Se a versão do programa Setnet32 Informix (Client) for igual ou superior a 9, é necessário que se tenham, no diretório do \Informix\bin, os arquivos SQLT07C.DLL e IGL2N02C.DLL. Se for igual ou superior a 9.40, existe a opção Using my settings que deve estar selecionada para o correto funcionamento dos módulos ORACLE Configuração Serviço Quando é feita a instalação do Oracle Client em uma máquina, é necessário que seja criado um serviço do banco para essa máquina informando qual banco deve ser conectado. Procedimentos para criar um serviço (Válido para o Oracle Client versão 8.1 ou superior): - Executar o programa Net8 Configuration Assistant (Iniciar > Programas > Oracle > Network Administration); Tela de configuração do serviço para o Banco Oracle 8i - Selecionar Configuração do nome do serviço de rede; - Selecionar Adicionar ; - Selecionar a versão do banco de dados do servidor; - Digitar o SID (System Identifier) do banco; - Selecionar a opção TCP; \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 6

11 - Digitar o nome da estação onde se encontra o banco (a porta pode ser a padrão); - Através de um teste, verificar se a conexão foi efetuada. (Se não conectar, verificar se o login de conexão está correto) Regedit Pode ocorrer da instalação do Oracle não configurar corretamente o Regedit. Para verificar se as configurações estão corretas, seguir os procedimentos: - Iniciar > Executar, digite regedit; Tela do editor de registros do Windows(Regedit) - Selecionar a chave HKEY_LOCAL_MACHINE > SOFTWARE > ORACLE > HOME0 ; - Verificar se existem as seguintes variáveis e se os valores estão corretos: NLS_DATE_FORMAT = dd/mm/yyyy hh24:mi:ss NLS_NUMERIC_CHARACTERS =., NLS_LANG = AMERICAN_AMERICA.WE8ISO8859P1 ; - Se estas variáveis não existirem, criar uma nova e selecionar a opção valor da seqüência"; - Se os diretórios HOME1, HOME2... existirem, setar essas configurações nestes diretórios também LOG2000.INI Na tela Configurações de conexão ao banco de dados, selecionar as seguintes opções: - DBMS: O84 - Oracle - Servername: serviço da máquina - LogId: usuario - LogPass: senha Obs.: A configuração do arquivo Log2000.ini para o banco Oracle deve ser feita diretamente pela tela de configuração de conexão Considerações Se a versão do banco Oracle for superior a 8.1 (8i), é necessário que se tenha o arquivo PBO8460.DLL junto com as DLL s do Logix2000. \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 7

12 3.3. MICROSOFT SQLSERVER Configuração ODBC Para que o LogixPB faça a conexão com o banco Microsoft SQLServer, é necessário que esteja instalado o client do banco SQLServer na máquina local. - No painel de controle do Windows, abrir o programa fontes de dados ODBC; - Selecionar a pasta System DNS; Tela de configuração - ODBC - Selecionar o botão ADD; - Será visualizada uma lista de drivers. Selecione a opção SQL Server. Se essa opção não estiver disponível, instale o Microsoft SQLServer (client) na máquina local. Tela de seleção de drivers ODBC - Será apresentada uma tela do tipo Wizard para a configuração de acesso; Tela de configuração do driver ODBC para o banco Microsoft SQLServer - Name: Nome do serviço. Este nome fica a critério do instalador (sugestão: LOGI ); \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 8

13 - Description: Conexão ao banco Logix ; - Server: Servidor onde encontra-se o banco de dados; Tela de configuração do driver ODBC para o banco Microsoft SQLServer - Selecionar a opção With SQL Server authentication using a login ID and password entered by the user ; - Selecionar a opção Connect to SQL Server to obtain default settings for the additional configuration options para informar o usuário e senha do banco; - Login ID: Usuário do banco; - Password: Senha do banco; Tela de configuração do driver ODBC para o banco Microsoft SQLServer - Selecionar a opção Change then default database to e informar o banco de dados a ser usado pela conexão; - Selecionar a opção Use ANSI nulls, paddings and warnings ; - As outras opções não deverão ser selecionadas; - Clicar no botão FINISH. Tela de configuração do driver ODBC para o banco Microsoft SQLServer \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 9

14 No final aparecerá uma tela de teste para conexão ao banco. Efetue o teste para verificar se a conexão está ok. Após configurado o ODBC, efetuar a conexão de um módulo do LogixPB e entrar na tela de configuração de conexão ao banco de dados para selecionar o banco. Para habilitar a tela, editar o arquivo log2000.ini, e na chave [Datasourcename Log2000], inserir o item HelpConexao=true LOG2000.INI Na tela Configurações de conexão ao banco de dados, selecionar as seguintes opções: - DBMS: Microsoft SQLServer (ODBC) - Servername: Nome da fonte de dados no ODBC - LogID: Usuário no banco - LogPass: Senha do usuário no banco Obs.: A configuração do arquivo Log2000.ini para o banco Microsoft SQLServer deve ser feita diretamente pela tela de configuração de conexão SQLANYWHERE Configuração ODBC Para que o LogixPB faça a conexão com o banco SQLAnywhere, é necessário que os programas Adaptive Server Anywhere ou Sybase SQL Anywhere estejam instalados. Lembrando que, como esse banco é considerado de pequeno/médio porte, é recomendado apenas para notebooks e estações com um único usuário. O banco consiste em um arquivo do tipo.db. - No painel de controle do Windows, abrir o programa fontes de dados ODBC; - Selecionar a pasta System DNS; - Selecionar o botão ADD; - Será fornecida a lista de drivers disponíveis no computador. Verificar se existe a opção Adaptive Server Anywhere ou Sybase SQL Anywhere. Se não existir, estes drivers terão que ser instalados; - Se a opção selecionada for o Sybase SQL Anywhere, será aberta uma tela do tipo: \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 10

15 Tela de configuração do driver ODBC para o banco Sybase SQLAnywhere - As opções que deverão ser preenchidas serão as seguintes: Datasourcename: Nome da fonte de dados. Pode ser qualquer nome; UserId: Usuário válido; Password: Senha válida; DatabaseFile: Nome do arquivo do banco de dados (arquivo tipo logix.db ); DatabaseName: Nome do banco dados. - Se a opção for o Adaptive Server Anywhere, as configurações dos campos serão as mesmas. Após configurado o ODBC, efetuar a conexão de um módulo do LogixPB e entrar na tela de configuração de conexão ao banco de dados para selecionar o banco. Para habilitar a tela, editar o arquivo log2000.ini, e na chave [Datasourcename Log2000], inserir o item HelpConexao=true LOG2000.INI Na tela Configurações de conexão ao banco de dados, selecionar as opções: - DBMS: ODBC ANY SQLAnywhere - Servername: datasourcename configurado no ODBC Obs.: A configuração do arquivo Log2000.ini para o banco SQLAnywhere deve ser feita diretamente pela tela de configuração de conexão POSTGRESQL Configuração ODBC Para que o LogixPB tenha acesso ao banco PostgreSQL, é preciso que o driver ODBC do PostgreSQL esteja instalado na máquina. - No painel de controle do Windows, abrir o programa fontes de dados ODBC; - Selecionar a pasta System DNS; \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 11

16 - Selecionar o botão ADD; - Será fornecida a lista de drivers disponíveis no computador. Verificar se existe a opção PostgreSQL. Se não existir, estes drivers terão que ser instalados; - Se a opção selecionada for o PostgreSQL, será aberta uma tela do tipo: Tela de configuração do driver ODBC para o banco PostgreSQL - As opções que deverão ser preenchidas serão as seguintes: Fontes de dados: Nome da fonte de dados. Pode ser qualquer nome; Banco de dados: Nome do banco (padrão = logix); Servidor: Estação onde se encontra o banco; Nome do usuário: (Padrão é postgres); Senha: (Deixar em branco). Após configurado o ODBC, efetuar a conexão de um módulo do LogixPB e entrar na tela de configuração de conexão ao banco de dados para selecionar o banco. Para habilitar a tela, editar o arquivo log2000.ini, e na chave [Datasourcename Log2000], inserir o item HelpConexao=true LOG2000.INI Na tela Configurações de conexão ao banco de dados, selecionar as opções: - DBMS: ODBC PGR Postgre - Servername: datasourcename configurado no ODBC Obs.: A configuração do arquivo Log2000.ini para o banco PostgreSQL deve ser feita diretamente pela tela de configuração de conexão MYSQL Para iniciar a configuração do MySQL, é necessário que o banco de dados MySQL e o driver ODBC estejam instalados. Se os mesmos não tiverem contidos no CD de instalação, podem ser baixados do site Configuração ODBC Para que o LogixPB tenha acesso ao banco MySQL, é preciso que o driver ODBC do MySQL esteja instalado na máquina. - No painel de controle do Windows, abrir o programa fontes de dados ODBC; \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 12

17 - Selecionar a pasta System DNS; - Selecionar o botão ADD; - Será fornecida a lista de drivers disponíveis no computador. Verificar se existe a opção MySQL. Se não existir, estes drivers terão que ser instalados; - Se a opção selecionada for o MySQL, será aberta uma tela do tipo: Tela de configuração do driver ODBC para o banco MySQL - As opções que deverão ser preenchidas serão as seguintes: Windows DSN name Nome da fonte de dados (padrão = logix); MySQL HOST: Servidor do banco; MySQL database name: Nome do banco (padrão = logix); User: Usuário (padrão = root); Password: Senha (padrão = root); Alow BIG results = true; Ignore space after funtion names = true. Após configurado o ODBC, efetuar a conexão de um módulo do LogixPB e entrar na tela de configuração de conexão ao banco de dados para selecionar o banco. Para habilitar a tela, editar o arquivo log2000.ini, e na chave [Datasourcename Log2000], inserir o item HelpConexao=true LOG2000.INI Na tela Configurações de conexão ao banco de dados, selecionar as opções: - DBMS: ODBC MYS MySQL - Servername: datasourcename configurado no ODBC Obs.: A configuração do arquivo Log2000.ini para o banco MySQL deve ser feita diretamente pela tela de configuração de conexão. \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 13

18 4. Importação do Multi-Idiomas É necessário efetuar a importação dos arquivos de multi-idiomas para que as mensagens e títulos sejam visualizados corretamente. - Executar o módulo MCG (aparecerá uma mensagem informando que o multi-idiomas precisa ser carregado). - Se for a primeira vez que estiver executando algum módulo do Powerbuider, o usuário e senha será admin/admin. Em seguida será solicitada a mudança de senha. - Executar a função MCG044 (Auxiliares > Importação de dados). MCG044 - Tela de Importação do Multi-Idiomas - Selecionar o caminho onde estão os arquivos do multi-idiomas (mcg_atributo.txt...) - Efetuar o processamento. - Após o processamento, será solicitado que feche o programa. \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 14

19 5. Dependência entre Módulos Padrões Dependência M Ó D U L O S MCG RHU CTB PAT EST ENG POP VDP FAT PED OBF CRE TRI CAP TRB MCG FC CTB RHU CES FPG (1) (1) (1) CAP (1) CMC ISN PAT PEF EST CGO COF LCC ENG POP PME CHF OBF (1) VDP SAV (1) FAT PED PPO TRE COS JUR (1) - Definido no módulo as tabelas necessárias para integração. Isso significa que o módulo dependente precisa de apenas algumas tabelas do outro módulo, sendo que estas já estão definidas dentro do próprio script de criação de módulo dependente, não sendo necessário, portanto, que se efetue a criação/instalação deste outro módulo. \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 15

20 6. Dependência Módulos Específicos Dependência M Ó D U L O S MCG CTB CAP RHU NCA RES RMQ CFI AJU NCA RAC ALG COB CFI RES (1) RMQ (1) PRF GCC GDQ GAT (1) - Definido no módulo as tabelas necessárias para integração. Isso significa que o módulo dependente precisa de apenas algumas tabelas do outro módulo, sendo que estas já estão definidas dentro do próprio script de criação de módulo dependente, não sendo necessário, portanto, que se efetue a criação/instalação deste outro módulo. \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 16

21 7. Plano de Instalação das Tabelas As tabelas serão carregadas conforme o banco e os módulos a serem instalados. Para isso será preciso entrar em contanto com o Suporte Técnico para maiores detalhes sobre os arquivos. Tem-se como padrão usar os seguintes procedimentos: - Banco Informix - é efetuada a carga a partir do comando dbimport. - Banco Oracle - é efetuada a carga a partir de scripts chamados CREATEx_ORA.SQL, onde x é a seqüência que serão carregados os arquivos. - Banco SQLServer - é efetuada a carga a partir de scripts chamados CREATEx_MSS.SQL, onde x é a seqüência que serão carregados os arquivos. - Banco SQLAnywhere - é efetuada a carga a partir de scripts chamados CREATEx_ANY.SQL, onde x é a seqüência que serão carregados os arquivos. - Banco PostGre - é efetuada a carga a partir de scripts chamados CREATEx_PGR.SQL, onde x é a seqüência que serão carregados os arquivos. - Banco MySQL - é efetuada a carga a partir de scripts chamados CREATEx_MYS.SQL, onde x é a seqüência que serão carregados os arquivos. Carga das tabelas: - Banco Informix - é efetuada a carga a partir do comando dbimport (citado acima). - Banco Oracle - os arquivos que fazem parte são: carga_ora.sql, arquivos de controle(*.ctl) e arquivos com a carga das tabelas(*.unl). Para efetuar a carga, editar o arquivo carga_ora.sql, e substituir os itens pelo correspondente na máquina. Em seguida executar este arquivo. Lembrando que o client do Oracle deve estar configurado. - Banco SQLServer - os arquivos que fazem parte são: carga_mss.bat e arquivos com a carga das tabelas. Para efetuar a carga, editar o arquivo carga_mss.bat e substituir os itens -Sservername - Uusuario Psenha(Ex.: -Sestacaodobanco Ulogix -Plogix). Em seguida executar este arquivo. - Banco SQLAnywhere - executar o arquivo load_any.sql dentro de um editor de sql válido. - Banco PostGre - executar o arquivo load_pgr.sql dentro de um editor de sql válido. \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 17

22 8. Integração LOGI/LOGI PB 8.1. CONVERSOR CNV Quando o Logix estiver instalado e ocorrer a instalação de algum dos módulos do LogixPB, deve ser seguida uma série de procedimentos a fim de manter a igualdade entre os dois sistemas, no que se refere às tabelas de cadastro geral. Após as tabelas do Logix2000 serem criadas no banco de dados, o primeiro passo consiste em efetuar a conversão dos dados já existentes no Logix para as tabelas correspondentes do Logix2000, no que diz respeito ao MCG Módulo de Controle Geral. Para isso, utiliza-se o programa conversor CNV. O funcionamento do programa é relativamente simples. Ele irá trabalhar lendo os dados existentes nas tabelas do Logix, gravando-os nas tabelas correspondentes do Logix2000. Desta forma, não será necessário efetuar o recadastro de todos os usuários, por exemplo. O programa CNV se encarrega de fazer a transferência desses registros automaticamente para o Logix2000. Abaixo segue a tela principal do CNV: CNV001 - Tela de conversão Logix>LogixPB Para efetuar a conversão de uma tabela, basta marcar o check-box correspondente a ela e clicar no botão Processar. No entanto, a conversão deve seguir uma certa ordem, pois existem tabelas que dependem de dados cadastrados em outras tabelas, como por exemplo a tabela mcg_estado, que depende de mcg_pais, uma vez que todo estado pertence a algum país. Se a conversão da tabela mcg_estado fosse efetuada antes de se converter mcg_pais, a operação seria interrompida. Para evitar isso, ao ser selecionada uma tabela, que é dependente de outra, o sistema marcará automaticamente para conversão ambas as tabelas. A primeira etapa da conversão é certificar-se que as tabelas do módulo MCG estão vazias. Se não estiverem, deverá ser feita a limpeza e/ou a recriação das tabelas verificando se não triggers que alimentam estas tabelas. Mcg_pais, mcg_estado, mcg_cidade e mcg_bairro ao selecionar a conversão para a tabela mcg_bairro, automaticamente o sistema selecionará as outras tabelas das quais o mcg_bairro é dependente. Mcg_idioma, mcg_nacionalidade, mcg_unid_med estas tabelas servirão de base para as próximas tabelas. Devem ser convertidas na ordem. Mcg_companhia esta tabela é a união de algumas tabelas do Logix (fornecedor, clientes, representante, empresa, outras). Estes dados são cadastrados na tabela mcg_companhia e recebem um novo código que será lançado tanto nesta tabela quanto na tabela mcg_dp_cia, onde será feita a comparação do código atual com o antigo código (tabela do Logix). A tabela mcg_companhia faz a consistência de seus dados através da verificação da existência de cidades que estão nas tabelas do Logix, e verifica se estas cidades foram convertidas para a tabela mcg_cidade. \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 18

23 O sistema de conversão também faz a verificação de campos com valores nulos em campos obrigatórios. Com a alteração do conversor, estas verificações todas serão feitas antes do início do processo de carga das tabelas de companhia, para evitar que erros apareçam durante a conversão da tabela. Mcg_empresa, mcg_filial, mcg_hist_empresa, mcg_hist_filial estas tabelas são geradas a partir da tabela empresa do Logix, que solicita ao usuário que determine a estrutura de empresas e filiais. Na escolha da empresa e suas respectivas filiais, deverá ser marcado o campo Filial_Matriz, onde esta empresa representará a matriz. Após a conversão, na tabela mcg_filial haverá um campo (empresa_logix) onde será inserido o código da empresa da tabela empresas do Logix. Nesta conversão, quando for solicitada a cidade, esta deverá ser informada para que não ocorram erros durante a conversão. Mcg_local nesta conversão é feita a consistência para verificar se existe a empresa especificada na tabela local, comparando com as empresas já convertidas. Esta consistência faz referência ao campo empresa_logix da tabela mcg_filial. Mcg_usuário, mcg_usuario_filial, Mcg_moeda, mcg_cotacao, Mcg_banco, mcg_age_bancaria, mcg_cta_bancaria - continuará sendo feita a conversão como anteriormente. Mcg_familia_item - na conversão da tabela família do Logix será feita a verificação da integridade buscando a empresa da tabela família e da tabela mcg_filial (empresa_logix). É feita também a verificação da integridade buscando o campo unid_medida na tabela mcg_unid_medida. Mcg_item, mcg_item_empresa, mcg_item_filial - será feita a conversão das tabelas item, item_man e item_sup do Logix, verificando quais são as famílias dos itens e os locais, convertendo os itens, separando-os por item_empresa e item_filial, que farão consistência com os dados da tabela mcg_filial, onde será verificado o que é empresa e o que é filial, permitindo assim separar as tabelas DEPENDÊNCIA ENTRE TABELAS LOGI MÓDULO MCG Tabela mcg_pais mcg_estado mcg_cidade mcg_bairro mcg_idioma mcg_nacionalidade mcg_unid_medida mcg_companhia mcg_moeda mcg_cotação mcg_empresa/mcg_filial/ mcg_hist_empresa/mcg_hist_filial mcg_local mcg_usuario mcg_usuario_filial mcg_banco mcg_age_bancaria mcg_cta_bancaria Mcg_familia_item Dependência Independente mcg_pais mcg_estado e mcg_pais mcg_cidade, mcg_estado e mcg_pais Independente Independente Independente Independente Independente mcg_moeda São interdependentes (uma depende da outra) mcg_empresa/mcg_filial/mcg_hist_empresa/mcg_hist_filial Independente mcg_usuario e mcg_empresa/mcg_filial/mcg_hist_empresa Independente mcg_banco mcg_age_bancaria e mcg_banco Independente 8.3. RELAÇÃO ENTRE TABELAS LOGI/LOGI2000 mcg_pais mcg_estado mcg_cidade mcg_bairro mcg_idioma Tabela Logix2000 paises uni_feder cidades Bairros idiomas Tabela Logix \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 19

24 mcg_nacionalidade mcg_unid_medida mcg_moeda mcg_cotação mcg_local mcg_usuario mcg_usuario_filial mcg_banco mcg_age_bancaria nacionalidade unid_med Moeda cotação local usuarios Usuario_empresa Bancos agencia_bco 8.4. CONCEITOS PARA CONVERSÃO DE EMPRESA/FILIAL Um dos pontos que ocorre grandes mudanças é o conceito da estrutura de empresas e filiais. Abaixo vamos exemplificar uma situação. No cadastro de empresas do Logix existem as seguintes empresas cadastradas: Empresa Nome Fantasia (Empresa Matriz) 21 Empresa 21 AA Empresa AA Empresa 22 KA Empresa KA 22 KZ Empresa KZ 22 WA Empresa WA 22 WZ Empresa WZ 22 YA Empresa YA 22 YS Empresa YS Empresa 34 GA Empresa GA Empresa 36 FA Empresa FA 36 FB Empresa FB Empresa 40 EA Empresa EA 40 EJ Empresa EJ Empresa 42 BA Empresa BA 42 BH Empresa BH Empresa 50 DA Empresa DA 50 DJ Empresa DJ Empresa 60 CA Empresa CA 60 CF Empresa CF Empresa 61 LA Empresa LA Empresa 64 IA Empresa IA 64 IC Empresa IC Empresa 65 HÁ Empresa HA 65 HK Empresa HK Empresa 66 MA Empresa MA 66 \Metodologia Desenvolvimento\Suporte\Instalação\Logix2\ins_logix_pb.doc 20

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Data alteração: 19/07/11 Pré Requisitos: Acesse o seguinte endereço e faça o download gratuito do SQL SRVER EXPRESS, conforme a sua plataforma x32 ou

Leia mais

Procedimentos para Instalação do SISLOC

Procedimentos para Instalação do SISLOC Procedimentos para Instalação do SISLOC Sumário 1. Informações Gerais...3 2. Instalação do SISLOC...3 Passo a passo...3 3. Instalação da Base de Dados SISLOC... 11 Passo a passo... 11 4. Instalação de

Leia mais

Procedimentos para Instalação do Sisloc

Procedimentos para Instalação do Sisloc Procedimentos para Instalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Instalação do Sisloc... 3 Passo a passo... 3 3. Instalação da base de dados Sisloc... 16 Passo a passo... 16 4. Instalação

Leia mais

Manual de Instalação Atendimento 3.4

Manual de Instalação Atendimento 3.4 Manual de Instalação Atendimento 3.4 1 ÍNDICE 1 - Instalação do Atendimento... 3 1.1 - Iniciando Instalação do Atendimento... 3 1.2 - Preparando-se para Instalação... 3 1.2 - Bem Vindo à Instalação do

Leia mais

Configuração dos bancos e ambientes SQA

Configuração dos bancos e ambientes SQA Engenharia Totvs Revisão 4 Julho 2012 121 INDICE SERVIDORES... 3 Servidores de aplicação com sistema operacional Windows... 3 MSDB01 Cadastro de Menu... 3 MARAPE... 3 Servidor de aplicação com sistema

Leia mais

Manual STCP Web Admin 27/07/2009, Riversoft Integração e Desenvolvimento

Manual STCP Web Admin 27/07/2009, Riversoft Integração e Desenvolvimento STCP OFTP Web Admin Versão 4.0.0 Riversoft Integração e Desenvolvimento de Software Ltda Av.Dr.Delfim Moreira, 537 Centro Santa Rita do Sapucaí, Minas Gerais CEP 37540 000 Tel/Fax: 35 3471 0282 E-mail:

Leia mais

Sumário. 1. Instalação GVcollege... 4. 1.1. GVsetup... 4. 1.1.1. Instalação com Banco de dados... 6. 1.2. Configurações... 10

Sumário. 1. Instalação GVcollege... 4. 1.1. GVsetup... 4. 1.1.1. Instalação com Banco de dados... 6. 1.2. Configurações... 10 Sumário 1. Instalação GVcollege... 4 1.1. GVsetup... 4 1.1.1. Instalação com Banco de dados... 6 1.2. Configurações... 10 1.2.1. APS Licence Service... 11 1.2.2. APS Licence File... 11 1.2.3. DBXconfig...

Leia mais

Instalação TotvsServiceSped

Instalação TotvsServiceSped Instalação TotvsServiceSped ÍNDICE INSTALAÇÃO PRODUTO TOTVSSERVICESSPED - NFE... 1 INSTALAÇÃO DO TOPCONNECT... 2 1. Configuração da conexão com o Banco de Dados... 7 1.1. SQL Server... 7 1.2. Informix...

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LSoft Ponto Eletrônico

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LSoft Ponto Eletrônico MANUAL DE INSTALAÇÃO LSoft Ponto Eletrônico SUPORTE TÉCNICO AO USUÁRIO: Atendimento On-line: www.lsoft.com.br E-Mail: suporte@lsoft.com.br (37) 3237-8900 Versão 1.0-2014. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Sumário SYSBIBLI INSTALAÇÃO

Sumário SYSBIBLI INSTALAÇÃO Sumário 1. Sysbibli...3 1.1 Informação... 3 1.2 Informações técnicas... 3 1.3 Requisitos de Hardware... 3 1.4 Requisitos de Software...3 1.5 Instalação...3 1.6 Configuração... 4 2. Criação das Tabelas

Leia mais

TUTORIAL PARA A INSTALAÇÃO EM AMBIENTE DE REDE WINDOWS DO SERVIDOR FIREBIRD

TUTORIAL PARA A INSTALAÇÃO EM AMBIENTE DE REDE WINDOWS DO SERVIDOR FIREBIRD TUTORIAL PARA A INSTALAÇÃO EM AMBIENTE DE REDE WINDOWS DO SERVIDOR FIREBIRD Este tutorial foi preparado com o objetivo de orientar os passos necessários para a instalação do SGBD relacional Firebird, em

Leia mais

Obs: É necessário utilizar um computador com sistema operacional Windows 7.

Obs: É necessário utilizar um computador com sistema operacional Windows 7. Instalando os Pré-Requisitos Os arquivos dos 'Pré-Requisitos' estão localizados na pasta Pré-Requisitos do CD HyTracks que você recebeu. Os arquivos também podem ser encontrados no servidor. (www.hytracks.com.br/pre-requisitos.zip).

Leia mais

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009.

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009. Guia de Instalação do SolidWorks 2009 INTRODUÇÃO A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009. O SolidWorks pode ser instalado

Leia mais

Instalação, configuração e manual

Instalação, configuração e manual Cardápio Moura Instalação, configuração e manual Conteúdo Instalação... 4 Requisitos mínimos... 4 Windows 8... 5 Instalação do IIS no Windows 8... 5 Configuração do IIS no WINDOWS 8... 15 Windows 7...

Leia mais

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010.

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010. Guia de Instalação do SolidWorks 2010 INTRODUÇÃO A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010. O SolidWorks pode ser instalado

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View www.cali.com.br - Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View - Página 1 de 29 Índice INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO (FIREBIRD E

Leia mais

Introdução ao Sistema. Características

Introdução ao Sistema. Características Introdução ao Sistema O sistema Provinha Brasil foi desenvolvido com o intuito de cadastrar as resposta da avaliação que é sugerida pelo MEC e que possui o mesmo nome do sistema. Após a digitação, os dados

Leia mais

BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart.

BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart. 16/08/2013 BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart. Versão 1.0 19/12/2014 Visão Resumida Data Criação 19/12/2014 Versão Documento 1.0 Projeto

Leia mais

FileMaker 13. Guia de ODBC e JDBC

FileMaker 13. Guia de ODBC e JDBC FileMaker 13 Guia de ODBC e JDBC 2004 2013 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara, Califórnia 95054 FileMaker e Bento são marcas comerciais da

Leia mais

Instalação do TOTVS ESB. Guia de Instalação do TOTVS ESB

Instalação do TOTVS ESB. Guia de Instalação do TOTVS ESB Guia de Instalação do TOTVS ESB Copyright 2011 TOTVS S.A. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste documento pode ser copiada, reproduzida, traduzida ou transmitida por qualquer meio eletrônico

Leia mais

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 ArpPrintServer Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO SISTEMA... 3 REQUISITOS DE SISTEMA... 4 INSTALAÇÃO

Leia mais

MA001. 01 de 28. Responsável. Revisão Q de 26/06/2015. Cantú & Stange Software. Página

MA001. 01 de 28. Responsável. Revisão Q de 26/06/2015. Cantú & Stange Software. Página Manual de instalação do Zada 5 MA001 Responsável Revisão Q de 26/06/2015 FL Página 01 de 28 Página 1 de 33 Revisão Q de 26/06/2015 MA001 Responsável: FL Manual de instalação do Zada 5 Este manual consiste

Leia mais

Totvs RMI - Gerador de Relatórios

Totvs RMI - Gerador de Relatórios 27/11/2012 2 Sumário 1 Visão Geral da Solução... 3 Pré-requisitos... 3 2 Como Utilizar esta Solução... 10 Configurações Necessárias... 10 Passo a Passo... 10 Dicas de Produtividade... 11 3 1 Visão Geral

Leia mais

Guia de Instalação do SARA Portal Web TOTVS [06/2015]

Guia de Instalação do SARA Portal Web TOTVS [06/2015] Guia de Instalação do SARA Portal Web TOTVS [06/2015] Sumário 1. Instalação do Portal WEB SARA... 3 2. Instalação do Protheus... 4 3. Atualização do Binário do Protheus... 5 4. Atualização do RPO... 6

Leia mais

Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br

Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br Manual do Suporte LZT LZT Soluções em Informática Sumário VPN...3 O que é VPN...3 Configurando a VPN...3 Conectando a VPN... 14 Possíveis erros...16 Desconectando

Leia mais

Securithor - Instalação

Securithor - Instalação Securithor - Instalação Esse texto é um passo a passo da instalação do programa SECURITHOR de Monitoramento de alarmes da MCDI. Se você pretende atualizar um programa Securithor já instalado, por favor

Leia mais

GEPLANES GESTÃO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO MANUAL DE INSTALAÇÃO DO GEPLANES EM UM AMBIENTE WINDOWS

GEPLANES GESTÃO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO MANUAL DE INSTALAÇÃO DO GEPLANES EM UM AMBIENTE WINDOWS GEPLANES GESTÃO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO MANUAL DE INSTALAÇÃO DO GEPLANES EM UM AMBIENTE WINDOWS JANEIRO 2015 1 Sumário 1. Introdução...3 2. Pré-Requisitos...4 2.1. Instalação do Java Development Kit

Leia mais

Manual de Atualização de Versão

Manual de Atualização de Versão Fornece as orientações necessárias para efetuar a atualização da versão do Citsmart no ambiente Windows. Versão 1.5 10/03/2015 Visão Resumida Data Criação 10/03/2015 Versão Documento 1.5 Projeto Responsáveis

Leia mais

Configurando DDNS no Stand Alone

Configurando DDNS no Stand Alone Configurando DDNS no Stand Alone Abra o seu navegador de internet e acesse o endereço http://www.advr.com.tw(ou, http://59.124.143.151 ). Clique em Register para efetuar o cadastro de um novo grupo.(foto

Leia mais

Docas do Pará - Guia de Instalação

Docas do Pará - Guia de Instalação Docas do Pará - Guia de Instalação Procedimento para instalar em um novo porto Primeiro faça a instalação no computador servidor do porto (v. abaixo), depois instale em cada máquina de cadastro/acompanhamento

Leia mais

Manual de Atualização de Versão Fornece as orientações necessárias para efetuar a atualização da versão do Citsmart no ambiente Linux.

Manual de Atualização de Versão Fornece as orientações necessárias para efetuar a atualização da versão do Citsmart no ambiente Linux. Fornece as orientações necessárias para efetuar a atualização da versão do Citsmart no ambiente Linux. Versão 2.5 10/03/2015 Visão Resumida Data Criação 10/03/2015 Versão Documento 2.5 Projeto Responsáveis

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Introdução a Banco de Dados

Introdução a Banco de Dados Introdução a Banco de Dados Ricardo Henrique Tassi - Departamento de Replicação Índice 1- Introdução... 03 2- Quais são os bancos de dados mais conhecidos hoje em dia...04 3- Quais são os tipos de banco...05

Leia mais

LOJA ELETRÔNICA MANUAL DE INSTALAÇÃO

LOJA ELETRÔNICA MANUAL DE INSTALAÇÃO LOJA ELETRÔNICA MANUAL DE INSTALAÇÃO RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de

Leia mais

Manual de Instalação do Facilite e Configuração do Banco de Dados

Manual de Instalação do Facilite e Configuração do Banco de Dados Pagina 1 Titulo do Manual [Parâmetros Gerais] Elaboração [Ricardo Francisco Mizael] Versão 1.1 Data Elaboração 01/08/2011 Paginas 33 Data Revisão 25/11/2011 Pagina 2 Conteúdo do Manual Apresentação...3

Leia mais

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Índice Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter............... 1 Sobre a Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter................ 1 Requisitos de

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 7 Samba, SSH e Backup

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 7 Samba, SSH e Backup Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 7 Samba, SSH e Prof.: Roberto Franciscatto Samba Samba Samba Samba Servidor de compartilhamento de arquivos e recursos de rede É compatível com

Leia mais

Guia do Usuário. idocsscan v.2.1.14

Guia do Usuário. idocsscan v.2.1.14 Guia do Usuário idocsscan v.2.1.14 2013 BBPaper_Ds - 2 - Sumário Introdução... 5 Instalação... 7 Inicializando a aplicação... 12 Barras de acesso e informações... 13 Teclas de atalho... 14 Barra de Ferramentas...

Leia mais

JobScheduler Empresa: Assunto: Responsável: Dados de Contato: Suporte: Comercial: Financeiro:

JobScheduler Empresa: Assunto: Responsável: Dados de Contato: Suporte: Comercial: Financeiro: JobScheduler Módulo Server Empresa: Softbox Setor: Tecnologia Assunto: Manual de configuração Responsável: Departamento Técnico Dados de Contato: Suporte: Fone de contato: (34)3232-5888. E-mail: suporte@softbox.com.br

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR - PROCON/SP MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SISTEMA

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR - PROCON/SP MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SISTEMA MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SISTEMA 1. INTRODUCÃO Este manual tem como objetivo orientar o usuário durante o processo de instalação do SIGA Sistema Global de Atendimento. 2 de 27 2. PRÉ-REQUISITOS DE INSTALAÇÃO

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração

Manual de Instalação e Configuração e Configuração MyABCM 4.0 Versão 4.00-1.00 2 Copyright MyABCM. Todos os direitos reservados Reprodução Proibida Índice Introdução... 5 Arquitetura, requisitos e cenários de uso do MyABCM... 7 Instalação

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft Manual de Instalação e Configuração MG-Soft V 1.5 www.pinaculo.com.br (51)3541-0700 Sumário APRESENTAÇÃO... 3 1. INSTALANDO O MG-SOFT SERVER... 3 1.1. CRIANDO / ATUALIZANDO BANCO DE DADOS... 6 2. CONFIGURANDO

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

MULTIACERVO - VERSÃO 19.* MANUAL PARA CONVERSÃO DA VERSÃO 18.* PARA 19.*

MULTIACERVO - VERSÃO 19.* MANUAL PARA CONVERSÃO DA VERSÃO 18.* PARA 19.* MULTIACERVO - VERSÃO 19.* MANUAL PARA CONVERSÃO DA VERSÃO 18.* PARA 19.* CONTEÚDO: A) Procedimentos comuns para todas as arquiteturas B) Procedimentos exclusivos arquitetura com sgbd SqlServer C) Procedimentos

Leia mais

CSAU 10.0. Guia: Manual do CSAU 10.0 como implementar e utilizar.

CSAU 10.0. Guia: Manual do CSAU 10.0 como implementar e utilizar. CSAU 10.0 Guia: Manual do CSAU 10.0 como implementar e utilizar. Data do Documento: Janeiro de 2012 Sumário 1. Sobre o manual do CSAU... 3 2. Interface do CSAU 10.0... 4 2.1. Início... 4 2.2. Update...

Leia mais

Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1

Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1 Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1 Guia: Manual de instalação do Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1 Data do Documento: novembro de 2012 1 Conteúdo 1. Sobre este manual... 3 2. Requisitos de Sistema...

Leia mais

Operação local em caso de falha na rede

Operação local em caso de falha na rede Agosto/2012 Operação local em caso de falha na rede Caros usuários, Este mês trataremos de um recurso bastante útil e de extrema importância para o uso contínuo do DataLyzer Spectrum. Sem dúvida é um diferencial

Leia mais

FileMaker 14. Guia de ODBC e JDBC

FileMaker 14. Guia de ODBC e JDBC FileMaker 14 Guia de ODBC e JDBC 2004 2015 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara, Califórnia 95054 FileMaker e FileMaker Go são marcas comerciais

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

Instalando e usando o Document Distributor 1

Instalando e usando o Document Distributor 1 Instalando e usando o 1 O é composto por pacotes de software do servidor e do cliente. O pacote do servidor deve ser instalado em um computador Windows NT, Windows 2000 ou Windows XP. O pacote cliente

Leia mais

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Índice ANTES DE VOCÊ COMEÇAR... 4 PRÉ-REQUISITOS... 4 SCREEN SHOTS... 4 A QUEM SE DESTINA ESTE MANUAL... 4 COMO UTILIZAR ESTE MANUAL... 4 Introdução... 5 INSTALANDO

Leia mais

ATA. manual do usuário. Version 1.0 ATA 010001

ATA. manual do usuário. Version 1.0 ATA 010001 Version 1.0 ATA 010001 CONTEÚDO DO KIT FLIP ATA - Adaptador de Analógico (Terminal FLIP) Fonte de energia elétrica AC/DC Cabo de Cabo de Rede Manual do Usuário ESPECIFICAÇÃO LED RING LNK/ACT STATUS PWR

Leia mais

Configuração de Digitalizar para E-mail

Configuração de Digitalizar para E-mail Guia de Configuração de Funções de Digitalização de Rede Rápida XE3024PT0-2 Este guia inclui instruções para: Configuração de Digitalizar para E-mail na página 1 Configuração de Digitalizar para caixa

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS FUNDAMENTOS DE Visão geral sobre o Active Directory Um diretório é uma estrutura hierárquica que armazena informações sobre objetos na rede. Um serviço de diretório,

Leia mais

Sistema MSYS. Manual de Instalação, Configuração e Suporte. Versão 7

Sistema MSYS. Manual de Instalação, Configuração e Suporte. Versão 7 Ao abrir o arquivo em PDF, clique em Visualizar, Painéis de navegação, Marcadores para visualizar o menu lateral ou selecione as opções Visualizar, Painéis de Navegação, Marcadores. Sistema Manual de Instalação,

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS 1) Clique duas vezes no arquivo ControlGasSetup.exe. Será exibida a tela de boas vindas do instalador: 2) Clique em avançar e aparecerá a tela a seguir: Manual de Instalação

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DE REDE SISTEMA IDEAGRI - FAQ CONCEITOS GERAIS

CONFIGURAÇÃO DE REDE SISTEMA IDEAGRI - FAQ CONCEITOS GERAIS CONFIGURAÇÃO DE REDE SISTEMA IDEAGRI - FAQ CONCEITOS GERAIS Servidor: O servidor é todo computador no qual um banco de dados ou um programa (aplicação) está instalado e será COMPARTILHADO para outros computadores,

Leia mais

Manual de Instalação ProJuris8

Manual de Instalação ProJuris8 Manual de Instalação ProJuris8 Sumário 1 - Requisitos para a Instalação... 3 2 - Instalação do Firebird.... 4 3 - Instalação do Aplicativo ProJuris 8.... 8 4 - Conexão com o banco de dados.... 12 5 - Ativação

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft Manual de Instalação e Configuração MG-Soft V 1.5.3 www.pinaculo.com.br (51)3541-0700 Sumário Apresentação... 3 1. Instalando o MG-Soft Server... 3 1.1. Liberar as portas do Firewall... 3 1.2. Autorun...

Leia mais

AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS

AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS Manual de Instalação Tempro Software StavTISS Sumário 1. INTRODUÇÃO... 2 2. REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3. INSTALAÇÃO... 4 4.

Leia mais

Passo 1: Abra seu navegador e digite http://www.no-ip.com. Passo 2: Na tela que surgir, clique em Get Started.

Passo 1: Abra seu navegador e digite http://www.no-ip.com. Passo 2: Na tela que surgir, clique em Get Started. 1 - Como obter seu DNS Dinâmico no No-IP O No-IP, é um sistema de DNS (Domain Name Server), que converte o seu endereço IP em um nome. O que o No-IP faz, é converter o nome do tipo minhacameraip.no-ip.org

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 18 de fevereiro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é

Leia mais

Instalação do ByYou ESB. Guia de Instalação e Atualização do ByYou ESB

Instalação do ByYou ESB. Guia de Instalação e Atualização do ByYou ESB Instalação do ByYou ESB Guia de Instalação e Atualização do ByYou ESB Instalação do ByYou ESB Copyright 2010 TOTVS S.A. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste documento pode ser copiada, reproduzida,

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Manual de Utilização do TOTVS Restore

Manual de Utilização do TOTVS Restore Manual de Utilização do TOTVS Restore Atualização de Ambientes RM O TOTVS Restore é uma ferramenta desenvolvida pela equipe de Engenharia de Software do CD-BH com o intuito de permitir a criação e atualização

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Guia Técnico Configuração

Guia Técnico Configuração Guia Técnico Configuração Guia APC Manual PER-GT-005 Configuração Sumário 1. LOGOTIPO... 1-1 1.1 LOGOTIPO NA CONSULTA INTERNA... 1-1 1.2 LOGOTIPO NOS RELATÓRIOS... 1-1 2. FONTE DO CÓDIGO DE BARRAS... 2-1

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

O servidor de banco de dados ORACLE corporativo da empresa deve possuir a seguinte especificação mínima:

O servidor de banco de dados ORACLE corporativo da empresa deve possuir a seguinte especificação mínima: ICOL Instruções para Instalação - ORACLE 1. Introdução Esse documento contém as instruções para instalação da aplicação ICOL na estrutura de máquinas da empresa cliente. No caso, estão descritos os procedimentos

Leia mais

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 )

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) 2010 SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) SCPIWebCotacao Aplicação Web para Cotação de Preços via Internet Resumo de Instruções

Leia mais

Instalando e Atualizando a Solução... 3. Arquivos de Instalação... 4. Instalação do Servidor de Aplicação... 7. Instalação JDK...

Instalando e Atualizando a Solução... 3. Arquivos de Instalação... 4. Instalação do Servidor de Aplicação... 7. Instalação JDK... Instalando e Atualizando a Solução... 3 Arquivos de Instalação... 4 Instalação do Servidor de Aplicação... 7 Instalação JDK... 7 Instalação Apache Tomcat... 8 Configurando Tomcat... 9 Configurando Banco

Leia mais

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário Índice 1. Introdução...3 2. Requisitos Mínimos de Instalação...3 3. Instalação...3 4. Inicialização do Programa...5 5. Abas de Configuração...6 5.1 Aba Serial...6 5.2 Aba TCP...7 5.2.1 Opções Cliente /

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SES CLIENT

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SES CLIENT MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SES CLIENT Instalando o SES Client O primeiro passo para utilizarmos o SES Client é instalarmos o Client de Banco de Dados do Oracle. Caso o Client de Banco do Oracle já esteja

Leia mais

MULTIACERVO - VERSÃO 18.* MANUAL PARA CONVERSÃO DA VERSÃO 17.* PARA 18.*

MULTIACERVO - VERSÃO 18.* MANUAL PARA CONVERSÃO DA VERSÃO 17.* PARA 18.* MULTIACERVO - VERSÃO 18.* MANUAL PARA CONVERSÃO DA VERSÃO 17.* PARA 18.* CONTEÚDO: A) Procedimentos comuns para todas as arquiteturas B) Procedimentos exclusivos arquitetura com sgbd MS-SQL-SERVER C) Procedimentos

Leia mais

Instalação do utilitário de migração DBF SQL

Instalação do utilitário de migração DBF SQL Migração da base de dados Folhamatic Linha Office para SQL Considerações: Os sistemas Folhamatic Linha Office e os Arquivos Essenciais devem estar atualizados com a última versão disponível no site, quando

Leia mais

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes)

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) 1. Sobre o Microsoft Dynamics CRM - O Microsoft Dynamics CRM permite criar e manter facilmente uma visão clara dos clientes,

Leia mais

Manual de referência do HP Web Jetadmin Database Connector Plug-in

Manual de referência do HP Web Jetadmin Database Connector Plug-in Manual de referência do HP Web Jetadmin Database Connector Plug-in Aviso sobre direitos autorais 2004 Copyright Hewlett-Packard Development Company, L.P. A reprodução, adaptação ou tradução sem permissão

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação

www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação Índice 1. Introdução... 3 2. Funcionamento básico dos componentes do NetEye...... 3 3. Requisitos mínimos para a instalação dos componentes do NetEye... 4 4.

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile 1 1 INICIANDO O APLICATIVO PELA PRIMEIRA VEZ... 3 2 PÁGINA PRINCIPAL DO APLICATIVO... 4 2.1 INTERFACE INICIAL... 4 2.2 DISPOSITIVO NÃO REGISTRADO...

Leia mais

INSTRUÇÕESPARA INSTALAÇÃO COMPLETA CLIENTE ORACLE E SISTEMA PERGAMUM

INSTRUÇÕESPARA INSTALAÇÃO COMPLETA CLIENTE ORACLE E SISTEMA PERGAMUM INSTRUÇÕESPARA INSTALAÇÃO COMPLETA CLIENTE ORACLE E SISTEMA PERGAMUM Estas instruções devem ser utilizadas para os micros que foram formatados ou nunca tiveram a versão do sistema Pergamum instalada antes.

Leia mais

Manual de Instalação SystemFarma AutoCred

Manual de Instalação SystemFarma AutoCred Manual de Instalação SystemFarma AutoCred Requisitos do Sistema Para iniciar a instalação é necessário antes verificar os seguintes requisitos do sistema: Windows 98 ou superior com no mínimo 32 MB de

Leia mais

Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles:

Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles: Instalação do Netz Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles: Instalação do Java SE 6, que pode ser instalado através da JDK.

Leia mais

Maker Planet www.makerplanet.com Manual do Usuário

Maker Planet www.makerplanet.com Manual do Usuário Maker Planet www.makerplanet.com Manual do Usuário Atenção: Este é o rascunho inicial deste documento, visite o Maker Planet.COM (HTTP://www.makerplanet.com/) para obter as atualizações deste documento.

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO ÍNDICE Relatórios Dinâmicos... 3 Requisitos de Sistema... 4 Estrutura de Dados... 5 Operadores... 6 Tabelas... 7 Tabelas x Campos... 9 Temas... 13 Hierarquia Relacionamento...

Leia mais

Manual para conexão e utilização do VETORH (Sistema de Recursos Humanos) via acesso ao terminal remoto

Manual para conexão e utilização do VETORH (Sistema de Recursos Humanos) via acesso ao terminal remoto Manual para conexão e utilização do VETORH (Sistema de Recursos Humanos) via acesso ao terminal remoto Objetivo: Fornecer informações técnicas necessárias aos administradores e helpdesk dos usuários do

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

Conteúdo Store manager... 2

Conteúdo Store manager... 2 Conteúdo Store manager... 2 Instalação StoreManager... 4 Servidor... 4 Estação... 4 Configurações necessárias para acessar o sistema... 4 Servidor... 4 Estações... 5 Configuração dos Importadores... 8

Leia mais

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN O programa TabWin pode ser utilizado para calcular indicadores epidemiológicos e operacionais da tuberculose bem como para análise da qualidade da base de dados do Sinan. O usuário deve ter a versão atualizada

Leia mais

Cadastro de Orçamento Utilizando Tablet Android

Cadastro de Orçamento Utilizando Tablet Android Cadastro de Orçamento Utilizando Tablet Android Instalação, configuração e manual 1 Conteúdo Instalação... 4 Requisitos mínimos... 4 Windows 8... 5 Instalação do IIS no Windows 8... 5 Configuração do IIS

Leia mais

Arquivos de Instalação... 4. Instalação JDK... 7. Instalação Apache Tomcat... 8. Configurando Tomcat... 9

Arquivos de Instalação... 4. Instalação JDK... 7. Instalação Apache Tomcat... 8. Configurando Tomcat... 9 Instalando e Atualizando a Solução... 3 Arquivos de Instalação... 4 Instalação do Servidor de Aplicação... 7 Instalação JDK... 7 Instalação Apache Tomcat... 8 Configurando Tomcat... 9 Configurando Banco

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Acadêmico (Exec5)

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Acadêmico (Exec5) Manual de Instalação e Configuração do Sistema Acadêmico (Exec5) 1 ÍNDICE: Assunto página Convenções 3 1. Antes da instalação e configuração do sistema Acadêmico 4 1.1 Instalação do BDE Administrator 4

Leia mais

splinker Manual de instalação, configuração e uso

splinker Manual de instalação, configuração e uso splinker Manual de instalação, configuração e uso Índice ÍNDICE... 2 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1. SPLINKER E A REDE SPECIESLINK... 3 1.2. PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO E EXECUÇÃO DO SPLINKER... 3 2. INSTALAÇÃO...

Leia mais

Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0

Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0 Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0 2014 Innova Soluções Tecnológicas Este documento contém 28 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Novembro de 2014. Impresso

Leia mais

Instalação do SEF. Download dos arquivos para Instalação. Preparar Banco de Dados. Instalar Aplicativo nas Maquinas de usuários

Instalação do SEF. Download dos arquivos para Instalação. Preparar Banco de Dados. Instalar Aplicativo nas Maquinas de usuários Instalação do SEF Download dos arquivos para Instalação 1. Os arquivos para download são estes: (CTRL + Clique no Link ) http://atualizacoes.usb.org.br/sef/instalacao_winsef/bk_estoque_zerado.zip http://atualizacoes.usb.org.br/sef/instalacao_winsef/sef_instalacao-v2312.zip

Leia mais

Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers. Guia de Instalação Rápida

Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers. Guia de Instalação Rápida Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers Guia de Instalação Rápida 13897290 Instalação do Backup Exec Este documento contém os seguintes tópicos: Requisitos do sistema Antes de instalar Sobre a conta

Leia mais