Teresa Branco COMO VENCER A FOME EMOCIONAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Teresa Branco COMO VENCER A FOME EMOCIONAL"

Transcrição

1 Teresa Branco COMO VENCER A FOME EMOCIONAL

2

3 CONTEÚDOS INTRODUÇÃO 7 COMO LER ESTE LIVRO 13 PRIMEIRA PARTE :: FOME EMOCIONAL E O AUMENTO DO PESO > Capítulo 1 :: PORQUE AUMENTAMOS DE PESO? 17 SEGUNDA PARTE :: O QUE É A FOME EMOCIONAL > Capítulo 2 :: A FOME EMOCIONAL, A COMPULSÃO E A ADIÇÃO ALIMENTAR 27 > Capítulo 3 :: STRESSE, ESSE MONSTRO SILENCIOSO QUE NOS FAZ COMER DE MAIS 45 > Capítulo 4 :: OS FACTORES DE STRESSE QUE FAVORECEM A ACUMULAÇÃO DE GORDURA 55 > Capítulo 5 :: COMER PARA ALÉM DA FOME 59 > Capítulo 6 :: O PADRÃO ALIMENTAR E OS ESTADOS DE HUMOR 69 > Capítulo 7 :: O SISTEMA NERVOSO EMOCIONAL 71 > Capítulo 8 :: DIFERENTES TIPOS DE DIETAS E SACIEDADE 73 TERCEIRA PARTE :: O CAMINHO PARA A CURA > Capítulo 9 :: DIGA NÃO ÀS DIETAS PARA GERIR BEM O SEU PESO E A FOME EMOCIONAL 79 > Capítulo 10 :: LIBERTE-SE DA FOME EMOCIONAL ATRAVÉS DO CONTROLO DAS SUAS FRAGILIDADES EMOCIONAIS 83 > Capítulo 11 :: PERSEGUIR A VERDADEIRA FELICIDADE E O FIM DA FOME EMOCIONAL 105 > Capítulo 12 :: A COMIDA COMO UMA SOLUÇÃO FALSA PARA O CONTROLO DA FOME EMOCIONAL 123 > Capítulo 13 :: ENCONTRE O SEU CAMINHO PARA COLOCAR UM FIM À FOME EMOCIONAL 129 > Capítulo 14 :: A DIETA TAMBÉM É UMA FALSA SOLUÇÃO PARA CONTROLAR A FOME EMOCIONAL 131 5

4 > Capítulo 15 :: FAÇA AS ESCOLHAS ACERTADAS PARA CONSEGUIR A FELICIDADE REAL E CONTROLAR A FOME EMOCIONAL 137 > Capítulo 16 :: ENFRENTAR, DESENVOLVER E DEIXAR PARTIR: O CAMINHO PARA O CONTROLO DA FOME EMOCIONAL 141 > Capítulo 17 :: UM NOVO EU QUE EMERGE SEM FOME EMOCIONAL 143 > Capítulo 18 :: ULTRAPASSAR A FOME EMOCIONAL ATRAVÉS DA TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL 145 > Capítulo 19 :: A ENTREVISTA MOTIVACIONAL COMO ALTERNATIVA PARA CONTROLAR A SUA FOME EMOCIONAL 153 > Capítulo 20 :: ALGUMAS DICAS PRÁTICAS E SIMPLES PARA ULTRAPASSAR A FOME EMOCIONAL 155 CONCLUSÃO 159

5 PRIMEIRA PARTE FOME EMOCIONAL E O AUMENTO DO PESO

6

7 :: CAPÍTULO 1 :: PORQUE AUMENTAMOS DE PESO? A obesidade e o excesso de peso devem-se a vários fatores, mas julgo, pela experiência que adquiri ao longo destes 13 anos, que o acesso a comida com grande densidade energética (muitas calorias) e de qualidade nutricional diminuída, um estilo de vida muito sedentário, um estado permanente de insatisfação e infelicidade causado por uma ausência de significado na vida, o stresse e a ansiedade são os fatores que mais influenciam este aumento do peso e da obesidade no mundo. Existem algumas razões fisiológicas que promovem o aumento do peso e das quais irei falar de forma abreviada, dado que este livro está direcionado para a componente mais emocional. No entanto, é importante perceber que a gestão do peso depende de várias componentes, como referi no parágrafo anterior. Tenho observado que muitas das pessoas com tendência para engordar têm paralelamente um mau metabolismo dos hidratos de carbono. Este facto é meramente fisiológico, não dependendo da nossa vontade, e é causado pela informação genética que recebemos dos nossos pais e outros familiares. Então, antes de mais, o que são os hidratos de carbono? São um macronutriente que constitui vários alimentos, tais como: arroz, massa, bolachas, pão, tostas, doces, entre outros. 17

8 COMO VENCER A FOME EMOCIONAL Porque somos intolerantes aos hidratos de carbono? Perante a ingestão de alimentos ricos em hidratos de carbono, algumas pessoas produzem mais insulina (hormona que ajuda a metabolizar os hidratos de carbono) do que outras, e essa produção excessiva de insulina contribui para uma maior acumulação de gordura. Este parâmetro fisiológico está muito relacionado com a genética de cada indivíduo. Usualmente, as pessoas que são filhas de pais diabéticos tipo 2 têm uma maior predisposição para desenvolver um mau metabolismo dos hidratos de carbono. Da minha prática profissional, tenho vindo a observar que as pessoas magras, que gostavam de aumentar de peso, quando realizam um teste de tolerância à glicose (açúcar) têm valores de insulina muito baixos duas horas após a ingestão de 75g de glicose. Os indivíduos que pretendem perder peso e que têm dificuldade em manter-se magros têm valores de insulina muito elevados, após a ingestão dos mesmos 75g de glicose e no mesmo período de tempo. Este teste permite-nos perceber que as pessoas que produzem mais insulina irão armazenar as calorias dos 75g de glicose com mais facilidade do que os que produzem pouca insulina. Recordo-me do caso de um homem de 38 anos que me procurou porque queria aumentar de peso, sentia-se muito magro. Esse homem realizou este teste e duas horas após a ingestão dos 75g de glicose tinha sete unidades de insulina no sangue. Um outro homem da mesma idade, com excesso de peso, confidenciou-me que não percebia porque tinha tanta dificuldade em perder peso, pois não comia para ter o peso que tinha. Após a ingestão dos 75g de glicose este homem apresentava 965 unidades de insulina no sangue. Tenho observado esta tendência na maioria dos casos que acompanho e com certeza este fenómeno fisiológico terá alguma responsabilidade na predisposição que alguns têm para engordar. 18

9 PRIMEIRA PARTE :: FOME EMOCIONAL E O AUMENTO DE PESO Existem outras causas fisiológicas que nos levam a aumentar de peso, muitas delas relacionadas com o nosso perfil hormonal. A glândula tiroideia promove a produção das hormonas tiroideias (T3 e T4), que quando estão diminuídas no nosso organismo promovem uma doença que se chama hipotiroidismo. O hipotiroidismo provoca uma diminuição do nosso metabolismo que conduz ao aumento do peso quer pela retenção de líquidos, quer pelo aumento da massa gorda corporal. Embora esta alteração seja pouco recorrente nas pessoas com excesso de peso, alguns investigadores defendem a teoria de que existe um hipotiroidismo subclínico, ou seja, quando observamos umas análises ao sangue os valores das hormonas tiroideias estão dentro de parâmetros considerados normais, mas muito próximos dos valores mínimos. Usualmente estas pessoas têm temperaturas corporais muito baixas, tendem a acumular água no organismo, sentem-se particularmente cansadas, têm prisão de ventre e tendência para engordar. No fundo, e segundo os proponentes desta teoria, para estas pessoas os níveis de hormonas tiroideias, embora dentro dos limites mínimos, não são suficientes para assegurar as diversas funções do organismo, nomeadamente o controlo do peso. As hormonas sexuais masculinas e femininas também nos ajudam a controlar o peso. O que tenho vindo a observar é que os homens com tendência para engordar têm níveis de testosterona (a hormona masculina mais potente) muito baixos para a sua faixa etária. O que ainda não percebemos é se o excesso de peso conduz à diminuição da testosterona ou se os níveis baixos de testosterona conduzem ao aumento do peso. Algumas terapias em que os homens são injetados com testosterona ajudam na perda do peso, ainda assim, esta área carece de algum fundamento científico. Nas mulheres, os níveis de testosterona baixos também parecem contribuir para uma menos boa gestão do peso. No entanto, e tal como foi referido para os homens, não existe evidência 19

10 COMO VENCER A FOME EMOCIONAL científica suficiente. Curiosamente, na menopausa, os níveis de testosterona nas mulheres também tendem a descer, tal como acontece com as hormonas femininas e esta é a fase da vida em que as mulheres mais predisposição têm para engordar. As hormonas femininas (estrogénios e progesterona) também ajudam a controlar o peso. A partir dos 35 anos, as mulheres tendem a diminuir a concentração de progesterona, o que lhes provoca uma tendência para acumular gordura na região abdominal, uma menor definição da cintura, retenção de líquidos, grande tensão e dor mamária. A diminuição da progesterona conduz à dominância dos estrogénios, ou seja, os estrogénios permanecem elevados não existindo progesterona para compensar a sua concentração. Esta alteração hormonal traduz-se num aumento gradual do peso e numa grande dificuldade em perdê-lo. Mais tarde, quando a mulher perde os seus estrogénios, o peso tende a aumentar ainda mais. Esta representa a fase da menopausa nas mulheres e em média as mulheres aumentam cinco a 10 quilos durante este período. O stresse, como iremos aprofundar mais à frente, também contribui para o aumento do peso. Quando estamos sujeitos a stresse crónico, tendemos a aumentar de peso e em fases em que estamos sujeitos a stresse agudo (situa ções de stresse muito intenso) tendemos a diminuir o peso. Recordo-me do caso do Duarte, que sempre foi um rapaz magro mas que vivia para os petiscos. Mesmo em jovem, o que mais adorava fazer ao sábado era ir às compras a uma grande superfície e passar a tarde a preparar os petiscos que iria comer à noite com os amigos. Enquanto praticou basquetebol federado, conseguiu manter-se magro, mas ao deixar o desporto estas iguarias fizeram-no aumentar de peso gradualmente. Quanto mais engordava mais prazer lhe dava cozinhar. A namorada que tinha na altura acompanhava-o nessas actividades. Entretanto separaram-se e o Duarte, com o desgosto amoroso e o stresse que isso lhe causou, emagreceu de repente, 20

11 PRIMEIRA PARTE :: FOME EMOCIONAL E O AUMENTO DE PESO a roupa sobrava-lhe e todos lhe diziam que estava doente. Manteve-se com um peso normal até há dois anos, momento em que ficou desempregado, entrou em stresse crónico e começou a comer para preencher o vazio que sentia no seu dia a dia, quando a mulher saía para trabalhar. O Duarte é um bom exemplo de como o stresse agudo, muito intenso e fruto de um desgosto, pode provocar falta de apetite e consequentemente perda de peso, enquanto o stresse crónico, provocado por uma situação continuada mas desconfortável, pode aumentar o apetite e levar ao aumento do peso. A adição alimentar está muito relacionada com os aspetos mais emocionais e também contribui para o aumento do peso, sendo atualmente evidenciada como um dos fatores que promove a obesidade epidémica. Cada vez mais as pessoas se tornam adictas à comida, comendo porque estão viciadas em comida e não porque necessitam de calorias para sobreviverem. A obesidade é atualmente reconhecida como um dos principais problemas de saúde que o mundo atravessa. Tragicamente, a obesidade em pessoas adultas é mais comum a nível global do que a subnutrição. Mas como foi que chegámos a esta situação? Será que isto faz parte de um ciclo de comportamentos que reflete a nossa natureza mais básica? Ou será um novo fenómeno, que não tem qualquer antecedente? 21

12 COMO VENCER A FOME EMOCIONAL Alguns dados importantes: Segundo uma análise feita em 2012 pela IASO/IOTF, existem 475 milhões de adultos obesos e mais do dobro deste número de pessoas adultas com excesso de peso. Isto significa que 1,5 biliões de adultos têm peso excessivo. Relativamente às crianças e aos adolescentes, mais de 200 milhões têm peso a mais, sendo que entre 40 a 50 milhões são considerados obesos. Nos 27 Estados Membros da União Europeia aproximadamente 60% dos adultos têm excesso de peso ou são obesos. Nos 27 Estados Membros da União Europeia aproximadamente 20% das crianças têm excesso de peso ou são obesas. Dados da OMS de 2008 demonstraram que 1,6 bilhões de pessoas apresentavam excesso de peso e 400 milhões eram obesas. A previsão é de que em 2015 esses numeros cheguem a 3,3 bilhões e 700 milhões, respetivamente. Para ter uma noção, de acordo com as estatísticas mais recentes apuradas pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças Norte Americano, mais de um terço dos adultos nos Estados Unidos são obesos. No Canadá os números apontam para um quarto da população, estando no entanto este número a aumentar rapidamente. Atualmente, não existe nos Estados Unidos um único estado em que pelo menos 15% da população não seja obesa. Como se pode imaginar, isto tem um custo enorme para a economia nacional norte-americana. 22

13 PRIMEIRA PARTE :: FOME EMOCIONAL E O AUMENTO DE PESO Em Portugal as coisas não são muito diferentes. Os últimos dados indicam que quase 50% da população adulta feminina portuguesa tem excesso de peso ou é obesa e no caso dos homens essa percentagem sobe para os 60%. Nos adolescentes, os números também são preocupantes, pois cerca do 30% dos rapazes e raparigas portugueses têm excesso de peso ou são obesos. As patologias associadas à obesidade são também uma preocupação: > Doenças cardiovasculares (maioritariamente doenças cardíacas coronárias e tromboses), doenças estas que são a principal causa de morte no mundo. > Diabetes (especialmente diabetes tipo 2), a causa de 60% da mortalidade. > Desordens músculo-esqueléticas (especialmente osteoartrite uma doença elevadamente degenerativa das articulações). > Alguns tipos de cancro como o do endométrio, o da mama e o do cólon. A obesidade infantil está associada a uma grande probabilidade de obesidade enquanto adulto, morte prematura e algumas incapacidades. Em adição a estes riscos futuros, as crianças obesas poderão experienciar: > Dificuldades respiratórias > Risco aumentado de fraturas > Hipertensão > Sintomas de doença cardiovascular > Resistência à insulina > Risco aumentado de doenças psicológicas Para além da saúde e qualidade de vida de cada pessoa, o excesso de peso e a obesidade acarretam custos diretos e indiretos que colocam pressão nos sistemas de saúde. 23

14 COMO VENCER A FOME EMOCIONAL Custos diretos > Serviços de prevenção, diagnóstico e tratamento. > Na Europa cerca de 2 a 8% dos orçamentos de Saúde são direcionados para as doenças associadas à obesidade e ao excesso de peso. Custos indiretos > Produtividade diminuída, oportunidades reduzidas, atividade restrita, doenças ou morte prematuras. > Alterações de infraestruturas: camas, mesas de operação e cadeiras de rodas reforçadas; torniquetes e assentos mais largos em espaços desportivos; modificações em termos de segurança dos transportes. 24

TERESA BRANCO. emagreça comigo. ninguém engorda porque quer

TERESA BRANCO. emagreça comigo. ninguém engorda porque quer TERESA BRANCO emagreça comigo ninguém engorda porque quer Conteúdos PREFÁCIO DE FRANCISCO PENIM 11 NOTA DA AUTORA 15 PARTE 1 > INTRODUÇÃO 17 CAPÍTULO 1 > PORQUE É QUE ENGORDAMOS? 21 UM CASO DE SUCESSO:

Leia mais

Obesidade Infantil. O que é a obesidade

Obesidade Infantil. O que é a obesidade Obesidade Infantil O que é a obesidade A obesidade é definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma doença em que o excesso de gordura corporal acumulada pode atingir graus capazes de afectar

Leia mais

Sistema neuro-hormonal

Sistema neuro-hormonal Sistema neuro-hormonal O que é o sistema neuro-hormonal? Qualquer alteração no exterior ou no interior do corpo corresponde a um Estímulo que provoca uma resposta do sistema neurohormonal. Como funciona

Leia mais

Hábitos Saudáveis Roda dos Alimentos Perturbações do comportamento alimentar Tratares bem do teu corpo no que se refere à alimentação não é difícil, embora requeira certa disciplina. No entanto, existem

Leia mais

CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA OBESIDADE

CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA OBESIDADE 01 CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA OBESIDADE A obesidade é uma doença crónica que se caracteriza pelo excesso de gordura corporal e que atinge homens, mulheres e crianças de todas as etnias e idades. A sua prevalência

Leia mais

7º Ano 8º Ano 9º Ano. Ficha de avaliação

7º Ano 8º Ano 9º Ano. Ficha de avaliação 1. As principais diferenças entre as raparigas na infância e a adolescência são: Aumento das mamas, alargamento da anca e crescimento de pelos púbicos Aparecimento da menstruação, crescimento de pelos

Leia mais

Dia Mundial da Diabetes - 14 Novembro de 2012 Controle a diabetes antes que a diabetes o controle a si

Dia Mundial da Diabetes - 14 Novembro de 2012 Controle a diabetes antes que a diabetes o controle a si Dia Mundial da Diabetes - 14 Novembro de 2012 Controle a diabetes antes que a diabetes o controle a si A função da insulina é fazer com o que o açúcar entre nas células do nosso corpo, para depois poder

Leia mais

Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje.

Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje. CENTRO UNIVERSITÁRIO ASSUNÇÃO- Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje. Profa. Dra. Valéria Batista O que é vida saudável? O que é vida saudável? Saúde é o estado de complexo bem-estar físico,

Leia mais

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO... 2 SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...12 OUTROS HÁBITOS SAUDÁVEIS...14 ATIVIDADE FÍSICA...14 CUIDADOS

Leia mais

DISTÚRBIOS ALIMENTARES

DISTÚRBIOS ALIMENTARES DISTÚRBIOS ALIMENTARES Adolescência Período da vida entre a infância e a idade adulta. Fase decisiva na vida do ser humano. Fase de experiências, mudanças físicas, psicológicas e emocionais, que são avaliadas

Leia mais

Projeto Ação Social. Relatório equipe de Nutrição Responsável pelos resultados: Vanessa de Almeida Pereira, Graduanda em Nutrição.

Projeto Ação Social. Relatório equipe de Nutrição Responsável pelos resultados: Vanessa de Almeida Pereira, Graduanda em Nutrição. Projeto Ação Social Relatório equipe de Nutrição Responsável pelos resultados: Vanessa de Almeida Pereira, Graduanda em Nutrição. Objetivo Geral: A equipe de Nutrição teve por objetivo atender aos pacientes

Leia mais

Sistema Endócrino É UM SISTEMA SOFISTICADO E SENSÍVEL FORMADO POR VÁRIOS ÓRGÃOS OU

Sistema Endócrino É UM SISTEMA SOFISTICADO E SENSÍVEL FORMADO POR VÁRIOS ÓRGÃOS OU SISTEMA ENDRÓCRINO Sistema Endócrino É UM SISTEMA SOFISTICADO E SENSÍVEL FORMADO POR VÁRIOS ÓRGÃOS OU GLÂNDULAS DIFERENTES QUE SECRETAM HORMÔNIOS. OS HORMÔNIOS SÃO MENSAGEIROS QUÍMICOS,GERALMENTE TRANSPORTADOS

Leia mais

Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM 27/04/ 2015. Ibmed.com.br. Postado por Redação IBMED

Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM 27/04/ 2015. Ibmed.com.br. Postado por Redação IBMED Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM Postado por Redação IBMED 1) Toda Mulher tem TPM. MITO Nem toda mulher sofre com Tensão Pré-Menstrual e há algumas, muito poucas, que não exibem

Leia mais

FACULDADE DE FARMÁCIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA. Bases Fisiológicas da Sede, Fome e Saciedade Fisiologia Humana

FACULDADE DE FARMÁCIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA. Bases Fisiológicas da Sede, Fome e Saciedade Fisiologia Humana FACULDADE DE FARMÁCIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA Bases Fisiológicas da Sede, Fome e Saciedade Fisiologia Humana Enquadramento A alimentação garante a sobrevivência do ser humano Representa uma fonte de

Leia mais

UM NOVO ESTILO DE VIDA A

UM NOVO ESTILO DE VIDA A 1 UM NOVO ESTILO DE VIDA A Dieta de South Beach sempre se propôs a ser mais do que uma dieta. Na verdade, ela foi desenvolvida para ajudar meus pacientes diabéticos e cardíacos a emagrecer e a se prevenir

Leia mais

Almoço trinta gramas de brócolis (Anorexia Nervosa)

Almoço trinta gramas de brócolis (Anorexia Nervosa) Edson Saggese Almoço trinta gramas de brócolis (Anorexia Nervosa) Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Psiquiatria. Doutor em Ciências da Saúde pelo IPUB/UFRJ, psiquiatra, psicanalista,

Leia mais

APOSTILA AULA 2 ENTENDENDO OS SINTOMAS DO DIABETES

APOSTILA AULA 2 ENTENDENDO OS SINTOMAS DO DIABETES APOSTILA AULA 2 ENTENDENDO OS SINTOMAS DO DIABETES 1 Copyright 2014 por Publicado por: Diabetes & Você Autora: Primeira edição: Maio de 2014 Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta apostila pode

Leia mais

Iremos apresentar alguns conselhos para o ajudar a prevenir estes factores de risco e portanto a evitar as doenças

Iremos apresentar alguns conselhos para o ajudar a prevenir estes factores de risco e portanto a evitar as doenças FACTORES DE RISCO Factores de risco de doença cardiovascular são condições cuja presença num dado indivíduo aumentam a possibilidade do seu aparecimento. Os mais importantes são o tabaco, a hipertensão

Leia mais

Anexo I - Questionário

Anexo I - Questionário Anexo I - Questionário Joana Alexandra de Jesus Amorim, aluna do 4º ano da Licenciatura em Enfermagem da Universidade Fernando Pessoa, encontra-se a realizar um trabalho de investigação com o título Cirurgia

Leia mais

Nós precisamos de beber água para sobreviver!... A. água representa cerca de 60 a 70% do peso corporal e é. do organismo ocorram adequadamente.

Nós precisamos de beber água para sobreviver!... A. água representa cerca de 60 a 70% do peso corporal e é. do organismo ocorram adequadamente. A Água A água é o centro da vida! Nós precisamos de beber água para sobreviver!... A água representa cerca de 60 a 70% do peso corporal e é indispensável a todas as funções do organismo, designadamente,

Leia mais

Brígida Ferrão. 10 de Outubro de 2014

Brígida Ferrão. 10 de Outubro de 2014 Brígida Ferrão 10 de Outubro de 2014 DEFINIÇÃO Sistema Endócrino conjunto de orgãos e tecidos que produzem hormonas, libertadas na corrente sanguínea e que controlam outros orgãos alvo Envelhecimento tecidos

Leia mais

A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bemestar.

A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bemestar. Actividade Física A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bemestar. Saiba mais... Importância da actividade física Programa básico de exercício Determinar o grau de preparação

Leia mais

Módulo II.III- Fisiologia. Bibliografia: Textbook of Medical Phisiology, Guyton, A. e Hall, J. 11ª Edição, págs. 918-930

Módulo II.III- Fisiologia. Bibliografia: Textbook of Medical Phisiology, Guyton, A. e Hall, J. 11ª Edição, págs. 918-930 Módulo II.III- Fisiologia Tema da Aula: Hipófise Docente: Dr. Eduardo Teles Martins Data: 09/12/2008 Número da Aula Previsto: 17 Desgravador: Ana Rita Antão Corrector: Gonçalo Santos www.comissaodecurso0713fml.blogspot.com

Leia mais

Caso da Maria. História Clínica Cognitivo-Comportamental. Joana Gonçalves. 7 de Março de 2008

Caso da Maria. História Clínica Cognitivo-Comportamental. Joana Gonçalves. 7 de Março de 2008 Estágio no Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do centro Hospitalar Cova da Beira História Clínica Cognitivo-Comportamental Caso da Maria 7 de Março de 2008 Joana Gonçalves Dados Biográficos: Nome:

Leia mais

A SAÚDE DO OBESO Equipe CETOM

A SAÚDE DO OBESO Equipe CETOM A SAÚDE DO OBESO Dr. Izidoro de Hiroki Flumignan Médico endocrinologista e sanitarista Equipe CETOM Centro de Estudos e Tratamento para a Obesidade Mórbida. Diretor do Instituto Flumignano de Medicina

Leia mais

Doenças do Comportamento. Alimentar

Doenças do Comportamento. Alimentar Doenças do Comportamento Sinais de alarme: Alimentar Diminuição da ingestão alimentar Ingestão de grandes quantidades de alimentos Aumento do consumo de água Omissão de refeições Restrição da qualidade

Leia mais

6 MILHÕES de casas em Portugal. O seu lar reflete-o. por APAV OS NÚMEROS NESTE CATÁLOGO PRECISAM DE DIMINUIR ATÉ 2016

6 MILHÕES de casas em Portugal. O seu lar reflete-o. por APAV OS NÚMEROS NESTE CATÁLOGO PRECISAM DE DIMINUIR ATÉ 2016 6 MILHÕES de casas em Portugal O seu lar reflete-o OS NÚMEROS NESTE CATÁLOGO PRECISAM DE DIMINUIR ATÉ 2016 por APAV 02 FAMÍLIA 03 > FAMÍLIA 1 /semana A violência doméstica foi responsável por uma morte/semana

Leia mais

MULHERES QUE AMAM DE MAIS

MULHERES QUE AMAM DE MAIS ROBIN NORWOOD MULHERES QUE AMAM DE MAIS Tradução de Isabel Alves k Índice Agradecimentos........................................ 9 Prefácio............................................... 11 Introdução............................................

Leia mais

Tipos de Diabetes e 10 Super Alimentos Para Controlar a Diabetes

Tipos de Diabetes e 10 Super Alimentos Para Controlar a Diabetes Esse Ebook Tem O Objetivo de Ajudar Diabéticos, a Levar Uma Vida Normal Lembrando Que A Diabetes E Uma doença Silenciosa, e Muito Perigosa se Você Ignora-la. Um Outro Ponto Importante e Que A forma de

Leia mais

Saúde Naval MANUAL DE SAÚDE

Saúde Naval MANUAL DE SAÚDE Saúde Naval MANUAL DE SAÚDE IDOSO DOENÇAS MAIS COMUNS Com a chegada da terceira idade, alguns problemas de saúde começam a aparecer, conheça alguns dos mais comuns e saiba como se prevenir: 1 2 DIABETES

Leia mais

O pecado original. Introdução / 13

O pecado original. Introdução / 13 Introdução O pecado original Em 1934, uma jovem pediatra alemã chamada Hilde Bruch mudou- -se para os Estados Unidos, se instalou na cidade de Nova York e ficou impressionada, como escreveu mais tarde,

Leia mais

DEPRESSÃO. Tristeza vs Depressão «Será que estou deprimido?» «Depressão?! O que é?»

DEPRESSÃO. Tristeza vs Depressão «Será que estou deprimido?» «Depressão?! O que é?» DEPRESSÃO Tristeza vs Depressão «Será que estou deprimido?» Em determinados momentos da nossa vida é normal experienciar sentimentos de «grande tristeza». Para a maioria das pessoas, tais sentimentos surgem

Leia mais

CLÍNICA UPTIME TRATAMENTO DA DOR E PROBLEMAS EMOCIONAIS OBESIDADE: ASSUMINDO A RESPONSABILIDADE

CLÍNICA UPTIME TRATAMENTO DA DOR E PROBLEMAS EMOCIONAIS OBESIDADE: ASSUMINDO A RESPONSABILIDADE OBESIDADE: ASSUMINDO A RESPONSABILIDADE Emagrecer é seu desafio, por isso termine essa luta com uma vitória pessoal: assuma a responsabilidade pessoal de cuidar de você no que for necessário e de perseguir

Leia mais

Entrevista para um Jornal Brasileiro via net.

Entrevista para um Jornal Brasileiro via net. 1 Entrevista para um Jornal Brasileiro via net. 1. Com a chegada do verão muitas pessoas procuram dietas que prometem fazer milagres. O que você, como nutricionista, teria para falar sobre essas dietas

Leia mais

Dieta engorda e é gatilho para transtorno alimentar, diz nutricionista

Dieta engorda e é gatilho para transtorno alimentar, diz nutricionista O fim de ano chega, e logo vem aquela preocupação com o ganho de peso provocado pelas delícias natalinas. Quando começar a dieta? Se depender da nutricionista Sophie Deram a resposta é: nunca! Na contramão

Leia mais

SUPLEMENTOS ALIMENTARES

SUPLEMENTOS ALIMENTARES SUPLEMENTOS ALIMENTARES noreva - nutreov SUPLEMENTO EM MAGNÉSIO Stress, fadiga, excesso de trabalho O Magnésio participa no bom funcionamento do equilibrio neuromuscular. É um sal mineral essencial a múltiplos

Leia mais

25 Dicas Para Viver Com Menos Açúcar

25 Dicas Para Viver Com Menos Açúcar 25 Dicas Para Viver Com Menos Açúcar O açúcar pode ser ótimo para o nosso humor, mas é péssimo para a nossa saúde. O excesso dele conduz à obesidade, diabetes, ao câncer, entre outros. Às vezes, muitos

Leia mais

Dossier Informativo. Osteoporose. Epidemia silenciosa que afecta 800.000 pessoas em Portugal

Dossier Informativo. Osteoporose. Epidemia silenciosa que afecta 800.000 pessoas em Portugal Dossier Informativo Osteoporose Epidemia silenciosa que afecta 800.000 pessoas em Portugal 2008 1 Índice 1. O que é a osteoporose? Pág. 3 2. Factores de risco Pág. 4 3. Prevenção Pág. 4 4. Diagnóstico

Leia mais

DISTÚRBIOS ALIMENTARES

DISTÚRBIOS ALIMENTARES CLÍNICA PEDIÁTRICA VER CRESCER DISTÚRBIOS ALIMENTARES Castelo Branco DISTÚRBIOS ALIMENTARES Conjunto de doenças provocadas por alterações significativas nos hábitos alimentares diários, tanto por ingestão

Leia mais

OBESIDADE GRAU 3: TRATAMENTO E ASPECTOS PSICOLÓGICOS

OBESIDADE GRAU 3: TRATAMENTO E ASPECTOS PSICOLÓGICOS OBESIDADE GRAU 3: TRATAMENTO E ASPECTOS PSICOLÓGICOS Todos gostaríamos de ter um corpo o mais perfeito possível, mas esse ideal é difícil de ser alcançado, porque a genética é poderosa e a natureza conta

Leia mais

A patroa quer emagrecer

A patroa quer emagrecer A patroa quer emagrecer A UU L AL A Andando pela rua, você passa em frente a uma farmácia e resolve entrar para conferir seu peso na balança. E aí vem aquela surpresa: uns quilinhos a mais, ou, em outros

Leia mais

Estudos realizados nos EUA, em adolescentes com idades compreendidas entre os doze e os dezanove anos,

Estudos realizados nos EUA, em adolescentes com idades compreendidas entre os doze e os dezanove anos, Adolescência e Obesidade (1/5) A obesidade constitui uma patologia de génese multifactorial, sendo os factores genéticos, metabólicos, ambientais e comportamentais determinantes deste desequilíbrio (DGS,

Leia mais

PEDRO MAIA - FITNESS & CYCLING

PEDRO MAIA - FITNESS & CYCLING PEDRO MAIA - FITNESS & CYCLING PERSONAL TRAINER DESCANSO OBRIGATÓRIO A Importância da Alimentação Depois de termos descrito e elaborado alguns dos conceitos mais utilizados para treinarmos da forma mais

Leia mais

Alimentação Saudável

Alimentação Saudável ANO LECTIVO 2010/2011 Alimentação Saudável Turma: 8º A Elaborado por: Adriana nº1, Carolina Pereira nº8 e Cátia nº10 Disciplina: Área de Projecto e Formação Cívica Professores: Eurico Caetano e Helena

Leia mais

O que é a obesidade?

O que é a obesidade? Como controlar o peso? O que é a obesidade? A obesidade acontece quando há acúmulo excessivo de gordura no corpo Pode ser localizado em certas regiões do corpo ou generalizada Quando o acúmulo é na região

Leia mais

Acabe, com a dor II 1

Acabe, com a dor II 1 ACABE COM A DOR Acabe, com a dor São as mulheres quem mais sofre quadros dolorosos, com maior frequência e em mais áreas corporais, revela a Associação fnternacional para o Estudo da Dor. Conheça as dores

Leia mais

Teste seus conhecimentos: Caça-Palavras

Teste seus conhecimentos: Caça-Palavras Teste seus conhecimentos: Caça-Palavras Batizada pelos médicos de diabetes mellitus, a doença ocorre quando há um aumento do açúcar no sangue. Dependendo dos motivos desse disparo, pode ser de dois tipos.

Leia mais

O QUE SABE SOBRE A DIABETES?

O QUE SABE SOBRE A DIABETES? O QUE SABE SOBRE A DIABETES? 11 A 26 DE NOVEMBRO DE 2008 EXPOSIÇÃO PROMOVIDA PELO SERVIÇO DE MEDICINA INTERNA DO HOSPITAL DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO, EPE DIABETES MELLITUS É uma doença grave? Estou em

Leia mais

DA MULHER Manual prático para viver com saúde os melhores anos da vida

DA MULHER Manual prático para viver com saúde os melhores anos da vida Dr. JOSÉ BENTO Médico ginecologista e obstetra A MELHOR IDADE DA MULHER Manual prático para viver com saúde os melhores anos da vida Sumário Apresentação... 7 Introdução... 11 Capítulo 1 Um corpo de mudanças...

Leia mais

Transcrição de Entrevista n º 24

Transcrição de Entrevista n º 24 Transcrição de Entrevista n º 24 E Entrevistador E24 Entrevistado 24 Sexo Feminino Idade 47 anos Área de Formação Engenharia Sistemas Decisionais E - Acredita que a educação de uma criança é diferente

Leia mais

MELHORE A SUA VIDA CUIDE DO SEU CORAÇÃO!

MELHORE A SUA VIDA CUIDE DO SEU CORAÇÃO! MAIO, MÊS DO CORAÇÃO MELHORE A SUA VIDA CUIDE DO SEU CORAÇÃO! 12 A 31 DE MAIO DE 2008 EXPOSIÇÃO ELABORADA PELA EQUIPA DO SERVIÇO DE CARDIOLOGIA, COORDENADA PELA ENFERMEIRA MARIA JOÃO PINHEIRO. B A R R

Leia mais

Sobre Este Livro. O Que Você Não Lerá. 2 Dieta Para Leigos, 2 a Edição

Sobre Este Livro. O Que Você Não Lerá. 2 Dieta Para Leigos, 2 a Edição 2 Dieta Para Leigos, 2 a Edição depois do nascimento). Engordei e emagreci 110 quilos em meus 50 anos e passei 30 anos fazendo dietas. Mas não fiz mais dieta desde que meu filho se afastou, 11 anos atrás.

Leia mais

Transcrição de Entrevista nº 4

Transcrição de Entrevista nº 4 Transcrição de Entrevista nº 4 E Entrevistador E4 Entrevistado 4 Sexo Masculino Idade 43 anos Área de Formação Engenharia Electrotécnica E - Acredita que a educação de uma criança é diferente perante o

Leia mais

Agora que tenho diabetes... O que posso fazer para permanecer no controle?

Agora que tenho diabetes... O que posso fazer para permanecer no controle? Agora que tenho diabetes... O que posso fazer para permanecer no controle? Tenho diabetes: o que isso significa, afinal? Agora que você recebeu o diagnóstico de diabetes, você começará a pensar em muitas

Leia mais

Doenças do Comportamento Alimentar. Filipe Pinheiro de Campos

Doenças do Comportamento Alimentar. Filipe Pinheiro de Campos NUTRIÇÃO e PATOLOGIAS ASSOCIADAS Doenças do Comportamento Alimentar Saúde e Bem Estar ATITUDES AMBIENTE FISIOLOGIA SAÚDE HEREDITARIEDADE ECONOMIA CULTURA ALIMENTAÇÃO 2 Implicações Clínicas Doenças por

Leia mais

Conteúdos Atividades de revisão da 2ª avaliação do 4º bimestre - Ciências da Natureza

Conteúdos Atividades de revisão da 2ª avaliação do 4º bimestre - Ciências da Natureza Conteúdos Atividades de revisão da 2ª avaliação do 4º bimestre - Ciências da Natureza Conteúdos 2ª Avaliação do 4º bimestre Área de Ciências da Natureza Habilidades Revisar os conteúdos da Área de Ciências

Leia mais

SUMÁRIO. Apresentação... 7

SUMÁRIO. Apresentação... 7 SUMÁRIO Apresentação... 7 1. Os ciclos da vida... 15 Primeira fase: evolutiva, de maturação... 16 Segunda fase: relativa estabilidade... 18 Terceira fase: involutiva inicial... 20 A polêmica gerada pela

Leia mais

A diabetes é muito comum? Responsabilidade pessoal A história da diabetes

A diabetes é muito comum? Responsabilidade pessoal A história da diabetes Introdução A diabetes é muito comum? Se acabou de descobrir que tem diabetes, isso não significa que esteja doente ou que se tenha transformado num inválido. Há milhares de pessoas com diabetes, levando

Leia mais

Brochura. Apenas ao saborear o vinho moderada e calmamente, os seus sabores complexos podem ser apreciados e desfrutados na totalidade.

Brochura. Apenas ao saborear o vinho moderada e calmamente, os seus sabores complexos podem ser apreciados e desfrutados na totalidade. Brochura Vinho com moderação Vinho: a cultura da moderação A produção e consumo de vinho são parte da cultura europeia desde há milénios. A UE é a maior produtora de vinhos do mundo, bem como a líder mundial

Leia mais

Doenças Cardiovasculares

Doenças Cardiovasculares Doenças Cardiovasculares doenças cardiovasculares 1 ÍNDICE O que são as doenças cardiovasculares? 1 Sabe como prevenir as doenças cardiovasculares? 2 Factores modificáveis 4 Açúcar elevado no sangue 4

Leia mais

Terapia Cognitivo-Comportamental dos Transtornos Alimentares Psicologia- Ulbra/Guaíba

Terapia Cognitivo-Comportamental dos Transtornos Alimentares Psicologia- Ulbra/Guaíba Terapia Cognitivo-Comportamental dos Transtornos Alimentares Psicologia- Ulbra/Guaíba Profa. Mestre Cláudia Galvão Mazzoni Fabiana Lima Rosinski Lisiane Botelho Ferreira Patrícia dos Santos Silveira Resumo:

Leia mais

Tratamento do TCAP. Psicologia: como os processos mentais interferem na vida do sujeito. História individual, singularidade.

Tratamento do TCAP. Psicologia: como os processos mentais interferem na vida do sujeito. História individual, singularidade. Tratamento do TCAP Psicologia: como os processos mentais interferem na vida do sujeito História individual, singularidade Psicoterapia: Tratamento: multidisciplinar Equipe coesa Importância de entender

Leia mais

ESTADO D O AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE MAN AUS GABINETE VEREADOR JUNIOR RIBEIRO

ESTADO D O AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE MAN AUS GABINETE VEREADOR JUNIOR RIBEIRO PROJETO DE LEI Nº. 253 / 2014 Dispõe sobre a obrigatoriedade do uso de equipamentos de Ionização de água potável em Unidades de Tratamento de doenças degenerativas da Rede Pública Municipal e de Organizações

Leia mais

Desafio de Perda de Peso da Herbalife

Desafio de Perda de Peso da Herbalife Desafio de Perda de Peso da Herbalife Um grupo de apoio para quem quer saber mais sobre nutrição equilibrada e controlo de peso. Nutrição para uma vida melhor. O que é que tem a perder? Não se trata apenas

Leia mais

www.projetoverao.org 1

www.projetoverao.org 1 1 No mundo da nutrição e do fitness, existem muitos mitos que são difundidos como se fossem verdade absoluta. Por exemplo: você já deve ter ouvido falar que não se deve comer depois das 19:00h. Esses especialistas

Leia mais

Em 2013 perderam-se 4 683 anos potenciais de vida devido à diabetes mellitus

Em 2013 perderam-se 4 683 anos potenciais de vida devido à diabetes mellitus Dia Mundial da diabetes 14 de novembro 1983-2013 EMBARGO ATTÉ 13 DE NOVEMBRO DE 2014,, ÀS 11 HORAS Em 2013 perderam-se 4 683 anos potenciais de vida devido à diabetes mellitus Em 2013, as doenças endócrinas,

Leia mais

A alimentação do diabético. Do que se diz...ao que se sabe. Nídia Braz Dezembro 2014

A alimentação do diabético. Do que se diz...ao que se sabe. Nídia Braz Dezembro 2014 + A alimentação do diabético. Do que se diz...ao que se sabe Nídia Braz Dezembro 2014 + Objetivos da intervenção nutricional 2 na diabetes tipo 1 tipo 2 Articular a ingestão de alimentos c o m a administração

Leia mais

A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bem-estar

A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bem-estar A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bem-estar A actividade física e os desportos saudáveis são essenciais para a nossa saúde e bem-estar. Actividade física adequada e desporto

Leia mais

Osteoporose 2. Definição de Osteoporose 3. Fisiopatologia da Osteoporose 4. Como se faz o diagnóstico de osteoporose 8 Diagnóstico 9

Osteoporose 2. Definição de Osteoporose 3. Fisiopatologia da Osteoporose 4. Como se faz o diagnóstico de osteoporose 8 Diagnóstico 9 2011/2012 Módulo V.II Endocrinologia Tema da Aula: Patologia Mineral - Osteoporose Docente: Dr. Mário Rui Mascarenhas Data: 11/01/2012 Número da Aula Previsto: 30 Desgravador: Francisca Costa, Joana Carvalho

Leia mais

Transcrição de Entrevista nº 5

Transcrição de Entrevista nº 5 Transcrição de Entrevista nº 5 E Entrevistador E5 Entrevistado 5 Sexo Feminino Idade 31 anos Área de Formação Engenharia Electrotécnica e Telecomunicações E - Acredita que a educação de uma criança é diferente

Leia mais

1CARTÃO DE MELHORIA DA SAÚDE

1CARTÃO DE MELHORIA DA SAÚDE World Health Professions Alliance WHPA 1CARTÃO DE MELHORIA DA SAÚDE GUIA PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE WORLD HEALTH PROFESSIONS ALLIANCE WHPA C/O WORLD MEDICAL ASSOCIATION BP 63 01210 FERNEY VOLTAIRE FRANCE

Leia mais

Prevenção Cardio vascular. Dra Patricia Rueda Cardiologista e Arritmologista

Prevenção Cardio vascular. Dra Patricia Rueda Cardiologista e Arritmologista Prevenção Cardio vascular Dra Patricia Rueda Cardiologista e Arritmologista Principal causa de morte em todo o mundo Considerada uma EPIDEMIA pela OMS em 2009 Alta mortalidade Alta morbidade = Muitas

Leia mais

PRIMEIRA FRATURA. FAÇA COM que A SUA SEJA A SUA ÚLTIMA. www.spodom.org. www.iofbonehealth.org

PRIMEIRA FRATURA. FAÇA COM que A SUA SEJA A SUA ÚLTIMA. www.spodom.org. www.iofbonehealth.org FAÇA COM que A SUA PRIMEIRA FRATURA SEJA A SUA ÚLTIMA www.iofbonehealth.org Sociedade Portuguesa de Osteoporose e Doenças Ósseas Metabólicas www.spodom.org O QUE É A OSTEOPOROSE? A osteoporose é uma doença

Leia mais

SAÚDE: Novas tecnologias para o controle de glicemia e aplicação de insulina

SAÚDE: Novas tecnologias para o controle de glicemia e aplicação de insulina Jornal Campos do Jordão & Cia 1 de 1 9/7/2008 16:56 ASSINE BATE-PAPO BUSCA CENTRAL DO ASSINANTE E-MAIL SHOPPING UOL < SAÚDE: Novas tecnologias para o controle de glicemia e aplicação de insulina Para discutir

Leia mais

ELES QUE FAÇAM O QUE EU DIGO!

ELES QUE FAÇAM O QUE EU DIGO! ELES QUE FAÇAM O QUE EU DIGO! ESTRATÉGIAS PARA COMBATER A OBESIDADE PROPOSTAS PELAS CRIANÇAS NAS PASE 2008 Rosalina Gabriel, Ana Moura Arroz, Ana Cristina Palos, Isabel Estrela Rego, António Félix Rodrigues,

Leia mais

TESTE DE AVALIAÇÃO ESCRITA º 2 MÓDULO 2. Prova Escrita de Consulta da Disciplina de Saúde Infantil

TESTE DE AVALIAÇÃO ESCRITA º 2 MÓDULO 2. Prova Escrita de Consulta da Disciplina de Saúde Infantil TESTE DE AVALIAÇÃO ESCRITA º 2 MÓDULO 2 Curso Profissional de Técnico de Apoio à Infância/Ensino Secundário Prova Escrita de Consulta da Disciplina de Saúde Infantil Turma [I] do 10º Ano de Escolaridade

Leia mais

Aula 23 Sistema endócrino

Aula 23 Sistema endócrino Aula 23 Sistema endócrino O sistema endócrino é formado por órgãos e tecidos que secretam hormônios. Os hormônios são lançados na corrente sangüínea e influenciam a atividade de células, órgãos ou sistemas.

Leia mais

CONVERSA DE PSICÓLOGO CONVERSA DE PSICÓLOGO

CONVERSA DE PSICÓLOGO CONVERSA DE PSICÓLOGO Página 1 CONVERSA DE PSICÓLOGO Volume 02 - Edição 01 Julho - 2013 Entrevistada: Mayara Petri Martins Entrevistadora: Bruna Aguiar TEMA: OBESIDADE Mayara Petri Martins. Psicóloga analista do comportamento,

Leia mais

Guia de Bem-Estar Gestão do peso

Guia de Bem-Estar Gestão do peso Guia de Bem-Estar Gestão do peso Como este guia pode beneficiar a sua vida Benefícios positivos Melhor saúde geral Mais energia Melhoria da imagem corporal e da auto-estima Melhoria da disposição Melhoria

Leia mais

Os erros que te impedem de emagrecer!

Os erros que te impedem de emagrecer! Os erros que te impedem de emagrecer! Os 20 erros que comprometem o seu emagrecimento Este artigo é de total responsabilidade e criação de GWBrasil. Acesse e saiba mais: http://goworkoutbrasil.com 1. Não

Leia mais

1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida

1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida 1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida O Que Determina o Sucesso de Uma Dieta? Você vê o bolo acima e pensa: Nunca poderei comer um doce se estiver de dieta. Esse é o principal fator que levam

Leia mais

VAMOS DEIXAR UMA coisa bem clara desde já: você não

VAMOS DEIXAR UMA coisa bem clara desde já: você não Os Programas FAT: a verdadeira causa do seu excesso de peso 1 VAMOS DEIXAR UMA coisa bem clara desde já: você não está gordo porque come demais. Você não é fraco, preguiçoso, indisciplinado, tampouco se

Leia mais

Programa Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) Campanha de Prevenção e Controle de Hipertensão e Diabetes

Programa Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) Campanha de Prevenção e Controle de Hipertensão e Diabetes Programa Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) Campanha de Prevenção e Controle de Hipertensão e Diabetes Objetivos: - Desenvolver uma visão biopsicossocial integrada ao ambiente de trabalho, considerando

Leia mais

E L R O R B ETSE SO L O R C FALAS O VAM

E L R O R B ETSE SO L O R C FALAS O VAM SOBRE COLESTEROL VAMOS FALAR COLESTEROL O nome colesterol vem do grego e significa cálculo biliar. Ele foi batizado pelo químico francês Michel Eugene Chevreul, em 1815. Presente nas gorduras animais,

Leia mais

Sistema Endócrino. Introdução. Glândulas e suas secreções. 1. Hipotálamo: 2. Hipófise anterior (adeno-hipófise):

Sistema Endócrino. Introdução. Glândulas e suas secreções. 1. Hipotálamo: 2. Hipófise anterior (adeno-hipófise): Introdução Sistema Endócrino O sistema endócrino é composto por um grupo de tecidos especializados (glândulas) cuja função é produzir e liberar na corrente sanguínea substâncias chamadas Hormônios. Os

Leia mais

O Papel da Alimentação no Combate à Obesidade Infantil

O Papel da Alimentação no Combate à Obesidade Infantil O Papel da Alimentação no Combate à Obesidade Infantil Sophie Deram Ph.D * Nutricionista CRN 21065 * Doutora da Faculdade de Medicina da USP (endocrinologia - obesidade infantil - genética) * Membro do

Leia mais

Colaboraram neste livro:

Colaboraram neste livro: INTRODUÇÃO Quando escrevi o meu primeiro livro, em 2012, senti necessidade de contar um pouco da minha história pessoal e da minha própria luta contra o excesso de peso. Uma luta de vários anos, feita

Leia mais

SEJA COMPETITIVO, PROMOVENDO A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO ACÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO

SEJA COMPETITIVO, PROMOVENDO A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO ACÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO www.medialcare.pt SEJA COMPETITIVO, PROMOVENDO A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO ACÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO 1 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Com a colaboração de uma especialista em Nutrição, propomos apresentar a temática

Leia mais

Objectivos de Desenvolvimento do Milénio

Objectivos de Desenvolvimento do Milénio Em 2000, 189 chefes de Estado e de Governo assinaram a Declaração do Milénio que levou à formulação de 8 objectivos de desenvolvimento, a alcançar entre 1990 e 2015. Os ODM - Objectivos de Desenvolvimento

Leia mais

Identidade Familiar em (Re)construção: Um percurso sentido. Autores: Philippe Botas; Luiz Miguel Santiago; Paula Miranda

Identidade Familiar em (Re)construção: Um percurso sentido. Autores: Philippe Botas; Luiz Miguel Santiago; Paula Miranda Identidade Familiar em (Re)construção: Um percurso sentido Autores: Philippe Botas; Luiz Miguel Santiago; Paula Miranda Enquadramento Identidade Quem sou Eu Construção dinâmica da unidade da consciência

Leia mais

SEMENTE DE CHIA ATACA A GORDURA ABDOMINAL E AJUDA A EMAGRECER

SEMENTE DE CHIA ATACA A GORDURA ABDOMINAL E AJUDA A EMAGRECER SEMENTE DE CHIA ATACA A GORDURA ABDOMINAL E AJUDA A EMAGRECER "Emagreci 26 kg com a semente de chia. Mais poderosa que a linhaça, ela ataca a gordura abdominal, diminui a fome e melhora o funcionamento

Leia mais

Departamento de Especulações.indd 11 03/07/15 16:43

Departamento de Especulações.indd 11 03/07/15 16:43 1 Os antílopes têm uma visão dez vezes melhor do que a nossa, disseste me. Foi no início ou quase. O que significa que numa noite clara eles conseguem ver os anéis de Saturno. Ainda passariam alguns meses

Leia mais

Importância da Nutrição na Qualidade de Vida. Aline T. Carrera CRN3 21498 Nutricionista Clinica Funcional

Importância da Nutrição na Qualidade de Vida. Aline T. Carrera CRN3 21498 Nutricionista Clinica Funcional Importância da Nutrição na Qualidade de Vida Aline T. Carrera CRN3 21498 Nutricionista Clinica Funcional Repensar Mudanças (constante); Adaptações (necessárias); Escolhas (depende de você) o que você

Leia mais

5 Alimentos que Queimam Gordura www.mmn-global.com/aumenteseumetabolismo IMPRIMIR PARA UMA MAIS FÁCIL CONSULTA

5 Alimentos que Queimam Gordura www.mmn-global.com/aumenteseumetabolismo IMPRIMIR PARA UMA MAIS FÁCIL CONSULTA IMPRIMIR PARA UMA MAIS FÁCIL CONSULTA ÍNDICE Alimentos que Queimam Gordura TORANJA CHA VERDE E CHA VERMELHO AVEIA BROCOLOS SALMÃO TORANJA A dieta da Toranja já vem sendo discutida por algum tempo, mas

Leia mais

GLUCO CALEA. Seguro e preciso MEDIDOR DE GLICOSE NO SANGUE PARA WELLIONVET GLUCO CALEA

GLUCO CALEA. Seguro e preciso MEDIDOR DE GLICOSE NO SANGUE PARA WELLIONVET GLUCO CALEA MEDIDOR DE GLICOSE NO SANGUE PARA WELLIONVET Seguro e preciso Esforçámo-nos para tornar a vida mais fácil para pacientes e parceiros. Através de idéias inovadoras, aconselhamento e serviço. Werner Trenker,

Leia mais