Sector das TI s em Portugal e Projectos de

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sector das TI s em Portugal e Projectos de"

Transcrição

1 Sector das TI s em Portugal e Projectos de Financiamento Seminário Modelos de Gestão em Tecnologias de Informação: Gestão de Serviços, da Segurança e da Inovação 18 Nov 2010 Escola de Engenharia da Universidade do Minho - Guimarães Artur Calado, Inova-Ria

2 Inova-Ria TICE.PT projectos âncora Iniciativa Objectivos do projecto Linhas de acção Factos sobre o projecto

3 Inova-Ria INOVA-RIA Associação de empresas para uma Rede de Inovação, constituida em 2003,conta com64associados,comum volumedenegócios agregadode156m, empregando 1890 pessoas, maioritariamente(mais de 70%) com formação superior. A maioria da empresas são PME do sector das TICE. Membro fundador da Associação TICE.PT. Áreas de intervenção Qualificação Internacionalização Promoção de projectos conjuntos Identificação de oportunidades de negócio Formação Promoção e organização de estágios Prestação de serviços

4 TICE.PT projectos âncora TICE.PT O plano de acção do TICE.PT contempla um conjunto de áreas estratégicas chave, entre as quais se inclui a qualificação das empresas. O projecto Qualificação e Certificação no Sector das TICE consta como Projecto Âncora, no Programa de Acção aprovado pelo COMPETE no âmbito do reconhecimento do pólo. Em resposta a um desafio colocado pelo TICE.PT, um conjunto de associados Inova-Ria, ANETIE, itsmf, APDSI, FEUP, UM e IPN tomou a iniciativa de montar um projecto focado na área referida.

5 Iniciativa A primeira acção encetada pelos parceiros pretendeu sensibilizar as empresas para os objectivos do projecto e avaliar o seu interesse em participar. Para isso foram realizados workshops em vários locais, envolvendo todos os promotores, para divulgação do projecto, das linhas de acção propostas e dos mecanismos de financiamento disponíveis. O sucesso desta acção permitiu juntar massa crítica suficiente para apresentar uma candidatura ao Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME do QREN, na modalidade de projectos conjuntos, em 27 de Novembro de A candidatura foi aprovada em 27 de Outubro de 2010, contemplando praticamente a totalidade do investimento proposto..

6 Objectivos do projecto Desenvolver e implementar um conjunto de acções visando a melhoria dos processos e a certificação das organizações e dos seus profissionais, de acordo com modelos e normas com larga aceitação no mercado. O universo alvo privilegia as PMEs do sector das TICE. Como resultado do trabalho realizado, espera-se que as empresas fiquem mais bem preparadas para competir no mercado global de um modo sustentável. Foram definidas as seguintes áreas de actuação principais: Desenvolvimento de software Gestão de serviços de TI Gestão de Investigação, Desenvolvimento e Inovação.

7 Desenvolvimento de software CMMI CMMI is a process improvement approach that provides organizations with the essential elements of effective processes that ultimately improve their performance. CMMI can be used to guide process improvement across a project, a division, or an entire organization. It helps integrate traditionally separate organizational functions, set process improvement goals and priorities, provide guidance for quality processes, and provide a point of reference for appraising current processes

8 Desenvolvimento de software CMMI Objectivos do programa: Melhorar o nível de maturidade da indústria de software nacional; Promover o clustering/networking entre as empresas; Melhorar os níveis de desempenho das empresas; Implementar certificações CMMI níveis 2 e 3; Lançar as bases para a adopção pelas empresas de processos de IDI.

9 Desenvolvimento de software IT Mark IT Mark é um referencial desenhado especialmente para micro e médias empresas. É divulgado e promovido pelo European Software Institute (http://www.esi.es/) É baseado no modelo CMMI nível 2 Planeamento de projectos; Monitorização e controlo de projectos; Gestão de requisitos; Gestão de configurações; Métricas e análise; Controlo de qualidade de processos e produtos; Gestão da contratação (quando aplicável).

10 Gestão de Serviços de TI ISO/IEC ISO/IEC is the first worldwide standard specifically aimed at IT Service Management. It describes an integrated set of management processes for the effective delivery of services to the business and its customers. (http://www.isoiec20000certification.com/about/whatis.asp) Esta certificação tornou-se um must para os fornecedores de serviços de TI, contribuindo decisivamente para: Melhoria da qualidade de serviço; Aumento da confiança dos clientes e do negócio; Aumento da reputação, consistência e interoperabilidade; Garantia de melhoria contínua; Clarificação das funções, responsabilidades e os processos de trabalho; Capacidade de cumprimento de requisitos dos RFP s para fornecimento de serviços de TI; Certificação reconhecida internacionalmente.

11 Gestão de serviços de TI ISO/IEC ISO/IEC The objective of the standard itself is to "provide a model for establishing, implementing, operating, monitoring, reviewing, maintaining, and improving an Information Security Management System (http://www org/iso htm). As seguintes fases são consideradas no plano de implementação: Definição de âmbito e política Identificação dos bens Valorização dos bens Identificação do risco Identificação dos controlos e risco residual Aceitação do risco residual e identificação das políticas Definição das políticas e processos Elaboração de documentação Auditoria e revisão do SGSI.

12 Gestão de Investigação, Desenvolvimento e Inovação NP 4457 O Sistema de Gestão de IDI (Investigação, Desenvolvimento e Inovação) constitui uma parte do sistema de gestão global, abrangendo a estrutura organizacional, o planeamento das actividades, responsabilidades, práticas, procedimentos, processos e recursos para a implementação, revisão e actualização da política de IDI da organização. A obtenção da Certificação garante que a organização implementou o sistema de acordo com a norma NP Como principais benefícios refiram-se: Melhor planeamento da actividade de inovação; Melhor monitoria dos interfaces com a envolvente (tecnológica, mercado ); Promoção de uma cultura corporativa de melhoria contínua; Identfiicação e implementação mais rigorosa de acções correctivas; Consolidação do conhecimento corporativo e sua disseminação.

13 Factos sobre o projecto Investimento global: 2,5 M Nº de empresas que assinaram acordo de pré-adesão: 23 Criação líquida de postos de trabalho: 17 Investmento em qualificação e certificação: 1,35 M Investmento em software e equipamento: 0,13 M Investmento em recursos humanos: 0,77M.

14 Obrigado

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE. Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços de TI

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE. Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços de TI Pólo de Competitividade das Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica TICE.PT PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços

Leia mais

ISO/IEC 20000 DOIS CASOS DE SUCESSO DE CLIENTES QUALIWORK

ISO/IEC 20000 DOIS CASOS DE SUCESSO DE CLIENTES QUALIWORK ISO/IEC 20000 DOIS CASOS DE SUCESSO DE CLIENTES QUALIWORK A Norma ISO/IEC 20000:2011 Information technology Service management Part 1: Service management system requirements é uma Norma de Qualidade que

Leia mais

Principais referenciais apoiados:

Principais referenciais apoiados: Enquadramento A Inova-Ria - Associação de Empresas para uma Rede de Inovação em Aveiro, com o propósito de reforçar o reconhecimento nacional da promoção da qualidade do setor TICE e contribuir para o

Leia mais

A implementação de Sistemas de Gestão ISO27001 e ISO20000 Principais Etapas

A implementação de Sistemas de Gestão ISO27001 e ISO20000 Principais Etapas A implementação de Sistemas de Gestão ISO27001 e ISO20000 Principais Etapas Paulo Faroleiro ISO 20000 CC/LA, ISO 27001 CC/LA, CISA, CISM Certified Processes Auditor (BSI) Certified Project Manager C-Level

Leia mais

Qualidade. na Gestão de Serviços TI ISO/IEC 20000. Luís Vidigal. Lisboa 24 de Outubro de 2008

Qualidade. na Gestão de Serviços TI ISO/IEC 20000. Luís Vidigal. Lisboa 24 de Outubro de 2008 Qualidade na Gestão de Serviços TI ISO/IEC 20000 Luís Vidigal itsmf Portugal Lisboa 24 de Outubro de 2008 Agenda 1. O que é a itsmf? 2. A Certificação ISO/IEC 20000 O que é a itsmf? A itsmf no mundo Única

Leia mais

Certificação de Sistemas de Gestão de Serviços de TI em Portugal

Certificação de Sistemas de Gestão de Serviços de TI em Portugal Certificação de Sistemas de Gestão de Serviços de TI em Portugal ISO/IEC 20000-1 Mário Lavado itsmf Portugal Aveiro 19 de Março de 2009 itsmf Portugal 1 Agenda 1. O que é a itsmf? 2. As normas ISO/IEC

Leia mais

Ajudamos a (sua) empresa a crescer.

Ajudamos a (sua) empresa a crescer. CONSULTORIA Ajudamos a (sua) empresa a crescer. O QUE FAZEMOS SISTEMAS DE GESTÃO GESTÃO DA PRODUÇÃO E DAS PRODUÇÕES PRODUTIVIDADE E INOVAÇÃO INTERNACIONALIZAÇÃO PROJECOS DE INVESTIMENTO E INCENTIVOS

Leia mais

PROJETO CONJUNTO Nº 000065 PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO

PROJETO CONJUNTO Nº 000065 PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO PROJETO CONJUNTO Nº 000065 PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO ÍNDICE Parte 1: Metodologia projeto QI Enquadramento Ciclo da Inovação Descrição do projeto Objetivos do projeto -

Leia mais

Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial

Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial Inovar para Ganhar Paulo Nordeste Portugal tem apresentado nos últimos anos casos de sucesso em inovação; como novos produtos, serviços e modelos de

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE SEGUNDO OS REQUISITOS DA NORMA ISO 9001:2008

SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE SEGUNDO OS REQUISITOS DA NORMA ISO 9001:2008 SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE SEGUNDO OS REQUISITOS DA NORMA ISO 9001:2008 Fernando Teixeira de Abreu, engº Consultor Sénior Iberogestão Jornada da Qualidade para a Administração Pública - UCRE Cabo

Leia mais

Programa de Empreendedorismo Tecnológico

Programa de Empreendedorismo Tecnológico PROGRAMA EIBTnet O QUE É? Programa de Empreendedorismo Tecnológico de apoio ao desenvolvimento, implementação, criação e consolidação de novas empresas inovadoras e de base tecnológica. 1 OBJECTIVOS Facilitar

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO INOVAR+

APRESENTAÇÃO DO PROJETO INOVAR+ APRESENTAÇÃO DO PROJETO INOVAR+ ENQUADRAMENTO OBJETIVO DO PROJETO ENTIDADES PROMOTORAS DESTINATÁRIOS ATIVIDADES INDICADORES DE RESULTADOS METAS A ATINGIR CRONOGRAMA CONTACTOS ENQUADRAMENTO ALENTEJO 2020

Leia mais

Seminário Anual 10. A Segurança de Informação e a Gestão de Serviços O papel da norma ISO/IEC 27001. Sub-título da Apresentação Data

Seminário Anual 10. A Segurança de Informação e a Gestão de Serviços O papel da norma ISO/IEC 27001. Sub-título da Apresentação Data Seminário Anual 10 A Segurança de Informação e a Gestão de Serviços O papel da norma ISO/IEC 27001 Sub-título da Apresentação Data Temas Porquê auditar? O processo de auditoria Factores críticos de sucesso

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES OS MODELOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE / SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE.

QUALIFICAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES OS MODELOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE / SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE. QUALIFICAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES OS MODELOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE / SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE. Por: Cândido Pires Presidente da Direcção do Centro de Solidariedade de Braga, Licenciado em Engenharia,

Leia mais

Together We Create Value

Together We Create Value Together We Create Value APRESENTAÇÃO DA MUNDISERVIÇOS LISBOA 2015 A história da MundiServiços carateriza-se por um percurso de inovação e de investimento na excelência dos seus serviços, assim como por

Leia mais

Workshop. Maturidade da Governação e Gestão de TI em Portugal. Inquérito Nacional 2011. Mário Lavado itsmf Portugal 11-10-2011

Workshop. Maturidade da Governação e Gestão de TI em Portugal. Inquérito Nacional 2011. Mário Lavado itsmf Portugal 11-10-2011 Workshop Maturidade da Governação e Gestão de TI em Portugal Inquérito Nacional 2011 Mário Lavado itsmf Portugal 11-10-2011 Agenda Apresentação dos resultados do estudo de maturidade do ITSM & ITGovervance

Leia mais

OUTUBRO 2015 PROJETO

OUTUBRO 2015 PROJETO PROJETO 1. ENQUADRAMENTO A Associação Industrial Portuguesa consciente da fase de transição dos referenciais de Qualidade e da necessidade das PME iniciarem ou consolidarem os seus processos de Investigação,

Leia mais

Apresentação do Manual de Gestão de IDI

Apresentação do Manual de Gestão de IDI Seminário Final do Projeto IDI&DNP Coimbra 31 de março Miguel Carnide - SPI Conteúdos. 1. O CONCEITO DE IDI (INVESTIGAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO) 2. OVERVIEW DO MANUAL 3. A NORMA NP 4457:2007 4. A

Leia mais

Projecto Factor PME O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME. www.trigenius.pt factorpme@trigenius.

Projecto Factor PME O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME. www.trigenius.pt factorpme@trigenius. Projecto Factor PME Junho 2011 O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME www.factorpme.aip.pt www.trigenius.pt factorpme@trigenius.pt Âmbito e Objectivos

Leia mais

efagundes com GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4

efagundes com GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4 GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4 1 CobIT Modelo abrangente aplicável para a auditoria e controle de processo de TI, desde o planejamento da tecnologia até a monitoração e auditoria de

Leia mais

PRORROGAÇÃO DE PRAZO - Candidaturas SI Qualificação PME (Diversificação e Eficiência Energética) (16/07/2010)

PRORROGAÇÃO DE PRAZO - Candidaturas SI Qualificação PME (Diversificação e Eficiência Energética) (16/07/2010) PRORROGAÇÃO DE PRAZO - Candidaturas SI Qualificação PME (Diversificação e Eficiência Energética) (16/07/2010) Foi prorrogado o prazo para apresentação de candidaturas no âmbito do Aviso N.º 03/SI/2010,

Leia mais

A Certificação das atividades de investigação, desenvolvimento e inovação (IDI) Alter do Chão 12 Novembro. Miguel Taborda - SPI

A Certificação das atividades de investigação, desenvolvimento e inovação (IDI) Alter do Chão 12 Novembro. Miguel Taborda - SPI A Certificação das atividades de investigação, desenvolvimento e inovação (IDI) Miguel Taborda - SPI Conteúdos. 1. O CONCEITO DE IDI (INVESTIGAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO) 2. A NORMA NP 4457:2007 REQUISITOS

Leia mais

A GESTÃO DA INOVAÇÃO APCER

A GESTÃO DA INOVAÇÃO APCER A GESTÃO DA INOVAÇÃO APCER A Gestão da Inovação Proposta de Utilização do Guia de Boas Práticas de IDI e das ferramentas desenvolvidas no âmbito da iniciativa DSIE da COTEC para o desenvolvimento do sistema

Leia mais

Projectos de I&DT Empresas Individuais

Projectos de I&DT Empresas Individuais 1 Projectos de I&DT Empresas Individuais Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT) Projectos de I&DT Empresas Dezembro de 2011 2 s Enquadramento Aviso n.º 17/SI/2011

Leia mais

1. IDT Consulting. 2. Gestão da Inovação: importância e ferramentas. 3. Promoção da Criatividade e Gestão de Ideias

1. IDT Consulting. 2. Gestão da Inovação: importância e ferramentas. 3. Promoção da Criatividade e Gestão de Ideias GESTÃO DA INOVAÇÃO AGENDA 1. IDT Consulting 2. Gestão da Inovação: importância e ferramentas 3. Promoção da Criatividade e Gestão de Ideias 4. Diagnósticos Estratégicos de Inovação 5. Implementação de

Leia mais

IT Governance e ISO/IEC 20000. Susana Velez

IT Governance e ISO/IEC 20000. Susana Velez IT Governance e ISO/IEC 20000 Susana Velez Desafios de TI Manter TI disponível Entregar valor aos clientes Gerir os custos de TI Gerir a complexidade Alinhar TI com o negócio Garantir conformidade com

Leia mais

JANEIRO 2015 PROJETO

JANEIRO 2015 PROJETO PROJETO 1. ENQUADRAMENTO A Associação Industrial Portuguesa consciente da fase de transição dos referenciais de Qualidade e da necessidade das PME iniciarem ou consolidarem os seus processos de Investigação,

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes: EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO PME) O presente documento suporta a apreciação do ponto 3

Leia mais

Vale Projecto - Simplificado

Vale Projecto - Simplificado IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Vale Projecto - Simplificado VALES Empreendedorismo e Inovação Associados Parceiros / Protocolos IDIT Enquadramento Vale Projecto - Simplificado

Leia mais

Ministérios das Finanças e da Economia. Portaria n.º 37/2002 de 10 de Janeiro

Ministérios das Finanças e da Economia. Portaria n.º 37/2002 de 10 de Janeiro Ministérios das Finanças e da Economia Portaria n.º 37/2002 de 10 de Janeiro O Decreto-Lei n.º 70-B/2000, de 5 de Maio, aprovou o enquadramento das medidas de política económica para o desenvolvimento

Leia mais

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Profa. Celia Corigliano Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Agenda da disciplina Unidade I Gestão de Projetos Unidade II Ferramentas para Gestão de Projetos Unidade III Gestão de Riscos em TI Unidade

Leia mais

PYLCROW CORPORATE AND TRAINING SERVICES INNOVATIVE LEARNING SOLUTIONS

PYLCROW CORPORATE AND TRAINING SERVICES INNOVATIVE LEARNING SOLUTIONS PYLCROW CORPORATE AND TRAINING SERVICES INNOVATIVE LEARNING SOLUTIONS A PYLCROW é um empresa portuguesa que actua a nível internacional nas áreas de Formação presencial intra e inter empresas, Formação

Leia mais

Case study. Gente com Ideias UMA EQUIPA COM RESPONSABILIDADE SOCIAL

Case study. Gente com Ideias UMA EQUIPA COM RESPONSABILIDADE SOCIAL Case study 2009 Gente com Ideias UMA EQUIPA COM RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESA A Caixa Seguros e Saúde é a holding do Grupo Caixa Geral de Depósitos e Gente com Ideias é o programa de Responsabilidade

Leia mais

GTI Governança de TI

GTI Governança de TI GTI Governança de TI Modelos de Melhores Práticas e o Modelo de Governança de TI Governança de TI FERNANDES & ABREU, cap. 4 1 COBIT Control Objectives for Information and Related Technology. Abrangente

Leia mais

Um Mundo de Soluções

Um Mundo de Soluções Um Mundo de Soluções O ISQ Fundado em 1965 Sede em Portugal 30 + PARTICIPADAS O ISQ I&D 400 + projectos internacionais de I&D 1.200 + parceiros 1.400 colaboradores 800 em Portugal 55% + com formação superior

Leia mais

Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva

Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva centro tecnológico da cerâmica e do vidro coimbra portugal Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva Victor Francisco CTCV Responsável Unidade Gestão

Leia mais

Adenda aos Critérios de Selecção

Adenda aos Critérios de Selecção Adenda aos Critérios de Selecção... Critérios de Selecção SI Qualificação PME EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE

Leia mais

As TIC como forma de acelerar a recuperação mica: : promover o desenvolvimento regional e optimizar a utilização dos fundos estruturais

As TIC como forma de acelerar a recuperação mica: : promover o desenvolvimento regional e optimizar a utilização dos fundos estruturais As TIC como forma de acelerar a recuperação económica mica: : promover o desenvolvimento regional e optimizar a utilização dos fundos estruturais As TICS e a região de Aveiro Conferência Conferência SFERA,

Leia mais

inovação e normalização José Augusto A. K. Pinto de Abreu Rio de Janeiro, 2 de Setembro de 2010

inovação e normalização José Augusto A. K. Pinto de Abreu Rio de Janeiro, 2 de Setembro de 2010 inovação e normalização José Augusto A. K. Pinto de Abreu Rio de Janeiro, 2 de Setembro de 2010 Bilhões de US$ A explosão do comércio internacional 18.000 16.000 14.000 12.000 10.000 8.000 6.000 4.000

Leia mais

GERENCIAMENTO E PROCESSO Porque adotá-los? Onivaldo Roncatti e Leonardo Noshi

GERENCIAMENTO E PROCESSO Porque adotá-los? Onivaldo Roncatti e Leonardo Noshi GERENCIAMENTO E PROCESSO Porque adotá-los? Onivaldo Roncatti e Leonardo Noshi 1 Sobre a empresa A Business Station é uma provedora de soluções de tecnologia. Possui 5 filiais: São Paulo (matriz), Campinas,

Leia mais

Professor: Conrado Frassini cfrassini@uol.com.br

Professor: Conrado Frassini cfrassini@uol.com.br Governança de TI e ISO20000 Quo Vadis TI? quinta-feira, 14 de agosto de 2008, 17h09 A área de Tecnologia da Informação vem sofrendo mudanças profundas e esse fenômeno aumentará nos próximos anos. Além

Leia mais

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE Pólo de Competitividade das Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica TICE.PT PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE Qualificação e Certificação em Desenvolvimento de

Leia mais

OGFI 2015 Group Project BAI07 Primeiro Relatório

OGFI 2015 Group Project BAI07 Primeiro Relatório Primeiro Relatório 62473 Pedro Vasconcelos 63563 Francisco Ferreira 73440 Filipe Correia 74211 Carolina Ferreirinha 82665 Nkusu Quivuna Sumário Este documento é o primeiro relatório de um projeto de análise

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NBR ISO/IEC 27002: 2005 (antiga NBR ISO/IEC 17799) NBR ISO/IEC 27002:2005 (Antiga NBR ISO/IEC 17799); 27002:2013. Metodologias e Melhores Práticas em SI CobiT; Prof. Me. Marcel

Leia mais

B U S I N E S S I M P R O V E M E N T

B U S I N E S S I M P R O V E M E N T BUSINESS IMPROVEMENT A I N D E V E QUEM É A Indeve é uma empresa especializada em Business Improvement, composta por consultores com uma vasta experiência e com um grande conhecimento do mundo empresarial

Leia mais

QREN. 2007-2013 Agenda de Competitividade

QREN. 2007-2013 Agenda de Competitividade 1 QREN. 2007-2013 Conhecimento e inovação Produção transaccionável QREN 2007-2013 Competitividade Financiamento Empresarial Eficiência da Administração Pública Convergência com a UE Perfil de especialização

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012 SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012 INOVAÇÃO PRODUTIVA SECTOR TURISMO QREN QUADRO DE REFERÊNCIA ESTRATÉGICO NACIONAL 2007-2013 INFORMAÇÃO SINTETIZADA 1 ÍNDICE PÁGINA OBJECTO

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO DOMÍNIO DA COMPETITIVIDADE

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO DOMÍNIO DA COMPETITIVIDADE 07 de abril de 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO DOMÍNIO DA COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO Foi publicada no passado dia 27 de fevereiro a Portaria n.º 57-A/2015 que aprova o Regulamento Específico

Leia mais

24/05/2015. Índice. Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades. Estrutura Operacional. ISQ e Portugal 2020. Oportunidades

24/05/2015. Índice. Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades. Estrutura Operacional. ISQ e Portugal 2020. Oportunidades 24/05/2015 Índice Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades Estrutura Operacional ISQ e Portugal 2020 Oportunidades 1 ( ) Portugal 2020 é o conjunto de políticas, estratégias de desenvolvimento, domínios

Leia mais

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS DA GOVERNANÇA DE T.I. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MELHORES PRÁTICAS PARA T.I. MODELO DE MELHORES PRÁTICAS COBIT Control Objectives for Information

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. QREN: uma oportunidade para a Igualdade entre homens e mulheres

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. QREN: uma oportunidade para a Igualdade entre homens e mulheres PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS QREN: uma oportunidade para a Igualdade entre homens e mulheres PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS QREN: uma oportunidade para a Igualdade entre homens e mulheres

Leia mais

Desafios no Uso do Scrum em Ambientes CMMI

Desafios no Uso do Scrum em Ambientes CMMI Desafios no Uso do Scrum em Ambientes CMMI Teresa Maria de Medeiros Maciel UFRPE/INES/UFPE tmmaciel@gmail.com Base de conhecimento disponível Maior controle ISO9001 MPS BR Padronização processual

Leia mais

Gestão e Certificação de Serviços de TI

Gestão e Certificação de Serviços de TI Gestão e Certificação de Serviços de TI Luís Vidigal itsmf Portugal Lisboa 8 de Abril de 2010 itsmf Portugal 1 Agenda 1. O que é a itsmf? 2. Situação do ITSM em Portugal 3. O que vamos fazer em 2010 itsmf

Leia mais

Portugal 2020 Candidaturas Incentivos à Qualificação e Internacionalização das PME

Portugal 2020 Candidaturas Incentivos à Qualificação e Internacionalização das PME Portugal 2020 Candidaturas Incentivos à Qualificação e Internacionalização das PME Projetos Conjuntos de Internacionalização: Natureza dos beneficiários Os beneficiários são empresas PME de qualquer natureza

Leia mais

Inovação. Desenvolvimento Sustentado da Inovação Empresarial

Inovação. Desenvolvimento Sustentado da Inovação Empresarial Inovação Desenvolvimento Sustentado da Inovação Empresarial INICIATIVA APOIO Inovação, Empreendedorismo e Qualidade As Práticas que nos Inspiram Práticas de Gestão de Inovação Isabel Caetano Instituto

Leia mais

Encontro Certificação de Sistemas de Informação para a Saúde

Encontro Certificação de Sistemas de Informação para a Saúde Encontro Certificação de Sistemas de Informação para a Saúde Roteiro da Certificação Fernando Mota José Luís Graça Organigrama funcional UONCSTI UONCSTI - Missão Apoiar o cumprimento da missão da ACSS,

Leia mais

Realidade Empresarial,Globalização da Informação e Segurança

Realidade Empresarial,Globalização da Informação e Segurança Culture OnLine, 5-7.6 Realidade Empresarial,Globalização da Informação e Segurança Peering down the Wormhole Dr. Susan Hazan Filomena Pedroso Realidade Empresarial em Portugal Incerteza nos mercados recomenda

Leia mais

AG 2008. Relatório 2007. itsmf Portugal

AG 2008. Relatório 2007. itsmf Portugal AG 2008 Relatório 2007 itsmf Portugal ST MARKETING Susana Soares Coordenadora de Marketing e Comunicação itsmf Portugal 1. Newsletter ITIL e TAL Relatório 2007 1. Métricas 500 Subscritores 5 Artigos de

Leia mais

Optimização das organizações através da inovação das Tecnologias

Optimização das organizações através da inovação das Tecnologias Optimização das organizações através da inovação das Tecnologias Índice Quem Somos O SGI da AMBISIG; A implementação do SGIDI na AMBISIG; Caso de Sucesso. Quem somos? Somos uma empresa com 16 anos de experiência

Leia mais

Estudo de caso para implantação do modelo MR-MPS-SV

Estudo de caso para implantação do modelo MR-MPS-SV Estudo de caso para implantação do modelo MR-MPS-SV Giovani Hipolito Maroneze 1, Jacques Duílio Branches 1 1 Departamento de Computação Universidade Estadual de Londrina (UEL) Caixa Postal 10.001 86.057-970

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010 / 2011

Leia mais

QMS QUALIDADE COMUNICAÇÃO DE GESTÃO DA ESTRUTURA CONFIANÇA DECISÃO MODELO. ambidata GARANTIA SISTEMA GESTÃO SISTEMA RELATÓRIO SOFTWARE

QMS QUALIDADE COMUNICAÇÃO DE GESTÃO DA ESTRUTURA CONFIANÇA DECISÃO MODELO. ambidata GARANTIA SISTEMA GESTÃO SISTEMA RELATÓRIO SOFTWARE GARANTIA QMS SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE COMUNICAÇÃO GESTÃO SOFTWARE RELATÓRIO CONFIANÇA DECISÃO MODELO ESTRUTURA SISTEMA ambidata Digital Innovation Solutions & Consulting #1 QUALIDADE É A TOTALIDADE

Leia mais

A União Europeia e o apoio às Empresas. Margarida Marques, Chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal

A União Europeia e o apoio às Empresas. Margarida Marques, Chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal A União Europeia e o apoio às Empresas Margarida Marques, Chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal Abril 2010 Programa-Quadro para a Competitividade e a Inovação (CIP) Programa-Quadro para

Leia mais

CMMI (Capability Maturity Model Integration) Thiago Gimenez Cantos. Bacharel em Sistemas de Informação

CMMI (Capability Maturity Model Integration) Thiago Gimenez Cantos. Bacharel em Sistemas de Informação CMMI (Capability Maturity Model Integration) Thiago Gimenez Cantos Bacharel em Sistemas de Informação Faculdade de Informática de Presidente Prudente Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) thiago@visioncom.com.br;

Leia mais

Uma Abordagem para a Avaliação de Processos de Desenvolvimento de Software Baseada em Risco e Conformidade

Uma Abordagem para a Avaliação de Processos de Desenvolvimento de Software Baseada em Risco e Conformidade Rafael de Souza Lima Espinha Uma Abordagem para a Avaliação de Processos de Desenvolvimento de Software Baseada em Risco e Conformidade Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

RESULTADOS DO CONCURSO NACIONAL DE BOAS PRÁTICAS NA ADMINISTRAÇÃO LOCAL 2007/2008 CATEGORIA A ADMINISTRAÇÃO AUTÁRQUICA E MODERNIZAÇÃO

RESULTADOS DO CONCURSO NACIONAL DE BOAS PRÁTICAS NA ADMINISTRAÇÃO LOCAL 2007/2008 CATEGORIA A ADMINISTRAÇÃO AUTÁRQUICA E MODERNIZAÇÃO RESULTADOS DO CONCURSO NACIONAL DE BOAS PRÁTICAS NA ADMINISTRAÇÃO LOCAL 2007/2008 CATEGORIA A ADMINISTRAÇÃO AUTÁRQUICA E MODERNIZAÇÃO Nota de Abertura Em 2007/2008 teve lugar a 2.ª edição do Concurso Nacional

Leia mais

Identificação da empresa

Identificação da empresa Identificação da empresa ANA Aeroportos de Portugal, S.A. Missão, Visão e Valores Missão da ANA A ANA - Aeroportos de Portugal, SA tem como missão gerir de forma eficiente as infraestruturas aeroportuárias

Leia mais

A Concepção da Ideia

A Concepção da Ideia A Concepção da Ideia Inov@emprego - Fórum do emprego, formação e empreendedorismo do litoral alentejano Tiago Santos Sines, 7 de Novembro de 2008 Sines Tecnopolo O Sines Tecnopolo é uma associação de direito

Leia mais

Out. 2011 Um Edifício Energeticamente Eficiente CONCEITO É um Laboratório de Formação e de Investigação e Desenvolvimento (ID&I) na área da energia. Demonstração Experimentação Investigação Transferência

Leia mais

A PMConsultores, é uma trusted advisor, empenhada em ser um agente de valor acrescentado e elemento diferenciador para a competitividade das PMEs.

A PMConsultores, é uma trusted advisor, empenhada em ser um agente de valor acrescentado e elemento diferenciador para a competitividade das PMEs. Parcerias com valor A PMConsultores, é uma trusted advisor, empenhada em ser um agente de valor acrescentado e elemento diferenciador para a competitividade das PMEs. A nossa equipa de consultores é especialista,

Leia mais

MAIS E MELHOR CRÉDITO PARA AS MICROEMPRESAS E PME EM MOÇAMBIQUE

MAIS E MELHOR CRÉDITO PARA AS MICROEMPRESAS E PME EM MOÇAMBIQUE MAIS E MELHOR CRÉDITO PARA AS MICROEMPRESAS E PME EM MOÇAMBIQUE Junho de 2015 FECOP Breve Historial Surge em 2009, da vontade os Governos Português e Moçambicano fortalecerem os laços de cooperação entre

Leia mais

O Solar- Térmico na Melhoria da Eficiência Energética. www.kleanenergie.c om www.selfenergysolu tions.eu 1

O Solar- Térmico na Melhoria da Eficiência Energética. www.kleanenergie.c om www.selfenergysolu tions.eu 1 O Solar- Térmico na Melhoria da Eficiência Energética www.kleanenergie.c om www.selfenergysolu tions.eu 1 Áreas de Actividade Fornecedor Equipamentos de Energias Renováveis a Escolas. Fornecedor Equipamento

Leia mais

Horizonte 2020: Financiamento para empresas na área da Saúde - Oportunidades no Sector das TIC, Biotecnologia, Farmacêutica e Afins

Horizonte 2020: Financiamento para empresas na área da Saúde - Oportunidades no Sector das TIC, Biotecnologia, Farmacêutica e Afins Gabinete de Promoção dos Programa Quadro ID&I Horizonte 2020: Financiamento para empresas na área da Saúde - Oportunidades no Sector das TIC, Biotecnologia, Farmacêutica e Afins João Mil-Homens Lisboa,

Leia mais

Descentralização da rede de Call Centres: a experiência da PT Contact

Descentralização da rede de Call Centres: a experiência da PT Contact Descentralização da rede de call centres Descentralização da rede de Call Centres: a experiência da PT Contact Francisco Cesário PT Contact A PT CONTACT A PT Contact, Empresa do grupo Portugal Telecom,

Leia mais

27001 Lead Implementer

27001 Lead Implementer ANSI Accredited Program BEHAVIOUR ISO Lead ADQUIRA AS COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS PARA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (SGSI) BASEADOS NA NORMA ISO Sobre o curso Este curso intensivo com duração de cinco dias, permite

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GOVERNANÇA DE TI 11ª Turma A DISTÂNCIA

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GOVERNANÇA DE TI 11ª Turma A DISTÂNCIA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GOVERNANÇA DE TI 11ª Turma A DISTÂNCIA Promovido pelo CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIEURO BRASÍLIA, em parceria com o CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO UNICEUMA PARCERIA

Leia mais

Ponto 1 GRH e Gestão Estratégica de RH

Ponto 1 GRH e Gestão Estratégica de RH Instituto Superior de Economia e Gestão MBA/GEI/GETI 2005/2006 Ponto 1 GRH e Gestão Estratégica de RH Info sobre GRH em Portugal Direcção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (www.dgefp.mts.gov.pt)

Leia mais

Calendário de Concursos

Calendário de Concursos Calendário de Concursos Resumo dos Principais Programas Investigação e Desenvolvimento Tecnológico Inovação Empresarial Qualificação e Internacionalização PME s Promoção da Eficiência Energética e da Utilização

Leia mais

SQS Portugal Portfólio de Serviços de Segurança. SQS Software Quality Systems

SQS Portugal Portfólio de Serviços de Segurança. SQS Software Quality Systems SQS Portugal Portfólio de Serviços de Segurança SQS Software Quality Systems SQS Portugal Apresentação A SQS Portugal - Software Quality Systems, é uma empresa especializada em ajudar os seus clientes

Leia mais

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Gestão de Projectos info@ipn-incubadora.pt +351 239 700 300 BEST SCIENCE BASED INCUBATOR AWARD Incentivos às Empresas Objectivos: - Promoção do up-grade das empresas de PME; - Apoiar

Leia mais

IT SEGURANÇA. Luanda 26, 27 e 28 de Setembro de 2011 PROGRAMA

IT SEGURANÇA. Luanda 26, 27 e 28 de Setembro de 2011 PROGRAMA 1ª Edição Como Desenhar e Implementar uma estratégia IT SEGURANÇA Evite riscos e garanta a continuidade do negócio REQUISITOS LEGAIS /ANÁLISE DE RISCO / GESTÃO DE RISCO DISASTER RECOVERY PLAN / AUDITORIA

Leia mais

Mecanismo de Apoio e Incentivo à Inovação e I&DT

Mecanismo de Apoio e Incentivo à Inovação e I&DT Mecanismo de Apoio e Incentivo à Inovação e I&DT Victor Francisco Responsável Unidade Gestão e Promoção da Inovação [victor.francisco@ctcv.pt] Seminário Gestão da Inovação - ACIB 25 de Março 2010 1 Sumário

Leia mais

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS NO ÂMBITO DO QREN ABERTURA DE CONCURSOS

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS NO ÂMBITO DO QREN ABERTURA DE CONCURSOS INCENTIVOS ÀS EMPRESAS NO ÂMBITO DO QREN ABERTURA DE CONCURSOS SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO (SI INOVAÇÃO) - INOVAÇÃO PRODUTIVA Objectivos e Prioridades O presente concurso destina-se a apoiar investimentos

Leia mais

Sonae Sierra, Centro Colombo e NorteShopping recebem certificação ambiental

Sonae Sierra, Centro Colombo e NorteShopping recebem certificação ambiental Lisboa, Portugal 14 de Dezembro 2005 Pioneira a nível internacional Sonae Sierra, Centro Colombo e NorteShopping recebem certificação ambiental A certificação da Sonae Sierra pela Norma ISO 14001:2004

Leia mais

Resumo Apresentação : Orador

Resumo Apresentação : Orador Resumo Apresentação : Orador Formador Rumos Consultor ITSM desde 2006 ITIL v2/v3 ISO 20000 ISO / IEC 27001/2 Certificação ITIL Foundation Certificação ITIL Expert Certificação Cisco CCNA 6 Anos de Experiencia

Leia mais

Política de Segurança da Informação nas Organizações: desafio de elaboração para os gestores.

Política de Segurança da Informação nas Organizações: desafio de elaboração para os gestores. Política de Segurança da Informação nas Organizações: desafio de elaboração para os gestores. Edison Luiz Gonçalves Fontes Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza/CEETEPS SP - Brasil edison@pobox.com

Leia mais

Conteúdo. - Apresentação da empresa. - Porquê a certificação em NP 4457:2007? - Contexto para a certificação. - Processo de implementação

Conteúdo. - Apresentação da empresa. - Porquê a certificação em NP 4457:2007? - Contexto para a certificação. - Processo de implementação COTEC 2010/10/19 Conteúdo - Apresentação da empresa - Porquê a certificação em NP 4457:2007? - Contexto para a certificação - Processo de implementação - Factores críticos de sucesso visão.c Apresentação

Leia mais

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo PRESS RELEASE 8 de Dezembro de 2009 Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo FNABA representou Portugal, em Pequim (China), na First Global Conference da World Business

Leia mais

Consultoria e Formação, em Entidades Públicas e Privadas, de Sistemas de Gestão de:

Consultoria e Formação, em Entidades Públicas e Privadas, de Sistemas de Gestão de: Consultoria e Formação, em Entidades Públicas e Privadas, de Sistemas de Gestão de: Qualidade e IT Service Management Investigação, Desenvolvimento e Inovação (IDI) Ambiente Higiene e Segurança no Trabalho

Leia mais

FACULDADE SENAC GOIÂNIA

FACULDADE SENAC GOIÂNIA FACULDADE SENAC GOIÂNIA NORMA ISO 12.207 Curso: GTI Matéria: Auditoria e Qualidade de Software Professor: Elias Ferreira Acadêmico: Luan Bueno Almeida Goiânia, 2015 CERTIFICAÇÃO PARA O MERCADO BRASILEIRO

Leia mais

Prazos para a Apresentação de Candidaturas Entre o dia 23 de Dezembro de 2011 e o dia 11 de Abril de 2012 (24 horas).

Prazos para a Apresentação de Candidaturas Entre o dia 23 de Dezembro de 2011 e o dia 11 de Abril de 2012 (24 horas). SI INOVAÇÃO [Projectos PROVERE] Aviso para Apresentação de Candidaturas n.º 15/SI/2011 Aberto concurso para a implementação dos PROVERE Programas de Valorização Económica de Recursos Endógenos que pretendem

Leia mais

Programas de Acção. Page 34

Programas de Acção. Page 34 Page 34 Programas de Acção P.1 Aplicação do novo quadro regulamentar às comunicações electrónicas Transposição do novo quadro regulamentar. Acompanhamento da implementação das novas estruturas organizacionais

Leia mais

ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações

ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações Raquel Silva 02 Outubro 2014 ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 PUBLICAÇÃO DIS: - Draft International Standard

Leia mais

Qualidade: do mundo empresarial ao Ensino Superior

Qualidade: do mundo empresarial ao Ensino Superior Qualidade: do mundo empresarial ao Ensino Superior José António Sarsfield Cabral Universidade do Porto Garantia da Qualidade e Acreditação Universidade de Coimbra, Auditório da Reitoria 30092009 1 Os conceitos

Leia mais

Usando o PRINCE2 TM como base para todos os Projetos Dezembro/ 2009

Usando o PRINCE2 TM como base para todos os Projetos Dezembro/ 2009 Usando o PRINCE2 TM como base para todos os Projetos Dezembro/ 2009 Usando o PRINCE2 TM como base para todos os Projetos Diferença entre projetos e operação O que uma organização procura em uma metodologia

Leia mais

Empreendedorismo e Organização da Empresa. Público-Alvo

Empreendedorismo e Organização da Empresa. Público-Alvo Empreendedorismo e Organização da Empresa Público-Alvo Formandos que pretendam adquirir um conjunto de conhecimentos e competências na área empresarial, que lhes permita alargar a sua compreensão e posterior

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DE COOPERAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA 2007-2013 ÁREA: GALIZA NORTE DE PORTUGAL UNIVERSIDADE DE VIGO (UVIGO) CHEFE DE FILA

PROGRAMA OPERACIONAL DE COOPERAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA 2007-2013 ÁREA: GALIZA NORTE DE PORTUGAL UNIVERSIDADE DE VIGO (UVIGO) CHEFE DE FILA APRESENTAÇÃO PROGRAMA OPERACIONAL DE COOPERAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA 2007-2013 ÁREA: GALIZA NORTE DE PORTUGAL PARCEIROS: UNIVERSIDADE DE VIGO (UVIGO) CHEFE DE FILA CONFEDERAÇÃO DE EMPRESÁRIOS DE PONTEVEDRA

Leia mais

Gestão de Serviços. Mário Lavado itsmf Portugal. Guimarães 18 de Novembro 2010. itsmf Portugal 1

Gestão de Serviços. Mário Lavado itsmf Portugal. Guimarães 18 de Novembro 2010. itsmf Portugal 1 Gestão de Serviços Mário Lavado itsmf Portugal Guimarães 18 de Novembro 2010 itsmf Portugal 1 Agenda 1. O que é o itsmf? 2. A Gestão de Serviços e o ITIL 3. A ISO 20000 4. A certificação ISO 20000 itsmf

Leia mais

INOVAÇÃO e I&DT Lisboa

INOVAÇÃO e I&DT Lisboa INOVAÇÃO e I&DT Lisboa Prioridades, Impactos, Próximo Quadro MIGUEL CRUZ Aumentar a capacidade competitiva no mercado internacional Reforçar as competências estratégicas Apoiar as PME no reforço das suas

Leia mais

CERTIFICAÇÃO BRASILEIRA DE MELHORIA DE PROCESSO DE SOFTWARE: O MPS.BR

CERTIFICAÇÃO BRASILEIRA DE MELHORIA DE PROCESSO DE SOFTWARE: O MPS.BR CERTIFICAÇÃO BRASILEIRA DE MELHORIA DE PROCESSO DE SOFTWARE: O MPS.BR Leonardo Galvão Daun Universidade Estadual de Maringá leonardo.daun@gmail.com Profª Drª Sandra Ferrari Universidade Estadual de Maringá

Leia mais