PRORROGAÇÃO DE PRAZO - Candidaturas SI Qualificação PME (Diversificação e Eficiência Energética) (16/07/2010)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRORROGAÇÃO DE PRAZO - Candidaturas SI Qualificação PME (Diversificação e Eficiência Energética) (16/07/2010)"

Transcrição

1 PRORROGAÇÃO DE PRAZO - Candidaturas SI Qualificação PME (Diversificação e Eficiência Energética) (16/07/2010) Foi prorrogado o prazo para apresentação de candidaturas no âmbito do Aviso N.º 03/SI/2010, que respeita ao Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME Diversificação e Eficiência Energética (Solar Térmico), passando as candidaturas a poderem ser apresentadas até 30 de Novembro de Em conformidade, a Alteração do Aviso para Apresentação de Candidaturas N.º 03/SI/2010 estabelece o seguinte: O termo do prazo para a Apresentação de Candidaturas fixado no n.º 6 do Aviso para Apresentação de Candidaturas n.º 03/SI/2010, de 15 de Outubro, é prorrogado para o dia 30 de Novembro (24 horas). A data limite para comunicação da decisão aos promotores, fixada no n.º 8 do mesmo Aviso é prorrogada para o dia 24 de Fevereiro de Incentivos Comunitários Candidaturas SI Qualificação PME (Diversificação e Eficiência Energética Solar Térmico) (01/06/2010) Estão abertos os concursos ao Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME Diversificação e Eficiência Energética (Solar Térmico), para Projectos Individuais, após publicação do Aviso para Apresentação de Candidaturas N.º 03/SI/2010. Este concurso visa apoiar as empresas a concretizarem mais facilmente os objectivos de eficiência energética e a utilização das energias renováveis, designadamente através da instalação de painéis solares térmicos. Assim, são susceptíveis de apoio os projectos que incluam investimentos que respeitem a instalações de sistemas Solares Térmicos para aquecimento de águas, sistemas de climatização e ainda os investimentos relacionados com a sua envolvente passiva, ou seja: a) Instalações de sistemas de produção de energia Solar Térmico: i. Para AQS (Água Quente Sanitária); ii. Para climatização (heating & cooling). b) Envolvente passiva associada à instalação dos equipamentos referidos em a), através da optimização do consumo de energia, designadamente com a instalação de isolamentos térmicos ou de correcção do factor solar nos vãos envidraçados (não são elegíveis as despesas com construção e mão de obra). O referido aviso fixa como âmbito territorial todas as regiões NUTS II do Continente, à excepção da região de, sendo que o prazo para apresentação de candidaturas decorre entre o dia 1 de Junho e o dia 30 de Novembro de 2010 (prazo prorrogado). Contacte-nos se desejar obter uma Ficha Resumo sobre o Incentivo.

2 Incentivos Comunitários Candidaturas SI Qualificação PME (12/05/2010) Estão abertos concursos ao Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME, para Projectos Individuais e de Cooperação e Projectos Conjuntos Internacionalização, após publicação dos Avisos para Apresentação de Candidaturas correspondentes (Aviso N.º 01/SI/2010 e Aviso N.º 02/SI/2010). São abrangidos pelo SI Qualificação PME os projectos de investimento promovidos por empresas, a título individual ou em cooperação, bem como por entidades públicas, associações empresariais ou entidades do Sistema Científico e Tecnológico (SCT) direccionados para a intervenção nas PME, tendo em vista a inovação, modernização e internacionalização, através da utilização de factores dinâmicos da competitividade. Os avisos prevêem uma dotação Geral, direccionada para objectivos de natureza horizontal e relacionadas com a qualificação e internacionalização das PME, e uma dotação EEC (Estratégias de Eficiência Colectiva) com vista à concretização das estratégias de desenvolvimento sustentadas em lógicas de eficiência colectiva. Os referidos avisos fixam como âmbito territorial todas as regiões NUTS II do Continente, à excepção da região de, sendo que o prazo para apresentação de candidaturas decorre entre o dia 12 de Maio e o dia 18 de Junho de Contacte-nos se desejar obter uma Ficha Resumo sobre o Incentivo.

3 Incentivos Comunitários Candidaturas SI Inovação: Inovação Produtiva (02/12/2009) Estão abertos os concursos ao Sistema de Incentivos à Inovação (SI Inovação), que visa promover a inovação no tecido empresarial, atribuindo-se um claro enfoque à viabilização de ajustamentos de natureza estrutural nas empresas que contribuam para a inovação. Valorizam-se os produtos, serviços, processos e métodos desenvolvidos de forma pioneira pela empresa ou resultantes de transferência de conhecimento. O Aviso para Apresentação de Candidaturas N.º 33/SI/2009 fixa como âmbito territorial todas as regiões NUTS II do Continente, à excepção da região de, sendo que o prazo para apresentação de candidaturas decorre entre o dia 27 de Novembro de 2009 e o dia 31 de Janeiro de Contacte-nos se desejar obter uma Ficha Resumo sobre o Incentivo. Incentivos Comunitários Candidaturas SI Inovação: Empreendedorismo Qualificado (02/12/2009) Estão abertos os concursos ao Sistema de Incentivos à Inovação (SI Inovação), que visa promover a inovação no tecido empresarial através do estímulo ao empreendedorismo qualificado. Apoia-se a criação de novas empresas ou de empresas com menos de 3 anos de actividade classificadas como PME, dotadas de recursos humanos qualificados ou que desenvolvam actividades em sectores com fortes dinâmicas de crescimento. O Aviso para Apresentação de Candidaturas N.º 34/SI/2009 fixa como âmbito territorial todas as regiões NUTS II do Continente, sendo que o prazo para apresentação de candidaturas decorre entre o dia 27 de Novembro de 2009 e o dia 31 de Janeiro de Contacte-nos se desejar obter uma Ficha Resumo sobre o Incentivo.

4 Incentivos Comunitários às Empresas QREN Concursos Disponíveis (NOVOS CONCURSOS - ACTUALIZAÇÃO) (29/09/2009) Estão actualmente disponíveis fases de apresentação de candidaturas aos três sistemas de incentivos definidos no âmbito do QREN: Sistema de Incentivos à Inovação: até 9 de Outubro; Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME: até 27 de Novembro; Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico: até 20 de Novembro. Nos quadros que se seguem são identificados os avisos que regulam os concursos, bem como algumas das condições associadas aos mesmos. Contacte-nos para mais informações. SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO SI INOVAÇÃO Aviso Tipologia de projectos a apoiar Prazos para apresentação de candidaturas Âmbito territorial Observações N.º 18/SI/2009 Criação de empresas ou projectos de empresas nascentes (até 3 anos), classificadas como PME, fornecedoras de serviços de energia e/ou eficiência energética com recurso a meios próprios, ou por si contratados, partilhando desta forma riscos financeiros e de exploração com o cliente 24 de Junho a 30 de Setembro de 2009 Objectivo: Apoiar o empreendedorismo qualificado direccionado à criação de empresas de serviços de energia. Projectos de Empreendedorismo Qualificado Empresas de Serviços de Energia N.º 19/SI/2009 Produção de novos serviços ou introdução de melhorias significativas no perfil dos serviços prestados; Adopção de novos, ou significativamente melhorados, processos ou métodos de produção, sistemas de logística e distribuição, bem como métodos organizacionais ou de marketing; Modernização, requalificação ou racionalização de empresas visando a revitalização da actividade económica dos centros urbanos; Desenvolvimento de novas actividades económicas centradas na criatividade e inovação, nomeadamente através da criação de empresas. 3 de Julho a 30 de Setembro de 2009 Objectivo: Promover a inovação no tecido empresarial das PME dos sectores do Comércio, dos Serviços e da Restauração, através da inovação produtiva, requalificação e modernização das actividades económicas dos estabelecimentos localizados em áreas abrangida por Estratégicas de Eficiência Colectiva reconhecidas como Acções de Regeneração e Desenvolvimento Urbano; Consideram-se elegíveis despesas com obras de remodelação, adaptação ou ampliação, desde que directamente relacionadas com o exercício da actividade.

5 SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO SI INOVAÇÃO (Continuação) Aviso Tipologia de projectos a apoiar Prazos para apresentação de candidaturas Âmbito territorial Observações N.º 21/SI/2009 Produção de novos bens e serviços ou melhorias significativas da produção actual através da transferência e aplicação de conhecimento; Adopção de novos, ou significativamente melhorados, processos ou métodos de produção, de logística e distribuição, bem como métodos organizacionais ou de marketing; Expansão de capacidades de produção em actividades de alto conteúdo tecnológico ou com procuras internacionais dinâmicas; Criação de unidades ou de linhas de produção com impacte relevante ao nível do produto, das exportações ou do emprego; Introdução de melhorias tecnológicas com impacte relevante ao nível da produtividade, do produto, das exportações, do emprego, da segurança industrial ou da eficiência energética e ambiental; Modernização, requalificação e racionalização de empresas, com impacte relevante ao nível do produto, das exportações ou do emprego; 12 de Agosto a 9 de Novembro de 2009 Objectivo: Incentivar os investimentos de inovação produtiva inseridos nos Programas de Acção dos Programas de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE) Estratégias de Eficiência Colectiva; Consideram-se elegíveis despesas com obras de remodelação, adaptação ou ampliação, desde que directamente relacionadas com o exercício da actividade. N.º 22/SI/2009 Criação de empresas ou projectos de empresas nascentes (até 3 anos), classificadas como PME, dotadas de recursos humanos qualificados ou que desenvolvam actividades em sectores com fortes dinâmicas de crescimento. 12 de Agosto a 9 de Novembro de 2009 Objectivo: Incentivar os projectos de investimento de criação de empresas ou projectos de empresas nascentes inseridos nos Programas de Acção dos Programas de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE) Estratégias de Eficiência Colectiva; Consideram-se elegíveis despesas com obras de remodelação, adaptação ou ampliação, desde que directamente relacionadas com o exercício da actividade.

6 SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME SI QUALIFICAÇÃO PME Aviso Modalidade de projectos a apoiar Prazos para apresentação de candidaturas Âmbito territorial Observações N.º 17/SI/2009 Projecto Individual Projecto de Cooperação 24 de Junho a 15 de Outubro de 2009 Objectivo: Apoiar as empresas no sentido de mais facilmente alcançarem os objectivos de aumento da eficiência energética com a redução da correspondente factura energética. Visa-se a promoção da competitividade das PME através do aumento da produtividade, da flexibilidade e da capacidade de resposta e presença activa no mercado global, através da utilização de factores dinâmicos da competitividade. Plano Nacional de Acção para Eficiência Energética Portugal Eficiência 2015 (PNAEE); Susceptíveis de apoio os projectos na tipologia de investimento Diversificação e eficiência energética, que incluam investimentos nos seguintes domínios: (a) instalação de equipamentos de maior eficiência energética e sistemas de recuperação e ou gestão de energia que visem a melhoria e a redução da factura energética nas empresas; (b) Instalação de equipamentos de produção de energia para consumo próprio com base em fontes de energia renovável ou recursos endógenos; (c) Instalação de sistemas de produção combinada de energia (cogeração ou trigeração). Para serem apoiadas, as empresas têm de apresentar actividade produtiva no ano pré-projecto. N.º 20/SI/2009 Projecto Individual 9 de Julho a 15 de Outubro de 2009 Objectivo: Permitir que as empresas de transporte rodoviário de mercadorias por conta de outrem adoptem medidas que contribuam para reduzir a emissão de partículas poluentes; Âmbito sectorial: Actividades de transporte rodoviário de mercadorias (CAE Rev ), titulares de alvará ou licença comunitária para o transporte rodoviário de mercadorias por conta de outrem, nacional ou internacional, há, pelo menos, 3 anos; Despesas elegíveis na tipologia Ambiente, que incluam investimentos relacionados com reequipamento de veículos licenciados para o transporte rodoviário de mercadorias por conta de outrem, por instalação de filtros de partículas, com vista à redução de emissões de partículas poluentes. Os veículos objecto de reequipamento devem ter peso bruto superior a kg e possuir, à data da candidatura, idade não superior a 15 anos, contados a partir da data da primeira matrícula.

7 SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME SI QUALIFICAÇÃO PME (Continuação) Aviso Modalidade de projectos a apoiar Prazos para apresentação de candidaturas Âmbito territorial Observações N.º 23/SI/2009 Projecto Individual Projecto de Cooperação 12 de Agosto a 13 de Outubro de 2009 Objectivo: Promoção da competitividade das PME através do aumento da produtividade, da flexibilidade e da capacidade de resposta e presença activa no mercado global, através da utilização de factores dinâmicos da competitividade; Programas de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE) Estratégias de Eficiência Colectiva. N.º 24/SI/2009 Projectos Conjuntos 12 de Agosto a 13 de Outubro de 2009 Objectivo: Os projectos (apresentados por Entidades Públicas, Associações Empresariais ou Entidades do Sistema Científico e Tecnológico) deverão vigiar a promoção da designadamente a sua capacidade de resposta e presença activa no mercado global, através do desenvolvimento de um programa estruturado de intervenção num conjunto de PME. Programas de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE) Estratégias de Eficiência Colectiva. N.º 26/SI/2009 Vale Inovação Projecto Simplificado de Inovação 15 de Setembro a 13 de Outubro de 2009 Objectivo: Promoção da competitividade das PME através do aumento da produtividade, da flexibilidade e da capacidade de resposta e presença activa no mercado global, através da utilização de factores dinâmicos da competitividade; Pretende-se apoiar de forma simplificada a aquisição de serviços de consultoria e de apoio à inovação por parte de PME a entidades devidamente qualificadas para o efeito, nomeadamente em actividades de consultoria de gestão, assistência tecnológica, serviços de transferência de tecnologia, direitos de propriedade intelectual e industrial e certificação. N.º 29/SI/2009 Projecto Individual Projecto de Cooperação 25 de Setembro a 27 de Novembro de 2009 Objectivo: Promoção da competitividade das PME através do aumento da produtividade, da flexibilidade e da capacidade de resposta e presença activa no mercado global, através da utilização de factores dinâmicos da competitividade. N.º 30/SI/2009 Projectos Conjuntos 25 de Setembro a 27 de Novembro de 2009 Objectivo: Promoção da competitividade das PME através do aumento da produtividade, da flexibilidade e da capacidade de resposta e presença activa no mercado global, através da utilização de factores dinâmicos da competitividade; O programa deverá apresentar soluções comuns e coerentes face a um conjunto de problemas ou oportunidades a explorar, claramente identificadas e justificadas, no quadro das empresas a envolver.

8 SISTEMA DE INCENTIVOS À INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO SI I&DT Aviso Tipologia de projectos a apoiar Prazos para apresentação de candidaturas Âmbito territorial Observações N.º 16/SI/2009 Projectos em Co-promoção (I&DT Empresas) 15 de Junho a 15 de Setembro de 2009 (Prazo prorrogado para 9 de Outubro) Objectivo: Intensificar o esforço nacional de I&DT e a criação de novos conhecimentos com vista ao aumento da competitividade das empresas, promovendo a articulação entre estas e as entidades do Sistema Científico e Tecnológico; Os projectos a apoiar deverão ser desenvolvidos por parcerias entre empresas ou parcerias entre empresas e entidades do Sistema Científico e Tecnológico, liderados por empresas, compreendendo actividades de investigação industrial e/ou de desenvolvimento experimental, conducentes à criação de novos produtos, processos ou sistemas ou à introdução de melhorias significativas em produtos, processos ou sistemas existentes. N.º 25/SI/2009 Vale I&DT 15 de Setembro a 13 de Outubro de 2009 Objectivo: Intensificar o esforço nacional de I&DT e a criação de novos conhecimentos com vista ao aumento da competitividade das empresas, promovendo a articulação entre estas e as entidades do Sistema Científico e Tecnológico; Pretende-se apoiar de forma simplificada a aquisição de serviços de I&DT por parte de PME a entidades do Sistema Científico e Tecnológico para resposta a questões e necessidades específicas da empresa, visando designadamente a realização de estudos de viabilidade técnico-científica e de projectos de I&DT, bem como a subsequente transferência de conhecimento, no sentido do aumento da sua competitividade com tradução na melhoria de produtos, processos ou serviços. N.º 27/SI/2009 Núcleos de I&DT 23 de Setembro a 21 de Outubro de 2009 Objectivo: Intensificar o esforço nacional de I&DT e a criação de novos conhecimentos com vista ao aumento da competitividade das empresas, promovendo a articulação entre estas e as entidades do Sistema Científico e Tecnológico; Pretende-se a promoção do up-grade das empresas de pequena ou média dimensão para patamares mais elevados de desenvolvimento tecnológico e de inovação, através da criação e consolidação de unidades estruturadas com características de permanência e dedicadas exclusivamente a actividades de I&DT.

9 SISTEMA DE INCENTIVOS À INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO SI I&DT (Continuação) Aviso Tipologia de projectos a apoiar Prazos para apresentação de candidaturas Âmbito territorial Observações N.º 28/SI/2009 Centros de I&DT 23 de Setembro a 21 de Outubro de 2009 Objectivo: Intensificar o esforço nacional de I&DT e a criação de novos conhecimentos com vista ao aumento da competitividade das empresas, promovendo a articulação entre estas e as entidades do Sistema Científico e Tecnológico; Pretende-se o reforço de competências empresariais de I&DT para além das actividades de investigação quotidianas da empresa, dotando as respectivas actividades que desenvolvam actividades de I&DT de forma continuada, estruturada e em exclusividade de condições operativas essenciais ao sucesso da implementação de estratégias de desenvolvimento empresarial. N.º 31/SI/2009 Projectos de I&DT Colectiva 25 de Setembro a 20 de Novembro de 2009 e Algarve Objectivo: Responder de forma eficiente e eficaz às necessidades de I&DT das empresas, em especial das pequenas e médias empresas que não têm capacidade (ou é limitada) para desenvolverem actividades de I&DT intramuros e que, normalmente, se encontram mais distanciadas dos centros de saber. Pólos de Competitividade e Tecnologia e Outros Clusters Estratégias de Eficiência Colectiva. N.º 32/SI/2009 Projectos Individuais (I&DT Empresas) 25 de Setembro a 6 de Novembro de 2009 Continente Objectivo: Apoiar projectos de I&DT promovidos por empresas, compreendendo actividades de investigação industrial e/ou de desenvolvimento experimental, conducentes à criação de novos produtos, processos ou sistemas ou à introdução de melhorias significativas em produtos, processos ou sistemas existentes. Incentivos Comunitários SI Inovação (Empresas de Serviços de Energia) (03/07/2009) Está aberto o concurso ao Sistema de Incentivos à Inovação (SI Inovação), para Projectos de Empreendedorismo Qualificado em Empresas de Serviços de Energia (ESCO), após publicação do Aviso para Apresentação de Candidaturas N.º 18/SI/2009. Este Aviso surge no âmbito do Plano Nacional de Acção para a Eficiência Energética - Portugal Eficiência 2015 (PNAEE) e visa apoiar a criação de novas empresas ou de empresas com menos de 3 anos de actividade classificadas como PME, fornecedoras de serviços de energia e/ou eficiência energética

10 com recurso a meios próprios, ou por si contratados, partilhando desta forma riscos financeiros e de exploração com o cliente (Empresas de Serviços de Energia ESSE, internacionalmente designadas por Energy Service Companies ESCO). O aviso fixa como âmbito territorial todas as regiões NUTS II do Continente, à excepção da região de, sendo que o prazo para apresentação de candidaturas decorre entre o dia 24 de Junho e o dia 30 de Setembro de Incentivos Comunitários Candidaturas SI Qualificação PME (Energia Competitiva) (03/07/2009) Está aberto o concurso ao Sistema de Incentivos à Internacionalização e Qualificação de PME (SI Qualificação PME) para projectos individuais e de cooperação no âmbito da Energia Competitiva, após publicação do Aviso N.º 17/SI/2009. Este aviso surge no Âmbito do Plano Nacional de Acção para a Eficiência Energética - Portugal Eficiência 2015 (PNAEE), do qual consta um Programa designado por Energia Competitiva na Indústria, e tem como objectivo apoiar as empresas no sentido de mais facilmente alcançarem os objectivos de aumento da eficiência energética com a redução da correspondente factura energética. O Programa Energia Competitiva na Indústria visa promover o aumento da eficiência energética por via da modificação dos processos de fabrico, da introdução de novas tecnologias e da mudança de comportamentos, concretizados através da dinamização da implementação de medidas transversais nos diferentes sectores de actividade dirigidas a quatro grupos tecnológicos: motores eléctricos, produção de calor e frio, iluminação e medidas de eficiência de processo. São susceptíveis de apoio os projectos na tipologia de investimento Diversificação e eficiência energética que incluam investimentos nos seguintes domínios (apenas para empresas com actividade produtiva no ano pré-projecto): a) Instalação de equipamentos de maior eficiência energética e sistemas de recuperação e ou gestão de energia que visem a melhoria e a redução da factura energética nas empresas; b) Instalação de equipamentos de produção de energia para consumo próprio com base em fontes de energia renovável ou recursos endógenos; c) Instalação de sistemas de produção combinada de energia (cogeração ou trigeração). O aviso fixa como âmbito territorial todas as regiões NUTS II do Continente, à excepção da região de, sendo que o prazo para apresentação de candidaturas decorre entre o dia 24 de Junho e o dia 15 de Outubro de 2009.

11 Incentivos Comunitários Candidaturas SI I&DT (Projectos em Co-Promoção) (18/06/2009) Está aberto o concurso ao Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico, para Projectos em Co-Promoção, após publicação do Aviso para Apresentação de Candidaturas N.º 16/SI/2009. Os projectos a apoiar deverão corresponder a projectos de I&DT realizados em parceria entre empresas ou entre estas e entidades do Sistema Científico e Tecnológico, liderados por empresas, compreendendo actividades de investigação industrial e/ou de desenvolvimento experimental, conducentes à criação de novos produtos, processos ou sistemas ou à introdução de melhorias significativas em produtos, processos ou sistemas existentes. O aviso fixa como âmbito territorial todas as regiões NUTS II do Continente, à excepção da região de, sendo que o prazo para apresentação de candidaturas decorre entre o dia 15 de Junho e o dia 15 de Setembro de Incentivos Comunitários Redes de Nova Geração (18/06/2009) Estão abertos os concursos aos Sistemas de Incentivos à Inovação (SI Inovação) e à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT) para projectos associados a Redes de Nova Geração (RNG), após publicação dos Avisos para Apresentação de Candidaturas (Aviso N.º 14/SI/2009 e Aviso N.º 15/SI/2009). De acordo com os Avisos, as Redes de Nova Geração traduzem-se em plataformas de convergência tecnológica que permitem um novo patamar na oferta de serviços de banda larga, quer pelas prestações que integram (voz, Internet, televisão, aplicações interactivas, etc.), quer pelas funcionalidades que permitem disponibilizar. As tipologias de projectos a apoiar apresentam-se resumidas no quadro seguinte.

12 Tipologias de projectos a apoiar SI Inovação SI I&DT (Projectos de I&DT empresas individuais e em co-promoção) Componentes de rede e serviços técnicos Projectos de investimento de inovação produtiva de fabrico de componentes de rede ou de prestação de serviços técnicos, destinados a RNG, numa óptica de construção de Mobile-Back-Haul, GPON e TDT, dentro das especificações standard da indústria: ONT (terminação de rede óptica) - lado cliente; OLT (terminações de rede óptica) lado estação; Sistemas de transmissão SDH/WDM; Fibras ópticas; Splitters ; Sistemas de Hard/Software de gestão de redes e clientes; TV Box Caixa para interacção entre o cliente e o serviço de TV; outros equipamentos terminais de cliente; Serviços de instalação de redes ópticas com conteúdo tecnológico inovador. Componentes de rede Projectos de I&DT (Individuais ou em co-promoção) de desenvolvimento de novas componentes de rede destinados a RNG, numa óptica de construção de Mobile-Back- Haul, GPON e TDT, dentro das especificações standard da indústria: ONT (terminação de rede óptica) lado cliente; OLT (terminações de rede óptica) lado estação; Sistemas de transmissão SDH/WDM; Fibras ópticas; Splitters ; Sistemas de Hard/Software de gestão de redes e clientes; TV Box Caixa para interacção entre o cliente e o serviço de TV; outros equipamentos terminais de cliente; Serviços de instalação de redes ópticas com conteúdo tecnológico inovador. Criação empresas de serviços (empreendedorismo) Criação de empresas ou projectos de empresas nascentes (até 3 anos), classificadas como PME, que prestem serviços de conteúdo tecnológico inovador suportados na utilização das RNG, nas seguintes áreas: Educação e aprendizagem; Saúde e qualidade de vida (ex. apoio a populações idosas, vulneráveis ou em risco de exclusão); Eficiência energética e ambiente; Mobilidade e desenvolvimento urbano sustentável; Eficiência organizacional (ex. teletrabalho, segurança); Segurança e televigilância de pessoas e bens; Turismo, cultura e lazer. Desenvolvimento de serviços/aplicações Projectos de I&DT (Individuais ou em co-promoção) de desenvolvimento de soluções suportadas em RNG (software, multimédia, engenharia de sistemas), nas seguintes áreas: Educação e aprendizagem; Saúde e qualidade de vida (ex. apoio a populações idosas, vulneráveis ou em risco de exclusão); Eficiência energética e ambiente; Mobilidade e desenvolvimento urbano sustentável; Eficiência organizacional (ex. teletrabalho, segurança); Segurança e televigilância de pessoas e bens; Turismo, cultura e lazer. Os prazos para apresentação de candidaturas decorrem até ao dia 15 de Julho de 2009.

13 Incentivos Comunitários Candidaturas SI Qualificação PME (Projectos Conjuntos - Internacionalização) (20/04/2009) Estão abertos os concursos ao Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME, para Projectos Conjuntos Internacionalização (tipologia não susceptível de apoio ao abrigo do Aviso N.º 4/SI/2009), após publicação do Aviso para Apresentação de Candidaturas N.º 13/SI/2009. O aviso fixa como âmbito territorial todas as regiões NUTS II do Continente, à excepção da região de, sendo que o prazo para apresentação de candidaturas decorre entre o dia 20 de Abril e o dia 30 de Junho de Incentivos Comunitários Candidaturas SI Inovação (15/04/2009) Estão abertos os concursos ao Sistema de Incentivos à Inovação (SI Inovação), que visa promover a inovação no tecido empresarial, pela via da produção de novos bens, serviços e processos que suportem a sua progressão na cadeia de valor e o reforço da sua orientação para os mercados internacionais, bem como pela introdução de melhorias tecnológicas, criação de unidades de produção e estímulo ao empreendedorismo qualificado e ao investimento estruturante em novas áreas com potencial crescimento. Os Avisos para Apresentação de Candidaturas N.º 11/SI/2009 (Inovação Produtiva) e N.º 12/SI/2009 (Projectos de Empreendedorismo Qualificado) fixam como âmbito territorial todas as regiões NUTS II do Continente, à excepção da região de, sendo que o prazo para apresentação de candidaturas decorre entre o dia 15 de Abril e o dia 21 de Maio de Contacte-nos se desejar obter uma Ficha Resumo sobre o Incentivo.

14 Incentivos Comunitários Candidaturas SI I&DT (15/04/2009) Estão abertos os concursos ao Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT) nas empresas, para Projectos Individuais, Vale I&DT, Núcleos I&DT, Centros I&DT e Projectos em I&DT Colectiva. O SI I&DT tem como objectivo intensificar o esforço nacional de I&DT e a criação de novos conhecimentos com vista ao aumento da competitividade das empresas, promovendo a articulação entre estas e as entidades do Sistema Científico e Tecnológico (SCT). Os prazos para apresentação de candidaturas e o âmbito territorial são fixados nos avisos para apresentação de candidaturas, de acordo com o que a seguir se apresenta. Aviso Tipologias de Projectos Prazos para Apresentação de Candidaturas Âmbito Territorial N.º 5/SI/2009 Projectos de I&DT Empresas Individuais 13 de Abril a 14 de Maio de 2009 continente, à excepção da região de N.º 6/SI/2009 Vale I&DT 13 de Abril a 13 de Maio de 2009 N.º 8/SI/2009 N.º 9/SI/2009 Projectos de Capacitação e Reforço de Competências Internas de I&DT Núcleos I&DT Projectos de Capacitação e Reforço de Competências Internas de I&DT Centros I&DT 14 de Abril a 18 de Maio de de Abril a 18 de Maio de 2009 N.º 10/SI/2009 Projectos em I&DT Colectiva 14 de Abril a 18 de Maio de 2009 continente, à excepção da região de continente, à excepção da região de continente, à excepção da região de continente, à excepção da região de Contacte-nos se desejar obter uma Ficha Resumo sobre o Incentivo.

15 Incentivos Comunitários Candidaturas SI Qualificação PME (Vale Inovação) (13/04/2009) Encontra-se aberto o concurso para projectos inseridos na tipologia Vale Inovação Projecto Simplificado de Inovação, no âmbito do Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME, que visa o apoio à aquisição de serviços de consultoria e de inovação por PME a entidades devidamente qualificadas para o efeito, para resposta a necessidades específicas da empresa, no sentido do aumento da sua competitividade. O Aviso N.º 7/SI/2009 fixa os termos do concurso, sendo que o prazo para apresentação de candidaturas decorre entre o dia 13 de Abril e o dia 11 de Maio de 2009, para todas as regiões NUTS II do continente, à excepção da região de. Incentivos Comunitários Candidaturas SI Qualificação PME (07/04/2009) Estão abertos os concursos ao Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME, para Projectos Individuais e de Cooperação e Projectos Conjuntos, após publicação dos Avisos para Apresentação de Candidaturas (Aviso N.º 3/SI/2009 e Aviso N.º 4/SI/2009). São abrangidos pelo SI Qualificação PME os projectos de investimento promovidos por empresas, a título individual ou em cooperação, bem como por entidades públicas, associações empresariais ou entidades do Sistema Científico e Tecnológico (SCT) direccionados para a intervenção nas PME, tendo em vista a inovação, modernização e internacionalização, através da utilização de factores dinâmicos da competitividade. Os referidos avisos fixam como âmbito territorial todas as regiões NUTS II do Continente, à excepção da região de, sendo que o prazo para apresentação de candidaturas decorre entre o dia 7 de Abril e o dia 11 de Maio de 2009 (12 de Maio para Projectos Conjuntos). Contacte-nos se desejar obter uma Ficha Resumo sobre o Incentivo.

16 Incentivos Comunitários Candidaturas SI Qualificação PME (11/02/2009) Os Incentivos Comunitários, definidos no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), têm motivado um elevado número de candidaturas desde 2007, com projectos a ser desenvolvidos em todo o território continental. Neste âmbito, foram definidos em regulamentos específicos três Sistemas de Incentivos às empresas: Sistema de Incentivos à Inovação (SI Inovação); Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME (SI Qualificação PME); Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico nas Empresas (SI I&DT). Regra geral, as candidaturas aos sistemas de incentivos comunitários processam-se através de concursos, regulados por avisos de abertura de concurso específicos, e formalizam-se pelo preenchimento de um formulário electrónico.

Prazos para a Apresentação de Candidaturas Entre o dia 23 de Dezembro de 2011 e o dia 11 de Abril de 2012 (24 horas).

Prazos para a Apresentação de Candidaturas Entre o dia 23 de Dezembro de 2011 e o dia 11 de Abril de 2012 (24 horas). SI INOVAÇÃO [Projectos PROVERE] Aviso para Apresentação de Candidaturas n.º 15/SI/2011 Aberto concurso para a implementação dos PROVERE Programas de Valorização Económica de Recursos Endógenos que pretendem

Leia mais

Fiapal Informa. Candidaturas QREN

Fiapal Informa. Candidaturas QREN Foram publicados no passado mês de Dezembro 5 Avisos para Apresentação de Candidaturas ao QREN. Destes, três integram a região de Lisboa. Fiapal Informa Aviso de Abertura de Concurso - AAC 17/SI/2011 Sistema

Leia mais

QREN 2007-2013 Agenda Factores de Competitividade Sistemas de Incentivos Workshop Medidas de Apoio às Empresas Marinha Grande.

QREN 2007-2013 Agenda Factores de Competitividade Sistemas de Incentivos Workshop Medidas de Apoio às Empresas Marinha Grande. QREN 2007-2013 Agenda Factores de Competitividade Sistemas de Incentivos Workshop Medidas de Apoio às Empresas Marinha Grande Carlos Castro 1 SI I&DT Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento

Leia mais

SESSÃO TÉCNICA SOBRE O VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NOS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

SESSÃO TÉCNICA SOBRE O VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NOS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS SI À INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO SI À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME SESSÃO TÉCNICA SOBRE O VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NOS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Data: 13 de Outubro

Leia mais

CANDIDATURAS ABERTAS:

CANDIDATURAS ABERTAS: Resumo das candidaturas aos Sistemas de Incentivos QREN CANDIDATURAS ABERTAS: Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico Tipologia de Projectos Abertura Encerramento Individuais

Leia mais

Mecanismos de apoio e incentivo à Eficiência energética

Mecanismos de apoio e incentivo à Eficiência energética Mecanismos de apoio e incentivo à Eficiência energética Victor Francisco CTCV - Responsável Gestão e Promoção da Inovação [victor.francisco@ctcv.pt] Workshop Setorial da Cerâmica e do Vidro CTCV 14.12.12

Leia mais

Projectos de I&DT Empresas Individuais

Projectos de I&DT Empresas Individuais 1 Projectos de I&DT Empresas Individuais Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT) Projectos de I&DT Empresas Dezembro de 2011 2 s Enquadramento Aviso n.º 17/SI/2011

Leia mais

Vale Projecto - Simplificado

Vale Projecto - Simplificado IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Vale Projecto - Simplificado VALES Empreendedorismo e Inovação Associados Parceiros / Protocolos IDIT Enquadramento Vale Projecto - Simplificado

Leia mais

Promoção da Propriedade Industrial

Promoção da Propriedade Industrial 1 Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME (SI Qualificação de PME) Projectos Individuais Dezembro de 2011 2 1- Enquadramento 2- Âmbito Sectorial Enquadramento Aviso n.º 14/SI/2011

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. QREN: uma oportunidade para a Igualdade entre homens e mulheres

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. QREN: uma oportunidade para a Igualdade entre homens e mulheres PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS QREN: uma oportunidade para a Igualdade entre homens e mulheres PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS QREN: uma oportunidade para a Igualdade entre homens e mulheres

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012 SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012 INOVAÇÃO PRODUTIVA SECTOR TURISMO QREN QUADRO DE REFERÊNCIA ESTRATÉGICO NACIONAL 2007-2013 INFORMAÇÃO SINTETIZADA 1 ÍNDICE PÁGINA OBJECTO

Leia mais

INOVAÇÃO e I&DT Lisboa

INOVAÇÃO e I&DT Lisboa INOVAÇÃO e I&DT Lisboa Prioridades, Impactos, Próximo Quadro MIGUEL CRUZ Aumentar a capacidade competitiva no mercado internacional Reforçar as competências estratégicas Apoiar as PME no reforço das suas

Leia mais

Projecto Factor PME O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME. www.trigenius.pt factorpme@trigenius.

Projecto Factor PME O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME. www.trigenius.pt factorpme@trigenius. Projecto Factor PME Junho 2011 O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME www.factorpme.aip.pt www.trigenius.pt factorpme@trigenius.pt Âmbito e Objectivos

Leia mais

O Solar- Térmico na Melhoria da Eficiência Energética. www.kleanenergie.c om www.selfenergysolu tions.eu 1

O Solar- Térmico na Melhoria da Eficiência Energética. www.kleanenergie.c om www.selfenergysolu tions.eu 1 O Solar- Térmico na Melhoria da Eficiência Energética www.kleanenergie.c om www.selfenergysolu tions.eu 1 Áreas de Actividade Fornecedor Equipamentos de Energias Renováveis a Escolas. Fornecedor Equipamento

Leia mais

http://www.iapmei.pt/iapmei-leg-03p.php?lei=7886

http://www.iapmei.pt/iapmei-leg-03p.php?lei=7886 IAPMEI - Legislação - Legislação Nacional - Incentivos-Portaria 1102/2010 de 25 de... Page 1 of 24 Portaria nº 1102/2010 de 25 de Outubro de 2010 DR 207 - SÉRIE I Emitido Por Ministério da Economia, da

Leia mais

Contributo do CENTRO 2020 para a COMPETITIVIDADE e INTERNACIONALIZAÇÃO das PME. Ana Abrunhosa - Presidente CCDRC

Contributo do CENTRO 2020 para a COMPETITIVIDADE e INTERNACIONALIZAÇÃO das PME. Ana Abrunhosa - Presidente CCDRC Contributo do CENTRO 2020 para a COMPETITIVIDADE e INTERNACIONALIZAÇÃO das PME Ana Abrunhosa - Presidente CCDRC O PO Regional Centro 2014-2020 por EIXOS 9,79% 2,48% Eixo 9 Reforçar a rede urbana Eixo 8

Leia mais

QREN (2007-2013) PARTE I ESTRUTURA DO QUADRO DE REFERÊNCIA ESTRATÉGICO NACIONAL

QREN (2007-2013) PARTE I ESTRUTURA DO QUADRO DE REFERÊNCIA ESTRATÉGICO NACIONAL QREN (2007-2013) PARTE I ESTRUTURA DO QUADRO DE REFERÊNCIA ESTRATÉGICO NACIONAL O Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), que define as orientações fundamentais para a utilização nacional dos

Leia mais

NORTE 2020 Sistemas de Incentivos às Empresas. Eunice Silva Castelo de Paiva, 18.02.2016

NORTE 2020 Sistemas de Incentivos às Empresas. Eunice Silva Castelo de Paiva, 18.02.2016 NORTE 2020 Sistemas de Incentivos às Empresas Eunice Silva Castelo de Paiva, 18.02.2016 SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS INOVAÇÃO EMPRESARIAL EMPREENDEDORISMO QUALIFICAÇÃO DE PME INTERNACIONALIZAÇÃO

Leia mais

Aveiro 4 de Junho de 2015

Aveiro 4 de Junho de 2015 Aveiro 4 de Junho de 2015 Enquadramento e âmbito Territorial: Todo o território do continente Setores: Todas as atividades económicas Especial incidência para a produção de bens e serviços transacionáveis

Leia mais

QREN. 2007-2013 Agenda de Competitividade

QREN. 2007-2013 Agenda de Competitividade 1 QREN. 2007-2013 Conhecimento e inovação Produção transaccionável QREN 2007-2013 Competitividade Financiamento Empresarial Eficiência da Administração Pública Convergência com a UE Perfil de especialização

Leia mais

24/05/2015. Índice. Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades. Estrutura Operacional. ISQ e Portugal 2020. Oportunidades

24/05/2015. Índice. Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades. Estrutura Operacional. ISQ e Portugal 2020. Oportunidades 24/05/2015 Índice Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades Estrutura Operacional ISQ e Portugal 2020 Oportunidades 1 ( ) Portugal 2020 é o conjunto de políticas, estratégias de desenvolvimento, domínios

Leia mais

QREN (2007-2013) PARTE IV Fichas Resumo prioridade «Factores de competitividade»

QREN (2007-2013) PARTE IV Fichas Resumo prioridade «Factores de competitividade» QREN (2007-2013) PARTE IV Fichas Resumo prioridade «Factores de competitividade» SI I&D SISTEMA DE INCENTIVOS À INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO 1 O Quadro de Referência Estratégico Nacional

Leia mais

Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva

Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva centro tecnológico da cerâmica e do vidro coimbra portugal Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva Victor Francisco CTCV Responsável Unidade Gestão

Leia mais

Sistemas de Incentivos

Sistemas de Incentivos Sistemas de Incentivos Apoios para PME na colaboração com entidades do SCT Lurdes Pinho (Secretária Técnica Sistemas de Incentivos ON.2) 1 Enquadramento 2 Estrutura ON.2 Eixo Prioritário FEDER % PO I -

Leia mais

O Apoio à Investigação e Inovação no Portugal 2020. Diretora da Unidade de Política Regional Conceição Moreno

O Apoio à Investigação e Inovação no Portugal 2020. Diretora da Unidade de Política Regional Conceição Moreno O Apoio à Investigação e Inovação no Portugal 2020 Diretora da Unidade de Política Regional Conceição Moreno Lisboa, 02 de outubro de 2014 Tópicos: 1. Portugal 2020: Objetivos e prioridades 2. Nova Lógica

Leia mais

SISTEMA DE APOIO A ACÇÕES COLECTIVAS (SIAC) ESTRATÉGIAS DE EFICIÊNCIA COLECTIVA - TIPOLOGIA CLUSTERS E DINÂMICAS DE REDE

SISTEMA DE APOIO A ACÇÕES COLECTIVAS (SIAC) ESTRATÉGIAS DE EFICIÊNCIA COLECTIVA - TIPOLOGIA CLUSTERS E DINÂMICAS DE REDE AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 01 / SIAC / 2011 SISTEMA DE APOIO A ACÇÕES COLECTIVAS (SIAC) ESTRATÉGIAS DE EFICIÊNCIA COLECTIVA - TIPOLOGIA CLUSTERS E DINÂMICAS DE REDE Nos termos do Regulamento

Leia mais

CIRCULAR. N.Refª: 98/2015 Data: 02/12/15. ASSUNTO: ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 2/2015 Projetos de Formação-Ação Modalidade Projetos Conjuntos

CIRCULAR. N.Refª: 98/2015 Data: 02/12/15. ASSUNTO: ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 2/2015 Projetos de Formação-Ação Modalidade Projetos Conjuntos CIRCULAR N.Refª: 98/2015 Data: 02/12/15 ASSUNTO: ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 2/2015 Projetos de Formação-Ação Modalidade Projetos Conjuntos Exmos. Senhores, No seguimento da publicação do Aviso 34/SI/2015 e

Leia mais

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Gestão de Projectos info@ipn-incubadora.pt +351 239 700 300 BEST SCIENCE BASED INCUBATOR AWARD Incentivos às Empresas Objectivos: - Promoção do up-grade das empresas de PME; - Apoiar

Leia mais

CIRCULAR. Assunto: SI Inovação e SI Qualificação PME Abertura de concursos para apresentação de candidaturas

CIRCULAR. Assunto: SI Inovação e SI Qualificação PME Abertura de concursos para apresentação de candidaturas CIRCULAR N/ REFª: 62/09 DATA: 15/07/2009 Assunto: SI Inovação e SI Qualificação PME Abertura de concursos para apresentação de candidaturas Exmos. Senhores, Vimos informar que estão abertos concursos para

Leia mais

PROJECTOS DE EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO

PROJECTOS DE EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 12 / SI / 2009 SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO (SI INOVAÇÃO) PROJECTOS DE EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO Nos termos do Regulamento do SI Inovação, a apresentação

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO DE PME) VALE INOVAÇÃO

SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO DE PME) VALE INOVAÇÃO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 07 / SI / 2009 SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO DE PME) VALE INOVAÇÃO Nos termos do Regulamento do SI Qualificação

Leia mais

GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES

GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Decreto Regulamentar Regional n.º 26/2007/A de 19 de Novembro de 2007 Regulamenta o Subsistema de Apoio ao Desenvolvimento da Qualidade e Inovação O Decreto Legislativo Regional

Leia mais

Problema Central. Desafios / Oportunidades. Instrumentos disponíveis

Problema Central. Desafios / Oportunidades. Instrumentos disponíveis Problema Central Desafios / Oportunidades Instrumentos disponíveis Redução de actividade no setor; Quebra da procura interna. Problema Sair da zona de conforto Desafios / Oportunidades Alterar modelos

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes: EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO PME) O presente documento suporta a apreciação do ponto 3

Leia mais

SISTEMA DE APOIO AO FINANCIAMENTO E PARTILHA DE RISCO DA INOVAÇÃO (SAFPRI)

SISTEMA DE APOIO AO FINANCIAMENTO E PARTILHA DE RISCO DA INOVAÇÃO (SAFPRI) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO Nº 03 / SAFPRI / 2009 SISTEMA DE APOIO AO FINANCIAMENTO E PARTILHA DE RISCO DA INOVAÇÃO (SAFPRI) CONSTITUIÇÃO OU REFORÇO DE FUNDOS DE CAPITAL DE RISCO (FCR) PROJECTOS FASE

Leia mais

VALE EMPREENDEDORISMO

VALE EMPREENDEDORISMO V A L E E M P R E E N D E D O R I S M O Page 1 VALE EMPREENDEDORISMO (PROJETOS SIMPLIFICADOS DE EMPREENDEDORISMO) Março 2015 V A L E E M P R E E N D E D O R I S M O Pag. 2 ÍNDICE 1. Enquadramento... 3

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação Empresarial da Região Autónoma da Madeira - Inovar 2020.- Portaria n.º 86/2016 de 2 de Março de 2016

Sistema de Incentivos à Inovação Empresarial da Região Autónoma da Madeira - Inovar 2020.- Portaria n.º 86/2016 de 2 de Março de 2016 FICHA TÉCNICA INOVAR 2020 Sistema de Incentivos à Inovação Empresarial da Região Autónoma da Madeira - Inovar 2020.- Portaria n.º 86/2016 de 2 de Março de 2016 Introdução O INOVAR 2020, Sistema de Incentivos

Leia mais

Adenda aos Critérios de Selecção

Adenda aos Critérios de Selecção Adenda aos Critérios de Selecção... Critérios de Selecção SI Qualificação PME EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE

Leia mais

PROJECTOS INDIVIDUAIS E DE COOPERAÇÃO

PROJECTOS INDIVIDUAIS E DE COOPERAÇÃO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 03 / SI / 2009 SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO DE PME) PROJECTOS INDIVIDUAIS E DE COOPERAÇÃO Nos termos do

Leia mais

1.º MÉRITO DO PROJECTO

1.º MÉRITO DO PROJECTO SISTEMA DE APOIO A ENTIDADES DO SISTEMA CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO NACIONAL CRITÉRIOS DE SELECÇÃO O Regulamento do Sistema de Apoio a Entidades do Sistema Científico e Tecnológico Nacional definiu as regras

Leia mais

Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo Associação Empresarial das ilhas Terceira, Graciosa e São Jorge

Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo Associação Empresarial das ilhas Terceira, Graciosa e São Jorge Objetivos Contribuir para o incremento de uma nova cultura empresarial, baseada no conhecimento e na inovação, introduzindo uma cultura de risco e vontade empreendedora, através do estímulo ao aparecimento

Leia mais

Sistema de Incentivos

Sistema de Incentivos Sistema de Incentivos Qualificação e Internacionalização de PME amrconsult 13 de Maio de 2010 1 Agenda 1 Enquadramento 2 Condições de elegibilidade 3 Despesas elegíveis 4 Incentivo 2 1 Enquadramento 3

Leia mais

Factor PME. Junho 2011

Factor PME. Junho 2011 Projecto Factor PME Junho 2011 Índice Âmbito e Objectivos 03 Condições de Elegibilidade _Entidade beneficiária 04 _Projecto 05 Investimentos Elegíveis _Componentes de financiamento 06 _Despesas elegíveis

Leia mais

Global Incentives Solutions*

Global Incentives Solutions* Incentives Solutions Global Incentives Solutions* Informação sobre incentivos ao investimento Número 6, Outubro de 2007 *connectedthinking What s hot Assinatura dos Programas Operacionais (PO) No passado

Leia mais

QREN Inovação Empreendedorismo Qualificado. Projectos Individuais N.º 06/SI/2011

QREN Inovação Empreendedorismo Qualificado. Projectos Individuais N.º 06/SI/2011 1 QREN Inovação Empreendedorismo Qualificado Projectos Individuais N.º 06/SI/2011 2 Índice 1. Objectivos e Prioridades 2. Condições de Acesso a. Promotor b. Projecto c. Aviso de Abertura 3. Modalidades

Leia mais

Projectos de Inovação Geral Projectos de Empreendedorismo Qualificado

Projectos de Inovação Geral Projectos de Empreendedorismo Qualificado SISTEMA DE INCENTIVOS DO QREN Grelhas de análise do mérito regional AAC N.º 04/SI/2010 SI INOVAÇÃO (INOVAÇÃO PRODUTIVA) AAC N.º 05/SI/2010 SI INOVAÇÃO (EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO) AAC N.º 06/SI/2010

Leia mais

PROVERE PROGRAMAS DE VALORIZAÇÃO ECONÓMICA DE RECURSOS ENDÓGENOS

PROVERE PROGRAMAS DE VALORIZAÇÃO ECONÓMICA DE RECURSOS ENDÓGENOS PROVERE PROGRAMAS DE VALORIZAÇÃO ECONÓMICA DE RECURSOS ENDÓGENOS VALORIZAÇÃO DOS RECURSOS SILVESTRES DO MEDITERRÂNEO - UMA ESTRATÉGIA PARA AS ÁREAS DE BAIXA DENSIDADE DO SUL DE PORTUGAL CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

QREN Inovação Inovação Produtiva. Projectos Individuais N.º 05/SI/2011

QREN Inovação Inovação Produtiva. Projectos Individuais N.º 05/SI/2011 1 QREN Inovação Inovação Produtiva Projectos Individuais N.º 05/SI/2011 2 Índice 1. Objectivos e Prioridades 2. Condições de Acesso a. Promotor b. Projecto c. Aviso de Abertura 3. Modalidades de Projectos

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À

SISTEMA DE INCENTIVOS À SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISOS PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS INOVAÇÃO PRODUTIVA EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO Elisabete Félix Turismo de Portugal, I.P. - Direcção de Investimento PRIORIDADE

Leia mais

Ministérios das Finanças e da Economia. Portaria n.º 37/2002 de 10 de Janeiro

Ministérios das Finanças e da Economia. Portaria n.º 37/2002 de 10 de Janeiro Ministérios das Finanças e da Economia Portaria n.º 37/2002 de 10 de Janeiro O Decreto-Lei n.º 70-B/2000, de 5 de Maio, aprovou o enquadramento das medidas de política económica para o desenvolvimento

Leia mais

Candidatura 2010 ENERGIA. Utilização racional de energia e eficiência energético - ambiental em equipamentos colectivos IPSS e ADUP

Candidatura 2010 ENERGIA. Utilização racional de energia e eficiência energético - ambiental em equipamentos colectivos IPSS e ADUP Candidatura 2010 ENERGIA Utilização racional de energia e eficiência energético - ambiental em equipamentos colectivos IPSS e ADUP ÍNDICE: 1. ENQUADRAMENTO 2. EIXO 2 APOIO AS ENERGIAS RENOVÁVEIS 3. OBJECTIVOS

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-ACÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais

Sistemas de Incentivos

Sistemas de Incentivos Sistemas de Incentivos Iniciativa i MERCA Protocolo Iniciativa Merca Medida 3 Incentivos a projectos de PME integrados em Estratégias de Valorização Económica de Base Territorial Acções de Regeneração

Leia mais

Sistemas de Incentivos PROVERE

Sistemas de Incentivos PROVERE Sistemas de Incentivos PROVERE 1 Estratégias de Eficiência Colectiva Conceito Conjunto coerente e estrategicamente justificado de iniciativas, integradas num Programa de Acção, que visem a inovação, a

Leia mais

PROGRAMAS OPERACIONAIS REGIONAIS DO CONTINENTE. Deliberações CMC POR: 18/06/2010, 25/11/2010, 4/04/2011, 30/01/2012, 20/03/2012 e 8/08/2012

PROGRAMAS OPERACIONAIS REGIONAIS DO CONTINENTE. Deliberações CMC POR: 18/06/2010, 25/11/2010, 4/04/2011, 30/01/2012, 20/03/2012 e 8/08/2012 PROGRAMAS OPERACIONAIS REGIONAIS DO CONTINENTE Deliberações CMC POR: 18/06/2010, 25/11/2010, 4/04/2011, 30/01/2012, 20/03/2012 e 8/08/2012 ECONOMIA DIGITAL E SOCIEDADE DO CONHECIMENTO - ENTRADA EM VIGOR

Leia mais

Apoio à Internacionalização

Apoio à Internacionalização Apoio à Internacionalização Incentivos QREN Castelo Branco, 4 de outubro 2012 YUNIT Corporate: João Esmeraldo QREN - Sistema Incentivos Empresas I&DT - Investigação e Desenvolvimento Qualificação - Investimentos

Leia mais

Sistemas de Incentivos Q R E N

Sistemas de Incentivos Q R E N SOLUÇÕES DE FINANCIAMENTO ÀS EMPRESAS Sistemas de Incentivos Q R E N TURISMO [Regiões NUT II Continente] Funchal 13 novembro 2012 Miguel Mendes SOLUÇÕES DE FINANCIAMENTO ÀS EMPRESAS 1 QREN - SISTEMA DE

Leia mais

Sistema de Apoio às Ações Coletivas (SIAC)

Sistema de Apoio às Ações Coletivas (SIAC) Eixo Prioritário I Competitividade, Inovação e Conhecimento Sistema de Apoio às Ações Coletivas (SIAC) Impulso Jovem Aviso de Abertura de Convite Público para Apresentação de Candidaturas Sistema de Apoio

Leia mais

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Da União Europeia vão chegar até 2020 mais de 20 mil milhões de euros a Portugal. Uma pipa de massa, nas palavras do ex-presidente da Comissão

Leia mais

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA O objetivo específico deste concurso consiste em conceder apoios financeiros a projetos

Leia mais

GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Decreto Regulamentar Regional n.º 20/2014/A de 23 de Setembro de 2014

GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Decreto Regulamentar Regional n.º 20/2014/A de 23 de Setembro de 2014 GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Decreto Regulamentar Regional n.º 20/2014/A de 23 de Setembro de 2014 Subsistema de Incentivos para o Desenvolvimento Local Na prossecução da política de crescimento, de emprego

Leia mais

Apoios ao Turismo Lições do QREN, desafios e oportunidades

Apoios ao Turismo Lições do QREN, desafios e oportunidades Apoios ao Turismo Lições do QREN, desafios e oportunidades Piedade Valente Comissão Diretiva do COMPETE Sintra, 9 de outubro de 2014 Agenda da Competitividade (2007-2013): instrumentos de apoio eficiência

Leia mais

O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL PARA ESTES INCENTIVOS?

O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL PARA ESTES INCENTIVOS? O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL PARA ESTES INCENTIVOS? O ISQ e a ASK querem ajudar empreendedores e empresários à procura de financiamento a obterem o apoio de que necessitam para lançar ou desenvolver os seus

Leia mais

VALES O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL?

VALES O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL? O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL? VALES AC CC CO ONS SULT TORE ES ASS SOCI IADO OS A ACC Consultores Associados, Lda. ajuda empreendedores e empresários na procura de financiamentos na obtenção de apoios de que

Leia mais

Projecto MELHOR ENERGIA Incentivos para a eficiência energética a nível empresarial

Projecto MELHOR ENERGIA Incentivos para a eficiência energética a nível empresarial Workshop Eficiência Energética nas Empresas e Redução da Factura Energética Painel 1: Eficiência Energética nas Empresas Projecto MELHOR ENERGIA Rui Perestrelo NERPOR Associação Empresarial da Região de

Leia mais

Calendário de Concursos

Calendário de Concursos Calendário de Concursos Resumo dos Principais Programas Investigação e Desenvolvimento Tecnológico Inovação Empresarial Qualificação e Internacionalização PME s Promoção da Eficiência Energética e da Utilização

Leia mais

EIXO 1 COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS EM CONTÍNUO N.

EIXO 1 COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS EM CONTÍNUO N. EIXO 1 COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO REGULAMENTO ESPECÍFICO: SISTEMA DE APOIO A ÁREAS DE ACOLHIMENTO EMPRESARIAL E LOGÍSTICA AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS EM

Leia mais

Congresso LiderA 2010 Centro Habitat Prof. Vitor Ferreira

Congresso LiderA 2010 Centro Habitat Prof. Vitor Ferreira Prioridades no cluster Habitat Sustentável para o QREN Victor Ferreira Lisboa, 19/05/2010 II Congresso LiderA 2010 Visão e Missão O Cluster Habitat? Matérias primas Transformação Materiais e produtos Construção

Leia mais

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 06 / SI / 2012

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 06 / SI / 2012 AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 06 / SI / 2012 SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO DE PME) PROGRAMA ESTRATÉGICO +E+I VALE PROJETO SIMPLIFICADO

Leia mais

VALORIZAR 2020. Sistema de Incentivos à Valorização e Qualificação Empresarial da Região Autónoma da Madeira 03-06-2015 UNIÃO EUROPEIA

VALORIZAR 2020. Sistema de Incentivos à Valorização e Qualificação Empresarial da Região Autónoma da Madeira 03-06-2015 UNIÃO EUROPEIA VALORIZAR 2020 Sistema de Incentivos à Valorização e Qualificação Empresarial da Região Autónoma da Madeira 03-06-2015 Objetivos Promover a produção de novos ou significativamente melhorados processos

Leia mais

SEMINÁRIO MAXIMIZAÇÃO DO POTENCIAL DA DIRETIVA SERVIÇOS

SEMINÁRIO MAXIMIZAÇÃO DO POTENCIAL DA DIRETIVA SERVIÇOS SEMINÁRIO MAXIMIZAÇÃO DO POTENCIAL DA DIRETIVA SERVIÇOS Eliminação de Barreiras à livre Prestação de Serviços Confederação do Comércio e Serviços de Portugal Esquema 1. PORTUGAL- UMA ESPECIALIZAÇÃO COM

Leia mais

de 9 de Março de 2005

de 9 de Março de 2005 24.3.2005 PT Jornal Oficial da União Europeia L 79/1 I (Actos cuja publicação é uma condição da sua aplicabilidade) DECISÃO N. O 456/2005/CE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 9 de Março de 2005 que

Leia mais

MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DA INOVAÇÃO. 5980 Diário da República, 1.ª série N.º 164 26 de Agosto de 2008

MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DA INOVAÇÃO. 5980 Diário da República, 1.ª série N.º 164 26 de Agosto de 2008 5980 Diário da República, 1.ª série N.º 164 26 de Agosto de 2008 11 Substâncias que contribuem para a eutrofização (em especial fosfatos e nitratos). 12 Substâncias que exercem uma influência desfavorável

Leia mais

SISTEMA DE APOIOS À MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA (SAMA)

SISTEMA DE APOIOS À MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA (SAMA) AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS N.º 1 / SAMA/ 2009 SISTEMA DE APOIOS À MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA (SAMA) PROJECTOS-PILOTO SUSTENTADOS EM REDES DE NOVA GERAÇÃO OPERAÇÕES INDIVIDUAIS E OPERAÇÕES

Leia mais

IAPMEI Agência para a Competitividade e Inovação, I.P. A importância das TIC na inovação e na internacionalização Miguel Cruz miguel.cruz@iapmei.

IAPMEI Agência para a Competitividade e Inovação, I.P. A importância das TIC na inovação e na internacionalização Miguel Cruz miguel.cruz@iapmei. IAPMEI Agência para a Competitividade e Inovação, I.P. A importância das TIC na inovação e na internacionalização Miguel Cruz miguel.cruz@iapmei.pt Aveiro, 17 de setembro de 2015 Grandes objetivos da economia

Leia mais

INVESTIR EM I&D - PLANO DE ACÇÃO PARA PORTUGAL ATÉ 2010 CIÊNCIA E INOVAÇÃO -PLANO PLANO DE ACÇÃO PARA PORTUGAL ATÉ 2010 - NOVA TIPOLOGIA DE PROJECTOS

INVESTIR EM I&D - PLANO DE ACÇÃO PARA PORTUGAL ATÉ 2010 CIÊNCIA E INOVAÇÃO -PLANO PLANO DE ACÇÃO PARA PORTUGAL ATÉ 2010 - NOVA TIPOLOGIA DE PROJECTOS CIÊNCIA E INOVAÇÃO -PLANO PLANO DE ACÇÃO PARA PORTUGAL ATÉ 2010 - NOVA TIPOLOGIA DE PROJECTOS 1 ENQUADRAMENTO - I - Os objectivos delineados na Estratégia de Lisboa e as conclusões do Conselho de Barcelona,

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO

PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO Jorge Abegão Secretário-Técnico do COMPETE Coimbra, 28 de janeiro de 2015 Estratégia Europa 2020 ESTRATÉGIA EUROPA 2020 CRESCIMENTO INTELIGENTE

Leia mais

Regras de enquadramento do POPH. O presente documento técnico integra fichas de síntese das principais Tipologias de Intervenção do POPH.

Regras de enquadramento do POPH. O presente documento técnico integra fichas de síntese das principais Tipologias de Intervenção do POPH. Regras de enquadramento do POPH O presente documento técnico integra fichas de síntese das principais Tipologias de Intervenção do POPH. Este documento é orientativo da regulamentação do Programa, não

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES PROCONVERGENCIA PROGRAMA OPERACIONAL DOS AÇORES PARA A CONVERGÊNCIA AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS EIXO PRIORITÁRIO I

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES PROCONVERGENCIA PROGRAMA OPERACIONAL DOS AÇORES PARA A CONVERGÊNCIA AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS EIXO PRIORITÁRIO I REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES PROCONVERGENCIA PROGRAMA OPERACIONAL DOS AÇORES PARA A CONVERGÊNCIA AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS EIXO PRIORITÁRIO I DINAMIZAR A CRIAÇÃO DE RIQUEZA E EMPREGO NOS AÇORES FEDER

Leia mais

Portaria 560/2004, de 26 de Maio

Portaria 560/2004, de 26 de Maio Portaria 560/2004, de 26 de Maio Aprova o Regulamento Específico da Medida «Apoio à Internacionalização da Economia A Resolução do Conselho de Ministros n.º 103/2002, de 17 de Junho, publicada em 26 de

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES 2434 Diário da República, 1.ª série N.º 91 12 de maio de 2015 n.º 197/2013, de 28 de maio, é prorrogado pelo prazo de um ano. Artigo 3.º Entrada em vigor e produção de efeitos A presente portaria entra

Leia mais

SEMINÁRIO OPORTUNIDADES E SOLUÇÕES PARA AS EMPRESAS INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE FINANCIAMENTO DAS EMPRESAS OPORTUNIDADES E SOLUÇÕES

SEMINÁRIO OPORTUNIDADES E SOLUÇÕES PARA AS EMPRESAS INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE FINANCIAMENTO DAS EMPRESAS OPORTUNIDADES E SOLUÇÕES SEMINÁRIO OPORTUNIDADES E SOLUÇÕES PARA AS EMPRESAS INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE FINANCIAMENTO DAS EMPRESAS OPORTUNIDADES E SOLUÇÕES Jaime Andrez Presidente do CD do IAPMEI 20 de Abril de 2006 A inovação

Leia mais

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS NO ÂMBITO DO QREN ABERTURA DE CONCURSOS

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS NO ÂMBITO DO QREN ABERTURA DE CONCURSOS INCENTIVOS ÀS EMPRESAS NO ÂMBITO DO QREN ABERTURA DE CONCURSOS SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO (SI INOVAÇÃO) - INOVAÇÃO PRODUTIVA Objectivos e Prioridades O presente concurso destina-se a apoiar investimentos

Leia mais

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO ÍNDICE 11. PRESSUPOSTO BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO 25 NO ALENTEJO pág. 11.1. Um sistema regional de inovação orientado para a competitividade

Leia mais

INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT

INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT TURISMO: TENDÊNCIAS E SOLUÇÕES Exmos. Senhores Conferencistas, Antes de

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL FATORES DE COMPETITIVIDADE E PROGRAMAS OPERACIONAIS REGIONAIS DO CONTINENTE SISTEMA DE APOIOS À MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA

PROGRAMA OPERACIONAL FATORES DE COMPETITIVIDADE E PROGRAMAS OPERACIONAIS REGIONAIS DO CONTINENTE SISTEMA DE APOIOS À MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA PROGRAMA OPERACIONAL FATORES DE COMPETITIVIDADE E PROGRAMAS OPERACIONAIS REGIONAIS DO CONTINENTE Deliberações CMC POFC: 16/10/2007, 14/08/2009, 10/09/2010, 7/12/2010, 4/04/2011, 11/04/2012 e 10/08/2012

Leia mais

Princalculo Contabilidade e Gestão. Comércio Investe"

Princalculo Contabilidade e Gestão. Comércio Investe Comércio Investe" A medida "Comércio Investe", estruturada no âmbito do Fundo de Modernização do Comércio, representa uma nova fase de apoio à atividade comercial, marcada pela Simplificação de processos

Leia mais

Fundo Modernização Comércio

Fundo Modernização Comércio 1 Fundo Modernização Comércio IAPMEI Portaria 236/2013 2 Índice 1. Objectivos e Prioridades 2. Condições de Acesso a. Promotor b. Projecto c. Aviso de Abertura 3. Modalidades de Projectos a Apoiar 4. Elegibilidade

Leia mais

Plano Tecnológico Uma ideia mobilizadora, uma agenda de prioridades e um compromisso político

Plano Tecnológico Uma ideia mobilizadora, uma agenda de prioridades e um compromisso político Plano Tecnológico Uma ideia mobilizadora, uma agenda de e um compromisso político Apresentação ao Conselho Consultivo do Plano Tecnológico 19 de Julho de 26 Um mundo em profunda mudança O Mundo enfrenta

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN]

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Frederico Mendes & Associados Sociedade de Consultores Lda. Frederico Mendes & Associados é uma

Leia mais

Oportunidades de Financiamento PROJETOS EMPRESARIAIS E OS SISTEMAS DE INCENTIVO

Oportunidades de Financiamento PROJETOS EMPRESARIAIS E OS SISTEMAS DE INCENTIVO Oportunidades de Financiamento PROJETOS EMPRESARIAIS E OS SISTEMAS DE INCENTIVO Hugo Barros UALG Universidade do Algarve Albufeira, 12 de Março 2015 INOVAÇÃO PAPEL CRUCIAL NO CRESCIMENTO ECONÓMICO DOS

Leia mais

O FOCO NOS RESULTADOS

O FOCO NOS RESULTADOS O FOCO NOS RESULTADOS Uma análise aplicada ao Programa Operacional Regional do 2014- O FOCO NOS RESULTADOS Uma análise aplicada ao Programa Operacional Regional do 2014- Os programas operacionais para

Leia mais

1. Contexto. Página 1 de 5

1. Contexto. Página 1 de 5 REFERENCIAL REDES DE NOVA GERAÇÃO OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO E DE CONHECIMENTO SI INOVAÇÃO Nº 14 / SI / 2009 SI I&DT Nº 15 / SI / 2009 1. Contexto A Resolução do Conselho de Ministros n.º 120/2008, de 30

Leia mais

O princípio da afirmação da sociedade civil.

O princípio da afirmação da sociedade civil. Dois dos Valores do PSD O Princípio do Estado de Direito, respeitante da eminente dignidade da pessoa humana - fundamento de toda a ordem jurídica baseado na nossa convicção de que o Estado deve estar

Leia mais

CRIAR 2008 Regulamento. Capítulo I Disposições gerais

CRIAR 2008 Regulamento. Capítulo I Disposições gerais CRIAR 2008 Regulamento Capítulo I Disposições gerais Artigo 1.º Organização 1. O CRIAR 2008 é uma iniciativa da Liberty Seguros, S.A., com o objectivo de identificar e apoiar ideias de negócio inovadoras

Leia mais

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME Projetos Individuais

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME Projetos Individuais Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME Projetos Individuais até concursos abertos 16 de abril de 2012 Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME Projetos

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº 35/SI/2015 FORMAÇÃO-AÇÃO

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº 35/SI/2015 FORMAÇÃO-AÇÃO CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº /SI/0 SISTEMA DE INCENTIVOS PROJETOS CONJUNTOS FORMAÇÃO-AÇÃO PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDDE E INTERNACIONALIZAÇÃO REFERENCIAL DE MÉRITO DO PROJETO

Leia mais

EDITAL. Iniciativa OTIC Oficinas de Transferência de Tecnologia e de Conhecimento

EDITAL. Iniciativa OTIC Oficinas de Transferência de Tecnologia e de Conhecimento EDITAL Iniciativa OTIC Oficinas de Transferência de Tecnologia e de Conhecimento A difusão de informação e do conhecimento tem um papel fundamental na concretização de projectos inovadores e com grande

Leia mais

Visita a Portugal do importador. Exclusivos Camacho

Visita a Portugal do importador. Exclusivos Camacho Visita a Portugal do importador Exclusivos Camacho Sector Cerâmica e Faiança Decorativas Espanha 14 a 16 de Janeiro de 2014 Enquadramento : Como consequência da nova situação económica em Espanha, os últimos

Leia mais

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Sistema de Incentivos às Empresas O que é? é um dos instrumentos fundamentais das políticas públicas de dinamização económica, designadamente em matéria da promoção da

Leia mais