ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ."

Transcrição

1 ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. Ref.: PEDIDO DE ALTERAÇÃO Pregão Eletrônico N.º 019/2015 A TECNOFLEX IND. E COM. DO MOBILIARIO LTDA, pessoa jurídica de direito privado, estabelecida na Rua José Rodrigues Fortes, 264, Jardim Patrícia, Quatro Barras/PR, CNPJ / , por seu representante abaixo assinado, vem, mui respeitosamente apresentar PEDIDO DE ALTERAÇÃO alguns móveis e manifesto erro em Certificações solicitadas. Acerca da exigência de mobiliário em MDF, Medidas de 1. DOS FATOS A empresa obteve o Edital, por intermédio de pesquisas em sites de órgãos públicos. Assim, procedeu-se a análise criteriosa do objeto, das condições de entrega, pagamento, que demandam análise pormenorizada por parte de quaisquer fornecedores interessados, e verificou-se a necessidade de alteração das especificações técnicas, visto que a exigência de mobiliário em MDF constitui em aumento de custos do objeto final, sem a devida observação que há a possibilidade de produção de móveis em MDP que proporciona, somente com matéria-prima, uma redução de 20 á 40% em relação ao MDF, além da menor utilização de madeira natural. 1

2 2. DA EXIGÊNCIA MDF ; O processo de produção de painéis em MDF (Médium Density Fiberboard) em relação ao MDP (Medium Density Particleboard) é extremamente parecido. A diferenciação entre ambas constitui-se que o MDP é formado por partículas de madeiras, já o MDF utiliza-se de fibra natural de madeira, o que, de fato, requer mais madeira natural que em relação ao MDP. Nota-se que não há diferenças de durabilidade, resistência entre ambas. Salvo, a diferença de que o MDF é possível realizar desenhos, curvas, por este utilizar-se de fibra natural de madeira. Observe-se ainda, que painel MDF, pela possibilidade acima demonstrada, é muito utilizada em residências. Já no mercado corporativo, em vista o menor custo, além da responsabilidade sócio-ambiental, é preponderantemente utilizado painéis em MDP. móvel em MDF comparado ao MDP é, em média, 30% maior. Vale ressaltar que em relação ao custo do objeto final o Além do custo x benefício, o qual deve ser observado pela Administração Pública, deve-se considerar a menor utilização possível de madeira natural, em que pese à responsabilidade ambiental. A Instrução Normativa n.º 01 de 19 de Janeiro de 2010, dispõe acerca da observância em processos licitatórios de critérios de sustentabilidade ambiental. 2

3 Outrossim, roga-se pela aceitabilidade de propostas considerando móveis em MDP, pelo princípio da finalidade: por ser o mais adequado a área corporativa, pelo princípio da razoabilidade frente à necessária responsabilidade sócioambiental ao utilizar-se de matéria-prima com menor potencial ofensivo a natureza pois requer menos madeira natural em relação ao MDF exigido no Edital. Ademais, necessário considerar o custo x benefício da utilização de MDP para aquisições de mobiliários, visto que a diferença entre ambas poderá chegar a 30%. 3. MEDIDAS DOS ARMÁRIOS Atualmente o mercado de Mobiliário Corporativo utiliza-se de medidas padrão quando a larguraxprofundidadexaltura. Notamos que não existe uma padronização no edital das larguras dos armários, como por exemplo: No Lote I Item 01 solicita armários com largura de 900 e no item 03 de 800. Notamos que em outros itens ocorre o mesmo. Diante do exposto e para que tenha uma maior competitividade no certame, solicitamos que seja padronizada a largura de todos os itens de armários para 800 à 900, podendo assim, participar empresas que possuem padrão de 800 e padrão de CERTIFICAÇÃO TÉCNICA A) No Anexo I Termo de Referência, Lote I dentro dos itens de 01 à 09, solicita: Apresentar comprovação de conformidade com a NBR 13962:2006 mediante Certificado emitido pela ABNT- Associação Brasileira de Normas Técnicas ou Laudo de Ensaio realizado por laboratório acreditado pela INMETRO. 3

4 Verifica-se manifesto erro ao exigir a Certificação NBR para Armários (item 1 à 9), vez que a NBR é EXCLUSIVA para ASSENTOS. Assim, nenhuma empresa poderá ter esta Certificação por ser IMPOSSÍVEL, conforme comprova-se abaixo: Código ABNT NBR 13962:2006 Data de Publicação : 04/12/2006 Válida a partir de : 04/06/2007 Título : Móveis para escritório - Cadeiras - Requisitos e métodos de ensaio Título Idioma Office furnishings - Chairs- Requirements and test methods Sec. : Nota de Título : Confirmada em Comitê : ABNT/CB-015 Mobiliário Nº de Páginas : 44 Status : Em Vigor Idioma : Português Neste sentido, para os armários/gaveteiros deve ser exigida a norma compatível, qual seja, ABNT NBR Observe-se que caso não seja acatado a presente, restará FRACASSADO o certame, posto que nenhuma empresa no mercado terá armário certificado perante a NBR (cadeiras), vez que é uma exigência IMPOSSÍVEL. O mesmo ocorre nos itens 14 à 37 em que é exigida a Certificação ABNT 13962, ocorre que os itens são MESAS DE TRABALHO/REUNIÃO, logo, a Certificação aplicável é a ABNT NBR Ademais, verificou-se que os itens 12 e 13 não é solicitada Certificação, mas o produto é passível de normalização perante a NBR 13961, assim, roga-se pela sua exigência, visando a aquisição de produtos de notória qualidade. 4

5 5. DO DESMEMBRAMENTO DE LOTES dos itens 63 à 67 Balcões de Atendimento. No Lote I dos itens de 38 à 62 é solicitado Painel Divisor e Tendo em vista que há empresas ESPECIALIZADAS nestes produtos, entendemos que para ter uma maior competitividade em todos os itens solicitados onde os preços praticados pelo mercado consiga atender aos preços máximos solicitados em edital, seria necessário desmembrar o Lote I, excluindo deste lote e criando lotes separado sendo: i) um lote para Painel Divisor e ii) outro lote para Balcões de Atendimento. 6. COMPROVAÇÃO DE MADEIRA PROVENIENTE DE REFLORESTAMENTO COMPROMISSO DE CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL. especial no que tange a responsabilidade ambiental. Notório que o objeto desta licitação requer um cuidado Neste sentido, o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, publicou a Instrução Normativa N.º 01/2010, que dispõe sobre critérios de sustentabilidade na aquisição de bens e contratação de serviços pela Administração Pública. A Constituição Federal, assim estabelece: Art A ordem econômica, fundada na valorização do trabalho humano e na livre iniciativa, tem por fim assegurar a todos existência digna, conforme os ditames da justiça social, observados os seguintes princípios: VI - defesa do meio ambiente, inclusive mediante tratamento diferenciado conforme o impacto ambiental dos produtos e serviços e de seus processos de elaboração e prestação; 5

6 Art Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá- lo para as presentes e futuras gerações. 1º - Para assegurar a efetividade desse direito, incumbe ao Poder Público: I - preservar e restaurar os processos ecológicos essenciais e prover o manejo ecológico das espécies e ecossistemas; V - controlar a produção, a comercialização e o emprego de técnicas, métodos e substâncias que comportem risco para a vida, a qualidade de vida e o meio ambiente; (grifo nosso). A Lei Federal de Licitações Lei 8.666/1993 em conformidade com as diretrizes estabelecidas na Constituição da República Federativa do Brasil - estabelece a sustentável, como se verifica, no art. 3º: necessidade de observação e promoção do desenvolvimento Art. 3o A licitação destina-se a garantir a observância do princípio constitucional da isonomia, a seleção da proposta mais vantajosa para a administração e a promoção do desenvolvimento nacional sustentável e será processada e julgada em estrita conformidade com os princípios básicos da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da igualdade, da publicidade, da probidade administrativa, da vinculação ao instrumento convocatório, do julgamento objetivo e dos que lhes são correlatos. Além disso, ressalta-se que a Advocacia Geral da União já aderiu ao programa do Ministério do Meio Ambiente que objetiva implementar ações de responsabilidade socioambiental na Administração Pública, e alguns de seus principais objetivos são promover a economia de recursos naturais, reduzir os resíduos gerados, além de promover sua adequada destinação através da coleta seletiva solidária prevista no Decreto 5.940/06, bem como contribuir para a revisão dos padrões de consumo, com as licitações sustentáveis, tudo isto com ênfase na educação ambiental. Portanto, as licitações sustentáveis são constitucionais e legais em nosso ordenamento jurídico e possibilita que sejam realizadas sem necessidade de alteração legislativa. 6

7 Em vista a grande demanda de materiais, cuja predominância é a madeira, deve-se considerar que o compromisso ambiental é de extrema importância e a Administração Pública deve ser exemplo, em valorizar materiais que sejam provenientes de reflorestamento e que a produção destes seja fiscalizada pelo IBAMA e autoridades ambientais. Para este fim, a organização FSC Manejo Florestal emite Certificações, através de inúmeros critérios, e após a certificação, há intensa fiscalização para que se garanta que a matéria-prima utilizada (madeira) seja proveniente de reflorestamento, ou seja, de madeira legal, não retirada da Mata Atlântica, Amazônia ou qualquer outro local protegido pelas legislações ambientais. Para que se comprove a origem legal da madeira somente é possível através de Certificado em nome do fabricante dos móveis, visto que é o único que poderá incluir na Nota Fiscal de venda a observação se o material foi produzido com selo FSC ou não. 7. DOS PEDIDOS Diante de todo o exposto, pelos ditames normativoprincipiológicos supracitados, requer-se: A) Alteração: Onde se lê: MDF Leia-se: MDF ou MDP B) Padronização da largura de todos os armários, sendo a largura usual de mercado de 800mm. C) Troca da Certificação de NBR 13962:2006 para NBR 13961:2010 para o Lote I dos itens de 01 à 09, uma vez que a solicitação FRACASSARÁ A LICITAÇÃO, tendo em vista ser uma exigência IMPOSSÍVEL. 7

8 D) Alteração da Certificação ABNT NBR solicitada para os itens 14 à 37 para a certificação correta de NBR 13966:2008. E) Inclusão da Certificação NBR 13961:2010 para os itens 12 e 13, visto que os mesmos também possuem normas especificas. D) Desmembrar o Lote I, retirando os itens de 38 à 67, criando lotes especificados para os mesmos. Uma vez que colocando estes itens junto com os armários, mesas e gaveteiros, acaba restringindo a participação das empresas diante dos valores máximos propostos em edital. E) A inclusão de Selo FSC 100% em nome do fabricante do mobiliário, COMPROVANDO a utilização de matéria-prima ecologicamente sustentável, socialmente justa e economicamente viável. Assim, por ser justo e totalmente razoável, espera-se por um parecer favorável quanto às alterações requeridas. Nesses termos, Pede e espera deferimento. Quatro Barras, 16 de abril de TECNOFLEX IND. E COM. DO MOBILIÁRIO LTDA Flavio Henrique Lopes Cordeiro Advogado OAB/PR RG (41)

Compras Públicas Sustentáveis

Compras Públicas Sustentáveis Seminário Produção e Consumo Sustentáveis Compras Públicas Sustentáveis Elenis Bazácas Corrêa Auditora Pública Externa Parte I - Atuação do Tribunal de Contas - gestão socioambiental. Parte II - Compras

Leia mais

Novas modalidades que viabilizem as contratações públicas sustentáveis

Novas modalidades que viabilizem as contratações públicas sustentáveis Novas modalidades que viabilizem as contratações públicas sustentáveis Disseminar conhecimentos de boas práticas e reflexos das normas de sustentabilidade nos processos de contratação da Administração

Leia mais

ILUSTRISSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS.

ILUSTRISSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS. ILUSTRISSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS. Ref.: PEDIDO DE ALTERAÇÃO AO EDITAL EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO 092/13 A TECNOFLEX IND. E COM. DO MOBILIARIO LTDA, pessoa jurídica

Leia mais

Compras Públicas Sustentáveis

Compras Públicas Sustentáveis Compras Públicas Sustentáveis Nina Gonçalves e Rosângela Neri Nereu Brasília, 20 de novembro de 2012 Fórum Governamental de Responsabilidade Social AGENDA Sustentabilidade Comissão Interministerial de

Leia mais

Pedido de Impugnação nº 01 Pregão Eletrônico nº 07/2013

Pedido de Impugnação nº 01 Pregão Eletrônico nº 07/2013 Pedido de Impugnação nº 01 Pregão Eletrônico nº 07/2013 Solicitação: ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO EDITAL DE PREGÃO

Leia mais

Segue abaixo respostas aos questionamentos efetuados: Para fins de definição dos serviços de migração, gentileza nos informar:

Segue abaixo respostas aos questionamentos efetuados: Para fins de definição dos serviços de migração, gentileza nos informar: Prezada Zilene, Segue abaixo respostas aos questionamentos efetuados: Questionamento 01 O edital solicita: O fornecimento dos produtos integrantes do do LOTE 3 compreende os serviços de migração dos dados

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO. Ementa. Das alegações da Impugnante.

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO. Ementa. Das alegações da Impugnante. RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO Processo: Pregão Presencial n.º 132/2015 Objeto: contratação de empresa especializada para prestação de serviços de preparação, conferência, digitalização e indexação de processos,

Leia mais

2. A recorrente pede vênia para ressaltar que a exigência dos itens 3.2.1, afrontam contra o caráter competitivo da licitação.

2. A recorrente pede vênia para ressaltar que a exigência dos itens 3.2.1, afrontam contra o caráter competitivo da licitação. AO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS PREGÃO ELETRÔNICO N. 11/2007 PROCESSO Nº. 23000.000318/2007-71 A/C: PREGOEIRO SR. SEVERINO BATISTA DE ALMEIDA JR.

Leia mais

ILMO. SR. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

ILMO. SR. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ILMO. SR. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Referente ao Edital Pregão Eletrônico nº 35/2009. Oktech Soluções Ltda., pessoa jurídica de direito privado, com sede na Av. Tancredo Neves, 1632, loja 40,

Leia mais

Gestão e Legislação Ambiental

Gestão e Legislação Ambiental UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CENTRO DE TECNOLOGIA Mestrado em Recursos Hídricos H e Saneamento Disciplina: Gestão e Legislação Ambiental Professora: Selêude Wanderley da NóbregaN Legislação Ambiental

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS Pregão Eletrônico n. 36/2015 P&P TURISMO LTDA ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL ILMO EXCELENTISSIMO SR. ALCEU RICARDO SWAROWSKI PREFEITO MUNICIPAL DO MUNICIPIO DE RIO NEGRO DO ESTADO DO PARANÁ REFERENTE: PREGÃO PRESENCIAL Nº 117/2010 IMPUGNAÇÃO AO EDITAL A empresa STERMAX PRODUTOS

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO PROCESSO N.º 006/2011 (RETIFICADO) PREGÃO PRESENCIAL N.º 006/2011

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO PROCESSO N.º 006/2011 (RETIFICADO) PREGÃO PRESENCIAL N.º 006/2011 RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO PROCESSO N.º 006/2011 (RETIFICADO) PREGÃO PRESENCIAL N.º 006/2011 A empresa Serttel Ltda., interessada em participar da licitação indicada em epígrafe, apresentou impugnação ao instrumento

Leia mais

FINALIDADE: Solicitação de Parecer Transporte de Resíduos da Área da Saúde

FINALIDADE: Solicitação de Parecer Transporte de Resíduos da Área da Saúde ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moisés Viana Unidade Central de Controle Interno PARECER N 100/2005 ORIGEM: Procuradoria Municipal ASSUNTO: Parecer FINALIDADE:

Leia mais

Ao ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/SECRETARIA EXECUTIVA/SUBSECRETARIA DE ASSUSNTOS ADMINISTRATIVOS.

Ao ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/SECRETARIA EXECUTIVA/SUBSECRETARIA DE ASSUSNTOS ADMINISTRATIVOS. Ao ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/SECRETARIA EXECUTIVA/SUBSECRETARIA DE ASSUSNTOS ADMINISTRATIVOS. Sr. Sandoval Luiz de Souza Referência: Pregão N.º 06/2006 VOETUR CARGAS E ENCOMENDAS LTDA.,

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DE PREGAO Nº 25/2013

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DE PREGAO Nº 25/2013 Ao SAE-SERVIÇO AUTONOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE SOROCABA/SP Att. Pregoeiro Oficial e Equipe de Apoio Assunto: Impugnação do Edital do Processo Administrativo nº 1.497/13 Modalidade PREGAO ELETRÔNICO nº 25/2013

Leia mais

Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar.

Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar. 0Processo: A 06/334 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar.

Leia mais

Compras Públicas Sustentáveis

Compras Públicas Sustentáveis 1º Diálogo Finanças e Meio Ambiente: Seminário Internacional Gastos Sustentáveis e Eficiência Energética Compras Públicas Sustentáveis Jhéssica Ribeiro Cardoso Brasília, Outubro/2013 Conteúdo Programático

Leia mais

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988, CAPÍTULO VI - DO MEIO AMBIENTE

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988, CAPÍTULO VI - DO MEIO AMBIENTE CONSTITUIÇÃO FEDERAL Constituição Federal de 1988, CAPÍTULO VI - DO MEIO AMBIENTE Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATOS

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATOS REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATOS REGULAMENTO PARA CONTRATAÇÃO DE OBRAS, SERVIÇOS, COMPRAS E ALIENAÇÕES DO INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL BAIANO IDSB. O Instituto de Desenvolvimento Sustentável

Leia mais

I. NECESSIDADE DE CERTIFICAÇÃO DO EQUIPAMENTO JUNTO A EMPRESA CREDENCIADA PELO INMETRO:

I. NECESSIDADE DE CERTIFICAÇÃO DO EQUIPAMENTO JUNTO A EMPRESA CREDENCIADA PELO INMETRO: AO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA COMISSÃO DE LICITAÇÕES Ref. Pregão Eletrônico: Nº 112/2014 At.: Senhor Pregoeiro SMART TRADE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO LTDA. CNPJ 11.621.176/0001-87 situada

Leia mais

PARECER JURÍDICO N 0420/2016 - ASJUR

PARECER JURÍDICO N 0420/2016 - ASJUR PROCESSO(S) N(S)º: 63754153/2015 64933051/2016 INTERESSADO: Petrobrás Distribuidora S/A ASSUNTO: Impugnação Pregão Presencial n 001/2016 PARECER JURÍDICO N 0420/2016 - ASJUR Os autos aportaram a esta Assessoria

Leia mais

ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO CNPq

ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO CNPq ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO CNPq Ref.: Pregão nº 017/2004 Impugnação a Recurso Administrativo ITAUTEC PHILCO S/A - GRUPO ITAUTEC PHILCO,

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF.

ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF. ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF. PROCESSO Nº 59500.000938/2014-45 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 27/2014

Leia mais

A OBRIGAÇÃO DE SE MANTER A RESERVA FLORESTAL LEGAL EM IMÓVEL URBANO

A OBRIGAÇÃO DE SE MANTER A RESERVA FLORESTAL LEGAL EM IMÓVEL URBANO A OBRIGAÇÃO DE SE MANTER A RESERVA FLORESTAL LEGAL EM IMÓVEL URBANO (*) Gabriel Montilha Nos processos de licenciamento ambiental para a implantação de loteamentos, submetidos à aprovação dos órgãos ambientais,

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal PREGÃO ELETRÔNICO 153/2009 PROCESSO 336.637 Trata-se de pedidos de esclarecimentos encaminhados pelas empresas AURUS Comercial e Distribuidora Ltda., HUFFIX do Brasil Ambientes Empresariais e TELOS S/A

Leia mais

Agenda Ambiental na Administração Pública

Agenda Ambiental na Administração Pública Agenda Ambiental na Administração Pública Brasília/DF agosto/2014 Agenda Ambiental Administração Pública Agenda para promoção da Responsabilidade Socioambiental - RSA; Ferramenta de gestão institucional

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE COMPRAS, CONTRATAÇÃO DE OBRAS E SERVIÇOS E AQUISIÇÃO DE BENS COM EMPREGO DE RECURSOS PROVENIENTES DO PODER PÚBLICO

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE COMPRAS, CONTRATAÇÃO DE OBRAS E SERVIÇOS E AQUISIÇÃO DE BENS COM EMPREGO DE RECURSOS PROVENIENTES DO PODER PÚBLICO REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE COMPRAS, CONTRATAÇÃO DE OBRAS E SERVIÇOS E AQUISIÇÃO DE BENS COM EMPREGO DE RECURSOS PROVENIENTES DO PODER PÚBLICO CAPÍTULO I DA INTRODUÇÃO Art. 1º - O presente regulamento

Leia mais

ORGANIZAÇÃO SOCIAL PRO-EDUCA- INSTITUTO SOCIAL PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E SUSTENTABILIDADE

ORGANIZAÇÃO SOCIAL PRO-EDUCA- INSTITUTO SOCIAL PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E SUSTENTABILIDADE ORGANIZAÇÃO SOCIAL PRO-EDUCA- INSTITUTO SOCIAL PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E SUSTENTABILIDADE CNPJ N 05.303.355/0001-73 REGISTRO EM RCPJ- BARUERI/SP 222857 REGULAMENTO DE COMPRAS, CONTRATAÇÕES DE

Leia mais

Separata BTE, n.º 5, 28/11/2014 SEPARATA. N. o 5 28 novembro 201

Separata BTE, n.º 5, 28/11/2014 SEPARATA. N. o 5 28 novembro 201 SEPARATA N. o 5 28 novembro 201 Propriedade Ministério d Edição Gabinete de Estratégia e Planeamento Centro de Informação e Documentação PROPOSTA DE DECRETO-LEI QUE ESTABELECE O REGIME DE REGULAÇÃO DO

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 24/2008

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 24/2008 Processo: A 08/376 Interessado: Gerência de Recursos Humanos Assunto: Contratação de Empresa Especializada em administração, gerenciamento, emissão, distribuição e fornecimento de documentos de legitimação,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA ESTADO DE MINAS GERAIS

CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA ESTADO DE MINAS GERAIS JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO LICITATÓRIO Nº. 01/2011 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 01/2011 RECORRENTES: SERVIÇOS ESPECIALIZADOS E ADMINSITRAÇÃO PÚBLICA E PROJETOS LTDA SEAP e PERSONA CAPACITAÇÃO

Leia mais

I - RESUMO DOS FATOS. A decisão de inabilitação foi proferida da seguinte forma:

I - RESUMO DOS FATOS. A decisão de inabilitação foi proferida da seguinte forma: ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DA CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. - CERON PREGÃO ELETRÔNICO nº 002/2014 ORGANIZAÇÃO LEVÍN DO BRASIL LTDA., pessoa jurídica de direito privado, com sua sede estabelecida

Leia mais

PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE NO ÂMBITO. DE ATUAÇÃO DA CTNBIO, como forma de. controle social dos Processos Decisórios e. de Regulação naquele colegiado.

PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE NO ÂMBITO. DE ATUAÇÃO DA CTNBIO, como forma de. controle social dos Processos Decisórios e. de Regulação naquele colegiado. PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE NO ÂMBITO DE ATUAÇÃO DA CTNBIO, como forma de controle social dos Processos Decisórios e de Regulação naquele colegiado. Princípio da precaução e análise de risco dos Organismos

Leia mais

Resposta a Pedido de Impugnação ao Edital Nº 01/2013

Resposta a Pedido de Impugnação ao Edital Nº 01/2013 Resposta a Pedido de Impugnação ao Edital Nº 01/2013 PREGÃO PRESENCIAL Nº 01/2013 Objeto: Contratação de empresa(s) cadastrada junto ao Ministério do Turismo (Cadastur), para prestação de serviços de agenciamento,

Leia mais

Resposta ao Pedido de Esclarecimento

Resposta ao Pedido de Esclarecimento PROCESSO LICITATÓRIO nº: 067/2016 PREGÃO PRESENCIAL nº: 046/2016 Resposta ao Pedido de Esclarecimento A empresa CAMPTÉCNICA COMÉRCIO DE RELÓGIOS DE PONTO LTDA, inscrita sob o CNPJ 65.664.955/0001-99 impetrou

Leia mais

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS.

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao SR. PREGOEIRO. PROCESSO LICITATÓRIO TRT/DSAA/029/2014 PREGÃO

Leia mais

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 2010 PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTAGEM SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 1. OBJETIVO Este manual tem por objetivo esclarecer as questões

Leia mais

7 SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA Programa de Atenção Integral à Saúde

7 SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA Programa de Atenção Integral à Saúde REGULAMENTO DE COMPRAS e CONTRATAÇÃO DE OBRAS E SERVIÇOS DAS UNIDADES SOB GERENCIAMENTO DA O.S.S. SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE A SPDM

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Pregão Eletrônico n. 04/2013 Ministério dos Tran sportes.

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Pregão Eletrônico n. 04/2013 Ministério dos Tran sportes. IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Pregão Eletrônico n. 04/2013 Ministério dos Tran sportes. Impugnante: VIVO S/A A (o) Sr. (a) Pregoeiro do Ministério dos Transportes, VIVO S. A., sociedade anônima inscrita no CNPJ

Leia mais

Os Cuidados na Comprovação dos Requisitos de Sustentabilidade

Os Cuidados na Comprovação dos Requisitos de Sustentabilidade Os Cuidados na Comprovação dos Requisitos de Sustentabilidade Rafael Setúbal Arantes EPPGG/Diretor-Adjunto DELOG/SLTI/MP Decreto nº 7.746, de 2012 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Fundamentação Legal Art. 2o

Leia mais

PREGÃO COMPAGAS Nº 027/2013 ESCLARECIMENTO 01

PREGÃO COMPAGAS Nº 027/2013 ESCLARECIMENTO 01 OBJETO: Aquisição e Instalação de Arquivos Deslizantes. Assunto: Esclarecimento 01 Data: 20/08/2013 Prezados Senhores, Serve o presente para dar conhecimento a todos os licitantes do esclarecimento 01

Leia mais

DECRETO nº. 11.698, de 16 de janeiro de 2009. O PREFEITO MUNICIPAL DE ANANINDEUA, no uso de suas atribuições constitucionais e legais, e ainda:

DECRETO nº. 11.698, de 16 de janeiro de 2009. O PREFEITO MUNICIPAL DE ANANINDEUA, no uso de suas atribuições constitucionais e legais, e ainda: 1 DECRETO nº. 11.698, de 16 de janeiro de 2009 Regulamenta, no âmbito da Administração pública municipal, o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº. 8.666, de 21 de junho de 1993, e

Leia mais

Introdução. Gestão Ambiental Prof. Carlos Henrique A. de Oliveira. Introdução à Legislação Ambiental e Política Nacional de Meio Ambiente - PNMA

Introdução. Gestão Ambiental Prof. Carlos Henrique A. de Oliveira. Introdução à Legislação Ambiental e Política Nacional de Meio Ambiente - PNMA Gestão Ambiental Prof. Carlos Henrique A. de Oliveira Introdução à Legislação Ambiental e Política Nacional de Meio Ambiente - PNMA O mar humildemente coloca-se abaixo do nível dos rios para receber, eternamente,

Leia mais

Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 02/2007

Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 02/2007 1/5 Processo: A 07/006 Interessado: Gerência Administrativa Assunto: Aquisição e Instalação do Sistema de Missão Crítica, composto por 02 UP s de 60 kva e 02 PDU s; Referência: Impugnação ao Edital do

Leia mais

Em razão da impugnação apresentada, informo:

Em razão da impugnação apresentada, informo: Proc. nº. 892/2010-GO Pregão Eletrônico nº. 27/2014 Prezado Licitante, Em razão da impugnação apresentada, informo: A empresa BRILHANTE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO LTDA-EPP apresentou, em 30/09/2014, pedido

Leia mais

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO Nº 02 SESECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO TOCANTINS COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO Nº 02 SESECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO TOCANTINS COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO Nº 02 SESECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO TOCANTINS COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO Referência: Pregão Eletrônico n 001/2013 Processo Administrativo n : 2012/2508/0000017 1. Cuida-se

Leia mais

DECRETO Nº 55.461, DE 29 DE AGOSTO DE 2014

DECRETO Nº 55.461, DE 29 DE AGOSTO DE 2014 Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo DECRETO Nº 55.461, DE 29 DE AGOSTO DE 2014 Institui a Política Municipal de Estímulo à Inovação e ao Desenvolvimento de Startups na Cidade

Leia mais

Título: Regime de acesso e exercício de profissões e de atividades profissionais

Título: Regime de acesso e exercício de profissões e de atividades profissionais Título: Regime de acesso e exercício de profissões e de atividades profissionais Autor: Eurico Santos, Advogado Correio eletrónico do Autor: euricosantos@sapo.pt N.º de Páginas: 15 páginas Formato: PDF

Leia mais

EXM. º SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO- PORTO ALEGRE/RS

EXM. º SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO- PORTO ALEGRE/RS EXM. º SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO- PORTO ALEGRE/RS REF.: EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 27/2013 MICHIELIN CENTRO DE PROMOÇÃO À SAÚDE OCUPACIONAL

Leia mais

WEGH Assessoria e Logística Internacional Ltda.

WEGH Assessoria e Logística Internacional Ltda. ILMO. SR. DR. PREGOEIRO DO PREGÃO ELETRÔNICO N. 79/2012 DA FUNDAÇÃO DE APOIO A PESQUISA E A EXTENSAO - FAPEX Pregão Eletrônico nº 79/2012 WEGH ASSESSORIA E LOGISTICA INTERNACIONAL LTDA, com sede na Rua

Leia mais

Processo: 0504/2011 Solicitante: DIRIN Assunto: Aquisição de bens de informática para esta Casa de Leis

Processo: 0504/2011 Solicitante: DIRIN Assunto: Aquisição de bens de informática para esta Casa de Leis Processo: 0504/2011 Solicitante: DIRIN Assunto: Aquisição de bens de informática para esta Casa de Leis DESPACHO/DIRIN/ 004/2011 Atendendo solicitação de esclarecimento (C.I 033 e 034/CPL) quanto aos pedidos

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO VIII DA ORDEM SOCIAL CAPÍTULO VI DO MEIO AMBIENTE Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DNIT JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO RAZÕES: JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº.

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DNIT JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO RAZÕES: JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº. SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DNIT JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO FEITO: IMPUGNAÇÃO ADMINISTRATIVA REFERÊNCIA: EDITAL Nº. 0026/2014 RAZÕES: JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº. 0026/2014

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS REFERENTE AO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 1119/2013 CPL 04, pelo regime de menor preço por lote. Cujo objeto é Contratação de empresa para prestação de serviços

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Ilmº Senhor HENRIQUE MARTINS FARIAS Gerente de Administração Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil CAU/BR

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Ilmº Senhor HENRIQUE MARTINS FARIAS Gerente de Administração Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil CAU/BR Ilmº Senhor HENRIQUE MARTINS FARIAS Gerente de Administração Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil CAU/BR REF.: Pregão Eletrônico nº 019/2015 A empresa Cabral Consultoria em Recursos Humanos Ltda,

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES

REGULAMENTO INTERNO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES REGULAMENTO INTERNO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES A FUNDAÇÃO MATUTU certificada pelo Ministério da Justiça como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público - OSCIP, institui o presente Regulamento

Leia mais

CARTILHA INSTRUTIVA EM COMPRAS PÚBLICAS

CARTILHA INSTRUTIVA EM COMPRAS PÚBLICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF PRÓ-REITORIA DE GESTÃO E ORÇAMENTO - PROGEST Av. José de Sá Maniçoba, S/N Sala 30 Centro, Petrolina-PE - CEP. 56.304-205 Telefax: (87) 2101-6713

Leia mais

Formação dos integrantes do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP)

Formação dos integrantes do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP) Formação dos integrantes do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP) Conceitos gerais de gestão pública: princípios e regras da administração pública, processos de licitação, contratos

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO AO EDITAL APRESENTADA PELA EMPRESA HOT REFEIÇÕES COLETIVAS

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO AO EDITAL APRESENTADA PELA EMPRESA HOT REFEIÇÕES COLETIVAS RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO AO EDITAL APRESENTADA PELA EMPRESA HOT REFEIÇÕES COLETIVAS PROCESSO LICITATÓRIO Nº. 092/2015 (PREGÃO PRESENCIAL) ASSUNTO: IMPUGNAÇÃO AO EDITAL APRESENTADA EM 22/07/2015 ENVIADO NO

Leia mais

Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação. Ministério do Planejamento

Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação. Ministério do Planejamento Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Ministério do Planejamento CPSUSTENTÁVEIS Definição O que é? Criação de uma política de Contratações Públicas que leve em consideração critérios de sustentabilidade,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO EDITAL Nº 57/2013 PREGÃO PRESENCIAL Nº 13/2013 REGISTRO DE PREÇOS Nº 20/2013 OBJETO: Registro de Preços de móveis para escritório (mesas, estações de trabalho, cadeiras, armários, sófas e longarinas).

Leia mais

PROCURADORIA GERAL DO ESTADO. Exmo. Sr. Subrocurador Geral,

PROCURADORIA GERAL DO ESTADO. Exmo. Sr. Subrocurador Geral, PROCURADORIA GERAL DO ESTADO Ref.: PREGÃO PGE Nº 34/2010 Ass. Impugnação Impugnante: Luitze Indústria e Comércio e Móveis Ltda Exmo. Sr. Subrocurador Geral, Cuida-se de impugnação, tempestivamente, formulada

Leia mais

Legislação brasileira sobre meio ambiente - tópicos Fabricio Gomes Gonçalves

Legislação brasileira sobre meio ambiente - tópicos Fabricio Gomes Gonçalves Legislação brasileira sobre meio ambiente - tópicos Fabricio Gomes Gonçalves Contextualizando... Adaptação do produtor rural sem condições novos critérios de uso da terra impostos aleatoriamente sem alicerces

Leia mais

ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO

ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO LICITATÓRIO N 128/2015 PREGÃO PRESENCIAL N 072/2015 LICITANTE RECORRENTE: LIFEMED INDUSTRIAL DE EQUIPAMENTOS E ARTIGOS MÉDICOS HOSPITALARES S.A. LICITANTE

Leia mais

SANDRA BARBOSA / FEPAM - GERSUL SEMANA ACADEMICA DA ENG. SANITARIA E AMBIENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

SANDRA BARBOSA / FEPAM - GERSUL SEMANA ACADEMICA DA ENG. SANITARIA E AMBIENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS SANDRA BARBOSA / FEPAM - GERSUL SEMANA ACADEMICA DA ENG. SANITARIA E AMBIENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS GESTÃO AMBIENTAL SER HUMANO SUBSISTÊNCIA MEIO AMBIENTE RELAÇÃO COMPLEXA E DINÂMICA GESTÃO

Leia mais

IMPUGNAÇÃO DE EDITAL ENERSYSTEM DO BRASIL LTDA, pessoa

IMPUGNAÇÃO DE EDITAL ENERSYSTEM DO BRASIL LTDA, pessoa ILMO. SR. PREGOEIRO: JOCENILDO CONCEIÇÃO CAMPOS DA EMPRESA CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A CERON, CONCESSIONÁRIA DA ELETROBRAS RONDONIA Referência: EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº N.º 037/2015 OBJETO: REGISTRO

Leia mais

Índice. Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37

Índice. Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37 Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37 Índice 1 -. Apresentação...3 2 -. Ambiente Operacional & Requisitos...4 3 -. Normas do Pregão Eletrônico...5 4 -. Procedimentos do Pregão Eletrônico...6

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO Previsão Legal Objetivos Categorias Finalidades Gestão do Sistema Quantitativos Outros Espaços Protegidos Distribuição Espacial Relevância O Brasil possui alguns

Leia mais

1º - Para assegurar a efetividade desse direito, incumbe ao Poder Público:

1º - Para assegurar a efetividade desse direito, incumbe ao Poder Público: Experimentação Animal CONSTITUTIÇÃO FEDERAL Título VIII - Capítulo VI do Meio Ambiente Art. 225 Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO

IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO ILUSTRÍSSIMO SENHOR ABDIAS DA SILVA OLIVEIRA DESIGNADO PREGOEIRO PARA O PREGÃO ELETRÔNICO Nº 4/2015 DO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR PREGÃO ELETRÔNICO: 4/2015 COQUEIRO &

Leia mais

Certificação ambiental a) Sistema de Gestão Ambiental

Certificação ambiental a) Sistema de Gestão Ambiental Certificação ambiental A certificação dos sistemas de gestão atesta a conformidade do modelo de gestão de fabricantes e prestadores de serviço em relação a requisitos normativos. Os sistemas clássicos

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI N o 2.587, DE 2007 Altera as Leis nº s 6.938, de 31 de agosto de 1981, e 9.605, de 12 de fevereiro de 1998. Autora: Deputada Thelma

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO COMPRAS GOVERNAMENTAIS

SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO COMPRAS GOVERNAMENTAIS SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO COMPRAS GOVERNAMENTAIS Alice Viana Soares Monteiro Secretária de Estado de Compras Governamentais sob o aspecto da Sustentabilidade Compra Pública Sustentável ou Licitação

Leia mais

Ata Final. Item 0001

Ata Final. Item 0001 Ata Final Às 16:00 horas do dia 11 de setembro de 2012, reuniu-se o Pregoeiro Oficial da Prefeitura Municipal de Esteio e respectivos membros da Equipe de apoio, designados pela portaria 0185/2012 para,

Leia mais

GILIC/BR Gerência de Filial de Licitações e Contratações SCS Quadra 04 Bloco A lotes 106/136 Edifício Centro Oeste CEP 70304-906 Brasília/DF

GILIC/BR Gerência de Filial de Licitações e Contratações SCS Quadra 04 Bloco A lotes 106/136 Edifício Centro Oeste CEP 70304-906 Brasília/DF GILIC/BR Gerência de Filial de Licitações e Contratações SCS Quadra 04 Bloco A lotes 106/136 Edifício Centro Oeste CEP 70304-906 Brasília/DF Ofício nº 1-0020/2009 GILIC/BR - Licitação Brasília, 6 de abril

Leia mais

MANUAL DA GESTÃO FINANCEIRA Informações básicas

MANUAL DA GESTÃO FINANCEIRA Informações básicas MANUAL DA GESTÃO FINANCEIRA Informações básicas Este roteiro oferece um breve resumo de como funciona a administração financeira e de materiais de uma Unidade da USP, com ênfase no ponto de vista de sua

Leia mais

Programa Brasileiro de Certificação em Responsabilidade Social

Programa Brasileiro de Certificação em Responsabilidade Social 1ª Reunião Extraordinária de 2012 do Fórum Governamental de Responsabilidade Social SEMINÁRIO BRASIL-HOLANDA SOBRE RESPONSABILIDADE SOCIAL GOVERNAMENTAL Programa Brasileiro de Certificação em Responsabilidade

Leia mais

RECURSO : Ilma. Sr. Pregoeiro da C oordenação Geral da Tecnologia da Informação do Departamento de Polícia Federal.

RECURSO : Ilma. Sr. Pregoeiro da C oordenação Geral da Tecnologia da Informação do Departamento de Polícia Federal. Pregão Eletrônico Visualização de Recursos, Contra-Razões e Decisões RECURSO : Ilma. Sr. Pregoeiro da C oordenação Geral da Tecnologia da Informação do Departamento de Polícia Federal. Pregão Eletrônico:

Leia mais

Câmara Municipal de Rio Branco do Sul ESTADO DO PARANÁ

Câmara Municipal de Rio Branco do Sul ESTADO DO PARANÁ CÂMARA MUNICIPAL DE RIO BRANCO DO SUL TOMADA DE PREÇOS Nº: 001/2014 OBJETO: CONTRATAÇÃO EMPRESA ESPECIALIZADA NA ELABORAÇÃO E REALIZAÇÃO DE CONCURSO PÚBLICO, BEM COMO O PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO, REALIZAÇÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA - INMETRO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA - INMETRO Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA - INMETRO Portaria n.º 245, de 22 de maio de 2015. O PRESIDENTE

Leia mais

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01 HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01 01/06/2006 Emissão inicial 05/06/2007 Primeira Revisão Elaborado: 05/06/2007 Superintendente e ou Gerente da unidade Revisado: 05/06/2007

Leia mais

NO ESTADO DO AMAZONAS

NO ESTADO DO AMAZONAS NO ESTADO DO AMAZONAS Competências Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas - IPAAM PREVISÃO LEGAL AO MEIO AMBIENTE ECOLOGICAMENTE EQUILIBRADO Constituição Federal, art. 225 Todos têm direito ao meio

Leia mais

Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se

Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo

Leia mais

RELATÓRIO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO Empresa: AMERICEL S/A (Claro) CNPJ: 01.685.903/0001-16 Edital n.º 105/2012

RELATÓRIO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO Empresa: AMERICEL S/A (Claro) CNPJ: 01.685.903/0001-16 Edital n.º 105/2012 RELATÓRIO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO Empresa: AMERICEL S/A (Claro) CNPJ: 01.685.903/0001-16 Edital n.º 105/2012 O Pregoeiro e a equipe técnica estiveram em reunião realizada no dia 30 de abril de 2012,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRO-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA INCUBADORA TECNOLÓGICA E DO AGRONEGÓCIO DE MOSSORÓ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRO-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA INCUBADORA TECNOLÓGICA E DO AGRONEGÓCIO DE MOSSORÓ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRO-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA INCUBADORA TECNOLÓGICA E DO AGRONEGÓCIO DE MOSSORÓ CHAMADA Nº. 01/2016 IAGRAM A Incubadora Tecnológica

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Auditor No que diz respeito às Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público, a Demonstração Contábil cuja apresentação é obrigatória apenas pelas empresas estatais

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES IMPUGNAÇÃO DE EDITAL PREGÃO, NA FORMA ELETRÔNICA, Nº 564/2015 - DNIT PROCESSO Nº 50605.000728/2015-95 ITAÚ SEGUROS

Leia mais

À PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA PREGÃO ELETRÔNICO N 071/2015

À PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA PREGÃO ELETRÔNICO N 071/2015 À PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA PREGÃO ELETRÔNICO N 071/2015 Radar Hosp. Produtos Profissionais Ltda EPP, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob nº 17.624.087/0001-70, estabelecida

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Orientador Empresarial Administração Pública Contratação de Bens e Serviços de Informática e Automação p Regulamentação

Leia mais

PORTARIA N.º 016/2011-9ª PJDPP

PORTARIA N.º 016/2011-9ª PJDPP PORTARIA N.º 016/2011-9ª PJDPP GEAP nº 000746-005/2006 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO, por meio de seu agente de execução atuante na 9ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público

Leia mais

EXCELENTÍSSIMA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA COMPANHIA DE SANEAMENTO MUNICIPAL DE JUIZ DE FORA/MG CESAMA.

EXCELENTÍSSIMA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA COMPANHIA DE SANEAMENTO MUNICIPAL DE JUIZ DE FORA/MG CESAMA. EXCELENTÍSSIMA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA COMPANHIA DE SANEAMENTO MUNICIPAL DE JUIZ DE FORA/MG CESAMA. PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 067/2012 GUIFER & GAAM COMERCIAL LTDA ME, pessoa jurídica de direito privado,

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES COM RECURSOS PÚBLICOS FUNDAÇÃO SICREDI

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES COM RECURSOS PÚBLICOS FUNDAÇÃO SICREDI REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES COM RECURSOS PÚBLICOS FUNDAÇÃO SICREDI A FUNDAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E CULTURAL DO SISTEMA DE CRÉDITO COOPERATIVO FUNDAÇÃO SICREDI, institui o presente

Leia mais

PORTARIA Nº 1386/2006 SMS.G. A SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe são legalmente conferidas,

PORTARIA Nº 1386/2006 SMS.G. A SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe são legalmente conferidas, PORTARIA Nº 1386/2006 SMS.G A SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe são legalmente conferidas, CONSIDERANDO a edição da Lei nº 14.084 de 27 de outubro de 2005 e do Decreto Municipal

Leia mais

ptonto. EXCELENTíSSIMO(A) SENHOR(A) PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO.

ptonto. EXCELENTíSSIMO(A) SENHOR(A) PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. EXCELENTíSSIMO(A) SENHOR(A) PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Referências: Pregão Eletrônico no74/2014 FRANCISCA MARQUES DE LIMA - EIRELI - ME, pessoa jurídica de direito

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Bilhete de Seguro para Garantia Estendida

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Bilhete de Seguro para Garantia Estendida Bilhete de 30/06/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 3.1. O CNSP... 3 3.2. Resolução CNSP nº 296/2013... 4 4. Conclusão...

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS RCC IJUCI/MG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS SEÇÃO I DOS PRINCÍPIOS

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS RCC IJUCI/MG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS SEÇÃO I DOS PRINCÍPIOS REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS RCC IJUCI/MG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS SEÇÃO I DOS PRINCÍPIOS Art. 1º Este regulamento aplica os procedimentos e os princípios observados pelo Instituto

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO Trata-se de pedido de impugnação ao edital referente ao pregão eletrônico 140/2012, com a sua conseqüente modificação, conforme se depreende da inicial. Instado a se manifestar, atendendo

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 070/2015 PREGÃO Nº 022/2015

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 070/2015 PREGÃO Nº 022/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 070/2015 PREGÃO Nº 022/2015 Aos dezesseis dias do mês de julho de 2015, na sede da Coordenadoria Executiva de Licitações, localizada à Avenida Brahim Antônio Seder, nº 34 /

Leia mais

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 32/2012 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece:

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 32/2012 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 32/2012 - BNDES Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: 1. Antes de adentrarmos ao questionamento é imprescindível esclarecer

Leia mais