Residência Saúde 2013 PROVA OBJETIVA PROVA OBJETIVA NUTRIÇÃO CLÍNICA PROVA OBJETIVA ORGANIZADOR

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Residência Saúde 2013 PROVA OBJETIVA PROVA OBJETIVA NUTRIÇÃO CLÍNICA PROVA OBJETIVA ORGANIZADOR"

Transcrição

1 Residência Saúde 2013 NUTRIÇÃO CLÍNICA 1

2 Carlos, 50 anos, diabético tipo 2 e portador de doença falciforme, procurou o ambulatório de nutrição para sua primeira consulta. Considerando o caso, responda às questões 1 e 2. 1) A nutricionista Bianca, ao traçar seu plano alimentar, optou por uma distribuição calórica de 6 refeições diárias. O percentual (%) do valor calórico total que deverá ser ofertado no jantar de Carlos é: a) 30 b) 25 c) 15 d) 10 2) Durante a consulta, Bianca solicitou exame para controle glicêmico de Carlos. O exame menos indicado para ele é: a) hemoglobina glicosilada b) glicose pós-prandial c) glicemia de jejum d) curva glicêmica 3) Isabela, nutricionista da equipe multiprofissional do ambulatório de obesidade, atendeu Dirceu, 33 anos e hipertenso. Após avaliação nutricional, detectou que o paciente apresenta obesidade grau II. Considerando esse diagnóstico nutricional, a estratégia inicial de tratamento da obesidade a ser traçada com a equipe é a perda de peso, em %, na faixa de: a) b) c) d) ) Joana, 56 anos, sem relato prévio de dislipidemia, internou na unidade coronariana por ter apresentado infarto agudo do miocárdio. Para elaboração do plano alimentar, a nutricionista da unidade necessita avaliar o colesterol sérico de Joana, cuja dosagem, após o infarto, deve ser realizada: a) nas primeiras 24h ou após 1 mês b) nas primeiras 48h ou após 1 mês c) nas primeiras 24h ou após 3 meses d) nas primeiras 48h ou após 3 meses 2

3 5) Elba é nutricionista da enfermaria de doenças infecto-parasitárias. Na avaliação nutricional de Danilo, que apresenta síndrome da imunodeficiência adquirida, deverá utilizar medidas para predizer as alterações no metabolismo lipídico, que são: a) circunferências do braço e do tórax b) circunferências da cintura e do quadril c) dobras cutâneas abdominal e bicipital d) dobras cutâneas tricipital e subescapular 6) Jackson, 67 anos, está internado em tratamento de mieloma múltiplo. Após o primeiro ciclo de quimioterapia apresentou febre de 38,3ºC, xerostomia e apetite diminuído. Exames recentes apontaram: hematócrito: 20%; hemoglobina 9,0g/dL e contagem absoluta de neutrófilos: células/mm³. Uma recomendação nutricional apropriada, considerando o quadro clínico de Jackson, é: a) incluir probióticos na dieta diária b) utilizar polpas de frutas de casca grossa c) oferecer vegetais coloridos em saladas cruas d) estimular a ingestão de frutas in natura de casca fina 7) O estudo da influência da dieta na etiologia do câncer é complexo e dificultado por questões relativas a patologia, dieta e limitações metodológicas. Uma evidência convincente e provável para uma maior incidência de câncer no estômago seria o consumo de: a) sal b) vinho c) carne d) cerveja 8) Murilo, 74 anos, 70kg, foi internado na enfermaria de nefrologia referindo náuseas, vômitos, diarreia e mal-estar há 3 dias. Faz tratamento de hipertensão arterial e de doença renal crônica. A nutricionista observou no prontuário os resultados recentes de exames: ureia: 110mg/dL; creatinina: 2,0mg/dL e taxa de filtração glomerular 32ml/min/1,73m². Diante do quadro, a dieta para Murilo deverá seguir as recomendações de proteína(g), energia (Kcal) e fósforo (mg) por kg/peso/dia, respectivamente: a) 0,6; 35; 12 b) 0,8; 35; 11 c) 0,8; 30; 10 d) 0,6; 30; 09 3

4 9) Na esteato-hepatite não alcoólica, o nutricionista deve observar que a alteração laboratorial mais comum é a elevação da enzima: a) anidrose carbônica b) creatinina fosfoquinase c) succinato desidrogenase d) alanina aminotransferase 10) Lara é primigesta, tem sentido dor e desconforto ao amamentar seu filho Pedro, interrompendo os períodos de mamadas e levando ao ingurgitamento mamário. A residente de nutrição do ambulatório de pós-natal recomendou à Lara quanto ao seguinte cuidado com as mamas: a) suspensão do aleitamento materno b) aplicação de compressas frias c) uso de compressas mornas d) exposição ao sol 11) Nelma, 46 anos, realizou cirurgia bariátrica, tendo perdido 70% do excesso de seu peso anterior à cirurgia. Uma das complicações relacionadas a essa perda de peso acentuada pela cirurgia pode ser: a) refluxo gastroesofágico b) hipertensão arterial c) crises de asma d) doença óssea Ricardo, 37 anos, encontra-se internado na unidade de terapia intensiva, com diagnóstico de pancreatite aguda grave. Considerando o caso, responda às questões 12 e ) A equipe multiprofissional indicou, como via exclusiva para Ricardo, a nutrição parenteral total, contendo emulsão lipídica. O uso de emulsões lipídicas na nutrição parenteral: a) aumenta a osmolaridade da solução b) reduz a instabilidade da solução c) melhora a tolerância à glicose d) eleva os níveis de insulina 13) Antes de iniciar a nutrição parenteral, Ricardo permaneceu em dieta zero durante 10 dias, o que pode favorecer a ocorrência da síndrome de realimentação, que é caracterizada por: a) hiperfosfatemia e deficiência de ácidos graxos essenciais b) hipocalcemia e alteração no metabolismo da glicose c) hipovitaminoses e alteração no metabolismo lipídico d) hipermagnesemia e retenção de gás carbônico 4

5 14) Neuza, 60 anos, iniciou a terapia nutricional (TN) enteral há 3 dias por sonda nasogástrica, mantendo quadro de hiperglicemia e queixas de náuseas. Hoje, ao avaliar Neuza, você, nutricionista da equipe multiprofissional de TN, identificou os seguintes exames: glicemia de 300 mg/dl, albumina sérica de 1,9 g/dl e glicosúria. Diante do quadro, você sugeriu à equipe que o posicionamento da sonda e o volume da dieta deverão ser, respectivamente: a) mantido / mantido b) mantido / reduzido c) pós pilórico / mantido d) pós pilórico / reduzido 15) Maria,65 anos, tabagista,foi encaminhada ao ambulatório de nutrição com diagnóstico de coronariopatia e dislipidemia. Na anamnese alimentar, foi identificado consumo excessivo de embutidos e frituras. A nutricionista Helena, além de adequar a distribuição de ácidos graxos em sua dieta, orientou a introdução de alguns alimentos ricos em resveratrol. Esses alimentos são: a) tomate e nozes b) tomate e lentilha c) nozes e ameixa d) ameixa e lentilha 16) Durante um seminário de nutrição clínica, foi abordado o tema Inquéritos sobre Avaliação do Consumo Alimentar. Foi indicada uma vantagem do questionário de frequência alimentar, que é: a) favorecer alteração no comportamento alimentar b) registrar a estimativa no momento do consumo c) apresentar eficiência na prática epidemiológica d) detalhar sobre o consumo alimentar 17) Para o cálculo do Índice de Risco Nutricional, cujo objetivo é estabelecer a associação entre o estado nutricional e a morbimortalidade, são utilizados os seguintes parâmetros: a) albumina, peso atual e peso usual b) transferrina, peso ideal e circunferência abdominal c) pré-albumina, dobra cutânea tricipital e peso teórico d) creatinina, dobra cutânea subescapular e circunferência do braço 5

6 18) Cinara recebeu o diagnóstico de fibrose cística após o teste do pezinho e hoje, com 2 anos, apresenta insuficiência pancreática, estando compensada clinicamente. Numa interconsulta com o pediatra Ciro e a nutricionista Pilar, os hábitos alimentares de Cinara foram analisados e, em um dos cardápios elaborados, constava: *desjejum: leite com achocolatado e pão com requeijão *colação: maçã *almoço: arroz, feijão, alface, tomate e agrião, frango refogado, cenoura sauté e laranja. Para o cálculo da reposição enzimática, a dupla de profissionais orientou as seguintes recomendações de unidade de lipase (UL) por quilo de peso de Cinara, para cada tipo de refeição, respectivamente: a) 1500 / 500 / 3000 b) 1000 / 250 / 1250 c) 500 / 0 / 1000 d) 250 / 0 / ) Robson tem 4 meses e apresenta Tetralogia de Fallot. Hoje está internado na UTI pediátrica no 2 dia após a cirurgia corretiva, sem apresentar complicações. A nutricionista Eveline calculou o valor energético total diário de Robson, após utilizar uma fórmula preditiva de : a) gasto energético total b) taxa metabólica basal c) valor energético de repouso d) índice prognóstico nutricional 20) Nathaly tem 16 anos e é acompanhada no setor de adolescentes de um hospital universitário pela equipe multiprofissional que trata os transtornos do comportamento da alimentação. Na entrevista, a equipe detectou a autoindução de vômitos e a utilização excessiva de drogas laxativas. Ao exame, Nathaly apresenta-se eutrófica, com faringite e equimoses nas articulações das mãos. Uma complicação característica do comportamento alimentar apresentado por Nathaly é: a) amenorreia b) desnutrição c) pilificação renal d) desgaste dentário 6

7 21) Há três consultas no ambulatório de saúde do adolescente, Keyla é informada de que seu índice de massa corporal (IMC) encontra-se adequado para seus 14 anos. Entretanto, apresentou aumento de triglicerídeos e LDL-c séricos, e resistência à insulina, sendo, então, classificada como adolescente obesa de peso normal. As alterações metabólicas descritas em Keyla são resultantes do aumento da quantidade de gordura: a) periférica b) muscular c) abdominal d) pancreática 22) Joaquim, 77 anos, compareceu ao ambulatório de nutrição acompanhado de sua filha, com queixa de dificuldades na alimentação. Você, nutricionista desse ambulatório, encaminhou Joaquim à fonoaudióloga da equipe por identificar, durante a consulta, a presença de riscos para disfagia, tais como: a) dispepsia pós- alimentação e perda de apetite b) perda de peso e involução da consistência da dieta c) sinusites de repetição e realização de 2 refeições por dia d) afonia entre as refeições e dependência para alimentação 23) Orlando, 85 anos, com doença de Alzheimer, apresenta perda ponderal de 5kg em 2 meses, agressividade, incoordenação motora e desorientação. A perda de peso de Orlando está relacionada à doença de Alzheimer, em função da: a) redução de neuropeptídeo Y b) hipertrofia do córtex cerebral c) hiperprodução de leucotrienos d) redução da taxa metabólica basal 24) Luíza é residente de nutrição e preparará um seminário sobre os fatores que interferem no estado nutricional de idosos. Luíza abordará algumas alterações funcionais do envelhecimento e suas possíveis consequências, tais como, respectivamente: a) hipocloridria / má absorção de gorduras b) hipermotilidade do intestino grosso / diarreia c) hipersensibilidade dos osmoreceptores / hipodipsia d) hiposensibilidade a alimentos quentes / falta de apetite 7

8 25) Aracy, 56 anos, portadora de Doença de Chagas, foi internada com perda acentuada de peso, albumina sérica de 2,9g/dL, disfagia, regurgitação e dor torácica. Foi agendado procedimento cirúrgico de esofagectomia subtotal para dia 30 de novembro. Você, nutricionista da enfermaria, programou para Aracy dieta imunomoduladora no período pré-operatório. O nutriente que preserva os níveis de IgA secretória a ser acrescentado à dieta e a data de início de sua oferta deverão ser, respectivamente: a) glutamina / 24 de novembro b) arginina / 25 de novembro c) arginina / 26 de novembro d) glutamina / 27 de novembro 26) Adriana é nutricionista do setor de planejamento em uma UAN e preceptora de residentes. Durante sua aula sobre estrutura física de UANs, ela explicou que a configuração geométrica mais indicada é a retangular, pois: a) evita caminhadas supérfluas e aumenta fases operacionais b) evita conflitos de circulação e facilita supervisão dos trabalhos c) limita espaço entre equipamentos e aumenta conflitos de circulação d) possibilita maior entendimento do fluxo e reduz a supervisão das atividades 27) Adauto, 35 anos, é dislipidêmico e está internado na enfermaria ortopédica em pós-operatório de artrodese de coluna. Foi prescrita dieta geral, porém com alteração no percentual de gorduras. Você, nutricionista, classifica essa dieta como: a) modificada b) modulada c) especial d) rotina 28) Na preparação de couve salteada, a cocção está favorecendo a biodisponiblidade do seguinte pigmento: a) betalaína b) flavonoide c) antocianina d) carotenoide 29) O tratamento destinado à higienização das superfícies de trabalho utilizadas na manipulação de alimentos que tem por objetivo reduzir ou eliminar microrganismos patogênicos até riscos suportáveis à saúde é: a) sanificação b) antissepsia c) lavagem d) limpeza 8

9 30) Os pescados armazenados em temperatura de refrigeração acima de 4ºC por tempo prolongado tornam-se um meio favorável à multiplicação de micro-organismo que produz uma substância alergênica. Esse micro-organismo é: a) Yersinia enterolítica b) Salmonella typhi c) Shigella sp d) Proteus sp 9

10 10

11 INSTRUÇÕES Você recebeu o seguinte material: - Uma contendo 30 (trinta) questões¹, à cada qual correspondem 4 (quatro) alternativas: A, B, C e D; - Um CARTÃO RESPOSTA personalizado. 1) Após a ordem para o início da prova, confira o material recebido, verificando se a sequência da numeração das questões e a paginação estão corretas. Caso contenha alguma irregularidade, comunique a um dos fiscais. 2) Confira, no CARTÃO RESPOSTA, se seu nome e número de inscrição estão corretos. 3) O CADERNO DA poderá ser utilizado para anotações, mas somente as respostas assinaladas no CARTÃO RESPOSTA serão objeto de correção. 4) Ao final do CADERNO DA, está disponível o GABARITO RASCUNHO, que poderá ser levado pelo candidato após 1 (uma) hora do início da prova. 5) O CADERNO DA só poderá ser levado pelo candidato faltando 1 (uma) hora para o seu encerramento. 6) Leia atentamente cada questão e assinale no CARTÃO RESPOSTA a alternativa que mais adequadamente responde a cada uma das questões. 7) Observe as seguintes recomendações relativas ao CARTÃO RESPOSTA: - Não poderá ser dobrado, amassado, rasurado, manchado ou conter qualquer registro fora dos locais destinados às respostas. - A maneira correta de marcação das respostas no CARTÃO RESPOSTA é cobrir fortemente, com caneta esferográfica tinta azul ou preta, o espaço correspondente à letra a ser assinalada, conforme modelo abaixo: NÃO SERÁ PERMITIDO O USO DE BORRACHA OU CORRETIVO DE QUALQUER ESPÉCIE NO CARTÃO RESPOSTA. Outra forma de marcação diferente da que foi determinada acima implicará em rejeição do CARTÃO RESPOSTA pela leitora ótica. A leitora ótica não registrará também questões em que houver: - falta de nitidez na marcação; - mais de uma alternativa assinalada. 8) A prova terá duração de 04 (quatro) horas. Os 03 (três) últimos candidatos só poderão deixar o local de prova depois que o último entregar seu CARTÃO RESPOSTA. Após o término da prova, entregue ao Fiscal:- O CARTÃO RESPOSTA, devidamente assinado. O candidato que não devolvê-lo será eliminado do concurso. ¹Todos os casos e nomes utilizados nessa prova são fictícios e qualquer semelhança com casos reais é mera coincidência. 11

Residência Saúde 2013 PROVA OBJETIVA PROVA OBJETIVA NUTRIÇÃO PROVA OBJETIVA. Residência Multiprofissional em Saúde do Idoso ORGANIZADOR

Residência Saúde 2013 PROVA OBJETIVA PROVA OBJETIVA NUTRIÇÃO PROVA OBJETIVA. Residência Multiprofissional em Saúde do Idoso ORGANIZADOR Residência Saúde 2013 NUTRIÇÃO Residência Multiprofissional em Saúde do Idoso 1 CONTEÚDO GERAL 1) O envelhecimento de uma população se deve aos seguintes fatores associados: a) redução da fertilidade e

Leia mais

Cursos de Especialização Enfermagem Estomaterapia e Intensivista

Cursos de Especialização Enfermagem Estomaterapia e Intensivista 1) A Resolução 196/96 trata da(s): a) lei do exercício profissional do enfermeiro b) pesquisa com seres humanos no território nacional c) atribuições do estomaterapeuta no território nacional d) permissão

Leia mais

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO... 2 SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...12 OUTROS HÁBITOS SAUDÁVEIS...14 ATIVIDADE FÍSICA...14 CUIDADOS

Leia mais

Residência Saúde 2012. Nutrição Clínica. Discursiva C COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO D A. wwww.cepuerj.uerj.br ATIVIDADE DATA LOCAL

Residência Saúde 2012. Nutrição Clínica. Discursiva C COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO D A. wwww.cepuerj.uerj.br ATIVIDADE DATA LOCAL HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PEDRO ERNESTO C COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO D A Nutrição Clínica Discursiva Residência Saúde 2012 ATIVIDADE DATA LOCAL Divulgação do gabarito - Prova Discursiva 31/10/2011

Leia mais

Hospital de grande porte e alta complexidade, exclusivamente SUS São 419 leitos ativos (55 de UTI adulto e 10 de UTI Ped) 44 especialidades médicas,

Hospital de grande porte e alta complexidade, exclusivamente SUS São 419 leitos ativos (55 de UTI adulto e 10 de UTI Ped) 44 especialidades médicas, Hospital de grande porte e alta complexidade, exclusivamente SUS São 419 leitos ativos (55 de UTI adulto e 10 de UTI Ped) 44 especialidades médicas, 38 enfermarias, 22 unidades de procedimentos especializados,

Leia mais

Tópicos da Aula. Classificação CHO. Processo de Digestão 24/09/2012. Locais de estoque de CHO. Nível de concentração de glicose no sangue

Tópicos da Aula. Classificação CHO. Processo de Digestão 24/09/2012. Locais de estoque de CHO. Nível de concentração de glicose no sangue Universidade Estadual Paulista DIABETES E EXERCÍCIO FÍSICO Profª Dnda Camila Buonani da Silva Disciplina: Atividade Física e Saúde Tópicos da Aula 1. Carboidrato como fonte de energia 2. Papel da insulina

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL N o 135/2011 (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES

CONCURSO PÚBLICO EDITAL N o 135/2011 (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO CONCURSO PÚBLICO EDITAL N o 135/2011 FUNÇÃO: NUTRICIONISTA (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES (N o DE INSCRIÇÃO) 1. Verifique

Leia mais

Administração dos riscos cardiovasculares Resumo de diretriz NHG M84 (segunda revisão, janeiro 2012)

Administração dos riscos cardiovasculares Resumo de diretriz NHG M84 (segunda revisão, janeiro 2012) Administração dos riscos cardiovasculares Resumo de diretriz NHG M84 (segunda revisão, janeiro 2012) traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para uso e divulgação sem

Leia mais

Dia Mundial da Diabetes - 14 Novembro de 2012 Controle a diabetes antes que a diabetes o controle a si

Dia Mundial da Diabetes - 14 Novembro de 2012 Controle a diabetes antes que a diabetes o controle a si Dia Mundial da Diabetes - 14 Novembro de 2012 Controle a diabetes antes que a diabetes o controle a si A função da insulina é fazer com o que o açúcar entre nas células do nosso corpo, para depois poder

Leia mais

Biologia. 8 o ano. Caderno 2

Biologia. 8 o ano. Caderno 2 Biologia 8 o ano Caderno 2 Módulos 7 e 8 1 A atividade das enzimas no organismo humano varia em função do grau de acidez do meio. Observe o gráfico e responda: Qual curva representa o local da ação da

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE CRUTAC. Diabetes mellitus. Exames Laboratoriais. Extensão.

PALAVRAS-CHAVE CRUTAC. Diabetes mellitus. Exames Laboratoriais. Extensão. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA AUTOCUIDADO

Leia mais

ROTEIROS E ORIENTAÇÕES PARA OS RELATÓRIO DE ESTÁGIO NA ÁREA DE:

ROTEIROS E ORIENTAÇÕES PARA OS RELATÓRIO DE ESTÁGIO NA ÁREA DE: CURSO DE NUTRIÇÃO ROTEIROS E ORIENTAÇÕES PARA OS RELATÓRIO DE ESTÁGIO NA ÁREA DE: MANUAL DO ESTAGIÁRIO NUTRIÇÃO CLÍNICA PROFESSORA SUPERVISORA Valéria Cristina Schneider São Carlos 2013 A - Estágio Supervisionado

Leia mais

EDITAL Nº 12/2014 PROVA DE NUTRICIONISTA

EDITAL Nº 12/2014 PROVA DE NUTRICIONISTA SELEÇÃO PÚBLICA PARA A CONTRATAÇÃO POR TEMPO DETERMINADO DE PROFISSIONAIS DA ÁREA DE SAÚDE EDITAL Nº 12/2014 PROVA DE NUTRICIONISTA PROVA OBJETIVA DATA: 13 DE ABRIL DE 2014 DURAÇÃO: 03 horas INÍCIO: 14h

Leia mais

Nutrição. O alimento como aliado da sua saúde.

Nutrição. O alimento como aliado da sua saúde. Nutrição O alimento como aliado da sua saúde. alimentação saúdavel Alimentação saúdavel e cuidados nutricionais são importantes em todas as fases da vida e devem ser tratados com distinção em cada período.

Leia mais

NUTRIÇÃO CCEX. Universidade de São Paulo Residência em Área Profissional da Saúde: Nutrição Clínica em Gastroenterologia JANEIRO/2016

NUTRIÇÃO CCEX. Universidade de São Paulo Residência em Área Profissional da Saúde: Nutrição Clínica em Gastroenterologia JANEIRO/2016 Universidade de São Paulo Residência em Área Profissional da Saúde: Nutrição Clínica em Gastroenterologia CCEX Nome do Candidato NUTRIÇÃO JANEIRO/2016 Inscrição INSTRUÇÕES Verifique se este caderno de

Leia mais

CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA OBESIDADE

CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA OBESIDADE 01 CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA OBESIDADE A obesidade é uma doença crónica que se caracteriza pelo excesso de gordura corporal e que atinge homens, mulheres e crianças de todas as etnias e idades. A sua prevalência

Leia mais

Anexo I - Questionário

Anexo I - Questionário Anexo I - Questionário Joana Alexandra de Jesus Amorim, aluna do 4º ano da Licenciatura em Enfermagem da Universidade Fernando Pessoa, encontra-se a realizar um trabalho de investigação com o título Cirurgia

Leia mais

Pesquisa revela que um em cada 11 adultos no mundo tem diabetes

Pesquisa revela que um em cada 11 adultos no mundo tem diabetes Pesquisa revela que um em cada 11 adultos no mundo tem diabetes O Dia Mundial da Saúde é celebrado todo 7 de abril, e neste ano, o tema escolhido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para conscientização

Leia mais

Cartilha. pela Saúde da Mulher

Cartilha. pela Saúde da Mulher Cartilha pela Saúde da Mulher Cólica Menstrual Excesso de Gorduras no Sangue A cólica menstrual ou dismenorreia é uma dor abdominal provocada pelas contrações uterinas que ocorrem durante a menstruação.

Leia mais

DIAFORMIN (cloridrato de metformina) União Química Farmacêutica Nacional S/A Comprimido 850 mg

DIAFORMIN (cloridrato de metformina) União Química Farmacêutica Nacional S/A Comprimido 850 mg DIAFORMIN (cloridrato de metformina) União Química Farmacêutica Nacional S/A Comprimido 850 mg Diaformin cloridrato de metformina Comprimido IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO:

Leia mais

Consulta de Enfermagem para Pessoas com Hipertensão Arterial Sistêmica. Ms. Enf. Sandra R. S. Ferreira

Consulta de Enfermagem para Pessoas com Hipertensão Arterial Sistêmica. Ms. Enf. Sandra R. S. Ferreira Consulta de Enfermagem para Pessoas com Hipertensão Arterial Sistêmica Ms. Enf. Sandra R. S. Ferreira O QUE É HIPERTENSÃO ARTERIAL? Condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados

Leia mais

Projeto Ação Social. Relatório equipe de Nutrição Responsável pelos resultados: Vanessa de Almeida Pereira, Graduanda em Nutrição.

Projeto Ação Social. Relatório equipe de Nutrição Responsável pelos resultados: Vanessa de Almeida Pereira, Graduanda em Nutrição. Projeto Ação Social Relatório equipe de Nutrição Responsável pelos resultados: Vanessa de Almeida Pereira, Graduanda em Nutrição. Objetivo Geral: A equipe de Nutrição teve por objetivo atender aos pacientes

Leia mais

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA CADERNO 1 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo de preenchimento do cartão de respostas. 2 - O candidato que, na primeira

Leia mais

Obesidade Infantil. O que é a obesidade

Obesidade Infantil. O que é a obesidade Obesidade Infantil O que é a obesidade A obesidade é definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma doença em que o excesso de gordura corporal acumulada pode atingir graus capazes de afectar

Leia mais

ORLIPID (orlistate) EMS SIGMA PHARMA LTDA. cápsula. 120mg

ORLIPID (orlistate) EMS SIGMA PHARMA LTDA. cápsula. 120mg ORLIPID (orlistate) EMS SIGMA PHARMA LTDA cápsula 120mg 1 ORLIPID (orlistate) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ORLIPID (orlistate) APRESENTAÇÕES Cápsulas de 120mg: Embalagem contendo 21, 30, 42, 60, 84 ou

Leia mais

GLIFAGE XR cloridrato de metformina Merck S/A Comprimidos de ação prolongada 500 mg / 750 mg / 1 g

GLIFAGE XR cloridrato de metformina Merck S/A Comprimidos de ação prolongada 500 mg / 750 mg / 1 g GLIFAGE XR cloridrato de metformina Merck S/A Comprimidos de ação prolongada 500 mg / 750 mg / 1 g Glifage XR cloridrato de metformina APRESENTAÇÕES Glifage XR 500 mg: embalagens contendo 30 comprimidos

Leia mais

Triglicerídeos altos podem causar doenças no coração. Escrito por Fábio Barbosa Ter, 28 de Agosto de 2012 11:19

Triglicerídeos altos podem causar doenças no coração. Escrito por Fábio Barbosa Ter, 28 de Agosto de 2012 11:19 Os triglicerídeos são a principal gordura originária da alimentação, mas podem ser sintetizados pelo organismo. Altos níveis de triglicerídeos (acima de 200) associam-se à maior ocorrencia de doença coronariana,

Leia mais

Intolerância à Lactose

Intolerância à Lactose Intolerância à Lactose A intolerância à lactose é a condição que se refere aos sintomas decorrentes da má digestão da lactose. Esta situação ocorre quando o organismo não produz lactase suficiente, uma

Leia mais

Cloridrato de metformina

Cloridrato de metformina Cloridrato de metformina Prati-Donaduzzi Comprimido de liberação prolongada 500 mg e 750 mg Cloridrato de metformina_bula_paciente INFORMAÇÕES AO PACIENTE cloridrato de metformina Medicamento genérico

Leia mais

Nutrição PADRÃO DE RESPOSTA

Nutrição PADRÃO DE RESPOSTA Nutrição PADRÃO DE RESPOSTA Em termos de atendimento à proposta, espera-se que o estudante estabeleça relação entre a qualidade do serviço de esgotamento sanitário e de tratamento da água para o agravamento

Leia mais

INSTRUÇÕES AO CANDIDATO

INSTRUÇÕES AO CANDIDATO FUNDAÇÃO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DO PARÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO GESTÃO E SAÚDE NA AMAZÔNIA PROCESSO SELETIVO AO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL GESTÃO E SERVIÇOS DE SAÚDE NA AMAZÔNIA (MPGSSA)

Leia mais

conhecer e prevenir DIABETES MELLITUS

conhecer e prevenir DIABETES MELLITUS conhecer e prevenir DIABETES MELLITUS 2013 Diretoria Executiva Diretor-Presidente: Cassimiro Pinheiro Borges Diretor Financeiro: Eduardo Inácio da Silva Diretor de Administração: André Luiz de Araújo Crespo

Leia mais

Saiba mais sobre eles antes de consumir Todas as informações que você precisa ter antes de consumir ou não estes produtos que prometem maravilhas

Saiba mais sobre eles antes de consumir Todas as informações que você precisa ter antes de consumir ou não estes produtos que prometem maravilhas Saiba mais sobre eles antes de consumir Todas as informações que você precisa ter antes de consumir ou não estes produtos que prometem maravilhas Matéria publicada em 02 de Maio de 2014 Uma cápsula de

Leia mais

OS 5 PASSOS QUE MELHORAM ATÉ 80% OS RESULTADOS NO CONTROLE DO DIABETES. Mônica Amaral Lenzi Farmacêutica Educadora em Diabetes

OS 5 PASSOS QUE MELHORAM ATÉ 80% OS RESULTADOS NO CONTROLE DO DIABETES. Mônica Amaral Lenzi Farmacêutica Educadora em Diabetes OS 5 PASSOS QUE MELHORAM ATÉ 80% OS RESULTADOS NO CONTROLE DO DIABETES Mônica Amaral Lenzi Farmacêutica Educadora em Diabetes TER DIABETES NÃO É O FIM... É o início de uma vida mais saudável, com alimentação

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 4ª REGIÃO RJ - ES - MG

CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 4ª REGIÃO RJ - ES - MG ATO CRN-4 Nº 78/ 2005 Dispõe sobre o Protocolo Mínimo para Avaliação Nutricional A Presidente do Conselho Regional de Nutricionistas da 4ª Região, no uso das atribuições conferidas nos termos da Lei 6583/78,

Leia mais

Prevenção Cardio vascular. Dra Patricia Rueda Cardiologista e Arritmologista

Prevenção Cardio vascular. Dra Patricia Rueda Cardiologista e Arritmologista Prevenção Cardio vascular Dra Patricia Rueda Cardiologista e Arritmologista Principal causa de morte em todo o mundo Considerada uma EPIDEMIA pela OMS em 2009 Alta mortalidade Alta morbidade = Muitas

Leia mais

Tipos de Diabetes e 10 Super Alimentos Para Controlar a Diabetes

Tipos de Diabetes e 10 Super Alimentos Para Controlar a Diabetes Esse Ebook Tem O Objetivo de Ajudar Diabéticos, a Levar Uma Vida Normal Lembrando Que A Diabetes E Uma doença Silenciosa, e Muito Perigosa se Você Ignora-la. Um Outro Ponto Importante e Que A forma de

Leia mais

Veículo: Jornal da Comunidade Data: 24 a 30/07/2010 Seção: Comunidade Vip Pág.: 4 Assunto: Diabetes

Veículo: Jornal da Comunidade Data: 24 a 30/07/2010 Seção: Comunidade Vip Pág.: 4 Assunto: Diabetes Veículo: Jornal da Comunidade Data: 24 a 30/07/2010 Seção: Comunidade Vip Pág.: 4 Assunto: Diabetes Uma vida normal com diabetes Obesidade, histórico familiar e sedentarismo são alguns dos principais fatores

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Omede, cápsulas gastrorresistentes Omeprazol 20 mg

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Omede, cápsulas gastrorresistentes Omeprazol 20 mg FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Omede, cápsulas gastrorresistentes Omeprazol 20 mg Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto. Pode ter necessidade

Leia mais

O TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA (HAS)

O TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA (HAS) O TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA (HAS) ANA CLÁUDIA LIMA RODRIGUES, KARINA FEITAL E VANESSA DINIZ DO NASCIMENTO 1. Introdução O tratamento da Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) inclui estratégias

Leia mais

Teste seus conhecimentos: Caça-Palavras

Teste seus conhecimentos: Caça-Palavras Teste seus conhecimentos: Caça-Palavras Batizada pelos médicos de diabetes mellitus, a doença ocorre quando há um aumento do açúcar no sangue. Dependendo dos motivos desse disparo, pode ser de dois tipos.

Leia mais

Suco de batata inglesa para curar úlcera - MITO O suco de batata contém um fator antinutricional e não é recomendado por Vanderlí Marchiori,

Suco de batata inglesa para curar úlcera - MITO O suco de batata contém um fator antinutricional e não é recomendado por Vanderlí Marchiori, Mito ou verdade... A sabedoria popular indica diversos alimentos para o tratamento de doenças, mas nem sempre o que é passado de boca a boca está correto. "Esses mitos, de que certos alimentos curam alguma

Leia mais

Atividades de Fixação. Nutrição Infantil Fabiana Borrego

Atividades de Fixação. Nutrição Infantil Fabiana Borrego Atividades de Fixação Nutrição Infantil Fabiana Borrego Gestante Gestante de 18 anos com 22 semanas gestacionais, acompanhada no centro de saúde, foi encaminhada a nutrição por apresentar baixo peso. Fumante:

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 364/2014 Isosource Soya

RESPOSTA RÁPIDA 364/2014 Isosource Soya RESPOSTA RÁPIDA 364/2014 Isosource Soya SOLICITANTE Dr. André Luiz Polydoro Juiz de Direito - Comarca de Santa Rita de Caldas/MG NÚMERO DO PROCESSO 0012218-08.2014.8.13.0592 DATA 09/07/2014 SOLICITAÇÃO

Leia mais

PROVA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM CANCEROLOGIA CLINICA EM ÃREA DA SAÚDE: NUTRIÇÃO PROCESSO SELETIVO Nº 01/2014 DATA: 17/02/2014 HORÁRIO:

PROVA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM CANCEROLOGIA CLINICA EM ÃREA DA SAÚDE: NUTRIÇÃO PROCESSO SELETIVO Nº 01/2014 DATA: 17/02/2014 HORÁRIO: PROVA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM CANCEROLOGIA CLINICA EM ÃREA DA SAÚDE: NUTRIÇÃO PROCESSO SELETIVO Nº 01/2014 DATA: 17/02/2014 HORÁRIO: das 8h30min às 11h30min INSTRUÇÕES CADERNO DE QUESTÕES 1-

Leia mais

Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje.

Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje. CENTRO UNIVERSITÁRIO ASSUNÇÃO- Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje. Profa. Dra. Valéria Batista O que é vida saudável? O que é vida saudável? Saúde é o estado de complexo bem-estar físico,

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA 2015

RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 NOME INSCRIÇÃO SALA LUGAR DOCUMENTO DATA DE NASC ESPECIALIDADE PROVA DISSERTATIVA TRANSPLANTE DE RIM ASSINATURA DO CANDIDATO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Faculdade de Ciências Médicas LOTE SEQ RESIDÊNCIA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: PROFESSOR NÍVEL III EDUCAÇÃO FÍSICA CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: PROFESSOR NÍVEL III EDUCAÇÃO FÍSICA CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

Conteúdos Atividades de revisão da 2ª avaliação do 4º bimestre - Ciências da Natureza

Conteúdos Atividades de revisão da 2ª avaliação do 4º bimestre - Ciências da Natureza Conteúdos Atividades de revisão da 2ª avaliação do 4º bimestre - Ciências da Natureza Conteúdos 2ª Avaliação do 4º bimestre Área de Ciências da Natureza Habilidades Revisar os conteúdos da Área de Ciências

Leia mais

Edital 001/2010 DATA DA PROVA: 30/05/2010

Edital 001/2010 DATA DA PROVA: 30/05/2010 Edital 001/2010 DATA DA PROVA: 30/05/2010 LEIA ESTAS INSTRUÇÕES: 1 Identifique-se na parte inferior desta capa; 2 Você dispõe de três horas para responder todas as questões e preencher o Cartão Resposta;

Leia mais

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total.

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total. INSTRUÇÕES Para a realização desta prova, você recebeu este Caderno de Questões. 1. Caderno de Questões Verifique se este Caderno de Questões contém a prova de Conhecimentos Específicos referente ao cargo

Leia mais

Dietas Caseiras para Cães e Gatos

Dietas Caseiras para Cães e Gatos UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE CIÊNCIA AGRÁRIAS E VETERINÁRIAS DEPARTAMENTO DE CLÍNICA E CIRURGIA VETERINÁRIA CAMPUS DE JABOTICABAL SERVIÇO DE NUTRIÇÃO CLÍNICA Prof. Dr. Aulus Cavalieri Carciofi

Leia mais

ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO COMUM PARA TODAS AS CATEGORIAS PROFISSIONAIS SAÚDE PÚBLICA E SAÚDE COLETIVA SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS 1. História do sistema de saúde no Brasil; 2. A saúde na

Leia mais

Principais propriedades físicas da água.

Principais propriedades físicas da água. BIOQUÍMICA CELULAR Principais propriedades físicas da água. Muitas substâncias se dissolvem na água e ela é comumente chamada "solvente universal". Por isso, a água na natureza e em uso raramente é pura,

Leia mais

VI CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM DIABETES DIETOTERAPIA ACADÊMICA LIGA DE DIABETES ÂNGELA MENDONÇA

VI CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM DIABETES DIETOTERAPIA ACADÊMICA LIGA DE DIABETES ÂNGELA MENDONÇA VI CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM DIABETES DIETOTERAPIA ACADÊMICA ÂNGELA MENDONÇA LIGA DE DIABETES A intervenção nutricional pode melhorar o controle glicêmico. Redução de 1.0 a 2.0% nos níveis de hemoglobina

Leia mais

CLODRIDRATO DE METFORMINA 500/850 mg

CLODRIDRATO DE METFORMINA 500/850 mg CLODRIDRATO DE METFORMINA 500/850 mg LER CUIDADOSAMENTE ANTES DE USAR FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES CLORIDRATO DE METFORMINA 500 mg: cartucho com 3 blisters de 10 comprimidos revestidos CLORIDRATO

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA 2016

RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 NOME INSCRIÇÃO SALA LUGAR DOCUMENTO DATA DE NASC ESPECIALIDADE PROVA DISSERTATIVA ESPECIALIDADES CIRÚRGICAS ASSINATURA DO CANDIDATO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Faculdade de Ciências Médicas LOTE

Leia mais

PROC. Nº 0838/06 PLL Nº 029/06 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

PROC. Nº 0838/06 PLL Nº 029/06 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS A obesidade é uma das patologias nutricionais que mais tem apresentado aumento em seus números, não apenas nos países ricos, mas também nos países industrializados. Nos últimos anos,

Leia mais

Convivendo bem com a doença renal. Guia de Nutrição e Diabetes Você é capaz, alimente-se bem!

Convivendo bem com a doença renal. Guia de Nutrição e Diabetes Você é capaz, alimente-se bem! Convivendo bem com a doença renal Guia de Nutrição e Diabetes Você é capaz, alimente-se bem! Nutrição e dieta para diabéticos: Introdução Mesmo sendo um paciente diabético em diálise, a sua dieta ainda

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE HOSPITAL DAS CLÍNICAS DIRETORIA DE ENSINO E PESQUISA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE HOSPITAL DAS CLÍNICAS DIRETORIA DE ENSINO E PESQUISA Anos UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE HOSPITAL DAS CLÍNICAS DIRETORIA DE ENSINO E PESQUISA COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL - COREMU Edital n 01/2011 COREMU - Prova Específica

Leia mais

Edital do Programa de Residência Médica em Medicina Intensiva do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Pelotas.

Edital do Programa de Residência Médica em Medicina Intensiva do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Pelotas. Edital do Programa de Residência Médica em Medicina Intensiva do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Pelotas. A COREME- Comissão de Residência Médica da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas comunica

Leia mais

Curso: Integração Metabólica

Curso: Integração Metabólica Curso: Integração Metabólica Aula 7: Suprarrenal e tireoide Prof. Carlos Castilho de Barros Algumas pessoas podem apresentar distúrbios que provocam a obesidade. Estórias como Eu como pouco mas continuo

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA PROCESSO SELETIVO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 30 (trinta) questões

Leia mais

Forma farmacêutica e apresentação Xarope Embalagem contendo 100 ml com copo medida graduado.

Forma farmacêutica e apresentação Xarope Embalagem contendo 100 ml com copo medida graduado. Ultrafer ferro polimaltosado Forma farmacêutica e apresentação Xarope Embalagem contendo 100 ml com copo medida graduado. USO ADULTO E PEDIÁTRICO VIA ORAL Composição Cada ml de xarope contém: ferro polimaltosado...

Leia mais

Protocolos de Nutrição Clínica

Protocolos de Nutrição Clínica 1 Protocolos de Nutrição Clínica Teresina PI 2012 Sumário 2 1 Introdução... 02 2 Protocolo de Assistência Nutricional para Pacientes Internados... 03 3 Protocolo Mínimo de Avaliação Nutricional... 05 4

Leia mais

MEDICINA PREVENTIVA SAÚDE DO HOMEM

MEDICINA PREVENTIVA SAÚDE DO HOMEM MEDICINA PREVENTIVA SAÚDE DO HOMEM SAÚDE DO HOMEM Por preconceito, muitos homens ainda resistem em procurar orientação médica ou submeter-se a exames preventivos, principalmente os de revenção do câncer

Leia mais

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias MÓDULO I NUTRIÇÃO CLÍNICA 1-Absorção, digestão, energia, água e álcool 2-Vitaminas e minerais 3-Proteínas, lipídios, carboidratos e fibras 4-Cálculo das necessidades energéticas 5-Doenças do aparelho digestivo

Leia mais

1. INTRODUÇÃO...3 2. RASTREIO E AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL...6 3. INTERVENÇÃO NUTRICIONAL...9

1. INTRODUÇÃO...3 2. RASTREIO E AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL...6 3. INTERVENÇÃO NUTRICIONAL...9 Importância da avaliação nutricional em Cuidados Continuados Março 2008 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. RASTREIO E AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL...6 3. INTERVENÇÃO NUTRICIONAL...9 4. GUIA PARA PREVENIR E

Leia mais

- Grupo de Apoio e Educação em Diabetes

- Grupo de Apoio e Educação em Diabetes DIABETES O que é Diabetes mellitus é uma doença crônica resultante do desequilíbrio entre a secreção e a sensibilidade à insulina. A classificação tradicional segrega as condições hiperglicêmicas nos seguintes

Leia mais

NUTRICIONISTA PORTUGUÊS

NUTRICIONISTA PORTUGUÊS NUTRICIONISTA PORTUGUÊS 01. Seus amigos realmente confiam em que você vença na vida?. Sintaticamente a oração em destaque classifica-se como: a.( ) Oração subordinada substantiva subjetiva b.( ) Oração

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 222/2014 Isosource Soya baunilia

RESPOSTA RÁPIDA 222/2014 Isosource Soya baunilia RESPOSTA RÁPIDA 222/2014 Isosource Soya baunilia SOLICITANTE Dra Herilente de Oliveira Andrade NÚMERO DO PROCESSO 0335.14.994-5 DATA 26/04/2014 Juíza de Direito da Comarca de Itapecirica Ao NATS, SOLICITAÇÃO

Leia mais

PEDIATRIA. Questão 1. De acordo com o caso clínico apresentado, responda: a) O tratamento da mãe foi adequado? Justifique.

PEDIATRIA. Questão 1. De acordo com o caso clínico apresentado, responda: a) O tratamento da mãe foi adequado? Justifique. PEDIATRIA Questão 1 Recém-nascido (RN) de parto normal, sem complicações, com Apgar 8/9, peso de nascimento 3050g, idade gestacional de 39 semanas, não apresenta sinais e sintomas aparentes. Mãe realizou

Leia mais

DIABETES MELLITUS. Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS

DIABETES MELLITUS. Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS DIABETES MELLITUS Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS Segundo a Organização Mundial da Saúde, existem atualmente cerca de 171 milhões de indivíduos diabéticos no mundo.

Leia mais

EDUCAÇÃO EM SAÚDE AOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE SOBRE DIABETES TIPO I E A PRÉ-DIABETES COM ÊNFASE NA JUVENTUDE

EDUCAÇÃO EM SAÚDE AOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE SOBRE DIABETES TIPO I E A PRÉ-DIABETES COM ÊNFASE NA JUVENTUDE EDUCAÇÃO EM SAÚDE AOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE SOBRE DIABETES TIPO I E A PRÉ-DIABETES COM ÊNFASE NA JUVENTUDE Morais, Bruna Lais Alcará¹; Martins, Luz Marina Pinto² ¹ Estudante do Curso de Enfermagem

Leia mais

APOSTILA AULA 2 ENTENDENDO OS SINTOMAS DO DIABETES

APOSTILA AULA 2 ENTENDENDO OS SINTOMAS DO DIABETES APOSTILA AULA 2 ENTENDENDO OS SINTOMAS DO DIABETES 1 Copyright 2014 por Publicado por: Diabetes & Você Autora: Primeira edição: Maio de 2014 Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta apostila pode

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer outro local deste

Leia mais

PEDIALYTE 45 Zinco cloreto de sódio gliconato de zinco glicose monoidratada citrato de sódio diidratado citrato de potássio monoidratado

PEDIALYTE 45 Zinco cloreto de sódio gliconato de zinco glicose monoidratada citrato de sódio diidratado citrato de potássio monoidratado MODELO DE BULA PARA O PACIENTE I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO PEDIALYTE 45 Zinco cloreto de sódio gliconato de zinco glicose monoidratada citrato de sódio diidratado citrato de potássio monoidratado APRESENTAÇÃO

Leia mais

Pesquisa Etiológica. Exame específico

Pesquisa Etiológica. Exame específico Influenza A (H1N1) O vírus A Influenza A(H1 N1) é uma doença respiratória e a transmissão ocorre de pessoa a pessoa, principalmente por meio de tosse, espirro ou de contato com secreções respiratórias

Leia mais

INSTITUTO LATINO AMERICANO DE SEPSE CAMPANHA DE SOBREVIVÊNCIA A SEPSE PROTOCOLO CLÍNICO. Atendimento ao paciente com sepse grave/choque séptico

INSTITUTO LATINO AMERICANO DE SEPSE CAMPANHA DE SOBREVIVÊNCIA A SEPSE PROTOCOLO CLÍNICO. Atendimento ao paciente com sepse grave/choque séptico CAMPANHA DE SOBREVIVÊNCIA A SEPSE PROTOCOLO CLÍNICO Atendimento ao paciente com sepse grave/choque séptico 1. Importância do protocolo Elevada prevalência Elevada taxa de morbidade Elevada taxa de mortalidade

Leia mais

INTRODUÇÃO. Diabetes & você

INTRODUÇÃO. Diabetes & você INTRODUÇÃO Diabetes & você Uma das coisas mais importantes na vida de uma pessoa com diabetes é a educação sobre a doença. Conhecer e saber lidar diariamente com o diabetes é fundamental para levar uma

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS

INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS NOME INSCRIÇÃO SALA LUGAR DOCUMENTO DATA DE NASC ESPECIALIDADE PROVA DISSERTATIVA Angioradiologia e Cirurgia Endovascular ASSINATURA DO CANDIDATO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Faculdade de Ciências

Leia mais

06 - O antônimo da palavra sublinhada corretamente indicado é: 07 - O segmento entre parênteses enjôo, suor frio e tontura representa: REALIZAÇÃO 2

06 - O antônimo da palavra sublinhada corretamente indicado é: 07 - O segmento entre parênteses enjôo, suor frio e tontura representa: REALIZAÇÃO 2 TEXTO 1 LÍNGUA PORTUGUESA Posso tomar banho após a refeição? Tomar banho frio ou entrar numa piscina depois de ter comido não oferece riscos. O que não se deve fazer é qualquer tipo de exercício físico

Leia mais

INGESTÃO DIETÉTICA E COMPOSIÇÃO CORPORAL DE DANÇARINAS DA UFPA (BELÉM PA).

INGESTÃO DIETÉTICA E COMPOSIÇÃO CORPORAL DE DANÇARINAS DA UFPA (BELÉM PA). INGESTÃO DIETÉTICA E COMPOSIÇÃO CORPORAL DE DANÇARINAS DA UFPA (BELÉM PA). GLEICIANE MARTINS GOMES ADRIANA MOURA DOS SANTOS JOSEANA MOREIRA ASSIS RIBEIRO FERNANDO VINÍCIUS FARO REIS JÚLIO ALVES PIRES FILHO

Leia mais

www.fisiofitsenior.com.br

www.fisiofitsenior.com.br www.fisiofitsenior.com.br Índice Definição... Dados estatísticos... pg 03 pg 06 Causas e fatores de risco... pg 09 Tratamentos... pg 14 Atividades físicas e osteoporose... pg 15 Nutrientes recomendados...

Leia mais

A DIETA CERTA SAÚDE IATE

A DIETA CERTA SAÚDE IATE Ganhar músculos ou perder peso requer alimentos diferentes. Adequar o hábito alimentar aos objetivos garante resultados mais rápidos e eficazes A DIETA CERTA A alimentação equilibrada é essencial para

Leia mais

ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE. Profª MSc Monyke Lucena

ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE. Profª MSc Monyke Lucena ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE Profª MSc Monyke Lucena Para podermos praticar esportes, estudar ou realizar qualquer outra atividade, devemos ter energia no nosso organismo; Essa energia é fornecida pelos

Leia mais

Vou lhe apresentar os 4 passos para eliminar e viver para sempre sem celulite.

Vou lhe apresentar os 4 passos para eliminar e viver para sempre sem celulite. A celulite é uma afecção do tecido subcutâneo que afeta em maior medida as mulheres e que dá lugar à formação de irregularidades na camada superficial da pele, chegando a ser muito antiestética e em muitas

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO e NÍVEL ALFABETIZADO

NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO e NÍVEL ALFABETIZADO CONCURSO PÚBLICO - PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO PROGRESSO PROVA OBJETIVA: 30 de setembro de 2012 NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO e NÍVEL ALFABETIZADO Cargos: Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Serviços

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE NUTRIÇÃO GRADE (2009).

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE NUTRIÇÃO GRADE (2009). EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE NUTRIÇÃO GRADE (2009). ABASTECIMENTO E CUSTOS EM NUTRIÇÃO 1593 C/H 68 Conceito, processo e classificação de custos. Custos de mão-de-obra. Custos diversos. Política,

Leia mais

Aleitamento Materno Por que estimular?

Aleitamento Materno Por que estimular? Aleitamento Materno Por que estimular? Francine Canovas Dias Nutricionista Especializanda Disciplina de Gastroenetrologia Pediátrica Escola Paulista de Medicina/UNIFESP Recomendações 1980-1 s estudos sobre

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM PÓS-GRADUAÇÃO EM SÍNDROME METABÓLICA:

Leia mais

Nebido. Bayer S.A. Solução injetável 250 mg/ml de undecilato de testosterona

Nebido. Bayer S.A. Solução injetável 250 mg/ml de undecilato de testosterona Nebido Bayer S.A. Solução injetável 250 mg/ml de undecilato de testosterona 1 Nebido undecilato de testosterona APRESENTAÇÃO: Cartucho contendo 1 ampola de vidro com 4 ml de solução injetável estéril VIA

Leia mais

Médico Pediatra Cursos de Pós-Graduação: Nutrologia / Homeopatia / Saúde Pública Presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Santa

Médico Pediatra Cursos de Pós-Graduação: Nutrologia / Homeopatia / Saúde Pública Presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Santa Médico Pediatra Cursos de Pós-Graduação: Nutrologia / Homeopatia / Saúde Pública Presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Santa Catarina Hipócrates (pai da Medicina, 460 a.c.) 1-

Leia mais

8.2 - Mecanismos envolvidos na alteração do metabolismo hepático entre os estado bem alimentado e o estado de jejum

8.2 - Mecanismos envolvidos na alteração do metabolismo hepático entre os estado bem alimentado e o estado de jejum UNIDADE 8 - INTERRELAÇÕES METABÓLICAS 8.1 - Ciclo Jejum-alimentação 8.2 - Mecanismos envolvidos na alteração do metabolismo hepático entre os estado bem alimentado e o estado de jejum 8.3 - Inter-relações

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 CARGO E UNIDADES: Técnico Operacional - Motorista (Natal) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas.

Leia mais

ENFRENTAMENTO DA OBESIDADE ABORDAGEM TERAPÊUTICA

ENFRENTAMENTO DA OBESIDADE ABORDAGEM TERAPÊUTICA ENFRENTAMENTO DA OBESIDADE ABORDAGEM TERAPÊUTICA Obesidade 300 mil mortes / ano; 100 bi dólares / ano; O excesso de peso (IMC >25) acomete de 15% a 60% da população de todos os países civilizados. EUA...

Leia mais