Cursos de Especialização Enfermagem Estomaterapia e Intensivista

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cursos de Especialização Enfermagem Estomaterapia e Intensivista"

Transcrição

1 1) A Resolução 196/96 trata da(s): a) lei do exercício profissional do enfermeiro b) pesquisa com seres humanos no território nacional c) atribuições do estomaterapeuta no território nacional d) permissão do enfermeiro para prescrever coberturas 2) Acerca dos princípios de um curativo, pode-se afirmar que deve: a) ser estéril, impedir trocas gasosas e manter o meio úmido b) manter alta umidade, impedir trocas gasosas e ser isento de partículas c) evitar o isolamento térmico, ser impermeável às bactérias e manter o meio seco d) manter alta umidade, remover o excesso de exsudação e fornecer isolamento térmico 3) Segundo Dealey (2006), os estágios do processo de cicatrização, além de inflamação, compreendem: a) granulação, epitelização e reconstrução b) reconstrução, epitelização e maturação c) granulação, retração e reconstrução d) reconstrução, retração e maturação 4) A limpeza de uma colostomia transversal, deve ocorrer da seguinte forma: a) lavar o local com água morna e sabão neutro, aplicando benjoin para evitar lesão de pele periestoma, colocando, posteriormente, o equipamento coletor b) utilizar soro fisiológico a 0,9%, limpando o estoma a fim de retirar resíduo de fezes, colocando, posteriormente, o equipamento coletor c) lavar o local com água e sabão neutro, secar a colostomia e pele periestoma, colocando, posteriormente, o equipamento coletor d) utilizar soro fisiológico a 0,9% para limpeza, usando luva e gaze estéril, e, posteriormente, colocar o equipamento coletor 5) A pele é um órgão que faz parte do sistema tegumentar e é composta por três camadas. Considerando a perspectiva de fora do corpo para seu interior, essas camadas seguem a seguinte ordem: a) derme, fáscia e aponeurose b) hipoderme, derme e epiderme c) epiderme, derme e hipoderme d) derme, epiderme e hipoderme 1

2 6) Acerca da definição de escara, pode-se afirmar que é o(a): a) tecido desvitalizado, com bordas irregulares que compromete a epiderme e parte da derme b) tecido necrótico de consistência delgada, mucoide, macia, de coloração amarela, bronzeada ou cinza c) tecido esbranquiçado, geralmente nas margens da lesão, com pregas cutâneas e fístulas, relacionado a excesso de umidade local d) capa/crosta de camadas de tecidos dessecados e comprimidos, normalmente de consistência dura, seca, cor cinza, marrom ou preta e firmemente aderida ao leito da ferida 7) A Sistematização da Assistência de Enfermagem se refere ao(à): a) organização e execução do processo de enfermagem, o qual é composto por etapas inter-relacionadas b) plano diário de cuidados que o enfermeiro prescreve após realizar anamnese e entrevista do paciente c) lei do exercício profissional, também denominada lei número 7498 de 25/06/86 d) código de conduta ética, bioética e moral da profissão de Enfermagem 8) No processo de cicatrização de uma lesão, a fase em que ocorre o desenvolvimento do tecido de granulação é denominada: a) reparação b) fagocitose c) inflamação d) reconstrução 9) Dentre as escalas preditivas de avaliação de pacientes em risco de desenvolvimento de úlcera por pressão, destaca-se a escala de: a) Braden b) Ramsay c) Glasgow d) Richmond 10) Queimaduras são descritas de acordo com a profundidade da lesão e extensão da área de superfície corporal afetada. Segundo Brunner (2005), quando uma lesão por escaldaduras se apresenta com base avermelhada, mosqueada, bolhosa e/ou epiderme rompida, superfície transudativa e edemaciada, é classificada como lesão de: a) quarto grau b) terceiro grau c) segundo grau d) primeiro grau 2

3 11) De acordo com Dealey (2005), o enfermeiro tem um papel importante no tratamento de feridas, com ações que envolvem: a) levantamento das condições de saúde do paciente, planejamento dos cuidados, implementação dos cuidados e avaliação da evolução do paciente b) classificação das necessidades do paciente, avaliação centrada no procedimento de curativo e registro da evolução da ferida c) levantamento das condições do paciente, coordenação das atividades, auxílio técnico e elevação dos custos hospitalares d) registro da evolução da lesão, delegação do curativo para os técnicos de enfermagem e avaliação da evolução da ferida 12) O registro fotográfico da evolução e do tratamento de uma lesão é parte integrante da assistência de enfermagem e serve como norteador para o manejo, reavaliação e tomada de decisão do enfermeiro. Nesse sentido, respeitando as questões éticas, a autonomia e os direitos do paciente, deve-se antes de registrar a foto: a) pedir autorização ao paciente por meio da assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido b) preparar todo o ambiente, convencer o paciente sobre a importância da foto, diminuir a luz local e acionar o flash da câmera c) solicitar ao paciente que exponha a região afetada, tomando cuidado para não infectar a área e evitando comentar com o paciente as condições da ferida d) preocupar-se com o melhor ângulo da foto, sem a necessidade de pedir autorização, pois o paciente ao ser internado, autoriza todos os procedimentos na admissão 13) Uma estomia é um procedimento cirúrgico que consiste na ligação de uma parte do tubo digestivo, do aparelho respiratório, urinário ou outro, a um orifício externo. A esse orifício dá-se o nome de estoma. Assim, a estomia permite criar uma comunicação entre um órgão interno e o exterior. São exemplos de estomias: a) gastrostomia, xerostomia e esofagostomia b) traqueostomia, otofostomia e urinostomia c) colostomia, faringostomia e drenostomia d) ileostomia, nefrostomia e urostomia 3

4 4

5 INSTRUÇÕES Você recebeu o seguinte material: - Uma contendo 13 (treze) questões¹, à cada qual correspondem 4 (quatro) alternativas: A, B, C e D; - Um CARTÃO RESPOSTA personalizado. 1) Após a ordem para o início da prova, confira o material recebido, verificando se a sequência da numeração das questões e a paginação estão corretas. Caso contenha alguma irregularidade, comunique a um dos fiscais. 2) Confira, no CARTÃO RESPOSTA, se seu nome e número de inscrição estão corretos. 3) O CADERNO DA poderá ser utilizado para anotações, mas somente as respostas assinaladas no CARTÃO RESPOSTA serão objeto de correção. 4) Ao final do CADERNO DA, está disponível o GABARITO RASCUNHO, que poderá ser levado pelo candidato após 1 (uma) hora do início da prova. 5) O CADERNO DA só poderá ser levado pelo candidato faltando 1 (uma) hora para o seu encerramento. 6) Leia atentamente cada questão e assinale no CARTÃO RESPOSTA a alternativa que mais adequadamente responde a cada uma das questões. 7) Observe as seguintes recomendações relativas ao CARTÃO RESPOSTA: - Não poderá ser dobrado, amassado, rasurado, manchado ou conter qualquer registro fora dos locais destinados às respostas. - A maneira correta de marcação das respostas no CARTÃO RESPOSTA é cobrir fortemente, com caneta esferográfica tinta azul ou preta, o espaço correspondente à letra a ser assinalada, conforme modelo abaixo: NÃO SERÁ PERMITIDO O USO DE BORRACHA OU CORRETIVO DE QUALQUER ESPÉCIE NO CARTÃO RESPOSTA. Outra forma de marcação diferente da que foi determinada acima implicará em rejeição do CARTÃO RESPOSTA pela leitora ótica. A leitora ótica não registrará também questões em que houver: - falta de nitidez na marcação; - mais de uma alternativa assinalada. 8) A prova terá duração de 03 (três) horas. Os 03 (três) últimos candidatos só poderão deixar o local de prova depois que o último entregar seu CARTÃO RESPOSTA. Após o término da prova, entregue ao Fiscal:- O CARTÃO RESPOSTA, devidamente assinado. O candidato que não devolvê-lo será eliminado do concurso. ¹Todos os casos e nomes que, por ventura, tenham sido utilizados nessa prova são fictícios e qualquer semelhança com casos reais é mera coincidência. 5

Feridas e Curativos. Maior órgão do corpo humano.

Feridas e Curativos. Maior órgão do corpo humano. Feridas e Curativos Enfermeira: Milena Delfino Cabral Freitas Pele Maior órgão do corpo humano. Funções: proteção contra infecções, lesões ou traumas, raios solares e possui importante função no controle

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 CARGO E UNIDADES: Técnico Operacional II Administração Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas.

Leia mais

Especialista em C&T Produção e Inovação em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Especialista em C&T Produção e Inovação em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES Farmacometria Especialista em C&T Produção e Inovação em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado das 2

Leia mais

Estabelecer padrões para a realização de curativo nos diversos tipos de lesão ou ferida.

Estabelecer padrões para a realização de curativo nos diversos tipos de lesão ou ferida. 1/5 1. OBJETIVO Estabelecer padrões para a realização de curativo nos diversos tipos de lesão ou ferida. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO Curativo - Curativo ou penso é um material aplicado diretamente sobre feridas

Leia mais

CUIDADOS COM A PELE DO

CUIDADOS COM A PELE DO CUIDADOS COM A PELE DO ENFERMAGEM RECÉM-NASCIDO Rotinas Assistenciais da Maternidade-Escola da Universidade Federal do Rio de Janeiro A pele do recém-nascido (RN) apresenta algumas peculiaridades que a

Leia mais

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. PROVA ESCRITA OBJETIVA CARGO: PROFESSOR CLASSE SL (MATEMÁTICA) DATA: 20/01/2013 HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí)

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. PROVA ESCRITA OBJETIVA CARGO: PROFESSOR CLASSE SL (MATEMÁTICA) DATA: 20/01/2013 HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí) NÚCLEO DE CONCURSOS E PROMOÇÃO DE EVENTOS NUCEPE PROCESSO SELETIVO SEDUC/PI - 2012 FOLHA DE ANOTAÇÃO DO GABARITO - ATENÇÃO: Esta parte somente deverá ser destacada pelo fiscal da sala, após o término da

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES Biotecnologia para Inovações Terapêuticas e Diagnósticas Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado

Leia mais

Coberturas Especificas

Coberturas Especificas 1 de 10 995 77 RESULTADO ESPERADO: - Promover a cicatrização da ferida, e o reestabelecimento da pele ao seu estado integro. 995 PROCESSOS RELACIONADOS: Enfermagem Atendimento Cirúrgico Internação Tratamento

Leia mais

CURATIVO DE LESÃO POR ERISIPELA. Enfª (s) Estomaterapeutas: Graciete S. Marques e Dayse C. Nascimento

CURATIVO DE LESÃO POR ERISIPELA. Enfª (s) Estomaterapeutas: Graciete S. Marques e Dayse C. Nascimento Revisão: 23/03/2014 PÁG: 1 CONCEITO Consiste na execução de limpeza com utilização de produtos e coberturas específicas na lesão de pele do paciente portador de lesão por erisipela, cuja doença é de origem

Leia mais

DESCRIÇÃO AÇÕES AGENTES REFERÊNCIAS

DESCRIÇÃO AÇÕES AGENTES REFERÊNCIAS SUMÁRIO 1. OBJETIVO: Prevenir lesão de pele e promover higiene e conforto ao estomizado. 2. APLICAÇÃO: Pacientes internados, ambulatoriais e de pronto atendimento com colostomia ou ileostomia. 3. RESPONSABILIDADE:

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 CARGO E UNIDADES: Técnico Operacional - Motorista (Natal) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas.

Leia mais

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM Caderno de Questões PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM realização S25 - Médico Veterinário AT E N Ç Ã O 1. O caderno de questões contém 40 questões de múltipla-escolha, conforme distribuição abaixo,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 CARGO E UNIDADES: Odontólogo (Unidade Móvel) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas. I N S T R

Leia mais

Histórico e definição de Ostomia. Prof. Claudia Witzel

Histórico e definição de Ostomia. Prof. Claudia Witzel Histórico e definição de Ostomia Ostomia é um procedimento cirúrgico que consiste na abertura de um órgão oco, seja uma parte do tubo digestivo, do aparelho respiratório, urinário, ou outro qualquer,mantendo

Leia mais

ANEXO NORMA TÉCNICA QUE REGULAMENTA A COMPETÊNCIA DA EQUIPE DE ENFERMAGEM NO CUIDADO ÀS FERIDAS

ANEXO NORMA TÉCNICA QUE REGULAMENTA A COMPETÊNCIA DA EQUIPE DE ENFERMAGEM NO CUIDADO ÀS FERIDAS ANEXO NORMA TÉCNICA QUE REGULAMENTA A COMPETÊNCIA DA EQUIPE DE ENFERMAGEM NO CUIDADO ÀS FERIDAS I. OBJETIVO Regulamentar a competência da equipe de enfermagem, visando o efetivo cuidado e segurança do

Leia mais

CONCEITO Consiste na coleta de sangue venoso através de uma veia periférica, utilizando agulha ou cateter tipo escalpe e seringa descartável.

CONCEITO Consiste na coleta de sangue venoso através de uma veia periférica, utilizando agulha ou cateter tipo escalpe e seringa descartável. Revisão: 00 PÁG: 1 CONCEITO Consiste na coleta de sangue venoso através de uma veia periférica, utilizando agulha ou cateter tipo escalpe e seringa descartável. FINALIDADE Determinar compatibilidade de

Leia mais

MEDICINA VETERINÁRIA

MEDICINA VETERINÁRIA assinatura do(a) candidato(a) Admissão para Portador de Diploma de Curso Superior. a DCS/0 Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente se os dados pessoais transcritos

Leia mais

Qual o aspecto das Ostomias?

Qual o aspecto das Ostomias? Qual o aspecto das Ostomias? Toda ostomia é uma mucosa, parecida com a pele existente dentro da boca. Sendo assim, o aspecto também é parecido: úmido, vermelho vivo ou róseo. Não há sensibilidade no estoma:

Leia mais

ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO 3 CEFET LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - O candidato recebeu do fiscal o seguinte material: a) este CADERNO DE QUESTÕES, com o enunciado das 40 (quarenta) questões objetivas, sem repetição ou

Leia mais

Residência Enfermagem 2013 PROVA OBJETIVA PROVA DISCURSIVA ENFERMAGEM PROVA OBJETIVA PROVA DISCURSIVA MULHER E CRIANÇA ORGANIZADOR

Residência Enfermagem 2013 PROVA OBJETIVA PROVA DISCURSIVA ENFERMAGEM PROVA OBJETIVA PROVA DISCURSIVA MULHER E CRIANÇA ORGANIZADOR Residência Enfermagem 2013 ENFERMAGEM MULHER E CRIANÇA 1 ENFERMAGEM MULHER E CRIANÇA Questão 1 A oferta de cuidados adequados exige do enfermeiro base de conhecimento científico. Neste sentido, destacase

Leia mais

Admissão por Transferência Facultativa ENGENHARIA MECÂNICA

Admissão por Transferência Facultativa ENGENHARIA MECÂNICA assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa. a Transferência Facultativa/0 Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente se os dados pessoais transcritos

Leia mais

Lágrimas não são argumentos.

Lágrimas não são argumentos. FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO PODER EXECUTIVO FUNPRESP-EXE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO POR TEMPO DETERMINADO DE PROFISSIONAIS DE NÍVEL SUPERIOR

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES Saneamento: tratamento de resíduos sólidos Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado das 2

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES Biologia Molecular em Estudos de Células-tronco Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES Avaliação e monitoramento de atenção básica na Amazônia Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado

Leia mais

PROVA DISCURSIVA - PROFISSIONAL BÁSICO (FORMAÇÃO DE PSICOLOGIA) 2 a FASE

PROVA DISCURSIVA - PROFISSIONAL BÁSICO (FORMAÇÃO DE PSICOLOGIA) 2 a FASE 25 BNDES EDITAL EDITAL N N o 02/2011 o 01/2012 - () 2 a FASE LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material: a) este CADERNO DE QUESTÕES, com os enunciados das 5

Leia mais

Estudo de Caso - HB Saúde

Estudo de Caso - HB Saúde Estudo de Caso - HB Saúde Enfª Elisângela Empório Médico Nutricionista Maristela Empório Médico Dra. Vera Sukumine Médica HB Saúde S. J. Rio Preto Enfº Aderson HB Saúde São José do Rio Preto Identificação

Leia mais

CADERNO DE PROVAS OBJETIVA E REDAÇÃO

CADERNO DE PROVAS OBJETIVA E REDAÇÃO CADERNO DE PROVAS OBJETIVA E REDAÇÃO CURSO: COMUNICAÇÃO SOCIAL - JORNALISMO LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO: 1. Esta prova contém Redação e 20(vinte) questões objetivas. Caso o caderno esteja incompleto

Leia mais

Úlcera venosa da perna Resumo de diretriz NHG M16 (agosto 2010)

Úlcera venosa da perna Resumo de diretriz NHG M16 (agosto 2010) Úlcera venosa da perna Resumo de diretriz NHG M16 (agosto 2010) Van Hof N, Balak FSR, Apeldoorn L, De Nooijer HJ, Vleesch Dubois V, Van Rijn-van Kortenhof NMM traduzido do original em holandês por Luiz

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES Pesquisa Clínica em HIV e AIDS Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado das 2 (duas) questões

Leia mais

Úlcera Venosa x Actisorb Plus + Dyna Flex

Úlcera Venosa x Actisorb Plus + Dyna Flex Úlcera Venosa x Actisorb Plus + Dyna Flex Enfª Elisângela Cristina Bardiviesso Empório Médico / Johnson & Johnson Enfª Beatrice Home Care Unimed São José do Rio Preto Dr. Augusto da Silva Unidade Cardiovascular

Leia mais

INTRODUÇÃO DE ENFERMAGEM I

INTRODUÇÃO DE ENFERMAGEM I INTRODUÇÃO DE ENFERMAGEM I A Sistematização da Assistência de Enfermagem SAE É uma atividade privativa do enfermeiro, utilizam método e estratégia de trabalho, baseados em princípios científicos, para

Leia mais

Prova Objetiva/Discursiva Cargo ou opção A - TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO Tipo gabarito 1 001 - E 011 - D 021 - C 031 - B 041 - E 051 - E

Prova Objetiva/Discursiva Cargo ou opção A - TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO Tipo gabarito 1 001 - E 011 - D 021 - C 031 - B 041 - E 051 - E TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO Cargo ou opção A - TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO Tipo gabarito 1 001 - E 011 - D 021 - C 031 - B 041 - E 051 - E 002 - A 012 - A 022 - A 032 - C 042 - D 052 - B 003

Leia mais

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 001/2014

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 001/2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO DE DOCENTES ÁREA: Engenharia Mecânica - PROVA OBJETIVA

Leia mais

Edital Nº. 08/2009-DIGPE 13 de dezembro de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA

Edital Nº. 08/2009-DIGPE 13 de dezembro de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Caderno de Provas HIGIENE E SAÚDE DO TRABALHO Edital Nº. 08/2009-DIGPE 13 de dezembro de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo

Leia mais

CARGO: Agente Comunitário de Saúde

CARGO: Agente Comunitário de Saúde MUNICÍPIO DE CORDILHEIRA ALTA ESTADO DE SANTA CATARINA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO N.º 004/2015 17 DE JANEIRO DE 2016 CARGO: Agente Comunitário de Saúde INSTRUÇÕES Este Caderno de Questões contém 30 questões,

Leia mais

Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 QUÍMICA (NOTURNO)

Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 QUÍMICA (NOTURNO) assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa. a Transferência Facultativa/00 Segunda Etapa Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente se os dados

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES Pesquisa Clínica Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado das 2 (duas) questões da prova

Leia mais

Caderno de Prova MARQUE ASSIM NÃO MARQUE ASSIM. Pedofilia é crime, denuncie.

Caderno de Prova MARQUE ASSIM NÃO MARQUE ASSIM. Pedofilia é crime, denuncie. Edital de Abertura do Concurso Público Caema - MA n o 01/2014 Auxiliar de Serviços e Obras de Saneamento Caderno de Prova LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO Prezado(a) Candidato(a), 1. Ao receber este

Leia mais

Para a consulta atualizada deste manual, acesse o site www.nardelli.com.br/downloads

Para a consulta atualizada deste manual, acesse o site www.nardelli.com.br/downloads 1 Parabéns Obrigado por adquirir uma coifa de ilha Fogatti, esperamos que este produto satisfaça a sua necessidade. Por favor, leia todas as instruções atentamente para obter os melhores resultados da

Leia mais

Município de Doutor Pedrinho (Processo Seletivo 01/2014) Data: 25/05/2014 GABARITO FINAL

Município de Doutor Pedrinho (Processo Seletivo 01/2014) Data: 25/05/2014 GABARITO FINAL Município de Doutor Pedrinho (Processo Seletivo 01/2014) Data: 25/05/2014 CARGO Atendente de Odontologia GABARITO FINAL QUESTÃO ALTERNATIVA CORRETA 01 D 02 A 03 B 04 C 05 D 06 A 07 D 08 D 09 B 10 A 11

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO HOSPITAL DE CLÍNICAS COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR PROTOCOLOS DE CONTROLE DE INFECÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO HOSPITAL DE CLÍNICAS COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR PROTOCOLOS DE CONTROLE DE INFECÇÃO Úlcera de Pressão Também conhecida como escara ou úlcera de decúbito. É definida como qualquer lesão causada por pressão não aliviada que resulta em danos nos tecidos subjacentes (subcutâneo, músculo,

Leia mais

Alagoas CASAL. Saneamento de 2014. Companhia de. Prova Prática ENCANADOR CONCURSO PÚBLICO. Estado de Alagoas COMPANHIA DE SANEAMENTO DE ALAGOAS

Alagoas CASAL. Saneamento de 2014. Companhia de. Prova Prática ENCANADOR CONCURSO PÚBLICO. Estado de Alagoas COMPANHIA DE SANEAMENTO DE ALAGOAS Estado de Alagoas COMPANHIA DE SANEAMENTO DE ALAGOAS CONCURSO PÚBLICO PROVA TIPO 2 Companhia de Saneamento de 2014 Alagoas CASAL Cargo Nível Fundamental: CADERNO DE QUESTÕES Prova Prática ENCANADOR 1.

Leia mais

Hospital São Paulo SPDM Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina Hospital Universitário da UNIFESP

Hospital São Paulo SPDM Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina Hospital Universitário da UNIFESP Página: 1/5 SUMÁRIO 1. OBJETIVO: Prevenir lesão de pele e promover higiene e conforto ao estomizado. 2. APLICAÇÃO: Pacientes internados, ambulatoriais e de pronto atendimento, com urostomia. 3. RESPONSABILIDADE:

Leia mais

Quando somente a limpeza (Irrigação Simples) não é suficiente para remover contaminantes e tecidos necrosados das feridas Desbridamentos...

Quando somente a limpeza (Irrigação Simples) não é suficiente para remover contaminantes e tecidos necrosados das feridas Desbridamentos... Quando somente a limpeza (Irrigação Simples) não é suficiente para remover contaminantes e tecidos necrosados das feridas Desbridamentos... Podem ser necessários Folwer, 1995 DESBRIDAMENTO Consiste na

Leia mais

CÂNCER DA PELE PATROCÍNIO

CÂNCER DA PELE PATROCÍNIO Luizinho e Chiquinho CÂNCER DA PELE PATROCÍNIO SBD: DERMATOLOGISTA COM TÍTULO DE ESPECIALISTA CUIDANDO DE VOCÊ. Luizinho/Chiquinho e o câncer da pele Oi Luiz. NOssO país é privilegiado, pois temos sol

Leia mais

Apresentação PROVA BRASIL PREMIADA 2015

Apresentação PROVA BRASIL PREMIADA 2015 Apresentação PROVA BRASIL PREMIADA 2015 A Prova Brasil Premiada é um projeto exclusivo do NAME, que tem como objetivo simular a avaliação oficial realizada pelo MEC, contribuir para que nossos parceiros

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES Medicina Fetal Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado das 2 (duas) questões da prova discursiva.

Leia mais

PROVA DISCURSIVA - PROFISSIONAL BÁSICO. FORMAÇÃO: DIREITO (2 a FASE)

PROVA DISCURSIVA - PROFISSIONAL BÁSICO. FORMAÇÃO: DIREITO (2 a FASE) 05 TARDE SETEMBRO / 2010 FORMAÇÃO: DIREITO (2 a FASE) LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material: a) este Caderno, com o enunciado das 5 questões de Conhecimentos

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES Análise de Situação de Saúde Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado das 2 (duas) questões

Leia mais

Caderno de Prova PR09. Educação Física. prova dissertativa. Professor de. Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria Municipal de Educação

Caderno de Prova PR09. Educação Física. prova dissertativa. Professor de. Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria Municipal de Educação Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria Municipal de Educação Edital n o 001/2009 Caderno de Prova prova dissertativa PR09 Professor de Educação Física Dia: 8 de novembro de 2009 Horário: das

Leia mais

MODELO DE INSTRUÇÃO DE USO

MODELO DE INSTRUÇÃO DE USO Página 1 MODELO DE INSTRUÇÃO DE USO PONTEIRAS DE DESNERVAÇÃO POR RF NÃO ESTÉREIS DESCRIÇÃO DO DISPOSITIVO As Ponteiras de Desnervação por RF da NeuroTherm, são eletrodos sensores de temperatura destinados

Leia mais

Cargo: Pedreiro. CONCURSO PÚBLICO 01/2009 PREFEITURA MUNICIPAL DE JAQUEIRA Instruções BOA SORTE. Pedreiro COMEDE

Cargo: Pedreiro. CONCURSO PÚBLICO 01/2009 PREFEITURA MUNICIPAL DE JAQUEIRA Instruções BOA SORTE. Pedreiro COMEDE Cargo: Pedreiro CONCURSO PÚBLICO 01/2009 PREFEITURA MUNICIPAL DE JAQUEIRA Instruções Para fazer a prova você usará este caderno e um cartão-resposta. Verifique, no caderno de provas, se faltam folhas,

Leia mais

FACULDADE MERIDIONAL - IMED Escola de Direito. OLIMPÍADA JURÍDICA 2 a Edição

FACULDADE MERIDIONAL - IMED Escola de Direito. OLIMPÍADA JURÍDICA 2 a Edição FACULDADE MERIDIONAL - IMED Escola de Direito OLIMPÍADA JURÍDICA 2 a Edição REGULAMENTO A Faculdade Meridional IMED, através da Escola de Direito, NUJUR e Projeto de Monitoramento dos Resultados Obtidos

Leia mais

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 Caderno de Provas SEGURANÇA DO TRABALHO Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: PROFESSOR NÍVEL III EDUCAÇÃO FÍSICA CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: PROFESSOR NÍVEL III EDUCAÇÃO FÍSICA CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CONCURSOS PÚBLICOS ROTEIRO DO FISCAL DE SALA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CONCURSOS PÚBLICOS ROTEIRO DO FISCAL DE SALA INSTRUÇÕES: 1. Os fiscais de sala são os responsáveis pela guarda de todo o material de aplicação recebido e utilizado na sala de prova, não devendo afastar-se do mesmo, principalmente do envelope cinza

Leia mais

A influência do cuidado préoperatório. para prevenir infecções. Antonio Tadeu Fernandes (total ausência de conflito de interesses)

A influência do cuidado préoperatório. para prevenir infecções. Antonio Tadeu Fernandes (total ausência de conflito de interesses) A influência do cuidado préoperatório e pós operatório para prevenir infecções Antonio Tadeu Fernandes (total ausência de conflito de interesses) Prática Baseada em Evidências Uso consciente, explícito

Leia mais

MANUAL DE INDICAÇÃO DOS PRODUTOS DE TRATAMENTO DE FERIDAS BMD/CONVATEC

MANUAL DE INDICAÇÃO DOS PRODUTOS DE TRATAMENTO DE FERIDAS BMD/CONVATEC MANUAL DE INDICAÇÃO DOS PRODUTOS DE TRATAMENTO DE FERIDAS BMD/CONVATEC Av. Portugal, 1.100, parte C22 Itaqui Itapevi - São Paulo CEP 06696-060 Tel.: (011) 3882-2753/ 3882-2759 Fax: (011) 3882-2770 CNPJ

Leia mais

CARGO: AGENTE OPERACIONAL INSTRUÇÕES AO CANDIDATO

CARGO: AGENTE OPERACIONAL INSTRUÇÕES AO CANDIDATO CARGO: AGENTE OPERACIONAL NOME: NÚMERO DA CARTEIRA DE IDENTIDADE: ENDEREÇO: CARGO: NÚMERO DA INSCRIÇÃO: ASSINATURA: INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Durante a realização da prova não será permitido ao candidato,

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES e informações importantes para manutenção e limpeza dos nossos produtos

MANUAL DE INSTRUÇÕES e informações importantes para manutenção e limpeza dos nossos produtos MANUAL DE INSTRUÇÕES e informações importantes para manutenção e limpeza dos nossos produtos Assento para refeição LANCHE Ref. IXCR5048 Foto meramente ilustrativa Obrigado mamãe e papai. Nós da BURIGOTTO,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS COORDENAÇÃO DE PROCESSOS DE SELEÇÃO E INGRESSO PAVE EDITAL 053/2015 04/10/2015 INSTRUÇÕES PARA O DIA DA PROVA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS COORDENAÇÃO DE PROCESSOS DE SELEÇÃO E INGRESSO PAVE EDITAL 053/2015 04/10/2015 INSTRUÇÕES PARA O DIA DA PROVA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS COORDENAÇÃO DE PROCESSOS DE SELEÇÃO E INGRESSO PAVE EDITAL 053/2015 04/10/2015 INSTRUÇÕES PARA O DIA DA PROVA ! UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS COORDENAÇÃO DE PROCESSOS

Leia mais

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Caderno de Provas TECNOLOGIA EM ENERGIA RENOVÁVEL Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO BIOSSEGURANÇA EM VEÍCULOS DE REMOÇÃO DO CENTRO MÉDICO UNIMED (CMU)

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO BIOSSEGURANÇA EM VEÍCULOS DE REMOÇÃO DO CENTRO MÉDICO UNIMED (CMU) Objetivo: Promover a limpeza e a desinfecção dos veículos de remoção, potencializando a segurança ofertada aos nossos clientes, e diminuindo a probabilidade de exposição a riscos biológicos. PROCESSO 1.

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS

INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS NOME INSCRIÇÃO SALA LUGAR DOCUMENTO DATA DE NASC ESPECIALIDADE PROVA DISSERTATIVA Angioradiologia e Cirurgia Endovascular ASSINATURA DO CANDIDATO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Faculdade de Ciências

Leia mais

Cuidados com a sua estomia. Orientações aos pacientes

Cuidados com a sua estomia. Orientações aos pacientes Cuidados com a sua estomia Orientações aos pacientes 2010 Instituto Nacional de Câncer / Ministério da Saúde. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução total ou parcial desta obra, desde que

Leia mais

2. Contra indicações relativas: Pacientes hemodinamicamente instáveis e cirurgias urológicas.

2. Contra indicações relativas: Pacientes hemodinamicamente instáveis e cirurgias urológicas. Revisão: 10/07/2013 PÁG: 1 CONCEITO Prática de higiene destinada a identificar pacientes em risco de desenvolver infecção da genitália, do trato urinário ou do trato reprodutivo e assegurar conforto físico.

Leia mais

Prova do Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate de Endemias. SEMSA - Ponte Nova MG

Prova do Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate de Endemias. SEMSA - Ponte Nova MG Prova do Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate de Endemias. SEMSA - Ponte Nova MG Nome: Nota: INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA PROVA (LEIA ATENTAMENTE!) 1. A prova é individual

Leia mais

Um pouco de história...

Um pouco de história... Termo de garantia Um pouco de história... Desde 1991 a marca Valox vem se fortalecendo no mercado. Com alma familiar, enfrentou crises e obstáculos e hoje comemora o reconhecimento do mercado. E é Orgulho

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO PARA SELEÇÃO DO PROGRAMA DE ESTÁGIO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM SÃO PAULO - SP

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO PARA SELEÇÃO DO PROGRAMA DE ESTÁGIO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM SÃO PAULO - SP EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO PARA SELEÇÃO DO PROGRAMA DE ESTÁGIO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM SÃO PAULO - SP O torna pública a realização do Concurso de Seleção para o Programa de Estágio

Leia mais

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Caderno de Provas REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo

Leia mais

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí.

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí. TINTA ACRÍLICA PREMIUM MACTRA é uma tinta acrílica fosca com excelente desempenho. Sua FÓRMULA EVOLUTION oferece ótima cobertura, secagem rápida, fácil aplicação e baixo odor, proporcionando uma pintura

Leia mais

Prefeitura Municipal de Saltinho Estado de Santa Catarina AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS INSTRUÇÕES AO CANDIDATO

Prefeitura Municipal de Saltinho Estado de Santa Catarina AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Prefeitura Municipal de Saltinho Estado de Santa Catarina 1 CADERNO DE PROVA PROCESSO SELETIVO 002/2014 AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS INSTRUÇÕES AO CANDIDATO 01 Este caderno contém 20 (vinte) questões. Se

Leia mais

DESCRIÇÃO DO PRODUTO CORES MODELO Piso tátil Brasil borracha sintética alerta e direcional.

DESCRIÇÃO DO PRODUTO CORES MODELO Piso tátil Brasil borracha sintética alerta e direcional. TOTAL ACESSIBILIDADE SV. E COM. DE PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE LTDA www.totalacessibilidade.com.br ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DO PRODUTO Revisão: 05 Data: 03/12/2015 Página: 1/6 CÓDIGO DO PRODUTO: STH10015S

Leia mais

Prevenção da pneumonia por broncoaspiração, remoção de secreções de vias aéreas inferiores.

Prevenção da pneumonia por broncoaspiração, remoção de secreções de vias aéreas inferiores. Revisão: 24/05/2014 PÁG: 1 CONCEITO Consiste na retirada de secreções das vias aéreas inferiores com objetivo de manter a permeabilidade das vias aéreas, facilitar a oxigenação e prevenção da broncoaspiração.

Leia mais

O BANCO DO DESENVOLVIMENTO PROVA DISCURSIVA PROFISSIONAL BÁSICO - ADMINISTRAÇÃO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

O BANCO DO DESENVOLVIMENTO PROVA DISCURSIVA PROFISSIONAL BÁSICO - ADMINISTRAÇÃO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 NOVEMBRO / 2009 O BANCO DO DESENVOLVIMENTO PROVA DISCURSIVA PROFISSIONAL BÁSICO - ADMINISTRAÇÃO (2 a FASE) LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material: a)

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 ESCOLA DE GOVERNO PROFESSOR PAULO NEVES DE CARVALHO FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO Governo de Minas Gerais CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 2ª ETAPA Provas abertas: Matemática, História e Redação em Língua Portuguesa.

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO e NÍVEL ALFABETIZADO

NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO e NÍVEL ALFABETIZADO CONCURSO PÚBLICO - PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO PROGRESSO PROVA OBJETIVA: 30 de setembro de 2012 NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO e NÍVEL ALFABETIZADO Cargos: Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Serviços

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014 CARGO E UNIDADES: Professor de Educação Infantil e Fundamental (MACAÍBA) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova:

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO MEPILEX AG CURATIVO ANTIMICROBIANO DE ESPUMA COM SILICONE SUAVE

INSTRUÇÕES DE USO MEPILEX AG CURATIVO ANTIMICROBIANO DE ESPUMA COM SILICONE SUAVE VERSÃO 1 INSTRUÇÕES DE USO MEPILEX AG CURATIVO ANTIMICROBIANO DE ESPUMA COM SILICONE SUAVE Nome técnico: Curativo Nome comercial: Mepilex Ag Verifique no rótulo do produto a versão da instrução de uso

Leia mais

INSTRUÇÕES AO CANDIDATO

INSTRUÇÕES AO CANDIDATO FUNDAÇÃO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DO PARÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO GESTÃO E SAÚDE NA AMAZÔNIA PROCESSO SELETIVO AO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL GESTÃO E SERVIÇOS DE SAÚDE NA AMAZÔNIA (MPGSSA)

Leia mais

CADERNO DE PROVAS OBJETIVA E REDAÇÃO

CADERNO DE PROVAS OBJETIVA E REDAÇÃO CADERNO DE PROVAS OBJETIVA E REDAÇÃO CURSO: PEDAGOGIA LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO: 1. Esta prova contém Redação e 20(vinte) questões objetivas. Caso o caderno esteja incompleto e/ou tenha qualquer

Leia mais

Enfª (s): Claudia Elizabeth de Almeida e Márcia Fernandes Mendes Araújo

Enfª (s): Claudia Elizabeth de Almeida e Márcia Fernandes Mendes Araújo Revisão: 24/05/2014 PÁG: 1 CONCEITO Consiste na remoção de secreções das vias aéreas inferiores com objetivo de facilitar a oxigenação e prevenção da broncoaspiração. FINALIDADE Prevenir complicações respiratórias;

Leia mais

002. Prova de redação

002. Prova de redação Processo Seletivo Interno Curso de Habilitação ao Quadro Auxiliar de Oficiais da Polícia Militar do Estado de São Paulo (CHQAOPM/2015) 002. Prova de redação Quadro Auxiliar de Oficiais da Polícia Militar

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARIALVA ESTADO DO PARANÁ R E F. E D I T A L N º 0 0 1 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARIALVA ESTADO DO PARANÁ R E F. E D I T A L N º 0 0 1 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O PREFEITURA MUNICIPAL DE MARIALVA ESTADO DO PARANÁ R E F. E D I T A L N º 0 0 1 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O REALIZAÇÃO Você está recebendo do fiscal um Caderno de Questões com 20 (vinte) questões

Leia mais

CONSERVAÇÃO DE MOEDAS

CONSERVAÇÃO DE MOEDAS CONSERVAÇÃO DE MOEDAS A presente apostila é parte integrante do treinamento e-learning sobre como reconhecer cédulas e moedas legítimas do Real. Brasília, maio de 2005 Copyright Banco Central do Brasil

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP COORDENADORIA INSTITUCIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CIED

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP COORDENADORIA INSTITUCIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CIED UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP COORDENADORIA INSTITUCIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CIED PROCESSO SELETIVO DE TUTORES 2012 PROVA TIPO 2 Tutor do Curso

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO UFMG / 2015

CONCURSO PÚBLICO UFMG / 2015 CONCURSO PÚBLICO UFMG / 2015 MÚSICO / CORREPETIDOR-CANTO LÍNGUA PORTUGUESA / LEGISLAÇÃO SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO Antes de começar a fazer as provas: Verifique se este caderno contém provas de: Língua

Leia mais

Este Caderno contém 34 questões de Conhecimentos Específicos: quatro discursivas e trinta de múltipla escolha, respectivamente.

Este Caderno contém 34 questões de Conhecimentos Específicos: quatro discursivas e trinta de múltipla escolha, respectivamente. Leia estas instruções: 1 2 3 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer outro local deste

Leia mais

Nível Técnico Especialização Patologia Clínica em Oncologia

Nível Técnico Especialização Patologia Clínica em Oncologia Concurso INCA 2010 Nível Técnico Especialização Patologia Clínica em Oncologia Este Caderno contém vinte questões discursivas de Conhecimentos Específicos correspondente ao curso descrito acima. Confira

Leia mais

NORMAS PARA O PROCESSAMENTO DE ARTIGOS - LIMPEZA, DESINFECÇÃO E ESTERILIZAÇÃO.

NORMAS PARA O PROCESSAMENTO DE ARTIGOS - LIMPEZA, DESINFECÇÃO E ESTERILIZAÇÃO. NORMAS PARA O PROCESSAMENTO DE - LIMPEZA, DESINFECÇÃO E ESTERILIZAÇÃO. ATENÇÃO Para desenvolver esta atividade, sem risco de contaminação por material orgânico (sangue, fluídos orgânicos, secreções e excreções)

Leia mais

pontuação Discursiva 02 questões 15 pontos 30 pontos Múltipla escolha 25 questões 2,8 pontos 70 pontos

pontuação Discursiva 02 questões 15 pontos 30 pontos Múltipla escolha 25 questões 2,8 pontos 70 pontos Caderno de Provas GESTÃO E QUALIDADE NA CONSTRUÇÃO CIVIL Edital Nº. 36/2011 REITORIA/IFRN 29 de janeiro de 2012 INSTRUÇÕES GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta.

Leia mais

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Caderno de Provas SEGURANÇA DO TRABALHO Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo e o

Leia mais

Nursing Activities Score

Nursing Activities Score Guia de Orientação para a Aplicação Prática do Nursing Activities Score Etapa 1 Padronização dos Cuidados de Enfermagem, nas seguintes categorias: Monitorização e Controles; Procedimentos de Higiene; Suporte

Leia mais

Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 GABARITO OFICIAL

Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 GABARITO OFICIAL Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 CARGO Atendente de Educação Infantil (72) GABARITO OFICIAL QUESTÃO ALTERNATIVA CORRETA 01 B 02 C 03 B 04 A 05 C 06 B 07 C 08 C 09 B 10

Leia mais

EDITAL REFERENTE À PROVA PARA CERTIFICAÇÃO ANEPS DE AGENTES DE CRÉDITO

EDITAL REFERENTE À PROVA PARA CERTIFICAÇÃO ANEPS DE AGENTES DE CRÉDITO Através desse edital, a Associação Nacional das Empresas Prestadores de Serviço (ANEPS) e o Instituto Totum (empresa parceira da ANEPS responsável pela execução das provas) tornam públicas as condições

Leia mais

PROVA DISCURSIVA - PROFISSIONAL BÁSICO. FORMAÇÃO: ANÁLISE DE SISTEMAS - SUPORTE (2 a FASE)

PROVA DISCURSIVA - PROFISSIONAL BÁSICO. FORMAÇÃO: ANÁLISE DE SISTEMAS - SUPORTE (2 a FASE) 02 TARDE SETEMBRO / 2010 FORMAÇÃO: ANÁLISE DE SISTEMAS - SUPORTE (2 a FASE) LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material: a) este Caderno, com o enunciado das

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 12/2013

PROCESSO SELETIVO EDITAL 12/2013 PROCESSO SELETIVO EDITAL 12/2013 CARGO E UNIDADES: Instrutor de Música (Caicó) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas. Assine no

Leia mais

B BRAUN. Askina Calgitrol Ag. Curativo de Alginato e Prata para Feridas. SHARING EXPERTISE

B BRAUN. Askina Calgitrol Ag. Curativo de Alginato e Prata para Feridas. SHARING EXPERTISE Askina Calgitrol Ag Curativo de Alginato e Prata para Feridas. Askina Calgitrol Ag é um curativo desenvolvido pela tecnologia B. Braun que combina a alta capacidade de absorção do alginato de cálcio e

Leia mais