Guia do usuário. Versão R9. Português

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia do usuário. Versão R9. Português"

Transcrição

1 Time Tracking Guia do usuário Versão R9 Português Março 26, 2015

2 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya s Click-Accept EULATOS as updated from time to time by Kaseya at If Customer does not agree with the Agreement, please do not install, use or purchase any Software and Services from Kaseya as continued use of the Software or Services indicates Customer s acceptance of the Agreement Kaseya. All rights reserved.

3 Conteúdo Visão geral do rastreamento temporal... 1 Requisitos do módulo Time Tracking... 2 Como configurar o rastreamento temporal... 2 Painel... 3 Meus registros de tempo... 3 Como criar uma entrada de quadro de horários de tarefas do administrador... 4 Como criar uma entrada de registro de tempo de cliente/ordem de trabalho... 5 Como criar uma entrada de registro de tempo para um ticket de service desk... 5 Aprovar registros de tempo... 6 Resumo do registro de tempo... 7 Transações não processadas... 8 Login no aplicativo... 8 Histórico do registro de tempo (resumo)... 9 Histórico do registro de tempo (detalhes)... 9 Temporizadores... 9 Como criar uma entrada de temporizador de tarefas do administrador Como criar uma entrada de temporizador de cliente/ordem de trabalho Como criar um ticket de service desk e uma entrada de temporizador no Service Billing Como criar uma entrada de temporizador para um ticket de service desk ou para um ticket/tarefa Configurações Períodos Tarefas administrativas Padrões de aprovação Índice i

4

5 Visão geral do rastreamento temporal Visão geral do rastreamento temporal O Rastreamento temporal permite que os usuários registrem como eles utilizam o tempo, tanto dentro como fora do aplicativo Kaseya. Registros de tempo são os principais registros usados para controlar o tempo dos usuários. Entradas de tempo em um registro de tempo são integradas a outras funções no VSA, dependendo do seu tipo de trabalho: tarefas administrativas, ordens de trabalho, tickets de service desk ou tarefas de projeto. Você também pode exportar registros de tempo para fins de faturamento fora do VSA. Temporizadores fornecem uma maneira fácil de criar entradas de tempo. Os usuários podem iniciar e parar um ou mais temporizadores (página 9) e gerar entradas de tempo para os tempos decorridos. Temporizadores não precisam ser desligados quando você faz logoff do VSA. Você pode voltar a fazer logon várias horas mais tarde e aplicar o tempo decorrido até um máximo de 24 horas. Meus registros de tempo: seus próprios registros de tempo são acessados usando Rastreamento temporal > Meus registros de tempo (página 3). Registros de tempo aprovados: registros de tempo são aprovados com o uso de Rastreamento temporal > Aprovar registros de tempo (página 6). A aprovação de registros de tempo pode ser cancelada com o uso de Resumo do registro de tempo (página 7). Relatórios de rastreamento temporal: consulte os relatórios Resumo do registro de tempo e Entradas no registro de tempo em Centro de informações > Relatórios. Nota: Para opções de configuração, consulte Controle de horas (página 2). Funções Painel (página 3) Meus registros de tempo (página 3) Aprovar registros de tempo (página 6) Transações não processadas (página 8) Resumo do registro de tempo (página 7) Temporizadores (página 9) Períodos (página 16) Tarefas administrativas (página 17) Padrões de aprovação (página 17) Descrição Fornece uma exibição de painel de alertas do Time Tracking. Rastreia o seu tempo usando registros de tempo. Registros de tempo podem ser salvos, submetidos a aprovação ou exportados para uma planilha do Excel. Aprova, rejeita ou anula registros de tempo enviados. Exibe entradas de tempo não processadas. Fornece um resumo do status de todos os períodos do registro de tempo. Registra o tempo decorrido e o aplica a registros de tempo e outros registros de tipo de trabalho. Cria uma série de períodos de tempo. Define tarefas que representam atividades operacionais recorrentes, não associadas a projetos específicos. Define padrões de aprovações de uma ou duas etapas. Dois tipos de aprovadores podem aprovar um registro de tempo: 1

6 Requisitos do módulo Time Tracking Requisitos do módulo Time Tracking servidor da Kaseya O módulo Time Tracking R9 requer o VSA R9. Nota: Consulte Requisitos gerais do sistema (http://help.kaseya.com/webhelp/en/vsa/ /reqs/index.asp#home.htm). Como configurar o rastreamento temporal Como configurar registros de tempo e aprovações automáticas Desative a opção Usar o recurso Registro de tempo para aprovação de entradas de tempo usando Rastreamento temporal > Configurações (página 15). Crie e ative uma série de períodos de tempo usando Períodos (página 16). Um período de tempo deve estar ativo para exibir um registro de tempo para esse período em Meus registros de tempo. Ative ou feche períodos de tempo individuais usando Rastreamento temporal > Resumo do registro de tempo (página 7). Você também pode usar essa página para rever todos os registros de tempo por período e por status: pendentes, enviados, aprovados ou anulados. Vincule registros de usuário do VSA a registros de equipe em uma organização usando Sistema > Organizações/Grupos/Depts/Equipe > Gerenciar > Equipe. Isso é feito automaticamente quando um novo usuário do VSA é criado. Como aprovar de registros de tempo manualmente Para aprovar registros de tempo manualmente usando um ou dois aprovadores, as seguintes etapas de configuração são necessárias: Ative a opção Usar o recurso Registro de tempo para aprovação de entradas de tempo usando Rastreamento temporal > Configurações (página 15). Defina e ative pelo menos um padrão de aprovação usando Rastreamento temporal > Padrões de aprovação (página 17). Vincule registros de usuário do VSA a registros de equipe em uma organização usando Sistema > Organizações/Grupos/Depts/Equipe > Gerenciar > Equipe. Isso se aplica tanto a usuários do VSA que estão sendo aprovados quanto a usuários do VSA atuando como aprovadores. Com essa mesma guia: Vincule registros de equipe cujos registros de tempo exigem aprovação a um padrão de aprovação ativado usando Sistema > Organizações/Grupos/Depts/Equipe > Gerenciar > Equipe. Verifique se o registro de equipe que está sendo aprovado está atribuído ao supervisor que atua como aprovador. Se o padrão de aprovação especificar dois aprovadores, verifique se o supervisor que atua como primeiro aprovador está atribuído ao supervisor que atua como segundo aprovador. Nota: Aprovadores podem apenas aprovar registros de tempo em sua própria organização. Eles podem estar em diferentes escopos e funções dos usuários que lhes enviam registros de tempo. Nessa mesma página, você pode opcionalmente ativar um membro de equipe, por exceção, com a capacidade de aprovar qualquer registro de tempo em sua respectiva organização. Isso garante que todos os registros de tempo possam ser aprovados em tempo hábil caso outros aprovadores estejam temporariamente indisponíveis. 2

7 Painel Nota: Registros de tempo serão automaticamente aprovados se um registro de equipe não especificar um padrão de aprovação e um supervisor. Após a configuração de aprovações de registro de tempo, os registros de tempo enviados aparecerão na página Rastreamento temporal > Aprovar registros de tempo (página 6) do aprovador depois que ele os receber. O aprovador pode aprovar, rejeitar ou anular o registro de tempo enviado. A aprovação de registros de tempo pode ser cancelada com o uso de Resumo do registro de tempo (página 7). Como configurar temporizadores Verifique se a opção Mostrar temporizador de sessão está ativada por função de usuário usando Sistema > Funções do usuário > Direitos de acesso. Ative Sessões de temporizador usando Rastreamento temporal > Configurações (página 15). Marque Mostrar temporizadores de sessão no cabeçalho. Opcionalmente, marque Permitir que diversos temporizadores de sessão funcionem ao mesmo tempo. Nota: Temporizadores podem ser usados para criar entradas de tempo mesmo quando a opção Mostrar registros de tempo estiver desativada. Vincule registros de usuário do VSA a registros de membros de equipe em uma organização usando Sistema > Organizações/Grupos/Depts/Equipe > Gerenciar > Equipe. Nota: Logons de usuários do VSA são normalmente associados a registros de membros de equipe na organização myorg. Painel Time Tracking > Resumo > Painel A página Painel fornece uma exibição de painel dos alertas do Time Tracking. Os tipos de alertas gerados pelo sistema incluem: Não existem períodos ativos. O período ativo expirou. Meus registros de tempo Rastreamento temporal > Meus registros de tempo A página Registros de tempo permite que você acompanhe seu tempo usando registros de tempo. Cada registro de tempo representa um período de tempo diferente. Registros de tempo podem ser salvos, submetidos a aprovação (página 6) ou exportados para uma planilha do Excel. Entradas de tempo podem ser criadas manualmente, ou você pode usar temporizadores (página 9) para registrar o tempo decorrido e aplicar esse tempo à sua planilha atual. Nota: Apenas registros de tempo para a data atual e datas anteriores são exibidos em Meus registros de tempo (página 3) e Aprovar registros de tempo (página 6). Nota: Para opções de configuração, consulte Controle de horas (página 2). Tipos de trabalho Os tipos de trabalho determinam como as entradas de hora são integradas a outras funções no VSA. 3

8 Meus registros de tempo Ações Colunas As opções de tipo de trabalho exibidas em seu VSA dependem dos módulos instalados. Tarefas administrativas: uma atividade operacional recorrente não associada a qualquer projeto. Ordens de trabalho: exibida somente se o Service Billing estiver instalado. Tickets de Service Desk: exibida somente se o Service Desk 1.3 ou versão posterior estiver instalado. Período: seleciona um período de registro de tempo a ser exibido. Adicionar entrada: cria uma entrada de quadro de horários no quadro de horários exibido. Como criar uma entrada de quadro de horários de tarefas do administrador (página 4) Como criar uma entrada de registro de tempo de cliente/ordem de trabalho (página 5) Como criar uma entrada de registro de tempo para um ticket de service desk (página 5) Alterar tipo de trabalho: transforma uma entrada selecionada no registro de tempo exibido em um dos três tipos de trabalho listados acima. Salvar: salva o registro de tempo exibido. Enviar: envia um registro de tempo exibido para aprovação. Registros de tempo enviados não podem ser editados. Registros de tempo não podem ser enviados antes do final do período. Essa tabela é compatível com colunas selecionáveis, classificação de coluna, filtragem de coluna e larguras de colunas flexíveis. Além disso, você pode selecionar um título de coluna a ser usado como base para agrupamento. Como inserir tempo Para qualquer linha de atividade já existente, selecione uma célula e insira o número de horas. Como criar uma entrada de quadro de horários de tarefas do administrador Crie uma entrada de registro de tempo de Tarefa administrativa para acompanhar o tempo de atividades operacionais recorrentes (página 17) não associadas a projetos específicos ou ao Service Billing ou Service Desk. 1. Selecione um registros de tempo usando Rastreamento temporal > Meus registros de tempo. 2. Adicione uma nova entrada ao registro de tempo clicando em Adicionar entrada. A caixa de diálogo Nova entrada de registro de tempo é exibida. 3. Insira uma data e uma hora para a entrada do registro de tempo. 4. Selecione a opção de tipo de trabalho Tarefa administrativa. 5. Selecione o Nome da tarefa que melhor descreve o tempo que você está registrando. As tarefas são exibidas na coluna Ref 1 do registro de tempo. 6. Referência: insira uma referência em formato livre. Exemplo: Número da ordem de compra do cliente. As referências são exibidas na coluna Ref 2 do registro de tempo. 7. Opcionalmente, adicione uma Nota. 8. Clique em Salvar para fechar esta caixa de diálogo. A nova entrada é exibida no registro de tempo. 9. Clique em Salvar para salvar suas alterações no registro de tempo. 4

9 Meus registros de tempo Como criar uma entrada de registro de tempo de cliente/ordem de trabalho Crie uma entrada de registro de tempo para Cliente/Ordem de trabalho para direcionar o tempo inserido no Service Billing. As entradas de tempo do Service Billing podem ser faturadas ao cliente. 1. Selecione um registros de tempo usando Rastreamento temporal > Meus registros de tempo. 2. Adicione uma nova entrada ao registro de tempo clicando em Adicionar entrada. A caixa de diálogo Nova entrada de registro de tempo é exibida. 3. Insira uma data e uma hora para a entrada do registro de tempo. 4. Selecione a opção de tipo de trabalho Cliente/Ordem de trabalho. 5. Selecione um Cliente. O cliente é exibido na coluna Ref 1 do registro de tempo. 6. Selecione a Ordem de trabalho. A ordem de trabalho é exibida na coluna Ref 2 do registro de tempo. 7. Selecione o Nome da tarefa. O Nome da tarefa é o item de ordem de trabalho no qual deseja inserir detalhes de entrada. 8. Opcionalmente, adicione uma Nota. 9. Opcionalmente, marque a caixa de seleção Mostrar nota na fatura. 10. Classifique essa entrada como Tipo de atividade. O tipo de atividade é exibido na coluna Atividade do registro de tempo. 11. Verifique se a caixa de seleção Faturável está selecionada se quiser faturar essa atividade. 12. Clique em Salvar para fechar esta caixa de diálogo. A nova entrada é exibida no registro de tempo. 13. Clique em Salvar para salvar suas alterações no registro de tempo. 14. A entrada que você criou ficará qualificada para faturamento quando o registro de tempo for enviado e aprovado. Como criar uma entrada de registro de tempo para um ticket de service desk Crie uma entrada de registro de tempo para um Ticket do service desk para adicionar o tempo ao ticket do Service Desk inteiro. Opcionalmente, é possível vincular o ticket a registros do Service Billing ou a uma tarefa quando qualquer um desses recursos está ativado. O tempo inserido é exibido como uma nota no ticket. 1. Selecione um registros de tempo usando Rastreamento temporal > Meus registros de tempo. 2. Adicione uma nova entrada ao registro de tempo clicando em Adicionar entrada. A caixa de diálogo Nova entrada de registro de tempo é exibida. 3. Insira uma data e uma hora para a entrada do registro de tempo. 4. Selecione a opção de tipo de trabalho Ticket do service desk. 5. Selecione a definição Service Desk. 6. Opcionalmente, selecione um Filtro de status para limitar a lista de tickets exibidos na lista suspensa Ticket. 7. Selecione: Mostrar todos os tickets Mostrar Meus tickets 8. Selecione um Ticket. 5

10 Aprovar registros de tempo 9. Os seguintes campos apenas serão exibidos se o Service Billing estiver instalado e integrado com o Service Desk. Consulte Como criar entradas de faturamento usando o Service Desk. Ordem de trabalho: somente exibição. Aparece somente quando uma ordem de trabalho está associada ao ticket na guia Geral do editor de tickets. Item da ordem de trabalho: a linha da ordem de trabalho a ser associada às horas trabalhadas. Aparece somente quando uma ordem de trabalho está associada ao ticket na guia Geral do editor de tickets. Tipo de atividade: Entradas de trabalho são agrupadas por tipo de atividade para analisar o custo e a receita do trabalho. A classificação dos tipos de atividade normalmente refletem os requisitos de contabilidade de uma empresa. As entradas de trabalho são classificadas pelo tipo de atividade e de recurso. não editável quando uma ordem de trabalho detalhada é selecionada. Tipo de recurso: Um tipo de recurso especifica uma habilidade, um material ou custo e define uma taxa padrão para um item ou uma entrada de trabalho faturável. Normalmente, um tipo de recurso representa uma habilidade executada por um membro da equipe. A taxa de faturamento e o custo padrão são definidos por cada habilidade necessária para executar o serviço. A taxa pode ser substituída quando selecionada. Como o trabalho executado para entregar um serviço às vezes requer cobranças incidentais para materiais e custos, os tipos de recurso também podem ser classificados como material ou custo. Por exemplo, o cabeamento extra ou o envio noturno pode ser incluído como entrada de trabalho faturável e adicional porque são necessários para fornecer o serviço de instalação a um servidor. A classificação dos tipos de recursos normalmente refletem os requisitos de produção de uma empresa. As entradas de trabalho são classificadas pelo tipo de recurso e de atividade.não editável quando uma ordem de trabalho detalhada é selecionada. Taxa: A taxa de faturamento padrão para o tipo de recurso selecionado. somente exibir. Substituir taxa: Uma taxa inserida manualmente que substitui a taxa de faturamento padrão para um tipo de recurso selecionado.essa opção não é exibida quando uma ordem de trabalho detalhada é selecionada. Mostrar nota na fatura: se essa opção estiver marcada, a nota será exibida na fatura impressa. 10. Selecione uma Tarefa. Esse campo apenas será exibido se Tarefas tiverem sido ativadas para o service desk. 11. Opcionalmente, adicione uma Nota. 12. Opcionalmente, transforme uma nota em uma Nota oculta no ticket. 13. Faturável: caso selecionada, a entrada é faturável. Se o Service Billing não estiver instalado, a caixa de seleção Faturável servirá apenas como referência. Se o Service Billing estiver instalado, a entrada será encaminhada ao Service Billing. Se registros de tempo exigirem aprovação, o registro de tempo contendo essa entrada deverá ser aprovado antes que a entrada seja encaminhada para o Service Billing. 14. Clique em Salvar para fechar esta caixa de diálogo. A nova entrada é exibida no registro de tempo. 15. Clique em Salvar para salvar suas alterações no registro de tempo. Aprovar registros de tempo Time Tracking > Aprovar registros de tempo A página Aprovar registros de tempo aprova registros de tempo enviados por usuários do VSA usando Meus registros de tempo (página 3). Os aprovadores podem aprovar, rejeitar ou anular um registro de tempo. Clicar no hiperlink abaixo de um nome na coluna Equipe exibe os detalhes desse registro de tempo. 6

11 Resumo do registro de tempo Ações Nota: Apenas registros de tempo para a data atual e datas anteriores são exibidos em Meus registros de tempo (página 3) e Aprovar registros de tempo (página 6). Nota: Para opções de configuração, consulte Controle de horas (página 2). Aprovar: aprova registros de tempo selecionados. A aprovação de registros de tempo pode ser cancelada com o uso de Resumo do registro de tempo (página 7). Nota: Se os registros de tempo exigirem aprovação, uma entrada de tempo não será encaminhada ao Service Billing até que seu registro de tempo seja aprovado. Rejeitar: rejeita registros de tempo selecionados, retornando-os para correção aos respectivos remetentes em Meus registros de tempo. Anular: impede que registros de tempo selecionados e suas entradas sejam processados adicionalmente no sistema. Resumo do registro de tempo Rastreamento temporal > Resumo do registro de tempo A página Resumo do registro de tempo fornece um resumo do status de todos os períodos do registro de tempo. Ativar um período de registro de tempo permite que todos os usuários do VSA acessem esse período em Rastreamento temporal > Meus registros de tempo (página 3) e Rastreamento temporal > Aprovar registros de tempo (página 6). Como anular a aprovação de registros de tempo Ações A aprovação de um registro de tempo pode ser cancelada quando uma fatura não tiver sido gerada no Service Billing. Se não houver um item do Service Billing no registro de tempo, será possível cancelar a aprovação de registros de tempo. Você deve clicar em um link na célula Aprovado da página Resumo do registro de tempo (página 7) para acessar o botão Cancelar a aprovação de registros de tempo. Fechar período: fecha um período de registro de tempo selecionado, impedindo novas alterações de registros de tempo nesse período. Ativar período: ativa um período de registro de tempo selecionado, permitindo alterações de registros de tempo nesse período. Cabeçalhos de coluna Clicar em qualquer número em uma das células da grade da tabela exibe uma janela secundária que lista o status de cada registro de tempo nesse estado e período de tempo. Período: o intervalo de datas de um período de registro de tempo. Status: indica se o período de registro de tempo está Active ou Closed. Pendente: o número de registros de tempo que estão sendo atualizados pelos usuários nesse período, antes de serem enviados. Enviado: o número de registros de tempo enviados nesse período, antes de serem aprovados. Aprovado: o número de registros de tempo aprovados nesse período. Clique em uma célula vinculada nessa coluna para acessar o botão Cancelar a aprovação de registros de tempo. Anulado: o número de registros de tempo anulados nesse período. 7

12 Transações não processadas Transações não processadas Ações Time Tracking > Transações não processadas A página Transações não processadas exibe entradas de tempo não processadas. Em geral, entradas de tempo criadas em outro módulo são processadas pelo Time Tracking imediatamente e exibidas no registro de tempo apropriado. Tipos de erros que podem impedir que uma entrada de tempo seja processada imediatamente incluem: No valid period found Timesheet status was approved Timesheet status was submitted Period status is not active Error Assim que a condição que está impedindo o processamento for corrigida, você poderá reenviar a transação para processamento. Reenviar: reenvia transações não processadas selecionadas. Excluir: exclui transações não processadas selecionadas. Mover: move transações não processadas selecionadas do período anterior para o período atual. As entradas movidas adotam a hora, o dia e a data do período atual. Atualizar: atualiza a página. Colunas de tabela Nome do cliente: o nome da organização. Equipe: o nome do registro de equipe. Motivo: uma descrição da atividade de tempo. Salvar mensagem: o tipo de erro que está impedindo o processamento da transação. Data: a data da entrada de tempo Ref 1: o nome da tarefa. Horas: a duração da entrada de tempo. Referência: crie uma referência que possa ser classificada e filtrada para essa tarefa em exibições de tabela e relatórios. As referências são exibidas na coluna Ref 2 dessa página. Faturável: se essa opção for marcada, essa entrada de tempo será faturável. Login no aplicativo Rastreamento temporal > Registros em log de aplicativos A página Registro em logs de aplicativos exibe um registro da atividade do módulo Rastreamento temporal por: ID do evento Nome do evento Mensagem Admin Data do evento Essa tabela é compatível com colunas selecionáveis, classificação de coluna, filtragem de coluna e larguras de colunas flexíveis. 8

13 Histórico do registro de tempo (resumo) Histórico do registro de tempo (resumo) Rastreamento temporal > Histórico do registro de tempo (resumo) A página Histórico do registro de tempo (resumo) fornece um resumo de todas as entradas de tempo em uma exibição tabular. A tabela exibe uma única linha para cada combinação exclusiva de Usuário, Data, Tipo de trabalho, Ref 1 e Ref 2. As colunas de dados para cada entrada de registro de tempo incluem: Status: New, Approved, Submitted, Void Usuário: o nome do registro de equipe. Tipo de trabalho: Admin Task, Work Order, Service Desk Ticket, Project Task. Ref 1: o nome da tarefa. Ref 2: uma referência em formato livre. Exemplo: Número da ordem de compra do cliente. Atividade: uma descrição da atividade de tempo que você está registrando. Faturável: se essa opção for marcada, essa entrada de tempo será faturável. Período de tempo: o período de tempo da entrada de tempo. Data: a data da entrada de tempo Horas: o número total de horas informadas para a duração da entrada de tempo. Essa tabela é compatível com colunas selecionáveis, classificação de coluna, filtragem de coluna e larguras de colunas flexíveis. Histórico do registro de tempo (detalhes) Rastreamento temporal > Histórico do registro de tempo (detalhes) A página Histórico do registro de tempo (detalhes) fornece todas as entradas de tempo em uma exibição tabular. As colunas de dados para cada entrada de registro de tempo incluem: Status: New, Approved, Submitted, Void Usuário: o nome do registro de equipe. Tipo de trabalho: Admin Task, Work Order, Service Desk Ticket, Project Task. Ref 1: o nome da tarefa. Ref 2: uma referência em formato livre. Exemplo: Número da ordem de compra do cliente. Atividade: uma descrição da atividade de tempo que você está registrando. Faturável: se essa opção for marcada, essa entrada de tempo será faturável. Nota: texto adicional, se apropriado, descrevendo essa entrada de tempo. Período de tempo: o período de tempo da entrada de tempo. Data: a data da entrada de tempo Horas: a duração da entrada de tempo. Essa tabela é compatível com colunas selecionáveis, classificação de coluna, filtragem de coluna e larguras de colunas flexíveis. Temporizadores Um painel de controle de temporizador é exibido no canto superior direito do VSA, logo abaixo do Seletor de função/escopo. 9

14 Temporizadores Temporizadores permitem que você registre o tempo necessário para realizar uma tarefa. Em seguida, você pode adicionar o tempo decorrido como uma entrada de registro de tempo. É possível executar vários temporizadores simultaneamente. As entradas criadas aparecem na página Rastreamento temporal > Meus registros de tempo (página 3). Temporizadores não precisam ser desligados quando você faz logoff do VSA. Você pode voltar a fazer logon várias horas mais tarde e aplicar o tempo decorrido. Nota: Para opções de configuração, consulte Controle de horas (página 2). Como adicioar um temporizador Entradas de temporizador podem ser aplicadas usando os seguintes tipos de trabalho: Como criar uma entrada de temporizador de tarefas do administrador (página 11) Como criar uma entrada de temporizador de cliente/ordem de trabalho (página 11) Como criar uma entrada de temporizador para um ticket de service desk (página 13) Como trabalhar com temporizadores Após a adição de um temporizador, um temporizador selecionado na barra de temporizadores exibe a cor e o nome do temporizador. Enquanto um temporizador está em execução, o botão Pausa é exibido. Quando um temporizador é interrompido, o botão Reproduzir é exibido. Você poderá executar vários temporizadores se esse recurso estiver ativado em Rastreamento temporal > Configurações (página 15). Botões de ação do temporizador Passar o cursor do mouse sobre um temporizador específico ativa os botões de ação para esse temporizador. A cor, a legenda e o tempo decorrido do temporizador são exibidos. Os campos de legenda e cor são editáveis. Clique no ícone de marca de seleção para exibir a janela Aplicar hora. Você pode editar sua entrada de tempo, incluindo o tempo decorrido, e escolher uma destas opções: Aplicar e remover: aplique a entrada de tempo ao seu registro de tempo e remova o temporizador. Aplicar e redefinir: aplique a entrada de tempo ao seu registro de tempo e redefina o temporizador para 0. Clique no ícone de marca de seleção com a tecla Ctrl pressionada para aplicar seu tempo decorrido imediatamente ao registro de tempo, na célula referente à data de hoje. Você poderá editar a entrada de tempo mais tarde usando Rastreamento temporal > Meus registros de tempo (página 3). O ícone Reinicializar temporizador redefine o tempo decorrido de volta para 0. O ícone Remover temporizador remove o temporizador sem aplicar o tempo decorrido à sua planilha. Botões de ação para adicionar temporizador Passar o cursor do mouse sobre o ícone Novo temporizador ícone. ativa os botões de ação para esse Clique em Novo temporizador para criar um novo temporizador. 10

15 Temporizadores Clique em Pausar tudo para pausar todos os temporizadores de uma vez. Clique em Excluir tudo para remover todos os temporizadores. Como criar uma entrada de temporizador de tarefas do administrador Crie uma entrada de temporizador de Tarefa administrativa para acompanhar o tempo de atividades operacionais recorrentes (página 17) não associadas a projetos específicos ou ao Service Billing ou Service Desk. 1. Clique no ícone de novo temporizador para adicionar um novo temporizador. Temporizadores estão localizados no canto superior direito da janela do VSA. A caixa de diálogo Novo temporizador é exibida. Insira ou selecione valores para os campos a seguir. 2. Selecione uma Cor do temporizador exclusiva. Como você pode definir vários temporizadores ao mesmo tempo, é útil atribuir cores diferentes a cada um deles. 3. Insira uma Legenda para o seu temporizador. A legenda é exibida sempre que o ícone de temporizador é selecionado, sendo adicionada como uma nota a qualquer entrada criada a partir do temporizador. Se estiver em branco, o temporizador será rotulado com base no tipo de trabalho que você selecionar. 4. Se a opção Início do salvamento for marcada, o tempo começará a ser contado assim que você salvar essa caixa de diálogo. 5. Selecione a opção de tipo de trabalho Tarefa administrativa. 6. Selecione o Nome da tarefa que melhor descreve o tempo que você está registrando. As tarefas são exibidas na coluna Ref 1 de um registro de tempo. 7. Referência: insira uma referência em formato livre. Exemplo: Número da ordem de compra do cliente. As referências são exibidas na coluna Ref 2 de um registro de tempo. 8. Opcionalmente, adicione uma Nota. 9. Clique em Salvar para fechar esta caixa de diálogo. Os relógios do novo temporizador começarão a registrar o tempo dessa atividade. 10. Conclua a atividade que está sendo cronometrada por esse temporizador. 11. Clique no ícone de marca de seleção. Você pode editar sua entrada de tempo, incluindo o tempo decorrido, e escolher uma destas opções: Aplicar e remover: aplique a entrada de tempo ao seu registro de tempo e remova o temporizador. Aplicar e redefinir: aplique a entrada de tempo ao seu registro de tempo e redefina o temporizador para A entrada que você criou ficará qualificada para faturamento quando o registro de tempo for enviado e aprovado. Como criar uma entrada de temporizador de cliente/ordem de trabalho Crie uma entrada de temporizador para Cliente/Ordem de trabalho para direcionar o tempo inserido no Service Billing. As entradas de tempo do Service Billing podem ser faturadas ao cliente. 1. Clique no ícone de novo temporizador para adicionar um novo temporizador. Temporizadores estão localizados no canto superior direito da janela do VSA. A caixa de diálogo Novo temporizador é exibida. Insira ou selecione valores para os campos a seguir. 11

16 Temporizadores 2. Selecione uma Cor do temporizador exclusiva. Como você pode definir vários temporizadores ao mesmo tempo, é útil atribuir cores diferentes a cada um deles. 3. Insira uma Legenda para o seu temporizador. A legenda é exibida sempre que o ícone de temporizador é selecionado, sendo adicionada como uma nota a qualquer entrada criada a partir do temporizador. Se estiver em branco, o temporizador será rotulado com base no tipo de trabalho que você selecionar. 4. Se a opção Início do salvamento for marcada, o tempo começará a ser contado assim que você salvar essa caixa de diálogo. 5. Selecione a opção de tipo de trabalho Cliente/Ordem de trabalho. 6. Selecione um Cliente, Ordem de trabalho e Nome da tarefa. O Nome da tarefa é o item de ordem de trabalho no qual deseja inserir detalhes de entrada. 7. Opcionalmente, adicione uma Nota. 8. Opcionalmente, marque a caixa de seleção Mostrar nota na fatura. 9. Insira um tipo de Recurso. Não será editável se uma ordem de trabalho detalhada for selecionada. Um tipo de recurso especifica uma habilidade, um material ou custo e define uma taxa padrão para um item ou uma entrada de trabalho faturável. Normalmente, um tipo de recurso representa uma habilidade executada por um membro da equipe. A taxa de faturamento e o custo padrão são definidos por cada habilidade necessária para executar o serviço. A taxa pode ser substituída quando selecionada. Como o trabalho executado para entregar um serviço às vezes requer cobranças incidentais para materiais e custos, os tipos de recurso também podem ser classificados como material ou custo. Por exemplo, o cabeamento extra ou o envio noturno pode ser incluído como entrada de trabalho faturável e adicional porque são necessários para fornecer o serviço de instalação a um servidor. A classificação dos tipos de recursos normalmente refletem os requisitos de produção de uma empresa. As entradas de trabalho são classificadas pelo tipo de recurso e de atividade. 10. Classifique essa entrada como Tipo de atividade. Não será editável se uma ordem de trabalho detalhada for selecionada. Entradas de trabalho são agrupadas por tipo de atividade para analisar o custo e a receita do trabalho. A classificação dos tipos de atividade normalmente refletem os requisitos de contabilidade de uma empresa. As entradas de trabalho são classificadas pelo tipo de atividade e de recurso. 11. A Taxa é apenas para exibição. A taxa de faturamento padrão para o tipo de recurso selecionado. 12. Opcionalmente, verifique a caixa de seleção Substituir taxa para inserir uma Nova taxa. Não será exibida se uma ordem de trabalho detalhada for selecionada. 13. Verifique se a caixa de seleção Faturável está selecionada se quiser faturar essa atividade. 14. Clique em Salvar para fechar esta caixa de diálogo. Os relógios do novo temporizador começarão a registrar o tempo dessa atividade. 15. Conclua a atividade que está sendo cronometrada por esse temporizador. 16. Clique no ícone de marca de seleção para exibir a janela Aplicar hora. Você pode editar sua entrada de tempo, incluindo o tempo decorrido, e escolher uma destas opções: Aplicar e remover: aplique a entrada de tempo ao seu registro de tempo e remova o temporizador. Aplicar e redefinir: aplique a entrada de tempo ao seu registro de tempo e redefina o temporizador para A entrada que você criou ficará qualificada para faturamento quando o registro de tempo for enviado e aprovado. 12

17 Temporizadores Como criar um ticket de service desk e uma entrada de temporizador no Service Billing Crie uma entrada de temporizador para um Ticket do service desk para adicionar o tempo ao ticket do Service Desk inteiro. Opcionalmente, é possível vincular o ticket a registros do Service Billing ou a uma tarefa quando qualquer um desses recursos está ativado. O tempo inserido é exibido como uma nota no ticket. 1. Clique no ícone de novo temporizador para adicionar um novo temporizador. Temporizadores estão localizados no canto superior direito da janela do VSA. A caixa de diálogo Novo temporizador é exibida. Insira ou selecione valores para os campos a seguir. 2. Selecione uma Cor do temporizador exclusiva. Como você pode definir vários temporizadores ao mesmo tempo, é útil atribuir cores diferentes a cada um deles. 3. Insira uma Legenda para o seu temporizador. A legenda é exibida sempre que o ícone de temporizador é selecionado, sendo adicionada como uma nota a qualquer entrada criada a partir do temporizador. Se estiver em branco, o temporizador será rotulado com base no tipo de trabalho que você selecionar. 4. Se a opção Início do salvamento for marcada, o tempo começará a ser contado assim que você salvar essa caixa de diálogo. 5. Selecione a opção de tipo de trabalho Ticket do service desk. 6. Selecione a definição Service Desk. 7. Opcionalmente, selecione um Filtro de status para limitar a lista de tickets exibidos na lista suspensa Ticket. 8. Selecione: Mostrar todos os tickets Mostrar Meus tickets 9. Selecione um Ticket. 10. Os seguintes campos apenas serão exibidos se um service desk estiver integrado ao Service Billing. Consulte Como criar entradas de faturamento usando o Service Desk. Ordem de trabalho: somente exibição. Aparece somente quando uma ordem de trabalho está associada ao ticket na guia Geral do editor de tickets. Item da ordem de trabalho: a linha da ordem de trabalho a ser associada às horas trabalhadas. Aparece somente quando uma ordem de trabalho está associada ao ticket na guia Geral do editor de tickets. Tipo de atividade: Entradas de trabalho são agrupadas por tipo de atividade para analisar o custo e a receita do trabalho. A classificação dos tipos de atividade normalmente refletem os requisitos de contabilidade de uma empresa. As entradas de trabalho são classificadas pelo tipo de atividade e de recurso. não editável quando uma ordem de trabalho detalhada é selecionada. Tipo de recurso: Um tipo de recurso especifica uma habilidade, um material ou custo e define uma taxa padrão para um item ou uma entrada de trabalho faturável. Normalmente, um tipo de recurso representa uma habilidade executada por um membro da equipe. A taxa de faturamento e o custo padrão são definidos por cada habilidade necessária para executar o serviço. A taxa pode ser substituída quando selecionada. Como o trabalho executado para entregar um serviço às vezes requer cobranças incidentais para materiais e custos, os tipos de recurso também podem ser classificados como material ou custo. Por exemplo, o cabeamento extra ou o envio noturno pode ser incluído como entrada de trabalho faturável e adicional porque são necessários para fornecer o serviço de instalação a um servidor. A classificação dos tipos de recursos normalmente refletem os requisitos de produção de uma empresa. As entradas de trabalho são classificadas pelo tipo de recurso e de atividade.não editável quando uma ordem de trabalho detalhada é selecionada. 13

18 Temporizadores Taxa: A taxa de faturamento padrão para o tipo de recurso selecionado. somente exibir. Substituir taxa: Uma taxa inserida manualmente que substitui a taxa de faturamento padrão para um tipo de recurso selecionado.essa opção não é exibida quando uma ordem de trabalho detalhada é selecionada. Mostrar nota na fatura: se essa opção estiver marcada, a nota será exibida na fatura impressa. 11. Selecione uma Tarefa. Esse campo apenas será exibido se Tarefas tiverem sido ativadas para o service desk. 12. Opcionalmente, adicione uma Nota. 13. Opcionalmente, transforme uma nota em uma Nota oculta no ticket. 14. Faturável: caso selecionada, a entrada é faturável. Se o Service Billing não estiver instalado, a caixa de seleção Faturável servirá apenas como referência. Se o Service Billing estiver instalado, a entrada será encaminhada ao Service Billing. Se registros de tempo exigirem aprovação, o registro de tempo contendo essa entrada deverá ser aprovado antes que a entrada seja encaminhada para o Service Billing. 15. Clique em Salvar para fechar esta caixa de diálogo. Os relógios do novo temporizador começarão a registrar o tempo dessa atividade. 16. Conclua a atividade que está sendo cronometrada por esse temporizador. 17. Clique no ícone de marca de seleção para exibir a janela Aplicar hora. Você pode editar sua entrada de tempo, incluindo o tempo decorrido, e escolher uma destas opções: Aplicar e remover: aplique a entrada de tempo ao seu registro de tempo e remova o temporizador. Aplicar e redefinir: aplique a entrada de tempo ao seu registro de tempo e redefina o temporizador para 0. Como criar uma entrada de temporizador para um ticket de service desk ou para um ticket/tarefa Crie uma entrada de temporizador para um Ticket de service desk para adicionar o tempo ao ticket do Service Desk inteiro ou a uma tarefa dentro desse ticket. O tempo inserido é exibido como uma nota no ticket. 1. Clique no ícone de novo temporizador para adicionar um novo temporizador. Temporizadores estão localizados no canto superior direito da janela do VSA. A caixa de diálogo Novo temporizador é exibida. Insira ou selecione valores para os campos a seguir. 2. Selecione uma Cor do temporizador exclusiva. Como você pode definir vários temporizadores ao mesmo tempo, é útil atribuir cores diferentes a cada um deles. 3. Insira uma Legenda para o seu temporizador. A legenda é exibida sempre que o ícone de temporizador é selecionado, sendo adicionada como uma nota a qualquer entrada criada a partir do temporizador. Se estiver em branco, o temporizador será rotulado com base no tipo de trabalho que você selecionar. 4. Se a opção Início do salvamento for marcada, o tempo começará a ser contado assim que você salvar essa caixa de diálogo. 5. Selecione a opção de tipo de trabalho Ticket de service desk. 6. Selecione a definição Service Desk. 7. Opcionalmente, selecione um Filtro de status para limitar a lista de tickets exibidos na lista suspensa Ticket. 8. Selecione: 14

19 Configurações Mostrar todos os tickets Mostrar Meus tickets 9. Selecione um Ticket. 10. Selecione uma Tarefa. Esse campo só será exibido se o recurso Funcionalidade de tarefas estiver ativado no Service Desk. 11. Opcionalmente, adicione uma Nota. 12. Opcionalmente, transforme uma nota em uma Nota oculta no ticket. 13. Faturável: caso selecionada, a entrada é faturável. Se o Service Billing não estiver instalado, a caixa de seleção Faturável servirá apenas como referência. Se o Service Billing estiver instalado, a entrada será encaminhada ao Service Billing. Se registros de tempo exigirem aprovação, o registro de tempo contendo essa entrada deverá ser aprovado antes que a entrada seja encaminhada para o Service Billing. 14. Clique em Salvar para fechar esta caixa de diálogo. Os relógios do novo temporizador começarão a registrar o tempo dessa atividade. 15. Conclua a atividade que está sendo cronometrada por esse temporizador. 16. Clique no ícone de marca de seleção para exibir a janela Aplicar hora. Você pode editar sua entrada de tempo, incluindo o tempo decorrido, e escolher uma destas opções: Aplicar e remover: aplique a entrada de tempo ao seu registro de tempo e remova o temporizador. Aplicar e redefinir: aplique a entrada de tempo ao seu registro de tempo e redefina o temporizador para 0. Configurações Rastreamento temporal > Configurações Rastreamento temporal Faturamento Usar o recurso Registro de tempo para aprovação de entradas de tempo: se essa opção for marcada, os registros de tempo serão aprovados manualmente com o uso de Rastreamento temporal > Aprovar registros de tempo (página 6). Se estiver em branco, os registros de tempo serão aprovados automaticamente. Nota: Registros de tempo também serão automaticamente aprovados se um registro de equipe não especificar um padrão de aprovação e um supervisor. Nota: Para opções de configuração, consulte Controle de horas (página 2). Enviar dados de entrada de tempo ao faturamento de serviços: essa opção só será exibida se o Service Billing estiver instalado. Se ela for marcada, as entradas de tempo criadas com Meus registros de tempo (página 3) ou Temporizadores (página 9) poderão ser transferidas ao Service Billing e faturadas. Se os registros de tempo exigirem aprovação, uma entrada de tempo não será encaminhada ao Service Billing até que seu registro de tempo seja aprovado. Temporizadores de sessão Mostrar temporizadores de sessão no cabeçalho: se essa opção for marcada, os temporizadores serão exibidos no cabeçalho do VSA. 15

20 Períodos Permitir que diversos temporizadores de sessão funcionem ao mesmo tempo: se a opção Mostrar temporizadores de sessão estiver marcada, ative ou desative a execução de várias sessões ao mesmo tempo. Nota: Para opções de configuração, consulte Controle de horas (página 2). Períodos Ações Rastreamento temporal > Períodos A página Períodos define uma série de períodos de tempo. Cada registro de Períodos especifica uma data de início, a duração e a unidade de tempo do calendário padrão, por exemplo, semanal ou mensal. Esses valores são usados para criar uma série de períodos de tempo. Apenas um registro de Períodos pode ser ativado a qualquer momento. A ativação de um registro de Períodos permite que entradas de tempo sejam aplicadas aos seus períodos de tempo. Todos os períodos de tempo gerados são ativos por padrão. Você pode usar Rastreamento temporal > Resumo do registro de tempo (página 7) para fechar um período de tempo. Se registros de tempo e temporizadores forem ativados com o uso de Rastreamento temporal > Configurações (página 15), esses recursos poderão ser usados para criar e manter entradas de tempo para um período de tempo ativo. Geralmente, essa função só precisa ser executada uma vez por ano, para criar mais um ou dois anos adicionais de registros de tempo. Nota: Apenas registros de tempo para a data atual e datas anteriores são exibidos em Meus registros de tempo (página 3) e Aprovar registros de tempo (página 6). Nota: Para opções de configuração, consulte Controle de horas (página 2). Novo: cria um registro de períodos. Editar: edita um registro de períodos selecionado. Ativar: ativa um registro de períodos selecionado. Desativar: desativa um registro de períodos selecionado. Exibir períodos: exibe os períodos de tempo de um registro de períodos selecionado. Excluir: exclui um período de tempo selecionado. Apenas períodos sem entradas de tempo podem ser excluídos. Como adiccionar ou editar um período de tempo Nome: insira um nome para o registro de períodos. Agendar: insira um período de calendário. Propósito: Billing ou Timesheet. Apenas para referência. Data inicial: a data de início para começar a gerar períodos de tempo. Nota: A data de início também determina o primeiro dia da semana em que os registros de tempo são exibidos. Período de criação: por quanto tempo criar períodos de tempo. Núm. de horas por período: o número típico de horas de trabalho associadas a cada período de tempo. Usado para comparação com as horas reais inseridas. 16

21 Tarefas administrativas Tarefas administrativas Ações Rastreamento temporal > Tarefas administrativas A página Tarefas administrativas define tarefas que representam atividades operacionais recorrentes não associadas a projetos específicos. Vacation, Meetings e Travel são exemplos típicos. Essa tabela inclui um conjunto de tarefas administrativas predefinidas do (System). Ao criar uma entrada de tempo usando um Temporizador (página 9), você tem a opção de classificar o tempo decorrido como uma tarefa administrativa. A coluna Tipo de trabalho em Rastreamento temporal > Meus registros de tempo (página 3) identifica essas entradas de tempo como Admin Task. Nova: cria uma nova tarefa. Editar: edita uma tarefa existente. Como adicionar ou editar uma tarefa administrativa Nome: insira um nome para a tarefa. Desc: insira uma descrição para a tarefa. Ativado: se essa opção for marcada, a tarefa poderá ser adicionada a um registro de tempo. Adicionado aos registros de tempo automaticamente: se essa opção for marcada, a tarefa será automaticamente adicionada a um registro de tempo. Padrões de aprovação Rastreamento temporal > Padrões de aprovação A página Padrões de aprovação define padrões de aprovação de uma ou duas etapas. Dois tipos de aprovadores podem aprovar um registro de tempo: O supervisor de outro membro da equipe, conforme especificado com o na lista suspensa Supervisor em Sistema >Organizações/Grupos/Depts/Equipe > Gerenciar > Equipe. Um gerente, que é o supervisor de um supervisor. É possível criar padrões de aprovação que exigem a aprovação de um Supervisor, de um Manager ou de ambos. Por exemplo: Somente do Supervisor Somente do Manager Supervisor ou Manager: uma única aprovação por um dos dois é necessária para aprovar um registro de tempo. Nota: Os registros de equipe de aprovadores e aqueles que estão sendo aprovados devem estar associados aos seus próprios logons de usuário do VSA. Nota: Para opções de configuração, consulte Controle de horas (página 2). Ações Novo: crie um novo padrão de aprovação. Editar: edite um padrão de aprovação existente. Ativar: ativa um padrão de aprovação. Desativar: desative um padrão de aprovação. A desativação de um padrão de aprovação limpa esse padrão de todos os registros de equipe que o utilizam. Todos os registros de tempo 17

22 Padrões de aprovação subsequentes enviados por esses membros de equipe serão aprovados automaticamente, até que um novo padrão de aprovação seja atribuído a seus registros de equipe. Como adicionar ou editar um padrão de aprovação Nome do padrão: insira o nome do padrão de aprovação. Primeiro aprovador: Supervisor ou Manager. Segundo aprovador: Supervisor ou Manager, ou deixe em branco. 18

23 Índice Índice A Aprovar registros de tempo 6 C Como configurar o rastreamento temporal 2 Como criar um ticket de service desk e uma entrada de temporizador no Service Billing 13 Como criar uma entrada de quadro de horários de tarefas do administrador 4 Como criar uma entrada de registro de tempo de cliente/ordem de trabalho 5 Como criar uma entrada de registro de tempo para um ticket de service desk 5 Como criar uma entrada de temporizador de cliente/ordem de trabalho 11 Como criar uma entrada de temporizador de tarefas do administrador 11 Como criar uma entrada de temporizador para um ticket de service desk ou para um ticket/tarefa 14 Configurações 15 D Dashboard 3 H Histórico do registro de tempo (detalhes) 9 Histórico do registro de tempo (resumo) 9 L Login no aplicativo 8 M Meus registros de tempo 3 P Padrões de aprovação 17 Períodos 16 R Requisitos do módulo Time Tracking 2 Resumo do registro de tempo 7 T Tarefas administrativas 17 Temporizadores 9 Transações não processadas 8 V Visão geral do rastreamento temporal 1 19

Dados de exibição rápida. Versão R9. Português

Dados de exibição rápida. Versão R9. Português Service Billing Dados de exibição rápida Versão R9 Português Março 26, 2015 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya s Click-Accept EULATOS

Leia mais

Dados de exibição rápida. Versão R9. Português

Dados de exibição rápida. Versão R9. Português Iniciar Dados de exibição rápida Versão R9 Português Março 26, 2015 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya s Click-Accept EULATOS as

Leia mais

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version R8. Português

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version R8. Português Kaseya 2 Software Deployment and Update Dados de exibição rápida Version R8 Português Outubro 23, 2014 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined

Leia mais

Dados de exibição rápida. Versão R9. Português

Dados de exibição rápida. Versão R9. Português Data Backup Dados de exibição rápida Versão R9 Português Março 26, 2015 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya s Click-Accept EULATOS

Leia mais

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version R8. Português

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version R8. Português Kaseya 2 Using StorageCraft Recovery Environment Dados de exibição rápida Version R8 Português Outubro 23, 2014 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as

Leia mais

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version R8. Português

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version R8. Português Kaseya 2 Using ShadowControl ImageManager for Offsite Replication Dados de exibição rápida Version R8 Português January 6, 2015 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to

Leia mais

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version 7.0. Português

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version 7.0. Português Kaseya 2 Mobile Device Management Dados de exibição rápida Version 7.0 Português Setembro 17, 2014 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in

Leia mais

Kaseya 2. Guia do usuário. Version 7.0. Português

Kaseya 2. Guia do usuário. Version 7.0. Português Kaseya 2 Mobile Device Management Guia do usuário Version 7.0 Português Setembro 17, 2014 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya s

Leia mais

Dados de exibição rápida. Versão R91. Português

Dados de exibição rápida. Versão R91. Português Configuração de monitoramento Dados de exibição rápida Versão R91 Português Junho 10, 2015 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya s

Leia mais

CA Clarity PPM. Guia do Usuário de Gestão de Demanda. Release 14.2.00

CA Clarity PPM. Guia do Usuário de Gestão de Demanda. Release 14.2.00 CA Clarity PPM Guia do Usuário de Gestão de Demanda Release 14.2.00 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada

Leia mais

Kaseya 2. Guia do usuário. Version R8. Português

Kaseya 2. Guia do usuário. Version R8. Português Kaseya 2 Service Desk Guia do usuário Version R8 Português November 6, 2014 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya s Click-Accept EULATOS

Leia mais

Kaseya 2. Guia do usuário. Version R8. Português

Kaseya 2. Guia do usuário. Version R8. Português Kaseya 2 vpro Guia do usuário Version R8 Português Outubro 23, 2014 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya s Click-Accept EULATOS as

Leia mais

Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook

Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook Maio de 2012 Conteúdo Capítulo 1: Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook... 5 Introdução ao Conference Manager do Microsoft Outlook... 5 Instalando

Leia mais

Integração de livros fiscais com o Microsoft Dynamics AX 2009

Integração de livros fiscais com o Microsoft Dynamics AX 2009 Microsoft Dynamics AX Integração de livros fiscais com o Microsoft Dynamics AX 2009 White paper Este white paper descreve como configurar e usar a integração de livros fiscais entre o Microsoft Dynamics

Leia mais

Kaseya 2. Guia do usuário. Version 7.0. Português

Kaseya 2. Guia do usuário. Version 7.0. Português Kaseya 2 Desktop Management Guia do usuário Version 7.0 Português Setembro 17, 2014 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya s Click-Accept

Leia mais

Kaseya 2. Guia do usuário. Version 7.0. Português

Kaseya 2. Guia do usuário. Version 7.0. Português Kaseya 2 Auditoria Guia do usuário Version 7.0 Português Agosto 26, 2014 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya s Click-Accept EULATOS

Leia mais

FedEx Ship Manager Software. Guia do Usuário

FedEx Ship Manager Software. Guia do Usuário Guia do Usuário 1 Bem-vindo! O que é o software FedEx Ship Manager? Simplifique e agilize o gerenciamento de remessas importantes via FedEx com o software FedEx Ship Manager (FSM). As ferramentas de produtividade

Leia mais

Guia do usuário. Versão R9. Português

Guia do usuário. Versão R9. Português Software Deployment and Update Guia do usuário Versão R9 Português Março 26, 2015 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya s Click-Accept

Leia mais

MozyPro Guia do administrador Publicado: 2013-07-02

MozyPro Guia do administrador Publicado: 2013-07-02 MozyPro Guia do administrador Publicado: 2013-07-02 Sumário Prefácio: Prefácio...vii Capítulo 1: Apresentação do MozyPro...9 Capítulo 2: Noções básicas sobre os Conceitos do MozyPro...11 Noções básicas

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

Instruções para faturamento (Invoice Instructions)

Instruções para faturamento (Invoice Instructions) Instruções para faturamento na web: Uma Ordem de Trabalho está pronta para faturamento após o técnico usar a IVR para fazer o check-in e o check-out (indicações de que o trabalho está concluído). Após

Leia mais

Lync Acessando o Lync Web App

Lync Acessando o Lync Web App Lync Acessando o Lync Web App Saiba como ingressar em uma reunião, quais são os recursos disponíveis, as configurações e conheça o layout do Lync Web App. Sumário Lync Web App... 1 Ingressar em uma Reunião

Leia mais

CA Clarity PPM. Guia do Usuário de Gestão Financeira. Release 13.3.00

CA Clarity PPM. Guia do Usuário de Gestão Financeira. Release 13.3.00 CA Clarity PPM Guia do Usuário de Gestão Financeira Release 13.3.00 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada

Leia mais

SAP Guia de signatário da DocuSign

SAP Guia de signatário da DocuSign SAP Guia de signatário da DocuSign Índice 1. SAP Guia de signatário da DocuSign... 2 2. Recebimento de uma notificação por e-mail... 2 3. Assinatura do documento... 3 4. Outras opções... 4 4.1 Concluir

Leia mais

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário Manual do Usuário Produto: EmiteNF-e Versão: 1.2 Índice 1. Introdução... 2 2. Acesso ao EmiteNF-e... 2 3. Configurações Gerais... 4 3.1 Gerenciamento de Usuários... 4 3.2 Verificação de Disponibilidade

Leia mais

Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Mac

Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Mac Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Mac Abril de 2015 Inicialização rápida O Novell Filr permite que você acesse facilmente todos os seus arquivos e pastas do desktop, browser

Leia mais

LGTi Tecnologia. Manual - Outlook Web App. Soluções Inteligentes. Siner Engenharia

LGTi Tecnologia. Manual - Outlook Web App. Soluções Inteligentes. Siner Engenharia LGTi Tecnologia Soluções Inteligentes Manual - Outlook Web App Siner Engenharia Sumário Acessando o Outlook Web App (Webmail)... 3 Email no Outlook Web App... 5 Criar uma nova mensagem... 6 Trabalhando

Leia mais

O Sistema foi inteiramente desenvolvido em PHP+Javascript com banco de dados em MySQL.

O Sistema foi inteiramente desenvolvido em PHP+Javascript com banco de dados em MySQL. Nome do Software: Gerenciador de Projetos Versão do Software: Gerenciador de Projetos 1.0.0 1. Visão Geral Este Manual de Utilização do Programa Gerenciador de Projetos via Web, tem por finalidade facilitar

Leia mais

MANUAL DA SECRETARIA

MANUAL DA SECRETARIA MANUAL DA SECRETARIA Conteúdo Tela de acesso... 2 Liberação de acesso ao sistema... 3 Funcionários... 3 Secretaria... 5 Tutores... 7 Autores... 8 Configuração dos cursos da Instituição de Ensino... 9 Novo

Leia mais

Mais configuração OptraImage

Mais configuração OptraImage 1 fax Personalizarconfiguraçõesdecópia...2 Definirmanualmenteasinformaçõesbásicasdofax...3 Criardestinospermanentesdefax...5 Alterarasconfiguraçõesderecebereenviarfax...7 Ajustarasopçõesdeenviodefax...8

Leia mais

Criar formulários preenchidos pelos usuários no Word

Criar formulários preenchidos pelos usuários no Word Página 1 de 5 Word > Criando documentos específicos > Formas Criar formulários preenchidos pelos usuários no Word Usando um modelo, você pode adicionar controles de conteúdo e texto com instrução no Microsoft

Leia mais

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1 Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente Versão 1.1 Sumário Sistema de Relacionamento com Cliente 3 1 Introdução... ao Ambiente do Sistema 4 Acessando... o Sistema 4 Sobre a Tela... do Sistema

Leia mais

CA Nimsoft Monitor Snap

CA Nimsoft Monitor Snap CA Nimsoft Monitor Snap Guia de Configuração do Monitoramento do WebSphere websphere série 1.6 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Snap Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se somente

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Guia do Usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 7.1

Guia do Usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 7.1 Guia do Usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 7.1 Sede das Américas Cisco Systems, Inc. 170 West Tasman Drive San Jose, CA 95134-1706 EUA http://www.cisco.com Tel.: +1 408 526-4000

Leia mais

Guia do Usuário. Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android

Guia do Usuário. Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android Guia do Usuário Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android 2011-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. AVIGILON é marca comercial registrada e/ou não registrada da Avigilon

Leia mais

Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Windows

Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Windows Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Windows Abril de 2015 Inicialização rápida O Novell Filr permite que você acesse facilmente todos os seus arquivos e pastas do desktop,

Leia mais

CIBM. IBM SmartCloud Entry. Guia do Usuário - Versão 2.2

CIBM. IBM SmartCloud Entry. Guia do Usuário - Versão 2.2 CIBM Guia do Usuário - Versão 2.2 Esta edição aplica-se à versão 2, release 2, modificação 0 do (número do produto 5765-SKC) e a todos os releases e modificações subsequentes, até que seja indicado de

Leia mais

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier isupplier Revisão 01 Setembro 2011 Sumário 1 Acesso ao portal isupplier... 03 2 Home Funções da Tela Inicial... 05 3 Ordens de Compra Consultar Ordens de Compra... 07 4 Entregas Consultar Entregas... 13

Leia mais

Manual do Usuário - Cliente Externo

Manual do Usuário - Cliente Externo Versão 3.0 SGCL - Sistema de Gestão de Conteúdo Local SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 1.1. Referências... 4 2. COMO ESTÁ ORGANIZADO O MANUAL... 4 3. FUNCIONALIDADES GERAIS DO SISTEMA... 5 3.1. Acessar a Central

Leia mais

Guia de Usuário do Servidor do Avigilon Control Center. Versão 5.6

Guia de Usuário do Servidor do Avigilon Control Center. Versão 5.6 Guia de Usuário do Servidor do Avigilon Control Center Versão 5.6 2006-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedida por escrito, nenhuma licença será

Leia mais

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version R8. Português

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version R8. Português Kaseya 2 Network Monitor Dados de exibição rápida Version R8 Português November 5, 2014 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya s Click-Accept

Leia mais

29 de abril de 2014. Fiery Driver para Mac OS

29 de abril de 2014. Fiery Driver para Mac OS 29 de abril de 2014 Fiery Driver para Mac OS 2014 Electronics For Imaging. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto. Conteúdo 3 Conteúdo...5

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Sumário. Atualizando a tabela dinâmica

Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Sumário. Atualizando a tabela dinâmica Sumário Atualizando a tabela dinâmica Exibição de páginas em planilhas separadas Detalhando / ocultando os dados da planilha Gráfico dinâmico Gráfico dinâmico (cont.) Alterando a formatação do gráfico

Leia mais

Use a mala direta para criar e imprimir cartas e outros

Use a mala direta para criar e imprimir cartas e outros Página 1 de 19 Word > Mala direta Use a mala direta para criar e imprimir cartas e outros documentos Ocultar tudo É possível usar a mala direta quando deseja criar um conjunto de documentos, como uma carta

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME APRESENTAÇÃO Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE WORD 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha. Programador:

Leia mais

Dados de exibição rápida. Versão R91. Português

Dados de exibição rápida. Versão R91. Português Ferramentas de controle remoto Dados de exibição rápida Versão R91 Português Julho 17, 2015 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA Manual do Moodle- Sala virtual UNIFAP MACAPÁ-AP 2012 S U M Á R I O 1 Tela de Login...3 2 Tela Meus

Leia mais

CA Agile Vision. Guia do Usuário

CA Agile Vision. Guia do Usuário CA Agile Vision Guia do Usuário Spring 2010 Esta documentação e qualquer programa de computador relacionado (mencionados como parte que se segue como a "Documentação") destinam-se apenas a fins informativos

Leia mais

Modelos de Caso de Administração

Modelos de Caso de Administração Modelos de Caso de Administração Instruções Ajude a equipe Premier+ a concluir seus Casos de Administração de forma rápida e eficiente! Este documento lista as informações necessárias para concluir as

Leia mais

Orientações para o uso do webmail da CODEVASF

Orientações para o uso do webmail da CODEVASF Orientações para o uso do webmail da CODEVASF Índice: Página Inicial 2 Correio 2 Enviando uma mensagem Catálogo de endereços 2 3 Configurando o catálogo de endereços 3 Adicionando um contato 4 Enviando

Leia mais

Guia de Início Rápido SystemTweaker

Guia de Início Rápido SystemTweaker Guia de Início Rápido SystemTweaker O SystemTweaker é uma ferramenta segura e fácil de usar para personalizar o Windows de acordo com as suas preferências. Este guia de início rápido irá ajudar você a

Leia mais

Carrera Pessoal 2015. Guia de uso

Carrera Pessoal 2015. Guia de uso Carrera Pessoal 2015 Guia de uso Bem vindo ao Carrera Pessoal 2015, o gerenciador financeiro ideal. Utilizando o Carrera Pessoal você poderá administrar com facilidade as suas finanças e/ou da sua família.

Leia mais

Splash RPX-iii Xerox 700 Digital Color Press. Guia de impressão

Splash RPX-iii Xerox 700 Digital Color Press. Guia de impressão Splash RPX-iii Xerox 700 Digital Color Press Guia de impressão 2008 Electronics for Imaging, Inc. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto.

Leia mais

Manual do usuário do Cisco Unified Communications Manager Assistant para o Cisco Unified Communications Manager 6.0

Manual do usuário do Cisco Unified Communications Manager Assistant para o Cisco Unified Communications Manager 6.0 Manual do usuário do Cisco Unified Communications Manager Assistant para o Cisco Unified Communications Manager 6.0 Sede nas Américas Cisco Systems, Inc. 170 West Tasman Drive San Jose, CA 95134-1706 EUA

Leia mais

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL ENTIDADE. Versão 2.2.15

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL ENTIDADE. Versão 2.2.15 MANUAL Certificado de Origem Digital PERFIL ENTIDADE Versão 2.2.15 Sumário 1. Inicializando no sistema... 4 2. Perfil de Emissores do Sistema... 4 3. Analisando os certificados emitidos... 5 3.1. Certificados

Leia mais

Guia de Inicialização para a Web

Guia de Inicialização para a Web Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para a Web Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter os números

Leia mais

Guia de Utilização BANCO DE EMPREGOS ANOS. www.sindigraf.org.br

Guia de Utilização BANCO DE EMPREGOS ANOS. www.sindigraf.org.br Guia de Utilização BANCO DE EMPREGOS ANOS www.sindigraf.org.br 01 ÍNDICE Como acessar o Banco de Empregos 04 Candidato - Gerenciamento de Conta 06 Empresa - Gerenciamento de Conta 12 Como se Logar 19

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE 2 1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE ATENDIMENTO... 6 4 - A TELA AGENDA... 7 4.1 - TIPOS

Leia mais

Gerenciamento de Desempenho do Avaya Aura Contact Center

Gerenciamento de Desempenho do Avaya Aura Contact Center Gerenciamento de Desempenho do Avaya Aura Contact Center Release 6.2 NN44400-710 03.BA Julho de 2011 2011 Avaya Inc. Todos os direitos reservados. Aviso Apesar dos esforços empenhados para garantir a abrangência

Leia mais

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR 1 Índice: 01- Acesso ao WEBMAIL 02- Enviar uma mensagem 03- Anexar um arquivo em uma mensagem 04- Ler/Abrir uma mensagem 05- Responder uma mensagem

Leia mais

SC Tickets Sistema de Cadastro de Tickets de TI

SC Tickets Sistema de Cadastro de Tickets de TI Manual do Usuário Manual do Usuário SC Tickets Sistema de Cadastro de Tickets de TI Suporte e Help Desk - IMA Linhas gerais - Objetivos SC Tickets Sistema de Cadastro de Tickets de Suporte, desenvolvido

Leia mais

Guia de funções do SWCA (System-Wide Call Appearance, Apresentação de chamada em todo o sistema)

Guia de funções do SWCA (System-Wide Call Appearance, Apresentação de chamada em todo o sistema) Guia de funções do SWCA (System-Wide Call Appearance, Apresentação de chamada em todo o sistema) Nº do componente N0069077 Novembro de 2005 Sobre as teclas do SWCA (System-Wide Call Appearance, Apresentação

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

GUIA DO PORTAL MAXIPAGO

GUIA DO PORTAL MAXIPAGO GUIA DO PORTAL MAXIPAGO Versão 1.1.1 Sumário 1. Introdução... 4 2. Glossário... 5 3. Acesso ao Portal... 6 4. Mudando o Idioma do Portal... 6 5. Utilizando as Credenciais de Teste para Acesso ao Portal...

Leia mais

Guia do Usuário Administrativo Bomgar 10.2 Enterprise

Guia do Usuário Administrativo Bomgar 10.2 Enterprise Guia do Usuário Administrativo Bomgar 10.2 Enterprise Índice Introdução 2 Interface administrativa 2 Status 2 Minha conta 3 Opções 3 Equipes de suporte 4 Jumpoint 5 Jump Clients 6 Bomgar Button 6 Mensagens

Leia mais

Manual Carteiro Virtual

Manual Carteiro Virtual Manual Carteiro Virtual CONFIGURAÇÕES INICIAIS Introdução...3 Como acessar o Carteiro Virtual...4 Personalizando seus dados de acesso...6 LISTAS DE CONTATOS Criando Lista de Contatos...8 Inserindo contatos

Leia mais

Insight Teacher Quickstart Guide

Insight Teacher Quickstart Guide 1 2 Site de Internet: www.faronics.com E-mail: sales@faronics.com Telefone: (+1) 800-943-6422 ou (+1) 604-637-3333 Fax: (+1) 800-943-6488 ou (+1) 604-637-8188 Horário: de segunda-feira a sexta-feira, das

Leia mais

FEMA Fundação Educacional Machado de Assis INFORMÁTICA Técnico em Segurança do Trabalho P OW ERPOI NT. Escola Técnica Machado de Assis Imprensa

FEMA Fundação Educacional Machado de Assis INFORMÁTICA Técnico em Segurança do Trabalho P OW ERPOI NT. Escola Técnica Machado de Assis Imprensa P OW ERPOI NT 1 INTRODUÇÃO... 3 1. Iniciando o PowerPoint... 3 2. Assistente de AutoConteúdo... 4 3. Modelo... 5 4. Iniciar uma apresentação em branco... 6 5. Modo de Exibição... 6 6. Slide Mestre... 7

Leia mais

... MANUAL DO MODERADOR SERVIÇOS DE WEB

... MANUAL DO MODERADOR SERVIÇOS DE WEB ... MANUAL DO MODERADOR SERVIÇOS DE WEB ÍNDICE 1. IMPLEMENTAÇÃO 4 1.1 PAINEL DE CONTROLE 4 1.2 SENHA 4 1.3 INSTALAÇÃO 4 1.3.1 INSTALAÇÃO PARA MODERADOR 4 1.3.2 INSTALAÇÃO PARA PARTICIPANTES 8 1.3.2.1 PELO

Leia mais

Avaya Softconsole Versão 1.5 Referência Rápida

Avaya Softconsole Versão 1.5 Referência Rápida Avaya Softconsole Versão 1.5 Referência Rápida 555-233-773PTB 1ª edição Fevereiro de 2003 Copyright 2003, Avaya Inc. Todos os direitos reservados Impresso nos EUA Aviso. Considerando-se que foram empregados

Leia mais

Tanto na visão semanal como diária você tem a sua disposição algumas opções uteis que facilitarão seu dia a dia.

Tanto na visão semanal como diária você tem a sua disposição algumas opções uteis que facilitarão seu dia a dia. Agenda A agenda é o coração de qualquer clinica estética, já que trata-se de uma peça fundamental para organizar seu trabalho diário. Entretanto, dentro de FLOWww a agenda ganha um destaque ainda mais

Leia mais

Licenciamento por volume da Adobe

Licenciamento por volume da Adobe Licenciamento por volume da Adobe Admin Console para clientes do VIP Guia do usuário do Value Incentive Plan (VIP) Versão 2.5 November 21, 2013 Sumário O que é o Admin Console para clientes do VIP?...

Leia mais

9 (build 9.6) Guia do Usuário. Nota importante sobre o conteúdo deste guia

9 (build 9.6) Guia do Usuário. Nota importante sobre o conteúdo deste guia 9 (build 9.6) Guia do Usuário Nota importante sobre o conteúdo deste guia O guia do usuário completo do IRISPowerscan está disponível em inglês, francês e alemão. As versões deste guia do usuário em outros

Leia mais

Capítulo 1. Guia de Início Rápido. Você vai aprender a programar a sua primeira reunião em 5 passos fáceis.

Capítulo 1. Guia de Início Rápido. Você vai aprender a programar a sua primeira reunião em 5 passos fáceis. Capítulo 1 Guia de Início Rápido Você vai aprender a programar a sua primeira reunião em 5 passos fáceis. PRIMEIRO PASSO: Entrando no ClaireMeeting Use o seu navegador e acesse: http://www.clairemeeting4.com.br

Leia mais

DIRETO. Manual do Usuário. PROCERGS Divisão 7

DIRETO. Manual do Usuário. PROCERGS Divisão 7 DIRETO Manual do Usuário PROCERGS Divisão 7 Este documento foi produzido pela PROCERGS Praça dos Açorianos, s/n - CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (051) 210-3100 http:\\www.procergs.com.br Sumário Sobre

Leia mais

Cadastro de Usuários e Agendamento de Consultas

Cadastro de Usuários e Agendamento de Consultas 2013 Cadastro de Usuários e Agendamento de Consultas Cris Podologia 1 Conteúdo 1) Cadastro... 3 2) Agendamento... 8 3) Atualização e Complemento do Cadastro... 13 a) Perfil... 15 b) Endereço... 15 4) Recuperação

Leia mais

www.lg.com Nome do modelo: LG Smart AC App. P/NO : MFL67891008

www.lg.com Nome do modelo: LG Smart AC App. P/NO : MFL67891008 MANUAL DO PROPRIETÁRIO AR CONDICIONADO Por favor, leia essas instruções completamente para a sua segurança antes de usar o aplicativo e use-o com precisão. Estes conteúdos são para evitar qualquer perda

Leia mais

Instruções de operação Guia de segurança

Instruções de operação Guia de segurança Instruções de operação Guia de segurança Para um uso seguro e correto, certifique-se de ler as Informações de segurança em 'Leia isto primeiro' antes de usar o equipamento. CONTEÚDO 1. Instruções iniciais

Leia mais

Lifesize Video Table of Contents

Lifesize Video Table of Contents Table of Contents Vamos começar Para quem devo ligar? Criar uma reunião Enviar um convite Ligar para alguém Vamos nos reunir Vamos conversar Compartilhando dados em uma chamada Como discar Tópicos avançados

Leia mais

Agendador de Rotinas

Agendador de Rotinas Agendador de Rotinas Agendamento para Importação de Notas Fiscais É possível parametrizar o agendamento para importação de notas fiscais de entrada, saída e conhecimento de transporte, para todas as empresas

Leia mais

Fiery EXP8000 Color Server SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS. Impressão no Mac OS

Fiery EXP8000 Color Server SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS. Impressão no Mac OS Fiery EXP8000 Color Server SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS Impressão no Mac OS 2005 Electronics for Imaging, Inc. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Um serviço de diretório, como o Active Directory, fornece os métodos para armazenar os dados de diretório (informações sobre objetos

Leia mais

Software ConnectKey Share to Cloud Versão 1.0 Abril de 2013. Xerox ConnectKey Share to Cloud Guia do Usuário / Administrador

Software ConnectKey Share to Cloud Versão 1.0 Abril de 2013. Xerox ConnectKey Share to Cloud Guia do Usuário / Administrador Software ConnectKey Share to Cloud Versão 1.0 Abril de 2013 Xerox ConnectKey Share to Cloud Guia do Usuário / Administrador 2013 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Xerox, Xerox and Design

Leia mais

Kaseya 2. Guia de Início Rápido. para VSA 6.0

Kaseya 2. Guia de Início Rápido. para VSA 6.0 Kaseya 2 Iniciar Guia de Início Rápido para VSA 6.0 June 9, 2010 About Kaseya Kaseya is a global provider of IT automation software for IT Solution Providers and Public and Private Sector IT organizations.

Leia mais

Sistema Ativo de Segurança Automotiva

Sistema Ativo de Segurança Automotiva Sistema Ativo de Segurança Automotiva Manual de Utilização Conteúdo HOME Página inicial 3 Última posição 3 Rastrear 5 Relatórios 6 Histórico de Posições 6 Localização 7 Faturamento 7 Monitoramento 9 Alerta

Leia mais

Segurança. Guia do Usuário

Segurança. Guia do Usuário Segurança Guia do Usuário Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft é uma marca registrada da Microsoft Corporation nos Estados Unidos. As informações contidas neste documento

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE MODERNIZAÇÃO E INFORMÁTICA SISAU

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE MODERNIZAÇÃO E INFORMÁTICA SISAU MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE MODERNIZAÇÃO E INFORMÁTICA SISAU SISTEMA DE ATENDIMENTO AO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO

Leia mais

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas Banco de Dados Microsoft Access: Criar s Vitor Valerio de Souza Campos Objetivos do curso 1. Criar uma no modo de exibição Folha de Dados. 2. Definir tipos de dados para os campos na. 3. Criar uma no modo

Leia mais

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Guia Rápido de Uso Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Acesso ao sistema...3 2 Entenda o Menu...4 3 Como enviar torpedos...6 3.1 Envio

Leia mais

Módulo de Funil e Proposta

Módulo de Funil e Proposta Módulo de Funil e Proposta Sumário I. Acesso ao sistema CRMTEL... 4 II. Preenchimento da Proposta/Funil... 5 III. Organização da Proposta... 8 IV. Dados da Concorrência... 9 V. Aba Observações - Trade-In

Leia mais

Channel. Módulo Gerencial. Tutorial. Atualizado com a versão 4.02

Channel. Módulo Gerencial. Tutorial. Atualizado com a versão 4.02 Channel Módulo Gerencial Tutorial Atualizado com a versão 4.02 Copyright 2009 por JExperts Tecnologia Ltda. todos direitos reservados. É proibida a reprodução deste manual sem autorização prévia e por

Leia mais

Wordpress - Designtec. Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia

Wordpress - Designtec. Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia Wordpress - Designtec Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia 1 Índice Acessando o painel administrativo... 3 Gerenciamento de edições... 3 Gerenciamento de artigos... 3 Publicando mídias...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG Página 1 de 26 Sumário Introdução...3 Layout do Webmail...4 Zimbra: Nível Intermediário...5 Fazer

Leia mais

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá LibreOffice Impress Editor de Apresentação Iniciando o Impress no Linux Educacional 4 1. Clique no botão 'LE' no

Leia mais

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas Vitor Valerio de Souza Campos Objetivos do curso 1. Criar uma tabela no modo de exibição Folha de Dados. 2. Definir tipos de dados para os campos na tabela.

Leia mais